MANUAL DE TUTORIA PARA OS NETOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DE TUTORIA PARA OS NETOS"

Transcrição

1 MANUAL DE TUTORIA PARA OS NETOS THIS PROJECT HAS BEEN FUNDED WITH SUPPORT FROM THE EUROPEAN COMMISSION. THIS PUBLICATION [COMMUNICATION] REFLECTS THE VIEWS ONLY OF THE AUTHOR, AND THE COMMISSION CANNOT BE HELD RESPONSIBLE FOR ANY USE WHICH MAY BE MADE OF THE INFORMATION CONTAINED THEREIN.

2 PARTNERS» ENAIP FVG [IT] ACTIF CNT [FR] APOPSI [EL] CECOA [PT] CE.RI.S. [IT] COM. MORGIONGORI [IT] CVO [BE] EB-ONE [SW] GEZINSBOND [BE] GRAD BUJE [HR] ILEU [DE] LUJ [SL] MOISELLE LE BLANC [IT] OBSERVATOR [RO] SAO [FI] SCIENTER [IT] SCIENTER ESPANA [ES] SIOV [SK] VISC [LV] VDU [LT] TALLINN UNIVERSITY [EE] TNOIK [PL] VOC. TRAINING S.A [EL] ZAWIW [DE]

3 MANUAL DE TUTORIA PARA OS NETOS Projecto Grandparents & Grandchildren Autores Gilberto Collinassi Net Learning ENAIP FVG Andrea Musi Net Learning ENAIP FVG Barbara Lavalle - Net Learning ENAIP FVG Michela Biasutti - Net Learning ENAIP FVG Mara Galmozzi - AIM/Associazione Interessi Metropolitani Versão original ************************************************************ Versão 07 Por Net Learning ENAIP FVG Última actualização: Março de 2012 ************************************************************ Copyright ENAIP Friuli Venezia Giulia Rua Leonardo da Vinci, Pasian di Prato (UD) Itália Telefone : Fax : Web : 1

4 Índice O primeiro contacto com o computador pág. 3 Ligar e desligar o computador pág. 4 O sistema operativo pág. 5 O rato pág. 6 O armazenamento permanente no disco rígido do computador, pen USB, CDs e DVDs pág. 8 A Internet O browser Os motores de busca O e- mail Informação útil sobre o Gmail pág. 10 pág. 11 pág. 12 pág. 14 pág. 15 2

5 O primeiro contacto com o computador De forma a tornar mais fácil o primeiro contacto com um computador, para aqueles que ainda não tiveram a oportunidade de o usar, é necessário avançar passo a passo e evitar alguns obstáculos que surgem tradicionalmente no caminho dos principiantes. Este breve guia oferece-lhe algumas pistas que, enquanto tutor, deve transmitir aos novos internautas, de forma dar-lhes confiança e entusiasmo no início desta aventura divertida. Regra geral, terá de ter sempre em conta que os inevitáveis termos técnicos, muitas vezes em inglês, terão de ser explicados de forma simples, sendo mesmo necessário repetir várias vezes esta explicação, até que façam finalmente parte do vocabulário do principiante. Além disto, é importante falar lentamente e prestar especial atenção ao comportamento da sua turma: os formandos mais velhos têm muitas vezes relutância em expor as suas dúvidas, cabendo-lhe a si compreender o momento certo para repetir um conceito ou explicação. Faça uma observação cuidadosa das expressões faciais que possam sugerir dúvidas ou aborrecimento. Não se esqueça de responder às perguntas com a máxima clareza e simplicidade. Deixe as questões em suspenso sempre que estas tratem de tópicos que vão ser apresentados ou esclarecidos mais tarde na sessão. É uma boa prática recorrer a exemplos reais e metáforas que ilustrem os conceitos mais distantes do dia-a-dia dos formandos: por exemplo, pode comparar um motor de busca a um bibliotecário especializado em encontrar o livro certo (o site) numa biblioteca (a Internet), de acordo com o tema pretendido (palavra-chave). Durante a explicação, siga o guia que foi distribuído aos avôs, e onde estes poderão encontrar mais informação depois da aula e aprofundar as matérias do curso. 3

6 Ligar e desligar o computador Durante a fase de arranque, ajude o formando a identificar o botão certo para ligar o computador. Muitas vezes, não é assim tão simples encontrar o botão na torre de metal e plástico do computador, que pode integrar diversos componentes (torre). Depois de ligado o computador, explique que também o monitor tem de ser ligado, geralmente de uma forma diferente à do computador. Mostre-lhes como encontrar o botão do monitor, e peça-lhes que o ligue. Monitor Torre Aproveite esta ocasião para demonstrar como encerrar correctamente um computador, utilizando o procedimento previsto pelo sistema operativo (já reparou numa coisa estranha no Windows? Para encerrarmos o sistema precisamos de clicar no menu Iniciar!). Explique que se o computador for desligado directamente no botão da torre pode causar danos no conteúdo do disco e perda de informação. Acrescente que por vezes o computador pode ficar encravado, e que nestes casos não temos outra opção senão utilizar o botão da torre para o desligar. 4

7 O sistema operativo Explique ao formando que é necessário, antes de começar a trabalhar, aguardar uns momentos para que o sistema operativo - o programa base de todo o funcionamento do computador conclua as operações preliminares para o correcto carregamento da memória do sistema. Os sistemas operativos (Windows, MacOS, Linux) executam as funções básicas, a forma como interagimos com o ecrã, teclado, rato, memória, impressora, e por aí em diante A seguir, forneça algumas informações gerais sobre Sistemas Operativos relacionadas ao que enumeramos em baixo. O sistema operativo mais utilizado é o Windows, da Microsoft. O Windows deve este nome ao facto do seu interface (por exemplo, o formato utilizado para mostrar e pedir informação ao utilizador) usar um sistema bastante conhecido de janelas que se abrem e fecham de acordo com as instruções dadas. Neste momento da explicação, abra a janela de um programa e apresente-a, descrevendo cuidadosamente a função do botão, para então mostrar como se utiliza na prática. Com efeito, se carregar no botão ao mesmo tempo que explica, pode tornar difícil a quem ouve compreender a acção: o momento da descrição da acção não deve coincidir como o momento da acção, tenha isto sempre presente. Explique com clareza o que compõe uma barra de comandos: todas as janelas têm uma barra de comandos no topo, e no canto superior direito aparecem sempre três botões (ver secção O rato ). Estes podem ter diferentes formas, de acordo com a versão do Windows utilizada: - o primeiro botão (traço) minimiza a janela para um ícone, i.e., torna-se num rectângulo que aparece no fundo do ecrã - o segundo botão (um quadrado, ou dois sobrepostos) altera o tamanho da janela: se esta ocupa todo o ecrã, irá tornar-se menor; se a janela é pequena, passa a preencher todo o ecrã - o terceiro botão (X) fecha a janela e o programa que estava a correr (i.e., que estava a ser utilizado através da janela) 5

