PATO BRANCO, DAÍ : UMA PROPOSTA DE ANÁLISE DA EXPRESSÃO PRONUNCIADA POR PATO-BRANQUENSES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PATO BRANCO, DAÍ : UMA PROPOSTA DE ANÁLISE DA EXPRESSÃO PRONUNCIADA POR PATO-BRANQUENSES"

Transcrição

1 PATO BRANCO, DAÍ : UMA PROPOSTA DE ANÁLISE DA EXPRESSÃO PRONUNCIADA POR PATO-BRANQUENSES Ivonete de Fatima de Jesus 1 Maria de Lourdes Bernartt 2 RESUMO: O presente artigo pretende analisar a expressão daí presente na fala de patobranquenses. Pretende-se verificar se a expressão daí, pronunciada pela população patobranquense, pode ser uma figura de linguagem ou se possui alguma classificação gramatical. Para isso, estamos realizando uma pesquisa de campo exploratória, comparando a expressão daí com outras expressões utilizadas em frases pronunciadas em outras regiões do Brasil, como a expressão então. A coleta de dados ocorre por meio de observação de conversas dos moradores da cidade de Pato Branco, em situações diversas, como na rua, comércio, bares, consultórios e similares, em redes sociais, entre conversas com familiares e também em conversas através do telefone e também entrevistas em programas de rádio da cidade de Pato Branco. Os resultados primeiros demonstraram que a expressão daí encontra-se presente apenas no vocabulário brasileiro, usada a partir da metade do século XX, e o seu uso caracteriza notadamente a cidade de Pato Branco, situada na região sudoeste do Paraná. Palavras- chave: Pato Branco. vocabulário. Expressão Daí. INTRODUÇÃO O presente estudo faz parte de um projeto de pesquisa que está sendo desenvolvido no Curso de Especialização em Letras, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campus 1 Licenciada em Letras Português- Literatura/ UFSC. Especialista em Docência no Ensino Superior/ Faculdade Barão de Mauá de São Paulo. Especialista em Letras/UTFPR Câmpus Pato Branco. Professora da Educação Básica/SEED-PR. 1 Licenciada em Letras-Inglês. Doutorado em Educação. Docente da Graduação e do Programa de Pós- Graduação em Desenvolvimento Regional (PPGDR) e do Programa de Pós-Graduação em Letras/UTFPR Câmpus Pato Branco.

2 590 Pato Branco. O seu objetivo principal é analisar a expressão daí encontrada na fala da grande maioria da população da cidade de Pato Branco, região sudoeste do Paraná. Neste artigo, será apresentado um recorte da referida pesquisa, com alguns resultados obtidos. A problemática centra-se na busca pelo porquê de os pato-branquenses usarem em suas falas diárias a expressão daí, de maneira diferenciada, no final de frases, o que chama a atenção de pessoas que não residem na cidade e na região. A expressão daí é tão notória que ficou conhecida nacionalmente através de um programa de televisão chamado Toma lá da cá da Rede Globo, de autoria de Miguel Falabela. Este programa que permaneceu no ar durante agosto de 2007 a dezembro de 2009, sendo 2 anos e 4 meses e se iniciou como um especial de natal no ano de 2005, foi o que notabilizou a fala dos pato-branquenses no país. A partir disso, tornou-se comum o fato de pessoas de outras regiões do país se referirem à cidade ou à sua população usando a expressão Pato Branco, daì. Em vista disso, busca-se entender a origem desta expressão e o que influenciou a sua ocorrência e uso na fala dos pato-branqueses. Para isso, estamos realizando uma pesquisa bibliográfica e de campo exploratória. A pesquisa bibliográfica embasa-se em alguns estudos já realizados sobre a temática, tais como: o artigo de Lima (2013), intitulado Pato Branco, daí, e a tese de Tavares (2005), que tem o título de: A gramaticalização de e, aí, daí e então: estratificação/variação e mudança no domínio funcional da sequenciação retroativo-propulsora de informações um estudo sociofuncionalista, a partir destes dois autores será buscado a origem do uso da expressão daí no final das frases pronunciadas por pato-branqueses.. A pesquisa de campo, por sua vez, envolve pessoas da comunidade em estudo, escolhidas aleatoriamente, em situações de fala corriqueiras usando-se a expressão daí, em locais como: rua, comércio, família, redes sociais, meios de comunicação em fim buscando os daís falados por pato-branqueses. Com efeito, com base nesses estudos e na coleta de dados, buscar-se-á encontrar a origem da expressão daí na fala dos pato-branqueses, analisando se os colonizadores que ocuparam a região sudoeste do Paraná, a partir de 1940, constituídos por italianos, alemães e poloneses tiveram alguma influência nesta fala, ou se foi herança da colonização portuguesa. ANÁLISE DA EXPRESSÃO DAÍ : UM ESTUDO INCIAL

3 591 A expressão daí pode ser analisada gramaticalmente tanto como um vício de linguagem como uma forma gramatical de advérbio, isso depende de sua colocação na frase. No caso da expressão daí falada pelos pato-branqueses, sua gramatização, segundo o Lima (2013), essa expressão tem a função de advérbio, visto que equivale à palavra então, podendo significar neste caso. Sendo assim, Lima ( 2013), afirma em seu estudo, que a expressão daí falada por pato-branqueses está longe de ser um vício de linguagem e possui sua classificação gramatical marcando a identidade desse povo, o que contribui para enriquecer o português falado no Brasil. Buscando entender melhor está expressão que é bastante usada no sul do Brasil em especial no sudoeste do Paraná e virou identidade dos moradores da cidade de Pato Branco, foi feito pesquisa on line tentando encontrar a origem da expressão daí. No Dicionário online de Português, a significação da expressão do daí é: contração da preposição de + o advérbio ai, Denota início; a partir de determinado lugar ou tempo; numa situação próxima de quem fala; desse momento: - Corra daí! Você enxerga o prédio daí? Donde; exemplifica um resultado, uma conclusão: - Desistiu do curso, daí os colegas se esqueceram dele. Então; em que há ou pode haver desenvolvimento: - Não quis o jantar, daí procurou outro restaurante.~ loc.adv. E daí. Expressa continuação em relação a determinado assunto: - E daí, ela foi embora? Modo de expressão que significa desinteresse: ele não se casou? - E daí? Isso não lhe diz respeito. De acordo com o referido Dicionário, essa expressão daí tem como sinônimos donde e então e sua classificação gramatical é de contração, locução adverbial, advérbio. Durante a realização da pesquisa on line, foi possível percebermos que há poucos sites que trazem exemplos de frases utilizando-se a expressão daí no final das frases, o mais comum é encontrá-la como uma ligação para uma explicação ou mesmo como uma forma de conclusão, possuindo uma significação de donde.

