OAB 2ª Fase de Direito Penal Penal Agravo em Execução Emerson Castelo Branco

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "OAB 2ª Fase de Direito Penal Penal Agravo em Execução Emerson Castelo Branco"

Transcrição

1 OAB 2ª Fase de Direito Penal Penal Agravo em Execução Emerson Castelo Branco 2013 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

2 3. AGRAVO EM EXECUÇÃO 3. 1 HIPÓTESES DE CABIMENTO MAIS FREQUENTES: - Decisão que não concede livramento condicional. - Decisão que não concede progressão de regime. - Decisão que não concede a aplicação do princípio da retroatividade da lei penal mais benéfica. - Decisão que não concede remição. - Decisão que não concede detração. - Decisão que aplica regime disciplinar diferenciado. - Decisão que indefere a aplicação dos benefícios do indulto. OBS: As hipóteses de agravo em execução, diferentemente do recurso em sentido estrito, não são taxativas. Assim, todas as decisões proferidas pelo Juízo das Execuções comportam agravo em execução. 3.2 DICAS IMPRESCINDÍVEIS 1. Em regra, o prazo para a interposição do agravo em execução é de cinco dias. Já as razões devem ser oferecidas em dois dias. 2. A interposição e as razões do agravo em execução devem ser apresentadas separadamente. Primeiro, o candidato deve elaborar a interposição; depois, elabora as razões. Em outras palavras, deve elaborar duas peças: interposição e razões do recurso. 3. A interposição será dirigida ao juiz da execução que proferiu a decisão, enquanto as razões serão endereçadas ao Tribunal. 4. Assim como no recurso em sentido estrito, afora o recebimento e processamento do agravo, deverá ser requerida a reforma da decisão pelo juiz que a proferiu. 5. Se a retratação não for aceita, o juiz a quo (juízo da execução) deve remeter o recurso para o Tribunal. 6. Na interposição, o candidato não pode esquecer-se de pedir o recebimento, o processamento e a reforma da decisão. 7. Utilizar os termos técnicos adequados: agravante e agravado. 3.3 ELABORAÇÃO DO AGRAVO EM EXECUÇÃO PASSO A PASSO DA PEÇA DE INTERPOSIÇÃO 1. PASSO: Preparar o endereçamento, observando inicialmente que o cabeçalho deve ser elaborado sem abreviaturas. Assim, escreva EXCELENTÍSSIMO, e não EXMO. 2. PASSO: Observar que o endereçamento da interposição deve ser realizado para o juiz que proferiu a decisão, e não para o Tribunal. 3. PASSO: Com base nos dados fornecidos na questão, verificar se o crime é da competência da justiça comum estadual ou da justiça comum federal. 4. PASSO: Preparar o endereçamento da interposição, substituindo a expressão padrão vara criminal por vara de execuções criminais. Prof. Emerson Castelo Branco 2

3 Ex.: EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA DE EXECUÇÕES CRIMINAIS DA COMARCA DE 5. PASSO: Espaço de 8 a 12 linhas 6.º PASSO: Preparar o preâmbulo da interposição, com base no MODELO a seguir:, já devidamente qualificado nos autos do processo crime em epígrafe n., vem, por intermédio do seu advogado infra-assinado, à presença de Vossa Excelência, não se conformando com a respeitável decisão que, interpor, tempestivamente, AGRAVO EM EXECUÇÃO, com fundamento no artigo 197 da Lei de 1984 (LEI DE EXECUÇÃO PENAL). Assim sendo, caso Vossa Excelência entenda que deva manter a respeitável decisão, requer seja o presente Agravo remetido ao Egrégio Tribunal 7. PASSO: Preparar o pedido da interposição, seguindo o seguinte modelo: Termos em que, requerendo seja recebido e ordenado o processamento do agravo, com as inclusas razões, pede deferimento. 8. PASSO: Não esqueça de fazer menção ao local, à data e assinatura de PASSO A PASSO DAS RAZÕES DO AGRAVO EM EXECUÇÃO 1. PASSO: Preparar o cabeçalho com base no seguinte modelo: RAZÕES DO AGRAVO EM EXECUÇÃO Agravante: Agravado: Proc. n. : Egrégio Tribunal Colenda Câmara Ínclitos Desembargadores Douta Procuradoria de Justiça ou Egrégio Tribunal Regional Federal Colenda Turma Ínclitos Desembargadores Federais Douta Procuradoria da República 2. PASSO: Preparar o preâmbulo das razões, de acordo com o seguinte modelo: No caso em tela, não se conformando com a respeitável decisão proferida, vem agravar desta, aguardando que ao final se dignem Vossas Excelências em reformá-la, pelas razões a seguir expostas: Prof. Emerson Castelo Branco 3

4 3. PASSO: Preparar a parte DOS FATOS, de acordo exclusivamente com os dados fornecidos no enunciado da questão. Ex.: O agravante... Obs: A parte dos fatos consiste apenas em transcrever as informações constantes do caso narrado na questão. 4. PASSO: Preparar a parte DO DIREITO Ex.: No caso em tela,... Obs: O candidato deve ter a preocupação de apreciar corretamente a matéria de execução penal suscitada. Provavelmente, a questão deve trazer a decisão de indeferimento de algum benefício solicitado, como, por exemplo, progressão de regime. 5. PASSO: Preparar a parte DO PEDIDO. O pedido padrão é o seguinte: Diante do exposto, postula-se seja dado provimento ao presente agravo, no sentido de conceder, com fundamento no artigo, como medida de inteira justiça. 6. PASSO: Não esqueça de fazer menção ao local, à data e assinatura de Prof. Emerson Castelo Branco 4

