"I 4 %mulo "? %O. Poder Judiciário Tribunal de Justiça da Paraíba Gabinete do Des. ARNÓBIO ALVES TEODÓSIO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download ""I 4 %mulo "? %O. Poder Judiciário Tribunal de Justiça da Paraíba Gabinete do Des. ARNÓBIO ALVES TEODÓSIO"

Transcrição

1 k + "I 4 %mulo "? %O Poder Judiciário Tribunal de Justiça da Paraíba Gabinete do Des. ARNÓBIO ALVES TEODÓSIO ACÓRDÃO APELAÇÃO CRIMINAL N /001 - Vara Única da Comarca de Solânea RELATOR : Des. Arnóbio Alves Teodósio APELANTE : Márcio Maia de Oliveira ADVOGADO : Kayser Nogueira P. Rocha APELADA : A Justiça Pública DOS CRIMES CONTRA A FÉ PÚBLICA Adulteração ou remarcação de sinal identificador de veículo automotor Troca de equipamento (motor) de motocicleta Prisão em flagrante Crime de mera conduta Autoria e materialidade comprovadas Confissão do agente Procedência em parte da denúncia lrresignação Ausência de provas a ensejar a condenação Rejeição - Dosimetria da pena - Ausência de proporcionalidade na fixação da pena-base - Réu primário - Circunstâncias judiciais favoráveis Diminuição da reprimenda Possibilidade de substituição por restritiva de direitos Provimento parcial do apelo. - Para se configurar o tipo previsto no art. 311, do Código Penal, basta adulterar qualquer sinal identificador do veículo, componente ou equipamento. Não é apenas a adulteração ou remarcação do chassi que se enquadra na tipificação do art. 311 (CP), mas de qualquer sinal que possa identificar o veículo. - O núcleo adulterar diz respeito à ação pela qual se acresce, suprime ou se troca parte do original verdadeiro. - Na fixação da pena-base, além do respeito aos ditames legais e da avaliação criteriosa das circunstâncias judiciais, deve ser observado o princípio da proporcionalidade, para que a resposta penal seja justa e suficiente para cumprir o papel de reprovação do ilícito. - De acordo com o art. 44, 2, do CP, a pena privativa de liberdade superior a um ano deve ser substituída, sempre, por duas restritivas de direito ou por uma delas e multa..4t nem. ARNÓ:10 ALVES TEODÓSIO Desembargador

2 2 acima identificada: Vistos, relatados e discutidos estes autos de apelação criminal Acorda a Egrégia Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, à unanimidade, em DAR PROVIMENTO PARCIAL ao recurso, em harmonia com o parecer ministerial. Perante a Vara Única da Comarca de Solânea, o representante do Ministério Público, em exercício naquela Unidade Judiciária, denunciou Márcio Maia de Oliveira e Severino Farias de Oliveira, devidamente qualificados na inicial, imputando ao primeiro denunciado a prática, em tese, dos crimes capitulados nos arts. 180, 1 0 e 311, caput c/c o art. 69, todos do CP e, ao segundo acusado como incurso nas penas do art. 311, caput, do Código Penal, em razão de ter sido encontrado no dia 27 de julho de 2005, na casa do primeiro acusado, 04 (quatro) motocicletas em situação irregular e de origem duvidosa. Relata a peça pórtica, que uma das motocicletas apreendidas, a moto Honda/CG 125 Titan, ano e modelo 1994/1995, cor azul, placa BXX-7035/SP, chassi n 9C2JC2501RRS29821 estava com o motor trocado, ou seja, encontrava-se com o motor de uma outra motocicleta. Já a moto Honda/XL 125 Duty, ano e modelo 1987/1988, cor branca, placa KLK-0800/PE, chassi n 9C2JD0801JR300733, também apreendida pelos policiais, apresentava a numeração do motor raspada, conforme Laudo de Exame Químico Metalográfico de fls. 45/46. Ademais, quando indagado acerca das notas fiscais dos objetos apreendidos, o primeiro denunciado alegou que os adquiriu em outros Estados, razão pela qual, não dispunha das referidas notas, possuindo, apenas, a noto fiscal da moto Yamaha/XTZ 125K, ano e modelo 2005, sem placa, sem registro no DETRAN, cor branca, chassi n 9C6KE , em nome de Wellington Ferreira de Lima, residente em Goiânia/PE. Auto de prisão em flagrante, interrogatórios e auto apresentação e apreensão às fls. 07/17, ressaltando-se que ambos os indiciados confessaram a prática dos delitos. Antecedentes e Laudo de Exame Químico Metalográfico às fls. 40/46. Recebida a denúncia, os réus foram citados, qualificados e interrogados dando as suas versões a respeito do fato, tendo, neste momento processual, apenas o denunciado Márcio Maia confessado a autoria do delito (fls. 120/122), enquanto que Severino negou o crime (fls. 123/124). Ultimada a instrução criminal, o MM. Juiz a quo julgou procedente em parte a denúncia, absolvendo o primeiro acusado do crime tipificado no art. 180, 1, para, ao final, condenar ambos os denunciados pela prática do delito capitulado no art. 311, do Código Repressor, sendo ao primeiro imposta às penas de 04 (quatro) anos e 06 (seis) meses de reclusão e 45 (quarenta e cinco) dias multa, esta no valor de 1/30 do salário mínimo vigente ao tempo do fato, a ser cumprida em regime semi-aberto. E ao segundo denunciado às penas de 03 (três) anos e 06 (seis) meses de reclusão e 15 (quinze) dias multa, no valor de 1/30 do salário mínimo vigente ao tempo do fato, a ser cumprida em regime semi-aberto, convertendo, por fim, a sanção corporal em duas restritivas de direitos (prestação de serviços à comunidade e limitação de fim de semana) por igual prazo (fls. 171/177). n, rtaf 'hw f!..ame. Desembargador

