Coordenação de Cadastro/DP

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Coordenação de Cadastro/DP"

Transcrição

1 CONHECENDO A UFRRJ: um olhar mais próximo da estrutura física, organizacional, funcional e cultural da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Coordenação de Cadastro/DP

2 SEÇÃO DE CADASTRO Controle de freqüência dos servidores e professores temporários; Inclusão e exclusão de servidores no sistema; Atualização de dados pessoais e funcionais; Lançamentos de faltas, licenças e afastamentos; Lançamento de férias e licença prêmio; Lançamento designação e dispensa de função gratificada; Averbação de tempo de serviço anterior e insalubre; Cadastramento de dependentes; Orientação sobre senha de acesso ao SIAPENet; Emissão de declarações diversas; Movimentação de lotação/exercício de servidores; Vacância, Exoneração e Redistribuição; Identificação de processos de aposentadoria, pensões e abono de permanência; CONTROLE DE TRABALHADORES EXTERNOS Controle de freqüência e programação de férias de trabalhadores anistiados de vários órgãos (CBTU, Eletrobrás, Casa da Moeda, etc.)

3 Atualização de Endereço e Nome: > É obrigação do servidor manter os dados pessoais atualizados no cadastro, inclusive endereço e nome. > Sempre que se mudar atualize o endereço para fins de Auxilio Transporte (formulário no site) > O servidor deve manter seu CPF atualizado junto a Receita Federal, caso contrário não poderá marcar férias ou receber qualquer benefício; UFRRJ/DAA/DP/COCAD

4 Concessões Art. 97 da Lei 8112/90 I - por 1 (um) dia, para doação de sangue; II - por 2 (dois) dias, para se alistar como eleitor; III - por 8 (oito) dias consecutivos em razão de : casamento; falecimento do cônjuge, companheiro, pais, madrasta ou padrasto, filhos, enteados, menor sob guarda ou tutela e irmãos. Licença paternidade (05 dias consecutivos, Art.208, Lei 8112/90) Dias contados a partir da data do afastamento. Entregar cópia das declarações e/ou certidão casamento/óbito a chefia imediata para ser informado na freqüência do setor UFRRJ/DAA/DP/COCAD

5 Licença Médica e Gestante Ficou doente? Teve um bebezinho? Regularize sua situação funcional: - Avise ao seu Chefe; - Preencha o pedido de licença médica e licença gestante (antes do nascimento do bebê) e procure ao Nassur para agendamento de perícia médica; - No caso de licença gestante após o nascimento do bebê, preencher o pedido de licença, anexar cópia da certidão de nascimento e entregar no Depto Pessoal; - Atestado médico de 05 dias com CID é dispensável a perícia. Não poderá exceder a 15 dias, durante o período de 12 meses; UFRRJ/DAA/DP/COCAD

6 Cadastro de Dependente Abatimento de Imposto de Renda; Auxílio pré-escolar; Auxílio natalidade; Plano de saúde; Acompanhamento da pessoa da família; (esta licença somente será concedida pela perícia oficial, se o dependente estiver cadastrado no SIAPE para este fim) É necessário a apresentação da cópia CPF dos dependentes para fins de cadastro UFRRJ/DAA/DP/COCAD

7 Licenças e Afastamentos Capítulo IV e V da Lei nº8112/90 Art. 81 a 96A. Informe-se com antecedência sobre o seu direito e sobre os impactos sobre sua remuneração. Algumas licenças e afastamentos estabelecem prérequisitos. Não permitem paralelismo com férias. Servidor em estágio probatório somente poderão usufruir de algumas licenças e afastamentos. (Art. 20 4º da lei 8112/90) Informe sua chefia sobre a licença ou afastamento que vai usufruir. UFRRJ/DAA/DP/COCAD

8 Averbação de tempo de serviço 1º- solicitar declaração de que é servidor da UFRRJ; 2º- abrir processo com a certidão original do INSS ou de outro órgão em formulário próprio; 3º - a averbação será lançada no sistema e processo encaminhado ao servidor para ciência; UFRRJ/DAA/DP/COCAD

9 Férias Quando um novo servidor pode tirar suas PRIMEIRAS FÉRIAS? Após completar 12 meses de trabalho. LEI 8112/90 ART. 77 As férias podem ser gozadas a qualquer época do ano, desde que os períodos escolhidos tenham anuência da chefia imediata e não prejudiquem o andamento do setor. No caso dos docentes é necessário que estejam programadas de acordo com recesso acadêmico.

10 PROGRAMAÇÃO DE FÉRIAS Opção para os setores administrativos da Universidade, CAIC e CTUR Módulo FériasWeb o agendamento de férias deve ser efetuado pelo próprio servidor no site do no prazo mínimo de 60 dias de antecedência. Sendo o chefe imediato responsável pela homologação das férias.

11 PROGRAMAÇÃO DE FÉRIAS Opção para os Institutos e seus departamentos Geralmente no mês de outubro, deve ser enviada a programação anual de férias dos servidores técnico-administrativos, docentes e professores substitutos em planilhas separadas via memorando para a SCM/DP.

12 Técnico-administrativo - 30 dias de férias O professor efetivo - 45 dias de férias. O professor substituto - 30 dias de férias. Pode gozar férias em até 3 parcelas Evitar parcela inferior a 10 dias É possível programar a 1ª parcela das férias e deixar para programar o restante depois?não, todas as parcelas devem ser informadas de uma vez. A reprogramação deve ser feita com antecedência de 60 dias no Siapenet ou através de memorando a SCM/DP, nos casos dos Institutos e seus departamentos. O cancelamento de férias já pagas e a interrupção de férias já iniciadas só poderão ser feitas através de memorando.

13 DA INTERRUPÇÃO DE FÉRIAS LEI 8112/90 ART. 80. As férias somente poderão ser interrompidas por motivo de calamidade pública, comoção interna, convocação para júri, serviço militar ou eleitoral, ou por necessidade do serviço declarada pela autoridade máxima do órgão ou entidade. As férias não poderão ser interrompidas por Licença Médica ou Afastamento;

14 O servidor pode VENDER as férias? Não, desde 25/11/95 foi proibido o abono pecuniário. Posso VIAJAR A TRABALHO durante minhas férias? Não. O servidor em férias não pode receber diárias e passagens. Servidor AFASTADO para mestrado/ doutorado pode marcar férias? Não. Somente terá direito a férias, no exercício em que retornar do afastamento.