5 5. RECURSO EXTRAORDINÁRIO 5. 1 HIPÓTESES DE CABIMENTO: - Denegação de habeas corpus ou de mandado de segurança julgado pelo Superior Tribunal de Justiça, Superior Tribunal Militar e Tribunal Superior Eleitoral. - Denegação de habeas corpus ou mandado de segurança julgados pelos Tribunais de Justiça ou Tribunais Regionais Federais. 5.2 DICAS IMPRESCINDÍVEIS 1. A elaboração do recurso ordinário constitucional divide-se em duas peças: interposição e razões 2. A interposição deve ser dirigida ao Presidente do Tribunal que denegou a ordem. Já as razões devem ser endereçadas ao Supremo Tribunal Federal ou ao Superior Tribunal de Justiça, conforme o caso. 3. Na interposição, o candidato não pode esquecer-se de pedir o recebimento, o processamento e o encaminhamento ao Supremo Tribunal Federal, conforme o caso. 4. Utilizar os termos técnicos adequados: recorrente e recorrido. 5. Cuidado para não utilizar o termo sentença O correto é acórdão. Em vez de sentença ou decisão, fale de acórdão. 5.3 ELABORAÇÃO DO RECURSO EXTRAORDINÁRIO PASSO A PASSO DA PEÇA DE INTERPOSIÇÃO 1. PASSO: Preparar o endereçamento, observando inicialmente que o cabeçalho deve ser elaborado sem abreviaturas. Assim, escreva EXCELENTÍSSIMO, e não EXMO. 2. PASSO: Observar que o endereçamento da interposição deve ser realizado para o presidente do Tribunal que proferiu a decisão. Exemplo: EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO ou EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA REGIÃO 3. PASSO: Espaço de 8 a 12 linhas 4.º PASSO: Preparar o preâmbulo da interposição, com base no MODELO a seguir:, já devidamente qualificado nos autos da apelação n., vem, tempestivamente, por intermédio do seu advogado infra-assinado, à presença de Vossa Excelência, interpor RECURSO EXTRAORDINÁRIO para o Supremo Tribunal Federal, com fundamento na alínea do inciso III da Constituição Federal de 1988 e artigos 26 e seguintes da Lei 8.038/1990. Nestes termos COMPLETAR 5. PASSO: Preparar o pedido da interposição, seguindo o seguinte modelo: Assim sendo, requer-se seja o mesmo recebido e processado, com as razões inclusas, com o devido encaminhamento ao Egrégio Superior Tribunal de Justiça (ou Supremo Tribunal Federal). Nestes Termos, Pede Deferimento Prof. Emerson Castelo Branco 5

6 6. PASSO: Não esqueça de fazer menção ao local, à data e assinatura de PASSO A PASSO DAS RAZÕES DO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 1. PASSO: Preparar o cabeçalho com base no seguinte modelo: RAZÕES DO RECURSO ORDINÁRIO CONSTITUCIONAL PACIENTE (OU IMPETRANTE) HABEAS CORPUS (OU MANDADO DE SEGURANÇA) N. Egrégio Superior Tribunal de Justiça (ou Supremo Tribunal Federal) Colenda Turma Doutos Ministros Douta Procuradoria da República 2. PASSO: Preparar o preâmbulo das razões, de acordo com o seguinte modelo: Em que pese o alto prestígio do Egrégio Tribunal, o venerando acórdão proferido denegatório da ordem de Habeas Corpus não deve prosperar, pelas razões de fato e de direito a seguir expostas: 3. PASSO: Preparar a parte DOS FATOS, de acordo exclusivamente com os dados fornecidos no enunciado da questão. Ex.: O recorrente... Obs: A parte dos fatos consiste apenas em transcrever as informações constantes do caso narrado na questão. 4. PASSO: Preparar a parte DO DIREITO Ex.: No caso em apreço,... Obs: O candidato deve ter a preocupação de apreciar corretamente a matéria referente a denegação do habeas corpus ou do mandado de segurança, conforme o caso. 5. PASSO: Preparar a parte DO PEDIDO. O pedido padrão é o seguinte: Diante do exposto, o recorrente aguarda que esta Corte dê provimento ao recurso, concedendo a ordem de habeas corpus em favor do recorrente, como medida da mais lídima justiça. 6. PASSO: Não esqueça de fazer menção ao local, à data e assinatura de Prof. Emerson Castelo Branco 6

7 Prof. Emerson Castelo Branco 7

É o recurso cabível das decisões proferidas pelo Juiz no processo de execução que prejudique direito das partes envolvidas no processo.

É o recurso cabível das decisões proferidas pelo Juiz no processo de execução que prejudique direito das partes envolvidas no processo. AGRAVO EM EXECUÇÃO É o recurso cabível das decisões proferidas pelo Juiz no processo de execução que prejudique direito das partes envolvidas no processo. Uma vez que a Lei de Execução Penal não faz nenhuma

Leia mais

1. RECURSO DE APELAÇÃO

1. RECURSO DE APELAÇÃO 1. RECURSO DE APELAÇÃO 1. 1 HIPÓTESES DE CABIMENTO - Sentença condenatória. - Sentença absolutória. - Sentença de absolvição sumária no âmbito do Tribunal do Júri, nos termos do art. 415 do CPP. - Decisão

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) DESEMBARGADOR(A) FEDERAL PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA REGIÃO

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) DESEMBARGADOR(A) FEDERAL PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA REGIÃO EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) DESEMBARGADOR(A) FEDERAL PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA REGIÃO Autos nº: Recorrente: Joaquim José da Silva Xavier Recorrido: União Federal Joaquim

Leia mais

RECURSO ORDINÁRIO CONSTITUCIONAL EM MANDADO DE SEGURANÇA

RECURSO ORDINÁRIO CONSTITUCIONAL EM MANDADO DE SEGURANÇA RECURSO ORDINÁRIO CONSTITUCIONAL EM MANDADO DE SEGURANÇA Em 20/1/2009, foi instaurado procedimento administrativo disciplinar, por portaria publicada no DOU, com descrição suficiente dos fatos, para apurar

Leia mais

2. RECURSO EM SENTIDO ESTRITO

2. RECURSO EM SENTIDO ESTRITO 2. RECURSO EM SENTIDO ESTRITO 2. 1 HIPÓTESES DE CABIMENTO - Decisão que rejeitar a denúncia ou queixa - Decisão que concluir pela incompetência do juízo - Decisão que julga procedente alguma das exceções,

