Manual de Procedimentos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual de Procedimentos"

Transcrição

1 Coordenadoria de Gestão de Recursos Humanos Versão 1 Nesta edição: 02 de maio de 2012 AFASTAMENTOS Afastamento do País Afastamento para Pós graduação Integral Cancelamento de Afastamento Integral para Pós-graduação BENEFÍCIOS Auxílio Natalidade Auxílio Pré-Escola Auxílio Transporte Estágio Interno LICENÇAS Licença Maternidade Licença Paternidade Licença para Tratamento de Saúde Licença para Tratamento de Saúde em Pessoa da Família Licença Capacitação Licença Gala Licença Nojo MOVIMENTAÇÃO DE PESSOAS Remanejamento Remoção Exoneração REGIME DE TRABALHO PROGRESSÕES SAÚDE DO SERVIDOR Programa de Monitoria Alteração de Regime de Trabalho dos Docentes Progressão por Mérito (TA/EBTT/MS) Progressão por Capacitação Profissional Incentivo à Qualificação Adesão Unimed Manual de procedimentos elaborado por: Letícia Calsavara de Oliveira Natália Ladeira Ferreira da Silva Aprovado pelo Diretor-Geral Marcos Massaki Imamura em 02/05/2012 Universidade Tecnológica Federal do Paraná - Câmpus Londrina Coordenadoria de Gestão de Recursos Humanos Contato: (43) Adesão Uniodonto Fonte: Versão 1 Página 2

2 AFASTAMENTOS BENEFÍCIOS AFASTAMENTO DO PAÍS 1) Servidor interessado apresenta ao setor que está lotado: - carta de solicitação - requerimento de solicitação de afastamento do país com assinaturas do coordenador/chefia imediata, diretor de área e diretor-geral do câmpus ( SOLICITACaO%20DE%20AFASTAMENTO%20DO%20PAIS.pdf ) - anexos: convite, plano de substituição de aula, cópia do trabalho a ser apresentado 2) Setor monta o processo e encaminha para as devidas assinaturas; 3) Setor encaminha para o gabinete da direção para assinatura do despacho; 4) GADIR encaminha para reitoria para emissão de despacho e publicação no DOU; 5) COGERH acompanha a publicação no DOU e encaminha uma cópia ao servidor interessado e ao setor que criou o processo. AFASTAMENTO INTEGRAL PARA PÓS-GRADUAÇÃO 1)Servidor deve entregar à DIRPPG os seguintes documentos: - Requerimento para o Reitor - Termo de anuência da chefia - Atestado ou declaração de aprovação que conste início e término do curso - Histórico escolar, caso já esteja cursando - Termo de Compromisso e responsabilidade - Cópia do projeto a ser desenvolvido - Termo de anuência do grupo para o afastamento 2)DIRPPG monta o processo e encaminha à COGERH; 3) COGERH anexa a declaração de tempo de serviço e certidão negativa de encargos e encaminha o processo à DIRPPG; 4) DIRPPG encaminha o processo para parecer da chefia imediata/coordenador do curso, diretor de área e diretor-geral do Câmpus, depois fará parecer e encaminhará para a PROPPG para aprovação; 5) Se aprovado a PROPPG encaminhará o processo para a emissão de portaria pelo reitor; 6) O processo fica arquivado na pasta funcional do servidor na COGERH. CANCELAMENTO DE AFASTAMENTO INTEGRAL PARA PÓS-GRADUÇÃO - O servidor deve preencher o requerimento de cancelamento de afastamento ( curitiba/estrutura-universitaria/diretorias/dirppg/qualific-serv/proced-afast-serv/? searchterm=afastamento ); - Se docente, encaminhar o requerimento para assinatura do coordenador do curso a que está lotado e pelo Diretor de Graduação e Educação Profissional. Se técnico administrativo, a chefia imediata deve assinar o documento; - Encaminhar os documentos assinado para a DIRPPG, que encaminhará para o Pró-reitor de Pesquisa e pós-graduação, que providenciará a emissão de portaria. AUXÍLIO NATALIDADE No mês do nascimento de seu filho o servidor tem direito ao auxílio natalidade que é pago assim que é entregue a COGERH o formulário de inclusão de dependentes com o CPF e a certidão de nascimento da criança. AUXÍLIO PRÉ-ESCOLA O Auxílio Pré-escola é pago mensalmente no valor de R$ 81,00 por criança. AUXÍLIO TRANSPORTE 1) Preencher formulário ( especificando os horários diários de deslocamento e os valores das tarifas do transporte coletivo; 2) Anexar o comprovante de residência e entregar à COGERH até o dia 10 de cada mês. O Auxílio Natalidade é pago em parcela única no valor de R$ 492,77 1) Servidor deve preencher o formulário de inclusão de dependentes ( novoformulariocaddependentes.pdf ); 2) Se o dependente for menor de 5 anos, a COGERH lançará no contracheque o auxílio pré-escola e também deduzirá o valor da cota parte. 1) O setor interessado deve preencher o formulário de Solicitação de Estágio-Inclusão ( ), colher as devidas assinaturas e encaminhar à COGERH; 2) A COGERH incluirá a solicitação do estágio no Sistema Coorporativo Interno e fará a divulgação da vaga nas Instituições de ensino conveniadas; 3) Assim que o candidato for selecionado pelo setor solicitante, ele deve entregar à COGERH toda a documentação necessário para a confecção do termo de compromisso, que será impresso em 3 vias (uma para a UTFPR, para a Instituição de origem do aluno e outra para o próprio aluno); 4) Até o terceiro dia útil do mês o supervisor do estágio deve entregar à COGERH o mapa de freqüência para solicitarmos o memorando de pagamento ao setor financeiro (quando for o caso); 5) Caso seja necessário alterar algum dado do termo de compromisso o supervisor deve encaminhar a solicitação à COGERH. Por exemplo: alteração do período do estágio; carga horária; supervisor, entre outras; 6) Caso seja necessário interromper o estágio antes da data prevista, o supervisor deve encaminhar à COGERH o formulário de cancelamento de estágio. Página 3 Versão 1 Página 4

