Niterói Educadora, Inovadora e Sustentável PERMITA-SE IR ALÉM!!

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Niterói Educadora, Inovadora e Sustentável PERMITA-SE IR ALÉM!!"

Transcrição

1 BEM-VINDOS! Niterói Educadora, Inovadora e Sustentável PERMITA-SE IR ALÉM!! Lucila Martínez Calvi Consultora ILTC Coordenadora Nacional Cátedra da UNESCO Cidade e Meio Ambiente 11 de junho de 2015

2 As cidades não são apenas tijolos e cimento: elas simbolizam os sonhos, as aspirações e as esperanças das sociedades. A gestão dos recursos humanos, culturais e intelectuais de uma cidade é, portanto, tão importante para o desenvolvimento harmonioso como a gestão de seus recursos físicos. - Joan Clos - Diretor Ejecutivo de ONU-Habitat

3 Líderes de Transformação Cabeça nas nuvens, pés no chão. Determinação, criatividade. Combinação de artista, inventor, técnico, economista objetivo, estrategista revolucionário. Desperta nas pessoas energia e motivação mental......e emocional, AMOR pelo trabalho, pelo SABER e o Conhecimento fidelidade...

4 Processo norteador dos rumos da economia, da convivência ecológica e demograficamente sustentada, da política global geradora de elevada qualidade de vida em prol do desenvolvimento local e regional

5 Visão Multifocal Saúde individual e coletiva SUSTENTABILIDADE

6 O Processo de é simultaneamente Estratégico, com princípios éticos e Integrado ao imaginário coletivo; Promotor da identidade e da cultura local, regional e nacional; Competitivo na economia globalizada da Sociedade do Conhecimento. Promotor de estratégias sócio-politicoambientais sustentáveis Roberto Spolidoro

7 Qualidade de Vida Conjunto de direitos dos cidadãos que, por sua vez, são deveres do Estado, como o acesso a serviços de qualidade nas áreas de educação, saúde, utilidades domésticas, habitação, meio ambiente, transporte. Envolve o bem espiritual, físico, mental, psicológico e emocional, além de relacionamentos sociais, como família e amigos, a saúde, educação, poder de compra, habitação, saneamento básico e outras circunstâncias da vida.

8 Padrão de vida Medida que quantifica a qualidade, quantidade e cobertura de bens e serviços disponíveis a uma comunidade ou a uma população inteira ( Wilkipédia e Lucila)

9 Dimensões do Desenvolvimento Quatro dimensões integradas da ecologia, interdependentes e indissociáveis: Econômica rentabilidade; Social respeito dos direitos e deveres de todos; Ambiental proteção e conservação do meio ambiente; Pessoal consciência de interdependência, corresponsabilidade e pertença).

10 O que EU posso fazer? O Que o MUNICÍPIO pode fazer? Planejando Cidades do Futuro APROPRIAÇÃO SOCIAL DA SUSTENTABILIDADE, Internalizada em sua atividade

11 Cidades e Regiões Integradas são muito mais competitivas ExceIência na Educação para Toda a Vida EIXO da sustentabilidade e da competitividade ciência, tecnología, inovação, empreendedorismo e a cultura Motores da transformação para construir um futuro de oportunidades para todos.

12 Educação de qualidade é a base do desenvolvimento EU PARTICIPO

13

14

15 Construção de um Modelo de Desenvolvimento economicamente viável e competitivo Socialmente justo, solidário, saudável, com participação efetiva da sociedade consciente de direitos e deveres, que atue como propulsor e articulador transformações urbanas, rurais e sociais na política local, regional e nacional.

16

17 O FÓRUM DA AGENDA 21 DE NITERÓI Propõe uma agenda estratégica de desenvolvimento integrado e atua para contribuir ativamente na construção do Município que sonhamos para VIVER COM QUALIDADE As pessoas entendem que é necessário se pensar no futuro do município, e atuar num projeto para que isso aconteça?

18 Para construir um Projeto de Futuro e um plano Diretor Urbano: imaginar e sonhar como queremos viver, que cidade queremos; garantir a Agenda Municipal pela Infancia e Juventude. ação conjunta entre poder público e sociedade civil organizada. ISSO É COMIGO!

19 Lucila Martínez Calvi Coordenadora Nacional da Cátedra da UNESCO Cidade e Meio Ambiente Consultora do ILTC Instituto de Lógica, Filosofia e Teoria da Ciência para a Agenda 21 Comperj Telefones (24) (21) (24)

Profa. Lillian Alvares Faculdade de Ciência da Informação, Universidade de Brasília

Profa. Lillian Alvares Faculdade de Ciência da Informação, Universidade de Brasília Modelo de Excelência em Gestão Profa. Lillian Alvares Faculdade de Ciência da Informação, Universidade de Brasília Conceitos Fundamentais Os Fundamentos da Excelência em Gestão expressam conceitos que

Leia mais

Profa.Dra. Ronalda Barreto Silva Universidade do Estado da Bahia - UNEB

Profa.Dra. Ronalda Barreto Silva Universidade do Estado da Bahia - UNEB Pelo Direito de Produzir e Viver em Cooperação de Maneira Sustentável Profa.Dra. Ronalda Barreto Silva Universidade do Estado da Bahia - UNEB Economia Solidária Atividades Econômicas Produção de bens Prestação

Leia mais

VOCAÇÃO MUNICIPAL E DESENVOLVIMENTO LOCAL SUSTENTÁVEL

VOCAÇÃO MUNICIPAL E DESENVOLVIMENTO LOCAL SUSTENTÁVEL VOCAÇÃO MUNICIPAL E DESENVOLVIMENTO LOCAL SUSTENTÁVEL Prof.º Msc. Mario Pascarelli Filho Graduado em Engenharia Mecânica pela FEI. Pós-Graduado em Administração de Empresas pela FAAP. Mestre em Educação,

