8º ANO ENSINO FUNDAMENTAL PORTUGUÊS GABARITO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "8º ANO ENSINO FUNDAMENTAL PORTUGUÊS GABARITO"

Transcrição

1 8º ANO ENSINO FUNDAMENTAL PORTUGUÊS GABARITO 1. A alternativa que melhor completa a frase abaixo é: Até agora, você queria conhecer os das coisas existentes. Daqui para a frente, acrescente outra pergunta: não? a) porquês Por que b) porquês Por quê c) por ques Porque d) por ques Por que JUSTIFICATIVA: Dominar a norma culta da língua. TEXTO POEMA DA CIRCUNSTÂNCIA Mário Quintana Onde estão os meus verdes? Os meus azuis? O arranha-céu comeu! E ainda falam nos mastodontes, nos brontossauros, nos tiranossauros, Que mais sei eu... Os verdadeiros monstros, os Papões, são eles, os arranha-céus! Daqui Do fundo Das suas goelas Só vemos o céu, estreitamente, através de suas empinadas gargantas ressecas. Para que lhes serviu beberem tanta luz?! Defronte Á janela onde trabalho Há uma grande árvore... Mas já estão gestando um monstro de permeio! Sim, uma grande árvore... Enquanto há verde, Pastai, pastai, os olhos meus... Uma grande árvore muito verde... Ah, Todos os meus olhares são de adeus

2 Como um último olhar de um condenado! 2. Os três primeiros versos do texto fazem menção a uma brincadeira de infância. Assinale a alternativa que apresenta a brincadeira a que se faz menção nos três primeiros versos: a) Dedo mindinho, seu vizinho, fura bolo e mata piolho.... b) Boi, boi, boi, boi da cara preta.... c) Se essa rua, se essa rua fosse minha, eu mandava, eu mandava ladrilhar.... d) Adoleta, puxa o rabo do tatu, quem saiu foi tu... e) Plantei um pé de alface, a chuva quebrou o galho... JUSTIFICATIVA: Relacionar o texto com a realidade 3. E ainda falam nos mastodontes, nos brontossauros, nos tiranossauros. O autor estabelece uma comparação entre os mastodontes, brontossauros e tiranossauros com os arranha-céus, pois: a) São animais em extinção, assim como os arranha-céus. b) Mastodontes, brontossauros e tiranossauros eram animais grandes que causavam medo, assim como os arranha-céus. c) Auxiliavam no cuidado à natureza, assim como os arranha-céus auxiliam. d) São considerados feios, assim como os arranha-céus. e) Da mesma forma que os arranha-céus, eles faziam mal à natureza.

3 Observe: Só vimos o céu, estreitamente, através de suas empinadas gargantas ressecas/ Para que lhes serviu beberem tanta luz? 4. O termo sublinhado traz um sentido de: a) Condição b) Finalidade c) Causa d) Consequência e) Proporção JUSTIFICATIVA: Extrair conclusões 5. Quanto ao que se infere de gargantas ressecas : a) O autor utiliza o vocábulo garganta, já que os arranha-céus parecem uma boca. b) O autor utiliza o vocábulo ressecas para se referir ao fato de os arranha-céus serem construídos por concreto. c) O autor utiliza o vocábulo gargantas ressecas, pois há muito tempo não chove. d) O autor utiliza o vocábulo gargantas ressecas para representar suas súplicas. e) Ressecas se refere ao fato de que os arranha céus são construídos por madeira maciça suas empinadas gargantas ressecas.... O pronome suas se refere: a) Aos arranha-céus b) Aos mastodontes, tiranossauros e brontossauros. c) À garganta d) Às goelas e) À ressecas

4 7. Marque a alternativa correta quanto ao que se compreende de Mas já estão gestando um monstro de permeio! : a) Tentarão salvar a árvore a qualquer custo. b) Arrancarão a árvore, pois ela é o verdadeiro monstro. c) Já estão construindo um arranha-céu e logo, logo retirarão a árvore. d) O monstro não é nem a árvore nem os arranha-céus, e sim, os mastodontes, os brontossauros e tiranossauros. e) Os mastodontes, brontossauros e tiranossauros comeram a árvore. JUSTIFICATIVA: Compreender ideias principais e secundárias do texto; 8. Observe as seguintes frases: I. Era uma festa belíssima. II. Bruno é tão inteligente quanto à irmã. III. A viagem foi maravilhosa. Quanto aos elementos destacados podemos afirmar que: a) Somente I é adjetivo. b) I e II são adjetivos. c) I e III são adjetivos. d) Somente II é adjetivo. e) II e III são adjetivos. JUSTIFICATIVA: Identificar as classes gramaticais 9. Assinale a opção que apresenta erro na conjugação verbal: a) Coloque tudo o que couber na bolsa. (caber) b) Amanhã ele proverá a casa de mantimentos. (prover) c) Se ele não se contiver terá problemas.(conter) d) Se faz bom tempo, iremos à praia. (fazer) e) É provável que nos vejamos mais tarde. (ver) JUSTIFICATIVA: Dominar noções básicas dos verbos

5 TEXTO O outro sapo Era uma vez um sapo. Certo dia, quando estava sentado na sua vitória-régia, viu uma linda princesa descansando à beira do lago. O sapo pulou dentro da água, foi nadando até ela e mostrou a cabeça por cima das plantas aquáticas. Perdão, ó linda princesa, disse ele com sua voz mais triste e patética. Será que eu poderia contar com vossa ajuda? A princesa estava prestes a dar um salto e sair correndo, mas ficou com pena daquele sapo com sua voz tão triste e patética. Assim, ela perguntou: O que posso fazer para te ajudar, sapinho? Bem, disse o sapo. Na verdade, eu não sou um sapo, mas um belo príncipe transformado em sapo pelo feitiço de uma bruxa malvada. E esse feitiço só pode ser quebrado pelo beijo de uma linda princesa. A princesa pensou um pouco, depois ergueu o sapo nas mãos e lhe deu um beijo. Foi só uma brincadeira, disse o sapo. Pulou de volta no lago, e a princesa enxugou a baba de sapo dos seus lindos lábios. (Jon Scieszka) 10. Na frase foi nadando até ela, a palavra ela refere-se à: a) feitiço b) beira do lago c) princesa d) bruxa e) sapo 11. O sapo falou com a princesa usando voz triste e patética. A palavra patética significa: a) Bonita b) Entoada c) Piedosa d) Chocante e) Aguda JUSTIFICATIVA: Extrair conclusões

