BIOLOGIA EXERCÍCIOS EXTRAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BIOLOGIA EXERCÍCIOS EXTRAS"

Transcrição

1 Prof. Fred BIOLOGIA EXERCÍCIOS EXTRAS PROTOZOOSES E ZOOLOGIA 1. A seguir são mostradas duas propostas de árvores filogenéticas (I e II) para diversos grupos de animais invertebrados e fotos de animais (a, b, c), pertencentes a alguns desses grupos. a) Indique em qual das árvores os animais das fotos a e b são mais proximamente aparentados sob o ponto de vista evolutivo. Justifique sua resposta. b) Cite um outro animal incluído no grupo taxonômico, mostrado nas árvores, ao qual pertence o animal da foto c. c) Quanto ao modo de respiração, qual dos três animais (a, b, c) apresenta menor adaptação à vida em terra firme? Por quê? 2. Observe a ilustração abaixo. Sobre esses animais, FAÇA o que se pede. a) CITE: I. Os três tipos em que se classificam as esponjas, de acordo com a sua complexidade. II. Os dois critérios que justificam essa classificação, segundo os taxonomistas. b) RESPONDA: Qual é a função dos nefrídeos para a minhoca? c) CITE duas características que permitem considerar o polvo um animal mais complexo que os outros moluscos. 1

2 3. Três grupos de sapos foram mantidos em três temperaturas diferentes: 5 C, 15 C e 25 C. O gráfico abaixo foi construído a partir das medidas das quantidades de gases trocados entre os animais e o ambiente em cada uma dessas temperaturas. a) Nos sapos, os papéis relativos da pele e dos pulmões na respiração mudam durante o ano. - Justifique essa afirmação, com base nos dados do gráfico. b) Um sapo inalou gás oxigênio radioativo. Qual será a primeira substância, diferente de gás oxigênio, a ser identificada nas mitocôndrias das células desse sapo? 4. Indique as classes de vertebrados nas quais podemos encontrar coração com três câmaras e analise comparativamente duas características gerais dessas classes. 5. Em ambiente escuro, foram colocadas Serpentes Opistoglifodontes e Solenoglifodontes, na presença de Anuros e pequenos Roedores. a) Qual a correlação presa-predador mais viável? b) Justifique sua resposta, baseando na morfofisiologia dos animais. 6. Ovo com casca e placenta foram duas características importantes que surgiram durante a evolução dos animais vertebrados. Responda, para cada uma delas, em qual grupo surgiu e qual a importância de seu aparecimento. 7. O esquema a seguir representa a cabeça de uma serpente com a posição de algumas estruturas. Analisando o esquema, responda e justifique se o mesmo representa uma serpente venenosa ou não. Identifique também as estruturas assinaladas. 8. Os répteis, assim como as aves e os mamíferos (exceto os aquáticos), são vertebrados que habitam o ambiente terrestre e nele se reproduzem, diferenciando-se dos anfíbios que, apesar de passarem parte da vida no ambiente terrestre, dependem do meio aquático para a reprodução. Em relação aos répteis: a) CITE e COMENTE uma característica que eles possuem que lhes permite realizar a reprodução fora da água. b) Qual seu sistema de respiração típico? 2

3 9. Muitas espécies de tartarugas marinhas estão ameaçadas de extinção pela ação do homem. As rotas de migração das tartarugas marinhas são bastante estudadas no Brasil pelo Projeto Tamar-Ibama, através da colocação de transmissores em seus cascos. (Adaptado do site a) Sabendo-se que as tartarugas migram para colocar os ovos nas praias onde nasceram, cite duas características dos ovos das tartarugas que permitem seu desenvolvimento no ambiente terrestre. b) Quelônios são répteis encontrados tanto no meio terrestre como no aquático. Cite uma diferença morfológica entre os quelônios marinhos e os terrestres. c) A extinção de espécies pode ocorrer mesmo sem influência da ação humana. Cite um processo natural que pode levar à extinção de uma espécie. 10. Um menino colocou a mão em um buraco onde havia uma cobra e, apesar de não tê-la tocado, foi picado por ela. Seu pai, um biólogo, mesmo sem ver a cobra, deduziu que ela era peçonhenta e socorreu o filho, tratando-o com soro antiofídico. a) Que característica desse réptil levou o pai a deduzir que se tratava de cobra peçonhenta? Cite outra característica morfológica facilmente identificada na maioria dessas cobras. b) Qual é a substância imunológica presente no soro antiofídico responsável pela inativação do veneno? Como este soro é produzido? 11. Na história da conquista do ambiente terrestre pelos vertebrados, os répteis apresentam soluções definitivas para alguns "problemas" que ainda mantinham os anfíbios dependentes do ambiente aquático. Dentre as soluções dos répteis podemos citar: a pele queratinizada, o pulmão com maior superfície de trocas gasosas e a eliminação de catabólitos nitrogenados de baixa toxicidade e de baixa solubilidade. Em relação à reprodução, cite duas conquistas evolutivas que conferiram aos répteis a independência do ambiente aquático. 12. "E os passarinhos do gigante eram cobras e lagartos." ("Macunaíma", Mário de Andrade) O romance de Mário de Andrade é povoado de espécies animais. Na frase acima, por exemplo, há referência a dois grupos de animais que possuem características morfofisiológicas distintas. Com base nesses caracteres, complete: a) Os passarinhos conquistaram o meio terrestre de modo mais eficiente que as cobras e os lagartos, por quê? b) As cobras podem ingerir animais de diâmetro maior que o de seu corpo, por quê? 13. A classe Gastropoda conquistou uma ampla variedade de "habitats", o que certamente tornou esse grupo o mais bem sucedido entre os moluscos. O referido grupo sofreu a mais extensa irradiação adaptativa dentro desse filo. a) Considerando as modificações que sofreram algumas espécies de gastrópodos, na transição do ambiente aquático para o terrestre, especifique as alterações que se deram no que se refere a: - concha; - desenvolvimento reprodutivo; - local de troca gasosa. b) Qual o significado evolutivo e ecológico da irradiação adaptativa ocorrida nos gastrópodos? 14. O caranguejo-uçá vive na região entre marés dos manguezais, ambientes pobres em cálcio e magnésio. Em determinada época do ano, os órgãos internos do caranguejo-uçá ficam com uma cor leitosa. Nessa época, os catadores o denominam de caranguejo-leite e dizem que "ele não presta para comer porque é amargo, dá tontura e dor de barriga". Os catadores experientes reconhecem o caranguejo-leite pelo tato, pois ele apresenta carapaça mole e quebradiça. Identifique o processo que transforma o caranguejo-uçá em caranguejo-leite e explique por que seus tecidos assumem uma coloração leitosa. 15. Quais são as características anatômicas das aves que as tornam mais aptas para o voo? 16. Dentro da Classe Aves, temos a ordem Anseriformes, que apresenta como exemplos o pato, o ganso e o marreco, as aves criadas com regularidade em quase todo o Estado de Santa Catarina. a) Que tipo de adaptação existe nas patas dessas aves e qual sua função? b) Como as penas dessas aves não ficam encharcadas quando estão na água? c) Essas aves, assim como as demais, são seres homeotérmicos. DEFINA homeotermia. 3

4 17. Um animal tem quatro cavidades no coração, com a artéria aorta voltada para a direita, e apresenta hemácias nucleadas a) A que classe de vertebrados pertence esse animal? b) Cite outra característica exclusiva desta classe. 18. As aves representam um importante grupo de vertebrados. Seu sucesso está em parte ligado ao fato de serem voadoras. Para tanto, apresentam várias características que tornam o voo possível. Cite quatro dessas características e justifique o porquê de cada uma. 19. Nas aves, a aquisição evolutiva de penas foi um passo importante para o voo. a) Cite duas outras características que permitiram às aves aprimorar sua capacidade de voo. b) Além do voo, dê outra função das penas. c) Que estrutura dos mamíferos é homóloga às penas? Explique. 20. Um determinado animal monóico apresenta clitelo, moela, nefrídeos, cerdas, circulação fechada e respiração cutânea. Utilizando essas afirmações, responda. a) Qual é o nome deste animal e a que filo pertence? b) Cite um exemplo de outro animal do mesmo filo, mas de diferente classe. 21. O jornal "O Estado de São Paulo" de 2 de agosto de 1997 noticiou a descoberta de "colônias de vermes desconhecidos escondidos em metano congelado emergindo do fundo do mar (...) As criaturas parecem pertencer a uma espécie nova na família dos organismos conhecidos como poliquetos (...). Elas parecem cegas, mas têm bocas, aparelho digestivo e um sistema de circulação complexo." As características mencionadas não permitem classificar esses novos organismos como poliquetos. a) A que filo pertencem os poliquetos? b) Cite duas características que, em conjunto, permitiriam identificar esses animais como poliquetos. c) Quais são as outras duas classes deste filo? Dê uma característica de cada uma que as diferencie dos poliquetos. 22. A revista "Ciência Hoje" (nº 140, 1998) publicou um artigo relatando que pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz desenvolveram uma vela preparada com o bagaço da semente de andiroba, cuja queima é capaz de inibir o apetite das fêmeas do mosquito 'Aedes aegypti'. a) Cite uma doença transmitida por este mosquito. b) Explique, através do mecanismo de contágio, como a vela de andiroba pode colaborar na diminuição da proliferação dessa doença. 23. "Ao chegar ao Pará (Belém), encontrei a cidade, antes alegre e saudável, desolada por duas epidemias: a febre amarela e a varíola. O governo tomou todas as precauções sanitárias imagináveis, entre as quais a medida muito singular de fazer os canhões atirarem nas esquinas das ruas para purificar o ar." (Adaptado de H.W. Bates, "The naturalist on the river Amazon", 1863 apud O. Frota-Pessoa, "Biologia na escola secundária", 1967.) a) As medidas de controle das doenças citadas no texto certamente foram inúteis. Atualmente, que medidas seriam consideradas adequadas? b) Explique por que a febre amarela ocorre apenas em regiões tropicais enquanto a varíola ocorria em todas as latitudes. c) Cite uma doença transmitida de modo semelhante ao da febre amarela. 24. Recentemente, diversos casos de febre amarela foram confirmados em pacientes que residiam nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro e haviam viajado para regiões de florestas no interior do país. A forma silvestre da doença é endêmica em algumas regiões, mas a febre amarela urbana foi erradicada do Brasil desde Identifique o agente transmissor de febre amarela urbana e aponte uma forma de combate desta doença nas grandes cidades. 25. Considerando-se as doenças: Gripe, Paralisia Infantil, Gonorreia, Doença de Chagas, Amarelão, Cólera, Tuberculose e Febre Amarela, pergunta-se: a) Quais delas são passíveis de tratamento com antibióticos? Por quê? b) Quais delas teriam sua incidência diminuída pela dedetização? Por quê? 4

