Sistemas de Bancos de Dados 1

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sistemas de Bancos de Dados 1"

Transcrição

1 Sistemas de Bancos de Dados 1 Sérgio A. S. de Moraes 2 Paulo de Tarso Costa de Sousa 3 Resumo O crescimento dos sistemas de informação nos remete ao estudo mais apurado de seus componentes e suas relações. Ao estudarmos um sistema de informação não podemos nos abster de analisar os sistemas de banco de dados, nem tampouco conceitos de dados, informação, conhecimento e o próprio sistema de informação. Dados, informação e conhecimento estão intimamente relacionados sendo que suas diferenças partem do entendimento que trazem até a solidificação das informações, gerando conhecimento para uso futuro. Os sistemas e sistemas de informação, por sua vez, nos mostram a importância dos relacionamentos entre seus componentes e com o meio ambiente. Finalmente, os sistemas de banco de dados permitem o armazenamento e gerenciamento de informações, fazendo que os dados estejam sempre atualizados e disponíveis conforme sua demanda. Palavras-chave Dados; Informação; Conhecimento; Sistemas; Sistemas de Informação; Gerenciadores de Banco de Dados. Database Systems 1 Summary The growth up of the information systems take us to study accurately its components and relationships. On studying an information system we can t abstain analyzing database systems, neither data, information, knowledge and information systems concepts. Data, information and knowledge are closely connected and differences begin with the understanding they are, until the information strengthen, creating knowledge to the future. The systems and information systems show us the relationships values between its components and with the environment. Finally, database systems allow information store and management, making data always up to date and available. Keywords Data; Information; Knowledge; Systems; Information Systems; Database Managemente. 1 Trabalho desenvolvido no Mestrado em Informática da UCB 2 Professor Doutor da Cadeira de Sistemas de Bancos de Dados da UCB 3 Aluno do Mestrado em Informática e autor desse artigo

2 1. Introdução Os sistemas de informação, apoiados em computador, em um processo evolutivo de sua abrangência dentro das organizações, provocou um aumento do grau de complexidade na sua construção e manutenção. Isso provocou a duplicação de dados e tarefas, provocando problemas de incoerência de informações, inconsistência de dados e aumento do custo de manutenção. Com a identificação desses problemas, a evolução natural dos sistemas de informação, impôs a eliminação desses problemas. Porém surgiram novos problemas a serem equacionados: o compartilhamento das informações e a dependência dos dados com as aplicações. Nesse ponto surge a necessidade de estruturas de armazenamento complexas e uma forma de gerenciamento mais independente das aplicações. Os sistemas gerenciadores de banco de dados vieram para resolver esses problemas, e ainda, em um constante processo evolutivo, destacam-se pela forma de armazenamento dos dados, sejam textuais, numéricos, áudio, imagens ou vídeos. Assim, os gerenciadores de banco de dados se tornam ferramentas essenciais para manutenção de dados, informações e conhecimento. 2. Dados, Informação e Conhecimento. 2.1 Dados A definição de dados inicialmente nos anos 80 era como um conjunto de dados relacionados logicamente e eram formados, basicamente, por tipo de dados caracter e numéricos os quais formavam os sistemas da época. Esses sistemas descreviam áreas de controle das empresas, por exemplo, contabilidade, finanças, vendas, estoque, pessoal. Com a evolução tecnológica, e principalmente, com a chegada dos sistemas utilizando tecnologia multimídia, programação orientada a objetos, sistemas especialistas e on-line, criou-se a necessidade de novos tipos de dados: textos, imagens, sons e vídeos. Os termos dados e informação estão intrinsecamente relacionados, sendo usados da mesma forma em muitas ocasiões. Porém há uma diferença sutil que os faz diferentes: o dado é uma referência não-elaborada, algo não interpretado, não classificado, não estruturado, não ajustado a um contexto. Os dados reunidos segundo uma determinada estrutura lógica nos trazem a informação [MATTOS]. São tratados como sinônimos e alguns autores distinguem dados como os valores fisicamente armazenados em um banco de dados e informação como o significado que esses valores tem para o usuário[date] Informação Informação é uma mensagem que permite aumentar o nosso conhecimento das coisas que nos cercam [MACFADDEN]. O aumento do conhecimento se dá pela importância que damos à informação para a tomada de decisão.