15 O que acontece se o servidor entrar em LICENÇA para tratamento de saúde ou outros tipos de licença antes do início das férias? O servidor deverá reprogramar as férias através de memorando a SCM/DP. CASO AS FÉRIAS INICIEM ANTES DA LICENÇA? As férias prevalecem e o período que ultrapassar as férias será considerado como licença médica.

16 As férias podem ser ACUMULADAS? O servidor poderá acumular até dois exercícios, no caso de necessidade de serviço, ressalvadas as hipóteses em que haja legislação específica. Lei 8112/90 art. 77 O servidor perde o direito a suas férias se não gozá-las até 31 de dezembro do ano seguinte ao exercício. Ex: exercício de 2012 pode ser gozado até 31/12/13

17 BENEFÍCIOS que o servidor tem direito a receber no momento que entra de férias. Adicional de 1/3 de férias: recebe automaticamente na 1ª parcela das férias um terço a mais da sua remuneração habitual. (calculado sobre o salário base + vantagens estabelecidas em lei) ex: insalubridade, anuênios, VPNI, e incentivo a qualificação

18 Adiantamento da gratificação natalina: o servidor que gozar férias entre os meses de janeiro e junho e que solicitar esse benefício, receberá no momento de sua primeira parcela de férias, 50% do valor da gratificação Natalina (13º salário). Se o servidor não solicitar esse benefício no momento das férias, somente receberá a metade da gratificação natalina na folha de pagamento de junho. O restante é sempre pago na folha de pagamento de novembro.

19 Adiantamento 70% de férias O servidor que solicita este benefício, recebe um pagamento adiantado de 70% de sua remuneração habitual (proporcional ao número de dias de férias que irá gozar naquela parcela). Importante: Esse valor será descontado em única parcela, depois de 60 dias do recebimento, como restituição de férias, podendo ser observado no contra-cheque.

20 VIRGINIA FLAVIA DE FREITAS chefe FLAVIA MAGALHAES BOTELHO chefe substituta MARIA ELIZABETE DA ROSA JOSE BEZERRA DE SOUZA LEILA DA SILVA LOUREIRO FLÁVIO TADROS TEIXEIRA MARIA CLAUDIA DA COSTA TATIANE COSTA CAVAGNA DA SILVA RICARDO FERREIRA LEITE SERGIO NEI DE JESUS BATISTA - responsável trabalhador anistiado JULIANA FERREIRA estagiária responsável pela frequência TATIANA CARLA SILVA SOARES Coordenadora COCAD UFRRJ/DAA/DP/COCAD

21 OBRIGADA!

NORMA PROCEDIMENTAL PROGRAMAÇÃO, REPROGRAMAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO DE FÉRIAS. Servidores docentes e técnico-administrativos da UFTM.

NORMA PROCEDIMENTAL PROGRAMAÇÃO, REPROGRAMAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO DE FÉRIAS. Servidores docentes e técnico-administrativos da UFTM. 50.05.009 1/7 1. FINALIDADE Regulamentar os procedimentos relacionados à programação, reprogramação e homologação de férias dos servidores da UFTM. 2. ÂMBITO DE APLICAÇÃO Servidores docentes e técnico-administrativos

Leia mais

Em 21 de agosto de 2014, a Reitora da Universidade Federal de São João del- Rei UFSJ, usando de suas atribuições, e considerando:

Em 21 de agosto de 2014, a Reitora da Universidade Federal de São João del- Rei UFSJ, usando de suas atribuições, e considerando: ORDEM DE SERVIÇO N o 062/2014 Em 21 de agosto de 2014, a Reitora da Universidade Federal de São João del- Rei UFSJ, usando de suas atribuições, e considerando: - a Lei n o 8.112 de 11 de dezembro de 1990,

Leia mais

REGULAMENTO/DIGEP Nº 002, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014.

REGULAMENTO/DIGEP Nº 002, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014. REGULAMENTO/DIGEP Nº 002, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014. Dispõe acerca das regras e procedimentos para a concessão, indenização, parcelamento e pagamento da remuneração de férias dos servidores do Instituto

Leia mais

Secretaria de Recursos Humanos

Secretaria de Recursos Humanos FÉRIAS CONCESSÃO/PAGAMENTO/INTERRUPÇÃO 1 - A cada exercício correspondente ao ano civil, os servidores fazem jus a trinta dias de férias? Resposta: sim, ressalvados os seguintes casos: I - o servidor que

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 194, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2000.

RESOLUÇÃO Nº 194, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2000. RESOLUÇÃO Nº 194, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2000. Dispõe sobre as férias dos servidores do Supremo Tribunal Federal. O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, no uso das atribuições que lhe confere o art.

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE PROGRAMAÇÃO DE FÉRIAS NO ÂMBITO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

ORIENTAÇÕES SOBRE PROGRAMAÇÃO DE FÉRIAS NO ÂMBITO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA ORIENTAÇÕES SOBRE PROGRAMAÇÃO DE FÉRIAS NO ÂMBITO DA 1-OBJETIVO Estabelecer critérios e uniformizar os procedimentos relativos à programação de férias, garantindo o funcionamento adequado das atividades

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 555, DE 19 DE JUNHO DE 2015

RESOLUÇÃO Nº 555, DE 19 DE JUNHO DE 2015 Publicada no DJE/STF, n. 122, p. 1-2 em 24/6/2015. RESOLUÇÃO Nº 555, DE 19 DE JUNHO DE 2015 Dispõe sobre as férias dos servidores do Supremo Tribunal Federal. O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 372, DE 31 DE JULHO DE 2008

RESOLUÇÃO Nº 372, DE 31 DE JULHO DE 2008 RESOLUÇÃO Nº 372, DE 31 DE JULHO DE 2008 Dispõe sobre as férias dos servidores do Supremo Tribunal Federal. O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, no uso das atribuições que lhe confere o art. 363,

Leia mais

FÉRIAS DEFINIÇÃO INFORMAÇÕES GERAIS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDAMENTAÇÃO LEGAL PERGUNTAS FREQUENTES

FÉRIAS DEFINIÇÃO INFORMAÇÕES GERAIS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDAMENTAÇÃO LEGAL PERGUNTAS FREQUENTES FÉRIAS DEFINIÇÃO INFORMAÇÕES GERAIS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDAMENTAÇÃO LEGAL PERGUNTAS FREQUENTES DEFINIÇÃO Período de descanso remunerado com duração prevista em lei (Lei 8.112/90 artigos 77 a 80).