3 Certidão de trânsito em julgado da sentença para o réu Severino Farias de Oliveira às fls Inconformado, o réu Márcio Maia de Oliveira interpôs o presente recurso de apelação às fls. 187/188, pugnando, em suas razões (fls. 194/197), pela absolvição, visto que, de acordo com o conjunto probatório coligido aos autos, não há prova inequívoca que enseje a condenação do apelante com base no art. 311/CP. Por fim, sendo mantida a condenação, requer, alternativamente, a redução da reprimenda fixada, pois acredita que a pena-base não foi aplicada de forma coerente, diante das circunstâncias judiciais apresentas no presente caso. Em contra-razões (fls. 198/201), pugnou o representante do Ministério Público de primeira instância pelo provimento parcial do apelo, a fim de que seja reduzida a pena aplicada. Instada a se manifestar, a douta Procuradoria-Geral de Justiça, em parecer da lavra do insigne Procurador de Justiça, Antônio de Pádua Tôrres (fls. 212/213), opinou pelo provimento parcial do recurso aviado, para tão-somente reduzir a penalidade. 3 É o relatório. VOTO: Exmo. Sr. Des. ARNOBIO ALVES TEODOSIO (Relator) Conheço o recurso apelatório, eis que presentes os pressupostos extrínsecos e intrínsecos para a sua admissibilidade. Não foram argüidas preliminares ou nulidades e, não vislumbrando nos autos qualquer irregularidade que deva ser declarada de ofício, passo ao exame do mérito recursal. De saída, não há que se discutir a autoria nem a materialidade do delito narrado na denúncia, visto que aquelas foram devidamente comprovadas pelo Auto de Apreensão e Laudo acostados às fls. 17 e 45/46, respectivamente, bem como pela confissão do réu em juízo (fls. 120/122). 1. Da adulteração de sinal identificador de veiculo O caput do art. 311, do CP dispõe: "Art Adulterar ou remarcar número de chassi ou qualquer sinal identificador de veículo automotor, de seu componente ou equipamento: Pena - reclusão, de três a seis anos, e multa." Pelo que se extrai do caderno processual, foram apreendidas na loja do recorrente quatro motocicletas em situação irregular e de origem duvidosa, haja vista que conforme restou provado, através do Exame de identificação de chassi de veículo, às fls. 45/46, duas, das motos apreendidas em poder do apelante, apresentavam adulteração. Metalográfico: Confira-se a conclusão dos peritos no Laudo Químico "19 DO VEICULO (V-19) Trata-se de uni veículo de marca HONDA, tipo MOTOCICLO, modelo CG 125, ano 1994, e NIV 9C2JC2501RRS29821, de PLACAS BXX-7035 (foto 40). DO EXAME Q. METALOGRÁFICO NO VEICULO (V-19) (..) Quanto ao motor, apresenta o seguinte número de identificação: JC30E , não pertence à referida moto, I 40f JIR' I; ' S 0 1 at Desembargador

4 entretanto, após a montagem com os demais caracteres, o motor pertence a uma moto de NIV: 9C2JC30101R213384, fabricado em CONCLUSÃO: concluem os peritos que o veículo moto HONDA CG 125 TITAN de NIV 9C2JC2501RRS29821, apresenta os caracteres identificadores do NIV dentro dos padrões do fabricante, porém o motor não pertence à referida moto." Grifo nosso. "20 DO VEÍCULO (V-20) Trata-se de um veículo de marca HONDA, tipo MOTOCICLO, modelo CG 125 TITAN, de placas KLK-0800, ano 1988, NIV: 9C2JD0801JR300733, de cor AZUL/PRATA (foto 41). DO EXAME Q. METALOGRÁFICO NO VEÍCULO (V-20) (..) Quanto ao motor, apresenta sinais do uso de instrumento abrasivo do tipo lixamento / esmeril/sarnento, suprimindo os caracteres de identificação. CONCLUSÃO: concluem os Peritos que o veículo moto HONDA CG 125 TITAN de NIV: 9C2JDO801JR300733, apresenta os caracteres identificadores do NIV dentro dos padrões do fabricante. Quanto ao motor não foi possível identificar os seus caracteres." Assinalei. Preso em flagrante, o recorrente confessou a prática do delito descrito na denúncia, conforme interrogatório de fls. 08/09, cujos trechos transcrevo: "QUE, estava em sua residência, quando foi abordado pelos policiais civis, os quais informaram que tinham um mandado de busca e apreensão e que se deslocou com os policiais ao seu comércio e residência, sendo que os policiais apreenderam no seu comércio algumas motos, dentre elas, uma Moto com o motor trocado de placa BXX-7035, pertencente a sua pessoa e outra moto com o motor raspado de placa KLK-0800, pertencente a seu pai SEVERINO FARIAS DE OLIVEIRA," Grifei. Em Juízo, o réu afirmou (fls. 120/122): "Que são verdadeiras as imputações que lhe são feitas neste processo; (.) Que as motos apreendidas as motos pertencia ao seu genitor, a outra de propriedade do Sr. de nome Gilmar, uma de propriedade do acusado, e outra do Sr. de nome Ailton, que a moto pertencente ao acusado encontrava-se com o motor trocado, que foi o acusado que fez a troca; (..) que a moto a qual tirou o motor foi vendida pelo interrogado não sabendo a quem". (Sic) Grifo nosso. Pois bem. Para se configurar o tipo previsto no art. 311 do Código Penal basta adulterar qualquer sinal identificador do veículo, componente ou equipamento, sendo desnecessário comprovar a finalidade específica do agente. O jurista José Silva Júnior', em comentários ao art. 311 do CP, assevera que "Os núcleos: adulterar diz com a ação pela qual se acresce, suprime ou se troca parte do original verdadeiro. É, portanto, uma alteração ou modificação, que deve ser capaz de causar prejuízo; remarcar e marcar de novo (alterando) (...) É 4 1 FRANCO, Alberto Silva; STOCO, Rui (Coor.). Código penal e sua interpretação jurisprudencial. 7. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, v. 2, 2001, p ,01V Miá esç.rnbargador

5 comum a prática através de soldagem, amolgamentos, pelos chamados pinadores em tocas (oficinas clandestinas)" (grifei). Não há, pois, atipicidade na adulteração, falsificação, deformação, amassamento de novo número ou sinal de identificação do veículo, pouco importando o processo utilizado. Muito menos quando há troca de algum componente ou equipamento, como ocorreu no presente caso. É que a retirada de um motor de motocicleta e a colocação do referido equipamento retirado em outra moto, por si só já a descaracteriza, pois é claro que no motor existem os sinais identificadores, como restou demonstrado no trecho acima citado do Laudo de Exame Químico, daí porque, não há dúvidas quanto à ocorrência da adulteração. Assim, realizada a conduta, na forma "adulterar", denota-se o dolo do agente, consistente na vontade livre e consciente de alterar o equipamento do veículo, a fim de dissimular a prática de condutas suspeitas. Em verdade, o delito capitulado no art. 311 do CP é crime material, que se consuma independentemente do fim almejado pelo agente. 111 A propósito, decidiu o STJ: "(.) O delito do art. 311 do Código Penal consuma-se com a própria adulteração ou remarcação de chassi ou de qualquer sinal identificador do veículo, de seu componente ou equipamento, não exigindo finalidade específica do autor para a sua caracterização Trata-se de crime contra a fé pública e que tem por objetivo a proteção da autenticidade dos documentos em si, pouco importando a motivação do agente (..)" (EJSTJ 36/286). Nesse diapasão, é o entendimento jurisprudencial pátrio: "PENAL. RECURSO ESPECIAL. ART. 311 DO CÓDIGO PENAL. CARACTERIZAÇÃO DO DELITO. PRESCINDIBILIDADE DE FINALIDADE ESPECÍFICA. O tipo inserto no art. 311 do Código Penal, para a sua consumação, implica somente a adulteração ou remarcação do chassi ou de qualquer sinal identificador do veículo, componente ou equipamento, sendo prescindível finalidade específica do agente. (Precedentes) Recurso especial provido." (STJ, REsp /SP, 5.' Turma, Rel. Min. FELIX FISCHER, DJ 26/06/2006.) "CRIMINAL. RESP. ADULTERAÇÃO DE SINAL IDENTIFICADOR DE VEÍCULO AUTOMOTOR. TIPO PENAL QUE NÃO EXIGE FIM ESPECÍFICO. SUBSTITUIÇÃO DE PLACAS. CONDUTA TÍPICA. PLACAS. SINAL IDENTIFICADOR EXTERNO. DESNECES-SIDADE DE PRÉVIA OU POSTERIOR OCORRÊNCIA DE CRIME PATRIMONIAL. RECURSO PROVIDO. I. O art. 311 do Código Penal revela crime que se consuma com a própria adulteração ou remarcação do chassi ou de qualquer sinal identificador do veiculo, componente ou equipamento, não exigindo finalidade especifica do autor para a sua caracterização. II. Dispositivo inserido no Titulo X do Código Penal, que trata dos "Crimes contra a fé pública", e cujo objetivo é a proteção da autenticidade dos sinais identificadores de veiculo automotor, pouco importando a motivação do agente. III. A conduta de substituir placas de veículo enquadra-se nos núcleos do diffirr Ifreariázimidáb arr Desembargador 5