6 12. Perdão, ó linda princesa, disse ele com sua voz mais triste e patética. Será que eu poderia contar com vossa ajuda? Nesta parte do texto o sapo tinha a intenção de: a) fazer um pedido à princesa b) cumprimentar a princesa c) fazer um elogio à princesa d) pedir perdão à princesa e) enganar a princesa. JUSTIFICATIVA: Extrair conclusões 13. A princesa estava prestes a dar um salto e sair correndo, pois: a) A água do lago estava muito suja. b) Avistou a vitória régia. c) Beijou um sapo verdadeiro. d) Avistou um sapo. e) Não se agradou da voz do sapo. 14. Perdão, ó linda princesa. Podemos afirmar que o emissor desta mensagem é: a) o sapo b) a princesa c) o narrador d) o príncipe e) não há emissor nesta mensagem JUSTIFICATIVA: Identificar os elementos de comunicação

7 15. O que se entende quando o sapo diz que foi só uma brincadeira? a) Que ele não sabia que não era príncipe. b) Que a princesa não era realmente uma princesa. c) Que a princesa era uma bruxa. d) Que ele mentiu quando disse que era um príncipe. e) Que não foi a bruxa que transformou-o em sapo. 16. O autor estabelece relação com outra história da literatura infantil, dos contos de fada. Qual? a) Branca de Neve e os sete anões b) Cinderela c) A princesa e o sapo d) Rapunzel e) Bela Adormecida JUSTIFICATIVA: Relacionar o texto com a realidade 17. Sobre o texto é correto afirmar que: a) A princesa não acredita em príncipes encantados. b) A princesa ajudou o sapinho prontamente. c) O sapo tinha a intenção de enganar a princesa. d) A princesa já sabia que o sapo era um príncipe, antes mesmo, de ele contar. e) A princesa pensava que o sapo era a bruxa. JUSTIFICATIVA: Extrair conclusões 18. Certo dia, quando estava sentado na sua vitória-régia, viu uma linda princesa descansando à beira do lago. Sobre o sujeito desta oração podemos afirmar que: a) O sujeito é vitória-régia sujeito simples; b) O sujeito é uma linda princesa sujeito simples; c) O sujeito é lago sujeito oculto; d) O sujeito é sapo sujeito oculto; e) O sujeito é Indeterminado, pois nem pelo contexto conseguimos identificá-lo. JUSTIFICATIVA: Dominar as noções básicas das orações.

8 19. Quais dos exemplos abaixo retirados do texto apresenta exemplo de adjetivo: a) O que posso fazer para te ajudar, sapinho? b) Foi só uma brincadeira c) O sapo pulou dentro da água... d)... sua voz tão triste e patética. e)... quando estava sentado na sua vitória-régia... JUSTIFICATIVA: Identificar as classes gramaticais 20. Assinale a alternativa em que há erro de grafia: a) Ele chegará daqui a pouco. b) Se não estudar, não conseguirá nada. c) Em sua vida, nunca teve muito senso. d) Ele foi à sessão de eletrodomésticos. e) A festa aconteceu há cerca de 20 dias. JUSTIFICATIVA: Dominar a norma culta da língua.

2014 Ano Internacional da Agricultura Familiar. Cultive essa ideia

2014 Ano Internacional da Agricultura Familiar. Cultive essa ideia Componente: Redação Prof s : Danilo / Mª Helena Data: / 08 / 2014 Nota: Nome: Nº Tipo de Prova: V.A. (Verificação de Aprendizagem) Ano: 6º ano Modalidade de Ensino Fundamental II Bimestre: 3º 1. Os testes

Leia mais

Aquecimento inespecífico: Os participantes devem andar pela sala não deixando nenhum espaço vazio, andando cada um no seu ritmo.

Aquecimento inespecífico: Os participantes devem andar pela sala não deixando nenhum espaço vazio, andando cada um no seu ritmo. DINÂMICA DO ESPELHO Embrulha o espelho com papel de presente, mas dentro o espelho deve ser embrulhado com outro papel e colado a seguinte frase: Há pessoas que querem ser bonitas pra chamar a atenção,

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL SIGMA

CENTRO EDUCACIONAL SIGMA 1ºano 1.1 HISTÓRIA E GEOGRAFIA 1º período 8 de abril de 2015 1. LEIA O TEXTO COM A AJUDA DA SUA PROFESSORA. LIVRO DA FAMÍLIA ALGUMAS FAMÍLIAS SÃO GRANDES. ALGUMAS FAMÍLIAS SÃO PEQUENAS. EM ALGUMAS FAMÍLIAS,

Leia mais

O Tomás, que não acreditava no Pai Natal

O Tomás, que não acreditava no Pai Natal O Tomás, que não acreditava no Pai Natal Era uma vez um menino que não acreditava no Pai Natal e fazia troça de todos os outros meninos da escola, e dos irmãos e dos primos, e de qualquer pessoa que dissesse

Leia mais

Atividades Lição 5 ESCOLA É LUGAR DE APRENDER

Atividades Lição 5 ESCOLA É LUGAR DE APRENDER Atividades Lição 5 NOME: N º : CLASSE: ESCOLA É LUGAR DE APRENDER 1. CANTE A MÚSICA, IDENTIFICANDO AS PALAVRAS. A PALAVRA PIRULITO APARECE DUAS VEZES. ONDE ESTÃO? PINTE-AS.. PIRULITO QUE BATE BATE PIRULITO

Leia mais

Anexo II - Guião (Versão 1)

Anexo II - Guião (Versão 1) Anexo II - Guião (Versão 1) ( ) nº do item na matriz Treino História do Coelho (i) [Imagem 1] Era uma vez um coelhinho que estava a passear no bosque com o pai coelho. Entretanto, o coelhinho começou a

Leia mais

Qual o Sentido do Natal?