5 26. O zumbido do voo de um pernilongo é produzido pelo movimento de suas asas. Essa intensa atividade muscular, requerendo alto consumo de oxigênio, é compatível com o tipo de sistema circulatório dos insetos? Explique. 27. As abelhas vivem em colônias constituídas por indivíduos de três castas: a rainha, os zangões e as operárias. Sabendo-se que as fêmeas férteis de 'Apis mellifera' têm 32 cromossomos, indique o número cromossômico dos indivíduos de cada uma das castas e descreva como ocorre a diferenciação em castas nesses insetos. 28. Um pouco alarmado com a elevada ocorrência de dengue transmitida pelo mosquito 'Aedes aegypti', um morador de Campinas telefonou para SUCEN (Superintendência de Controle de Endemias) e relatou que havia sido picado na mata, à noite, por um mosquito grande e amarelado. Relatou também que, no dia seguinte, começou a ter febre e sentir dores nas articulações. O biólogo da SUCEN ao saber, ainda, que esse senhor não tinha viajado para qualquer área endêmica da doença, tranquilizou-o dizendo que certamente ele não teria contraído a dengue, embora fosse importante que ele procurasse atendimento médico. Cite 5 fatos relatados acima que levaram o biólogo da SUCEN a concluir que essa pessoa não estava com dengue. 29. Um estudante encontrou um animal adulto com 6 patas articuladas, sem antenas e corpo dividido em cefalotórax e abdômen. Cite a classe a que esse animal pertence e o aspecto morfológico discordante em relação às características gerais dessa classe. Sugira uma possível causa para tal discordância. 30. Leia com atenção o que Calvin está dizendo às formigas: a) Justifique, do ponto de vista biológico, a afirmação de Calvin: "se elas estivessem me entendendo, nunca mais teremos problemas com as formigas". b) Cite dois outros grupos de insetos com modo de vida semelhante ao das formigas. 31. Os insetos apresentam três tipos de desenvolvimento pós-embrionário: ametábolo, hemimetábolo e holometábolo. Com base nas figuras a seguir, identifique e caracterize os três tipos. 5

6 32. O número de espécies dos grandes grupos animais está proporcionalmente representado no diagrama a seguir. a) Um dos filos inclui a classe dos invertebrados mais abundantes em número de espécies. Qual é essa classe? b) Indique duas características morfológicas que contribuíram para o sucesso dessa classe. Justifique. 33. Em uma mata, encontramos vários animais pertencentes à classe dos insetos. Dentre esses, temos o grilo e o gafanhoto da ordem dos ortópteros, a cigarra e o vagalume, respectivamente, das ordens dos homópteros e dos coleópteros. Com base nestas informações, em qual dos grupos (grilo - gafanhoto ou cigarra - vagalume) você espera encontrar maiores semelhanças? Justifique sua resposta. 34. Um dos maiores problemas encontrados pelos agricultores é a existência de insetos que chegam a destruir lavouras inteiras. Contudo, nem todos os insetos, denominados pragas, são daninhos durante todas as fases do ciclo de vida. a) COMENTE o papel desempenhado pelas borboletas durante sua fase larval e adulta, em relação ao exposto anteriormente. b) CITE um inseto que se apresenta como praga desde a fase jovem até a fase adulta do seu ciclo de vida. 35. Os insetos constituem um dos grupos mais antigos e numerosos com características bem definidas. Abordando o tema, fale sobre: a) O tipo de esqueleto e a divisão do corpo b) O tipo de respiração e circulação c) O desenvolvimento dos insetos holometábolos 36. Os insetos constituem a classe mais numerosa de artrópodes, mantendo com o homem profundas relações, benéficas ou não. Entre os malefícios, causados pelos insetos, estão doenças como: malária, dengue, elefantíase e doença de Chagas. Indique medidas profiláticas apropriadas para as doenças anteriormente citadas. Justifique suas indicações. 37. A cigarra e a formiga são personagens de uma fábula que enaltece o trabalho. A biologia dos grupos aos quais pertencem esses insetos explica o diferente papel desempenhado por eles na fábula. No verão, encontram-se cascas de cigarras presas nas árvores ou no chão. Há uma crença popular de que as cigarras "arrebentam de tanto cantar". a) Que aspecto da biologia das formigas justifica sua associação com o trabalho? b) Qual a função do canto das cigarras? c) As cascas não são cigarras mortas. Explique o que representam essas cascas. 38. "O crescimento do Ecoturismo é um dos principais responsáveis pelos surtos de febre amarela nos últimos anos. Na busca do contato com a natureza, o homem também se aproxima do mosquito 'Haemagogus', que transmite a forma silvestre (selvagem) da doença, a partir de macacos infectados." (Jornal "O Estado de S. Paulo", , p. A2.) a) Qual o nome do mosquito transmissor da febre amarela nos centros urbanos? Que outra doença é transmitida por esse mesmo vetor? b) De que forma a febre amarela contraída nas matas pode ser disseminada na população que vive nos centros urbanos? O uso generalizado de antibióticos no combate a essa doença resolveria o problema? Justifique sua resposta. 6

7 39. Analisando a charge a seguir, que retrata o Ministro Serra como garoto do tempo, identifique: a) duas doenças transmitidas por mosquitos. b) duas doenças causadas por bactérias. 40. "O Ceará vive a segunda maior epidemia de dengue de sua história. De acordo com o último boletim epidemiológico da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), atualmente existem casos confirmados da doença em 126 municípios. Em Fortaleza, ocorrências foram confirmadas, o que corresponde a mais de 45% dos registros em todo o Estado". O transmissor dessa doença é o mosquito 'Aedes aegypti', inseto da ordem Díptera. Observe a figura a seguir, que mostra o desenvolvimento do inseto, e responda o que se segue: a) Esse inseto é classificado como PTERIGOTO e HOLOMETÁBOLO. O que significa cada termo? b) Cite três medidas de prevenção e/ou combate ao inseto transmissor da dengue. c) As fêmeas e os machos do 'Aedes aegypti' possuem aparelhos bucais semelhantes, porém, somente as fêmeas, que se alimentam de sangue, são transmissoras do vírus da dengue. Explique por que só as fêmeas se alimentam de sangue. 41. Um Professor de Biologia pediu a um aluno um trabalho incluindo coletas e desenhos sobre a variedade de espécies entre os insetos. Ao examinar o material coletado, o professor notou que só havia 3 espécies de insetos. Baseando-se nas ilustrações a seguir, justifique a existência de apenas 3 espécies de insetos. 7

8 42. Os quadrinhos retirados da "Folha de S. Paulo" ( ) fazem referência ao exoesqueleto. a) O exoesqueleto é uma característica exclusiva dos insetos? Justifique. b) Cite uma vantagem e uma desvantagem adaptativa decorrentes da presença do exoesqueleto. 43. A figura adiante representa o esquema geral do sistema respiratório de indivíduos adultos de determinado grupo animal. a) A que grupo animal refere-se o esquema? b) Qual a relação entre o sistema respiratório e o circulatório, nesse grupo animal? Justifique sua resposta. 44. Os insetos possuem sistema circulatório aberto e, em sua hemolinfa, não existem pigmentos como a hemoglobina ou a hemocianina - pigmentos responsáveis pelo transporte de oxigênio em outros animais. A maioria dos insetos é capaz de voar por períodos longos, o que implica necessariamente grande esforço muscular associado a um consumo elevado de oxigênio. Explique como é possível para os insetos, na ausência de pigmentos transportadores, obter o oxigênio necessário ao voo. 45. Durante sua estada em São Paulo, Macunaíma escreve às senhoras Amazonas, lembrando-lhes de dois males que então afligem o País: "Pouca saúde e muita saúva, os males do Brasil são." ("Macunaíma", Mário de Andrade) É possível estabelecer uma conexão entre formigas e saúde das pessoas. Em vista dessa relação, explique duas maneiras pelas quais as formigas podem prejudicar a saúde humana. 46. Alguns hidrozoários coloniais, como a 'Obelia sp'., ocorrem na natureza sob a forma de pólipos e medusas. a) Como uma colônia destes hidrozoários se origina? E como esta colônia dá origem a novas colônias? b) Que estrutura comum aos pólipos e medusas é encontrada somente neste filo? Qual a sua função? 47. Existem semelhanças entre os ciclos de vida de muitos animais celenterados (águas-vivas, por exemplo) e os de plantas, como os musgos e as samambaias. a) Qual o tipo de ciclo de vida compartilhado por esses seres? b) O que caracteriza esse tipo de ciclo? 48. Qual é o tipo de Sistema Respiratório, Circulatório e Excretor das aranhas? 8

9 49. A Organização Mundial de Saúde indica que 20% da população mundial são portadores de algum tipo de alergia, e o ácaro é apontado como um dos principais causadores desse problema. a) Caracterize morfologicamente os ácaros. b) Que cuidados devem tomar pessoas portadoras desse tipo de alergia para evitar o contato com os ácaros? c) Por que as pessoas que moram em regiões secas são menos atacadas por esse tipo de alergia? 50. Muitas vezes encontramos em jornais informes publicitários que anunciam o controle de pragas urbanas. Em um desses anúncios lemos: Quais os insetos e animais que integram o conjunto de pragas urbanas? a) Nem todos os invertebrados relacionados na resposta do anúncio são insetos. Quais são eles? A que grupo pertencem? Indique uma característica que os diferencia dos insetos. b) Os vertebrados mencionados no anúncio podem ser separados em classes segundo a presença de pelos, ou de penas. Que classes são essas? Cite outras duas características exclusivas a cada uma dessas classes. c) Forneça uma explicação para o aumento das pragas urbanas. 51. Na questão a seguir escreva nos parênteses a letra (V) se a afirmativa for verdadeira ou (F) se for falsa. Tendo a figura como um elemento ilustrador, analise as proposições apresentadas com relação à digestão nos ruminantes. ( ) Os ruminantes, entre os quais citamos bois e cabras, durante várias horas do dia apenas cortam os vegetais e os engolem sem mastigação. ( ) Na primeira câmara estomacal (rúmen), que funciona como armazenadora, ocorre uma intensa fermentação, proporcionada por uma abundante flora bacteriana. ( ) Pouco a pouco, o alimento passa para a 2º câmara (retículo) onde é compactado em massas mais ou menos esféricas e, por inversão voluntária do peristaltismo do esôfago, essas massas voltam à boca e só então demoradamente mastigadas. ( ) Numa segunda deglutição passa diretamente para a terceira câmara (Omaso ou coagulador) onde atua o suco gástrico digerindo os alimentos e parte das bactérias simbiônticas que digerem celulose, passando o alimento para a 4º e última câmara - o abomaso. ( ) É no Abomaso (folhoso) que termina a digestão e onde ocorre uma intensa ação mecânica e continua a fermentação. 52. De um modo geral, o período normal de gestação de um mamífero está diretamente relacionado ao tamanho do corpo. O período de gestação do elefante, por exemplo, é de 22 meses, o do rato doméstico apenas 19 dias. O gambá, entretanto, que tem tamanho corporal maior que o do rato doméstico, tem um período de gestação de apenas 13 dias e seus filhotes nascem muito pequenos, se comparados com os filhotes do rato. Considerando estas informações, responda. a) Por que o gambá, de maior porte que o rato, tem período de gestação menor? Justifique. b) Qual é o anexo embrionário presente no rato e no elefante, mas ausente, ou muito pouco desenvolvido, nos gambás? Cite uma função atribuída a este anexo embrionário. 9

