8º ANO ENSINO FUNDAMENTAL PORTUGUÊS GABARITO

Save this PDF as:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "8º ANO ENSINO FUNDAMENTAL PORTUGUÊS GABARITO"

Transcrição

1 8º ANO ENSINO FUNDAMENTAL PORTUGUÊS GABARITO 1. A alternativa que melhor completa a frase abaixo é: Até agora, você queria conhecer os das coisas existentes. Daqui para a frente, acrescente outra pergunta: não? a) porquês Por que b) porquês Por quê c) por ques Porque d) por ques Por que JUSTIFICATIVA: Dominar a norma culta da língua. TEXTO POEMA DA CIRCUNSTÂNCIA Mário Quintana Onde estão os meus verdes? Os meus azuis? O arranha-céu comeu! E ainda falam nos mastodontes, nos brontossauros, nos tiranossauros, Que mais sei eu... Os verdadeiros monstros, os Papões, são eles, os arranha-céus! Daqui Do fundo Das suas goelas Só vemos o céu, estreitamente, através de suas empinadas gargantas ressecas. Para que lhes serviu beberem tanta luz?! Defronte Á janela onde trabalho Há uma grande árvore... Mas já estão gestando um monstro de permeio! Sim, uma grande árvore... Enquanto há verde, Pastai, pastai, os olhos meus... Uma grande árvore muito verde... Ah, Todos os meus olhares são de adeus

2 Como um último olhar de um condenado! 2. Os três primeiros versos do texto fazem menção a uma brincadeira de infância. Assinale a alternativa que apresenta a brincadeira a que se faz menção nos três primeiros versos: a) Dedo mindinho, seu vizinho, fura bolo e mata piolho.... b) Boi, boi, boi, boi da cara preta.... c) Se essa rua, se essa rua fosse minha, eu mandava, eu mandava ladrilhar.... d) Adoleta, puxa o rabo do tatu, quem saiu foi tu... e) Plantei um pé de alface, a chuva quebrou o galho... JUSTIFICATIVA: Relacionar o texto com a realidade 3. E ainda falam nos mastodontes, nos brontossauros, nos tiranossauros. O autor estabelece uma comparação entre os mastodontes, brontossauros e tiranossauros com os arranha-céus, pois: a) São animais em extinção, assim como os arranha-céus. b) Mastodontes, brontossauros e tiranossauros eram animais grandes que causavam medo, assim como os arranha-céus. c) Auxiliavam no cuidado à natureza, assim como os arranha-céus auxiliam. d) São considerados feios, assim como os arranha-céus. e) Da mesma forma que os arranha-céus, eles faziam mal à natureza.

3 Observe: Só vimos o céu, estreitamente, através de suas empinadas gargantas ressecas/ Para que lhes serviu beberem tanta luz? 4. O termo sublinhado traz um sentido de: a) Condição b) Finalidade c) Causa d) Consequência e) Proporção JUSTIFICATIVA: Extrair conclusões 5. Quanto ao que se infere de gargantas ressecas : a) O autor utiliza o vocábulo garganta, já que os arranha-céus parecem uma boca. b) O autor utiliza o vocábulo ressecas para se referir ao fato de os arranha-céus serem construídos por concreto. c) O autor utiliza o vocábulo gargantas ressecas, pois há muito tempo não chove. d) O autor utiliza o vocábulo gargantas ressecas para representar suas súplicas. e) Ressecas se refere ao fato de que os arranha céus são construídos por madeira maciça suas empinadas gargantas ressecas.... O pronome suas se refere: a) Aos arranha-céus b) Aos mastodontes, tiranossauros e brontossauros. c) À garganta d) Às goelas e) À ressecas

4 7. Marque a alternativa correta quanto ao que se compreende de Mas já estão gestando um monstro de permeio! : a) Tentarão salvar a árvore a qualquer custo. b) Arrancarão a árvore, pois ela é o verdadeiro monstro. c) Já estão construindo um arranha-céu e logo, logo retirarão a árvore. d) O monstro não é nem a árvore nem os arranha-céus, e sim, os mastodontes, os brontossauros e tiranossauros. e) Os mastodontes, brontossauros e tiranossauros comeram a árvore. JUSTIFICATIVA: Compreender ideias principais e secundárias do texto; 8. Observe as seguintes frases: I. Era uma festa belíssima. II. Bruno é tão inteligente quanto à irmã. III. A viagem foi maravilhosa. Quanto aos elementos destacados podemos afirmar que: a) Somente I é adjetivo. b) I e II são adjetivos. c) I e III são adjetivos. d) Somente II é adjetivo. e) II e III são adjetivos. JUSTIFICATIVA: Identificar as classes gramaticais 9. Assinale a opção que apresenta erro na conjugação verbal: a) Coloque tudo o que couber na bolsa. (caber) b) Amanhã ele proverá a casa de mantimentos. (prover) c) Se ele não se contiver terá problemas.(conter) d) Se faz bom tempo, iremos à praia. (fazer) e) É provável que nos vejamos mais tarde. (ver) JUSTIFICATIVA: Dominar noções básicas dos verbos

5 TEXTO O outro sapo Era uma vez um sapo. Certo dia, quando estava sentado na sua vitória-régia, viu uma linda princesa descansando à beira do lago. O sapo pulou dentro da água, foi nadando até ela e mostrou a cabeça por cima das plantas aquáticas. Perdão, ó linda princesa, disse ele com sua voz mais triste e patética. Será que eu poderia contar com vossa ajuda? A princesa estava prestes a dar um salto e sair correndo, mas ficou com pena daquele sapo com sua voz tão triste e patética. Assim, ela perguntou: O que posso fazer para te ajudar, sapinho? Bem, disse o sapo. Na verdade, eu não sou um sapo, mas um belo príncipe transformado em sapo pelo feitiço de uma bruxa malvada. E esse feitiço só pode ser quebrado pelo beijo de uma linda princesa. A princesa pensou um pouco, depois ergueu o sapo nas mãos e lhe deu um beijo. Foi só uma brincadeira, disse o sapo. Pulou de volta no lago, e a princesa enxugou a baba de sapo dos seus lindos lábios. (Jon Scieszka) 10. Na frase foi nadando até ela, a palavra ela refere-se à: a) feitiço b) beira do lago c) princesa d) bruxa e) sapo 11. O sapo falou com a princesa usando voz triste e patética. A palavra patética significa: a) Bonita b) Entoada c) Piedosa d) Chocante e) Aguda JUSTIFICATIVA: Extrair conclusões