3 LICENÇAS LICENÇA PARA TRATAMENTO DE SAÚDE Atestado sem a CID ou acima de 05 dias será necessário passar por perícia. A perícia será realizada em Apucarana ou Cornélio Procópio antes do término do atestado. 1) Atestado médico de até 1 dia: o servidor deve anexá-lo na ficha de freqüência, que ficará arquivada no portfólio; 2) Atestado acima de 1 dia: a) Servidor preenche o formulário que está em: formulario_licenca_saude2.pdf b) Anexa o atestado original ao formulário 1) Avisar à chefia antes do evento, preencher o formulário ( REQUERIMEN- TO_DE_JUSTIFICATIVA_DE_AUSENCIAS2.pdf ) e entregar à COGERH devidamente assinado; c) Solicita que sua chefia imediata assine. E encaminha à COGERH. LICENÇA PARA TRATAMENTO DE SAÚDE EM PESSOA DA FAMÍLIA 1) Atestado médico de até 1 dia: o servidor deve anexá-lo a ficha de freqüência, que ficará arquivada no portfólio; 2) Atestado acima de 1 dia: a) Servidor preenche o formulário que está em: formulario_licenca_saude2.pdf b) Anexar o atestado original ao formulário c) Solicitar que sua chefia imediata assine. E encaminha ao RH. LICENÇA GALA 2) Caso o servidor seja docente, elaborar o plano de substituição de aula; 3) Assim que tiver em mãos a certidão de casamento, encaminhar a COGERH para finalização do processo; LICENÇA NOJO 1) Preencher formulário ( Arquivos/ REQUERIMENTO_DE_JUSTIFICATIVA_DE_AUSENCIAS2.pdf ), anexando à certidão de óbito e entregar à COGERH devidamente assinado. Atestado acima de 3 dias será necessário passar por perícia - 08 dias a partir do casamento no civil - Artigo 97, inciso III, alínea A, da Lei 8.112/90-08 dias a partir do falecimento do cônjuge, companheiro, pais, madrasta ou padrasto, filhos, enteados, menor sob guarda ou tutela e irmãos. - Artigo 97, inciso III, alínea B, da Lei 8.112/90; LICENÇA CAPACITAÇÃO Pode ser dividida em até 3 parcelas com no mínimo 30 dias 1) Preencher o formulário ( cada uma. licenca_para_capacitacao.pdf ); 2) Anexar comprovante de matrícula e plano de atividades com a justificativa quanto à impossibilidade de cumprir sua jornada de trabalho concomitante com o curso; 3) Encaminhar à COGERH, que montará o processo e fornecerá informações a respeito da quantidade de dias que o servidor tem direito da referida licença; 4) COGERH encaminhará o processo para parecer das chefias; 5) Caso seja aprovada, será emitida a portaria pelo Diretor-Geral do Câmpus; 6) Após o término do curso o servidor deve entregar à COGERH o certificado de conclusão no prazo máximo de 30 dias, contados a partir do último dia da licença. LICENÇA MATERNIDADE 1) Servidora preenche o formulário: arquivos/formulario_requerimento_justificativa_ausencias.pdf ; 2) Atestado: pedir ao médico para escrever no atestado que: A servidora XXXX deverá se afastar do trabalho por período de 120d a partir de *****, conforme o art. 207, da Lei n. 8112/90. ; 3) COGERH monta o processo e encaminha para DIRGEP para emissão de portaria pelo reitor. Prorrogação da Licença Maternidade 1) Preencher o formulário: 2) 60 dias (primeiro dia será o seguinte ao fim da licença de 120d) 3) Marcar no formulário: Lei nº , de e Decreto nº 6.690, de , sabedora de que no período não poderá exercer atividade remunerada, tampouco manter a criança em creche ou organização similar; 4) Anexar cópia da certidão de nascimento; 5) COGERH monta o processo e encaminha para DIRGEP para emissão de portaria. LICENÇA PATERNIDADE 1) Servidor preenche o formulário de Justificativa de Ausências, já devidamente assinado pela chefia imediata: formulario_requerimento_justificativa_ausencias.pdf 2) Anexar a certidão de nascimento e encaminhar à COGERH. Obs.: Ver Auxílio Natalidade e Auxílio Pré-escola dias - marcar Art. 102, inciso VII, A, da Lei. 8112/90 - marcar em: Outro: Art. 207 da Lei 8112/90 5 dias a partir do nascimento do filho Página 5 Versão 1 Página 6

4 MOVIMENTAÇÃO DE PESSOAS REMANEJAMENTO 1) Servidor deve entregar à COGERH o formulário preenchido com o parecer da chefia imediata ( SolicitacaodeRemanejamentosetembro2011.pdf) ; 2) Na COGERH será montado o processo que será encaminhado aos outros setores para pareceres; 3) O processo fica arquivado na pasta funcional do servidor na COGERH. REMOÇÃO Pedido de mudança de câmpus da UTFPR pelo servidor por malote; Solicitação de troca de setor de trabalho no câmpus 1) Servidor entrega à COGERH o formulário preenchido com o parecer da chefia imediata ( remocao.pdf ) ; 2) COGERH monta o processo e encaminha para o Câmpus solicitado 3) Quando o processo retornar com a resposta do pedido de remoção, a COGERH dará ciência ao servidor sobre a resposta da solicitação; 4) Caso a remoção seja aceita, o processo será encaminhado para reitoria para emissão de portaria; 5) Caso a remoção seja negada, o processo será arquivado na pasta funcional do servidor na COGERH. 1- DIRGRAD: - Elabora o edital, - recebe as inscrições, - faz a seleção 2- DIRGRAD: encaminhar à COGERH a relação dos candidatos aprovados; 3- Monitor deve apresentar à COGERH: - Ficha de Cadastro de Monitores preenchida (observar os dados bancários); - cópia do CPF e RG; - Foto 3x4; - Plano de trabalho do estudante-monitor, assinado pelo professor-orientador e pelo coordenador do curso do aluno; * - Formulário de Definição de Horários, assinado pelo aluno-monitor, professororientador e coordenador do curso do aluno.* 4- COGERH: elabora o termo de compromisso 3 vias recolhe assinaturas e entrega as vias (aluno e professor) encaminha aos professores ficha de freqüência, explicações e link do programa no site encaminha mensalmente para seguradora o nome dos monitores EXONERAÇÃO 1) O servidor deve preencher o requerimento de exoneração e encaminhar à COGERH ( ); 2) COGERH encaminha aos setores a certidão negativa de encargos, para certificar que não há pendências; 3) Encaminhar o processo ao chefe imediato para assinatura; 4) Encaminhar para a DIRGEP para emissão de portaria e publicação no DOU. REGIME DE TRABALHO ALTERAÇÃO DO REGIME DE TRABALHO PARA DEDICAÇÃO EXCLUSIVA 1) Servidor protocola a documentação na DIRGRAD ( alteracao-de-regime-de-trabalho-dos-docentes); 2) DIRGRAD monta o processo, colhe as devidas assinaturas e encaminha à COGERH; 3) COGERH inclui a Declaração de acúmulo ou não de cargo e encaminha o processo para a NPPD para parecer; 4) NPPD devolve à COGERH; 5) COGERH encaminha para CPPD para análise e emissão de portaria pela Reitoria. Página 7 Versão 1 Página 8

