Pós-Venda Internacional. Programa Brazil Machinery Solutions Setembro de 2013

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Pós-Venda Internacional. Programa Brazil Machinery Solutions Setembro de 2013"

Transcrição

1 Pós-Venda Internacional Programa Brazil Machinery Solutions Setembro de 2013

2 POR QUE COLÔMBIA?

3 Por que Colômbia? A Colômbia é um dos países mais promissores da América do Sul na atualidade. Com uma perspectiva de crescimento econômico (PIB) de 4,3% para A Colômbia apresenta uma elevação dos fluxos de investimento estrangeiro direto, impulsionados principalmente pelo recente upgrade de investimento dado pelas agências internacionais de rating. É um país que apresenta um forte dinamismo, quando comparado aos seus vizinhos. É o nosso 10º principal destino de exportações de máquinas e equipamentos (US$ 457,1 milhões em 2012).

4 Por que Colômbia?

5 Por que Colômbia? Caribe: turismo logística, petroquímica, material de construção plataforma exportadora do Atlântico. Andina/Central: serviços, manufaturas, centro de distribuição (mercado interno), agroindústria. Pacífico: manufatura, agroindústria, logística, biotecnologia plataforma exportadora Pacífico. Orinoquía: agricultura, florestal, biocombustíveis e hidrocarbonetos. Amazônia: conservação e ecoturismo.

6 Bogotá É o centro econômico, cultural e industrial da Colômbia. É considerado o 4º centro financeiro mais influente da América Latina. Principais indústrias: alimentícia, química, farmacêutica, têxtil, gráfica, construção e metalurgia. A cidade exporta principalmente: produtos agrícolas (30%), químicos (10%) e têxteis (7%). A cidade importa principalmente: materiais de transporte (17%), máquinas (17%), e equipamentos elétricos (14%). Bogotá é responsável por cerca de 25% do PIB colombiano e concentra 17% da população do país.

7 PÓS-VENDA INTERNACIONAL

8 Pós-Venda Internacional Apoio ao desenvolvimento de atividades de pós-venda, assistência técnica e manutenção de máquinas e equipamentos vendidos no exterior por empresas brasileiras. Trata-se da manutenção de um escritório localizado em Bogotá (Colômbia), administrado pelo Programa BMS e compartilhado entre as empresas brasileiras. Por meio deste Projeto, as empresas poderão diferenciar-se de seus concorrentes. Isto é, as empresas poderão, por exemplo, isolar-se contra a rivalidade competitiva; proteger sua imagem; reduzir o poder do comprador; e criar um vínculo de lealdade do consumidor. As empresas terão uma presença local e terão a oportunidade de aplicar estratégias de diferenciação para seu respectivo mercado já que a aproximação com os clientes gera alto volume de informação.

9 PLATAFORMA BMS NA COLÔMBIA

10 Plataforma BMS na Colômbia Plataforma BMS 1ª fase Centro de pósvenda para as empresas Incubadora para internacionalização 2ª fase A 2ª fase será apresentada posteriormente.

11 Centro de Pós-Venda O que é? Escritório compartilhado onde as empresas brasileiras poderão desenvolver suas atividades pós-venda, assistência técnica e manutenção de máquinas e equipamentos. Com apoio do Programa BMS e toda a sua rede institucional. Quem pode participar? Empresas associadas à ABIMAQ e participantes do Programa Brazil Machinery Solutions. Empresas que já exportam para a Colômbia.

12 Centro de Pós-Venda Além das vantagens em relação ao custo operacional, existem outras vantagens para as empresas: Aquisição de serviços e produtos (insumos) de forma coletiva e do uso compartilhado Contatos institucionais amplamente estruturados por meio do BMS (Apex-ABIMAQ). Campanha de marketing contínua sobre a estrutura do serviço junto aos públicos-alvo realizada pelo BMS.

13 Centro de Pós-Venda Alguns Custos Instalação de estrutura de escritórios compartilhados entre as empresas que desejam manter pós-venda na Colômbia. Custos das Empresas Abertura e manutenção de uma empresa na Colômbia Profissional para realização de serviço de pós-venda Importação de partes e peças Aluguel simbólico Custo administrativo de operação Custo BMS Abertura e manutenção de uma sucursal da ABIMAQ na Colômbia Locação de uma área coletiva Montagem dos escritórios sem computadores (landscape) Secretária Marketing Custo administrativo de operação

14 Formas de operação A legislação colombiana é flexível e moderna em matéria societária, facilitando o desenvolvimento de negócios no país. Os veículos societários mais utilizados por investidores estrangeiros são: Sucursal de sociedade estrangeira; e Sociedade por Ações Simplificada ( S.A.S. ); O endereço da plataforma da ABIMAQ poderá ser compartilhado entre as empresas; Custos de abertura: aprox. US$ A ABIMAQ contatará sociedade de advogados colombiana para a abertura das empresas, com acompanhamento da Consultoria Jurídica da ABIMAQ.

15 Atividades das empresas na Colômbia Serviços de manutenção e assistência técnica: Com pessoal próprio ou por empresa parceira estabelecida na Colômbia; Importação, exportação, indústria e comércio; Treinamentos. As empresas poderão manter peças em estoque, importar por trading ou utilizar operador logístico em zona franca.

