SERRA NEGRA Imprensa Oficial da Estância Hidromineral de Serra Negra

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SERRA NEGRA Imprensa Oficial da Estância Hidromineral de Serra Negra"

Transcrição

1 Imprensa Oficial da Estância Hidromineral de Serra Negra DISTRIBUIÇÃO GRATUITA Sexta-feira, 8 de março de Ano VI - n.º 327 SENAI conta com vagas em cursos O Centro de Treinamento do Senai Serra Negra tem vagas para capacitação em diversas áreas. Os interessados devem procurar a sede situada no Centro de Convenções Circuito das Águas Paulista. Neste ano, a nível Brasil, o Senai completa 71 anos de serviços prestados. Vice prefeito assume a secretaria de Assistência Social Na última sexta-feira, 1º de março, o prefeito de Serra Negra deu posse ao novo secretário de Assistência e Desenvolvimento Social. O vice prefeito, que esteve a frente da pasta entre 2009 e 2012 foi o nome escolhido. Durante Os investimentos visando o embelezamento de ruas de comércio na região central a primeira gestão, a secretaria conquistou números relevantes de atendimentos e criou trabalhos como o CRAS Itinerante, o Casa Dia, além de ser premiado nacionalmente pelo governo Federal, em Fortaleza, no ano passado. Limpeza é intensificada no Caruso Iluminação decorativa está em funcionamento continuam. Nesta semana, a prefeitura de Serra Negra iniciou os testes na iluminação decorativa da rua dos Expedicionários. Ao todo, 48 novos postes estão em funcionamento Na manhã de hoje, (4), o secretário de Serviços Municipais, informou que a equipe de limpeza da Garagem Municipal está na região do Lago do Caruso, no Campo do Sete. A equipe realiza limpeza nas guias, cortes de mato e limpezas de bocas de lobo. Os serviços de manutenção, determinados pelo prefeito e o vice prefeito, tem por objetivo dizimar os transtornos com as enchentes. Serra Negra receberá batistas no final do mês Entre os dias, 26 e 31 de março, a cidade de Serra Negra contará com a movimentação turística de mais de batistas. A convenção estadual acontece no Auditório Mário Covas e movimentará hotelaria e comércio. Integrantes da presidencia estadual e municipal da Igreja Batista estiveram reunidos com o prefeito na tarde de 1º de março e confirmaram o evento. Saúde realiza campanha contra a Tuberculose Leia nas páginas internas Confira as informações da Prefeitura de Serra Negra e também conheça os serviços gratuitos no site

2 Sexta-feira, 8 de março de Ano VI - n.º 327 Na sexta-feira, 1º de março, o prefeito de Serra Negra nomeou o novo secretário de Assistência e Desenvolvimento Social. Quem volta à pasta é o vice prefeito. Ele esteve à frente da pasta e implantou serviços como o Casa Dia, o CRAS Itinerante e foi reconhecido nacionalmente pelo Governo Federal com a premiação do projeto Pro Jovem Adolescente de Serra Negra em Os trabalhos desta secretaria variam entre atividades, acompanhamentos e trabalhos socioeducativos. Os serviços foram ampliados com a criação do Creas Centro de Referência Especializado em Assistência Social; CMDCA - Conselho Municipal da Criança e do Adolescente; CRAS - Centro de Referência de Assistência Social; Pro Jovem Adolescente; Ação Jovem; Bolsa Família; capacitações através de cursos de artesanato e danças. Agradeço a todos pela colaboração, pois a equipe que trabalha voltada a assistência social é dedicada. É valido ressaltar o trabalho do Ricardo que esteve à frente da Secretaria por quase um ano, finaliza o novo Secretário. Prefeito nomeia secretário de Assistência e Desenvolvimento Social Limpeza é intensificada no Caruso infectadas se isolem do convívio social, mas que haja monitoramento do paciente diariamente pelos Serviços de Saúde, através do supervisionamento de doses do medicamento fornecido, medida relativamente importante para a prevenção do abandono do tratamento. No Brasil, a tuberculose representa a quarta causa de óbitos por doenças infecciosas e a primeira entre pacientes com AIDS, sendo considerada pela Organização Mundial da Saúde como uma doença reemergente. Em Serra Negra, não houve casos de óbitos registrados por tuberculose, havendo atualmente 4 pacientes em tratamento, todos com supervisionamento de doses. Em anos anteriores o percentual de cura foi de 100% (4 pacientes existentes, destes todos obtiveram alta médica por cura no ano de 2012). Os principais sintomas são: febre geralmente à tarde, falta de apetite, fraqueza, sudorese noturna, emagrecimento progressivo, entretanto a tosse persistente é o sinal clínico mais marcante. Embora seja considerada uma doença curável, com tratamento gratuito, as principais dificuldades enfrentadas pelos serviços de Saúde para o combate e prevenção dessa patologia ainda são a detecção precoce e a adesão ao tratamento. Na manhã de hoje, (4), o secretário de Serviços Municipais, informou que a equipe de limpeza da Garagem Municipal está na região do Lago do Caruso, no Campo do Sete. A equipe realiza limpeza nas guias, cortes de mato e limpezas de bocas de lobo. Os serviços de manutenção, determinados pelo prefeito e o vice prefeito, tem por objetivo dizimar os transtornos com as enchentes. No Lago do Caruso, em 2011, a municipalidade realizou o desassoreamento. O espaço é utilizado como um comporta para que a água não desça com grande velocidade na região central e cause danos. Esses serviços tem o caráter preventivo. A determinação do prefeito em pedir modificações no serviço da Sabesp na região central e próximo a Vila Quiriqui também colaborou muito, ressaltou. Secretaria da Saúde realiza busca ativa de tuberculose A secretaria municipal de Saúde iniciou na segunda- -feira, (4), um trabalho de busca ativa de possíveis casos de Tuberculose. Tendo em vista a importância da detecção precoce visando a prevenção dessa doença, as equipes de Vigilância Epidemiológica e Unidades lançaram a campanha que ocorre até o dia 17 de março. No dia 16 de março, as equipes de enfermagem e de vigilância epidemiológica de Serra Negra realizarão ação volante nos bairros de Serra Negra visitando pontos comerciais para a divulgação de informação sobre a doença. Pessoas com tosse por mais de duas semanas devem procurar a Unidade de Saúde mais próxima de suas residências para acolhimento e avaliação pelos profissionais de saúde e se necessário realizado o exame confirmatório, na ocasião. Dúvidas a respeito podem ser esclarecidas nas Unidades de Saúde do Município.A tuberculose é uma doença infectocontagiosa causada por uma bactéria que se aloja principalmente nos pulmões. É transmitida através do contato pessoa a pessoa por pequenas gotículas de saliva contendo o Mycobacterium tuberculosis, também conhecido como bacilo de Koch. O tratamento da tuberculose não exige que as pessoas EXPEDIENTE Prefeitura Municipal da Estância Hidromineral de Serra Negra Praça John Kennedy, s/n.º - Centro CEP Fone: (19) Tiragem: exemplares Cartório de Registro de Imóveis e Anexos sob n.º 08 Pag. 16/17 Livro B1 Diagramação e Impressão: Editora e Artes Gráficas O SERRANO Ltda. Jornalista Responsável: Moises de Camargo - MTB: /SP SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO Preço desta edição R$ 3.009,00 - Lei Municipal - nº 2.641, de 20/11/01 02

3 03 Sexta-feira, 8 de março de Ano VI - n.º 327 Prefeitura Municipal de Serra Negra - SP Poder Executivo Relatório de Gestão Fiscal Demonstrativo da Despesa com Pessoal Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social Janeiro/2012 a Dezembro/2012 RGF - ANEXO I (LRF, Art. 55, inciso I, alínea "a") DESPESAS EXECUTADAS R$ 1,00 (Últimos 12 Meses) LIQUIDADAS INSCRITAS EM RESTOS A PAGAR NÃO- PROCESSAD DESPESA COM PESSOAL (a) (b) DESPESA BRUTA COM PESSOAL (I) , ,47 Pessoal Ativo , ,45 Pessoal Inativo e Pensionistas , ,02 Outras Despesas de Pessoal decorrentes de Contratos de Terceirização ( 1º do art. 18 da LRF) DESPESAS NÃO COMPUTADAS ( 1º do art.19 da LRF)(II) , ,02 Indenizações por Demissão e Incentivos à Demissão Voluntária Decorrentes de Decisão Judicial Despesas de Exercícios Anteriores Inativos e Pensionistas com Recursos Vinculados , ,02 DESPESA LÍQUIDA COM PESSOAL(III) = (I-II) , ,45 DESPESA TOTAL COM PESSOAL - DTP(IV) = (IIIa + IIIb) ,93 LIMITE MÁXIMO (incisos I,II e III, art. 20 da LRF) - 54% ,01 LIMITE PRUDENCIAL (parágrafo único do art. 22 da LRF) - 51,3% ,21 FONTE: PRONIM RF - Responsabilidade Fiscal, 26/Fev/2013, 18h e 06m. Nota: Durante o exercício, somente as despesas liquidadas são consideradas executadas. No encerramento do exercício, as despesas não liquidadas inscritas em restos a pagar não processados são também consideradas executadas. Dessa forma, para maior transparência, as despesas executadas estão segregadas em: APURAÇÃO DO CUMPRIMENTO DO LIMITE LEGAL RECEITA CORRENTE LÍQUIDA - RCL(V) ,64 % da DESPESA TOTAL COM PESSOAL - DTP sobre a RCL(VI)=(IV/V) * ,88 a) Despesas liquidadas, consideradas aquelas em que houve a entrega do material ou serviço nos termos do art. 63 da Lei 4.320/64; b) Despesas empenhadas mas não liquidadas, inscritas em Restos a Pagar não processados, consideradas liquidadadas no encerramento do exercício, por força inciso II do art. 35 da Lei 4.320/64. Valor Prefeitura Municipal de Serra Negra - SP RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO DA DÍVIDA CONSOLIDADA LÍQUIDA ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL Janeiro a Dezembro de 2012 RGF - ANEXO II(LRF, art.55, inciso I, alínea "b") R$ 1,00 SALDO DO SALDO DO EXERCÍCIO DE 2012 DÍVIDA CONSOLIDADA EXERCÍCIO Até o 1º Até o 2º Até o 3º ANTERIOR Quadrimestre Quadrimestre Quadrimestre DÍVIDA CONSOLIDADA - DC (I) , , , ,92 Dívida Mobiliária , , , ,90 Dívida Contratual , , , ,02 Interna , , , ,02 Externa Precatórios Posteriores a 05/05/2000 (Inclusive) - Vencidos e não Pagos , , ,24 - Demais Dívidas DEDUÇÕES (II)¹ , , , ,88 Disponibilidade de Caixa Bruta , , , ,72 Demais Haveres Financeiros (-) Restos a Pagar Processados (Exceto Precatórios) , , , ,84 DÍVIDA CONSOLIDADA LÍQUIDA - DCL (III) = (I - II) , , , ,04 RECEITA CORRENTE LÍQUIDA - RCL , , , ,64 % DA DC SOBRE A RCL (I/RCL) 35,17 33,31 30,76 12,36 % DA DCL SOBRE A RCL (III/RCL) 26,62 19,16 19,04 5,91 LIMITE DEFINIDO POR RESOLUÇÃO DO SENADO FEDERAL - <0,00%> DETALHAMENTO DA DÍVIDA CONTRATUAL DÍVIDA DE PPP PARCELAMENTO DE DÍVIDAS De Tributos De Contribuições Sociais Previdenciárias Demais Contribuições Sociais Do FTGS DEMAIS DÍVIDAS CONTRATUAIS OUTROS VALORES NÃO INTEGRANTES DA DC PRECATÓRIOS ANTERIORES A 05/05/2000 INSUFICIENCIA FINANCEIRA DEPÓSITOS RP NÃO-PROCESSADOS DE EXERCÍCIOS ANTERIORES ANTECIPAÇÕES DE RECEITA ORÇAMENTÁRIA - ARO , , , , , , , , , , , , , ,52 948, , , ,59 871, , , , ,21

4 Sexta-feira, 8 de março de Ano VI - n.º REGIME PREVIDENCIÁRIO SALDO DO SALDO DO EXERCÍCIO DE 2012 DÍVIDA CONSOLIDADA PREVIDENCIÁRIA EXERCÍCIO Até o 1º Até o 2º Até o 3º ANTERIOR Quadrimestre Quadrimestre Quadrimestre DÍVIDA CONSOLIDADA PREVIDENCIÁRIA (IV) Passivo Atuarial Demais Dívidas DEDUÇÕES (V)¹ , , , ,55 Disponibilidade de Caixa Bruta , , , ,93 Investimentos Demais Haveres Financeiros (-) Restos a Pagar Processados 2.807, , , ,38 OBRIGAÇÕES NÃO INTEGRANTES DA DC DÍVIDA CONSOLIDADA LÍQUIDA PREVIDENCIÁRIA (VI) = (IV ,51 - V) , , ,55 FONTE: PRONIM RF - Responsabilidade Fiscal, 26/Fev/2013, 18h e 07m. ¹ Se o saldo apurado for negativo, ou seja, se o total do Ativo Disponível mais os Haveres Financeiros for menor que Restos a Pagar Processados, não deverá ser informado nessa linha, mas sim na linha da "Insuficiência Financeira", das Obrigações não integrantes da Dívida Consolidada - DC. Assim quando o cálculo de DEDUÇÕES(II) for negativo, colocar um "-" (traço) nessa linha. EXTERNAS(I) Aval ou fiança em operações de crédito Outras garantias nos Termos da LRF¹ INTERNAS(II) Aval ou fiança em operações de crédito Outras garantias nos Termos da LRF¹ TOTAL GARANTIAS CONCEDIDAS(III)=(I+II) RECEITA CORRENTE LÍQUIDA - RCL(IV) % do TOTAL DAS GARANTIAS sobre a RCL LIMITE DEFINIDO POR RESOLUÇÃO DO SENADO FEDERAL 0% Prefeitura Municipal de Serra Negra - SP Relatório de Gestão Fiscal Demonstrativo das Garantias e Contragarantias de Valores Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social Janeiro a Dezembro de 2012 RGF - ANEXO III(LRF,art. 55, inciso I, alínea 'c' e art. 40, 1º) GARANTIAS CONCEDIDAS R$ 1,00 SALDO DO SALDO DO EXERCÍCIO DE 2012 EXERCÍCIO Até o 1º Até o 2º Até o 3º ANTERIOR Quadrimestre Quadrimestre Quadrimestre , , , ,64 CONTRAGARANTIAS RECEBIDAS EXTERNAS(V) Aval ou fiança em operações de crédito Outras garantias nos Termos da LRF¹ INTERNAS(VI) Aval ou fiança em operações de crédito Outras garantias nos Termos da LRF¹ TOTAL CONTRAGARANTIAS RECEBIDAS(VII)=(V+VI) FONTE: PRONIM RF - Responsabilidade Fiscal, 26/Fev/2013, 18h e 07m. Nota: ¹ Inclui garantias concedidas por meio de Fundos SALDO DO SALDO DO EXERCÍCIO DE 2012 EXERCÍCIO Até o 1º Até o 2º Até o 3º ANTERIOR Quadrimestre Quadrimestre Quadrimestre

5 05 Sexta-feira, 8 de março de Ano VI - n.º 327 Prefeitura Municipal de Serra Negra - SP Relatório de Gestão Fiscal Demonstrativo das Operações de Crédito Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social Janeiro a Dezembro de 2012 RGF - ANEXO IV(LRF, art. 55, inciso I, alínea 'd' e inciso III alínea 'c') OPERAÇÕES DE CRÉDITO SUJEITAS AO LIMITE PARA FINS DE CONTRATAÇÃO (I) Mobiliária Interna Externa Contratual Interna Abertura de Crédito Aquisição Financiada de Bens e Arrendamento Mercantil Financeiro Derivadas de PPP Demais Aquisições Financiadas Antecipação de Receita Pela Venda a Termo de Bens e Serviços Demais Antecipações de Receita Assunção, Reconhecimento e Confissão de Dívidas Outras Operações de Crédito Externa NÃO SUJEITAS AO LIMITE PARA FINS DE CONTRATAÇÃO (II) Parcelamentos de Dívidas De Tributos De Contribuições Sociais Previdenciárias Demais Contribuições Sociais Do FGTS Melhoria da Administração de Receitas e da Gestão Fiscal, Financeira e Patrimonial Programa de Iluminação Pública - RELUZ Amparadas pelo Art. 9-N da Resolução Nº /01, do CMN R$ 1,00 VALOR REALIZADO No Até o Quadrimestre Quadrimestre de de Referência Referência (a) 0,00 0,00 0,00 0,00 APURAÇÃO DO CUMPRIMENTO DOS LIMITES RECEITA CORRENTE LÍQUIDA - RCL OPERAÇÕES VEDADAS (III) TOTAL CONSIDERADO PARA FINS DA APURAÇÃO DO CUMPRIMENTO DO LIMITE (IV) = (Ia + III) LIMITE GERAL DEFINIDO POR RESOLUÇÃO DO SENADO FEDERAL PARA AS OPERAÇÕES DE CRÉDITO INTERNAS E EXTERNAS OPERAÇÕES DE CRÉDITO POR ANTECIPAÇÃO DA RECEITA ORÇAMENTÁRIA LIMITE DEFINIDO POR RESOLUÇÃO DO SENADO FEDERAL PARA AS OPERAÇÕES DE CRÉDITO POR ANTECIPAÇÃO DA RECEITA ORÇAMENTÁRIA TOTAL CONSIDERADO PARA CONTRATAÇÃO DE NOVAS OPERAÇÕES DE CRÉDITO (V)=(IV+IIa) FONTE: PRONIM RF - Responsabilidade Fiscal, 26/Fev/2013, 18h e 08m. VALOR %SOBRE A RCL ,64 - Prefeitura Municipal de Serra Negra - SP - Poder Executivo Relatório de Gestão Fiscal Demonstrativo da Disponibilidade de Caixa Orçamento Fiscal e da Seguridade Social Janeiro a Dezembro de 2012 RGF - Anexo V (LRF, Art. 55, Inciso III, alínea 'a') DISPONIBILID OBRIGAÇÕES DESTINAÇÃO DE RECURSOS ADE DE CAIXA BRUTA (a) FINANCEIRAS (b) Fonte de Recurso não Cadastrada TRANSFERÊNCIAS E CONVÊNIOS ESTADUAIS-VINCULADOS TRANSFERÊNCIAS E CONVÊNIOS FEDERAIS-VINCULADOS TOTAL DOS RECURSOS VINCULADOS (I) RECURSOS PRÓPRIOS DA ADMINISTRAÇÃO INDIRETA TESOURO TOTAL DOS RECURSOS NÃO VINCULADOS (II) TOTAL (III) = (I+II) R$ 1,00 DISPONIBILIDA DE DE CAIXA LÍQUIDA (c) = (a - b) , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,78 REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES¹ , , ,76 FONTE: PRONIM RF - Responsabilidade Fiscal, 26/Fev/2013, 18h e 10m. Nota:¹ A disponibilidade de caixa do RPPS está comprometida com o Passivo Atuarial OBS: Existem Contas Contábeis que estão sem vínculo com a Fonte de Recurso. Execute a rotina de Verifica Inconsistências no CPadm\Arquivos para identificar as Contas Contábeis!

