Fora spam! SYSADMIN. Sendmail contra o lixo digital

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Fora spam! SYSADMIN. Sendmail contra o lixo digital"

Transcrição

1 SYSADMIN Sendmail contra o lixo digital Fora spam! O spam é uma praga digital e deve ser combatido como tal. O Sendmail oferece diversas abordagens, tanto sozinho quanto acompanhado, para filtrar mensagens indesejadas. Entenda os princípios da filtragem de spam com o Sendmail e outros componentes que podem ajudar muito nesta tarefa, e veja qual abordagem oferece o custo-benefício que você espera. por Mirko Dölle O versátil agente de transporte de mensagens (MTA, na sigla em inglês) Sendmail oferece diversas formas de controlar a atual epidemia de vírus e spam. Este artigo apresenta três cenários plausíveis anti-spam e antivírus antes de terminar com uma discussão sobre uma abordagem radical que virtualmente elimina todo o spam. A discussão pressupõe que o leitor esteja minimamente familiarizado com a configuração do Sendmail. O artigo se aterá a ferramentas práticas adicionais. Algumas configurações internas do Sendmail [1], como por exemplo as estratégias de prevenção por listas negras, também ajudam a combater essas pragas, porém raramente representam uma solução completa. Para mais informações sobre a configuração de servidores Sendmail, o site deste programa [2] oferece um resumo de seu código. O Amavisd-new é uma interface entre um MTA e um filtro de conteúdo como um antivírus ou o Spamassassin. Você pode buscar mais informações sobre o Amavisd-new na edição de Fevereiro de 2006 da Linux Magazine [4]. Diversas configurações do Amavis estão disponíveis para vários MTAs, e oferecem ao mesmo tempo uma interface para estatísticas. O Amavis é bastante seguro do ponto de vista da programação, já que a linguagem Perl não está sujeita a estouros de buffer. O fato de os fóruns de segurança como o SecurityFocus e o FrSirt [5] não falarem muito sobre o Amavis por si só já confirma esse ponto. O Amavis normalmente não requer privilégios de superusuário; ele roda feliz num ambiente de chroot, e dá aos administradores opções de configuração para evitar ataques de negação de serviço baseados em s-bomba. A interface é fácil de instalar. Para sistemas baseados em Debian, rode aptget install amavisd-new. Como o Amavis geralmente também procura vírus, você certamente vai querer instalar um antivírus ao mesmo tempo. A configuração fica em /etc/amavis/amavisd.conf; e as opções dependem da situação atual. Entretanto, você pode antes modificar a sua instalação do Sendmail. Há diversas formas de integrar o Amavis ao Sendmail. O recomendado é a variante dual do Sendmail. Nesse cenário, a primeira instância do Sendmail aceita s na porta 10024, encaminhando-os à segunda instância do Sendmail após a verificação. 62

2 Spam no Sendmail SYSADMIN Sasl ~/.procmailrc SM-MTA-RX na porta 25 SM-MTA-TX na porta Procmail Dovecot POP3(s), IMAP(s) Amavisd-new na porta TMDA (opcional) Spamassassin Clam-AV (clamd) Squirrelmail Razor DCC Cliente de Figura 1 Simples e bastante rígido: Sendmail e Amavis lutando sozinhos contra spam e vírus. Sendmail dual Executar o Amavis significa configurar até dois processos do Sendmail que gerenciam filas distintas de mensagens. Um processo gerencia a fila de recepção (MTA-RX), enquanto o outro cuida da transmissão (MTA-TX): o Amavisd-new fica no meio do caminho, atuando como um filtro de vírus e spam. O processo MTA-RX escuta na porta TCP 25, e lê sua configuração dos arquivos /etc/mail/sendmail-rx.cf e / etc/mail/submit.cf, junto com o arquivo fonte /etc/mail/hostname-rx.mc. Digite mkdir /var/spool/mqueue-rx para criar o diretório com a fila de s. A seguinte linha aplica as permissões adequadas: chown root:amavis /var/spool/mqueue-rx && chmod 700 /var/spool/mqueue-rx Continue agora com a definição do seu próprio soquete de controle, ou faça os dois processos do Sendmail pararem de discutir: define(`confcontrol_socket_name, `/var/run/sendmail/mta/smcontrol-rx )dnl O processo MTA-TX se liga à porta da interface local e usa o arquivo de configuração e a fila normais. Para manter as informações legíveis, usaremos o arquivo fonte compartilhado /etc/mail/ Hostname-tx.mc. Defina as configurações para recebimento de , incluindo os limites de recursos, em hostname-rx.mc. O lado do envio é definido pelo hostnametx.mc. Uma vantagem da instalação dual do Sendmail é que o MTA-RX, acessível da Internet, não precisa rodar com privilégios de superusuário, pois não acessa os diretórios home dos usuários. Programas maliciosos A maioria das redes inclui computadores com Windows, portanto faz sentido permitir que o servidor de s busque vírus. O ClamAV é um antivírus aberto e gratuito com atualizações diárias. Binários do ClamAV estão disponíveis para diversas distribuições de Linux. Infelizmente, esse programa recentemente esteve nas manchetes devido a algumas falhas críticas de segurança, o que dificulta sua recomendação. No entanto, o Amavisd-new facilita a execução de múltiplos antivírus em paralelo; uma visão geral dos antivírus mais populares está disponível em [6]. Amavis sozinho A maneira mais simples e menos flexível de combater spam e vírus é usar o Amavis (figura 1) sozinho. A interface automaticamente integra o Spamassassin, seus plugins e um programa antivírus. As opções são diversas. Se você configurar a variável $mydomain da forma errada, praticamente nada funcionará, então comece dandolhe um valor. Defina também valores adequados para $LOGFILE e $log_level para ativar a solução de problemas e a análise de logs. Em seguida, você deve pensar no que acontecerá às mensagens infectadas por vírus e ao spam, definindo as variáveis $final_virus_destiny e $final_spam_destiny de acordo. As opções disponíveis são D_PASS, D_DISCARD, D_BOUNCE e D_REJECT; administradores responsáveis devem optar por D_BOUNCE em vez de D_REJECT, pois essa última permite a adulteração de endereços (address spoofing). Esse método utiliza os parâmetros $sa_* para controlar o Spamassassin, que são praticamente auto-explicativos. Para marcar todas as mensagens com um cabeçalho X-Spam, defina $sa_tag_level_deflt = Para permitir aos usuários identificar spam pela linha de assunto do , um $sa_spam_subject_tag vazio ajuda. Para aumentar a taxa de detecção, também é bom mandar o Amavis usar fontes externas, como listas negras, o DCC, Razor, Pyzor. Para isso, use a opção $sa_local_tests_only = 0. Já se mostrou que valores entre 2 e 2,5 são úteis para a $sa_tag2_level_deflt, Linux Magazine #22 Agosto de