16 EMPRESAS PARTICIPANTES

17 EMPRESA Inductotherm ZM Bombas Mega Steel Audaces Guarany STATUS Termo assinado Termo assinado Termo assinado Termo assinado Aguardando o termo

18 LOCALIZAÇÃO DO ESCRITÓRIO

19

20

21 PROJETO DO ESCRITÓRIO

22

23

24

25

26

27

28

29 Contato: Ieda Lima Inteligência de Mercado Programa Brazil Machinery Solutions (11)

PROGRAMA BRAZIL MACHINERY SOLUTIONS PROJETO PÓS-VENDA INTERNACIONAL

PROGRAMA BRAZIL MACHINERY SOLUTIONS PROJETO PÓS-VENDA INTERNACIONAL PROGRAMA BRAZIL MACHINERY SOLUTIONS PROJETO PÓS-VENDA INTERNACIONAL O QUE É? O Projeto de Pós-Venda Internacional, criado no âmbito do Programa Brazil Machinery Solutions (BMS), visa apoiar o desenvolvimento

Leia mais

ROSÁRIO MARQUES Internacionalizar para a Colômbia Encontro Empresarial GUIMARÃES 19/09/2014

ROSÁRIO MARQUES Internacionalizar para a Colômbia Encontro Empresarial GUIMARÃES 19/09/2014 ROSÁRIO MARQUES Internacionalizar para a Colômbia Encontro Empresarial GUIMARÃES 19/09/2014 REPÚBLICA DA COLÔMBIA POPULAÇÃO 48 Milhões SUPERFÍCIE 1.141.748 Km2 CAPITAL Bogotá 7,3 milhões PRINCIPAIS CIDADES

Leia mais

O Cenário Econômico Brasileiro e as Oportunidades de Investimentos

O Cenário Econômico Brasileiro e as Oportunidades de Investimentos O Cenário Econômico Brasileiro e as Oportunidades de Investimentos Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos Apex-Brasil Alessandro Teixeira Presidente Novo Ciclo do Crescimento Econômico

Leia mais

RELATÓRIO DE MISSÃO INTERNACIONAL À ALEMANHA

RELATÓRIO DE MISSÃO INTERNACIONAL À ALEMANHA RELATÓRIO DE MISSÃO INTERNACIONAL À ALEMANHA Participantes: Dr. Roberto Simões, presidente do CDN (Conselho Deliberativo Nacional) e Dr. Carlos Alberto dos Santos, Diretor Técnico do Sebrae Nacional. Objetivo:

Leia mais

27/09/2011. Integração Econômica da América do Sul: Perspectiva Empresarial

27/09/2011. Integração Econômica da América do Sul: Perspectiva Empresarial 27/09/2011 Integração Econômica da América do Sul: Perspectiva Empresarial Estrutura da apresentação Perspectiva empresarial Doing Business 2011 Investimentos Estrangeiros e Comércio Exterior Complementaridade

Leia mais

BRASIL Comércio Exterior

BRASIL Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC BRASIL Comércio Exterior Novembro de 2014 Índice. Dados Básicos.

Leia mais

Desafios do Comércio Exterior Brasileiro. Desafios do Comércio Exterior Brasileiro

Desafios do Comércio Exterior Brasileiro. Desafios do Comércio Exterior Brasileiro Desafios do Comércio INTERCÂMBIO COMERCIAL BRASIL / MERCOSUL Desafios do Comércio Balança Comercial Brasileira INTERCÂMBIO COMERCIAL BRASIL / MERCOSUL Desafios do Comércio Evolução da Balança Comercial

Leia mais

ROSÁRIO MARQUES Directora Executiva CCILC. AIP Mercados para Exportação 05 de Março de 2014

ROSÁRIO MARQUES Directora Executiva CCILC. AIP Mercados para Exportação 05 de Março de 2014 ROSÁRIO MARQUES Directora Executiva CCILC AIP Mercados para Exportação 05 de Março de 2014 Colômbia Aspectos Gerais País muito jovem - 55% da população com menos de 30 anos. 7 Áreas Metropolitanas com

Leia mais

INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS. Estratégias

INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS. Estratégias INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS DISCIPLINA: Negócios Internacionais FONTE: DIAS, Reinaldo. RODRIGUES, Waldemar. Comércio Exterior Teoria e Gestão. Atlas. 1 Variáveis das de Internacionalização Segundo

Leia mais

São Paulo: múltiplas oportunidades que impulsionam seus negócios

São Paulo: múltiplas oportunidades que impulsionam seus negócios São Paulo: múltiplas oportunidades que impulsionam seus negócios A importância da economia paulista transcende as fronteiras brasileiras. O Estado é uma das regiões mais desenvolvidas de toda a América

Leia mais

C ELULOS E & P A P E L

C ELULOS E & P A P E L ELULOSE C & P A P E L C ELULOSE & P A P E L APRESENTAÇÃO A Revista CELULOSE & PAPEL surge no segmento para oferecer aos seus leitores uma nova oportunidade na busca da melhor informação do mercado e novos

Leia mais

Seja um associado da SWISSCAM Câmara de Comércio Suíço-Brasileira

Seja um associado da SWISSCAM Câmara de Comércio Suíço-Brasileira Seja um associado da SWISSCAM Câmara de Comércio Suíço-Brasileira Vantagens O associado da SWISSCAM usufrui de um suporte comercial amplo nos seus negócios, tanto na Suíça como no Brasil. A SWISSCAM realiza,

Leia mais

A Comunidade Empresarial do IBAS está concentrada em promover fluxos comerciais de US$30 bilhões até 2015

A Comunidade Empresarial do IBAS está concentrada em promover fluxos comerciais de US$30 bilhões até 2015 A Comunidade Empresarial do IBAS está concentrada em promover fluxos comerciais de US$30 bilhões até 2015 Recomendações da Terceira Reunião de Cúpula do IBAS para questões empresariais, apresentadas aos