Leia mais

RECURSO ORDINÁRIO. Recurso Ordinário

RECURSO ORDINÁRIO. Recurso Ordinário RECURSO ORDINÁRIO Conceito: Os recursos ordinários são os recursos cabíveis para impugnar decisões havidas nos casos previstos no art. 1.027 do CPC. Apesar de serem julgados pelo Supremo Tribunal Federal

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR MINISTRO PRESIDENTE DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR MINISTRO PRESIDENTE DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR MINISTRO PRESIDENTE DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA (10 cm) MANDADO DE SEGURANÇA N.º A, já qualificado nos autos da ação em epígrafe, que lhe move B, inconformado com o acórdão

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA... DA FAZENDA PÚBLICA DA COMARCA DE CIDADE..., ESTADO...

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA... DA FAZENDA PÚBLICA DA COMARCA DE CIDADE..., ESTADO... EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA... DA FAZENDA PÚBLICA DA COMARCA DE CIDADE..., ESTADO... AUTOS nº... MARTA..., nacionalidade..., estado civil..., profissão..., portadora da cédula

Leia mais

PETIÇÃO INICIAL. ENDEREÇAMENTO QUALIFICAÇÃO PRELIMINAR MÉRITO PEDIDOS REQUERIMENTOS FINAIS Valor da causa!!!!!

PETIÇÃO INICIAL. ENDEREÇAMENTO QUALIFICAÇÃO PRELIMINAR MÉRITO PEDIDOS REQUERIMENTOS FINAIS Valor da causa!!!!! PETIÇÃO INICIAL ENDEREÇAMENTO QUALIFICAÇÃO PRELIMINAR MÉRITO PEDIDOS REQUERIMENTOS FINAIS Valor da causa!!!!! ENDEREÇAMENTO EXCELENTISSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE... art. 651 do CPC QUALIFICAÇÃO

Leia mais

RECURSOS CRIMINAIS TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL RECURSOS RECURSOS RECURSOS RECURSOS RECURSOS

RECURSOS CRIMINAIS TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL RECURSOS RECURSOS RECURSOS RECURSOS RECURSOS TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL CRIMINAIS Conceito Vem do latim recursos, é o oposto de processo (procedere caminhar para frente), significa caminho de volta, caminhar para trás. É o mecanismo processual destinado

Leia mais

Curso Esfera OAB / CONCURSOS

Curso Esfera OAB / CONCURSOS Curso Esfera OAB / CONCURSOS www.cursoesfera.com.br PROFª: MARIA INÊS GERARDO Site: www.mariainesgerardo.com.br Instagram: Maria Inês Gerardo Facebook: Maria Inês Gerardo (Profª Maria Inês) Fanpage: Maria

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR RECORRENTE ADVOGADO RECORRIDO : MINISTRO RIBEIRO DANTAS : EMERSON SILVA RODRIGUES (PRESO) : DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE SÃO PAULO : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO EMENTA PROCESSUAL

Leia mais

CHECK LIST DAS PEÇAS PROCESSUAIS TRABALHISTAS

CHECK LIST DAS PEÇAS PROCESSUAIS TRABALHISTAS CHECK LIST DAS PEÇAS PROCESSUAIS TRABALHISTAS I - RECLAMAÇÃO TRABALHISTA a) Endereçamento: Juiz do Trabalho da Vara do Trabalho b) Qualificação do reclamante - 12 itens: 1.Nome, 2.nacionalidade, 3.estado

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ PROPOSTA 22 João utiliza todos os dias, para retornar do trabalho para sua casa, no Rio de Janeiro, o ônibus da linha A, operado por Ômega Transportes Rodoviários Ltda. Certo dia, o ônibus em que João

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 7 18/11/2016 PLENÁRIO RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) : MINISTRO PRESIDENTE :ROBERTA CINTRÃO SIMÕES DE OLIVEIRA :ROBERTA CONTRÃO SIMÕES DE OLIVEIRA E AGDO.(A/S)

Leia mais

José, já qualificado vem, respeitosamente, por meio de seu advogado interpor com fundamento nos arts. 893, II e art. 895, I da CLT Recurso Ordinário

José, já qualificado vem, respeitosamente, por meio de seu advogado interpor com fundamento nos arts. 893, II e art. 895, I da CLT Recurso Ordinário EXCELENTÍSSIMO DR. JUIZ DO TRABALHO DA VARA DO TRABALHO DE Processo número José, já qualificado, vem, respeitosamente, por meio de seu advogado, interpor, com fundamento nos arts. 893, II e art. 895, I

Leia mais

SUMÁRIO 1. PEÇAS DE LIBERDADE, 17 PREFÁCIO, 5 SUMÁRIO, 7

SUMÁRIO 1. PEÇAS DE LIBERDADE, 17 PREFÁCIO, 5 SUMÁRIO, 7 SUMÁRIO PREFÁCIO, 5 SUMÁRIO, 7 1. PEÇAS DE LIBERDADE, 17 1. Primeiro passo: identificar qual a peça ou instituto o caso concreto apresenta ou requer, 17 1.1. Peças práticas que podem ser requeridas a qualquer

Leia mais

Nesses termos, pede deferimento. Local e data. Advogado... OAB...