Leia mais

PLANEJAMENTO INTEGRADO E PARTICIPATIVO OFICINAS PÚBLICAS. Ciclo B SUSTENTABILIDADE FASE DE PROPOSIÇÕES. Loca e Data aqui

PLANEJAMENTO INTEGRADO E PARTICIPATIVO OFICINAS PÚBLICAS. Ciclo B SUSTENTABILIDADE FASE DE PROPOSIÇÕES. Loca e Data aqui Região Metropolitana de Belo Horizonte. Maio de 2010 PLANEJAMENTO INTEGRADO E PARTICIPATIVO OFICINAS PÚBLICAS Ciclo B SUSTENTABILIDADE FASE DE PROPOSIÇÕES Uma RMBH melhor hoje e no futuro Qual é a metrópole

Leia mais

Prefeitura Municipal de Curitiba Secretaria da Informação e Tecnologia

Prefeitura Municipal de Curitiba Secretaria da Informação e Tecnologia Prefeitura Municipal de Curitiba Secretaria da Informação e Tecnologia A SIT Secretaria da Informação e Tecnologia Restabelecer a Governança de Tecnologia da Informação e Comunicação na Administração Municipal

Leia mais

O Serviço Civil e a Construção do Futuro EVELYN LEVY. IV Fórum da Reforma do Estado - São Paulo Set. 2005

O Serviço Civil e a Construção do Futuro EVELYN LEVY. IV Fórum da Reforma do Estado - São Paulo Set. 2005 O Serviço Civil e a Construção do Futuro EVELYN LEVY A Importância de Serviço Civil Estruturado Bens e Serviços Públicos Governança Reforma da Política Econômica Gasto Público Sustentabilidade Fiscal Fonte:

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO FLORESTAL 30/08/2013

ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO FLORESTAL 30/08/2013 ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO FLORESTAL 30/08/2013 Objetivos da disciplina Visão de Administração e Planejamento Tomar decisões Fazer Planejamento Conhecimento para planejar e administrar Postura crítica

Leia mais

Carlos Alexandre Nascimento LSE Enterprise

Carlos Alexandre Nascimento LSE Enterprise Carlos Alexandre Nascimento LSE Enterprise PROJETO PPPS EM INFRAESTRUTURA SOCIAL NO NORDESTE DO BRASIL SEMINÁRIO PPPS, BANDA LARGA E INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS APLICADAS AOS SERVIÇOS PÚBLICOS: EXPERIÊNCIAS

Leia mais

C,T&I e a Defesa Nacional: a Visão da Indústria

C,T&I e a Defesa Nacional: a Visão da Indústria C, T & I e a Defesa Nacional: A visão da indústria C,T&I e a Defesa: a visão da indústria A indústria e a Defesa Nacional Os desafios de C,T&I no País e a visão da CNI para a Política de Inovação Os desafios

Leia mais

Política de Sustentabilidade

Política de Sustentabilidade 1. OBJETIVO Esta Política de Sustentabilidade ( Política ) tem por objetivo estabelecer os princípios e diretrizes que norteiam as práticas socioambientais da Fibria Celulose S.A. ( Fibria ou Companhia

Leia mais

2. O Fórum Gestão da Diversidade e Inclusão. São Paulo, junho 2016

2. O Fórum Gestão da Diversidade e Inclusão. São Paulo, junho 2016 2. O Fórum Gestão da Diversidade e Inclusão São Paulo, junho 2016 Diálogo sobre a LBI e a prática da Lei de Cotas no dia - a - dia Prá começar... Uma conversa bem mineirim... A genealogia da LBI Constituição

Leia mais

PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO PARA BIODIVERSIDADE ADAPTAÇÃO E MITIGAÇÃO ÀS MUDANÇAS CLIMÁTICAS. 2011-2020

PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO PARA BIODIVERSIDADE ADAPTAÇÃO E MITIGAÇÃO ÀS MUDANÇAS CLIMÁTICAS. 2011-2020 PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO PARA BIODIVERSIDADE ADAPTAÇÃO E MITIGAÇÃO ÀS MUDANÇAS CLIMÁTICAS. 2011-2020 A economia verde gerando recursos para promover o equilíbrio ambiental e ações de conservação. O Programa

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM OBRAS DE SANEAMENTO: Um olhar do Rio ao Rio

EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM OBRAS DE SANEAMENTO: Um olhar do Rio ao Rio EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM OBRAS DE SANEAMENTO: Um olhar do Rio ao Rio SANEPAR OBJETIVO DA PRÁTICA Sensibilizar os atores sociais para questões e práticas socioambientais que promovam a sustentabilidade por

Leia mais

A mudança da cultura docente e o papel do professor na universidade contemporânea

A mudança da cultura docente e o papel do professor na universidade contemporânea A mudança da cultura docente e o papel do professor na universidade contemporânea UNIVERSIA Brasil 4 de novembro de 2015 miquelmartinez@ub.edu Universitade de Barcelona. Cultura e função do corpo docente

Leia mais

GESTAO DA QUALIDADE NA ADMINISTRAÇAO PUBLICA

GESTAO DA QUALIDADE NA ADMINISTRAÇAO PUBLICA Paulo Henrique Laporte Ambrozewicz - GESTAO DA QUALIDADE NA -, ADMINISTRAÇAO PUBLICA Histórico, PBQP, Conceitos, Indicadores, Estratégia, Implantação e Auditoria SÁOPAULO EDITORA ATLAS S.A. - 2015 SUMÁRIO

Leia mais

Marta Lima Gerente de Políticas Educacionais de Educação em Direitos Humanos, Diversidade e Cidadania.

