O TRATAMENTO PROFISSIONAL DA HIPERSENSIBILIDADE.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O TRATAMENTO PROFISSIONAL DA HIPERSENSIBILIDADE."

Transcrição

1 O TRATAMENTO PROFISSIONAL DA HIPERSENSIBILIDADE. VOCÊ RESOLVENDO O PROBLEMA DO SEU PACIENTE. CONTÉM NANO- HIDROXIAPATITA Pasta Dessensibilizante e Remineralizante AF. folder 40x7 nano p.indd 6/6/0 :40:49 AM

2 hipersensibilidade dentinária Recessão gengival Nano-hidroxiapatita Como ocorre a dor Calor, frio, bebidas e alimentos cítricos, doces, ar e pressão são estímulos que podem causar a movimentação de fluidos nos túbulos dentinários, aumentando a pressão dentro dos túbulos, o que estimula os nervos do interior do dente, provocando a dor. Como Desensibilize Nano P oblitera os túbulos As nanopartículas de hidroxiapatita se depositam nos túbulos dentinários obliterando-os, o que dificulta o acesso de estímulos externos à polpa e elimina a sintomalogia dolorosa. Eficácia e longevidade do tratamento A obliteração dos túbulos é potencializada/estabilizada pela ação da saliva sobre as nanopartículas de hidroxiapatita. Essa obliteração permanece intacta mesmo após a exposição a ácidos. Ação da saliva Remineralização dental Microtrincas/porosidades em esmalte Como Desensibilize Nano P remineraliza As nanopartículas de hidroxiapatita penetram no dente, integrando-se a ele e atuando como um sistema de reposição e liberação de íons cálcio e fosfato, com resistência ácida semelhante à da hidroxiapatita do dente natural. Eficácia e longevidade do tratamento As nanopartículas de hidroxiapatita restauram a microestrutura, a composição química dos dentes e sua funcionalidade. Ação remineralizante AF. folder 40x7 nano p.indd 6/6/0 :40:5 AM

3 O que é a tecnologia nano p Nano P é a inovadora tecnologia de nanopartículas de fosfato de cálcio, que visa trazer bioatividade aos materiais odontológicos. vantagens da tecnologia nano p CONTÉM NANOPARTíCULAS DE HIDROXIAPATITA, O MESMO MINERAL QUE COMPÕE O DENTE 5 LIBERAÇÃO DE CÁLCIO E FOSFATO BIOCOMPATIBILIDADE 6 RESISTÊNCIA À SOLUBILIDADE 3 BIOATIVIDADE 4 EXCELENTE PENETRAÇÃO NOS TÚBULOS DE DENTINA E NAS MICROTRINCAS EM ESMALTE 7 EFETIVIDADE E LONGEVIDADE 8 TECNOLOGIA 00% NACIONAL desensibilize nano p, com a exclusiva tecnologia nano p Desensibilize Nano P é uma pasta bifuncional desenvolvida para tratar de maneira eficaz e duradoura a hipersensibilidade dentinária e remineralizar a estrutura dental. Desensibilize Nano P contém a exclusiva tecnologia Nano P, baseada em fosfato de cálcio nanoestruturado, na forma de nanopartículas de hidroxiapatita, que funcionam de forma biocompatível na obliteração dos túbulos dentinários expostos, nas microtrincas em esmalte e na remineralização da estrutura dental, restaurando a microestrutura, a composição química e a funcionalidade do dente. As nanopartículas de hidroxiapatita apresentam uma maior bioatividade, pois seu pequeno diâmetro e sua morfologia aumentam sua área superficial, sua capacidade de hidratação e molhabilidade, permitindo que elas liberem íons cálcio e fosfato ao dente nas concentrações e velocidade adequadas. Dessa maneira, a presença de nano-hidroxiapatita confere propriedades diferenciadas e inovadoras ao Desensibilize Nano P. O efeito dessensibilizante e remineralizante de Desensibilize Nano P é potencializado ao longo do tempo pela ação da saliva sobre as nanopartículas de hidroxiapatita presentes no produto. Ela atua promovendo a adesão entre as nanopartículas e sua integração ao dente. AF. folder 40x7 nano p.indd 3 6/6/0 :40:55 AM

4 Indicações Desensibilize Nano P é uma pasta de alto desempenho, de uso profissional, indicada para: tratamento de hipersensibilidade; prevenção de lesão cariosa em pacientes de alto risco; auxíli na prevenção do desgaste dental por erosão e abrasão; remineralização de lesões de manchas brancas, descalcificação ortodôntica, pré e pós-clareamento dental. tratamento efetivo e duradouro apresentação seringa com 3 g de produto e 5 ponteiras aplicadoras. AF. folder 40x7 nano p.indd 4 6/6/0 :4:03 AM

5 dessensibilização por obliteração VEJA COMO FUNCIONA: o novo Desensibilize Nano P contém a nova tecnologia Nano P, baseada em nanopartículas de hidroxiapatita. Sua ação dessensibilizante ocorre por dois mecanismos: EFEITO FÍSICO: por ser nanométrica, a hidroxiapatita penetra com maior facilidade no interior dos túbulos dentinários e das microtrincas em esmalte, o que dificulta o acesso dos estímulos externos causadores da dor. EFEITO QUÍMICO: a presença de nitrato de potássio potencializa a dessensibilização por despolarização das fibras nervosas; a presença de flúor complementa este efeito dessensibilizante. Túbulos dentinários abertos ANTES do tratamento com o Desensibilize Nano P, podendo causar sensibilidade pela exposição a ácidos, ao frio/calor, ao ar, ao toque. Túbulos dentinários FECHADOS após o tratamento com Desensibilize Nano P, bloqueando a difusão dos estímulos causadores da dor. 3 4 Nano-hidroxiapatita + saliva: dessensibilização com resistência à dissolução ácida e ao desgaste por escovação. A obliteração dos túbulos dentinários permanece INTACTA mesmo APÓS A EXPOSIÇÃO A ÁCIDOS. A obliteração dos túbulos dentinários permanece INTACTA mesmo APÓS O DESGASTE POR ESCOVAÇÃO. AF. folder 40x7 nano p.indd 5 6/6/0 :4:05 AM

6 TRATAMENTO EFETIVO E DURADOURO DA SENSIBILIDADE DENTAL CLINICAMENTE COMPROVADO Estudos clínicos demonstram que Desensibilize Nano P promove: ALÍVIO da sensibilidade IMEDIATAMENTE após aplicação única do produto, sendo que esse efeito é POTENCIALIZADO AO LONGO DAS PRIMEIRAS 48 HORAS PELA AÇÃO DA SALIVA SOBRE AS NANOPARTÍCULAS DE HIDROXIAPATITA; TRATAMENTO EFETIVO e DURADOURO da sensibilidade. % de dentes em cada nível de sensibilidade 00 Severa 00% 4 dentes Severa 5% Média 54,6% Leve 8,33% Nula,5% Severa,5% Média 4,6% Leve 6,5% Nula 0,83% Alívio de 80% da sensibilidade após a primeira aplicação e de 90% após a segunda aplicação. 0 Início Imediatamente após a ª aplicação Imediatamente após a ª aplicação % de dentes em cada nível de sensibilidade 00 Média 00% 9 dentes Média,05% Leve 68,4% Média 0,5% Leve 57,89% Nula 3,57% 0 Início Nula 0,5% Imediatamente após a ª aplicação Imediatamente após a ª aplicação Ação dessensibilizante do Desensibilize Nano P ao longo do tratamento para os dentes que apresentaram hipersensibilidade inicial severa ou média (moderada). Cortesia da Dra. Constanza Odebrecht e colababoradores da Universidade do Vale do Itajaí SC. AF. folder 40x7 nano p.indd 6 6/6/0 :4:08 AM