5 PROGRESSÕES SAÚDE DO SERVIDOR PROGRESSÃO POR MÉRITO 1) Técnico Administrativo e Professor EBTT: Progressão a cada 18 meses Professor do Ensino Superior: Progressão a cada 24 meses 2) O servidor deverá ter nota superior a 60 pontos na última Avaliação de desempenho realizada; 3) COGERH encaminha um memorando ao Gadir solicitando a portaria de progressão. PROGRESSÃO POR CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL 1) O servidor técnico-administrativo deve entregar à COGERH o formulário de requerimento de progressão por capacitação preenchido ( Arquivos/ formulario_progressao_por_capacitacao_ou_incentivo_administrati vo.pdf ) com o certificado do curso anexado; 2) A COGERH montará o processo e fará o parecer deferindo o pedido, caso o servidor tenha direito; 3) Encaminhar o processo para ao GADIR para providenciar a portaria. INCENTIVO À QUALIFICAÇÃO PERCENTUAIS D Graduação 10% - Especialização 27% 27% Mestrado 52% 52% Doutorado - 75% E Progressão a cada 18 meses Carga-horária mínima 1a progressão 90h 120h 2a progressão 120h 150h 3a progressão 150h 180h 1) Servidor técnico-administrativo preenche o requerimento ( formulario_progressao_por_capacitacao_ou_incentivo_administrativo.pdf ) e anexa o diploma ou certificado do nível requerido Ou o atestado de defesa ou declaração de conclusão de curso com uma declaração de que o diploma/certificado esta em trâmite ou boleto de solicitação de urgência; 2) A COGERH monta o processo e elabora o parecer ; 3) O processo é encaminhado ao GADIR para emissão de Portaria. D E ADESÃO UNIMED 1) Servidor apresenta: - Requerimento de adesão ( FORMULARIO_UNIMED_ADESAO_PLANOMEDICO.pdf ) - Cópias da documentação necessária para cada dependente 2) COGERH preenche a planilha de adesão e encaminha para Unimed UTFPR. Para solicitações até o 15º do mês: Ex.: 14/06 Solicitação Até 01/07 A partir de 01/07 Para solicitações após o 15º do mês: Ex.: EXCLUSÃO UNIMED Inclusão no Plano (trâmites Unimed) Já pode usar o Plano 01/08 Primeiro desconto (mês de referência Jul) 23/04 Solicitação Até 01/06 A partir de 01/06 Primeiro ressarcimento (incluído na folha de Jul) Inclusão no Plano (trâmites Unimed) Já pode usar o Plano 01/07 Primeiro desconto (mês de referência Jun) Primeiro ressarcimento (incluído na folha de Jun) 1) Servidor preenche o requerimento de exclusão ( pdf-beneficios/formulario_unimed_adesao_planomedico.pdf ) 2) COGERH envia por a solicitação para UTFPR Unimed em Curitiba RETRIBUIÇÃO POR TITULAÇÃO 1) Servidor docente preenche o requerimento (EBTT: FORMULARIO_RETRIBUICAO_POR_TITULACAO_docente_BTT.pdf / MS: ) e anexar o diploma ou certificado do nível requerido Ou atestado de defesa ou declaração de conclusão de curso + declaração de que o diploma/certificado esta em trâmite ou boleto de solicitação de urgência; 2) COGERH monta o processo e encaminha para NPPD para análise e parecer; 3) NPPD devolve processo à COGERH; 4) COGERH encaminha para o Diretor-Geral para assinatura; 5) COGERH encaminha processo para CPPD, para análise, parecer e solicitação de portaria ao Reitor; 6) O processo é arquivado na pasta de processos do servidor. ADESÃO UNIODONTO 1) Preencher o formulário de adesão ao plano ( ) 2) E entregar a COGERH até o dia 15 de cada mês, para que seja incluído no próximo mês. 3) COGERH encaminha planilha de inclusão para Curitiba. Página 9 Versão 1 Página 10

Coordenação de Cadastro/DP

Coordenação de Cadastro/DP CONHECENDO A UFRRJ: um olhar mais próximo da estrutura física, organizacional, funcional e cultural da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Coordenação de Cadastro/DP SEÇÃO DE CADASTRO Controle

Leia mais

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E QUALIFICAÇÃO - ANEXOS - ANEXO I - PROCEDIMENTOS PARA CAPACITAÇÃO INTERNA DO REQUERIMENTO Art. 1º - A capacitação interna poderá ser proposta pela Reitoria, Pró-Reitorias ou Diretorias

Leia mais

DECLARAÇÃO DE VENCIMENTOS E VANTAGENS COM FUNDAMENTAÇÃO BASE LEGAL, EMITIDA PELO ÓRGÃO (ORIGINAL);

DECLARAÇÃO DE VENCIMENTOS E VANTAGENS COM FUNDAMENTAÇÃO BASE LEGAL, EMITIDA PELO ÓRGÃO (ORIGINAL); PROTOCOLO GERAL DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA SOLICITAÇÕES: 1. APOSENTADORIA REQUERIMENTO ASSINADO PELO SERVIDOR E COM VISTO DO CHEFE IMEDIATO (ORIGINAL); OBS.: APOSENTADORIA COMPULSÓRIA - NÃO É NECESSÁRIO

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Conselho de Pesquisa e Pós-Graduação.

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Conselho de Pesquisa e Pós-Graduação. Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Conselho de Pesquisa e Pós-Graduação. Resolução nº. 047/13-COPPG Curitiba, 06 de dezembro de 2013 O CONSELHO PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DA

Leia mais

ROTEIRO PARA CRIAÇÃO DE CURSO E OFERTA DE TURMA DE ESPECIALIZAÇÃO

ROTEIRO PARA CRIAÇÃO DE CURSO E OFERTA DE TURMA DE ESPECIALIZAÇÃO ROTEIRO PARA CRIAÇÃO DE CURSO E OFERTA DE TURMA DE ESPECIALIZAÇÃO (Conforme a Resolução 42/03-COUN, de 05 de novembro de 2003 e suas alterações). I. PROCEDIMENTO PARA CRIAÇÃO DE NOVO CURSO: A. ABERTURA

Leia mais

Universidade Estadual de Roraima- UERR. Normas e Procedimentos para Requerimentos

Universidade Estadual de Roraima- UERR. Normas e Procedimentos para Requerimentos Universidade Estadual de Roraima- UERR Normas e Procedimentos para Requerimentos Boa Vista PRODES UNIVERSIDADE ESTADUAL DE RORAIMA AUXÍLIO NATALIDADE Definição: Benefício que é devido ao servidor (a) por

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Conselho de Pesquisa e Pós-Graduação

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Conselho de Pesquisa e Pós-Graduação REGULAMENTO DE AFASTAMENTO DE SERVIDORES DA UTFPR PARA A REALIZAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU Aprovada pela resolução 139/12-COPPG de 19 de Dezembro de 2012. REGULAMENTO DE AFASTAMENTO DE SERVIDORES

Leia mais

1. Do Programa Institucional de Qualificação de servidores do Instituto Federal Catarinense - PIQIFC:

1. Do Programa Institucional de Qualificação de servidores do Instituto Federal Catarinense - PIQIFC: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Catarinense Câmpus Rio do Sul EDITAL N 016/2015/GAB, de 02 de julho de 2015. PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE QUALIFICAÇÃO

Leia mais

APROVAR as normas para concessão de afastamento para pós-graduação aos servidores do IF-SC. CAPÍTULO I DOS TIPOS DE PÓS-GRADUAÇÃO

APROVAR as normas para concessão de afastamento para pós-graduação aos servidores do IF-SC. CAPÍTULO I DOS TIPOS DE PÓS-GRADUAÇÃO RESOLUÇÃO N o 019/2012/CDP Florianópolis, 03 de maio de 2012. A PRESIDENTE DO DO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA, no uso das atribuições que lhe foram conferidas pelo Regimento Geral do IF-SC e pelo

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Em conformidade com a Resolução CNE/CES n 1, de 08 de Junho de 2007 e o Regimento da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Aprovado pelo Parecer CONSEPE

Leia mais

EDITAL Nº 62, DE 31 DE AGOSTO DE 2015

EDITAL Nº 62, DE 31 DE AGOSTO DE 2015 EDITAL Nº 62, DE 31 DE AGOSTO DE 2015 DO AFASTAMENTO COM SUBSTITUIÇÃO DE DOCENTES PARA CAPACITAÇÃO/QUALIFICAÇÃO EM PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU E PÓS-DOUTORADO APRESENTAÇÃO O DIRETOR-GERAL