Marta Lima Gerente de Políticas Educacionais de Educação em Direitos Humanos, Diversidade e Cidadania. Marta Lima Gerente de Políticas Educacionais de Educação em Direitos Humanos, Diversidade e Cidadania. FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS DEMOCRACIA REGIME PAUTADO NA SOBERANIA POPULAR E NO RESPEITO

Leia mais

ISO Fev / 11 CLAUDIA PEDRAL PAPEL DA FAMILIA NO COTIDIANO ESCOLAR

ISO Fev / 11 CLAUDIA PEDRAL PAPEL DA FAMILIA NO COTIDIANO ESCOLAR ISO Fev / 11 CLAUDIA PEDRAL PAPEL DA FAMILIA NO COTIDIANO O QUE É PAPEL? Dentro da Ciência, muitas teorias vieram para definir papéis e os espaços do sujeito na sociedade. DEFINI-SE COMO SENDO: A forma

Leia mais

AGENDA DE GESTÃO AMBIENTAL URBANA

AGENDA DE GESTÃO AMBIENTAL URBANA Ministério do Meio Ambiente Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano Gerência de Gestão Ambiental Urbana e Territorial AGENDA DE GESTÃO AMBIENTAL URBANA Cidades Sustentáveis são pautadas em três

Leia mais

PPA e o SUS: gestão, participação e monitoramento

PPA e o SUS: gestão, participação e monitoramento PPA e o SUS: gestão, participação e monitoramento Jorge Abrahão de Castro Diretor de Temas Sociais da SPI/MPOG Brasília-DF, 26 de agosto de 2015 1 Inovações para o PPA 2016-2019 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO

Leia mais

"NA NATUREZA, NADA SE CRIA, NADA SE PERDE, TUDO SE TRANSFORMA.".

NA NATUREZA, NADA SE CRIA, NADA SE PERDE, TUDO SE TRANSFORMA.. "NA NATUREZA, NADA SE CRIA, NADA SE PERDE, TUDO SE TRANSFORMA.". O INCA Instituto da Consciência Ambiental é uma Organização Não Governamental de direitos privados e caráter socioambientalista fundada

Leia mais

CRAS Centro de Referência de Assistência Social. Coordenadores, Assistentes Sociais, Técnicos. (Organização)

CRAS Centro de Referência de Assistência Social. Coordenadores, Assistentes Sociais, Técnicos. (Organização) 2 ANÁLISE AMBIENTAL 2.1 A organização, Centro Referência e Assistência Social (CRAS) senvolveu um plano ação, o qual tem como base três serviços que são fundamentais para a existência da instituição; Serviço

Leia mais

Gestão das Políticas Públicas e Participação Social Naidison de Quintella Baptista *

Gestão das Políticas Públicas e Participação Social Naidison de Quintella Baptista * Gestão das Políticas Públicas e Participação Social Naidison de Quintella Baptista * Todos nos somos cidadãos. Temos direitos e deveres. Muitos destes direitos e deveres estão nas leis. Pressionar e colaborar

Leia mais

PERSPECTIVAS PARA O CRESCIMENTO

PERSPECTIVAS PARA O CRESCIMENTO PERSPECTIVAS PARA O CRESCIMENTO Estratégias de Desenvolvimento em Minas Gerais Raphael Guimarães Andrade Secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais Belo Horizonte, 09 de outubro

Leia mais

EDITAL Nº 05 /2012/REITORIA/IFTO, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2012.

EDITAL Nº 05 /2012/REITORIA/IFTO, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2012. EDITAL Nº 05 /2012//IFTO, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2012. SELEÇÃO DE TUTORES DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - BOLSISTAS DO PROGRAMA DA REDE E-TEC BRASIL CAMPUS PARAÍSO DO TOCANTINS RETIFICAÇÃO Nº 01 O REITOR DO INSTITUTO

Leia mais

Universidade de São Paulo. Escola de Comunicação e Artes, ECA-USP

Universidade de São Paulo. Escola de Comunicação e Artes, ECA-USP Universidade de São Paulo Escola de Comunicação e Artes, ECA-USP Qual a USP que queremos: A USP hoje e daqui a 20 anos Estela Damato NUSP 7693618 São Paulo 2014 Introdução Pensar no futuro de uma universidade

Leia mais

Podem as empresas sustentáveis contribuir para o cumprimento dos objetivos propostos pelas Metas do Milênio

Podem as empresas sustentáveis contribuir para o cumprimento dos objetivos propostos pelas Metas do Milênio Podem as empresas sustentáveis contribuir para o cumprimento dos objetivos propostos pelas Metas do Milênio ODILON LUÍS FACCIO Instituto Primeiro Plano São Paulo, 24 de junho de 2008 Grupo de Excelência

Leia mais

Economia do Setor Público

Economia do Setor Público Economia do Setor Público Economia do Setor Público (Parte 2) Crise de 1929 Surgimento da Economia do Setor Público 1936 John Maynard Keynes Criador da Macroeconomia moderna Surgimento da Economia do Setor

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE SAÚDE BUCAL

POLÍTICA NACIONAL DE SAÚDE BUCAL UNIME- União Metropolitana de Educação e Cultura Faculdade de Ciências Agrárias e da Saúde Curso de Odontologia INTRODUÇÃO ÀS CIÊNCIAS ODONTOLÓGICAS POLÍTICA NACIONAL DE SAÚDE BUCAL Professores(as): Michelle

Leia mais

Visão Educação Integral 2025 (texto provisório)

Visão Educação Integral 2025 (texto provisório) Visão Educação Integral 2025 (texto provisório) O Brasil Marista desenvolve experiências pedagógicas de educação integral, em tempo integral, que dialogam ativamente com as necessidades, desejos e proposições

Leia mais

O processo empreendedor

O processo empreendedor Política de Negócios e Empreendedorismo Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Aula 02 O processo empreendedor O processo empreendedor Identificar

Leia mais

POLÍTICA CATARINENSE DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO - PCCT&I - Apresentação à Reunião do CONCITI

POLÍTICA CATARINENSE DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO - PCCT&I - Apresentação à Reunião do CONCITI POLÍTICA CATARINENSE DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO - PCCT&I - Apresentação à Reunião do CONCITI Florianópolis, 11 de setembro de 2009 Antônio Diomário de Queiroz Presidente da FAPESC POLÍTICA CATARINENSE