Leia mais

EMIRADOS ÁRABES UNIDOS

EMIRADOS ÁRABES UNIDOS EMIRADOS ÁRABES UNIDOS Para os empresários portugueses Ajman Fujairah Sharjah Dubai Ras Al-Khaimah Umm Al Qaiwain O País Designação Oficial: Emirados Árabes Unidos Forma de Estado: Federação de sete Emirados

Leia mais

Seguro de Crédito Comercial

Seguro de Crédito Comercial Seguro de Crédito Comercial seguro de crédito O que é:... uma modalidade de seguro que protege o seu negócio contra o risco de inadimplência ou atrasos no pagamento de vendas de produtos ou serviços. A

Leia mais

A EMERGÊNCIA DA CHINA. Desafios e Oportunidades para o Brasil Dr. Roberto Teixeira da Costa

A EMERGÊNCIA DA CHINA. Desafios e Oportunidades para o Brasil Dr. Roberto Teixeira da Costa A EMERGÊNCIA DA CHINA Desafios e Oportunidades para o Brasil Dr. Roberto Teixeira da Costa Crescimento médio anual do PIB per capita - 1990-2002 10 8,8 5 0 Fonte: PNUD 1,3 Brasil China dinamismo econômico

Leia mais

Investe São Paulo. Campinas, 17 de março de 2015

Investe São Paulo. Campinas, 17 de março de 2015 Investe São Paulo Campinas, 17 de março de 2015 Missão Ser a porta de entrada para novos investimentos e a expansão dos negócios existentes, gerando inovação tecnológica, emprego e renda. Promover a competitividade

Leia mais

Resumo dos resultados da enquete CNI

Resumo dos resultados da enquete CNI Resumo dos resultados da enquete CNI Brasil - México: Interesse empresarial para ampliação do acordo bilateral Março 2015 Amostra da pesquisa No total foram recebidos 45 questionários de associações sendo

Leia mais

Grandes empresas familiares brasileiras Uma análise da publicação VALOR 1000

Grandes empresas familiares brasileiras Uma análise da publicação VALOR 1000 Grandes empresas familiares brasileiras Uma análise da publicação VALOR 1000 VALOR 1000 é uma publicação anual do jornal Valor Econômico Copyright 2004 Prosperare SUMÁRIO EXECUTIVO INTRODUÇÃO PANORAMA

Leia mais

www.boscotorres.com.br Prof. Bosco Torres CE_01_ Estratégias de Internacionalização

www.boscotorres.com.br Prof. Bosco Torres CE_01_ Estratégias de Internacionalização ESTRATÉGIAS DE INTERNACIONALIZAÇÃO DISCIPLINA: Comércio Exterior FONTE: DIAS, Reinaldo. RODRIGUES, Waldemar. Comércio Exterior Teoria e Gestão. Atlas. 1 Variáveis das Estratégias de Segundo Philip Kotler,

Leia mais

Relatório de Mercado Colômbia

Relatório de Mercado Colômbia Relatório de Mercado Colômbia Setembro/2011 Dados Gerais Área População Densidade Capital Moeda Idioma Principais Cidades 1.138.910 km² 47,3 Milhões - 75% população Urbana - 70% se concentra nas principais

Leia mais

Profissionais Portugueses no Brasil. Empresas Familiares

Profissionais Portugueses no Brasil. Empresas Familiares Profissionais Portugueses no Brasil Empresas Familiares Tópicos Abordados As Gerações e o Mercado de Trabalho Empresas Familiares no Brasil Cenário Brasileiro e Estatísticas de Emprego no Brasil Características

Leia mais

PAÍSES BAIXOS Comércio Exterior

PAÍSES BAIXOS Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC PAÍSES BAIXOS Comércio Exterior Outubro de 2014 Índice. Dados Básicos.

Leia mais

Consultoria Estratégica

Consultoria Estratégica Quem somos e o que fazemos A Select Advisor é uma empresa de Consultoria Estratégica Ajudamos à criação de valor, desde a intenção de investimento e angariação de parcerias até ao apoio de candidaturas

Leia mais

Por que investir no Brasil

Por que investir no Brasil Por que investir no Brasil Por que investir em Eventos? Expertise nacional e internacional dos organizadores contribui para o desenvolvimento dos seus negócios, impactando os seus atuais e potenciais clientes

Leia mais

1. Informações Institucionais

1. Informações Institucionais 1. Informações Institucionais Nossa Empresa Líder mundial em eventos de negócios e consumo, a Reed Exhibitions atua na criação de contatos, conteúdo e comunidades com o poder de transformar negócios Números

Leia mais

INVESTIMENTOS JAPONESES NO BRASIL

INVESTIMENTOS JAPONESES NO BRASIL INVESTIMENTOS JAPONESES NO BRASIL 23 de março de 2012 Yoshihiro Sawada Diretor-Presidente JETRO, São Paulo O que é a JETRO? Orgão governamental, vinculado ao METI: Ministry of Economy Trade and Industry

Leia mais

PRIORIDADES E DESAFIOS PARA POLÍTICAS EM NÍVEL SUB-NACIONAL

PRIORIDADES E DESAFIOS PARA POLÍTICAS EM NÍVEL SUB-NACIONAL Políticas de Inovação para o Crescimento Inclusivo: Tendências, Políticas e Avaliação PRIORIDADES E DESAFIOS PARA POLÍTICAS EM NÍVEL SUB-NACIONAL Rafael Lucchesi Confederação Nacional da Indústria Rio

Leia mais

A Agência é responsável pela captação de negócios, orientação aos investidores, gestão de incentivos estaduais e apoio ao comércio exterior.