6 12. Perdão, ó linda princesa, disse ele com sua voz mais triste e patética. Será que eu poderia contar com vossa ajuda? Nesta parte do texto o sapo tinha a intenção de: a) fazer um pedido à princesa b) cumprimentar a princesa c) fazer um elogio à princesa d) pedir perdão à princesa e) enganar a princesa. JUSTIFICATIVA: Extrair conclusões 13. A princesa estava prestes a dar um salto e sair correndo, pois: a) A água do lago estava muito suja. b) Avistou a vitória régia. c) Beijou um sapo verdadeiro. d) Avistou um sapo. e) Não se agradou da voz do sapo. 14. Perdão, ó linda princesa. Podemos afirmar que o emissor desta mensagem é: a) o sapo b) a princesa c) o narrador d) o príncipe e) não há emissor nesta mensagem JUSTIFICATIVA: Identificar os elementos de comunicação

7 15. O que se entende quando o sapo diz que foi só uma brincadeira? a) Que ele não sabia que não era príncipe. b) Que a princesa não era realmente uma princesa. c) Que a princesa era uma bruxa. d) Que ele mentiu quando disse que era um príncipe. e) Que não foi a bruxa que transformou-o em sapo. 16. O autor estabelece relação com outra história da literatura infantil, dos contos de fada. Qual? a) Branca de Neve e os sete anões b) Cinderela c) A princesa e o sapo d) Rapunzel e) Bela Adormecida JUSTIFICATIVA: Relacionar o texto com a realidade 17. Sobre o texto é correto afirmar que: a) A princesa não acredita em príncipes encantados. b) A princesa ajudou o sapinho prontamente. c) O sapo tinha a intenção de enganar a princesa. d) A princesa já sabia que o sapo era um príncipe, antes mesmo, de ele contar. e) A princesa pensava que o sapo era a bruxa. JUSTIFICATIVA: Extrair conclusões 18. Certo dia, quando estava sentado na sua vitória-régia, viu uma linda princesa descansando à beira do lago. Sobre o sujeito desta oração podemos afirmar que: a) O sujeito é vitória-régia sujeito simples; b) O sujeito é uma linda princesa sujeito simples; c) O sujeito é lago sujeito oculto; d) O sujeito é sapo sujeito oculto; e) O sujeito é Indeterminado, pois nem pelo contexto conseguimos identificá-lo. JUSTIFICATIVA: Dominar as noções básicas das orações.

8 19. Quais dos exemplos abaixo retirados do texto apresenta exemplo de adjetivo: a) O que posso fazer para te ajudar, sapinho? b) Foi só uma brincadeira c) O sapo pulou dentro da água... d)... sua voz tão triste e patética. e)... quando estava sentado na sua vitória-régia... JUSTIFICATIVA: Identificar as classes gramaticais 20. Assinale a alternativa em que há erro de grafia: a) Ele chegará daqui a pouco. b) Se não estudar, não conseguirá nada. c) Em sua vida, nunca teve muito senso. d) Ele foi à sessão de eletrodomésticos. e) A festa aconteceu há cerca de 20 dias. JUSTIFICATIVA: Dominar a norma culta da língua.

CENTRO EDUCACIONAL SIGMA

CENTRO EDUCACIONAL SIGMA 1ºano 1.1 HISTÓRIA E GEOGRAFIA 1º período 8 de abril de 2015 1. LEIA O TEXTO COM A AJUDA DA SUA PROFESSORA. LIVRO DA FAMÍLIA ALGUMAS FAMÍLIAS SÃO GRANDES. ALGUMAS FAMÍLIAS SÃO PEQUENAS. EM ALGUMAS FAMÍLIAS,

Leia mais

O céu. Aquela semana tinha sido uma trabalheira! www.interaulaclube.com.br

O céu. Aquela semana tinha sido uma trabalheira! www.interaulaclube.com.br A U A UL LA O céu Atenção Aquela semana tinha sido uma trabalheira! Na gráfica em que Júlio ganhava a vida como encadernador, as coisas iam bem e nunca faltava serviço. Ele gostava do trabalho, mas ficava

Leia mais

Luís Norberto Pascoal

Luís Norberto Pascoal Viver com felicidade é sucesso com harmonia e humildade. Luís Norberto Pascoal Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. ISBN 978-85-7694-131-6 9 788576 941316 Era uma vez um pássaro que

Leia mais

Aquecimento inespecífico: Os participantes devem andar pela sala não deixando nenhum espaço vazio, andando cada um no seu ritmo.

Aquecimento inespecífico: Os participantes devem andar pela sala não deixando nenhum espaço vazio, andando cada um no seu ritmo. DINÂMICA DO ESPELHO Embrulha o espelho com papel de presente, mas dentro o espelho deve ser embrulhado com outro papel e colado a seguinte frase: Há pessoas que querem ser bonitas pra chamar a atenção,

Leia mais

TESTE DE ELENCO COM UMA CENA. Por VINICIUS MOURA

TESTE DE ELENCO COM UMA CENA. Por VINICIUS MOURA TESTE DE ELENCO COM UMA CENA Por VINICIUS MOURA * Embora seja uma cena que contenha dois atores os candidatos serão avaliados individualmente. Os critérios de avaliação se darão a partir da performace

Leia mais

A.C. Ilustrações jordana germano

A.C. Ilustrações jordana germano A.C. Ilustrações jordana germano 2013, O autor 2013, Instituto Elo Projeto gráfico, capa, ilustração e diagramação: Jordana Germano C736 Quero-porque-quero!! Autor: Alexandre Compart. Belo Horizonte: Instituto

Leia mais

1) Observe a fala do peru, no último quadrinho. a) Quantos verbos foram empregados nessa fala? Dois. b) Logo, quantas orações há nesse período? Duas.

