AS DIMENSÕES HUMANAS DO ESPORTE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AS DIMENSÕES HUMANAS DO ESPORTE"

Transcrição

1 REALIDADE AS DIMENSÕES HUMANAS DO ESPORTE Prof. Dr. Elio Carravetta

2 ESPORTE PRÁTICA

3 REALIDADE JOGO REGRAS EXERCICIOS FÍSICOS COMPETIÇÃO

4 ESTRUTURA DE DESENVOLVIMENTO FEDERAÇÕES TENIS BASQUETEBOL VELA JUDÔ FUTEBOL CICLISMO VOLEI ESGRIMA GINASTICA NATAÇÃO ATLETISMO PADEL GOLFE REMO HANDEBOL SURF PUNHOBOL

5 COI SISTEMA FEDERADO FI COMITÊ OLIMPICO INTERNACIONAL EXERCEM SUA AUTONOMIA COM BASE EM UM MODELO JURIDICO INTERNACIONAL JUDÔ CICLISMO FN ESGRIMA GINASTICA CPI COMITÊ PARALIMPICO INTERNACIONAL TENIS GOLFE FE NATAÇÃO BASQUETEBOL ATLETISMO CLUBES FUTEBOL PADEL HANDEBOL ATLETAS REMO PUNHOBOL VOLEI VELA

6 CPI PRÁTICA DO ESPORTE FEDERADO COMPETIÇÕES RESULTADOS JUDÔ ESGRIMA COI CICLISMO GINASTICA GOLFE PRÁTICA DO ESPORTE DE NATAÇÃO PARTICIPAÇÃO uma TENIS diversão, um esforço e um descanso psíquico. BASQUETEBOL ATLETISMO PUNHOBOL INFORMAL FUTEBOL HANDEBOL PADEL REMO VOLEI FORMAL VELA

7 CONTROLE OFICIAL ESPORTE FEDERADO PROGRAMAS ESPORTIVOS AFERIDOS EM FUNÇÃO DOS PADRÕES DESPORTIVOS TENIS INTERNACIONAIS VITÓRIAS ÍNDICES ESGRIMA RESULTADOS JUDÔ CICLISMO BASQUETEBOL FUTEBOL HANDEBOL GINASTICA GOLFE NATAÇÃO ATLETISMO EXCELÊNCIA E NA PREFORMANCE PADEL ATLÉTICA REMO PUNHOBOL VOLEI VELA

8 CONTROLE OFICIAL ESPORTE ESPETÁCULO PRÁTICAS ESPORTIVAS FEDERADAS JUDÔ GINASTICA ABANDONO ALIENAÇÃO PESSOAL E SOCIAL NATAÇÃO TENIS MECANISMOS DE REGULADORES ATLETISMO FAMILIA BASQUETEBOL FATORES ECONÔMICOS TREINADORES RESULTADOS FUTEBOL TREINAMENTOS PADEL HANDEBOL PUNHOBOL FINANCIAMENTOS PÚBLICOS COM TRANSPARÊNCIA VOLEI

9 ESPORTE DE ELEVADO RENDIMENTO ESPORTE ESPETÁCULO ESPORTE FEDERADO JUDÔ ESGRIMA CICLISMO GINASTICA ESPORTE ESPETÁCULO PRATICANTES GOLFE NATAÇÃO TENIS DE ESPORTE PARTICIPAÇÃO ATLETISMO PUNHOBOL BASQUETEBOL FUTEBOL HANDEBOL PADEL REMO VOLEI INFORMAL VELA

10 ESPORTE ESPETÁCULO INFORMAL

11 ESPORTE DE ESPETÁCULO JOGO ATIVIDADE LABORAL CATEGORIA PROFISSIONAL MARCADA PELOS EXCESSOS DO MÁXIMO RENDIMENTO REGRAS DETERMINAÇÕES EXERCÍCIOS FÍSICOS AÇÕES FISICO-MOTORAS REPETITIVAS, INTENSAS E COMPLEXAS COMPETIÇÃO CONCORRÊNCIA

12 ESPORTE ELEVADO RENDIMENTO ESPORTE FEDERADO TENIS JUDÔ CICLISMO ESGRIMA SÃO DISTINTOS SEUS CONTEÚDOS, GINASTICA TÊM FINS E FUNÇÕES SOCIAIS DIFERENTES GOLFE NATAÇÃO ES ATLETISMO PUNHOBOL BASQUETEBOL ESPORTE FUTEBOL PARTICIPAÇÃO PADEL HANDEBOL REMO VOLEI VELA

13 ESTRUTURA DE DESENVOLIVMENTO DO FUTEBOL DE ELITE MACROSSISTEMA Clubes Brasileiros 2,1 milhões de Jogadores registrados MICROSSISTEMA FUTEBOL ESPETÁCULO 20 CLUBES SERIE A : 0,07% 07% 698 JOGADORES 0,03% 0,024% de jovens de 0 a 19 anos. Fonte: org. br futebol - brasileiro

14 3 jogadores p/ano : 1% 0.035% UM CLUBE DO MICROSSISTEMA DO FUTEBOL DE ELITE 300 jogadores FUTEBOL PARTICIPAÇÃO j d A li õ /A jogadores Avaliações /Ano 15 jogadores : 0,2%

15 CONTROLE OFICIAL PROGRAMAS ESPORTIVOS ESPORTE FEDERADO DETECÇÃO DETECÇÃODOSDOS TALENTOS JUDÔ ESGRIMA ESPECIALIZAÇÃO ESPORTIVA ALTO NIVEL COMPETITIVO CICLISMO GINASTICA A INCESSANTE BUSCA POR TRIAGEM CONTINUADA RENDIMENTO SOBRESSALENTE GOLFE TRIUNFO ESPORTIVO TENIS NATAÇÃO HIERARQUIA ATLETISMO DISCIPLINA NORMAS RESTRITAS SUBMISSÃO DIARIA AOS FUTEBOL PADEL ESFORÇOS E AS REGRAS BASQUETEBOL HANDEBOL REMO PUNHOBOL VOLEI VELA

16 ESPORTE DE ESPETÁCULO ESPORTE ELEVADO RENDIMENTO ESPORTE FEDERADO DEVE ESTAR SEMPRE PRESENTE JUDÔ PERSEVERANÇA CICLISMO ESGRIMA GINASTICA SABER PERDER E GANHAR GOLFE FAIR PLAY NATAÇÃO TENIS ES ATLETISMO PUNHOBOL BASQUETEBOL FUTEBOL HANDEBOL ESPORTE PARTICIPAÇÃO PADEL REMO VOLEI VELA

17 FAIR PLAY Ajax e Den Haag ESPORTE FEDERADO JUDÔ CICLISMO ESGRIMA GINASTICA TENIS GOLFE NATAÇÃO BASQUETEBOL ATLETISMO PUNHOBOL FUTEBOL HANDEBOL PADEL REMO VOLEI VELA