Qual o Sentido do Natal? Qual o Sentido do Natal? Por Sulamita Ricardo Personagens: José- Maria- Rei1- Rei2- Rei3- Pastor 1- Pastor 2- Pastor 3-1ª Cena Uma música de natal toca Os personagens entram. Primeiro entram José e Maria

Leia mais

Luís Norberto Pascoal

Luís Norberto Pascoal Viver com felicidade é sucesso com harmonia e humildade. Luís Norberto Pascoal Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. ISBN 978-85-7694-131-6 9 788576 941316 Era uma vez um pássaro que

Leia mais

Capa e Diagramação Jordane Mendes Nicole Ferreira. Texto Naraiany Almeida

Capa e Diagramação Jordane Mendes Nicole Ferreira. Texto Naraiany Almeida Capa e Diagramação Jordane Mendes Nicole Ferreira Texto Naraiany Almeida Nicole Ferreira Ilustrações Davi Vinícius dos Santos Gomes Ítalo Gabriel Pimenta Italon Antunes Barreto Jéssica Pâmela de Souza

Leia mais

Apoio: Patrocínio: Realização:

Apoio: Patrocínio: Realização: 1 Apoio: Patrocínio: Realização: 2 CINDERELA 3 CINDERELA Cinderela era uma moça muito bonita, boa, inteligente e triste. Os pais tinham morrido e ela morava num castelo. A dona do castelo era uma mulher

Leia mais

PROVAS DE ADMISSÃO (PROVA MODELO) 5º ANO

PROVAS DE ADMISSÃO (PROVA MODELO) 5º ANO PROVAS DE ADMISSÃO (PROVA MODELO) 5º ANO PARTE I PORTUGUÊS Grupo I Lê com atenção o texto A. O Beijo da Palavrinha Era uma vez uma menina que nunca vira o mar. Chamava-se Maria Poeirinha. Ela e a sua família

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha Ensino Fundamental Turma: PROJETO INTERPRETA AÇÂO (INTERPRETAÇÃO) Nome do (a) Aluno (a): Professor (a): DISCIPLINA:

Leia mais

LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos

LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos Lição 3: Alegria LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos RESUMO BÍBLICO Gálatas 5:23; Gálatas 6:1; 2 Timóteo 2:25; Tito 3; 1 Pedro 3:16 Como seres humanos estamos sempre à mercê de situações sobre

Leia mais

Rica. Eu quero ser... Especial ???????? Luquet. Um guia para encontrar a rota da prosperidade. Apoio: por Mara. Elas&Lucros

Rica. Eu quero ser... Especial ???????? Luquet. Um guia para encontrar a rota da prosperidade. Apoio: por Mara. Elas&Lucros ???????? Apoio: Rica Eu quero ser... Um guia para encontrar a rota da prosperidade por Mara Luquet 81 Era uma vez... Era uma vez uma princesa, dessas que passeiam pelos campos e bosques e são muito bonitas

Leia mais

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus Ensino - Ensino 11 - Anos 11 Anos Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus História Bíblica: Mateus 3:13 a 17; Marcos 1:9 a 11; Lucas 3:21 a 22 João Batista estava no rio Jordão batizando as pessoas que queriam

Leia mais

A.C. Ilustrações jordana germano

A.C. Ilustrações jordana germano A.C. Ilustrações jordana germano 2013, O autor 2013, Instituto Elo Projeto gráfico, capa, ilustração e diagramação: Jordana Germano C736 Quero-porque-quero!! Autor: Alexandre Compart. Belo Horizonte: Instituto

Leia mais

Quanto à classificação das orações coordenadas, temos dois tipos: Coordenadas Assindéticas e Coordenadas Sindéticas.

Quanto à classificação das orações coordenadas, temos dois tipos: Coordenadas Assindéticas e Coordenadas Sindéticas. LISTA DE RECUPERAÇÃO FINAL 9º ANO - PORTUGUÊS Caro aluno, seguem abaixo os assuntos para a prova de exame. É só um lembrete, pois os mesmos estão nas apostilas do primeiro bimestre, segundo e terceiro

Leia mais

SIMULADO/AVALIAÇÃO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO 3º ANO CADERNO DO ALUNO PRIMEIRO SEMESTRE 2012

SIMULADO/AVALIAÇÃO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO 3º ANO CADERNO DO ALUNO PRIMEIRO SEMESTRE 2012 Escola Estadual Professor Manoel Machado Povoado da Serra Verde Virgínia MG CEP 37465-000 SIMULADO/AVALIAÇÃO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO 3º ANO CADERNO DO ALUNO PRIMEIRO SEMESTRE 2012 ESCOLA: NOME: DATA DE

Leia mais

Trabalho Individual. Sessão de Leitura da História O Pedro e o Lobo

Trabalho Individual. Sessão de Leitura da História O Pedro e o Lobo Trabalho Individual Sessão de Leitura da História O Pedro e o Lobo Destinatários Alunos com idades entre os cinco, seis anos a frequentar o Ensino Pré-Escolar pela terceira vez. Local da Sessão de leitura

Leia mais

- Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe?

- Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe? Trecho do romance Caleidoscópio Capítulo cinco. 05 de novembro de 2012. - Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe? Caçulinha olha para mim e precisa fazer muita força para isso,

Leia mais

RIMAS PERFEITAS, IMPERFEITAS E MAIS-QUE-PERFEITAS JOGOS E ACTIVIDADES

RIMAS PERFEITAS, IMPERFEITAS E MAIS-QUE-PERFEITAS JOGOS E ACTIVIDADES RIMAS PERFEITAS, IMPERFEITAS E MAIS-QUE-PERFEITAS JOGOS E ACTIVIDADES Recorda! Verbos são palavras que refer acções ou processos praticados ou desenvolvidos por alguém. Os verbos distribu-se por vários

Leia mais

Afonso levantou-se de um salto, correu para a casa de banho, abriu a tampa da sanita e vomitou mais uma vez. Posso ajudar? perguntou a Maria,

Afonso levantou-se de um salto, correu para a casa de banho, abriu a tampa da sanita e vomitou mais uma vez. Posso ajudar? perguntou a Maria, O Afonso levantou-se de um salto, correu para a casa de banho, abriu a tampa da sanita e vomitou mais uma vez. Posso ajudar? perguntou a Maria, preocupada, pois nunca tinha visto o primo assim tão mal

Leia mais

O Menino do Futuro. Dhiogo José Caetano

O Menino do Futuro. Dhiogo José Caetano O Menino do Futuro Dhiogo José Caetano 1 Início da história Tudo começa em uma cidade pequena do interior de Goiás, com o nome de Uruana. Havia um garoto chamado Dhiogo San Diego, um pequeno inventor que

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

Dicas para investir em Imóveis

Dicas para investir em Imóveis Dicas para investir em Imóveis Aqui exploraremos dicas de como investir quando investir e porque investir em imóveis. Hoje estamos vivendo numa crise política, alta taxa de desemprego, dólar nas alturas,

Leia mais

AS VIAGENS ESPETACULARES DE PAULO

AS VIAGENS ESPETACULARES DE PAULO Bíblia para crianças apresenta AS VIAGENS ESPETACULARES DE PAULO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Janie Forest Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da

Leia mais

Tenho Sede - Gilberto Gil

Tenho Sede - Gilberto Gil Tenho Sede - Gilberto Gil Traga-me um copo d'água, tenho sede E essa sede pode me matar Minha garganta pede um pouco d'água E os meus olhos pedem teu olhar A planta pede chuva quando quer brotar O céu

Leia mais

O Menino do futuro. Dhiogo José Caetano Uruana, Goiás Início da história

O Menino do futuro. Dhiogo José Caetano Uruana, Goiás Início da história O Menino do futuro Dhiogo José Caetano Uruana, Goiás Início da história Tudo começa em uma cidade pequena do interior de Goiás, com o nome de Uruana. Havia um garoto chamado Dhiogo San Diego, um pequeno

Leia mais

Advérbio. 1. Assinale a frase em que "meio" funciona como advérbio:

Advérbio. 1. Assinale a frase em que meio funciona como advérbio: Advérbio 1. Assinale a frase em que "meio" funciona como advérbio: a) Só quero meio quilo. b) Achei-o meio triste. c) Descobri o meio de acertar. d) Parou no meio da rua. e) Comprou um metro e meio. 2.

Leia mais

Ano: 8 Turmas: 8.1 e 8.2

Ano: 8 Turmas: 8.1 e 8.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 2ª Etapa 2014 Disciplina:Língua Portuguesa Professor (a): Cris Souto Ano: 8 Turmas: 8.1 e 8.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de

Leia mais

História Para as Crianças. A menina que caçoou

História Para as Crianças. A menina que caçoou História Para as Crianças A menina que caçoou Bom dia crianças, feliz sábado! Uma vez, do outro lado do mundo, em um lugar chamado Austrália vivia uma menina. Ela não era tão alta como algumas meninas

Leia mais

Quem tem boca vai a Roma

Quem tem boca vai a Roma Quem tem boca vai a Roma AUUL AL A MÓDULO 14 Um indivíduo que parece desorientado e não consegue encontrar o prédio que procura, aproxima-se de outro com um papel na mão: - Por favor, poderia me informar

Leia mais

Ler, Escrever e Criar. A Fada Oriana

Ler, Escrever e Criar. A Fada Oriana Ler, Escrever e Criar Cartas entre as personagens de A Fada Oriana 5ºA Professora Margarida Lopes Ano Lectivo 2009/2010 De: Peixe Rua das Flores Cidade do Lago Para: Rainha das Fadas Boas Castelo das Rainhas

Leia mais

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. www.hinarios.org 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. www.hinarios.org 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR HINÁRIO O APURO Tema 2012: Flora Brasileira Araucária Francisco Grangeiro Filho 1 www.hinarios.org 2 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR Precisa se trabalhar Para todos aprender A virgem mãe

Leia mais

Brasileiros esperam ganhar salário três vezes maior após fazer MBA

Brasileiros esperam ganhar salário três vezes maior após fazer MBA COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 6º Ano Profª: Margareth Rodrigues Dutra Disciplina: Língua Portuguesa Aluno(a): TRABALHO DE RECUPERAÇÃO Data de entrega: 18/12/14 Questão 1- Leia o texto a seguir. Brasileiros

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração do Centro de Especialidades Odontológicas de Campo Limpo

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração do Centro de Especialidades Odontológicas de Campo Limpo , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração do Centro de Especialidades Odontológicas de Campo Limpo São Paulo-SP, 20 de outubro de 2004 Meus queridos companheiros e minhas queridas companheiras

Leia mais

As 12 Vitimas do Medo.