7 EFETIVA AÇÃO REMINERALIZANTE VEJA COMO FUNCIONA: A ação remineralizante do Desensibilize Nano P ocorre por dois mecanismos: EFEITO FÍSICO: as nanopartículas de hidroxiapatita penetram nas porosidades e microtrincas em esmalte, integrando-se facilmente ao dente, que também é composto por hidroxiapatita. Elas reparam suas deficiências, mimetizando-o funcionalmente por atuar como um sistema de liberação de íons cálcio e fosfato, essencial para a manutenção do balanço mineral do dente nas condições de desmineralização. EFEITO QUÍMICO: a presença de ppm de flúor inibe a atividade cariogênica das bactérias e previne a desmineralização. 00 Recuperação de 70% da dureza Recuperação da dureza do esmalte (%) c c c b,c b,c b b a a 0 c c c Controle CPP-ACP Flúor em Gel Verniz Fluoretado FluorCare (FGM) Desensibilize Nano P (FGM) Potencial remineralizante do Desensibilize Nano P sobre a superfície de esmalte bovino acometida por lesão de cárie artificial e submetida à ciclagem de ph (des- e remineralização) por sete dias. Letras diferentes mostram diferença estatística (p<0,05). Estudos laboratoriais demonstram que Desensibilize Nano P promove: RECUPERAÇÃO de 70% da DUREZA do esmalte acometido por cárie. O EFEITO MÁXIMO já pode ser observado entre a ª e a 3ª aplicação do produto. 3 O EFEITO remineralizante é POTENCIALIZADO ao longo dos dias PELA AÇÃO DA SALIVA sobre as nanopartículas de hidroxiapatita. 4 REMINERALIZAÇÃO EFETIVA E DURADOURA. AF. folder 40x7 nano p.indd 7 6/6/0 :4:08 AM

8 Prevenção do desgaste dental por erosão e abrasão VEJA COMO FUNCIONA: Sua ação na prevenção da erosão e da abrasão dental ocorre por dois mecanismos: EFEITO FÍSICO: as nanopartículas de hidroxiapatita penetram nas porosidades e nas microtrincas em esmalte e em dentina, integrando-se facilmente ao dente e atuando como um sistema de liberação de íons cálcio e fosfato nas condições de desmineralização erosiva e abrasão. EFEITO QUÍMICO: a presença de ppm previne a desmineralização. ESTUDOS LABORATORIAIS DEMONSTRAM QUE DESENSIBILIZE NANO P É EFETIVO NA PREVENÇÃO DO DESGASTE DENTAL POR EROSÃO E ABRASÃO. 6 Esmalte Desgaste da estrutura de esmalte (μm) b a a 0 Controle Mi Paste Plus (GC America) Desensibilize Nano P (FGM) 9 Dentina Desgaste da estrutura de dentina (μm) b b a 0 Controle Mi Paste Plus (GC America) Desensibilize Nano P (FGM) Desgaste da estrutura de esmalte (a) e dentina (b) bovino (μm)) após desmineralização erosiva e abrasão, por cinco dias. Letras diferentes indicam diferença estatística (p<0,05). Dados cedidos por Souza-e-Silva CM, Moron BM, Cardoso CAB, Magalhães AC, Buzalaf MAR, da Faculdade de Odontologia de Bauru USP. AF. folder 40x7 nano p.indd 8 6/6/0 :4: AM

9 PASSO A PASSO Limpar a superfície do dente e realizar isolamento relativo. Se necessário, conduza profilaxia prévia. Dispensar o produto em um pote Dappen estéril e aplicá-lo sobre a superfície dental com um microaplicador (Cavibrush FGM), ou aplicá-lo diretamente sobre a superfície dental com uma ponta aplicadora. 3 4 Com um disco de feltro adaptado em baixa rotação com velocidade baixa (Diamond Flex FGM), friccionar o produto durante 0 segundos. Deixar o produto em repouso durante 5 minutos. 5 Remover excesso do produto com um algodão ou gaze seca ou levemente umedecida. Instruir o paciente a abster-se de alimentos sólidos ou líquidos por 30 minutos. Para maiores informações, vide perfil técnico disponível para download em nosso site. Em caso de dúvida, consulte nosso suporte técnico: ou pelo telefone AF. folder 40x7 nano p.indd 9 6/6/0 :4:8 AM

10 Perguntas e Respostas Por que a aplicação do Desensibilize Nano P traz mais benefícios ao processo de remineralização quando comparada à aplicação de outros produtos convencionais à base de fluoreto? Quando um produto convencional à base de fluoreto é aplicado sobre a superfície dental, há a formação de fluoreto de cálcio CaF sobre a superfície. Este CaF é inicialmente estabilizado por proteínas e fosfatos salivares em ph neutro. Entretanto, por ocasião da queda do ph durante desafios ácidos, o CaF se dissolve liberando Ca e F -, os quais irão efetivamente contribuir para a reorganização dos cristais de hidroxiapatita do dente em fluorapatita, que podem então atuar de maneira estável na proteção do dente contra a cárie. Quando aplicamos o Desensibilize Nano P sobre a superfície do dente, estamos oferecendo nano-hidroxiapatita à superfície dental e, como sabemos, a hidroxiapatita é a forma cristalina, organizada de fosfato de cálcio, que compõe o dente natural, estável à dissolução. Assim, ao aplicarmos Desensibilize Nano P, já oferecemos ao dente um pouco mais dele mesmo, facilitando a interação entre o dente e o produto e aumentando a probabilidade de formação de fluorapatita, amplificando o potencial remineralizador do produto. Em adição, como a nano-hidroxiapatita presente no Desensibilize Nano P é altamente resistente à dissolução, ao se depositar sobre o dente, ela protegerá a hidroxiapatita do dente contra a dissolução. Em média, quantas sessões são necessárias para se promover a remineralização dos dentes com o produto? Estudos laboratoriais indicam que a partir de duas aplicações do Desensibilize Nano P seu efeito remineralizante máximo já pode ser observado. Baseados nesses estudos, para uma maior segurança do protocolo clínico de aplicação do produto, recomendamos de 3 a 4 aplicações do Desensibilize Nano P quando a finalidade é a remineralização da superfície dental. 3 Em média, quantas sessões são necessárias para dessensibilização com o produto? O número de sessões pode variar, porém estudos clínicos conduzidos (vide perfil técnico) indicam que em média 3 sessões são suficientes para o tratamento eficaz e duradouro da sensibilidade dental. AF. folder 40x7 nano p.indd 0 6/6/0 :4: AM