A Agência é responsável pela captação de negócios, orientação aos investidores, gestão de incentivos estaduais e apoio ao comércio exterior. A Agência é responsável pela captação de negócios, orientação aos investidores, gestão de incentivos estaduais e apoio ao comércio exterior. Ainda articula ações específicas na estruturação de cadeia produtivas

Leia mais

Vantagens e Benefícios das parcerias internacionais

Vantagens e Benefícios das parcerias internacionais Vantagens e Benefícios das parcerias internacionais Nicola Minervini Santa Catarina, 02-05/12/2014 Sumario Desafios da empresa Ferramentas para a competitividade O porque das alianças Formas de alianças

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ECONOMIA E FINANÇAS CENTRO DE PROMOÇÃO DE INVESTIMENTOS CLIMA DE INVESTIMENTOS EM MOÇAMBIQUE

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ECONOMIA E FINANÇAS CENTRO DE PROMOÇÃO DE INVESTIMENTOS CLIMA DE INVESTIMENTOS EM MOÇAMBIQUE REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ECONOMIA E FINANÇAS CENTRO DE PROMOÇÃO DE INVESTIMENTOS CLIMA DE INVESTIMENTOS EM MOÇAMBIQUE CONTEÚDO 1 Razões para investir em Moçambique 2 Evolução do Investimento

Leia mais

O papel da AICEP na Internacionalização das Empresas Portuguesas

O papel da AICEP na Internacionalização das Empresas Portuguesas O papel da AICEP na Internacionalização das Empresas Portuguesas 7 de Novembro de 2014 Internacionalização - Desafios Diversificar Mercados Alargar a Base Exportadora Enquadramento Evolução Recente Comércio

Leia mais

MOTIVAÇÕES PARA A INTERNACIONALlZAÇÃO

MOTIVAÇÕES PARA A INTERNACIONALlZAÇÃO Internacionalização de empresas brasileiras: em busca da competitividade Luis Afonso Lima Pedro Augusto Godeguez da Silva Revista Brasileira do Comércio Exterior Outubro/Dezembro 2011 MOTIVAÇÕES PARA A

Leia mais

PROGRAMAS E INCENTIVOS À INOVAÇÃO PARA EMPRESAS

PROGRAMAS E INCENTIVOS À INOVAÇÃO PARA EMPRESAS PROGRAMAS E INCENTIVOS À INOVAÇÃO PARA EMPRESAS Evaldo F. Vilela - Ph.D. Secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais. Lei Federal de Inovação LEI Nº 10.973, DE 2 DE DEZEMBRO

Leia mais

UK Intellectual Property Office:

UK Intellectual Property Office: UK Intellectual Property Office: Agenda no Brasil Propriedade Intelectual no Reino Unido O Reino Unido é um dos países que mais se baseiam na economia do conhecimento em todo mundo. Estima-se que metade

Leia mais

Por uma nova etapa da cooperação econômica Brasil - Japão Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil São Paulo, 11 de Julho de 2014

Por uma nova etapa da cooperação econômica Brasil - Japão Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil São Paulo, 11 de Julho de 2014 1 Por uma nova etapa da cooperação econômica Brasil - Japão Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil São Paulo, 11 de Julho de 2014 Brasil: Fundamentos Macroeconômicos (1) Reservas International

Leia mais

Produção de Commodities e Desenvolvimento Econômico O Esforço Empresarial Brasileiro Instituto de Economia UNICAMP 29 de março de 2010

Produção de Commodities e Desenvolvimento Econômico O Esforço Empresarial Brasileiro Instituto de Economia UNICAMP 29 de março de 2010 Produção de Commodities e Desenvolvimento Econômico O Esforço Empresarial Brasileiro Instituto de Economia UNICAMP 29 de março de 2010 A produção de commodities e a transformação econômica do Brasil João

Leia mais

ARGENTINA Comércio Exterior

ARGENTINA Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC ARGENTINA Comércio Exterior Agosto de 2014 Índice. Dados Básicos.

Leia mais

Post Show. 2015 www.fispaltecnologia.com.br

Post Show. 2015 www.fispaltecnologia.com.br Post Show 2015 www.fispaltecnologia.com.br 31ª Fispal Tecnologia registra sucesso em geração de negócios e impressiona expositores A cada edição, a Fispal Tecnologia - Feira Internacional de Processos,

Leia mais

Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento

Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento Capítulo 1: América: Um continente de Contrastes Capítulo 2: Estados Unidos e Canadá Apresentação elaborada pelos alunos do 8º Ano B Montanhas Rochosas

Leia mais

A importância das exportações de serviços e da internacionalização das empresas brasileiras

A importância das exportações de serviços e da internacionalização das empresas brasileiras A importância das exportações de serviços e da internacionalização das empresas brasileiras Guido Mantega Presidente - BNDES 25 o ENAEX- Novembro/2005 www.bndes.gov.br 1 Inserção do Brasil na Globalização

Leia mais

Assistência Jurídica para a Construção de um Mundo dos Negócios Novo e Sustentável

Assistência Jurídica para a Construção de um Mundo dos Negócios Novo e Sustentável Assistência Jurídica para a Construção de um Mundo dos Negócios Novo e Sustentável Quem Somos Somos uma sociedade de advogados dedicada à assistência e orientação jurídica as empresas nacionais e estrangeiras.