8 Deixe o formando praticar o fecho e reabertura das janelas, para que este fique familiarizado com estas operações. A primeira janela que aparece após a fase de inicialização do computador (designada por arranque ) é o ambiente de trabalho. Esta área permite ao utilizador organizar a sua informação dentro de discos, tal como se fossem folhas ou pastas num escritório. O ambiente de trabalho deverá mostrar uma série de pequenas imagens, designadas por ícones. Estes representam ligações, por exemplo, pontos de acesso aos programas instalados, ou ficheiros contendo dados (por exemplo, imagens, documentos, músicas, folhas de cálculo, etc.) ou pastas, por exemplo, recipientes onde são armazenados e arrumados os ficheiros que, de outra forma, começam a preencher todo o ambiente de trabalho. O rato Movermo-nos com à vontade entre ícones e janelas significa que já se habituou a usar o rato, um dispositivo de entrada de dados (uma unidade ligada ao computador que permite que este comunique e receba informação a partir do exterior). Indique ao formando onde está o ponteiro (a seta) que sinaliza da posição do rato no ecrã, e mostre como cada movimento do rato corresponde a um movimento similar do ponteiro na janela activa (por exemplo, a janela que se encontra aberta e visível nesse preciso momento). O rato, é o dispositivo mais popular para aceder ao computador, é chamado de "souris" em francês, "raton" em espanhol, "maus" em alemão, apenas os italianos, em vez de chamá-lo "topo" usam a palavra em Inglês. Usar o rato pode ser difícil no começo, pelo que é importante dedicar alguns minutos a ajudar o principiante a posicionar bem a mão direita no rato: - o pulso permanece apoiado na mesa, em posição de descanso; - a palma da mão tem de pousar suavemente na parte de cima do rato (cujo formato está feito precisamente para esta posição); - o dedo indicador tem de estar pronto a carregar no botão esquerdo do rato; 6

9 - o rato desliza no tapete do rato nas quatro direcções (cima, baixo esquerda, direita), permanecendo sempre paralelo ao mesmo. Tente não apressá-los. Acompanhe o formando quando este começar a usar o rato, para que possa corrigir a posição da sua mão caso necessário. A seguir, apresente calmamente a função do botão esquerdo tal como irá ser descrita em baixo, e deixe os formandos praticarem a abertura e fecho de janelas durante alguns minutos. Ao mover e posicionar o ponteiro do rato sobre um ícone, podemos seleccionar o objecto com um único clique no botão esquerdo. Clicando duas vezes neste botão (esquerdo), abrimos o programa, ficheiro ou pasta representado pelo ícone. Frequentemente, ao movermos a seta do rato, realçamos vários botões ou ícones pequenos dentro da janela. Para abrir a função associada estes, basta um único clique no botão esquerdo do rato. O botão direito é utilizado quando já nos familiarizámos com o uso do rato. Aquele abre um menu contextual, contendo várias funções úteis. 7

10 O armazenamento permanente do no disco rígido do computador, pen USB, CDs e DVDS Quando usamos o computador, todo o nosso trabalho (textos, imagens, etc.) fica registado na memória do computador. O registo das nossas operações só funciona com o computador ligado, e é por isso que antes de o desligar temos que transferir o trabalho efectuado para uma base permanente de armazenamento. A memória permanente armazena e guarda as informações mesmo enquanto o computador está inactivo. O registo das informações na memória permanente é denominado como guardar a informação. A memória permanente é o nome dado à principal unidade ou disco rígido do computador. É importante saber quanto espaço está disponível no disco rígido, pois se este estiver cheio, corremos o risco de perder informações (documentos, fotos, etc.). A memória do computador é medida em megabytes (Mb) megabytes equivalem a um gigabyte (GB). A informação armazenada nos computadores pode ser transferida para outros computadores. Esta é uma das funcionalidades mais importantes do computador, uma vez que nos permite partilhar o nosso trabalho, informações, imagens, etc. Para transferir, armazenar ou partilhar informações, podemos utilizar: um Disco Rígido Externo ou uma Pen de Memória, um dispositivo portátil de ligação de dados, que pode ser transportado num bolso e é ligado a uma porta USB no computador. Este tipo de dispositivos é também chamado de Memória USB e Pen Drive. cartões de memória, comuns nas máquinas fotográficas e em alguns telemóveis. o podemos enviar um ou mais ficheiros em anexo. Este permite-nos transmitir ficheiros que não sejam muito grandes, normalmente dentro de alguns Mb. 8

11 A maior parte dos computadores tem também uma drive de gravação de CDs de incorporada, uma ferramenta adicional para armazenar informação através de CDs e DVDs. DISCO RÍGIDO EXTERNO PEN DE MEMÓRIA USB PORTA USB Como exercício, poderá mostrar a porta de USB no computador, ou ainda a drive de leitura de CDs/DVDs ao seu/sua /avô/avó. 9

12 A Internet Pode chamar a atenção do seu formando com alguns exemplos que ilustrem as inúmeras operações que o computador nos permite fazer, podendo se possível partir da sua experiência pessoal. Vamo-nos agora focar na funcionalidade que, nos últimos anos, mais se tem desenvolvido e difundido: a navegação na Internet. Descreva a Internet em poucas palavras e de forma simples. Por exemplo, A Internet é composta por vasto conjunto de computadores distribuídos pelos quatro cantos do mundo, ligados entre si, que permite trocar informação 24 por dia, diariamente, sem qualquer encargo (para além do custo da ligação telefónica). A enorme quantidade de dados disponíveis na Internet encontra-se dividida em sites (equivalentes aos livros de uma biblioteca): para nos desenvencilharmos desta selva de informação foram desenvolvidos alguns programas. Graças à ajuda dos motores de busca (que permitem distinguir os sites consoante o seu conteúdo), os utilizadores podem encontrar aquilo que especificamente lhes interessa, sempre que precisarem. 10

13 O browser Ao descrever a ligação à Internet, desde a abertura do browser até às suas principais funcionalidades, não se esqueça de referir o guia básico de navegação na Internet entregue aos avôs. Neste ponto da aula, o formando tem de estar já familiarizado com o rato e as operações gerais do Windows. Lembre-se que é normal para uma pessoa que está pela primeira vez diante de um PC ter alguma preocupação ou ansiedade, geradas por regra pelo medo de provocar qualquer estrago que não tenha reparação. Assim, não se esqueça de pôr o principiante à vontade, garantindo-lhe que nada do que ele está a fazer pode provocar danos sérios no computador e seus dados. Explique calmamente, recorrendo a exemplos, que os sites na Internet se caracterizam por um endereço específico e único que os identifica entre os biliões de sites existentes no mundo. Para ir a um site do qual sabemos o endereço (refira os sites da imprensa e canais de TV, que divulgam bastante os seus próprios os endereços de Internet) basta escrever, sem erros, este endereço na barra de endereços no topo do ecrã, seguida da tecla Enter que se encontrar na parte direita do teclado (aponte-a para os formandos verem). Assim que a primeira página do site (página inicial) aparece, o rato pode ser utilizado sempre que o ponteiro se transforma numa pequena mão, o que ocorrerá se movimentarmos o rato pela página. Explique que esta pequena mão significa que nesse ponto específico da página está uma hiperligação, que nos dirige para outra página dentro do site ou, por vezes, abre mesmo um novo site. Esta experiência inicial, em que o formando começar a brincar com a Internet e a navegar é a altura ideal para lhe fornecer uma lista de sites interessantes com os quais poderá praticar a operação de escrita do endereço do site na barra de endereço. Através dos botões recentemente visitadas. o formando pode ainda treinar a navegação entre páginas 11