11 4 O Desensibilize Nano P é efetivo na prevenção de hipersensibilidade dental associada ao clareamento dental? Até o momento, não há dados conclusivos que indiquem que a aplicação do Desensibilize Nano P é efetiva na prevenção de hipersensibilidade associada ao clareamento dental. No entanto, a aplicação do produto após o clareamento pode contribuir para a remineralização da superfície do esmalte, e ainda ampliar a sensação de clareamento por promover a planificação da superfície dental. 5 A aplicação do Desensibilize Nano P previamente ao clareamento dental pode prejudicar o processo de clareamento? Como o Desensibilize Nano P é composto por nano-hidroxiapatita, que é o principal constituinte do esmalte dental, a aplicação do produto não interfere no processo de clareamento. Ao contrário, poderemos ter uma complementação da sensação de clareamento pelo fato de o produto poder promover a planificação da superfície dental. 6 Por se tratar de um produto com nanopartículas, pode haver risco para o paciente no caso de ingestão do Desensibilize Nano P? Estudos laboratoriais com cultura de células mostram que as nanopartículas de hidroxiapatita presentes no Desensibilize Nano P não são tóxicas para as células, o que traz segurança diante de uma situação de ingestão do produto. Outro fator que traz segurança à aplicação do Desensibilize Nano P é o fato de ele liberar íons cálcio e fosfato quando solubilizado, e estes íons já são regulados (fazem parte) pelo metabolismo normal do indivíduo. O maior cuidado associado à ingestão do Desensibilize Nano P deve ser pela presença de flúor, que, se ingerido em altas doses, pode ser tóxico. Desensibilize Nano P contém ppmf e, por isso, sua indicação é para uso profissional apenas. AF. folder 40x7 nano p.indd 6/6/0 :4:4 AM

12 Hipersensibilidade Dentinária? Como ocorre a dor Calor, frio, bebidas e alimentos cítricos, doces, ar e pressão são estímulos que podem causar a movimentação de fluidos nos túbulos dentinários, aumentando a pressão dentro deles, o que estimula os nervos do interior do dente, provocando a dor. Agente Dessensibilizante e Remineralizante tratamento efetivo e duradouro. Seu Paciente Agradece twitter.com/fgmwhiteness youtube.com/fgmprodutosodonto AF. folder 40x7 nano p.indd 6/6/0 :4:30 AM

Clinical Update Publicação de Atualização Profissional da Dentsply Brasil

Clinical Update Publicação de Atualização Profissional da Dentsply Brasil Enforce - Sistema Multiuso de Cimentação Adesiva, com Flúor Desde que foi lançado no Brasil, o sistema de cimentação adesiva Enforce com Flúor passou a fazer parte do dia-adia dos profissionais que realizam

Leia mais

YOTUEL ALL IN ONE. Instruções de uso: Escovar os dentes 3 vezes por dia, durante 3 minutos.

YOTUEL ALL IN ONE. Instruções de uso: Escovar os dentes 3 vezes por dia, durante 3 minutos. YOTUEL ALL IN ONE Dentífrico branqueador para a higiene dentária Yotuel All In One é o primeiro dentífrico com peróxido de carbamida, para uso diário, que ajuda a proteger o esmalte dentário das agressões

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE Bioquímica, aula prática, efeito do ph, hidroxiapatita.

PALAVRAS-CHAVE Bioquímica, aula prática, efeito do ph, hidroxiapatita. 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA (X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO (

Leia mais

HIPERSENSIBILIDADE. Pasta Dessensibilizante Colgate Sensitive Pró-Alívio TM com tecnologia Pro-Argin TM

HIPERSENSIBILIDADE. Pasta Dessensibilizante Colgate Sensitive Pró-Alívio TM com tecnologia Pro-Argin TM Pasta Dessensibilizante Colgate Sensitive Pró-Alívio TM com tecnologia Pro-Argin TM HIPERSENSIBILIDADE Produto em processo de aprovação junto à ANVISA www.colgateprofissional.com.br Apresentando Pro-Argin

Leia mais

... que o nervo do dente é chamado Polpa e é responsável pela nutrição e sensibilidade dental?

... que o nervo do dente é chamado Polpa e é responsável pela nutrição e sensibilidade dental? ... que o nervo do dente é chamado Polpa e é responsável pela nutrição e sensibilidade dental?... que os alimentos duros ajudam a limpar os dentes? Eles estimulam o fluxo salivar dificultando a queda de

Leia mais

MILHÕES P O O S A I S O M E N I T M U 8DE SORRISOS. www.fgm.ind.br 0800 644 6100 PROMOÇÕES VÁLIDAS ENQUANTO DURAREM OS ESTOQUES.

MILHÕES P O O S A I S O M E N I T M U 8DE SORRISOS. www.fgm.ind.br 0800 644 6100 PROMOÇÕES VÁLIDAS ENQUANTO DURAREM OS ESTOQUES. MILHÕES 8DE SORRISOS M U I T M U O I T M A I S O M E N P O O S R BRINDES DESCONTOS ECONOMIA QUALIDADE www.fgm.ind.br 0800 644 6100 PROMOÇÕES VÁLIDAS ENQUANTO DURAREM OS ESTOQUES. LEVE AGORA! WHITE CLASS

Leia mais

ESPECIALIDADE MEDICINA DENTÁRIA

ESPECIALIDADE MEDICINA DENTÁRIA ESPECIALIDADE MEDICINA DENTÁRIA Cirurgia Oral A Cirurgia Oral é uma especialidade da Medicina Dentária que inclui o diagnóstico e o tratamento cirúrgico de patologias dos tecidos moles e tecidos duros

Leia mais

! 1. Alterar forma e/ou cor vestibular dos dentes; 2. Realinhar dentes inclinados para lingual. Restaurações estéticas anteriores diretas.

! 1. Alterar forma e/ou cor vestibular dos dentes; 2. Realinhar dentes inclinados para lingual. Restaurações estéticas anteriores diretas. Restaurações estéticas anteriores diretas. O crescente desenvolvimento de materiais resinosos e técnicas adesivas, possibilita o planejamento e execução de restaurações de resina composta na dentição anterior.

Leia mais

GuttaFlow. Não só para obturar, mas também para curar

GuttaFlow. Não só para obturar, mas também para curar GuttaFlow Não só para obturar, mas também para curar Sistema de obturação frio para canais radiculares Guta-percha e selante em uma única aplicação NOVO: Bioatividade para o processo de cura COLTENE O

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS

CATÁLOGO DE PRODUTOS CATÁLOGO DE PRODUTOS ANESTESIA E CIRURGIA SEPTOJECT XL Agulha estéril descartável com maior calibre interno Tribiselada, siliconizada, bisel interno e pré-rosqueada; Indicador de bisel; Menor esforço para

Leia mais

Reabilitação de lesões cervicais não cariosas associadas com hipersensibilidade dentinária empregando resinas compostas nano-híbridas

Reabilitação de lesões cervicais não cariosas associadas com hipersensibilidade dentinária empregando resinas compostas nano-híbridas Reabilitação de lesões cervicais não cariosas associadas com hipersensibilidade dentinária empregando resinas compostas nano-híbridas Autores Paulo Vinícius Soares 1, Guilherme Faria Moura 2, Ramon Correa

Leia mais

USO DO FLÚOR E CONTROLE DA CÁRIE COMO DOENÇA

USO DO FLÚOR E CONTROLE DA CÁRIE COMO DOENÇA 2 USO DO FLÚOR E CONTROLE DA CÁRIE COMO DOENÇA Jaime Aparecido Cury INTRODUÇÃO A Odontologia passou por grandes mudanças conceituais no século XX. Entre elas, uma das mais significativas em termos de saúde

Leia mais

Profilaxia. Verniz de flúor transparente com fluoreto de cálcio e de sódio. Bifluorid 12 em embalagens Single Dose. Indicações: Indicações:

Profilaxia. Verniz de flúor transparente com fluoreto de cálcio e de sódio. Bifluorid 12 em embalagens Single Dose. Indicações: Indicações: Bifluorid 12 Bifluorid 12 Single Dose Verniz de flúor transparente com fluoreto de cálcio e de sódio Bifluorid 12 em embalagens Single Dose Reparação de cerâmica directa Tratamento de hipersensibilidade

Leia mais

Odontologia do Esporte e o atleta de elite

Odontologia do Esporte e o atleta de elite Odontologia do Esporte e o atleta de elite Um guia sobre a importância da boa saúde bucal para aprimorar o desempenho atlético Comissão Médica do COI Agosto 2000 Sempre preocupada com a saúde dos atletas,

Leia mais

AVALIAÇÃO IN SITU DO EFEITO DE DENTIFRÍCIOS COM E SEM FLÚOR ASSOCIADOS OU NÃO À PROFILAXIA PROFISSIONAL COM JATO DE BICARBONATO DE SÓDIO SOBRE A

AVALIAÇÃO IN SITU DO EFEITO DE DENTIFRÍCIOS COM E SEM FLÚOR ASSOCIADOS OU NÃO À PROFILAXIA PROFISSIONAL COM JATO DE BICARBONATO DE SÓDIO SOBRE A AVALIAÇÃO IN SITU DO EFEITO DE DENTIFRÍCIOS COM E SEM FLÚOR ASSOCIADOS OU NÃO À PROFILAXIA PROFISSIONAL COM JATO DE BICARBONATO DE SÓDIO SOBRE A REMINERALIZAÇÃO DO ESMALTE DENTAL SARA NADER MARTA Tese

Leia mais

CÁRIE DENTAL ASPECTOS MICROBIOLÓGICOS

CÁRIE DENTAL ASPECTOS MICROBIOLÓGICOS CÁRIE DENTAL ASPECTOS MICROBIOLÓGICOS Prof. Dr. Cláudio Galuppo Diniz Cárie => decomposição lenta do dente resultante da perda de cristais de hidroxiapatita. Essa dissolução da matriz mineralizada reduz

Leia mais

Nova linha Close Up Diamond Attraction White. Dentes mais brancos * em um instante

Nova linha Close Up Diamond Attraction White. Dentes mais brancos * em um instante Nova linha Close Up Diamond Attraction White Dentes mais brancos * em um instante *O efeito branqueador instantâneo é ótico e temporário, e pode variar de pessoa para pessoa, dependendo da cor inicial

Leia mais

FGM e Odontopediatria

FGM e Odontopediatria FGM e Odontopediatria Juntas cuidando da saúde bucal de bebês, crianças e adolescentes A FGM, referência em produtos odontológicos, tem consciência do seu papel na contribuição da saúde bucal no Brasil

Leia mais

ALTERAÇÕES NA MICRODUREZA DO ESMALTE DENTAL HUMANO TRATADO IN VITRO E IN SITU COM DIFERENTES SISTEMAS CLAREADORES E ESPESSANTES

ALTERAÇÕES NA MICRODUREZA DO ESMALTE DENTAL HUMANO TRATADO IN VITRO E IN SITU COM DIFERENTES SISTEMAS CLAREADORES E ESPESSANTES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO CURSO DE MESTRADO EM ODONTOLOGIA ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM DENTÍSTICA ALTERAÇÕES NA MICRODUREZA DO ESMALTE DENTAL HUMANO TRATADO IN VITRO E IN SITU COM DIFERENTES

Leia mais

3 Alguns fatores estão diretamente relacionados e influenciam o meio ambiente. São fatores físicos, biológicos, mecânicos e químicos.

3 Alguns fatores estão diretamente relacionados e influenciam o meio ambiente. São fatores físicos, biológicos, mecânicos e químicos. História Natural da Doença Urubatan Medeiros Doutor (USP) Professor Titular do Departamento de Odontologia Preventiva e Comunitária UERJ/UFRJ Coordenador da Disciplina de Odontologia Preventiva UFRJ Resumo

Leia mais

Curso de Extensão em Clínica Odontológica Faculdade de Odontologia de Piracicaba - UNICAMP

Curso de Extensão em Clínica Odontológica Faculdade de Odontologia de Piracicaba - UNICAMP Restauração Indireta em Dente Posterior Associando Adesivo e Compósito com Nanopartículas Mario Fernando de Góes Cristiana Azevedo Vinicius Di Hipólito Luís Roberto Martins Cláudio Bragoto Curso de Extensão

Leia mais

Implantes Dentários. Qualquer paciente pode receber implantes?

Implantes Dentários. Qualquer paciente pode receber implantes? Implantes Dentários O que são implantes ósseos integrados? São uma nova geração de implantes, introduzidos a partir da década de 6O, mas que só agora atingem um grau de aceitabilidade pela comunidade científica

Leia mais

Cimentos para cimentação

Cimentos para cimentação Curso de Auxiliar em Saude Bucal - ASB Faculdade de Odontologia - UPF Requisitos de um agente cimentante ideal Cimentos para cimentação Ser adesivo; Ser insolúvel no meio bucal; Permitir bom selamento

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014

PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014 PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014 CARGO E UNIDADES: Odontólogo (Unidade Móvel) Atenção: NÃO ABRA este caderno antes do início da prova. Tempo total para resolução desta prova: 3 (três) horas. I N S T R

Leia mais

Ca C t a álo t g álo o g de Pr de P o r du o t du o t s o

Ca C t a álo t g álo o g de Pr de P o r du o t du o t s o Catálogo de Produtos Unimatrix Sistema de matrizes seccionais pré-formadas, para restaurações de Classe II. Maior facilidade na reconstrução do ponto de contato; A convexidade das matrizes foi especialmente

Leia mais

SMG SILICONES MINAS GERAIS LTDA.

SMG SILICONES MINAS GERAIS LTDA. SMG SILICONES MINAS GERAIS LTDA. SENHOR USUÁRIO, Esperamos que as informações contidas nesse boletim sejam de utilidade em seu processo industrial. Dúvidas aparecerão. Entre em contato com nosso departamento

Leia mais

Marcas Trilon. Informações Técnicas. Especialidades Químicas. Setembro 1998. Edição 1

Marcas Trilon. Informações Técnicas. Especialidades Químicas. Setembro 1998. Edição 1 Informações Técnicas Setembro 1998 Edição 1 = Marca Registrada Marcas Trilon Agentes Sequestrantes rgânicos para a Indústria de detergentes e produtos de limpeza, as Indústrias Químico-Técnicas e outros

Leia mais

CIRURGIAS ORTOGNÁTICAS

CIRURGIAS ORTOGNÁTICAS CIRURGIAS ORTOGNÁTICAS Informações ao paciente Contém: 1. Explicação geral sobre cirurgias ortognáticas, 2. Perguntas e respostas, A cirurgia ortognática, também chamada de ortodontia cirúrgica, é um tipo

Leia mais

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1.NOME DO MEDICAMENTO Corsodyl Dental 2 mg/ml solução para lavagem da boca 2.COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Cada mililitro de Corsodyl Dental solução para

Leia mais

IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO PACIENTE DR. MARCOLINO ANTONIO PELLICANO DR. BENEDITO UMBERTO BUENO

IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO PACIENTE DR. MARCOLINO ANTONIO PELLICANO DR. BENEDITO UMBERTO BUENO IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO PACIENTE DR. MARCOLINO ANTONIO PELLICANO DR. BENEDITO UMBERTO BUENO 1 IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS PORQUE PODEM SER COLOCADOS QUANDO PODEM SER COLOCADOS COMO