3 SYSADMIN Spam no Sendmail Sasl ~/.procmailrc SM-MTA-RX na porta 25 SM-MTA-TX (porta 10025) Procmail Dovecot POP3(s), IMAP(s) Spamassassin Amavisd-new na porta TMDA (opcional) MySQL-DB Clam-AV (clamd) DCC Razor Squirrelmail Cliente de Maia Mailguard (front-end web com PHP) Figura 2 Um cenário mais flexível com bancos de dados e Sendmail, Amavis e Maia. que marca mensagens como spam ou não-spam. No caso de aparecerem muitos falsos positivos, pode-se aumentar esse valor, mas com cuidado. A opção $sa_mail_body_size_limit nos permite controlar o tamanho de mensagem a partir do qual o Amavis não buscará mais spam s grandes dificilmente são spam. E a opção $sa_timeout informa o número de segundos que o Amavis esperará pelo Spamassassin antes de encaminhar as mensagens. As listas brancas e negras e os receptores que preferirem desativar a verificação de spam ($spam_lovers) podem ser configurados de forma bastante flexível. Listas brancas são problemáticas devido a endereços remetentes adulterados, como já mencionamos. Figura 3 A interface Maia oferece aos usuários a possibilidade de usar configurações individuais listas negras, no caso. Múltiplos antivírus A solução 1 permite verificar vírus, e pode até usar múltiplos antivírus paralelamente. (ClamAV e McAfee foram testados com sucesso pelo autor). Assim que o antivírus encontra um vírus, seria um desperdício de recursos entregar a mensagem para o outro. O parâmetro $first_infected_stops_scan = 1 impede esse comportamento. Também é possível avisar o remetente a respeito do infectado especificando $warnvirussender = 1, porém esse serviço pode não fazer muito sentido, pois administradores afobados provavelmente tratarão seus avisos como spam, ou os endereços adulterados impedirão o de aviso de alcançar o verdadeiro responsável pelo spam. Se você preferir não apagar automaticamente as mensagens com vírus, pode usar um diretório de quarentena com a variável $QUARANTINEDIR, naturalmente cuidando para que haja espaço suficiente em disco. A varredura de vírus pode rapidamente consumir boa parte dos recursos de um servidor de , levando-o assim a uma condição de negação de serviço. s-bomba, em especial, explodem para um tamanho tão grande quando descompactados para a varredura de vírus que o servidor pode facilmente ficar sem memória e espaço de troca. O parâmetro $MAXLEVELS diminui esse problema restringindo os níveis de aninhamento de arquivos múltiplas vezes compactados. Ao atingir o nível pré-definido, o Amavis pára de tentar descompactar o arquivo. O parâmetro $MAXFILES restringe o número de arquivos por . O parâmetro $MAX_EXPANSION permite que você defina um limite em bytes para uso da memória em operações de descompactação. Sempre que um exceder um desses três limites, o Amavisdnew versão p8 ou mais recente adiciona uma etiqueta ***UNCHECKED*** ao campo de assunto. É uma boa prática filtrar esses s, pois provavelmente contêm vírus. Solução 2 A solução 1 é fácil de configurar, no entanto não oferece muitas opções de personalização das filtragens baseadas em usuários. Uma maneira de estender o Amavis é adicionar o Maia Mailguard 64

4 Spam no Sendmail SYSADMIN [7] conforme o esquema da figura 2. Maia é uma interface web multi-linguagem e fácil de usar feita em PHP e Perl. Ele usa uma versão modificada do Amavisd-new, que armazena configurações específicas para cada usuário num banco de dados MySQL ou PostgreSQL. A instalação é longa, porém não oferece grande dificuldade. Os usuários acessam suas configurações individuais pela interface web. Para isso, pede-se que eles façam login com seus endereços completos (!) de . Depois, eles podem gerenciar suas caixas de mensagens, definir listas negras individuais (figura 3), ou mudar o valor de limite para spam. O preço dessa conveniência é um maior risco para o administrador: mais componentes sempre significam maior risco de falha. Se o banco de dados travar, o servidor simplesmente pára de entregar os s. Olhando pelo lado positivo, ele armazena a mensagem temporariamente, entregando-a mais tarde, assim que o banco de dados voltar. Para aumentar a disponibilidade, administradores podem utilizar múltiplos servidores SQL. O segundo ponto crítico é que as alterações usadas pelo Maia impedem-nos de instalar as atualizações de segurança em formato binário fornecidas para o Amavisd-new por nossas distribuições isso simplesmente apagaria o caminho (path). Para servidores de com grande volume de mensagens, a queda de desempenho devido a acessos repetidos ao banco de dados também pode ser significativa (veja abaixo). Mais uma vez, os administradores podem contornar esse problema utilizando múltiplos servidores. Solução 3 Para uma flexibilidade máxima nas configurações, sem o impacto dos gráficos, um modelo como o da figura 4 provavelmente é o melhor. Ele usa a interface de Milter do Sendmail para acessar uma instância distinta do Spamd (o daemon do Spamassassin). Cada usuário pode definir suas próprias configurações em ~/.spamassassin/user_prefs. O Spamd acessa o arquivo user_prefs e detecta spam baseado nesses valores. Se não existir esse arquivo, o Spamassassin automaticamente aplicará as preferências do administrador, localizadas em /etc/ spamassassin/local.cf. Como o Spamd precisa acessar os diretórios em /home, ele roda sob a conta do superusuário. Você pode configurar o uso de níveis de usuário ao acesso a esses diretórios, para evitar rodar o processo como superusuário. Essa é uma boa medida de segurança. A solução 3 é fácil de instalar: apt-get install spamassmilter spamassassin. Depois acrescente as seguintes linhas: INPUT_MAIL_FILTER(`spamassassin, `S=local:/var/run/sendmail/spamass.sock, F=,T=S:4m;R:4m;E:10m )dnl ao arquivo de configuração do MTA-RX hostname-rx.mc, compile os arquivos de configuração executando m4, e reinicie o Sendmail. Defina as preferências globais em /etc/spamassassin/local.cf. Veja [8] para uma lista completa de opções. As mais importantes são: para permitir configurações individuais dos usuários, defina allow_user_rules 1. Para etiquetar todo spam, use required_score 2.5, rewrite_subject 1 e rewrite_header Subject ***Spam***. Os critérios padrão de detecção são bastante bons; opções de configuração mais granulares estão detalhadas em [9]. O Spamassassin dá um valor ao conteúdo dos s e, se o valor superar um determinado limite, ou o estabelecido pela opção required_score, a mensagem é marcada como spam. Para melhorar a taxa de detecção de spam, é recomendável atribuir um valor maior a RAZOR2_CHECK, RAZOR2_CF_RANGE_51_100 e DCC_CHECK. O valor de PYZOR_CHECK já é alto o suficiente. Sasl ~/.procmailrc SM-MTA-RX na porta 25 SM-MTA-TX na porta Procmail Dovecot POP3(s), IMAP(s) Spamass- Milter Amavisd-new na porta TMDA (opcional) Spamd Razor DCC Clam-AV (Clamd) Squirrelmail Cliente de ~/.spamassassin/ user_prefs Figura 4 Uma configuração mais flexível com o uso de bancos de dados com Sendmail e Milter. Linux Magazine #22 Agosto de

