2. RECURSO EM SENTIDO ESTRITO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "2. RECURSO EM SENTIDO ESTRITO"

Transcrição

1 2. RECURSO EM SENTIDO ESTRITO 2. 1 HIPÓTESES DE CABIMENTO - Decisão que rejeitar a denúncia ou queixa - Decisão que concluir pela incompetência do juízo - Decisão que julga procedente alguma das exceções, salvo a de suspeição - Decisão que pronunciar o acusado - Decisão que conceder, negar, arbitrar, cassar, julgar inidônea a fiança ou ainda que julgá-la quebrada ou perdido o seu valor - Decisão que indeferir o pedido de prisão preventiva - Decisão que conceder liberdade provisória sem arbitramento de fiança - Decisão que relaxar a prisão em flagrante - Decisão que julgar extinta a punibilidade ou indeferir o pedido de extinção da punibilidade. - Decisão que conceder ou negar habeas corpus - Decisão que anular a instrução criminal, no todo ou em parte. - Decisão que incluir ou excluir jurado da lista geral. - Decisão que denegar a apelação ou julgá-la deserta - Decisão que ordenar a suspensão do processo por questão prejudicial - Decisão do incidente de falsidade OBS: As hipóteses de recurso em sentido estrito são taxativas. Referido rol não admite ampliação. 2.2 DICAS IMPRESCINDÍVEIS 1. Em regra, o prazo para a interposição do recurso em sentido estrito é de cinco dias 2. A interposição e as razões do recurso do recurso em sentido estrito devem ser apresentadas separadamente. Primeiro a interposição. Depois, a apresentação das razões. 3. A interposição será dirigida ao juiz que proferiu a decisão, enquanto as razões serão endereçadas para o Tribunal.

2 4. Diferentemente da apelação, na interposição, afora o recebimento e processamento do recurso, deverá ser requerida a reforma da decisão pelo juiz que a proferiu. Em outras palavras, no recurso em sentido estrito, haverá possibilidade de retratação. 5. Se a retratação não for aceita, o juiz a quo deverá remeter obrigatoriamente o recurso para o Tribunal. Assim, diferentemente do recurso de apelação, o recurso em sentido estrito não admite juízo de admissibilidade. 6. No âmbito dos Juizados Especiais Criminais, não existe recurso em sentido estrito. 7. Na elaboração do recurso em sentido estrito, o candidato deverá elaborar duas peças: interposição e razões do recurso. 8. A interposição será realizada sempre ao juiz que proferiu a decisão. 9. Na interposição, o candidato não pode esquecer-se de pedir o recebimento, o processamento e a REFORMA da decisão. 10. Utilizar os termos técnicos adequados: recorrente e recorrido. 1.3 ELABORAÇÃO DO RECURSO EM SENTIDO ESTRITO PASSO A PASSO DA PEÇA DE INTERPOSIÇÃO 1. PASSO: Preparar o endereçamento, observando inicialmente que o cabeçalho deve ser elaborado sem abreviaturas. Assim, escreva EXCELENTÍSSIMO, e não EXMO. 2. PASSO: Observar que o endereçamento deve ser realizado para o juiz que proferiu a decisão, e não para o Tribunal. 3. PASSO: Com base nos dados fornecidos na questão, verificar se o crime é da competência da justiça comum estadual ou da justiça comum federal. 4. PASSO: Fazer o endereçamento observando corretamente a competência. Assim, se for justiça estadual, você irá escrever EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA CRIMINAL DA COMARCA DE Por outro lado, se for justiça federal, você irá escrever EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DA VARA CRIMINAL DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DE Caso se trate de Tribunal do Júri, no caso de pronúncia, você irá escrever EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA DO JÚRI DA COMARCA DE 5. PASSO: Espaço de 8 a 12 linhas 6.º PASSO: Preparar o preâmbulo da interposição, seguindo o MODELO a seguir: Fulano de tal, já devidamente qualificado nos autos do processo crime em epígrafe n., vem, por intermédio do seu advogado infra-assinado, à presença de Vossa

3 Excelência, não se conformando com a respeitável decisão que, interpor RECURSO EM SENTIDO ESTRITO, com fundamento no inciso do artigo 581 do Código de Processo Penal. Assim sendo, caso Vossa Excelência entenda que deva manter a respeitável decisão, requer seja o presente recurso remetido ao Egrégio Tribunal 7. PASSO: Preparar o pedido da interposição, seguindo o seguinte modelo: Termos em que, requerendo seja ordenado o processamento do presente recurso, com as inclusas razões, pede deferimento. 8. PASSO: Não esqueça de fazer menção ao local, à data e assinatura de advogado, SEM IDENTIFICAÇÃO! Somente utilize informações que constem nos dados da questão. Por fim, jamais incorra no erro de inserir assinatura no local de assinar!!! Faça assim:,, de de. E logo a seguir: OAB n PASSO A PASSO DAS RAZÕES DO RECURSO EM SENTIDO ESTRITO 1. PASSO: Preparar o cabeçalho com base no seguinte modelo: RAZÕES DE RECURSO EM SENTIDO ESTRITO Recorrente: Recorrido: Proc. n. : Egrégio Tribunal Colenda Câmara Ínclitos Desembargadores Douta Procuradoria de Justiça ou Egrégio Tribunal Regional Federal Colenda Turma

4 Ínclitos Desembargadores Federais Douta Procuradoria da República 2. PASSO: Preparar o preâmbulo das razões, de acordo com o seguinte modelo: No caso em tela, não se conformando com a respeitável decisão proferida, vem recorrer em sentido estrito, aguardando que ao final se dignem Vossas Excelências em reformá-la, pelas razões a seguir expostas: 3. PASSO: Preparar a parte DOS FATOS, de acordo exclusivamente com os dados fornecidos no enunciado da questão. Ex.: O recorrente... Obs: A parte dos fatos consiste apenas em transcrever as informações constantes do caso narrado na questão. 4. PASSO: Preparar a parte DO DIREITO Ex.: No caso em tela,... Obs: As questões de natureza preliminar devem ser levantadas de início, como, por exemplo, nulidade absoluta. Obs2: O candidato deve ter a preocupação de apreciar corretamente o inciso do art. 581 que deu ensejo ao recurso em sentido estrito. 5. PASSO: Preparar a parte DO PEDIDO. O pedido padrão é o seguinte: Diante do exposto, postula-se seja dado provimento ao presente recurso, com fundamento no, para tornar sem efeito a decisão impugnada, no sentido de, como medida de inteira justiça. CUIDADO! A situação mais freqüente de recurso em sentido estrito nas provas de 2.ª fase da OAB é o recurso em sentido estrito contra a decisão de pronúncia. As hipóteses de pedido possíveis são as seguintes: decretando-se a impronúncia do recorrente, com fundamento no art. 414 do Código de Processo Penal, como medida de inteira justiça. decretando-se a absolvição sumária do recorrente, com fundamento no inciso do art. 415 do Código de Processo Penal, como medida de inteira justiça. decretando-se a desclassificação do delito imputado ao recorrente, com fundamento no art. 419 do Código de Processo Penal, como medida de inteira justiça.