Leia mais

Oportunidade. para quem mais precisa

Oportunidade. para quem mais precisa Oportunidade para quem mais precisa 1.1 Estratégia de atuação 1 O que é o Programa Vida Melhor? Até 2015, um conjunto de ações será trabalhado com 120 mil famílias na área urbana e 280 mil famílias no

Leia mais

O direito à participação juvenil

O direito à participação juvenil O direito à participação juvenil Quem nunca ouviu dizer que os jovens são o futuro do país? Quase todo mundo, não é verdade? Porém a afirmativa merece uma reflexão: se os jovens são o futuro do país, qual

Leia mais

Programa Competências Transversais

Programa Competências Transversais Programa Competências Transversais o Consumo Consciente de Energia o Desenho Arquitetônico o Educação Ambiental o Empreendedorismo o Fundamentos de Logística o Finanças Pessoais o Legislação Trabalhista

Leia mais

AS ATIVIDADES FINANCEIRAS DO ESTADO. Papel do ESTADO 3 Pressupostos Papel do Cidadão

AS ATIVIDADES FINANCEIRAS DO ESTADO. Papel do ESTADO 3 Pressupostos Papel do Cidadão AS ATIVIDADES FINANCEIRAS DO ESTADO Papel do ESTADO 3 Pressupostos Papel do Cidadão O ESTADO Com o nascimento do Estado os cidadãos cedem Povo, parte Território da sua Liberdade Governo em troca da Povo,

Leia mais

Os Desafios das Organizações

Os Desafios das Organizações Excelência em Gestão ao alcance de todos CAMINHO PARA A QUALIDADE E COTITIVIDADE Os Desafios das Organizações Novas exigências dos mercados consumidores, Demandas da sociedade, Globalização, Aumento da

Leia mais

Seminário Universalização do saneamento: Desafios e metas para o setor

Seminário Universalização do saneamento: Desafios e metas para o setor Seminário Universalização do saneamento: Desafios e metas para o setor A Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento ASSEMAE É uma organização nãogovernamental, sem fins lucrativos, fundada

Leia mais

INSTRUMENTOS DE GESTÃO DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL. Prof. Eline Alcoforado Maranhão de Sá

INSTRUMENTOS DE GESTÃO DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL. Prof. Eline Alcoforado Maranhão de Sá INSTRUMENTOS DE GESTÃO DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL Prof. Eline Alcoforado Maranhão de Sá 1 A Norma Operacional NOB/SUAS 2005, da Política Nacional de Assistência Social consagra os eixos estruturantes

Leia mais

Planejamento da Estrutura das Unidades da Saúde da Família no Estado do Paraná. Fevereiro de 2013

Planejamento da Estrutura das Unidades da Saúde da Família no Estado do Paraná. Fevereiro de 2013 Planejamento da Estrutura das Unidades da Saúde da Família no Estado do Paraná Fevereiro de 2013 Missão Formular a Política de Atenção Primária no Estado do Paraná implementando as ações e serviços para

Leia mais

As megatendências globais que moldarão os governos até 2030

As megatendências globais que moldarão os governos até 2030 Smart Cities Fórum Brasil As megatendências globais que moldarão os governos até 2030 Charles Schramm Cities Global Center of Excellence at KPMG Brasil Setembro 2014 FutureState 2030 As megatendências

Leia mais

PLANO DE AÇÃO. O presente plano tem como objetivo estabelecer políticas que contribuam para a democratização e melhoria da escola pública.

PLANO DE AÇÃO. O presente plano tem como objetivo estabelecer políticas que contribuam para a democratização e melhoria da escola pública. PLANO DE AÇÃO Objetivos Gerais: O presente plano tem como objetivo estabelecer políticas que contribuam para a democratização e melhoria da escola pública. Ações Gestão Democrática O gestor deve transmitir

Leia mais

Legislação do SUS. Prefeitura do Natal - RN PROVA COMENTADA. Banca CKM Makiyama. www.romulopassos.com.br. Curso Completo de Enfermagem para Concursos

Legislação do SUS. Prefeitura do Natal - RN PROVA COMENTADA. Banca CKM Makiyama. www.romulopassos.com.br. Curso Completo de Enfermagem para Concursos Legislação do SUS Prefeitura do Natal - RN PROVA COMENTADA Banca CKM Makiyama 1. (Prefeitura de Jundiaí-SP/Makiyama/CKM/2012) De acordo com a Constituição Federal de 1988, quais são diretrizes de organização

Leia mais

COMO EDUCAR SEUS FILHOS PARA O EMPREENDEDORISMO

COMO EDUCAR SEUS FILHOS PARA O EMPREENDEDORISMO COMO EDUCAR SEUS FILHOS PARA O EMPREENDEDORISMO Fev. 2016 Formado em eletrônica, graduado em Teologia pela PUC SP e com MBA pela FGV em Gestão estratégica e econômica de negócios. Atua no mercado a mais

Leia mais

Em 2.008 apresentamos à comunidade um Plano de Governo centrado em quatro eixos:

Em 2.008 apresentamos à comunidade um Plano de Governo centrado em quatro eixos: Proposta de Governo Em 2.008 apresentamos à comunidade um Plano de Governo centrado em quatro eixos: - As Pessoas em Primeiro Lugar - Desenvolvimento Econômico e Identidade Local - Território Ordenado

Leia mais

Secretaria de Planejamento e Investimentos Estratégicos

Secretaria de Planejamento e Investimentos Estratégicos Secretaria de Planejamento e Investimentos Estratégicos Elaboração do PPA 2016-2019 DIMENSÃO ESTRATÉGICA O Planejamento não pode prescindir de reflexões sobre quais as estratégias para o desenvolvimento

Leia mais

O direito humano à água

O direito humano à água Seminário: Democratização da política de serviços de saneamento básico por meio de inovações sociotécnicas. Lições para enfrentar os desafios O direito humano à água Francisco Lopes Secretário Executivo

Leia mais

CONTEÚDOS DE FILOSOFIA POR BIMESTRE PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CONTEÚDOS DE FILOSOFIA POR BIMESTRE PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO DE FILOSOFIA POR BIMESTRE PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO GOVERNADOR DE PERNAMBUCO João Lyra Neto SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO E ESPORTES Ricardo Dantas SECRETÁRIA

