Glossário bilíngue de termos de microfinanças. Glossary of Microfinance Terms. PRIMEIRA PARTE Inglês-Português English-Portuguese

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Glossário bilíngue de termos de microfinanças. Glossary of Microfinance Terms. PRIMEIRA PARTE Inglês-Português English-Portuguese"

Transcrição

1 Glossário bilíngue de termos de microfinanças Glossary of Microfinance Terms PRIMEIRA PARTE Inglês-Português English-Portuguese versão revista e ampliada janeiro de

2 Este glossário foi preparado por e para as pessoas e entidades que se dedicam às microfinanças. Desde a sua criação, ele foi objeto de várias atualizações que levam em conta a evolução das tendências e da terminologia do setor. O glossário foi concebido, antes de tudo, como um instrumento de apoio à tradução, facilitando a compreensão do vocabulário de referência das microfinanças, principalmente para as populações lusófonas interessadas em ganhar acesso à bibliografia anglo-saxônica. O glossário também procura padronizar os termos ainda pouco definidos em português, especialmente nas áreas financeiras. O glossário de finanças é organizado alfabeticamente: consta da tradução do inglês ao português (e do português ao inglês) de mais de 1500 termos específicos das microfinanças. As principais esferas técnicas nele cobertas são a contabilidade/gestão, as finanças e a auditoria, adaptadas às instituições microfinanceiras, bem como o impacto dos serviços de microfinanças. Em certos casos, incluem-se detalhes de domínio, em itálico e entre parênteses, bem como definições, em apoio às traduções propostas, quando a correspondência entre as duas línguas ou a utilização dos termos mencionados requer explicação. Quando correspondem ao original termos diferentes no português continental, a diferença é indicada pela abreviatura lus entre parênteses (lus). Para poupar espaço, não foram incluídas as diferenças puramente ortográficas. Todos os comentários e sugestões dos usuários deste glossário serão recebidos com satisfação. Assim, convidamo-los a enviar suas observações para o seguinte endereço: Pôle Microfinancement é uma iniciativa conjunta do GRET e do CIRAD. 2

3 Glosário realizado com o apoio do CGAP. A absorption accounting Equivalent: full-cost accounting abusive lending accelerated depreciation acceleration of maturity Equivalent: prematuring account account balance account certification account entry Equivalent: accounting entry, entry, journal entry. account holder accountancy Equivalent: accounting. accountant accounting accounting and internal control system accounting base accounting entry Equivalent: account entry, journal entry, entry. accounting period accounting practice accounting prescriptions accounting standard accounts payable (balance sheet liability account) accounts receivable (balance sheet, asset account) accrual accounting método do preço de custo integral práticas de crédito abusivas depreciação acelerada exigibilidade antecipada conta saldo de conta certificação de contas lançamento contábil; (lus) lançamento contabilístico titular de conta contabilidade contabilista Equivalente: contador Contabilidade sistema de contabilidade e controle interno método contábil lançamento contábil; (lus) lançamento contabilístico período contábil, exercício contábil prática contábil, uso contábil normas contábeis, padrões contábeis norma contábil títulos e contas a pagar (balanço, conta do passivo) títulos e contas a receber, dívidas a receber (balanço, conta do ativo) contabilidade de exercício (principio da competência do exercício) O principio da competência exige que as receitas e as despesas sejam atribuídas ao exercício de acordo com seu fato gerador, e não quando efetivamente recebidos ou pagos em dinheiro (método do caixa) 3

4 accruals (accrual accounting) contas a pagar ou produtos a receber (contabilidade de exercício) Accruals é um termo genérico inglês, sem equivalente em português, que designa, em contabilidade de exercício, os débitos e créditos escriturados que ainda não fazem parte dos fluxos financeiros reais (entradas de caixa ou saídas de caixa) accrued depreciation (balance sheet, asset account) Equivalent: accumulated depreciation accrued expense (accrual accounting, balance sheet, liability account) accrued income (accrual accounting, balance sheet, liability account) Equivalent: accrued revenue accrued interest accrued revenue (accrual accounting, balance sheet, liability account) accumulated depreciation (balance sheet, asset account) Equivalent: accrued depreciation accumulated profit Equivalent: earned surplus accumulated reserves (balance sheet) Equivalent: reserves depreciação acumulada, amortização (balanço, contabilidade de ativos) despesas a pagar, contas a pagar (contabilidade de exercício, balanço, passivo contábil) receita provisionada, receita acumulada (contabilidade de exercício, balanço, passivo contábil) Entrada a ser creditada no passivo do balanço para contabilização de juros a receber sobre montantes a pagar mas não pagos. A entrada de contrapartida a debitar ao ativo do balanço é a dos recursos a receber ( receivable ) Não confundir com os produtos contabilizados antecipadamente ( deferred revenue ), que correspondem a quantias recebidas sobre montantes a pagar ainda não pagos (a pagar nos exercícios subsequentes). juros a receber, juros provisionados Ver accrued income receita a receber, receita provisionada (contabilidade de exercício, balanço, passivo contábil) Ver accrued income depreciação acumulada, amortização (balanço, contabilidade de ativos) lucro acumulado provisão, reservas (balanço) (Nota do Tradutor: O termo inglês reserve (balanço) é traduzido por provisão, ao passo que o termo inglês provision (conta de resultado) se traduz por consignação a reservas. Na contabilidade anglo-saxônica e nas práticas recomendadas em microfinanças, as provisões são consignadas ao ativo do balanço e correspondem a deduções das partidas do ativo (p. ex., diminuição dos encargos de crédito no caso de provisões para devedores duvidosos). accumulating savings and credit association (ASCA) associação cumulativa de poupança e crédito (ACPC) ACH (automated clearinghouse) câmara de compensação automática acid-test ratio Equivalent: quick ratio ácido-quociente Equivalente: Índice de liquidez 4

5 acquisition cost Equivalent: historical cost active borrower active client active loan active savings account activity based costing actual amount actual cost actual loss actuary (insurance) additional credit adjustable rate adjusted cost of capital adjusted income adjusted income statement adjusted interest rate adjusted operating profit adjusted return on assets (AROA) adjusted return on equity (AROE) adjusted trial balance Equivalent: post-closing trial balance adjusting account adjusting entry Equivalent: closing entry adjustment adjustment for subsidies administrative efficiency administrative expense administrative expense rate advance account advance deposit advance deposit requirement custo de aquisição Equivalente: custo histórico mutuário ativo cliente ativo empréstimo ativo conta de poupança ativa cálculo de custos por atividade (método ABC) quantia realizada, montante efetivo Numa comparação entre montante orçado e montante realizado. custo real, custo efetivo perda real atuário (seguro) crédito suplementar, crédito adicional taxa variável custo ajustado do capital resultado ajustado, demonstração do resultado ajustado; (lus) rendimento corrigido demonstração de renda ajustada; (lus) demonstração ajustada de rendimento taxa de juros ajustada lucro operacional ajustado renda ajustada dos ativos, rendimento ajustado dos ativos, rentabilidade ajustada dos ativos (RADA) renda ajustada do patrimônio, rendimento ajustado do patrimônio, rentabilidade ajustada do patrimônio (RADP) balanço de verificação ajustado, balanço provisório conta de ajuste lançamento de fim de exercício, lançamento corrigido ajuste, correção correção para subsídios eficiência administrativa despesas gerais, despesas administrativas índice de despesas administrativas conta de adiantamentos depósito antecipado exigência de depósito antecipado 5

6 advance repayment Equivalent: payment in advance, prepayment, repayment in advance advances to employees (balance sheet, asset account) adverse exchange-rate position adverse opinion (audit) adverse selection age bias age the portfolio (verb) age-accrued interest (accrual accounting) aged portfolio Equivalent: aging of the portfolio, aging portfolio balance, portfolio aging aging categories (aging of loans) aging of delinquency aging of loans aging of the portfolio aging portfolio balance aging schedule agreed-upon procedure (audit) agribusiness credit agricultural activity Equivalent: farm activity agricultural bank agricultural finance agricultural finance project agricultural household agricultural loan agricultural processing aid agency aid effectiveness airtime (mobile phone) allocate allocation base (costing) allocation based costing reembolso antecipado, pagamento antecipado adiantamentos ao pessoal, adiantamentos a funcionários (balanço, conta do ativo) posição cambial negativa, decalagem cambial parecer desfavorável, opinião desfavorável (auditoria) seleção negativa, seleção adversa discriminação por idade determinar a antiguidade da carteira, maturar a carteira saldo de juros acumulados, por antiguidade (contabilidade de exercício) classificação da carteira por antiguidade, maturação categorias de antiguidade (classificação de empréstimos por antiguidade, maturação) classificação de empréstimos em mora por antiguidade, maturação classificação de empréstimos por antiguidade, maturação classificação da carteira por antiguidade, maturação classificação da carteira por antiguidade, maturação tabela de antiguidade, maturação procedimento (método) acordado (auditoria) crédito agroindustrial, crédito à agroindústria atividade agrícola banco agrícola financiamento agrícola, financiamento à agricultura projeto de financiamento agrícola domicílio agrícola, família agrícola, núcleo familiar agrícola empréstimo agrícola transformação agrícola organismo de assistência internacional, agência de ajuda internacional eficiência da ajuda tempo de transmissão, minutos (telefonia móvel) alocar, consignar, designar; (lus) afectar base de imputação (cálculo de custos) cálculo de custos por alocação de recursos; (lus) cálculo de custos por afectação de fundos 6