Leia mais

MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE LUCAS DO RIO VERDE CONTROLE INTERNO

MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE LUCAS DO RIO VERDE CONTROLE INTERNO 1/8 1) DOS OBJETIVOS: 1.1) Disciplinar e normatizar os procedimentos operacionais na administração de recursos humanos; 1.2) Garantir maior segurança na admissão e exoneração de pessoal; 1.3) Manter atualizado

Leia mais

Conselho de Pesquisa e Pós-Graduação

Conselho de Pesquisa e Pós-Graduação Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Conselho de Pesquisa e Pós-Graduação Conselho de Pesquisa e Pós-Graduação PROCESSO Nº. 150/11-COPPG CAMPUS PROPONENTE: PROPPG Data de entrada:

Leia mais

ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 11/01/2012 PROCEDIMENTOS SIPRA

ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 11/01/2012 PROCEDIMENTOS SIPRA ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 11/01/2012 PROCEDIMENTOS SIPRA PROJETOS NOVOS O Setor de Implantação de Projetos, da Divisão de Obtenção e Implantação, cria o Projeto no Sistema SIPRA e insere as informações pertinentes

Leia mais

Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Criada pela Lei No. 10.435 de 24 de abril de 2002 Pró-Reitoria de Administração

Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Criada pela Lei No. 10.435 de 24 de abril de 2002 Pró-Reitoria de Administração EDITAL DE SELEÇÃO DE SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS COM INTERESSE EM PARTICIPAR DE TREINAMENTO REGULARMENTE INSTITUÍDO EM NÍVEL DE EDUCAÇÃO FORMAL - QUALIFICAÇÃO A PRAD e o Departamento de Pessoal

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul EDITAL Nº 031/2015 PROCESSO CLASSIFICATÓRIO DE AFASTAMENTO DE SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UNIDADE ORGANIZACIONAL CAMPUS BENTO GONÇALVES DO IFRS O Diretor-Geral da Unidade Organizacional

Leia mais

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DOS SERVIDORES DO QUADRO TÉCNICO/ADMINISTRATIVO ORIENTAÇÕES GERAIS

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DOS SERVIDORES DO QUADRO TÉCNICO/ADMINISTRATIVO ORIENTAÇÕES GERAIS PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DOS SERVIDORES DO QUADRO TÉCNICO/ADMINISTRATIVO ORIENTAÇÕES GERAIS A Universidade Federal do Amapá UNIFAP em cumprimento às diretrizes do Plano de Carreira dos

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 05/2011/GABINETE Florianópolis, 27 de junho de 2011. Assunto: Solicitação de Afastamento do País (VIAGENS INTERNACIONAIS)

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 05/2011/GABINETE Florianópolis, 27 de junho de 2011. Assunto: Solicitação de Afastamento do País (VIAGENS INTERNACIONAIS) INSTRUÇÃO NORMATIVA N 05/2011/GABINETE Florianópolis, 27 de junho de 2011. Assunto: Solicitação de Afastamento do País (VIAGENS INTERNACIONAIS) A Reitora do IF-SC no uso das atribuições que lhe foram conferidas

Leia mais

Norma para utilização das bolsas de monitoria PIB no Centro Universitário Norte do Espírito Santo CEUNES/UFES

Norma para utilização das bolsas de monitoria PIB no Centro Universitário Norte do Espírito Santo CEUNES/UFES 1 Norma para utilização das bolsas de monitoria PIB no Centro Universitário Norte do Espírito Santo CEUNES/UFES 1. BREVE HISTÓRICO O PIB Programa Integrado de Bolsas de monitoria é regulamentado pelo Conselho

Leia mais

UFMG / PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO / SETOR DE BOLSAS PMG PROGRAMA DE MONITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETRIZES GERAIS

UFMG / PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO / SETOR DE BOLSAS PMG PROGRAMA DE MONITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETRIZES GERAIS UFMG / PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO / SETOR DE BOLSAS PMG PROGRAMA DE MONITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETRIZES GERAIS 2015 1) DOS OBJETIVOS O Programa de Monitoria de Graduação visa dar suporte às atividades acadêmicas

Leia mais

TUTORIAL SOBRE EMISSÃO, EXPEDIÇÃO E REGISTRO DE CERTIFICADOS E DIPLOMAS (Conforme 3 do art. 2 da Lei n. 11.892/2008 os IF s são competentes para

TUTORIAL SOBRE EMISSÃO, EXPEDIÇÃO E REGISTRO DE CERTIFICADOS E DIPLOMAS (Conforme 3 do art. 2 da Lei n. 11.892/2008 os IF s são competentes para TUTORIAL SOBRE EMISSÃO, EXPEDIÇÃO E REGISTRO DE CERTIFICADOS E DIPLOMAS (Conforme 3 do art. 2 da Lei n. 11.892/2008 os IF s são competentes para emitir certificados a alunos concluintes de cursos e programas)

Leia mais

EDITAL 191/2015 Programa de Iniciação Científica Voluntária/IFSP Campus Itapetininga

EDITAL 191/2015 Programa de Iniciação Científica Voluntária/IFSP Campus Itapetininga EDITAL 191/2015 Programa de Iniciação Científica Voluntária/IFSP Campus Itapetininga A Direção Geral do campus Itapetininga do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), torna

Leia mais

FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO EDITAL 013/15

FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO EDITAL 013/15 FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO EDITAL 013/15 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (2015 2016) PIBIC/CNPq/FAI 1. APRESENTAÇÃO

Leia mais

COORDENAÇÃO DE PESQUISA EDITAL PROIC BOLSA 1º/2012

COORDENAÇÃO DE PESQUISA EDITAL PROIC BOLSA 1º/2012 FACULDADES INTEGRADAS DO NORTE DE MINAS FUNORTE INSTITUTO DE CIÊNCIAS DE SAÚDE - ICS FACULDADE DE SAÚDE IBITURUNA FASI COORDENAÇÃO DE PESQUISA PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROIC EDITAL PROIC BOLSA

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO FINANCEIRO À GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO DE SERVIDORES DO IFMG

PROGRAMA DE APOIO FINANCEIRO À GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO DE SERVIDORES DO IFMG EDITAL Nº 066/2015 PROGRAMA DE APOIO FINANCEIRO À GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO DE SERVIDORES DO IFMG O Instituto Federal de Minas Gerais IFMG, por meio da Diretoria de Gestão de Pessoas, comunica a abertura

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL GOIANO ASSESSORIA INTERNACIONAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL GOIANO ASSESSORIA INTERNACIONAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL GOIANO ASSESSORIA INTERNACIONAL REGULAMENTO GERAL PARA AFASTAMENTO DE SERVIDOR DO INSTITUTO FEDERAL GOIANO PARA

Leia mais

EDITAL Nº 005/2012 PROCESSO SELETIVO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO FINANCEIRA EMPRESARIAL

EDITAL Nº 005/2012 PROCESSO SELETIVO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO FINANCEIRA EMPRESARIAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL Nº 005/2012 PROCESSO SELETIVO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO FINANCEIRA EMPRESARIAL A Faculdade

Leia mais

PRAZOS PARA PROTOCOLO DE SOLICITAÇÕES E OCORRÊNCIAS NO SERVIÇO DE PESSOAL Válidos a partir de 05/10/2015

PRAZOS PARA PROTOCOLO DE SOLICITAÇÕES E OCORRÊNCIAS NO SERVIÇO DE PESSOAL Válidos a partir de 05/10/2015 Abono de permanência se aplica A partir do dia seguinte ao do cumprimento de TODOS os requisitos necessários para aposentadoria Acidente de Trabalho 24 horas 5 dias corridos Atestado Médico Adicional de

Leia mais

Parágrafo único. Os servidores docentes podem candidatar-se somente em caso de formação de mestrado ou doutorado.