Leia mais

POLÍTICAS AMBIENTAIS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL EM PALMAS

POLÍTICAS AMBIENTAIS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL EM PALMAS POLÍTICAS AMBIENTAIS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL EM PALMAS Germana Pires Coriolano Presidente da Fundação de Meio Ambiente Prefeitura Municipal de Palmas desenvolvimento sustentável é aquele que

Leia mais

Recomendações do CONSEA para uma Política Nacional de

Recomendações do CONSEA para uma Política Nacional de Recomendações do CONSEA para uma Política Nacional de Abastecimento t Alimentar Paradigmas Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional A alimentação adequada e saudável como um direito dos povos Participação

Leia mais

Programa Municipal HABITAÇÃO SUSTENTÁVEL IBIRAREMA SP

Programa Municipal HABITAÇÃO SUSTENTÁVEL IBIRAREMA SP Programa Municipal HABITAÇÃO SUSTENTÁVEL IBIRAREMA SP THIAGO BRIGANÓ Professor UENP; Especialista em Gestão Pública FEMA; 3 Mandato Eletivo: o Vereador (2005 a 2012); o Presidente da Câmara Municipal (2011

Leia mais

PROGRAMA DE GOVERNO ELEIÇÕES 2012 CANDIDATA: ANGELA MARIA FERREIRA ALVES 13 PT POCRANE MG

PROGRAMA DE GOVERNO ELEIÇÕES 2012 CANDIDATA: ANGELA MARIA FERREIRA ALVES 13 PT POCRANE MG PROGRAMA DE GOVERNO ELEIÇÕES 2012 CANDIDATA: ANGELA MARIA FERREIRA ALVES 13 PT POCRANE MG 1 Implantação de um governo com planejamento, participação popular, ética e transparência. I- EDUCAÇÃO: Potencializar

Leia mais

Medidas de Acolhimento para a População Idosa. Instituto da Segurança Social, I.P. C.D.S.S - Vila Real 26 Setembro 2008

Medidas de Acolhimento para a População Idosa. Instituto da Segurança Social, I.P. C.D.S.S - Vila Real 26 Setembro 2008 Medidas de Acolhimento para a População Idosa Instituto da Segurança Social, I.P. C.D.S.S - Vila Real 26 Setembro 2008 I Feira Social Novos Trilhos para a Participação Social Rede Social de Peso da Régua

Leia mais

Resumo da Lei nº8080

Resumo da Lei nº8080 Resumo da Lei nº8080 Lei n. 8.080, 19 de setembro de 1990 Sancionada pelo Presidente da República, Sr. Fernando Collor, e decretada pelo Congresso Nacional, foi publicada no Diário Oficial da União em

Leia mais

O Brasil cresceu porque a pobreza diminuiu. Já pensou quando acabarmos, de vez, com a miséria?

O Brasil cresceu porque a pobreza diminuiu. Já pensou quando acabarmos, de vez, com a miséria? O Brasil cresceu porque a pobreza diminuiu. Já pensou quando acabarmos, de vez, com a miséria? Ministério do esenvolvimento Social e Combate à Fome Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome

Leia mais

Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade

Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade Rede de pessoas e organizações voluntárias da nação brasileira, apartidária, ecumênica e plural, que visa o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do

Leia mais

Inovação e criatividade Isaias Barreto Da Rosa II Fórum de Transformação de Cabo Verde 15 de Maio de 2014 Praia

Inovação e criatividade Isaias Barreto Da Rosa II Fórum de Transformação de Cabo Verde 15 de Maio de 2014 Praia Inovação e criatividade Isaias Barreto Da Rosa II Fórum de Transformação de Cabo Verde 15 de Maio de 2014 Praia WS 3.3 Promover a Inovação e a Criatividade para a Transformação Inovação Conceito É muitas

Leia mais

Curso de Capacitação para Museus Módulo IV Ação Educativa 1/73

Curso de Capacitação para Museus Módulo IV Ação Educativa 1/73 Curso de Capacitação para Museus Módulo IV Ação Educativa 1/73 Exposições 2/73 Longa duração maior tempo para pesquisar e conhecer o acervo, pensar a comunicação e as ações, desenvolver estratégias, avaliar

Leia mais

Visão, Missão, Valores e Objectivos. Gestão Estratégica.

Visão, Missão, Valores e Objectivos. Gestão Estratégica. Visão, Missão, Valores e Objectivos. Gestão Estratégica. Baseado no Livro Administração Pública: Modernização, Qualidade e Inovação de Carlos Carapeto e Fátima Fonseca Neste contexto, há quem afirme que

Leia mais

INSTRUMENTO DE PRIORIZAÇÃO DOS CONSELHOS MUNICIPAIS DE POLÍTICAS PÚBLICAS MUNICÍPIO DE GUARANTÃ DO NORTE

INSTRUMENTO DE PRIORIZAÇÃO DOS CONSELHOS MUNICIPAIS DE POLÍTICAS PÚBLICAS MUNICÍPIO DE GUARANTÃ DO NORTE GRUPO: Desenvolvimento Econômico INSTRUMENTO DE PRIORIZAÇÃO DOS CONSELHOS MUNICIPAIS DE POLÍTICAS PÚBLICAS COMPOSIÇÃO: Desenvolvimento Econômico, Turismo, Economia Solidária, Trabalho, Emprego, Indústria,

Leia mais

A CONTRIBUIÇÃO DO TCU PARA A GOVERNANÇA E 0 DESENVOLVIMENTO

A CONTRIBUIÇÃO DO TCU PARA A GOVERNANÇA E 0 DESENVOLVIMENTO A CONTRIBUIÇÃO DO TCU PARA A GOVERNANÇA E 0 DESENVOLVIMENTO 86º Enic Encontro Nacional das Indústrias de Construção Ministro João Augusto Ribeiro Nardes Presidente do TCU 22 de Maio de 2014 SUMÁRIO O ESTADO

Leia mais

BRIEFING BRASIL. Parceiro:

BRIEFING BRASIL. Parceiro: BRIEFING BRASIL Parceiro: 1 ÍNDICE 1 Índice... 1 2 Introdução... 2 3 Apresentação... 3 3.1 Tema : Segurança nas redes elétricas : A Vida sempre em primeiro lugar... 3 4 Desenvolvimento dos trabalhos/projetos...