7 allocation of loan proceeds allocation of net income allocation of profits Equivalent: appropriation of profits. allocation of resources allocation unit (costing) alternative financial institutions AML (anti-money laundering) amortization (asset) generic term amortization expense (income statement, expense account) amortization of a loan amortization schedule (of a loan) Equivalent: repayment schedule, repayment plan (for a loan) amortize a loan amortized principal (loan) amount outstanding analysis grid annual depreciation of donated funds for fixed assets annual general meeting annualization annualized interest rate annualized percentage rate (APR) An interest rate comprised of interest, commissions, and other costs that is expressed on an annualized basis annuity anti-money laundering alocação de recursos do empréstimo; (lus) afectação de recursos do crédito alocação da renda líquida; afectação do rendimento líquido alocação de lucros/resultados, distribuição de lucros; afectação de lucros alocação de recursos, repartição de recursos; (lus) afectação de recursos unidade de imputação, unidade de custo (cálculo de custos) instituições financeiras alternativas, instituições financeiras não tradicionais combate à lavagem de dinheiro amortização (Nota do tradutor: Em inglês, dois termos designam amortização. Emprega-se o termo amortization no caso da amortização de um ativo intangível. O termo depreciation é utilizado na amortização de um ativo tangível. Quando usados em contabilidade, os termos depreciation e amortization são traduzidos por consignações a depreciação (conta de despesa da conta de resultado), e não por amortização (conta do ativo, balanço)). despesa de amortização (conta de resultados, conta de despesas) reembolso de um empréstimo, amortização de um empréstimo calendário de amortização (de um empréstimo), plano de amortização amortizar um empréstimo, reembolsar um empréstimo principal amortizado (empréstimo) montante pendente, a pagar matriz de análise depreciação anual de fundos consignados a ativos fixos assembleia geral anual anualização, cálculo sobre uma base anual taxa de juros anualizada taxa de juros anualizada (TJA); Taxa Percentual Anual Taxa que compreende juros, comissões e outras despesas, expressa em um valor anual anuidade combate à lavagem de dinheiro 7

8 anti-money laundering (AML) anti-money laundering regulation apex funds apex institution applicable financial reporting framework Equivalent: standards for financial reporting, financial standards application for membership application for withdrawal application of funds (financing plan) appraisal appropriation of profits Equivalent: allocation of profits APR (annualized percentage rate) An interest rate comprised of interest, commissions, and other costs that is expressed in an annual value area of risk AROA (adjusted return on assets) AROE (adjusted return on equity) arrears Generic term for loans that have not been repaid on time; can be used for late payments, overdue payments, past due payments, and delinquent payments arrears rate Equivalent: delinquency ratio, delinquency rate, past-due rate The arrears rate is calculated by dividing the amount of arrears (or late payments) by the average outstanding loan balance combate à lavagem de dinheiro (CLD) regulamentação relativa ao combate à lavagem de dinheiro fundos apex instituição de microfinanças apex normas aplicáveis à informação financeira, normas pertinentes à apresentação de informações financeiras pedido de filiação, pedido de admissão pedido de retirada aplicação de fundos, de recursos (plano de financiamento) avaliação alocação, destinação de lucros; (lus) afectação de lucros taxa de juros anualizada (TJA); Taxa Percentual Anual Taxa que compreende juros, comissões e outras despesas, expressa em um valor anual área de risco rendimento ajustado dos ativos, rentabilidade ajustada dos ativos rendimento ajustado do patrimônio pagamentos em mora, créditos não pagos, reembolsos em atraso Arrears é um termo genérico que se refere a empréstimos não reembolsados em tempo; pode se referir a pagamentos em atraso, pagamentos em mora, pagamentos devidos e não pagos, sem fazer distinção entre montantes não pagos sobre créditos desclassificados ou não desclassificados taxa de mora, taxa de atraso Calcula-se dividindo o montante de pagamentos em mora (ou de reembolsos em atraso) pelo saldo médio dos empréstimos ASCA (accumulating savings and credit association) ACPC (associação cumulativa de poupança e crédito) assessment asset (balance sheet) asset account asset and liability management asset and liability matching asset quality avaliação ativo (balanço) conta de ativos gestão do ativo e do passivo, gestão de balanço, gestão ativo-passivo equilíbrio de balanço, cotejo do ativo e do passivo qualidade do ativo 8

9 asset utilization Equivalent: return on assets (ROA) asset/liability matching associated cost assumption ATM, automated teller machine ROSCA (rotating savings and credit association) audit (accounting) audit committee audit evidence audit of the financial statement audit report audit risk audit trail audited financial statements auditing standards auditor automated clearinghouse automated clearinghouse (ACH) automatic teller machine Equivalent: ATM, automated teller machine average cost of debt Equivalent: average cost of funds average cost of funds average loan size average loan term average outstanding balance of loans rendimento dos ativos, rentabilidade dos ativos gestão de balanço custo concorrente hipótese, suposição caixa automático associação de poupança e crédito rotativo auditoria, controle de contas (contabilidade) comitê de auditoria prova de auditoria, elementos probatórios auditoria das demonstrações financeiras relatório de auditoria risco de auditoria pista de auditoria Permite ao perito-contador retraçar os dados a partir de sua entrada no sistema. demonstrações financeiras auditadas padrões de auditoria, normas de auditoria auditor câmara de compensação automática câmara de compensação automatizada caixa automático custo médio da dívida, custo médio dos recursos custo médio da dívida, custo médio dos recursos tamanho médio dos empréstimos duração média do empréstimo saldo médio pendente dos empréstimos 9

10 B back-office back-office transactions back-to-back loan bad debt Equivalents: defaulted loan, doubtful loan badwill balance balance an account Equivalent: clear an account balance brought forward Equivalent: opening balance balance carried forward Equivalent: closing balance balance on account balance sheet balance sheet account balance sheet item balance sheet ratio balanced accounts balancing subsidy balloon loan balloon payment Equivalent: single end-of-term payment bank and investment income bank book funções de apoio operações de apoio, operações de gestão administrativa Processo de gestão interna da empresa, em oposição às atividades diretamente relacionadas com a clientela ( operações de guichê ). empréstimo consecutivo dívida duvidosa, dívida em mora Os termos ingleses bad debt, defaulted loan e doubtful loan são sinônimos e designam, em princípio, créditos em mora desclassificados no balanço, com escassa esperança de recuperação. Os termos past-due loan, loan in arrear e delinquent loan designam, por sua vez, créditos em atraso em geral, sem referência a sua eventual desclassificação no balanço. menos-valia saldo Empregado isoladamente, o termo inglês balance não designa o documento contábil que representa a situação patrimonial e a que chamamos balanço. Em inglês, o saldo pré-inventário se traduz por trial balance e o saldo pós-inventário, por adjusted trial balance. Ver balance sheet. saldar uma conta saldo inicial, saldo transportado saldo final, saldo no fechamento saldo da conta balanço conta de balanço item do balanço coeficiente da estrutura financeira contas equilibradas subsídio de equilíbrio empréstimo com reembolso final reembolso no vencimento (pagamento final de uma dívida, substancialmente maior que aqueles que o precederam) Reembolso único na expiração do crédito. renda de operações e aplicações bancárias diário bancário, livro de banco 10