10 53. Leia com atenção a tira a seguir: a) Calvin não entende por que precisa estudar os morcegos. Esses animais, porém, têm funções biológicas importantes nos ecossistemas. Cite duas dessas funções. b) Calvin acredita que os morcegos são insetos porque, além de considerá-los nojentos, eles voam. No entanto, o que ele não sabe é que asas de insetos e de morcegos não são estruturas homólogas mas análogas. Qual a diferença entre estruturas análogas e homólogas? c) Dê duas características exclusivas da classe a que pertencem os morcegos. 54. O ornitorrinco vive perto da água e nela se locomove utilizando as membranas existentes entre seus dedos. Seus filhotes se desenvolvem em ovos que são chocados fora do corpo materno, e se alimentam lambendo uma secreção láctea que escorrem nos pelos do ventre da mãe. A boca do ornitorrinco é dotada de um bico achatado com o qual ele pega o alimento no lodo do fundo do rio. a) A que classe pertence o ornitorrinco? b) Cite duas características mencionadas no texto que justifiquem essa classificação. c) Uma das características citadas no texto ocorre tanto no ornitorrinco quanto nos indivíduos da classe que lhe deu origem. Que classe é essa e qual a característica comum? 55. Mamíferos e angiospermas são considerados grupos de grande sucesso adaptativo, em parte, devido aos seus mecanismos de reprodução. Com relação à reprodução sexuada, a) descreva como ocorre a fecundação num mamífero. b) descreva como ocorre a fecundação numa angiosperma. 56. Os ruminantes (bois, cabras, etc.) são capazes de digerir a celulose e o homem não. Explique o que ocorre na digestão dos ruminantes. 57. Que nome se dá às células venenosas que ocorrem nos animais celenterados como as águas-vivas, corais e anêmonas-do-mar? GABARITO 1. a) O animal da foto a é um Myriapoda, conhecido popular- mente como piolho-de-cobra ou gongolô. A foto b representa um Annelida, uma minhoca. Estes animais são mais aparentados sob o ponto de vista evolutivo na árvore filogenética I, pois apresentam um ancestral comum mais próximo do que o ancestral comum apresentado na árvore filogenética II. b) O animal da foto c é um carrapato e inclui-se no grupo taxonômico dos Chelicerata, que reúne também os escorpiões e as aranhas. c) Quanto ao modo de respiração, o animal b, a minhoca, apresenta menor adaptação à vida em terra firme. Este animal realiza trocas gasosas pela pele (cutânea), neces sitando viver em ambientes úmidos. 2. a) I) Áscon, Sícon e Lêucon. II) - Espessura da parede corporal; - Superfície de contato dos coanócitos com a água. b) Os nefrídeos têm função excretora. c) - Possui sistema circulatório fechado. - Maior cefalização do sistema nervoso. 10

11 3. a) Em temperaturas mais baixas, maior é a dissolução do O 2 na água, consequentemente, a entrada de O 2 pela pele do sapo é a predominante (respiração cutânea). Em temperaturas mais elevadas, a dissolução do O 2 na água é menor e, consequentemente, o sapo intensifica a respiração pulmonar para obter o O 2 necessário. b) O O 2 une-se ao hidrogênio, na crista mitocondrial, formando a água, no processo denominado cadeia respiratória. 4. Coração com três câmaras ocorre em: Anfíbios, vertebrados com respiração cutânea e pulmonar além de excretarem uréia, portanto adaptados a ambientes úmidos. Répteis não crocodilianos, vertebrados com pele grossa e respiração exclusivamente pulmonar, uricotélicos e adaptados ao ambiente terrestre. 5. a) Serpente solenoglifodonte x roedores. b) Estas serpentes possuem a fosseta lacrimal (loreal) que permite a percepção do calor emanado por suas presas de sangue quente. 6. Ovo com casca surge na classe dos Répteis e representa, entre outras características, a conquista do meio terrestre. Placenta surge nos Mamíferos e garante o desenvolvimento embrionário no interior do corpo da mãe sendo responsável pela nutrição, respiração e excreção do(s) descendente(s). 7. Serpente venenosa porque apresenta pupila vertical e fosseta lacrimal (loreal) que lhe permite perceber as emanações de calor de suas presas de sangue quente. Estruturas: seta A - narina seta B - fosseta lacrimal seta C - órgão de Jacobson 8. a) Répteis podem se reproduzir fora da água porque apresentam fecundação interna, desenvolvimento direto e um ovo com casca protetora. Esses animais se desenvolvem associados a anexos embrionários como o âmnio (proteção contra choques e hidratação), alantoide (excreção e respiração) e saco vitelínico (nutrição). b) Respiração pulmona 9. a) Ovos de répteis apresentam casca calcárea protetora e anexos embrionários como âmnio, alantoide e cório. b) Tartarugas marinhas apresentam os apêndices locomotores adaptados para a natação. c) A extinção de uma espécie pode ocorrer através de fatores bióticos como degeneração genética e incapacidade reprodutiva ou relações ecológicas desarmônicas como competição, predatismo e parasitismo. Alterações abióticas tais como glaciações, regressões marítimas, secas prolongadas, vulcanismo, terremotos, incêndios, tempestades de areia etc, também podem causar extinções naturais. 10. a) Serpentes peçonhentas possuem dentes inoculadores de veneno que deixam marcas características no local da picada. Além disso, são atraídas por animais homeotermos por possuírem, geralmente, uma fosseta loreal. Estes répteis apresentam também, em geral, a cabeça triangular, escamas ásperas, pupilas verticais e cauda que termina abruptamente. b) O soro contém anticorpos específicos para neutralizar o veneno da cobra. Em institutos especializados, cavalos, bois ou cabras recebem pequenas doses do veneno e passam a produzir ativamente os anticorpos que constituirão o soro antiofídico. 11. Fecundação interna; ovo amniota e/ou ovo com casca; catabólito nitrogenado na forma da ácido úrico. 12. a) Os passarinhos conquistaram o meio terrestre de modo mais eficiente que as cobras e os lagartos, porque voam. b) As cobras podem ingerir animais de diâmetro maior que o de seu corpo, porque podem desarticular os ossos que constituem suas mandíbulas. 11

12 13. a) Os gastrópodes terrestres apresentam conchas menos calcificadas (caracóis) ou ausente (lesmas). Tal fato permite a estes animais de corpo mole, maior capacidade locomotora e de dispersão pelo ambiente. São organismos monoicos, o que significa maior probabilidade de cruzamento em qualquer encontro de adultos aptos à reprodução. O desenvolvimento é direto, ou seja, sem fase larvária. Gastrópodes terrestres realizam trocas gasosas através da superfície interna da cavidade paleal. Esta estrutura funciona, efetivamente, como um pulmão modificado. b) Gastrópodes aquáticos apresentam conchas mais calcificadas o que lhes conferem maior proteção contra o ataque de predadores. Os que não as possuem são, geralmente, venenosos. No ambiente aquático respiram através de brânquias. Muitos são monoicos, outros dioicos. A fecundação é externa ou interna, com desenvolvimento indireto (larvas). As adaptações referidas nos itens a e b justificam a grande irradiação adaptativa dos moluscos gastrópodes. Tal capacidade de dispersão e adaptação também é explicada pelo fato de que estes animais ocupam diversos níveis tróficos nas cadeias e teias alimentares de que fazem parte. 14. Processo de muda ou ecdise. Antes de deixar a carapaça velha (exoesqueleto), o caranguejo-uçá, assim como outros artrópodes, dissolve a parte interna do exoesqueleto antigo. Uma vez que sua dieta é pobre em substâncias carbonatadas, ele incorpora grande parte dos carbonatos de cálcio e de magnésio da carapaça antiga à sua corrente sanguínea, utilizando-os na síntese do novo exoesqueleto. 15. Forma aerodinâmica, membros anteriores transformados em asas, cobertura leve de penas, ossos pneumáticos, sacos aéreos, osso esterno em forma de quilha e ausência de bexiga urinária. 16. a) Membranas entre os dedos que servem para facilitar a natação. 17. a) Aves. b) Penas. 18. Aves podem voar porque: - possuem asas e forma aerodinâmica, para se sustentar no ar. - são cobertas por penas muito leves diminuindo o peso específico durante o voo. 19. a) Aves que podem voar apresentam a forma do corpo aerodinâmica, asas, ossos pneumáticos, quilha no osso esterno, sacos aéreos associados aos pulmões, ausência de dentes e de bexiga urinária. b) Homeotermia e proteção. c) Pelos observados em mamíferos são homólogos às penas das aves porque ambos possuem a mesma origem embrionária. São estruturas que se originam do mesmo folheto embrionário. 20. a) Trata-se da minhoca pertencente ao Filo dos Anelídeos. b) Sanguessuga da classe Hirudíneos. 21. a) Poliquetos pertencem ao Filo Anelídeos. b) Poliquetos apresentam o corpo segmentado e expansões laterais denominadas parapódios onde se inserem muitas cerdas quitinosas. c) Classe Oligoquetos: não possuem parapódios e apresentam poucas cerdas. Ex.: minhocas. Classe Aquetos (Hirudíneos): não possuem parapódios ou cerdas, apresentam ventosas. Ex.: sanguessuga. 22. a) O mosquito 'Aedes aegypti' é o transmissor da dengue e da febre amarela. b) As substâncias liberadas pela queima da vela de andiroba são capazes de diminuir o apetite das fêmeas dos mosquitos. Desta forma, os pernilongos atacarão com menor voracidade o ser humano. Assim, a produção dos ovos destes mosquitos, que depende do sangue ingerido pelos animais, será menor e haverá diminuição da densidade populacional destes vetores. Consequentemente, diminuirá, portanto, a proliferação das doenças por eles veiculadas. 12