Leia mais

ANÁLISE DE COMPETITIVIDADE RAÇÕES

ANÁLISE DE COMPETITIVIDADE RAÇÕES ANÁLISE DE COMPETITIVIDADE RAÇÕES Agosto/15 Análise de Competitividade Rações Resumo da Cadeia de Valores Painel de Indicadores de Monitoramento da Competitividade Setorial Percepção empresarial da competitividade

Leia mais

Brasil-China: Uma Agenda de

Brasil-China: Uma Agenda de Brasil-China: Uma Agenda de Colaboração Jorge Arbache BNDES Palácio do Itamaraty, Rio de Janeiro, 17 de junho de 2011 1 China Principal parceiro comercial do Brasil Um dos principais investidores estrangeiros

Leia mais

Grupo da Qualidade. Grupos de Trabalho

Grupo da Qualidade. Grupos de Trabalho Grupos de Trabalho Grupo da Qualidade A finalidade do Grupo da Qualidade é promover ações para discussão e melhoria do sistema de gestão da qualidade das empresas associadas ao Sindipeças. Coordenador:

Leia mais

A Parceria Apex-Brasil e RENAI

A Parceria Apex-Brasil e RENAI A Parceria Apex-Brasil e RENAI Mário Neves Coordenador-Geral da Rede Nacional de Informações sobre o Investimento Alexandre Petry Gerente de Promoção e Facilitação de Investimentos da Apex-Brasil Ciclo

Leia mais

FN-HOTELARIA, S.A. UMA EMPRESA NO MUNDO!

FN-HOTELARIA, S.A. UMA EMPRESA NO MUNDO! UMA EMPRESA NO MUNDO! 1 UMA IMAGEM VALE MAIS QUE MIL PALAVRAS! Actualmente a FN-Hotelaria é uma empresa no mundo! Estamos presentes em alguns mercados internacionais: - São Tomé e Príncipe - Angola - Cabo

Leia mais

Política de Software e Serviços

Política de Software e Serviços Política de Software e Serviços Encontro de Qualidade e Produtividade em Software - Brasília Dezembro / 2003 Ministério da Ciência e Tecnologia Secretaria de Política de Informática e Tecnologia Antenor

Leia mais

Descrição do Sistema de Franquia. Histórico do Setor. O Fórum Setorial de Franquia

Descrição do Sistema de Franquia. Histórico do Setor. O Fórum Setorial de Franquia Descrição do Sistema de Franquia Franquia é um sistema de distribuição de produtos, tecnologia e/ou serviços. Neste sistema uma empresa detentora de know-how de produção e/ou distribuição de certo produto

Leia mais

Março de 2012. Destaques dos Investimentos Brasileiros no Exterior. Destaques dos Investimentos Estrangeiros Diretos no Brasil

Março de 2012. Destaques dos Investimentos Brasileiros no Exterior. Destaques dos Investimentos Estrangeiros Diretos no Brasil Março de 2012 Destaques dos Investimentos Brasileiros no Exterior Retorno do Investimento Brasileiro Direto Líquido se acentua no ano: Os dados apurados no mês de março, de US$ 5,0 bilhões, acentuaram

Leia mais

Rio de Janeiro: o melhor lugar para a sua empresa no Brasil

Rio de Janeiro: o melhor lugar para a sua empresa no Brasil Rio de Janeiro: o melhor lugar para a sua empresa no Brasil Thayne Garcia, Assessora-Chefe de Comércio e Investimentos (tgarcia@casacivil.rj.gov.br) Luciana Benamor, Assessora de Comércio e Investimentos

Leia mais

Madeira: Global Solutions for Wise Investments

Madeira: Global Solutions for Wise Investments Madeira: Global Solutions for Wise Investments Madeira: Global Solutions for Wise Investments O Centro Internacional de Negócios da Madeira Lisboa, 20 de Abril de 2010 Índice 1. Fundamentos do CINM 2.

Leia mais

9º Encontro Nacional de Inovação em Fármacos e Medicamentos (ENIFarMed)

9º Encontro Nacional de Inovação em Fármacos e Medicamentos (ENIFarMed) 9º Encontro Nacional de Inovação em Fármacos e Medicamentos (ENIFarMed) 18 de agosto de 2015 PALESTRA: Internacionalização dos laboratórios farmacêuticos nacionais: acesso a novos mercados O Projeto A

Leia mais

Soluções Qualilog para Comércio Exterior

Soluções Qualilog para Comércio Exterior Soluções Qualilog para Comércio Exterior Visão Geral Temos atuado, com sucesso, no apoio a empresas brasileiras que já exportam ou têm como projeto exportar seus produtos para os Estados Unidos, assessorandoas

Leia mais

Suíça e Brasil Relações econômicas e perspectivas

Suíça e Brasil Relações econômicas e perspectivas 5ª Oficina de Trabalho Rede Nacional de Informações sobre o Investimento Manaus, 30 de agosto de 2006 Suíça e Brasil Relações econômicas e perspectivas Olivier Zehnder Primeiro Secretário Embaixada da

Leia mais

Percepção de Portugal no mundo

Percepção de Portugal no mundo Percepção de Portugal no mundo Na sequência da questão levantada pelo Senhor Dr. Francisco Mantero na reunião do Grupo de Trabalho na Aicep, no passado dia 25 de Agosto, sobre a percepção da imagem de

Leia mais

INOVAR E INVESTIR PARA SUSTENTAR O CRESCIMENTO Fórum do Planalto 03/07/2008

INOVAR E INVESTIR PARA SUSTENTAR O CRESCIMENTO Fórum do Planalto 03/07/2008 INOVAR E INVESTIR PARA SUSTENTAR O CRESCIMENTO Fórum do Planalto 03/07/2008 O momento e as tendências Fundamentos macroeconômicos em ordem Mercados de crédito e de capitais em expansão Aumento do emprego

Leia mais

Missão Empresarial EUA Flórida. 21 a 26 de Março 2015

Missão Empresarial EUA Flórida. 21 a 26 de Março 2015 Missão Empresarial EUA Flórida 21 a 26 de Março 2015 Apoiamos empresas a ter sucesso nos mercados internacionais Sobre nós Na Market Access prestamos serviços de apoio à exportação e internacionalização.