4 592 Conforme Lima (2013),.a expressão daí pronunciada por patobranqueses possui classificação gramatical de advérbio e tem função aproximada e equivalente a palavra então que pode significar nesse caso. Para Lima, se substituirmos daí, por então e por nesse caso não haverá grandes perdas na sua significação. Percebe-se, em todas essas situações, que a palavra daí equivale, aproximadamente, à palavra então. De acordo com o dicionário Aurélio, a palavra então é advérbio e pode significar nesse caso. Se o leitor experimentar substituir daí por então ou pela expressão nesse caso nos exemplos citados, verificará que não há grandes prejuízos na significação. Esse pequeno experimento confirma a equivalência aproximada entre as duas palavras e permite afirmar que daí, assim como então, funciona sintaticamente como advérbio e significa nesse caso. ( LIMA, 2013, p. 1) Dessa forma, o referido autor conclui que esta expressão se tornou uma espécie de identidade dos patobranquenses e que se trata de mais uma maneira de contribuição para o português falado no Brasil. Ele ainda afirma que esta expressão tem significação sintática e que não é um vício de linguagem sendo que pertence à classe dos advérbios. Com está afirmação observa-se que a frase Pato Branco, daí, usada para identificar os pato-branqueses, seja em sua cidade ou fora dela, consiste em uma forma de identificação para se reconhecer um habitante da cidade de Pato branco. Pode se dizer que a expressão da í no final de frases é comum na fala dos pato-branqueses e região sudoeste mas raro em outras cidades da região sul que usam a expressão daí como uma forma de ligação para uma frase a outra. Para Tavares (2005) a expressão daí assim como então e aí, possuem usos gramaticais variados. A autora utiliza o livro de John Steinbeck As vinhas do Ira (1939), que em sua tradução para o português usa o dileto das classes populares do Rio Grande do Sul. Conforme sua pesquisa Tavares (2005) afirma que expressões como aí e daí estão cada vez mais ocupando o espaço de expressões mais antigas como, e e então. A EXPRESSÃO DAÍ PRONUNCIADA POR PATO-BRANQUESES No Brasil, muitos povos influenciaram na formação da maneira de falar dos brasileiros e, desta forma, podemos observar que nas várias regiões do país há sotaques e expressões que se destacam.

5 593 Em nossa convivência diária observamos que na região sul do Brasil, são utilizadas algumas expressões como né, então, entendeu, daí, mais especificamente no Rio Grande do Sul a expressão bah tchê compõe a fala dos gaúchos, e, é assim em todo o Brasil. Podemos dizer que a forma de falar e usando palavras novas é o que diferencia uma região de outra dentro de um mesmo país. Com isso observa-se que a linguagem falada está em constante mutação, prova disso é o fato de que no vocabulário brasileiro sempre existe palavras novas que acabaram de serem inventadas. Na cidade de Pato Branco isso não é diferente, visto que as gírias têm grande contribuição para condensar este vocabulário popular. Analisando-se as falas dos moradores da cidade é possível observar que algumas palavras pitorescas fazem parte da fala dos patobranqueses. A região sudoeste do Paraná foi colonizada por descendentes de italianos, alemães, poloneses talvez por esta razão as pessoas que moram neste lugar tragam em seu vocabulário algumas palavras que lembram ou se assemelham à língua italiana.. Se analisarmos os descendentes de italianos podemos perceber que palavras como, nona, tchió, nene entre outras ainda são utilizadas na fala destas pessoas. Na busca pela origem da expressão daí pronunciada por pato-branqueses e habitantes da região sudoeste do Paraná, foi possível perceber que na região sul do país esta expressão e bastante usada, em especial, no estado do Paraná. A ideia de que está expressão tenha sido trazida por colonizadores portugueses foi descartada, visto que Tavares 2005) afirma que passou a fazer parte do vocabulário brasileiro a partir da metade do século XX, mostrando, assim, que esta é uma expressão recente. Quanto ao AÍ e ao DAÍ, é provável que seus usos como conectores tenham surgido em tempos mais recentes, pois, em um estudo anterior, tendo como fonte vários textos escritos em língua portuguesa e datados do século XIII ao XX, obtive dados de AÍ e de DAÍ como conectores apenas em textos escritos em português brasileiro a partir da primeira metade do século XX, no caso de AÍ, e da segunda metade do século XX, no caso de DAÍ. (TAVARES, ) Além disso, em outro estudo, comparando conectores coordenativos na fala do português brasileiro e do português europeu, não localizei nenhum dado de AÍ e de DAÍ na fala portuguesa, o que é forte indício de que eles se desenvolveram apenas no português brasileiro. (TAVARES, 2005, p. 45). Conforme afirma Tavares, a expressão daí só foi encontrada no vocabulário português brasileiro descartando assim a possibilidade de ser uma herança linguística da fala dos colonizadores portugueses.

6 594 As vinhas do Ira (1939) livro utilizado pela autora em sua tradução traz falas de de classes populares do Rio Grande do sul, isso leva a crer que a origem da expressão daí possa ser uma herança dos habitantes colonizadores desta região. REGISTRO DE ALGUMAS SITUAÇÕES DE FALA DA EXPRESSÃO DAÍ Durante os meses de fevereiro e março de 2015, na primeira fase de coleta de dados, foi observado como a expressão daí é utilizada por cidadãos patobranquenses, em várias situações de uso. Estas estão expostas nos quadros, a seguir: Quadro 1: Excertos de conversas de rua, coletadas na cidade de PatoBranco-PR, como: comercio, supermercado, restaurantes e similares Em um supermercado da cidade de Pato - Leva as compras dela, daí. Branco, a moça do caixa fala para o rapaz do pacote: Em um restaurante eu e minha irmã almoçando e na hora de pagar a conta ela fala para mim Em um passeio de final de semana com minhas irmãs e algumas amigas, quando deixamos uma delas em casa, ela fala: - Deixa que eu pago a sua também, daí. - Me ligue, daí. Fonte: Dados da Pesquisa de Campo (2015). Quadro 2: Excertos de conversas de família como: em casa e por telefone Em casa eu conversando com - Deixa que eu lavo a louça, daí. a minha mãe, eu falou: Em uma conversa pelo telefone com minha prima de Curitiba ( mas que morou por alguns anos em Pato Branco, ela fala: - Prima, ligue quando puder, daí. - Porque, daí Fonte: Dados da Pesquisa de Campo (2015). Quadro 3: Excertos de conversas em meios de comunicação como: redes sociais, rádio e televisão