Nesses termos, pede deferimento. Local e data. Advogado... OAB... PROPOSTA APELAÇÃO Em janeiro de 2011, Antonio da Silva Júnior, 7 anos, voltava da escola para casa, caminhando por uma estrada de terra da região rural onde morava, quando foi atingindo pelo coice de um

Leia mais

PRINCIPAIS PEÇAS PENAIS

PRINCIPAIS PEÇAS PENAIS PRINCIPAIS PEÇAS PENAIS QUEIXA CRIME CABIMENTO FUNDAMENTO LEGAL ENDEREÇAMENTO PRAZO PEDIDOS AÇÃO PENAL PRIVADA AÇÃO PENAL PRIVADA SUBSIDIÁRIA DA PÚBLICA ART. 30 E 41, CPP SÓ PODE SER OFERECIDA A UM JUIZ

Leia mais

PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE CONCÓRDIA DO PARÁ EXCELENTÍSSIMA SENHORA JUÍZA DE DIREITO DA COMARCA DE CONCÓRDIA DO PARÁ

PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE CONCÓRDIA DO PARÁ EXCELENTÍSSIMA SENHORA JUÍZA DE DIREITO DA COMARCA DE CONCÓRDIA DO PARÁ PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE CONCÓRDIA DO PARÁ EXCELENTÍSSIMA SENHORA JUÍZA DE DIREITO DA COMARCA DE CONCÓRDIA DO PARÁ Autos de Pedido de Progressão Penal Nº. 105.2006.2.000126-0 (apenso à Execução Criminal

Leia mais

O recurso de apelação está previsto nos arts a do CPC/2015.

O recurso de apelação está previsto nos arts a do CPC/2015. APELAÇÃO RESUMO BASE LEGAL O recurso de apelação está previsto nos arts. 1.009 a 1.014 do CPC/2015. CABIMENTO A apelação é cabível contra sentença e decisão interlocutória não recorrível em separado (art.

Leia mais

CURSO DE DIREITO PROCESSUAL PENAL. Volume IV

CURSO DE DIREITO PROCESSUAL PENAL. Volume IV LEONIR BATISTI Professor de Direito Processual Penal na Escola da Magistratura-Londrina e Universidade Estadual de Londrina; Promotor de Justiça da Comarca de Londrina; Especializado em Metodologia do

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça HABEAS CORPUS Nº 299.315 - RS (2014/0175002-0) RELATOR IMPETRANTE ADVOGADO IMPETRADO PACIENTE : MINISTRO GURGEL DE FARIA : DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL : DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO

Leia mais

SUMÁRIO PARTE 1 PEÇAS PRÁTICO-PROFISSIONAIS E TEORIA ASSOCIADA CAPÍTULO 1. PEÇAS DE LIBERDADE...

SUMÁRIO PARTE 1 PEÇAS PRÁTICO-PROFISSIONAIS E TEORIA ASSOCIADA CAPÍTULO 1. PEÇAS DE LIBERDADE... SUMÁRIO PARTE 1 PEÇAS PRÁTICO-PROFISSIONAIS E TEORIA ASSOCIADA CAPÍTULO 1. PEÇAS DE LIBERDADE... 19 1. Primeiro passo: identificar qual a peça ou instituto o caso concreto apresenta ou requer... 19 1.1.

Leia mais

11/09/2017 PRIMEIRA TURMA : MIN. ALEXANDRE DE MORAES PAULO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

11/09/2017 PRIMEIRA TURMA : MIN. ALEXANDRE DE MORAES PAULO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 7 11/09/2017 PRIMEIRA TURMA RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) : MIN. ALEXANDRE DE MORAES :RODRIGO DE OLIVEIRA E FRANÇA :DEFENSOR PÚBLICO-GERAL

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 25/04/2017 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 1.021.376 SÃO RELATOR AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) AGDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN.

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AGRAVADO ADVOGADO INTERES. : JOSÉ MEIRELLES FILHO E OUTRO(S) - SP086246 : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO EMENTA PROCESSO PENAL. AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL. EXECUÇÃO PROVISÓRIA

Leia mais

Teoria Geral do Processo

Teoria Geral do Processo Arno Melo Schlichting Teoria Geral do Processo Concreta - Objetiva - Atual Livro 2 3 a Edição SUMÁRIO Apresentação 9 Identificação 11 Natureza... 13 Objetivo... 13 1 Teoria Geral das Ações 15 1.1 Ação,

Leia mais

Sumário PARTE I TEORIA CAPÍTULO 1 TEORIA PASSO A PASSO

Sumário PARTE I TEORIA CAPÍTULO 1 TEORIA PASSO A PASSO Sumário PARTE I TEORIA CAPÍTULO 1 TEORIA PASSO A PASSO 1.º PASSO COMPREENDENDO O PROBLEMA 1. Qual o crime tratado pelo problema 2. Qual é a ação penal 2.1 Quais os tipos de ação penal 2.1.1 Ação penal

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal HABEAS CORPUS 117.180 RIO DE JANEIRO RELATORA PACTE.(S) IMPTE.(S) COATOR(A/S)(ES) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :WAGNER VITOR DE SOUZA :MARCELO DA SILVA TROVÃO :SUPERIOR TRIBUNAL MILITAR DECISÃO HABEAS CORPUS. CONSTITUCIONAL.

Leia mais

Agravante: MINISTÉRIO PÚBLICO Agravado: FLÁVIO RODRIGUES SILVA Relator: DES. ANTONIO JOSÉ FERREIRA CARVALHO

Agravante: MINISTÉRIO PÚBLICO Agravado: FLÁVIO RODRIGUES SILVA Relator: DES. ANTONIO JOSÉ FERREIRA CARVALHO TRIBUNAL DE JUSTIÇA 2ª CÂMARA CRIMINAL Agravante: MINISTÉRIO PÚBLICO Agravado: FLÁVIO RODRIGUES SILVA Relator: DES. ANTONIO JOSÉ FERREIRA CARVALHO EMENTA: AGRAVO EM EXECUÇÃO PENAL IRRESIGNAÇÃO DO PARQUET

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATORA RECORRENTE RECORRIDO : MINISTRA MARIA ISABEL GALLOTTI : C A M : ANNA EUGÊNIA BORGES CHIARI E OUTRO(S) : M L R M : SEM REPRESENTAÇÃO NOS AUTOS EMENTA HABEAS CORPUS. RECURSO ORDINÁRIO. EXECUÇÃO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 21/06/2016 PRIMEIRA TURMA HABEAS CORPUS 125.480 RIO DE JANEIRO RELATOR PACTE.(S) IMPTE.(S) PROC.(A/S)(ES) COATOR(A/S)(ES) : MIN. MARCO AURÉLIO :VICTOR

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO EM MANDADO DE SEGURANÇA Nº 21.205 - SP (2006/0009180-5) RELATOR : MINISTRO TEORI ALBINO ZAVASCKI IMPETRADO : JUIZ FEDERAL DA 13A VARA CÍVEL DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE SÃO PAULO EMENTA PROCESSUAL

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR... DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE...