14 Convém dedicar pelo menos 15 minutos a este exercício, que pode-se revelar um momento complicado para o formando: se este precisar de apoio próximo, tente não controlar a situação e fazer as operações por ele. Deixe o formando aprender com os seus próprios erros. Esteja pronto para intervir e ajudar sem invadir o seu espaço. Quando estiverem consolidadas a utilização do rato e navegação na Internet, pode avançar para os motores de busca. Os motores de busca Os motores de busca são uma categoria específica de sites na Internet que permitem a procura dos sites que nos interessam, mesmo quando não sabemos o endereço destes. Existem diversos motores de busca: o mais popular actualmente é o Google (www.google.com). Recomendamos este motor de busca por estar disponível em todas as línguas, e porque a página inicial do Google, pela sua simplicidade e clareza, é ideal para principiantes. Esta mostra uma caixa branca, a caixa de procura: o utilizador pode aí escrever as palavras-chave definidas consoante o tópico/tema que deseja encontrar. Insista (muito!) na diferença entre a barra de endereços do Internet Explorer, que só aceita endereços completos e correctamente escritos (por exemplo, e a caixa de pesquisa do motor de busca, onde podemos escrever palavras na língua que quisermos, e com espaços entre elas. 12

15 Use diferentes exemplos de pesquisa, de forma a demonstrar que a escolha de palavras é crucial: um termo demasiado geral (por exemplo, bolo ) pode resultar numa lista enorme de resultados (mais de 7 milhões de páginas encontradas), tornando assim impossível uma consulta eficaz. Pelo contrário, uma série demasiado longa de palavras (por exemplo, bolo chocolate avelãs leite ovos licor amêndoas ) reduz demasiado a pesquisa e pode não trazer resultados relevantes. Com a prática, acabamos por desenvolver uma forma intermédia de pesquisa que nos possibilita resultados relevantes em poucos segundos (por exemplo, bolo chocolate avelãs ). Invente exemplos. A procura por começar com um termo mais generalista complementado com outros mais específicos para aumentar a relevância pesquisa. Peça ao formando alguns tópicos que lhe interessem e ajude-o a escolher os termos de pesquisa, dando algumas sugestões. Insista na ideia de que, nesta matéria, a prática e a experiência são extremamente importantes, e que não há aulas ou guias que as substituam. 13

16 O e- mail Descreva o princípio no qual se baseia o funcionamento do . Em particular, lembre o formando de que para enviar ou receber mensagens electrónicas é necessário ter antes uma ligação à Internet. Fale sobre os programas concebidos especificamente para a gestão dos s, como é o caso do Gmail. É importante assinalar que para utilizar estes programas, o utilizador tem de criar o seu próprio endereço de . Para abrir a sua própria conta de num operador (companhia que fornece a ligação à Internet e a caixa de correio), o formando irá certamente precisar da sua assistência, ou da de um utilizador experiente. De seguida, será necessário configurar o programa de , e a partir daí o utilizador principiante será então capaz de receber e enviar mensagens de uma forma simples. É importante explicar ao formando que as mensagens de chegam à caixa de entrada do destinatário em poucos segundos e sem qualquer custo (à parte o período em que estamos ligados), embora isto não signifique que as mensagens sejam lidas imediatamente: a leitura apenas ocorre quando os destinatários forem verificar o conteúdo da sua própria caixa de correio. Os endereços de podem ser facilmente distinguidos dos endereços dos sites, dado que aqueles contêm sempre o demonstre calmamente aos formandos como deixando-os depois praticar. Insista na obrigação de escrever o endereço de sempre com cuidado e sem erros (por exemplo, os espaços não são permitidos), caso contrário a mensagem não é entregue ao destinatário e, no melhor dos casos, volta para trás. É um bom princípio inserir o assunto do , ajudando assim o destinatário a distinguir rapidamente entre os s relevantes e os supérfluos ou indesejados (comummente chamados de spam ). Perca algum tempo a praticar o envio e recepção de s: é possível, nesta tarefa, enviarmos s para a nossa própria conta de . Mais tarde, pratique um pouco a navegação na conta de (caixa de entrada, itens enviados, etc.) 14

17 Nesta altura, relembre ao formando que, mesmo quando estamos longe de casa, por exemplo, durante as férias, é sempre possível consultar a nossa conta de em qualquer computador que tenha uma ligação à Internet. Imaginemos que o nosso endereço de é Podemos partir do princípio que o nosso operador de é maria. Vamos então ao site devendo aqui haver um espaço específico para as contas de , com dois campos de preenchimento, onde temos de escrever o nosso nome de utilizador (no caso, zeninguem ) e a palavra-chave (i.e., o código inicialmente definido no momento da subscrição do , que protege a nossa caixa de correio de acessos indesejados). Tendo o operador concluído o procedimento de identificação, é apresentada uma página de entrada para o nosso , permitindo assim ler e responder às mensagens recebidas. Neste caso, estamos a aceder à nossa conta directamente no operador, sendo necessário permanecermos ligados enquanto lemos e escrevemos as mensagens. Informação útil sobre o Gmail O Gmail é o serviço de disponibilizado gratuitamente pelo Google. Graças ao Gmail, é possível guardar as nossas mensagens, ficheiros e imagens mais importantes para sempre, pesquisar os conteúdos que nos interessem e, acima de tudo, usufruir de um sistema bastante simples e inovador para ler e organizar as nossas mensagens, que são apresentadas como se fossem partes de um diálogo com esse destinatário. No Gmail aparecem ainda pequenos anúncios, normalmente relacionados com as nossas mensagens e que, ao invés de ser intrusivos, nos poderão ser úteis em algumas situações. 15

18 O Gmail integra também no seu serviço de uma função de mensagens imediatas, no fundo um serviço de chat complementar. Isto permite ao utilizador estar em contacto permanente e entrar em conversação com os amigos ou contactos que estiverem ligados nessa mesma altura. É simples, eficiente e divertido de usar, uma forma nova de usar o a filosofia do Google aplicada ao correio electrónico. Deverá explicar que qualquer caixa de correio tem um limite máximo para armazenamento de mensagens e - atingido este limite a conta começa a recusar as mensagens que chegam. É conveniente, por isso, verificar com regularidade quanto espaço ainda temos e apagar, se necessário, mensagens menos relevantes. Verifique se o formando tem uma folha de papel e uma caneta para que possam apontar o seu endereço de e a palavra-chave que escolheram. Explique com clareza que o procedimento de subscrição e criação de um endereço de é realizado uma só vez e para sempre, prevenindo assim que alguns dos avôs possam vir a repetir esta abertura de conta cada vez que querem aceder ao e- mail. Se o Gmail é usado a partir de um computador público, é fundamental NÃO activar no PC a opção para memorizar os dados de acesso inseridos. Convém termos atenção a isto, se queremos evitar que outras pessoas possam aceder ao nosso . Na parte da explicação dedicada aos anexos de ficheiros na mensagem, convém utilizar ficheiros com uma dimensão de apenas alguns Kb (texto ou imagem), com vista a não perdermos demasiado tempo no carregamento dos mesmos. É importante que o avô ou a avó perceba que a dimensão dos ficheiros em anexo não deve ser demasiado pesada. Ao escrevemos um endereço no campo do destinatário, iremos activar a conclusão automática (sugerindo um endereço já utilizado), é preciso ter alguma atenção ao seleccionar o contacto sugerido, pois muitas vezes diferentes contactos partilham um início de nome igual. 16