Leia mais

ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS/FUNÇÕES

ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS/FUNÇÕES ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS/FUNÇÕES AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS Zelar pela manutenção das instalações, mobiliários e equipamentos do órgão; Executar trabalhos braçais; Executar serviços de limpeza

Leia mais

ESTADO DO AMAZONAS CAMARA MUNICIPAL DE MANAUS GABINETE DO VEREADOR PROF. SAMUEL

ESTADO DO AMAZONAS CAMARA MUNICIPAL DE MANAUS GABINETE DO VEREADOR PROF. SAMUEL PROJETO DE LEI Nº012/ 2016 INSTITUI a Semana do Desarmamento Infantil e dá outras providências. Art. 1º - Fica instituída a Semana do Desarmamento Infantil, a ser comemorada no Município de Manaus, na

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL LUIS VAZ DE CAMÕES EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA ESCOLA

ESCOLA ESTADUAL LUIS VAZ DE CAMÕES EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA ESCOLA ESCOLA ESTADUAL LUIS VAZ DE CAMÕES EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA ESCOLA Ipezal/Angélica MS Maio de 2012. ESCOLA ESTADUAL LUIS VAZ DE CAMÕES EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA ESCOLA PROFESSORES RESPONSÁVEIS: ALDO ARARIPE PEIXOTO

Leia mais

Palavras-chave: Gestão Ambiental. Vantagem Competitiva. Gestores Qualificados.

Palavras-chave: Gestão Ambiental. Vantagem Competitiva. Gestores Qualificados. A RELEVÂNCIA DA GESTÃO AMBIENTAL PARA ESTUDANTES DE ADMINISTRAÇÃO DA UEG CÂMPUS ANÁPOLIS-CSEH Misley Ferreira Viana¹ Joana D arc Bardella Castro² ¹Graduanda em Administração e Programa Bolsa Monitora de

Leia mais

PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO: ESTRATÉGIA INDUTORA DA EDUCAÇÃO INTEGRAL, EM TEMPO INTEGRAL NO BRASIL

PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO: ESTRATÉGIA INDUTORA DA EDUCAÇÃO INTEGRAL, EM TEMPO INTEGRAL NO BRASIL Ministério da Educação Secretaria de Educação Básica Diretoria de Currículos e Educação Integral Coordenação Geral de Educação Integral PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO: ESTRATÉGIA INDUTORA DA EDUCAÇÃO INTEGRAL,

Leia mais

OS DESAFIOS PARA A CONSTITUIÇÃO DE REDES DE OUVIDORIAS E A EXPERIÊNCIA DO FÓRUM CEARENSE DE OUVIDORIAS DO SUS - FOCOS.

OS DESAFIOS PARA A CONSTITUIÇÃO DE REDES DE OUVIDORIAS E A EXPERIÊNCIA DO FÓRUM CEARENSE DE OUVIDORIAS DO SUS - FOCOS. OS DESAFIOS PARA A CONSTITUIÇÃO DE REDES DE OUVIDORIAS E A EXPERIÊNCIA DO FÓRUM CEARENSE DE OUVIDORIAS DO SUS - FOCOS. POR QUE TRABALHAR EM REDE? Relações interfederativas no SUS Atendimento integral aos

Leia mais

PERGUNTAS ORIENTADORAS

PERGUNTAS ORIENTADORAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA, ALFABETIZAÇÃO E DIVERSIDADE DIRETORIA DE POLÍTICAS PÚBLICAS DE EJA INSUMOS PARA AS DISCUSSÕES NOS GRUPOS TEMÁTICOS AGENDA TERRITORIAL Atividade:

Leia mais

Olhe os autistas nos olhos DIREITOS DE CIDADANIA, DEVER DA FAMÍLIA, DO ESTADO E DA SOCIEDADE.

Olhe os autistas nos olhos DIREITOS DE CIDADANIA, DEVER DA FAMÍLIA, DO ESTADO E DA SOCIEDADE. Olhe os autistas nos olhos DIREITOS DE CIDADANIA, DEVER DA FAMÍLIA, DO ESTADO E DA SOCIEDADE. A LEI BRASILEIRA DE PROTEÇÃO AOS AUTISTAS Fruto da luta das famílias pelos direitos dos seus filhos com autismo,

Leia mais

A Agenda Nacional de Trabalho Decente para a Juventude. Laís Abramo Diretora do Escritório da OIT no Brasil Porto Alegre 29 de abril de 2014

A Agenda Nacional de Trabalho Decente para a Juventude. Laís Abramo Diretora do Escritório da OIT no Brasil Porto Alegre 29 de abril de 2014 A Agenda Nacional de Trabalho Decente para a Juventude Laís Abramo Diretora do Escritório da OIT no Brasil Porto Alegre 29 de abril de 2014 ESQUEMA DA APRESENTAÇÃO 1. O conceito de Trabalho Decente 2.