Leia mais

Pontes ao Sul: Argentina Brasil Laços com o Rio Grande do Sul. Consulado Geral da República Argentina em Porto Alegre Novembro 2015

Pontes ao Sul: Argentina Brasil Laços com o Rio Grande do Sul. Consulado Geral da República Argentina em Porto Alegre Novembro 2015 Pontes ao Sul: Argentina Brasil Laços com o Rio Grande do Sul Consulado Geral da República Argentina em Porto Alegre Novembro 2015 Vantagens e oportunidades da Argentina Alguns dados estruturais Com mais

Leia mais

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012 Apoio à Internacionalização CENA 3 de Julho de 2012 Enquadramento Enquadramento Comércio Internacional Português de Bens e Serviços Var. 13,3% 55,5 68,2 57,1 73,4 48,3 60,1 54,5 66,0 67,2 61,7 Exportação

Leia mais

A REORIENTAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL BRASILEIRO IBGC 26/3/2015

A REORIENTAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL BRASILEIRO IBGC 26/3/2015 A REORIENTAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL BRASILEIRO IBGC 26/3/2015 1 A Situação Industrial A etapa muito negativa que a indústria brasileira está atravessando vem desde a crise mundial. A produção

Leia mais

PESQUISA DE MERCADO. Mercado de locadoras. Equipamentos leves para construção. Resp.: Vanderlei Florenzano

PESQUISA DE MERCADO. Mercado de locadoras. Equipamentos leves para construção. Resp.: Vanderlei Florenzano PESQUISA DE MERCADO Mercado de locadoras Equipamentos leves para construção Resp.: Vanderlei Florenzano AMBIENTE MERCADOLÓGICO Ambiente Mercadológico do mercado de locadoras de equipamentos para construção

Leia mais

MARKETING INTERNACIONAL

MARKETING INTERNACIONAL MARKETING INTERNACIONAL Produtos Ecologicamente Corretos Introdução: Mercado Global O Mercado Global está cada dia mais atraente ás empresas como um todo. A dinâmica do comércio e as novas práticas decorrentes

Leia mais

Planejamento e Gestão Estratégica de Empreendimentos Rurais

Planejamento e Gestão Estratégica de Empreendimentos Rurais Planejamento e Gestão Estratégica de Empreendimentos Rurais A Importância do Entendimento na elaboração das diretrizes Estratégicas do Negócio Autores Frederico Fonseca Lopes (fflopes@markestrat.org):

Leia mais

CLRB. clrb@clrb.com.br www.clrb.com.br PAULO ROBERTO LEITE. http://meusite.mackenzie.br/leitepr PAULO ROBERTO LEITE

CLRB. clrb@clrb.com.br www.clrb.com.br PAULO ROBERTO LEITE. http://meusite.mackenzie.br/leitepr PAULO ROBERTO LEITE CLRB PAULO ROBERTO LEITE clrb@clrb.com.br www.clrb.com.br http://meusite.mackenzie.br/leitepr MISSÃO DO CLRB Oferecer ganhos de competitividade empresarial através da Logística Reversa. SERVIÇOS OFERECIDOS

Leia mais

Programa de Atração de Investimentos

Programa de Atração de Investimentos 1 Programa de Atração de Investimentos Oficina de Trabalho da RENAI - Rede Nacional de Informação sobre o Investimento Brasília, 08 de Junho de. Antecedentes 2 O Governo Brasileiro quer dar prioridade

Leia mais

Verdades e Mitos sobre Plataformas de Comércio Eletrônico

Verdades e Mitos sobre Plataformas de Comércio Eletrônico Verdades e Mitos sobre Plataformas de Comércio Eletrônico Quem sou eu? Rafael Forte Sócio-fundador da WX7 (www.wx7.com.br) Advogado Pós-graduando em Gestão e Estratégias em Comércio Eletrônico Experiência

Leia mais

Artigo publicado. na edição 17. www.revistamundologistica.com.br. Assine a revista através do nosso site. julho e agosto de 2010

Artigo publicado. na edição 17. www.revistamundologistica.com.br. Assine a revista através do nosso site. julho e agosto de 2010 Artigo publicado na edição 17 Assine a revista através do nosso site julho e agosto de 2010 www.revistamundologistica.com.br :: artigo 2010 Práticas Logísticas Um olhar sobre as principais práticas logísticas

Leia mais

ESTRATÉGIA ECONÔMICA LEAPFROG DO SÉCULO XXI: O RIO GRANDE DO SUL TORNA-SE O LUGAR MAIS SUSTENTÁVEL E INOVADOR DA AMÉRICA LATINA ATÉ 2030

ESTRATÉGIA ECONÔMICA LEAPFROG DO SÉCULO XXI: O RIO GRANDE DO SUL TORNA-SE O LUGAR MAIS SUSTENTÁVEL E INOVADOR DA AMÉRICA LATINA ATÉ 2030 ESTRATÉGIA ECONÔMICA LEAPFROG DO SÉCULO XXI: O RIO GRANDE DO SUL TORNA-SE O LUGAR MAIS SUSTENTÁVEL E INOVADOR DA AMÉRICA LATINA ATÉ 2030 Um relatório para o Governo do Estado do Rio Grande Sul (AGDI) e

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO. Ingresso janeiro 2010. ESPM - Campus Rodolfo Lima Martensen. Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo/SP.