7 595 Assistindo uma matéria, com o chamado homem peixe, de uma cidade paranaense, na TV pescador, ele ensina a repórter como pegar um peixe vivo com a mão e fala: Da página da Bozena, personagem do programa Tomá lá da cá da Rede Globo, ela era a empregada da casa que veio da cidade de Pato Branco e que em todas as frases tinha a expressão daí. Algumas usadas nas redes sociais: - Você pega o peixe com a mão, daí. - No escuro e melhor de navegar, daí. - Se não conseguir só outra vez, daí. - imagina quando começar o frio, daí. - Eu quero saber de cor vestido, eu quero é ver cor de dinheiro, daí. -- Lá em Pato Branco sempre se diz: A gordura localizada não é uma coisa ruim, desde que esteja localizada no corpo dos outros, daí. Fonte: Dados da Pesquisa de Campo (2015). Quadro 4: Excertos de conversa utilizadas no artigo do professor Anselmo Pereira de Lima ( 2013): - liga pra gente, daí, se você precisar de Da página da Bozena, personagem do alguma coisa.(conversa com colega de programa Tomá lá da cá da Rede trabalho, ao telefone. Globo, ela era a empregada da casa que - você ajuda ele, daí. (no mercado) veio da cidade de Pato Branco e que em - coloca aqui, daí. (em uma loja da cidade) todas as frases tinha a expressão daí. - saio para trabalhar e deixo os filhos em Algumas usadas nas redes sociais: casa. Mas eles não fazem o serviço. Não fazem! A gente tem que morrer ou se matar, daí. ( consultório médico) Fonte : Lima (2013, p. 1). Nota-se nas várias situações acima, que a expressão daí é bastante usada por patobranqueses, pois nas mais diversas situações foi possível observar seu uso em suas falas. Mesmo os que moram há alguns anos fora da cidade ainda utilizam a expressão em seu vocabulário. Lima (2013) afirma que se a expressão daí pronunciada por patobranqueses, for substituída por então ou nesse caso, não sofrerá grandes prejuízos naquilo que o falante quer dizer. Em seguida usaremos algumas falas para fazer está comparação.. Leva as compras dela, daí. Leva as compras dela, então Leva as compras dela, nesse caso

8 596 Prima, ligue quando puder, daí Prima, ligue quando puder, então Prima, ligue quando puder, nesse caso Observa-se nos exemplos que ao ser substituída a expressão daí por então ou nesse caso, as frases continuaram com o mesmo sentido e pode se dizer que se estas expressões fossem colocadas no inicio de cada frase ainda assim não perderia sua essência, porém não marcaria a identidade dos pato-branquenses. Lá em Pato Branco sempre se diz: A gordura localizada não é uma coisa ruim, desde que esteja localizada no corpo dos outros, daí. Nesta frase a personagem Bozena do programa Toma lá dá cá da Rede Globo de televisão mostra claramente qual a cidade que usa a expressão daí no final de suas falas. Quando ela inicia dizendo:, lá em Pato Branco e termina com daí confirma aquilo que Lima (2013) destaca em seu artigo Pato Branco, daí, que o local que se fala a expressão daí no final das suas frases é na cidade paranaense que se localiza no sudoeste do Paraná em Pato Branco. CONSIDERAÇÕES FINAIS A expressão daí é uma expressão muito usada no sul do Brasil, especialmente na cidade de Pato Branco, região sudoeste do estado do Paraná. O povo desta cidade usa a expressão daí no final de suas frases e conforme Lima (2013) em seu artigo Pato Branco, daí, este fato faz com que sua gramatização aconteça como um advérbio e assim identifica os moradores da cidade. A expressão daí pronunciada por pato-branqueses ficou conhecida nacionalmente através do programa Toma lá dá cá, da Rede Globo de televisão e chama atenção de quem mora em outras regiões do Brasil. Em aproximadamente dois meses de pesquisa bibliográfica, on-line e coletas de dados através de conversas de rua, comercio, telefone, redes sociais e meios de comunicação como:

9 597 rádio e televisão foi possível identificar a expressão daí no final das frases pronunciadas por pato-branqueses. Mesmo os que já não moram na cidade continuam a usá-la em suas falas diárias despertando assim brincadeiras como o comentário, Pato Branco, daí, que muito gostam de falar quando descobrem que alguém vem deste município. Estudada por Tavares (2005) mostra que a expressão daí, ao contrário do que havia se pensado que poderia ser uma herança dos portugueses, aparece a partir da segunda metade do século XX. O romance As vinhas da Ira de John Steinbeck, usada por Tavares (2005), tem em sua tradução o dialeto das classes populares do Rio Grande do Sul, sendo que acredita-se que a expressão daí era usada por pessoas que habitavam este estado, O estudo da origem da expressão daí poderá ter vindo como herança desta população. Conforme a autora as expressões aí e daí acabou ganhado espaço e tomando o lugar das expressões e e então que são mais antigas. A partir desta descoberta a busca pela origem da expressão daí na fala dos patobranqueses será pesquisada entre os colonizadores da região sul que foram italianos, alemães e poloneses. Este estudo continua sendo parte de um projeto de pesquisa que está sendo desenvolvido no Curso de Especialização em Letras, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campus Pato Branco. O seu objetivo principal é analisar a expressão daí encontrada na fala da grande maioria da população da cidade de Pato Branco, região sudoeste do Paraná. O ponto de partida para a origem da expressão daí que antes era os colonizadores portugueses passa agora a ser os gaúchos, com base nos estudos de Tavares (2005), que mostra através do romance As vinhas da Ira de John Steinbeck que em sua tradução o autor utiliza o dileto das classes populares do Rio Grande do Sul, o estudo continuará a partir desta afirmação. REFERÊNCIAS LIMA, A. P. de. Pato Branco, daí. Disponível em: 05/04/2014. TAVARES, M.A. A gramaticalização de e, aí, daí e então: estratificação/variação e mudança no domínio funcional da

10 598 seqüenciação retroativo-propulsora de informações um estudo sociofuncionalista. Tese de Doutorado. Pós-Graduação em Linguística. Florianópolis, UFSC. 11/03/2014 às 10:15 horas. 05/04/2015

PORTUGUÊS CIDA BISPO

PORTUGUÊS CIDA BISPO TIPO 1 PORTUGUÊS CIDA BISPO 7º UNIDADE IV Orientações: Não será aceita a utilização de corretivo; não será permitido o empréstimo de material durante a avaliação; use somente caneta esferográfica azul

Leia mais

5 ADOLESCÊNCIA. 5.1. Passagem da Infância Para a Adolescência

5 ADOLESCÊNCIA. 5.1. Passagem da Infância Para a Adolescência 43 5 ADOLESCÊNCIA O termo adolescência, tão utilizado pelas classes médias e altas, não costumam fazer parte do vocabulário das mulheres entrevistadas. Seu emprego ocorre mais entre aquelas que por trabalhar

Leia mais

LEITURA EM LÍNGUA ESPANHOLA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: COMPREENSÃO E EXPRESSÃO CRIATIVA

LEITURA EM LÍNGUA ESPANHOLA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: COMPREENSÃO E EXPRESSÃO CRIATIVA LEITURA EM LÍNGUA ESPANHOLA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: COMPREENSÃO E EXPRESSÃO Instituto Federal Farroupilha Câmpus Santa Rosa ledomanski@gmail.com Introdução Ler no contexto mundial globalizado

Leia mais

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES:

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES: Atividades gerais: Verbos irregulares no - ver na página 33 as conjugações dos verbos e completar os quadros com os verbos - fazer o exercício 1 Entrega via e-mail: quarta-feira 8 de julho Verbos irregulares

Leia mais

P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento.