13 23. a) São medidas adequadas para a profilaxia da febre amarela: - uso de inseticidas e repelentes - uso de telas e mosquiteiros no ambiente doméstico: - evitar desmatamentos - evitar depósitos de água parada - controle biológico dos mosquitos transmissores com peixes larvófagos - vacinação Para a varíola, doença infecciosa causada por vírus, são medidas preventivas - vacinação - evitar contato interpessoal com os doentes b) A febre amarela tem como vetor mosquitos que vivem em regiões tropicais. A varíola tem como causador um vírus, transmitido através do contato entre os doentes e pessoas sadias. c) Dengue, leishmaniose, malária e filariose (elefantíase) são moléstias também transmitidas pela picada de osquitos. 24. O agente transmissor de febre amarela urbana é a fêmea do mosquito 'Aedes aegypti'. A prevenção desta virose pode ser executada através do uso de inseticidas e eliminação de depósitos de água parada. 25. a) Antibióticos são substâncias que interferem no metabolismo bacteriano causando, em geral, a morte destes seres patogênicos. Antibióticoterapia é aplicada para a Cólera, Tuberculose e Gonorreia. b) A dedetização diminuiria a incidência de febre amarela e da Doença de Chagas porque ambas são veiculadas por insetos, respectivamente mosquito e barbeiro. 26. Os insetos possuem circulação aberta, lenta e sangue sem pigmento respiratório, o que é incompatível com o alto consumo de oxigênio por esses animais. O alto consumo para a produção de energia na respiração celular é possível graças ao sistema respiratório traqueal que leva o oxigênio diretamente às células dos tecidos. 27. Rainha: 2n = 36, fêmea fértil e produzida a partir de larva fêmea alimentada com geléia real. Operária: 2n = 36, fêmea estéril e produzida a partir de larva fêmea alimentada com mel e pólen. Zangão: n = 18, macho fértil e produzido por partenogênese. 28. O mosquito 'Aedes aegypt', transmissor da dengue é grande, preto e branco, pica de dia e não ocorre na mata. A virose apresenta período de incubação de 3 a15 dias. 29. Aracnídeos O aspecto discordante seria o número de patas pois os animais desta classe possuem 8 patas. A causa possível seria uma mutilação por algum predador ou embate com outro indivíduo da mesma espécie. 30. a) Formigas são insetos sociais com nítida divisão de trabalho. Se algumas pararem de trabalhar na coleta de alimento, todo o formigueiro será comprometido. b) Abelhas e Cupins 31. a) - Ametábolos, sem metamorfose. Do ovo se desenvolve um animal idêntico ao adulto. b) - Hemimetábolos, com metamorfose parcial. Do ovo desenvolve-se uma ninfa sem asas e incapaz de se reproduzir. Segue-se o adulto alado e capaz de deixar descendência. c) - Holometábolos com metamorfose completa. O ovo origina a larva ou lagarta que origina uma pupa ou crisálida de evolui para o adulto alado e capaz de se reproduzir. 32. a) Insetos. b) Esqueleto 33. Grilo e gafanhoto porque pertencem à mesma Ordem. 34. a) Larvas de borboletas se alimentam de folhas, enquanto o adulto ingere néctar, contribuindo para a polinização de diversas espécies de vegetais com flores. b) Pulgão. 13

14 35. a) Possuem exoesqueleto articulado, constituído em sua maioria por quitina e que recobre todo o corpo. b) Respiração traqueal, regulada pelo grau de abertura dos estigmas. Circulação aberta. c) A maioria dos insetos sofre metamorfose completa (holometabólica). Dividida em 4 etapas: ovo ë larva ë pupa ë adulto 36. As medidas profiláticas indicadas para malária, dengue e elefantíase, doenças transmitidas por mosquitos vetores, são: usar telas em portas e janelas; drenar locais alagados; evitar água acumulada em pneus, latas e jarros; manter os reservatórios de água tampados... Quanto à Doença de Chagas, cujo vetor é o barbeiro, deve-se evitar as construções rurais de pau a pique; tratar os doentes infectados; controlar a qualidade do sangue usado em transfusões a) A sociedade das formigas é subdividida em castas, com nítida divisão de trabalho. No formigueiro observa-se operários, soldados e indivíduos reais relacionados à reprodução. b) O "canto" das cigarras, denominado estridulação, somente é realizado pelos machos com a finalidade de atração sexual. c) As "cascas" das cigarras são exoesqueletos antigos, abandonados após a muda (ou ecdise). 38. a) 'Aedes aegypti'. Este mosquito também transmite a dengue. b) Pessoas que adquiriram a doença na mata são picadas pelo vetor urbano. Uma vez contaminado com o vírus, o mosquito vetor o transmite, através da picada, aos seres humanos que vivem nas cidades. Antibióticos somente são indicados na terapia de doenças causadas por bactérias. 39. a) Dengue e Febre Amarela. b) Cólera ou Meningite ou Leptospirose. 40. a) O 'Aedes aegypti' pertence à ordem Díptera, que possui representantes com um par de asas anterior funcional e um par posterior não funcional transformado em halteres. O termo pterigoto (Pterygot a) denomina insetos que possuem asas. Portanto, essa espécie, por ter asas, está incluída em Pterygota. Quanto ao seu desenvolvimento o 'A. aegypti' possui metamorfose completa, ou seja, o seu ciclo de vida compreende quatro fases: ovo, larva, pupa e adulto. Todos os insetos que apresentam esse tipo de metamorfose são denominados holometábolos. b) Os ovos do 'A. aegypti' são depositados pela fêmea, individualmente, nas paredes internas dos depósitos que servem como criadouros, próximos à superfície da água. A larva se desenvolve em água parada e limpa e todo o processo (do ovo ao mosquito adulto) demora de sete a dez dias. Para evitar a proliferação do mosquito os reservatórios de água devem ser vedados; garrafas e embalagens que possam acumular água devem ser esvaziadas e colocadas de cabeça para baixo; pneus devem ser guardados em locais secos e protegidos da chuva e as plantas em recipientes com água devem ser passadas para a terra ou a água deve ser trocada a cada quatro dias e o recipiente lavado para eliminar os ovos. Além disso, pode-se também utilizar inseticida para eliminar os adultos. A dengue é uma doença provocada por vírus e não há tratamento específico. Por isso, a prevenção e o combate ao mosquito são fundamentais para o controle dessa doença. c) Embora o macho e a fêmea possuam aparelho bucal semelhante, apenas a fêmea transmite o vírus da dengue, pois só as fêmeas alimentam-se de sangue que serve como fonte de proteínas para o desenvolvimento dos ovos. O repasto sanguíneo pode ser em outros animais vertebrados, porém as fêmeas mostram predileção pelo homem. Frequentemente, elas alimentam-se mais de uma vez entre sucessivas posturas, o que resulta na variação de hospedeiros disseminando o vírus a vários deles. 41. As três espécies de insetos: B, C e D são formas do desenvolvimento de mariposas. E, F, G e H são castas de cupins. I e J são a fêmea e o macho de gafanhotos. L é Crustáceo, A e M são Aracnídeos. 42. a) Exoesqueleto não é estrutura exclusiva de insetos, pois ocorre também em outros artrópodes como crustáceos e aracnídeos, além de aparecer em representantes do filo moluscos (ostras, caramujos) e celenterados (corais). b) O exoesqueleto confere proteção contra o ataque de predadores. Porém, limita o crescimento e, muitas vezes, a locomoção do animal. 14

15 43. a) O esquema refere-se ao sistema respiratório traqueal que ocorre nos animais da classe dos Insetos. b) Não há relação entre os sistemas respiratório e circulatório em insetos pois a hemolinfa não contém pigmentos transportadores de gases. 44. O sistema respiratório dos insetos é traqueal. Neste sistema o oxigênio é conduzido pelas ramificações das traqueias diretamente às células. O "sangue" transporta nutrientes, hormônios e excretas. 45. Formigas podem afetar a saúde humana diretamente através de suas picadas e indiretamente através do transporte mecânico de germes. 46. a) A colônia é originada por meio da reprodução assexuada, por brotamento, do pólipo. Pólipos adultos, pelo mesmo processo, produzem as medusas. Estas são as formas livres e sexuadas, apresentando fecundação externa e desenvolvimento indireto. O desenvolvimento do zigoto forma a larva plânula livre. Após a fixação desta ao fundo oceânico, inicia-se, por brotamento, a formação de uma nova colônia de Obelias. b) Cnidoblasto. Sua função é defesa e captura de alimento. 47. a) Metagênese. b) Alternância de gerações. 48. Aranhas respiram por FILOTRAQUÉIAS, possuem CIRCULAÇÃO ABERTA com pigmento respiratório e excretam através de TÚBULOS DE MALPIGHI e GLÂNDULAS COXAIS. 49. a) Acarinos com cefalotórax e abdome fundidos, ausência de antenas e 8 patas. b) Evitar carpetes, cortinas, cobertores e outros elementos que são reservatórios de poeira onde vivem os ácaros. c) Porque estes artrópodes dependem de umidade para sobreviver. 50. a) Aranhas e escorpiões são aracnídeos. Distinguem-se dos insetos pelas seguintes características: corpo dividido em cefalotórax e abdome, ausência de antenas, presença de quelíceras e palpos (pedipalpos). b) Os vertebrados revestidos por pêlos e penas, são, respectivamente, mamíferos e aves. Mamíferos apresentam glândulas mamárias, diafragma, aorta sinistra, hemácias anucleadas, sete vértebras cervicais, pregas vocais na laringe. Em aves encontramos: ossos pneumáticos, aorta destra, sacos aéreos nos pulmões, siringe. c) A ocorrência de pragas urbanas pode ser explicada pela ausência de inimigos naturais, locais propícios para abrigo e reprodução, além de alimento disponível nos depósitos de lixo. 51. V V V F F 52. a) Os gambás são marsupiais e apresentam uma gestação curta, uma vez que sua placenta é muito primitiva. Os filhotes nascem prematuramente e completam o desenvolvimento dentro da bolsa marsupial, onde se alimentam do leite secretado pelas glândulas mamárias. b) Placenta. Este anexo realiza várias funções, entre elas: nutrição, excreção, respiração e regulação hormonal. 53. a) Os morcegos que se alimentam de néctar de flores contribuem para a polinização. Dispersam sementes as espécies frugífagas. Os insetívoros controlam as populações de insetos dos quais de alimentam. b) Homólogos são órgãos que possuem e mesma origem embrionária, independentemente de sua função. Ex: Asas dos morcegos e asas das aves. Análogos são órgãos que possuem a mesma função, independentemente de sua origem embrionária. Ex: Asas dos morcegos e asa dos insetos. c) São características exclusivas dos animais da classe Mamíferos: - pelos - glândulas mamárias, sebáceas e sudoríparas - músculo diafragma - placenta - hemácias anucleadas 15