3 2.3 - Conhecimento A obtenção de conhecimento se dá a partir de um processo de percepção e absorção de informações que podem ser utilizadas para a concepção e criação de novos objetos. Dessa forma, conhecimento é a informação detectada, apreendida, processada, e armazenada de forma dinâmica na memória do conhecedor, ali permanecendo à sua disposição como patrimônio de grande valor intrínseco [PRATES]. Da psicologia vem a conceituação mais objetiva do Conhecimento como conseqüência do ato mental de Conhecer, associado ao ato de tomar posse mental do objeto do conhecimento. A psicologia mostra que o ato de conhecer é ato de posse mental do objeto a ser conhecido, necessário para se desenvolver a capacidade de conceber e idealizar em torno do conhecimento adquirido [PRATES]. 3. Sistemas, Sistemas de Informação 3.1 Sistemas Segundo Bertalanffy, o pai da teoria geral de sistemas, Sistema é um conjunto de elementos inter-relacionados de forma lógica. Para Bounding, Sistema é uma caixa preta fechada, que nós não temos a chave, não podemos abrir, e não sabemos o que contém, mas sabemos o que entra e o que sai desta caixa [MATTOS]. Todo sistema deve ter definido seu objetivo principal. Esse objetivo é que mostra a que se destina um determinado sistema, sendo sempre renovado para que sua existência seja permanente. O meio ambiente é o principal gerador de insumos para a renovação dos sistemas, que podem ser abertos ou fechados. O sistema aberto recebe informações externas para melhor se adaptar ao meio ambiente. Ao contrário, os sistemas fechados, são isolados do meio ambiente, não tendo nenhuma interação com o mesmo. Os sistemas podem ser classificados em: 1) Transcendentais são sistemas que sabemos que existem mas podemos estabelecer suas fronteiras; 2) Cognoscíveis são os sistemas que podemos descrever e conhecer seu funcionamento. Podem ser divididos em: a. Naturais são os sistemas encontrados na natureza (atômicos, moleculares, solar, galáctico, plantas, animais, homem); b. Projetados são os sistemas artificiais ou construídos pelo homem (computador, empresas, instituições, informação, filosóficos, científicos, simbólicos); Nota-se dessa forma que sistemas existem e fazem parte de nosso cotidiano, e tudo isso representado pela sua classificação, podemos chamar de Universo Sistêmico. Para que se possa identificar um sistema devemos definir seu objetivo e seus requisitos. Os objetivos devem nos mostrar qual a meta do sistema, sua linha de conduta

4 e objetivos secundários dentro do próprio sistema. O s requisitos são aspectos que influenciam o sistema e podem ser relativos a finanças, recursos humanos, política, pesquisa e desenvolvimento [MATTOS]. 3.2 Sistemas de Informação Um sistema de informação é um conjunto de componentes que podem ser hardware, software, procedimentos e dados, os quais são utilizados para o suporte de operações, gerenciamento, planejamento, controle e funções de tomada de decisão de uma organização [KATZAN]. Em uma organização, nota-se que os sistemas de informação provêem informações de sua base para o topo de forma mais detalhada e do topo para a base de forma mais resumida. Isto se dá pelo grau de atuação de cada nível na organização. A fig. 1 mostra esse caminho destacando a base como a que possui as informações de forma mais detalhada para seu processamento e operacionalização da empresa, e o alto da pirâmide onde as informações estão de forma mais sintética para a tomada de decisões. General Information Affect organization as a whole Info Police Planning Fewer people generalist at higher organization level Information for formatting objectives as strategic plans Information for planning and budgeting Information for operational Control and decision making Inquiry / Response Data Processing More detailed and specific information affecting particular groups Fig. 1 Pirâmide de utilização do sistema de informação Many people and specialists at lower organization level