5 6. PASSO: Não esqueça de fazer menção ao local, à data e assinatura de advogado, SEM IDENTIFICAÇÃO! Somente utilize informações que constem nos dados da questão. Por fim, jamais incorra no erro de inserir assinatura no local de assinar!!! Faça assim:,, de de. E logo a seguir: OAB n.

1. RECURSO DE APELAÇÃO

1. RECURSO DE APELAÇÃO 1. RECURSO DE APELAÇÃO 1. 1 HIPÓTESES DE CABIMENTO - Sentença condenatória. - Sentença absolutória. - Sentença de absolvição sumária no âmbito do Tribunal do Júri, nos termos do art. 415 do CPP. - Decisão

Leia mais

CONTINUAÇÃO - RECURSOS NO PROCESSO PENAL, Recurso no Sentido Estrito

CONTINUAÇÃO - RECURSOS NO PROCESSO PENAL, Recurso no Sentido Estrito CONTINUAÇÃO - RECURSOS NO PROCESSO PENAL, Recurso no Sentido Estrito Efeito suspensivo O RESE, como regra, não tem efeito suspensivo. Terá, apenas, quando a lei prever. O art. 584 do CPP 1 prevê 05 hipóteses

Leia mais

2ª FASE OAB CIVIL Direito Processual Civil Prof. Renato Montans Aula online. EMBARGOS INFRINGENTES (Art. 530 534 do CPC)

2ª FASE OAB CIVIL Direito Processual Civil Prof. Renato Montans Aula online. EMBARGOS INFRINGENTES (Art. 530 534 do CPC) 2ª FASE OAB CIVIL Direito Processual Civil Prof. Renato Montans Aula online EMBARGOS INFRINGENTES (Art. 530 534 do CPC) Cabe de acórdão não unânime por 2x1 3 modalidades: a) Julgamento da apelação b) Julgamento

Leia mais

15/05/2013 MODELO DE RELAXAMENTO DA PRISÃO EM FLAGRANTE

15/05/2013 MODELO DE RELAXAMENTO DA PRISÃO EM FLAGRANTE Direito Processual Penal 2ª Fase OAB/FGV Professora Beatriz Abraão MODELO DE RELAXAMENTO DA PRISÃO EM FLAGRANTE Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz de Direito da... Vara Criminal da Comarca... (especificar

Leia mais

CAPÍTULO I - FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO...

CAPÍTULO I - FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO... APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO...19 DEDICATÓRIA...21 CAPÍTULO I - FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO... 23 1. Antecedentes históricos da função de advogado...23 2. O advogado na Constituição Federal...24 3. Lei de

Leia mais

1. PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO TRABALHISTA.

1. PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO TRABALHISTA. 1. PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO TRABALHISTA. Fundamento legal: Art. 840 CLT Subsidiariamente: 282 do CPC. Partes: Reclamante (autor), Reclamada (ré). Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz do Trabalho da ª Vara

Leia mais

1.2. RECURSO EM SENTIDO ESTRITO (artigos 581 a 592 do CPP)

1.2. RECURSO EM SENTIDO ESTRITO (artigos 581 a 592 do CPP) 1.2. RECURSO EM SENTIDO ESTRITO (artigos 581 a 592 do CPP) 1.2.1. Conceito O Recurso em Sentido Estrito para Espínola Filho se constitui (por ato da parte interessada ou em virtude de determinação legal)

Leia mais

OAB 2ª Fase de Direito Penal Penal Agravo em Execução Emerson Castelo Branco

OAB 2ª Fase de Direito Penal Penal Agravo em Execução Emerson Castelo Branco OAB 2ª Fase de Direito Penal Penal Agravo em Execução Emerson Castelo Branco 2013 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. 3. AGRAVO EM EXECUÇÃO 3. 1 HIPÓTESES DE CABIMENTO

Leia mais

MATERIAL DE APOIO PRÁTICA JURÍDICA PENAL

MATERIAL DE APOIO PRÁTICA JURÍDICA PENAL MATERIAL DE APOIO PRÁTICA JURÍDICA PENAL Prof.ª Ana Paula de Pétta Sumário ORIENTAÇÕES INICIAIS PARA A ELABORAÇÃO DAS PEÇAS... 3 ESTRUTURAS BÁSICAS PARA A ELABORAÇÃO DAS PEÇAS... 4 OBSERVAÇÕES IMPORTANTES

Leia mais

VI Exame OAB 2ª FASE Padrão de correção Direito Penal

VI Exame OAB 2ª FASE Padrão de correção Direito Penal VI Exame OAB 2ª FASE Padrão de correção Direito Penal Peça O examinando deverá redigir uma petição de relaxamento de prisão, fundamentado no art. 5º, LXV, da CRFB/88, ou art. 310, I, do CPP (embora os

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL PEÇA PROFISSIONAL Petição inicial: Queixa-crime. Endereçamento: Vara Criminal da Comarca de São Paulo SP. Vara criminal comum, visto que as penas máximas abstratas, somadas, ultrapassam dois anos. Como

Leia mais

PROCESSO PENAL RESUMO DE PROCESSO PENAL 1 Rosivaldo Russo

PROCESSO PENAL RESUMO DE PROCESSO PENAL 1 Rosivaldo Russo PROCESSO PENAL RESUMO DE PROCESSO PENAL 1 Rosivaldo Russo ESPÉCIES DE PRISÃO: 1. P. Penal sentença condenatória transitada em julgado 2. P. Processuais, cautelares ou provisórias antes da formação da culpa

Leia mais

APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL PENAL. APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL PENAL NO ESPAÇO Dispositivo Legal... 35 Princípio da territorialidade...

APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL PENAL. APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL PENAL NO ESPAÇO Dispositivo Legal... 35 Princípio da territorialidade... Sumário Título I APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL PENAL Capítulo I APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL PENAL NO ESPAÇO Dispositivo Legal... 35 Princípio da territorialidade... 35 Capítulo II APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL

Leia mais

JURISPRUDÊNCIA FAVORÁVEL:

JURISPRUDÊNCIA FAVORÁVEL: TRF 2 COMPETÊNCIA PENAL - PROCESSO PENAL - DECISÃO QUE REJEITA EXCEÇÃO DE INCOMPETÊNCIA - INEXISTÊNCIA DE RECURSO - APELAÇÃO CRIMINAL NÃO CONHECIDA - PEDIDO RECEBIDO COMO HABEAS CORPUS - REDUÇÃO À CONDIÇÃO

Leia mais

OAB 2ª FASE PENAL PROF. SIDNEY FILHO

OAB 2ª FASE PENAL PROF. SIDNEY FILHO OAB 2ª FASE PENAL PROF. SIDNEY FILHO MEMORIAIS (OAB/SP 133 - ADAPTADO) Pedro foi acusado de roubo qualificado por denúncia do Promotor de Justiça da comarca, o dia 1 de julho de 2006. Dela constou que

Leia mais

AÇÃO CRIMINAL Nº 231-PE (89.05.03003-3) APTE: JUSTIÇA PÚBLICA APDO: ANCILON GOMES FILHO RELATOR: DESEMBARGADOR FEDERAL ÉLIO SIQUEIRA (CONVOCADO)

AÇÃO CRIMINAL Nº 231-PE (89.05.03003-3) APTE: JUSTIÇA PÚBLICA APDO: ANCILON GOMES FILHO RELATOR: DESEMBARGADOR FEDERAL ÉLIO SIQUEIRA (CONVOCADO) AÇÃO CRIMINAL Nº 231-PE (89.05.03003-3) APTE: JUSTIÇA PÚBLICA APDO: ANCILON GOMES FILHO RELATOR: DESEMBARGADOR FEDERAL ÉLIO SIQUEIRA (CONVOCADO) RELATÓRIO O EXCELENTÍSSIMO SENHOR DESEMBARGADOR FEDERAL

Leia mais

RECURSOS NO PROCESSO PENAL

RECURSOS NO PROCESSO PENAL ESTUDO RECURSOS NO PROCESSO PENAL RECURSOSRE Ribamar Soares Consultor Legislativo da Área II Direito Civil e Processual Civil, Direito Penal e Processual Penal, de Família, do Autor, de Sucessões, Internacional

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE RONDÔNIA.

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE RONDÔNIA. EXCELENTÍSSIMO SENHOR DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE RONDÔNIA. LEONARDO P. DE CASTRO, advogado inscrito na OAB sob o nº 4.329, com escritório nesta Comarca, na Avenida

Leia mais

MANUAL DE PRÁTICA PENAL

MANUAL DE PRÁTICA PENAL 2010 MANUAL DE PRÁTICA PENAL Estudo dedicado ao Exame de Ordem 2010.1. Carlos Rafael Ferreira Liberdade Provisória SEM Fiança Previsão legal: art. 5º, LXVI, CF. Probabilidade: média. Fase: pré processual.

Leia mais

PEDIDO DE RECONSIDERAÇÃO

PEDIDO DE RECONSIDERAÇÃO EXCELENTÍSSIMO SENHOR DESEMBARGADOR RELATOR Processo nº 2002.00.2.007039-4 HABEAS CORPUS Recorrente: Ministério Público do Distrito Federal e Territórios Recorrido: Dirceu de Farias Paciente: Pedro Passos

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 762.072 -RS (2005/0103061-5) RELATORA : MINISTRA LAURITA VAZ RECORRENTE : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 762.072 -RS (2005/0103061-5) RELATORA : MINISTRA LAURITA VAZ RECORRENTE : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 762.072 -RS (2005/0103061-5) RELATORA : MINISTRA LAURITA VAZ RECORRENTE : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL RECORRIDO : AIRTON HANDLER ADVOGADO : DANILO KNIJNIK

Leia mais

Súmulas em matéria penal e processual penal.

Súmulas em matéria penal e processual penal. Vinculantes (penal e processual penal): Súmula Vinculante 5 A falta de defesa técnica por advogado no processo administrativo disciplinar não ofende a Constituição. Súmula Vinculante 9 O disposto no artigo

Leia mais

Adendo F LIVROS DO OFÍCIO CRIMINAL ADENDO 1-F REGISTRO DE PROCESSOS CRIMINAIS

Adendo F LIVROS DO OFÍCIO CRIMINAL ADENDO 1-F REGISTRO DE PROCESSOS CRIMINAIS CÓDIGO DE NORMAS 1 Adendo F LIVROS DO OFÍCIO CRIMINAL ADENDO 1-F REGISTRO DE PROCESSOS CRIMINAIS N.º de ordem N.º distribuição Data Nome Filiação Artigo Apreensão Fiança recebimento da denúncia suspensão

Leia mais

LINDOMAR FERNANDES DIAS DA SILVA

LINDOMAR FERNANDES DIAS DA SILVA 1 HABEAS CORPUS Nº 252740-03.2015.8.09.0000 (201592527400) COMARCA DE APARECIDA DE GOIÂNIA 1º IMPETRANTE SUZANA BUFAIÇAL NEVES 2º IMPETRANTE ADRIANO AUGUSTO LUIZ DE LIMA 1 PACIENTE LINDOMAR FERNANDES DIAS

Leia mais

FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA

FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA Regras Básicas para as Atividades de Prática Jurídica a partir do ano letivo de 2010 Visitas Orientadas 72 Horas 36 horas para atividades