16 54. a) Mamíferos. b) Presença de pelos e secreção láctea. c) O ornitorrinco apresenta oviparidade e bico córneo, características herdadas da Classe dos Répteis que deram origem aos mamíferos. 55. a) Nos mamíferos a fecundação é interna e envolve a união, no interior do organismo feminino, dos gametas masculino móvel (espermatozoide) e feminino imóvel (óvulo). O desenvolvimento é direto e ocorre, em geral, no interior do útero materno. b) Em angiospermas a fecundação é dupla e ocorre no interior da flor, mais precisamente no interior do ovário, onde estão localizados os óvulos. Nestas estruturas se localizam os gametas femininos, a oosfera e os núcleos polares. Os gametas masculinos representados pelos dois núcleos espermáticos contidos no tubo polínico, fecundam, respectivamente, a oosfera originando o embrião 2N e os núcleos polares originando o endosperma 3N. 56. A digestão é realizada por ação de bactérias e protozoários localizados no rúmen e retículo (2 das 4 divisões do "estômago"), degradando a celulose, proteínas e gorduras em moléculas simples e gases. 57. Cnidoblastos. 16

b) Justifique sua resposta. Resolução a) A afirmação não é válida. b) Os vírus são parasitas obrigatórios de células procarióticas

b) Justifique sua resposta. Resolução a) A afirmação não é válida. b) Os vírus são parasitas obrigatórios de células procarióticas 1 BIOLOGIA Devido ao fato de serem muito simples em termos de organização, podemos afirmar que os vírus provavelmente tiveram sua origem antes do surgimento das primeiras células procarióticas. a) A afirmação

Leia mais

Corpo segmentado e dividido em cabeça, tórax e abdome, podendo alguns apresentar cefalotórax (= cabeça + tórax) e abdome.

Corpo segmentado e dividido em cabeça, tórax e abdome, podendo alguns apresentar cefalotórax (= cabeça + tórax) e abdome. OS ARTRÓPODES Prof. André Maia Apresentam pernas articuladas com juntas móveis. São triblásticos, celomados e dotados de simetria bilateral. Corpo segmentado e dividido em cabeça, tórax e abdome, podendo

Leia mais

Curso Wellington:Biologia - Reino Animal - Artrópodes - Aracnídeos - Prof Hilton Franco

Curso Wellington:Biologia - Reino Animal - Artrópodes - Aracnídeos - Prof Hilton Franco 1. Durante uma aula de campo no litoral do Paraná, um aluno fez vários comentários ao encontrar e observar uma série de organismos. Com base em seus conhecimentos sobre os seres vivos, identifique as afirmativas

Leia mais

Zoologia e Botânica. Biologia Monitores: Julio Junior e Thamirys Moraes 16, 17, 18 e 20/12/2015. Material de Apoio para Monitoria

Zoologia e Botânica. Biologia Monitores: Julio Junior e Thamirys Moraes 16, 17, 18 e 20/12/2015. Material de Apoio para Monitoria Zoologia e Botânica 1. A doença de Chagas atinge milhões de brasileiros, que podem apresentar, como sintoma, problemas no miocárdio, que levam à insuficiência cardíaca. Por que, na doença de Chagas, ocorre

Leia mais

1. (UFMG) Todas as alternativas indicam características que podem aparecer nos. a) coração dorsal com quatro cavidades circulação aberta.

1. (UFMG) Todas as alternativas indicam características que podem aparecer nos. a) coração dorsal com quatro cavidades circulação aberta. 12. Cordados 1. (UFMG) Todas as alternativas indicam características que podem aparecer nos vertebrados, exceto: a) coração dorsal com quatro cavidades circulação aberta. b) sistema excretor com néfrons

Leia mais

Compreensão das diferenças entre os artrópodes, crustáceos, insetos, aracnídeos, quilópodes e diplópodes, reconhecendo suas características

Compreensão das diferenças entre os artrópodes, crustáceos, insetos, aracnídeos, quilópodes e diplópodes, reconhecendo suas características Compreensão das diferenças entre os artrópodes, crustáceos, insetos, aracnídeos, quilópodes e diplópodes, reconhecendo suas características O que são artrópodes? Para que servem? Onde podem ser encontrados?

Leia mais

Revisão de Ciências 3 Trimestre 7 anos

Revisão de Ciências 3 Trimestre 7 anos PARNAMIRIM - RN Revisão de Ciências 3 Trimestre 7 anos Prof. José Roberto E Raphaella Madruga. Nematódeo Vermes de corpo cilíndrico, coberto por cutícula. Apresentam sexos separados (dimorfismo sexual

Leia mais

Móds. 15 e 16. Setor 1403. Prof. Rafa

Móds. 15 e 16. Setor 1403. Prof. Rafa Móds. 15 e 16 Setor 1403 Prof. Rafa Representantes: crustáceos, Representantes: crustáceos, insetos, Representantes: crustáceos, insetos, aracnídeos, Representantes: crustáceos, insetos, aracnídeos, quilópodes

Leia mais

BIOLOGIA Resolução Aedes aegypti Resolução OBJETIVO 2002

BIOLOGIA Resolução Aedes aegypti Resolução OBJETIVO 2002 13 Ao chegar ao Pará (Belém), encontrei a cidade, antes alegre e saudável, desolada por duas epidemias: a febre amarela e a varíola. O governo tomou todas as precauções sanitárias imagináveis, entre as

Leia mais

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 59 ARTRÓPODOS E EQUINODERMOS

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 59 ARTRÓPODOS E EQUINODERMOS BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 59 ARTRÓPODOS E EQUINODERMOS ixação F ) (UFF) Assim como os moluscos, anelídeos e artrópodes, os equinodermos também são 2 nvertebrados triploblásticos e celomados. A larva

Leia mais

Aula 4.4 - Os conquistadores do ambiente terrestre

Aula 4.4 - Os conquistadores do ambiente terrestre Aula 4.4 - Os conquistadores do ambiente terrestre Além do vegetais outros organismos habitavam o ambiente terrestre Organismos de corpo mole como moluscos e anelídeos Organismos com cutícula redução da

Leia mais

Sugestão de avaliação

Sugestão de avaliação Sugestão de avaliação 7 CIÊNCIAS Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao terceiro bimestre escolar ou às Unidades 3 e 4 do livro do Aluno. Avaliação Ciências NOME: TURMA: escola: PROfessOR:

Leia mais

Os anfíbios. Cobertura e temperatura do corpo

Os anfíbios. Cobertura e temperatura do corpo Os anfíbios Nas proximidades de riachos, lagoas, açudes, banhados e outras áreas alagadas, você pode escutar os sons dos anfíbios - sapos, rãs, pererecas. O que são anfíbios, afinal? A palavra anfíbio,

Leia mais

Curso Wellington: Biologia-Artrópode-Miriápodes- Características Gerais e Classificação Prof Hilton Franco

Curso Wellington: Biologia-Artrópode-Miriápodes- Características Gerais e Classificação Prof Hilton Franco 1. A cigarra e a formiga Era uma vez uma cigarra que vivia cantando, sem se preocupar com o futuro. Encontrando uma formiga que carregava uma folha pesada, falou: - Para que todo esse trabalho? O verão

Leia mais

Questão 13. Questão 15. Questão 14. Resposta. Resposta

Questão 13. Questão 15. Questão 14. Resposta. Resposta Questão 13 Ao chegar ao Pará (Belém), encontrei a cidade, antes alegre e saudável, desolada por duas epidemias: a febre amarela e a varíola. O governo tomou todas as precauções sanitárias imagináveis,

Leia mais

CARACTERÍSTICAS: O corpo dos insetos e formado por três regiões: cabeça, tórax e abdome. Na cabeça das insetos, podemos notar antenas, olhos e peças

CARACTERÍSTICAS: O corpo dos insetos e formado por três regiões: cabeça, tórax e abdome. Na cabeça das insetos, podemos notar antenas, olhos e peças ARTRÓPODES INTRODUÇÃO: Derntro do estudo dos invertebrados, o filo artrópodes merece atenção especial. Ele agrupa mais de 800 mil espécies, contia que supera todos os demais filos reunidos. Além disso,

Leia mais

a) Indique a que filo cada um dos animais pertence: A: B:

a) Indique a que filo cada um dos animais pertence: A: B: valiação 1. baixo, temos a imagem de dois animais marinhos. mbos são muito simples estruturalmente. Observe ambos e responda aos questionamentos. Imagin/rchivo SM/ID/ES Imagin/rchivo SM/ID/ES a) Indique

Leia mais

Curso Wellington Biologia Reino Animal Cordados- Aves- Prof Hilton Franco

Curso Wellington Biologia Reino Animal Cordados- Aves- Prof Hilton Franco 1. É engraçado pensar em um tordo empoleirado nas costas de um Velociraptor ou um pato nadando ao lado de um Spinosaurus. (DYKE, 2010, p. 59). A ilustração apresenta duas concepções sobre a origem das

Leia mais

Exercícios de Aprofundamento Biologia - Embriologia

Exercícios de Aprofundamento Biologia - Embriologia 1. (Fgv 2015) A figura ilustra os vasos sanguíneos maternos e fetais na região da placenta, responsável pela troca dos gases respiratórios oxigênio e dióxido de carbono. Como a circulação e a ventilação

Leia mais

FILO CHORDATA. Anfioxo. Ascídia

FILO CHORDATA. Anfioxo. Ascídia FILOS ANIMAIS FILO CHORDATA O filo apresenta cerca de 50.000 espécies distribuídas entre protocordados e vertebrados. Protocordados cordados mais simples, pequenos e exclusivamente marinhos não são muito

Leia mais

REPRODUÇÃO COMPARADA. Sérgio Magalhães

REPRODUÇÃO COMPARADA. Sérgio Magalhães REPRODUÇÃO COMPARADA Sérgio Magalhães REPRODUÇÃO É o processo através do qual o ser vivo dá origem a outros indivíduos da mesma espécie que ele. Pode ser: Assexuada: quando não ocorre troca nem recombinação

Leia mais

Prof Thiago Scaquetti de Souza

Prof Thiago Scaquetti de Souza Prof Thiago Scaquetti de Souza Moluscos Animais de corpo mole Os moluscos são os animais de corpo mole, habitam ambientes terrestres e aquáticos. Representantes: ostra, lula, polvo, sépia, lesma e caracol.