5 Podemos visualizar um sistema de informação pelo lado tecnológico em camadas de sub-sistemas inter-relacionados destinadas ao alcance de um objetivo. Essas camadas podem ser vistas, conforme fig. 2 como as seguintes: 1) Sistemas de Computação (Computer Systems) camada de integração com o equipamento e seus controles; 2) Sistemas de Software (System Software) camada de integração do sistema operacional com as camadas adjacentes; 3) Subsistemas de Aplicação (Application Subsystems) camada de integração de banco de dados e controles de informação com as camadas adjacentes; 4) Programas Aplicativos (Application Programs) camada de processamento das informações e integração com a camada adjacente; Data Processing Problem Solving Process Control Application Programs Application SubSystems Database Systems Information Control System Inquiry/Response Systems Software Computer Systems Computer Peripheral Devices Control Devices Operating System Data Management Data Communication Fig. 2 Camadas de um sistema de informações Verificando as partes que compõem um sistema de informação, em sua elaboração devemos observar, para cada camada, uma série de características para que o sistema de informação possa atender com êxito seus objetivos. Devemos considerar o seguinte: - Accuracy o dado tem de ser correto, exato; - Reliability certeza de que a execução de uma tarefa, em determinado tempo e sob condições determinadas, será realizada de forma adequada; - Security garantia de proteção contra uso indevido; - Responsiveness tempo que a resposta a um serviço computadorizado satisfaz o usuário; - Incremental Growth habilidade de adicionar componentes ao sistema sem o seu completo redesenho;

6 - Correspondence to organizations patterns integração com outros sistemas da organização; - Resource sharing compartilhamento de recursos; 4. Gerenciadores de Banco de Dados Um sistema de banco de dados nada mais é do que um sistema computadorizado para manter registros de arquivos, fazendo com que o usuário da informação manipuleas com facilidade [DATE]. De uma forma conceitual podemos dizer que os bancos de dados são formados por modelos de informações originadas do mundo real. Os modelos mostram (fig. 3) a estrutura da informação desde o seu processo de modelagem, onde são captadas do mundo real o que se quer do banco de dados, até a descrição de sua estrutura física de armazenamento, onde e como estarão localizados no banco de dados. Seres, Objetos Mundo Real Processo de Modelagem Informações Informais Modelo Descritivo Descrições estruturais e das transações Informações Formais Modelo Conceitual Estruturas de Informação Especificações de manipulações Dados Modelo Operacional Dados em si; estruturas externas de dados; especificação e programação de manipulações Cadeias de Bits e Bytes Modelo Interno Estruturas internas de arquivos e tabelas Fig. 3 Modelos de Concepção de um banco de Dados

7 Os sistemas de banco de dados podem ser mono ou multi-usuário: multi-usuário faz com que os usuários sintam como se estivessem em ambiente mono-usuario. È uma forma onde os dados estão armazenados em um equipamento servidor (Server) e os usuários acessam as informações através de terminais ou microcomputadores em rede, o que chamamos de clientes (Client). Na opção mono-usuário os dados estão armazenados no equipamento do próprio usuário e não há o acesso de outros usuários às informações desse banco de dados. A integração e compartilhamento podem ser consideradas como as principais vantagens de um sistema de banco de dados. A integração permite a unificação dos dados eliminando substancialmente as redundâncias de dados. Com isso todos os sistemas de informação podem utilizar informações comuns, por exemplo, vendas e funcionários, ao se atualizar o cadastro de funcionários já se atualiza o cadastro de vendedores evitando a repetição de informações. O compartilhamento permite que vários usuários utilizem uma informação contida no banco de dados. Podemos ainda citar outras vantagens na utilização de um banco de dados: - Volume reduzido de papéis - Agilidade na recuperação e processamento de dados - Dados atualizados estão sempre disponíveis - Redução da redundância de dados - Inconsistência dos dados pode ser minimizada - Dados são compartilhados - Padrões são aplicados - Restrições de integridade dos dados podem ser utilizados - Manutenção da integridade dos dados - Analise de desempenho e balanceamento de carga. Fora essas vantagens descritas acima, verificamos como principal vantagem a independência dos dados, considerando que os dados e sua estrutura devem estar dissociados da aplicação. Uma aplicação dependente dos dados significa que qualquer alteração na estrutura dos dados, seja inclusão de um campo, exclusão ou alteração de índices, requer a conseqüente modificação na aplicação. A dependência dos dados pela aplicação deve ser algo evitado, porém há casos em que ela é aplicada, por exemplo uma conversão de dados textuais em binário feito pela aplicação. Bancos de dados chamados relacionais são os predominantes no mercado. Em sistemas relacionais podemos dizer que os dados são percebidos pelo usuário como tabelas, inclusive as consultas realizadas nessas tabelas são visualizadas no mesmo formato. Categorias de Banco de dados: Relacional Lista Invertida Hierárquico Rede DB2, SQL/DS, INGRES, Oracle, Sybase, Informix, etc Adabas, Datacom/DB IMS, System2000 IDMS, DMS1100, TOTAL

