Financiamento ao Movimento Associativo Desporto Federado junho de 2013 Auditório do Centro de Medicina Desportiva de Lisboa

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Financiamento ao Movimento Associativo Desporto Federado 2013. 6 junho de 2013 Auditório do Centro de Medicina Desportiva de Lisboa"

Transcrição

1

2 Agenda Financiamento ao Movimento Associativo I Enquadramento II Orçamento retificativo 2013 III Apoios Pagos 2013 (até 31 maio) IV Perspetivas 2014

3 a Financiamento ao Movimento Associativo I Enquadramento Orçamento DESPORTO + JUVENTUDE = 98 Milhões 2013 Orçamento DESPORTO + JUVENTUDE = 73 Milhões Poupanças já efetuadas desde a FUSÃO = 25 M Acresce a imposição legal de cativos baixando o orçamento efetivo do IPDJ para 66 Milhões de Euros (comum à Administração Pública).

4 I Poupanças efetuadas Poupanças desde julho / 2011 Redução do número de trabalhadores * Poupança 2011 Atual em n.º de em milhões de trabalhadores euros N.º de dirigentes** ,0 Nº de trabalhadores s/dirigentes ,5 Total ,5 * Com extinção da FDTI resultou uma poupança adicional (não considerada no mapa) no montante de 2,2 mihões de euros. Transferência de todas as competências para a missão do IPDJ, IP **Redução de 29 dirigentes e 118 trabalhadores. Não incluídos no quadro supra.

5 I Poupanças em curso IPDJ Despesas com Pessoal redução de 50% nos valores previstos no orçamento - Horas extraordinárias - Ajudas de custo - Redução do número de efetivos por aposentação sem substituição - Deslocações em viaturas de serviço - Aquisição de bens e serviços redução de 20% - Por imperativo legal e imprescindíveis - Rendas, consumíveis, comunicações (maior impacto)

6 Milhões de euros Financiamento ao Movimento Associativo I Evolução das Dívidas a terceiros O elevado valor da dívida a terceiros mais de 90 dias herdado do ex-idp, superior a 12,2 M em julho de 2011, foi reduzido para 6,2 M ainda em 2011 e para 3 M em 31/dez/2012, cifrando-se em 1,9 M em abril de 2013: (- 85% do valor da dívida de julho de 2011). Unidade: milhares de euros Pagamentos em atraso desde julho / Valor em dívida Evolução Valor em dívida

7 I Enquadramento Outras despesas relevantes na área do desporto federado 2013 Contratação de Seguro de Praticante de Alto Rendimento (novo) 100 mil euros/ano abrange 450 praticantes Pagamento prémios monetários de alto rendimento 300 mil euros/ano Bolsas pós-carreira de alto rendimento 30 ex-praticantes 250 mil euros/ano (durante 4 anos início em 2011) Atividades relacionadas com Desporto para Todos 400 mil euros ADOP LAD /ESPAD - 3 milhões de euros/ano Centro Alto Rendimento Jamor 3 milhões euros/ano Centros de Medicina Desportiva - 1 milhão euros/ ano Missões a eventos internacionais multidesportivos 300 mil euros Atividades Regulares (COP/CPP/CDP/CPAT) 550 mil euros TOTAL: 8 Milhões de euros

8 I Situação atual Decorrente das decisões do Tribunal Constitucional, mostrou-se necessário incorporar ajustes orçamentais, via orçamento retificativo. O IPDJ, I.P., acolhe assim uma nova redução significativa no seu orçamento global no valor de 4,876 M ; Esta diminuição já não pôde ser suportada unicamente por ajustamentos de funcionamento do instituto sendo inevitável que se repercuta nos programas de apoio ao movimento associativo e desporto federado.

9 Desporto Federado II Orçamento Retificativo 2013 Designação Redução orçamental decorrente do Orçamento Retificativo 2013 [Euros] Funcionamento ,00 Desporto ,00 Juventude ,00 PIDDAC ,00 Desporto Juventude TOTAL ,00

10 II Orçamento Retificativo 2013 Programas 2012 [milhões ] * Antes da retificação orçamental. ** Depois da retificação orçamental. 2013* [milhões ] 2013** [milhões ] Desenvolvimento da Prática Desportiva 14,8 13,5 12,3 Enquadramento Técnico 3,7 3,3 3,0 Alto Rendimento e Seleções Nacionais 7,9 7,2 6,4 Formação Desportiva 0,6 0,54 0,54 Eventos Internacionais 1,9 1,7 1,7 Deslocações às Ilhas 2,6 2,2 2,2 TOTAL 31,5 28,44 26,2

11 III Valores contratos de 2013 já pagos 2013 (até 31 Maio) Programas total [milhões ] pago [milhões ] 2013 taxa exec. [2013] Desenvolvimento da Prática Desportiva 12,3 4,6 37,4% Enquadramento Técnico 3,0 1,2 40,0% Alto Rendimento e Seleções Nacionais 6,4 2,6 40,6% Formação Desportiva 0,54 0,2 37% Eventos Internacionais 1,7 0,2 11,8% Deslocações às Ilhas 2,2 1,2 54,5% TOTAL 26,2 10,0 38,0%

12 Financiamento 2013 Desenvolvimento da Prática Desportiva 1/2 Federação acordado R Revisto [1.º CP] ACTIVIDADES SUBAQUÁTICAS AEROMODELISMO AERONÁUTICA AIKIDO ANDEBOL ARQUEIROS E BESTEIROS ARTES MARCIAIS CHINESAS ATLETISMO AUTOMOBILISMO BADMINTON BASQUETEBOL BILHAR BOXE BRIDGE CAMPISMO E MONTANHISMO CANOAGEM CICLISMO COLUMBOFILIA CORFEBOL DAMAS DANÇA DESPORTIVA DESPORTO PARA DEFICIENTES DESPORTO UNIVERSITÁRIO DESPORTOS DE INVERNO EQUESTRE ESGRIMA FUTEBOL GINÁSTICA GOLFE HÓQUEI

13 Financiamento 2013 Desenvolvimento da Prática Desportiva 2/2 Federação acordado 2013 Revisto 2013 R [1.º CP] JET SKI JUDO KARATE LUTAS AMADORAS MINIGOLFE MOTOCICLISMO MOTONÁUTICA NATAÇÃO ORIENTAÇÃO PARAQUEDISMO PATINAGEM PENTATLO MODERNO PESCA DESPORTIVA PESCA DESPORTIVA DO ALTO MAR PETANCA REMO RUGBY SURF TAEKWONDO TÉNIS TÉNIS DE MESA TIRO TIRO COM ARCO TIRO COM ARMAS DE CAÇA TRIATLO VELA VOLEIBOL VOO LIVRE XADREZ

14 Financiamento 2013 Enquadramento Técnico 1/2 Federação acordado 2013 Revisto 2013 R [1.º CP] AERONÁUTICA ANDEBOL ATLETISMO BADMINTON BASQUETEBOL CAMPISMO E MONTANHISMO CANOAGEM CICLISMO CORFEBOL DANÇA DESPORTIVA DESPORTO PARA DEFICIENTES DESPORTO UNIVERSITÁRIO DESPORTOS DE INVERNO EQUESTRE ESGRIMA FUTEBOL GINÁSTICA GOLFE HÓQUEI JET SKI 7.123