Leia mais

SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA CONSELHO DA JUSTIÇA FEDERAL RESOLUÇÃO Nº- CF-RES-2012/00221, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2012

SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA CONSELHO DA JUSTIÇA FEDERAL RESOLUÇÃO Nº- CF-RES-2012/00221, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2012 SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA CONSELHO DA JUSTIÇA FEDERAL RESOLUÇÃO Nº- CF-RES-2012/00221, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2012 Dispõe sobre a concessão de férias no âmbito do Conselho e da Justiça Federal de primeiro

Leia mais

Memorando Circular nº. 482/DRH/PRAD Porto Velho RO, 20 de outubro de 2015.

Memorando Circular nº. 482/DRH/PRAD Porto Velho RO, 20 de outubro de 2015. Memorando Circular nº 482/DRH/PRAD Porto Velho RO, 20 de outubro de 2015 Para: Unidades Acadêmicas e Administrativas da Fundação Universidade Federal de Rondônia Assunto: Orientações sobre os procedimentos

Leia mais

RESOLUÇÃO N. 128/2013/TCE-RO

RESOLUÇÃO N. 128/2013/TCE-RO RESOLUÇÃO N. 128/2013/TCE-RO Dispõe sobre a concessão de folgas compensatórias e o gozo de Licença-Prêmio por Assiduidade dos servidores do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL

Leia mais

ATO Nº 382/2011. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

ATO Nº 382/2011. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, ATO Nº 382/2011 Dispõe sobre a concessão de férias no âmbito do Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região e dá outras providências. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO, no uso de

Leia mais

Programa de Capacitação e Aperfeiçoamento do DAP

Programa de Capacitação e Aperfeiçoamento do DAP Programa de Capacitação e Aperfeiçoamento do DAP LEGISLAÇÃO DE PESSOAL COMO INSTRUMENTO DE GESTÃO Regime Jurídico dos Servidores Públicos Federais Lei nº. 8.112/90 Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE OCORRÊNCIAS NO SISTEMA GRIFO

ORIENTAÇÕES SOBRE OCORRÊNCIAS NO SISTEMA GRIFO ORIENTAÇÕES SOBRE OCORRÊNCIAS NO SISTEMA GRIFO AS OCORRÊNCIAS PODEM SER INCLUÍDAS PELO MENU FREQUÊNCIA (NO ATALHO DISPONÍVEL NO FINAL NA LINHA DO DIA) OU APENAS PELO MENU OCORRÊNCIA TIPOS DE OCORRÊNCIAS

Leia mais

Boletim Interno. Edição Extraordinária nº 19

Boletim Interno. Edição Extraordinária nº 19 Boletim Interno Edição Extraordinária nº 19 Fundação Escola Nacional de Administração Pública SAIS Área 2-A 70610-900 Brasília, DF Tel.: (61) 2020-3000 Miriam Aparecida Belchior Ministra de Estado do Planejamento,

Leia mais

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL E REFORMA DO ESTADO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA SRH Nº 2, DE 14 DE OUTUBRO DE 1998

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL E REFORMA DO ESTADO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA SRH Nº 2, DE 14 DE OUTUBRO DE 1998 MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL E REFORMA DO ESTADO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA SRH Nº 2, DE 14 DE OUTUBRO DE 1998 Dispõe sobre as regras e procedimentos a serem adotados pelos

Leia mais

ORIENTAÇÃO NORMATIVA SRH Nº 2, DE 23 DE FEVEREIRO DE 2011. CAPÍTULO I DO DIREITO E DA CONCESSÃO

ORIENTAÇÃO NORMATIVA SRH Nº 2, DE 23 DE FEVEREIRO DE 2011. CAPÍTULO I DO DIREITO E DA CONCESSÃO ORIENTAÇÃO NORMATIVA SRH Nº 2, DE 23 DE FEVEREIRO DE 2011. Dispõe sobre as regras e procedimentos a serem adotados pelos órgãos setoriais e seccionais do Sistema de Pessoal Civil da Administração Federal

Leia mais

RESOLUÇÃO N. 131/2013/TCE-RO

RESOLUÇÃO N. 131/2013/TCE-RO RESOLUÇÃO N. 131/2013/TCE-RO Dispõe sobre a concessão de férias aos servidores do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE RONDÔNIA, no uso das atribuições

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais Pró-Reitoria de Recursos Humanos Departamento de Administração de Pessoal

Universidade Federal de Minas Gerais Pró-Reitoria de Recursos Humanos Departamento de Administração de Pessoal FÉRIAS Cód.: FER Nº: 55 Versão: 10 Data: 05/12/2014 DEFINIÇÃO Período de descanso remunerado com duração prevista em lei. REQUISITOS BÁSICOS 1. Servidor efetivo: - Possuir 12 (doze) meses de efetivo exercício

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 590/DILEP.CIF.SEGPES.GDGSET.GP, DE 30 DE AGOSTO DE 2013

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 590/DILEP.CIF.SEGPES.GDGSET.GP, DE 30 DE AGOSTO DE 2013 TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 590/DILEP.CIF.SEGPES.GDGSET.GP, DE 30 DE AGOSTO DE 2013 Dispõe sobre as regras e procedimentos adotados para concessão, indenização, parcelamento e pagamento

Leia mais

Tramita como documento, é anexado a processo ou dá origem a processo? CLASSIFICAÇÃO ARQUIVÍSTICA ESPÉCIE/FORMATO

Tramita como documento, é anexado a processo ou dá origem a processo? CLASSIFICAÇÃO ARQUIVÍSTICA ESPÉCIE/FORMATO OBSERVAÇÕES INICIAIS Deve-se dar preferência ao trâmite de documentos, pois assim o trâmite será mais rápido, menos burocrático e gastará menos recursos(capas plásticas, folhas de rosto, prendedores plásticos,

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL DAP/GEPE/UFF

DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL DAP/GEPE/UFF DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL DAP/GEPE/UFF AGOSTO de 2014 Direção: Marlette Rose Galvão Alves Organograma elaborado com base na Portaria nº 45.242,de 21/07/2011-BS nº 117/2011 Departamento de

Leia mais

CONHECENDO A UFRRJ: um olhar mais próximo da estrutura física, organizacional, funcional e cultural da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