Leia mais

S E N T E N Ç A 45.2014.4.05.8308. Sentença : Tipo A

S E N T E N Ç A 45.2014.4.05.8308. Sentença : Tipo A MANDADO DE SEGURANÇA Classe : 126 Poder Judicário Processo : 0000419-58.2014.4.05.8308 Impetrante : IURIC PIRES MARTINS Impetrado : DELEGADO DE POLÍCIA FEDERAL EM JUAZEIRO Referente : IPL n.º 0115/2013

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito

PLANO DE ENSINO. Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito 1) IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Disciplina Processo Penal I PLANO DE ENSINO Código

Leia mais

140 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 1ª CÂMARA CRIMINAL HABEAS CORPUS Nº. 0063587-40.2013.8.19

140 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 1ª CÂMARA CRIMINAL HABEAS CORPUS Nº. 0063587-40.2013.8.19 1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 1ª CÂMARA CRIMINAL HABEAS CORPUS Nº. 0063587-40.2013.8.19.0000 PACIENTE: FABIO FERREIRA CHAVES DA SILVA AUTORIDADE COATORA: JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA

Leia mais

Direito Constitucional Peças e Práticas

Direito Constitucional Peças e Práticas PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO CONSTITUCIONAL ASPECTOS JURÍDICOS E PROCESSUAIS DA RECLAMAÇÃO Trata-se de verdadeira AÇÃO CONSTITUCIONAL, a despeito da jurisprudência do STF a classificar como direito de petição

Leia mais

: MIN. GILMAR MENDES SÃO PAULO

: MIN. GILMAR MENDES SÃO PAULO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 680.724 SÃO PAULO RELATOR RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) ASSIST.(S) ASSIST.(S) ADV.(A/S) : MIN. GILMAR MENDES :LINO INÁCIO DE SOUZA : LUIZ GONZAGA DE CARVALHO

Leia mais

Anexo Tabela única de classes da 2ª Região

Anexo Tabela única de classes da 2ª Região CLASSE 01000 AÇÕES ORDINÁRIAS Anexo Tabela única de classes da 2ª Região CORRESPONDÊNCIA NA TABELA ÚNICA DE CLASSES DO DA 01001 ORDINÁRIA / TRIBUTÁRIA 29 AÇÃO ORDINÁRIA (PROCEDIMENTO COMUM 07 ORDINÁRIO)

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL IX EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL IX EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL A sociedade de papel ABC Ltda. requereu a decretação da falência da sociedade empresária XYZ Ltda. Devidamente citada, a sociedade empresária XYZ Ltda. apresentou

Leia mais

PODER JUDICIARIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL P0 DISTRITO FEDERAL ACÓRDÃO N 5829

PODER JUDICIARIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL P0 DISTRITO FEDERAL ACÓRDÃO N 5829 Qp - PODER JUDICIARIO \\00124007 D TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL P0 DISTRITO FEDERAL ACÓRDÃO N 5829 Classe : 22 - Mandado de Segurança Num.Processo : 113-62 Impetrante André Luiz Pinheiro Borges Advogado

Leia mais

Direito Constitucional Dra. Vânia Hack de Ameida

Direito Constitucional Dra. Vânia Hack de Ameida 1 Controle da Constitucionalidade 1. Sobre o sistema brasileiro de controle de constitucionalidade, é correto afirmar que: a) compete a qualquer juiz ou tribunal, no primeiro caso desde que inexista pronunciamento

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Durante o carnaval do ano de 2015, no mês de fevereiro, a família de Joana resolveu viajar para comemorar o feriado, enquanto Joana, de 19 anos, decidiu ficar em

Leia mais

Professor: Rodrigo J. Capobianco

Professor: Rodrigo J. Capobianco Professor: Rodrigo J. Capobianco 1. Critérios de Avaliação Independente dos critérios específicos de cada prova, a OAB sempre analisa os exames tendo base alguns fatores: 1. Critérios de Avaliação a)

Leia mais

Direito Processual Penal - Inquérito Policial

Direito Processual Penal - Inquérito Policial Direito Processual Penal - Inquérito Policial O inquérito policial é um procedimento administrativo préprocessual, de caráter facultativo, destinado a apurar infrações penais e sua respectiva autoria.

Leia mais

RECURSO ORDINÁRIO: O artigo 895 parece ser taxativo, em suas alíneas a) e b) ao afirmarem que é cabível o recurso de revista quando:

RECURSO ORDINÁRIO: O artigo 895 parece ser taxativo, em suas alíneas a) e b) ao afirmarem que é cabível o recurso de revista quando: RECURSO ORDINÁRIO: Está previsto no artigo 893 da Consolidação das Leis do trabalho e é disciplinado no artigo 895 da mesma lei. Pode ser interposto, no prazo de 8 dias, tanto das sentenças terminativas,

Leia mais

Exmo. Sr. Dr. Juiz de Direito da Comarca de...

Exmo. Sr. Dr. Juiz de Direito da Comarca de... CONTESTAÇÃO Fundamento: Oportunidade: Requisitos: Finalidade: Espécies: Art. 297 do CPC. Oferecimento no prazo de quinze (15) dias contados na forma do art. 241 do CPC. Na contestação o réu deve alegar

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão DJe 23/05/2012 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 24/04/2012 SEGUNDA TURMA HABEAS CORPUS 106.942 GOIÁS RELATOR PACTE.(S) IMPTE.(S) COATOR(A/S)(ES) : MIN. JOAQUIM BARBOSA :SUPERIOR

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.381.315 - RJ (2013/0148762-1) RELATOR : MINISTRO ROGERIO SCHIETTI CRUZ RECORRENTE : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RECORRIDO : JOSÉ JERÔNIMO ALVES FERREIRA ADVOGADO

Leia mais

Questões de Processo Penal

Questões de Processo Penal Questões de Processo Penal 1º) As Contravenções Penais (previstas na LCP) são punidas com: a) ( ) Prisão Simples; b) ( ) Reclusão; c) ( ) Detenção; d) ( ) Não existe punição para essa espécie de infração

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO Prof. Danilo Vieira Vilela. Processo Administrativo Processo Administrativo. Lei n 9784/1999. Conceito. Fases.