Leia mais

PROFESSOR: EQUIPE DE CIÊNCIAS

PROFESSOR: EQUIPE DE CIÊNCIAS PROFESSOR: EQUIPE DE CIÊNCIAS BANCO DE QUESTÕES - CIÊNCIAS - 7º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= ANIMAIS INVERTEBRADOS

Leia mais

Possuem sistema circulatório. O sangue desloca-se por um sistema fechado de vasos e contém pigmentos respiratórios dissolvidos no plasma.

Possuem sistema circulatório. O sangue desloca-se por um sistema fechado de vasos e contém pigmentos respiratórios dissolvidos no plasma. Possuem sistema circulatório. O sangue desloca-se por um sistema fechado de vasos e contém pigmentos respiratórios dissolvidos no plasma. Na minhoca, o pigmento respiratório é a hemoglobina, responsável

Leia mais

truta - sapos - rãs - tartaruga - serpente - garça - andorinha - morcego - macaco

truta - sapos - rãs - tartaruga - serpente - garça - andorinha - morcego - macaco PROFESSOR: EQUIPE DE CIÊNCIAS BANCO DE QUESTÕES - CIÊNCIAS 3º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== 01- Marque com um (X) a(s) alternativa(s)

Leia mais

Estudo Dirigido de Ciências 6 as séries Professores: Andréia e Zago

Estudo Dirigido de Ciências 6 as séries Professores: Andréia e Zago Colégio Salesiano São Gonçalo Escola de Educação Básica Estudo Dirigido de Ciências 6 as séries Professores: Andréia e Zago 1. No aniversário de uma cidade a beira-mar, um restaurante promoveu um Festival

Leia mais

O Mosquito Aedes aegypti

O Mosquito Aedes aegypti O Mosquito Aedes aegypti MOSQUITO A origem do Aedes aegypti, inseto transmissor da doença ao homem, é africana. Na verdade, quem contamina é a fêmea, pois o macho apenas se alimenta de carboidratos extraídos

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL 2013 BIOLOGIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL 2013 BIOLOGIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL 2013 BIOLOGIA Série: 2ª EM Disciplina: Biologia Professor (a): Bernardo Grieco Aluno (a): Caro (a) aluno (a), O roteiro de recuperação abrange todo conteúdo trabalhado ao longo

Leia mais

Os Platelmintos. Caracteristicas exclusivas

Os Platelmintos. Caracteristicas exclusivas Os Platelmintos Caracteristicas exclusivas 1) Apresentam o corpo achatado. 2) Apresentam uma cabeça com um par de ocelos, que são órgãos sensíveis a luz. A função do ocelo é detectar quando o ambiente

Leia mais

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS. Fonte: O Estado de S.Paulo, 10/12/ 97.

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS. Fonte: O Estado de S.Paulo, 10/12/ 97. CIÊNCIAS BIOLÓGICAS 13. Ao chegar ao Pará (Belém), encontrei a cidade, antes alegre e saudável, desolada por duas epidemias: a febre amarela e a varíola. O governo tomou todas as precauções sanitárias

Leia mais

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA 2º Trimestre. 3 ano DISCIPLINA: BIOLOGIA B

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA 2º Trimestre. 3 ano DISCIPLINA: BIOLOGIA B ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA 2º Trimestre 3 ano DISCIPLINA: BIOLOGIA B Observações: 1- Antes de responder às atividades, releia o material entregue sobre Sugestão de Como Estudar. 2 - Os exercícios

Leia mais

RÉPTEIS PROF. MARCELO MIRANDA

RÉPTEIS PROF. MARCELO MIRANDA RÉPTEIS Padrões evolutivos Surgimento dos amniotas Âmnio: membrana que envolve completamente o embrião e delimita uma cavidade cheia de líquido que protege contra choques mecânicos e evita o ressecamento

Leia mais

Artrópodes. Os representantes do Filo Arthropoda (arthro= articulação, podes=pés) são animais com pernas articuladas.

Artrópodes. Os representantes do Filo Arthropoda (arthro= articulação, podes=pés) são animais com pernas articuladas. Artrópodes Os representantes do Filo Arthropoda (arthro= articulação, podes=pés) são animais com pernas articuladas. Todos os artrópodes possuem um exoesqueleto (esqueleto externo), uma carapaça formada

Leia mais

CIÊNCIAS E PROGRAMA DE SAÚDE

CIÊNCIAS E PROGRAMA DE SAÚDE GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO CIÊNCIAS E PROGRAMA DE SAÚDE 08 CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI PRAIA GRANDE - SP 0 Intenção sem ação é ilusão. Ouse fazer e o poder lhe será dado

Leia mais

CIÊNCIAS E PROGRAMA DE SAÚDE

CIÊNCIAS E PROGRAMA DE SAÚDE GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO CIÊNCIAS E PROGRAMA DE SAÚDE 07 CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI PRAIA GRANDE - SP 0 A alma da gente durante a vida, produz uma quantidade imensa

Leia mais

Ciências/15 7º ano Turma: 2º trimestre Nome: Data: / / Roteiro de Estudos de Ciências 7 ANO 2º trimestre

Ciências/15 7º ano Turma: 2º trimestre Nome: Data: / / Roteiro de Estudos de Ciências 7 ANO 2º trimestre O que estudamos no segundo trimestre? Roteiro de Estudos de Ciências 7 ANO 2º trimestre Ciências/15 7º ano Turma: 2º trimestre Nome: Data: / / 7ºcie302r No segundo trimestre estudamos o Reino das Plantas.

Leia mais

Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com

Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com Filo Arthropoda exoesqueleto e patas articuladas. simetria bilateral triblásticos protostômios celomados metamerizados;

Leia mais

Grupo mais bem sucedido em nº de espécies Exploram mais diferentes ambientes Crustáceos, Aracnídeos, Insetos, Diplópodes e Quilópodes Importância:

Grupo mais bem sucedido em nº de espécies Exploram mais diferentes ambientes Crustáceos, Aracnídeos, Insetos, Diplópodes e Quilópodes Importância: Grupo mais bem sucedido em nº de espécies Exploram mais diferentes ambientes Crustáceos, Aracnídeos, Insetos, Diplópodes e Quilópodes Importância: Alimentação camarão, siris, lagostas,mel Médica uso de

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO 1ª VP4 de Ciências 6ª SÉRIE 1ª ETAPA. Professora: Alexsandra Ribeiro

EXERCÍCIOS DE REVISÃO 1ª VP4 de Ciências 6ª SÉRIE 1ª ETAPA. Professora: Alexsandra Ribeiro CONTEÚDO: CAP. 1, 2 e 3 EXERCÍCIOS DE REVISÃO 1ª VP4 de Ciências 6ª SÉRIE 1ª ETAPA Professora: Alexsandra Ribeiro 1. O esquema abaixo nos mostra como a vida está organizada no planeta. A complexidade da

Leia mais

Curso Wellington - Biologia - Reino Animal - Cordados - Anfíbios Prof Hilton Franco

Curso Wellington - Biologia - Reino Animal - Cordados - Anfíbios Prof Hilton Franco 1. Os anfíbios são animais extremamente dependentes do ambiente aquático, em especial, na fase reprodutiva. Sobre a reprodução desses animais, assinale o que for correto. 01) Seus ovos sem casca, apenas

Leia mais

Simulado Biologia UNICAMP 2014-2013

Simulado Biologia UNICAMP 2014-2013 1. (Unicamp 2014) Considere os seguintes componentes celulares: I. parede celular II. membrana nuclear III. membrana plasmática IV. DNA É correto afirmar que as células de a) fungos e protozoários possuem

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE CIÊNCIAS

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE CIÊNCIAS PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE CIÊNCIAS 6 ano 1 volume CONTEÚDOS OBJETIVOS 1.Astronomia: estudando o céu Estrelas e constelações Sistema Solar e exploração do Universo - Movimentos da - Terra e da Lua Reconhecer

Leia mais

Exercícios com Gabarito de Biologia I 2º ano Professor Leandro

Exercícios com Gabarito de Biologia I 2º ano Professor Leandro 1. O 'Ancylostoma' é um parasita intestinal que provoca o "amarelão", doença que se pode adquirir: a) por picada de um hemíptero (barbeiro). b) comendo carne de porco mal cozida. c) comendo carne bovina

Leia mais

Filo Porífera. Esponjas

Filo Porífera. Esponjas Filo Porífera Esponjas Filo Porifera Osculo Átrio Pinacócitos Amebócito poros Porocito Espícula Flagelo Esponja Mesogléia Coanócito Gonócito Pinacócito Espícula Átrio Póro Porócito Arqueócito Meio Externo

Leia mais

01. Quando comparamos o caramujo e o caranguejo representados nas tiras abaixo, podemos afirmar corretamente que:

01. Quando comparamos o caramujo e o caranguejo representados nas tiras abaixo, podemos afirmar corretamente que: Aula n ọ 02 01. Quando comparamos o caramujo e o caranguejo representados nas tiras abaixo, podemos afirmar corretamente que: a) utilizam-se do ar atmosférico para respirar através de pulmão. b) o caramujo

Leia mais

Roteiro de Estudos de Ciências 7 ANO. 3º trimestre

Roteiro de Estudos de Ciências 7 ANO. 3º trimestre Ciências/15 7º ano Turma: 3º trimestre Nome: Data: / / 7ºcie303r Roteiro de Estudos de Ciências 7 ANO 3º trimestre O que estudamos no terceiro trimestre? No terceiro trimestre finalizamos nosso estudo

Leia mais

Questão 89. Questão 90. Questão 91. alternativa B. alternativa B

Questão 89. Questão 90. Questão 91. alternativa B. alternativa B Questão 89 Qual das alternativas classifica corretamente o vírus HIV, o tronco de uma árvore, a semente de feijão e o plasmódio da malária, quanto à constituição celular? Plasmódio da Vírus Tronco Semente

Leia mais

NOME: N CADERNO DE REC. PARALELA DE BIOLOGIA 2º ANO EM TURMA 222 PROFª FERNANDA 2º BIMESTRE

NOME: N CADERNO DE REC. PARALELA DE BIOLOGIA 2º ANO EM TURMA 222 PROFª FERNANDA 2º BIMESTRE DATA: / / 1925 *** COLÉGIO MALLET SOARES *** 2014 89 ANOS DE TRADIÇÃO, RENOVAÇÃO E QUALIDADE DEPARTAMENTO DE ENSINO NOTA: NOME: N CADERNO DE REC. PARALELA DE BIOLOGIA 2º ANO EM TURMA 222 PROFª FERNANDA

Leia mais

6) Assinale a alternativa que mostra o filo, cujos representantes são os animais menos complexos.