1) Observe a fala do peru, no último quadrinho. a) Quantos verbos foram empregados nessa fala? Dois. b) Logo, quantas orações há nesse período? Duas. Pág. 41 1 e 2 1) Observe a fala do peru, no último quadrinho. a) Quantos verbos foram empregados nessa fala? Dois. b) Logo, quantas orações há nesse período? Duas. c) Delimite as orações. Foi o presente

Leia mais

Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 18.1 Conteúdo: Tempos verbais.

Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 18.1 Conteúdo: Tempos verbais. 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 18.1 Conteúdo: Tempos verbais. 3 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO

Leia mais

Atividades Lição 5 ESCOLA É LUGAR DE APRENDER

Atividades Lição 5 ESCOLA É LUGAR DE APRENDER Atividades Lição 5 NOME: N º : CLASSE: ESCOLA É LUGAR DE APRENDER 1. CANTE A MÚSICA, IDENTIFICANDO AS PALAVRAS. A PALAVRA PIRULITO APARECE DUAS VEZES. ONDE ESTÃO? PINTE-AS.. PIRULITO QUE BATE BATE PIRULITO

Leia mais

LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos

LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos Lição 3: Alegria LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos RESUMO BÍBLICO Gálatas 5:23; Gálatas 6:1; 2 Timóteo 2:25; Tito 3; 1 Pedro 3:16 Como seres humanos estamos sempre à mercê de situações sobre

Leia mais

Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade I 2º Ano 2011

Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade I 2º Ano 2011 Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade I 2º Ano 2011 Ensino Fundamental e Ensino Médio Sistema de Recuperação ATIVIDADE BLOG Nome do (a) Aluno (a): ATIVIDADE DE ESTUDO Recuperação Anual de Língua Portuguesa

Leia mais

Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa. O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse. O melhor amigo

Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa. O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse. O melhor amigo Instituto Presbiteriano de Educação Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse Leia o texto abaixo para responder às questões 01 a

Leia mais

O PASTOR AMOROSO. Alberto Caeiro. Fernando Pessoa

O PASTOR AMOROSO. Alberto Caeiro. Fernando Pessoa O PASTOR AMOROSO Alberto Caeiro Fernando Pessoa Este texto foi digitado por Eduardo Lopes de Oliveira e Silva, no Rio de Janeiro, em maio de 2006. Manteve-se a ortografia vigente em Portugal. 2 SUMÁRIO

Leia mais

1º Domingo de Julho Conexão Kids -05/07/2015

1º Domingo de Julho Conexão Kids -05/07/2015 1º Domingo de Julho Conexão Kids -05/07/2015 Sinalizar o Amor de Deus através da obediência e do respeito! Objetivo: Mostrar a importância de respeitar as regras e obedecer aos pais e responsáveis. Reforçar

Leia mais

Afonso levantou-se de um salto, correu para a casa de banho, abriu a tampa da sanita e vomitou mais uma vez. Posso ajudar? perguntou a Maria,

Afonso levantou-se de um salto, correu para a casa de banho, abriu a tampa da sanita e vomitou mais uma vez. Posso ajudar? perguntou a Maria, O Afonso levantou-se de um salto, correu para a casa de banho, abriu a tampa da sanita e vomitou mais uma vez. Posso ajudar? perguntou a Maria, preocupada, pois nunca tinha visto o primo assim tão mal

Leia mais

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha Ensino Fundamental Turma: PROJETO INTERPRETA AÇÂO (INTERPRETAÇÃO) Nome do (a) Aluno (a): Professor (a): DISCIPLINA:

Leia mais

Advérbio. 1. Assinale a frase em que "meio" funciona como advérbio:

Advérbio. 1. Assinale a frase em que meio funciona como advérbio: Advérbio 1. Assinale a frase em que "meio" funciona como advérbio: a) Só quero meio quilo. b) Achei-o meio triste. c) Descobri o meio de acertar. d) Parou no meio da rua. e) Comprou um metro e meio. 2.

Leia mais

O Tomás, que não acreditava no Pai Natal

O Tomás, que não acreditava no Pai Natal O Tomás, que não acreditava no Pai Natal Era uma vez um menino que não acreditava no Pai Natal e fazia troça de todos os outros meninos da escola, e dos irmãos e dos primos, e de qualquer pessoa que dissesse

Leia mais

Apoio: Patrocínio: Realização:

Apoio: Patrocínio: Realização: 1 Apoio: Patrocínio: Realização: 2 CINDERELA 3 CINDERELA Cinderela era uma moça muito bonita, boa, inteligente e triste. Os pais tinham morrido e ela morava num castelo. A dona do castelo era uma mulher

Leia mais

E alegre se fez triste

E alegre se fez triste Manuel Alegre Manuel Alegre nasceu em 1936 e estudou na Faculdade de Direito de Coimbra, onde participou activamente nas lutas académicas. Cumpriu o serviço militar na guerra colonial em Angola. Nessa

Leia mais

Palavras do autor. Escrever para jovens é uma grande alegria e, por que não dizer, uma gostosa aventura.