P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento. museudapessoa.net P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento. R Eu nasci em Piúma, em primeiro lugar meu nome é Ivo, nasci

Leia mais

Português Língua Estrangeira Teste (50 horas)

Português Língua Estrangeira Teste (50 horas) Português Língua Estrangeira Teste (50 horas) Nome: Data: A Importa-se de responder a umas perguntas? Está bem. Obrigado. 1 Como é que se chama? 2 O que é que faz? 3 Vive aqui agora? 4 Há quanto tempo

Leia mais

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus Ensino - Ensino 11 - Anos 11 Anos Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus História Bíblica: Mateus 3:13 a 17; Marcos 1:9 a 11; Lucas 3:21 a 22 João Batista estava no rio Jordão batizando as pessoas que queriam

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

Inglesar.com.br Aprender Inglês Sem Estudar Gramática

Inglesar.com.br Aprender Inglês Sem Estudar Gramática 1 Sumário Introdução...04 O segredo Revelado...04 Outra maneira de estudar Inglês...05 Parte 1...06 Parte 2...07 Parte 3...08 Por que NÃO estudar Gramática...09 Aprender Gramática Aprender Inglês...09

Leia mais

Guia do Professor / Vozes da Cidade / Conhecendo.../ Eduardo Guimarães. Conhecendo a Cidade

Guia do Professor / Vozes da Cidade / Conhecendo.../ Eduardo Guimarães. Conhecendo a Cidade Guia do Professor / Vozes da Cidade / Conhecendo.../ Eduardo Guimarães 1 Guia do Professor Episódio Conhecendo a Cidade Programa Vozes da Cidade Apresentação Como já vimos nos trabalhos desenvolvidos para

Leia mais

Uma do norte e outra do sul 3. Glória e Lúcia moram em partes diferentes da cidade. Depois de ouvi-las, complete as lacunas.

Uma do norte e outra do sul 3. Glória e Lúcia moram em partes diferentes da cidade. Depois de ouvi-las, complete as lacunas. Rio, de norte a sul Aproximando o foco: atividades Moradores da Zona Norte e da Zona Sul O din-dim 1. Ouça Kedma e complete as lacunas: Quem mora na Zona Norte na Zona Sul é quem tem mais. Na Zona Su na

Leia mais

Guia do Professor / Vozes da Cidade / Conhecendo.../ Eduardo Guimarães. Conhecendo a Cidade

Guia do Professor / Vozes da Cidade / Conhecendo.../ Eduardo Guimarães. Conhecendo a Cidade 1 Guia do Professor Episódio Conhecendo a Cidade Programa Vozes da Cidade Apresentação Como já vimos nos trabalhos desenvolvidos para o episódio 1, os trabalhos para o episódio 2 também trazem várias questões

Leia mais

Você, no entanto, pode nos ajudar!

Você, no entanto, pode nos ajudar! Este livro pode ser adquirido por educação, negócios, vendas ou uso promocional. Embora toda precaução tenha sido tomada na preparação deste livro, o autor não assume nenhuma responsabilidade por erros

Leia mais

200 Opportunities to Discover PORTUGUESE. www.second-language-now.com

200 Opportunities to Discover PORTUGUESE. www.second-language-now.com BASIC QUESTIONS 200 Opportunities to Discover PORTUGUESE Basic Questions - Portuguese TABLE OF CONTENTS 1. SABE?...3 2. COMO?...4 3. QUANTO TEMPO?...5 4. QUANTOS?...6 5. QUANTO?...7 6. COM QUE FREQUÊNCIA?...8

Leia mais

Oficina de Roteiro - Onda Cidadã

Oficina de Roteiro - Onda Cidadã Oficina de Roteiro - Onda Cidadã ---Pesquisa Todo vídeo necessita de pesquisa para ser produzido. Isto ajuda a organizar as ideias e facilita a produção. Faça a sua própria pesquisa (...) você deve fazer

Leia mais

CRASE TEORIA. REGRA GERAL A crase ocorrerá sempre que o termo anterior exigir a preposição a e o termo posterior admitir o artigo a ou as.

CRASE TEORIA. REGRA GERAL A crase ocorrerá sempre que o termo anterior exigir a preposição a e o termo posterior admitir o artigo a ou as. CRASE TEORIA (Aluna do Curso de Secretariado Executivo Trilíngüe da Universidade Estácio de Sá) Crase é a fusão da preposição a com o artigo a ou com o a inicial dos pronomes demonstrativos aquele, aquela,

Leia mais

Para início de conversa 9. Família, a Cia. Ltda. 13. Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35. Cardápio de lembranças 53

Para início de conversa 9. Família, a Cia. Ltda. 13. Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35. Cardápio de lembranças 53 Rio de Janeiro Sumário Para início de conversa 9 Família, a Cia. Ltda. 13 Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35 Cardápio de lembranças 53 O que o homem não vê, a mulher sente 75 Relacionamentos: as Cias.

Leia mais

PROJETO PROFISSÕES. Entrevista com DJ

PROJETO PROFISSÕES. Entrevista com DJ Entrevista com DJ Meu nome é Raul Aguilera, minha profissão é disc-jóquei, ou DJ, como é mais conhecida. Quando comecei a tocar, em festinhas da escola e em casa, essas festas eram chamadas de "brincadeiras

Leia mais

Crianças e Meios Digitais Móveis TIC KIDS ONLINE NO TEMPO DOS MEIOS MÓVEIS: OLHARES DO BRASIL PARA CRIANÇAS DE 11-12 ANOS

Crianças e Meios Digitais Móveis TIC KIDS ONLINE NO TEMPO DOS MEIOS MÓVEIS: OLHARES DO BRASIL PARA CRIANÇAS DE 11-12 ANOS Crianças e Meios Digitais Móveis Lisboa, 29 de novembro de 2014 TIC KIDS ONLINE NO TEMPO DOS MEIOS MÓVEIS: OLHARES DO BRASIL PARA CRIANÇAS DE 11-12 ANOS Educação para o uso crítico da mídia 1. Contexto

Leia mais

O jovem digital brasileiro

O jovem digital brasileiro O jovem digital brasileiro 18% 11% 19% 13% 19% 15% 7% 20% 16% 12% 10% 2% 12% 3% 8% 3% 7% 13% 13% 25% 23% 31% 39% 36% 47% 46% 41% 49% 51% 67% 64% 66% 72% 76% 93% O jovem em busca significados. Razões para

Leia mais

Como utilizar este caderno

Como utilizar este caderno INTRODUÇÃO O objetivo deste livreto é de ajudar os grupos da Pastoral de Jovens do Meio Popular da cidade e do campo a definir a sua identidade. A consciência de classe, ou seja, a consciência de "quem

Leia mais

I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. (5 pontos)

I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. (5 pontos) I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. Hoje. domingo e o tempo. bom. Por isso nós. todos fora de casa.. a passear à beira-mar.. agradável passar um pouco de tempo

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO 1

PROJETO PEDAGÓGICO 1 PROJETO PEDAGÓGICO 1 Projeto Pedagógico Por Beatriz Tavares de Souza* Título: Maricota ri e chora Autor: Mariza Lima Gonçalves Ilustrações: Andréia Resende Formato: 20,5 cm x 22 cm Número de páginas: 32

Leia mais

O que você faria... Liliana e Michele Iacoca

O que você faria... Liliana e Michele Iacoca Nome: Ensino: F undamental 4 o ano urma: Língua Por ortuguesa T ata: D 13/8/09 Você já pensou no significado da palavra conviver? Assim como cada pessoa tem suas características físicas, cada um tem também

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

7 Tal pai, tal filho. Acabada a assembléia da comunidade de. Cenatexto

7 Tal pai, tal filho. Acabada a assembléia da comunidade de. Cenatexto JANELA A U L A 7 Tal pai, tal filho Cenatexto Acabada a assembléia da comunidade de Júpiter da Serra, em que se discutiu a expansão da mineradora, dona Ana volta para casa com o Samuel, seu garotinho.