6 Sexta-feira, 8 de março de Ano VI - n.º Prefeitura Municipal de Serra Negra - SP - Poder Executivo RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO DOS RESTOS A PAGAR ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL Janeiro a Dezembro de 2012 RGF - ANEXO VI (LRF, Art. 55, Inciso III, alínea 'b') R$ 1,00 RESTOS A PAGAR DISPONIBILIDAD EMPENHOS Liquidados e Não Pagos Empenhados e Não Liquidados E DE CAIXA NÃO (Processados) (Não processados) LÍQUIDA(ANTES LIQUIDADOS DESTINAÇÃO DE RECURSOS DA INSCRIÇÃO CANCELADOS EM RESTOS A (NÃO De Exercícios Do Exercício De Exercícios Do Exercício PAGAR NÃO INSCRITOS POR Anteriores Anteriores PROCESSADOS INSUFICIÊNCIA DO EXERCÍCIO FINANCEIRA) Fonte de Recurso não Cadastrada TRANSFERÊNCIAS E CONVÊNIOS FEDERAIS-VINCULADOS , , ,37 TOTAL DOS RECURSOS VINCULADOS (I) , , ,10 - RECURSOS PRÓPRIOS DA ADMINISTRAÇÃO INDIRETA 90, , , ,88 TESOURO , , , , ,80 - TOTAL DOS RECURSOS NÃO VINCULADOS (II) , , , , , ,37 - TRANSFERÊNCIAS E CONVÊNIOS ESTADUAIS-VINCULADOS , , ,10 - TOTAL (III) = (I+II) , , , , , REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES¹ , ,76 - FONTE: PRONIM RF - Responsabilidade Fiscal, 26/Fev/2013, 18h e 12m. Nota:¹ A disponibilidade de caixa do RPPS está comprometida com o Passivo Atuarial OBS: Existem Contas Contábeis que estão sem vínculo com a Fonte de Recurso. Execute a rotina de Verifica Inconsistências no CPadm\Arquivos para identificar as Contas Contábeis! Prefeitura Municipal de Serra Negra-SP Relatório Resumido da Execução Orçamentária Balanço Orçamentário Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social Janeiro a Dezembro 2012/Bimestre Novembro-Dezembro RREO - ANEXO I(LRF, Art.52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º) R$ 1,00 RECEITAS REALIZADAS SALDO A RECEITAS INICIAL ATUALIZADA No Bimestre % Até o Bimestre % REALIZAR (a) (b) (b/a) (c) (c/a) (a-c) RECEITAS (EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS)(I) , , ,90 16, ,85 108, ,85 Receitas Correntes , , ,87 17, ,15 101, ,15 Receita Tributária , , ,29 12, ,72 96, ,28 Impostos , , ,11 12, ,59 98, ,41 Taxas , , ,18 12, ,13 88, ,87 RECEITA DE CONTRIBUIÇÕES , , ,11 17, ,72 86, ,28 CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS , , ,91 23, ,47 103, ,47 CONTRIB. INTERV. DOMINIO ECONOMICO , , ,20 14, ,25 78, ,75 RECEITA PATRIMONIAL , , ,72 20, ,88 164, ,88 RECEITAS IMOBILIÁRIAS , , ,45 49, ,22 185, ,22 RECEITAS DE VALORES MOBILIÁRIOS , , ,27 19, ,66 164, ,66 RECEITA DE SERVIÇOS , , ,99 28, ,91 139, ,91 TRANSFERÊNCIAS CORRENTES , , ,70 20, ,50 104, ,50 TRANSFERÊNCIAS INTERGOVERNAMENTAIS , , ,78 20, ,86 104, ,86 TRANSFERÊNCIAS DE CONVÊNIOS , , ,92 73, ,64 483, ,64 OUTRAS RECEITAS CORRENTES , , ,06 16, ,42 79, ,58 MULTAS E JUROS DE MORA , , ,69 13, ,41 63, ,59 INDENIZAÇÕES E RESTITUIÇÕES , , ,41 5, ,80 18, ,20 RECEITA DA DÍVIDA ATIVA , , ,86 19, ,98 95, ,02 RECEITAS CORRENTES DIVERSAS , , ,10 11, ,23 58, ,77 RECEITAS DE CAPITAL , ,00 623,03 0, ,70 264, ,70 ALIENAÇÃO DE BENS , ,00 ALIENAÇÃO DE BENS MÓVEIS , ,00 TRANSFERÊNCIAS DE CAPITAL , ,00 623,03 0, ,70 261, ,70 TRANSFERÊNCIAS DE CONVÊNIOS , ,00 623,03 0, ,70 261, ,70

7 07 Sexta-feira, 8 de março de Ano VI - n.º 327 RECEITAS REALIZADAS SALDO A RECEITAS INICIAL ATUALIZADA No Bimestre % Até o Bimestre % REALIZAR (a) (b) (b/a) (c) (c/a) (a-c) RECEITAS (INTRA-ORÇAMENTÁRIAS)(II) , , ,53 15, ,29 85, ,71 SUBTOTAL DAS RECEITAS(III)=(I+II) , , ,43 16, ,14 107, ,14 OPERAÇÕES DE CRÉDITO-REFINANCIAMENTO(IV) - Operações de Crédito Internas - Mobiliária - Contratual - Operações de Crédito Externas - Mobiliária - Contratual - SUBTOTAL COM REFINANCIAMENTO(V)=(III+IV) , , ,43 16, ,14 107, ,14 DÉFICIT(VI) - TOTAL(VII)=(V+VI) , , ,43 16, ,14 107, ,14 SALDOS DE EXERCÍCIOS ANTERIORES - (UTILIZADOS PARA CRÉDITOS ADICIONAIS) Superávit Financeiro - Reabertura de Créditos Adicionais - DESPESAS DESPESAS (EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS)(VIII) DESPESAS CORRENTES PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA OUTRAS DESPESAS CORRENTES DESPESAS DE CAPITAL INVESTIMENTOS AMORTIZAÇÃO / REFINANCIAMENTO DA DÍVIDA RESERVA DE CONTINGÊNCIA DESPESAS (INTRA-ORÇAMENTÁRIAS)(IX) SUBTOTAL DAS DESPESAS(X)(VIII+IX) AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA/REFINANCIAMENTO(XI) Amortização da Dívida Interna DOTAÇÃO CRÉDITOS DOTAÇÃO DESPESAS EMPENHADAS LIQUIDADAS INSCRITAS EM SALDO A INICIAL ADICIONAIS ATUALIZADA RESTOS A PAGAR LIQUIDAR No Bimestre Até o Bimestre No Bimestre Até o Bimestre NÃO PROCESSADOS % (d) (e) (f)=(d+e) (g) (h) ((g+h)/f) (f-(g+h)) , , , , , , , ,34 89, , , , , , , , , ,34 94, , , , , , , , , ,89 96, , , , , , , , , , , ,45 93, , , , , , , , ,88-76, , , , , , , , ,28-71, , , , , , , , ,60-99, , , , , , , , , , , , ,38-95, , , , , , , , , ,34 89, ,74 Dívida Mobiliária - Outras Dívidas Amortização da Dívida Externa DESPESAS EXECUTADAS Dívida Mobiliária Outras Dívidas SUBTOTAL C/ REFINANCIAMENTO(XII)=(X+XI) , , , , , , ,72 89, ,74 SUPERÁVIT(XIII) ,42 TOTAL(XIV)=(XII+XIII) , , , , , , ,14 92, ,90 RECEITAS REALIZADAS SALDO A RECEITAS INTRA-ORÇAMENTÁRIAS INICIAL ATUALIZADA No Bimestre % Até o Bimestre % REALIZAR (a) (b) (b/a) (c) (c/a) (a-c) RECEITAS CORRENTES - INTRA-ORÇAMENTÁRIAS , , ,53 15, ,29 85, ,71 RECEITA DE CONTRIBUIÇÕES - INTRA-ORÇAM , , ,52 26, ,61 98, ,39 CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS - INTRA-ORÇAMENT , , ,52 26, ,61 98, ,39 OUTRAS RECEITAS CORRENTES - INTRA-ORÇAM , ,00 0, ,68 66, ,32 RECEITA DA DÍVIDA ATIVA - INTRA-ORÇAMENT , ,00 0, ,68 66, ,32 TOTAL , , ,53 15, ,29 85, ,71 DESPESAS EXECUTADAS DOTAÇÃO CRÉDITOS DOTAÇÃO DESPESAS EMPENHADAS LIQUIDADAS INSCRITAS EM SALDO A INICIAL ADICIONAIS ATUALIZADA RESTOS A PAGAR LIQUIDAR No Bimestre Até o Bimestre No Bimestre Até o Bimestre NÃO PROCESSADOS % DESPESAS INTRA-ORÇAMENTÁRIAS (d) (e) (f)=(d+e) (g) (h) (i) (j) (k) ((j+k)/f) (f-(j+k)) DESPESAS CORRENTES , , , , , , ,11-93, ,89 PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS , , , , , , ,11-93, ,89 DESPESAS DE CAPITAL , , , , ,27-99,99 91,73 AMORTIZAÇÃO / REFINANCIAMENTO DA DÍVIDA , , , , ,27-99,99 91,73 TOTAL , , , , , , ,38-95, ,62 FONTE: PRONIM RF - Responsabilidade Fiscal, 26/Fev/2013, 17h e 28m. Nota: Durante o exercício, somente as despesas liquidadas são consideradas executadas. No encerramento do exercício, as despesas não liquidadas inscritas em restos a pagar não processadados são também consideradas executadas. Dessa forma, para maior transparência, as despesas executadas estão segregadas em: a) Despesas liquidadas, consideradas aquelas em que houve a entrega do material ou serviço, nos termos do art. 63 da Lei 4.320/64; b) Despesas empenhadas mas não liquidadas, inscritas em Restos a Pagar não processados, consideradas liquidadas no encerramento do exercício, por força do art.35, inciso II da Lei 4.320/64.

8 Sexta-feira, 8 de março de Ano VI - n.º 327 Prefeitura Municipal de Serra Negra - SP - Poder Executivo Relatório de Gestão Fiscal Demonstrativo Simplificado do Relatório de Gestão Fiscal Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social 3º Quadrimestre de 2012 LRF, Art Anexo VII R$ 1,00 DESPESA COM PESSOAL VALOR % SOBRE A RCL Despesa Total com Pessoal DTP ,93 41,88 Limite Máximo (incisos I,II e III, art. 20 da LRF) - 54, ,01 54,00 Limite Prudencial ( único, art. 22 da LRF) - 51, ,21 51,30 DÍVIDA CONSOLIDADA VALOR % SOBRE A RCL Dívida Consolidada Líquida ,18 3,04 Limite Definido por Resolução do Senado Federal GARANTIAS DE VALORES VALOR % SOBRE A RCL Total das Garantias Limite Definido por Resolução do Senado Federal OPERAÇÕES DE CRÉDITO VALOR % SOBRE A RCL Operações de Crédito Internas e Externas Operações de Crédito por Antecipação da Receita Limite Definido pelo Senado Federal para Operações de Crédito Internas e Externas Limite Definido pelo Senado Federal para Operações de Crédito por Antecipação da Receita RESTOS A PAGAR INSCRIÇÃO EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS DO EXERCÍCIO DISPONIBILIDAD E DE CAIXA LÍQUIDA(ANTES DA INSCRIÇÃO EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS DO EXERCÍCIO Valor Total , ,54 FONTE: PRONIM RF - Responsabilidade Fiscal, 26/Fev/2013, 18h e 13m. RREO - ANEXO II(LRF, Art. 52, inciso II, alínea 'c') Duas festas que envolvem e beneficiam entidades assistenciais do Municipio foram confirmadas pela prefeitura de Serra Negra. Na tarde de quarta-feira, (5), o diretor de Cultura, esteve reunido com os representantes das entidades que participarão da Festa das Nações e da 26º Festa Italiana. O diretor confirmou que entre os dias 19, 20 e 21 de abril ocorre a Festa das Nações, que homenageia grupos que sairam de outros países para construírem suas famílias no Brasil. O evento deve ser marcado por música e atividades culturais, além das Prefeitura Municipal de Serra Negra - SP Relatório Resumido de Execução Orçamentária Demonstrativo da Execução das Despesas por Função/Subfunção Orçamento Fiscal e da Seguridade Social Janeiro a Dezembro 2012/Bimestre Novembro-Dezembro Festas com datas confirmadas Dotação Dotação Despesas Empenhadas DESPESAS EXECUTADAS Liquidadas Inscritas em Saldo a Inicial Atualizada No Bimestre Até o Bimestre No Bimestre Até o Bimestre Restos a Pagar % % Executar Não Processados ((e+f)/total FUNÇÃO/SUBFUNÇÃO (a) (b) (c) (d) (e) (f) (e+f)) ((e+f)/a) (a-(e+f)) DESPESAS(EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS)(I) , , , , , , , , ,12 Legislativa , , , , , ,35 0,00 1,92 71, ,65 Ação Legislativa , , , , , ,35 0,00 1,92 71, ,65 Administração , , , , , , ,90 11,76 94, ,10 Administração Geral , , , , , , ,90 11,60 94, ,11 Administração Financeira , ,00 0, ,01 0, ,01 0,00 0,15 99,98 21,99 Assistência Social , , , , , , ,67 3,83 83, ,42 Assistência à Criança e ao Adolescente , , , , , , ,37 1,67 91, ,91 Assistência Comunitária , , , , , , ,30 2,16 78, ,51 Previdência Social , , , , , , ,89 3,09 84, ,66 Previdência do Regime Estatutário , , , , , , ,89 3,09 84, ,66 Saúde , , , , , , ,47 18,03 93, ,64 Atenção Básica , , , , , , ,47 13,68 92, ,24 Assistência Hospitalar e Ambulatorial , ,00 0, , , ,00 0,00 3,89 100,00 0,00 Vigilância Sanitária , , , , , ,77 0,00 0,39 95, ,23 Vigilância Epidemiológica , ,00-13, ,83 0, ,83 0,00 0,07 99,44 238,17 Educação , , , , , , ,40 24,74 87, ,73 Administração Geral , ,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0, ,00 Ensino Fundamental , , , , , , ,85 8,77 93, ,11 Ensino Médio , , , , , ,04 0,00 0,13 99,15 683,96 Ensino Profissional , ,00-879, , , ,47 0,00 0,10 96, ,53 Ensino Superior , , , , , ,91 0,00 0,84 98, ,09 Educação Infantil , , , , , , ,95 14,47 82, ,60 Educação de Jovens e Adultos , , , , , ,62 0,00 0,04 93, ,38 Educação Especial , , , , , ,23 994,60 0,24 96, ,17 Outros Encargos Especiais 0, , , , , ,11 0,00 0,15 81, ,89 Cultura , , , , , ,15 0,00 0,34 43, ,85 Difusão Cultural , , , , , ,15 0,00 0,34 43, ,85 Urbanismo , , , , , , ,61 20,42 91, ,92 Infra-Estrutura Urbana , , , , , ,49 0,00 9,78 85, ,54 Serviços Urbanos , , , , , , ,61 10,31 96, ,59 Energia Elétrica 0, , , ,21 0, ,21 0,00 0,33 90, ,79 Habitação 20,00 20,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 20,00 Habitação Urbana 20,00 20,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 20,00 Agricultura , , , , , , ,15 0,78 97, ,45 Extensão Rural , , , , , , ,15 0,78 97, ,45 Comércio e Serviços , , , , , , ,97 4,88 95, ,13 Turismo , , , , , , ,97 4,88 95, ,13 Transporte , , , , , , ,68 3,37 98, ,54 Transporte Rodoviário , , , , , , ,68 3,37 98, ,54 Desporto e Lazer , , , , , , ,60 0,88 90, ,88 Desporto Comunitário , , , , , , ,60 0,88 90, ,88 Encargos Especiais , , , , , ,85 0,00 5,97 99, ,15 Serviço da Dívida Interna , , , , , ,60 0,00 4,97 99, ,40 Outros Encargos Especiais , , , , , ,25 0,00 1,00 98, ,75 Reserva de Contingência , ,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0, ,00 Reserva de Contingência , ,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0, ,00 DESPESAS INTRA-ORÇAMENTÁRIAS (II) , , , , , ,38 0,00 2,62 95, ,62 TOTAL (III)=(I+II) , , , , , , , , ,74 R$ 1,00 08 barracas com cardápio típico das regiões homenageadas. A Festa das Nações acontece na praça Prefeito João Zelante. Já a Festa Italiana, que neste ano completa 26 edições está marcada para o feriado da Indepêndencia do Brasil, entre os dias 6, 7 e 8 de setembro. Um dos convidados para a área musical é Tony Angeli. Além disso, danças, manifestações culturais, música e muita comida da Itália marcam o evento. Os eventos fazem parte do calendário anual do município decretados pelo prefeito de Serra Negra.