18 0,00027% participação da população brasileira de jovens de 0 até 19 anos na equipe olímpica Esporte Espetáculo no Brasil 0,00013% participação da população brasileira i na equipe olímpica 0,00095% participação da população brasileira disputam a Série A e B no futebol brasileirosil INFLUI NOS PROCESSOS DE SOCIALIZAÇÃO E CONSTITUI UM PONTO DE REFERÊNCIA BÁSICA PARA MUITAS PESSOAS EM SEUS PROCESSOS DE IDENTIFICAÇÃO SOCIAL

19 ESPORTE PARTICIPAÇÃO PODE CONTRIBUIR PARA O DESENVOLVIMENTO DO ESPORTE ESPETÁCULO ESPORTE FEDERADO PODE INCLUIR IMPLEMENTAR PROGRAMAS ESPORTIVOS TENIS DE PARTICIPAÇÃO PARA MELHORAR A QUALIIDADE DE VIDA DE TODA A POPULAÇÃO BRASILEIRA JUDÔ CICLISMO BASQUETEBOL GOLFE ATLETISMO IMPLEMENTAR E ESGRIMA MASSIFICAR PROGRAMAS ESPORTIVOS DE PARTICIPAÇÃO GINASTICA NATAÇÃO PUNHOBOL de jovens de 0 a 19 anos. VOLEI FUTEBOL PADEL HANDEBOL REMO VELA

20 ESPORTE SAÚDE ESTUDOS PUBLICADOS - ESCOLA DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE DE STANFORD (EU - AMERICAN JOURNAL OF HUMAN BIOLOGY - SOCIEDADE BRASILEIRA DE ENDOCRINOLOGIA E METABOLOG - UNIVERSIDADE HERIOT WATT ( REINO UNIDO) - UNIVERSIDADE DE ILLINOIS (EUA) - LABORATÓRIO NACIONAL LAWRENCE BERKELEY (EUA) - UNIVERSIDADE DE HARVARD (EUA) -BRITISH JOURNAL OF CANCER -AMERICAN COLLEGE OF SPORTS MEDICINE

21 PREVINE A HIPERTENSÃO PROPORCIONA DIVERSÃO FORTALECE O CORAÇÃO AUMENTA A CAPACIDADE CARDIORESPIRATÓRIA ESTIMULA A VIDA SEXUAL VIVE MAIS DORME MELHOR DIMINUI O RISCO DE CANCER ELEVA A AUTO- ESTIMA PREVINE DAC PREVINE DIABETES DIMINUI OS SINAIS DE ENVELHECIMENTO MELHORA O FUNCIONAMENTO DO SISTEMA DIGESTIVO COMBATE A DEPRESSÃO

22 OS RESULTADOS DAS PESQUISAS REVELAM : A PRÁTICA ESPORTIVA PROMOVE O DESENVOLVIMENTO HUMANO MELHORA A QUALIDADE DE VIDA AUMENTA A EXPECTATIVA DE VIDA A CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA CONTEMPLA ESTES BENEFICIOS PARA TODOS OS CIDADÃOS ESPORTE É UM DIREITO PARA TODOS

23 ARTIGO 217 ESTABELECE É DEVER DO ESTADO FOMENTAR PRATICAS DESPORTIVAS É DEVER DO ESTADO FOMENTAR PRATICAS DESPORTIVAS FORMAIS E NÃO FORMAIS..

24 ARTIGO 217 ESTABELECE DESPORTO RESPONSABILIDADE OFICIAL ESTRUTURAS GOVERNAMENTAIS Esporte Educação Saúde Turismo

25 ARTIGO 217 ESTABELECE DESPORTO ESTRUTURAS NÃO GOVERNAMENTAIS Associações Escolas Universidades Clubes Empresas Academias

26 FINALIDADES JUDÔ CICLISMO ESGRIMA GINASTICA TENIS GOLFE NATAÇÃO EDUCAÇÃO ATLETISMO PUNHOBOL PREFORMANCE LAZER INCLUSÃO BASQUETEBOL SOCIAL RESSOCIALIZAÇÃOVOLEI SAÚDE FUTEBOL PADEL ESTÉTICA TURISMO HANDEBOL REMO VELA

27 EDUCAÇÃO PARA TODOS ATRAVÉS DO ESPORTE ARTIGO 217 ESTIMULA MASSIFICA QUALIFICA FORMAÇÃO CONTINUADA PRÁTICAS ESPORTIVAS

28 PROCESSO EDUCAÇÃO PARA O ESPORTE FUNDAMENTA OS HABITOS DE VIDA : EDUCA PARA O FUTURO NO PRAZER PELO ESFORÇO NO VALOR EDUCATIVO DOS BONS EXEMPLOS NO RESPEITO PELOS PRINCIPIOS ÉTICOS FUNDAMENTAIS

29 PROCESSO POLITICAS PÚBLICAS EDUCAÇÃO PARA O ESPORTE FORMAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DE GESTORES ESPORTIVOS - PARCERIAS PUBLICAS E PRIVADAS PARA A MASSIFICAÇÃO DE INSTALAÇÕES ESPORTIVAS ENSINO DO ESPORTE -PARCERIAS PUBLICAS E PRIVADAS PARA IMPLANTAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURAS ESPORTIVAS PARA O ESPORTE ADAPTADO PROGRAMAS DE QUALIDADE (PLANOS, PROGRAMAS E PROJETOS) GESTÃO DESPORTIVA MAIS DEMOCRATICA E TRANSPARENTE - INTERCÂMBIOS CULTURAIS E ESPORTIVOS - DESENVOLVIMENTO DE INFRA-ESTRUTURAS ESPORTIVAS NAS ESCOLAS PUBLICAS

30 O ENSINO EFICIENTE E EFICAZ DAS PRATICAS ESPORTIVAS APRENDIZAGEM TANTO DE OBEDIÊNCIA COMO DE MANDO AUTO-CONTROLE CAPACIDADE DE SACRIFICIO PERSEVERANÇA CONSCIÊNCIA CORPORAL INTERNALIZAÇÃO DE NORMAS FORMAÇÃO DO PRAZER PELA CARÁCTER RECONHECE O ÁLCOOL E AS SUPERAÇÃO RESPONSABILIDADE INDIVIDUAL DROGAS COMO EDUCAÇÃO PELO CORPO SEUS PIORES INIMIGOS RESPONSABILIDADE SOCIAL BUSCA DO APERFEIÇOAMENTO INTERIOR INICIATIVA FORMAÇÃO DA PERSONALIDADE

31 O ENSINO DAS PRATICAS ESPORTIVAS PRINCIPIOS VALORES EDUCA PARA O FUTURO ESTIMULA MASSIFICA

32 FORMAÇÃO CONTINUADA

33 FORMAÇÃO CONTINUADA ELEVA A CONDIÇÃO AFETIVA E COGNITIVA

34 FORMAÇÃO CONTINUADA PREVINE AS DOENÇAS JUDÔ CICLISMO ESGRIMA GINASTICA TENIS GOLFE NATAÇÃO BASQUETEBOL ATLETISMO PUNHOBOL FUTEBOL HANDEBOL PADEL REMO VOLEI VELA

35 FORMAÇÃO CONTINUADA PROMOVE A SAÚDE JUDÔ CICLISMO ESGRIMA GINASTICA TENIS GOLFE NATAÇÃO BASQUETEBOL ATLETISMO PUNHOBOL FUTEBOL HANDEBOL PADEL REMO VOLEI VELA