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR... DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE... EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR... DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE......... (nome completo),... (nacionalidade),... (estado civil), Advogado devidamente inscrito na Ordem dos Advogados do

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO RECURSO DE REVISTA

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO RECURSO DE REVISTA FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO RECURSO DE REVISTA ESTUDO PROVA OAB FGV QUESTIONAMENTOS E REFLEXÕES PARA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2016.0000219294 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Habeas Corpus nº 2013798-38.2016.8.26.0000, da Comarca de Penápolis, em que é paciente JOÃO PAULO ICHIKAWA DE SOUZA e Impetrante

Leia mais

O recurso em sentido estrito serve, via de regra, para impugnação de decisões interlocutórias proferidas pelo juiz singular.

O recurso em sentido estrito serve, via de regra, para impugnação de decisões interlocutórias proferidas pelo juiz singular. RECURSO EM SENTIDO ESTRITO O recurso em sentido estrito serve, via de regra, para impugnação de decisões interlocutórias proferidas pelo juiz singular. O rol das decisões passíveis de recurso em sentido

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 177 Registro: 2016.0000500364 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Mandado de Segurança nº 2075184-69.2016.8.26.0000, da Comarca de, em que é impetrante TWITTER BRASIL REDE DE INFORMAÇÕES

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA 76ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO.

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA 76ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO. EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA 76ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO. PROCESSO nº 00013904320105020076 EDITORA GLOBO S/A, já qualificada nos autos em epígrafe, da AÇÃO ANULATÓRIA que move em face da

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo TRIBUNAL DE JUSTIÇA São Paulo fls. 1 Registro: 2013.0000071982 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Habeas Corpus nº 0243217-95.2012.8.26.0000, da Comarca de São José dos Campos, em que

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 20/04/2017 PLENÁRIO AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 1.008.181 BAHIA RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MINISTRO PRESIDENTE

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE MINAS GERAIS COMARCA DE BELO HORIZONTE. 1ª Vara da Fazenda Pública e Autarquias da Comarca de Belo Horizonte

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE MINAS GERAIS COMARCA DE BELO HORIZONTE. 1ª Vara da Fazenda Pública e Autarquias da Comarca de Belo Horizonte 1 de 5 16/10/2017 13:31 PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE MINAS GERAIS COMARCA DE BELO HORIZONTE 1ª Vara da Fazenda Pública e Autarquias da Comarca de Belo Horizonte Avenida Raja Gabaglia, 1753, Luxemburgo,

Leia mais

Art Cabe agravo de instrumento contra as decisões interlocutórias que versarem sobre:

Art Cabe agravo de instrumento contra as decisões interlocutórias que versarem sobre: PUC-GOIÁS PRÁTICA JURÍDICA IV AS TURMA A01-2017-2 Professora: Leônia Machado Pimenta Bueno AGRAVOS - ORIENTAÇÕES No CPC/1973, existiam quatro agravos: agravo de instrumento, agravo retido, agravo regimental

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Quinta Câmara Criminal

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Quinta Câmara Criminal Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Quinta Câmara Criminal Agravo em Execução nº 0060927-73.2013.8.19.0000 Relator: Desembargador Paulo de Oliveira Lanzellotti Baldez Agravante:

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO THIHI 1NAL DE JUSTIÇA DE SÂO PAULO A C S S Ã & S À O MONOÇRÀT.CA REGISTRADOS) SOB N" Vistos, relatados e discutidos estes autos de Habeas Corpus n* 9S0.10.305187-4,

Leia mais

Francisco Kléristom Farias Cardoso

Francisco Kléristom Farias Cardoso Página 1 AGRAVO DE INSTRUMENTO NO PROCESSO TRABALHISTA Francisco Kléristom Farias Cardoso e-mail não disponível Data criação: 17.07.2002 Data publicação: 16.09.2002 1. INTRODUÇÃO O Juiz ao apreciar os

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 5 RELATOR PACTE.(S) IMPTE.(S) PROC.(A/S)(ES) COATOR(A/S)(ES) : MIN. MARCO AURÉLIO :JOSÉ AURÉLIO CASEMIRO JUNIOR :SUPERIOR TRIBUNAL MILITAR CRIME MILITAR

Leia mais

Gilberto Goulart P inheiro Advogado -O AB

Gilberto Goulart P inheiro Advogado -O AB EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA DA INFÂNCIA E DA JUVENTUDE E ANEXOS DO FORO DA COMARCA DE ITAJAÍ/SC. Autos:... Ref: MANDADO DE SEGURANÇA C/C ANTECIPAÇÃO DE TUTELA Preparo: JUSTIÇA

Leia mais

ALEGAÇÕES FINAIS POR MEMORIAIS

ALEGAÇÕES FINAIS POR MEMORIAIS ALEGAÇÕES FINAIS POR MEMORIAIS ALEGAÇÕES FINAIS POR MEMORIAIS EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA XX VARA CRIMINAL DA COMARCA DE CURITIBA / PR. Pular 3 linhas Processo n Pular 10 linhas JORGE,

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO HERMAN BENJAMIN DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL

EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO HERMAN BENJAMIN DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO HERMAN BENJAMIN DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL Urgente AIJE n. Ementa: Juntada de documentos e pedido de expedição de oficio ao Ministério Público por crime de falso testemunho

Leia mais

Prática Processual Penal

Prática Processual Penal Material Teórico Prática Processual Penal Aula 1 Elementos fundamentais na prática penal; Elaboração da peça prática no processo penal. Conteudista Responsável: Prof. Ms. Wagner Antonio Alves cod PratProcessPenalCDSG1109_a01

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça HABEAS CORPUS Nº 293.979 - MG (2014/0104367-7) RELATOR IMPETRANTE ADVOGADO IMPETRADO PACIENTE : MINISTRO GURGEL DE FARIA : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MINAS GERAIS : ANDRÉ LUÍS ALVES DE MELO : TRIBUNAL

Leia mais

Comprova, ao final, o preparo recursal.