Parágrafo único. Os servidores docentes podem candidatar-se somente em caso de formação de mestrado ou doutorado. RESOLUÇÃO N o 014, de 23 de dezembro de 2009. Regulamenta o Programa de Incentivo à Formação dos Servidores (PROSER) da UFSJ. O PRESIDENTE DO CONSELHO DIRETOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI

Leia mais

EDITAL nº 03/2015 TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADORES DE DIPLOMA

EDITAL nº 03/2015 TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADORES DE DIPLOMA EDITAL Nº 03/2015 O Diretor da Faculdade Metropolitana de Anápolis FAMA, no uso de suas atribuições e demais disposições legais, aprova e torna público o processo seletivo para transferência de candidatos

Leia mais

OBSERVATÓRIO NACIONAL ON COORDENAÇÃO DE GEOFÍSICA COGE PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL PCI/MCTI CHAMADA 01/2013

OBSERVATÓRIO NACIONAL ON COORDENAÇÃO DE GEOFÍSICA COGE PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL PCI/MCTI CHAMADA 01/2013 OBSERVATÓRIO NACIONAL ON COORDENAÇÃO DE GEOFÍSICA COGE PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL PCI/MCTI CHAMADA 01/2013 A Coordenação de Geofísica (COGE) do Observatório Nacional torna pública a abertura

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE OCORRÊNCIAS NO SISTEMA GRIFO

ORIENTAÇÕES SOBRE OCORRÊNCIAS NO SISTEMA GRIFO ORIENTAÇÕES SOBRE OCORRÊNCIAS NO SISTEMA GRIFO AS OCORRÊNCIAS PODEM SER INCLUÍDAS PELO MENU FREQUÊNCIA (NO ATALHO DISPONÍVEL NO FINAL NA LINHA DO DIA) OU APENAS PELO MENU OCORRÊNCIA TIPOS DE OCORRÊNCIAS

Leia mais

EDITAL N.º 45/2014 CADASTRO DE RESERVA PARA REMOÇÃO A PEDIDO

EDITAL N.º 45/2014 CADASTRO DE RESERVA PARA REMOÇÃO A PEDIDO EDITAL N.º 45/2014 CADASTRO DE RESERVA PARA REMOÇÃO A PEDIDO A REITORA DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, e considerando o que dispõe a alínea

Leia mais

PORTARIA CNMP-PRESI Nº 78, DE 9 DE JULHO DE 2015.

PORTARIA CNMP-PRESI Nº 78, DE 9 DE JULHO DE 2015. PORTARIA CNMP-PRESI Nº 78, DE 9 DE JULHO DE 2015. Dispõe sobre o Plano de Incentivo ao Estudo de Idioma Estrangeiro - PLI, do Conselho Nacional do Ministério Público. O PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL

Leia mais

O presente processo terá validade para matrícula no primeiro semestre de 2015, através de ingresso por:

O presente processo terá validade para matrícula no primeiro semestre de 2015, através de ingresso por: EDITAL DE TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADORES DE DIPLOMA PARA 2015/1 Os Diretores Executivo e Técnico do SENAI CETIQT, no uso das atribuições que lhes conferem o Regimento Interno do SENAI CETIQT, tornam

Leia mais

FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI FAMEC

FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI FAMEC REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI FAMEC SUMÁRIO CAPÍTULO I... 1 DO PROGRAMA DE BOLSAS... 1 CAPÍTULO II... 1 DOS OBJETIVOS DO PROGRAMA... 1 CAPÍTULO III...

Leia mais

EDITAL Nº 68/2012 PROCESSO SELETIVO AO CURSO DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DE DOCENTES PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL, EQUIVALENTE À LICENCIATURA

EDITAL Nº 68/2012 PROCESSO SELETIVO AO CURSO DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DE DOCENTES PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL, EQUIVALENTE À LICENCIATURA EDITAL Nº 68/2012 PROCESSO SELETIVO AO CURSO DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DE DOCENTES PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL, EQUIVALENTE À LICENCIATURA A PRÓ-REITORIA DE ENSINO, a PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS e

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Dois Vizinhos Diretoria-Geral Coordenadoria de Gestão de Recursos Humanos

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Dois Vizinhos Diretoria-Geral Coordenadoria de Gestão de Recursos Humanos EDITAL Nº 003/2015 De ordem do Diretor-Geral do, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, consoante com a Lei 11.788, de 25 de setembro de 2008 e Instrução Normativa Conjunta n 003/2011 PROGRAD/PROREC

Leia mais

REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDOS. Faculdade de Direito de Alta Floresta FADAF

REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDOS. Faculdade de Direito de Alta Floresta FADAF REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDOS Faculdade de Direito de Alta Floresta FADAF 2011 SUMÁRIO CAPÍTULO I... 3 DO PROGRAMA DE BOLSAS... 3 CAPÍTULO II... 3 DOS OBJETIVOS DO PROGRAMA... 3 CAPÍTULO III... 3 DAS

Leia mais

REGIMENTO DO SETOR REGISTROS ACADÊMICOS

REGIMENTO DO SETOR REGISTROS ACADÊMICOS REGIMENTO DO SETOR REGISTROS ACADÊMICOS CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES INICIAIS DAS COMPETÊNCIAS Art. 1º O Setor de Registros Acadêmicos - SRA é o órgão que operacionaliza todas as atividades ligadas à vida

Leia mais

EDITAL Nº 004, DE 14 DE MARÇO DE 2011

EDITAL Nº 004, DE 14 DE MARÇO DE 2011 EDITAL Nº 004, DE 14 DE MARÇO DE 2011 O REITOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA, no uso de suas atribuições e tendo em vista o disposto na alínea c do inciso III do Art.

Leia mais

SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2015 PROCESSO SELETIVO

SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2015 PROCESSO SELETIVO SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2015 PROCESSO SELETIVO A Direção da SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde torna públicas as normas a seguir, que regem o Processo Seletivo Vestibular

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PO Procedimento Operacional

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PO Procedimento Operacional CONCESSÃO DE BENEFÍCIOS AOS COLABORADORES PO. 12 00 1 / 7 1. OBJETIVOS O Crea-GO, visando atrair e melhorar o índice de retenção de colaboradores, institui a concessão de benefícios, mediante a adoção

Leia mais

FACULDADE GUILHERME GUIMBALA CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO - CEPPE EDITAL Nº 03 CEPPE, DE 07 DE JULHO DE 2015

FACULDADE GUILHERME GUIMBALA CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO - CEPPE EDITAL Nº 03 CEPPE, DE 07 DE JULHO DE 2015 FACULDADE GUILHERME GUIMBALA CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO - CEPPE EDITAL Nº 03 CEPPE, DE 07 DE JULHO DE 2015 Oferta de curso de pós-graduação (lato sensu), em nível de especialização em