Leia mais

GOVERNANÇA METROPOLITANA DA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO

GOVERNANÇA METROPOLITANA DA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO GOVERNANÇA METROPOLITANA DA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO A RMRJ NO CONTEXTO NACIONAL: ATUALMENTE EXISTEM 41 REGIÕES METROPOLITANAS NO BRASIL, SENDO QUE 21 POSSUEM MAIS DE 1 MILHÃO DE HABITANTES,

Leia mais

Discussão de gênero com olhar na sustentabilidade: O papel da mulher no Sistema Unimed. Heloisa Covolan

Discussão de gênero com olhar na sustentabilidade: O papel da mulher no Sistema Unimed. Heloisa Covolan Discussão de gênero com olhar na sustentabilidade: O papel da mulher no Sistema Unimed Heloisa Covolan A mulher representa 52% da população brasileira. Quase 4 milhões a mais que os homens. 3 Metade das

Leia mais

Da análise à formulação estratégica

Da análise à formulação estratégica Tópicos a serem abordados Definição síntese de estratégia Características de uma empresa de sucesso Empresa com foco na estratégia Empresa perante as ameaças Competências do estratega Perfil de um estratega

Leia mais

PLANEJAMENTO & GESTÃO. Pensando estrategicamente...

PLANEJAMENTO & GESTÃO. Pensando estrategicamente... PLANEJAMENTO & GESTÃO Pensando estrategicamente... Situações capazes de provocar mudanças crises e incertezas; novas oportunidades; novas diretrizes internas ou externas. Pensar e Agir Estrategicamente

Leia mais

Cidadania e Participação: Responsabilidade Social (RS)

Cidadania e Participação: Responsabilidade Social (RS) Cidadania e Participação: Responsabilidade Social (RS) Introdução RS reflexão ética: conversão a novos valores RS a complexidade dos problemas tomar decisões com base na cooperação RS atitude democrática

Leia mais

Relatório Anual de Responsabilidade Social

Relatório Anual de Responsabilidade Social Relatório Anual de Responsabilidade Social 2013 Parceria: 1 2 3 4 Sumário 1. INSTITUCIONAL 7 2. ECOAR POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2.1 Planejamento Participativo 12 2.2 A Política Ecoar: programas

Leia mais

O Ciclo da Gestão Pública: Planos Plurianuais, Orçamento e Execução Orçamentária. Joaquim Liberalquino E-mail: jliberalquino@globo.

O Ciclo da Gestão Pública: Planos Plurianuais, Orçamento e Execução Orçamentária. Joaquim Liberalquino E-mail: jliberalquino@globo. O Ciclo da Gestão Pública: Planos Plurianuais, Orçamento e Execução Orçamentária Joaquim Liberalquino E-mail: jliberalquino@globo.com LIVRO GBRSP O livro oferece uma abordagem didática para auxiliar na

Leia mais

VI CONGRESSO BRASILEIRO DE PREVENÇÃO DAS DST/AIDS Belo Horizonte - Minas Gerais Novembro de 2006

VI CONGRESSO BRASILEIRO DE PREVENÇÃO DAS DST/AIDS Belo Horizonte - Minas Gerais Novembro de 2006 VI CONGRESSO BRASILEIRO DE PREVENÇÃO DAS DST/AIDS Belo Horizonte - Minas Gerais Novembro de 2006 Contextos Epidêmicos e Aspectos Sociais das DST/Aids no Brasil: Os Novos Horizontes da Prevenção José Ricardo

Leia mais

Contratações Públicas Sustentáveis (CPS) Fernanda Capdeville

Contratações Públicas Sustentáveis (CPS) Fernanda Capdeville Contratações Públicas Sustentáveis (CPS) Fernanda Capdeville Departamento de Produção e Consumo Sustentáveis DPCS fernanda.capdeville@mma.gov.br 1. Importância das compras públicas para o Brasil 2. Definição

Leia mais

DECLARAÇÃO DE ADELAIDE

DECLARAÇÃO DE ADELAIDE DECLARAÇÃO DE ADELAIDE SEGUNDA CONFERÊNCIA INTERNACIONAL SOBRE PROMOÇÃO DA SAÚDE Adelaide, Austrália, 5-9 de abril de 1988 A adoção da Declaração de Alma-Ata, há uma década atrás, foi o marco mais importante

Leia mais

SAÚDE MENTAL E ATENÇÃO PRIMARIA À SAÚDE NO BRASIL. Dr Alexandre de Araújo Pereira

SAÚDE MENTAL E ATENÇÃO PRIMARIA À SAÚDE NO BRASIL. Dr Alexandre de Araújo Pereira SAÚDE MENTAL E ATENÇÃO PRIMARIA À SAÚDE NO BRASIL Dr Alexandre de Araújo Pereira Atenção primária no Brasil e no Mundo 1978 - Conferência de Alma Ata (priorização da atenção primária como eixo de organização

Leia mais

Matriz de Ações 2013 As ações constantes neste relatório estão sendo executadas no Território da Cidadania: Curimataú - PB

Matriz de Ações 2013 As ações constantes neste relatório estão sendo executadas no Território da Cidadania: Curimataú - PB Matriz de Ações 2013 As ações constantes neste relatório estão sendo executadas no Território da Cidadania: Curimataú - PB Matriz de Ações 2013 1 Min. da Educação - MEC 1 Programa Mais Educação Campo Matriz

Leia mais

Juventude e Saúde Pública: Jovem, construtor da vida

Juventude e Saúde Pública: Jovem, construtor da vida PROGRAMAÇÃO 11 de Setembro (Terça-feira) Público: Educadores RPN Reunião Pedagógica Noturna Público: Educadores de todos os Segmentos Convidados: 1. Derli Silveira (Professor de Filosofia e Sociologia-

Leia mais

Planejamento Desenvolvimento Políticas Públicas. Ministério do Planejamento

Planejamento Desenvolvimento Políticas Públicas. Ministério do Planejamento Planejamento Desenvolvimento Políticas Públicas PPA 2012-2015 Agenda 1. O PPA 2012-2015 2. Princípios 3. Dimensões do Plano 4. Principais Mudanças 5. Estrutura e Conceitos 6. Elaboração do PPA 1. O PPA

Leia mais

Atividades de investigação de Infecções e Surtos em Serviços de Saúde

Atividades de investigação de Infecções e Surtos em Serviços de Saúde Atividades de investigação de Infecções e Surtos em Serviços de Saúde Gerência de Investigação e Prevenção das Infecções e dos Eventos Adversos Gerência Geral de Tecnologia em Serviços de Saúde gipea@anvisa.gov.br

Leia mais

Plano Integrado de Capacitação de Recursos Humanos para a Área da Assistência Social CAPACITAÇÃO CONSELHEIROS MUNICIPAIS.