Leia mais

Instruções de utilização

Instruções de utilização Instruções de utilização Prime&Bond NT Adesivo Dentário de Nano-Tecnologia Português O Prime&Bond NT é um adesivo dentário auto-activador estudado para cimentar materiais fotopolimerizáveis e materiais

Leia mais

Fazendo de seu sorriso nossa obra de arte

Fazendo de seu sorriso nossa obra de arte TRATAMENTO ENDODÔNTICO Fazendo de seu sorriso nossa obra de arte O D O N T O LO G I A E S T É T I C A R E S TAU R A D O R A O que é tratamento endodôntico? É a remoção do tecido mole que se encontra na

Leia mais

Aura: Um novo conceito restaurador, para simplificar a técnica de uso de resinas compostas. Marcos de Oliveira Barceleiro

Aura: Um novo conceito restaurador, para simplificar a técnica de uso de resinas compostas. Marcos de Oliveira Barceleiro Aura: Um novo conceito restaurador, para simplificar a técnica de uso de resinas compostas Marcos de Oliveira Barceleiro Especialista, Mestre e Doutor em Dentística UERJ Professor Associado da Universidade

Leia mais

AVALIAÇÃO DA RUGOSIDADE

AVALIAÇÃO DA RUGOSIDADE AVALIAÇÃO DA RUGOSIDADE SUPERFICIAL DE RESINA COMPOSTA APÓS A AÇÃO DE AGENTES CLAREADORES IMEDIATOS William Kabbach* Flávia Magnani Bevilacqua** Juliana Alvares Duarte Bonini Campos*** Welingtom Dinelli****

Leia mais

REPARO EM PORCELANA. 3M ESPE Adper Single Bond TM 2 Adesivo Fotopolimerizável

REPARO EM PORCELANA. 3M ESPE Adper Single Bond TM 2 Adesivo Fotopolimerizável REPARO EM PORCELANA Preparação: Isole e limpe a superfície. Deixe a superfície metálica rugosa com uma broca ou através da técnica de jateamento. Remova toda porcelana enfraquecida. Bisele as margens.

Leia mais

TODO PACIENTE PODE QUAL DEVE SER A IDADE. Clareamento Dental. Odontologia Cosmética REALIZAR O TRATAMENTO CLAREADOR? MÍNIMA?

TODO PACIENTE PODE QUAL DEVE SER A IDADE. Clareamento Dental. Odontologia Cosmética REALIZAR O TRATAMENTO CLAREADOR? MÍNIMA? Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Odontologia Programa de Educação Tutorial Clareamento Dental Um dos tratamentos mais populares estéticos realizados em dentes escurecidos (Klaric, 2014).

Leia mais

Climatizador de Ar Fresh Plus PCL703

Climatizador de Ar Fresh Plus PCL703 Climatizador de Ar Fresh Plus PCL703 Agradecemos sua preferencia por um produto da linha Lenoxx, um produto de alta tecnologia, seguro e eficiente. É muito importante ler atentamente este manual de instruções,

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos

Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos Produto: Esmalte Sintético Standard Vermelho Goya Data de revisão: Setembro / 2013 Página 1 de 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome: Esmalte

Leia mais

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA VOTO EM SEPARADO

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA VOTO EM SEPARADO COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA VOTO EM SEPARADO PROJETO DE LEI N o 95, DE 2007 Revoga a Lei 6050/74, que dispõe sobre a fluoretação da água em sistemas de abastecimento quando existir estação

Leia mais

Feridas e Curativos. Maior órgão do corpo humano.

Feridas e Curativos. Maior órgão do corpo humano. Feridas e Curativos Enfermeira: Milena Delfino Cabral Freitas Pele Maior órgão do corpo humano. Funções: proteção contra infecções, lesões ou traumas, raios solares e possui importante função no controle

Leia mais

Tratamento de Superfície de Pisos de Concreto. Públio Penna Firme Rodrigues

Tratamento de Superfície de Pisos de Concreto. Públio Penna Firme Rodrigues Tratamento de Superfície de Pisos de Concreto Públio Penna Firme Rodrigues Públio Penna Firme Rodrigues Graduado em Engenharia Civil pela Escola de Engenharia Mauá, Mestre em Engenharia pela EPUSP (Escola

Leia mais

Gases gerados na queima da espuma flexível de poliuretano.

Gases gerados na queima da espuma flexível de poliuretano. + 2 N R N - Gases gerados na queima da espuma flexível de poliuretano. por Walter Vilar, Doutor em Química rgânica pelo Instituto de Química da UFRJ, Pós Doutor pelo Instituto Militar de Engenharia (RJ),

Leia mais

MOLDAGEM E CONFECÇÃO DE MODELO DE ESTUDO

MOLDAGEM E CONFECÇÃO DE MODELO DE ESTUDO MOLDAGEM E CONFECÇÃO DE MODELO DE ESTUDO Prof. Dr. Alfredo Júlio Fernandes Neto - 2005 A obtenção do molde e posterior modelo de estudo em gesso é um procedimento crítico e, como em qualquer outro trabalho

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA AUTARQUIA MUNICIPAL DE SAÚDE ESTADO DO PARANÁ

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA AUTARQUIA MUNICIPAL DE SAÚDE ESTADO DO PARANÁ PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA AUTARQUIA MUNICIPAL DE SAÚDE ESTADO DO PARANÁ PROMOÇÃO POR COMPETÊNCIAS E HABILIDADES 2012 TÉCNICO DE SAÚDE PÚBLICA ASSISTÊNCIA TÉCNICA DE HIGIENE DENTAL (TSPB02) PROVA

Leia mais

CAPÍTULO XX APLICAÇÃO DE TINTAS E VERNIZES SOBRE MADEIRAS

CAPÍTULO XX APLICAÇÃO DE TINTAS E VERNIZES SOBRE MADEIRAS CAPÍTULO XX APLICAÇÃO DE TINTAS E VERNIZES SOBRE MADEIRAS 20.1 INTRODUÇÃO A madeira, devido à sua natureza, é um material muito sujeito a ataques de agentes exteriores, o que a torna pouco durável. Os

Leia mais

Placas vinílicas autoportantes de alta qualidade

Placas vinílicas autoportantes de alta qualidade Especificações técnicas Flex design preenche os requisitos da normas ISO 10582 e EN 649. criando ambientes melhores design Placas vinílicas autoportantes de alta qualidade Flex Design é uma coleção de

Leia mais

CUIDE DOS SEUS DENTES

CUIDE DOS SEUS DENTES SENADO FEDERAL CUIDE DOS SEUS DENTES SENADOR CLÉSIO ANDRADE 2 Cuide dos seus dentes apresentação Pesquisas científicas comprovam que dentes estragados provocam outras doenças que aparentemente não têm

Leia mais

OS SENTIDOS: O TATO, O PALADAR, O OLFATO, A AUDIÇÃO E A VISÃO PROF. ANA CLÁUDIA PEDROSO

OS SENTIDOS: O TATO, O PALADAR, O OLFATO, A AUDIÇÃO E A VISÃO PROF. ANA CLÁUDIA PEDROSO OS SENTIDOS: O TATO, O PALADAR, O OLFATO, A AUDIÇÃO E A VISÃO PROF. ANA CLÁUDIA PEDROSO ATRAVÉS DOS SENTIDOS TEMOS A CAPACIDADE DE PERCEBER O AMBIENTE EXTERNO AO NOSSO ORGANISMO. ISSO É POSSÍVEL DEVIDO