19 É importante explicar ao avô ou à avó a importância da gestão do livro de contactos. Este permite ao utilizador poupar tempo, memorizando os contactos que irão ser usados no futuro e reunindo todas as mensagens que cada contacto nos remete. Ajude de seguida o avô/avó a encontrar etiquetas e filtros úteis, de forma a compreender a importância destas ferramentas que, à primeira vista, poderão parecer complicadas ou desnecessárias. Associe de imediato um filtro a uma etiqueta e se possível envie ao formando uma mensagem de a partir da sua conta durante a aula. Com o envio de um real, poderá ajudá-lo/a a melhor entender como se cria uma etiqueta e um filtro, reunindo essa e outras mensagens que lhes poderá enviar mais tarde. Explique ao avô ou à avó que não precisa de limpar a pasta Lixo. Todas as mensagens que estiverem nesta pasta serão automaticamente eliminadas após 30 dias. Este procedimento dá-nos a possibilidade de recuperar alguns s que possam ser enviado por engano para a pasta Lixo. É necessário explicar igualmente que as mensagens devem ser arquivadas com regularidade, caso contrário a caixa de entrada ficará demasiado cheia, tornando mais difícil encontrar uma mensagem passada. 17

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Folha de trabalho

Leia mais

- MÓDULO I. Os primeiros passos. Navegar no meu computador e na Internet. Comunicar.

- MÓDULO I. Os primeiros passos. Navegar no meu computador e na Internet. Comunicar. - MÓDULO I Os primeiros passos. Navegar no meu computador e na Internet. Comunicar. Santarém, Março de 2002 Cristina Novo/João Galego/Maurício Dias/Nuno Pacheco/Teresa Pacheco A. CONHECER O COMPUTADOR

Leia mais

Introdução à Informática

Introdução à Informática Introdução à Informática Noções Básicas de Informática Componentes de hardware Monitor : permite visualizar informação na forma de imagem ou vídeo; todo o trabalho desenvolvido com o computador pode ser

Leia mais

Outlook 2003. Nivel 1. Rui Camacho

Outlook 2003. Nivel 1. Rui Camacho Outlook 2003 Nivel 1 Objectivos gerais Enviar e Responder a mensagens de correio electrónico, e gestão de contactos, marcação de compromissos e trabalhar com notas. Objectivos específicos Começar a trabalhar

Leia mais

TINA. Projecto de Tecnologias de Informação para Netos e Avós. Manual de TIC

TINA. Projecto de Tecnologias de Informação para Netos e Avós. Manual de TIC TINA Projecto de Tecnologias de Informação para Netos e Avós Manual de TIC Abril 2010 Manual de Formação Básica em TIC Vitor Gonçalves Raquel Patrício Abril 2010 2 ÍNDICE Introdução... 2 Windows... 2 Word...

Leia mais

604 wifi. Visite www.archos.com/manuals para transferir a versão mais recente deste manual.

604 wifi. Visite www.archos.com/manuals para transferir a versão mais recente deste manual. 604 wifi FUNÇÕES WIFI e Internet Suplemento ao Manual do Utilizador ARCHOS 504/604 Versão 1.2 Visite www.archos.com/manuals para transferir a versão mais recente deste manual. Este manual contém informações

Leia mais

Guião para as ferramentas etwinning

Guião para as ferramentas etwinning Guião para as ferramentas etwinning Registo em etwinning Primeiro passo: Dados de quem regista Segundo passo: Preferências de geminação Terceiro passo: Dados da escola Quarto passo: Perfil da escola Ferramenta

Leia mais

Estrutura de um endereço de Internet

Estrutura de um endereço de Internet Barras do Internet Explorer Estrutura de um endereço de Internet Na Internet, cada servidor tem uma identificação única, correspondente ao endereço definido no IP (Internet Protocol). Esse endereço é composto

Leia mais

COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1

COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 Oficina do Correio Para saber mais sobre Correio electrónico 1. Dicas para melhor gerir e organizar o Correio Electrónico utilizando o Outlook Express Criar Pastas Escrever

Leia mais

PORTUGUÊS. Mesa Digitalizadora. Manual do Utilizador. Windows 2000 / XP / Vista

PORTUGUÊS. Mesa Digitalizadora. Manual do Utilizador. Windows 2000 / XP / Vista Mesa Digitalizadora Manual do Utilizador Windows 2000 / XP / Vista 1 I. Informação Geral 1. Visão Geral Bem-vindo ao mundo das canetas digitais! Irá descobrir que é muito fácil controlar o seu computador

Leia mais

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Ambiente Gráfico Configurações Acessórios O Sistema Operativo (SO) é o conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e que comunique com o exterior. Actualmente o Windows é

Leia mais

Oficina de Construção de Páginas Web

Oficina de Construção de Páginas Web COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 Oficina de Construção de Páginas Web Criação e Publicação Actividades de exploração Objectivo Explorar as funcionalidades essenciais do Programa, na perspectiva da construção/actualização

Leia mais

Instalação e Manutenção de Microcomputadores (COI)

Instalação e Manutenção de Microcomputadores (COI) Instalação e Manutenção de Microcomputadores (COI) 4. Montagem do Computador Disco rígido limpeza; Disco rígido verificação de erros (modo gráfico); Disco rígido verificação de erros (linha de comandos;

Leia mais

Google Sites. A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1

Google Sites. A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1 Google Sites A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1 1. Google Sites A Google veio anunciar que, para melhorar as funcionalidades centrais do Grupos Google, como listas de discussão

Leia mais

Manual de Utilização Rápida Vodafone Connect Pen. Concebido para a Vodafone

Manual de Utilização Rápida Vodafone Connect Pen. Concebido para a Vodafone Manual de Utilização Rápida Vodafone Connect Pen Concebido para a Vodafone 1 Bem-vindo ao mundo das comunicações móveis 1 2 3 4 5 6 8 9 9 10 13 2 Bem-vindo Configuração da sua Connect Pen Iniciar o software

Leia mais

Manual do Nero ControlCenter

Manual do Nero ControlCenter Manual do Nero ControlCenter Nero AG Informações sobre direitos de autor e marcas O manual do Nero ControlCenter e todo o seu conteúdo estão protegidos pelos direitos de autor e são propriedade da Nero

Leia mais

Ambiente de trabalho. Configurações. Acessórios

Ambiente de trabalho. Configurações. Acessórios Ambiente de trabalho Configurações Acessórios O Sistema Operativo (SO) é o conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e comunique com o exterior. Actualmente, o Windows é

Leia mais

MICROSOFT WINDOWS XP Sistema Operativo

MICROSOFT WINDOWS XP Sistema Operativo MICROSOFT WINDOWS XP Sistema Operativo Índice 1. O que é o Windows XP 1 2. Para que serve o Windows XP 1 3. O Ambiente de Trabalho 2 4. Menu Iniciar 3 5. Janelas 4 6. Vistas 5 7. Iniciar 10 8. Encerrar

Leia mais

Manual do Utilizador Aluno

Manual do Utilizador Aluno Manual do Utilizador Aluno Escola Virtual Morada: Rua da Restauração, 365 4099-023 Porto PORTUGAL Serviço de Apoio ao Cliente: Telefone: (+351) 707 50 52 02 Fax: (+351) 22 608 83 65 Serviço Comercial:

Leia mais

Manual de Utilização Rápida Vodafone Connect Pen K3772-Z

Manual de Utilização Rápida Vodafone Connect Pen K3772-Z Manual de Utilização Rápida Vodafone Connect Pen K3772-Z Bem-vindo ao mundo da Banda Larga Móvel 1 2 3 4 5 6 8 9 9 10 12 Bem-vindo Configuração da Connect Pen Iniciar a aplicação Ligar Janela Normal Definições

Leia mais

Primeiros Passos com o Windows 10

Primeiros Passos com o Windows 10 Primeiros Passos com o Windows 10 Completou com sucesso a atualização para o Windows 10 e agora pode usar todas as funcionalidades do novo sistema operativo. Queremos dar-lhe uma breve orientação para

Leia mais

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Sistema Operativo Conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e comunique com o exterior; Windows: sistema operativo mais utilizado nos

Leia mais

Área Cientifica de Informática Disciplina: INFORMÁTICA I - Cursos: CA/MK/CI

Área Cientifica de Informática Disciplina: INFORMÁTICA I - Cursos: CA/MK/CI Assunto: Autor(es) MS Outlook ficha de estudo Alfredo Bastos Silva 1. Conceitos gerais O Microsoft Outlook é uma das aplicações que compõem o pacote Microsoft Office, sendo um cliente de mensagens e colaboração

Leia mais

Sumário O Computador... 3 Desligando o computador... 5 Cuidados com o computador... 5 O Windows e as janelas... 6 O que é o Windows?...

Sumário O Computador... 3 Desligando o computador... 5 Cuidados com o computador... 5 O Windows e as janelas... 6 O que é o Windows?... 1 Sumário O Computador... 3 Desligando o computador... 5 Cuidados com o computador... 5 O Windows e as janelas... 6 O que é o Windows?... 6 Usando os programas... 7 Partes da janela:... 7 Fechando as janelas...

Leia mais

Acer econsole Manual do Utilizador

Acer econsole Manual do Utilizador Acer econsole Manual do Utilizador 1 Informações sobre software de outras empresas ou software gratuito O software pré-instalado, integrado ou distribuído com os produtos fornecidos pela Acer contém programas

Leia mais

1. Ligar o Computador Ambiente de Trabalho

1. Ligar o Computador Ambiente de Trabalho 1. Ligar o Computador Ambiente de Trabalho O Ambiente de trabalho é a imagem que nos aparece no ecrã quando ligamos o computador. As imagens e as cores no ambiente de trabalho variam, mudam de computador

Leia mais

NOVO Panda Antivirus 2007 Manual resumido sobre a instalação, registo e serviços Importante! Leia a secção de registo on-line deste manual atentamente. As informações contidas nesta secção são essenciais

Leia mais

UTILIZAÇÃO DAS SALAS DE INFORMÁTICA

UTILIZAÇÃO DAS SALAS DE INFORMÁTICA INSTRUÇÕES PARA A UTILIZAÇÃO DAS SALAS DE INFORMÁTICA Professora Rita Cristina Colégio Liceal de Santa Maria de Lamas 2010-2011 1. Sistema Operativo O sistema operativo de todos os computadores das salas

Leia mais

Para criar a conta faça clique no separador. Abre um formulário com campos que terá que preencher. Basta ir seguindo

Para criar a conta faça clique no separador. Abre um formulário com campos que terá que preencher. Basta ir seguindo CRIAR UMA CONTA DE CORREIO ELECTRÓNICO Ex: No hotmail: Abrir o Explorer Na barra de endereços escrever: http://www.hotmail.com Surge a página representada na fig.1. Fig. 1 Para criar a conta faça clique

Leia mais

Manual de actualização passo a passo do Windows 8 CONFIDENCIAL 1/53

Manual de actualização passo a passo do Windows 8 CONFIDENCIAL 1/53 Manual de passo a passo do Windows 8 CONFIDENCIAL 1/53 Índice 1. 1. Processo de configuração do Windows 8 2. Requisitos do sistema 3. Preparativos 2. Opções de 3. 4. 5. 6. 1. Personalizar 2. Sem fios 3.

Leia mais

No final desta sessão o formando deverá ser capaz de aceder ao Word e iniciar um novo documento.

No final desta sessão o formando deverá ser capaz de aceder ao Word e iniciar um novo documento. Sessão nº 2 Iniciar um novo documento Objectivos: No final desta sessão o formando deverá ser capaz de aceder ao Word e iniciar um novo documento. Iniciar um novo documento Ao iniciar-se o Word, este apresenta

Leia mais

WINDOWS. O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador.

WINDOWS. O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador. WINDOWS O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador. Um computador que tenha o Windows instalado, quando arranca, entra directamente

Leia mais

Manual de Utilização Rápida Vodafone Connect Pen K3571. Concebido para a Vodafone

Manual de Utilização Rápida Vodafone Connect Pen K3571. Concebido para a Vodafone Manual de Utilização Rápida Vodafone Connect Pen K3571 Concebido para a Vodafone Bem-vindo ao mundo das comunicações móveis 1 Bem-vindo 2 Configuração da Connect Pen 3 Iniciar a aplicação 4 Ligar - Modo

Leia mais

Microsoft Windows. Aspectos gerais

Microsoft Windows. Aspectos gerais Aspectos gerais É um sistema operativo desenvolvido pela Microsoft Foi desenhado de modo a ser fundamentalmente utilizado em computadores pessoais Veio substituir o sistema operativo MS-DOS e as anteriores

Leia mais

Manual PowerPoint 2000

Manual PowerPoint 2000 Manual PowerPoint 2000 Índice 1. INTRODUÇÃO 1 2. DIRECTRIZES PARA APRESENTAÇÕES DE DIAPOSITIVOS 1 3. ECRÃ INICIAL 2 4. TIPOS DE ESQUEMA 2 5. ÁREA DE TRABALHO 3 5.1. ALTERAR O ESQUEMA AUTOMÁTICO 4 6. MODOS

Leia mais

Pesquisa e organização de informação

Pesquisa e organização de informação Pesquisa e organização de informação Capítulo 3 A capacidade e a variedade de dispositivos de armazenamento que qualquer computador atual possui, tornam a pesquisa de informação um desafio cada vez maior

Leia mais

Evolution3.0. Manual do Utilizador

Evolution3.0. Manual do Utilizador Evolution3.0 Manual do Utilizador 1 Conteúdos Conteúdos... 2 Principais Características... 3 Requisitos de Sistema... 4 Instalar e Desinstalar a Aplicação... 5 Instalar... 5 Desinstalar... 8 Evolution

Leia mais

O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS

O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador. Um computador que tenha o Windows instalado, quando arranca, entra directamente

Leia mais

Guia de Rede MediCap USB300

Guia de Rede MediCap USB300 Guia de Rede MediCap USB300 Aplica-se às versões de firmware 110701 e mais recentes 1 Introdução... 2 Instruções Preliminares... 2 Como Configurar o Acesso Através da Rede ao Disco Rígido do USB300...