Palavras do autor. Escrever para jovens é uma grande alegria e, por que não dizer, uma gostosa aventura. Palavras do autor Escrever para jovens é uma grande alegria e, por que não dizer, uma gostosa aventura. Durante três anos, tornei-me um leitor voraz de histórias juvenis da literatura nacional, mergulhei

Leia mais

Mostra Cultural 2015

Mostra Cultural 2015 Mostra Cultural 2015 Colégio Marista João Paulo II Eu e as redes sociais #embuscadealgumascurtidas Uma reflexão sobre a legitimação do eu através das redes sociais. Iago Faria e Julio César V. Autores:

Leia mais

A CURA DE UM MENINO Lição 31

A CURA DE UM MENINO Lição 31 A CURA DE UM MENINO Lição 31 1 1. Objetivos: Mostrar o poder da fé. Mostrar que Deus tem todo o poder. 2. Lição Bíblica: Mateus 17.14-21; Marcos 9.14-29; Lucas 9.37-43 (Leitura bíblica para o professor)

Leia mais

Casa Templária, 9 de novembro de 2011.

Casa Templária, 9 de novembro de 2011. Casa Templária, 9 de novembro de 2011. Mais uma vez estava observando os passarinhos e todos os animais que estão ao redor da Servidora. Aqui onde estou agora é a montanha, não poderia ser outro lugar.

Leia mais

Aula 3. Conversação 1. Preenchendo Formularios.

Aula 3. Conversação 1. Preenchendo Formularios. Aula 3 Conversação 1 Preenchendo Formularios. Ana esta na faculdade hoje ela tem que preencher um formulario sobre seus dados pessoais para a atualização de seu cadastro. Ela vai à secretaria para fazer

Leia mais

AS VIAGENS ESPETACULARES DE PAULO

AS VIAGENS ESPETACULARES DE PAULO Bíblia para crianças apresenta AS VIAGENS ESPETACULARES DE PAULO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Janie Forest Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da

Leia mais

MALDITO. de Kelly Furlanetto Soares. Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012.

MALDITO. de Kelly Furlanetto Soares. Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012. MALDITO de Kelly Furlanetto Soares Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012. 1 Em uma praça ao lado de uma universidade está sentado um pai a

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

DOMINGO V DA QUARESMA

DOMINGO V DA QUARESMA DOMINGO V DA QUARESMA LEITURA I Ez 37, 12-14 «Infundirei em vós o meu espírito e revivereis» Leitura da Profecia de Ezequiel Assim fala o Senhor Deus: «Vou abrir os vossos túmulos e deles vos farei ressuscitar,

Leia mais

Qual o Sentido do Natal?

Qual o Sentido do Natal? Qual o Sentido do Natal? Por Sulamita Ricardo Personagens: José- Maria- Rei1- Rei2- Rei3- Pastor 1- Pastor 2- Pastor 3-1ª Cena Uma música de natal toca Os personagens entram. Primeiro entram José e Maria

Leia mais

Tenho Sede - Gilberto Gil

Tenho Sede - Gilberto Gil Tenho Sede - Gilberto Gil Traga-me um copo d'água, tenho sede E essa sede pode me matar Minha garganta pede um pouco d'água E os meus olhos pedem teu olhar A planta pede chuva quando quer brotar O céu

Leia mais

2014 Ano Internacional da Agricultura Familiar. Cultive essa ideia

2014 Ano Internacional da Agricultura Familiar. Cultive essa ideia Componente: Redação Prof s : Danilo / Mª Helena Data: / 08 / 2014 Nota: Nome: Nº Tipo de Prova: V.A. (Verificação de Aprendizagem) Ano: 6º ano Modalidade de Ensino Fundamental II Bimestre: 3º 1. Os testes

Leia mais

Capa e Diagramação Jordane Mendes Nicole Ferreira. Texto Naraiany Almeida

Capa e Diagramação Jordane Mendes Nicole Ferreira. Texto Naraiany Almeida Capa e Diagramação Jordane Mendes Nicole Ferreira Texto Naraiany Almeida Nicole Ferreira Ilustrações Davi Vinícius dos Santos Gomes Ítalo Gabriel Pimenta Italon Antunes Barreto Jéssica Pâmela de Souza

Leia mais

Desvios de redações efetuadas por alunos do Ensino Médio

Desvios de redações efetuadas por alunos do Ensino Médio Desvios de redações efetuadas por alunos do Ensino Médio 1. Substitua as palavras destacadas (ou mesmo aquelas que não estejam), de forma que os fragmentos abaixo fiquem mais elegantes, próximos à língua

Leia mais

JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1

JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1 1 JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1 ENTREGADOR DE CARGAS 32 ANOS DE TRABALHO Transportadora Fácil Idade: 53 anos, nascido em Quixadá, Ceará Esposa: Raimunda Cruz de Castro Filhos: Marcílio, Liana e Luciana Durante

Leia mais

Rica. Eu quero ser... Especial ???????? Luquet. Um guia para encontrar a rota da prosperidade. Apoio: por Mara. Elas&Lucros

Rica. Eu quero ser... Especial ???????? Luquet. Um guia para encontrar a rota da prosperidade. Apoio: por Mara. Elas&Lucros ???????? Apoio: Rica Eu quero ser... Um guia para encontrar a rota da prosperidade por Mara Luquet 81 Era uma vez... Era uma vez uma princesa, dessas que passeiam pelos campos e bosques e são muito bonitas

Leia mais

[E-F@BULATIONS / E-F@BULAÇÕES] 2/ JUN 2008. Uma História de Cão

[E-F@BULATIONS / E-F@BULAÇÕES] 2/ JUN 2008. Uma História de Cão Uma História de Cão Nuno Júdice Ilustrações de Evelina Oliveira Era uma vez era uma vez. E era uma vez quantas vezes era uma vez. Às vezes é que não podia ser uma vez. Numa dessas vezes encontrei um cão.

Leia mais

Quanto à classificação das orações coordenadas, temos dois tipos: Coordenadas Assindéticas e Coordenadas Sindéticas.