Leia mais

PARECER DOS RECURSOS REFERENTES À ELABORAÇÃO DAS QUESTÕES DE PROVA OU GABARITO PRELIMINAR

PARECER DOS RECURSOS REFERENTES À ELABORAÇÃO DAS QUESTÕES DE PROVA OU GABARITO PRELIMINAR QUESTÃO: 23 23- A execução de facetas diretas por meio de técnicas adesivas e o uso de compósitos tornaram-se populares nos últimos anos, graças, especialmente, a dois fatores: a possibilidade de conservação

Leia mais

Técnicas em Higiene Dental

Técnicas em Higiene Dental Hermann Blumenau - Complexo Educacional Curso Técnico em Saúde Bucal Técnicas em Higiene Dental Professor: Bruno Aleixo Venturi Aulas práticas Lista de materiais Aulas práticas - Lista de materiais Roupa

Leia mais

factos e mitos ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DAS BEBIDAS REFRESCANTES NÃO ALCOÓLICAS

factos e mitos ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DAS BEBIDAS REFRESCANTES NÃO ALCOÓLICAS factos e mitos ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DAS BEBIDAS REFRESCANTES NÃO ALCOÓLICAS FACTO: Os estudos disponíveis não permitem concluir que o consumo de bebidas refrescantes não alcoólicas (independentemente

Leia mais

FISPQ nº 176 Página 1 / 5 Data da última revisão 02/02/2009. Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos - FISPQ

FISPQ nº 176 Página 1 / 5 Data da última revisão 02/02/2009. Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos - FISPQ 1 Identificação do produto e da empresa Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos - FISPQ FISPQ nº 176 Página 1 / 5 Data da última revisão 02/02/2009 Nome do produto: Craquelex Color (Verniz

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: ODONTÓLOGO CADERNO DE PROVAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: ODONTÓLOGO CADERNO DE PROVAS CADERNO DE PROVAS 1 A prova terá a duração de duas horas, incluindo o tempo necessário para o preenchimento do gabarito. 2 Marque as respostas no caderno de provas, deixe para preencher o gabarito depois

Leia mais

GRUPO II GRUPO DE ESTUDO DE PROTEÇÃO TÉRMICA E FONTES NÃO CONVENCIONAIS

GRUPO II GRUPO DE ESTUDO DE PROTEÇÃO TÉRMICA E FONTES NÃO CONVENCIONAIS SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA GPT 26 14 a 17 Outubro de 2007 Rio de Janeiro - RJ GRUPO II GRUPO DE ESTUDO DE PROTEÇÃO TÉRMICA E FONTES NÃO CONVENCIONAIS MINIMIZAÇÃO

Leia mais

B BRAUN. Askina Calgitrol Ag. Curativo de Alginato e Prata para Feridas. SHARING EXPERTISE

B BRAUN. Askina Calgitrol Ag. Curativo de Alginato e Prata para Feridas. SHARING EXPERTISE Askina Calgitrol Ag Curativo de Alginato e Prata para Feridas. Askina Calgitrol Ag é um curativo desenvolvido pela tecnologia B. Braun que combina a alta capacidade de absorção do alginato de cálcio e

Leia mais

Curso de MIQ - Profa. Simone P. Taguchi Borges DEMAR/EEL/USP Proteção de superfícies 1

Curso de MIQ - Profa. Simone P. Taguchi Borges DEMAR/EEL/USP Proteção de superfícies 1 Curso de MIQ - Profa. Simone P. Taguchi Borges DEMAR/EEL/USP Proteção de superfícies 1 CORROSÃO METÁLICA: É a deterioração e a perda de material devido a ação química ou eletroquímica do meio ambiente,

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO Página: 1 de 6 FISPQ Nº: 047 Data da última revisão: 22/10/2010 Nome do Produto: Betucreto AR 1) IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Betucreto AR Código do Produto: 021050001, 021050003,

Leia mais

Hipersensibilidade à substância ativa, ao colofano e/ou a qualquer outros excipientes. Gengivite ulcerosa. Estomatite. Asma brônquica.

Hipersensibilidade à substância ativa, ao colofano e/ou a qualquer outros excipientes. Gengivite ulcerosa. Estomatite. Asma brônquica. RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. NOME DO MEDICAMENTO DURAPHAT 50 mg/ ml Suspensão Dental 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA 1 ml de suspensão contém 50 mg de Fluoreto de Sódio equivalente

Leia mais

Pode causar dores abdominais e irritação gástrica. Por não ser um produto totalmente bio-degradável, pode afetar o ecosistema.

Pode causar dores abdominais e irritação gástrica. Por não ser um produto totalmente bio-degradável, pode afetar o ecosistema. 1 Identificação do produto e da empresa Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos - FISPQ FISPQ nº 012 Página 1 / 5 Data da última revisão 17/072008 Nome do produto: Acrilpen Código interno

Leia mais

Você sabe o que é cárie?

Você sabe o que é cárie? Clínica Geral Você sabe o que é cárie? Todo mundo acredita que a cárie é uma espécie de bichinho que vai comendo o dente! Mas na verdade, chamamos de cárie a deterioração do dente que é causada pelas bactérias

Leia mais

BOLETIM TÉCNICO POLICARBONATO COMPACTO

BOLETIM TÉCNICO POLICARBONATO COMPACTO BOLETIM TÉCNICO POLICARBONATO COMPACTO BOLETIM TÉCNICO CHAPAS COMPACTAS DE POLICARBONATO ÍNDICE 1...Ficha Técnica 1.1...Propriedades Físicas Típicas 1.2...Propriedades Solares 1.3...Isolação Térmica 2...Manuseio

Leia mais

Temperatura Devido ao seu alto ponto de fusão, a safira pode ser utilizada para aplicações de até 2000 C.

Temperatura Devido ao seu alto ponto de fusão, a safira pode ser utilizada para aplicações de até 2000 C. A proteção de Safira consiste em um tubo exterior de proteção selada de um lado e de um ou mais capilares internos utilizados para o isolamento dos fios termopares. Devido à sua transparência óptica e

Leia mais

Dentusil DENTUSIL Instruções de uso Preparação da dentadura Aplicação do adesivo Dispensador e Cartucho Técnica para uso em consultório

Dentusil DENTUSIL Instruções de uso Preparação da dentadura Aplicação do adesivo Dispensador e Cartucho Técnica para uso em consultório Dentusil Vinil Siloxano (silicone de adição) para impressão funcional de tecidos moles e reembasamentos. DENTUSIL Dentusil é um material de auto mistura destinado a realizar a impressão funcional de rebordos

Leia mais

LIMPA PNEU ECO 3000 Manual Técnico

LIMPA PNEU ECO 3000 Manual Técnico Greensun Ind. e Com. de Prod. de Limp. Ltda. CNPJ: 39.708.888/0001-57 - Ins. Est: 85.419.269 Rua da Fonte 1028, Nova Cidade - Rio das Ostras - Rio de Janeiro / Brasil Telefax: (22) 2760-0518 - Químico

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE - CSS DEPARTAMENTO DE ODONTOLOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE - CSS DEPARTAMENTO DE ODONTOLOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE - CSS DEPARTAMENTO DE ODONTOLOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO INGRID MACÊDO BARBALHO AZEVEDO MICROABRASÃO NA ESTÉTICA DENTÁRIA:

Leia mais

Principais propriedades físicas da água.