36 FORMAÇÃO CONTINUADA ESTIMULA A INCLUSÃO SOCIAL

37 FORMAÇÃO CONTINUADA DESENVOLVE A CONDIÇÃO FÍSICA PARA AS AVD JUDÔ CICLISMO ESGRIMA GINASTICA TENIS GOLFE NATAÇÃO BASQUETEBOL ATLETISMO PUNHOBOL FUTEBOL HANDEBOL PADEL REMO VOLEI VELA

38 FORMAÇÃO CONTINUADA ESTIMULA OS RELACIONAMENTOS SOCIAIS JUDÔ CICLISMO ESGRIMA GINASTICA TENIS GOLFE NATAÇÃO BASQUETEBOL ATLETISMO PUNHOBOL FUTEBOL HANDEBOL PADEL REMO VOLEI VELA

39 FORMAÇÃO CONTINUADA JUDÔ ESGRIMA AUMENTA A EXPECTATIVA DE CICLISMO GINASTICA VIDA COM QUALIDADE TENIS GOLFE NATAÇÃO BASQUETEBOL ATLETISMO PUNHOBOL FUTEBOL HANDEBOL PADEL REMO VOLEI VELA

40 De pouco nos servira uma prática esportiva continuada se faltar conhecimento dos princípios i que MUITO orientam OBRIGADO esta prática e dos! valores que estão presentes em todos os princípios.

APRENDER A APRENDER EDUCAÇÃO FÍSICA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES HOJE EU APRENDI. AULA: 11.2 Conteúdo: Formas de praticar futebol

APRENDER A APRENDER EDUCAÇÃO FÍSICA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES HOJE EU APRENDI. AULA: 11.2 Conteúdo: Formas de praticar futebol AULA: 11.2 Conteúdo: Formas de praticar futebol AULA: 11.2 Habilidades: Compreender as diferenças entre os esportes: educacional, de rendimento e de participação As dimensões sociais do esporte: Forma

Leia mais

REGULAMENTO GERAL OLIMPÍADA ESCOLAR DE NOVO HAMBURGO 2012

REGULAMENTO GERAL OLIMPÍADA ESCOLAR DE NOVO HAMBURGO 2012 REGULAMENTO GERAL OLIMPÍADA ESCOLAR DE NOVO HAMBURGO 2012 OBJETIVO GERAL Formação para o pleno exercício da cidadania de crianças e adolescentes por meio do esporte. CAPÍTULO I DA FINALIDADE DO EVENTO

Leia mais

Centro Paraolímpico Brasileiro, em São Paulo, é legado do Rio 2016 para os esportes adaptados

Centro Paraolímpico Brasileiro, em São Paulo, é legado do Rio 2016 para os esportes adaptados Centro Paraolímpico Brasileiro, em São Paulo, é legado do Rio 2016 para os esportes adaptados Governo federal e governo do Estado de São Paulo constroem o maior legado dos Jogos Paraolímpicos de 2016 para

Leia mais

ATUAÇÃO DO PROFISSIONAL EM SAÚDE OCUPACIONAL E GINÁSTICA LABORAL O

ATUAÇÃO DO PROFISSIONAL EM SAÚDE OCUPACIONAL E GINÁSTICA LABORAL O Educação Física A profissão de Educação Física é caracterizada por ter um vasto campo de atuação profissional, tendo um leque com várias opções para realização das atividades pertinentes ao Educador Físico.

Leia mais

salto em distância. Os resultados tiveram diferenças bem significativas.

salto em distância. Os resultados tiveram diferenças bem significativas. 1 Análise de comparação dos resultados dos alunos/atletas do Atletismo, categoria infanto, nos Jogos Escolares Brasiliense & Olimpíadas Escolares Brasileira. Autora: Betânia Pereira Feitosa Orientador:

Leia mais

SÃO PAULO, DEZEMBRO 2014

SÃO PAULO, DEZEMBRO 2014 SÃO PAULO, DEZEMBRO 2014 Objetivo e público Programa para incentivar a prática esportiva nas escolas, democratizar o acesso ao esporte, desenvolver e difundir valores olímpicos e paraolímpicos entre estudantes

Leia mais

Políticas para o Esporte de Alto Rendimento. Ricardo Leyser Secretário Nacional de Esporte de Alto Rendimento

Políticas para o Esporte de Alto Rendimento. Ricardo Leyser Secretário Nacional de Esporte de Alto Rendimento Políticas para o Esporte de Alto Rendimento Ricardo Leyser Secretário Nacional de Esporte de Alto Rendimento Oportunidade histórica III Conferência Nacional do Esporte Junho de 2010: Por Um Time Chamado

Leia mais

Capacitação Gerencial PST

Capacitação Gerencial PST Capacitação Gerencial PST Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social SNELIS Ministério do Esporte Direito Social É dever do estado fomentar práticas desportivas formais e não formais:

Leia mais

Esporte, Paz e Desenvolvimento Humano

Esporte, Paz e Desenvolvimento Humano Encontro de Capacitação Programa Segundo Tempo Esporte, Paz e Desenvolvimento Humano Brasília, 12 de abril de 2007 O Esporte no contexto das ações da UNESCO A ONU incumbiu a UNESCO de coordenar o tratamento

Leia mais

Esporte na Educação. Maria Alice Zimmermann

Esporte na Educação. Maria Alice Zimmermann Esporte na Educação Olimpismo O Olimpismo é uma filosofia de vida que defende a formação de uma consciência pacifista, democrática, humanitária, cultural e ecológica por meio da prática esportiva. COB

Leia mais

柔 道 パウリスタ. Informações sobre valores, favorecidos e contratantes de convênios e pagamentos relativos aos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016:

柔 道 パウリスタ. Informações sobre valores, favorecidos e contratantes de convênios e pagamentos relativos aos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016: Informações sobre valores, favorecidos e contratantes de convênios e pagamentos relativos aos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016: Convênios Número do Convênio SIAFI: 755940 Situação: Aguardando Prestação

Leia mais

ILUSTRES PARTICIPANTES DO FÓRUM EM CIÊNCIAS

ILUSTRES PARTICIPANTES DO FÓRUM EM CIÊNCIAS DISCURSO PRONUNCIADO POR SUA EXCELÊNCIA JOSÉ EDUARDO DOS SANTOS, PRESIDENTE DA REPÚBLICA DE ANGOLA, NA SESSÃO DE ENCERRAMENTO DO FÓRUM EM CIÊNCIAS DO DESPORTO APLICADAS AO FUTEBOL Luanda, 29 de Agosto

Leia mais

VI Seminário de Educação Inclusiva Direito à Diversidade ESPORTE ADAPTADO Ana Leonídia Soares Prof. Educação Física analeonsoares@bol.com.