6 , tipo penal em exame, pois pode configurar mudança, alteração por meio de qualquer modificação, remarcação com alteração ou colocação de nova marca. IV. A norma penal em questão revela crime que se consuma com a própria adulteração ou remarcação do chassi ou de qualquer sinal identificador do veiculo, componente ou equipamento, não exigindo finalidade especifica do autor para a sua caracterização. IV. Não se exige, para a caracterização do delito, a prévia ou posterior ocorrência de crime patrimonial, bem como não se pode enquadrar como delituosa apenas a alteração ou remarcação de chassi, sob pena de se esvaziar o tipo do art. 311 do CP, cuja objetividade jurídica é a fé pública, especialmente "a proteção da propriedade e da segurança no registro de automóveis". V. Recurso provido, nos termos do voto do Relator." (STJ, REsp /SP, 5. a Turma, Rel. Min. GILSON DIPP, DJ 06/03/2006.) 6 Assim, resta comprovada a autoria e a materialidade do delito previsto no art. 311, do Código Penal Brasileiro, pelo apelante Márcio Maia de Oliveira. Impõe-se, portanto, a manutenção do juízo condenatório. III Quanto à pena aplicada, com a devida vênia, há reparo a fazer. É que na fixação da pena-base, além do respeito aos ditames legais e da avaliação criteriosa das circunstâncias judiciais, deve ser observado o princípio da proporcionalidade, para que a resposta penal seja justa e suficiente para cumprir o papel de reprovação do ilícito.,, Passo à dosimetria da pena. O réu é primário e não possui antecedentes criminais. Ausentes elementos a respeito da personalidade. A conduta social restou abonada pelas testemunhas. O motivo é desconhecido. As circunstâncias do crime se encontram relatadas nos autos, nada tendo a se valorar. As conseqüências são desfavoráveis, haja vista que houve violação à fé pública. A culpabilidade é mediana, pois o agente tinha pleno conhecimento da ilicitude do fato e era exigido que tivesse outra conduta, na medida em que se trata de um comerciante de peças. Diante das circunstâncias judiciais do art. 59 do CP, e ponderando que a pena privativa de liberdade aplicável ao delito de adulteração de sinal identificador de veículo automotor é de reclusão de 3 (três) a 6 (seis) anos, como necessária e suficiente à reprovação e à prevenção da criminalidade, fixo a pena base em 04 (quatro) anos de reclusão, que reduzo de 6 (seis) meses pela atenuante da confissão (art. 65, III, 'd', CP), operação que resulta na privativa de liberdade de 3 (três) anos e 6 (seis) meses de reclusão, por não vislumbrar outras circunstâncias legais ou causas especiais de aumento ou diminuição da pena, a ser cumprida em regime aberto (art. 33, 2, 'c', CP). Em relação à pena pecuniária, considerando-se o apelante pessoa pobre, já que nada foi esclarecido quanto a sua situação econômica, além das circunstâncias judiciais do art. 59, do Código Penal, fica estabelecida em 30 dias-multa, no valor unitário de 1/30 do salário mínimo mensal vigente à época do fato delituoso, nos termos do art. 49, do Código Penal. Reconhecendo a atenuante da confissão (art. 65, III, 'd', CP), reduzo em 15 dias-multa, totalizando a pena pecuniária em 15 diasmulta, por não vislumbrar outras circunstâncias legais ou causas especiais de aumento ou diminuição da pena. Diante # j do que dispõe os arts. 43/48, do Código Penal, cuja nova redação foi determinada pela Lei 9.714/98, substituo a pena privativa de liberdade s lib:"a5kr--,,ador

7 cominada ao recorrente, por igual prazo (art. 55/CP), por duas penas restritivas de direitos: l a ) prestação de serviços à comunidade, a qual consiste na atribuição de tarefas gratuitas ao condenado, a ser cumprida em entidades assistenciais, hospitais, escolas, orfanatos, ou outros estabelecimentos congêneres, em programas comunitários ou estatais, considerando-se as aptidões do mesmo, à razão de uma hora de tarefa por dia de condenação, fixadas de modo a não prejudicar a jornada normal de trabalho; e 2a) limitação de fim de semana, a serem cumpridas, como já dito anteriormente, em entidades adequadas, oportunamente indicadas pelo juízo da execução. Diante do exposto, DOU PARCIAL PROVIMENTO AO APELO, para redimensionar a pena, conforme delineado acima, em harmonia com o Parecer ministerial. É como voto. 7 Presidiu o julgamento o Excelentíssimo Senhor Desembargador Joás de Brito Pereira Filho, e dele participaram os Excelentíssimos Senhores Desemarrgadores Arnóbio Alves Teodósio (Relator), José Aurélio da Cruz (Juiz convocado para substituir o Exmo. Des. Nilo Luis Ramalho Vieira) e Antônio Carlos Coelho da Franca. Esteve presente o Exmo. Dr. Wandilson Lopes de Lima, Promotor de Justiça convocado. Sala de Sessões "Des. Manoel Taigy de Queiroz Mello Filho" da Egrégia Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, 04 de setembro de ALVES TEODOSIO RELATOR

8 TRIBLIN~JUSTIÇA coo-denadoria p),74,1:24 Ias

Agravo de Execução Penal n , de Curitibanos Relator: Desembargador Ernani Guetten de Almeida

Agravo de Execução Penal n , de Curitibanos Relator: Desembargador Ernani Guetten de Almeida Agravo de Execução Penal n. 0002861-88.2016.8.24.0022, de Curitibanos Relator: Desembargador Ernani Guetten de Almeida AGRAVO EM EXECUÇÃO PENAL. DECISÃO QUE HOMOLOGOU SOMA DE PENAS E FIXOU A DATA-BASE

Leia mais

TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. Fagundes Cunha Presidente Relator

TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. Fagundes Cunha Presidente Relator RECURSO DE APELAÇÃO nº 2006.0003066-4/0, DO JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL DA COMARCA DE FAXINAL Recorrente...: VILSON RODRIGUES Recorrido...: MINISTÉRIO PÚBLICO Relator...: J. S. FAGUNDES CUNHA RECURSO DE