Principais propriedades físicas da água. BIOQUÍMICA CELULAR Principais propriedades físicas da água. Muitas substâncias se dissolvem na água e ela é comumente chamada "solvente universal". Por isso, a água na natureza e em uso raramente é pura,

Leia mais

PROTOCOLO DE CLAREAMENTO DENTAL A LED. 3ª Edição

PROTOCOLO DE CLAREAMENTO DENTAL A LED. 3ª Edição PROTOCOLO DE CLAREAMENTO DENTAL A LED 3ª Edição Autora Profa. Dra. Silvia Cristina Núñez Graduação em Odontologia - USP; Mestre em Laser em Odontologia - IPEN/FOUSP; Doutora em Ciências - IPEN/USP; Professora

Leia mais

VEJA COMO A CÁRIE É FORMADA

VEJA COMO A CÁRIE É FORMADA VEJA COMO A CÁRIE É FORMADA E AJUDE A PREVENÍ-LA Sua dieta e seus hábitos de saúde bucal podem fazer uma grande diferença A RELAÇÃO ENTRE OS DENTES, BACTÉRIAS E OS ÁCIDOS DO AÇÚCAR Esses fatores desencadeiam

Leia mais

GUIA DE COLETA DE AMOSTRAS

GUIA DE COLETA DE AMOSTRAS Diretrizes para coleta da amostra As análises laboratoriais e seus resultados dependem da coleta adequada da amostra, como também, do armazenamento e transporte apropriados até o laboratório. A equipe

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO PRODUTO: ESMALTE SINTÉTICO ALTO BRILHO METAIS/COMPLEMENTOS VERNIZ 1) IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 1.1) Nome do produto Esmalte Sintético Alto

Leia mais

MANUAL - POLICARBONATO POLICARBONATO CHAPAS E TELHAS TELEVENDAS. SÃO PAULO: +55 11 3871 7888 CAMPINAS: +55 19 3772 7200 www.vick.com.

MANUAL - POLICARBONATO POLICARBONATO CHAPAS E TELHAS TELEVENDAS. SÃO PAULO: +55 11 3871 7888 CAMPINAS: +55 19 3772 7200 www.vick.com. MANUAL POLICARBONATO POLICARBONATO CHAPAS E TELHAS TELEVENDAS SÃO PAULO: +55 11 3871 7888 CAMPINAS: +55 19 3772 7200 wwwvickcombr POLICARBONATO COMPACTO O Policarbonato Compacto é muito semelhante ao vidro

Leia mais

Artroscopia do Cotovelo

Artroscopia do Cotovelo Artroscopia do Cotovelo Dr. Marcello Castiglia Especialista em Cirurgia do Ombro e Cotovelo Artroscopia é uma procedimento usado pelos ortopedistas para avaliar, diagnosticar e reparar problemas dentro

Leia mais

Roda CP Scotch-Brite Industrial Dados Técnicos Janeiro / 2002

Roda CP Scotch-Brite Industrial Dados Técnicos Janeiro / 2002 3 Roda CP Scotch-Brite Industrial Dados Técnicos Janeiro / 2002 Substitui: Dezembro/2000 Página 1 de 14 Introdução: As Rodas Scotch-Brite C&P (Cutting & Polishing) são um eficiente e econômico produto

Leia mais

Dentina Características gerais

Dentina Características gerais Características gerais Tecido dental duro com extensões es citoplasmáticas ticas de células c da polpa. Composiçã ção: Mineral Água Orgânica peso 70% 12% 18% volume 50% 20% 30% Relaçã ção o com outros

Leia mais

KAREN PINTADO PALOMINO

KAREN PINTADO PALOMINO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE RIBEIRÃO PRETO KAREN PINTADO PALOMINO Avaliação de agentes remineralizadores e dessensibilizantes no tratamento de clareamento dental: estudo in vitro

Leia mais

Como sentimos o mundo?

Como sentimos o mundo? Profa Silvia Mitiko Nishida Depto de Fisiologia Como sentimos o mundo? Introdução à Fisiologia Sensorial Qual mundo é o verdadeiro? - Cada um percebe uma obra musical de maneira diferente - Diferenças

Leia mais

CUIDADOS BÁSICOS COM PEAGÔMETROS

CUIDADOS BÁSICOS COM PEAGÔMETROS RECOMENDAÇÃO TÉCNICA ISSN 1413-9553 novembro, 1997 Número 6/97 CUIDADOS BÁSICOS COM PEAGÔMETROS André Luiz Bugnolli Paulo Renato Orlandi Lasso Ladislau Marcelino Rabello Empresa Brasileira de Pesquisa

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos

Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos Produto: Resina Acrílica Data de revisão: Abril / 2014 Página 1 de 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome: Resina Acrílica. Código do produto:

Leia mais

CLAREAMENTO DENTAL ASSOCIAÇÃO DE TÉCNICAS PARA OBTENÇÃO DE EFETIVIDADE E NATURALIDADE

CLAREAMENTO DENTAL ASSOCIAÇÃO DE TÉCNICAS PARA OBTENÇÃO DE EFETIVIDADE E NATURALIDADE CLAREAMENTO DENTAL ASSOCIAÇÃO DE TÉCNICAS PARA OBTENÇÃO DE EFETIVIDADE E NATURALIDADE AUTORES: Jorge Eustáquio Mestre em Dentística Restauradora Faculdade de Odontologia São Leopoldo Mandic Campinas SP;

Leia mais

Sistemas para a eliminação de água Causas da contaminação por água Quando um fluido operacional apresenta este aspecto (1)... em 99% dos casos existe água na instalação hidráulica. As causas muitas vezes

Leia mais

Saiba Como Fazer Descoloração mperfeita em 3 Passos

Saiba Como Fazer Descoloração mperfeita em 3 Passos Mas, o que Descoloração? Trata-se da retirada dos pigmentos naturais e ou artificiais do cabelo para torná-lo mais claro ou até quase branco. Sobre a Autora Sou Beth Dantas - Empresária, cabeleireira,

Leia mais

ESCOVA DE CAVIAR [RELAXAMENTO DEFINITIVO A BASE DE TIOGLICOLATO]

ESCOVA DE CAVIAR [RELAXAMENTO DEFINITIVO A BASE DE TIOGLICOLATO] 18 KARATI COSMÉTICA PROFISSIONAL ESCOVA DE CAVIAR [RELAXAMENTO DEFINITIVO A BASE DE TIOGLICOLATO] [MÓDULO TÉCNIC0] 2 HAIR CAVIAR 18K ESCOVA DEFINITIVA A BASE DE TIOGLICOLATO DE AMÔNIO FORTE Uso exclusivo

Leia mais

FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE ARAÇATUBA UNESP DENTÍSTICA

FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE ARAÇATUBA UNESP DENTÍSTICA FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE ARAÇATUBA UNESP DENTÍSTICA 2014 Prefácio i PREFÁCIO Desde a participação efetiva do Prof. Miguel Russo e das colaborações diretas e imprescindíveis dos professores Drs. Jorge

Leia mais

Manual de Instruções NÃOPODERÁ SER UTILIZADO POR TERCEIROS ESTE DESENHO É PROPRIEDADE EXCLUSIVA DA BRITÂNIA ELETRODOMÉSTICOS LTDA.