DIREITO ADMINISTRATIVO Prof. Danilo Vieira Vilela. Processo Administrativo Processo Administrativo. Lei n 9784/1999. Conceito. Fases. Direito Administrativo UNISO 1 DIREITO ADMINISTRATIVO Prof. Danilo Vieira Vilela Processo Administrativo Processo Administrativo. Lei n 9784/1999. Conceito. Fases. Processo - conjunto de atos dirigidos

Leia mais

MODELO QUEIXA-CRIME. (especificar a Vara de acordo com o problema)

MODELO QUEIXA-CRIME. (especificar a Vara de acordo com o problema) Disciplina Processo Penal Aula 10 Professora Beatriz Abraão MODELO DE PETIÇÃO DE INTERPOSIÇÃO E RAZÕES DE APELAÇÃO EM CASO DE CONDENAÇÃO POR CRIME COMUM Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz de Direito da...

Leia mais

Contestação do trabalhador às folhas 85/89. Reconvenção do trabalhador às folhas 90/98.

Contestação do trabalhador às folhas 85/89. Reconvenção do trabalhador às folhas 90/98. A C Ó R D Ã O 6ª TURMA JUSTA CAUSA. MAU PROCEDIMENTO. CONFIGURAÇÃO. Ficando comprovado o uso indevido de correio eletrônico corporativo com envio de mensagem de conteúdo pornográfico, contrariando norma

Leia mais

MEDIDAS ASSECURATÓRIAS

MEDIDAS ASSECURATÓRIAS MEDIDAS ASSECURATÓRIAS Graciel Marques Tarão Assessor do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás 1. Introdução Inicialmente é preciso contextualizar o tema na Legislação Processual Penal. Dessa forma, o

Leia mais

EXERCÍCIO MODELO QUEIXA-CRIME

EXERCÍCIO MODELO QUEIXA-CRIME 2ª Fase OAB/FGV Direito Processual Penal Monitoria Penal Karina Velasco EXERCÍCIO 1 O juiz, ao proferir sentença condenando João por furto qualificado, admitiu, expressamente, na fundamentação, que se

Leia mais

2. TABELAS PROCESSUAIS UNIFICADAS DO PODER JUDICIÁRIO

2. TABELAS PROCESSUAIS UNIFICADAS DO PODER JUDICIÁRIO 1. APRESENTAÇÃO O Conselho Nacional de Justiça CNJ, a fim de melhorar os serviços prestados pela Justiça aos cidadãos, visando aprimorar a coleta de informações estatísticas essenciais ao planejamento

Leia mais

APELAÇÃO CRIMINAL. CRIMES PREVISTOS EM LEGISLAÇÃO EXTRAVAGANTE. ESTATUTO

APELAÇÃO CRIMINAL. CRIMES PREVISTOS EM LEGISLAÇÃO EXTRAVAGANTE. ESTATUTO APELAÇÃO CRIMINAL. CRIMES PREVISTOS EM LEGISLAÇÃO EXTRAVAGANTE. ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE. LEI DAS CONTRAVENÇÕES PENAIS. DESCLASSIFICAÇÃO. CONDUTA ATÍPICA. SENTENÇA DESCLASSIFICATÓRIA DESCONSTITUÍDA.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO. Gabinete do Desembargador Federal do Trabalho Davi Furtado Meirelles

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO. Gabinete do Desembargador Federal do Trabalho Davi Furtado Meirelles RECURSO ORDINÁRIO ORIGEM: 38ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO RECORRENTE: SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO HOTELEIRO E SIMILARES DE SÃO PAULO E REGIÃO RECORRIDA: PIZZARIA FAMIGLIA LUCCO LTDA. Fornecimento

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 4ª CÂMARA CÍVEL Relator: Desembargador SIDNEY HARTUNG

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 4ª CÂMARA CÍVEL Relator: Desembargador SIDNEY HARTUNG TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 4ª CÂMARA CÍVEL Relator: Desembargador SIDNEY HARTUNG Agravo Interno na APELAÇÃO N.º 0001126-86.2007.8.19.0050 Apelante: ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Apelado:

Leia mais

1. No que consiste a coisa julgada formal? Explique. Diz respeito a imputabilidade da decisão dentro do mesmo processo.

1. No que consiste a coisa julgada formal? Explique. Diz respeito a imputabilidade da decisão dentro do mesmo processo. Questões do tema 27 a 30 27. Coisa julgada. Conceito. Natureza jurídica. 28. Coisa julgada formal e material. (arts. 467 a 469) 29. Limites subjetivos e objetivos da coisa julgada. (arts. 470 a 472) 30.

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DA PROVA

INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DA PROVA INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DA PROVA 1) A prova terá duração máxima de 3 horas. 2) Cada questão possui apenas uma resposta correta e, a marcação de mais de uma assertiva, implicará em sua nulidade. 3) Durante

Leia mais

TERCEIRA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº 10985/2009 - CLASSE CNJ - 198 - COMARCA DE POXORÉO

TERCEIRA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº 10985/2009 - CLASSE CNJ - 198 - COMARCA DE POXORÉO APELANTE: APELADO: FERTIPAR BANDEIRANTES LTDA. OFICIAL DO SERVIÇO DE REGISTRO DE IMÓVEIS, TÍTULOS E DOCUMENTOS DA COMARCA DE POXORÉO Número do Protocolo: 10985/2009 Data de Julgamento: 29-6-2009 EMENTA

Leia mais

5Recurso Eleitoral n. 153-81.2012.6.13.0021 Zona Eleitoral: Recorrentes:

5Recurso Eleitoral n. 153-81.2012.6.13.0021 Zona Eleitoral: Recorrentes: 5Recurso Eleitoral n. 153-81.2012.6.13.0021 Zona Eleitoral: 21ª, de Bambuí Recorrentes: Ministério Público Eleitoral Coligação Todos Juntos por Bambuí Recorrido: Lelis Jorge da Silva Relatora: Juíza Alice

Leia mais

B.M. e R.M., devidamente qualificados nos autos acima

B.M. e R.M., devidamente qualificados nos autos acima Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz de Direito da 3ª Vara Federal Criminal de Foz do Iguaçu/PR Autos n. 5004778-70.2010.404.7002 B.M. e R.M., devidamente qualificados nos autos acima mencionados que lhe

Leia mais

O CONGRESSO NACIONAL decreta:

O CONGRESSO NACIONAL decreta: REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 2.384-B DE 2015 Disciplina o processo e o julgamento do recurso extraordinário e do recurso especial; altera a Lei nº 13.105, de 16 de março de 2015 Código de Processo Civil;

Leia mais

PROCEDIMENTO DA DILIGÊNCIAS INVESTIGATÓRIAS ART. 6º E 7º

PROCEDIMENTO DA DILIGÊNCIAS INVESTIGATÓRIAS ART. 6º E 7º PROCEDIMENTO DA AUTORIDADE POLICIAL DILIGÊNCIAS INVESTIGATÓRIAS ART. 6º E 7º DILIGÊNCIAS INVESTIGATÓRIAS CONHECIMENTO DA NOTITIA CRIMINIS delegado deve agir de acordo comoart.6º e 7º do CPP, (não exaustivo

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO fls. 1 SENTENÇA Processo nº: Classe - Assunto Réu: Procedimento Especial da Lei Antitóxicos - Tráfico de Drogas e Condutas Afins Juiz(a) de Direito: Dr(a). Heitor Donizete de Oliveira Vistos. XX, qualificado

Leia mais

II ESPÉCIES: O título VI do Código de Processo Penal fala em Das questões e processos incidentes em sentido amplo, prevendo oito hipóteses, a saber:

II ESPÉCIES: O título VI do Código de Processo Penal fala em Das questões e processos incidentes em sentido amplo, prevendo oito hipóteses, a saber: PONTO QUESTÕES E PROCESSOS INCIDENTES I CONCEITO: Incidente é aquilo que sobrevém. Questão é discussão, controvérsia. Assim, questões incidentes são aquelas controvérsias que podem surgir no curso do processo

Leia mais

Recurso jurisdicional em matéria administrativa. Assunto: Poderes do Tribunal de Última Instância em matéria de facto. Matéria

Recurso jurisdicional em matéria administrativa. Assunto: Poderes do Tribunal de Última Instância em matéria de facto. Matéria Processo n.º 26/2005. Recurso jurisdicional em matéria administrativa. Recorrente: Secretário para a Segurança. Recorridos: A e B. Assunto: Poderes do Tribunal de Última Instância em matéria de facto.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete do Desembargador Federal Marcelo Navarro

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete do Desembargador Federal Marcelo Navarro MANDADO DE SEGURANÇA (TURMA) (MSTR) Nº 103144/SE (0000385-44.2015.4.05.0000) IMPTTE : FERNANDO LIMA COSTA ADV/PROC : PAULO ROBERTO NERY NASCIMENTO E OUTROS IMPTDO : JUÍZO DA 6ª VARA FEDERAL DE SERGIPE

Leia mais

A apreciação das provas no processo do trabalho

A apreciação das provas no processo do trabalho A apreciação das provas no processo do trabalho Ricardo Damião Areosa* I. Introdução Segundo Aroldo Plínio Gonçalves, processualista mineiro e juiz do trabalho, Nulidade é a conseqüência jurídica prevista

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR LUIZ SILVIO RAMALHO JÚNIOR

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR LUIZ SILVIO RAMALHO JÚNIOR PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR LUIZ SILVIO RAMALHO JÚNIOR ACÓRDÃO APELAÇÃO CRIMINAL (Processo n 001.2008.024234-8/001) RELATOR: Desembargador Luiz Silvio

Leia mais

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO Gabinete do Desembargador Federal Geraldo Apoliano RELATÓRIO

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO Gabinete do Desembargador Federal Geraldo Apoliano RELATÓRIO RELATÓRIO O DESEMBARGADOR FEDERAL GERALDO APOLIANO (RELATOR): Habeas Corpus impetrado por Anderson José Manta Cavalcanti, com pedido liminar, em favor de José Bispo dos Santos Neto, objetivando a declaração

Leia mais

4.1 CADASTRAMENTO DE ASSUNTOS PROCESSUAIS NA ÁREA CÍVEL 4.2 CADASTRAMENTO DE ASSUNTOS PROCESSUAIS NA ÁREA CRIMINAL

4.1 CADASTRAMENTO DE ASSUNTOS PROCESSUAIS NA ÁREA CÍVEL 4.2 CADASTRAMENTO DE ASSUNTOS PROCESSUAIS NA ÁREA CRIMINAL 1 SUMÁRIO: 1. APRESENTAÇÃO 2. TABELAS PROCESSUAIS UNIFICADAS DO PODER JUDICIÁRIO 3. TABELA DE CLASSES PROCESSUAIS 4. TABELA DE ASSUNTOS PROCESSUAIS 4.1 CADASTRAMENTO DE ASSUNTOS PROCESSUAIS NA ÁREA CÍVEL

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL OAB XIII EXAME DE ORDEM C006 DIREITO TRIBUTÁRIO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL OAB XIII EXAME DE ORDEM C006 DIREITO TRIBUTÁRIO C006 DIREITO TRIBUTÁRIO PEÇA PRÁTICO-PROFISSIONAL C006042 Responsabilidade Tributária. Exceção de pré-executividade. Determinada pessoa jurídica declarou, em formulário próprio estadual, débito de ICMS.

Leia mais

DEFESAS E RECURSOS PERANTE O TRIBUNAL DE CONTAS DO PARANÁ. Autor: Sidnei Di Bacco/Advogado

DEFESAS E RECURSOS PERANTE O TRIBUNAL DE CONTAS DO PARANÁ. Autor: Sidnei Di Bacco/Advogado DEFESAS E RECURSOS PERANTE O TRIBUNAL DE CONTAS DO PARANÁ Autor: Sidnei Di Bacco/Advogado CONTRADITÓRIO E DEFESA PROCESSO VOLUNTÁRIO Ausência de partes: existem somente o interessado (responsável pela

Leia mais

APELAÇÃO CÍVEL Nº 460.698-6 - 26.08.2004

APELAÇÃO CÍVEL Nº 460.698-6 - 26.08.2004 -1- EMENTA: ANULATÓRIA ADMINISTRADORAS DE CARTÃO DE CRÉDITO NÃO INTEGRAÇÃO AO SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL ENCARGOS LIMITAÇÃO CLÁUSULA MANDATO VALIDADE APORTE FINANCEIRO OBTIDO NECESSIDADE DE COMPROVAÇÃO.

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS.