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA GABINETE DE DESEMBARGADOR

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA GABINETE DE DESEMBARGADOR ( Agravo de Instrumento no. 041.2007.002068-4/001 Relator: Des. José Di Lorenzo Serpa Agravante: Município de Conde, representado por seu Prefeito Adv. Marcos Antônio Leite Ramalho Junior e outros Agravado:

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0000.11.029913-8/000 Númeração 0299138- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Domingos Coelho Des.(a) Domingos Coelho 05/10/2011 17/10/2011 EMENTA: CONFLITO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL MINUTA DE JULGAMENTO FLS. *** QUINTA TURMA ***

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL MINUTA DE JULGAMENTO FLS. *** QUINTA TURMA *** TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL MINUTA DE JULGAMENTO FLS. *** QUINTA TURMA *** 2005.03.99.009508-0 18548 ACR-SP APRES. EM MESA JULGADO: 29/01/2007 RELATOR: JUIZ CONV. HIGINO CINACCHI PRESIDENTE DO ÓRGÃO JULGADOR:

Leia mais

A C Ó R D Ã O

<CABBCBBCCADACABAADBCAADCBAACDBBAACDAA DDADAAAD> A C Ó R D Ã O EMENTA: AGRAVO EM EXECUÇÃO PENAL CONDENAÇÃO SUPERVENIENTE HOMOLOGAÇÃO DO ATESTADO DE PENA REGIME ABERTO INCONFORMISMO MINISTERIAL IMPOSIÇÃO DO REGIME SEMIABERTO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO fls. 489 ACÓRDÃO Registro: 2015.0000498706 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Habeas Corpus nº 2081376-52.2015.8.26.0000, da Comarca de Mogi das Cruzes, em que é paciente ROGERIO COMI, Impetrantes

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO. 2 9a Câmara APELAÇÃO S/ REVISÃO N /4. Comarca de SÃO JOSÉ DO RIO PRETO 4. V.

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO. 2 9a Câmara APELAÇÃO S/ REVISÃO N /4. Comarca de SÃO JOSÉ DO RIO PRETO 4. V. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO 2 9a Câmara APELAÇÃO S/ REVISÃO N 1 2 4 1 4 9 0-0/4 Comarca de SÃO JOSÉ DO RIO PRETO 4. V. CÍVEL P r o c e s s o 38380/08 APTE RAIMUNDA AUGUSTA LIMA ALVES APDO MARÍTIMA

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL. Órgão: 3ª Turma Cível. Processo N.: Apelação Cível APC. Apelante(s): JOSÉ VIEIRA DE SÁ

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL. Órgão: 3ª Turma Cível. Processo N.: Apelação Cível APC. Apelante(s): JOSÉ VIEIRA DE SÁ TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL Órgão: 3ª Turma Cível Processo N.: Apelação Cível 20080510067475APC Apelante(s): JOSÉ VIEIRA DE SÁ Apelado(s): BRADESCO SEGUROS S/A Relator: Desembargador JOÃO MARIOSI

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2015.0000243394 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0000868-07.2012.8.26.0115, da Comarca de Jundiaí, em que é apelante CARLOS SILVA MAIA, é apelado MINISTÉRIO PÚBLICO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR RECORRENTE ADVOGADO RECORRIDO : MINISTRO RIBEIRO DANTAS : EMERSON SILVA RODRIGUES (PRESO) : DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE SÃO PAULO : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO EMENTA PROCESSUAL

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO EM MANDADO DE SEGURANÇA Nº 37.293 - SP (2012/0049242-7) RECORRENTE : ARAUCO FOREST BRASIL S/A ADVOGADO : ANTÔNIO SÉRGIO ALTIERI DE MORAES PITOMBO E OUTRO(S) RECORRIDO : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO. Gabinete do Desembargador Orloff Neves Rocha PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº ( )

PODER JUDICIÁRIO. Gabinete do Desembargador Orloff Neves Rocha PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº ( ) PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 222331-78.2014.8.09.0000 (201492223310) COMARCA AGRAVANTE AGRAVADO RELATOR :GOIÂNIA :BANCO BRADESCO FINANCIAMENTOS S/A :JESSYCA DE ALMEIDA SILVA :Desembargador

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça HABEAS CORPUS Nº 237.574 - SP (2012/0063770-6) RELATORA IMPETRANTE IMPETRADO PACIENTE : MINISTRA LAURITA VAZ : FLÁVIO CARDOSO DE OLIVEIRA : TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO : CLAUDIA MANSANO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO MAURO CAMPBELL MARQUES AGRAVANTE AGRAVADO EMENTA PROCESSUAL CIVIL E TRIBUTÁRIO. AGRAVO REGIMENTAL. ADUANEIRO. PENA DE PERDIMENTO DE VEÍCULO OBJETO DE ARRENDAMENTO MERCANTIL (LEASING)

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2016.0000170486 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0004291-32.2012.8.26.0484, da Comarca de Promissão, em que é apelante JOSÉ RICARDO MATIAS, é apelado MINISTÉRIO

Leia mais

: Turma Recursal dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais Classe

<etiqueta de registro do Acórdão> : Turma Recursal dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais Classe Órgão : Turma Recursal dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais Classe : APJ Apelação Criminal no Juizado Especial N. Processo : 90/98 Apelante(s) : MINISTÉRIO PÚBLICO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2012.0000145628 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0023402-05.2010.8.26.0053, da Comarca de São Paulo, em que é apelante/apelado AKA PUBLICIDADE DE PARTICIPAÇÕES

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Primeira Câmara Cível

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Primeira Câmara Cível Agravo de instrumento nº: 0068684-21.2013.8.19.0000 Agravante: BANCO SANTANDER BRASIL S.A Advogado: Fabio Caon Pereira Agravado: MUNICÍPIO DE DUQUE DE CAXIAS Relator: Desembargador ANDRÉ RIBEIRO AGRAVO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 125 Registro: 2016.0000104672 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1029695-32.2014.8.26.0053, da Comarca de, em que é apelante, é apelado FAZENDA DO ESTADO DE SÃO PAULO.

Leia mais

RECURSO INOMINADO (CRIME CAPITAL/CÍVEL E CRIME INT.) 0328/2008

RECURSO INOMINADO (CRIME CAPITAL/CÍVEL E CRIME INT.) 0328/2008 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SERGIPE ACÓRDÃO: 862/2008 RECURSO INOMINADO (CRIME CAPITAL/CÍVEL E CRIME INT.) 0328/2008 PROCESSO: 2008900809 RECORRENTE SUL AMERICA CIA. NACIONAL DE SEGUROS VANESSA RODRIGUES DE

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 425.439 - RS (2002/0039809-6) RELATOR : MINISTRO FELIX FISCHER RECORRENTE : UNIÃO RECORRIDO : ELAINE DE SOUZA E OUTROS ADVOGADO : NOEMIA ALVES FARDIN E OUTROS EMENTA PROCESSUAL CIVIL.