5 SYSADMIN Spam no Sendmail chegando de confirmação Caixa de DCC + Razor + Pyzor Os parâmetros referidos acima especificam os critérios de avaliação de dados a partir das três redes globais de , que coletam e avaliam hashes de s. As funções hash usadas para esse propósito funcionam de forma diferente das conhecidas funções hash MD5 e SHA1. Elas utilizam os chamados soft hashes, que permitem que alguns itens do mudem, como por exemplo o destinatário, sem, no entanto, modificar o hash. Cada servidor de que usa essas redes externas envia para elas os hashes de todos os s que recebe. Se hashes chegarem à rede e esse valor é configurável você pode considerar que o é spam. Afinal, é improvável que alguém envie s com conteúdo idêntico e legítimo. Rode o apt-get para instalar o DCC, o Razor e o Pyzor. O Spamassassin automaticamente detecta sua existência. O DCC requer um servidor DCC separado para volumes acima de s, e bloqueia qualquer acesso acima disto como um ataque de negação de serviço em potencial. Para verificar se esses plugins estão funcionando, você pode usar o Tcpdump para ver o cabeçalho dos s considerados spam, ou as portas 6277/ Enviando ao Pedido de confirmação Entrega Aceito Figura 5 Abordagem de desafio e resposta para impedir o spam por meio de TMDA. chegando Valor < 1 = Lista Branca Caixa de entrada Mensagem de Confirmação Confirma o Remetente Mensagem entregue Enviado ao UDP (DCC), 2703/TCP, 7/TCP (Razor), e 24441/UDP (Pyzor). Talvez você tenha que configurar seu firewall para permitir tráfego de saída nessas portas e assim deixar que se abram as devidas conexões às redes respectivas. Pode parecer um pouco paranóico usar todos esses três programas paralelamente, mas isso realmente melhora a detecção de spam. Solução 4 Um método menos conhecido de combate ao spam, que só funciona em situações específicas, é o Agente de entrega de mensagem etiquetada, ou Tagged Message Delivery Agent (TMDA) [10]. o TMDA utiliza uma abordagem de desafio e resposta na qual cada mensagem enviada ao servidor para ser entregue deve provar a este que é legítima. A figura 5 mostra como isso funciona a princípio: um servidor de externo está tentando enviar uma mensagem para uma caixa de correio no nosso servidor. O nosso servidor de pede que o remetente confirme a mensagem original, e não a entrega ao destinatário até que receba a confirmação. Spammers não enviarão Antivírus/ Anti-spam 1 < Valor < 2,5 Pedidos Aceito Entrega Caixa de entrada Valor > 2.5 Entregar como Spam Caixa de entrada Figura 6 Num cenário mais sofisticado de TMDA, o Spamassassin pré-seleciona as mensagens. 66

6 Spam no Sendmail SYSADMIN uma mensagem de confirmação, já que eles geralmente enviam s em massa, e nem receberão o pedido de confirmação, pois adulteram o endereço do remetente. Isso reduz a zero as mensagens indesejadas, mas com um custo considerável causado pelo maior fluxo de s. A figura 6 apresenta uma abordagem mais sofisticada para o TMDA. Se optar por essa abordagem de tolerância zero, você deve entender algumas coisas: Como spammers normalmente usam endereços de outras pessoas, o seu servidor de não deve incomodar esses inocentes pedindo-os confirmação. Em outras palavras, não peça confirmação de mensagens que já tenham sido marcadas como spam pelo filtro de spam. s com um nível de spam muito baixo podem ser entregues diretamente, sem passar pelo TMDA. Se dois sistemas TMDA por acaso se encontrarem, laços infinitos não podem ser excluídos. A página do TMDA [10] afirma que isso não deve acontecer, mas não há garantia. A FAQ na página aborda mais questões e sugere soluções. Você está advertido a fazer sua lista branca pessoal, independente do Spamassassin; sua melhor abordagem é adicionar seu catálogo de endereços. Listas brancas são particularmente importantes para registrar e usar em listas de s. Um efeito colateral positivo é que qualquer pessoa que mande para você, e que não esteja na sua lista branca, recebe uma confirmação de que a mensagem chegou. Além disso, deve-se notar que, devido a sua complexidade, o TMDA não é a solução perfeita para muitos usuários e situações. Desempenho Um servidor de s que tente oferecer a solução perfeita em todos os cenários coloca sempre em risco o desempenho caso o volume de mensagens cresça. Por isso realizamos um teste de desempenho das soluções propostas neste artigo. Utilizamos o Postal [11] para um teste de desempenho num Pentium GHz com 512 MB de RAM. O programa de benchmark envia s com um tamanho máximo de 15KB para o servidor num período de cinco minutos. A solução 1 (Amavis sozinho) mostrou-se capaz de lidar com 600 s por minuto. Ela levou mais cinco minutos para entregar todas as mensagens. Ativar o ClamAV não reduziu significativamente a velocidade desse processo. Se você usar o Spamassassin com testes externos conforme descrito na solução 3, o desempenho dependerá fortemente da largura de banda da conexão do servidor à Internet, além de sua latência. O TMDA (solução 4) afeta o desempenho significativamente. Tudo acaba bem Obviamente este artigo não substitui um livro de 1000 páginas, e só pode ofereceer uma introdução ao Sendmail e alguns de seus componentes. O primeiro dos três designs que examinamos deve funcionar na primeira tentativa na maioria dos ambientes. Antes de utilizar a solução 4, deve-se pesar os prós e contras atenciosamente. O que todas as soluções têm em comum é a alta escalabilidade, devido a sua característica modular, seja pelo uso de discos separados para filas de s, ou mesmo servidores distintos para cada componente individual. Mais Informações [1] Propriedades anti-spam do Sendmail: m4/anti_spam.html [2] Sendmail: [3] Amavis-new: software/amavisd/ [4] Proteção na fonte, de Larkin Cunningham; Linux Magazine, Fevereiro de 2006, p. 35 [5] SecurityFocus e FrSirt: e [6] Quer um bom antivírus?, de James Mohr; Linux Magazine, Fevereiro de 2006, p. 27 : [7] Maia Mailguard: [8] Configuração do Spamassassin para recebimento de s: full/3.0.x/dist/doc/ Mail_SpamAssassin_Conf.html [9] Valores de spam padrão do Spamassassin: tests_3_0_x.html [10] TMDA: [11] Postal: Linux Magazine #22 Agosto de

Manual do Usuário. Resumo

Manual do Usuário. Resumo Manual do Usuário Grupo de Teleinformática e Automação (GTA) Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) http://www.gta.ufrj.br 11 de fevereiro de 2008 Resumo O Grupo de Teleinformática e Automação (GTA/UFRJ)

Leia mais

Configuração do Outlook para o servidor da SET

Configuração do Outlook para o servidor da SET Configuração do Outlook para o servidor da SET Selecione Ferramentas + Contas... no seu Outlook Express. Clique no botão Adicionar + Email, para acrescentar uma nova conta, ou no botão Propriedades para