VI Seminário de Educação Inclusiva Direito à Diversidade ESPORTE ADAPTADO Ana Leonídia Soares Prof. Educação Física analeonsoares@bol.com. VI Seminário de Educação Inclusiva Direito à Diversidade ESPORTE ADAPTADO Ana Leonídia Soares Prof. Educação Física analeonsoares@bol.com.br Quem somos? Onde estamos? Pessoa com deficiência; quase ¼ da

Leia mais

Conteúdo Estruturante Conteúdos Básicos Conteúdos Específicos Enc. Metodológico Avaliação e Recuperação

Conteúdo Estruturante Conteúdos Básicos Conteúdos Específicos Enc. Metodológico Avaliação e Recuperação COLÉGIO ESTADUAL CRISTO REI ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO Rua das Ameixeiras, 119 Núcleo Cristo Rei Fone/Fax: 0xx42 3624 3095 CEP 85060-160 Guarapuava Paraná grpcristorei@seed.pr.gov.br SÉRIES: 1º A/ B/C/

Leia mais

Ricardo Leyser Secretário Nacional de Esporte de Alto Rendimento

Ricardo Leyser Secretário Nacional de Esporte de Alto Rendimento Ricardo Leyser Secretário Nacional de Esporte de Alto Rendimento Maior programa de infraestrutura para iniciação à prática esportiva PAC 2 Equipamento multiuso para identificação de talentos e formação

Leia mais

Histórico de Medalhas e Modalidades Paralímpicas - Portugal

Histórico de Medalhas e Modalidades Paralímpicas - Portugal Histórico de Medalhas e Modalidades Paralímpicas - Portugal Igualdade, Inclusão & Excelência Desportiva Departamento Técnico, Fevereiro de Índice Introdução... Medalhas... Gráficos de Medalhas... Atletas

Leia mais

Carta Internacional da Educação Física e do Esporte da UNESCO

Carta Internacional da Educação Física e do Esporte da UNESCO Carta Internacional da Educação Física e do Esporte da UNESCO 21 de novembro de 1978 SHS/2012/PI/H/1 Preâmbulo A Conferência Geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura,

Leia mais

LEGADO DAS OLIMPÍADAS DE LONDRES

LEGADO DAS OLIMPÍADAS DE LONDRES LEGADO DAS OLIMPÍADAS DE LONDRES Londres apresentou a proposta de legado para o esporte para o Reino Unido na sua candidatura para sede olímpica de 2012. Dois grandes projetos para esporte participação

Leia mais

CONTEÚDOS REFERENCIAIS PARA O ENSINO MÉDIO

CONTEÚDOS REFERENCIAIS PARA O ENSINO MÉDIO CONTEÚDOS REFERENCIAIS PARA O ENSINO MÉDIO Área de Conhecimento: Linguagens Componente Curricular: Educação Física Ementa A Educação Física no Ensino Médio tratará da cultura corporal, sistematicamente

Leia mais

CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA (bacharelado)

CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA (bacharelado) CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA (bacharelado) Missão Sua missão é tornar-se referência na formação de profissionais para atuar nos diferentes segmentos humanos e sociais, considerando a atividade física e promoção

Leia mais

Proposta Comercial. Depto. de Marketing 01/Abr/10

Proposta Comercial. Depto. de Marketing 01/Abr/10 Proposta Comercial Depto. de Marketing 01/Abr/10 16/Jun/10 A REDE RECORD e a RECORD NEWS oferecem ao Mercado Publicitário o patrocínio dos Jogos Olímpicos de Verão da Juventude, que acontecerão em CINGAPURA.

Leia mais

BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 1º SEMESTRE MATUTINO

BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 1º SEMESTRE MATUTINO BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 1º SEMESTRE MATUTINO ANTROPOLOGIA E SOCIEDADE C B E A D A A D C C FILOSOFIA E ÉTICA D E E A C B D D B C HISTÓRIA DA CULTURA INDIGENA AFRO BRASILEIRA A B E A A D D E B D LEITURA

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA. COORDENADORA Maria Aparecida Cordeiro Sperancini speranci@ufv.br

EDUCAÇÃO FÍSICA. COORDENADORA Maria Aparecida Cordeiro Sperancini speranci@ufv.br EDUCAÇÃO FÍSICA COORDENADORA Maria Aparecida Cordeiro Sperancini speranci@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2009 133 Bacharelado ATUAÇÃO A formação do Bacharel em Educação Física concentra-se na área não-

Leia mais

Experimentação Esportiva

Experimentação Esportiva Experimentação Esportiva Aula 3 A categorização dos esportes Olímpicos e Rio 2016 Versão 1.0 Objetivos 1 Compreender a categorização dos esportes Olímpicos e por similaridade de movimentos, ações ou local

Leia mais

FORMAS DE CONTRIBUIÇÃO. O presente anteprojeto de proposta está estruturado a partir de três níveis de organização.

FORMAS DE CONTRIBUIÇÃO. O presente anteprojeto de proposta está estruturado a partir de três níveis de organização. FORMAS DE CONTRIBUIÇÃO O presente anteprojeto de proposta está estruturado a partir de três níveis de organização. O primeiro deles se refere aos eixos norteadores da política. Este nível compreende os

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCB UFV EDUCAÇÃO FÍSICA. COORDENADORA DO CURSO EDUCAÇÃO FÍSICA Maria Aparecida Cordeiro Sperancini speranci@ufv.

Currículos dos Cursos do CCB UFV EDUCAÇÃO FÍSICA. COORDENADORA DO CURSO EDUCAÇÃO FÍSICA Maria Aparecida Cordeiro Sperancini speranci@ufv. 88 Currículos dos Cursos do CCB UFV EDUCAÇÃO FÍSICA COORDENADORA DO CURSO EDUCAÇÃO FÍSICA Maria Aparecida Cordeiro Sperancini speranci@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2002 89 Bacharelado ATUAÇÃO A formação

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Humano pelo Esporte CURSO DE DIFUSÃO ESPORTE, COMPETIÇÃO E DESENVOLVIMENTO HUMANO

Programa de Desenvolvimento Humano pelo Esporte CURSO DE DIFUSÃO ESPORTE, COMPETIÇÃO E DESENVOLVIMENTO HUMANO Programa de Desenvolvimento Humano pelo Esporte CURSO DE DIFUSÃO ESPORTE, COMPETIÇÃO E DESENVOLVIMENTO HUMANO GPA AUDAX ESPORTE CLUBE Formando craques em todas as posições da vida Números do Futebol Brasileiro

Leia mais

Resoluções sobre Financiamento das três edições da Conferência Nacional do Esporte

Resoluções sobre Financiamento das três edições da Conferência Nacional do Esporte SEMINÁRIO NACIONAL DO ESPORTE EM CONSTRUÇÃO: SISTEMAS PÚBLICOS NACIONAIS E MODELOS ESPORTIVOS INTERNACIONAIS Resoluções sobre Financiamento das três edições da Conferência Nacional do Esporte Prof. Dr.