6) Assinale a alternativa que mostra o filo, cujos representantes são os animais menos complexos. ESCOLA ESTADUAL DR JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA TRABALHO ESTUDOS INDEPENDENTES DE RECUPERAÇÃO RESOLUÇÃO SEE Nº 2.197, DE 26 DE OUTUBRO DE 2012 Aluno: Ano Atual Data : Matéria: Turno: Valor :70pontos Nota:

Leia mais

Ciências OS MAMÍFEROS. A principal característica dos mamíferos é a presença de glândulas

Ciências OS MAMÍFEROS. A principal característica dos mamíferos é a presença de glândulas Ciências OS MAMÍFEROS A principal característica dos mamíferos é a presença de glândulas mamárias, endotermia e pêlos. CARACTERÍSTICAS GERAIS DOS MAMÍFEROS São animais endotérmicos. Em condições normais

Leia mais

Sugestões de atividades para avaliação. Ciências 7 o ano Unidade 8

Sugestões de atividades para avaliação. Ciências 7 o ano Unidade 8 Sugestões de atividades para avaliação Ciências 7 o ano Unidade 8 5 Nome: Data: UniDaDE 8 1 Com relação às suas características gerais, podemos dizer que os vertebrados possuem exclusivamente: I. patas.

Leia mais

Apresentação Mobilização no combate à dengue

Apresentação Mobilização no combate à dengue Apresentação Mobilização no combate à dengue Atualmente, a dengue é considerada um dos principais problemas de saúde pública do mundo. Com a temporada de chuvas, os riscos de surtos da doença ficam ainda

Leia mais

Para impedir a propagação da dengue, você deve primeiramente impedir a reprodução de seu transmissor, o mosquito Aedes aegypti.

Para impedir a propagação da dengue, você deve primeiramente impedir a reprodução de seu transmissor, o mosquito Aedes aegypti. Cartilha de Dengue Para impedir a propagação da dengue, você deve primeiramente impedir a reprodução de seu transmissor, o mosquito Aedes aegypti. Conhecendo o ciclo biológico do mosquito O Aedes aegypti

Leia mais

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA - BIOLOGIA PROFESSOR (A): Renato Azevedo TURMA: 1ª série EM

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA - BIOLOGIA PROFESSOR (A): Renato Azevedo TURMA: 1ª série EM ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA - BIOLOGIA PROFESSOR (A): Renato Azevedo TURMA: 1ª série EM REVISÃO 1) Os moluscos bivalvos (ostras e mexilhões) são organismos economicamente importantes como fonte

Leia mais

Flávio Oliveira Higino Email: fohigino@gmail.com

Flávio Oliveira Higino Email: fohigino@gmail.com Flávio Oliveira Higino Email: fohigino@gmail.com O filo é dividido em três classes: Turbelários: Planária (VIDA LIVRE) Trematódeos: Schistosoma sp (PARASITAS) Cestódeos: Taenia sp (PARASITAS) Corpo achatado

Leia mais

BIOLOGIA Diversidade da Vida Exercícios complementares Répteis, aves e mamíferos

BIOLOGIA Diversidade da Vida Exercícios complementares Répteis, aves e mamíferos 1. (UECE) Analise as afirmações abaixo, classificando-as em verdadeiras (V) ou falsas F. ( ) Nos mamíferos o coração encontra-se dividido em quatro cavidades: dois átrios e dois ventrículos. Desta forma,

Leia mais

BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 56 REINO ANIMAL

BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 56 REINO ANIMAL BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 56 REINO ANIMAL ocelos (olhos) superfície dorsal faringe boca superfície ventral cabeça ou escólex colo no homem tronco ou estróbilo autofecundação tênia adulta cisticerco no

Leia mais

BIOLOGIA Resolução Resolução OBJETIVO 2001

BIOLOGIA Resolução Resolução OBJETIVO 2001 1 Um professor de biologia solicitou a um aluno que separasse, junto com o técnico de laboratório, algumas plantas monocotiledôneas de um herbário (local onde se guardam plantas secas e etiquetadas). O

Leia mais

a) intestino. b) cloaca. c) moela. d) esôfago. e) bico.

a) intestino. b) cloaca. c) moela. d) esôfago. e) bico. BIOLOGIA Um agricultor verificou que havia muita perda em sua lavoura de trigo, pois o vento derrubava várias plantas. Um vizinho o aconselhou a produzir sementes que dessem origem a plantas com entrenós

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE CIÊNCIAS UNIDADE 1 Conteúdos. UNIDADE 2 Conteúdos

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE CIÊNCIAS UNIDADE 1 Conteúdos. UNIDADE 2 Conteúdos Ser humano: semelhanças e diferenças (características físicas e comportamentais, gostos pessoais) Partes do corpo humano Sentidos humanos: audição, visão, paladar, tato e olfato Cuidados com os órgãos

Leia mais

Professor: CRISTINO RÊGO Disciplina: CIÊNCIAS Assunto: VERTEBRADOS: RÉPTEIS AVES E MAMÍFEROS BATERIA DE EXERCÍCIOS 7º ANO

Professor: CRISTINO RÊGO Disciplina: CIÊNCIAS Assunto: VERTEBRADOS: RÉPTEIS AVES E MAMÍFEROS BATERIA DE EXERCÍCIOS 7º ANO Professor: CRISTINO RÊGO Disciplina: CIÊNCIAS Assunto: VERTEBRADOS: RÉPTEIS AVES E MAMÍFEROS Belém /PA BATERIA DE EXERCÍCIOS 7º ANO 1 Analise as afirmativas abaixo e assinale a alternativa incorreta: a)

Leia mais

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS DA APOSTILA Professora: Giselle Cherutti - Ensino Fundamental II - 7º ano

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS DA APOSTILA Professora: Giselle Cherutti - Ensino Fundamental II - 7º ano EXERCÍCIOS RESOLVIDOS DA APOSTILA Professora: Giselle Cherutti - Ensino Fundamental II - 7º ano CAPÍTULO 9. OS PEIXES (págs. 156/157) 1. Os peixes são classificados de acordo com a formação de seu esqueleto.

Leia mais

Exercícios para Prova 1 de Biologia 1 Trimestre

Exercícios para Prova 1 de Biologia 1 Trimestre Exercícios para Prova 1 de Biologia 1 Trimestre Pessoal a matéria da prova de Biologia é dos Módulos 1 a 5 (Edgard) e Módulo 1 (Ricardo). Parte I O Gabarito está na última folha. 1. Ordene as categorias

Leia mais

Questão 1. Questão 2. Resposta

Questão 1. Questão 2. Resposta Questão 1 O gráfico mostra os níveis de glicose medidos no sangue de duas pessoas, sendo uma saudável e outra com diabetes melito, imediatamente após uma refeição e nas cinco horas seguintes. Essa substância

Leia mais

2012 3ª PROVA PARCIAL (QUESTÕES FECHADAS) DE CIÊNCIAS E GEOGRAFIA

2012 3ª PROVA PARCIAL (QUESTÕES FECHADAS) DE CIÊNCIAS E GEOGRAFIA COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 3ª PROVA PARCIAL (QUESTÕES FECHADAS) DE CIÊNCIAS E GEOGRAFIA Aluno(a): Nº Ano: 7º Turma: Data: 27/11/2012 Nota: Professoras: Karina e Edvaldo Valor da Prova:

Leia mais

2. (FATEC) A digestão dos poríferos é intracelular e realizada por células chamadas:

2. (FATEC) A digestão dos poríferos é intracelular e realizada por células chamadas: Aula 13 Revisão do 1º semestre 2013 1. (FUVEST) Existem animais que não possuem órgão ou sistema especializado em realizar trocas gasosas. Na respiração, a absorção do oxigênio e a eliminação do gás carbônico

Leia mais

Aspectos Gerais - Nome: articulação nos pés. - Maior filo de animais + de 900.000 sp. (3/4 dos animais conhecidos). - Exoesqueleto quitinoso -

Aspectos Gerais - Nome: articulação nos pés. - Maior filo de animais + de 900.000 sp. (3/4 dos animais conhecidos). - Exoesqueleto quitinoso - ARTRÓPODES FILO ARTHROPODA - Sistema digestório completo e sistema circulatório aberto; - Sistema respiratório variável: branquial, traqueal ou filotraqueal; - Sistema excretor por túbulos de Malpighi,

Leia mais

Aula 4 Os animais. Os seres vivos são classificados nos Reinos:

Aula 4 Os animais. Os seres vivos são classificados nos Reinos: Aula 4 Os animais Os seres vivos apresentam uma diversidade muito grande; a cada ano, novas espécies vêm sendo descritas. Fica compreensível a necessidade de um sistema de classificação para a organização

Leia mais

Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Cnidaria (parte II) Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com http://proenem.sites.ufms.br/

Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Cnidaria (parte II) Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com http://proenem.sites.ufms.br/ Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Cnidaria (parte II) Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com http://proenem.sites.ufms.br/ Relembrando Cnidaria: Eucarióticos pluricelulares e heterótrofos; Diblásticos;

Leia mais

Por que os peixes não se afogam?

Por que os peixes não se afogam? Por que os peixes não se afogam? A UU L AL A Dia de pescaria! Juntar os amigos para pescar num rio limpinho é bom demais! Você já reparou quanto tempo a gente demora para fisgar um peixe? Como eles conseguem

Leia mais

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira UFRGS REINO ANIMAL - INVERTEBRADOS

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira UFRGS REINO ANIMAL - INVERTEBRADOS UFRGS REINO ANIMAL - INVERTEBRADOS 1. (Ufrgs 2015) Com base nas características dos moluscos, assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as afirmações abaixo. ( ) Os moluscos apresentam simetria radial.