8 5. Conclusão Os sistemas de banco de dados em seu processo evolutivo nos mostram cada vez mais, a busca por formas de gerenciamento de informações mais apuradas e até mesmo mais próximas do conhecimento humano. Verificamos isso através dos bancos de dados inteligentes, aplicações cada vez mais sofisticadas, como as redes neurais, lógica fuzzy, enfim a inteligência artificial. A conceituação de dados, informação e conhecimento nos dá uma base para o entendimento da aplicação dos bancos de dados. Já os sistemas e sistemas de informação nos dão uma visão, além da aplicação, da importância no relacionamento com outros sistemas e principalmente com o meio ambiente. Evoluiremos, em algum tempo, para uma definição de banco de dados como banco de conhecimento, face sua complexidade cada vez maior e uma utilização cada vez mais especializada. Os sistemas de informação exigem dos bancos de dados recursos para que as respostas desejadas pelos usuários estejam sempre à disposição. Atualmente já convivemos com os banco de dados inteligentes que surgiu de novas tecnologias como a programação orientada a objetos, sistemas especialistas, hypermidia e sistemas de recuperação on-line. A internet, sistemas multimídia, data warehouse são grandes impulsionadores para aplicativos críticos, e conseqüentemente forçam um processo de crescimento dos bancos de dados.

9 Referências [MATTOS] MATTOS, João Metello. A Sociedade do Conhecimento. Brasília: ESAF; Editora UNB, p. [DIAS] DIAS, Donaldo de Souza. O Sistema de Informação e a Empresa. Rio de Janeiro: LTC Livros Técnicos e Científicos Editora S.A, [MACFADDEN] MACFADDEN, Fred R. Modern Database Management / Fred R. McFadden, Jeffrey ª Hoffer, Mary B. Prescott. 5 th ed. [SETZER] SETZER, Valdemar W. Bancos de Dados, Conceitos, modelos, gerenciadores, projeto lógico, projeto físico. Ed. Edgard Blücher Ltda, [DATE] DATE, C. J. Na Introduction to Database Systems. Addison-Wesley Publishing Company, [KATZAN] KATZAN, Harry. Dsitributed Information Systems. Petrocelli Books Inc. [PRATES] PRATES, Maurício. Aula de Metodologia de Pesquisa em Informática. Mestrado em Informática da Universidade Católica de Brasília.

Introdução à Banco de Dados. Definição

Introdução à Banco de Dados. Definição Universidade Federal da Bahia Departamento de Ciência da Computação (DCC) Disciplina: Banco de Dados Profª. Daniela Barreiro Claro Introdução à Banco de Dados Definição Um banco de dados é uma coleção

Leia mais

Módulo 4: Gerenciamento de Dados

Módulo 4: Gerenciamento de Dados Módulo 4: Gerenciamento de Dados 1 1. CONCEITOS Os dados são um recurso organizacional decisivo que precisa ser administrado como outros importantes ativos das empresas. A maioria das organizações não

Leia mais

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos Denis Alcides Rezende Do processamento de dados a TI Na década de 1960, o tema tecnológico que rondava as organizações era o processamento de

Leia mais

Para construção dos modelos físicos, será estudado o modelo Relacional como originalmente proposto por Codd.