9 09 Sexta-feira, 8 de março de Ano VI - n.º 327 DESPESAS(INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) , , , , , ,38 0,00 2,58 95, ,62 Administração , , , , , ,12 0,00 0,26 95, ,88 Administração Geral , , , , , ,12 0,00 0,26 95, ,88 Saúde , , , , , ,87 0,00 0,55 91, ,13 Atenção Básica , , , , , ,84 0,00 0,49 90, ,16 Vigilância Sanitária , , , , , ,03 0,00 0,05 99,97 8,97 Educação , , , , , ,21 0,00 0,65 95, ,79 Administração Geral , ,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0, ,00 Ensino Fundamental , , , , , ,65 0,00 0,16 83, ,35 Educação Infantil , , , , , ,56 0,00 0,49 99,84 494,44 Educação de Jovens e Adultos 1.000,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Urbanismo , , , , , ,98 0,00 0,05 83, ,02 Serviços Urbanos , , , , , ,98 0,00 0,05 83, ,02 Transporte , , , , , ,07 0,00 0,02 81, ,93 Transporte Rodoviário , , , , , ,07 0,00 0,02 81, ,93 Desporto e Lazer 8.500, , , , , ,86 0,00 0,01 81, ,14 Desporto Comunitário 8.500, , , , , ,86 0,00 0,01 81, ,14 Encargos Especiais , ,00 0, ,27 0, ,27 0,00 1,08 99,99 91,73 Serviço da Dívida Interna , ,00 0, ,27 0, ,27 0,00 1,08 99,99 91,73 TOTAL , , , , , ,38 0,00 2,58 95, ,62 FONTE: PRONIM RF - Responsabilidade Fiscal, 26/Fev/2013, 17h e 36m. Nota: Durante o exercício, somente as despesas liquidadas são consideradas executadas. No encerramento do exercício, as despesas não liquidadas inscritas em restos a pagar não processados são também consideradas executadas. Dessa forma, para maior transparência, as despesas executadas estão segregadas em: a) Despesas liquidadas, consideradas aquelas em que houve a entrega do material ou serviço, nos termos do art. 63 da Lei 4.320/64; b) Despesas empenhadas mas não liquidadas, inscritas em Restos a Pagar não processados, consideradas liquidadas no encerramento do exercício, por força do art.35, inciso II da Lei 4.320/64. RREO - ANEXO III(LRF, Art.53, inciso I) Prefeitura Municipal de Serra Negra - SP Relatório Resumido da Execução Orçamentária Demonstrativo da Receita Corrente Líquida Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social Janeiro/2012 a Dezembro/2012 EVOLUÇÃO DA RECEITA REALIZADA NOS ÚLTIMOS 12 MESES ESPECIFICAÇÃO Janeiro/2012 Fevereiro/2012 Março/2012 Abril/2012 Maio/2012 Junho/2012 (Últimos Atualizada Julho/2012 Agosto/2012 Setembro/2012 Outubro/2012 Novembro/2012 Dezembro/ Meses) 2012 RECEITAS CORRENTES (I) , , , , , , , , , , , , , ,00 Receita Tributária , , , , , , , , , , , , , ,00 Outras Receitas Tributárias , , , , , , , , , , , , , ,00 RECEITA DE CONTRIBUIÇÕES , , , , , , , , , , , , , ,00 RECEITA PATRIMONIAL , , , , , , , , , , , , , ,00 RECEITA DE SERVIÇOS , , , , , , , , , , , , , ,00 TRANSFERÊNCIAS CORRENTES , , , , , , , , , , , , , ,00 Outras Transferências Correntes , , , , , , , , , , , , , ,00 OUTRAS RECEITAS CORRENTES , , , , , , , , , , , , , ,00 DEDUÇÕES (II) , , , , , , , , , , , , , ,00 Contrib. para o Plano de Previdência do Servidor , , , , , , , , , , , , ,00 Dedução de Receitas para Formação do FUNDEB , , , , , , , , , , , , , ,00 RECEITA CORRENTE LÍQUIDA (I-II) , , , , , , , , , , , , , ,00 FONTE: PRONIM RF - Responsabilidade Fiscal, 26/Fev/2013, 17h e 40m. Prefeitura Municipal de Serra Negra-SP Relatório Resumido da Execução Orçamentária Demonstrativo das Receitas e Despesas Previdenciárias do Regime Próprio de Previdência dos Servidores Orçamento da Seguridade Social Janeiro a Dezembro 2012/Bimestre Novembro-Dezembro Total Previsão R$ 1,00 RREO - Anexo V (LRF, Art. 53, inciso II) RECEITAS REALIZADAS RECEITAS INICIAL ATUALIZADA No Bimestre Até o Bimestre/ Até o Bimestre/ RECEITAS PREV.- RPPS (EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS)(I) , , , , ,99 RECEITAS CORRENTES , , , , ,99 Receita de Contribuições dos Segurados , , , , ,77 Pessoal Civil , , , , ,77 Ativo , , , , ,77 Inativo - Pensionista - Pessoal Militar Ativo Inativo Pensionista Outras Receitas de Contribuições - Receita Patrimonial , , , , ,37 Receitas Imobiliárias - Receitas de Valores Mobiliários , , , , ,37 Outras Receitas Patrimoniais - Receita de Serviços - Outras Receitas Correntes , , , , ,85 Compensação Previdenciária do RGPS para o RPPS - Demais Receitas Correntes , , , , ,85 RECEITAS DE CAPITAL - Alienação de Bens, Direitos e Ativos - Amortização de Empréstimos - Outras Receitas de Capital - (-)DEDUÇÕES DA RECEITA - RECEITAS PREVIDENCIÁRIAS - RPPS (INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) (II) , , , , ,75 TOTAL DAS RECEITAS PREVIDENCIÁRIAS - RPPS (III)=(I+II) , , , , ,74 R$ 1,00

10 Sexta-feira, 8 de março de Ano VI - n.º DESPESAS PREVIDENCIÁRIAS-RPPS(EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) (IV) ADMINISTRAÇÃO Despesas Correntes Despesas de Capital PREVIDÊNCIA SOCIAL Pessoal Civil Aposentadorias Pensões Outros Benefícios Previdenciários Pessoal Militar Reformas Pensões Outros Benefícios Previdenciários Outras Despesas Previdenciárias Compensação Previdenciária do RPPS para o RGPS Demais Despesas Previdenciárias DESPESAS DESPESAS PREVIDENCIÁRIAS - RPPS (INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) (V) DESPESAS EXECUTADAS Em 2012 Em 2011 DOTAÇÃO DOTAÇÃO LIQUIDADAS INSCRITAS EM LIQUIDADAS INSCRITAS EM INICIAL ATUALIZADA No Bimestre Até o Bimestre RESTOS A Até o Bimestre RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS PAGAR NÃO PROCESSADOS , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , TOTAL DAS DESPESAS PREVIDENCIÁRIAS-RPPS (VI)=(IV+V) , , , , ,95 RESULTADO PREVIDENCIÁRIO-RPPS (VII)=(III-VI) , , , , ,79 APORTES DE RECURSOS PARA O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA DO SERVIDOR TOTAL DOS APORTES PARA O RPPS Plano Financeiro Recursos para Cobertura de Insuficiências Financeiras Recursos para Formação de Reserva Outros Aportes para o RPPS Plano Previdenciário Recursos para Cobertura de Déficit Financeiro Recursos para Cobertura de Déficit Atuarial Outros Aportes para o RPPS RECEITAS REALIZADAS INICIAL ATUALIZADA No Bimestre Até o Bimestre/ Até o Bimestre/ RESERVA ORÇAMENTÁRIA DO RPPS ORÇAMENTÁRIA VALOR - BENS E DIREITOS DO RPPS Nov/2012 PERÍODO DE REFERENCIA CAIXA , ,82 BANCOS CONTA MOVIMENTO , ,11 INVESTIMENTOS OUTROS BENS E DIREITOS , , , ,42 RECEITAS REALIZADAS RECEITAS INTRA-ORÇAMENTÁRIAS - RPPS INICIAL ATUALIZADA No Bimestre Até o Bimestre/ Até o Bimestre/ RECEITAS CORRENTES (VIII) , , , , ,75 Receita de Contribuições , , , , ,75 Patronal , , , , ,75 Pessoal Civil , , , , ,75 Ativo , , , , ,75 Inativo - Pensionista - Pessoal Militar Ativo Inativo Pensionista Para Cobertura de Déficit Atuarial - Em Regime de Débitos e Parcelamentos - Receita Patrimonial - Receita de Serviços - Outras Receitas Correntes , ,00 0, ,70 - RECEITAS DE CAPITAL (IX) - Alienação de Bens - Amortização de Empréstimos - Outras Receitas de Capital - DEDUÇÕES DA RECEITA (X) - TOTAL DAS RECEITAS PREVIDENCIÁRIAS INTRA-ORÇAMENTÁRIAS (XI)=(VIII+IX-X) , , , , ,75 DESPESAS EXECUTADAS Em 2012 Em 2011 DESPESAS INTRA-ORÇAMENTÁRIAS-RPPS DOTAÇÃO DOTAÇÃO LIQUIDADAS INSCRITAS EM LIQUIDADAS INSCRITAS EM INICIAL ATUALIZADA No Bimestre Até o Bimestre RESTOS A Até o Bimestre RESTOS A PAGAR NÃO PAGAR NÃO PROCESSADOS PROCESSADOS ADMINISTRAÇÃO - Despesas Correntes - Despesas de Capital - TOTAL DAS DESPESAS PREVIDENCIÁRIAS INTRA-ORÇAMENTÁRIAS (XIII)=(XII) - FONTE: PRONIM RF - Responsabilidade Fiscal, 26/Fev/2013, 17h e 42m. Nota: Durante o exercício, somente as despesas liquidadas são consideradas executadas. No encerramento do exercício, as despesas não liquidadas inscritas em restos a pagar não processados são também consideradas executadas. Dessa forma, para maior transparência, as despesas executadas estão segregadas em: a) Despesas liquidadas, consideradas aquelas em que houve a entrega do material ou serviço nos termos do art. 63 da Lei 4.320/64; b)despesas empenhadas mas não liquidadas, inscritas em Restos a Pagar não processados, consideradas liquidadadas no encerramento do exercício, por força do art. 35, inciso II da Lei 4.320/64.

11 11 Relatório Resumido da Execução Orçamentária Demonstrativo do Resultado Nominal Orçamentos Fiscal e Diário da Seguridade Oficial desocial Sexta-feira, 8 de março de Ano VI - n.º 327 S P Janeiro a Dezembro 2012/Bimestre Novembro-Dezembro RREO - ANEXO VI(LRF, art. 53, inciso III) R$ 1,00 SALDO DÍVIDA FISCAL LÍQUIDA Em 31/Dez/2011 Em 31/Out/2012 Em 31/Dez/2012 (a) (b) (c) DÍVIDA CONSOLIDADA (I) , , ,92 DEDUÇÕES(II) , , ,74 Disponibilidade de Caixa Bruta , , ,72 Demais Haveres Financeiros - (-)Restos a Pagar Processados (Exceto Precatórios) , , ,98 DÍVIDA CONSOLIDADA LÍQUIDA(III)=(I-II) RECEITA DE PRIVATIZAÇÕES(IV) PASSIVOS RECONHECIDOS(V) DÍVIDA FISCAL LÍQUIDA(VI)=(III+IV-V) , , , , , ,18 PERÍODO DE REFERÊNCIA RESULTADO NOMINAL No Bimestre (c-b) Até o Bimestre (c-a) VALOR , ,00 DISCRIMINAÇÃO DA META FISCAL META DE RESULTADO NOMINAL FIXADA NO ANEXO DE METAS FISCAIS DA LDO P/O EXERCÍCIO DE REFERÊNCIA VALOR CORRENTE ,00 REGIME PREVIDENCIÁRIO SALDO DÍVIDA FISCAL LÍQUIDA PREVIDENCIÁRIA Em 31/Dez/2011 Em 31/Out/2012 Em 31/Dez/2012 DÍVIDA CONSOLIDADA PREVIDENCIÁRIA(VII) - DEDUÇÕES(VIII) , , ,55 Disponibilidade de Caixa Bruta , , ,93 Investimentos - Demais Haveres Financeiros - (-)Restos a Pagar Processados 2.807, , ,38 DÍVIDA CONSOLIDADA LÍQUIDA PREVIDENCIÁRIA(IX)=(VII-VIII) PASSIVOS RECONHECIDOS(X) DÍVIDA FISCAL LÍQUIDA PREVIDENCIÁRIA(XI)=(IX-X) FONTE: PRONIM RF - Responsabilidade Fiscal, 26/Fev/2013, 17h e 43m , , , , , ,55 Prefeitura Municipal de Serra Negra-SP Relatório Resumido da Execução Orçamentária Demonstrativo do Resultado Primário Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social Janeiro a Dezembro 2012/Bimestre Novembro-Dezembro RREO - ANEXO VII(LRF, art. 53, inciso III) RECEITAS REALIZADAS RECEITAS PRIMÁRIAS ATUALIZADA No Bimestre Até o Bimestre/ Até o Bimestre/ RECEITAS PRIMÁRIAS CORRENTES(I) , , , ,62 RECEITA TRIBUTÁRIA , , , ,09 IPTU ISS ITBI IRRF , , , ,83 Outras Receitas Tributárias , , , ,26 Receita de Contribuição , , , ,79 Receita Previdenciária , , , ,52 Outras Contribuições , , , ,27 Receita Patrimonial Líquida , , , ,75 Receita Patrimonial , , , ,75 (-)Aplicações Financeiras Transferências Correntes , , , ,73 FPM ICMS Convênios Outras Transferências Correntes , , , ,73 Demais Receitas Correntes , , , ,26 Dívida Ativa , , , ,28 Diversas Receitas Correntes , , , ,98 RECEITAS DE CAPITAL(II) ,00 623, , ,37 Operações de Crédito(III) Amortização de Empréstimos(IV) Alienação de Bens(V) ,00 -

12 Sexta-feira, 8 de março de Ano VI - n.º RECEITAS REALIZADAS RECEITAS PRIMÁRIAS ATUALIZADA No Bimestre Até o Bimestre/ Até o Bimestre/ Transferências de Capital ,00 623, , ,37 Convênios ,00 623, , ,37 Outras Transferências de Capital Outras Receitas de Capital RECEITAS PRIMÁRIAS DE CAPITAL(VI)=(II-III-IV-V) ,00 623, , ,37 RECEITA PRIMÁRIA TOTAL(VII)=(I+VI) , , , ,99 DESPESAS EXECUTADAS Em 2012 Em 2011 DESPESAS PRIMÁRIAS DOTAÇÃO LIQUIDADAS INSCRITAS EM LIQUIDADAS INSCRITAS EM ATUALIZADA RESTOS A RESTOS A No Até o PAGAR NÃO Até o PAGAR NÃO Bimestre Bimestre PROCESSADOS Bimestre PROCESSADOS DESPESAS CORRENTES(VIII) , , , , , ,85 Pessoal e Encargos Sociais , , , , , ,46 Juros e Encargos da Dívida(IX) Outras Despesas Correntes , , , , , ,39 DESPESAS PRIMÁRIAS CORRENTES(X)=(VIII-IX) , , , , , ,85 DESPESAS DE CAPITAL(XI) , , , , ,53 Investimentos , , , , ,61 Inversões Financeiras Concessão de Empréstimos(XII) Aquisição Título de Capital Integralizado(XIII) Demais Inversões Financeiras Amortização da Dívida(XIV) , , , ,12 858,92 DESPESAS PRIMÁRIAS DE CAPITAL(XV)=(XI-XII-XIII-XIV) , , , , ,61 RESERVA DE CONTINGÊNCIA(XVI) ,00 - RESERVA DO RPPS(XVII) DESPESA PRIMÁRIA TOTAL(XVIII)=(X+XV+XVI+XVII) , , , ,03 RESULTADO PRIMÁRIO(XIX)=(VII-XVIII) , , , ,96 SALDOS DE EXERCÍCIOS ANTERIORES - DISCRIMINAÇÃO DA META FISCAL VALOR CORRENTE META DE RESULTADO PRIMÁRIO FIXADA NO ANEXO DE METAS FISCAIS DA LDO P/O EXERCÍCIO DE REFERÊNCIA ,00 FONTE: PRONIM RF - Responsabilidade Fiscal, 26/Fev/2013, 17h e 47m. Nota: Durante o exercício, somente as despesas liquidadas são consideradas executadas. No encerramento do exercício, as despesas não liquidadas inscritas em restos a pagar não processados são também consideradas executadas. Dessa forma, para maior transparência, as despesas executadas estão segregadas em: a) Despesas liquidadas, consideradas aquelas em que houve a entrega do material ou serviço nos termos do art. 63 da Lei 4.320/64; b)despesas empenhadas mas não liquidadas, inscritas em Restos a Pagar não processados, consideradas liquidadadas no encerramento do exercício, por força do art. 35, inciso II da Lei 4.320/64. Prefeitura Municipal de Serra Negra - SP Relatório Resumido da Execução Orçamentária Demonstrativo dos Restos a Pagar por Poder e Órgão Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social Janeiro a Dezembro 2012/Bimestre Novembro-Dezembro RREO - ANEXO IX(LRF, Art.53, inciso V) R$ 1,00 RESTOS A PAGAR PROCESSADOS E NÃO PROCESSADOS LIQUIDADOS RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS PODER/ÓRGÃO Inscritos Inscritos Em Exercícios Em 31 de Pagos Cancelados Saldo Em Exercícios Em 31 de Liquidados Pagos Cancelados Saldo Anteriores dezembro de 2011 Anteriores dezembro de 2011 RESTOS A PAGAR(EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIOS)(I) EXECUTIVO Executivo , ,16 - EXECUTIVO , ,56 - Executivo , ,12 - EXECUTIVO , , , , , , , , , , ,76 SERV PREVID. SOC. FUNC. MUN. - 90,00 90, , ,46 SUBTOTAL , , , , , , , , , , ,22 LEGISLATIVO LEGISLATIVO - SUBTOTAL - TOTAL(I) , , , , , , , , , , ,22 RESTOS A PAGAR(INTRA-ORÇAMENTÁRIOS) (II) EXECUTIVO Executivo , ,19 - EXECUTIVO 32, , ,42 32,98 - SUBTOTAL , , , ,17 - LEGISLATIVO LEGISLATIVO - SUBTOTAL - TOTAL(II) , , , ,17 - TOTAL(III) = (I)+(II) , , , , , , , , , , ,22 FONTE: PRONIM RF - Responsabilidade Fiscal, 26/Fev/2013, 17h e 48m.