11 bank charges Equivalent: bank commissions and fees bank commissions and fees bank current account bank draft Bank for international settlements (BIS) bank interest Bank of central african states bank reconciliation bank reconciliation procedure bank statement bank supervision bank supervisors bankable banking authorities Banking Authority of Central Africa banking correspondent banking law banking license banking sector bank-mfi linkage base cost Equivalent: baseline cost. base interest rate baseline cost baseline data basic information below-market interest rate benchmark benchmarking beneficiary despesas bancárias, tarifas bancárias, despesas e comissões bancárias despesas bancárias, tarifas bancárias, despesas e comissões bancárias conta-corrente bancária saque bancário Banco de Pagamentos Internacionais (BPI) juros bancários Banco dos Estados da África Central (BEAC) conciliação bancária; (lus) reconciliação bancária Procedimento de conciliação bancária extrato de conta supervisão bancária; (lus) controlo bancário supervisor bancário bancável Diz-se de pessoa elegível para utilizar serviços bancários. Termo usado frequentemente em microfinanças para designar pessoas capazes de poupar, investir e reembolsar seus empréstimos. autoridades bancárias Comissão Bancária da África Central (COBAC) correspondente bancário, agente lei bancária, lei de instituições financeiras licença bancária, autorização para funcionamento de banco setor bancário vínculo Banco- Instituições Microfinanceiras custo básico, custo de referência taxa bancária básica, taxa básica de juros custo básico, custo de referência dados iniciais, dados de referência dados básicos taxa de juros inferior à de mercado referência benchmarking Não há tradução que satisfaça o termo inglês benchmarking, que designa um processo de comparação de indicadores de desempenho e tem por objetivo desenvolver a competitividade e a inovação nas empresas e organizações, principalmente na promoção de melhores práticas. beneficiário 11

12 benefits best practices bias bid bilateral aid agency bilateral donor bill of exchange BIS (Bank for International Settlements) board (management) bond issue bond issue backed by microloans book value bookkeeper bookkeeping borrower borrower in default Equivalent: defaulter borrowing capacity Equivalent: debt capacity borrowing cost borrowing requirement branch Equivalent: branch office branch office branch outlet branchless banking branch-level staff break even (verb) break-even analysis break-even point bridging credit Equivalent: bridging facility bridging facility budget request budget variance budgetary aid budgetary surplus benefícios, vantagens sociais, lucros ou créditos positivos melhores práticas viés, bias, parcialidade, tendenciosidade lance, licitação, oferta organismo de cooperação bilateral doador bilateral, organismo de cooperação bilateral letra de câmbio Banco de Pagamentos Internacionais (BPI) conselho de administração (gestão), diretoria executiva emissão de obrigações emissão de obrigações apoiadas por microcréditos valor contábil, valor líquido de elemento activo; (lus) valor contabilístico contador, contabilista; (ant.) guarda-livros escrituração mercantil, contabilidade mutuário, devedor, emprestador mutuário em mora, mutuário insolvente, mutuário inadimplente capacidade de endividamento custo do endividamento necessidade de contrair dívida agência agência agência serviços bancários sem agências pessoal das agências lograr equilíbrio, igualar análise do ponto morto, ponto de equilíbrio, análise de nivelamento limiar de rentabilidade, ponto de nivelamento, ponto morto, ponto de equilíbrio crédito-ponte, empréstimo ponte mecanismo de crédito pedido de fundos variação orçamentária; (lus) variação orçamental ajuda, assistência orçamentária superávit orçamentário 12

13 budgeted amount This term is used when comparing a projected budget with an actual budget buildings (balance sheet account, asset account) burial fund business accounting business development serviços Equivalent: enterprise development services business operator business plan business planning business risk Equivalent: operating risk importância orçada, quantia orçada Usa-se numa comparação entre o montante consignado em orçamento e a quantia efetivamente aplicada prédios e instalações (balanço, conta de ativos) fundo funerário contabilidade comercial serviços de apoio às empresas empresário plano de negócios, plano de desenvolvimento planejamento de negócios, planificação de negócios; (lus) planeamento de negócios risco do negócio, risco operacional 13

14 C calculation of reserve Equivalent: reserve calculation call option (hedging instrument) CAMEL Capital adequacy Asset quality Management Earnings Liquidity An MFI evaluation system developed by ACCION International cancelled debt capacity building capacity to reimburse Equivalent: capacity to repay, repayment ability, repayment capacity capacity to repay capital adequacy capital asset Equivalents: permanent asset, fixed asset capital call capital cost allowance capital equipment Equivalent: capital goods capital expenditure capital formation capital gain capital goods capital grant Equivalent: donated equity capital lease capital market capital market instruments capital requirements capital-adequacy ratio Equivalent: working-capital ratio, current ratio capital-adequacy report capitalization capitalization rate cálculo de reservas opção de compra (instrumento de hedging-instrumento derivativo de cobertura do risco financeiro) sistema de avaliação CAMEL Adequação de capital Qualidade dos ativos Administração Rendas - Liquidez sistema de avaliação de Instituições de Microfinanças desenvolvido por ACCION International. dívida anulada, dívida cancelada fortalecimento de capacidade técnica ou profissional capacidade de reeembolso, capacidade de pagamento capacidade de reeembolso adequabilidade do capital ativo imobilizado, ativo fixo, ativo permanente chamada de capital alocação do custo do capital; (lus) afectação do custo do capital bens de capital despesas de capital, despesas de investimento formação de capital ganho de capital, mais-valia por cedência bens de capital aubsídio de capital, subsídio de investimento, doação patrimonial arrendamento mercado financeiro, mercado de capital instrumentos dos mercados financeiros necessidade de capital coeficiente de solvência, índice de solvência quadro de adequabilidade do capital capitalização taxa de capitalização, índice de capitalização 14

15 capitalize cash (balance sheet, asset account) Equivalent: cash assets. cash account cash accounting Equivalent: cash-basis accounting cash advance cash and cash due from banks cash and cash Equivalents Equivalent: cash and near cash cash and near cash cash assets (balance sheet, asset account) cash balance cash based economy cash book Equivalent: cash journal cash box cash budget cash collateral cash control Equivalent: cash count cash count cash courier cash credit cash crop cash deficit cash deposit cash donation Equivalent: cash grant, cash subsidies cash due from banks Equivalent: cash in bank cash equivalent (balance sheet, asset account) cash expense cash flow cash flow after investments cash flow analysis capitalizar disponível, disponível líquido, caixa (balanço, conta de ativos), à vista conta de caixa contabilidade de caixa adiantamento de numerário, crédito de caixa, adiantamento em dinheiro disponível e disponível de bancos disponível caixa e similares, disponível e quasedinheiro disponível-caixa e similares, disponível e quasedinheiro, encaixes e contas ordinárias disponível-caixa, disponível líquido, caixa (balanço, conta de ativos) saldo de caixa economia baseada em pagamentos em dinheiro livro-caixa cofre orçamento de caixa, orçamento de tesouraria garantia real, em dinheiro controle de caixa contagem de caixa mensageiro especial, transportador de dinheiro crédito em dinheiro safra comercial deficit de caixa depósito em dinheiro subsídio em dinheiro, subvenção monetária haveres em bancos, disponível em bancos disponível líquido (balanço, conta de ativos) despesa em dinheiro Em inglês, o termo cash expense é usado por oposição a non-cash expense. fluxo de caixa, fluxo de numerário, fluxo de tesouraria fluxo de caixa após investimentos análise de fluxo de caixa 15

16 cash flow cycle cash flow from operations Equivalent: funds provided from operating activities, operating cash flow cash flow patterns cash flow projection Equivalent: cash projection cash flow review cash flow statement Equivalent: statement of change in financial position. cash grant Equivalents: cash donation, cash subsidies cash in bank Equivalent: cash due from banks cash in bank and near cash cash in hand Equivalent: cash on hand cash in vault cash inflow cash input cash journal Equivalent: cash book cash management Equivalent: liquidity management cash on hand Equivalent: cash in hand cash outflow cash payment cash position cash projection Equivalent: cash flow projection cash subsidy Equivalent: cash donation, cash grant cash suspense account cash-back transaction cash-basis accounting cash-disbursements journal cashier ciclo de fluxos de caixa fluxo de caixa de operações fundos provenientes das operações, fluxo de caixa operacional estrutura dos fluxos de caixa, características dos fluxos de caixa, padrões de fluxo de caixa projeção de fluxo de caixa, previsão de fluxo de caixa análise de fluxo de caixa, revisão do fluxo de caixa demonstração de fluxo de caixa concessão, subvenção, subsídio em dinheiro, doação em dinheiro, subsídio de operação disponível em bancos, haveres em banco disponível em bancos e quase-dinheiro encaixe, haveres em dinheiro dinheiro em caixa entrada de caixa, recebimento em dinheiro contribuição em dinheiro, entrada de recursos ou valores livro caixa, livro de caixa gestão de caixa, gestão de liquidez, gestão de tesouraria encaixe, haveres em dinheiro, dinheiro em caixa saída de caixa, pagamento pagamento em dinheiro posição de caixa, situação de caixa projeção de caixa, previsão de tesouraria, projeção de fluxo de caixa doação em dinheiro, subsídio em dinheiro, subsídio de operação conta de caixa pendente retirada líquida de caixa por ocasião de uma compra, saque de dinheiro por meio de uma compra com cartão de crédito ou débito contabilidade de caixa, contabilidade de tesouraria registro de saídas de caixa caixa, guichê 16