Para construção dos modelos físicos, será estudado o modelo Relacional como originalmente proposto por Codd. Apresentação Este curso tem como objetivo, oferecer uma noção geral sobre a construção de sistemas de banco de dados. Para isto, é necessário estudar modelos para a construção de projetos lógicos de bancos

Leia mais

INF220 - Banco de Dados I

INF220 - Banco de Dados I Banco de Dados - Introdução Bibliografia INF220 - Banco de Dados I Prof. Jugurta Lisboa Filho Departamento de Informática - UFV Notas de Aula (jugurta@dpi.ufv.br) ELMASRI, R; NAVATHE, S. Fundamentals of

Leia mais

Banco de Dados Aula 1 Introdução a Banco de Dados Introdução Sistema Gerenciador de Banco de Dados

Banco de Dados Aula 1 Introdução a Banco de Dados Introdução Sistema Gerenciador de Banco de Dados Banco de Dados Aula 1 Introdução a Banco de Dados Introdução Um Sistema Gerenciador de Banco de Dados (SGBD) é constituído por um conjunto de dados associados a um conjunto de programas para acesso a esses

Leia mais

20/05/2013. Sistemas de Arquivos Sistemas de arquivos. Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados (SGBD) Banco de Dados. Estrutura de um BD SGBD

20/05/2013. Sistemas de Arquivos Sistemas de arquivos. Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados (SGBD) Banco de Dados. Estrutura de um BD SGBD Gerenciamento de Dados e Informação Fernando Fonseca Ana Carolina Robson Fidalgo Sistemas de Arquivos Sistemas de arquivos Principal característica é a replicação e isolamento de dados (ilhas de informações)

Leia mais

FACULDADE INTEGRADAS DE PARANAÍBA ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS. Bancos de Dados Conceitos Fundamentais

FACULDADE INTEGRADAS DE PARANAÍBA ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS. Bancos de Dados Conceitos Fundamentais FACULDADE INTEGRADAS DE PARANAÍBA ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS Bancos de Dados Conceitos Fundamentais Tópicos Conceitos Básicos Bancos de Dados Sistemas de Bancos de Dados Sistemas de Gerenciamento de Bancos

Leia mais

Bancos de Dados. Conceitos F undamentais em S is temas de B ancos de Dados e s uas Aplicações

Bancos de Dados. Conceitos F undamentais em S is temas de B ancos de Dados e s uas Aplicações Conceitos F undamentais em S is temas de B ancos de Dados e s uas Aplicações Tópicos Conceitos Básicos Bancos de Dados Sistemas de Bancos de Dados Sistemas de Gerenciamento de Bancos de Dados Abstração

Leia mais

Sistemas de Informação James A. O Brien Editora Saraiva Capítulo 5

Sistemas de Informação James A. O Brien Editora Saraiva Capítulo 5 Para entender bancos de dados, é útil ter em mente que os elementos de dados que os compõem são divididos em níveis hierárquicos. Esses elementos de dados lógicos constituem os conceitos de dados básicos

Leia mais

BANCO DE DADOS E BUSINESS INTELIGENCE. C/H: 20 horas (20/02, 25/02, 27/02, 04/03, 06/03)

BANCO DE DADOS E BUSINESS INTELIGENCE. C/H: 20 horas (20/02, 25/02, 27/02, 04/03, 06/03) MBA em Gestão de TI MÓDULO: BANCO DE DADOS E BUSINESS INTELIGENCE C/H: 20 horas (20/02, 25/02, 27/02, 04/03, 06/03) PROFESSOR: Edison Andrade Martins Morais prof@edison.eti.br http://www.edison.eti.br

Leia mais

INTRODUÇÃO E CONCEITOS BÁSICOS. Prof. Ronaldo R. Goldschmidt

INTRODUÇÃO E CONCEITOS BÁSICOS. Prof. Ronaldo R. Goldschmidt INTRODUÇÃO E CONCEITOS BÁSICOS Prof. Ronaldo R. Goldschmidt Hierarquia Dado - Informação - Conhecimento: Dados são fatos com significado implícito. Podem ser armazenados. Dados Processamento Informação