15 Financiamento 2013 Enquadramento Técnico 2/2 Federação acordado R Revisto [1.º CP] JUDO LUTAS AMADORAS MOTOCICLISMO NATAÇÃO PARAQUEDISMO PATINAGEM PENTATLO MODERNO REMO RUGBY SURF TAEKWONDO TÉNIS TÉNIS DE MESA TIRO TIRO COM ARCO TRIATLO VELA VOLEIBOL VOO LIVRE XADREZ

16 Financiamento 2013 Alto Rendimento e Seleções Nacionais valores em Federação R -20% [1.º CP] ANDEBOL ATLETISMO BADMINTON BASQUETEBOL CANOAGEM CICLISMO DESPORTO PARA DEFICIENTES EQUESTRE ESGRIMA FUTEBOL GINÁSTICA GOLFE JUDO LUTAS AMADORAS NATAÇÃO ORIENTAÇÃO PATINAGEM PENTATLO MODERNO REMO RUGBY SURF TAEKWONDO TÉNIS TÉNIS DE MESA TIRO TIRO COM ARMAS DE CAÇA TRIATLO VELA VOLEIBOL Federações que não integarm projeto olimpico - ajustamento de 9%

17 III DISTRIBUIÇÃO RECEITAS LÍQUIDAS DOS JOGOS SOCIAIS % 0% 2% 2% 28% 17% 1% 3% 4% 8% 34% 2% 1% Estado MAI IDP - DESPORTO IPJ - JUVENTUDE Promoção Futebol S Social INATEL M Saúde M Educação M Cultura RA Madeira RA Açores SCML

18 III DISTRIBUIÇÃO RECEITAS LÍQUIDAS DE RECEITAS JOGOS SOCIAIS DESPORTO + JUVENTUDE [13,4%] 15% 6% 79% IDP - DESPORTO IPJ - JUVENTUDE Promoção Futebol

19 III DISTRIBUIÇÃO RECEITAS LÍQUIDAS DOS JOGOS SOCIAIS % 4% Estado MAI 0% 28% 13% PCM S Social INATEL 0% 2% 16% 33% M Saúde M Educação RA Madeira 2% RA Açores SCML

20 III DISTRIBUIÇÃO RECEITAS LÍQUIDAS DE RECEITAS JOGOS SOCIAIS PCM [13,35%] 4% 26% 70% IPDJ - DESPORTO + JUVENTUDE SE CULTURA SE IGUALDADE

21 IV Perspetivas 2014 Preparação do Orçamento de 2014 Simplificação administrativa Redução do número de contratos Eliminação de etapas no processo negocial dos contratos-programa Evolução do ajustamento dos critérios de financiamento

22 OBRIGADO PELA VOSSA ATENÇÃO

LUTA CONTRA A DOPAGEM - DADOS ESTATÍSTICOS 2007 - CONSELHO NACIONAL ANTIDOPAGEM

LUTA CONTRA A DOPAGEM - DADOS ESTATÍSTICOS 2007 - CONSELHO NACIONAL ANTIDOPAGEM LUTA CONTRA A DOPAGEM - DADOS ESTATÍSTICOS 2007 - CONSELHO NACIONAL ANTIDOPAGEM Conselho Nacional AntiDopagem NÚMERO DE AMOSTRAS RECOLHIDAS DE 1976 A 2007 ANO 2006 2004 2002 2000 1998 1996 1994 1992 1990

Leia mais

LUTA CONTRA A DOPAGEM -DADOS ESTATÍSTICOS 2005- CONSELHO NACIONAL ANTIDOPAGEM

LUTA CONTRA A DOPAGEM -DADOS ESTATÍSTICOS 2005- CONSELHO NACIONAL ANTIDOPAGEM LUTA CONTRA A DOPAGEM -DADOS ESTATÍSTICOS 2005- CONSELHO NACIONAL ANTIDOPAGEM Conselho Nacional AntiDopagem NÚMERO DE AMOSTRAS RECOLHIDAS DE 1976 A 2005 ANO 2004 2002 2000 1998 1996 1994 1992 1990 1988

Leia mais

Direcção de Serviços de Apoio Técnico-Desportivo Divisão de Apoio às Actividades Desportivas

Direcção de Serviços de Apoio Técnico-Desportivo Divisão de Apoio às Actividades Desportivas Direcção de Serviços de Apoio Técnico-Desportivo Divisão de Apoio às Actividades Desportivas Direcção: Rua Dr. Pita, nº 18 Edifícios Magnólia Bloco A - Cave 9004-551 Funchal Telefone: 291 700730 Fax: 291

Leia mais

Direcção de Serviços de Apoio às Actividades Desportivas Divisão de Apoio às Actividades Federadas

Direcção de Serviços de Apoio às Actividades Desportivas Divisão de Apoio às Actividades Federadas Direcção de Serviços de Apoio às Actividades Desportivas Divisão de Apoio às Actividades Federadas Direcção: Rua Dr. Pita, nº 18 Edifícios Magnólia Bloco A - Cave 9004-551 Funchal Telefone: 291 700730

Leia mais

Direção de Serviços de Apoio às Atividades Desportivas Divisão de Apoio às Atividades Federadas

Direção de Serviços de Apoio às Atividades Desportivas Divisão de Apoio às Atividades Federadas Direção de Serviços de Apoio às Atividades Desportivas Divisão de Apoio às Atividades Federadas Direção: Rua Dr. Pita, nº 18 Edifícios Magnólia Bloco A - Cave 9004-551 Funchal Telefone: 291700730 - Fax:

Leia mais

CALENDÁRIO OFICIAL DE PROVAS

CALENDÁRIO OFICIAL DE PROVAS CALENDÁRIO OFICIAL DE PROVAS Actualizado 05/11/2010 2010 2011 1. PROVAS NACIONAIS 2010/11 CAMPEONATOS NACIONAIS UNIVERSITÁRIOS CNU s NACIONAL / NCS modalidade zona/região prova data org. local local inscr.