13 13 Sexta-feira, 8 de março de Ano VI - n.º 327 Prefeitura Municipal de Serra Negra - SP Relatório Resumido da Execução Orçamentária Demonstrativo das Receitas e Despesas com Manutenção e Desenvolvimento do Ensino - MDE Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social Janeiro a Dezembro 2012/Bimestre Novembro-Dezembro RREO - ANEXO X(LDB, art. 72) RECEITAS DO ENSINO RECEITAS REALIZADAS RECEITA RESULTANTE DE IMPOSTOS (caput do art. 212 da Constituição) INICIAL ATUALIZADA No Bimestre Até o Bimestre % (a) (b) (c)=(b/a)x100 1-RECEITAS DE IMPOSTOS , , , ,31 91, Receita Resultante do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana - IPTU , , , ,15 85, IPTU , , , ,84 95, Multas, Juros de Mora e Outros Encargos do IPTU , , , ,35 94, Dívida Ativa do IPTU , , , ,82 41, Multas, Juros de Mora, Atualização Monetária e Outros Encargos da Dívida Ativa do IPTU , , , ,55 23, (-) Deduções da Receita do IPTU , , ,41 141, Receita Resultante do Imposto sobre Transmissão Inter Vivos - ITBI , , , ,18 145, ITBI , , , ,98 140, Multas, Juros de Mora e Outros Encargos do ITBI 3.620, , , , , Dívida Ativa do ITBI Multas, Juros de Mora, Atualização Monetária e Outros Encargos da Dívida Ativa do ITBI (-) Deduções da Receita do ITBI 1.3-Receita Resultante do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza - ISS , , , ,92 102, ISS , , , ,52 106, Multas, Juros de Mora e Outros Encargos do ISS 7.240, ,00 855, ,59 157, Dívida Ativa do ISS , , , ,25 19, Multas, Juros de Mora, Atualização Monetária e Outros Encargos da Dívida Ativa do ISS 4.660, , , ,56 75, (-) Deduções da Receita do ISS 830,00 830, Receita Resultante do Imposto de Renda Retido na Fonte - IRRF , , , ,06 97, IRRF , , , ,06 97, Multas, Juros de Mora e Outros Encargos do IRRF Dívida Ativa do IRRF Multas, Juros de Mora, Atualização Monetária e Outros Encargos da Dívida Ativa do IRRF (-) Deduções da Receita do IRRF 1.5-Receita Resultante do Imposto Territorial Rural - ITR (CF, art º, inciso III) ITR Multas, Juros de Mora e Outros Encargos do ITR Dívida Ativa do ITR Multas, Juros de Mora, Atualização Monetária e Outros Encargos da Dívida Ativa do ITR (-) Deduções da Receita do ITR RECEITAS REALIZADAS RECEITA RESULTANTE DE IMPOSTOS (caput do art. 212 da Constituição) INICIAL ATUALIZADA No Bimestre Até o Bimestre % (a) (b) (c)=(b/a)x100 2-RECEITAS DE TRANSFERÊNCIAS CONSTITUCIONAIS E LEGAIS , , , ,95 104, Cota-Parte FPM Parcela referente à CF, art. 159, I, alinea b Parcela referente à CF, art. 159, I, alinea d 2.2-Cota-Parte ICMS , , , ,74 104, ICMS-Desoneração - L.C. nº 87/ , , , ,48 80, Cota-Parte IPI-Exportação , , , ,35 97, Cota-Parte ITR , , , ,34 93, Cota-Parte IPVA , , , ,04 102, Cota-Parte IOF-Ouro 3-TOTAL DA RECEITA DE IMPOSTOS (1+2) , , , ,26 96,35 RECEITAS REALIZADAS RECEITAS ADICIONAIS PARA FINANCIAMENTO DO ENSINO INICIAL ATUALIZADA No Bimestre Até o Bimestre % (a) (b) (c)=(b/a)x RECEITA DA APLICAÇÃO FINANCEIRA DE OUTROS RECURSOS DE IMPOSTOS VINCULADOS AO ENSINO , ,00 475, ,22 83, RECEITA DE TRANSFERÊNCIAS DO FNDE , , , ,50 169, Transferências do Salário-Educação , , , ,21 123, Outras Transferências do FNDE , , , ,70 441, Aplicação Financeira dos Recursos do FNDE , , , ,59 65, RECEITA DE TRANSFERÊNCIAS DE CONVÊNIOS , , , ,15 177, Transferências de Convênios , , , ,76 179, Aplicação Financeira dos Recursos de Convênios , ,00 626, ,39 64, RECEITA DE OPERAÇÕES DE CRÉDITO 8 - OUTRAS RECEITAS PARA FINANCIAMENTO DO ENSINO 9 - TOTAL DAS RECEITAS ADICIONAIS PARA FINANCIAMENTO DO ENSINO ( ) , , , ,87 172,53 R$ 1,00 FUNDEB RECEITAS REALIZADAS RECEITAS DO FUNDEB INICIAL ATUALIZADA No Bimestre Até o Bimestre % (a) (b) (c)=(b/a)x RECEITAS DESTINADAS AO FUNDEB , , , ,01 97, Cota-Parte FPM Destinada ao FUNDEB-(0% de 2.1.1) , , , ,05 92, Cota-Parte ICMS Destinada ao FUNDEB-(0% de 2.2) , , , ,75 104, ICMS-Desoneração Destinada ao FUNDEB-(0% de 2.3) , , , ,30 73, Cota-Parte IPI-Exportação Destinada ao FUNDEB-(0% de 2.4) , , Cota-Parte ITR ou ITR Arrecadado Destinados ao FUNDEB-(0% de ( ) 6.210, , , ,30 93, Cota-Parte IPVA Destinada ao FUNDEB-(0% de 2.6) , , , ,61 101, RECEITAS RECEBIDAS DO FUNDEB , , , ,07 104, Transferências de Recursos do FUNDEB , , , ,46 104, Complementação da União ao FUNDEB Receita de Aplicação Financeira dos Recursos do FUNDEB , , , ,61 79, RESULTADO LÍQUIDO DAS TRANSFERÊNCIAS DO FUNDEB( )¹ , , , ,45-16,96 [SE RESULTADO LÍQUIDO DA TRANSFERÊNCIA (12) > 0] = ACRÉSCIMO RESULTANTE DAS TRANSFERÊNCIAS DO FUNDEB [SE RESULTADO LÍQUIDO DA TRANSFERÊNCIA (12) < 0] = DECRÉSCIMO RESULTANTE DAS TRANSFERÊNCIAS DO FUNDEB

14 Sexta-feira, 8 de março de Ano VI - n.º DESPESAS DO FUNDEB 13-PAGAMENTO DOS PROFISSIONAIS DO MAGISTÉRIO 13.1-Com Educação Infantil 13.2-Com Ensino Fundamental 14-OUTRAS DESPESAS 14.1-Com Educação Infantil 14.2-Com Ensino Fundamental 15-TOTAL DAS DESPESAS DO FUNDEB(13+14) DESPESAS EXECUTADAS DOTAÇÃO DOTAÇÃO LIQUIDADAS INSCRITAS EM INICIAL ATUALIZADA No Bimestre Até o Bimestre RESTOS A PAGAR % NÃO PROCESSADOS (d) (e) (f) (g)=((e+f)/d)x , , , ,89-99, , , , ,89-99, , , , , ,20 69, , , , ,30-70, , , , , ,20 67, , , , , ,20 90,13 DEDUÇÕES PARA FINS DE LIMITE DO FUNDEB PARA PAGAMENTO DOS PROFISSIONAIS DO MAGISTÉRIO VALOR 16-RESTOS A PAGAR INSCRITOS NO EXERCÍCIO SEM DISPONIBILIDADE FINANCEIRA DE RECURSOS DO FUNDEB - 17-DESPESAS CUSTEADAS COM O SUPERÁVIT FINANCEIRO DO EXERCÍCIO ANTERIOR DO FUNDEB - 18-TOTAL DAS DEDUÇÕES CONSIDERADAS PARA FINS DE LIMITE DO FUNDEB (16+17) - 19-MÍNIMO DE 60% DO FUNDEB NA REMUNERAÇÃO DO MAGISTÉRIO COM EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL¹ ((13-18)/(11)X100)% 76,21 CONTROLE DA UTILIZAÇÃO DE RECURSOS NO EXERCÍCIO SUBSEQUENTE VALOR 20-RECURSOS RECEBIDOS DO FUNDEB EM 2011 QUE NÃO FORAM UTILIZADOS 4.165,45 21-DESPESAS CUSTEADAS COM O SALDO DO ITEM 20 ATÉ O 1º TRIMESTRE DE 2012² MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO - DESPESAS CUSTEADAS COM A RECEITA RESULTANTE DE IMPOSTOS E RECURSOS DO FUNDEB RECEITAS REALIZADAS RECEITAS COM AÇÕES TÍPICAS DE MDE INICIAL ATUALIZADA No Bimestre Até o Bimestre % (a) (b) (c)=(b/a)x IMPOSTOS E TRANSFERÊNCIAS DESTINADAS À MDE (25% de 3)³ , , , ,57 96,35 DESPESAS COM AÇÕES TÍPICAS DE MDE 23-EDUCAÇÃO INFANTIL 23.1-Despesas Custeadas com Recursos do FUNDEB 23.2-Despesas Custeadas com Outros Recursos de Impostos 24-ENSINO FUNDAMENTAL 24.1-Despesas Custeadas com Recursos do FUNDEB 24.2-Despesas Custeadas com Outros Recursos de Impostos 25-ENSINO MÉDIO 26-ENSINO SUPERIOR 27-ENSINO PROFISSIONAL NÃO INTEGRADO AO ENSINO REGULAR 28-OUTRAS 29-TOTAL DAS DESPESAS COM AÇÕES TÍPICAS DE MDE ( ) DESPESAS EXECUTADAS DOTAÇÃO DOTAÇÃO LIQUIDADAS INSCRITAS EM INICIAL ATUALIZADA No Bimestre Até o Bimestre RESTOS A PAGAR % NÃO PROCESSADOS (d) (e) (f) (g)=((e+f)/d)x , , , , ,95 92, , , , ,30-70, , , , , ,95 97, , , , , ,45 96, , , , , ,20 96, , , , , ,25 97, , , , ,04-99, , , , ,91-98, , , , ,47-96, , , , , ,40 94,77 DEDUÇÕES/ADIÇÕES CONSIDERADAS PARA FINS DE LIMITE CONSTITUCIONAL VALOR 30-RESULTADO LÍQUIDO DAS TRANSFERÊNCIAS DO FUNDEB = (12) ,45 31-DESPESAS CUSTEADAS COM A COMPLEMENTAÇÃO DO FUNDEB NO EXERCÍCIO - 32-RECEITA DE APLICAÇÃO FINANCEIRA DOS RECURSOS DO FUNDEB ATÉ O BIMESTRE = (50h) ,61 33-DESPESAS CUSTEADAS COM O SUPERÁVIT FINANCEIRO, DO EXERCÍCIO ANTERIOR, DO FUNDEB - 34-DESPESAS CUSTEADAS COM O SUPERÁVIT FINANCEIRO, DO EXERCÍCIO ANTERIOR DE OUTROS RECURSOS DE IMPOSTOS - 35-RESTOS A PAGAR INSCRITOS NO EXERCÍCIO SEM DISPONIBILIDADE FINANCEIRA DE RECURSOS DE IMPOSTOS VINCULADOS AO ENSINO ,23 36-CANCELAMENTO, NO EXERCÍCIO, DE RESTOS A PAGAR INSCRITOS COM DISPONIBILIDADE FINANCEIRA DE RECURSOS DE IMPOSTOS VINCULADOS AO ENSINO = (46g) - 37-TOTAL DAS DEDUÇÕES CONSIDERADAS PARA FINS DE LIMITE CONSTITUCIONAL ( ) ,29 38-TOTAL DAS DESPESAS PARA FINS DE LIMITE ((23+24) -(37)) ,68 39-MÍNIMO DE 25% DAS RECEITAS RESULTANTES DE IMPOSTOS EM MDE 5 ((38)/(3)X100)% 44,04 OUTRAS INFORMAÇÕES PARA CONTROLE DESPESAS EXECUTADAS DOTAÇÃO DOTAÇÃO LIQUIDADAS INSCRITAS EM OUTRAS DESPESAS CUSTEADAS COM RECEITAS ADICIONAIS PARA FINANCIAMENTO DO ENSINO INICIAL ATUALIZADA No Bimestre Até o Bimestre RESTOS A PAGAR % NÃO PROCESSADOS (d) (e) (f) (g)=((e+f)/d)x DESPESAS CUSTEADAS COM A APLICAÇÃO FINANCEIRA DE OUTROS RECURSOS DE IMPOSTOS VINCULADOS AO ENSINO - 41-DESPESAS CUSTEADAS COM A CONTRIBUIÇÃO SOCIAL DO SALÁRIO EDUCAÇÃO - 42-DESPESAS CUSTEADAS COM OPERAÇÕES DE CRÉDITO - 43-DESPESAS CUSTEADAS COM OUTRAS RECEITAS PARA FINANCIAMENTO DO ENSINO , , , ,98-86,52 44-TOTAL DAS OUTRAS DESPESAS CUSTEADAS COM RECEITAS ADICIONAIS PARA FINANCIA- MENTO DO ENSINO ( ) , , , ,98-86,52 45-TOTAL GERAL DAS DESPESAS COM MDE (29+44) , , , , ,40 93,86 RESTOS A PAGAR INSCRITOS COM DISPONIBILIDADE FINANCEIRA SALDO ATÉ O BIMESTRE CANCELADO EM 2012 DE RECURSOS DE IMPOSTOS VINCULADOS AO ENSINO (g) 46-RESTOS A PAGAR DE DESPESAS COM MDE 47-SALDO FINANCEIRO EM 31 DE DEZEMBRO DE (+)INGRESSO DE RECURSOS ATÉ O BIMESTRE 49-(-)PAGAMENTOS EFETUADOS ATÉ O BIMESTRE 50-(+)RECEITA DE APLICAÇÃO FINANCEIRA DOS RECURSOS ATÉ O BIMESTRE FLUXO FINANCEIRO DOS RECURSOS 51-(=)SALDO FINANCEIRO NO EXERCÍCIO ATUAL FONTE: PRONIM RF - Responsabilidade Fiscal, 26/Fev/2013, 17h e 49m. ¹Limites mínimos anuais a serem cumpridos no encerramento do exercício. ²Art. 21, 2º, Lei /2007: "Até 5% dos recursos recebidos à conta dos Fundos, inclusive relativos à complementação da União recebidos nos termos do 1º do art. 6º desta Lei, poderão ser utilizados no 1º trimestre do exercício imediatamente subsequente, mediante abertura de crédito adicional." ³Caput do artigo 212 da CF/ Os valores referentes à parcela dos Restos a Pagar inscritos sem disponibilidade financeira vinculada à educação deverão ser informados somente no RREO do último bimestre do exercício. 5 Limites mínimos anuais a serem cumpridos no encerramento do exercício, no âmbito de atuação prioritária, conforme LDB, art.121,v. VALOR FUNDEB (h) , , , , ,46 FUNDEF

15 15 Sexta-feira, 8 de março de Ano VI - n.º 327 Prefeitura Municipal de Serra Negra - SP Relatório Resumido da Execução Orçamentária Demonstrativo das Receitas de Operações de Crédito e Despesas de Capital Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social Janeiro a Dezembro 2012/Bimestre Novembro-Dezembro LRF, art.53, 1º, Inciso I Anexo XI R$ 1,00 RECEITAS SALDO NÃO ATUALIZADA REALIZADAS REALIZADO RECEITAS Até o Bimestre (a) (b) (c)=(a-b) RECEITAS DE OPERAÇÕES DE CRÉDITO (I) - DESPESAS DESPESAS DE CAPITAL (-)Incentivos Fiscais a Contribuinte (-)Incentivos Fiscais a Contribuinte por Instituições Financeiras DESPESAS DE CAPITAL LÍQUIDA (II) DESPESAS EXECUTADAS Até o Bimestre INSCRITAS EM DOTAÇÃO LIQUIDADAS RESTOS A SALDO NÃO ATUALIZADA PAGAR NÃO EXECUTADO PROCESSADOS (d) (e) (f) (g)=(d)-(e+f) , , , , , ,70 RESULTADO PARA APURAÇÃO DA REGRA DE OURO (III)=(I-II) , , ,70 FONTE: PRONIM RF - Responsabilidade Fiscal, 26/Fev/2013, 17h e 50m. ¹ Nota: Durante o exercício, somente as despesas liquidadas são consideradas executadas. No encerramento do exercício, as despesas não liquidadas inscritas em restos a pagar não processados são também consideradas executadas. Dessa forma, para maior transparência, as despesas executadas estão segregadas em: a) Despesas liquidadas, consideradas aquelas em que houve a entrega do material ou serviço nos termos do art. 63 da Lei 4.320/64; b)despesas empenhadas mas não liquidadas, inscritas em Restos a Pagar não processados, consideradas liquidadadas no encerramento do exercício, por força do art. 35, inciso II da Lei 4.320/64. Prefeitura Municipal de Serra Negra-SP Relatório Resumido da Execução Orçamentária Demonstrativo da Receita de Impostos e das Despesas Próprias com Saúde Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social Janeiro a Dezembro 2012/Bimestre Novembro-Dezembro RREO - ANEXO XVI(ADCT, Art.77) R$ 1,00 RECEITAS REALIZADAS RECEITAS INICIAL ATUALIZADA Jan a Dez 2012 % (a) (b) (b/a) RECEITAS DE IMPOSTOS E TRANSFERÊNCIAS CONSTITUCIONAIS E LEGAIS (I) , , ,50 96,44 Impostos , , ,59 98,06 Multas, Juros de Mora e Dívida Ativa dos Impostos , , ,72 38,02 Receitas de Transferências Constitucionais e Legais , , ,19 100,01 Da União , , ,06 96,56 Do Estado , , ,13 104,25 TRANSFERÊNCIA DE RECURSOS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE-SUS (II) , , ,67 111,01 Da União para o Município , , ,94 111,88 Do Estado para o Município , , ,73 97,73 Demais Municípios para o Município - - Outras Receitas do SUS - - RECEITAS DE OPERAÇÕES DE CRÉDITO VINCULADAS À SAÚDE (III) - - OUTRAS RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS , , ,52 58,74 (-)DEDUÇÃO PARA O FUNDEB , , ,95 97,43 TOTAL , , ,74 97,02 DESPESAS COM SAÚDE (Por Grupo de Natureza da Despesa) DESPESAS CORRENTES PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA OUTRAS DESPESAS CORRENTES DESPESAS DE CAPITAL INVESTIMENTOS INVERSÕES FINANCEIRAS AMORTIZAÇÃO / REFINANCIAMENTO DA DÍVIDA TOTAL (IV) DESPESAS EXECUTADAS DOTAÇÃO DOTAÇÃO LIQUIDADAS INSCRITAS EM % INICIAL ATUALIZADA Jan a Dez 2012 RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS (c) (d) (e) ((d+e)/(c)) , , , ,47 96, , , ,72-95, , , , ,47 96, , , ,48-93, , , ,48-93, , , , ,47 96,41 DESPESAS EXECUTADAS DOTAÇÃO DOTAÇÃO LIQUIDADAS INSCRITAS EM %