Comprova, ao final, o preparo recursal. MERITÍSSIMO JUIZ DE DIREITO DO QUARTO JUÍZO CÍVEL DA COMARCA DE UBERABA/MINAS GERAIS. Autos nº. Quarta Secretaria Cível Recurso de apelação BANCO XXXXX., já qualificado nos autos epigrafados da AÇÃO MONITÓRIA

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Nº 25.662/CS HABEAS CORPUS N. 135.921 SANTA CATARINA IMPETRANTE: EUNICE ANISETE DE SOUZA TRAJANO E OUTRO(A/S) PACIENTE: PEDRO FERNANDES GUERREIRO JUNIOR COATOR: SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA RELATORA: MINISTRA

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR MINISTRO RELATOR DA TURMA DO COLENDO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA RECURSO ESPECIAL N.

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR MINISTRO RELATOR DA TURMA DO COLENDO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA RECURSO ESPECIAL N. EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR MINISTRO RELATOR DA TURMA DO COLENDO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA RECURSO ESPECIAL N. A, devidamente qualificado, por seu advogado infra-assinado, nos autos do Recurso Especial

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 5 RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) : MIN. CELSO DE MELLO :DIEGO HENRIQUE SILVA :GUSTAVO ADOLFO LEMOS PEREIRA DA SILVA :RELATOR DO HC Nº 372.814

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça HABEAS CORPUS Nº 237.574 - SP (2012/0063770-6) RELATORA IMPETRANTE IMPETRADO PACIENTE : MINISTRA LAURITA VAZ : FLÁVIO CARDOSO DE OLIVEIRA : TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO : CLAUDIA MANSANO

Leia mais

Pós Penal e Processo Penal. Legale

Pós Penal e Processo Penal. Legale Pós Penal e Processo Penal Legale EMBARGOS DE DECLARAÇÃO Recursos embargos de declaração Cabem embargos de declaração (ou declaratórios) da sentença ou acórdão omisso, contraditório, ambíguo, obscuro Recursos

Leia mais

VISTOS, RELATADOS E DISCUTIDOS

VISTOS, RELATADOS E DISCUTIDOS 5 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR JOÃO BENEDITO DA SILVA ACÓRDÃO HABEAS CORPUS N" 029.2008.000528-2/002 Comarca de Cruz do Espírito Santo Relator : Exmo.

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO GILMAR MENDES DO EGRÉGIO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO GILMAR MENDES DO EGRÉGIO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO GILMAR MENDES DO EGRÉGIO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL RECURSO EXTRAORDINÁRIO Nº 635.659 SP Recorrente: Francisco Benedito de Souza Repres.: Defensoria Pública do Estado de São

Leia mais

LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO ACIDENTÁRIO

LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO ACIDENTÁRIO LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO ACIDENTÁRIO Agravo de Instrumento / Embargos no TST/ Recurso Extraordinário Professor: Rogério Martir Doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais, Advogado militante e especializado

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0145.14.044695-9/002 Númeração 0823209- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Pedro Bernardes Des.(a) Pedro Bernardes 26/05/0015 19/06/2015 EMENTA: AGRAVO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO Registro: 2017.0000281166 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1000011-17.2016.8.26.0595, da Comarca de Serra Negra, em que é apelante

Leia mais

XVI - RECURSO EM SENTIDO ESTRITO

XVI - RECURSO EM SENTIDO ESTRITO RELATOR : DESEMBARGADORA FEDERAL VICE PRESIDENTE RECORRENTE : MINISTERIO PUBLICO FEDERAL RECORRIDO : EDSON ANTONIO DE OLIVEIRA ADVOGADO : NASCIMENTO ALVES PAULINO E OUTRO ORIGEM : PRIMEIRA VARA FEDERAL

Leia mais

Relação de peças Ao longo das aulas, no Exame Final, faremos mais de 50 peças profissionais, porque, como não trabalharemos com apostas e adivinhações, preferimos fazer uma abordagem mais ampla para deixar

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RELATOR : MIN. EROS GRAU PACIENTE(S) : ALFREDO ANTONIO CANEVER IMPETRANTE(S) : WALTER BORGES CARNEIRO COATOR(A/S)(ES) : TURMA RECURSAL ÚNICA DO JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL DE CURITIBA EMENTA: HABEAS CORPUS.

Leia mais

A DESBUROCRATIZAÇÃO DO PROCESSO CIVIL *

A DESBUROCRATIZAÇÃO DO PROCESSO CIVIL * A DESBUROCRATIZAÇÃO DO PROCESSO CIVIL * SÁLVIO DE FIGUEIREDO TEIXEIRA** Ministro do Superior Tribunal de Justiça ATHOS GUSMÃO CARNEIRO*** Ministro do Superior Tribunal de Justiça JUSTIFICATIVA Excetuando-se

Leia mais

PI juízo de admissibilidade (negativo) sentença 485, I, CPC (sem a citação).

PI juízo de admissibilidade (negativo) sentença 485, I, CPC (sem a citação). 1) Juca propôs ação de cobrança, pelo procedimento comum, em face de Marcio. Ocorre que, de plano, a ação foi extinta sem resolução de mérito, nos termos do artigo 485 do Código de Processo Civil, sem

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça HABEAS CORPUS Nº 173.928 - MG (2010/0094429-2) RELATOR : MINISTRO NAPOLEÃO NUNES MAIA FILHO EMENTA HABEAS CORPUS. EXECUÇÃO PENAL. LATROCÍNIO. 20 ANOS DE RECLUSÃO, EM REGIME INICIAL FECHADO. PRISÃO DOMICILIAR.