17 cashier services cash-receipt journal cell phone banking Equivalent: mobile phone banking central bank Central Bank of West African States certificate of deposit (CD) certify financial statements (audit) CFT (combating the financing of terrorism) CGAP chains (ROSCA chains) (credit) change in equity position change in working capital Equivalent: working capital requirement character-based lending chart of accounts checking account Equivalent: current account checks and balances chief accountant chief financial officer (COO) Equivalents: financial officer, financial director chief operations officer chit fund A type of rotating savings and credit association (ROSCA) found in Índia clean the data (verb) (survey) clear an account (verb) Equivalent: balance an account clearance service clearinghouse client attrition Equivalents: desertion, client loss client exit survey client feedback client graduation Equivalent: graduation serviços de guichê registro de entradas de caixa serviços bancários por telefone móvel, banco por celular banco central Banco Central dos Estados da África Ocidental (BCEAO) certificado de depósito (CD) autenticar demonstrações financeiras (auditoria) combate ao financiamento do terrorismo (CF) Grupo Consultivo de Assistência aos Pobres grupos de crédito rotativo variação da posição patrimonial variação da necessidade de capital de giro, dos requisitos de capital de giro método de crédito baseado no caráter do mutuário plano de contas conta corrente, conta bancária, conta de depósito à vista controle e verificação contador-chefe diretor financeiro diretor de operações Chit fund designa um tipo de associação de poupança e crédito rotativo, na Índia expurgar dados (pesquisa) verificar o saldo de uma conta serviço de compensação câmara de compensação perda de clientes, abandono de clientes, evasão de clientes estudo de evasão de clientes opinião dos clientes, feedback da clientela progressão, graduação do cliente Processo pelo qual o cliente de uma instituição microfinanceira que demonstrou seu valor adquire gradualmente um status que lhe dá acesso a condições mais favoráveis ou a uma variedade maior de produtos. 17

18 client impact tracking system client loss client outreach client retention rate Equivalent: retention rate client screening client self-reporting closed question (survey) closing balance Equivalent: balance carried forward closing cost closing date (accounting) closing entry Equivalent: adjusting entry cluster sampling (survey) collateral Equivalents: security, guarantee collateral savings collateral substitute collection collective guarantee Equivalents: group guarantee, peer-lending guarantee combating the financing of terrorism combating the financing of terrorism (CFT) commercial borrowing Equivalent: commercial loan commercial funding commercial investor commercial lender commercial loan commercial paper commercial terms Equivalent: market rate commercialization of microfinance sistema de seguimento do impacto na clientela perda de clientes, abandono de clientes acercamento dos clientes, alcance de clientes taxa de retenção de clientes seleção de clientes testemunhos espontâneos de clientes questão fechada, questao resolvida (pesquisa) saldo ao fechamento, saldo de fechamento despesa de fechamento de contrato, despesa de abertura de credito data de fechamento de contrato (contabilidade) entrada de encerramento amostragem por grupamento (pesquisa) garantia, garantia material poupança de garantia, deposito de garantia, deposito garantidor substituto de garantia arrecadação, cobrança, coleta de pagamento garantia solidária, caução solidária, garantia de grupo combate ao financiamento do terrorismo combate ao financiamento do terrorismo (CFT) empréstimo comercial, empréstimo à taxa do mercado, empréstimo nas condições do mercado financiamento comercial, recursos comerciais investidor comercial emprestador comercial empréstimo comercial, empréstimo à taxa do mercado, empréstimo nas condições do mercado nota promissória, título comercial condições do mercado, taxa do mercado comercialização das microfinanças Designa a dupla tendência de busca da viabilidade financeira das instituições microfinanceiras e de entrada dos bancos comerciais no setor das microfinanças 18

19 commission commission an audit commissions and fees community bank community banking community development community participation comparison group compensating balance competition oriented pricing competitive pricing strategy compound factor Equivalent: compounding factor compound interest compound rate of growth compounded interest rate compounding factor comprehensive planning compulsory savings Equivalents: obligatory savings, forced savings, mandatory savings computer kiosk concessional loan Equivalent: soft loan conservation principle Equivalent: conservatism conservatism consolidate maturities consolidated balance sheet consolidated financial statement consolidated income statement consolidated loss consolidated profit constant currency terms consumer credit consumer education consumer protection consumption smoothing comissão comissionar uma audidtoria, pedir uma auditoria comissões e taxas, tarifas diversas banco comunitário bancos comunitários, sistema de caixas de crédito comunitárias desenvolvimento comunitário participação comunitária grupo testemunha, grupo de comparação depósito de contrapartida cotação, apreçamento em função da concorrência, tarifação orientada pela concorrência estratégia de cotação competitiva coeficiente de capitalização juros compostos, juros capitalizados taxa de crescimento composta taxa de juros compostos coeficiente de capitalização planejamento global; (lus) planeamento global poupança compulsória, poupança forçada, poupança obrigatória, mandatória. quiosque de informática empréstimo concessional, empréstimo subsidiado, empréstimo a taxa subsidiada princípio do conservadorismo, principio da prudência conservadorismo consolidar os vencimentos balanço consolidado demonstrações financeiras consolidadas demonstração consolidada de resultado prejuízos consolidados lucros consolidados; (lus) benefícios consolidados termos monetários constantes, saldos em moeda constante crédito ao consumidor, credito de consumo educação do consumidor proteção dos consumidores ajuste do consumo; (lus) alisamento do consumo 19

20 contingency fund Equivalent: contingency scheme contingency reserve contingency savings Equivalent: precautionary savings. contingency scheme contract farming contribution margin control (i.e., management control) control environment control group In an evaluation process, control group designates the group that is not receiving services, as opposed to the treatment group control risk (audit) controller Equivalent: management controller convertibility risk COO (chief operations officer) core expenditures corporate body (legal) Equivalent: corporation corporation (legal) cosigner cost cost accounting cost allocation cost center cost containment cost control cost efficiency cost estimate cost of capital cost of debt cost of funds cost of operations cost of portfolio administration cost oriented pricing provisão para contingências, fundo de contingência provisão para riscos, reserva de contingência poupança para contingências provisão para contingências, fundo para contingências agricultura contratual Forma de crédito fornecido a pequenos fazendeiros por empresas privadas tais como atacadistas, processadores ou (lus) retalhistas margem de contribuição controle de gestão sistema de organização do controle interno grupo de controle, grupo-testemunha Num processo de avaliação, o grupo de controle designa o grupo que não recebe serviços, ao contrário do grupo que os recebe. risco ligado ao controle (auditoria) controlador de gestão risco de conversibilidade da moeda diretor de operações despesas principais pessoa jurídica, sociedade, instituição (direito) pessoa jurídica, sociedade, instituição (direito) fiador, garante, co-signatário, avalista custo contabilidade analítica, contabilidade de custos designação de custo, distribuição de custos centro de custo, unidade de custo contenção de custos controle de custos razão custo-eficiência, eficiencia de custos estimativa de custos custo do capital custo do endividamento, custo da divida custo dos fundos, custo dos recursos custos operacionais custo de gestão da carteira cotação em função do custo 20

GERDAU. 1 o Trim. 2001

GERDAU. 1 o Trim. 2001 GERDAU Informações Relevantes 2 o Trimestre de Senhores Acionistas: O ano de iniciou-se movido pelo bom desempenho econômico brasileiro do ano anterior: forte crescimento industrial, inflação sob controle,

Leia mais

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements 05. Demonstrações Financeiras Financial Statements Demonstrações Financeiras Financial Statements 060 Balanços em 31 de Dezembro de 2007 e 2006 Balance at 31 December 2007 and 2006 Activo Assets 2007 2006

Leia mais

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements 05. Demonstrações Financeiras Financial Statements Demonstrações Financeiras Financial Statements 068 Balanços em 31 de Dezembro de 2008 e 2007 Balance at 31 December 2008 and 2007 Activo Assets 2008 2007

Leia mais

Senhores Acionistas: FATURAMENTO CRESCE 47% E SUPERA A MARCA DOS R$ 4 BILHÕES

Senhores Acionistas: FATURAMENTO CRESCE 47% E SUPERA A MARCA DOS R$ 4 BILHÕES Senhores Acionistas: Após sofrer o impacto causado pela desvalorização da moeda brasileira no início de 1999, a economia do País, de um modo geral, mostrou resultados bastante positivos no encerramento

Leia mais

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 03 DEMONSTRAÇÃO DE FLUXOS DE CAIXA

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 03 DEMONSTRAÇÃO DE FLUXOS DE CAIXA COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 03 DEMONSTRAÇÃO DE FLUXOS DE CAIXA Correlação às Normas Internacionais de Contabilidade IAS 7 (IASB) PRONUNCIAMENTO Conteúdo Item OBJETIVO

Leia mais

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 03 (R1) DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 03 (R1) DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 03 (R1) DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA Correlação às Normas Internacionais de Contabilidade IAS 7 (IASB) PRONUNCIAMENTO Conteúdo OBJETIVO