CONHECENDO A UFRRJ: um olhar mais próximo da estrutura física, organizacional, funcional e cultural da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. CONHECENDO A UFRRJ: um olhar mais próximo da estrutura física, organizacional, funcional e cultural da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. 10/10/2013 COPAG COORDENAÇÃO DE PAGAMENTOS (Seção de

Leia mais

PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SGPe Nº 395/2012 O DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais

PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SGPe Nº 395/2012 O DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SGPe Nº 395/2012 O DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais e tendo em vista o que dispõem os artigos

Leia mais

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO ATO Nº 20/2005 (Revogado pelo Ato nº 56/2012) Dispõe sobre a concessão da gratificação natalina aos servidores do Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE FÉRIAS

ORIENTAÇÕES SOBRE FÉRIAS ORIENTAÇÕES SOBRE FÉRIAS Aos Servidores e Dirigentes da Universidade Federal do Amazonas: Com o objetivo de assegurar o funcionamento contínuo das atividades administrativas e acadêmicas e dos órgãos suplementares

Leia mais

ATO Nº 56/2012. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

ATO Nº 56/2012. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, ATO Nº 56/2012 Dispõe sobre a concessão da gratificação natalina aos magistrados e servidores do Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL Avenida Rio Branco, 50 Santa Lúcia 29056-255 Vitória ES 27 3357-7500 DIRETORIA DE GESTÃO DE PESSOAS

Leia mais

Manual de Procedimentos

Manual de Procedimentos Coordenadoria de Gestão de Recursos Humanos Versão 1 Nesta edição: 02 de maio de 2012 AFASTAMENTOS Afastamento do País Afastamento para Pós graduação Integral Cancelamento de Afastamento Integral para

Leia mais

CONSELHO SUPERIOR (CANCELADA)

CONSELHO SUPERIOR (CANCELADA) CONSELHO SUPERIOR (CANCELADA) Resolução-CSDP nº 062, de 10 de setembro de 2010 Dispõe sobre a concessão de férias aos Defensores Públicos do Estado do Tocantins e dá outras providências. O CONSELHO SUPERIOR

Leia mais

MANUAL PARA MARCAÇÃO DE FÉRIAS PELO SIAPENET

MANUAL PARA MARCAÇÃO DE FÉRIAS PELO SIAPENET MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO DE PESSOAS DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE REGISTROS E DOCUMENTOS MANUAL PARA MARCAÇÃO

Leia mais

PRO-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS ESTUDANTIS

PRO-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS ESTUDANTIS PRO-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS ESTUDANTIS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL DIVISÃO DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO SEÇÃO DE REGISTRO DE INFORMAÇÃO Sistema Integrado de Administração de

Leia mais

Universidade Federal Fluminense SIRH - SISTEMAS INTEGRADOS DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA DE CONTROLE DE FÉRIAS

Universidade Federal Fluminense SIRH - SISTEMAS INTEGRADOS DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA DE CONTROLE DE FÉRIAS Universidade Federal Fluminense SIRH - SISTEMAS INTEGRADOS DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA DE CONTROLE DE FÉRIAS MANUAL DO USUÁRIO Sistema de Controle de Férias Lei N 8112 de 11 de dezembro de 1990 Capítulo

Leia mais

PARTE 1 Conceitos Gerais sobre Férias

PARTE 1 Conceitos Gerais sobre Férias Férias! PARTE 1 Conceitos Gerais sobre Férias Férias Período anual de descanso remunerado com duração prevista em lei, que poderá ser parcelado em até três vezes. Informações Gerais: * Os docentes têm

Leia mais

Cartilha Ponto Biométrico

Cartilha Ponto Biométrico Cartilha Ponto Biométrico Secretaria Municipal de Administração, Orçamento e Informação 2 CONTROLE E APURAÇÃO DA FREQUÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DA ADMINISTRAÇÃO DIRETA DO MUNICÍPIO DE DIVINÓPOLIS Prezado

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 8, DE 6 DE JULHO DE 1993 I - DAS REGRAS GERAIS SOBRE A CONTAGEM DO TEMPO DE SERVIÇO

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 8, DE 6 DE JULHO DE 1993 I - DAS REGRAS GERAIS SOBRE A CONTAGEM DO TEMPO DE SERVIÇO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 8, DE 6 DE JULHO DE 1993 O MINISTRO DE ESTADO CHEFE DA SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe conferem a Lei nº 8.490, de

Leia mais

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 06/2003 DG/DNIT DO DIREITO E DA CONCESSÃO

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 06/2003 DG/DNIT DO DIREITO E DA CONCESSÃO INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 06/2003 DG/DNIT O GESTOR DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES - DNIT, no uso das atribuições que lhe conferem os artigos 7 - C e 19 da Estrutura Regimental

Leia mais

Tabela de Prazos da Lei 8112/90 - Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União

Tabela de Prazos da Lei 8112/90 - Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União Tabela de Prazos da Lei 8112/90 - Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União Dispositivo Prazo Referência Art. 12 Art. 13 1º Até 2 anos Validade do concurso público - podendo ser prorrogado

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SGP-104-R00 FÉRIAS DOS SERVIDORES

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SGP-104-R00 FÉRIAS DOS SERVIDORES MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SGP-104-R00 FÉRIAS DOS SERVIDORES 10/2015 PÁGINA INTENCIONALMENTE EM BRANCO 2 02 de outubro de 2015. Aprovado, Antonia Valeria Martins Maciel 3 PÁGINA INTENCIONALMENTE EM BRANCO

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais Pró-Reitoria de Recursos Humanos Departamento de Administração de Pessoal SUBSTITUIÇÃO DE CHEFIA

Universidade Federal de Minas Gerais Pró-Reitoria de Recursos Humanos Departamento de Administração de Pessoal SUBSTITUIÇÃO DE CHEFIA SUBSTITUIÇÃO DE CHEFIA Cód.: SCH Nº: 106 Versão: 9 Data: 15/12/2015 DEFINIÇÃO É o período em que o servidor permanece no exercício de cargo ou função de direção ou chefia nos afastamentos, impedimentos

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais Pró-Reitoria de Recursos Humanos Departamento de Administração de Pessoal

Universidade Federal de Minas Gerais Pró-Reitoria de Recursos Humanos Departamento de Administração de Pessoal FÉRIAS Cód.: FER Nº: 55 Versão: 10 Data: 01/02/2016 DEFINIÇÃO Período de descanso remunerado com duração prevista em lei. REQUISITOS BÁSICOS 1. Servidor efetivo: - Possuir 12 (doze) meses de efetivo exercício