Leia mais

1. Ouça o depoimento de Diana, sem acompanhar a transcrição, e complete as lacunas.

1. Ouça o depoimento de Diana, sem acompanhar a transcrição, e complete as lacunas. Todos os dias Gramática: atividades RESPOSTAS De olho no mercado 1. Ouça o depoimento de Diana, sem acompanhar a transcrição, e complete as lacunas. Diana: E o meu trabalho, eu trabalho numa empresa chamada

Leia mais

Criação de um site sobre Comunicação

Criação de um site sobre Comunicação Luciano Conceição Martins Criação de um site sobre Comunicação UNICAMP Universidade Estadual de Campinas Introdução: Um site é um conjunto de arquivos feitos através de códigos de programação. E, estes

Leia mais

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 5 por completo do livrotexto Muito Prazer Unidade 5 I Querer + verbo Achar + que Eu quero Eu acho Você/ ele/ ela quer Você/ ele/

Leia mais

Uma Conexão Visual entre Trabalhadores da Lavoura de Cana-de-Açúcar, no Brasil, e Suas Famílias

Uma Conexão Visual entre Trabalhadores da Lavoura de Cana-de-Açúcar, no Brasil, e Suas Famílias 1/35 Pai, Estou Te Esperando Uma Conexão Visual entre Trabalhadores da Lavoura de Cana-de-Açúcar, no Brasil, e Suas Famílias Fotos de Emma Raynes, 2007 2/35 Retratos dos Trabalhadores da Lavoura de Cana-de-Açúcar

Leia mais

08 Capital de giro e fluxo de caixa

08 Capital de giro e fluxo de caixa 08 Capital de giro e fluxo de caixa Qual o capital que sua empresa precisa para funcionar antes de receber o pagamento dos clientes? Como calcular os gastos, as entradas de dinheiro, e as variações de

Leia mais

RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS

RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS BRASÍLIA ECHARDT VIEIRA (CENTRO DE ATIVIDADES COMUNITÁRIAS DE SÃO JOÃO DE MERITI - CAC). Resumo Na Baixada Fluminense, uma professora que não está atuando no magistério,

Leia mais

Poder: Jornal Fortuna

Poder: Jornal Fortuna Aqui você enriquece sua leitura Jornal Fortuna Volume 1, edição 1 Data do boletim informativo Nesta edição: Poder: Há vários tipos de poder, poder militar, poder da natureza, poder político, o poder da

Leia mais

Manoel de Barros Menino do mato

Manoel de Barros Menino do mato Manoel de Barros Menino do mato [ 3 ] SUMÁRIO Menino do mato 7 Caderno de aprendiz 23 [ 5 ] Primeira parte MENINO DO MATO O homem seria metafisicamente grande se a criança fosse seu mestre. SÖREN KIERKEGAARD

Leia mais

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses Estudo de Caso Cliente: Rafael Marques Duração do processo: 12 meses Coach: Rodrigo Santiago Minha idéia inicial de coaching era a de uma pessoa que me ajudaria a me organizar e me trazer idéias novas,

Leia mais

Future School Idiomas

Future School Idiomas Future School Idiomas Sumário Quem somos... pag 2 Sobre o curso... pag 3 Sobre a aula... pag 4 Vantagens em se fazer nosso curso on line... pag 5 Objetivo do curso... pag 6 Como entrar na sala de aula...

Leia mais

PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS

PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - PORTUGUÊS - 8º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================== BRINCADEIRA Começou

Leia mais

Por muito tempo na história as pessoas acreditaram existir em nós uma capacidade transcendental que nos emanciparia da natureza e nos faria

Por muito tempo na história as pessoas acreditaram existir em nós uma capacidade transcendental que nos emanciparia da natureza e nos faria 1 Por muito tempo na história as pessoas acreditaram existir em nós uma capacidade transcendental que nos emanciparia da natureza e nos faria especiais. Fomos crescendo e aprendendo que, ao contrário dos

Leia mais

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 3 por completo do livrotexto Muito Prazer Unidade 3 I Pronomes possessivos Ele Eles Ela Elas Dele Deles Dela Delas Observação: Dele(s)

Leia mais

Nosso Planeta Mobile: Brasil

Nosso Planeta Mobile: Brasil Nosso Planeta Mobile: Brasil Como entender o usuário de celular Maio de 2012 1 Resumo executivo Os smartphones se tornaram indispensáveis para nosso cotidiano. A difusão dos smartphones atinge 14% da população,

Leia mais

Premium até 10 S.M. 180 60 30 20 10 a 20 S.M. 80 40 40 40 20 a 30 S.M. 60 30 60 70 mais de 30 S.M. 40 20 70 160

Premium até 10 S.M. 180 60 30 20 10 a 20 S.M. 80 40 40 40 20 a 30 S.M. 60 30 60 70 mais de 30 S.M. 40 20 70 160 1 MQI 2003 Estatística para Metrologia semestre 2008.01 LISTA DE EXERCÍCIOS # 1 PROBLEMA 1 Uma empresa de TV a cabo toma uma amostra de 1000 clientes, com o objetivo de verificar a relação entre a renda

Leia mais

3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Língua Portuguesa Nome: CONHEÇA A HISTÓRIA DO PAPAI NOEL

3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Língua Portuguesa Nome: CONHEÇA A HISTÓRIA DO PAPAI NOEL 3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Língua Portuguesa Nome: Leia este texto para resolver as questões propostas. CONHEÇA A HISTÓRIA DO PAPAI NOEL Era uma vez um menino chamado Nicolau. Os pais

Leia mais

FORMAÇÃO DE PROFESSORES QUE ENSINAM MATEMÁTICA

FORMAÇÃO DE PROFESSORES QUE ENSINAM MATEMÁTICA FORMAÇÃO DE PROFESSORES QUE ENSINAM MATEMÁTICA Fabiana de Jesus Oliveira União de Ensino do Sudoeste do Paraná fabiana@unisep.edu.br Diversas são as pesquisas que têm mostrado que o ensino encontra-se

Leia mais

Anexo 2.1 - Entrevista G1.1

Anexo 2.1 - Entrevista G1.1 Entrevista G1.1 Entrevistado: E1.1 Idade: Sexo: País de origem: Tempo de permanência 51 anos Masculino Cabo-verde 40 anos em Portugal: Escolaridade: Imigrações prévias : São Tomé (aos 11 anos) Língua materna:

Leia mais

ESCOLA DA FÉ Paróquia Santo Antonio do Pari Aula 15 Creio em Deus Pai - 2.