Leia mais

Ciclo de Vida das atividades esportivas nos clubes da implantação ao encerramento Case Esperia: Reestruturação de atividade esportiva

Ciclo de Vida das atividades esportivas nos clubes da implantação ao encerramento Case Esperia: Reestruturação de atividade esportiva Ciclo de Vida das atividades esportivas nos clubes da implantação ao encerramento Case Esperia: Reestruturação de atividade esportiva O PIDE - Programa de Iniciação Desportiva do Clube Esperia foi criado

Leia mais

Secretaria Nacional de Esporte, Educação, lazer e Inclusão Social Ações Estratégicas e Desafios. Profa. Andréa Ewerton Diretora- SNELIS- ME

Secretaria Nacional de Esporte, Educação, lazer e Inclusão Social Ações Estratégicas e Desafios. Profa. Andréa Ewerton Diretora- SNELIS- ME Secretaria Nacional de Esporte, Educação, lazer e Inclusão Social Ações Estratégicas e Desafios Profa. Andréa Ewerton Diretora- SNELIS- ME POLÍTICA NACIONAL DO ESPORTE Resolução 05/2005 CNE PRINCÍPIOS

Leia mais

ACADEMIA SPORTING POLÍTICAS EDUCATIVAS E SOCIAIS NO DESPORTO. Um projecto de uma Escola de Formação Desportiva. Setúbal, 28 de Janeiro de 2005

ACADEMIA SPORTING POLÍTICAS EDUCATIVAS E SOCIAIS NO DESPORTO. Um projecto de uma Escola de Formação Desportiva. Setúbal, 28 de Janeiro de 2005 POLÍTICAS EDUCATIVAS E SOCIAIS NO DESPORTO Pedro Mil-Homens Santos Setúbal, 28 de Janeiro de 2005 ACADEMIA SPORTING Um projecto de uma de Formação Desportiva Sumário Introdução Missão e Organização Recrutamento

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR Página 1/3 CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA - GRADUAÇÃO - BACHAREL GRADE: INGRESSANTES 2015/1

MATRIZ CURRICULAR Página 1/3 CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA - GRADUAÇÃO - BACHAREL GRADE: INGRESSANTES 2015/1 Página 1/3 Período: 1 ANATOMIA DO MOVIMENTO I 72 CRESCIMENTO, DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA 36 ENADE INGRESSANTE 0 GINÁSTICA E SAÚDE I 36 HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO FÍSICA E DO ESPORTE I 36 PRÁTICA DE

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS DELIBERAÇÃO Nº 385, DE 11 DE DEZEMBRO DE 2009. O DA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO, tendo em vista a decisão tomada em sua 240ª Reunião Extraordinária, realizada em 11 de dezembro de 2009,

Leia mais

LAZER, EDUCAÇÃO FÍSICA E FORMAÇÃO DESPORTIVA. MSc. Paulo José dos Santos de Morais

LAZER, EDUCAÇÃO FÍSICA E FORMAÇÃO DESPORTIVA. MSc. Paulo José dos Santos de Morais LAZER, EDUCAÇÃO FÍSICA E FORMAÇÃO DESPORTIVA MSc. Paulo José dos Santos de Morais LAZER, EDUCAÇÃO FÍSICA E FORMAÇÃO DESPORTIVA. Lazer Grande variedade de ações e atuações humanas nos mais diversificados

Leia mais

Prof. Reginaldo Teixeira Rosa

Prof. Reginaldo Teixeira Rosa Prof. Reginaldo Teixeira Rosa APRESENTAÇÃO PESSOAL Professor de Educação Física - Licenciatura Plena - FEFISA - 83; Especialização (apostila) Basquetebol e Psicomotricidade - 84; Administração Esportiva

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO FÍSICA Apresentação e contextualização da Educação Física e da cultura universitária em geral; Discussão

Leia mais

Campeonato de Portugal Cross Longo. Atletas à procura de qualificação para o Campeonato da Europa

Campeonato de Portugal Cross Longo. Atletas à procura de qualificação para o Campeonato da Europa Campeonato de Portugal Cross Longo Atletas à procura de qualificação para o Campeonato da Europa No próximo dia 10 de Fevereiro, Gouveia vai receber o "Campeonato de Portugal Cross Longo. A prova terá

Leia mais

Serviço Social do Comércio São Paulo Brasil. A atuação do SESC SP na área esportiva e Esporte para Todos, incluindo publicações.

Serviço Social do Comércio São Paulo Brasil. A atuação do SESC SP na área esportiva e Esporte para Todos, incluindo publicações. Serviço Social do Comércio São Paulo Brasil A atuação do SESC SP na área esportiva e Esporte para Todos, incluindo publicações. SESC São Paulo Instituição de caráter privado, sem fins lucrativos. Criado

Leia mais

Proposta de projetos para o desenvolvimento do remo nacional Autor: Gustavo Maia Atualizado em: 27/03/2015

Proposta de projetos para o desenvolvimento do remo nacional Autor: Gustavo Maia Atualizado em: 27/03/2015 P1. Implantação e manutenção de unidades gerenciais na CBR Aumentar o nível de maturidade gerencial da CBR A melhoria do gerenciamento da CBR causará impacto positivo em todas as partes interessadas Captação

Leia mais

Crianças e jovens, de 09 até 17 anos de idade, participam de Escolinha e das Equipes nas competições oficiais.

Crianças e jovens, de 09 até 17 anos de idade, participam de Escolinha e das Equipes nas competições oficiais. ABIG / JEQUIÁ BASQUETE * Localizado na Ilha do Governador * Há 40 anos participando das competições de Basquete no Estado do Rio de Janeiro * Equipes participando de 5 categorias nesta temporada Crianças

Leia mais

Experimentação Esportiva

Experimentação Esportiva Experimentação Esportiva Aula 2 O Movimento e o Rio 2016 Versão 1.0 Objetivos 1 Analisar o desenvolvimento e o amadurecimento dos aspectos motores. 2 Relacionar os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs)

Leia mais

EXERCÍCIO FÍSICO SEGURANÇA E BEM ESTAR

EXERCÍCIO FÍSICO SEGURANÇA E BEM ESTAR EXERCÍCIO FÍSICO SEGURANÇA E BEM ESTAR VINHAIS FEVEREIRO 2006 Berta Nunes SEDENTARISMO UM PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA O Sedentarismo e a obesidade são os principais factores de risco para várias doenças

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE LORENA

PREFEITURA MUNICIPAL DE LORENA PREFEITURA MUNICIPAL DE LORENA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROJETO JUDÔ NA ESCOLA: A SALA DE AULA E O TATAME Projeto: Domingos Sávio Aquino Fortes Professor da Rede Municipal de Lorena Semeie um pensamento,

Leia mais

O Financiamento das Federações: Estratégias de Inovação

O Financiamento das Federações: Estratégias de Inovação O Financiamento das Federações: Estratégias de Inovação Abel.Correia@fmh.utl.pt Marketing e Gestão do Desporto Faculdade de Motricidade Humana Congresso do Desporto Lisboa, 3 de Fevereiro de 2006 1 Porque

Leia mais

XADREZ: uma ferramenta para a inclusão resultados preliminares

XADREZ: uma ferramenta para a inclusão resultados preliminares XADREZ: uma ferramenta para a inclusão resultados preliminares Tayla Kuhnen 1 ; Sara Cristina Stacheski Martins 2 ; Tiago Martins da Silva 3 ; Marcelo Eger Sibert 4 ; Marines Dias Gonçalves 5 INTRODUÇÃO

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional O Serviço Social do Transporte (SEST) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SENAT) são entidades civis sem fins lucrativos criadas em 14 de setembro de 1993, pela