Leia mais

PORTARIA PROGEP/GAB Nº 2119/2015, de 23 de outubro de 2015. Considerando o disposto nos artigos: 76 a 80, da Lei nº 8.112/90;

PORTARIA PROGEP/GAB Nº 2119/2015, de 23 de outubro de 2015. Considerando o disposto nos artigos: 76 a 80, da Lei nº 8.112/90; MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS GABINETE DO PRÓ-REITOR Cidade Universitária Prédio da Reitoria 1º andar CEP 58059-900 Fones: (83) 3216-7110/7161

Leia mais

Orientações aos estagiários sobre a jornada de trabalho

Orientações aos estagiários sobre a jornada de trabalho Orientações aos estagiários sobre a jornada de trabalho Subprocuradoria-Geral de Justiça para Assuntos Administrativos Diretoria-Geral edifício-sede do Ministério Público sala 225 62 3243-8312 diretoria@mpgo.mp.br

Leia mais

O R I E N T A Ç Ã O T É C N I C A D E P A G A M E N T O ESCLARECENDO DÚVIDAS DE PAGAMENTO

O R I E N T A Ç Ã O T É C N I C A D E P A G A M E N T O ESCLARECENDO DÚVIDAS DE PAGAMENTO O R I E N T A Ç Ã O T É C N I C A D E P A G A M E N T O ESCLARECENDO DÚVIDAS DE PAGAMENTO - Férias regulamentares clique aqui - Pagamento proporcional de férias clique aqui - Fixação de sede de controle

Leia mais

Recursos Humanos. Cálculos de Folha de Pagamento - Férias e Décimo-Terceiro. Férias - Finalidade. Férias - Direito. Patrícia Ramos Palmieri

Recursos Humanos. Cálculos de Folha de Pagamento - Férias e Décimo-Terceiro. Férias - Finalidade. Férias - Direito. Patrícia Ramos Palmieri Recursos Humanos Patrícia Ramos Palmieri Cálculos de Folha de Pagamento - Férias e Décimo-Terceiro 1 Férias - Finalidade A finalidade básica da concessão das férias é o restabelecimento das forças físicas

Leia mais

Manual para utilização do ponto pelo servidor/funcionário/estagiário da SMA

Manual para utilização do ponto pelo servidor/funcionário/estagiário da SMA Manual para utilização do ponto pelo servidor/funcionário/estagiário da SMA Acessar o ponto através de: http://ponto CETESBNET Menu Serviços RH Freqüência Controle de Entrada e Saída O login e senha são

Leia mais

Da contratação e estabilidade: Estabilidade Após 3 anos de efetivo exercício. (CF 1988, Art. 41)

Da contratação e estabilidade: Estabilidade Após 3 anos de efetivo exercício. (CF 1988, Art. 41) SERVIÇO DE PESSOAL Lista dos benefícios / direitos / deveres dos servidores Legislação trabalhista: ESU http://www.usp.br/drh/novo/esu/esuorig1.html CLT http://www.planalto.gov.br/ccivil/decreto-lei/del5452.htm

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS. Ofício Circular nº 32/2013-PROGEP/UFC Fortaleza, 15 de outubro de 2013.

PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS. Ofício Circular nº 32/2013-PROGEP/UFC Fortaleza, 15 de outubro de 2013. Ofício Circular nº 32/2013-PROGEP/UFC Fortaleza, 15 de outubro de 2013. Assunto: Programação de férias: inclusões, modificações e exclusões Face à proximidade do final do ano, quando há intensa incidência

Leia mais

Regime Jurídico Único Lei nº. 8.112/1990

Regime Jurídico Único Lei nº. 8.112/1990 Integração Regime Jurídico Único Lei nº. 8.112/1990 André Luís dos Santos Lana O que é Regime Jurídico? O regime jurídico é a lei com base na qual são definidos os direitos, deveres garantias, vantagens,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS INFORMATIVO SOBRE OS PROCEDIMENTOS DE FÉRIAS NA UFPB O presente informativo tem como objetivo disseminar e divulgar

Leia mais

VACÂNCIA 1. DEFINIÇÃO:

VACÂNCIA 1. DEFINIÇÃO: VACÂNCIA 1. DEFINIÇÃO: 1.1. É o desligamento de cargo público federal efetivo, com a geração de vaga, que possibilita o servidor aprovado em concurso público ser nomeado para outro cargo inacumulável,

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO MÓDULO FÉRIAS SERVIDOR/ESTAGIÁRIO

SISTEMA DE GESTÃO MÓDULO FÉRIAS SERVIDOR/ESTAGIÁRIO SERVIDOR/ESTAGIÁRIO O endereço eletrônico para acesso ao sistema é: https://sistemas.ufscar.br/ferias Para utilizar o Sistema de Controle de Férias você deverá estar cadastrado previamente no Banco de

Leia mais

MANUAL DE FÉRIAS SIGRH PARA SECRETÁRIAS E CHEFIAS

MANUAL DE FÉRIAS SIGRH PARA SECRETÁRIAS E CHEFIAS MANUAL DE FÉRIAS SIGRH PARA SECRETÁRIAS E CHEFIAS Universidade Federal de Itajubá Diretoria de Pessoal Janeiro/2015 Prezadas Chefias e Secretárias, Com o intuito de orientar as Diretorias e Institutos

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 19ª REGIÃO SECRETARIA DO TRIBUNAL PLENO TRIBUNAL PLENO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 19ª REGIÃO SECRETARIA DO TRIBUNAL PLENO TRIBUNAL PLENO PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 19ª REGIÃO SECRETARIA DO TRIBUNAL PLENO TRIBUNAL PLENO RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 27/2012 O PLENO DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO

Leia mais

MANUAL OPERACIONAL DO USUÁRIO FÉRIAS WEB

MANUAL OPERACIONAL DO USUÁRIO FÉRIAS WEB Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos MANUAL OPERACIONAL DO USUÁRIO FÉRIAS WEB SRH/MP Departamento de Administração de Sistemas de Informação de Recursos Humanos Férias WEB 1 / 26 Secretaria

Leia mais

DECLARAÇÃO DE VENCIMENTOS E VANTAGENS COM FUNDAMENTAÇÃO BASE LEGAL, EMITIDA PELO ÓRGÃO (ORIGINAL);