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores SILVIA ROCHA (Presidente) e PEREIRA CALÇAS. São Paulo, 5 de dezembro de 2012.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores SILVIA ROCHA (Presidente) e PEREIRA CALÇAS. São Paulo, 5 de dezembro de 2012. ACÓRDÃO Registro: 2012.0000649655 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0019645-36.2008.8.26.0000, da Comarca de São Vicente, em que é apelante EUGENIO COELHO FILHO, é apelado CLASSE

Leia mais

Volnei Celso Tomazini RELATOR

Volnei Celso Tomazini RELATOR Conflito de Jurisdição n. 2013.069541-4, de Itajaí Relator: Des. Volnei Celso Tomazini CONFLITO NEGATIVO DE JURISDIÇÃO. CRIMES DE AMEAÇA E INJÚRIA SUPOSTAMENTE PRATICADOS PELA RÉ, NORA DAS VÍTIMAS. JUÍZO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.413.946 - SC (2013/0358426-8) RELATOR : MINISTRO MOURA RIBEIRO EMENTA RECURSO ESPECIAL. PENAL. HOMICÍDIO. ATUAÇÃO DE MEMBRO DO MINISTÉRIO PÚBLICO. CÔNJUGES. IMPEDIMENTO. NÃO OCORRÊNCIA.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2015.0000243412 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Recurso Em Sentido Estrito nº 0952363-56.2012.8.26.0506, da Comarca de Ribeirão Preto, em que é recorrente/querelante JOSE

Leia mais

Apelação Criminal nº , oriundo do Juizado Especial Criminal da Comarca de Curitiba.

Apelação Criminal nº , oriundo do Juizado Especial Criminal da Comarca de Curitiba. Apelação Criminal nº 0027371-37.2012.8.16.0182, oriundo do Juizado Especial Criminal da Comarca de Curitiba. Apelante: Ivan Lelis Bonilha Apelado: Esmael Alves de Moraes Interessado: Ministério Público

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO MASSAMI UYEDA AGRAVANTE : ESCRITÓRIO CENTRAL DE ARRECADAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO ECAD EMENTA PROCESSUAL CIVIL AGRAVO REGIMENTAL AGRAVO DE INSTRUMENTO RECURSO ESPECIAL DIREITOS AUTORAIS COBRANÇA

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO FRANCISCO FALCÃO RECORRENTE : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MINAS GERAIS RECORRIDO : CERÂMICA BRASIL LTDA ADVOGADO : EUNICE MARIA BRASILIENSE E OUTROS EMENTA PROCESSUAL CIVIL. ADMINISTRATIVO.

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA 1 ri PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

ESTADO DA PARAÍBA 1 ri PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA /1, I?. 11f271-1. N.- t ESTADO DA PARAÍBA 1 ri PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Desembargador r lir 18: fío r, Marcos Cavalcantide Albuquerque J - 11 8. 001301.4, azul&,p0', _ ACÓRDÃO APELAÇÃO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2015.0000777614 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Habeas Corpus nº 2149077-30.2015.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é paciente LUCAS APARECIDO VIEIRA CAVALLARI e

Leia mais

ACÓRDÃO. Poder Judiciário Tribunal de Justiça da Paraíba Gabinete do Des. ARNOBIO ALVES TEODOSIO

ACÓRDÃO. Poder Judiciário Tribunal de Justiça da Paraíba Gabinete do Des. ARNOBIO ALVES TEODOSIO a 1 Poder Judiciário Tribunal de Justiça da Paraíba Gabinete do Des. ARNOBIO ALVES TEODOSIO ACÓRDÃO EMBARGOS DE DECLARAÇÃO N 001.2006.01.5197-21001, 3a Vara Criminal da Comarca de Campina Grande PB. RELATOR

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL N 143.055 - SAO PAULO (1997/0055058-3) RELATOR RECTE RECDO : MIN. MILTON LUIZ PEREIRA : COPERSTEEL BIMETALICOS LTDA E OUTRO : JOSE EDUARDO QUEIROZ REGINA : MUNICIPIO DE CAMPINAS : NEIDE

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO TEORI ALBINO ZAVASCKI PROCURADOR : CESAR AUGUSTO BINDER E OUTRO(S) EMENTA TRIBUTÁRIO. EMBARGOS À EXECUÇÃO FISCAL. MASSA FALIDA. JUROS MORATÓRIOS. ATIVO SUFICIENTE PARA PAGAMENTO DO PRINCIPAL.

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg nos EDcl no RECURSO ESPECIAL Nº 1.183.496 - DF (2010/0040755-1) RELATOR AGRAVANTE AGRAVADO : MINISTRO SIDNEI BENETI : ANA DIVA TELES RAMOS EHRICH ENEIDA DE VARGAS E BERNARDES MAGDA MONTENEGRO SUELI

Leia mais

APELAÇÃO CÍVEL Nº UBERABA A C Ó R D Ã O

APELAÇÃO CÍVEL Nº UBERABA A C Ó R D Ã O EMENTA: CONSÓRCIO FALTA DE INTERESSE DE AGIR INOCORRÊNCIA - RESTITUIÇÃO DE PARCELAS PAGAS APÓS O ENCERRAMENTO DO GRUPO. É perfeitamente possível a propositura de ação visando o ressarcimento de parcelas

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO EM MANDADO DE SEGURANÇA Nº 44.493 - SP (2013/0405688-5) RELATOR : MINISTRO HUMBERTO MARTINS RECORRENTE : DANILO CÉSAR DOS SANTOS ADVOGADO : CAIO FABRÍCIO CAETANO SILVA E OUTRO(S) RECORRIDO : ESTADO

Leia mais

Estado da Paraíba Poder.judiciárin Tribunal de Justiça Gabinete do Des. Marcos A. Souto Maior

Estado da Paraíba Poder.judiciárin Tribunal de Justiça Gabinete do Des. Marcos A. Souto Maior Estado da Paraíba Poder.judiciárin Tribunal de Justiça Gabinete do Des. Marcos A. Souto Maior DECISÃO AGRAVO - N. 200.2005.018810-7/001 JOÃO PESSOA RELATOR : Dr. José Ferreira Ramos Júnior Juiz Convocado

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no RECURSO ESPECIAL Nº 1.459.072 - SP (2014/0130356-4) RELATOR : MINISTRO BENEDITO GONÇALVES AGRAVANTE : USINA GOIANESIA S/A AGRAVADO : FAZENDA NACIONAL ADVOGADO : PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AGRAVADO ADVOGADO INTERES. : JOSÉ MEIRELLES FILHO E OUTRO(S) - SP086246 : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO EMENTA PROCESSO PENAL. AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL. EXECUÇÃO PROVISÓRIA

Leia mais

A C Ó R D Ã O

<CABBCBBCCADACABACBBCAADCBADAADDCBAAAA DDADAAAD> A C Ó R D Ã O APELAÇÃO CÍVEL. AÇAO DE COBRANÇA. INTERPOSIÇÃO DO RECURSO DE APELAÇÃO. - No Processo Civil a petição de interposição da apelação, bem como suas razões,

Leia mais

Contestação às folhas 70/80. Atas de audiência às folhas 541 e 555.