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo ACÓRDÃO Registro: 2013.0000621370 Vistos, relatados e discutidos estes autos do Habeas Corpus nº 0185354-50.2013.8.26.0000, da Comarca de Guarulhos, em que é impetrante/paciente ERENILTON CHAVES ALVES.

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 130.215 - RS (1997/0030416-7) RELATOR RECORRENTE RECORRIDO ADVOGADO : MINISTRO PAULO MEDINA : UNIÃO : ELISA SALENAVE SILVA : ALFREDO GOLTZ E OUTRO EMENTA RECURSO ESPECIAL. SERVIDOR

Leia mais

LEGALE FORMAÇÃO DO ADVOGADO ATÉ 2 ANOS DE OAB

LEGALE FORMAÇÃO DO ADVOGADO ATÉ 2 ANOS DE OAB LEGALE FORMAÇÃO DO ADVOGADO ATÉ 2 ANOS DE OAB Recurso de Revista / Embargos no TST / Professor: Rogério Martir Recurso Extraordinário Doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais, Advogado militante e especializado

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR... DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE...

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR... DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE... EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR... DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE......... (nome completo),... (nacionalidade),... (estado civil), Advogado devidamente inscrito na Ordem dos Advogados do

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA. ªVARA... DO FORO...

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA. ªVARA... DO FORO... EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA. ªVARA... DO FORO...... (nome completo),...(nacionalidade),...(estado civil),...(profissão), portador da cédula de identidade RG nº..., inscrito no CPF/MF

Leia mais

I - R E L A T Ó R I O

I - R E L A T Ó R I O Acórdão 2a Turma INTEGRAÇÃO DAS HORAS EXTRAS AO 13º SALÁRIO. A Lei nº 4090/62, em seu artigo 1º, 1º, dispõe que a gratificação natalina corresponderá a 1/12 da remuneração devida em dezembro, multiplicada

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO: Um Novo Modelo

AGRAVO DE INSTRUMENTO: Um Novo Modelo AGRAVO DE INSTRUMENTO: Um Novo Modelo SÁLVIO DE FIGUEIREDO TEIXEIRA* Ministro do Superior Tribunal de Justiça, Juiz do Tribunal. Alçada de Minas Gerais e Diretor da Rev. de Julgados do TAMG 1.CONSIDERAÇÕES

Leia mais

1. A Evolução do MS no Sistema Constitucional Direito Líquido e Certo a Evolução Conceitual... 24

1. A Evolução do MS no Sistema Constitucional Direito Líquido e Certo a Evolução Conceitual... 24 XXSUMÁRIO Nota Á 4ª Edição... 13 Nota à 3ª Edição... 15 Nota à 2ª Edição... 17 Nota à 1ª Edição... 19 Abreviaturas e Siglas... 21 01 Notícia Histórica Utilização do MS no Ordenamento Jurídico Brasileiro

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça HABEAS CORPUS Nº 159.858 - SP (2010/0008357-5) RELATORA IMPETRANTE IMPETRADO PACIENTE : MINISTRA LAURITA VAZ : ORIVALDO DE SOUSA GINEL JUNIOR - DEFENSOR PÚBLICO : TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 125 Registro: 2016.0000104672 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1029695-32.2014.8.26.0053, da Comarca de, em que é apelante, é apelado FAZENDA DO ESTADO DE SÃO PAULO.

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça DESIS no RECURSO ESPECIAL Nº 1.149.398 - DF (2009/0136016-5) RELATOR : MINISTRO MAURO CAMPBELL MARQUES REQUERENTE : ARROZELLA ARROZEIRA TURELLA LTDA ADVOGADO : ÉDISON FREITAS DE SIQUEIRA E OUTRO(S) REQUERIDO

Leia mais

TJ - SP Processo Penal NILMAR DE AQUINO

TJ - SP Processo Penal NILMAR DE AQUINO TJ - SP Processo Penal NILMAR DE AQUINO 1)Cabe recurso de apelação das decisões em que a) julgarem procedentes as exceções, salvo a de suspeição b) decretar a prescrição ou julgar, por outro modo, extinta

Leia mais

SUMÁRIO A ȃ.!... A ȃ.x.! A...

SUMÁRIO A ȃ.!... A ȃ.x.! A... SUMÁRIO... 23 1. ANTECEDENTES HISTÓRICOS DA FUNÇÃO DE ADVOGADO... 23 2. O ADVOGADO NA CONSTITUIÇÃO FEDERAL... 24 3. LEI DE REGÊNCIA DA CARREIRA DE ADVOGADO E A ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL... 24 3.1.

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça HABEAS CORPUS Nº 301.063 - SP (2014/0196877-0) RELATOR IMPETRANTE ADVOGADO IMPETRADO PACIENTE : MINISTRO GURGEL DE FARIA : DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE SÃO PAULO : PAULO RICARDO DE DIVITIIS FILHO :

Leia mais

ANEXO I MODELO DE REQUERIMENTO PARA INSCRIÇÃO PRELIMINAR

ANEXO I MODELO DE REQUERIMENTO PARA INSCRIÇÃO PRELIMINAR ANEXO I MODELO DE REQUERIMENTO PARA INSCRIÇÃO PRELIMINAR EXMO SR. DESEMBARGADOR PRESIDENTE DA COMISSÃO DO CONCURSO C-318 PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO DA 8ª REGIÃO Nome: Pai:

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS... 19

SUMÁRIO CAPÍTULO 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS... 19 SUMÁRIO CAPÍTULO 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS... 19 Processo X Procedimento... 19 O Procedimento Comum no Processo de Conhecimento... 19 Procedimentos Especiais... 20 Atividade Jurisdicional Estrutura... 20