Leia mais

Direcção de Serviços de Apoio Técnico-Desportivo Divisão de Apoio às Actividades Desportivas

Direcção de Serviços de Apoio Técnico-Desportivo Divisão de Apoio às Actividades Desportivas Direcção de Serviços de Apoio Técnico-Desportivo Divisão de Apoio às Actividades Desportivas Direcção: Rua Dr. Pita, nº 18 Edifícios Magnólia Bloco A - Cave 9004-551 Funchal Telefone: 291 700730 Fax: 291

Leia mais

O desporto representou 1,2% do VAB e 1,4% do emprego no triénio 2010-2012

O desporto representou 1,2% do VAB e 1,4% do emprego no triénio 2010-2012 Conta Satélite do Desporto 2010-2012 05 de abril de 2016 O desporto representou 1,2% do VAB e 1,4% do emprego no triénio 2010-2012 No âmbito da Conta Satélite do Desporto (CSD) foram identificadas cerca

Leia mais

SEMINÁRIO FADU. Tiago Ramos Departamento Técnico-desportivo FADU

SEMINÁRIO FADU. Tiago Ramos Departamento Técnico-desportivo FADU SEMINÁRIO FADU Tiago Ramos Departamento Técnico-desportivo FADU O que é a FADU? Federação Académica do Desporto Universitário Federação multi-desportiva Fundada a 2 de Março de 1990 Estatuto de Utilidade

Leia mais

Painel de Esportes Características Perfil sociodemográfico Real delivery Painel IR % Total painelistas: 39.112 100,0%

Painel de Esportes Características Perfil sociodemográfico Real delivery Painel IR % Total painelistas: 39.112 100,0% 1 / 6 Painel de Esportes Brasil Características Tamanho painel (ISO): 121.966 Pessoas perfiladas (ISO): 21.342 Taxa de resposta estimada (ISO): 33% Atualizado: 15/12/2014 Tamanho (ISO): o número de participantes

Leia mais

A mulher nas instâncias federativas do desporto Cristina Matos Almeida * 1. Introdução

A mulher nas instâncias federativas do desporto Cristina Matos Almeida * 1. Introdução A mulher nas instâncias federativas do desporto Cristina Matos Almeida * 1. Introdução Na década de 70, a questão da igualdade de mulheres e homens no desporto começou a receber da comunidade internacional

Leia mais

柔 道 パウリスタ. Informações sobre valores, favorecidos e contratantes de convênios e pagamentos relativos aos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016:

柔 道 パウリスタ. Informações sobre valores, favorecidos e contratantes de convênios e pagamentos relativos aos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016: Informações sobre valores, favorecidos e contratantes de convênios e pagamentos relativos aos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016: Convênios Número do Convênio SIAFI: 755940 Situação: Aguardando Prestação

Leia mais

Resumo de apoios atribuídos pelo município na época desportiva 2012/2013 (2013)

Resumo de apoios atribuídos pelo município na época desportiva 2012/2013 (2013) associativismodesportivoregula mentomunicipalapoioentidades desportivasprogramasdesenvol vimentodesportivoapoioativida dedesportivaregularapoioorgan izaçãoparticipaçãocompetições desportivasapoiobeneficiaçãoin

Leia mais

Proposta Comercial. Depto. de Marketing 01/Abr/10

Proposta Comercial. Depto. de Marketing 01/Abr/10 Proposta Comercial Depto. de Marketing 01/Abr/10 16/Jun/10 A REDE RECORD e a RECORD NEWS oferecem ao Mercado Publicitário o patrocínio dos Jogos Olímpicos de Verão da Juventude, que acontecerão em CINGAPURA.

Leia mais

O Vereador. (João Oliveira)

O Vereador. (João Oliveira) De: Vereador João Oliveira Para: Ex.mo Sr. Presidente da Câmara Municipal Data: 15 de Março de 2010 Assunto: Contrato-Programa de Desenvolvimento Desportivo A Câmara Municipal de S. João da Madeira reconhece

Leia mais

Políticas para o Esporte de Alto Rendimento. Ricardo Leyser Secretário Nacional de Esporte de Alto Rendimento

Políticas para o Esporte de Alto Rendimento. Ricardo Leyser Secretário Nacional de Esporte de Alto Rendimento Políticas para o Esporte de Alto Rendimento Ricardo Leyser Secretário Nacional de Esporte de Alto Rendimento Oportunidade histórica III Conferência Nacional do Esporte Junho de 2010: Por Um Time Chamado

Leia mais

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------ Bolsa Esporte ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------ EDITAL BOLSA ESPORTE Nº. 01/2014 O Estado da Bahia, através

Leia mais

LUTA CONTRA A DOPAGEM - DADOS ESTATÍSTICOS CONSELHO NACIONAL ANTIDOPAGEM

LUTA CONTRA A DOPAGEM - DADOS ESTATÍSTICOS CONSELHO NACIONAL ANTIDOPAGEM LUTA CONTRA A DOPAGEM - DADOS ESTATÍSTICOS 2006 - CONSELHO NACIONAL ANTIDOPAGEM Conselho Nacional AntiDopagem NÚMERO DE AMOSTRAS RECOLHIDAS DE 1976 A 2006 ANO 2006 2004 2002 2000 1998 1996 1994 1992 1990

Leia mais

Painel de Esportes. Chile 1 / 5. Perfil sociodemográfico Real delivery Painel IR % Total painelistas: 18.446 100,0% Sexo Homem 8.282.

Painel de Esportes. Chile 1 / 5. Perfil sociodemográfico Real delivery Painel IR % Total painelistas: 18.446 100,0% Sexo Homem 8.282. 1 / 5 Painel de Esportes Chile Características Tamanho painel (ISO): 47.260 Pessoas perfiladas (ISO): 4.389 Taxa de resposta estimada (ISO): 41% Atualizado: 15/12/2014 Tamanho (ISO): o número de participantes

Leia mais

PELA CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DE COLECTIVIDADES CULTURA E RECREIO É PREMIADA A ATLETA LILIANA PEREIRA ABRANTES

PELA CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DE COLECTIVIDADES CULTURA E RECREIO É PREMIADA A ATLETA LILIANA PEREIRA ABRANTES CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DE COLECTIVIDADES CULTURA E RECREIO É PREMIADA A ATLETA LILIANA PEREIRA ABRANTES ATLETA DO CLUBE RECREATIVO CULTURAL E DESPORTIVO BREJOS FARIA DA MOITA NA MODALIDADE DO JOGO DO

Leia mais

e as etapas de desenvolvimento

e as etapas de desenvolvimento Tema 2 Rev. Medicina Desportiva informa, 2015, 6 (6), pp. 15 22 Etapas de Desenvolvimento das Modalidades Desportivas Primeiro-tenente Médico Naval Moisés Henriques Especialista em Medicina Física e de

Leia mais

Federações associativas e de coletividades:

Federações associativas e de coletividades: Confederações: AIP-CE Associação Industrial Portuguesa Confederação Empresarial http://www.aip.pt/ CCP Confederação do Comércio Serviços de Portugal http://www.ccp.pt/ccp/pt-pt/ccp.aspx CIMLOP Confederação

Leia mais

Projecto Os Descobrimentos

Projecto Os Descobrimentos Projecto Os Descobrimentos 3 Fevereiro 2006 a 30 Junho 2008 ACRÓNIMO «Projecto Os Descobrimentos» SUBPROGRAMA 5. Andaluzia / Alentejo / Algarve EIXO E MEDIDA 4. Fomento de cooperação e integração social

Leia mais

MAPA DA ILHA DE SANTIAGO/ CONCELHO DE SÃO LOURENÇO DOS ÓRGAOS

MAPA DA ILHA DE SANTIAGO/ CONCELHO DE SÃO LOURENÇO DOS ÓRGAOS MAPA DA ILHA DE SANTIAGO/ CONCELHO DE SÃO LOURENÇO DOS ÓRGAOS Anexo nº 1 Anexo nº 2 MAPA DO CONCELHO DE SÃO LOURENÇO DOS ÓRGAOS Trabalho do fim de Curso de Bacharelato em Educação Física Este questionário