MANUAL DO CANDIDATO. Ingresso janeiro 2010. ESPM - Campus Rodolfo Lima Martensen. Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo/SP. Agronegócios MANUAL DO CANDIDATO Ingresso janeiro 2010 ESPM - Campus Rodolfo Lima Martensen Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo/SP Informações: Central de Candidatos: (11) 5081-8225 segunda

Leia mais

Portugal 2020. CCILC, Junho 2014

Portugal 2020. CCILC, Junho 2014 Portugal 2020 CCILC, Junho 2014 Internacionalização: Quando? Para Quem? PME Organizações Onde? Regiões Como valorizar? + RH +Inovação O Quê? Que Investimentos? Quais? Temas Prioridades Objetivos Internacionalização:

Leia mais

Desafios da Internacionalização O papel da AICEP. APAT 10 de Outubro, 2015

Desafios da Internacionalização O papel da AICEP. APAT 10 de Outubro, 2015 Desafios da Internacionalização O papel da AICEP APAT 10 de Outubro, 2015 Internacionalização - Desafios Diversificar Mercados Alargar a Base Exportadora 38º PORTUGAL TEM MELHORADO A SUA COMPETITIVIDADE

Leia mais

Teleconferência 2T14. 18 de agosto de 2014

Teleconferência 2T14. 18 de agosto de 2014 Teleconferência 18 de agosto de 2014 1T14 x Estabilidade da Carteira de Créditos, próxima a R$ 10,5 bilhões; Nível de liquidez imediata mantido dentro de parâmetros confortáveis; Redução dos NPLs, tanto

Leia mais

AVISO Nº 01/SI/2014 - INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DAS PME PROJETOS CONJUNTOS INTERNACIONALIZAÇÃO

AVISO Nº 01/SI/2014 - INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DAS PME PROJETOS CONJUNTOS INTERNACIONALIZAÇÃO AVISO Nº 01/SI/2014 - Janeiro de 2015 Objetivo Estratégico Beneficiários Ações globais do Programa Abrir novos horizontes às PME nacionais, fomentando a sua entrada no mercado-alvo de África do Sul e impulsionado

Leia mais

PANORAMA MERCADO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS

PANORAMA MERCADO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS PANORAMA MERCADO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS Resumo Setor de Bens de Capital Dados Gerais Mercado Internacional Programa Brazil Machinery Solutions; Dados de Exportação; Ações - África Panorama de Moçambique;

Leia mais

CAZAQUISTÃO Comércio Exterior

CAZAQUISTÃO Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC CAZAQUISTÃO Comércio Exterior Agosto de 2014 Índice. Dados Básicos.

Leia mais

BNDES Financiamento à Indústria de Base Florestal Plantada. Outubro de 2014

BNDES Financiamento à Indústria de Base Florestal Plantada. Outubro de 2014 BNDES Financiamento à Indústria de Base Florestal Plantada Outubro de 2014 Agenda 1. Aspectos Institucionais 2. Formas de Atuação 3. Indústria de Base Florestal Plantada 1. Aspectos Institucionais Linha

Leia mais

8 dicas para quem vai abrir uma gestora de fundos

8 dicas para quem vai abrir uma gestora de fundos 8 dicas para quem vai abrir uma gestora de fundos Neste guia, apresentaremos alguns itens que devem ser observados ao abrir uma gestora independente. Por que montar uma gestora independente? Existem várias

Leia mais

19/9/2012. Relações Internacionais II. Administração. Distância geográfica. Distância cultural. Distância tecnológica. Distância temporal.

19/9/2012. Relações Internacionais II. Administração. Distância geográfica. Distância cultural. Distância tecnológica. Distância temporal. - Distâncias no comércio internacional Administração Profª Mestre Barbara Mourão Distância geográfica. Distância cultural. Distância tecnológica. Distância temporal. Relações Internacionais II (SOARES,

Leia mais

2 A 4 ABRIL 2013 Transamerica Expo Center São Paulo Brasil

2 A 4 ABRIL 2013 Transamerica Expo Center São Paulo Brasil SOBRE O EVENTO QUEM VISITA QUEM EXPÕE DEPOIMENTOS COMO PARTICIPAR FEIRA INTERNACIONAL DE LOGÍSTICA, TRANSPORTE DE CARGAS E COMÉRCIO EXTERIOR 2 A 4 ABRIL 2013 Transamerica Expo Center São Paulo Brasil ONDE

Leia mais

Estratégias de Internacionalização para Empresas Inovadoras

Estratégias de Internacionalização para Empresas Inovadoras Estratégias de Internacionalização para Empresas Inovadoras Índia e China são alvos de multinacionais para produção e serviços de TI! Notícias na Mídia! Índia virou um gigante em TI! China e Índia lideram

Leia mais

Cadeias de Valor e Aglomerações Empresariais Estratégias para Inserção Competitiva. Luiz Gilberto Mury

Cadeias de Valor e Aglomerações Empresariais Estratégias para Inserção Competitiva. Luiz Gilberto Mury Cadeias de Valor e Aglomerações Empresariais Estratégias para Inserção Competitiva Luiz Gilberto Mury Competitividade internacional Competitividade para uma nação é o grau pelo qual ela pode, sob condições

Leia mais

PACOTE DE ACELERAÇÃO BRASIL

PACOTE DE ACELERAÇÃO BRASIL PACOTE DE ACELERAÇÃO BRASIL Entendemos que, quando você entrar no complexo ambiente legal e tributário brasileiro, você precisa de um suporte confiável e do conselho dos melhores especialistas em cada

Leia mais

Investimento no exterior: MORTGAGE

Investimento no exterior: MORTGAGE Investimento no exterior: MORTGAGE 01. Overview Crise do Subprime 2 01. Overview Crise Subprime Entendendo a Crise do Subprime Baixas taxas de juros levaram ao aquecimento do mercado imobiliários nos EUA

Leia mais

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 3 } 1. INTRODUÇÃO: PARQUE TECNOLÓGICO CAPITAL DIGITAL - PTCD Principal polo de desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação do Distrito Federal, o PTCD