Manual de Instruções NÃOPODERÁ SER UTILIZADO POR TERCEIROS ESTE DESENHO É PROPRIEDADE EXCLUSIVA DA BRITÂNIA ELETRODOMÉSTICOS LTDA. Nº POR Liberação de Arquivo Ari Jr 04/13 1009-09-05 789786 REV.0 0 MODIFICAÇÃO SOMENTE PARA USO DOMÉSTICO ESTE DESENHO É PROPRIEDADE EXCLUSIVA DA BRITÂNIA ELETRODOMÉSTICOS LTDA. E NÃOPODERÁ SER UTILIZADO

Leia mais

Vida saudável. Dicas e possibilidades nos dias de hoje.

Vida saudável. Dicas e possibilidades nos dias de hoje. CENTRO UNIVERSITÁRIO ASSUNÇÃO- Vida saudável. Dicas e possibilidades nos dias de hoje. Profa. Dra. Valéria Batista O que é vida saudável? O que é vida saudável? Saúde é o estado de complexo bem-estar físico,

Leia mais

MATERIAL RESTAURADOR UNIVERSAL INSTRUÇÕES DE USO

MATERIAL RESTAURADOR UNIVERSAL INSTRUÇÕES DE USO A Aura é um sistema de compósito restaurador fotopolimerizável, radiopaco e de alta resistência projetado para simplificar a busca da tonalidade ideal visando à alta estética. Possui uma abordagem sistemática

Leia mais

epotech aqua Ficha técnica Aplicações recomendadas Materiais Suportes Características

epotech aqua Ficha técnica Aplicações recomendadas Materiais Suportes Características Ficha técnica epotech aqua epotech aqua é uma nova linha de massas de base epoxídica para a selagem de juntas em ladrilhos cerâmicos. Massa bicomponente isenta de solventes orgânicos, caracteriza-se pela

Leia mais

PROVA ESPECÍFICA Cargo 23

PROVA ESPECÍFICA Cargo 23 13 PROVA ESPECÍFICA Cargo 23 QUESTÃO 31 Com relação aos tecidos dentários, analise as afirmativas abaixo: 1) O esmalte é um tecido duro, que constitui a maior parte do dente, determinando a forma da coroa.

Leia mais

ATIVIDADE FÍSICA: O MELHOR REMÉDIO PARA EMAGRECER E TER SAÚDE

ATIVIDADE FÍSICA: O MELHOR REMÉDIO PARA EMAGRECER E TER SAÚDE Dr. Marcos Sandoval Medeiros de Freitas VI ATIVIDADE FÍSICA: O MELHOR REMÉDIO PARA EMAGRECER E TER SAÚDE A mudança dos maus hábitos alimentares para uma alimentação equilibrada e a implantação de uma atividade

Leia mais

1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA

1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA [REV.03 29112011] 1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA É muito importante que você leia atentamente todas as instruções contidas neste manual antes de utilizar o produto, pois elas garantirão sua segurança

Leia mais

Tratamento da hipersensibilidade dentinária com laser de baixa intensidade

Tratamento da hipersensibilidade dentinária com laser de baixa intensidade 88 Tratamento da hipersensibilidade dentinária com laser de baixa intensidade Treatment of dental hypersensitiveness using low intensity lasers Roberta Tarkany Basting 1, Aliciana Pereira Silveira 2, Iara

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA PARA PRODUTO QUÍMICO THINNER USO GERAL - 8016

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA PARA PRODUTO QUÍMICO THINNER USO GERAL - 8016 01 - IDENTIFIÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Código Interno: 8016 THINNER USO GERAL Empresa: RHAI INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MASSAS PLÁSTICAS LTDA Endereço: Rodovia PR 506, 44 km 2 Distrito de Araçatuba Campina

Leia mais

CURSO DE ODONTOLOGIA. Silvana Giovelli LESÕES CERVICAIS NÃO CARIOSAS - RELATO DE CASOS

CURSO DE ODONTOLOGIA. Silvana Giovelli LESÕES CERVICAIS NÃO CARIOSAS - RELATO DE CASOS CURSO DE ODONTOLOGIA Silvana Giovelli LESÕES CERVICAIS NÃO CARIOSAS - RELATO DE CASOS Santa Cruz do Sul 2015 Silvana Giovelli LESÕES CERVICAIS NÃO CARIOSAS - RELATO DE CASOS Trabalho de conclusão de curso

Leia mais

EM PESQUISA RANDOMIZAÇÃO. Randomização Cegamento Calibragem Controle de vieses Uso de grupos de comparação Representatividade da amostra

EM PESQUISA RANDOMIZAÇÃO. Randomização Cegamento Calibragem Controle de vieses Uso de grupos de comparação Representatividade da amostra PRINCÍPIOS PIOS BÁSICOS B EM PESQUISA Randomização Cegamento Calibragem Controle de vieses Uso de grupos de comparação Representatividade da amostra Princípios gerais válidos v para todas as formas de

Leia mais

FISPQ A - 016 Em conformidade com a NBR 14725:2005 2 ed.

FISPQ A - 016 Em conformidade com a NBR 14725:2005 2 ed. 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Aplicação: Limpa Contatos Limpeza de contatos elétricos Fornecedor: Sprayon Química Industrial Ltda - ME - Indústria Brasileira Endereço: Rua Chile

Leia mais

DESENGORDURANTE INDUSTRIAL GSF-200 Manual Técnico

DESENGORDURANTE INDUSTRIAL GSF-200 Manual Técnico Greensun Ind. e Com. de Prod. de Limp. Ltda. CNPJ: 39.708.888/0001-57 - Ins. Est: 85.419.269 Rua da Fonte 1028, Nova Cidade - Rio das Ostras - Rio de Janeiro / Brasil Telefax: (22) 2760-0518 - Químico

Leia mais

COTAÇÃO DE PREÇOS Nº. 084/2008 PROCESSO TRT Nº 02161.2008.000.14.00-7

COTAÇÃO DE PREÇOS Nº. 084/2008 PROCESSO TRT Nº 02161.2008.000.14.00-7 PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 14ª REGIÃO DIRETORIA GERAL. - SEÇÃO DE COMPRAS COTAÇÃO DE PREÇOS Nº. 084/2008 PROCESSO TRT Nº 02161.2008.000.14.00-7 Solicitamos de

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: SIL TRADE SILICONE SPRAY Cod do Produto: 156.0003 Nome da empresa: BASTON DO BRASIL

Leia mais

Tratamento Térmico. Profa. Dra. Daniela Becker

Tratamento Térmico. Profa. Dra. Daniela Becker Tratamento Térmico Profa. Dra. Daniela Becker Diagrama de equilíbrio Fe-C Fe 3 C, Fe e grafita (carbono na forma lamelar) Ligas de aços 0 a 2,11 % de C Ligas de Ferros Fundidos acima de 2,11% a 6,7% de

Leia mais

Separar as peças susceptíveis de serem oxidadas (rebites,gutos, botões) e eliminar manchas de óxido com tira nódoas adequado antes de lavar.

Separar as peças susceptíveis de serem oxidadas (rebites,gutos, botões) e eliminar manchas de óxido com tira nódoas adequado antes de lavar. CUIDADOS GERAIS Leia atentamente as etiquetas da roupa. Respeite sempre as indicações dos fabricantes das máquinas de lavar. Dissolva bem os detergentes para que não causem nódoas e utilize detergentes

Leia mais