Leia mais

Professor Istvan Kasznar 15 de Novembro de 2013

Professor Istvan Kasznar 15 de Novembro de 2013 Professor Istvan Kasznar 15 de Novembro de 2013 Fonte: Dilmar Santos blog COPA DO MUNDO e OLIMPIADAS levantamento para a FIESP Cátedra da Sorbonne Slides ilustrativos, para conferência Professor Istvan

Leia mais

Modelo Regional de Apoios ao Desporto

Modelo Regional de Apoios ao Desporto 1 Introdução Esta proposta é um draft para o trabalho que se segue. Daí o seu conteúdo não ser nem pretender ser exaustivo nem definitivo. Poderão ser produzidas várias versões, à medida que se introduzem

Leia mais

Poucas Mulheres Treinadoras: Porquê? Cristina Matos Almeida

Poucas Mulheres Treinadoras: Porquê? Cristina Matos Almeida Poucas Mulheres Treinadoras: Porquê? Cristina Matos Almeida Eixos de intervenção Estudo diagnóstico Sensibilização de públicos estratégicos (dirigentes e responsáveis técnicos FD s) Empoderamento das treinadoras

Leia mais

Programa de Preparação Paralímpica RIO 2016 / Jogos Paralímpicos 2020 (Regulamento)

Programa de Preparação Paralímpica RIO 2016 / Jogos Paralímpicos 2020 (Regulamento) Programa de Preparação Paralímpica RIO 2016 / Jogos Paralímpicos 2020 (Regulamento) I. Introdução Programa de Preparação Paralímpica Rio 2016 Jogos Paralímpicos de 2020 II. Objectivos III. Definições III.1

Leia mais

JORNAL OFICIAL. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Quarta-feira, 18 de novembro de 2015. Série. Número 210

JORNAL OFICIAL. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Quarta-feira, 18 de novembro de 2015. Série. Número 210 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA JORNAL OFICIAL Quarta-feira, 18 de novembro de 2015 Série Sumário SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO DIREÇÃO REGIONAL DE JUVENTUDE E DESPORTO E ACADEMIA DE BILHAR SALÃO DE JOGOS

Leia mais

LIGA GONÇALENSE DE DESPORTOS BOLETIM OFICIAL Nº 01/2011 - SÃO GONÇALO, 06 DE JANEIRO DE 2011 RESOLUÇÕES DA PRESIDÊNCIA

LIGA GONÇALENSE DE DESPORTOS BOLETIM OFICIAL Nº 01/2011 - SÃO GONÇALO, 06 DE JANEIRO DE 2011 RESOLUÇÕES DA PRESIDÊNCIA LIGA GONÇALENSE DE DESPORTOS BOLETIM OFICIAL Nº 01/2011 - SÃO GONÇALO, 06 DE JANEIRO DE 2011 RESOLUÇÕES DA PRESIDÊNCIA 1- Calendário 2011 Faço saber aos interessados que o Calendário Desportivo Oficial

Leia mais

Experimentação Esportiva

Experimentação Esportiva Experimentação Esportiva Aula 3 A categorização dos esportes Olímpicos e Rio 2016 Versão 1.0 Objetivos 1 Compreender a categorização dos esportes Olímpicos e por similaridade de movimentos, ações ou local

Leia mais

PLURI Especial O faturamento das Confederações Esportivas do Brasil

PLURI Especial O faturamento das Confederações Esportivas do Brasil PLURI Especial O faturamento das Confederações Esportivas do Brasil PLURI Consultoria Pesquisa, Gestão e marketing Esportivo. Curitiba-PR Twitter: @pluriconsult www.facebook.com/pluriconsultoria Fernando

Leia mais

PROGRAMA TALENTO OLÍMPICO DO PARANÁ TOP 2016

PROGRAMA TALENTO OLÍMPICO DO PARANÁ TOP 2016 1 PROGRAMA TALENTO OLÍMPICO DO PARANÁ TOP 2016 Apresentação e Regulamento Geral Edição 2013 2 I. APRESENTAÇÃO 3 1. Identificação do Projeto Talento Olímpico do Paraná TOP 2016 2. Órgão Governo do Estado

Leia mais

Departamento de Educação Física Ano Letivo 2013/14

Departamento de Educação Física Ano Letivo 2013/14 Departamento de Educação Física Ano Letivo 2013/14 AVALIAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA No que se refere à componente de formação sócio-cultural, disciplina de Educação Física, a avaliação decorre dos objectivos

Leia mais

Avenida Cidade Hayward, Piscinas Municipais de Faro, 8004-001 FARO, PORTUGAL Telefone: +351 289 897425 Fax: +351 289 813381 E-mail:

Avenida Cidade Hayward, Piscinas Municipais de Faro, 8004-001 FARO, PORTUGAL Telefone: +351 289 897425 Fax: +351 289 813381 E-mail: Avenida Cidade Hayward, Piscinas Municipais de, 8004-001 FARO, PORTUGAL Telefone: +351 289 897425 Fax: +351 289 813381 E-mail: ddj.dcedas@cm-faro.pt 2 APRESENTAÇÃO No âmbito do Programa de Promoção da

Leia mais

Representações Nacionais

Representações Nacionais Representações Nacionais 2014 Janeiro Dia 2 - Gravação do Programa Podium da RTP - Homenagem da Câmara Municipal de Lisboa a Eusébio - Reunião da Comissão Executiva de Gestão dos Centros de Alto Rendimento

Leia mais

ESTATÍSTICAS DO DESPORTO 1996_2009

ESTATÍSTICAS DO DESPORTO 1996_2009 ESTATÍSTICAS DO DESPORTO 1996_29 I Este livro prossegue o trabalho editorial realizado com a publicação dos dois que o antecederam, concretamente Actividade Física e Aptidão Física em Portugal, resultantes

Leia mais

JORNAL OFICIAL. Suplemento. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Quinta-feira, 1 de outubro de 2015. Série. Número 152

JORNAL OFICIAL. Suplemento. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Quinta-feira, 1 de outubro de 2015. Série. Número 152 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA JORNAL OFICIAL Quinta-feira, 1 de outubro de 2015 Série Suplemento Sumário PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL Resolução n.º 864/2015 Autoriza celebração de um acordo atípico entre

Leia mais

7102.32.S - Ø 32 mm 7102.50.S - Ø 50 mm Atletismo * Track Prateada * Silver Finish

7102.32.S - Ø 32 mm 7102.50.S - Ø 50 mm Atletismo * Track Prateada * Silver Finish MEDALHAS EM LATÃO 72 BRASS MEDALS 7102.50.G - Ø 50 mm Atletismo * Track Dourado * Gold Finish 7102.32.S - Ø 32 mm 7102.50.S - Ø 50 mm Atletismo * Track 7102.50.B - Ø 50 mm Atletismo * Track 7108.50.G -

Leia mais

Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio 2016. Rio de Janeiro, 30 de junho de 2011

Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio 2016. Rio de Janeiro, 30 de junho de 2011 Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio 2016 Rio de Janeiro, 30 de junho de 2011 1 AGENDA 1. Os Jogos em números 2. Partes interessadas e estrutura jurídica 3. Orçamentos dos Jogos Rio

Leia mais

O desafio da Integração de Políticas Esportivas. Eduardo Augusto Carreiro SESI-SP

O desafio da Integração de Políticas Esportivas. Eduardo Augusto Carreiro SESI-SP O desafio da Integração de Políticas Esportivas Eduardo Augusto Carreiro SESI-SP 1. Base de investimento do esporte no Brasil Investimento x Produção (numero de participantes) 2. Sistema federações/confederações

Leia mais

Painel de Esportes. Espanha 1 / 6. Perfil sociodemográfico Real delivery Painel IR % Total painelistas: 51.121 100,0% Sexo Homem 23.