Leia mais

CADERNOS DE SOCIOMUSEOLOGIA Nº 14 1999 27

CADERNOS DE SOCIOMUSEOLOGIA Nº 14 1999 27 CADERNOS DE SOCIOMUSEOLOGIA Nº 14 1999 27 3 - MANUAL DO UTILIZADOR Diogo Mateus 3.1. REQUISITOS MÍNIMOS * Computador Pessoal com os seguintes Programas * Microsoft Windows 95 * Microsoft Access 97 A InfoMusa

Leia mais

ZSRest/ZSPos. Manual de Stocks. BackOffice

ZSRest/ZSPos. Manual de Stocks. BackOffice BackOffice 1 1. Índice 2. Introdução... 3 3. Iniciar o ZSRest/ZSPos FrontOffice... 4 4. Produto... 5 Activar gestão de stocks... 5 5. Armazém... 7 a) Adicionar Armazém... 8 b) Modificar Armazém... 8 c)

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR DO BACKUP HD SERIES

MANUAL DO UTILIZADOR DO BACKUP HD SERIES MANUAL DO UTILIZADOR DO BACKUP HD SERIES OBRIGADO por ter adquirido a aplicação ClickFree Backup. Estas instruções foram reunidas para o ajudar a utilizar o produto, mas de um modo geral esperamos que

Leia mais

Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7

Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7 Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7 Conteúdo Etapa 1: Saiba se o computador está pronto para o Windows 7... 3 Baixar e instalar o Windows 7 Upgrade Advisor... 3 Abra e execute o Windows 7

Leia mais

Plataforma de Benefícios Públicos Acesso externo

Plataforma de Benefícios Públicos Acesso externo Índice 1. Acesso à Plataforma... 2 2. Consulta dos Programas de Beneficios Públicos em Curso... 3 3. Entrar na Plataforma... 4 4. Consultar/Entregar Documentos... 5 5. Consultar... 7 6. Entregar Comprovativos

Leia mais

Webmail FEUP. Rui Tiago de Cruz Barros tiago.barros@fe.up.pt

Webmail FEUP. Rui Tiago de Cruz Barros tiago.barros@fe.up.pt Webmail FEUP Rui Tiago de Cruz Barros tiago.barros@fe.up.pt Mestrado Integrado em Engenharia Informática e Computação Interacção Pessoa-Computador Junho 2013 Índice Índice 1. Introdução 2. Webmail FEUP

Leia mais

GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU

GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU Imagina que queres criar o teu próprio site. Normalmente, terías que descarregar e instalar software para começar a programar. Com a Webnode não é preciso instalar nada.

Leia mais

Seu manual do usuário EPSON LQ-630 http://pt.yourpdfguides.com/dref/1120693

Seu manual do usuário EPSON LQ-630 http://pt.yourpdfguides.com/dref/1120693 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no manual do usuário (informação,

Leia mais

Usando o Outlook MP Geral

Usando o Outlook MP Geral Usando o Outlook MP Geral Este guia descreve o uso do Outlook MP. Este guia é baseado no uso do Outlook MP em um PC executando o Windows 7. O Outlook MP pode ser usado em qualquer tipo de computador e

Leia mais

Guia de actualização de firmware

Guia de actualização de firmware Modelo N.º Guia de actualização de firmware Este manual explica como actualizar o firmware do controlador da máquina e o firmware PDL. Pode descarregar estas actualizações a partir do nosso sítio Web.

Leia mais

Guia do Signatário SAP DocuSign

Guia do Signatário SAP DocuSign Guia do Signatário SAP DocuSign Índice 1. Guia do Signatário SAP DocuSign... 2 2. Receber uma notificação por e-mail... 2 3. Assinar o documento... 3 4. Outras opções... 4 4.1 Terminar mais tarde... 4

Leia mais

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Iniciando o Windows XP...2 Desligar o computador...3 Área de trabalho...3

Leia mais

Manual de Recuperação, Cópias de Segurança e Resolução de Problemas 4-445-112-21(1)

Manual de Recuperação, Cópias de Segurança e Resolução de Problemas 4-445-112-21(1) Manual de Recuperação, Cópias de Segurança e Resolução de Problemas 4-445-112-21(1) Conteúdo Introdução... 3 Acerca da recuperação... 3 Acerca da cópia de segurança... 4 Criar suportes de recuperação...

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Gestão de Stocks Local. v2011

ZS Rest. Manual Avançado. Gestão de Stocks Local. v2011 Manual Avançado Gestão de Stocks Local v2011 1 1. Índice 2. Introdução... 3 3. Iniciar o ZSRest FrontOffice... 4 4. Produto... 5 b) Activar gestão de stocks... 5 i. Opção: Faz gestão de stocks... 5 ii.

Leia mais

PRIMEIROS PASSOS NO PICASA

PRIMEIROS PASSOS NO PICASA HOW TO PARTE 1 (UM GUIIA BÁSIICO) Almada, JAN2010 PRIMEIROS PASSOS NO PICASA Primeiros passos no Picasa : Primeiros passos - Ajuda do Picasa http://picasa.google.com/support/bin/answer.py?hl=br&answer=93183

Leia mais

Manual de Recuperação, Cópias de Segurança e Resolução de Problemas. Crie os suportes de recuperação imediatamente após a configuração.

Manual de Recuperação, Cópias de Segurança e Resolução de Problemas. Crie os suportes de recuperação imediatamente após a configuração. Manual de Recuperação, Cópias de Segurança e Resolução de Problemas Crie os suportes de recuperação imediatamente após a configuração. Conteúdo Introdução... 3 Acerca da recuperação... 3 Acerca da cópia

Leia mais

Adenda ao Guia de Consulta Rápida de ZoomText 10.1 para o Windows 8

Adenda ao Guia de Consulta Rápida de ZoomText 10.1 para o Windows 8 Adenda ao Guia de Consulta Rápida de ZoomText 10.1 para o Windows 8 Esta adenda ao Guia de Consulta Rápida ZoomText 10 abrange as novas funcionalidades e outras alterações específicas ao ZoomText 10.1

Leia mais

Audacity. Os primeiros passos com o Audacity!

Audacity. Os primeiros passos com o Audacity! Audacity Os primeiros passos com o Audacity! João Torres joao.torres@dgidc.min-edu.pt Milena Jorge milena.jorge@dgidc.min-edu.pt Dezembro de 2009 Conteúdo 1 Sobre este documento 2 2 O que é o Audacity?

Leia mais

Guia Rápido. Versão 9.0. Mover a perícia - não as pessoas

Guia Rápido. Versão 9.0. Mover a perícia - não as pessoas Guia Rápido Versão 9.0 Mover a perícia - não as pessoas Copyright 2006 Danware Data A/S. Partes utilizadas sob licença de terceiros. Todos os direitos reservados. Revisão do documento: 2006080 Por favor,

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Folha de trabalho

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR PROFESSOR(A)

MANUAL DO UTILIZADOR PROFESSOR(A) PROFESSOR(A) INTRODUÇÃO Caro(a) professor(a), Obrigado por descarregar este manual do utilizador do Ephorus. Em caso de dúvidas, por favor contacte o utilizador principal do Ephorus no seu estabelecimento

Leia mais

Introdução ao Microsoft Windows

Introdução ao Microsoft Windows Introdução ao Microsoft Windows Interface e Sistema de Ficheiros Disciplina de Informática PEUS, 2006 - U.Porto Iniciar uma Sessão A interacção dos utilizadores com o computador é feita através de sessões.