ESCOLA DA FÉ Paróquia Santo Antonio do Pari Aula 15 Creio em Deus Pai - 2. ESCOLA DA FÉ Paróquia Santo Antonio do Pari Aula 15 Creio em Deus Pai - 2. Frei Hipólito Martendal, OFM. São Paulo-SP, 20 de setembro de 2012. revisão da aula anterior. 2.1- Deus Todo Poderoso. Dei uma

Leia mais

Figura 1 - Saci Urbano no trem às 14h45 O Saci é um ser libertário. Mostra essa passagem do meio rural para a urbanidade.

Figura 1 - Saci Urbano no trem às 14h45 O Saci é um ser libertário. Mostra essa passagem do meio rural para a urbanidade. ARTISTA DO SACI URBANO Figura 1 - Saci Urbano no trem às 14h45 O Saci é um ser libertário. Mostra essa passagem do meio rural para a urbanidade. Por Diana Mendes 1, Ana Maria Dietrich 2, Everson José de

Leia mais

Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil!

Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil! Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil! Implemente esses 3 passos para obter resultados fantásticos no Inglês! The Meridian, 4 Copthall House, Station Square, Coventry, Este material pode ser redistribuído,

Leia mais

Freelapro. Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo

Freelapro. Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo Palestrante: Pedro Quintanilha Freelapro Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo Quem sou eu? Eu me tornei um freelancer

Leia mais

1 Graduada em Letras pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Mestre e Doutora em Linguística pela

1 Graduada em Letras pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Mestre e Doutora em Linguística pela 1 1 Graduada em Letras pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Mestre e Doutora em Linguística pela mesma instituição. Professora Adjunta IV na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Leia mais

Filmes com muitas vontades

Filmes com muitas vontades Filmes com muitas vontades Clarisse Alvarenga Desde a década de 1970, vêm sendo empreendidas algumas tentativas ainda autorais e incipientes, partindo de cineastas brasileiros, como Andrea Tonacci e Aluysio

Leia mais

CONSTRUÇÃO TIPO ASSIM MESCLA REGISTROS

CONSTRUÇÃO TIPO ASSIM MESCLA REGISTROS CONSTRUÇÃO TIPO ASSIM MESCLA REGISTROS Fátima Christina Calicchio (PG-UEM) calicchiofc@hotmail.com Rosângela Nunes Pereira (PG UEM) rosenpereira@yahoo.com.br Introdução Este estudo está organizado em três

Leia mais

A criança e as mídias

A criança e as mídias 34 A criança e as mídias - João, vá dormir, já está ficando tarde!!! - Pera aí, mãe, só mais um pouquinho! - Tá na hora de criança dormir! - Mas o desenho já tá acabando... só mais um pouquinho... - Tá

Leia mais

A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II

A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II Meditação Crianças de 10 a 11 anos NOME: DATA: 03/03/2013 PROFESSORA: A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II Versículos para decorar: 1 - O Espírito de Deus me fez; o sopro do Todo-poderoso me dá vida. (Jó 33:4)

Leia mais

Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática

Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática Rene Baltazar Introdução Serão abordados, neste trabalho, significados e características de Professor Pesquisador e as conseqüências,

Leia mais

capítulo 3 Estatuto do Idoso, direitos e violações

capítulo 3 Estatuto do Idoso, direitos e violações capítulo Estatuto do Idoso, direitos e violações _IDOSOS NO BRASIL > vivências, desafios e expectativas na ª idade. Estatuto do Idoso, direitos e violações A maioria da população brasileira na ª idade

Leia mais

UNVERSDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE GABINETE DO REITOR COMISSÃO DA VERDADE TRANSCRIÇÃO DE ENTREVISTA

UNVERSDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE GABINETE DO REITOR COMISSÃO DA VERDADE TRANSCRIÇÃO DE ENTREVISTA UNVERSDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE GABINETE DO REITOR COMISSÃO DA VERDADE TRANSCRIÇÃO DE ENTREVISTA Entrevista realizada em: 5.6.2013 Hora: 16h30min. Local: Sala do prof. Almir Bueno CERES Caicó/RN

Leia mais

Áustria Viena. Foi uma grande surpresa o facto de todos os alunos andarem descalços ou de pantufas.

Áustria Viena. Foi uma grande surpresa o facto de todos os alunos andarem descalços ou de pantufas. Áustria Viena Foi uma grande surpresa o facto de todos os alunos andarem descalços ou de pantufas. Apenas fui assistir a uma aula, que acabou por não ser dada devido à presença dos alunos estrangeiros

Leia mais

Homens. Inteligentes. Manifesto

Homens. Inteligentes. Manifesto Homens. Inteligentes. Manifesto Ser homem antigamente era algo muito simples. Você aprendia duas coisas desde cedo: lutar para se defender e caçar para se alimentar. Quem fazia isso muito bem, se dava

Leia mais

Desvios de redações efetuadas por alunos do Ensino Médio

Desvios de redações efetuadas por alunos do Ensino Médio Desvios de redações efetuadas por alunos do Ensino Médio 1. Substitua as palavras destacadas e copie as frases, tornando os fragmentos abaixo mais elegantes, além de mais próximos à língua padrão e à proposta

Leia mais

VI Seminário de Iniciação Científica SóLetras - 2009 ISSN 1808-9216

VI Seminário de Iniciação Científica SóLetras - 2009 ISSN 1808-9216 O EMPREGO GRAMATICAL NO LIVRO DIDÁTICO Desiree Bueno TIBÚRCIO (G-UENP/campus Jac.) desiree_skotbu@hotmail.com Marilúcia dos Santos Domingos Striquer (orientadora-uenp/campus Jac.) marilucia.ss@uol.com.br

Leia mais

Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008 Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Meu nome é Alexandre da Silva França. Eu nasci em 17 do sete de 1958, no Rio de Janeiro. FORMAÇÃO Eu sou tecnólogo em processamento de dados. PRIMEIRO DIA

Leia mais

O Local e o Global em Luanda Beira Bahia 1

O Local e o Global em Luanda Beira Bahia 1 Glauce Souza Santos 2 O Local e o Global em Luanda Beira Bahia 1 Resumo Esta resenha objetiva analisar a relação local/global e a construção da identidade nacional na obra Luanda Beira Bahia do escritor

Leia mais

DR. OMAR LUPI. Zoster. Use o seu leitor de QR Code para saber mais sobre este livro.

DR. OMAR LUPI. Zoster. Use o seu leitor de QR Code para saber mais sobre este livro. DR. OMAR LUPI Zoster Use o seu leitor de QR Code para saber mais sobre este livro. DR. OMAR LUPI Médico dermatologista especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) Prof. Adjunto de Dermatologia

Leia mais

PROVA BIMESTRAL Língua portuguesa

PROVA BIMESTRAL Língua portuguesa 7 o ano 2 o bimestre PROVA BIMESTRAL Língua portuguesa Escola: Nome: Turma: n o : Sotaque mineiro: é ilegal, imoral ou engorda? Gente, simplificar é um pecado. Se a vida não fosse tão corrida, se não tivesse

Leia mais

Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido.

Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido. Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido. Assim que ela entrou, eu era qual um menino, tão alegre. bilhete, eu não estaria aqui. Demorei a vida toda para encontrá-lo. Se não fosse o

Leia mais

LEMA: EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45) TEMA: FRATERNIDADE: IGREJA E SOCIEDADE

LEMA: EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45) TEMA: FRATERNIDADE: IGREJA E SOCIEDADE LEMA: EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45) TEMA: FRATERNIDADE: IGREJA E SOCIEDADE Introdução A CF deste ano convida-nos a nos abrirmos para irmos ao encontro dos outros. A conversão a que somos chamados implica

Leia mais

Mensagem Pr. Mário. Culto da Família Domingo 06 de abril de 2014

Mensagem Pr. Mário. Culto da Família Domingo 06 de abril de 2014 Mensagem Pr. Mário Culto da Família Domingo 06 de abril de 2014 VOCÊ RECONHECE ESTES SÍMBOLOS? E ESTES SÍMBOLOS? E ESTES? A BÍBLIA TAMBÉM TEM SEUS SÍMBOLOS ANTIGO TESTAMENTO NOVO TESTAMENTO AO LONGO DA

Leia mais

PROVA DE SELEÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA SÉRIE: 8 ANO. Candidato (a):

PROVA DE SELEÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA SÉRIE: 8 ANO. Candidato (a): PROVA DE SELEÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA SÉRIE: 8 ANO Data: 12/01/2015 Candidato (a): Valor: 10 Obtido: Analise o cartaz da propaganda. QUESTÃO 1 (1 PONTO) - Observe o texto principal da propaganda. Que estratégia

Leia mais

Arthur de Carvalho Jaldim Rubens de Almeida Oliveira CÃO ESTELAR. EDITORA BPA Biblioteca Popular de Afogados

Arthur de Carvalho Jaldim Rubens de Almeida Oliveira CÃO ESTELAR. EDITORA BPA Biblioteca Popular de Afogados Arthur de Carvalho Jaldim Rubens de Almeida Oliveira O CÃO ESTELAR EDITORA BPA Biblioteca Popular de Afogados Texto e Pesquisa de Imagens Arthur de Carvalho Jaldim e Rubens de Almeida Oliveira O CÃO ESTELAR

Leia mais

Tema: O que, como, quando e quanto compra é o que precisamos entender. tomada de decisão do jovem na hora da compra.

Tema: O que, como, quando e quanto compra é o que precisamos entender. tomada de decisão do jovem na hora da compra. Radar Jovem 2015 Tema: Já sabemos que o jovem é um dos consumidores que mais possui poder aquisitivo do país*. O que, como, quando e quanto compra é o que precisamos entender agora. Nesse estudo iremos

Leia mais

Tipo de atividade: Passeio/visita e redação. Objetivo: Conhecer alguns centros e templos religiosos existentes no bairro/cidade e desenvolver

Tipo de atividade: Passeio/visita e redação. Objetivo: Conhecer alguns centros e templos religiosos existentes no bairro/cidade e desenvolver A série Sagrado é composta por programas que, através de um recorte históricocultural, destacam diferentes pontos de vista das tradições religiosas. Dez representantes religiosos respondem aos questionamentos

Leia mais

Quem mora na Zona Norte na Zona Sul é quem tem mais din-dim. Na Zona Su na Zona Norte é quem tem menos recursos.

Quem mora na Zona Norte na Zona Sul é quem tem mais din-dim. Na Zona Su na Zona Norte é quem tem menos recursos. Rio, de norte a sul Aproximando o foco: atividades RESPOSTAS Moradores da Zona Norte e da Zona Sul O din-dim 1. Ouça Kedma e complete as lacunas: Quem mora na Zona Norte na Zona Sul é quem tem mais din-dim.

Leia mais

Bons empregos e cosmopolitismo atraem brasileiros a Dubai

Bons empregos e cosmopolitismo atraem brasileiros a Dubai Bons empregos e cosmopolitismo atraem brasileiros a Dubai Emirado permite ter padrão de vida semelhante ao da classe alta do Brasil. Estrangeiros vão a festas 'ocidentalizadas' e pouco interagem com locais.

Leia mais

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak Entrevista com Ezequiel Quem é você? Meu nome é Ezequiel, sou natural do Rio de Janeiro, tenho 38 anos, fui

Leia mais

Metodologia. Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online.

Metodologia. Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online. Assunto E-commerce Metodologia Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online. Quantidade de entrevistas realizadas: 1.652 mulheres Perfil: 18 a 50 anos Mercado: Brasil

Leia mais

Equações do primeiro grau

Equações do primeiro grau Módulo 1 Unidade 3 Equações do primeiro grau Para início de conversa... Você tem um telefone celular ou conhece alguém que tenha? Você sabia que o telefone celular é um dos meios de comunicação que mais

Leia mais

Facilitando a criação e distribuição de conteúdos, a SaferNet Brasil licencia seus materiais de forma aberta através do Creative Commons.

Facilitando a criação e distribuição de conteúdos, a SaferNet Brasil licencia seus materiais de forma aberta através do Creative Commons. Olá, você esta acessando um dos materiais vencedores no concurso InternÉtica 2011, realizado pela SaferNet Brasil e o Instituto Childhood Brasil. Facilitando a criação e distribuição de conteúdos, a SaferNet

Leia mais

www.marketingparaartesanato.com.br

www.marketingparaartesanato.com.br COMO VENDER MAIS ARTESANATO AS 4 ETAPAS DA VENDA E OS PRINCÍPIOS DA PERSUASÃO Que bom estar aqui com você! Meu nome é André Gibran e o que eu faço é ajudar artesãos e artesãs como você a fazerem vendas

Leia mais

Vivendo e aprendendo em família

Vivendo e aprendendo em família Vivendo e aprendendo em família VERSÍCULO BÍBLICO Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração. Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado

Leia mais

5 Eu vou fazer um horário certo para tomar meus remédios, só assim obterei melhor resultado. A TV poderia gravar algum programa?