Painel de Esportes. Espanha 1 / 6. Perfil sociodemográfico Real delivery Painel IR % Total painelistas: 51.121 100,0% Sexo Homem 23. 1 / 6 Painel de Esportes Espanha Características Tamanho painel (ISO): 121.712 Pessoas perfiladas (ISO): 29.062 Taxa de resposta estimada (ISO): 43% Atualizado: 15/12/2014 Tamanho (ISO): o número de participantes

Leia mais

Comissão de Atletas Olímpicos

Comissão de Atletas Olímpicos Comissão de Atletas Olímpicos Semana Olímpica 2010 O Projecto Para Todos Para os Atletas Operacionalização Contactos Semana Olímpica Complexo Desportivo do Jamor Semana Olímpica Escolas e comunidade em

Leia mais

Campo de Férias Aberto Verão 2015

Campo de Férias Aberto Verão 2015 Campo de Férias Aberto Verão 2015 Mais umas merecidas FÉRIAS ESCOLARES. Todos os que frequentam a Escola anseiam por esta pausa. É uma altura em que os pais procuram uma solução pedagógica, segura e saudável

Leia mais

Painel de Esportes. Colômbia 1 / 6. Perfil sociodemográfico Real delivery Painel IR % Total painelistas: 23.324 100,0% Sexo Homem 10.

Painel de Esportes. Colômbia 1 / 6. Perfil sociodemográfico Real delivery Painel IR % Total painelistas: 23.324 100,0% Sexo Homem 10. 1 / 6 Painel de Esportes Colômbia Características Tamanho painel (ISO): 57.966 Pessoas perfiladas (ISO): 6.389 Taxa de resposta estimada (ISO): 40% Atualizado: 15/12/2014 Tamanho (ISO): o número de participantes

Leia mais

modalidades andebol F andebol M badminton basebol

modalidades andebol F andebol M badminton basebol competição interna A aça UA é a competição desportiva entre os cursos da Universidade de Aveiro. Ao longo do ano lectivo, cada curso acumula pontos, mediante as classificações obtidas, por cada equipa,

Leia mais

Regulamento Municipal de Apoio Financeiro às Modalidades Desportivas

Regulamento Municipal de Apoio Financeiro às Modalidades Desportivas Regulamento Municipal de Apoio Financeiro às Modalidades Desportivas Câmara Municipal de Viana do Alentejo Divisão de Desenvolvimento Social e Humano www.cm-vianadoalentejo.pt Tel.: 266 930 010 mail: dasedu@cm-vianadoalentejo.pt

Leia mais

COMISSÕES CONSULTIVAS

COMISSÕES CONSULTIVAS COMISSÕES CONSULTIVAS Comissão Jurídica António José Mota Veiga Licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Clássica de Lisboa Advogado, Auditor Jurídico e Auditor da Defesa Nacional

Leia mais

Entendendo o tamanho dos Jogos

Entendendo o tamanho dos Jogos Entendendo o tamanho dos Jogos Copa X Olimpíadas 32 nações 204 nações 723 atletas 15 mil atletas 15 em trânsito no Rio seleções todas no Rio olímpicos e paralímpicos X 15 mil voluntários 1 esporte futebol

Leia mais

XII FESTIVAL OLÍMPICO DA JUVENTUDE EUROPEIA UTRECHT 2013 14 a 19 de julho BOLETIM INFORMATIVO N.º 1

XII FESTIVAL OLÍMPICO DA JUVENTUDE EUROPEIA UTRECHT 2013 14 a 19 de julho BOLETIM INFORMATIVO N.º 1 XII FESTIVAL OLÍMPICO DA JUVENTUDE EUROPEIA UTRECHT 2013 14 a 19 de julho BOLETIM INFORMATIVO N.º 1 ÍNDICE O FESTIVAL OLÍMPICO DA JUVENTUDE EUROPEIA A XII EDIÇÃO AS MODALIDADES A MISSÃO PORTUGUESA LINKS

Leia mais

Para atenuar os efeitos da inflação sobre a moeda, todos os valores foram corrigidos com o índice IGP-M, calculado entre dezembro do ano em questão a

Para atenuar os efeitos da inflação sobre a moeda, todos os valores foram corrigidos com o índice IGP-M, calculado entre dezembro do ano em questão a Para atenuar os efeitos da inflação sobre a moeda, todos os valores foram corrigidos com o índice IGP-M, calculado entre dezembro do ano em questão a dezembro de 2011. Aprovados Liberados Orçamento geral

Leia mais

APO AUTORIDADE PÚBLICA OLÍMPICA. APRESENTAÇÃO SEMINARIO INTERNACIONAL ABCE - FEPAC SINAENCO Rio de Janeiro, 17 de abril de 2012

APO AUTORIDADE PÚBLICA OLÍMPICA. APRESENTAÇÃO SEMINARIO INTERNACIONAL ABCE - FEPAC SINAENCO Rio de Janeiro, 17 de abril de 2012 APRESENTAÇÃO SEMINARIO INTERNACIONAL ABCE - FEPAC SINAENCO Rio de Janeiro, 17 de abril de 2012 O BRASIL AVANÇA COM INVESTIMENTOS DE INFRAESTRUTURA Planejamento de longo prazo para captação de grandes eventos

Leia mais

Plano Nacional de Ética no Desporto. Relatório e contas

Plano Nacional de Ética no Desporto. Relatório e contas Plano Nacional de Ética no Desporto Relatório e contas 2013 1 O presente relatório visa apresentar de forma sucinta as atividades realizadas no âmbito do Plano Nacional de Ética no Desporto (PNED) no ano

Leia mais

AS DIMENSÕES HUMANAS DO ESPORTE

AS DIMENSÕES HUMANAS DO ESPORTE REALIDADE AS DIMENSÕES HUMANAS DO ESPORTE Prof. Dr. Elio Carravetta ESPORTE PRÁTICA REALIDADE JOGO REGRAS EXERCICIOS FÍSICOS COMPETIÇÃO ESTRUTURA DE DESENVOLVIMENTO FEDERAÇÕES TENIS BASQUETEBOL VELA JUDÔ