Leia mais

Laboratório de Banco de Dados

Laboratório de Banco de Dados Universidade Federal de Mato Grosso-UFMT Sistemas de Informação Laboratório de Banco de Dados Prof. Clóvis Júnior Laboratório de Banco de Dados Conteúdo Administração de Usuários de Papéis; Linguagens

Leia mais

Administração de Banco de Dados

Administração de Banco de Dados Administração de Banco de Dados Professora conteudista: Cida Atum Sumário Administração de Banco de Dados Unidade I 1 INTRODUÇÃO A BANCO DE DADOS...1 1.1 Histórico...1 1.2 Definições...2 1.3 Importância

Leia mais

Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados

Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados Fernando Castor A partir de slides elaborados por Fernando Fonseca & Robson Fidalgo 1 Sistemas de Arquivos Sistemas de arquivos Principal característica é a replicação

Leia mais

Prof. Marcelo Machado Cunha www.marcelomachado.com mcelobr@yahoo.com.br

Prof. Marcelo Machado Cunha www.marcelomachado.com mcelobr@yahoo.com.br Prof. Marcelo Machado Cunha www.marcelomachado.com mcelobr@yahoo.com.br Ementa Introdução a Banco de Dados (Conceito, propriedades), Arquivos de dados x Bancos de dados, Profissionais de Banco de dados,

Leia mais

GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS

GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS Resumo No ambiente empresarial observam-se inúmeros dados importantes e indispensáveis para o desenvolvimento da empresa. Esses dados, coletados, devem ser bem organizados e estruturados de forma que o

Leia mais

Banco de Dados I. Introdução. Fabricio Breve

Banco de Dados I. Introdução. Fabricio Breve Banco de Dados I Introdução Fabricio Breve Introdução SGBD (Sistema Gerenciador de Banco de Dados): coleção de dados interrelacionados e um conjunto de programas para acessar esses dados Coleção de dados

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÃO GERENCIAL

SISTEMA DE INFORMAÇÃO GERENCIAL COLÉGIO ESTADUAL DE CAMPO MOURÃO EFMP PROF: Edson Marcos da Silva CURSO: Técnico em Administração Subsequente TURMAS: 1º Ano APOSTILA: nº 1 SISTEMA DE INFORMAÇÃO GERENCIAL Sistemas de Informação Campo

Leia mais

Banco de Dados I Ementa:

Banco de Dados I Ementa: Banco de Dados I Ementa: Banco de Dados Sistema Gerenciador de Banco de Dados Usuários de um Banco de Dados Etapas de Modelagem, Projeto e Implementação de BD O Administrador de Dados e o Administrador

Leia mais

Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados

Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados Orivaldo V. Santana Jr A partir de slides elaborados por Ivan G. Costa Filho Fernando Fonseca & Robson Fidalgo 1 Sistemas de Arquivos Sistemas de arquivos Principal

Leia mais

Banco de Dados. Tópicos. CIn/UFPE. Conceitos Básicos

Banco de Dados. Tópicos. CIn/UFPE. Conceitos Básicos Banco de Dados CIn/UFPE Ana Carolina Salgado Fernando Fonseca Valéria Times Conceitos Básicos Modelagem Conceitual Modelo Relacional Mapeamento ER/Relacional SQL / Aplicações Modelos Orientados a Objetos

Leia mais

Banco de Dados. Introdução. João Eduardo Ferreira Osvaldo Kotaro Takai. jef@ime.usp.br DCC-IME-USP

Banco de Dados. Introdução. João Eduardo Ferreira Osvaldo Kotaro Takai. jef@ime.usp.br DCC-IME-USP Banco de Dados Introdução João Eduardo Ferreira Osvaldo Kotaro Takai jef@ime.usp.br DCC-IME-USP Importância dos Bancos de Dados A competitividade das empresas depende de dados precisos e atualizados. Conforme

Leia mais

Etapas da evolução rumo a tomada de decisão: Aplicações Isoladas: dados duplicados, dados inconsistentes, processos duplicados.