Leia mais

Novidades do AVG 2013

Novidades do AVG 2013 Novidades do AVG 2013 Conteúdo Licenciamento Instalação Verificação Componentes Outras características Treinamento AVG 2 Licenciamento Instalação Verificação Componentes do AVG Outras características Treinamento

Leia mais

Senha Admin. Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização

Senha Admin. Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização Manual do Nscontrol Principal Senha Admin Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização Aqui, você poderá selecionar quais programas você quer que

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS Usando um firewall para ajudar a proteger o computador A conexão à Internet pode representar um perigo para o usuário de computador desatento. Um firewall ajuda a proteger o computador impedindo que usuários

Leia mais

SolarWinds Kiwi Syslog Server

SolarWinds Kiwi Syslog Server SolarWinds Kiwi Syslog Server Monitoramento de syslog fácil de usar e econômico O Kiwi Syslog Server oferece aos administradores de TI o software de gerenciamento mais econômico do setor. Fácil de instalar

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS PARA INTERNET ADMSI ENVIO DE E-MAILS - POSTFIX

ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS PARA INTERNET ADMSI ENVIO DE E-MAILS - POSTFIX ADMSI ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS PARA INTERNET ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS PARA INTERNET ADMSI ENVIO DE E-MAILS - POSTFIX ESCOLA SENAI SUIÇO BRASILEIRA ENVIO DE E-MAILS - POSTFIX OBJETIVOS: Ao final dessa

Leia mais

Winconnection 6. Internet Gateway

Winconnection 6. Internet Gateway Winconnection 6 Internet Gateway Descrição Geral O Winconnection 6 é um gateway de acesso à internet desenvolvido dentro da filosofia UTM (Unified Threat Management). Assim centraliza as configurações

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP (CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS) TUTORIAL DE USO DO WEBMAIL - UFG

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP (CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS) TUTORIAL DE USO DO WEBMAIL - UFG UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP (CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS) TUTORIAL DE USO DO WEBMAIL - UFG Página 1 de 26 Sumário Introdução...3 Layout do Webmail...4 Zimbra: Nível Intermediário...5 Fazer

Leia mais

ANÁLISE DE FERRAMENTAS PARA O CONTROLE DE SPAM

ANÁLISE DE FERRAMENTAS PARA O CONTROLE DE SPAM ANÁLISE DE FERRAMENTAS PARA O CONTROLE DE SPAM Paulo Manoel Mafra Departamento de Automação e Sistemas Universidade Federal de Santa Catarina 88040-900 Florianópolis - SC mafra@das.ufsc.br ANÁLISE DE FERRAMENTAS

Leia mais

NOME: MATHEUS RECUERO T2 ANTIVIRUS PANDA

NOME: MATHEUS RECUERO T2 ANTIVIRUS PANDA NOME: MATHEUS RECUERO T2 ANTIVIRUS PANDA Os requisitos mínimos para possuir o software é memoria de 64 MB, disco rígido de 20 MB processador a partir do Pentium 2 em diante e navegador internet Explorer

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

Segurança de Redes & Internet

Segurança de Redes & Internet Boas Práticas Segurança de Redes & Internet 0800-644-0692 Video Institucional Boas Práticas Segurança de Redes & Internet 0800-644-0692 Agenda Cenário atual e demandas Boas práticas: Monitoramento Firewall

Leia mais

O Firewall do Windows vem incorporado ao Windows e é ativado automaticamente.

O Firewall do Windows vem incorporado ao Windows e é ativado automaticamente. Noções básicas sobre segurança e computação segura Se você se conecta à Internet, permite que outras pessoas usem seu computador ou compartilha arquivos com outros, deve tomar algumas medidas para proteger

Leia mais

Como acessar o novo webmail da Educação? Manual do Usuário. 15/9/2009 Gerencia de Suporte, Redes e Novas Tecnologias Claudia M.S.

Como acessar o novo webmail da Educação? Manual do Usuário. 15/9/2009 Gerencia de Suporte, Redes e Novas Tecnologias Claudia M.S. Como acessar o novo webmail da Educação? Manual do Usuário 15/9/2009 Gerencia de Suporte, Redes e Novas Tecnologias Claudia M.S. Tomaz IT.002 02 2/14 Como acessar o Webmail da Secretaria de Educação? Para

Leia mais

Curso de Informática Básica

Curso de Informática Básica Curso de Informática Básica O e-mail Primeiros Cliques 1 Curso de Informática Básica Índice Introdução...3 Receber, enviar e responder mensagens...3 Anexando arquivos...9 Cuidado com vírus...11 2 Outlook

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS COTAS DE DISCO. Professor Carlos Muniz

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS COTAS DE DISCO. Professor Carlos Muniz ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS Trabalhando com cotas Usando o Gerenciador de Recursos de Servidor de Arquivos para criar uma cota em um volume ou uma pasta, você pode limitar o espaço em disco

Leia mais

Curso Introdução à Educação Digital - Carga Horária: 40 horas (30 presenciais + 10 EaD)

Curso Introdução à Educação Digital - Carga Horária: 40 horas (30 presenciais + 10 EaD) ******* O que é Internet? Apesar de muitas vezes ser definida como a "grande rede mundial de computadores, na verdade compreende o conjunto de diversas redes de computadores que se comunicam e que permitem

Leia mais

15/8/2007 Gerencia de Tecnologia da Informação Claudia M.S. Tomaz

15/8/2007 Gerencia de Tecnologia da Informação Claudia M.S. Tomaz 15/8/2007 Gerencia de Tecnologia da Informação Claudia M.S. Tomaz MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO WEBMAIL GETEC 01 2/13 Como acessar o Webmail da Secretaria de Educação? Para utilizar o Webmail da Secretaria de

Leia mais

Forefront Server Security Management Console: Gerenciamento Simplificado da Segurança para Mensagens e Colaboração White Paper

Forefront Server Security Management Console: Gerenciamento Simplificado da Segurança para Mensagens e Colaboração White Paper Forefront Server Security Management Console: Gerenciamento Simplificado da Segurança para Mensagens e Colaboração White Paper Outubro de 2007 Resumo Este white paper explica a função do Forefront Server

Leia mais

Privacidade.

Privacidade. <Nome> <Instituição> <e-mail> Privacidade Agenda Privacidade Riscos principais Cuidados a serem tomados Créditos Privacidade (1/3) Sua privacidade pode ser exposta na Internet: independentemente da sua

Leia mais

Utilização do Webmail da UFS

Utilização do Webmail da UFS Universidade Federal de Sergipe Centro de Processamento de Dados Coordenação de Redes de Computadores Utilização do Webmail da UFS Procedimento Com o intuito de facilitar a execução dos passos, este tutorial

Leia mais

Seu manual do usuário BLACKBERRY INTERNET SERVICE http://pt.yourpdfguides.com/dref/1117388

Seu manual do usuário BLACKBERRY INTERNET SERVICE http://pt.yourpdfguides.com/dref/1117388 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para BLACKBERRY INTERNET SERVICE. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a

Leia mais

Manual de Utilização do Zimbra

Manual de Utilização do Zimbra Manual de Utilização do Zimbra Compatível com os principais navegadores web (Firefox, Chrome e Internet Explorer) o Zimbra Webmail é uma suíte completa de ferramentas para gerir e-mails, calendário, tarefas

Leia mais

Laboratório de Redes de Computadores e Sistemas Operacionais

Laboratório de Redes de Computadores e Sistemas Operacionais Laboratório de Redes de Computadores e Sistemas Operacionais Configurando e Implantando o Windows Server 2003 Fabricio Breve Requisitos de Hardware de Sistema Processador Mínimo: 266 MHz Mínimo ideal:

Leia mais

A segurança na utilização da Internet é um tema muito debatido nos dias atuais devido à grande quantidade de ladrões virtuais.