DECLARAÇÃO DE VENCIMENTOS E VANTAGENS COM FUNDAMENTAÇÃO BASE LEGAL, EMITIDA PELO ÓRGÃO (ORIGINAL); PROTOCOLO GERAL DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA SOLICITAÇÕES: 1. APOSENTADORIA REQUERIMENTO ASSINADO PELO SERVIDOR E COM VISTO DO CHEFE IMEDIATO (ORIGINAL); OBS.: APOSENTADORIA COMPULSÓRIA - NÃO É NECESSÁRIO

Leia mais

ESCALA DE FÉRIAS - EXERCÍCIO 2007 INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO

ESCALA DE FÉRIAS - EXERCÍCIO 2007 INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO ESCALA DE FÉRIAS - EXERCÍCIO 2007 INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO Para o preenchimento da Escala de Férias, o servidor deverá acessar o Portal do Servidor por meio do endereço http://10.9.16.23/csp/tcdf/portal/index.csp

Leia mais

REGULAMENTO/DIGEP Nº 003, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014. considerando o Decreto nº 7.003/2009, de 9 de novembro de 2009;

REGULAMENTO/DIGEP Nº 003, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014. considerando o Decreto nº 7.003/2009, de 9 de novembro de 2009; REGULAMENTO/DIGEP Nº 003, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014. Estabelece orientações sobre a LICENÇA PARA TRATAMENTO DE SAÚDE E RESSARCIMENTO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE SUPLEMENTAR dos servidores do Instituto Federal

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO CONTROLE DE FREQUÊNCIA (PONTO ELETRÔNICO)

MANUAL DE ORIENTAÇÃO CONTROLE DE FREQUÊNCIA (PONTO ELETRÔNICO) SECRETARIA-EECUTIVA DIRETORIA DE GESTÃO INTERNA COORDENAÇÃO-GERAL DE RECURSOS HUMANOS MANUAL DE ORIENTAÇÃO CONTROLE DE FREQUÊNCIA (PONTO ELETRÔNICO) SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS - SIGRH

Leia mais

PRAZOS PARA PROTOCOLO DE SOLICITAÇÕES E OCORRÊNCIAS NO SERVIÇO DE PESSOAL Válidos a partir de 05/10/2015

PRAZOS PARA PROTOCOLO DE SOLICITAÇÕES E OCORRÊNCIAS NO SERVIÇO DE PESSOAL Válidos a partir de 05/10/2015 Abono de permanência se aplica A partir do dia seguinte ao do cumprimento de TODOS os requisitos necessários para aposentadoria Acidente de Trabalho 24 horas 5 dias corridos Atestado Médico Adicional de

Leia mais

Universidade Estadual de Roraima- UERR. Normas e Procedimentos para Requerimentos

Universidade Estadual de Roraima- UERR. Normas e Procedimentos para Requerimentos Universidade Estadual de Roraima- UERR Normas e Procedimentos para Requerimentos Boa Vista PRODES UNIVERSIDADE ESTADUAL DE RORAIMA AUXÍLIO NATALIDADE Definição: Benefício que é devido ao servidor (a) por

Leia mais

NORMA DE PROCEDIMENTOS. Férias

NORMA DE PROCEDIMENTOS. Férias pág.: 1/6 1 Objetivo Estabelecer critérios e procedimentos para programação, concessão e pagamento de férias aos empregados da COPASA MG. 2 Referências Para aplicação desta norma poderá ser necessário

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO RESOLUÇÃO Nº 42, DE 16 DE JUNHO DE 2009

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO RESOLUÇÃO Nº 42, DE 16 DE JUNHO DE 2009 CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO RESOLUÇÃO Nº 42, DE 16 DE JUNHO DE 2009 (Alterada pelas Resoluções nºs 52, de 11 de maio de 2010 e 62, de 31 de agosto de 2010) Dispõe sobre a concessão de estágio

Leia mais

Seção de Recursos Humanos E-mail: recursos-humanos@fepagro.rs.gov.br Fones: (51) 3288.8076 ou 3288.8043

Seção de Recursos Humanos E-mail: recursos-humanos@fepagro.rs.gov.br Fones: (51) 3288.8076 ou 3288.8043 Seção de Recursos Humanos E-mail: recursos-humanos@fepagro.rs.gov.br Fones: (51) 3288.8076 ou 3288.8043 Janeiro/2012 1 Í N D I C E ITEM PÁGINA Abono Família 10 Abono Permanência 11 Acidente de Serviço

Leia mais

CONHEÇA MELHOR SEU CONTRACHEQUE

CONHEÇA MELHOR SEU CONTRACHEQUE CONHEÇA MELHOR SEU CONTRACHEQUE DIPES/PROGP 2013 Para esclarecer dúvidas sobre seu pagamento, procure imediatamente sua unidade pagadora. COMPROVANTE DE RENDIMENTOS - FOLHA NORMAL FUND. UNIVERSIDADE DE

Leia mais

DECRETO Nº 15.555, DE 12 DE MARÇO DE

DECRETO Nº 15.555, DE 12 DE MARÇO DE DECRETO Nº 15.555, DE 12 DE MARÇO DE 2014 Regulamenta a concessão de férias a servidor público efetivo, a servidor comissionado e a militar do Estado. O GOVERNADOR DO ESTADO DO PIAUÍ, no uso das atribuições

Leia mais

SERVIDOR PÚBLICO. Pode-se dizer que são três as categorias de servidor público:

SERVIDOR PÚBLICO. Pode-se dizer que são três as categorias de servidor público: SERVIDOR PÚBLICO São servidores públicos, em sentido amplo, as pessoas físicas que têm vínculo de trabalho com a Administração Municipal, seja direta ou indireta, mediante remuneração paga pelos cofres

Leia mais

Estatuto do servidor público do Tocantins Lei 1818/2007

Estatuto do servidor público do Tocantins Lei 1818/2007 Estatuto do servidor público do Tocantins Lei 1818/2007 1 Lei 1818/2007 O estatuto regulamenta as relações(férias, licenças, afastamentos, vantagens) entre o servidor e o seu empregador, o Estado. Quem

Leia mais

Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil Subsecretaria de Gestão Coordenadoria de Gestão de Pessoas Coordenação de Administração de Pessoas

Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil Subsecretaria de Gestão Coordenadoria de Gestão de Pessoas Coordenação de Administração de Pessoas PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil Subsecretaria de Gestão Coordenadoria de Gestão de Pessoas Coordenação de Administração de Pessoas Cartão de Ponto O