16 Sexta-feira, 8 de março de Ano VI - n.º DESPESAS PRÓPRIAS COM AÇÕES E SERVIÇOS PÚBLICOS DE SAÚDE DESPESAS COM SAÚDE (V) = (IV) (-)DESPESAS COM INATIVOS E PENSIONISTAS INICIAL ATUALIZADA Jan a Dez 2012 RESTOS A PAGAR ((e+f)/ NÃO PROCESSADOS despesas (e) (f) com saúde) , , , ,47 100, , , , ,33 16, , , , ,33 16, (-)DESPESAS CUSTEADAS COM OUTROS RECURSOS DESTINADOS À SAÚDE Recursos de Transferência do Sistema Único de Saúde-SUS Recursos de Operações de Crédito Outros Recursos (-)RP INSCRITOS NO EXERCÍCIO SEM DISPONIBILIDADE FINANCEIRA VINCULADA DE RECURSOS PRÓPRIOS¹ ,22 4,64 TOTAL DAS DESPESAS PRÓPRIAS COM AÇÕES E SERVIÇOS PÚBLICOS DE SAÚDE (VI) , , ,04 78,44 CONTROLE DE RESTOS A PAGAR INSCRITOS EM EXERCÍCIOS ANTERIORES VINCULADOS À SAÚDE RP DE DESPESAS PRÓPRIAS COM AÇÕES E SERVIÇOS PÚBLICOS DE SAÚDE COMPENSAÇÃO DE RESTOS A PAGAR CANCELADOS EM 2012(VII) - RESTOS A PAGAR Inscritos em 31 de dezembro de 2011 Cancelados em 2012 (h) - - PARTICIPAÇÃO DAS DESPESAS COM AÇÕES E SERVIÇOS PÚBLICOS DE SAÚDE NA RECEITA DE IMPOSTOS E TRANSFERÊNCIAS CONSTITUCIONAIS E LEGAIS - LIMITE CONSTITUCIONAL 15%² ((VI-VII)/I) 21,34 DESPESAS EXECUTADAS DOTAÇÃO DOTAÇÃO LIQUIDADAS INSCRITAS EM % DESPESAS COM SAÚDE INICIAL ATUALIZADA Jan a Dez 2012 RESTOS A PAGAR (Por Subfunção) NÃO PROCESSADOS ((i+j)/ (i) (j) (total (i+j))) Atenção Básica , , , ,47 76,30 Assistência Hospitalar e Ambulatorial , , ,00-20,94 Vigilância Sanitária , , ,80-2,38 Vigilância Epidemiológica , , ,83-0,37 Outras Subfunções TOTAL , , , ,47 100,00 (-)DESPESAS COM INATIVOS E PENSIONISTAS - (-)DESPESAS CUSTEADAS COM OUTROS RECURSOS DESTINADOS À SAÚDE , , , ,33 16,92 Recursos de Transferências do Sistema Único de Saúde-SUS , , , ,33 16,92 Recursos de Operações de Crédito - Outros Recursos - (-)RP INSCRITOS NO EXERCÍCIO SEM DISPONIBILIDADE FINANCEIRA VINCULADA DE RECURSOS PRÓPRIOS¹ ,22 4,64 DESPESAS COM AÇÕES E SERVIÇOS PÚBLICOS DE SAÚDE , , ,04 78,44 FONTE: PRONIM RF - Responsabilidade Fiscal, 26/Fev/2013, 17h e 54m. ¹ Essa linha apresentará valor somente no Relatório Resumido da Execução Orçamentária do último bimestre do exercício. ² Limite anual mínimo a ser cumprido no encerramento do exercício. Nota: Durante o exercício, somente as despesas liquidadas são consideradas executadas. No encerramento do exercício, as despesas não liquidadas inscritas em restos a pagar não processados são também consideradas executadas. Dessa forma, para maior transparência, as despesas executadas estão segregadas em: a) Despesas liquidadas, consideradas aquelas em que houve a entrega do material ou serviço nos termos do art. 63 da Lei 4.320/64; b) Despesas empenhadas mas não liquidadas, inscritas em Restos a Pagar não processados, consideradas liquidadadas no encerramento do exercício, por força do art. 35, inciso II da Lei 4.320/64. ISS & TAXAS 2013 Srs. Contribuintes, Informamos a V. Senhorias que estamos atualizando os endereços de correspondência dos carnês de ISS & TAXAS 2013,uma vez que estaremos realizando os procedimentos administrativos para emissão,impressão e postagem dos referidos carnês. Os dados corretos evitam transtornos e o contribuinte recebe o carnê na comodidade do endereço informado,tal procedimento pode ser concretizado no Setor de Tributação de 2ª a 6ª feira das 13:00 as 18:00 ou através do site da Prefeitura Municipal em Secretaria Municipal da Fazenda clicando no ícone Atualização Corresp. Mobiliário. ÚLTIMO DIA PARA ALTERAÇÃO:- 08/03/2013. Agradecemos a atenção e colocamo-nos a disposição, Secretaria Municipal da Fazenda Oficinas e sessões de cinema acontecem Com parceira do Museu da Imagem e do Som da secretaria de Cultura do Governo do Estado de São Paulo e prefeitura de Serra Negra, na próxima terça-feira, (12), ocorre no palácio Primavera a oficina Luz, Câmera e Ficção, voltada a aficcionados em fotografia,imagem e som. As inscrições gratuitas devem ser realizadas no mercado municipal Pedro Salomão, situado na praça XV de Novembro, S/N sede da secretaria de Educação e Cultura. Na próxima semana, também no palácio Primavera, tem início o Mini Festival Argentino de cinema, com exibição a partir das 19 horas. A programação de filmes portenhos acontece nos dias 14, 21 e 28 de março. Também é possível agendar sessões fechadas para grupos e escolas interessadas. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones ou Na sede dos eventos, também está acontecendo a exposição da artista Beth Canavarro até o dia 31 de março.

17 Sexta-feira, 8 de março de Ano VI - n.º Prefeitura Municipal de Serra Negra - SP Relatório Resumido da Execução Orçamentária Demonstrativo Simplificado do Relatório Resumido da Execução Orçamentária Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social Janeiro a Dezembro 2012/Bimestre Novembro-Dezembro LRF, Art Anexo XVIII 1 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO No bimestre Até o bimestre RECEITAS Previsão Inicial da Receita ,00 Previsão Atualizada da Receita ,00 Receitas Realizadas , ,14 Déficit Orçamentário - Saldos de Exercícios Anteriores(Utilizados para Créditos Adicionais) - 0,00 DESPESAS Dotação Inicial ,00 Créditos Adicionais ,46 Dotação Atualizada ,46 Despesas Empenhadas , ,72 Despesas Executadas , ,72 Liquidadas Inscritas em Restos a Pagar Não Processados , , ,34 Superávit Orçamentário ,42 DESPESAS POR FUNÇÃO/SUBFUNÇÃO No bimestre Até o bimestre Despesas Empenhadas , ,72 Despesas Executadas , ,72 Liquidadas , ,38 Inscritas em Restos a Pagar Não Processados ,34 RECEITA CORRENTE LÍQUIDA - RCL Até o bimestre Receita Corrente Líquida ,64 RECEITAS E DESPESAS DOS REGIMES DE PREVIDÊNCIA No bimestre Até o bimestre Regime Próprio de Previdência Social dos Servidores Públicos Receitas Previdenciárias Realizadas(IV) , ,49 Despesas Previdenciárias Executadas(V) Liquidadas Inscritas em Restos a Pagar Não Processados , , ,44 Resultado Previdenciário (VI)=(IV-V) , ,60 Meta Fixada no Resultado Apurado % em Relação a Meta Anexo de Metas Até o Bimestre RESULTADOS NOMINAL E PRIMÁRIO Fiscais da LDO (a) (b) (b/a) Resultado Nominal , ,00-447,62 Resultado Primário , ,29 133,69 RESTOS A PAGAR POR PODER E MINISTÉRIO PÚBLICO Inscrição Cancelamento Pagamento Saldo até o bimestre até o bimestre a Pagar RESTOS A PAGAR PROCESSADOS , , , ,57 Poder Executivo , , , ,57 Poder Legislativo 0,00 0,00 0,00 0,00 RESTOS A PAGAR NÃO-PROCESSADOS , , , ,22 Poder Executivo , , , ,22 Poder Legislativo 0,00 0,00 0,00 0,00 TOTAL , , , ,79

18 18 Sexta-feira, 8 de março de Ano VI - n.º 327 Limites Constitucionais Anuais DESPESAS COM AÇÕES TÍPICAS DE MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO Valor Apurado % Mínimo a % Aplicado Até o MÍNIMO ANUAL DE 25% DAS RECEITAS RESULTANTES DE IMPOSTOS Até o Bimestre Aplicar no Exercício Bimestre NA MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO 25% Liquidadas Inscritos em Restos a Pagar Não Processados MÍNIMO ANUAL DE 60% DO FUNDEB NA REMUNERAÇÃO DO MAGISTÉRIO , ,40 29,82 0,13 COM EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL 60% Liquidadas Inscritos em Restos a Pagar Não Processados ,89 0,00 76,21 0,00 RECEITAS DE OPERAÇÕES DE CRÉDITO E DESPESAS DE CAPITAL Valor apurado até o bimestre Saldo Não Realizado Receitas de Operações de Crédito 0,00 0,00 Despesa de Capital Líquida , ,70 PROJEÇÃO ATUARIAL DOS REGIMES DE PREVIDÊNCIA Exercício 10º Exercício 20º Exercício 35º Exercício Regime Próprio de Previdência Social dos Servidores Públicos Receitas Previdenciárias (IV) , , , ,42 Despesas Previdenciárias (V) , , , ,90 Resultado Previdenciário (IV-V) , , , ,48 RECEITA DA ALIENAÇÃO DE ATIVOS E APLICAÇÃO DOS RECURSOS Valor apurado até o bimestre Saldo a Realizar Receita de Capital Resultante da Alienação de Ativos , ,00 Aplicação dos Recursos da Alienação de Ativos 0,00 0,00 Valor Apurado Limite Constitucional Anual DESPESAS COM AÇÕES E SERVIÇOS PÚBLICOS DE SAÚDE Até o Bimestre % Mínimo a Aplicar no exercicio % Aplicado Até o Bimestre Despesas Próprias com Ações e Serviços Públicos de Saúde ,04 15% 21,34 Liquidado Inscritos em Restos a Pagar Não Processados , ,14 DESPESAS DE CARÁTER CONTINUADO DERIVADAS DE PPP Total das Despesas/RCL (%) FONTE: PRONIM RF - Responsabilidade Fiscal, 26/Fev/2013, 18h e 04m. Nota: Durante o exercício, somente as despesas liquidadas são consideradas executadas. No encerramento do exercício, as despesas não liquidadas inscritas em restos a pagar não processados são também consideradas executadas. Dessa forma, para maior transparência, as despesas executadas estão segregadas em: a) Despesas liquidadas, consideradas aquelas em que houve a entrega do material ou serviço nos termos do art. 63 da Lei 4.320/64; b) Despesas empenhadas mas não liquidadas, inscritas em Restos a Pagar não processados, consideradas liquidadadas no encerramento do exercício, por força do art. 35, inciso II da Lei 4.320/64. Valor Apurado no Exercício Corrente Procura pelo EJA cresceu mais de 30% O EJA Ensino de Jovens e Adultos, da prefeitura de Serra Negra conta com 38 alunos. O número de alunos é 30% maior do que o ano passado. Em 2013, por determinação do prefeito e do vice prefeito, as aulas passaram a ser ministradas na EMEB Maestro Fioravante Lugli o antigo CTP. Os grupos são dividos em 1º tempo, com alunos do primeiro e segundo ano e 2º tempo, com alunos de terceiro e quarto ano. De acordo com a professora responsável pelo EJA, o foco do aluno do EJA é aprender a ler e escrever para realizar coisas simples, como a leitura ou mesmo tirar a CNH Carteira Nacional de Habilitação. Um dos alunos neste perfil é José Rodivaldo Baldini, (38). Pratico com tratores e caminhões ele tem esse objetivo para tirar a Habilitação. A escola está muito boa. Tirando a carta (CNH), poderei trabalhar e melhorar a minha renda, disse. A professora responsável informou e o prefeito e o vice prefeito deram à escola todas as condições para que os alunos possam estar aprendendo. Temos alimentação para eles, professores qualificados e o tranporte gratuito que leva e traz o aluno na porta de casa. Temos alunos que delocam mais de 15 quilômetros para o EJA, disse. Maria Madalena Miam, de 66 anos, é transportada até as Três Barras, a 7 quilômetros do Centro da cidade. Ela quer aprender a ler e escrever para utilizar no dia a dia a pratica. Para você pegar um ônibus é necessário ler. Tomar um remédio também. Essa oportunidade é muito boa. Além disso, temos alimentação, transporte e professores capacitados, finalizou Maria. Ainda há vagas para o EJA. O interessado pode ir pessoalmente na EMEB da avenida Juca Preto, ou ter mais informações pelo telefone

19 Sexta-feira, 8 de março de Ano VI - n.º Quintas da Serra e Unidos Serranos chegam ao G4 DATA HOR. JOGO 19/2 20h00 BMD 9x2 Grêmio Serrano 19/2 21h00 Quintas da Serra 8x2 Bar do Ézio 21/2 19h30 Amigos do Campo do Sete 3x3 Unidos Serrano 21/2 20h30 Paulistinha 3x2 BMD 21/2 21h30 Grêmio Serrano 6x4 Bar do Ézio 26/2 20h00 BMD 2x2 Amigos do Campo do Sete Na noite de ontem, (5), a Copa Quarentão de Futebol Society, da prefeitura de Serra Negra, contou com duas partidas. As vitorias do Quintas da Serra e do Unidos Serranos mudaram a tabua de classificação e embolaram de vez a disputa pelas quatro vagas da semifinal. Na abertura da rodada, o Unidos Serranos aplicou uma goleada imponente: 11 a 4, no Bar do Ézio. Os tentos foram marcados por Antonio Silva (5), Antonio Alves (3), João Márcio, Adilson e Edino. Para o Bar do Ézio, anotaram Edgar Rodrigues, Celino, Noel e Ézio. A vitoria levou o Unidos Serranos para a quarta colocação. Em seguida, o Quintas da Serra chegou a vice liderança, devido a vitoria por 4 a 2, sobre Grêmio Serrano. Os tentos foram anotados por Carreteiro (3) e Marcão. Para o Grêmio descontaram Divino e Adão. Os tentos de Carreteiro garantiram a artilharia isolada na competição. O camisa 10 agora soma 9 tentos em três jogos (média de 3, por partida). Na noite de ontem, as equipes voltavam a campo. O Unidos Serranos tinha compromisso às 20 horas, no Ciles Zaga Beghini, no bairro das Palmeiras, contra o Grêmio Serrano. Em seguida, às 21 horas, o vice líder pega o BMD, que poderia tomar a posição da agremiação, caso vencensse confronto. 26/2 21h00 Paulistinha 8x2 Quintas da Serra 28/2 20h00 Amigos do Campo do Sete 8x3 Bar do Ézio 28/2 21h00 Grêmio Serrano 1x6 Paulistinha 05/3 20h00 Bar do Ézio 3x1 Unidos Serrano 05/3 21h00 Grêmio Serrano 2x4 Quintas da Serra 07/3 20h00 Unidos Serrano x Grêmio Serrano 07/3 21h00 Quintas da Serra x BMD 12/3 20h00 Grêmio Serrano x Amigos do Campo do Sete 12/3 21h00 Bar do Ézio x Paulistinha 14/3 20h00 BMD x Unidos Serrano 14/3 21h00 Amigos do Campo do Sete x Quintas da Serra 19/3 20h00 Paulistinha x Unidos Serrano 19/3 21h00 Bar do Ézio x BMD 21/3 20h00 Quintas da Serra x Unidos Serrano 21/3 21h00 Amigos do Campo do Sete x Paulistinha 26/3 20h00 Semi Final - 1º colocado x 4º colocado 26/3 21h00 Semi Final - 2º colocado x 3º colocado 02/4 20h30 FINAL - vencedor da semi final 1 x vencedor da semi final 2