Etapas da evolução rumo a tomada de decisão: Aplicações Isoladas: dados duplicados, dados inconsistentes, processos duplicados. Histórico Etapas da evolução rumo a tomada de decisão: Aplicações Isoladas: dados duplicados, dados inconsistentes, processos duplicados. Sistemas Integrados: racionalização de processos, manutenção dos

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS. 1. Conceitos básicos de BD, SBD e SGBD BANCO DE DADOS I

CONCEITOS BÁSICOS. 1. Conceitos básicos de BD, SBD e SGBD BANCO DE DADOS I CONCEITOS BÁSICOS 1. Conceitos básicos de BD, SBD e SGBD A importância da informação para a tomada de decisões nas organizações tem impulsionado o desenvolvimento dos sistemas de processamento de informações.

Leia mais

Disciplina: Tecnologias de Banco de Dados para SI s

Disciplina: Tecnologias de Banco de Dados para SI s Curso de Gestão em SI Disciplina: Tecnologias de Banco de Dados para SI s Rodrigo da Silva Gomes (Extraído do material do prof. Ronaldo Melo - UFSC) Banco de Dados (BD) BD fazem parte do nosso dia-a-dia!

Leia mais

Introdução. Gerenciamento de Dados e Informação. Principais Tipos de SI. Papel de SI. Principais Tipos de SI. Principais Tipos de SI.

Introdução. Gerenciamento de Dados e Informação. Principais Tipos de SI. Papel de SI. Principais Tipos de SI. Principais Tipos de SI. Introdução Gerenciamento de Dados e Informação Introdução Sistema de Informação (SI) Coleção de atividades que regulam o compartilhamento e a distribuição de informações e o armazenamento de dados relevantes

Leia mais

Conceitos. - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação. - Dados x Informações. Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com.

Conceitos. - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação. - Dados x Informações. Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com. Conceitos - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação - Dados x Informações Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com.br Definição de Sistema Uma coleção de objetos unidos por alguma forma

Leia mais

Sistema de Bancos de Dados. Conceitos Gerais Sistema Gerenciador de Bancos de Dados

Sistema de Bancos de Dados. Conceitos Gerais Sistema Gerenciador de Bancos de Dados Sistema de Bancos de Dados Conceitos Gerais Sistema Gerenciador de Bancos de Dados # Definições # Motivação # Arquitetura Típica # Vantagens # Desvantagens # Evolução # Classes de Usuários 1 Nível 1 Dados

Leia mais

Programação com acesso a BD. Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br

Programação com acesso a BD. Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br Programação com acesso a BD Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br 1 Introdução BD desempenha papel crítico em todas as áreas em que computadores são utilizados: Banco: Depositar ou retirar

Leia mais

Introdução a Computação

Introdução a Computação Introdução a Computação Aula 04 SGBD Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com Conceitos Básicos DADOS: são fatos em sua forma primária. Ex: nome do funcionário,

Leia mais

BANCO DE DADOS AULA - 01. Josino Rodrigues (josinon@gmail.com) Weyler N M Lopes Especialização em Banco de Dados Página 1

BANCO DE DADOS AULA - 01. Josino Rodrigues (josinon@gmail.com) Weyler N M Lopes Especialização em Banco de Dados Página 1 BANCO DE DADOS AULA - 01 Josino Rodrigues (josinon@gmail.com) Weyler N M Lopes Especialização em Banco de Dados Página 1 Introdução à Sistemas de Informação Sociedade agrícola Sociedade industrial Obra-prima

Leia mais

Banco de Dados. Uma coleção de dados relacionados [ELMASRI/NAVATHE]

Banco de Dados. Uma coleção de dados relacionados [ELMASRI/NAVATHE] 1/6 Banco de Dados O que é um Banco de Dados? Uma coleção de dados relacionados [ELMASRI/NAVATHE] Conjunto de dados integrados que tem por objetivo atender a uma comunidade específica [HEUSER] Um conjunto

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE DADOS

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE DADOS Capítulo 7 ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE DADOS 7.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS Por que as empresas sentem dificuldades para descobrir que tipo de informação precisam ter em seus sistemas de informação?