Leia mais

LEI AGNELO PIVA CRITÉRIOS DE REPASSE DE RECURSOS PARA AS CONFEDERAÇÕES BRASILEIRAS

LEI AGNELO PIVA CRITÉRIOS DE REPASSE DE RECURSOS PARA AS CONFEDERAÇÕES BRASILEIRAS LEI AGNELO PIVA CRITÉRIOS DE REPASSE DE RECURSOS PARA AS CONFEDERAÇÕES BRASILEIRAS 2018-2020 Rio de Janeiro, 24 outubro 2017 PRINCIPAIS CONCEITOS 1 2 3 4 5 6 7 Reavaliação e AJUSTES nos CRITÉRIOS utilizados

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO FINANCEIRO AO ASSOCIATIVISMO DESPORTIVO

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO FINANCEIRO AO ASSOCIATIVISMO DESPORTIVO REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO FINANCEIRO AO ASSOCIATIVISMO DESPORTIVO ÍNDICE CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS... 2 Artigo 1.º Lei habilitante... 2 Artigo 2.º Objeto... 2 Artigo 3.º Âmbito... 2 Artigo 4.º

Leia mais

1º de Maio todos os dias

1º de Maio todos os dias Pág: 22 Área: 15,95 x 21,58 cm² Corte: 1 de 5 1º de Maio todos os dias Numa zona verde da cidade de Lisboa, no bairro de Alvalade, o Parque de Jogos 1º de Maio tem um borbulhar de actividade constante.

Leia mais

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL. Texto atualizado apenas para consulta.

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL. Texto atualizado apenas para consulta. 1 Texto atualizado apenas para consulta. LEI Nº 2.402, DE 15 DE JUNHO DE 1999 (Autoria do Projeto: Deputado Agrício Braga) Institui o Programa Bolsa Atleta. O GOVERNADOR DO DISTRITO FEDERAL, Faço saber

Leia mais

Desporto como religião: o problema da escolha. Rui Matos Subdiretor da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais PhD em Motricidade Humana

Desporto como religião: o problema da escolha. Rui Matos Subdiretor da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais PhD em Motricidade Humana Desporto como religião: o problema da escolha Rui Matos Subdiretor da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais PhD em Motricidade Humana Introdução No Desporto, como na Religião, muitas vezes o difícil

Leia mais

CALENDÁRIO OFICIAL DE PROVAS

CALENDÁRIO OFICIAL DE PROVAS CALENDÁRIO OFICIAL DE PROVAS Actualizado 21/07/2010 2010 2011 1. PROVAS NACIONAIS 2010/11 CAMPEONATOS NACIONAIS UNIVERSITÁRIOS CNU s NACIONAL / NCS modalidade zona/região prova data org. local local inscr.

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA 2015

ORIENTAÇÃO TÉCNICA 2015 1 ORIENTAÇÃO TÉCNICA 2015 1. FINALIDADE Regular a Orientação Técnica de 2015 às Federações filiadas à CBPM. 2. REFERÊNCIAS - Estatuto da CBPM; - Regulamento Técnico da CBPM; - Calendário Desportivo da

Leia mais

CASCAIS /ESTORIL (CASCAIS)

CASCAIS /ESTORIL (CASCAIS) CASCAIS /ESTORIL (CASCAIS) ADN Actividades Desportivas Náuticas Centro de Atividades Náuticas de adncascais@gmail.com www.adncascais.net Modalidades: Canoagem, Stand Up Paddle, Windsurf Instalações: Centro

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA, OLIMPÍSMO E NOVAS PRÁTICAS RENOVADAS

EDUCAÇÃO FÍSICA, OLIMPÍSMO E NOVAS PRÁTICAS RENOVADAS GOVERNO DO ESTADO DO RN SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E CULTURA COORDENADORIA DE DESPORTOS SETOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA EDUCAÇÃO FÍSICA, OLIMPÍSMO E NOVAS PRÁTICAS RENOVADAS EDUCAÇÃO ESCOLAR/FÍSICA FORMAÇÃO/TRANSFORMAÇÃO

Leia mais

C - Coloane Ex - Exterior MC Macau e Coloane MT Macau e Taipa. T - Taipa TC Taipa e Coloane Sem simbolo - Macau

C - Coloane Ex - Exterior MC Macau e Coloane MT Macau e Taipa. T - Taipa TC Taipa e Coloane Sem simbolo - Macau Cód. Modalidade Idade Bolas (I) 101 MT Andebol 12-18 $20 102 T Andebol Aperfeiçoamento 12-18 $20 103 MT Mini-Andebol 6-11 $20 104 Futebol 8-14 $20 105 Futsal 8-20 $20 106 C Bowling 9-25 $300 107 Voleibol

Leia mais

Avaliação do desempenho dos países nos jogos olímpicos, nos últimos 20 anos, e opções estratégicas para o Brasil na Rio 2016

Avaliação do desempenho dos países nos jogos olímpicos, nos últimos 20 anos, e opções estratégicas para o Brasil na Rio 2016 AGENDA POSITIVA RIO 216 Avaliação do desempenho dos países nos jogos olímpicos, nos últimos 2 anos, e opções estratégicas para o Brasil na Rio 216 São Paulo, outubro de 212 ESTUDO PRO BONO Aviso legal

Leia mais

Proponente: Associação Cidade Unida Pelo Esporte de Base e Ligas Amadoras Projeto: Sexto Campeonato Paulista de Futebol Amador

Proponente: Associação Cidade Unida Pelo Esporte de Base e Ligas Amadoras Projeto: Sexto Campeonato Paulista de Futebol Amador MINISTÉRIO DO ESPORTE COMISSÃO TÉCNICA DA LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE INSTITUÍDA PELA PORTARIA Nº 30 DE 20 DE FEVEREIRO DE 2009, ALTERADA PELA PORTARIA Nº 130 DE 05 DE JULHO DE 2010, ALTERADA PELA PORTARIA

Leia mais

O Sistema de Localização do Praticante Desportivo

O Sistema de Localização do Praticante Desportivo O Sistema de Localização do Praticante Desportivo Programa Mundial Antidopagem Agência Mundial Antidopagem (AMA) Programa Mundial Antidopagem A Agência Mundial Antidopagem foi fundada em 1999, como organismo

Leia mais

I B 1:) CERTIFICAÇÃO LEGAL DAS CONTAS. Introdução

I B 1:) CERTIFICAÇÃO LEGAL DAS CONTAS. Introdução Relatório e Contas do Exercício de 2013 10, I B 1:) Te[: +351 217 990 420 Av. da República, 50-1Q Fax: +351 217990439 1069-211 Lisboa www. bdo. pt CERTIFICAÇÃO LEGAL DAS CONTAS Introdução 1. Examinámos

Leia mais

7 a 13 de setembro Início Fim Local Horário Evento Entidade Promotora 1º EDIÇÃO DE O DESPORTO PARA A INTERCULTURALIDADE E INCLUSÃO NAS ESCOLAS