A segurança na utilização da Internet é um tema muito debatido nos dias atuais devido à grande quantidade de ladrões virtuais. A segurança na utilização da Internet é um tema muito debatido nos dias atuais devido à grande quantidade de ladrões virtuais. Sobre as práticas recomendadas para que a utilização da internet seja realizada

Leia mais

ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS. 10.0.0.0 até 10.255.255.255 172.16.0.0 até 172.31.255.255 192.168.0.0 até 192.168.255.255. Kernel

ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS. 10.0.0.0 até 10.255.255.255 172.16.0.0 até 172.31.255.255 192.168.0.0 até 192.168.255.255. Kernel ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS Foram reservados intervalos de endereços IP para serem utilizados exclusivamente em redes privadas, como é o caso das redes locais e Intranets. Esses endereços não devem ser

Leia mais

MODEM USB LTE. Manual do Usuário

MODEM USB LTE. Manual do Usuário MODEM USB LTE Manual do Usuário 2 Conteúdo Manual do Usuário... 1 1 Introdução... 3 2 Descrição da Interface do Cliente... 4 3 Conexão... 7 4 SMS... 10 5 Contatos... 14 6 Estatística... 18 7 Configurações...

Leia mais

PROVA DE NOÇÕES DE MICROINFORMÁTICA

PROVA DE NOÇÕES DE MICROINFORMÁTICA 18 PROVA DE NOÇÕES DE MICROINFORMÁTICA AS QUESTÕES DE 41 A 60 CONSIDERAM O ESQUEMA PADRÃO DE CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA OPERACIONAL MICROSOFT WINDOWS ME E DAS FERRAMENTAS MICROSOFT WINDOWS EXPLORER, MICRO-

Leia mais

Segurança na Rede Local Redes de Computadores

Segurança na Rede Local Redes de Computadores Ciência da Computação Segurança na Rede Local Redes de Computadores Disciplina de Desenvolvimento de Sotware para Web Professor: Danilo Vido Leonardo Siqueira 20130474 São Paulo 2011 Sumário 1.Introdução...3

Leia mais

MODEM USB LTE LU11. Manual do Usuário

MODEM USB LTE LU11. Manual do Usuário MODEM USB LTE LU11 Manual do Usuário 2 Tabela de Conteúdo Manual do Usuário... 1 1 Introdução... 3 2 Instalação... 4 3 Descrição da Interface do Cliente... 5 3 Conexão... 8 5 Mensagens SMS... 10 6 Contatos...

Leia mais

Kaspersky Anti-Virus 2013 Kaspersky Internet Security 2013 Lista de novos recursos

Kaspersky Anti-Virus 2013 Kaspersky Internet Security 2013 Lista de novos recursos Kaspersky Anti-Virus 2013 Kaspersky Internet Security 2013 Lista de novos recursos Sumário Visão geral de novos recursos 2 Instalação, ativação, licenciamento 2 Internet Security 3 Proteção Avançada 4

Leia mais

Ironmail Filtrando emails indesejados

Ironmail Filtrando emails indesejados Leonard Bohrer Spencer, Guilherme Bertoni Machado FATEC RS Faculdade de Tecnologia Senac RS lbohrer@terra.com.br, gb.machado@sinprors.org.br O Problema: Spam; Vírus; Consumo de banda; Consumo de espaço

Leia mais

Via Prática Firewall Box Gateway O acesso à Internet

Via Prática Firewall Box Gateway O acesso à Internet FIREWALL BOX Via Prática Firewall Box Gateway O acesso à Internet Via Prática Firewall Box Gateway pode tornar sua rede mais confiável, otimizar sua largura de banda e ajudar você a controlar o que está

Leia mais

ETEC Campo Limpo AULA 07. 1. Interpretando informações do UTILITÁRIO DE CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA

ETEC Campo Limpo AULA 07. 1. Interpretando informações do UTILITÁRIO DE CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA AULA 07 1. Interpretando informações do UTILITÁRIO DE CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA O Utilitário de configuração do sistema, o famoso "msconfig" está disponível nas versões recentes do Windows. Para abrir o

Leia mais

Mercado Eletrônico Instalação e Atualização MEConnect2

Mercado Eletrônico Instalação e Atualização MEConnect2 Manual de Usuário da Plataforma de compras do Grupo José de Mello - Mercado Eletrônico Instalação e Atualização MEConnect2 1 Índice 1. Introdução... 3 2. Visão Geral... 3 3. Instalação e Atualização...

Leia mais

Motorola Phone Tools. Início Rápido

Motorola Phone Tools. Início Rápido Motorola Phone Tools Início Rápido Conteúdo Requisitos mínimos... 2 Antes da instalação Motorola Phone Tools... 3 Instalar Motorola Phone Tools... 4 Instalação e configuração do dispositivo móvel... 5

Leia mais

Requisitos Mínimos para instalação do Antivírus McAfee

Requisitos Mínimos para instalação do Antivírus McAfee Requisitos Mínimos para instalação do Antivírus McAfee Requisitos Mínimos do computador: Microsoft Windows 2000 (32 bits) com Service Pack 4 (SP4) ou superior, Windows XP (32 bits) com Service Pack 1 (SP1)

Leia mais

Revisão 7 Junho de 2007

Revisão 7 Junho de 2007 Revisão 7 Junho de 2007 1/5 CONTEÚDO 1. Introdução 2. Configuração do Computador 3. Reativar a Conexão com a Internet 4. Configuração da Conta de Correio Eletrônico 5. Política Anti-Spam 6. Segurança do

Leia mais

Implementando Políticas ANTI-SPAM

Implementando Políticas ANTI-SPAM POP-RS / CERT-RS Implementando Políticas ANTI-SPAM Émerson Virti emerson@tche.br Resumo Motivação - Problemática do Spam Os Remetentes Formas de Controle de Spam Controlando Spam no POP-RS Conclusões Reunião

Leia mais

Kerio Exchange Migration Tool

Kerio Exchange Migration Tool Kerio Exchange Migration Tool Versão: 7.3 2012 Kerio Technologies, Inc. Todos os direitos reservados. 1 Introdução Documento fornece orientações para a migração de contas de usuário e as pastas públicas