Leia mais

EDITAL NPL 2/2015 E D I T A L

EDITAL NPL 2/2015 E D I T A L EDITAL NPL 2/2015 PRORROGA INSCRIÇÕES AO PROCESSO DE SELEÇÃO PARA A PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM MEDICINA DO TRABALHO E MBA INTERNACIONAL PARA EXECUTIVOS DOS CAMPI BRAGANÇA PAULISTA E CAMPINAS UNIDADE CAMBUÍ,

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO 2º/2015 Coordenador: Prof. Dr. Antônio Corrêa de Lacerda Vice-Coordenadora: Profa. Dra. Regina Maria d Aquino Fonseca Gadelha Estarão abertas, no período de 01/04/2015 a

Leia mais

NORMATIZAÇÃO INTERNA

NORMATIZAÇÃO INTERNA COORDENADORIA DE ENSINO E GRADUAÇÃO INSTRUÇÃO NORMATIVA CEG Nº 01 DE 30 DE JANEIRO DE 2006 NORMATIZAÇÃO INTERNA Todos os requerimentos para a Coordenadoria de Ensino e Graduação deverão ser feitos em impresso

Leia mais

05 - Como faço para acessar um curso no Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle/UFGD.

05 - Como faço para acessar um curso no Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle/UFGD. DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE CURSOS DE CAPACITAÇÃO 01 - O que é o Plano Anual de Capacitação? O Plano Anual de Capacitação tem como norteador o Decreto 5.707/06 que institui a Política e as Diretrizes para

Leia mais

Instruções para utilização do sistema PROEXWEB Passos para propor uma nova atividade de extensão ou reofertar uma atividade no sistema PROEXWEB

Instruções para utilização do sistema PROEXWEB Passos para propor uma nova atividade de extensão ou reofertar uma atividade no sistema PROEXWEB Instruções para utilização do sistema PROEXWEB Passos para propor uma nova atividade de extensão ou reofertar uma atividade no sistema PROEXWEB 1- NOVA ATIVIDADE - Entrar no sistema PROEXWEB no endereço

Leia mais

Gerenciar o Programa de Estágio

Gerenciar o Programa de Estágio PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS DIVISÃO DE GESTÃO DA QUALIDADE Sistema de Gestão da Qualidade PROCEDIMENTO P. TJAM 19 Gerenciar o Programa de Estágio Elaborado por: Wiulla Inácia

Leia mais

CHAMADA DINTER ITA/IFG

CHAMADA DINTER ITA/IFG CHAMADA DINTER ITA/IFG A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (ProPG) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG) torna público o processo para seleção de docentes, de seu

Leia mais

EDITAL N.º 196/2012 CADASTRO DE RESERVA PARA REMOÇÃO A PEDIDO

EDITAL N.º 196/2012 CADASTRO DE RESERVA PARA REMOÇÃO A PEDIDO EDITAL N.º 196/2012 CADASTRO DE RESERVA PARA REMOÇÃO A PEDIDO A REITORA DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, e considerando o que dispõe a alínea

Leia mais

PROGRAMA DE INCENTIVO À QUALIFICAÇÃO PARA BOLSA-AUXÍLIO GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO

PROGRAMA DE INCENTIVO À QUALIFICAÇÃO PARA BOLSA-AUXÍLIO GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE INCENTIVO À QUALIFICAÇÃO PARA BOLSA-AUXÍLIO GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO (Lato Sensu e Stricto Sensu), EM CONFORMIDADE COM A LEI 11.091 DE 12 DE JANEIRO DE 2005 E DECRETO 5.707 DE 23 DE FEVEREIRO

Leia mais

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS NORMAS PARA ACEITAÇÃO DE DIPLOMAS DE GRADUAÇÃO E PÓS- GRADUAÇÃO STRICTO SENSU E CERTIFICADOS DE CURSOS DE PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU PARA FINS DE ADMISSÃO, CONTRATAÇÃO, PROMOÇÃO FUNCIONAL E INCENTIVO POR

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA PORTADORES DE DIPLOMA DE NÍVEL SUPERIOR E PARA TRANSFERÊNCIA DE OUTRA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR

PROCESSO SELETIVO PARA PORTADORES DE DIPLOMA DE NÍVEL SUPERIOR E PARA TRANSFERÊNCIA DE OUTRA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR PROCESSO SELETIVO PARA PORTADORES DE DIPLOMA DE NÍVEL SUPERIOR E PARA TRANSFERÊNCIA DE OUTRA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR O reitor do Centro Universitário de Brasília - UniCEUB - faz saber, mediante

Leia mais

REGULAMENTO/COGEP Nº 001, DE 1º DE JUNHO DE 2012. 2ª Edição Atualizada em 29 de janeiro de 2013.

REGULAMENTO/COGEP Nº 001, DE 1º DE JUNHO DE 2012. 2ª Edição Atualizada em 29 de janeiro de 2013. REGULAMENTO/COGEP Nº 001, DE 1º DE JUNHO DE 2012. 2ª Edição Atualizada em 29 de janeiro de 2013. Dispõe acerca da Política de uso do PONTO ELETRÔNICO E DA JORNADA DE TRABALHO dos servidores do Instituto

Leia mais

RETIFICAÇÃO DO 14º EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO CONCURSO PÚBLICO 001/2013

RETIFICAÇÃO DO 14º EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO CONCURSO PÚBLICO 001/2013 RETIFICAÇÃO DO 14º EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO CONCURSO PÚBLICO 001/2013 1. DA CONVOCAÇÃO E NOMEAÇÃO 1.1. O Prefeito Municipal de Cametá no uso de suas atribuições legais, e em cumprimento ao disposto no item

Leia mais

PORTARIA Nº 431, DE 08 DE ABRIL DE 2013.

PORTARIA Nº 431, DE 08 DE ABRIL DE 2013. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO REITORIA Rua do Rouxinol, 115 CEP 41720-052 Salvador/BA Telefone: (71)

Leia mais

E D I T A L. 1º Para os casos de transferência externa serão aceitas, apenas, as inscrições para áreas afins.

E D I T A L. 1º Para os casos de transferência externa serão aceitas, apenas, as inscrições para áreas afins. EDITAL NRCA-SJP N.º 09/2015 DISPÕE SOBRE OS PROCESSOS DE INGRESSO POR TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADOR DE DIPLOMA AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE FAE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS. O Coordenador do Núcleo

Leia mais

EDITAL Nº 104/2015 CADASTRO DE RESERVA PARA REMOÇÃO A PEDIDO

EDITAL Nº 104/2015 CADASTRO DE RESERVA PARA REMOÇÃO A PEDIDO CADASTRO DE RESERVA PARA REMOÇÃO A PEDIDO O VICE-REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA, no exercício da Reitoria, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, de acordo com os termos do Processo

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA INSTRUÇÃO E TRAMITAÇÃO DE PROCESSOS. Incentivo à Qualificação

PROCEDIMENTOS PARA INSTRUÇÃO E TRAMITAÇÃO DE PROCESSOS. Incentivo à Qualificação PROCESSOS FLUXOS E DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PROCEDIMENTOS PARA INSTRUÇÃO E TRAMITAÇÃO DE PROCESSOS Documentos - cópia frente e verso do diploma e, em caso de pós-graduação lato sensu, cópia do histórico

Leia mais

ABRE INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO PARA A PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