As 12 Vitimas do Medo. As 12 Vitimas do Medo. Em 1980 no interior de São Paulo, em um pequeno sítio nasceu Willyan de Sousa Filho. Filho único de Dionizia de Sousa Millito e Willian de Sousa. Sempre rodeado de toda atenção por

Leia mais

Animação Sociocultural. No PAís do Amor

Animação Sociocultural. No PAís do Amor No PAís do Amor Há muito, muito tempo, num reino que ficava Mais Longe que Bué Bué longe, vivia-se com muito amor e alegria. Os dias eram passados em festa e eram todos muito amigos. Nesse reino havia

Leia mais

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. Tema 2012: Flora Brasileira Araucária

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. Tema 2012: Flora Brasileira Araucária HINÁRIO O APURO Tema 2012: Flora Brasileira Araucária Francisco Grangeiro Filho 1 www.hinarios.org 2 01 PRECISA SE TRABALHAR Marcha Precisa se trabalhar Para todos aprender A virgem mãe me disse Que é

Leia mais

MARIANA: Fátima? Você tem certeza que seu pai vai gostar? Ele é meio careta, apesar de que é uma linda homenagem.

MARIANA: Fátima? Você tem certeza que seu pai vai gostar? Ele é meio careta, apesar de que é uma linda homenagem. Pais e filhos 1º cena: música ambiente (início da música pais e filhos legião urbana - duas pessoas entram com um mural e começam a confeccionar com frases para o aniversário do pai de uma delas (Fátima),

Leia mais

1) Observe a fala do peru, no último quadrinho. a) Quantos verbos foram empregados nessa fala? Dois. b) Logo, quantas orações há nesse período? Duas.

1) Observe a fala do peru, no último quadrinho. a) Quantos verbos foram empregados nessa fala? Dois. b) Logo, quantas orações há nesse período? Duas. Pág. 41 1 e 2 1) Observe a fala do peru, no último quadrinho. a) Quantos verbos foram empregados nessa fala? Dois. b) Logo, quantas orações há nesse período? Duas. c) Delimite as orações. Foi o presente

Leia mais

L0NGE, atrás em monte, sol cair e céu ficar em fogo. Fraco, Eu

L0NGE, atrás em monte, sol cair e céu ficar em fogo. Fraco, Eu 5 L0NGE, atrás em monte, sol cair e céu ficar em fogo. Fraco, Eu subir monte, pés d Eu molhados em erva fria. Não haver erva em cima em monte. Só haver terra, em volta, monte como cabeça de homem sem cabelo.

Leia mais

O PASTOR AMOROSO. Alberto Caeiro. Fernando Pessoa

O PASTOR AMOROSO. Alberto Caeiro. Fernando Pessoa O PASTOR AMOROSO Alberto Caeiro Fernando Pessoa Este texto foi digitado por Eduardo Lopes de Oliveira e Silva, no Rio de Janeiro, em maio de 2006. Manteve-se a ortografia vigente em Portugal. 2 SUMÁRIO

Leia mais

5º ANO 8 8/nov/11 PORTUGUÊS 4º

5º ANO 8 8/nov/11 PORTUGUÊS 4º 5º ANO 8 8/nov/11 PORTUGUÊS 4º 1. Um músico muito importante do nosso país é Milton Nascimento, cantor e compositor brasileiro, reconhecido, mundialmente, como um dos mais influentes e talentosos cantores

Leia mais

UMA ESPOSA PARA ISAQUE Lição 12

UMA ESPOSA PARA ISAQUE Lição 12 UMA ESPOSA PARA ISAQUE Lição 12 1 1. Objetivos: Ensinar que Eliézer orou pela direção de Deus a favor de Isaque. Ensinar a importância de pedir diariamente a ajuda de Deus. 2. Lição Bíblica: Gênesis 2

Leia mais

Você já deve ter lido varias vezes sobre, Gatilhos Mentais, pois bem, hoje vamos falar sobre isso...

Você já deve ter lido varias vezes sobre, Gatilhos Mentais, pois bem, hoje vamos falar sobre isso... Olá, tudo bem?! Nesse Mini E-book eu vou lhe passar a 1º Sacada da semana, pretendo toda semana compartilhar informações com você, pois sei bem o que é ficar na internet buscando informações e nunca encontrar

Leia mais

Lista de Diálogo - Cine Camelô

Lista de Diálogo - Cine Camelô Lista de Diálogo - Cine Camelô Oi amor... tudo bem? Você falou que vinha. É, eu tô aqui esperando. Ah tá, mas você vai vir? Então tá bom vou esperar aqui. Tá bom? Que surpresa boa. Oh mano. Aguá! Bolha!

Leia mais

TESTE DE ELENCO COM UMA CENA. Por VINICIUS MOURA

TESTE DE ELENCO COM UMA CENA. Por VINICIUS MOURA TESTE DE ELENCO COM UMA CENA Por VINICIUS MOURA * Embora seja uma cena que contenha dois atores os candidatos serão avaliados individualmente. Os critérios de avaliação se darão a partir da performace

Leia mais

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa Olhando as peças Histórias de Deus:Gênesis-Apocalipse 3 a 6 anos Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa História Bíblica: Gênesis 41-47:12 A história de José continua com ele saindo da prisão

Leia mais

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 5 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: PoRTUGUÊs UMA IDEIA TODA AZUL

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 5 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: PoRTUGUÊs UMA IDEIA TODA AZUL Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 5 Ọ ANO EM 2014 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: UMA IDEIA TODA AZUL Um dia o Rei teve uma ideia. Era a primeira da vida

Leia mais

Professora: Lícia Souza

Professora: Lícia Souza Professora: Lícia Souza Morfossintaxe: a seleção e a combinação de palavras Observe que, para combinar as palavras loucamente, louco e loucura com outras palavras nas frases de modo que fiquem de acordo

Leia mais

O LIVRO SOLIDÁRIO. Texto: Letícia Soares Ilustração: Hildegardis Bunda Turma 9º A

O LIVRO SOLIDÁRIO. Texto: Letícia Soares Ilustração: Hildegardis Bunda Turma 9º A O LIVRO SOLIDÁRIO Texto: Letícia Soares Ilustração: Hildegardis Bunda Turma 9º A 1 Era uma vez um rapaz que se chamava Mau-Duar, que vivia com os pais numa aldeia isolada no Distrito de Viqueque, que fica

Leia mais

A CURA DE UM MENINO Lição 31

A CURA DE UM MENINO Lição 31 A CURA DE UM MENINO Lição 31 1 1. Objetivos: Mostrar o poder da fé. Mostrar que Deus tem todo o poder. 2. Lição Bíblica: Mateus 17.14-21; Marcos 9.14-29; Lucas 9.37-43 (Leitura bíblica para o professor)

Leia mais

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri. Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.com Página 1 1. HISTÓRIA SUNAMITA 2. TEXTO BÍBLICO II Reis 4 3.