Leia mais

MODEM USB 3G+ WM31. Manual do Usuário

MODEM USB 3G+ WM31. Manual do Usuário MODEM USB 3G+ WM31 Manual do Usuário 2 Conteúdo 1 Introdução... 3 2 Descrição da Interface do Cliente... 5 3 Conexão... 7 4 SMS... 10 5 Contatos... 14 6 Estatística... 18 7 Configurações... 19 8 SIM Tool

Leia mais

para que quando a resposta que provenha da Internet pudesse ser permitida, ou seja, pudesse acessar o computador do usuário. Em outras palavras, o

para que quando a resposta que provenha da Internet pudesse ser permitida, ou seja, pudesse acessar o computador do usuário. Em outras palavras, o FIREWALL É utilizado para impedir que informações indesejadas entrem em uma rede ou em um computador doméstico. Em uma grande rede não é um método substituto à segurança de um servidor, mas complementar,

Leia mais

Microsoft Windows 7 / Vista / XP / 2000 / Home Server. Guia de Inicialização Rápida

Microsoft Windows 7 / Vista / XP / 2000 / Home Server. Guia de Inicialização Rápida Microsoft Windows 7 / Vista / XP / 2000 / Home Server Guia de Inicialização Rápida O ESET Smart Security fornece proteção de última geração para o seu computador contra código malicioso. Com base no ThreatSense,

Leia mais

Prevenção. Como reduzir o volume de spam

Prevenção. Como reduzir o volume de spam Prevenção Como reduzir o volume de spam A resposta simples é navegar consciente na rede. Este conselho é o mesmo que recebemos para zelar pela nossa segurança no trânsito ou ao entrar e sair de nossas

Leia mais

AULA 02 2. USO DE FERRAMENTAS DE SUPORTE DO SISTEMA

AULA 02 2. USO DE FERRAMENTAS DE SUPORTE DO SISTEMA AULA 02 2. USO DE FERRAMENTAS DE SUPORTE DO SISTEMA 2.1 Desfragmentador de Disco (DFRG.MSC): Examina unidades de disco para efetuar a desfragmentação. Quando uma unidade está fragmentada, arquivos grandes

Leia mais

Principais Benefícios. ESET Endpoint Security

Principais Benefícios. ESET Endpoint Security Principais Benefícios ESET Endpoint Security Principais Características: - Firewall Pessoal... 1 - AntiSpam... 2 -Bloqueio de Dispositivos... 3 -Bloqueio de URLs... 4 -Agendamento de Tarefas... 5 - ESET

Leia mais

Introdução ao Sistema. Características

Introdução ao Sistema. Características Introdução ao Sistema O sistema Provinha Brasil foi desenvolvido com o intuito de cadastrar as resposta da avaliação que é sugerida pelo MEC e que possui o mesmo nome do sistema. Após a digitação, os dados

Leia mais

ChasqueMail O e mail da UFRGS

ChasqueMail O e mail da UFRGS ChasqueMail O e mail da UFRGS Alexandre Marchi, Everton Foscarini, Rui Ribeiro Universidade Federal do Rio Grande do Sul Centro de Processamento de Dados Rua Ramiro Barcelos, 2574 Portao K Porto Alegre

Leia mais

ESET NOD32 Antivirus 4 para Linux Desktop. Guia de Inicialização Rápida

ESET NOD32 Antivirus 4 para Linux Desktop. Guia de Inicialização Rápida ESET NOD32 Antivirus 4 para Linux Desktop Guia de Inicialização Rápida O ESET NOD32 Antivirus 4 fornece proteção de última geração para o seu computador contra código malicioso. Com base no mecanismo de

Leia mais

MODEM USB 3G+ WM31. Manual do Usuário

MODEM USB 3G+ WM31. Manual do Usuário MODEM USB 3G+ WM31 Manual do Usuário 2 Tabela de Conteúdo 1 Introdução... 3 2. Instalação... 5 3. Descrição da interface do cliente... 6 4. Conexão... 10 5.SMS... 11 6.Contatos... 14 7.Estatística... 18

Leia mais

Aula 12 Lista de verificação de segurança para o Windows 7

Aula 12 Lista de verificação de segurança para o Windows 7 Aula 12 Lista de verificação de segurança para o Windows 7 Use esta lista de verificação para ter certeza de que você está aproveitando todas as formas oferecidas pelo Windows para ajudar a manter o seu

Leia mais

Documentação Symom. Agente de Monitoração na Plataforma Windows

Documentação Symom. Agente de Monitoração na Plataforma Windows Documentação Symom de Monitoração na Plataforma Windows Windows Linux Windows Linux Plataforma Windows Instalação A instalação do de Monitoração do Symom para Windows é feita através do executável setup.exe

Leia mais

reputação da empresa.

reputação da empresa. Segurança premiada da mensageria para proteção no recebimento e controle no envio de mensagens Visão geral O oferece segurança para mensagens enviadas e recebidas em sistemas de e-mail e mensagens instantâneas,

Leia mais

Manual de utilização do STA Web

Manual de utilização do STA Web Sistema de Transferência de Arquivos Manual de utilização do STA Web Versão 1.1.7 Sumário 1 Introdução... 3 2 Segurança... 3 2.1 Autorização de uso... 3 2.2 Acesso em homologação... 3 2.3 Tráfego seguro...

Leia mais

Atualização deixa Java mais seguro, mas ainda é melhor desativar

Atualização deixa Java mais seguro, mas ainda é melhor desativar Atualização deixa Java mais seguro, mas ainda é melhor desativar seg, 21/01/13 por Altieres Rohr Segurança Digital Se você tem alguma dúvida sobre segurança da informação (antivírus, invasões, cibercrime,

Leia mais

AVG File Server. Manual do Usuário. Revisão do documento 2013.07 (03/12/2013)

AVG File Server. Manual do Usuário. Revisão do documento 2013.07 (03/12/2013) AVG File Server Manual do Usuário Revisão do documento 2013.07 (03/12/2013) Copyright AVG Technologies CZ, s.r.o. Todos os direitos reservados. Todas as outras marcas comerciais pertencem a seus respectivos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS CENTRO DE COMPUTAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS CENTRO DE COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS CENTRO DE COMPUTAÇÃO Filtro Anti-Spam IBM Lotus Protector Belo Horizonte 2014 Sumário 1. Introdução... 3 2. Criação de conta... 3 3. Acesso ao Sistema... 5 4. Mensagens

Leia mais

2. O AMBIENTE DE PROGRAMAÇÃO EM C

2. O AMBIENTE DE PROGRAMAÇÃO EM C 2. O AMBIENTE DE PROGRAMAÇÃO EM C Este capítulo trata de colocar a linguagem C para funcionar em um ambiente de programação, concentrando-se no compilador GNU Compiler Collection (gcc). Mas qualquer outro

Leia mais

Manual Captura S_Line

Manual Captura S_Line Sumário 1. Introdução... 2 2. Configuração Inicial... 2 2.1. Requisitos... 2 2.2. Downloads... 2 2.3. Instalação/Abrir... 3 3. Sistema... 4 3.1. Abrir Usuário... 4 3.2. Nova Senha... 4 3.3. Propriedades