Leia mais

Niklis. A Estratégia Clube, é uma Empresa do Grupo Chebatt &

Niklis. A Estratégia Clube, é uma Empresa do Grupo Chebatt & A Estratégia Clube, é uma Empresa do Grupo Chebatt & Niklis especializado em Eventos Esportivos, Eventos Corporativos, Atividades Físicas, Lazer e Entretenimento. Sempre buscando a excelência sob todos

Leia mais

Programa Atleta Cidadão

Programa Atleta Cidadão Programa Atleta Cidadão 1 Índice I. Identificação... 3 II. Carta de apresentação... 3 III. Nome do Programa... 3 IV. Objetivo Geral... 3 V. Objetivos Específicos... 4 VI. Justificativa... 4 VII. Relevância

Leia mais

SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA PÚBLICA

SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA PÚBLICA SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA PÚBLICA 2 Caixa, patrimônio dos brasileiros. Caixa 100% pública! O processo de abertura do capital da Caixa Econômica Federal não interessa aos trabalhadores e à população

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA MISSÃO DO CURSO O Curso de Licenciatura em Educação Física do Centro Universitário Estácio Radial de São Paulo busca preencher

Leia mais

TRANSFORMANDO O RIO! ADVANCING ENTREPRENEURSHIP AND INNOVATION 04/11/2013 1/31

TRANSFORMANDO O RIO! ADVANCING ENTREPRENEURSHIP AND INNOVATION 04/11/2013 1/31 TRANSFORMANDO O RIO! ADVANCING ENTREPRENEURSHIP AND INNOVATION 04/11/2013 1/31 QUEM SOMOS Empresa pública, vinculada ao gabinete do Prefeito; Criada em agosto de 2011 para coordenar os projetos da Prefeitura

Leia mais

LEI PAULISTA DE INCENTIVO AO ESPORTE PIE PROGRAMA DE INCENTIVO AO ESPORTE DECRETO 55.636/2010

LEI PAULISTA DE INCENTIVO AO ESPORTE PIE PROGRAMA DE INCENTIVO AO ESPORTE DECRETO 55.636/2010 LEI PAULISTA DE INCENTIVO AO ESPORTE PIE PROGRAMA DE INCENTIVO AO ESPORTE DECRETO 55.636/2010 ESCOLA DE Pedal Batatais Histórico da Entidade e Descritivo de Atividades Fundada em 1999 por JOSÈ REGINALDO

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO 1. ª SÉRIE CÓDIGO DISCIPLINAS TEOR PRAT CHA PRÉ-REQUISITO 99-7233-02

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO 1. ª SÉRIE CÓDIGO DISCIPLINAS TEOR PRAT CHA PRÉ-REQUISITO 99-7233-02 MATRIZ CURRICULAR Curso: Graduação: Regime: Duração: EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA SERIADO ANUAL - MATUTINO/NOTURNO 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL - MÍNIMO = 04 (QUATRO) ANOS LETIVOS

Leia mais

Número de cadastro do proponente: 02SP026432008. São Carlos Clube de Natação

Número de cadastro do proponente: 02SP026432008. São Carlos Clube de Natação Número de cadastro do proponente: 02SP026432008 São Carlos Clube de Natação SÃO CARLOS CLUBE O São Carlos Clube é um dos clubes mais tradicionais do interior do estado de São Paulo fundado em 1944. A história

Leia mais

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA BACHAELADO (Currículo de início em 2015)

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA BACHAELADO (Currículo de início em 2015) EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA BACHAELADO (Currículo de início em 2015) ANATOMIA HUMANA C/H 102 Estudo da estrutura e função dos órgãos em seus respectivos sistemas no corpo humano,

Leia mais

MAPA DA ILHA DE SANTIAGO/ CONCELHO DE SÃO LOURENÇO DOS ÓRGAOS

MAPA DA ILHA DE SANTIAGO/ CONCELHO DE SÃO LOURENÇO DOS ÓRGAOS MAPA DA ILHA DE SANTIAGO/ CONCELHO DE SÃO LOURENÇO DOS ÓRGAOS Anexo nº 1 Anexo nº 2 MAPA DO CONCELHO DE SÃO LOURENÇO DOS ÓRGAOS Trabalho do fim de Curso de Bacharelato em Educação Física Este questionário

Leia mais

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA BACHARELADO (Currículo de início em 2015)

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA BACHARELADO (Currículo de início em 2015) EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA BACHARELADO (Currículo de início em 2015) ANATOMIA HUMANA C/H 102 3248 Estudo da estrutura e função dos órgãos em seus respectivos sistemas no corpo

Leia mais

UNIVERSIDADE DO CONTESTADO UnC Curso de Educação Física

UNIVERSIDADE DO CONTESTADO UnC Curso de Educação Física EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS Disciplina: BIOLOGIA Características gerais dos seres vivos. Química da célula. Citologia. Microscopia. Divisão celular. Formas de reprodução. Histologia. Disciplina: ANATOMIA

Leia mais

T E M E X E, G U R I!

T E M E X E, G U R I! APRESENTAÇÃO DA ENTIDADE T E M E E, G U R I! A Associação Santa Cruz do Sul Chacais, entidade sem fins lucrativos e com foco na pratica esportiva, inscrita no CNPJ sob o n 13.631.001/0001-86, registrada

Leia mais

TRANSFORMA JULIO BUENO

TRANSFORMA JULIO BUENO TRANSFORMA JULIO BUENO UM CLUBE VENCEDOR FORMADO POR APAIXONADOS ENTRA COM TUDO NA BRIGA PELO BRASIL OLÍMPICO A contribuição do Fluminense para o Coração Olímpico de todos os Brasileiros PROPOSTA. Implementação

Leia mais

PLANEAMENTO DO TREINO: DA FORMAÇÃO AO ALTO RENDIMENTO

PLANEAMENTO DO TREINO: DA FORMAÇÃO AO ALTO RENDIMENTO PLANEAMENTO DO TREINO: DA FORMAÇÃO AO ALTO RENDIMENTO António Vasconcelos Raposo Treinador de Mérito de Natação Pura Desportiva Formador da Solidariedade Olímpica Internacional Formador FINA Formador da

Leia mais

FP 108501 FUNDAMENTOS DA GINÁSTICA

FP 108501 FUNDAMENTOS DA GINÁSTICA Ementas das Disciplinas de Educação Física Estão relacionadas abaixo, as ementas e a bibliografia dos diferentes eixos curriculares do Curso, identificadas conforme os ciclos de formação: Ciclo de Formação

Leia mais

Gestão e Marketing Esportivo. Prof. José Carlos Brunoro

Gestão e Marketing Esportivo. Prof. José Carlos Brunoro Gestão e Marketing Esportivo Prof. José Carlos Brunoro O Sucesso depende de 3 pontos importantes 1. CONHECIMENTO 2. LIDERANÇA 3. CONDUTA PESSOAL 1 CONHECIMENTO Estudo Constante Aprender com todos Idioma

Leia mais

O desafio da Integração de Políticas Esportivas. Eduardo Augusto Carreiro SESI-SP

O desafio da Integração de Políticas Esportivas. Eduardo Augusto Carreiro SESI-SP O desafio da Integração de Políticas Esportivas Eduardo Augusto Carreiro SESI-SP 1. Base de investimento do esporte no Brasil Investimento x Produção (numero de participantes) 2. Sistema federações/confederações