EXCELENTÍSSIMO DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS. EXCELENTÍSSIMO DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Ordem de Habeas Corpus PAULA xxxxx, brasileira, casada, do lar, CPF n.xxxx, residente na Rua xxxx, por

Leia mais

EXMº SR. DR. JUÍZ DE DIREITO DO 12º JUIZADO ESPECIAL CIVEL DO MEIER DA COMARCA DA CAPITAL.

EXMº SR. DR. JUÍZ DE DIREITO DO 12º JUIZADO ESPECIAL CIVEL DO MEIER DA COMARCA DA CAPITAL. 223 EXMº SR. DR. JUÍZ DE DIREITO DO 12º JUIZADO ESPECIAL CIVEL DO MEIER DA COMARCA DA CAPITAL. PROC.0011163-42-2014-8-19-0208 I. CONDOMÍNIO DO EDIFICIO FANY, por seu advogado, nos autos da AÇÃO INDENIZATORIA

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA NONA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA NONA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0012063-04.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO AGRAVADO: JULIANA SILVA DE OLIVEIRA RELATOR: Des. EDUARDO DE AZEVEDO PAIVA EMENTA AGRAVO DE INSTRUMENTO. FAZENDA

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO OITAVA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO OITAVA CÂMARA CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO OITAVA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL N.º 0003191-75.2005.8.19.0001 APELANTES : NUMA - NÚCLEO DE CULTURA E MEIO AMBIENTE E MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO APELADOS

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo TRIBUNAL DE JUSTIÇA São Paulo fls. 1 Registro: 2013.0000094980 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Habeas Corpus nº 0000391-04.2013.8.26.0000, da Comarca de Araraquara, em que é paciente

Leia mais

ESTADO DO TOCANTINS PODER JUDICIÁRIO COMARCA DE PALMAS 3ª VARA CRIMINAL. PROCESSOS N os 5021457-83.2013.827.2729 e 5021453-46.2013.827.

ESTADO DO TOCANTINS PODER JUDICIÁRIO COMARCA DE PALMAS 3ª VARA CRIMINAL. PROCESSOS N os 5021457-83.2013.827.2729 e 5021453-46.2013.827. ESTADO DO TOCANTINS PODER JUDICIÁRIO COMARCA DE PALMAS 3ª VARA CRIMINAL PROCESSOS N os 5021457-83.2013.827.2729 e 5021453-46.2013.827.2729 DECISÃO Tratam-se de queixas oferecidas por Eudival Coelho Barros,

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0024.05.900483-8/001 Númeração 9004838- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Luciano Pinto Des.(a) Luciano Pinto 05/02/2009 27/02/2009 EMENTA: APELAÇÃO

Leia mais

A reclamante recorrente alega, em síntese, que deve ser reformada a decisão quanto ao intervalo do digitador.

A reclamante recorrente alega, em síntese, que deve ser reformada a decisão quanto ao intervalo do digitador. Acórdão 8a Turma INTERVALO DE DIGITADOR. Cabe ao trabalhador demonstrar que realizava atividades exclusivas de digitação ou permanente de mecanografia (datilografia, escrituração ou cálculo), conforme

Leia mais

P O D E R J U D I C I Á R I O

P O D E R J U D I C I Á R I O Número de Ordem Pauta Não informado Registro: 2011.0000035249 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 0565228-16.2010.8.26.0000, da Comarca de Monte Aprazível, em

Leia mais

LEGALE RESPONDE DIREITO DO TRABALHO. Aula 2

LEGALE RESPONDE DIREITO DO TRABALHO. Aula 2 LEGALE RESPONDE DIREITO DO TRABALHO Aula 2 Mais que um curso prático, uma nova ferramenta que surge para auxiliar o operador do Direito! É o LEGALE mais uma vez preocupado com seu SUCESSO PROFISSIONAL!!

Leia mais

Gabinete do Desembargador Nicomedes Borges

Gabinete do Desembargador Nicomedes Borges HABEAS CORPUS N 359244-04.2013.8.09.0000 (201393592449) Comarca : Goianira Impetrante : Tadeu Bastos Roriz e Silva Paciente : Fabrycyo Washyngton Luys Alves Relator : Desembargador Nicomedes Borges R E

Leia mais

PROVIMENTO Nº 04/2008

PROVIMENTO Nº 04/2008 PROVIMENTO Nº 04/2008 Disciplina os procedimentos relativos aos débitos das Fazendas Públicas Federal, Estadual e Municipal, em virtude de sentença judicial transitada em julgado, sujeitos ao regime de

Leia mais

PLANTÃO JUDICIAL. HABEAS CORPUS N.º 4000932-10.2015.8.04.0000 - Plantão Judicial Portaria n.º 357/2015

PLANTÃO JUDICIAL. HABEAS CORPUS N.º 4000932-10.2015.8.04.0000 - Plantão Judicial Portaria n.º 357/2015 fls. 678 PLANTÃO JUDICIAL HABEAS CORPUS N.º 4000932-10.2015.8.04.0000 - Plantão Judicial Portaria n.º 357/2015 IMPETRANTE PACIENTE IMPETRADO PLANTONISTA : Aldemir da Rocha Silva Junior : Gregorio Graça

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ AULA IX DIREITO PENAL II TEMA: MEDIDA DE SEGURANÇA E REABILITAÇÃO PROFª: PAOLA JULIEN O. SANTOS MEDIDA DE SEGURANÇA 1. Conceito: sanção penal imposta pelo Estado, na execução de uma sentença, cuja finalidade

Leia mais

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO Gabinete do Desembargador Federal Geraldo Apoliano RELATÓRIO

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO Gabinete do Desembargador Federal Geraldo Apoliano RELATÓRIO Poder Judiciário RELATÓRIO O DESEMBARGADOR FEDERAL GERALDO APOLIANO (RELATOR): Trata-se de Petição em Habeas Corpus, impetrado em favor de José Dias Monteiro Neto, pugnando pela suspensão da imposição

Leia mais

EMENTA ACÓRDÃO. Desembargador Federal Luís Alberto D'Azevedo Aurvalle Relator

EMENTA ACÓRDÃO. Desembargador Federal Luís Alberto D'Azevedo Aurvalle Relator APELAÇÃO CÍVEL Nº 5005685-46.2013.404.7000/PR RELATOR LUÍS ALBERTO D AZEVEDO AURVALLE APELANTE WILLIAN DE SOUZA FERREIRA ADVOGADO JULIANA HEMBECKER FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO - FNDE