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2017.0000269595 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1004024-43.2016.8.26.0568, da Comarca de São João da Boa Vista, em que é apelante OMNI S/A CRÉDITO, FINANCIAMENTO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2016.0000121654 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Execução Penal nº 9000062-43.2015.8.26.0071, da Comarca de Bauru, em que é agravante NILVAIR APARECIDO FRUTUOSO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça HABEAS CORPUS Nº 152.806 - RS (2009/0218681-9) RELATORA IMPETRANTE IMPETRADO PACIENTE : MINISTRA LAURITA VAZ : ADRIANA HERVÉ CHAVES BARCELLOS - DEFENSORA PÚBLICA : TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR MNISTRO EDSON FACCHIN, DIGNÍSSIMO REDATOR DESIGNADO NO ARE Nº

EXCELENTÍSSIMO SENHOR MNISTRO EDSON FACCHIN, DIGNÍSSIMO REDATOR DESIGNADO NO ARE Nº EXCELENTÍSSIMO SENHOR MNISTRO EDSON FACCHIN, DIGNÍSSIMO REDATOR DESIGNADO NO ARE Nº 851.109 REFERÊNCIA: AGRAVO EM RECURSO EXTRAORDINÁRIO Nº 851.109 LUIZ ESTEVÃO DE OLIVEIRA NETO, por seu advogado, nos

Leia mais

OS RECURSOS DE INCONSTITUCIONALIDADE PARA O TRIBUNAL CONSTITUCIONAL. Tribunal Constitucional, seminário 2013

OS RECURSOS DE INCONSTITUCIONALIDADE PARA O TRIBUNAL CONSTITUCIONAL. Tribunal Constitucional, seminário 2013 OS RECURSOS DE INCONSTITUCIONALIDADE PARA O TRIBUNAL CONSTITUCIONAL S Plano de apresentação S I. INTRODUÇÃO S II. RECURSO ORDINÁRIO DE INCONSTITUCIONALIDADE S III. RECURSO EXTRAORDINÁRIO S IV. REGIME COMPARADO

Leia mais

CJEB - Curso Jurídico Prof.ª Elaine Borges Prática Penal

CJEB - Curso Jurídico Prof.ª Elaine Borges Prática Penal REQUERIMENTO DE RELAXAMENTO DE PRISÃO EM FLAGRANTE DICA: O problema vai falar que não é caso de habeas Corpus, e nem de liberdade provisória, e o candidato deve examinar as normas do flagrante, pois no

Leia mais

R E C U R S O O R D I N Á R I O

R E C U R S O O R D I N Á R I O R E C U R S O O R D I N Á R I O HIPÓTESES DE CABIMENTO... 1 ESTRUTURA DO RECURSO ORDINÁRIO... 4 ANÁLISE DOS TÓPICOS DO RECURSO ORDINÁRIO... 7 FOLHA DE ROSTO DO RECURSO ORDINÁRIO... 7 FOLHA DE RAZÕES DO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça HABEAS CORPUS Nº 179.446 - PR (2010/0129628-4) RELATOR IMPETRANTE IMPETRADO PACIENTE : MINISTRO GILSON DIPP : FÁBIO APARECIDO FRANZ : TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ : JULIANO DE OLIVEIRA DOS SANTOS

Leia mais

RECURSO EXTRAORDINÁRIO E RECURSO ESPECIAL I e II Nº

RECURSO EXTRAORDINÁRIO E RECURSO ESPECIAL I e II Nº RECURSO EXTRAORDINÁRIO N 0029634-19.2012.8.19.0001 Recorrente: ESTADO DO RIO DE JANEIRO Recorridos: FARID HABIB E OUTRO RECURSO ESPECIAL Nº 0029634-19.2012.8.19.0001 Recorrente: ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 668.162 - RS (2004/0082719-7) RELATOR : MINISTRO FELIX FISCHER RECORRENTE : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL RECORRIDO : FERNANDO DA SILVA MATOS ADVOGADO : NESY MARINA

Leia mais

MANUAL DO AGRAVO DE INSTRUMENTO

MANUAL DO AGRAVO DE INSTRUMENTO MANUAL DO AGRAVO DE INSTRUMENTO (2ª Edição Revisada e Atualizada) Roberto Ignácio dos Santos Seção Judiciária do Rio de Janeiro Hylton Pereira Assessor da Coordenação-Geral do Conselho da Justiça Federal

Leia mais

MEDIDA CAUTELAR NO HABEAS CORPUS SÃO PAULO RELATOR :MIN. LUIZ FUX PACTE.(S) :GERSINO DONIZETE DO PRADO IMPTE.(S) :MARCO AURELIO PINTO

MEDIDA CAUTELAR NO HABEAS CORPUS SÃO PAULO RELATOR :MIN. LUIZ FUX PACTE.(S) :GERSINO DONIZETE DO PRADO IMPTE.(S) :MARCO AURELIO PINTO MEDIDA CAUTELAR NO HABEAS CORPUS 140.213 SÃO PAULO RELATOR :MIN. LUIZ FUX PACTE.(S) :GERSINO DONIZETE DO PRADO IMPTE.(S) :MARCO AURELIO PINTO FLORENCIO FILHO E OUTRO(A/S) COATOR(A/S)(ES) : SUPERIOR TRIBUNAL

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. MÓDULO II 1. Regras de competência 2. Procedimento 3. Pedidos 4. Recurso Ordinário Constitucional

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. MÓDULO II 1. Regras de competência 2. Procedimento 3. Pedidos 4. Recurso Ordinário Constitucional CONTEÚDO PROGRAMÁTICO MÓDULO II 1. Regras de competência 2. Procedimento 3. Pedidos 4. Recurso Ordinário Constitucional 1. REGRAS DE COMPETÊNCIA O habeas corpus deve ser interposto à autoridade judicial

Leia mais

OAB 2ª Fase Direito Constitucional Meta 8 Cristiano Lopes

OAB 2ª Fase Direito Constitucional Meta 8 Cristiano Lopes OAB 2ª Fase Direito Constitucional Meta 8 Cristiano Lopes 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. META 8 LEITURA OBRIGATÓRIA Legislação: CF, art. 5 o, LXIX e LXX;

Leia mais