7 a 13 de setembro Início Fim Local Horário Evento Entidade Promotora 1º EDIÇÃO DE O DESPORTO PARA A INTERCULTURALIDADE E INCLUSÃO NAS ESCOLAS Início Fim Local Horário Evento Entidade Promotora 1 5 Alvito 1º EDIÇÃO DE O DESPORTO PARA A INTERCULTURALIDADE E INCLUSÃO NAS ESCOLAS Associação Educativa Nacional de Inclusão e Inovação nas Escolas AENIE

Leia mais

PROGRAMA DO DESPORTO ESCOLAR 2013-2017

PROGRAMA DO DESPORTO ESCOLAR 2013-2017 INTRODUÇÃO O Programa do Desporto Escolar para o quadriénio de 2013-2017 visa aprofundar as condições para a prática desportiva regular em meio escolar, como estratégia de promoção do sucesso educativo

Leia mais

Escola Secundária Manuel Cargaleiro

Escola Secundária Manuel Cargaleiro Escola Secundária Manuel Cargaleiro Curso Científico- Natural Professora: Nota: Observações: Este trabalho foi elaborado por: - Nuno Valverde n.º 12 - Pedro Valverde n.º 14 - Pedro Andrez n.º 15 - Pedro

Leia mais

Relatório de execução orçamental Anual. Índice Página: 1 - O grau de execução orçamental 2

Relatório de execução orçamental Anual. Índice Página: 1 - O grau de execução orçamental 2 Índice Página: 1 - O grau de execução orçamental 2 2 - Análise detalhada 2 2.1-Despesa total efetuada, em 2014, através das fontes de financiamento 2 2.2 - Despesa total efetuada, em 2014, pela fonte de

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DAS AULAS TUMA 2016-2017*

PROGRAMAÇÃO DAS AULAS TUMA 2016-2017* 1 PROGRAMAÇÃO DAS AULAS TUMA 016-017* *O Centro de Traumato-Ortopedia do Esporte reserva o direto de alterar a data/aula ou cancelar a turma de cursos que não atinjam o número mínimo pedagógico de inscritos.

Leia mais

I - CRITÉRIOS E INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO

I - CRITÉRIOS E INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO I - CRITÉRIOS E INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO Componentes a Avaliar 1. Domínio Psicomotor 2. Domínio Cognitivo 3. Domínio Sócio-Afetivo 1- REGIME GERAL DE FREQUÊNCIA Alíneas % % % Execução e aplicação dos

Leia mais

SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E CULTURA DIREÇÃO REGIONAL DO DESPORTO AEN / ARE

SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E CULTURA DIREÇÃO REGIONAL DO DESPORTO AEN / ARE AEN / ARE 1. Introdução O Encontro Regional de Clubes Desportivos Escolares (ERCDE) constitui o momento anual de encontro e de partilha de experiências formativas no âmbito das modalidades sem enquadramento

Leia mais

Programa do Palco Largo 5 de Outubro

Programa do Palco Largo 5 de Outubro Programa do Palco Largo 5 de Outubro 11h00 Exibição de Ballet Grupo Dramático e Sportivo de Cascais 11h15 Aula de Dance Mania Health Club Visconde 11h45 Coreografias do Método DeRose Método DeRose Cascais

Leia mais

Orçamento Anual FPPM 2016 ANEXO AO PLANO DE ACTIVIDADES 2016 (ANTERIOR À DEFINIÇÃO DO FINANCIAMENTO PELO IPDJ) 1. RENDIMENTOS 296 870

Orçamento Anual FPPM 2016 ANEXO AO PLANO DE ACTIVIDADES 2016 (ANTERIOR À DEFINIÇÃO DO FINANCIAMENTO PELO IPDJ) 1. RENDIMENTOS 296 870 ANEXO AO PLANO DE ACTIVIDADES 2016 (ANTERIOR À DEFINIÇÃO DO FINANCIAMENTO PELO IPDJ) DESCRIÇÃO 1. RENDIMENTOS 296 870 1.1 Próprios 66 900 1.1.1. Quotizações Anuais 2 500 1.1.2. Taxas de Inscrição (Quadros

Leia mais

Regulamento Municipal de Apoio ao Associativismo Desportivo

Regulamento Municipal de Apoio ao Associativismo Desportivo Regulamento Municipal de Apoio ao Associativismo Desportivo Exposição dos Motivos Do conjunto das atribuições que estão confiadas aos Municípios destacam-se as intervenções nas áreas de tempos livres e

Leia mais

COMPLEXO ESPORTIVO DE DEODORO

COMPLEXO ESPORTIVO DE DEODORO COMPLEXO ESPORTIVO DE DEODORO Legado dos Jogos Pan-americanos de 2007 e futuro Parque Olímpico de Deodoro nos Jogos Rio 2016, o complexo tem uso intensivo desde a inauguração, com cerca de 300 eventos

Leia mais

PLANEAMENTO DO TREINO: DA FORMAÇÃO AO ALTO RENDIMENTO

PLANEAMENTO DO TREINO: DA FORMAÇÃO AO ALTO RENDIMENTO PLANEAMENTO DO TREINO: DA FORMAÇÃO AO ALTO RENDIMENTO António Vasconcelos Raposo Treinador de Mérito de Natação Pura Desportiva Formador da Solidariedade Olímpica Internacional Formador FINA Formador da

Leia mais

MECENATO DESPORTIVO FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE NATAÇÃO

MECENATO DESPORTIVO FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE NATAÇÃO FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE NATAÇÃO O QUE É? Mecenas são as pessoas singulares ou colectivas que apoiam, através da concessão de donativos, entidades públicas ou privadas que exerçam acções relevantes para

Leia mais

Instituto do Desporto de Portugal ESTATÍSTICAS DO ASSOCIATIVISMO DESPORTIVO

Instituto do Desporto de Portugal ESTATÍSTICAS DO ASSOCIATIVISMO DESPORTIVO Instituto do Desporto de Portugal ESTATÍSTICAS DO ASSOCIATIVISMO DESPORTIVO 1996-2003 Ficha Técnica Edição Instituto do Desporto de Portugal Rua Almeida Brandão, 39 1200-602 Lisboa Telefone: 21 296 61

Leia mais

Representações Nacionais

Representações Nacionais Representações Nacionais 2013 Janeiro Dia 10 - Encontro DESMOR (Rio Maior) - Seminário Movimento Paralímpico em Portugal - de Londres 2012 ao Rio de Janeiro 2016" (Rio Maior) - Cerimónia de Tomada de Posse

Leia mais

Anexo I. Vantagens e Benefícios para os Associados A.F.U.M. Produtos, Garantias e Prémios

Anexo I. Vantagens e Benefícios para os Associados A.F.U.M. Produtos, Garantias e Prémios Anexo I Vantagens e Benefícios para os Associados A.F.U.M. Produtos, Garantias e Prémios 1 Liberty Auto 2 Liberty Auto Multiplicidade de opções para se adaptar melhor às necessidades de cada Cliente Flexível,