ABRE INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO PARA A PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EDITAL NPL 2/2014 ABRE INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO PARA A PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM MEDICINA DO TRABALHO, NOS CAMPI BRAGANÇA PAULISTA, ITATIBA E CAMPINAS UNIDADE CAMBUÍ, DA UNIVERSIDADE SÃO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS INFORMATIVO SOBRE OS PROCEDIMENTOS DE FÉRIAS NA UFPB O presente informativo tem como objetivo disseminar e divulgar

Leia mais

2.2 - O(A) candidato a avaliador deve possuir currículo atualizado na Plataforma Lattes;

2.2 - O(A) candidato a avaliador deve possuir currículo atualizado na Plataforma Lattes; EDITAL PROEX/IFRR - Nº 002/2014 - Processo seletivo para constituição do Banco de avaliadores do Programa Institucional de Bolsa Acadêmica de Extensão-IFRR. O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

EDITAL PROPEG Nº 005/2013 EXAME DE SELEÇÃO PARA A 5ª TURMA DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENFERMAGEM OBSTÉTRICA - CEEO - VAGAS REMANESCENTES

EDITAL PROPEG Nº 005/2013 EXAME DE SELEÇÃO PARA A 5ª TURMA DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENFERMAGEM OBSTÉTRICA - CEEO - VAGAS REMANESCENTES 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E DO DESPORTO SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DO ACRE EDITAL PROPEG Nº 005/2013 EXAME DE SELEÇÃO PARA A

Leia mais

PEC-PG CNPq e CAPES. 8. Recomendações

PEC-PG CNPq e CAPES. 8. Recomendações PEC-PG CNPq e CAPES 8. Recomendações a) O Estudante-Convênio deverá matricular-se no primeiro semestre letivo do ano imediatamente subseqüente ao que se candidatou ao PEC-PG. Poderá, no entanto, ser concedida

Leia mais

MANUAL PARA PREENCHIMENTO DE REQUERIMENTOS ON-LINE

MANUAL PARA PREENCHIMENTO DE REQUERIMENTOS ON-LINE SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO PÚBLICA DEPARTAMENTO DE RECURSOS EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO MANUAL PARA PREENCHIMENTO DE REQUERIMENTOS ON-LINE Mogi das Cruzes, 2010. Sumário 1. Requerimentos Disponíveis...

Leia mais

EDITAL N o 040/2012. No ato da inscrição o candidato deverá entregar os seguintes documentos:

EDITAL N o 040/2012. No ato da inscrição o candidato deverá entregar os seguintes documentos: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ECONOMIA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE COOPERATIVAS

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 001/2007-CEPE/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 001/2007-CEPE/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 001/2007-CEPE/UNICENTRO Aprova o Regulamento do Programa de Estágio Pedagógico Voluntário da UNICENTRO. O VICE-REITOR, NO EXERCÍCIO DO CARGO DE REITOR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE,

Leia mais

REGULAMENTO DE BOLSA DE ESTUDO SOCIAL 2015

REGULAMENTO DE BOLSA DE ESTUDO SOCIAL 2015 REGULAMENTO DE BOLSA DE ESTUDO SOCIAL 2015 I DO CONCEITO Art. 1º. Entende-se como Bolsa de Estudo Social, a concessão de descontos, em virtude da situação financeira momentânea do aluno, de até 40% (quarenta

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS COORDENAÇÃO DE INTEGRAÇÃO ESTUDANTIL EDITAL 18-2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS COORDENAÇÃO DE INTEGRAÇÃO ESTUDANTIL EDITAL 18-2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO EDITAL 18-2014 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA INGRESSO POR COTAS SOCIAIS (até 1,5 salário per capita) Curso de Licenciatura em Letras Espanhol (Modalidade à distância) - Chamada Oral A

Leia mais

E D I T A L. 1º O curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Psicopedagogia - Clínica e Institucional é destinado a graduados em Diploma de Curso Superior.

E D I T A L. 1º O curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Psicopedagogia - Clínica e Institucional é destinado a graduados em Diploma de Curso Superior. EDITAL NPL 10/2016 ABRE INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O CURSO DE PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA CLÍNICA E INSTITUCIONAL, NO CAMPUS CAMPINAS - UNIDADE CAMBUÍ DA UNIVERSIDADE SÃO

Leia mais

Temporalidade dos Documentos (Aprovado)

Temporalidade dos Documentos (Aprovado) Temporalidade dos s (Aprovado) Pág. 001 / 013 24 PROPPG (PRÓREITORIA DE PESQUISA E PÓS GRADUAÇÃO) C.Custo: 30100 DIVISAO DE PROJETOS DE PESQUISA (DPP) 5 PESQUISA Subfunção: 2 PROJETO DE PESQUISA Cadastro

Leia mais

MANUAL DE MONITORIA. Agosto de 2010

MANUAL DE MONITORIA. Agosto de 2010 MANUAL DE MONITORIA Agosto de 2010 1 A Faculdade São Francisco de Assis - UNIFIN oferece ao aluno a oportunidade de iniciar-se na função docente através do exercício de monitorias. Apenas será considerado

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 01/2014-PPGG/M.C.Rondon CAPÍTULO I DA COMISSÃO DE BOLSAS. Art. 1º A Comissão de Bolsas é composta pelo:

RESOLUÇÃO Nº 01/2014-PPGG/M.C.Rondon CAPÍTULO I DA COMISSÃO DE BOLSAS. Art. 1º A Comissão de Bolsas é composta pelo: RESOLUÇÃO Nº 01/2014-PPGG/M.C.Rondon CAPÍTULO I DA COMISSÃO DE BOLSAS Art. 1º A Comissão de Bolsas é composta pelo: I - Presidente Coordenador do Programa; II- Um docente permanente do Programa; IV- Um

Leia mais

NORMA CORPORATIVA DEPARTAMENTO PESSOAL

NORMA CORPORATIVA DEPARTAMENTO PESSOAL 1. OBJETIVO Estabelecer a sistemática para rotinas de Departamento Pessoal. 2. DEFINIÇÕES TRCT: Termo de Rescisão de Contrato de Trabalho. DP: Departamento Pessoal; DP Central: Departamento Pessoal de

Leia mais

Manual para utilização do ponto pelo servidor/funcionário/estagiário da SMA

Manual para utilização do ponto pelo servidor/funcionário/estagiário da SMA Manual para utilização do ponto pelo servidor/funcionário/estagiário da SMA Acessar o ponto através de: http://ponto CETESBNET Menu Serviços RH Freqüência Controle de Entrada e Saída O login e senha são

Leia mais

SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde. Edital 001/2014. Processo Seletivo

SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde. Edital 001/2014. Processo Seletivo SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2014 Processo Seletivo A Direção da SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde torna públicas as normas a seguir, que regem o Processo Seletivo Vestibular

Leia mais

RELAÇÃO DOS BENEFÍCIOS CONCEDIDOS

RELAÇÃO DOS BENEFÍCIOS CONCEDIDOS RELAÇÃO DOS BENEFÍCIOS CONCEDIDOS 1. BOLSA FAMÍLIA 2. BOLSA EX-ALUNO 3. BOLSA FUNDAÇÃO 4. BOLSA P.B.H. 5. BOLSA SAAE 6. BOLSA SINPRO 7. BOLSA MEDALHA 8. BOLSA CONVENIO 9. DESCONTO ALUNOS MESMA EMPRESA