Quanto à classificação das orações coordenadas, temos dois tipos: Coordenadas Assindéticas e Coordenadas Sindéticas. LISTA DE RECUPERAÇÃO FINAL 9º ANO - PORTUGUÊS Caro aluno, seguem abaixo os assuntos para a prova de exame. É só um lembrete, pois os mesmos estão nas apostilas do primeiro bimestre, segundo e terceiro

Leia mais

João e o pé de feijão ESCOLOVAR

João e o pé de feijão ESCOLOVAR João e o pé de feijão ESCOLOVAR Era uma vez um rapaz chamado João que vivia com a sua mãe numa casa muito modesta. A mãe era desempregada e só tinha uma pequena horta onde cultivava todo o tipo de legumes.

Leia mais

RIMAS PERFEITAS, IMPERFEITAS E MAIS-QUE-PERFEITAS JOGOS E ACTIVIDADES

RIMAS PERFEITAS, IMPERFEITAS E MAIS-QUE-PERFEITAS JOGOS E ACTIVIDADES RIMAS PERFEITAS, IMPERFEITAS E MAIS-QUE-PERFEITAS JOGOS E ACTIVIDADES Recorda! Verbos são palavras que refer acções ou processos praticados ou desenvolvidos por alguém. Os verbos distribu-se por vários

Leia mais

INDICE Introdução 03 Você é muito bonzinho 04 Vamos ser apenas amigos dicas para zona de amizade Pg: 05 Evite pedir permissão

INDICE Introdução 03 Você é muito bonzinho 04 Vamos ser apenas amigos dicas para zona de amizade Pg: 05 Evite pedir permissão 1 INDICE Introdução... Pg: 03 Você é muito bonzinho... Pg: 04 Vamos ser apenas amigos dicas para zona de amizade... Pg: 05 Evite pedir permissão... Pg: 07 Não tenha medo de ser você mesmo... Pg: 08 Não

Leia mais

Mensagem Pr. Mário. Culto da Família Domingo 06 de abril de 2014

Mensagem Pr. Mário. Culto da Família Domingo 06 de abril de 2014 Mensagem Pr. Mário Culto da Família Domingo 06 de abril de 2014 VOCÊ RECONHECE ESTES SÍMBOLOS? E ESTES SÍMBOLOS? E ESTES? A BÍBLIA TAMBÉM TEM SEUS SÍMBOLOS ANTIGO TESTAMENTO NOVO TESTAMENTO AO LONGO DA

Leia mais

Data de entrega : Entregar no dia da avaliação

Data de entrega : Entregar no dia da avaliação ROTEIRO DE ESTUDOS E TRABALHO 2015 Disciplina: LINGUA PORTUGUESA - TEXTO Ano: 7 ano Ensino: F. II Professor: Valdeci Lopes Dicas e roteiro de estudos para a avaliação 1. Faça a leitura da parte teórica

Leia mais

QUESTÃO 1 Texto para as questões 1, 2 e 3.

QUESTÃO 1 Texto para as questões 1, 2 e 3. Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSARÁ O 7º ANO EM 2012 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: QUESTÃO 1 Texto para as questões 1, 2 e 3. Considere as afirmações I.

Leia mais

PROVAS DE ADMISSÃO (PROVA MODELO) 5º ANO

PROVAS DE ADMISSÃO (PROVA MODELO) 5º ANO PROVAS DE ADMISSÃO (PROVA MODELO) 5º ANO PARTE I PORTUGUÊS Grupo I Lê com atenção o texto A. O Beijo da Palavrinha Era uma vez uma menina que nunca vira o mar. Chamava-se Maria Poeirinha. Ela e a sua família

Leia mais

Dicas para investir em Imóveis

Dicas para investir em Imóveis Dicas para investir em Imóveis Aqui exploraremos dicas de como investir quando investir e porque investir em imóveis. Hoje estamos vivendo numa crise política, alta taxa de desemprego, dólar nas alturas,

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Língua Portuguesa 4 º ano. A camponesa sábia *

Língua Portuguesa 4 º ano. A camponesa sábia * Avaliação 3 o Bimestre NOME: N º : CLASSE: Na sétima unidade você leu algumas histórias com príncipes e princesas em seus majestosos castelos. O texto a seguir é mais uma dessas histórias. Ele nos conta

Leia mais

Exercícios Complementares Língua Portuguesa Profª Ana Paula de Melo. Hora de brincar!

Exercícios Complementares Língua Portuguesa Profª Ana Paula de Melo. Hora de brincar! Exercícios Complementares Língua Portuguesa Profª Ana Paula de Melo Hora de brincar! Que tal dar um giro pela história e saber como eram as brincadeiras de antigamente? Brincar é muito bom. Concorda? Pois

Leia mais

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus Ensino - Ensino 11 - Anos 11 Anos Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus História Bíblica: Mateus 3:13 a 17; Marcos 1:9 a 11; Lucas 3:21 a 22 João Batista estava no rio Jordão batizando as pessoas que queriam

Leia mais

Anexo II - Guião (Versão 1)

Anexo II - Guião (Versão 1) Anexo II - Guião (Versão 1) ( ) nº do item na matriz Treino História do Coelho (i) [Imagem 1] Era uma vez um coelhinho que estava a passear no bosque com o pai coelho. Entretanto, o coelhinho começou a

Leia mais

Jefté era de Mizpá, em Gileade, terra de Jó e Elias. Seu nome (hebraico/aramaico - יפתח Yiftach / Yipthaχ). Foi um dos Juízes de

Jefté era de Mizpá, em Gileade, terra de Jó e Elias. Seu nome (hebraico/aramaico - יפתח Yiftach / Yipthaχ). Foi um dos Juízes de Jefté era de Mizpá, em Gileade, terra de Jó e Elias. Seu nome (hebraico/aramaico - יפתח Yiftach / Yipthaχ). Foi um dos Juízes de Israel por um período de seis anos (Jz 2:7 ). Jefté viveu em Gileade e foi

Leia mais

CIP-Brasil. Catalogação na Fonte Sindicato Nacional dos Editores de Livros, RJ.