Leia mais

ZS Rest. Manual de Iniciação. BackOffice

ZS Rest. Manual de Iniciação. BackOffice Manual de Iniciação BackOffice 1 1. Índice 2. Introdução... 2 3. Iniciar o ZSRest... 3 a) BackOffice:... 4 b) Acesso BackOffice:... 4 4. Zonas... 6 c) Criar Zona:... 7 d) Modificar Zona:... 8 e) Remover

Leia mais

Controle Parental. Introdução

Controle Parental. Introdução Controle Parental Introdução O acesso das crianças à Internet suscita algumas preocupações aos pais e educadores/as. Contudo, tal como na vida real ou no uso de outros meios de comunicação, os adultos

Leia mais

SENAI São Lourenço do Oeste. Introdução à Informática. Adinan Southier Soares

SENAI São Lourenço do Oeste. Introdução à Informática. Adinan Southier Soares SENAI São Lourenço do Oeste Introdução à Informática Adinan Southier Soares Informações Gerais Objetivos: Introduzir os conceitos básicos da Informática e instruir os alunos com ferramentas computacionais

Leia mais

MANUAL de FORMAÇÃO INICIAÇÃO. Sara Mota Marco Alves

MANUAL de FORMAÇÃO INICIAÇÃO. Sara Mota Marco Alves SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO DIRECÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇÃO ESPECIAL E REABILITAÇÃO DIRECÇÃO DE SERVIÇOS DE FORMAÇÃO E ADAPTAÇÕES TECNOLÓGICAS DIVISÃO DE ADAPTAÇÃO ÀS NOVAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO

Leia mais

Google Apps para o Office 365 para empresas

Google Apps para o Office 365 para empresas Google Apps para o Office 365 para empresas Mude O Office 365 para empresas tem um aspeto diferente do Google Apps, por isso, ao iniciar sessão, obterá esta vista para começar. Após as primeiras semanas,

Leia mais

Guia de instalação e Activação

Guia de instalação e Activação Guia de instalação e Activação Obrigado por ter escolhido o memoq 5, o melhor ambiente de tradução para tradutores freelancer, companhias de tradução e empresas. Este guia encaminha-o através do processo

Leia mais

ÁREA DE TRABALHO. Área de Trabalho ou Desktop Na Área de trabalho encontramos os seguintes itens: Atalhos Barra de tarefas Botão iniciar

ÁREA DE TRABALHO. Área de Trabalho ou Desktop Na Área de trabalho encontramos os seguintes itens: Atalhos Barra de tarefas Botão iniciar WINDOWS XP Wagner de Oliveira ENTRANDO NO SISTEMA Quando um computador em que trabalham vários utilizadores é ligado, é necessário fazer login, mediante a escolha do nome de utilizador e a introdução da

Leia mais

GESTÃO DE INFORMAÇÃO PESSOAL OUTLOOK (1)

GESTÃO DE INFORMAÇÃO PESSOAL OUTLOOK (1) GESTÃO DE INFORMAÇÃO PESSOAL OUTLOOK (1) MICROSOFT OUTLOOK 2003 - OBJECTIVOS OBJECTIVOS: Enumerar as principais funcionalidades do Outlook; Demonstrar a utilização das ferramentas do correio electrónico;

Leia mais

Ficheiros, Pastas e Atalhos

Ficheiros, Pastas e Atalhos Ficheiros, Pastas e Atalhos Ficheiros Um ficheiro é bastante semelhante a um documento escrito que poderá ser encontrado em qualquer secretária ou armário de arquivo; trata-se de um item que contém um

Leia mais

Utilizar o Microsoft Offi ce OneNote 2003: Iniciação rápida

Utilizar o Microsoft Offi ce OneNote 2003: Iniciação rápida Utilizar o Microsoft Offi ce OneNote 2003: Iniciação rápida Utilizar a iniciação ao OneNote 1 O MICROSOFT OFFICE ONENOTE 2003 OPTIMIZA A PRODUTIVIDADE AO PERMITIR QUE OS UTILIZADORES CAPTEM, ORGANIZEM

Leia mais

Mac OS X 10.6 Snow Leopard Manual de Instalação e Configuração

Mac OS X 10.6 Snow Leopard Manual de Instalação e Configuração Mac OS X 10.6 Snow Leopard Manual de Instalação e Configuração Leia este documento antes de instalar o Mac OS X. Ele inclui informações importantes acerca da instalação do Mac OS X. Requisitos de sistema

Leia mais

E-MAIL ACÇÃO DE FORMAÇÃO ESE VISEU PÓLO DE LAMEGO 10/04/2003 ANA C. C. LOUREIRO ÁREA DAS TIC

E-MAIL ACÇÃO DE FORMAÇÃO ESE VISEU PÓLO DE LAMEGO 10/04/2003 ANA C. C. LOUREIRO ÁREA DAS TIC E-MAIL ACÇÃO DE FORMAÇÃO ESE VISEU PÓLO DE LAMEGO 10/04/2003 ANA C. C. LOUREIRO ÁREA DAS TIC O E-MAIL O Email (Electronic Mail) ou Correio Electrónico é um sistema de troca de mensagens entre dois ou mais

Leia mais

SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INTELECTUAL

SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INTELECTUAL SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INTELECTUAL Manual de Utilização Direcção dos Serviços de Economia do Governo da RAEM Novembro de 2014 SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INTELECTUAL Manual

Leia mais

ZS Rest. Manual Profissional. BackOffice Mapa de Mesas. v2011

ZS Rest. Manual Profissional. BackOffice Mapa de Mesas. v2011 Manual Profissional BackOffice Mapa de Mesas v2011 1 1. Índice 2. Introdução... 2 3. Iniciar ZSRest Backoffice... 3 4. Confirmar desenho de mesas... 4 b) Activar mapa de mesas... 4 c) Zonas... 4 5. Desenhar

Leia mais

Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan

Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan Versão G POR Definições de notas Ao longo deste Manual do Utilizador, é utilizado o seguinte ícone: As Notas indicam o que fazer perante

Leia mais

Linux Caixa Mágica 14. Como Gravar um Live CD. http://www.caixamagica.pt. Julho 2009 Versão 1.1

Linux Caixa Mágica 14. Como Gravar um Live CD. http://www.caixamagica.pt. Julho 2009 Versão 1.1 Linux Caixa Mágica 14 Como Gravar um Live CD http://www.caixamagica.pt Julho 2009 Versão 1.1 Índice 1. Introdução...3 2. Gravar um Live CD em sistemas Linux...3 2.1. Verificação da Integridade da Imagem

Leia mais

Tecnologias da Informação e Comunicação 9º ANO. Escola Básica José Afonso. Professora Marta Caseirito

Tecnologias da Informação e Comunicação 9º ANO. Escola Básica José Afonso. Professora Marta Caseirito Tecnologias da Informação e Comunicação 9º ANO Escola Básica José Afonso Professora Marta Caseirito Grupo 1 1. As questões seguintes são de escolha múltipla. Nas afirmações seguintes assinale com X aquela

Leia mais

Guia de Instalação para Windows Vista /Windows 7

Guia de Instalação para Windows Vista /Windows 7 Guia de Instalação para Windows Vista / 7 Antes de utilizar o aparelho, tem de configurar o hardware e instalar o controlador. Leia o Guia de Instalação Rápida e este Guia de Instalação para Windows Vista

Leia mais

Como instalar e usar o SSS\Progman com cabo de Carsoft ou INPA. Como instalar o SSS Progman v.28, v.30 ou v.32

Como instalar e usar o SSS\Progman com cabo de Carsoft ou INPA. Como instalar o SSS Progman v.28, v.30 ou v.32 Como instalar e usar o SSS\Progman com cabo de Carsoft ou INPA Antes de mais nada tem de já conseguir usar o software INPA. Se ainda não o conseguiu pôr a funcionar: Volte a tentar por primeiro esse a

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Instalação em Rede. v2011

ZS Rest. Manual Avançado. Instalação em Rede. v2011 Manual Avançado Instalação em Rede v2011 1 1. Índice 2. Introdução... 2 3. Hardware... 3 b) Servidor:... 3 c) Rede:... 3 d) Pontos de Venda... 4 4. SQL Server... 5 e) Configurar porta estática:... 5 5.