Leia mais

http://cartilha.cert.br/

http://cartilha.cert.br/ http://cartilha.cert.br/ Quanto mais informações você disponibiliza na Internet, mais difícil se torna preservar a sua privacidade Nada impede que você abra mão de sua privacidade e, de livre e espontânea

Leia mais

AULA 3 FERRAMENTAS E APLICATIVOS DE NAVEGAÇÃO, DE CORREIO ELETRÔNICO, DE GRUPOS DE DISCUSSÃO, DE BUSCA E PESQUISA (PARTE II)

AULA 3 FERRAMENTAS E APLICATIVOS DE NAVEGAÇÃO, DE CORREIO ELETRÔNICO, DE GRUPOS DE DISCUSSÃO, DE BUSCA E PESQUISA (PARTE II) AULA 3 FERRAMENTAS E APLICATIVOS DE NAVEGAÇÃO, DE CORREIO ELETRÔNICO, DE GRUPOS DE DISCUSSÃO, DE BUSCA E PESQUISA (PARTE II) A seguir vamos ao estudo das ferramentas e aplicativos para utilização do correio

Leia mais

Webmail lendo os e-mails. O que é. Como ler os e-mails através do WEBMAIL

Webmail lendo os e-mails. O que é. Como ler os e-mails através do WEBMAIL Webmail lendo os e-mails O que é O WEBMAIL é um programa que permite a leitura, envio e gerenciamento de e-mails através de uma página da internet. A vantagem é que você não precisa estar em seu computador

Leia mais

1 ACESSO AO PORTAL UNIVERSITÁRIO 3 3 PLANO DE ENSINO 6 4 AULAS 7 5 AVALIAÇÃO E EXERCÍCIO 9 6 ENQUETES 12 7 QUADRO DE AVISOS 14

1 ACESSO AO PORTAL UNIVERSITÁRIO 3 3 PLANO DE ENSINO 6 4 AULAS 7 5 AVALIAÇÃO E EXERCÍCIO 9 6 ENQUETES 12 7 QUADRO DE AVISOS 14 portal@up.com.br Apresentação Este manual contém informações básicas, e tem como objetivo mostrar a você, aluno, como utilizar as ferramentas do Portal Universitário e, portanto, não trata de todos os

Leia mais

Solução de correio eletrônico com Software Livre implantada no CEFET-MG, vantagens e adaptações

Solução de correio eletrônico com Software Livre implantada no CEFET-MG, vantagens e adaptações Solução de correio eletrônico com Software Livre implantada no CEFET-MG, vantagens e adaptações Clever de Oliveira Júnior*, Paulo E. M. Almeida* *Departamento de Recursos em Informática Centro Federal

Leia mais

FIREWALL (HARDWARE) Módulo para segurança de Email com suporte e subscrição

FIREWALL (HARDWARE) Módulo para segurança de Email com suporte e subscrição FIREWALL (HARDWARE) Módulo para segurança de Email com suporte e subscrição Modo de licenciamento por hardware. O appliance deve operar com todas as funcionalidades durante todo o período de suporte, independente

Leia mais

Symantec AntiVirus Enterprise Edition

Symantec AntiVirus Enterprise Edition Symantec AntiVirus Enterprise Edition Proteção abrangente contra ameaças para todas as partes da rede, incluindo proteção contra spyware no cliente, em um único conjunto de produtos Visão geral O Symantec

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

BlackBerry Mobile Voice System Versão: 5.0 Service pack: 1. Visão geral técnica e dos recursos

BlackBerry Mobile Voice System Versão: 5.0 Service pack: 1. Visão geral técnica e dos recursos BlackBerry Mobile Voice System Versão: 5.0 Service pack: 1 Visão geral técnica e dos recursos SWD-1031491-1025120324-012 Conteúdo 1 Visão geral... 3 2 Recursos... 4 Recursos para gerenciar contas de usuário

Leia mais

GLADIADOR INTERNET CONTROLADA v.1.2.3.9

GLADIADOR INTERNET CONTROLADA v.1.2.3.9 GLADIADOR INTERNET CONTROLADA v.1.2.3.9 Pela grande necessidade de controlar a internet de diversos clientes, a NSC Soluções em Informática desenvolveu um novo produto capaz de gerenciar todos os recursos

Leia mais

Integrando o Amavisd-new, SpamAssassin e ClamAV com o Postfix no SUSE 9.3

Integrando o Amavisd-new, SpamAssassin e ClamAV com o Postfix no SUSE 9.3 Integrando o Amavisd-new, SpamAssassin e ClamAV com o Postfix no SUSE 9.3 Termos de Uso Nota de Copyright Copyright (c) 2007 Linux2Business. Permission is granted to copy, distribute and/or modify this

Leia mais

Instalando e Executando o Siprev em Ambiente Linux Versão SIPREV 2.1.13

Instalando e Executando o Siprev em Ambiente Linux Versão SIPREV 2.1.13 Instalando e Executando o Siprev em Ambiente Linux Versão SIPREV 2.1.13 INSTALL 2010-05-20 ================================================== Instalando e Executando o Siprev em Ambiente Linux ATENÇÃO:

Leia mais

para Mac Guia de Inicialização Rápida

para Mac Guia de Inicialização Rápida para Mac Guia de Inicialização Rápida O ESET Cybersecurity fornece proteção de última geração para o seu computador contra código malicioso. Com base no ThreatSense, o primeiro mecanismo de verificação

Leia mais

F-Secure Anti-Virus for Mac 2015

F-Secure Anti-Virus for Mac 2015 F-Secure Anti-Virus for Mac 2015 2 Conteúdo F-Secure Anti-Virus for Mac 2015 Conteúdo Capítulo 1: Introdução...3 1.1 Gerenciar assinatura...4 1.2 Como me certificar de que o computador está protegido...4

Leia mais

Tutorial: Instalando Linux Educacional em uma maquina virtual

Tutorial: Instalando Linux Educacional em uma maquina virtual Maria Augusta Sakis Tutorial: Instalando Linux Educacional em uma Máquina Virtual Máquinas virtuais são muito úteis no dia-a-dia, permitindo ao usuário rodar outros sistemas operacionais dentro de uma

Leia mais

Configuração de servidores SMTP e POP3

Configuração de servidores SMTP e POP3 Configuração de servidores SMTP e POP3 Disciplina: Serviços de Rede Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Configuração Postfix O servidor SMTP usado na

Leia mais

Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada

Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada Visão Geral do Mercado Embora o uso dos produtos da Web 2.0 esteja crescendo rapidamente, seu impacto integral sobre

Leia mais

Requisitos dos postos de usuário para utilizar os aplicativos da Adquira

Requisitos dos postos de usuário para utilizar os aplicativos da Adquira Requisitos dos postos de usuário para utilizar os aplicativos da Adquira 30/08/2007 Autor: Carlos Torrijos Martín Versão 1.10 1.- Introdução 3 2.- Requisitos Hardware dos equipamentos 4 3.- Requisitos

Leia mais

OAB Online... 4. Acesso ao Sistema... 9. Publicações... 9. Marcar Prazo...10. Pesquisa por Publicações...11. Configuração de Preferências...