Plano Integrado de Capacitação de Recursos Humanos para a Área da Assistência Social CAPACITAÇÃO CONSELHEIROS MUNICIPAIS. CAPACITAÇÃO CONSELHEIROS MUNICIPAIS Maio/2010 1º Dia PROGRAMAÇÃO 08h00 às 09h00 - Credenciamento 09h00 às 09h30 Abertura Boas vindas! 09h30 às 10h15 Exposição dialogada: Retrospectiva Luta por Direitos

Leia mais

O PERFIL DO PROFISSIONAL DE RELAÇÕES GOVERNAMENTAIS

O PERFIL DO PROFISSIONAL DE RELAÇÕES GOVERNAMENTAIS carreira O PERFIL DO PROFISSIONAL DE RELAÇÕES GOVERNAMENTAIS O site RelGov em Foco, que mantém uma página no Facebook, em parceria com a ABRIG, a associação nacional da categoria, fez uma pesquisa com

Leia mais

PLANO DE TRABALHO. CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS - TOLEDO 2011 à 2015. Prof. Dr. Edson Marques Oliveira. Plante, desafios, colha oportunidades

PLANO DE TRABALHO. CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS - TOLEDO 2011 à 2015. Prof. Dr. Edson Marques Oliveira. Plante, desafios, colha oportunidades PLANO DE TRABALHO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS - TOLEDO 2011 à 2015 Prof. Dr. Edson Marques Oliveira Plante, desafios, colha oportunidades PRINCÍPIOS POLÍTICO-FILOSÓFICOS E PROPOSTA CONCEITUAL

Leia mais

Expandindo o EcoDesign: Design e Inovação para a Sustentabilidade ambiental

Expandindo o EcoDesign: Design e Inovação para a Sustentabilidade ambiental : Design e Inovação para a Sustentabilidade ambiental Título da Apresentação 4ªFIBoPSFeira Internacional para Intercâmbio das Boas Práticas Socioambientais. 26 a 28 julho 2011, São Paulo, Brasil Subtítulo

Leia mais

A Deputada GORETE PEREIRA (PR-CE) pronuncia o. seguinte discurso sobre o Dia do Fisioterapeuta e do

A Deputada GORETE PEREIRA (PR-CE) pronuncia o. seguinte discurso sobre o Dia do Fisioterapeuta e do A Deputada GORETE PEREIRA (PR-CE) pronuncia o seguinte discurso sobre o Dia do Fisioterapeuta e do Terapeuta Ocupacional: Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, O dia 13 de outubro deste ano

Leia mais

Ensino Técnico. Qualificação: TÉCNICO EM MECÂNICA. Componente Curricular: ÉTICA E CIDADANIA ORGANIZACIONAL. Professor: Tamie Mariana Shimizu

Ensino Técnico. Qualificação: TÉCNICO EM MECÂNICA. Componente Curricular: ÉTICA E CIDADANIA ORGANIZACIONAL. Professor: Tamie Mariana Shimizu Plano de Trabalho Docente 05 Ensino Técnico ETEC Paulino Botelho Código: 09 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: TÉCNICO EM MECÂNICA Qualificação:

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado plea Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 PLANO DE CURSO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado plea Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 PLANO DE CURSO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado plea Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: Gestão Ambiental e Desenvolvimento Código: ADM 458 Pré-requisito:------ Período Letivo: 2013.2

Leia mais

Masterclass. Novas Tendências na Gestão de Resíduos Urbanos

Masterclass. Novas Tendências na Gestão de Resíduos Urbanos Masterclass Novas Tendências na Gestão de Resíduos Urbanos Academia Lipor A LIPOR, como Entidade Formadora Certificada pela Fundação CEFA - Fundação para os Estudos e Formação Autárquica, pretende com

Leia mais

Fundação Municipal de Esportes e Lazer

Fundação Municipal de Esportes e Lazer QUADRA VIVA Fundação Municipal de Esportes e Lazer PREFEITO MUNICIPAL Carlos Amastha PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO Tenente Cleyton Alen EQUIPE TÉCNICA Allan de Brito Dutra Fabion Giorggio Rego de Arruda Lúcio

Leia mais

O SUAS COMO PARCEIRO NA PROMOÇÃO, DEFESA E GARANTIA DO DIREITO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES À CONVIVÊNCIA FAMILIAR E COMUNITÁRIA

O SUAS COMO PARCEIRO NA PROMOÇÃO, DEFESA E GARANTIA DO DIREITO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES À CONVIVÊNCIA FAMILIAR E COMUNITÁRIA O SUAS COMO PARCEIRO NA PROMOÇÃO, DEFESA E GARANTIA DO DIREITO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES À CONVIVÊNCIA FAMILIAR E COMUNITÁRIA RACHEL FERNANDA MATOS DOS SANTOS Assistente Social CRESS 35.724 CAO Cível

Leia mais

PACTO DOS AUTARCAS, desafios e oportunidades O contexto Português A importância dos PAES no desenvolvimento regional

PACTO DOS AUTARCAS, desafios e oportunidades O contexto Português A importância dos PAES no desenvolvimento regional PACTO DOS AUTARCAS, desafios e oportunidades O contexto Português A importância dos PAES no desenvolvimento regional Joaquim José Borges Gouveia Universidade de Aveiro bgouveia@ua.pt 29 de novembro de

Leia mais

BONCRED LEASING S/A. - Arrendamento Mercantil MANUAL DE POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL (PRSA)

BONCRED LEASING S/A. - Arrendamento Mercantil MANUAL DE POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL (PRSA) BONCRED LEASING S/A. - Arrendamento Mercantil MANUAL DE POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL (PRSA) BONCRED LEASING S/A. ARRENDAMENTO MERCANTIL Manual de Política de Responsabilidade Socioambiental

Leia mais