Leia mais

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Criação e eliminação de atalhos Para criar atalhos, escolher um dos seguintes procedimentos: 1. Clicar no ambiente de trabalho com o botão secundário (direito) do

Leia mais

Data de Aplicação 2/04/2009

Data de Aplicação 2/04/2009 FICHA TÉCNICA Exercício nº 9 Data de Aplicação 2/04/2009 NOME DO EXERCÍCIO Instalação de Software Base DESTINATÁRIOS Duração Pré Requisitos Recursos / Equipamentos Orientações Pedagógicas OBJECTIVOS Resultado

Leia mais

GUIA DE ACESSO E UTILIZAÇÃO DO

GUIA DE ACESSO E UTILIZAÇÃO DO GUIA DE ACESSO E UTILIZAÇÃO DO GMAIL utilizador 2010 O presente manual pretende dar indicações suficientes para que o utilizador possa utilizador o correio electrónico disponibilizado pela empresa GOOGLE

Leia mais

Guia de Acesso à Formação Online Formando 2011

Guia de Acesso à Formação Online Formando 2011 Plano [1] Guia de Acesso à Formação Online 2011 [2] ÍNDICE ÍNDICE...2 1. Introdução...3 2. Metodologia Formativa...4 3. Actividades...4 4. Apoio e Acompanhamento do Curso...5 5. Avaliação...6 6. Apresentação

Leia mais

Internet e E-mail E. Univ. Sénior de Odivelas. ISCE Jan 2008 Rui Lourenço

Internet e E-mail E. Univ. Sénior de Odivelas. ISCE Jan 2008 Rui Lourenço Internet e E-mail E Univ. Sénior de Odivelas ISCE Jan 2008 Rui Lourenço Sumário O que éa Internet? O que posso fazer na Internet? O que énecessário para aceder àinternet? Usar um browser Usar o e-mail

Leia mais

Segurança e recuperação Manual do utilizador

Segurança e recuperação Manual do utilizador Segurança e recuperação Manual do utilizador Copyright 2009 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Microsoft é uma marca comercial registada da Microsoft Corporation nos E.U.A. As informações contidas

Leia mais

18-10-2009. Microsoft Office 2007 Processador de texto. UFCD 3772 Informática na óptica do utilizador fundamentos. Formadora: Sónia Rodrigues

18-10-2009. Microsoft Office 2007 Processador de texto. UFCD 3772 Informática na óptica do utilizador fundamentos. Formadora: Sónia Rodrigues Objectivos da UFCD: Utilizar um processador de texto. Pesquisar informação na. Utilizar uma aplicação de correio electrónico. UFCD 3772 Informática na óptica do utilizador fundamentos Duração: 25 Horas

Leia mais

Conversão do POC para o SNC

Conversão do POC para o SNC Manual do Utilizador Conversão do POC para o SNC Data última versão: 18.02.2010 Versão: 128 Data criação: 3.12.2009 Faro R. Dr. José Filipe Alvares, 31 8005-220 FARO Telf. +351 289 899 620 Fax. +351 289

Leia mais

Apoio Passo-a-passo. Aprender a utilizar o seu Twinspace

Apoio Passo-a-passo. Aprender a utilizar o seu Twinspace Apoio Passo-a-passo Aprender a utilizar o seu Twinspace Como actualizar o seu perfil... 3 Como adicionar professores e visitantes ao seu Twinspace... 4 Como convidar alunos para o seu Twinspace... 7 Como

Leia mais

Software da Impressora

Software da Impressora Software da Impressora Acerca do Software da Impressora O software Epson inclui o controlador de impressão e o EPSON Status Monitor 3. O controlador de impressão é um software que permite controlar a impressora

Leia mais

5 - Se o documento estiver completo, com os campos totalmente inseridos e com o aspecto que pretende, poderá guardá-lo.

5 - Se o documento estiver completo, com os campos totalmente inseridos e com o aspecto que pretende, poderá guardá-lo. Impressão em série de cartas de formulário e mailings em grande número Intercalação de correio Base de Dados em Excel Comece por planear o aspecto da sua página final - é uma carta, uma página de etiquetas

Leia mais

O gjaiku é um aplicação de desktop para uso com o serviço online de microblogging, Jaiku.

O gjaiku é um aplicação de desktop para uso com o serviço online de microblogging, Jaiku. Relatório final Denis Encarnação 25077 Tiago Rodrigues 25092 O gjaiku é um aplicação de desktop para uso com o serviço online de microblogging, Jaiku. O que é o Jaiku? O Jaiku é um serviço online de microblogging.

Leia mais

COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1. Oficina do Correio

COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1. Oficina do Correio COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 Oficina do Correio Utilização Educativa da Internet Guião de iniciação ao Correio Electrónico Índice I INTRODUÇÃO AO CORREIO ELECTRÓNICO (E-MAIL)...2 O que é o correio

Leia mais

internet http://www.uarte.mct.pt internet... abrir o programa... pag.. 6 ecrã do internet explorer... ligações... escrever um endereço de internet...

internet http://www.uarte.mct.pt internet... abrir o programa... pag.. 6 ecrã do internet explorer... ligações... escrever um endereço de internet... internet 1 http://www.uarte.mct. internet...... pag.. 2 abrir o programa...... pag.. 3 ecrã do internet explorer... pag.. 4 ligações...... pag.. 5 escrever um endereço de internet... pag.. 6 voltar à página

Leia mais

Índice. 1. Introdução 3. 2. Instalação e desinstalação do GENIUS VOIP MOUSE 4. 2.2 IMs suportados pelo GENIUS VOIP MOUSE 5

Índice. 1. Introdução 3. 2. Instalação e desinstalação do GENIUS VOIP MOUSE 4. 2.2 IMs suportados pelo GENIUS VOIP MOUSE 5 Índice 1. Introdução 3 2. Instalação e desinstalação do GENIUS VOIP MOUSE 4 2.1 Requisitos do sistema 4 2.2 IMs suportados pelo GENIUS VOIP MOUSE 5 2.3 Website de cada IM para download 5 2.4 Instalação

Leia mais

Este manual utiliza duas unidades de medição. Este equipamento utiliza a versão métrica.

Este manual utiliza duas unidades de medição. Este equipamento utiliza a versão métrica. Guia de Rede Para uma utilização segura e correcta, certifique-se de que lê as Informações de Segurança em "Referência de Cópia" antes de utilizar o equipamento. Introdução Este manual contém instruções

Leia mais

Guia de Início Rápido Antivirus Pro 2009 Importante! Leia atentamente a secção Activação do produto neste guia. As informações contidas nesta secção são essenciais para manter o seu computador protegido.

Leia mais

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Ambiente de trabalho Configurações Acessórios O Sistema Operativo (SO) é o conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e comunique

Leia mais