Contestação às folhas 70/80. Atas de audiência às folhas 541 e 555. Acórdão 6a Turma FALTAS. ACOMPANHAMENTO DE IDOSO. DIREITO. ABONO. A Lei nº 10.741/2003, Estatuto do Idoso, dispõe em seu artigo 16 que o idoso internado para tratamento médico e hospitalar tem direito

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA Processo 2011/ (137/2011-E]

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA Processo 2011/ (137/2011-E] CGJ (137/2011-E] 00003460* TABELIÃO DE PROTESTO DE LETRAS E TÍTULOS - Protesto de contrato de locação - Recusa fundada na falta de assinatura de duas testemunhas instrumentarias - Título executivo extrajudicial

Leia mais

RELATÓRIO. O EXMO. SR. DESEMBARGADOR FEDERAL NEY BELLO (Relator):

RELATÓRIO. O EXMO. SR. DESEMBARGADOR FEDERAL NEY BELLO (Relator): RELATÓRIO O EXMO. SR. DESEMBARGADOR FEDERAL NEY BELLO (Relator): O Ministério Público Federal apela de sentença prolatada pelo Juízo Federal da Subseção Judiciária de Altamira/PA, que julgou improcedente

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Diário da Justiça de 28/04/2006 28/03/2006 PRIMEIRA TURMA RELATOR : MIN. CEZAR PELUSO AGRAVANTE(S) : UNAFISCO SINDICAL - SINDICATO NACIONAL DOS AUDITORES-FISCAIS DA RECEITA FEDERAL ADVOGADO(A/S) : ALEXANDRE

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no AgRg no RECURSO ESPECIAL Nº 1.064.528 - RN (2008/0123592-4) RELATOR : MINISTRO HUMBERTO MARTINS AGRAVANTE : NATAL COMBUSTÍVEIS LTDA ADVOGADO : RODRIGO DANTAS DO NASCIMENTO AGRAVADO : ESTADO DO

Leia mais

SEGUNDA CÂMARA CÍVEL RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL Nº 8785/2004 CLASSE II COMARCA DE SINOP APELANTE: BRASIL TELECOM S. A.

SEGUNDA CÂMARA CÍVEL RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL Nº 8785/2004 CLASSE II COMARCA DE SINOP APELANTE: BRASIL TELECOM S. A. APELANTE: BRASIL TELECOM S. A. APELADO: STELA MARIS SCHUTZ Número do Protocolo : 8785/2004 Data de Julgamento : 29-6-2004 EMENTA APELAÇÃO CÍVEL DECLARATÓRIA DE INEXISTÊNCIA DE DÉBITO TELEFÔNICO COMBINADA

Leia mais

respeitável decisão interlocutória (fs ) proferida pelo digno juiz de

respeitável decisão interlocutória (fs ) proferida pelo digno juiz de AGRAVO DE INSTRUMENTO N. 643851-3, DE MARINGÁ 5.ª VARA CÍVEL RELATOR : DESEMBARGADOR Francisco Pinto RABELLO FILHO AGRAVANTE : ÉLIO CAETANO VIEIRA AGRAVADA : FAZENDA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ Execução

Leia mais

14ª Sessão Ordinária do(a) 4ª TURMA SUPLEMENTAR

14ª Sessão Ordinária do(a) 4ª TURMA SUPLEMENTAR (20QÞ0US`) TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1a. REGIÃO SECRETARIA JUDICIÁRIA CENTRAL EXECUTIVA DE APOIO PROCESSUAL 14ª Sessão Ordinária do(a) 4ª TURMA SUPLEMENTAR Pauta de: 03/07/2012 Julgado em : 03/07/2012

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no RECURSO ESPECIAL Nº 687.239 - RJ (2004/0084577-7) RELATORA : MINISTRA NANCY ANDRIGHI : AMIR VIEIRA SOBRINHO FELIPPE ZERAIK E OUTROS : ANDRÉ SCHMIDT DE BRITO TANCREDO ROCHA JUNIOR EMENTA Direito

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO EM MANDADO DE SEGURANÇA Nº 44.493 - SP (2013/0405688-5) RELATOR RECORRENTE RECORRIDO : MINISTRO HUMBERTO MARTINS : ESTADO DE SÃO PAULO : SEM REPRESENTAÇÃO NOS AUTOS EMENTA ADMINISTRATIVO. PROCESSUAL

Leia mais

LFF Nº /CÍVEL

LFF Nº /CÍVEL AÇÃO DE REPARAÇÃO DE DANOS. CONSUMIDOR. AQUISIÇÃO DE BICICLETA ELÉTRICA. RÉ QUE INFORMA AO AUTOR SER DESNECESSÁRIA HABILITAÇÃO E REGISTRO. VIOLAÇÃO DO DEVER DE INFORMAR. DESFAZIMENTO DO NEGÓCIO. 1. A norma

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 1 Registro: 2017.0000253215 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Embargos de Declaração nº 0164519-37.2010.8.26.0100/50000, da Comarca de, em que é embargante EDITORA ABRIL S.A.,

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2012.0000586909 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Mandado de Segurança nº 0215852-03.2011.8.26.0000, da Comarca de, em que é impetrante ARMANDO PETRELLA NETO, é impetrado

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça HABEAS CORPUS Nº 293.979 - MG (2014/0104367-7) RELATOR IMPETRANTE ADVOGADO IMPETRADO PACIENTE : MINISTRO GURGEL DE FARIA : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MINAS GERAIS : ANDRÉ LUÍS ALVES DE MELO : TRIBUNAL

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR AGRAVANTE AGRAVADO : MINISTRO MARCO AURÉLIO BELLIZZE EMENTA AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL. IMPUGNAÇÃO DE DECISÃO COLEGIADA. RECURSO MANIFESTAMENTE INCABÍVEL. ERRO GROSSEIRO. AGRAVO NÃO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO CASTRO MEIRA EMENTA ADMINISTRATIVO. FGTS. DEMISSÃO SEM JUSTA CAUSA. LEVANTAMENTO DOS DEPÓSITOS. ARBITRAGEM. DIREITO TRABALHISTA. 1. Configurada a demissão sem justa causa, não há como

Leia mais

JF CONVOCADO ANTONIO HENRIQUE CORREA DA SILVA em substituição ao Desembargador Federal PAULO ESPIRITO SANTO

JF CONVOCADO ANTONIO HENRIQUE CORREA DA SILVA em substituição ao Desembargador Federal PAULO ESPIRITO SANTO Apelação Cível - Turma Especialidade I - Penal, Previdenciário e Propriedade Industrial Nº CNJ : 0101807-06.2014.4.02.5101 (2014.51.01.101807-8) RELATOR JF CONVOCADO ANTONIO HENRIQUE CORREA DA SILVA em

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO Vara Regional Leste 1 de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher do Foro Regional VI Penha de França Autos n 0007200-21.2015.8.26.0006 Controle n 2136/15 Meritíssimo Juiz, O Ministério Público do