5 Eu vou fazer um horário certo para tomar meus remédios, só assim obterei melhor resultado. A TV poderia gravar algum programa? Antigamente, quando não tinha rádio a gente se reunia com os pais e irmãos ao redor do Oratório para rezar o terço, isso era feito todas as noites. Eu gostaria que agora a gente faça isso com os filhos,

Leia mais

Sistema de Ensino CNEC

Sistema de Ensino CNEC 1 SUMÁRIO VOLUME 1 "O homem é um pedaço do Universo cheio de vida." Ralph Waldo Emerson Capítulo 1 O Tempo não para 5 Capítulo 2 Você percebendo-se como sujeito histórico 20 Capítulo 3 O Universo que nos

Leia mais

Edital EAD UFRGS 17. Cartão UFRGS: 9173. Maria José Bocorny Finatto.Instituto de Letras. Ramal: 6711 mfinatto@terra.com.br

Edital EAD UFRGS 17. Cartão UFRGS: 9173. Maria José Bocorny Finatto.Instituto de Letras. Ramal: 6711 mfinatto@terra.com.br Portal de Serviços - SEAD - UFRGS - Edital EAD UFRGS 17 1º Coordenador Cartão UFRGS: 9173 Nome: Maria José Bocorny Finatto Unidade:.Instituto de Letras Vínculo: Professor Ramal: 6711 E-Mail: mfinatto@terra.com.br

Leia mais

BOLA NA CESTA. Roteiro para curta-metragem de Marcele Linhares

BOLA NA CESTA. Roteiro para curta-metragem de Marcele Linhares BOLA NA CESTA Roteiro para curta-metragem de Marcele Linhares 25/04/2012 SINOPSE Essa é a história de Marlon Almeida. Um adolescente que tem um pai envolvido com a criminalidade. Sua salvação está no esporte.

Leia mais

Chantilly, 17 de outubro de 2020.

Chantilly, 17 de outubro de 2020. Chantilly, 17 de outubro de 2020. Capítulo 1. Há algo de errado acontecendo nos arredores dessa pequena cidade francesa. Avilly foi completamente afetada. É estranho descrever a situação, pois não encontro

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADE

RELATÓRIO DE ATIVIDADE RELATÓRIO DE ATIVIDADE A IMPORTÂNCIA DE CADA ALIMENTO Coordenador da atividade: Thaís Canto Cury Integrantes da equipe: Manha: Bianca Domingues, Fernando Peixoto e Juliana Ravelli Tarde: Thaís Cury, Thalita

Leia mais

LUME E O TEATRO FÍSICO?

LUME E O TEATRO FÍSICO? 7º Seminário de Pesquisa em Artes da Faculdade de Artes do Paraná LUME E O TEATRO FÍSICO? Anais Eletrônicos Alana Saiss Albinati 171 Faculdade de Artes do Paraná RESUMO Este trabalho é parte de uma pesquisa

Leia mais

Bartolomeu Campos Queirós. Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. I SBN 85-7694 - 111-2

Bartolomeu Campos Queirós. Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. I SBN 85-7694 - 111-2 Ficava intrigado como num livro tão pequeno cabia tanta história. O mundo ficava maior e minha vontade era não morrer nunca para conhecer o mundo inteiro e saber muito da vida como a professora sabia.

Leia mais

Quando crescer, vou ser... estatístico!

Quando crescer, vou ser... estatístico! Page 1 of 7 Ferramentas Pessoais Acessar Registrar Ir para o conteúdo. Ir para a navegação Busca Buscar na On-line Buscar Busca Avançada Seções On-line Revista Voltar à página principal Revista Edição

Leia mais

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997.

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. 017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. Acordei hoje como sempre, antes do despertador tocar, já era rotina. Ao levantar pude sentir o peso de meu corpo, parecia uma pedra. Fui andando devagar até o banheiro.

Leia mais

Qual o Sentido do Natal?

Qual o Sentido do Natal? Qual o Sentido do Natal? Por Sulamita Ricardo Personagens: José- Maria- Rei1- Rei2- Rei3- Pastor 1- Pastor 2- Pastor 3-1ª Cena Uma música de natal toca Os personagens entram. Primeiro entram José e Maria

Leia mais

A INCLUSÃO EDUCACIONAL NAS ESCOLAS PÚBLICAS RURAIS

A INCLUSÃO EDUCACIONAL NAS ESCOLAS PÚBLICAS RURAIS A INCLUSÃO EDUCACIONAL NAS ESCOLAS PÚBLICAS RURAIS Patrícia Correia de Paula Marcocia - UTP Este trabalho apresenta resultados parciais e preliminares de uma pesquisa qualitativa sobre a inclusão escolar

Leia mais

LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS

LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS 1 LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS Lc 19 1 Jesus entrou em Jericó e estava atravessando a cidade. 2 Morava ali um homem rico, chamado Zaqueu, que era chefe dos cobradores

Leia mais

Essas descobertas foram analisadas e testadas, e percebeu-se que podiam ser aplicadas em diversas áreas.

Essas descobertas foram analisadas e testadas, e percebeu-se que podiam ser aplicadas em diversas áreas. AULA 1-) SABER QUERER Olá, amigos! Meu nome é Kau Mascarenhas e sou um arquiteto de gente. Sim, tenho formação acadêmica em Arquitetura mas atualmente trabalho como consultor e conferencista em Desenvolvimento

Leia mais

Entrevista da Professora Rosa Trombetta à rádio Jovem Pan.

Entrevista da Professora Rosa Trombetta à rádio Jovem Pan. Entrevista da Professora Rosa Trombetta à rádio Jovem Pan. A Professora Rosa Trombetta, Coordenadora de Cursos da FIPECAFI aborda o assunto elearning para os ouvintes da Jovem Pan Online. Você sabe o que

Leia mais

Sumário. Introdução - O novo hábito... 1. Capítulo 1 - Pra que serve tudo isso?... 3. Sobre o vocabulário... 4. Benefícios... 7

Sumário. Introdução - O novo hábito... 1. Capítulo 1 - Pra que serve tudo isso?... 3. Sobre o vocabulário... 4. Benefícios... 7 Sumário Introdução - O novo hábito... 1 Capítulo 1 - Pra que serve tudo isso?... 3 Sobre o vocabulário... 4 Benefícios... 7 Perguntas Frequentes sobre o Orçamento Doméstico... 10 Capítulo 2 - Partindo

Leia mais

ORALIDADE E ESCRITA: ANÁLISE DE HISTÓRIA EM QUADRINHOS

ORALIDADE E ESCRITA: ANÁLISE DE HISTÓRIA EM QUADRINHOS ORALIDADE E ESCRITA: ANÁLISE DE HISTÓRIA EM QUADRINHOS Ana Letícia Vaz Pereira 1 Natália Canuto do Nascimento 2 Orientador Prof. Ms. Artarxerxes Modesto RESUMO: Este trabalho tem como objetivo analisar

Leia mais

GANHAR DINHEIRO COM SEU SITE OU BLOG

GANHAR DINHEIRO COM SEU SITE OU BLOG GANHAR DINHEIRO COM SEU SITE OU BLOG Ganhe dinheiro com seu blog.... Aposto que você já viu isso escrito em centenas de sites ou blogs e nunca conseguir atingir esse objetivo, aqui nesse ebook iremos abordar

Leia mais

endereço: data: telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 6.O ANO EM 2013 Disciplina: Prova: português

endereço: data: telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 6.O ANO EM 2013 Disciplina: Prova: português Nome: N.º: endereço: data: telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 6.O ANO EM 2013 Colégio Disciplina: Prova: português desafio nota: Texto para as questões de 1 a 3. Material: 1 xícara quase cheia de farinha

Leia mais