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás 1 APELAÇÃO CRIMINAL Nº 512212-28.2009.8.09.0107(200995122121) COMARCA DE MORRINHOS APELANTE : VIBRAIR MACHADO DE MORAES APELADO : MINISTÉRIO PÚBLICO RELATOR : Des. LUIZ CLÁUDIO VEIGA BRAGA RELATÓRIO O

Leia mais

A C Ó R D Ã O. Documento Assinado Eletronicamente SANDOVAL OLIVEIRA Relator GABINETE DO DESEMBARGADOR SANDOVAL OLIVEIRA 2

A C Ó R D Ã O. Documento Assinado Eletronicamente SANDOVAL OLIVEIRA Relator GABINETE DO DESEMBARGADOR SANDOVAL OLIVEIRA 2 Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios Fls. Órgão : 5ª TURMA CÍVEL Classe : APELAÇÃO N. Processo : 20130111009823APC (0026373-45.2013.8.07.0001) Apelante(s)

Leia mais

V I S T O S, relatados e discutidos estes autos de RECURSO ORDINÁRIO, provenientes da 05ª VARA DO TRABALHO DE MARINGÁ, sendo recorrente

V I S T O S, relatados e discutidos estes autos de RECURSO ORDINÁRIO, provenientes da 05ª VARA DO TRABALHO DE MARINGÁ, sendo recorrente EMENTA CARTÕES DE PONTO. AUSÊNCIA DE ASSINATURA DO EMPREGADO. VALIDADE. Ante a inexistência de exigência legal, a falta de assinatura do empregado, por si só, não acarreta a invalidade dos cartões de ponto,

Leia mais

NOÇÕES GERAIS SOBRE O RECURSO DE AGRAVO. Ailza Santos Silva Estagiária em Direito

NOÇÕES GERAIS SOBRE O RECURSO DE AGRAVO. Ailza Santos Silva Estagiária em Direito NOÇÕES GERAIS SOBRE O RECURSO DE AGRAVO Ailza Santos Silva Estagiária em Direito O agravo, como bem conceitua o Prof. Humberto Theodoro Júnior, é o recurso cabível contra as decisões interlocutórias (art.

Leia mais

Monitoramento de mídia digital Tribunal de Justiça de Pernambuco. Assunto: Veículo: Jornal do Commercio Data: 27/11/2012

Monitoramento de mídia digital Tribunal de Justiça de Pernambuco. Assunto: Veículo: Jornal do Commercio Data: 27/11/2012 Assunto: Veículo: Jornal do Commercio Data: 27/11/2012 Editoria: Caderno C Dia a Dia Assunto: TJPE nomeia novos servidores Veículo: diariodepernambuco.com.br Data: 08/01/2013 Editoria: TJPE nomeia novos

Leia mais

OBJETO DA PERÍCIA INADMISSIBILIDADE DA PERÍCIA. artigo 145 do CPC:

OBJETO DA PERÍCIA INADMISSIBILIDADE DA PERÍCIA. artigo 145 do CPC: Aulas Completas a partir de 10 de Agosto 2011, a saber: 1 Perícia (Continuação) 2 Prova Pericial 3 Perito 4 Inspeção judicial OBJETO DA PERÍCIA artigo 145 do CPC: Quando a prova do fato depender de conhecimento

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DESEMB. FEDERAL RELATOR 3 A TURMA DO E. TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 4 A REGIÃO

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DESEMB. FEDERAL RELATOR 3 A TURMA DO E. TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 4 A REGIÃO ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO PROCURADORIA-GERAL FEDERAL PROCURADORIA FEDERAL ESPECIALIZADA-INSS EXCELENTÍSSIMO SENHOR DESEMB. FEDERAL RELATOR 3 A TURMA DO E. TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 4 A REGIÃO AGRAVO

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social Conselho Pleno

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social Conselho Pleno Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social Conselho Pleno Nº de Protocolo do Recurso: 36096.004564/2011-16 Unidade de Origem: APS João Pessoa Sul/PB Documento: 148.945.331-5

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR

TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR APELAÇÃO CÍVEL Nº 0489078-15.2012.8.19.0001 APELANTE: SKY BRASIL SERVIÇOS LTDA. APELADO: MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RELATORA:

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.391.004 - GO (2013/0219024-8) RELATOR RECORRENTE RECORRIDO ADVOGADO : MINISTRO MARCO AURÉLIO BELLIZZE : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS : ADEMIR NOLASCO GUIMARÃES : ACHILES

Leia mais

Nota informativa CÓDIGO DE PROCESSO PENAL - alterações

Nota informativa CÓDIGO DE PROCESSO PENAL - alterações Nota informativa CÓDIGO DE PROCESSO PENAL - alterações DGAJ/DSAJ/DF - 2013 Direção-Geral da Administração da Justiça CÓDIGO DE PROCESSO PENAL - alterações LEI N.º 20/2013, DE 21 DE FEVEREIRO Entram em

Leia mais

FUNDAÇÃO ESCOLA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ Núcleo de Curitiba Professor: Armando Antonio Sobreiro Neto

FUNDAÇÃO ESCOLA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ Núcleo de Curitiba Professor: Armando Antonio Sobreiro Neto 3. DO RECURSO EM SENTIDO ESTRITO (art. 581 a 592 do CPP) 3.1 Conceito: É o recurso interposto da decisão judicial, nos estritos casos especificados em lei, com o fim de que se proceda ao reexame da matéria,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO. Gabinete da Desembargadora Elizabeth Maria da Silva

PODER JUDICIÁRIO. Gabinete da Desembargadora Elizabeth Maria da Silva APELAÇÃO CÍVEL Nº 481605-21.2009.8.09.0143 (200994816057) COMARCA DE SÃO MIGUEL DO ARAGUAIA 4ª CÂMARA CÍVEL APELANTES : ADEMIR CARDOSO DOS SANTOS E OUTRA APELADO : MINISTÉRIO PÚBLICO RELATOR : Juiz SÉRGIO

Leia mais