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 471.894 - SP (2002/0126386-4) RELATOR : MINISTRO JOÃO OTÁVIO DE NORONHA RECORRENTE : RUI CLARET DE CARVALHO GONÇALVES ADVOGADO : GIL COSTA CARVALHO E OUTRO RECORRENTE : FAZENDA DO ESTADO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR RECORRENTE ADVOGADO RECORRIDO ADVOGADO : MINISTRO ARI PARGENDLER : SÉRGIO MIGUEL SCARSO E CÔNJUGE : AGAMENNON DE LUIZ CARLOS ISIQUE : DILSON BOTTINO E CÔNJUGE : CARLOS SIMÃO NIMER E OUTROS EMENTA

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 857.043 - RS (2006/0119921-9) RELATOR : MINISTRO TEORI ALBINO ZAVASCKI RECORRIDO : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS EMENTA PROCESSO CIVIL. AUSÊNCIA DE PREQUESTIONAMENTO. SÚMULA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2015.0000381970 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0003622-50.2014.8.26.0664, da Comarca de Votuporanga, em que é apelante ALEXANDRE PACHECO MALUF, é apelado MINISTÉRIO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 965.597 - PE (2007/0151676-9) RELATOR : MINISTRO NAPOLEÃO NUNES MAIA FILHO RECORRENTE : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS PROCURADOR : FREDERICO BERNARDINO E OUTRO(S) RECORRIDO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2012.0000095124 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0016383-39.2005.8.26.0047, da Comarca de Assis, em que é apelante

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal HABEAS CORPUS 137.078 SÃO PAULO RELATORA PACTE.(S) IMPTE.(S) ADV.(A/S) COATOR(A/S)(ES) : MIN. ROSA WEBER :RENAN SILVA DOS SANTOS :DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE SÃO PAULO :DEFENSOR PÚBLICO-GERAL DO ESTADO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO CASTRO MEIRA EMENTA ADMINISTRATIVO. FGTS. DEMISSÃO SEM JUSTA CAUSA. LEVANTAMENTO DOS DEPÓSITOS. ARBITRAGEM. DIREITO TRABALHISTA. 1. Configurada a demissão sem justa causa, não há como

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça CONFLITO DE COMPETÊNCIA Nº 134.715 - RJ (2014/0161918-0) RELATOR : MINISTRO REYNALDO SOARES DA FONSECA SUSCITANTE : JUÍZO FEDERAL DA 2A VARA DE NITERÓI - SJ/RJ SUSCITADO : JUÍZO DE DIREITO DO 1º JUIZADO

Leia mais

ACÓRDÃO. APELAÇÕES CÍVEIS n RELATORA: Dr. Aluizio Bezerra Filho, Juiz convocado para substituir ones. ADVOGADOS: APELADOS: :

ACÓRDÃO. APELAÇÕES CÍVEIS n RELATORA: Dr. Aluizio Bezerra Filho, Juiz convocado para substituir ones. ADVOGADOS: APELADOS: : ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho ACÓRDÃO APELAÇÕES CÍVEIS n 200.2009.027981-71001 A, RELATORA: Dr. Aluizio Bezerra Filho, Juiz convocado para

Leia mais

114`4;, ,...e. r"p"1-&-r "rg ri PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DESEMBARGADOR ANTONIO CARLOS COÉLHO DA FRANCA

114`4;, ,...e. rp1-&-r rg ri PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DESEMBARGADOR ANTONIO CARLOS COÉLHO DA FRANCA 114`4;.. + +...25...e r"p"1-&-r "rg ri PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DESEMBARGADOR ANTONIO CARLOS COÉLHO DA FRANCA ACÓRDÃO: HABEAS CORPUS N. 999.2009.000440-2/001 1*

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 1 Registro: 2015.0000954158 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0000909-70.2014.8.26.0222, da Comarca de Guariba, em que é apelante MARIA DA CONCEICAO GOMES EUGENIO (JUSTIÇA

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça HABEAS CORPUS Nº 173.928 - MG (2010/0094429-2) RELATOR : MINISTRO NAPOLEÃO NUNES MAIA FILHO EMENTA HABEAS CORPUS. EXECUÇÃO PENAL. LATROCÍNIO. 20 ANOS DE RECLUSÃO, EM REGIME INICIAL FECHADO. PRISÃO DOMICILIAR.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO RECORRENTE : UNIÃO FEDERAL RECORRIDA : MARTINS COMERCIO E SERVIÇOS DE DISTRIBUIÇÃO S/A EMENTA: TRABALHO EXTERNO. MOTORISTAS. ART. 74, 3º, DA CLT. INAPLICABILIDADE. PERÍODO ANTERIOR À PUBLICAÇÃO DA LEI

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATORA RECORRENTE RECORRIDO : MINISTRA MARIA ISABEL GALLOTTI : C A M : ANNA EUGÊNIA BORGES CHIARI E OUTRO(S) : M L R M : SEM REPRESENTAÇÃO NOS AUTOS EMENTA HABEAS CORPUS. RECURSO ORDINÁRIO. EXECUÇÃO

Leia mais

Cumprimento provisório da sentença e competência do Juizado Especial Fazendário

Cumprimento provisório da sentença e competência do Juizado Especial Fazendário Cumprimento provisório da sentença e competência do Juizado Especial Fazendário A Lei n 12.153/09, ao disciplinar os Juizados Especiais Fazendários, omitiu-se quanto ao cumprimento da sentença, porém,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 1ª CÂMARA DE DIREITO PRIVADO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 1ª CÂMARA DE DIREITO PRIVADO ACÓRDÃO Registro: 2011.0000336971 Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 9101235-42.2009.8.26.0000, da Comarca de São Caetano do Sul, em que é apelante CLAUDIO FERNANDES sendo apelado

Leia mais

IV - APELACAO CIVEL

IV - APELACAO CIVEL RELATOR APELANTE ADVOGADO APELANTE ADVOGADO APELADO ORIGEM : JUIZ FEDERAL CONVOCADO JOSÉ ANTONIO LISBOA NEIVA : COOK ELECTRIC TELECOMUNICACOES S/A : MARIA DE LOURDES JORGE ESTEVES : CAIXA ECONOMICA FEDERAL

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça HABEAS CORPUS Nº 61.928 - SP (2006/0143581-7) RELATOR : MINISTRO FELIX FISCHER IMPETRANTE : RUY FREIRE RIBEIRO NETO - DEFENSOR PÚBLICO IMPETRADO : TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO PACIENTE :

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO EM HABEAS CORPUS Nº 26.432 - MT (2009/0131375-7) RELATOR : MINISTRO NAPOLEÃO NUNES MAIA FILHO RECORRENTE : ROGÉRIO FREIRE DE OLIVEIRA ADVOGADO : MÁRCIO FREDERICO DE OLIVEIRA DORILÊO - DEFENSOR

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.323.653 - SC (2012/0101038-2) RELATOR : MINISTRO MAURO CAMPBELL MARQUES RECORRENTE : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA RECORRIDO : JOÃO RANGEL ADVOGADO : KATIA JACQUELINE

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR JOÃO ALVES DA SILVA DECISÃO MONOCRÁTICA AGRAVO DE INSTRUMENTO NQ 001.2007.032862-8/001 RELATORA : Vanda Elizabeth Marinho juíza Convocada AGRAVANTE