Leia mais

7ª série / 8º ano 2º bimestre U. E. 10

7ª série / 8º ano 2º bimestre U. E. 10 7ª série / 8º ano 2º bimestre U. E. 10 Tipos de reprodução Reprodução é a capacidade que os seres vivos têm de gerar descendentes da mesma espécie. A união dos gametas é chamada fecundação, ou fertilização,

Leia mais

EXERCÍCIOS ON LINE 6 ANO - 1 TRIMESTRE

EXERCÍCIOS ON LINE 6 ANO - 1 TRIMESTRE EXERCÍCIOS ON LINE 6 ANO - 1 TRIMESTRE 1- Leia o texto e responda as questões Todos os animais, independentemente do seu estilo de vida, servem como fonte de alimento para outros seres vivos. Eles estão

Leia mais

Prof. João Carlos. aula 3. botânica e parasitoses

Prof. João Carlos. aula 3. botânica e parasitoses Prof. João Carlos aula 3 botânica e parasitoses Briófitas : musgos Os musgos (verdes) produzem gametas, seus filhos produzem esporos Esporos gametas Pteridófitas: samambaias Ciclo das samambaias O gameta

Leia mais

DENGUE e DENGUE HEMORRÁGICO

DENGUE e DENGUE HEMORRÁGICO DENGUE e DENGUE HEMORRÁGICO Prof. Dr. Rivaldo Venâncio da Cunha Dourados, 08 de fevereiro de 2007 O que é o dengue? O dengue é uma doença infecciosa causada por um vírus; Este vírus pode ser de quatro

Leia mais

ESPONJA DO MAR CORAL CÉREBRO. MEDUSA ou ÁGUA-VIVA HIDRA PLANÁRIA TERRESTRE. ESCÓLEX de TÊNIA LOMBRIGA. NEMATÓIDE de VIDA LIVRE

ESPONJA DO MAR CORAL CÉREBRO. MEDUSA ou ÁGUA-VIVA HIDRA PLANÁRIA TERRESTRE. ESCÓLEX de TÊNIA LOMBRIGA. NEMATÓIDE de VIDA LIVRE ESPONJA DO MAR Filo Porifera Os poríferos coloniais, como o da foto, são muito comuns nos mares brasileiros. (cerca de 5 cm de altura) HIDRA Filo Cnidaria Classe Hydrozoa Vive em água doce; em seu ciclo

Leia mais

PLANIFICAÇÃO A MÉDIO/LONGO PRAZO CIÊNCIAS DA NATUREZA 6º ANO

PLANIFICAÇÃO A MÉDIO/LONGO PRAZO CIÊNCIAS DA NATUREZA 6º ANO PLANIFICAÇÃO A MÉDIO/LONGO PRAZO CIÊNCIAS DA NATUREZA 6º ANO Competências essenciais Conteúdos Materiais N.º de aulas (45 min.) Compreender que a vida dos seres é assegurada pela realização de funções

Leia mais

Artrópodes. - A enorme diversidade de adaptação destes animais permite que sobrevivam em todos os habitats.

Artrópodes. - A enorme diversidade de adaptação destes animais permite que sobrevivam em todos os habitats. Artrópodes - O filo Arthropoda (Artrópodes) possui um número muito grande de animais, o maior grupo com espécies diferentes; - A enorme diversidade de adaptação destes animais permite que sobrevivam em

Leia mais

Questão 1. Questão 2. Questão 3. Resposta. Resposta

Questão 1. Questão 2. Questão 3. Resposta. Resposta Questão 1 Na dupla fecundação que ocorre em certas plantas, um dos núcleos espermáticos do tubo polínico funde-se à oosfera e origina o zigoto diplóide. O outro núcleo espermático funde-se aos dois núcleos

Leia mais

Biologia. Adaptação I: Adaptação II:

Biologia. Adaptação I: Adaptação II: Biologia 01. A migração do ambiente aquático para o terrestre resultou na seleção de características adaptativas que permitiu a sobrevivência dos primeiros vertebrados terrestres. Com base no exposto,

Leia mais

COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD VESTIBULAR 2011 PROVA DE BIOLOGIA

COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD VESTIBULAR 2011 PROVA DE BIOLOGIA Questão 1: É sabido que indivíduos homozigotos recessivos para alelos mutados do gene codificador da enzima hexosaminidase desenvolvem uma doença conhecida como Tay-Sachs, e morrem antes do quarto ano

Leia mais

ATIVIDADE DO SEMINÁRIO DE BIOLOGIA - RÉPTEIS 3º A - E.M. PROFª CLAUDIA LOBO

ATIVIDADE DO SEMINÁRIO DE BIOLOGIA - RÉPTEIS 3º A - E.M. PROFª CLAUDIA LOBO ATIVIDADE DO SEMINÁRIO DE BIOLOGIA - RÉPTEIS 3º A - E.M. PROFª CLAUDIA LOBO Grupo: Carolina Nunes - Catalina De Vera - Giulliana Marak - Thainá Barbosa - Thais Yang 01. (FUVEST) Os vertebrados conquistaram

Leia mais

Os itens enumerados a seguir são exemplos de diferentes relações entre os seres vivos:

Os itens enumerados a seguir são exemplos de diferentes relações entre os seres vivos: 01 - (PUC PR) Os itens enumerados a seguir são exemplos de diferentes relações entre os seres vivos: I. A caravela vive flutuando nas águas do mar. É formada por um conjunto de indivíduos da mesma espécie

Leia mais

35 Como o berne aparece no boi?

35 Como o berne aparece no boi? A U A UL LA Como o berne aparece no boi? A criação de gado requer dos fazendeiros, entre outras coisas, o cuidado com a saúde dos animais, pois os bois são atingidos por muitas doenças. Nesta aula vamos

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 003/2014. Prefeitura Municipal de Bom Despacho AGENTE DE CONTROLE DE ENDEMIAS

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 003/2014. Prefeitura Municipal de Bom Despacho AGENTE DE CONTROLE DE ENDEMIAS 1 - Acerca das doenças de interesse em saúde pública, estão corretas as afirmativas, EXCETO: (A) Dengue é transmitida, geralmente, pela picada do mosquito Aedes Aegypti que inocula na pessoa o vírus da

Leia mais

Material Complementar. Tema: Discutindo a Dengue

Material Complementar. Tema: Discutindo a Dengue Material Complementar Tema: Discutindo a Dengue Setor de Educação de Jovens e Adultos Objetivos: o Compreender o ciclo evolutivo da Dengue. o Reconhecer diferentes formas de desenvolvimento dos organismos.

Leia mais

Da água para a terra com sucesso Os Anfíbios

Da água para a terra com sucesso Os Anfíbios Disciplina: Ciências Série: 6ª - 3º BIMESTRE Professor: Ivone Azevedo da Fonseca Assunto: Anfíbios e Répteis Da água para a terra com sucesso Os Anfíbios Anfíbio é um termo que significa vida dupla, ou

Leia mais

ARTRÓPODES PROF. MARCELO MIRANDA

ARTRÓPODES PROF. MARCELO MIRANDA ARTRÓPODES Filo Arthropoda (Artrópodes) Do grego, arthros = articulado e podos = pés; É o filo mais abundante em quantidade de espécies descritas (~1 milhão); Vivem em praticamente todos os tipos de ambientes;

Leia mais

Resumo Cap. 10 (Poríferos e Cnidários) 1ª Série EM Prof.: Alexsandra Ribeiro PORÍFEROS

Resumo Cap. 10 (Poríferos e Cnidários) 1ª Série EM Prof.: Alexsandra Ribeiro PORÍFEROS Resumo Cap. 10 (Poríferos e Cnidários) 1ª Série EM Prof.: Alexsandra Ribeiro PORÍFEROS Os poríferos, ou esponjas, surgiram há cerca de 1 bilhão de anos e, provavelmente, se originaram de seres unicelulares

Leia mais

Ficha de Revisão 2 os anos Marcos/Juliano ago/09. Nome: Nº: Turma:

Ficha de Revisão 2 os anos Marcos/Juliano ago/09. Nome: Nº: Turma: Biologia Ficha de Revisão 2 os anos Marcos/Juliano ago/09 Nome: Nº: Turma: Caro(a) aluno(a) A lista a seguir é indicada a todos os alunos como revisão do conteúdo visto no 1º semestre e, mais especialmente,

Leia mais

Apostila de Biologia 02 Reprodução Comparada

Apostila de Biologia 02 Reprodução Comparada Apostila de Biologia 02 Reprodução Comparada 1.0 Reprodução É o processo através do qual o ser vivo dá origem a outros indivíduos da mesma espécie que ele. Pode ser: Assexuada: quando não ocorre troca

Leia mais

Matéria: Biologia Assunto: Reino Animal - Moluscos Prof. Enrico Blota

Matéria: Biologia Assunto: Reino Animal - Moluscos Prof. Enrico Blota Matéria: Biologia Assunto: Reino Animal - Moluscos Prof. Enrico Blota Biologia Reino Animal Moluscos Variam muito de tamanho, desde caracóis de 1 mm até lulas gigantes de 18 m. Os moluscos sofreram uma

Leia mais

CPV seu pé direito também na medicina

CPV seu pé direito também na medicina seu pé direito também na medicina UNICAMP 2 a fase 18/Janeiro/2011 BIOLOGIA 01. Doenças graves como o botulismo, a lepra, a meningite, o tétano e a febre maculosa são causadas por bactérias. As bactérias,

Leia mais

Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar CIÊNCIAS NATURAIS

Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar CIÊNCIAS NATURAIS Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar CIÊNCIAS NATURAIS A proposta A proposta de ensino das Ciências Naturais se fundamenta na construção do pensamento científico acerca dos fenômenos

Leia mais

Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com

Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com INVERTEBRADOS II ARTRÓPODES Características gerais Corpo segmentado Apêndices articulados coxa trocânter fêmur tíbia garras

Leia mais

Lista de Exercícios. Aluno(a): Nº. Pré Universitário Uni-Anhanguera. Disciplina: Biologia

Lista de Exercícios. Aluno(a): Nº. Pré Universitário Uni-Anhanguera. Disciplina: Biologia Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Mário Neto Série: 3 Ano Disciplina: Biologia 1) (UFMG) Estes animais costumam estar presentes no dia-a-dia dos seres humanos:

Leia mais

Biologia REINO ANIMAL - UNICAMP - VESTIBULARES DE 2016-2010

Biologia REINO ANIMAL - UNICAMP - VESTIBULARES DE 2016-2010 1. (Unicamp 2015) O estudo do desenvolvimento embrionário é importante para se entender a evolução dos animais. Observe as imagens abaixo. limpa e há diminuição na sua reprodução em temperaturas abaixo

Leia mais