CIP-Brasil. Catalogação na Fonte Sindicato Nacional dos Editores de Livros, RJ. Copyright 2011 by Padaria de textos Todos os direitos desta edição reservados à EDITORA OBJETIVA LTDA. Rua Cosme Velho, 103 Rio de Janeiro RJ CEP: 22241-090 Tel.: (21) 2199-7824 Fax: (21) 2199-7825 www.objetiva.com.br

Leia mais

Ano: 8 Turmas: 8.1 e 8.2

Ano: 8 Turmas: 8.1 e 8.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 2ª Etapa 2014 Disciplina:Língua Portuguesa Professor (a): Cris Souto Ano: 8 Turmas: 8.1 e 8.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de

Leia mais

Texto 2. Julinho, o sapo

Texto 2. Julinho, o sapo Texto 2 Nós vamos ler um texto bem diferente do texto 1. Também tem princesa, sapo, mas o que acontece é difícil de imaginar. Nestes versos você vai encontrar uma pista. Lá no brejo tem um sapo que canta

Leia mais

DATA: / / 2015 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO RELIGIOSA 9.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: ALUNO(A): N.º: TURMA: ALUNO(A): N.

DATA: / / 2015 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO RELIGIOSA 9.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: ALUNO(A): N.º: TURMA: ALUNO(A): N. SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE: DATA: / / 205 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO RELIGIOSA 9.º ANO/EF PROFESSOR(A): VALOR: 8,0 MÉDIA: 4,8 RESULTADO:

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no encontro com a delegação de atletas das Paraolimpíadas de Atenas-2004

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no encontro com a delegação de atletas das Paraolimpíadas de Atenas-2004 , Luiz Inácio Lula da Silva, no encontro com a delegação de atletas das Paraolimpíadas de Atenas-2004 Palácio do Planalto, 14 de outubro de 2004 Meu querido companheiro Agnelo Queiroz, ministro de Estado

Leia mais

RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO

RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO Caro aluno, Disponibilizo abaixo a resolução resumida das questões de Raciocínio Lógico-Matemático da prova de Técnico de Atividade Judiciária do

Leia mais

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome:

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome: 1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome: Leia o texto com ajuda do professor. EU QUERO! EU QUERO! A Júlia é pequenininha, mas quando quer alguma coisa grita mais do que qualquer pessoa grandona. Esta

Leia mais

Animação Sociocultural. No PAís do Amor

Animação Sociocultural. No PAís do Amor No PAís do Amor Há muito, muito tempo, num reino que ficava Mais Longe que Bué Bué longe, vivia-se com muito amor e alegria. Os dias eram passados em festa e eram todos muito amigos. Nesse reino havia

Leia mais

AS 3 COISAS PARA NÃO FAZER DURANTE UM ATAQUE DE PÂNICO OU DE ANSIEDADE. Conselhos que a maioria das pessoas jamais ouvirão de seus médicos

AS 3 COISAS PARA NÃO FAZER DURANTE UM ATAQUE DE PÂNICO OU DE ANSIEDADE. Conselhos que a maioria das pessoas jamais ouvirão de seus médicos AS 3 COISAS PARA NÃO FAZER DURANTE UM ATAQUE DE PÂNICO OU DE ANSIEDADE Conselhos que a maioria das pessoas jamais ouvirão de seus médicos 1. Não se envolva com o pensamento "E se...". O gatilho que dispara

Leia mais

Pensar incomoda como andar à chuva Quando o vento cresce e parece que [chove mais.

Pensar incomoda como andar à chuva Quando o vento cresce e parece que [chove mais. I Eu nunca guardei rebanhos, Mas é como se os guardasse. Minha alma é como um pastor, Conhece o vento e o sol E anda pela mão das Estações A seguir e a olhar. Toda a paz da Natureza sem gente Vem sentar-se

Leia mais

UMA ESPOSA PARA ISAQUE Lição 12

UMA ESPOSA PARA ISAQUE Lição 12 UMA ESPOSA PARA ISAQUE Lição 12 1 1. Objetivos: Ensinar que Eliézer orou pela direção de Deus a favor de Isaque. Ensinar a importância de pedir diariamente a ajuda de Deus. 2. Lição Bíblica: Gênesis 2

Leia mais

Material complementar para Fogueira Santa

Material complementar para Fogueira Santa Material complementar para Fogueira Santa 4 a 10 anos referência bíblica Gênesis 12.1-4; 15.1-5 alvo da lição Ensinar às crianças que quem vive na fé de Abraão é uma das estrelas que ele viu ao sair da

Leia mais

Jimboê. Português. Avaliação. Projeto. 2 o ano. 3 o bimestre

Jimboê. Português. Avaliação. Projeto. 2 o ano. 3 o bimestre Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao terceiro bimestre escolar ou às Unidades 5 e 6 do Livro do Aluno. Projeto Jimboê Português 2 o ano Avaliação 3 o bimestre 1 Avaliação Português NOME:

Leia mais

Aula 4.1 Conteúdo: Frase Classificação quanto à intenção Classificação quanto à estrutura (oração) LÍNGUA PORTUGUESA FORTALECENDO SABERES

Aula 4.1 Conteúdo: Frase Classificação quanto à intenção Classificação quanto à estrutura (oração) LÍNGUA PORTUGUESA FORTALECENDO SABERES 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 4.1 Conteúdo: Frase Classificação quanto à intenção Classificação quanto à estrutura (oração) 3 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES

Leia mais

05/12/2006. Discurso do Presidente da República

05/12/2006. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, no encerramento da 20ª Reunião Ordinária do Pleno Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social Palácio do Planalto, 05 de dezembro de 2006 Eu acho que não cabe discurso aqui,

Leia mais

DANIEL EM BABILÔNIA Lição 69. 1. Objetivos: Ensinar que devemos cuidar de nossos corpos e recusar coisas que podem prejudicar nossos corpos

DANIEL EM BABILÔNIA Lição 69. 1. Objetivos: Ensinar que devemos cuidar de nossos corpos e recusar coisas que podem prejudicar nossos corpos DANIEL EM BABILÔNIA Lição 69 1 1. Objetivos: Ensinar que devemos cuidar de nossos corpos e recusar coisas que podem prejudicar nossos corpos 2. Lição Bíblica: Daniel 1-2 (Base bíblica para a história e