Leia mais

O Espírito de Religiosidade

O Espírito de Religiosidade O Espírito de Religiosidade Pr. Alcione Emerich Como vive um Cristão Salvo contaminado ou infectado pelo Espírito de Religiosidade Hoje será um Culto de Libertação, vamos quebrar esta maldição em nossas

Leia mais

6 Estimular a Criatividade

6 Estimular a Criatividade OZARFAXINARS N.2 DEZEMBRO 2005 121 6 Estimular a Criatividade Como aspecto menos valorizado pela Escola, a criatividade pode estimular novas formas de o jovem se relacionar com o mundo, desenvolvendo atitudes

Leia mais

Língua Portuguesa 4 º ano. A camponesa sábia *

Língua Portuguesa 4 º ano. A camponesa sábia * Avaliação 3 o Bimestre NOME: N º : CLASSE: Na sétima unidade você leu algumas histórias com príncipes e princesas em seus majestosos castelos. O texto a seguir é mais uma dessas histórias. Ele nos conta

Leia mais

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão.

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO Código Entrevista: 2 Data: 18/10/2010 Hora: 16h00 Duração: 23:43 Local: Casa de Santa Isabel DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS Idade

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

Texto 1 PRA DAR NO PÉ (Pedro Antônio de Oliveira)

Texto 1 PRA DAR NO PÉ (Pedro Antônio de Oliveira) PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 3 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Texto 1 PRA DAR NO PÉ (Pedro

Leia mais

Aprender linguagem > 18 meses a 3 anos > 1. VOCABULÁRIO. Primeiras palavras. Vamos acompanhar

Aprender linguagem > 18 meses a 3 anos > 1. VOCABULÁRIO. Primeiras palavras. Vamos acompanhar Aprender linguagem > 18 meses a 3 anos > 1. VOCABULÁRIO Primeiras palavras. Vamos acompanhar 1 Aprender linguagem > 18 meses a 3 anos > 1. VOCABULÁRIO > 1.1. Vamos acompanhar 01. Aproxima-se de 50 palavras?

Leia mais

RECADO AOS PROFESSORES

RECADO AOS PROFESSORES RECADO AOS PROFESSORES Caro professor, As aulas deste caderno não têm ano definido. Cabe a você decidir qual ano pode assimilar cada aula. Elas são fáceis, simples e às vezes os assuntos podem ser banais

Leia mais

Morte no Nilo. Vais passar à História! Anda na diversão MAIS ASSUSTADORA da TerrorLândia.

Morte no Nilo. Vais passar à História! Anda na diversão MAIS ASSUSTADORA da TerrorLândia. Morte no Nilo Vais ficar como uma Múmia Vais passar à História! Anda na diversão MAIS ASSUSTADORA da TerrorLândia. Foge da Terrorlândia Morte no Nilo Vais ficar como uma Múmia Vais passar à História! Anda

Leia mais

Escola EB1 de Brunheiras

Escola EB1 de Brunheiras Escola EB1 de Brunheiras O dia dos namorados Era uma vez uma princesa chamada Francesca que estava apaixonada pelo príncipe Marco. Um dia o príncipe foi salvar a Francesca que estava presa na torre do

Leia mais

COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No.

COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No. COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No. Trabalho Avaliativo Valor: 30 % Nota: Minhas Férias Eu, minha mãe, meu pai, minha irmã (Su) e meu cachorro

Leia mais

Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa. O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse. O melhor amigo

Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa. O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse. O melhor amigo Instituto Presbiteriano de Educação Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse Leia o texto abaixo para responder às questões 01 a

Leia mais

Laranja-fogo. Cor-de-céu

Laranja-fogo. Cor-de-céu Laranja-fogo. Cor-de-céu Talita Baldin Eu. Você. Não. Quero. Ter. Nome. Voz. Quero ter voz. Não. Não quero ter voz. Correram pela escada. Correram pelo corredor. Espiando na porta. Olho de vidro para quem

Leia mais

Jefté era de Mizpá, em Gileade, terra de Jó e Elias. Seu nome (hebraico/aramaico - יפתח Yiftach / Yipthaχ). Foi um dos Juízes de

Jefté era de Mizpá, em Gileade, terra de Jó e Elias. Seu nome (hebraico/aramaico - יפתח Yiftach / Yipthaχ). Foi um dos Juízes de Jefté era de Mizpá, em Gileade, terra de Jó e Elias. Seu nome (hebraico/aramaico - יפתח Yiftach / Yipthaχ). Foi um dos Juízes de Israel por um período de seis anos (Jz 2:7 ). Jefté viveu em Gileade e foi

Leia mais

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES:

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES: Atividades gerais: Verbos irregulares no - ver na página 33 as conjugações dos verbos e completar os quadros com os verbos - fazer o exercício 1 Entrega via e-mail: quarta-feira 8 de julho Verbos irregulares

Leia mais

Nada de telefone celular antes do sexto ano

Nada de telefone celular antes do sexto ano L e i n º1 Nada de telefone celular antes do sexto ano Nossos vizinhos da frente estão passando uma semana em um cruzeiro, então me pediram para buscar o jornal e a correspondência todos os dias, enquanto

Leia mais

Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade I 2º Ano 2011

Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade I 2º Ano 2011 Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade I 2º Ano 2011 Ensino Fundamental e Ensino Médio Sistema de Recuperação ATIVIDADE BLOG Nome do (a) Aluno (a): ATIVIDADE DE ESTUDO Recuperação Anual de Língua Portuguesa

Leia mais

Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 18.1 Conteúdo: Tempos verbais.

Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 18.1 Conteúdo: Tempos verbais. 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 18.1 Conteúdo: Tempos verbais. 3 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO

Leia mais

DOMINGO V DA QUARESMA

DOMINGO V DA QUARESMA DOMINGO V DA QUARESMA LEITURA I Ez 37, 12-14 «Infundirei em vós o meu espírito e revivereis» Leitura da Profecia de Ezequiel Assim fala o Senhor Deus: «Vou abrir os vossos túmulos e deles vos farei ressuscitar,

Leia mais

Levantando o Mastro CD 02. Bom Jesus da Cana Verde. Divino Espírito Santo Dobrado. Areia areia

Levantando o Mastro CD 02. Bom Jesus da Cana Verde. Divino Espírito Santo Dobrado. Areia areia CD 02 Bom Jesus da Cana Verde [ai bom Jesus da Cana Verde é nosso pai, é nosso Deus (bis)] ai graças a Deus para sempre que tornamos a voltar ai com o mesmo Pombo Divino da glória celestial ai Meu Divino

Leia mais

Narrador Era uma vez um livro de contos de fadas que vivia na biblioteca de uma escola. Chamava-se Sésamo e o e o seu maior desejo era conseguir contar todas as suas histórias até ao fim, porque já ninguém

Leia mais

Em um campo inabitado, cheio de flores, em

Em um campo inabitado, cheio de flores, em Para onde foi o meu dinheiro? A fábula das abelhas. Em um campo inabitado, cheio de flores, em uma terra distante, havia uma colméia diferente das demais. Tudo nessa colméia era muito bem organizado, limpo

Leia mais

Dar de comer a quem tem fome 1º E 2º CICLOS. 3ª feira, dia 26 de abril de 2016 INTRODUÇÃO

Dar de comer a quem tem fome 1º E 2º CICLOS. 3ª feira, dia 26 de abril de 2016 INTRODUÇÃO 3ª feira, dia 26 de abril de 2016 Dar de comer a quem tem fome 1º E 2º CICLOS Bom dia a todos. Preparados para mais um dia de aulas?! Muito bem! Hoje vamos falar como é importante dar comida a quem não

Leia mais

O pato perto da porta o pato perto da pia o pato longe da pata o pato pia que pia

O pato perto da porta o pato perto da pia o pato longe da pata o pato pia que pia PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 2 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ==================================================================== TEXTO 1 O PATO 01- De acordo com o

Leia mais

Coisas de pais. partes I e II Língua Portuguesa e Matemática. texto 1. Você pode utilizar o verso de todas as folhas e a última página como rascunho.

Coisas de pais. partes I e II Língua Portuguesa e Matemática. texto 1. Você pode utilizar o verso de todas as folhas e a última página como rascunho. Você pode utilizar o verso de todas as folhas e a última página como rascunho. partes I e II Língua Portuguesa e Matemática texto 1 Coisas de pais Eu estudava em um colégio bom, ele tinha uma ótima localização.

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

O dia em que parei de mandar minha filha andar logo

O dia em que parei de mandar minha filha andar logo O dia em que parei de mandar minha filha andar logo Rachel Macy Stafford Quando se está vivendo uma vida distraída, dispersa, cada minuto precisa ser contabilizado. Você sente que precisa estar cumprindo

Leia mais

UNIDADE 3: MUNDO PERDIDO PESSOAS PERDIDAS PRECISAM OUVIR A HISTÓRIA DE JESUS

UNIDADE 3: MUNDO PERDIDO PESSOAS PERDIDAS PRECISAM OUVIR A HISTÓRIA DE JESUS Frutos-1 Impact0 LIÇÃO 12 VIVENDO A VIDA COM DEUS UNIDADE 3: MUNDO PERDIDO PESSOAS PERDIDAS PRECISAM OUVIR A HISTÓRIA DE JESUS 9-11 Anos HISTÓRIA BÍBLICA João 1:12; I Pedro 3:15, 18 A Bíblia nos ensina

Leia mais

Leitura e Mediação Pedagógica

Leitura e Mediação Pedagógica Protocolo Colaborador: 12 Leitura e Mediação Pedagógica G. Pesquisador: Rosineide Magalhães de Sousa Corinthians(2) x Palestra(1)#Rosineide\cor_pal.jpg.jpg# Transcrição 80) P: Então Gabriel... eu vou pedir

Leia mais

Estava na sua casa do Pólo Norte e seguia pela televisão a cerimónia do desembrulhar das prendas em todas as casas do mundo.

Estava na sua casa do Pólo Norte e seguia pela televisão a cerimónia do desembrulhar das prendas em todas as casas do mundo. Por momentos, o Pai Natal só conseguia ver papéis de embrulho amarfanhados e laços coloridos que muitos pés, grandes e pequenos, de botifarras, sapatos de tacão, de atacadores e de pala, de pantufas e

Leia mais

O príncipe rã. Cuaderrnillo de Actividades correspondiente a Maestra de Primaria N 0 65. curso

O príncipe rã. Cuaderrnillo de Actividades correspondiente a Maestra de Primaria N 0 65. curso O príncipe rã Há muitos anos vivia num majestoso castelo Amália, uma princesa muito bonita e divertida. Ela passava todas as tardes a brincar com o seu brinquedo preferido: uma bolinha de ouro maciço.