20 20 NOTIFICAÇÃO Ilmo. Sr. SEBASTIÃO LIBERATO CAMPOS Sexta-feira, 8 de março de Ano VI - n.º 327 PORTARIA N.º 003, DE 20 DE FEVEREIRO DE Fica V.Sª. NOTIFICADO a proceder o corte do mato e a limpeza do terreno sob Lote n 14, Quadra C, Loteamento Recanto Querência, localizado à Rua Félix Stenghel, Serra Negra/SP. Para tanto, solicitamos a sua colaboração no sentido de sanar a(s) irregularidade(s) apontada(s), no prazo de 15 dias, a contar desta publicação, ou dentro do mesmo prazo, justificar por escrito o seu não atendimento, sob pena de não o fazendo vir a sofrer as sanções previstas na Lei Municipal n de 22 de Agosto de O não atendimento desta notificação poderá acarretar na execução dos serviços pela Prefeitura Municipal conforme preços definidos por Decreto vigente a seguir: Limpeza dos terrenos: R$ 2,00 por metro quadrado; Transporte e carga: R$ 14,13 por metro cúbico; Acrescidos de uma Taxa de Administração de 15% (quinze por cento). Serra Negra, 08 de março de Agente de Fiscalização e Posturas - Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento urbano - NOTIFICAÇÃO Ilmo. Sr. MARIA APARECIDA DA SILVA Fica V.Sª. NOTIFICADO a proceder o corte do mato e a limpeza do terreno sob Lote n 16, Quadra 8, Loteamento Nova Serra Negra, localizado à Rua Dr. Benedito Costa Campos, s/n, Serra Negra/SP. Para tanto, solicitamos a sua colaboração no sentido de sanar a(s) irregularidade(s) apontada(s), no prazo de 15 dias, a contar desta publicação, ou dentro do mesmo prazo, justificar por escrito o seu não atendimento, sob pena de não o fazendo vir a sofrer as sanções previstas na Lei Municipal n de 22 de Agosto de O não atendimento desta notificação poderá acarretar na execução dos serviços pela Prefeitura Municipal conforme preços definidos por Decreto vigente a seguir: Limpeza dos terrenos: R$ 2,00 por metro quadrado; Transporte e carga: R$ 14,13 por metro cúbico; Acrescidos de uma Taxa de Administração de 15% (quinze por cento). Serra Negra, 26 de fevereiro de Agente de Fiscalização e Posturas - Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento urbano - NOTIFICAÇÃO Ilmo. Sr. VERA LÚCIA DE MATTOS GALETTI Fica V.Sª. NOTIFICADO a proceder o corte do mato e a limpeza do terreno sob Lote n 06, Quadra Q, Loteamento Alto das Palmeiras, localizado à Rua Magali A. Lima, Serra Negra/SP. Para tanto, solicitamos a sua colaboração no sentido de sanar a(s) irregularidade(s) apontada(s), no prazo de 15 dias, a contar desta publicação, ou dentro do mesmo prazo, justificar por escrito o seu não atendimento, sob pena de não o fazendo vir a sofrer as sanções previstas na Lei Municipal n de 22 de Agosto de O não atendimento desta notificação poderá acarretar na execução dos serviços pela Prefeitura Municipal conforme preços definidos por Decreto vigente a seguir: Limpeza dos terrenos: R$ 2,00 por metro quadrado; Transporte e carga: R$ 14,13 por metro cúbico; Acrescidos de uma Taxa de Administração de 15% (quinze por cento). Serra Negra, 08 de março de Agente de Fiscalização e Posturas - Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento urbano - Claudia Tomé, Diretora do Serprev - Serviço de Previdência Social dos Funcionários Municipais de Serra Negra, usando de suas atribuições legais que lhe são conferidas pelo artigo 33, inciso XII, da Lei 2.612/01, com as alterações introduzidas pela Lei Complementar n. º 79/05. RESOLVE: CONCEDER a aposentadoria voluntária transitória com redutor, nos termos da Lei Municipal n.º 2612/01 e alterações pela Lei Complementar n. º 79 de 20 de maio de 2005, Artigo n. º 96 Artigo 2º da Emenda Constitucional n.º 41 e Artigo 40 3 e 17 c/c 1 do Art. 2 da EC 41, a Sra. Maria Helena Gomes Machado Maciel, funcionária pública estatutária, lotado no cargo efetivo de Encarregada de Seção. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação. REGISTRE-SE, PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE. Serviço de Previdência Social dos Funcionários Municipais de Serra Negra, em 20 de fevereiro de Claudia Tomé Diretora do Serprev ABERTURA DE LICITAÇÃO. Acham-se abertos nesta Prefeitura os seguintes certames: TOMADA DE PREÇOS N 01/2013. OBJETO: Fornecimento parcelado de medicamento e materiais odontológicos e correlatos.data: 27/03/2013-9:30 horas (PRAZO PRORROGADO). CONCORRENCIA PUBLICA N.º01/2013. OBJETO: Contratação de empresa para realização de Serra Negra Rodeio Expo Show de DATA: 26/04/ :30 (PRAZO PRORROGADO). PRE- GÃO PRESENCIAL N.03/2013. OBJETO:Fornecimento parcelado de hortifrutigranjeiros para merenda escolar. DATA: 25/03/ :00. PREGÃO PRESENCIAL N. 02/2013. OBJETO: Prestação de serviços de transporte de pacientes carentes para outros municípios. DATA: 25/03/ H00. Edital completo deverá ser retirado no balcão do Setor de Licitações da Prefeitura da Estância Hidromineral de Serra Negra, sito à Praça John F. Kennedy, s/n, Centro, em dias úteis, das 13h00m às 18h00m. Informações (19) SCCL em 06/03/2013. Encenação da Paixão de Cristo tem novo horário A diretoria de Cultura informou na manhã de hoje, (7), que a encenação da Paixão de Cristo tem novo horário de apresentação. O evento, considerado o segundo mais antigo do Estado de São Paulo foi mantido para a sexta-feira Santa, (29). O novo horário é 21 horas. Neste ano, a encenação da Paixão de Cristo ocorrerá após a procissão da Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário. Para a edição, também será modificado um dos locais da encenação. A peça terá início na praça Barão do Rio Branco, segue para praça Prefeito João Zelante e terá a terceira parte, da crucificação de Jesus Cristo na praça XV de Novembro, em frente ao Mercado Cultural José Pedro Salomão. Os interessados em participar da peça podem se inscrever na diretoria de Cultura. Os ensaios terão início na próxima terça-feira, (12), às 19 horas. De acordo com o diretor de Cultura, em média 120 pessoas participam da encenação.

GARANTIAS DE VALORES VALOR % SOBRE A RCL Total das Garantias 0,00 0,00% Limite Definido por Resolução do Senado Federal 20.474.

GARANTIAS DE VALORES VALOR % SOBRE A RCL Total das Garantias 0,00 0,00% Limite Definido por Resolução do Senado Federal 20.474. - PODER EXECUTIVO DEMONSTRATIVO DOS LIMITES LRF, art. 48 - Anexo VII R$ 1,00 DESPESA COM PESSOAL VALOR % SOBRE A RCL Despesa Total com Pessoal - TDP 54.176.826,47 58,21% Limite Máximo (incisos I, II e

Leia mais

RGF ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") R$ 1,00 DESPESA COM PESSOAL LIQUIDADAS

RGF ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea a) R$ 1,00 DESPESA COM PESSOAL LIQUIDADAS DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL RGF ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") R$ 1,00 DESPESAS EXECUTADAS DESPESA COM PESSOAL LIQUIDADAS (a) (Últimos 12 Meses) INSCRITAS EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS

Leia mais

JADER RIEFFE JULIANELLI AFONSO Secretário de Estado de Fazenda CPF: 799.453.091-53

JADER RIEFFE JULIANELLI AFONSO Secretário de Estado de Fazenda CPF: 799.453.091-53 CONSOLIDADO DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL RGF ANEXO 1 (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") R$ 1,00 DESPESAS EXECUTADAS (Últimos 12 Meses) DESPESA COM PESSOAL INSCRITAS EM LIQUIDADAS RESTOS A PAGAR

Leia mais

(EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) (I) 19.331.000,00 19.331.000,00 1.019.712,35 5,28 12.775.069,85 66,09 6.555.930,15 RECEITAS CORRENTES

(EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) (I) 19.331.000,00 19.331.000,00 1.019.712,35 5,28 12.775.069,85 66,09 6.555.930,15 RECEITAS CORRENTES RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A DEZEMBRO 2014/ BIMESTRE NOVEMBRODEZEMBRO RREO ANEXO I (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas

Leia mais

Outras Despesas de Pessoal decorrentes de Contratos de Terceirização ( 1º do art. 18 da LRF)

Outras Despesas de Pessoal decorrentes de Contratos de Terceirização ( 1º do art. 18 da LRF) DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL Período de referência: SETEMBRO DE 2008 A AGOSTO DE 2009 RGF - ANEXO I (LRF, art. 55, Inciso I, alínea "a") R$ 1,00 DESPESA COM PESSOAL DESPESAS EXECUTADAS LIQUIDADAS

Leia mais

RGF ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") R$ 1,00

RGF ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea a) R$ 1,00 DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL RGF ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") R$ 1,00 DESPESA COM PESSOAL LIQUIDADAS (a) DESPESAS EXECUTADAS (Último 1 MMoMo) INSCRITAS EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS

Leia mais

CAMARA MUNICIPAL DE SOBRADINHO - Poder Legislativo RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL

CAMARA MUNICIPAL DE SOBRADINHO - Poder Legislativo RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL RGF - ANEXO 1 (LRF, art. 55, inciso I, alínea 'a') CAMARA MUNICIPAL DE SOBRADINHO - Poder Legislativo DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL PERÍODO DE REFERÊNCIA: Janeiro/2014 a Dezembro/2014 DESPESA COM

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA GLORIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA GLORIA Página 1 de 28 ESTADO DE GOIÁS PÁG: 001 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO RREO ANEXO 1 (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas a e b do inciso II e 1º) R$ RECEITAS PREVISÃO PREVISÃO RECEITAS REALIZADAS NO BIMESTRE % ATÉ BIMESTRE

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santana

Prefeitura Municipal de Santana Segunda 30 de janeiro de 2012 Prefeitura Municipal de Santana 6 Bimestre e 3 de 2011 http://www.tribunanet.com.br/?tipo=1&gs=2&cidade=20&anos=&imagefield.x=51&imagefield.y=17 Prefeitura Municipal de Santana

Leia mais

MUNICIPIO DE ARAPOTI - PODER EXECUTIVO

MUNICIPIO DE ARAPOTI - PODER EXECUTIVO RGF - ANEXO 1 (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") MUNICIPIO DE ARAPOTI - PODER EXECUTIVO Prefeitura Municipal de Arapoti DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL JANEIRO/2015 A DEZEMBRO/2015 DESPESA COM PESSOAL

Leia mais

Segunda-feira, 13 de Abril de 2015 Edição N 385

Segunda-feira, 13 de Abril de 2015 Edição N 385 CONSÓRCIO JACUÍPE CNPJ: 16.749.050/0001-06 Rua Manoel Gonçalves, 45, Centro 44.610-000 Pintadas Bahia cdsjacuipe@yahoo.com.br AVISO DE LICITAÇÃO CONSÓRCIO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DO TERRITÓRIO BACIA

Leia mais

Pessoal Inativo e Pensionistas 159.580.361,44 - 9.915.970,42 DESPESA TOTAL COM PESSOAL (IV) = (III a + III b)

Pessoal Inativo e Pensionistas 159.580.361,44 - 9.915.970,42 DESPESA TOTAL COM PESSOAL (IV) = (III a + III b) Prefeitura de São Luís (MA) Relatório de Gestão Fiscal Demonstrativo da Despesa de Pessoal Poder Executivo Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social Publicação: Diário Oficial do Município nº 21 Referência:

Leia mais

DEMONSTRATIVO CONSOLIDADO DA DESPESA COM PESSOAL

DEMONSTRATIVO CONSOLIDADO DA DESPESA COM PESSOAL DEMONSTRATIVO CONSOLIDADO DA DESPESA COM PESSOAL JANEIRO/2014 A DEZEMBRO/2014 RGF ANEXO 1 (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") DESPESA BRUTA COM PESSOAL (I) DESPESAS COM PESSOAL DESPESAS EXECUTADAS (Últimos

Leia mais

DESPESA COM PESSOAL LIQUIDADAS

DESPESA COM PESSOAL LIQUIDADAS - CONSOLIDADO DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL MAIO/2014 A ABRIL/2015-1º QUADRIMESTRE/2015 (JANEIRO A ABRIL) RGF - ANEXO 1 (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") R$ 1,00 DESPESAS EXECUTADAS JANEIRO A

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA PORTARIA Nº 238/GABS/SEF/SC, DE 20 DE JULHO DE 2015.

ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA PORTARIA Nº 238/GABS/SEF/SC, DE 20 DE JULHO DE 2015. SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA PORTARIA Nº 238/GABS/SEF/SC, DE 20 DE JULHO DE 2015. Torna público o Relatório Resumido da Execução Orçamentária da Administração Direta e Indireta, relativo aos meses de

Leia mais

DESPESA COM PESSOAL SETEMBRO DE 2011 A AGOSTO DE 2012

DESPESA COM PESSOAL SETEMBRO DE 2011 A AGOSTO DE 2012 1 RGF - ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a" ) DESPESA COM PESSOAL - PODER EXECUTIVO DEMONSTRATIVO DA DESPESA DE PESSOAL SETEMBRO DE 2011 A AGOSTO DE 2012 PODER EXECUTIVO DESPESAS EXECUTADAS (Últimos

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL PERÍODO DE REFERÊNCIA: JANEIRO A AGOSTO DE 2015 EXERCÍCIO DE 2015

RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL PERÍODO DE REFERÊNCIA: JANEIRO A AGOSTO DE 2015 EXERCÍCIO DE 2015 PERÍODO DE REFERÊNCIA: JANEIRO A AGOSTO DE 2015 Elaborado conforme instruções contidas na Portaria STN nº 553, de 22 de setembro de 2014. EXERCÍCIO DE 2015 PORTARIA Nº 153/15 - SEPLAN DE 29 DE SETEMBRO

Leia mais

Documento gerado em 25/05/2015 15:12:26 Página 1 de 13

Documento gerado em 25/05/2015 15:12:26 Página 1 de 13 RGF-Anexo 01 Tabela 1.0 - Demonstrativo da Despesa com Pessoal Padrao Despesa Executada com Pessoal Despesa com Pessoal Despesas Executadas - Últimos 12 Meses DESPESAS LIQUIDADAS (a) DESPESAS INSCRITAS

Leia mais

Outras Despesas de Pessoal decorrentes de Contratos de Terceirização ( 1º do art. 18 da LRF)

Outras Despesas de Pessoal decorrentes de Contratos de Terceirização ( 1º do art. 18 da LRF) DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL RGF - ANEXO I (LRF, art. 55, Inciso I, alínea "a") R$ 1,00 DESPESA COM PESSOAL DESPESAS EXECUTADAS LIQUIDADAS (a) (Últimos 12 meses) INSCRITAS EM RESTOS A PAGAR NÃO

Leia mais

Outras Despesas de Pessoal decorrentes de Contratos de Terceirização ( 1º do art. 18 da LRF)

Outras Despesas de Pessoal decorrentes de Contratos de Terceirização ( 1º do art. 18 da LRF) DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL Período de referência: SETEMBRO DE 2009 A AGOSTO DE 2010 RGF - ANEXO I (LRF, art. 55, Inciso I, alínea "a") R$ 1,00 DESPESA COM PESSOAL DESPESAS EXECUTADAS LIQUIDADAS

Leia mais

ESTADO DE MINAS GERAIS PODER EXECUTIVO RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL ORÇAMENTO FISCAL MAIO DE 2005 A ABRIL DE 2006

ESTADO DE MINAS GERAIS PODER EXECUTIVO RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL ORÇAMENTO FISCAL MAIO DE 2005 A ABRIL DE 2006 Publicado no Órgão Oficial do Estado jornal Minas Gerais Diário do Executivo em 30/05/2006, págs 04 a 05. ESTADO DE MINAS GERAIS PODER EXECUTIVO DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL MAIO DE 2005 A ABRIL

Leia mais

Prefeitura Municipal de Capela do Alto Alegre-BA

Prefeitura Municipal de Capela do Alto Alegre-BA ANO. 2015 Prefeitura Municipal de Capela do Alto AlegreBA DO MUNICÍPIO DE CAPELA DO ALTO ALEGRE BAHIA ANO. V EDIÇÃO Nº 00652 A Prefeitura Municipal de Capela do Alto Alegre, Estado Da Bahia Visando a Transparência

Leia mais

Santana do Maranhão - MA, 30 de julho de 2013.