Leia mais

Narrador Era uma vez um livro de contos de fadas que vivia na biblioteca de uma escola. Chamava-se Sésamo e o e o seu maior desejo era conseguir contar todas as suas histórias até ao fim, porque já ninguém

Leia mais

Obedecer é sempre certo

Obedecer é sempre certo Obedecer é sempre certo Obedecer. Palavra fácil de entender, mas muitas vezes difícil de colocar em prática. Principalmente quando não entendemos ou concordamos com a orientação dada. Crianças recebem

Leia mais

Vá para a página 1 para ter um exemplo

Vá para a página 1 para ter um exemplo Curumatara: de volta à floresta é um livro jogo, ou seja, uma história em que o leitor é o personagem principal e pode decidir o que dizer e fazer a cada página. Esse personagem é uma criança de dez a

Leia mais

Colégio SOTER - Caderno de Atividades - 6º Ano - Língua Portuguesa - 2º Bimestre

Colégio SOTER - Caderno de Atividades - 6º Ano - Língua Portuguesa - 2º Bimestre O CASO DA CALÇADA DO JASMIM UM CRIME? Terça-feira, seis de Maio. São catorze horas. A D. Odete não é vista no seu bairro desde hoje de manhã. As janelas da sua casa estão abertas, mas o correio de hoje

Leia mais

Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.

Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito. A VIDA DE ISAQUE Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito. (Rm 8,28) 1. Hoje você terá a consciência das promessas e

Leia mais

PORTUGUÊS 2 o BIMESTRE

PORTUGUÊS 2 o BIMESTRE Sistema de Ensino Unidade Portugal Série: 5 o ano (4 a série) Período: TARDE Data: 25/6/2008 AVALIAÇÃO DE CONTEÚDO DO GRUPO VI PORTUGUÊS 2 o BIMESTRE Nome: Turma: Valor da prova: 3,5 Nota: Eixo temático

Leia mais

1º VESTIBULAR BÍBLICO DA UMADUP. Livro de João

1º VESTIBULAR BÍBLICO DA UMADUP. Livro de João Upanema/RN, 03 de Agosto de 2013 1º VESTIBULAR BÍBLICO DA Livro de João Leia com atenção as instruções abaixo: 1. Verifique se o caderno de prova contém 30 (trinta) questões. Em caso negativo, comunique

Leia mais

Para gostar de pensar

Para gostar de pensar Rosângela Trajano Para gostar de pensar Volume III - 3º ano Para gostar de pensar (Filosofia para crianças) Volume III 3º ano Para gostar de pensar Filosofia para crianças Volume III 3º ano Projeto editorial

Leia mais

Aula 3.1 Conteúdo: Elementos da narrativa: personagens, espaço, tempo, ação, narrador. Conto: conceitos e características LÍNGUA PORTUGUESA

Aula 3.1 Conteúdo: Elementos da narrativa: personagens, espaço, tempo, ação, narrador. Conto: conceitos e características LÍNGUA PORTUGUESA 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 3.1 Conteúdo: Elementos da narrativa: personagens, espaço, tempo, ação, narrador. Conto: conceitos e características 3 CONTEÚDO E HABILIDADES

Leia mais

Procon Uberlândia - MG

Procon Uberlândia - MG Procon Procon Uberlândia - MG Av. João Pinheiro, 1.417 - Bairro Aparecida Uberlândia - MG - CEP: 38400-712 Telefone: (34) 3291-1600 procon@uberlandia.mg.gov.br Produção: Mais Ativos Educação Financeira

Leia mais

Colégio Sagrado Coração de Maria - Rio. Arca de Noé

Colégio Sagrado Coração de Maria - Rio. Arca de Noé Colégio Sagrado Coração de Maria - Rio Rua Tonelero, 56 Copacabana RJ site:www.redesagradorj.com.br / e-mail:cscm@redesagradorj.com.br Arca de Noé Turma: Maternal I A Professora Gisele Data: 1º trimestre/2011

Leia mais

KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 18-11-15

KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 18-11-15 KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 18-11-15 A ORAÇÃO MANISFESTA O PODER DE DEUS ATRAVÉS DE MIM Princípio: Quando eu oro, o poder de Deus se manifesta através de mim! Versículo: Ora, àquele que é poderoso para fazer

Leia mais

Como fotografar bebês?

Como fotografar bebês? Como fotografar bebês? Bebês também são energia pura! Porém, ainda precisam do amparo dos pais para suas atividades, principalmente o deslocamento na hora do ensaio. Partindo desse princípio, comece a

Leia mais

Esta revista foi elaborada para ser usada em casa durante a semana.

Esta revista foi elaborada para ser usada em casa durante a semana. Devocionais 1 Esta revista foi elaborada para ser usada em casa durante a semana. Deus escolhe pessoas para transmitir a sua mensagem. No entanto, essas mensagens algumas vezes contêm mistérios e significados

Leia mais

GRUPO VI 2 o BIMESTRE PROVA A

GRUPO VI 2 o BIMESTRE PROVA A Sistema de Ensino Unidade Portugal Série: 6 o ano (5 a série) Período: MANHÃ Data: 24/6/2009 PROVA GRUPO GRUPO VI 2 o BIMESTRE PROVA A Nome: Turma: Valor da prova: 4,0 Nota: Sou água cristalina Sou água

Leia mais

FILOSOFIA DE VIDA Atos 13.36

FILOSOFIA DE VIDA Atos 13.36 FILOSOFIA DE VIDA Atos 13.36 Tendo, pois, Davi servido ao propósito de Deus em sua geração, adormeceu, foi sepultado com os seus antepassados e seu corpo se decompôs. Não são todos que têm o privilégio

Leia mais

Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.

Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. PRIMEIRA LEI ESPIRITUAL: O AMOR DE DEUS TEXTO: João 3:16 Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. Jo 3:16 1 Qual

Leia mais

www.emagrecerdevez.com

www.emagrecerdevez.com www.emagrecerdevez.com page 1 / 7 As bases de como ganhar massa muscular + Vídeo by rpolesso - segunda-feira, julho 30, 2012 http://emagrecerdevez.com/as-bases-de-como-ganhar-massa-muscular YouTube Video

Leia mais

Leitura e Mediação Pedagógica

Leitura e Mediação Pedagógica Protocolo Colaborador: 12 Leitura e Mediação Pedagógica G. Pesquisador: Rosineide Magalhães de Sousa Corinthians(2) x Palestra(1)#Rosineide\cor_pal.jpg.jpg# Transcrição 80) P: Então Gabriel... eu vou pedir

Leia mais

Quem tem medo da Fada Azul?

Quem tem medo da Fada Azul? Quem tem medo da Fada Azul? Lino de Albergaria Quem tem medo da Fada Azul? Ilustrações de Andréa Vilela 1ª Edição POD Petrópolis KBR 2015 Edição de Texto Noga Sklar Ilustrações Andréa Vilela Capa KBR

Leia mais

Brasileiros esperam ganhar salário três vezes maior após fazer MBA

Brasileiros esperam ganhar salário três vezes maior após fazer MBA COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 6º Ano Profª: Margareth Rodrigues Dutra Disciplina: Língua Portuguesa Aluno(a): TRABALHO DE RECUPERAÇÃO Data de entrega: 18/12/14 Questão 1- Leia o texto a seguir. Brasileiros

Leia mais

Nome: n.º 4ª série ATIVIDADES DE LÍNGUA PORTUGUESA 4ª SÉRIE. Três conselhos

Nome: n.º 4ª série ATIVIDADES DE LÍNGUA PORTUGUESA 4ª SÉRIE. Três conselhos Disciplina: Língua Portuguesa Professora: Barueri: / 08 / 2010 2ª postagem Nome: n.º 4ª série ATIVIDADES DE LÍNGUA PORTUGUESA 4ª SÉRIE Orientações: - Leia tudo com atenção; - Não cole as atividades no

Leia mais

Esta é a nossa proposta para fotografar o seu casamento

Esta é a nossa proposta para fotografar o seu casamento Esta é a nossa proposta para fotografar o seu casamento Com a palavra, quem já viveu e reviveu esta emoção, documentada através de nosso olhar. Não podia deixar, de jeito nenhum, de registrar aqui o meu

Leia mais

A fábula da formiga. Post (0182)

A fábula da formiga. Post (0182) A fábula da formiga Post (0182) Todos os dias, uma formiga chegava cedinho ao escritório e pegava duro no trabalho. A formiga era produtiva e feliz. O gerente besouro estranhou a formiga trabalhar sem

Leia mais

Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula Jardim. Título: Allan Kardec: o codificador da doutrina espírita

Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula Jardim. Título: Allan Kardec: o codificador da doutrina espírita Plano de Aula 23 Centro Espírita Ismênia de Jesus Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula Jardim Educadora: Priscila e Camila Dia: 17/08/2015 Horário: 20h as 21h Título: Allan Kardec: o codificador

Leia mais

Erros mais freqüentes

Erros mais freqüentes Lição 1 Erros mais freqüentes Extraímos de comunicações empresariais alguns erros, que passamos a comentar: 1. Caso se faça necessário maiores esclarecimentos... Apontamos duas falhas: 1. Caso se faça

Leia mais

O passageiro. 1.Edição. Edição do Autor

O passageiro. 1.Edição. Edição do Autor 1 1.Edição Edição do Autor 2012 2 3 Jonas de Paula Introdução Esse conto relata um mal entendido que poderia acontecer com qualquer pessoa em qualquer lugar, tem haver com a questão da globalização e seu

Leia mais

PREGAÇÃO DO DIA 08 DE MARÇO DE 2014 TEMA: JESUS LANÇA SEU OLHAR SOBRE NÓS PASSAGEM BASE: LUCAS 22:61-62

PREGAÇÃO DO DIA 08 DE MARÇO DE 2014 TEMA: JESUS LANÇA SEU OLHAR SOBRE NÓS PASSAGEM BASE: LUCAS 22:61-62 PREGAÇÃO DO DIA 08 DE MARÇO DE 2014 TEMA: JESUS LANÇA SEU OLHAR SOBRE NÓS PASSAGEM BASE: LUCAS 22:61-62 E, virando- se o Senhor, olhou para Pedro, e Pedro lembrou- se da palavra do Senhor, como lhe havia

Leia mais

As Bandeiras JORNALINHO DO CAMPO. Outubro/Novembro 2009 Edição on-line nº 9 Carlos Caseiro (Autor) Sara Loureiro Correia (Revisão de textos)

As Bandeiras JORNALINHO DO CAMPO. Outubro/Novembro 2009 Edição on-line nº 9 Carlos Caseiro (Autor) Sara Loureiro Correia (Revisão de textos) As Bandeiras D esde que o primo Manuel tinha ido à cidade e comprado uma bandeira de Portugal que hasteava todos os domingos e dias de feriado, que a Tété andava muito admirada e até já comentara com os

Leia mais

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses?

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses? Transcrição da entrevista: Informante: nº15 Célula: 5 Data da gravação: Agosto de 2009 Geração: 2ª Idade: 35 Sexo: Masculino Tempo de gravação: 10.24 minutos INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por

Leia mais

Material Didáctico O Rapaz de Bronze A comissão organizadora da Festa das Flores

Material Didáctico O Rapaz de Bronze A comissão organizadora da Festa das Flores O Rapaz de Bronze A comissão organizadora da Festa das Flores NARRADOR No jardim mágico do Rapaz de bronze, à noite, as flores ganham vida, conversam, brincam, saltam como as pessoas. Este jardim era dividido

Leia mais