Leia mais

O Desafio do Aumento da Produtividade na Indústria para Conquistar um Mercado Global

O Desafio do Aumento da Produtividade na Indústria para Conquistar um Mercado Global O Desafio do Aumento da Produtividade na Indústria para Conquistar um Mercado Global Jorge A r bache U n i v e r s i d a d e d e B r a s í l i a S E M P E X 2 0 1 4 M a c e i ó, 2 2 / 5 / 2 0 1 4 0,45

Leia mais

A importância da gestão para o pequeno e médio produtor florestal

A importância da gestão para o pequeno e médio produtor florestal A importância da gestão para o pequeno e médio produtor florestal Richard Respondovesk ESALQ - 20/08/2014 Tópicos A Empresa Áreas de atuação Cadeia produtiva florestal Planejamento e mercado Uso de tecnologias

Leia mais

ENCONTRO CEA / SINDIPEÇAS

ENCONTRO CEA / SINDIPEÇAS ENCONTRO CEA / SINDIPEÇAS Julho-2013 Montadora Apresentar tópicos de Competitividade para o Setor de Autopeças Sistemista Tier 1 Tier 2 Tier 3 2 AGENDA Indicadores Macroeconômicos Evolução do Setor Perspectivas

Leia mais

Manual de Exportação e Formação de Preço

Manual de Exportação e Formação de Preço Manual de e Formação de Preço. Sumário FASE 1ª 1 - Planejamento de 2 - Planejamento Estratégico 3 - Canais de Distribuição FASE 2ª 4 - Procedimentos Operacionais de FASE 3ª 5 - Formação de Preço O sumário

Leia mais

Conjuntura do Comércio Exterior - Crise Mundial

Conjuntura do Comércio Exterior - Crise Mundial BANCO DO BRASIL S/A Gerência Regional de Apoio ao Comércio Exterior Belo Horizonte MG Conjuntura do Comércio Exterior - Crise Mundial América do Norte Miami Nova Iorque Chicago Los Angeles Washington México

Leia mais

O Impacto do Regime de Tributação Simplificada no Setor Eletroeletrônico

O Impacto do Regime de Tributação Simplificada no Setor Eletroeletrônico O Impacto do Regime de Tributação Simplificada no Setor Eletroeletrônico Maio de 2008 Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos A indústria brasileira de eletrônica de consumo A

Leia mais

ENCONTRO DE MINISTROS DA AGRICULTURA DAS AMÉRICAS 2011 Semeando inovação para colher prosperidade

ENCONTRO DE MINISTROS DA AGRICULTURA DAS AMÉRICAS 2011 Semeando inovação para colher prosperidade ENCONTRO DE MINISTROS DA AGRICULTURA DAS AMÉRICAS 2011 Semeando inovação para colher prosperidade DECLARAÇÃO DOS MINISTROS DA AGRICULTURA, SÃO JOSÉ 2011 1. Nós, os Ministros e os Secretários de Agricultura

Leia mais

Estratégia de Especialização Inteligente para a Região de Lisboa

Estratégia de Especialização Inteligente para a Região de Lisboa Diagnóstico do Sistema de Investigação e Inovação: Desafios, forças e fraquezas rumo a 2020 FCT - A articulação das estratégias regionais e nacional - Estratégia de Especialização Inteligente para a Região

Leia mais

Metodologia. Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Público Alvo: Amostra: 500 entrevistas realizadas. Campo: 16 a 29 de Setembro de 2010

Metodologia. Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Público Alvo: Amostra: 500 entrevistas realizadas. Campo: 16 a 29 de Setembro de 2010 Metodologia Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Através de e-survey - via web Público Alvo: Executivos de empresas associadas e não associadas à AMCHAM Amostra: 500 entrevistas realizadas Campo: 16

Leia mais

Mercados informação de negócios

Mercados informação de negócios Mercados informação de negócios Rússia Oportunidades e Dificuldades do Mercado Março 2012 Índice 1. Oportunidades 3 1.1 Comércio 3 1.2 Investimento de Portugal na Rússia 4 1.3 Investimento da Rússia em

Leia mais

Integração: estratégia competitiva e capacitação tecnológica

Integração: estratégia competitiva e capacitação tecnológica Universidade Federal do Vale do São Francisco Campus de Juazeiro Colegiado de Engenharia de Produção Integração: estratégia competitiva e capacitação tecnológica Disciplina: Gestão da Tecnologia e Inovação

Leia mais

AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE TERCEIRIZAÇÃO - TST -

AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE TERCEIRIZAÇÃO - TST - AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE TERCEIRIZAÇÃO - TST - (4 e 5 de outubro de 2011) PROF. LÍVIO GIOSA PROF. LÍVIO GIOSA Administrador de Empresas com Pós Graduação em Business Administration pela New York University

Leia mais

Mercados informação de negócios

Mercados informação de negócios Mercados informação de negócios Rússia Oportunidades e Dificuldades do Mercado Fevereiro 2010 Índice 1. Oportunidades 3 1.1 Comércio 3 1.2 Investimento de Portugal na Rússia 4 1.3 Investimento da Rússia

Leia mais

CENÁRIOS 2013: PERSPECTIVAS E O SETOR DE BKs 19/03/2013

CENÁRIOS 2013: PERSPECTIVAS E O SETOR DE BKs 19/03/2013 CENÁRIOS 2013: PERSPECTIVAS E O SETOR DE BKs 19/03/2013 CENÁRIO GLOBAL Crescimento global de 3,4 % em 2013 O mundo retoma a média histórica de crescimento (3,4% a.a) Zona do Euro sai da recessão Os EEUU

Leia mais