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Península (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e

Fundo de Investimento Imobiliário Península (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e Fundo de Investimento Imobiliário Península Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e parecer dos auditores independentes 2 3 Balanços patrimoniais em 31 de dezembro Ativo 2009 2008

Leia mais

Enquadramento Page 1. Objectivo. Estrutura do documento. Observações. Limitações

Enquadramento Page 1. Objectivo. Estrutura do documento. Observações. Limitações Objectivo No âmbito do processo de adopção plena das Normas Internacionais de Contabilidade e de Relato Financeiro ("IAS/IFRS") e de modo a apoiar as instituições financeiras bancárias ("instituições")

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS DAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS 1

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS DAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS 1 DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS DAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS 1 Sandra Figueiredo 1. Aspectos econômicos e jurídicos das instituições financeiras O Aparecimento das instituições financeiras foi motivado pelas relações

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA CAPÍTULO 33 Este Capítulo é parte integrante do Livro Contabilidade Básica - Finalmente Você Vai Entender a Contabilidade. 33.1 CONCEITOS A demonstração dos fluxos de caixa evidencia as modificações ocorridas

Leia mais

CONVERSAO DE DEMONSTRACOES CONTABEIS EM MOEDA. ESTRAGEIRA: FASB nº 8 e FASB nº 52

CONVERSAO DE DEMONSTRACOES CONTABEIS EM MOEDA. ESTRAGEIRA: FASB nº 8 e FASB nº 52 CONVERSAO DE DEMONSTRACOES CONTABEIS EM MOEDA Evolução das Normas de Contabilidade aplicadas no EUA Critérios Contábeis brasileiros e americanos (USGAAP) Objetivos da conversão de demonstrações contábeis

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Península (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.)

Fundo de Investimento Imobiliário Península (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo 2008 2007 Passivo e patrimônio líquido 2008 2007 Circulante Circulante Bancos 3 14 Rendimentos a distribuir 3.599 2.190 Aplicações financeiras de renda fixa

Leia mais

NBC TSP 2 - Demonstração dos Fluxos de Caixa. Objetivo

NBC TSP 2 - Demonstração dos Fluxos de Caixa. Objetivo NBC TSP 2 - Demonstração dos Fluxos de Caixa Objetivo A demonstração dos fluxos de caixa identifica (a) as fontes de geração dos fluxos de entrada de caixa, (b) os itens de utilização de caixa durante

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Julgue os itens a seguir, a respeito da Lei n.º 6.404/197 e suas alterações, da legislação complementar e dos pronunciamentos do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC). 71 Os gastos incorridos com pesquisa

Leia mais

QUESTÕES PARA A PROVA ESPECÍFICA PARA ATUAÇÃO NA ÁREA DE AUDITORIA NAS INSTITUIÇÕES REGULADAS PELO BANCO CENTRAL DO BRASIL (BACEN)

QUESTÕES PARA A PROVA ESPECÍFICA PARA ATUAÇÃO NA ÁREA DE AUDITORIA NAS INSTITUIÇÕES REGULADAS PELO BANCO CENTRAL DO BRASIL (BACEN) QUESTÕES PARA A PROVA ESPECÍFICA PARA ATUAÇÃO NA ÁREA DE AUDITORIA NAS INSTITUIÇÕES REGULADAS PELO BANCO CENTRAL DO BRASIL (BACEN) 1. As normas e os procedimentos, bem como as Demonstrações Contábeis padronizadas

Leia mais

PÁGINA INTENCIONALMENTE DEIXADA EM BRANCO

PÁGINA INTENCIONALMENTE DEIXADA EM BRANCO 1 Índice Volume II 5 Relatório do Conselho Geral e de Supervisão 12 Parecer do Conselho Geral e de Supervisão incluíndo declaração de conformidade 14 Relatório da Comissão para as Matérias Financeiras

Leia mais

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 03 (R2) Demonstração dos Fluxos de Caixa

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 03 (R2) Demonstração dos Fluxos de Caixa COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 03 (R2) Demonstração dos Fluxos de Caixa Correlação às Normas Internacionais de Contabilidade IAS 7 (IASB BV2010) Índice OBJETIVO Item ALCANCE

Leia mais

3. Pronunciamento Técnico CPC 03 Demonstração dos Fluxos de Caixa

3. Pronunciamento Técnico CPC 03 Demonstração dos Fluxos de Caixa TÍTULO : PLANO CONTÁBIL DAS INSTITUIÇÕES DO SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL - COSIF 1 3. Pronunciamento Técnico CPC 03 Demonstração dos Fluxos de Caixa Aplicação 1 - As instituições financeiras e demais instituições

Leia mais

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 03 (R2) Demonstração dos Fluxos de Caixa

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 03 (R2) Demonstração dos Fluxos de Caixa COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 03 (R2) Demonstração dos Fluxos de Caixa Correlação às Normas Internacionais de Contabilidade IAS 7 (IASB BV2010) Índice OBJETIVO Item ALCANCE

Leia mais

2 Questão 31 Classificação de Contas e Grupos Patrimoniais

2 Questão 31 Classificação de Contas e Grupos Patrimoniais Conteúdo 1 Introdução... 1 2 Questão 31 Classificação de Contas e Grupos Patrimoniais... 1 3 Questão 32 Natureza das contas... 3 4 Questão 33 Lançamentos - Operações de captação de recursos... 4 5 Questão

Leia mais

REDE DE ENSINO LFG AGENTE E ESCRIVÃO PF Disciplina: Noções de Contabilidade Prof. Adelino Correia Aula nº09. Demonstração de Fluxo de Caixa

REDE DE ENSINO LFG AGENTE E ESCRIVÃO PF Disciplina: Noções de Contabilidade Prof. Adelino Correia Aula nº09. Demonstração de Fluxo de Caixa REDE DE ENSINO LFG AGENTE E ESCRIVÃO PF Disciplina: Noções de Contabilidade Prof. Adelino Correia Aula nº09 Demonstração de Fluxo de Caixa Demonstração de Fluxo de Caixa A partir de 28.12.2007 com a publicação

Leia mais

Recapitalizar as Pequenas e Médias Empresas Portuguesas

Recapitalizar as Pequenas e Médias Empresas Portuguesas Recapitalizar as Pequenas e Médias Empresas Portuguesas Apresentação na 1ª Reunião do Fórum CMVM/PME para o Mercado de Capitais Carlos Tavares 27 Março 2012 1 Redução dos desequilíbrios externos da Economia

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - BANCO BRADESCO SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - BANCO BRADESCO SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 5 Balanço Patrimonial Passivo 9 Demonstração do Resultado 12 Demonstração do Resultado

Leia mais

DEFENSORIA PÚBLICA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL 2012. Resolução comentada da prova de Contabilidade Prof. Milton M. Ueta. Analista-Contabilidade

DEFENSORIA PÚBLICA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL 2012. Resolução comentada da prova de Contabilidade Prof. Milton M. Ueta. Analista-Contabilidade DEFENSORIA PÚBLICA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL 2012 Resolução comentada da prova de Contabilidade Prof. Milton M. Ueta Analista-Contabilidade 1 Primeiramente, é necessário Apurar o Resultado pois, como

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Com relação aos conceitos, objetivos e finalidades da contabilidade, Julgue os itens subsequentes, relativos à correta classificação e julgue os itens a seguir. utilização de

Leia mais

CPC COOPERATIVA DE POUPANÇA E CRÉDITO, S.C.R.L. Demonstrações Financeiras. 31 de Dezembro de 2008

CPC COOPERATIVA DE POUPANÇA E CRÉDITO, S.C.R.L. Demonstrações Financeiras. 31 de Dezembro de 2008 Demonstrações Financeiras 31 de Dezembro de 2008 4ª MINUTA EXERCÍCIO DE 2008 DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS 31 DE DEZEMBRO DE 2008 ÍNDICE PÁGINAS RELATÓRIO DO AUDITOR INDEPENDENTE 1 2 BALANÇO 3 DEMONSTRAÇÃO

Leia mais

FAPAN Faculdade de Agronegócio de Paraíso do Norte

FAPAN Faculdade de Agronegócio de Paraíso do Norte BALANÇO PATRIMONIAL 1. CRITÉRIO DE DISPOSIÇÃO DAS CONTAS NO ATIVO E NO PASSIVO (ART. 178 DA LEI 6.404/76): a. No ativo, as contas serão dispostas em ordem decrescente de grau de liquidez dos elementos

Leia mais

Instituto Lina Galvani

Instituto Lina Galvani Balanços patrimoniais Em milhares de reais Ativo 31 de dezembro de 2011 31 de dezembro de 2010 Passivo e patrimônio social 31 de dezembro de 2011 31 de dezembro de 2010 Circulante Circulante Caixa e equivalentes

Leia mais

Demonstrações Contábeis

Demonstrações Contábeis Demonstrações Contábeis 12.1. Introdução O artigo 176 da Lei nº 6.404/1976 estabelece que, ao fim de cada exercício social, a diretoria da empresa deve elaborar, com base na escrituração mercantil, as

Leia mais

Demonstrações Contábeis Consolidadas em IFRS 31 de dezembro de 2012

Demonstrações Contábeis Consolidadas em IFRS 31 de dezembro de 2012 Demonstrações Contábeis Consolidadas em IFRS 31 de dezembro de 2012 RELATÓRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES Aos Acionistas e Administradores do Banco Daycoval S.A. São Paulo - SP Examinamos as demonstrações

Leia mais

DELIBERAÇÃO CVM Nº 641 DE 07/10/2010 DOU de 08/10/2010

DELIBERAÇÃO CVM Nº 641 DE 07/10/2010 DOU de 08/10/2010 PRESIDENTE DA COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS - CVM DELIBERAÇÃO CVM Nº 641 DE 07/10/2010 DOU de 08/10/2010 Aprova o Pronunciamento Técnico CPC 03(R2) do Comitê de Pronunciamentos Contábeis - CPC sobre

Leia mais

Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ).

Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ). Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 25 de Outubro de 2005. Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ). (Os

Leia mais

Art. 1º Aprovar a NBC TG 03 Demonstração dos Fluxos de Caixa que tem por base o Pronunciamento Técnico CPC 03 (R2) (IAS 7 do IASB).

Art. 1º Aprovar a NBC TG 03 Demonstração dos Fluxos de Caixa que tem por base o Pronunciamento Técnico CPC 03 (R2) (IAS 7 do IASB). A Resolução CFC n.º 1.329/11 alterou a sigla e a numeração desta Norma de NBC T 3.8 para NBC TG 03 e de outras normas citadas: de NBC T 7 para NBC TG 02; de NBC T 19.11 para NBC TG 23; de NBC T 19.36 para

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Com relação aos critérios de avaliação de ativos e seus efeitos no patrimônio de uma companhia aberta, julgue os itens a seguir. 51 Um investimento que garanta à sociedade investidora

Leia mais

ROTEIRO DE AUDITORIA DE CONTABILIDADE PÚBLICA

ROTEIRO DE AUDITORIA DE CONTABILIDADE PÚBLICA SISTEMA ORÇAMENTÁRIO 1 - RECEITAS 1.1 - Orçamento da Receita 1.2 - Receita Prevista 1.3 - Execução Orçamentária da Receita ROTEIRO DE AUDITORIA DE CONTABILIDADE PÚBLICA I - Verificar se os registros das

Leia mais

Scal - Mediação de Seguros, S. A.

Scal - Mediação de Seguros, S. A. Scal - Mediação de Seguros, S. A. Anexo às Demonstrações Financeiras Individuais para o exercício findo em 31 de Dezembro de 2014 1. Nota introdutória A Empresa Scal-Mediação de Seguros foi constituída

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADE DO FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO

RELATÓRIO DE ATIVIDADE DO FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO RELATÓRIO DE ATIVIDADE DO FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO MONTEPIO TAXA FIXA FUNDO DE INVESTIMENTO MOBILIÁRIO ABERTO DE OBRIGAÇÕES DE TAXA FIXA 30.06.2015 1. Política de Investimentos O Património do

Leia mais

Brito Amoedo Imobiliária S/A. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes

Brito Amoedo Imobiliária S/A. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes Brito Amoedo Imobiliária S/A Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes Em 30 de Junho de 2007 e em 31 de Dezembro de 2006, 2005 e 2004 Parecer dos auditores independentes

Leia mais

MESTRADO EM CONTABILIDADE 2006-2007

MESTRADO EM CONTABILIDADE 2006-2007 MESTRADO EM CONTABILIDADE 2006-2007 PROGRAMA DAS DISCIPLINAS 1 DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS 1º TRIMESTRE Financial Reporting e Normas Internacionais - Harmonização contabilística internacional - Estrutura

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS De acordo com o comando a que cada um dos itens de 51 a 120 se refira, marque, na folha de respostas, para cada item: o campo designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo designado com

Leia mais

Deutsche Bank S.A. - Banco Alemão. Demonstrações financeiras Consolidadas em IFRS em 31 de dezembro de 2012 e 2011

Deutsche Bank S.A. - Banco Alemão. Demonstrações financeiras Consolidadas em IFRS em 31 de dezembro de 2012 e 2011 7 Deutsche Bank S.A. - Banco Alemão Demonstrações financeiras Consolidadas em IFRS em 31 de dezembro de 2012 e 2011 Deutsche Bank S.A. - Banco Alemão em 31 de dezembro de 2012 e 2011 Conteúdo Relatório

Leia mais

Deutsche Bank S.A. - Banco Alemão. Demonstrações financeiras Consolidadas em IFRS em 31 de dezembro de 2012 e 2011

Deutsche Bank S.A. - Banco Alemão. Demonstrações financeiras Consolidadas em IFRS em 31 de dezembro de 2012 e 2011 Deutsche Bank S.A. - Banco Alemão Demonstrações financeiras Consolidadas em IFRS em 31 de dezembro de 2012 e 2011 Deutsche Bank S.A. - Banco Alemão Notas explicativas às demonstrações financeiras consolidadas

Leia mais

Ementário e Bibliografia do curso de. Ciências Contábeis. Fase: II Carga Horária: 60h/a Créditos: 04

Ementário e Bibliografia do curso de. Ciências Contábeis. Fase: II Carga Horária: 60h/a Créditos: 04 01 - ADMINISTRAÇÃO Fase: II Carga Horária: 60h/a Créditos: 04 Introdução à Administração. Antecedentes históricos da Administração. Escolas de Administração. Administração e suas perspectivas. Variáveis

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2012 - BPMB I Participações S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2012 - BPMB I Participações S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE SERGIPE - CIÊNCIAS CONTÁBEIS QUESTÕES

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE SERGIPE - CIÊNCIAS CONTÁBEIS QUESTÕES QUESTÕES 01) Fazem parte do grupo de contas do : A) Duplicatas a Receber Caixa Duplicatas a Pagar. B) Terrenos Banco Conta Movimento Credores Diversos. C) Duplicatas a Pagar Caixa Adiantamentos de Clientes.

Leia mais

HSBC Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo Tripla Vantagem CNPJ nº 09.522.596/0001-64

HSBC Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo Tripla Vantagem CNPJ nº 09.522.596/0001-64 HSBC Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo Tripla Vantagem CNPJ nº 09.522.596/0001-64 (Administrado pelo HSBC Bank Brasil S.A. - Banco Múltiplo CNPJ nº 01.701.201/0001-89) Demonstrações financeiras

Leia mais

FONTES DE FINANCIAMENTO DE CURTO PRAZO

FONTES DE FINANCIAMENTO DE CURTO PRAZO FONTES DE FINANCIAMENTO DE CURTO PRAZO Introdução Mercado de crédito Objetiva suprir a demanda por recursos de curto e médio prazo da economia, sendo constituído por todas as instituições financeiras bancárias

Leia mais

Prefácio, xvii. Parte I Ambiente da Análise Financeira, 1

Prefácio, xvii. Parte I Ambiente da Análise Financeira, 1 Prefácio, xvii Parte I Ambiente da Análise Financeira, 1 1 Amplitude da análise financeira, 3 1.1 Visão estratégica da empresa, 3 1.2 Que é análise financeira de empresas, 6 1.3 Análise financeira e áreas

Leia mais

A Demonstração no Brasil A Demonstração do Fluxo de Caixa - DFC

A Demonstração no Brasil A Demonstração do Fluxo de Caixa - DFC UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ UFPI CAMPUS MINISTRO REIS VELLOSO CMRV DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS E JURÍDICAS DCCJ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS CCC EMPRESA JUNIOR DE CONTABILDIADE CONAC JUNIOR CURSO

Leia mais

relatório e contas 2012 Volume 2 demonstrações financeiras consolidadas

relatório e contas 2012 Volume 2 demonstrações financeiras consolidadas relatório e contas 2012 Volume 2 demonstrações financeiras consolidadas relatório e contas 2012 Volume 2 demonstrações financeiras consolidadas Índice 01 02 Demonstrações financeiras consolidadas 6 Demonstração

Leia mais

Resultados 1T07 10 de maio de 2007

Resultados 1T07 10 de maio de 2007 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 102% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 32% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 1T07. As demonstrações financeiras da Companhia são elaboradas

Leia mais

MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL Conselho de Gestão da Previdência Complementar RESOLUÇÃO CGPC Nº. 28, DE 26 DE JANEIRO DE 2009.

MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL Conselho de Gestão da Previdência Complementar RESOLUÇÃO CGPC Nº. 28, DE 26 DE JANEIRO DE 2009. (DOU nº. 27, de 09 de fevereiro de 2009, Seção 1, páginas 44 a 49) MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL Conselho de Gestão da Previdência Complementar RESOLUÇÃO CGPC Nº. 28, DE 26 DE JANEIRO DE 2009. Dispõe

Leia mais

Administração de Capital de Giro e Planejamento a Curto Prazo. Chapter Outline

Administração de Capital de Giro e Planejamento a Curto Prazo. Chapter Outline 26-0 Universidade Federal de Itajubá Instituto de Engenharia de Produção e Gestão Curso de Finanças Corporativas Prof. Edson Pamplona (www.iem.efei.br/edson) CAPÍTULO 27 Administração de Capital de Giro

Leia mais

ÍNDICE BANCO IBI S.A. BANCO MÚLTIPLO

ÍNDICE BANCO IBI S.A. BANCO MÚLTIPLO ÍNDICE BANCO IBI S.A. BANCO MÚLTIPLO Relatório da Administração 3 Balanços Patrimoniais 3 Demonstração de Resultados 4 Demonstração das Mutações 5 Demonstração das Origens 5 Notas Explicativas 6 Diretoria

Leia mais

Contabilidade Geral e Financeira. Enunciado da Prova

Contabilidade Geral e Financeira. Enunciado da Prova Governo da Região Administrativa Especial de Macau Comissão de Registo dos Auditores e dos Contabilistas Ano de 2014 (1.ª É poca) Prestação de provas para registo como auditor de contas 24 de Maio de 2014

Leia mais

4 trimestre de 2010. Sumário Executivo. Itaú Unibanco Holding S.A.

4 trimestre de 2010. Sumário Executivo. Itaú Unibanco Holding S.A. 4 trimestre de 2010 Sumário Executivo Apresentamos, abaixo, informações e indicadores financeiros do (Itaú Unibanco) do quarto trimestre de 2010 e do exercício findo em 31 de dezembro de 2010. (exceto

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 41-CEPE/UNICENTRO, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2012. Aprova o Curso de Especialização MBA em International Financial Reporting Standards, IFRS, Comitê de Pronunciamentos Contábeis, CPC, e Controladoria,

Leia mais

PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 26 APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 26 APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 26 APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS Correlação às Normas Internacionais de Contabilidade IAS 1 Objetivos e considerações gerais sobre as Demonstrações Financeiras Conteúdo

Leia mais

Aplicap Capitalização S.A. Demonstrações contábeis intermediárias em 30 de junho de 2014.

Aplicap Capitalização S.A. Demonstrações contábeis intermediárias em 30 de junho de 2014. Aplicap Capitalização S.A. Demonstrações contábeis intermediárias em 30 de junho de 2014. Relatório da Administração Senhores Acionistas, Em cumprimento as disposições legais e estatutárias, submetemos

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS O Conselho Federal de Contabilidade e o Comitê de Pronunciamentos Contábeis são responsáveis pela elaboração das normas contábeis comumente aceitas. Sobre essas normas, julgue

Leia mais

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 07 (R1) Subvenção e Assistência Governamentais

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 07 (R1) Subvenção e Assistência Governamentais COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 07 (R1) Subvenção e Assistência Governamentais Correlação às Normas Internacionais de Contabilidade IAS 20 (BV2010) Índice Item ALCANCE 1

Leia mais

Masters in Engineering and Management of Technology Masters in engineering Design Introduction to Entrepreneurship and New Venture Creation

Masters in Engineering and Management of Technology Masters in engineering Design Introduction to Entrepreneurship and New Venture Creation Masters in Engineering and Management of Technology Masters in engineering Design Introduction to Entrepreneurship and New Venture Creation Rui Baptista Financial Issues and Operations in New Venture Development

Leia mais

BERJ PUBLICA BALANÇO DE 2007 AUDITADO (25/08/2008)

BERJ PUBLICA BALANÇO DE 2007 AUDITADO (25/08/2008) BERJ PUBLICA BALANÇO DE 2007 AUDITADO (25/08/2008) As Demonstrações Financeiras de 2007 do Berj foram publicadas no dia 22 de agosto de 2008, após serem auditadas PricewatershouseCoopers Auditores Independentes.

Leia mais

Earnings Release 1s14

Earnings Release 1s14 Earnings Release 1s14 1 Belo Horizonte, 26 de agosto de 2014 O Banco Bonsucesso S.A. ( Banco Bonsucesso, Bonsucesso ou Banco ), Banco múltiplo, de capital privado, com atuação em todo o território brasileiro

Leia mais

Banco Santander (Brasil) S.A.

Banco Santander (Brasil) S.A. Banco Santander (Brasil) S.A. Resultados em BR GAAP 4T14 3 de Fevereiro de 2015 INFORMAÇÃO 2 Esta apresentação pode conter certas declarações prospectivas e informações relativas ao Banco Santander (Brasil)

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01896-1 MEHIR HOLDINGS S.A. 04.310.392/0001-46 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01896-1 MEHIR HOLDINGS S.A. 04.310.392/0001-46 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/25 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Divulgação Externa O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO

Leia mais

Relatório da Administração Dommo 2014

Relatório da Administração Dommo 2014 Relatório da Administração Dommo 2014 A Administração da Dommo Empreendimentos Imobiliários S.A. apresenta o Relatório da Administração e as correspondentes Demonstrações Financeiras referentes aos exercícios

Leia mais

NBC TSP 10 - Contabilidade e Evidenciação em Economia Altamente Inflacionária

NBC TSP 10 - Contabilidade e Evidenciação em Economia Altamente Inflacionária NBC TSP 10 - Contabilidade e Evidenciação em Economia Altamente Inflacionária Alcance 1. Uma entidade que prepara e apresenta Demonstrações Contábeis sob o regime de competência deve aplicar esta Norma

Leia mais

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico 106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico B.7.1.1 Taxas de juro sobre novas operações de empréstimos (1) concedidos por instituições financeiras monetárias a residentes na área do euro (a) Interest rates

Leia mais

Unidade I CONTABILIDADE EMPRESARIAL. Prof. Amaury Aranha

Unidade I CONTABILIDADE EMPRESARIAL. Prof. Amaury Aranha Unidade I CONTABILIDADE EMPRESARIAL Prof. Amaury Aranha Sumário Unidade I Unidade I Provisão para devedores duvidosos Operações financeiras (duplicatas) Unidade II Empréstimos (pré e pós) Aplicações financeiras

Leia mais

PATACÃO DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA.

PATACÃO DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. 1. CONTEXTO OPERACIONAL A Patacão Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda. ( Distribuidora ) tem como objetivo atuar no mercado de títulos e valores mobiliários em seu nome ou em nome de terceiros.

Leia mais

Glossário Bilíngue de Termos de Microfinanças. Glossary of Microfinance Terms. SEGUNDA PARTE Português-Inglês Portuguese-English

Glossário Bilíngue de Termos de Microfinanças. Glossary of Microfinance Terms. SEGUNDA PARTE Português-Inglês Portuguese-English Glossário Bilíngue de Termos de Microfinanças Glossary of Microfinance Terms SEGUNDA PARTE Português-Inglês Portuguese-English versão revista e ampliada janeiro de 2007 A à vista abandono de clientes

Leia mais

ATIVO Explicativa 2012 2011 PASSIVO Explicativa 2012 2011

ATIVO Explicativa 2012 2011 PASSIVO Explicativa 2012 2011 ASSOCIAÇÃO DIREITOS HUMANOS EM REDE QUADRO I - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO (Em reais) Nota Nota ATIVO Explicativa PASSIVO Explicativa CIRCULANTE CIRCULANTE Caixa e equivalentes de caixa 4 3.363.799

Leia mais

Anexo 12 - Balanço Orçamentário

Anexo 12 - Balanço Orçamentário Anexo 12 - Balanço Orçamentário BALANÇO ORÇAMENTÁRIO EXERCÍCIO: PERÍODO (MÊS) : DATA DE EMISSÃO: PÁGINA: PREVISÃO PREVISÃO RECEITAS SALDO RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS INICIAL ATUALIZADA REALIZADAS (a) (b) c

Leia mais

6 Balanço Patrimonial - Passivo - Classificações das Contas, 25 Exercícios, 26

6 Balanço Patrimonial - Passivo - Classificações das Contas, 25 Exercícios, 26 Prefácio 1 Exercício Social, 1 Exercícios, 2 2 Disposições Gerais, 3 2.1 Demonstrações financeiras exigidas, 3 2.2 Demonstrações financeiras comparativas, 4 2.3 Contas semelhantes e contas de pequenos,

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00414-6 KARSTEN S.A. 82.640.558/0001-04 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00414-6 KARSTEN S.A. 82.640.558/0001-04 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/29 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA

Leia mais

Documento gerado em 28/04/2015 13:31:35 Página 1 de 42

Documento gerado em 28/04/2015 13:31:35 Página 1 de 42 DCA-Anexo I-AB Balanço Patrimonial - Ativo e Passivo Padrao Balanço Patrimonial Ativo - Ativo - 1.0.0.0.0.00.00 - Ativo 96.744.139,42 1.1.0.0.0.00.00 - Ativo Circulante 24.681.244,01 1.1.1.0.0.00.00 -

Leia mais

1 Políticas contabilísticas a) Bases de apresentação A F&C Portugal, Gestão de Patrimónios, S.A. ( Sociedade ) é uma sociedade privada constituída a 31 de Outubro de 2001, tendo iniciado a sua actividade

Leia mais

Resolução CNPC Nº. 8 de 31 de outubro de 2011. (Publicado no D.O.U. Nº 241, de 16 de dezembro de 2011, seção I)

Resolução CNPC Nº. 8 de 31 de outubro de 2011. (Publicado no D.O.U. Nº 241, de 16 de dezembro de 2011, seção I) Resolução CNPC Nº. 8 de 31 de outubro de 2011. (Publicado no D.O.U. Nº 241, de 16 de dezembro de 2011, seção I) Dispõe sobre os procedimentos contábeis das entidades fechadas de previdência complementar,

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO FLUXO DE CAIXA EM UMA ORGANIZAÇÃO

A IMPORTÂNCIA DO FLUXO DE CAIXA EM UMA ORGANIZAÇÃO A IMPORTÂNCIA DO FLUXO DE CAIXA EM UMA ORGANIZAÇÃO Nádia Nascimento Cardoso 1, Carla Cristina Ferreira de Miranda orientadora 2 1 Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas Universidade do Vale Paraíba,

Leia mais

RESUMO DAS NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE APLICADAS AO SETOR PÚBLICO

RESUMO DAS NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE APLICADAS AO SETOR PÚBLICO RESUMO DAS NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE APLICADAS AO SETOR PÚBLICO NBC T 16.1 - CONCEITUAÇÃO, OBJETO E CAMPO DE APLICAÇÃO A Contabilidade Pública aplica, no processo gerador de informações, os princípios

Leia mais

Contabilidade Avançada Fluxos de Caixa DFC

Contabilidade Avançada Fluxos de Caixa DFC Contabilidade Avançada Demonstração dos Fluxos de Caixa DFC Prof. Dr. Adriano Rodrigues Normas Contábeis: No IASB: IAS 7 Cash Flow Statements No CPC: CPC 03 (R2) Demonstração dos Fluxos de Caixa Fundamentação

Leia mais

Curso Novas Regras de Contabilidade para Pequenas e Médias Empresas

Curso Novas Regras de Contabilidade para Pequenas e Médias Empresas Curso Novas Regras de Contabilidade para Pequenas e Médias Empresas Conhecimento essencial em Gestão de Controladoria Depois de sucessivas crises econômicas, os investidores pressionam cada vez mais pela

Leia mais

2. DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS E INFORMAÇÕES

2. DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS E INFORMAÇÕES 1. INTRODUÇÃO Referente à elaboração e divulgação de informações pelas instituições administradoras dos Fundos de Investimento Imobiliário, para o mercado de valores mobiliários e encaminhamento à Comissão

Leia mais

IBRACON NPC VI - INVESTIMENTOS - PARTICIPAÇÕES EM OUTRAS SOCIEDADES

IBRACON NPC VI - INVESTIMENTOS - PARTICIPAÇÕES EM OUTRAS SOCIEDADES IBRACON NPC VI - INVESTIMENTOS - PARTICIPAÇÕES EM OUTRAS SOCIEDADES INTRODUÇÃO 1. Este pronunciamento abrange as participações em sociedades coligadas e controladas e as participações minoritárias de natureza

Leia mais

Participações Industriais do Nordeste S.A. e Empresas Controladas

Participações Industriais do Nordeste S.A. e Empresas Controladas Participações Industriais do Nordeste S.A. e Empresas Controladas Demonstrações financeiras de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil e com o IFRS, em 31 de dezembro de 2013 e Relatório dos

Leia mais

HENCORP COMMCOR DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. Parecer dos auditores independentes

HENCORP COMMCOR DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. Parecer dos auditores independentes HENCORP COMMCOR DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. Parecer dos auditores independentes Demonstrações contábeis Em 31 de dezembro de 2009 e 2008 HENCORP COMMCOR DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS

Leia mais

1. FINANCIAMENTO A MÉDIO E LONGO PRAZO

1. FINANCIAMENTO A MÉDIO E LONGO PRAZO 1. FINANCIAMENTO A MÉDIO E LONGO PRAZO Finanças II Ano Lectivo 2005/06 Turma TP1 Ricardo Valente 1 Introdução Decisões de financiamento Captação de fundos para financiar actividade corrente, projectos

Leia mais

Introdução l Resumo Exercícios 15 Demonstrações Contábeis

Introdução l Resumo Exercícios 15 Demonstrações Contábeis Introdução l 1. l Um breve histórico l l.2 Definição do termo Contabilidade 2 1.3 O processo contábil 3 1.3.1 Posicionamento do contador em relação à empresa 4 l.4 Ramos de atuação da Contabilidade 5 l.4.

Leia mais

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012(Em Milhares de Reais) ATIVO Nota 31/12/2013 31/12/2012

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012(Em Milhares de Reais) ATIVO Nota 31/12/2013 31/12/2012 BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012(Em Milhares de Reais) ATIVO Nota 31/12/2013 31/12/2012 CIRCULANTE 67.424 76.165 DISPONIBILIDADES 4 5.328 312 TITULOS E VALORES MOBILIÁRIOS E INTRUMENTOS

Leia mais

Instruções para o Questionário Online

Instruções para o Questionário Online Instruções para o Questionário Online Este é um pequeno guia para o preenchimento do questionário de Monitor de Cooperativas Mundial. O questionário está disponível em www.euricse.eu/en/worldcooperativemonitor

Leia mais

Banco BMG S.A Demonstrações financeiras consolidadas de acordo com as normas internacionais de relatórios financeiros (IFRS) em 31 de dezembro de

Banco BMG S.A Demonstrações financeiras consolidadas de acordo com as normas internacionais de relatórios financeiros (IFRS) em 31 de dezembro de Banco BMG S.A Demonstrações financeiras consolidadas de acordo com as normas internacionais de relatórios financeiros (IFRS) em de 2010 Relatório dos auditores independentes Aos Administradores e Acionistas

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC N.º 920/01. Aprova, Da NBC T 10 Dos Aspectos Contábeis Específicos em Entidades Diversas, o item: NBC T 10.8 Entidades Cooperativas.

RESOLUÇÃO CFC N.º 920/01. Aprova, Da NBC T 10 Dos Aspectos Contábeis Específicos em Entidades Diversas, o item: NBC T 10.8 Entidades Cooperativas. RESOLUÇÃO CFC N.º 920/01 Aprova, Da NBC T 10 Dos Aspectos Contábeis Específicos em Entidades Diversas, o item: NBC T 10.8 Entidades Cooperativas. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas

Leia mais

Salus Infraestrutura Portuária S.A.

Salus Infraestrutura Portuária S.A. Salus Infraestrutura Portuária S.A. Demonstrações Financeiras Referentes ao Exercício Findo em 31 de Dezembro de 2014 e Relatório dos Auditores Independentes sobre as Demonstrações Financeiras Deloitte

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS BÁSICAS

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS BÁSICAS 110 DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS BÁSICAS CAPITAL ORDINÁRIO BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO 2006 2005 Caixa e investimentos Caixa................................................. $ 276 $ 223 Investimentos Carteira

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS»CONTABILIDADE «

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS»CONTABILIDADE « CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS»CONTABILIDADE «21. A respeito das funções da Contabilidade, tem-se a administrativa e a econômica. Qual das alternativas abaixo apresenta uma função econômica? a) Evitar erros

Leia mais

8.2 NOTAS AO BALANÇO E À DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS

8.2 NOTAS AO BALANÇO E À DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS 8.2 NOTAS AO BALANÇO E À DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS As Demonstrações Financeiras anexas foram elaboradas de acordo com os princípios contabilísticos definidos pelo Plano Oficial de Contabilidade das Autarquias

Leia mais

Letras D, E e F. 3. Data de Concessão do Benefício: É a data prevista para o recebimento de Benefício.

Letras D, E e F. 3. Data de Concessão do Benefício: É a data prevista para o recebimento de Benefício. Letras D, E e F 1. Dano Moral Trabalhista: Dano causado por constrangimento moral oriundo de relação que tem por base um contrato de trabalho. Pode afetar tanto o empregado quanto o empregador. 2. Data

Leia mais