Leia mais

EDITAL DE LEVANTAMENTO DE DEMANDA PARA CURSOS DE MESTRADO E DOUTORADO EM TECNOLOGIA NUCLEAR IPEN/IFRO EDITAL Nº 6/IFRO/2015

EDITAL DE LEVANTAMENTO DE DEMANDA PARA CURSOS DE MESTRADO E DOUTORADO EM TECNOLOGIA NUCLEAR IPEN/IFRO EDITAL Nº 6/IFRO/2015 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, INOVAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU TECNOLOGIA NUCLEAR EDITAL

Leia mais

FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA

FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA UNESP CAMPUS DE BOTUCATU FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA EDITAL-56/2011-DDTA A Diretoria da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia UNESP Campus de Botucatu, torna público que estarão

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília EDITAL Nº 007/RIFB, DE 28 DE ABRIL DE 2015.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília EDITAL Nº 007/RIFB, DE 28 DE ABRIL DE 2015. EDITAL Nº 007/RIFB, DE 28 DE ABRIL DE 2015. SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS E VOLUNTARIADO EM INICIAÇÃO CIENTÍFICA NAS AÇÕES AFIRMATIVAS (ENSINO

Leia mais

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO IFBA PROGRAMA DE ASSITÊNCIA E APOIO AOS ESTUDANTES EDITAL Nº 001/2015

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO IFBA PROGRAMA DE ASSITÊNCIA E APOIO AOS ESTUDANTES EDITAL Nº 001/2015 POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO IFBA PROGRAMA DE ASSITÊNCIA E APOIO AOS ESTUDANTES EDITAL Nº 001/2015 1. ABERTURA O Diretor Geral do IFBA Campus Jacobina, no uso de suas atribuições, faz saber que,

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO 2016 PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS

EDITAL DE SELEÇÃO 2016 PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Faculdade de Ciências Farmacêuticas Câmpus de Araraquara EDITAL DE SELEÇÃO 2016 PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Estarão abertas no período de 03 a 23/11/2015 na Seção Técnica de Pós-

Leia mais

DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA

DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA A Ficha Socioeconômica deve ser preenchida, sem rasuras, assinada pelo (a) candidato(a) ou pelo(a) pai, mãe e/ou responsável legal e, apresentada

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI/SC em Florianópolis EDITAL DE PROCESSO SELETIVO. Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos a distância

Faculdade de Tecnologia SENAI/SC em Florianópolis EDITAL DE PROCESSO SELETIVO. Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos a distância Faculdade de Tecnologia SENAI/SC em Florianópolis EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos a distância A Faculdade de Tecnologia SENAI/SC em Florianópolis, informa

Leia mais

RETIFICAÇÃO EDITAL Nº 17/2015 AUXÍLIO DE DIÁRIAS PARA PUBLICAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS INTERNACIONAIS

RETIFICAÇÃO EDITAL Nº 17/2015 AUXÍLIO DE DIÁRIAS PARA PUBLICAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS INTERNACIONAIS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS RETIFICAÇÃO EDITAL Nº 17/2015 AUXÍLIO DE DIÁRIAS PARA

Leia mais

E D I T A L. 2º A taxa de inscrição para o Processo Seletivo do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em

E D I T A L. 2º A taxa de inscrição para o Processo Seletivo do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em EDITAL NPL 4/2015 ABRE INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O CURSO DE PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU EM SAÚDE MENTAL, NO CAMPUS BRAGANÇA PAULISTA DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF NO 2º SEMESTRE DE 2015.

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE FARMÁCIA COE COMISSÃO DE ORIENTAÇÃO DE ESTÁGIOS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE FARMÁCIA COE COMISSÃO DE ORIENTAÇÃO DE ESTÁGIOS À Comunidade Acadêmica do Curso de Farmácia da UFPR. A Comissão Orientadora de Estágios (COE) do curso de Farmácia elaborou este documento com o objetivo de esclarecer as dúvidas referentes aos estágios

Leia mais

REGULAMENTO/DIGEP Nº 002, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014.

REGULAMENTO/DIGEP Nº 002, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014. REGULAMENTO/DIGEP Nº 002, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014. Dispõe acerca das regras e procedimentos para a concessão, indenização, parcelamento e pagamento da remuneração de férias dos servidores do Instituto

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 2º SEMESTRE/2015

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 2º SEMESTRE/2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 2º SEMESTRE/2015 ABERTURA A Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV DIREITO SP) torna pública a abertura das inscrições para os

Leia mais

3 Benefícios. 3.1 Plano de Saúde

3 Benefícios. 3.1 Plano de Saúde 3 Benefícios O Processo de Benefícios atua como agente visando minimizar as situações problemas existentes na relação homem-trabalho, através de orientações e esclarecimentos aos empregados sobre os benefícios

Leia mais

EDITAL PIBIC/CNPq-IF - 2014

EDITAL PIBIC/CNPq-IF - 2014 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC-IF EDITAL PIBIC/CNPq-IF - 2014 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NO INSTITUTO FLORESTAL CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS DO

Leia mais

PROF. RAIMUNDO NONATO DA COSTA SABÓIA VILARINS Presidente do Conselho Universitário Reitor Pro Tempore da UERR

PROF. RAIMUNDO NONATO DA COSTA SABÓIA VILARINS Presidente do Conselho Universitário Reitor Pro Tempore da UERR Dispõe sobre a aprovação do Regulamento Geral da Pós Lato Sensu da Universidade Estadual de Roraima. O PRESIDENTE DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO E REITOR PRO TEMPORE DA - UERR, no uso das atribuições que lhe

Leia mais

Edital 01/2013 PRPPG/Unespar Apoio à publicação de artigos em periódicos científicos

Edital 01/2013 PRPPG/Unespar Apoio à publicação de artigos em periódicos científicos Edital 01/2013 PRPPG/Unespar Apoio à publicação de artigos em periódicos científicos A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Estadual do Paraná PRPPG/Unespar torna pública a seleção

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE IMPERATRIZ SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE IMPERATRIZ SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE IMPERATRIZ SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EDITAL Nº 01/2015 SEMED (Prazo: 30 dias) Processo Seletivo para a concessão de licença para qualificação profissional

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online ENFERMAGEM GINECOLÓGICA Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Criada pela Lei nº 10.435, de 24 de abril de 2002

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Criada pela Lei nº 10.435, de 24 de abril de 2002 NORMA PARA PARTICIPAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA, EM TREINAMENTO REGULARMENTE INSTITUÍDO EDUCAÇÃO FORMAL CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Estabelece critérios para participação

Leia mais

Procedimento para entrega da versão final de Dissertação ou Tese

Procedimento para entrega da versão final de Dissertação ou Tese Procedimento para entrega da versão final de Dissertação ou Tese Estabelece os passos necessários para a entrega da versão final da dissertação ou tese do concluinte dos programas de pós-graduação da UFABC.

Leia mais

CARTA DE SERVIÇOS AO SERVIDOR POLÍCIA FEDERAL

CARTA DE SERVIÇOS AO SERVIDOR POLÍCIA FEDERAL 7PENSÃO CARTA DE SERVIÇOS AO SERVIDOR POLÍCIA FEDERAL CARTA DE SERVIÇOS A Carta de Serviços é uma ferramenta de gestão criada pelo Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização GesPública. A

Leia mais