Leia mais

CARTILHA: DIREITOS E VANTAGENS DOS SERVIDORES PÚBLICOS UNIDADE ADMINISTRATIVO FINANCEIRA - UNAFIN

CARTILHA: DIREITOS E VANTAGENS DOS SERVIDORES PÚBLICOS UNIDADE ADMINISTRATIVO FINANCEIRA - UNAFIN CARTILHA: DIREITOS E VANTAGENS DOS SERVIDORES PÚBLICOS UNIDADE ADMINISTRATIVO FINANCEIRA - UNAFIN 1. Que vantagens além do vencimento podem ser pagas ao servidor? a) indenizações, que não se incorporam

Leia mais

SUSPENSÃO DOS DIREITOS POLÍTICOS PERDA DA FUNÇÃO MULTA PROIBIÇÃO DE CONTRATAR COM A ADM. PÚB. PERDA DE BENS E VALORES ILICITAMENTE CONQUISTADOS

SUSPENSÃO DOS DIREITOS POLÍTICOS PERDA DA FUNÇÃO MULTA PROIBIÇÃO DE CONTRATAR COM A ADM. PÚB. PERDA DE BENS E VALORES ILICITAMENTE CONQUISTADOS PENAS RESSARCIMENTO INTEGRAL PERDA DE BENS E VALORES ILICITAMENTE CONQUISTADOS MULTA PERDA DA FUNÇÃO SUSPENSÃO DOS DIREITOS POLÍTICOS PROIBIÇÃO DE CONTRATAR COM A ADM. PÚB. Enriquecimento Ilícito X X (inclusive

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE SINOP ESTADO DE MATO GROSSO INSTRUÇÃO NORMATIVA SRH 001/2010

CÂMARA MUNICIPAL DE SINOP ESTADO DE MATO GROSSO INSTRUÇÃO NORMATIVA SRH 001/2010 CÂMARA MUNICIPAL DE SINOP ESTADO DE MATO GROSSO INSTRUÇÃO NORMATIVA SRH 001/2010 Versão: 02 Aprovação em: 20/10/2014 Unidade Responsável: Secretaria de Administração e Finanças - SAF SRH: Sistema Recursos

Leia mais

Serviço de Administração de Pessoal. Seape

Serviço de Administração de Pessoal. Seape Serviço de Administração de Pessoal Seape Considerações da Lei 8.112/1990 e Outras Orientações aos Candidatos Classificados Carlos Viana Chefe do Serviço de Administração de Pessoal PROVIMENTO Requisitos

Leia mais

UNCISAL Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas CARTILHA DO SERVIDOR

UNCISAL Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas CARTILHA DO SERVIDOR UNCISAL Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas CARTILHA DO SERVIDOR 2013 Rozangela Maria de Almeida Fernandes Wyszomirska REITORA Almira Alves dos Santos VICE-REITORA Marcelo Santana Costa

Leia mais

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO Orientador Empresarial Servidores Públicos-MTE-Controle de Frequência-REP-Identificação Biométrica PORTARIA MTE nº 206/2011-DOU:

Leia mais

PRINCIPAIS PERGUNTAS E RESPOSTAS

PRINCIPAIS PERGUNTAS E RESPOSTAS 1) Onde obtenho informações sobre aposentadoria? Resposta: No site da Secretaria Municipal de Administração (www.rio.rj.gov.br/sma), na parte destina a Serviços, há uma seção chamada Aposentadoria: Quanto

Leia mais

Perguntas frequentes:

Perguntas frequentes: Perguntas frequentes: O equipamento é regulado para bater ponto só às 7 ou às 8 horas, nos horários tradicionais? Não, você pode bater o ponto em qualquer horário tendo como norte os horários institucionais.

Leia mais

Macroprocesso 03: CONTROLE DE CARGOS, FUNÇÕES E MOVIMENTAÇÃO PROCESSOS

Macroprocesso 03: CONTROLE DE CARGOS, FUNÇÕES E MOVIMENTAÇÃO PROCESSOS Macroprocesso 03: CONTROLE DE CARGOS, FUNÇÕES E MOVIMENTAÇÃO Recursos: Pessoas, espaço físico, sistemas de informática (SIGPRH, Siape, Siapecad, Sisac, Sipac), Legislação (Lei nº 8112/90) e pasta funcional.

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA CENTRAL DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL

SUPERINTENDÊNCIA CENTRAL DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL SUPERINTENDÊNCIA CENTRAL DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL INSTRUÇÃO NORMATIVA /SEPLAG/SCAP/Nº 02/2011 Dispõe sobre o exercício de funções temporárias nos órgãos e entidades das Administrações Direta e Indireta

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL GOIANO ASSESSORIA INTERNACIONAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL GOIANO ASSESSORIA INTERNACIONAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL GOIANO ASSESSORIA INTERNACIONAL REGULAMENTO GERAL PARA AFASTAMENTO DE SERVIDOR DO INSTITUTO FEDERAL GOIANO PARA

Leia mais

MANUAL PARA PREENCHIMENTO DE REQUERIMENTOS ON-LINE

MANUAL PARA PREENCHIMENTO DE REQUERIMENTOS ON-LINE SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO PÚBLICA DEPARTAMENTO DE RECURSOS EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO MANUAL PARA PREENCHIMENTO DE REQUERIMENTOS ON-LINE Mogi das Cruzes, 2010. Sumário 1. Requerimentos Disponíveis...

Leia mais

MANUAL DO SERVIDOR COORDENAÇÃO GERAL DE BENEFÍCIOS E QUALIDADE DE VIDA CGBQV

MANUAL DO SERVIDOR COORDENAÇÃO GERAL DE BENEFÍCIOS E QUALIDADE DE VIDA CGBQV MANUAL DO SERVIDOR COORDENAÇÃO GERAL DE BENEFÍCIOS E QUALIDADE DE VIDA CGBQV Responsáveis: ADAM MARCEL ALMEIDA PINTO ALINE SILVA DE SOUZA Contato: (92) 3306-0031 / cbqv@ifam.edu.br C o o r d e n a ç ã

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO PROPOSTA DE RESOLUÇÃO CONSELHEIRO LUIZ MOREIRA GOMES JÚNIOR. RESOLUÇÃO Nº, de de de 2013.