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO EM HABEAS CORPUS Nº 46.882 - ES (2014/0078694-7) RELATORA RECORRENTE ADVOGADO RECORRIDO : MINISTRA MARIA THEREZA DE ASSIS MOURA : GILSON PINTO DE ASSIS : DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO : MINISTÉRIO

Leia mais

/000

/000 <CABBCAADDABACCBBCAADCBAADBCBCABACBCAADDABACCB> Acórdãos na Íntegra 146000124532 Tribunal: Tribunal De Justiça Do Estado De Minas Gerais Órgão Julgador: 1ª C.Cív. Tipo do Recurso: CC Nº Processo: 1.0000.12.112954-8/000 Relator(a): Rel. Geraldo Augusto

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 22ª CÂMARA DE DIREITO PRIVADO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 22ª CÂMARA DE DIREITO PRIVADO fls. 2 Registro: 2015.0000452217 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0127798-86.2010.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante BANCO SANTANDER BRASIL S/A, é apelado

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores LUIS CARLOS DE BARROS (Presidente sem voto), ÁLVARO TORRES JÚNIOR E CORREIA LIMA.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores LUIS CARLOS DE BARROS (Presidente sem voto), ÁLVARO TORRES JÚNIOR E CORREIA LIMA. ACÓRDÃO Registro: 2012.0000626196 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0001752-55.2011.8.26.0411, da Comarca de Pacaembu, em que é apelante M. G. CALÇADOS DE PACAEMBU INDUSTRIA E COMERCIO

Leia mais

18/10/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. TEORI ZAVASCKI

18/10/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. TEORI ZAVASCKI Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 9 18/10/2016 SEGUNDA TURMA HABEAS CORPUS 131.160 MATO GROSSO DO SUL RELATOR PACTE.(S) IMPTE.(S) PROC.(A/S)(ES) COATOR(A/S)(ES) : MIN. TEORI ZAVASCKI

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 743.682 - RS (2005/0064814-1) RELATOR : MINISTRO TEORI ALBINO ZAVASCKI RECORRENTE : EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO S/A EPTC INTERES. : DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 5 RELATOR PACTE.(S) : MIN. MARCO AURÉLIO :PAMELA LUANA RODRIGUES TEIXEIRA IMPTE.(S) :DEBORA MARGONY COELHO MAIA E OUTRO(A/S) COATOR(A/S)(ES) :RELATORA

Leia mais

COORD. DE ANÁLISE DE JURISPRUDÊNCIA D.J EMENTÁRIO N

COORD. DE ANÁLISE DE JURISPRUDÊNCIA D.J EMENTÁRIO N AI-AgR Ementa 449138 e Acórdão (1) 3957 c;?~~~~~ COORD. DE ANÁLISE DE JURISPRUDÊNCIA D.J.01.07.2005 EMENTÁRIO N 2 1 9 8-20 RELATOR AGRAVANTE(S) ADVOGADO (A/S) MIN. CARLOS VELLOSO VERA SÔNIA LINS D'ALBUQUERQUE

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão DJe 25/10/2012 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 25/09/2012 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 596.429 RIO GRANDE DO SUL RELATOR AGTE.(S) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) :

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.505.261 - MG (2014/0216602-3) RELATOR : MINISTRO HUMBERTO MARTINS RECORRENTE : ROSÂNGELA GONTIJO ADVOGADO : GUSTAVO TADEU BIJOS ASSIS PINTO E OUTRO(S) RECORRIDO : INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA

Leia mais

Nº /2015 PGR-RJMB

Nº /2015 PGR-RJMB Nº 252171/2015 PGR-RJMB - Eletrônico Relator: Ministro Luís Roberto Barroso Agravante: Simone Sandes Soares Agravado: Distrito Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO. PREVI- DENCIÁRIO. APOSENTADORIA

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0079.12.039931-0/001 Númeração 0364640- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Eduardo Mariné da Cunha Des.(a) Eduardo Mariné da Cunha 16/07/0015 28/07/2015

Leia mais

T R I B U N A L D E J U S T I Ç A D É C I M A S É T I M A C Â M A R A C Í V E L

T R I B U N A L D E J U S T I Ç A D É C I M A S É T I M A C Â M A R A C Í V E L TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL Agravo de instrumento nº. 0023004-18.2010.8.19.0000 Agravante: ESPÓO DE ARMANDO DIAS TUCCI REP/S/INV MARIA NAZARÉ DANTAS DE MOURA Agravado: LEONARDO SOARES

Leia mais

05ª Vara Federal de Execução Fiscal do Rio de Janeiro ( ) EMENTA

05ª Vara Federal de Execução Fiscal do Rio de Janeiro ( ) EMENTA Apelação Cível - Turma Espec. II - Tributário Nº CNJ : 0045951-57.2014.4.02.5101 (2014.51.01.045951-8) RELATOR : Desembargador Federal FERREIRA NEVES APELANTE : MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO PROCURADOR :

Leia mais

Desembargador Jeová Sardinha de Moraes 6 ª Câmara Cível AI

Desembargador Jeová Sardinha de Moraes 6 ª Câmara Cível AI AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 298898-24 (201292988983) COMARCA DE RIO VERDE AGRAVANTE: AGRAVADO : RELATOR: BANCO SANTANDER BRASIL SA MINISTÉRIO PÚBLICO DESEMBARGADOR JEOVÁ SARDINHA DE MORAES DECISÃO MONOCRÁTICA

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº ( ) DE ANÁPOLIS

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº ( ) DE ANÁPOLIS AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 90425-67.2011.8.09.0000 (201190904250) DE ANÁPOLIS AGRAVANTE AGRAVADO CÂMARA VILMAR FERREIRA PRODUTOS ALIMENTÍCIOS ORLÂNDIA S/A COMÉRCIO E INDÚSTRIA DESEMBARGADOR CARLOS ESCHER

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE MATO GROSSO DO SUL. Primeira Turma Cível. Apelação Cível - Sumário - N / Campo Grande.

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE MATO GROSSO DO SUL. Primeira Turma Cível. Apelação Cível - Sumário - N / Campo Grande. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE MATO GROSSO DO SUL Primeira Turma Cível Apelação Cível - Sumário - N. 2009.007617-8/0000-00 - Campo Grande. Relator - Exmo. Sr. Des. Joenildo de Sousa Chaves. Apelante - Simone Coelho

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça EDcl no RECURSO ESPECIAL Nº 1.096.639 - DF (2008/0218651-2) RELATORA : MINISTRA NANCY ANDRIGHI EMENTA PROCESSO CIVIL. EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO RECURSO ESPECIAL. OMISSÃO. INOCORRÊNCIA. - Rejeitam-se os

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça HABEAS CORPUS Nº 163.752 - RJ (2010/0035445-6) RELATORA : MINISTRA LAURITA VAZ IMPETRANTE : FERNANDO JOSÉ GONÇALVES JÚNIOR ADVOGADA : ALBERTO SILVA DOS SANTOS LOUVERA IMPETRADO : TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO

Leia mais