OAB Online... 4. Acesso ao Sistema... 9. Publicações... 9. Marcar Prazo...10. Pesquisa por Publicações...11. Configuração de Preferências... Índice Introdução OAB Online............................................ 4 Sistema OAB On-line Acesso ao Sistema........................................ 9 Publicações............................................

Leia mais

http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Prof. Ricardo César de Carvalho

http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Prof. Ricardo César de Carvalho vi http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Administração de Redes de Computadores Resumo de Serviços em Rede Linux Controlador de Domínio Servidor DNS

Leia mais

Área de Administração

Área de Administração Área de Administração versão 1.1 Partir de 2012/01/14 aplica-se para a versão phpcontact 1.2.x www.phpcontact.net Geral A área de administração é utilizado para uma fácil configuração do software elaboraçao

Leia mais

Lógica de Programação

Lógica de Programação Lógica de Programação Softblue Logic IDE Guia de Instalação www.softblue.com.br Sumário 1 O Ensino da Lógica de Programação... 1 2 A Ferramenta... 1 3 Funcionalidades... 2 4 Instalação... 3 4.1 Windows...

Leia mais

Manual de boas práticas Correio Eletrônico

Manual de boas práticas Correio Eletrônico Superintendência de Tecnologia da Informação Gerência de Infraestrutura Tecnológica Gerência Técnica de Suporte e Infraestrutura Manual de boas práticas Correio Eletrônico VERSÃO: 0.2 DATA DE REVISÃO:

Leia mais

AFRE. a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento, como o LILO ou o GRUB. a. ( ) Data Werehouse ; Internet ; Linux

AFRE. a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento, como o LILO ou o GRUB. a. ( ) Data Werehouse ; Internet ; Linux 1. De que forma é possível alterar a ordem dos dispositivos nos quais o computador procura, ao ser ligado, pelo sistema operacional para ser carregado? a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento,

Leia mais

As soluções endpoint vêm em duas versões: ESET Endpoint Security e a versão mais leve do produto, ESET Endpoint Antivirus.

As soluções endpoint vêm em duas versões: ESET Endpoint Security e a versão mais leve do produto, ESET Endpoint Antivirus. As soluções endpoint vêm em duas versões: ESET Endpoint Security e a versão mais leve do produto, ESET Endpoint Antivirus. Ambas combinam a tecnologia de rastreamento baseado na nuvem e o premiado motor

Leia mais

Guia de Prática. Windows 7 Ubuntu 12.04

Guia de Prática. Windows 7 Ubuntu 12.04 Guia de Prática Windows 7 Ubuntu 12.04 Virtual Box e suas interfaces de rede Temos 04 interfaces de rede Cada interface pode operar nos modos: NÃO CONECTADO, que representa o cabo de rede desconectado.

Leia mais

Administração pela Web Para MDaemon 6.0

Administração pela Web Para MDaemon 6.0 Administração pela Web Para MDaemon 6.0 Alt-N Technologies, Ltd 1179 Corporate Drive West, #103 Arlington, TX 76006 Tel: (817) 652-0204 2002 Alt-N Technologies. Todos os Direitos Reservados. Os nomes de

Leia mais

Outlook 2003. Apresentação

Outlook 2003. Apresentação Outlook 2003 Apresentação O Microsoft Office Outlook 2003 é um programa de comunicação e gerenciador de informações pessoais que fornece um local unificado para o gerenciamento de e-mails, calendários,

Leia mais

VIRUS E SPAM. -Cuidados a ter

VIRUS E SPAM. -Cuidados a ter VIRUS E SPAM -Cuidados a ter Origem da palavra Spam PRESUNTO PICANTE? Originalmente, SPAM, foi o nome dado a uma marca de presunto picante (Spieced Ham) enlatado fabricado por uma empresa norte-americana

Leia mais

Parte I. Demoiselle Mail

Parte I. Demoiselle Mail Parte I. Demoiselle Mail Para o envio e recebimento de e-s em aplicativos Java, a solução mais natural é usar a API JavaMail [http:// www.oracle.com/technetwork/java/java/index.html]. Ela provê um framework

Leia mais

MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução

MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução Autor Público Alvo Rodrigo Cristiano dos Santos Suporte Técnico, Consultoria e Desenvolvimento. Histórico Data 13/06/2012 Autor Rodrigo Cristiano Descrição

Leia mais

Manual de Instalação Mozilla Thunderbird no DATASUS - RJ

Manual de Instalação Mozilla Thunderbird no DATASUS - RJ Manual de Instalação Mozilla Thunderbird no DATASUS - RJ Conteúdo Sobre Este Documento......2 Conhecimentos Desejados...2 Organização deste Documento...2 Sobre o Mozilla Thunderbird...2 1.Pré-requisitos

Leia mais

mobile PhoneTools Guia do Usuário

mobile PhoneTools Guia do Usuário mobile PhoneTools Guia do Usuário Conteúdo Requisitos...2 Antes da instalação...3 Instalar mobile PhoneTools...4 Instalação e configuração do telefone celular...5 Registro on-line...7 Desinstalar mobile

Leia mais

Para funcionamento do Netz, alguns programas devem ser instalados e alguns procedimentos devem ser seguidos. São eles:

Para funcionamento do Netz, alguns programas devem ser instalados e alguns procedimentos devem ser seguidos. São eles: Instalação do Netz Para funcionamento do Netz, alguns programas devem ser instalados e alguns procedimentos devem ser seguidos. São eles: Instalação do Java SE 6, que pode ser instalado através da JDK.

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

O sistema que completa sua empresa Roteiro de Instalação (rev. 15.10.09) Página 1

O sistema que completa sua empresa Roteiro de Instalação (rev. 15.10.09) Página 1 Roteiro de Instalação (rev. 15.10.09) Página 1 O objetivo deste roteiro é descrever os passos para a instalação do UNICO. O roteiro poderá ser usado não apenas pelas revendas que apenas estão realizando

Leia mais

3 SERVIÇOS IP. 3.1 Serviços IP e alguns aspectos de segurança

3 SERVIÇOS IP. 3.1 Serviços IP e alguns aspectos de segurança 3 SERVIÇOS IP 3.1 Serviços IP e alguns aspectos de segurança Os serviços IP's são suscetíveis a uma variedade de possíveis ataques, desde ataques passivos (como espionagem) até ataques ativos (como a impossibilidade

Leia mais

3. ( ) Para evitar a contaminação de um arquivo por vírus, é suficiente salvá-lo com a opção de compactação.

3. ( ) Para evitar a contaminação de um arquivo por vírus, é suficiente salvá-lo com a opção de compactação. 1. Com relação a segurança da informação, assinale a opção correta. a) O princípio da privacidade diz respeito à garantia de que um agente não consiga negar falsamente um ato ou documento de sua autoria.

Leia mais