Leia mais

Conceito de Sobrecarga Psicológica Stanley Milgram Quando cheguei a Nova Iorque pela primeira vez, parecia um pesadelo. Tão logo desci do trem no Grand Central, encontrei-me entre um amontoado de pessoas

Leia mais

E alegre se fez triste

E alegre se fez triste Manuel Alegre Manuel Alegre nasceu em 1936 e estudou na Faculdade de Direito de Coimbra, onde participou activamente nas lutas académicas. Cumpriu o serviço militar na guerra colonial em Angola. Nessa

Leia mais

che0aba 1 Atividade lúdica Material J Caixas do Antigo e do Novo Testamento com as subdivisões e os livros confeccionados nas aulas anteriores

che0aba 1 Atividade lúdica Material J Caixas do Antigo e do Novo Testamento com as subdivisões e os livros confeccionados nas aulas anteriores OBJETIVOS Aprender que a Bíblia deve ser anunciada. Sentir-se motivado a anunciar a Palavra de Deus. 4 Anunciar pessoalmente a Bíblia a um grupo de amigos. che0aba Cada aluno deverá dizer a senha ao entrar

Leia mais

Lucas Zanella. Collin Carter. & A Civilização Sem Memórias

Lucas Zanella. Collin Carter. & A Civilização Sem Memórias Lucas Zanella Collin Carter & A Civilização Sem Memórias Sumário O primeiro aviso...5 Se você pensa que esse livro é uma obra de ficção como outra qualquer, você está enganado, isso não é uma ficção. Não

Leia mais

Texto 2. Julinho, o sapo

Texto 2. Julinho, o sapo Texto 2 Nós vamos ler um texto bem diferente do texto 1. Também tem princesa, sapo, mas o que acontece é difícil de imaginar. Nestes versos você vai encontrar uma pista. Lá no brejo tem um sapo que canta

Leia mais

Exercícios Complementares Língua Portuguesa Profª Ana Paula de Melo. Hora de brincar!

Exercícios Complementares Língua Portuguesa Profª Ana Paula de Melo. Hora de brincar! Exercícios Complementares Língua Portuguesa Profª Ana Paula de Melo Hora de brincar! Que tal dar um giro pela história e saber como eram as brincadeiras de antigamente? Brincar é muito bom. Concorda? Pois

Leia mais

Aula 4.1 Conteúdo: Frase Classificação quanto à intenção Classificação quanto à estrutura (oração) LÍNGUA PORTUGUESA FORTALECENDO SABERES

Aula 4.1 Conteúdo: Frase Classificação quanto à intenção Classificação quanto à estrutura (oração) LÍNGUA PORTUGUESA FORTALECENDO SABERES 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 4.1 Conteúdo: Frase Classificação quanto à intenção Classificação quanto à estrutura (oração) 3 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES

Leia mais

Atividade de Estudo - Português

Atividade de Estudo - Português Atividade de Estudo - Português Leia o texto abaixo e em seguida responda as questões. 5º ano OS TRÊS ASTRONAUTAS Umberto Eco e Eugenio Carmi (Texto adaptado) Era uma vez a Terra. E era uma vez Marte.

Leia mais

Desvios de redações efetuadas por alunos do Ensino Médio

Desvios de redações efetuadas por alunos do Ensino Médio Desvios de redações efetuadas por alunos do Ensino Médio 1. Substitua as palavras destacadas (ou mesmo aquelas que não estejam), de forma que os fragmentos abaixo fiquem mais elegantes, próximos à língua

Leia mais

INSTRUÇÕES GERAIS SOBRE A PROVA. Esta prova é constituída por duas partes, separadas por um intervalo de 30 minutos. 1.ª Parte (45 minutos)

INSTRUÇÕES GERAIS SOBRE A PROVA. Esta prova é constituída por duas partes, separadas por um intervalo de 30 minutos. 1.ª Parte (45 minutos) PA-LP 3 INSTRUÇÕES GERAIS SOBRE A PROVA Esta prova é constituída por duas partes, separadas por um intervalo de 30 minutos. 1.ª Parte (45 minutos) Durante este tempo, vais ler, com muita atenção, um texto

Leia mais

INDICE Introdução 03 Você é muito bonzinho 04 Vamos ser apenas amigos dicas para zona de amizade Pg: 05 Evite pedir permissão

INDICE Introdução 03 Você é muito bonzinho 04 Vamos ser apenas amigos dicas para zona de amizade Pg: 05 Evite pedir permissão 1 INDICE Introdução... Pg: 03 Você é muito bonzinho... Pg: 04 Vamos ser apenas amigos dicas para zona de amizade... Pg: 05 Evite pedir permissão... Pg: 07 Não tenha medo de ser você mesmo... Pg: 08 Não

Leia mais

Convite. Poesia é brincar com palavras como se brinca com bola, papagaio, pião. Só que bola, papagaio, pião de tanto brincar se gastam.

Convite. Poesia é brincar com palavras como se brinca com bola, papagaio, pião. Só que bola, papagaio, pião de tanto brincar se gastam. Convite Poesia é brincar com palavras como se brinca com bola, papagaio, pião. Só que bola, papagaio, pião de tanto brincar se gastam. As palavras não: quanto mais se brinca com elas mais novas ficam.

Leia mais

SÃO PAULO TURISMO S/A SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA Nº 003/2014 OPERADOR DE ESTACIONAMENTO

SÃO PAULO TURISMO S/A SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA Nº 003/2014 OPERADOR DE ESTACIONAMENTO SÃO PAULO TURISMO S/A SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA Nº 003/2014 OPERADOR DE ESTACIONAMENTO NOME DO CANDIDATO: RG: INSTRUÇÕES: 1. O candidato está recebendo, juntamente com este caderno de provas, o cartão

Leia mais