Leia mais

DIRETRIZES GERAIS PARA UM PLANO DE GOVERNO

DIRETRIZES GERAIS PARA UM PLANO DE GOVERNO DIRETRIZES GERAIS PARA UM PLANO DE GOVERNO Ações de Inclusão Social e de Combate à Pobreza Modelo Próprio de Desenvolvimento Infra-estrutura para o Desenvolvimento Descentralizado Transparência na Gestão

Leia mais

Financiamento ao Movimento Associativo Desporto Federado 2013. 6 junho de 2013 Auditório do Centro de Medicina Desportiva de Lisboa

Financiamento ao Movimento Associativo Desporto Federado 2013. 6 junho de 2013 Auditório do Centro de Medicina Desportiva de Lisboa Agenda Financiamento ao Movimento Associativo I Enquadramento 2011 2013 II Orçamento retificativo 2013 III Apoios Pagos 2013 (até 31 maio) IV Perspetivas 2014 a Financiamento ao Movimento Associativo I

Leia mais

LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA - FAPEPE

LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA - FAPEPE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA - FAPEPE APRESENTAÇÃO DO CURSO O curso de licenciatura em Educação Física da FAPEPE tem como objetivo formar profissionais que estejam aptos a atuarem no contexto escolar,

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE GOVERNO DA PROVÍNCIA DE MAPUTO DIRECÇÃO PROVINCIAL DA JUVENTUDE E DESPORTOS DE MAPUTO 5. Realizações da instituição, Planos da Instituição e Serviços prestados ao Publico 5.1 NO

Leia mais

PROGRAMA ESPORTIVO PARA ASSOCIADOS

PROGRAMA ESPORTIVO PARA ASSOCIADOS FÓRUM NACIONAL DE GESTORES E PROFISSIONAIS DE CLUBES PROGRAMA ESPORTIVO PARA ASSOCIADOS DE CLUBES DE ESPECTADOR A PRINCIPAL ATOR CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CLUBES Palestrante: ROBERTO LIBARDI Administrador

Leia mais

EIXOS DA POLÍTICA PÚBLICA DO ESPORTE PARA JUVENTUDE

EIXOS DA POLÍTICA PÚBLICA DO ESPORTE PARA JUVENTUDE MINISTÉRIO DO ESPORTE EIXOS DA POLÍTICA PÚBLICA DO ESPORTE PARA JUVENTUDE APOLINÁRIO REBELO DANIELLE FERMIANO DOS SANTOS GRUNEICH Representantes do Ministério do Esporte no CONJUVE Marco no Governo Lula:

Leia mais

MECENATO DESPORTIVO FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE NATAÇÃO

MECENATO DESPORTIVO FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE NATAÇÃO FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE NATAÇÃO O QUE É? Mecenas são as pessoas singulares ou colectivas que apoiam, através da concessão de donativos, entidades públicas ou privadas que exerçam acções relevantes para

Leia mais

Incidência em políticas públicas: ampliando as possibilidades. Rafael Gioielli Instituto Votorantim / Brasil

Incidência em políticas públicas: ampliando as possibilidades. Rafael Gioielli Instituto Votorantim / Brasil Incidência em políticas públicas: ampliando as possibilidades Rafael Gioielli Instituto Votorantim / Brasil Políticas públicas e Investimento Social Privado MODELO MAIS COMUM MODELO ALTERNATIVO ISP INFLUENCIAR

Leia mais

Transformação. social e marketing. Globo: Projeto Esporte-Educa. Carlos Veloso V EMEPRO

Transformação. social e marketing. Globo: Projeto Esporte-Educa. Carlos Veloso V EMEPRO Transformação social e marketing esportivo podem caminhar juntos? A visão das Organizações Globo: Projeto Esporte-Educa Educação Carlos Veloso V EMEPRO Viçosa osa/mg, 1º 1 de maio de 2009 Conceitos-chave

Leia mais

Estrutura empresarial e Controle de Qualidade da Presidência ao Nível Técnico;

Estrutura empresarial e Controle de Qualidade da Presidência ao Nível Técnico; Estrutura empresarial e Controle de Qualidade da Presidência ao Nível Técnico; Geraldo José Piancó Junior _ Rio de Janeiro - Brasil 1. O Contexto O Futebol alcançou no mundo moderno o "status" de maior

Leia mais

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSUNTOS JURÍDICOS

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSUNTOS JURÍDICOS LEI Nº 2.073, DE 30 DE JULHO DE 2014. **Altera a Lei Ordinária nº 2.021, de 8 de Janeiro de 2014. Altera a Lei 2.021, de 08 de janeiro de 2014, que dispõe sobre o Plano Plurianual PPA 2014-2017, na forma

Leia mais

O Sistema de Localização do Praticante Desportivo

O Sistema de Localização do Praticante Desportivo O Sistema de Localização do Praticante Desportivo Programa Mundial Antidopagem Agência Mundial Antidopagem (AMA) Programa Mundial Antidopagem A Agência Mundial Antidopagem foi fundada em 1999, como organismo

Leia mais

Gerência de Articulação Institucional

Gerência de Articulação Institucional Gerência de Articulação Institucional Rio sediará a 1ª Olimpíada da América do Sul. Geração de R$ 100 bilhões em riquezas no País. Copa das Confederações 2013 e Copa do Mundo 2014 => novos investimentos

Leia mais

PLANO DE EDUCAÇÃO DA CIDADE DE SÃO PAULO: processo, participação e desafios. Seminário dos/as Trabalhadores/as da Educação Sindsep 24/09/2015

PLANO DE EDUCAÇÃO DA CIDADE DE SÃO PAULO: processo, participação e desafios. Seminário dos/as Trabalhadores/as da Educação Sindsep 24/09/2015 PLANO DE EDUCAÇÃO DA CIDADE DE SÃO PAULO: processo, participação e desafios Seminário dos/as Trabalhadores/as da Educação Sindsep 24/09/2015 Ação Educativa Organização não governamental fundada por um

Leia mais

Modelos do Esporte na Espanha

Modelos do Esporte na Espanha Modelos do Esporte na Espanha Xavier Iglesias, Rafael Tarragó Instituto Nacional de Educação Física da Catalunha (Universidade de Barcelona) Nas últimas décadas, os Jogos Olímpicos e os grandes eventos

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO PROFESSOR DE ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO Edital 21/2015 Campus Rio Pomba FOLHA DE PROVA

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO PROFESSOR DE ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO Edital 21/2015 Campus Rio Pomba FOLHA DE PROVA Tema 01: METODOLOGIA DO ENSINO DOS ESPORTES INDIVIDUAIS E COLETIVOS O ensino de esportes coletivos na Educação Física escolar deve ser balizado em princípios pedagógicos importantes como a diversidade,

Leia mais

APO AUTORIDADE PÚBLICA OLÍMPICA

APO AUTORIDADE PÚBLICA OLÍMPICA RIO + 20 Estratégias e Ações sobre Resíduos para Cidades Sustentáveis Rio de Janeiro, 22 de junho de 2012 Rio: Oportunidades e Desafios para o Desenvolvimento Sustentável DESENVOLVIMENTO ALIADO À CONSERVAÇÃO

Leia mais

Palavras-chave: Escola, Educação Física, Legitimidade e cultura corporal.