Santana do Maranhão - MA, 30 de julho de 2013. Estado do Maranhão Prefeitura Municipal de Santana do Maranhão CNPJ: 01.612.830/000132 Av. Governadora Roseana Sarney, 1000 EDITAL DE PUBLICAÇÃO DE RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DO 12 SEMESTRE DE 2013 A Prefeita

Leia mais

DESPESA TOTAL COM PESSOAL - DTP (IV) = (lila + 111b) 26.013.142,93

DESPESA TOTAL COM PESSOAL - DTP (IV) = (lila + 111b) 26.013.142,93 PREFEITURA MUNICIPAL DE PEIXOTO DE AZEVEDO DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL Maio/2013 a Abril/2014 - Consolidado RGF - Anexo I (LRF, art. 55, inciso I alinea

Leia mais

É comum o recuo do pagamento à vista das compras em fevereiro; as famílias já não têm mais a renda de férias e décimo terceiro salário

É comum o recuo do pagamento à vista das compras em fevereiro; as famílias já não têm mais a renda de férias e décimo terceiro salário QUINTAFEIRA, 27 MARÇO 2014 à OPERAÇÕES FINANCEIRAS Uso do rotativo cartão crédito cresce 6,4% em fevereiro É um o recuo do pagamento à vista s pras em fevereiro; as famílias já não têm mais a ren férias

Leia mais

Semana Contábil e Fiscal de Estados e Municípios - Secofem

Semana Contábil e Fiscal de Estados e Municípios - Secofem Subsecretaria de Contabilidade Coordenação-Geral de Normas de Contabilidade Aplicada à Federação Semana Contábil e Fiscal de Estados e Municípios - Secofem Módulo 10 - Resultado Primário e Resultado Nominal

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL Art. 54 e 55 Lei Complementar nº. 101 de 04/05/00

RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL Art. 54 e 55 Lei Complementar nº. 101 de 04/05/00 Publicado no Órgão Oficial do Estado jornal Minas Gerais Diário do Executivo em 28/05/2015, páginas 03 a 05. Art. 54 e 55 Lei Complementar nº. 101 de 04/05/00 Em cumprimento ao que dispõem os artigos 54

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTA GROSSA AUDIÊNCIA PÚBLICA AVALIAÇÃO DO CUMPRIMENTO DAS METAS 3º QUADRIMESTRE DE 2011

PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTA GROSSA AUDIÊNCIA PÚBLICA AVALIAÇÃO DO CUMPRIMENTO DAS METAS 3º QUADRIMESTRE DE 2011 PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTA GROSSA AUDIÊNCIA PÚBLICA AVALIAÇÃO DO CUMPRIMENTO DAS METAS 3º QUADRIMESTRE DE 2011 LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL DA TRANSPARÊNCIA DA GESTÃO FISCAL Art. 48. São instrumentos

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL SECRETARIAS DE ESTADO ESTADO DA PARAÍBA. Preço: R$ 2,00. Nº 15.942 João Pessoa - Domingo, 27 de Setembro de 2015. Secretaria de Estado

DIÁRIO OFICIAL SECRETARIAS DE ESTADO ESTADO DA PARAÍBA. Preço: R$ 2,00. Nº 15.942 João Pessoa - Domingo, 27 de Setembro de 2015. Secretaria de Estado DIÁRIO OFICIAL ESTADO DA PARAÍBA Nº 15.942 João Pessoa Domingo, 27 de Setembro de 215 Preço: R$ 2, SECRETARIAS DE ESTADO Secretaria de Estado da Administração Penitenciária Portaria nº 546/GS/SEAP/15 Em

Leia mais

RGF - ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") R$ 1,00 DESPESAS EXECUTADAS (Últimos 12 Meses) DESPESA COM PESSOAL RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS

RGF - ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea a) R$ 1,00 DESPESAS EXECUTADAS (Últimos 12 Meses) DESPESA COM PESSOAL RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO ACRE DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL JANERO/2010 a DEZEMBRO/2010 RGF - ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") R$ 1,00 DESPESAS EXECUTADAS (Últimos

Leia mais

EDITAL DE PUBLICAÇÃO. Paço da Prefeitura Municipal de Graça-CE., 29 de Julho de 2015. MARIA IRALDICE DE ALCÂNTARA Prefeita Municipal

EDITAL DE PUBLICAÇÃO. Paço da Prefeitura Municipal de Graça-CE., 29 de Julho de 2015. MARIA IRALDICE DE ALCÂNTARA Prefeita Municipal Estado do Ceará GOVERNO MUNICIPAL DE GRAÇA GABINETE DA PREFEITA raçax nove moffiunkifmj.. «s O FUTURO COMEÇA AGORA. EDITAL DE PUBLICAÇÃO A Prefeita Municipal de Graça, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

Poder Executivo. Manaus, quarta-feira, 30 de maio de 2012. Ano XIII, Edição 2939 - R$ 1,00

Poder Executivo. Manaus, quarta-feira, 30 de maio de 2012. Ano XIII, Edição 2939 - R$ 1,00 Manaus, quarta-feira, 30 de maio de 2012. Ano XIII, Edição 2939 - R$ 1,00 Poder Executivo DECRETO Nº 1.647, DE 30 DE MAIO DE 2012 MODIFICA o item 42 do Anexo Único do Decreto nº 0593, de 12 de julho de

Leia mais

Anexo 12 - Balanço Orçamentário

Anexo 12 - Balanço Orçamentário Anexo 12 - Balanço Orçamentário BALANÇO ORÇAMENTÁRIO EXERCÍCIO: PERÍODO: MÊS DATA DE EMISSÃO: PÁGINA: PREVISÃO PREVISÃO RECEITAS SALDO RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS INICIAL ATUALIZADA REALIZADAS (a) (b) c = (a-b)

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO TOCANTINS Gabinete da Presidência

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO TOCANTINS Gabinete da Presidência Gabinete da Presidência PORTARIA N o 035, DE 26 DE JANEIRO DE 2012. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO TOCANTINS, no uso das atribuições que lhe conferem o art. 131, incisos I e X, da Lei

Leia mais

Estado do Rio de Janeiro PREFEITURA MUNICIPAL DE CANTAGALO Secretaria Municipal de Governo e Planejamento

Estado do Rio de Janeiro PREFEITURA MUNICIPAL DE CANTAGALO Secretaria Municipal de Governo e Planejamento 1 LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL GUIA PRÁTICO PARA O CIDADÃO O que é a LRF? A Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), ou Lei Complementar nº 101, é o principal instrumento regulador das contas públicas no

Leia mais

Porto Seguro. Demonstrativo da Despesa com Pessoal

Porto Seguro. Demonstrativo da Despesa com Pessoal Demonstrativo da Despesa com Pessoal PREEFEITURA MUNICIPAL DE PORTO SEGURO - PODER EXECUTIVO RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL AGOSTO

Leia mais

TOT.DESP.LÍQ.COM PES.PARA FINS DE APUR.DO LIM.-TDP(IV)=(I-II+III) 2.991.480,25 RECEITA CORRENTE LÍQUIDA - RCL (V)

TOT.DESP.LÍQ.COM PES.PARA FINS DE APUR.DO LIM.-TDP(IV)=(I-II+III) 2.991.480,25 RECEITA CORRENTE LÍQUIDA - RCL (V) Município de SALTO VELOSO - PODER EXECUTIVO CONSOLIDADO Demonstrativo da Despesa Com Pessoal SETEMBRO/2008 A AGOSTO/2009 LRF, art.55, inciso I, alínea 'a' - Anexo I Despesa com Pessoal DESPESAS LIQUIDADAS

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JACOBINA RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE JACOBINA RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO ABRIL 2015/ BIMESTRE MARÇOABRIL RREO ANEXO I (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º) R$ 1,00 RECEITAS PREVISÃO

Leia mais

CONTROLADORIA GERAL DO ESTADO GOIÂNIA / MAIO / 2011

CONTROLADORIA GERAL DO ESTADO GOIÂNIA / MAIO / 2011 GOIÂNIA / MAIO / 2011 MARCONI FERREIRA PERILLO JÚNIOR Governador do Estado JOSÉ CARLOS SIQUEIRA Secretário de Estado-Chefe da Controladoria Geral SIMÃO CIRINEU DIAS Secretário de Estado da Fazenda ANDRÉ

Leia mais

REPUBLICADO POR INCORREÇÃO RECEITAS REALIZADAS PREVISÃO. RECEITAS PRIMÁRIAS ATUALIZADA No Bimestre Até o Bimestre / 2014

REPUBLICADO POR INCORREÇÃO RECEITAS REALIZADAS PREVISÃO. RECEITAS PRIMÁRIAS ATUALIZADA No Bimestre Até o Bimestre / 2014 UMUARAMA, QUARTAFEIRA, 22 de JULHO DE 2015 www.ilustrado.com.br C1 Prefeitura Municipal de Alto Paraíso LEI Nº 361/2015 SÚMULA: Autoriza abertura de Crédito Adicional Suplementar por Excesso de Arrecadação,

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA ESTADO DE SANTA CATARINA TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DIRETORIA DE CONTROLE DOS MUNICÍPIOS DMU PROCESSO : PCP 06/00076210 UNIDADE : Município de BALNEÁRIO CAMBORIÚ RESPONSÁVEL : Sr. RUBENS SPERNAU - Prefeito

Leia mais

Prefeitura Da Cidade do Rio de Janeiro Controladoria Geral do Município Subcontroladoria de Integração de Controles Contadoria Geral

Prefeitura Da Cidade do Rio de Janeiro Controladoria Geral do Município Subcontroladoria de Integração de Controles Contadoria Geral 1 RELATÓRIO DE DESEMPENHO DA PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO FRENTE À LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL NO EXERCÍCIO DE 2012 Este relatório tem por objetivo abordar, de forma resumida, alguns aspectos

Leia mais

PORTARIA Nº 492, DE 29 DE JUNHO DE 2006

PORTARIA Nº 492, DE 29 DE JUNHO DE 2006 15 REPÚBLICA F Novembro EDERATIVA DO BRASIL PORTARIA Nº 492, DE 29 DE JUNHO DE 2006 O SECRETÁRIO-ADJUNTO DO TESOURO NACIONAL, no uso das atribuições que lhe confere a Portaria nº 403, 2 zembro 2005, do

Leia mais

Contabilidade Pública & Plano de Contas RPPS

Contabilidade Pública & Plano de Contas RPPS Contabilidade Pública & Plano de Contas RPPS Por Otoni Gonçalves Guimarães Natal- RN, 18 de junho de 2015 1 DESAFIO Equilíbrio Financeiro e Atuarial Pressuposto Básico Existência de recursos (ativos) suficientes

Leia mais

MUNICÍPIOS COM POPULAÇÃO INFERIOR A 50.000 HABITANTES QUE OPTARAM PELA DIVULGAÇÃO SEMESTRAL DOS ANEXOS DOS ARTS. 53, 54 E 55 DA LRF

MUNICÍPIOS COM POPULAÇÃO INFERIOR A 50.000 HABITANTES QUE OPTARAM PELA DIVULGAÇÃO SEMESTRAL DOS ANEXOS DOS ARTS. 53, 54 E 55 DA LRF MUNICÍPIOS COM POPULAÇÃO INFERIOR A 50.000 HABITANTES QUE OPTARAM PELA DIVULGAÇÃO SEMESTRAL DOS ANEXOS DOS ARTS. 53, 54 E 55 DA LRF MODELO / SUGESTÃO PARA O RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DAS METAS DO TERCEIRO

Leia mais

Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro

Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro RELAÇÃO DE DOCUMENTOS INTEGRANTES DA PRESTAÇÃO DE CONTAS DE ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA (CONTAS DE GOVERNO) EXERCÍCIO DE 2013 CONFORME OFÍCIO-CIRCULAR Nº 14/2014 PRS/GAP RESPONSABILIZAÇÃO CADASTROS do Prefeito

Leia mais

LEI Nº 1047/2012. O Prefeito do Município de Pinhalão, Estado do Paraná. Faço saber que a Câmara Municipal decreta, e eu, sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº 1047/2012. O Prefeito do Município de Pinhalão, Estado do Paraná. Faço saber que a Câmara Municipal decreta, e eu, sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 1047/2012 O Prefeito do Município de Pinhalão,. SÚMULA: Dispõe sobre as Diretrizes Orçamentárias para o exercício de 2013 e dá outras providências. Faço saber que a Câmara Municipal decreta, e eu,

Leia mais

SERRA NEGRA Imprensa Oficial da Estância Hidromineral de Serra Negra

SERRA NEGRA Imprensa Oficial da Estância Hidromineral de Serra Negra Imprensa Oficial da Estância Hidromineral de Serra Negra DISTRIBUIÇÃO GRATUITA Quartafeira, 29 de janeiro de 2014 Ano VIII n.º 371 Escola no bairro da Serra é entregue O prefeito de Serra Negra, e o vice

Leia mais

ção o de Pleitos MIP, da Secretaria do Tesouro Nacional.

ção o de Pleitos MIP, da Secretaria do Tesouro Nacional. -Apresentaçã ção o sobre o Manual para Instruçã ção o de Pleitos MIP, da Secretaria do Tesouro Nacional. (Capítulo IV - Operaçõ ções de crédito interno.) Esta apresentação objetiva um primeiro contato

Leia mais

Diário Oficial DO MUNICÍPIO DE JI-PARANÁ

Diário Oficial DO MUNICÍPIO DE JI-PARANÁ Diário Oficial DO MUNICÍPIO DE JI-PARANÁ Publicação dos atos ofi ciais da Prefeitura Municipal de Ji-Paraná, de acordo com a Lei Municipal n.º 070, de 02/07/200 0 ANO IX - DIÁRIO OFICIAL NÚMERO 856 Ji-Paraná

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DE GUABIRABA PE Palácio Municipal Dr. Franklin Farias Neves

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DE GUABIRABA PE Palácio Municipal Dr. Franklin Farias Neves L E I N º 2 7 6 / 2 0 1 3..... ( L O A ) EMENTA: Dispõe sobre o Orçamento Fiscal do Município da Barra de Guabiraba, para o exercício financeiro de 2014 e da outras providencias. O PREFEITO CONSTITUCIONAL

Leia mais

AUDIÊNCIA PÚBLICA...para Demonstrar e Avaliar o Cumprimento das Metas Fiscais referentes ao terceiro quadrimestre do exercício de 2012

AUDIÊNCIA PÚBLICA...para Demonstrar e Avaliar o Cumprimento das Metas Fiscais referentes ao terceiro quadrimestre do exercício de 2012 AUDIÊNCIA PÚBLICA...para Demonstrar e Avaliar o Cumprimento das Metas Fiscais referentes ao terceiro quadrimestre do exercício de 2012 PREFEITURA DE SÃO JOSÉ SECRETARIA DE FINANÇAS EDITAL DE CONVOCAÇÃO

Leia mais

Art. 1º - Fica aprovado o Regimento Interno da Central do Sistema de Controle Interno, anexo ao presente Decreto.

Art. 1º - Fica aprovado o Regimento Interno da Central do Sistema de Controle Interno, anexo ao presente Decreto. DECRETO N.º 961/08 De 01 de julho de 2008. APROVA O REGIMENTO INTERNO DA CENTRAL DO SISTEMA DE CONTROLE INTERNO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A PREFEITA MUNICIPAL DE VALE DO SOL, no uso de suas atribuições

Leia mais

RELATÓRIO DA GESTÃO FISCAL

RELATÓRIO DA GESTÃO FISCAL PREFEITURA MUNICIPAL DE BAGÉ ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA IA GERAL DO MUNICÍPIO RELATÓRIO DA GESTÃO FISCAL II QUADRIMESTRE DE 2004 AGOSTO DE 2004 SECRETÁRIO MUNICIPAL DA

Leia mais

TOTAL DA RECEITA 15.584.747,69 16.454.110,58 21.194.672,38 21.322.200,00 CÓDIGO DESCRIÇÃO 2012 2013 2014 2015

TOTAL DA RECEITA 15.584.747,69 16.454.110,58 21.194.672,38 21.322.200,00 CÓDIGO DESCRIÇÃO 2012 2013 2014 2015 CÓDIGO DESCRIÇÃO 2012 2013 2014 2015 Arrecadado Arrecadado Arrecadado Reestimado 1.0.0.0.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 17.205.072,84 17.394.971,22 19.064.900,71 23.820.05 1.1.0.0.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA

Leia mais

Não Possui Prestadora de Serviços de Informática Nome: DELTA SOLUÇÕES EM INFORMÁTICA LTDA CNPJ: 03703992000101 Telefone: (51)32354200

Não Possui Prestadora de Serviços de Informática Nome: DELTA SOLUÇÕES EM INFORMÁTICA LTDA CNPJ: 03703992000101 Telefone: (51)32354200 Neste RVE estão incluídos: Sim Não Modelos da LRF do Legislativo 1. Informações da Entidade 1.1 Dados Cadastrais da Administração Atual CNPJ: 04526121000122 Período: 01/01/2015 a 31/12/2015-6º Bimestre

Leia mais

ANEXO X - DEMONSTRATIVO II RECEITA E DESPESA DO PODER LEGISLATIVO MUNICÍPIO DE PETRÓPOLIS ORÇAMENTO 2011 CÂMARA MUNICIPAL DE PETRÓPOLIS

ANEXO X - DEMONSTRATIVO II RECEITA E DESPESA DO PODER LEGISLATIVO MUNICÍPIO DE PETRÓPOLIS ORÇAMENTO 2011 CÂMARA MUNICIPAL DE PETRÓPOLIS ANEXO X - DEMONSTRATIVO II RECEITA E DESPESA DO PODER LEGISLATIVO CÂMARA MUNICIPAL DE PETRÓPOLIS 1000.00.00.00 RECEITAS CORRENTES... 0,00 Despesa Corrente 13.758.004,00 Pessoal e Encargos... 8.830.977,00

Leia mais

Metodologia de Elaboração dos Demonstrativos do Relatório de Gestão Fiscal RGF

Metodologia de Elaboração dos Demonstrativos do Relatório de Gestão Fiscal RGF Metodologia de Elaboração dos Demonstrativos do Relatório de Gestão Fiscal RGF 3º Quadrimestre/2008 Centro Administrativo do Governo Rodovia SC 401 - km. 5, nº 4600 Saco Grande II - Florianópolis - SC

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL PERÍODO DE MAIO DE 2013 A ABRIL DE 2014

RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL PERÍODO DE MAIO DE 2013 A ABRIL DE 2014 RUBIATABA 001 COM PESSOAL DOS ULTIMOS 12 MESES BRUTA COM PESSOAL (I) 20.095.881,57 Pessoal Ativo 17.599.680,21 Pessoal Inativo e Pensionistas 1.888.849,50 Outras Despesas de Pessoal decorrentes de Tercerização

Leia mais

As mensagens de erro são representadas por um código seguido da descrição do erro encontrado. Abaixo segue a estrutura do código de erro:

As mensagens de erro são representadas por um código seguido da descrição do erro encontrado. Abaixo segue a estrutura do código de erro: Anexo I - Regras de Validação - RREO O presente anexo possui o objetivo de apresentar a estrutura das mensagens de erros emitidas quando o sistema encontra alguma inconsistência na validação das fórmulas

Leia mais

Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público

Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público Coordenação Geral de Normas de Contabilidade Aplicadas à Federação STN/CCONF Última Atualização: 28/02/2012 Novas Demonstrações Contábeis do Setor Público

Leia mais

BALANCETE ORÇAMENTÁRIO AGOSTO/2012 SALDO ATUALIZADA REALIZADAS DOTAÇÃO. (a) (b) (c )=(a-b) (d) ( e ) (f) (g) (h)=(d-e)

BALANCETE ORÇAMENTÁRIO AGOSTO/2012 SALDO ATUALIZADA REALIZADAS DOTAÇÃO. (a) (b) (c )=(a-b) (d) ( e ) (f) (g) (h)=(d-e) RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS PREVISÃO INICIAL BALANCETE ORÇAMENTÁRIO AGOSTO/2012 Diretoria da Área Orçamentária e Financeira SALDO PREVISÃO RECEITAS DOTAÇÃO DESPESAS DESPESAS DESPESAS SALDO ATUALIZADA REALIZADAS

Leia mais

Índice do diário. GABINETE DA PREFEITA MUNICIPAL DE RIBEIRA DO AMPARO, em 16 de abril de 2014. TETIANA DE PAULA FONTES CEDRO BRITTO.