Leia mais

LIGA GONÇALENSE DE DESPORTOS BOLETIM OFICIAL Nº 01/2013 - SÃO GONÇALO, 10 DE JANEIRO DE 2013 RESOLUÇÕES DA PRESIDÊNCIA

LIGA GONÇALENSE DE DESPORTOS BOLETIM OFICIAL Nº 01/2013 - SÃO GONÇALO, 10 DE JANEIRO DE 2013 RESOLUÇÕES DA PRESIDÊNCIA LIGA GONÇALENSE DE DESPORTOS BOLETIM OFICIAL Nº 01/2013 - SÃO GONÇALO, 10 DE JANEIRO DE 2013 RESOLUÇÕES DA PRESIDÊNCIA 1- Calendário 2013 Faço saber aos interessados que o Calendário Desportivo Oficial

Leia mais

DESPORTO SAUDE E SEGURANÇA

DESPORTO SAUDE E SEGURANÇA CONGRESSO DO DESPORTO DESPORTO SAUDE E SEGURANÇA CONGRESSO DO DESPORTO Itens definidos no tema desporto saúde e segurança Combate à dopagem Combate ao sedentarismo através da actividade física, visando

Leia mais

Câmara Municipal da Amadora. Férias. Julho 2014. na Cidade

Câmara Municipal da Amadora. Férias. Julho 2014. na Cidade Câmara Municipal da Amadora Férias Julho 2014 na Cidade Férias? Na Cidade! Férias de Verão significam tempo e oportunidade para dar uso à imaginação, à iniciativa, ao divertimento e à amizade. Férias na

Leia mais

Desporto adaptado no concelho do Seixal. Comissão Executiva do Conselho Desportivo Municipal Seixal, 26 de fevereiro de 2014

Desporto adaptado no concelho do Seixal. Comissão Executiva do Conselho Desportivo Municipal Seixal, 26 de fevereiro de 2014 Desporto adaptado no concelho do Seixal Comissão Executiva do Conselho Desportivo Municipal Seixal, 26 de fevereiro de 2014 UCAS - Goalball Demonstrações de Goalball por convite; Participação em torneios;

Leia mais

Centro Paraolímpico Brasileiro, em São Paulo, é legado do Rio 2016 para os esportes adaptados

Centro Paraolímpico Brasileiro, em São Paulo, é legado do Rio 2016 para os esportes adaptados Centro Paraolímpico Brasileiro, em São Paulo, é legado do Rio 2016 para os esportes adaptados Governo federal e governo do Estado de São Paulo constroem o maior legado dos Jogos Paraolímpicos de 2016 para

Leia mais

JOGOS MUNICIPAIS 2015 REGULAMENTO

JOGOS MUNICIPAIS 2015 REGULAMENTO JOGOS MUNICIPAIS 2015 REGULAMENTO PARTICIPAÇÃO Podem participar munícipes federados ou não federados, em representação de clubes, grupos informais e a título individual, de acordo com o regulamento específico

Leia mais

Programa. Boccia. Lisboa 14 a 17 de maio

Programa. Boccia. Lisboa 14 a 17 de maio Programa Boccia Lisboa 14 a 17 de maio Nota Introdutória Os Campeonatos Nacionais Escolares 2015 realizam se nos dias 14, 15, 16 e 17 de maio, em Lisboa. A Direção Geral da Educação e a Direção Geral dos

Leia mais

LISTA DOS NOMEADOS ANO 2005 TREINADORES. N.º Modalidade Associação Treinador. 56 Kickboxing Açores Paulo Jorge Vieira Ribeiro.

LISTA DOS NOMEADOS ANO 2005 TREINADORES. N.º Modalidade Associação Treinador. 56 Kickboxing Açores Paulo Jorge Vieira Ribeiro. Reconhecer o Mérito LISTA DOS NOMEADOS ANO 2005 (dados fornecidos pelas federações de modalidade até ao dia 21/Outubro) TREINADORES N.º Modalidade Associação Treinador 56 Kickboxing Açores Paulo Jorge

Leia mais

SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO

SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA JORNAL OFICIAL Quarta-feira, 14 de outubro de 2015 Série Sumário SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO DIREÇÃO REGIONAL DE JUVENTUDE E DESPORTO E ASSOCIAÇÃO DE CICLISMO DA MADEIRA

Leia mais

Módulo 1- Gestão de Espaços, Instalações e Equipamentos Desportivos

Módulo 1- Gestão de Espaços, Instalações e Equipamentos Desportivos 1. Instalações Desportivas 1.1. Artificiais 1.2. Naturais 1.3. Tipologia e contextos de definição 2. Instalações Desportivas 2.1. Ambiente 2.2. Planeamento Urbano 2.3. Funções sociais e económicas 2.4.

Leia mais

PREFEITA Franciane Motta. SECRETÁRIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA Ana Paula Pires Giri Fortunato

PREFEITA Franciane Motta. SECRETÁRIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA Ana Paula Pires Giri Fortunato PREFEITA Franciane Motta SECRETÁRIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA Ana Paula Pires Giri Fortunato COORDENADOR DO 2º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL Valdinei Abreu da Silva AUTORIA Gabriel Rodrigues Daumas

Leia mais

Particularmente indicado para quem tem uma vida activa e efectua frequentes deslocações.

Particularmente indicado para quem tem uma vida activa e efectua frequentes deslocações. Ficha de Produto 1 - DEFINIÇÃO O Seguro de Acidentes Pessoais Valor Fixo garante o pagamento de indemnizações em caso de morte ou invalidez permanente da Pessoa Segura, em consequência de acidente. Garante,

Leia mais

24 Fevereiro - 1 Março

24 Fevereiro - 1 Março CAMPEONATO DA EUROPA MADEIRA 2012 Prancha à Vela Olímpica (Windsurf) RS:X 24 Fevereiro - 1 Março www.clubenavaldofunchal.com www.facebook.com/2012rsxeuropeanwindsurfingchampionships Índice Campeonato da

Leia mais

No que se refere ao Associativismo poderemos adiantar que o. Concelho de Rio Maior é, de facto, um Concelho rico em termos de

No que se refere ao Associativismo poderemos adiantar que o. Concelho de Rio Maior é, de facto, um Concelho rico em termos de 6. Associativismo No que se refere ao Associativismo poderemos adiantar que o Concelho de Rio Maior é, de facto, um Concelho rico em termos de movimento associativo e em termos de serviços/acções disponibilizados

Leia mais

Seguro Social Voluntário

Seguro Social Voluntário Ficha Técnica Autor: (DGSS) - Divisão dos Instrumentos Informativos - Direção de Serviços da Definição de Regimes Editor: DGSS Conceção Gráfica: DGSS / Direção de Serviços de Instrumentos de Aplicação

Leia mais

O processo de filiação de clubes/entidades é SEMPRE efetuado através da respetiva associação.

O processo de filiação de clubes/entidades é SEMPRE efetuado através da respetiva associação. Atualizado em 30 outubro 2012 1. Regime Transitório As normas constantes neste documento vigorarão até à entrada em funcionamento da plataforma eletrónica para a gestão das filiações e inscrições em eventos

Leia mais