Palavras-chave: Escola, Educação Física, Legitimidade e cultura corporal. A ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO DA EDUCAÇÃO FÍSICA NA ESCOLA MUNICIPAL RECANTO DO BOSQUE: LIMITES E POSSIBILIDADES PARA UMA INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA A PARTIR DO SUBPROJETO DA EDUCAÇÃO FÍSICA DA ESEFFEGO/UEG.

Leia mais

Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF Centro de Gestão do Conhecimento Organizacional - CGCO Sistema Integrado de Gestão Acadêmica - SIGA

Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF Centro de Gestão do Conhecimento Organizacional - CGCO Sistema Integrado de Gestão Acadêmica - SIGA 1 MOR040 ANATOMIA HUMANA BÁSICA 1 MOR016 MOR012 2 MOR540 ANATOMIA HUMANA BÁSICA - PRÁTICA 1 MOR516 MOR512 3 BIO101 BIOLOGIA CELULAR 1 4 GAC01 EXPRESSÃO RÍTMICA E CORPORAL 1 5 DEP051 HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO

Leia mais

Ministério do Esporte

Ministério do Esporte A CULTURA CORPORAL DO MOVIMENTO HUMANO E O ESPORTE EDUCACIONAL Ministério do Esporte OBJETIVOS: 1. Reivindicar e demarcar as fronteiras da cultura corporal do movimento humano (CCMH) como um espaço próprio

Leia mais

SÃO BERNARDO DO CAMPO

SÃO BERNARDO DO CAMPO 1 PPA Participativo 2014-2017 Prestação de Contas O PPA Participativo 2014-2017 em números 21 plenárias 13.471 participantes 200 grupos de trabalho 400 diretrizes 55 programas e ações R$ 18,6 bilhões 3

Leia mais

A coerência dos normativos com as reais necessidades do desporto português. Albino Maria

A coerência dos normativos com as reais necessidades do desporto português. Albino Maria A coerência dos normativos com as reais necessidades do desporto português Albino Maria O ASSOCIATIVISMO NOS DIAS DE HOJE DO MODELO DE EXCLUSÃO AO MODELO DE INCLUSÃO DO LEMA MAIS FORTE, MAIS ALTO, MAIS

Leia mais

V Encontro Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares

V Encontro Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares V Encontro Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares: uma política de apoio à gestão educacional Clélia Mara Santos Coordenadora-Geral

Leia mais

Comitê Olímpico Brasileiro Planejamento Estratégico Rio 2016

Comitê Olímpico Brasileiro Planejamento Estratégico Rio 2016 Comitê Olímpico Brasileiro Planejamento Estratégico Rio 2016 Meta - O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) trabalha pela transformação e manutenção do Brasil em uma potência olímpica, e a participação nos

Leia mais

Proposta de ações para elaboração do. Plano Estadual da Pessoa com Deficiência;

Proposta de ações para elaboração do. Plano Estadual da Pessoa com Deficiência; 1 Proposta de ações para elaboração do Plano Estadual da Pessoa com Deficiência Objetivo Geral: Contribuir para a implementação das diretrizes e metas na garantia de direitos às pessoas com deficiência

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA ENSINO MÉDIO INTRODUCÃO

PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA ENSINO MÉDIO INTRODUCÃO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA ENSINO MÉDIO Docente: André Luiz Sponhardi ANO:2013 INTRODUCÃO Há muitos benefícios provenientes das aulas de educação física para os alunos

Leia mais

Plano Estratégico do Programa de Mestrado em Direito da UniBrasil PLANO ESTRATÉGICO 2010 2015

Plano Estratégico do Programa de Mestrado em Direito da UniBrasil PLANO ESTRATÉGICO 2010 2015 PLANO ESTRATÉGICO 2010 2015 MAPA ESTRATÉGICO DO PROGRAMA DE MESTRADO EM DIREITO DA UNIBRASIL MISSÃO Promover, desenvolver e publicar pesquisas de qualidade, com sólida base jurídica e contextualização

Leia mais

Planejamento Estratégico Gestão 2013 a 2016 Federação Mineira de Basketball

Planejamento Estratégico Gestão 2013 a 2016 Federação Mineira de Basketball Planejamento Estratégico Gestão 2013 a 2016 Federação Mineira de Basketball Visão Ser uma referência na excelência no desenvolvimento do basquetebol no Brasil até 2016. Pilares Capacitação Qualificação

Leia mais

ESPORTE CLUBE PINHEIROS

ESPORTE CLUBE PINHEIROS EC PINHEIROS 2012 NÚMEROS QUE IMPRESSIONAM 113 ANOS de existência umas das instituições mais tradicionais do país, oferecendo atividades esportivas, sociais e culturais de primeiro nível. 170.000 m² de

Leia mais

Como estimular suas equipes a serem saudáveis, felizes e produtivas. Dr. Marco Cantero

Como estimular suas equipes a serem saudáveis, felizes e produtivas. Dr. Marco Cantero Como estimular suas equipes a serem saudáveis, felizes e produtivas Dr. Marco Cantero Como estimular suas equipes a serem saudáveis, felizes e produtivas Como estimular suas equipes a serem saudáveis,

Leia mais

Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes

Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes Elaborada pela Diretoria de Assuntos Estudantis 1 1 Esta minuta será apreciada pelo Colegiado de Ensino, Pesquisa e Extensão nos dias

Leia mais

Prefeitura Municipal do Natal

Prefeitura Municipal do Natal Prefeitura Municipal do Natal Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Finanças Plano Plurianual 2010/2013 Programa Horizonte Público Objetivo: 3 Vivendo com Cidadania Contínuo População do município

Leia mais

Professor Istvan Kasznar 15 de Novembro de 2013

Professor Istvan Kasznar 15 de Novembro de 2013 Professor Istvan Kasznar 15 de Novembro de 2013 Fonte: Dilmar Santos blog COPA DO MUNDO e OLIMPIADAS levantamento para a FIESP Cátedra da Sorbonne Slides ilustrativos, para conferência Professor Istvan

Leia mais

Acompanhamento de egressos e criação de oportunidades de formação

Acompanhamento de egressos e criação de oportunidades de formação Acompanhamento de egressos e criação de oportunidades de formação A Universidade de Mogi das Cruzes UMC possui uma política de acompanhamento de egressos que se iniciou em 1998 ao constituir um banco de

Leia mais

DIAGNÓSTICOS E CENÁRIOS ESPORTE E LAZER

DIAGNÓSTICOS E CENÁRIOS ESPORTE E LAZER DIAGNÓSTICOS E CENÁRIOS ESPORTE E LAZER EQUIPE DE ELABORAÇÃO Maria Beike Waquim Figueiredo Danis Maia Queiroz Galba Coelho Carmo SUMÁRIO SITUAÇÃO ATUAL PONTOS FORTES PONTOS FRACOS AMEAÇAS OPORTUNIDADES

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA

PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA SÉRIE: 6º ANO PROFESSORA:

Leia mais