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO PROPOSTA DE RESOLUÇÃO CONSELHEIRO LUIZ MOREIRA GOMES JÚNIOR. RESOLUÇÃO Nº, de de de 2013. CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO PROPOSTA DE RESOLUÇÃO CONSELHEIRO LUIZ MOREIRA GOMES JÚNIOR RESOLUÇÃO Nº, de de de 2013. Dispõe sobre as férias dos Membros dos Ministérios Públicos da União e dos

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA CENTRAL DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL

SUPERINTENDÊNCIA CENTRAL DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL SUPERINTENDÊNCIA CENTRAL DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL INSTRUÇÃO NORMATIVA /SEPLAG/SCAP/Nº. 01/2012 Dispõe sobre o exercício de funções temporárias nos órgãos e entidades das Administrações Direta e Indireta

Leia mais

CLÁUSULA 1ª - DATA BASE Fica reconhecida e garantida como data-base da categoria a data de 1º de março.

CLÁUSULA 1ª - DATA BASE Fica reconhecida e garantida como data-base da categoria a data de 1º de março. PAUTA DO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO FIRMADO ENTRE O SINDICATO DOS SERVIDORES EM CONSELHOS E ORDENS DE FISCALIZAÇÃO PROFISSIONAL E ENTIDADES COLIGADAS E AFINS DO ESTADO DO ESPIRITO SANTO SINDICOES-ES E

Leia mais

Férias Coletivas: AULA 7: terço constitucional

Férias Coletivas: AULA 7: terço constitucional AULA 7: Férias Coletivas: ART. 7º, XVII, CRFB gozo de férias anuais remuneradas com, pelo menos, ⅓ a + do que o salário normal. FÉRIAS = SALÁRIO + ⅓ terço constitucional férias coletivas art. 139 a 141

Leia mais

Manual de Férias do Servidor

Manual de Férias do Servidor Manual de Férias do Servidor Sumario: 1 - Acessando o Sistema 1 2 - Auto Cadastro 3 3 - Marcando suas férias 5 4 - Consulta/Alteração/Exclusão de Férias 9 5 - Cronograma de Férias da Unidade 13 1 Acessando

Leia mais

emitir os Boletins de Freqüência; separar e encaminhar os Boletins para as chefias dos setores correspondentes.

emitir os Boletins de Freqüência; separar e encaminhar os Boletins para as chefias dos setores correspondentes. fls. 001 1. Jurisdição aplica-se à área de pessoal das Unidades / Órgãos. 2. Objetivo estabelecer critérios e procedimentos para controlar e cadastrar a freqüência dos servidores, com vistas ao pagamento

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR CENECISTA DE FARROUPILHA Mantido pela Campanha Nacional de Escolas da Comunidade

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR CENECISTA DE FARROUPILHA Mantido pela Campanha Nacional de Escolas da Comunidade CENTRO DE ENSINO SUPERIOR CENECISTA DE FARROUPILHA Mantido pela Campanha Nacional de Escolas da Comunidade DOCUMENTAÇÃO QUE DEVE SER APRESENTADA PELO CANDIDATO E MEMBROS DO GRUPO FAMILIAR NO MOMENTO DA

Leia mais

PORTARIA Nº 2.561, DE 16 DE AGOSTO DE 1995.

PORTARIA Nº 2.561, DE 16 DE AGOSTO DE 1995. PORTARIA Nº 2.561, DE 16 DE AGOSTO DE 1995. O MINISTRO DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL E REFORMA DO ESTADO, no uso das suas atribuições e tendo em vista o disposto no art. 10, do Decreto nº 1.590, de

Leia mais

MANUAL OPERACIONAL DO USUÁRIO FÉRIAS WEB

MANUAL OPERACIONAL DO USUÁRIO FÉRIAS WEB Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos MANUAL OPERACIONAL DO USUÁRIO FÉRIAS WEB SRH/MP Departamento de Administração de Sistemas de Informação de Recursos Humanos Férias WEB 1 / 57 Secretaria

Leia mais

NORMA DE FÉRIAS - NOR 304

NORMA DE FÉRIAS - NOR 304 MANUAL DE GESTÃO DE PESSOAS COD. 300 ASSUNTO: SOLICITAÇÃO, PROGRAMAÇÃO, CONCESSÃO E PAGAMENTO DE FÉRIAS APROVAÇÃO: Resolução DIREX nº 023, de 04/02/2013 VIGÊNCIA: 04/02/2013 NORMA DE FÉRIAS - NOR 304 1/12

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 530, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014.

RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 530, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014. RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 530, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014. Dispõe sobre a criação de estágio para estudantes de pós-graduação, denominado PGE Residência, no âmbito da Procuradoria-Geral do

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense - Reitoria

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense - Reitoria AUXÍLIO-TRANSPORTE Eu,, [nome completo do servidor (a)] 1) DECLARO PARA FINS DE PERCEPÇÃO DE AUXÍLIO-TRANSPORTE, e sob as penas da lei que: Ocupo o cargo de: Matrícula SIAPE n : Local de exercício das

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ001554/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 12/08/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR032670/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.023032/2010-49 DATA DO

Leia mais

INFORMATIVO DO SERVIDOR

INFORMATIVO DO SERVIDOR INFORMATIVO DO SERVIDOR APOSENTADORIA ATENDIMENTO AUXÍLIO-CRECHE AUXÍLIO-FUNERAL AUXÍLIO-RECLUSÃO BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS CALENDÁRIO DE PAGAMENTO CONTRACHEQUE CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA DECLARAÇÃO

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA SEAP Nº 5, DE 28 DE ABRIL DE 1999

INSTRUÇÃO NORMATIVA SEAP Nº 5, DE 28 DE ABRIL DE 1999 INSTRUÇÃO NORMATIVA SEAP Nº 5, DE 28 DE ABRIL DE 1999 Estabelece orientação aos órgãos setoriais e seccionais do Sistema de Pessoal Civil da Administração Federal - SIPEC quanto aos procedimentos operacionais

Leia mais

CARTILHA ORIENTATIVA FREQUÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS CELETISTAS DA FUNDEPES LOTADOS NO HUPAA. Saúde como Instrumento no Âmbito da UFAL.

CARTILHA ORIENTATIVA FREQUÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS CELETISTAS DA FUNDEPES LOTADOS NO HUPAA. Saúde como Instrumento no Âmbito da UFAL. Fundação Universitária de Desenvolvimento de Extensão e Pesquisa FUNDEPES Coordenação Administrativo-Financeira COAF Departamento de Gestão de Pessoas DGP CARTILHA ORIENTATIVA FREQUÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS

Leia mais