Índice do diário. GABINETE DA PREFEITA MUNICIPAL DE RIBEIRA DO AMPARO, em 16 de abril de 2014. TETIANA DE PAULA FONTES CEDRO BRITTO. Diário Oficial Ano: 2 Edição: 231 Páginas: 40 Atos Oficiais Decreto - Nº 0532/2014 Portaria - Nº 0054/2014 Contas Públicas Balanço Orçamentário - BALANÇO Índice do diário Atos Oficiais Decreto Nº 0532/2014

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA ESTADO DE SANTA CATARINA TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DIRETORIA DE CONTROLE DOS MUNICÍPIOS DMU PROCESSO PCP 08/00199278 UNIDADE Município de Joinville RESPONSÁVEL Sr. Marco Antonio Tebaldi - Prefeito Municipal

Leia mais

Pará Governo Municipal de Marabá ORÇAMENTO PROGRAMA PARA 2015 - Consolidado Página : 001 Receitas por fonte de recurso

Pará Governo Municipal de Marabá ORÇAMENTO PROGRAMA PARA 2015 - Consolidado Página : 001 Receitas por fonte de recurso ORÇAMENTO PROGRAMA PARA 2015 - Consolidado Página : 001 1112.02.00.00.00 Imposto sobre a Propriedade Predial Territorial Urbana PMM 010100-Impostos 4.478.307,22 4.478.307,22 SDU 010100-Impostos 1.263,19

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE FOMENTO À HABITAÇÃO

SECRETARIA MUNICIPAL DE FOMENTO À HABITAÇÃO SEMANÁRIO OFICIAL João Pessoa, 27 de julho de 212 * n 1332 ESPECIAL * Pág. 11/66 SECRETARIA MUNICIPAL DE FOMENTO À HABITAÇÃO Pág. 12/66 * n 1332 ESPECIAL * João Pessoa, 27 de julho de 212 SEMANÁRIO OFICIAL

Leia mais

CONTABILIZAÇÃO DE CONSÓRCIOS PÚBLICOS PROPOSTA DE REGULAMENTAÇÃO CONTÁBIL

CONTABILIZAÇÃO DE CONSÓRCIOS PÚBLICOS PROPOSTA DE REGULAMENTAÇÃO CONTÁBIL CONTABILIZAÇÃO DE CONSÓRCIOS PÚBLICOS PROPOSTA DE REGULAMENTAÇÃO CONTÁBIL Coordenação-Geral de Normas de Contabilidade Aplicadas à Federação STN/CCONF 1 Legislação Aplicável Lei nº 11.107/05 dispõe sobre

Leia mais

EXERCÍCIO. Elaboração dos Demonstrativos Contábeis

EXERCÍCIO. Elaboração dos Demonstrativos Contábeis EXERCÍCIO Elaboração dos Demonstrativos Contábeis Considerando a Lei Orçamentária Aprovada para a Prefeitura de Belo Jardim para o exercício de X1, e os fatos contábeis ocorridos, lance os valores nos

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL. Esse município. temautonomia. Índice do diário. Publicações de Atos Oficiais. Câmara Municipal de Cruz das Almas

DIÁRIO OFICIAL. Esse município. temautonomia. Índice do diário. Publicações de Atos Oficiais. Câmara Municipal de Cruz das Almas OFICIAL Câmara Municipal de Cruz das Almas 201 Páginas: 06 Terça-Feira Índice do diário Responsabilidade Fiscal Relatório de Gestão Fiscal - 1º QUADRIMESTRE Esse município temautonomia Diário Oficial Publicações

Leia mais

O Congresso Nacional decreta:

O Congresso Nacional decreta: Dispõe sobre os valores mínimos a serem aplicados anualmente por Estados, Distrito Federal, Municípios e União em ações e serviços públicos de saúde, os critérios de rateio dos recursos de transferências

Leia mais

Lei nº 590/10/2010. Do Orçamento do Município. Dos Orçamentos das Unidades Gestoras Prefeitura e Câmara Municipal

Lei nº 590/10/2010. Do Orçamento do Município. Dos Orçamentos das Unidades Gestoras Prefeitura e Câmara Municipal M U N I C Í P I O D E C H I A P E T A Lei nº 590/10/2010 Estima a Receita e fixa a Despesa do Município de CHIAPETA para o Exercício de 2011.. OSMAR KUHN, Prefeito Municipal de CHIAPETA, faz saber a todos

Leia mais

APLICAÇÃO NA MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO ART. 212 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL Impostos e Transferências considerados para o Cálculo

APLICAÇÃO NA MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO ART. 212 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL Impostos e Transferências considerados para o Cálculo RECEITA ESTIMADA E DESPESA FIXADA - EDUCAÇÃO APLICAÇÃO NA MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO ART. 212 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL Impostos e Transferências considerados para o Cálculo IPTU 134.000,00 IRRF

Leia mais

ANEXO DE RISCOS FISCAIS E RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL

ANEXO DE RISCOS FISCAIS E RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL ANEXO DE RISCOS FISCAIS E RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL MANUAL DE ELABORAÇÃO Aplicado à União e aos Estados, Distrito Federal e Municípios 4ª edição atualizada Permitida a reprodução total ou parcial desta

Leia mais

Modelo de Projeto de Lei (Origem Poder Executivo) Dispõe sobre as diretrizes para a elaboração da lei orçamentária de 2011.

Modelo de Projeto de Lei (Origem Poder Executivo) Dispõe sobre as diretrizes para a elaboração da lei orçamentária de 2011. Modelo de Projeto de Lei (Origem Poder Executivo) Dispõe sobre as diretrizes para a elaboração da lei orçamentária de 2011. CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 o São estabelecidas, em cumprimento

Leia mais

AUDITORIA INTERNA RELATÓRIO SOBRE AS CONTAS DO EXERCÍCIO DE 2013

AUDITORIA INTERNA RELATÓRIO SOBRE AS CONTAS DO EXERCÍCIO DE 2013 AUDITORIA INTERNA RELATÓRIO SOBRE AS CONTAS DO EXERCÍCIO DE 2013 Em cumprimento à Instrução Normativa nº 14, de 14.12.2011, especificamente do seu art. 10, e à Decisão Normativa nº 009/2013, ambas do Tribunal

Leia mais

EDITAL DE PUBLICAÇÃO

EDITAL DE PUBLICAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE ACARAÚ EDITAL DE PUBLICAÇÃO o prefeito Municipal de Acaraú, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas pela Lei Orgânica Municipal, e de conformidade com a determinação contida

Leia mais

DEMONSTRATIVOS FISCAIS DE CONSÓRCIOS PÚBLICOS

DEMONSTRATIVOS FISCAIS DE CONSÓRCIOS PÚBLICOS Coordenação-Geral de Normas de Contabilidade Aplicadas à Federação - CCONF Gerência de Normas e Procedimentos de Gestão Fiscal - GENOP DEMONSTRATIVOS FISCAIS DE CONSÓRCIOS PÚBLICOS Apresentação das alterações

Leia mais

COMISSÃO DE CONTROLE INTERNO RELATÓRIO ANUAL DE CONTROLE INTERNO OBJETO: 2014 GESTOR/ORDENADOR DE DESPESAS:

COMISSÃO DE CONTROLE INTERNO RELATÓRIO ANUAL DE CONTROLE INTERNO OBJETO: 2014 GESTOR/ORDENADOR DE DESPESAS: COMISSÃO DE CONTROLE INTERNO RELATÓRIO ANUAL DE CONTROLE INTERNO OBJETO: Contas relativas ao exercício de 2014 GESTOR/ORDENADOR DE DESPESAS: Vereadora Maria das Dores Campos A. Lousado I APRESENTAÇÃO Em

Leia mais

16/05/2014 Página 1 de 9 10:57:00 28/01/201411:11:23. Para uso do Tribunal de Contas Fl. Rubrica

16/05/2014 Página 1 de 9 10:57:00 28/01/201411:11:23. Para uso do Tribunal de Contas Fl. Rubrica ÍNDICE Neste RVE estão incluídos 1. Informações da Entidade 1.1 Dados Cadastrais da Administração Atual 1.2 Prestadora de Serviços de Informática 1.3 Sistemas Informatizados 2. Informações Contábeis 2.2

Leia mais

RGF ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") DESPESAS EXECUTADAS (Últimos 12 Meses) DESPESA BRUTA COM PESSOAL (I)

RGF ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea a) DESPESAS EXECUTADAS (Últimos 12 Meses) DESPESA BRUTA COM PESSOAL (I) DEMONSTRATIVO CONSOLIDADO DA DESPESA COM PESSOAL MAIO/2011 A ABRIL/2012 RGF ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") DESPESAS COM PESSOAL DESPESAS EXECUTADAS (Últimos 12 Meses) LIQUIDADAS INSCRITAS

Leia mais

Prefeitura do Município de Três Pontas - MG TERRA DO PADRE VICTOR

Prefeitura do Município de Três Pontas - MG TERRA DO PADRE VICTOR Prefeitura do Município de Três Pontas - MG TERRA DO PADRE VICTOR LEI Nº 3.409, DE 19 DE JULHO DE 2013 Dispõe sobre as diretrizes para a elaboração da lei orçamentária de 2014 e dá outras providências.

Leia mais

INFORME CONTÁBIL. Tesouro Estadual apresenta propostas ao Ministério da Fazenda. Tesouro participa de evento no Conselho Regional de Contabilidade

INFORME CONTÁBIL. Tesouro Estadual apresenta propostas ao Ministério da Fazenda. Tesouro participa de evento no Conselho Regional de Contabilidade Subsecretaria do Tesouro Estadual Gerência de Contabilidade Ano I - Edição n 03 INFORME CONTÁBIL Tesouro Estadual apresenta propostas ao Ministério da Fazenda Os Consultores do Tesouro Estadual da Secretaria

Leia mais

PREFEITURA MUNIC DE URANIA AVENIDA BRASIL Nº

PREFEITURA MUNIC DE URANIA AVENIDA BRASIL Nº PREFEITURA MUNIC DE URANIA AVENIDA BRASIL Nº 390 46611117/0001-02 Montante da Receita Prevista para o Exercício Desdobrada por Classificação Econômica Orçamento Programa Anexo X - Exercício de 2011 Código

Leia mais

CM DE MANOEL VIANA ORGÃO Nº: 76701 CNPJ: 09284796000126 01/01/2013 a 31/12/2013

CM DE MANOEL VIANA ORGÃO Nº: 76701 CNPJ: 09284796000126 01/01/2013 a 31/12/2013 Neste RVE estão incluídos: Sim Não Modelos da LRF do Legislativo 1. Informações da Entidade 1.1 Dados Cadastrais da Administração Atual CNPJ: 09284796000126 Período: 01/01/2013 a 31/12/2013-6º Bimestre

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL DE CONTAGEM - MG

DIÁRIO OFICIAL DE CONTAGEM - MG Diário Oficial de Contagem-Ano 25 Edição 3795 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 1 de 122 Atos do Executivo DECRETO nº 637, de 28 de janeiro de 2016. Regulamenta a Lei nº 3.506, de 10 de janeiro de

Leia mais

Estado de Santa Catarina Tribunal de Contas de Santa Catarina EVENTOS c/c DÉBITO c/c CRÉDITO

Estado de Santa Catarina Tribunal de Contas de Santa Catarina EVENTOS c/c DÉBITO c/c CRÉDITO 001 Previsão orçamentária inicial da receita Estado de Santa Catarina 1 5.2.1.1.1.00.00 Previsão inicial da receita bruta 1 6.2.1.1.0.00.00 Receita a realizar 002 Previsão adicional da receita 1 5.2.1.2.1.XX.XX

Leia mais

LRFWeb 2015. RESOLUÇÃO 193/2003 atualizada pelas

LRFWeb 2015. RESOLUÇÃO 193/2003 atualizada pelas LRFWeb 2015 RESOLUÇÃO 193/2003 atualizada pelas Resolução 197/2004 Resolução 201/2005 Resolução 202/2005 Resolução 270/2014 Portaria Normativa 16/2004 Portaria Normativa 19/2004 Portaria Normativa 45/2004

Leia mais

ANEXO DE RISCOS FISCAIS TABELA 1 - DEMONSTRATIVO DE RISCOS FISCAIS E PROVIDÊNCIAS 2013 ARF (LRF, art. 4º, 3º) PASSIVOS CONTINGENTES PROVIDÊNCIAS Descrição Valor Descrição Valor Abertura de créditos adicionais

Leia mais

Procedimentos Contábeis Específicos do RPPS sob a. Otica do PCASP 2013. (Procedimentos baseados no MCASP, Parte III)

Procedimentos Contábeis Específicos do RPPS sob a. Otica do PCASP 2013. (Procedimentos baseados no MCASP, Parte III) Procedimentos Contábeis Específicos do RPPS sob a Otica do PCASP 2013 (Procedimentos baseados no MCASP, Parte III) Lourenço de Wallau Contribuição Patronal a) Empenho no ente patrocinador na natureza de

Leia mais

Relatório de Gestão Fiscal

Relatório de Gestão Fiscal Relatório de Gestão Fiscal 3º Quadrimestre/2014 Boa Vista-RR RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL Janeiro/2014 a Dezembro/2014 Atendendo, em particular, aos ditames consignados nos artigos 54 e 55 da Lei Complementar

Leia mais

Tabela das Despesas Contabilizáveis para as Ações e Serviços Públicos de Saúde - ASPS. Assist. Social

Tabela das Despesas Contabilizáveis para as Ações e Serviços Públicos de Saúde - ASPS. Assist. Social Descrição da Despesa ASPS Assist. Social Outros Base Legal Subsídio do Secretário da Saúde, Assistência e Meio Ambiente. X 1 1 Casos em que a Secretaria da Saúde abranja outras áreas de atuação, deverá

Leia mais

Não Possui Prestadora de Serviços de Informática Nome: DUETO TECNOLOGIA LTDA CNPJ: 04311157000199 Telefone: (51)21182200

Não Possui Prestadora de Serviços de Informática Nome: DUETO TECNOLOGIA LTDA CNPJ: 04311157000199 Telefone: (51)21182200 Neste RVE estão incluídos: Sim Não Modelos da LRF do Legislativo 1. Informações da Entidade 1.1 Dados Cadastrais da Administração Atual CNPJ: 93245421000163 Período: 01/01/2015 a 30/06/2015-3º Bimestre

Leia mais

Q.D.D. 2013 Quadro de Detalhamento da Despesa

Q.D.D. 2013 Quadro de Detalhamento da Despesa Q.D.D. 2013 Quadro de Detalhamento da Despesa FRANCISCO BELLO GALINDO FILHO Prefeito Municipal JULIANA MARTINS DA ROCHA Secretaria Municipal de Planejamento e Finanças Diretoria de Planejamento e Orçamento

Leia mais

RGF - ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") R$ 1,00 DESPESAS EXECUTADAS (Últimos 12 Meses) DESPESA COM PESSOAL

RGF - ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea a) R$ 1,00 DESPESAS EXECUTADAS (Últimos 12 Meses) DESPESA COM PESSOAL PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO ACRE DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL JANEIRO/2007 a DEZEMBRO/2007 RGF - ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") R$ 1,00 DESPESAS EXECUTADAS (Últimos

Leia mais

Lei nº 542/09/2009. Do Orçamento do Município. Dos Orçamentos das Unidades Gestoras Prefeitura e Câmara Municipal

Lei nº 542/09/2009. Do Orçamento do Município. Dos Orçamentos das Unidades Gestoras Prefeitura e Câmara Municipal M U N I C Í P I O D E C H I A P E T A Lei nº 542/09/2009 Estima a Receita e fixa a Despesa do Município de CHIAPETA para o Exercício de 2010.. OSMAR KUHN, Prefeito Municipal de CHIAPETA, faz saber a todos

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL JANEIRO A DEZEMBRO/2004

RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL JANEIRO A DEZEMBRO/2004 O Tribunal de Contas do Estado de Roraima, conforme determina a Lei de Responsabilidade Fiscal elaborou o Relatório de Gestão Fiscal - RGF relativo ao 3.º quadrimestre do exercício de 2004, nos termos

Leia mais

Diário Oficial. Prefeitura Municipal de Ichú Ba. Ano VI - Edição Ordinária n º. 480 26 de março de 2015- Pg1/23 PREFEITURA MUNICIPAL ICHU - BAHIA

Diário Oficial. Prefeitura Municipal de Ichú Ba. Ano VI - Edição Ordinária n º. 480 26 de março de 2015- Pg1/23 PREFEITURA MUNICIPAL ICHU - BAHIA Diário Oficial Prefeitura Municipal de Ichú Ba Ano VI - Edição Ordinária n º. 480 26 de março de 2015- Pg1/23 GABINETE DO PREFEITO LEI Nº 021/2015 DE 26 DE MARÇO DE 2015. Reajusta os vencimentos dos cargos

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santa Cruz de Salinas. Exercício. Detalhamento da Receita com Destinação de Recurso

Prefeitura Municipal de Santa Cruz de Salinas. Exercício. Detalhamento da Receita com Destinação de Recurso Detalha da Receita com Destinação de Recurso 1.0.0.0.00.00 RECEITAS CORRENTES 9.720.720.00 1.1.0.0.00.00 RECEITA TRIBUTÁRIA 1.1.1.0.00.00 IMPOSTOS 122.300.00 1.1.1.2.00.00 Impostos sobre o Patrimônio e

Leia mais

PORTO ALEGRE DIÁRIO OFICIAL EXECUTIVO 2ª EDIÇÃO 2ª EDIÇÃO DE 29/12/06 LEIS E DECRETOS

PORTO ALEGRE DIÁRIO OFICIAL EXECUTIVO 2ª EDIÇÃO 2ª EDIÇÃO DE 29/12/06 LEIS E DECRETOS DIÁRIO OFICIAL DE PORTO ALEGRE Edição 2934 Sexta-feira, 29 de Dezembro de 2006 2ª EDIÇÃO 1 DIÁRIO OFICIAL PORTO ALEGRE de divulgação Oficial do Município Ano XI Edição 2934 Sexta-feira, 29 de Dezembro

Leia mais