Leia mais

Sistemas de Informação I

Sistemas de Informação I + Sistemas de Informação I Tipos de SI Ricardo de Sousa Britto rbritto@ufpi.edu.br + Introdução 2 n As organizações modernas competem entre si para satisfazer as necessidades dos seus clientes de um modo

Leia mais

Banco de Dados Capítulo 1: Introdução. Especialização em Informática DEINF/UFMA Cláudio Baptista

Banco de Dados Capítulo 1: Introdução. Especialização em Informática DEINF/UFMA Cláudio Baptista Banco de Dados Capítulo 1: Introdução Especialização em Informática DEINF/UFMA Cláudio Baptista O que é um Banco de Dados (BD)? É uma coleção de dados relacionados e armazenados em algum dispositivo. Propriedades

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE DADOS

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE DADOS 7 ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE DADOS OBJETIVOS Por que as empresas sentem dificuldades para descobrir que tipo de informação precisam ter em seus sistemas de informação ão? Como um sistema de gerenciamento

Leia mais

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani Planejamento Estratégico de TI Prof.: Fernando Ascani Data Warehouse - Conceitos Hoje em dia uma organização precisa utilizar toda informação disponível para criar e manter vantagem competitiva. Sai na

Leia mais

SISTEMA DE BANCO DE DADOS. Banco e Modelagem de dados

SISTEMA DE BANCO DE DADOS. Banco e Modelagem de dados SISTEMA DE BANCO DE DADOS Banco e Modelagem de dados Sumário Conceitos/Autores chave... 3 1. Introdução... 4 2. Arquiteturas de um Sistema Gerenciador... 5 3. Componentes de um Sistema... 8 4. Vantagens

Leia mais

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação UNIFEI Universidade Federal de Itajubá Prof. Dr. Alexandre Ferreira de Pinho 1 Componentes de uma empresa Organizando uma empresa: funções empresariais básicas Funções

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em BD Curso Superior de Tecnologia em DAI

Curso Superior de Tecnologia em BD Curso Superior de Tecnologia em DAI Curso Superior de Tecnologia em BD Curso Superior de Tecnologia em DAI Fundamentos de Banco de Dados Aula 01 Introdução aos Sistemas de Bancos de Dados Introdução aos Sistemas de BD Objetivo Apresentar

Leia mais

MODELAGEM DE DADOS MODELAGEM DE DADOS. rafaeldiasribeiro.com.br 04/08/2012. Aula 7. Prof. Rafael Dias Ribeiro. M.Sc. @ribeirord

MODELAGEM DE DADOS MODELAGEM DE DADOS. rafaeldiasribeiro.com.br 04/08/2012. Aula 7. Prof. Rafael Dias Ribeiro. M.Sc. @ribeirord MODELAGEM DE DADOS PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO, M.Sc. @ribeirord MODELAGEM DE DADOS Aula 7 Prof. Rafael Dias Ribeiro. M.Sc. @ribeirord 1 Objetivos: Aprender sobre a modelagem lógica dos dados. Conhecer os

Leia mais

Introdução. Motivação. Sistema Gerenciador de Banco de Dados (SGBD) Banco de Dados (BD) Sistema de Banco de Dados (SBD)

Introdução. Motivação. Sistema Gerenciador de Banco de Dados (SGBD) Banco de Dados (BD) Sistema de Banco de Dados (SBD) Pós-graduação em Ciência da Computação CCM-202 Sistemas de Banco de Dados Introdução Profa. Maria Camila Nardini Barioni camila.barioni@ufabc.edu.br Bloco B - sala 937 2 quadrimestre de 2011 Motivação

Leia mais

SISTEMA GERENCIADOR DE BANCO DE DADOS

SISTEMA GERENCIADOR DE BANCO DE DADOS BANCO DE DADOS Universidade do Estado de Santa Catarina Centro de Ciências Tecnológicas Departamento de Ciência da Computação Prof. Alexandre Veloso de Matos alexandre.matos@udesc.br SISTEMA GERENCIADOR

Leia mais

Conceitos básicos. Aplicações de banco de dados. Conceitos básicos (cont.) Dado: Um fato, alguma coisa sobre a qual uma inferência é baseada.

Conceitos básicos. Aplicações de banco de dados. Conceitos básicos (cont.) Dado: Um fato, alguma coisa sobre a qual uma inferência é baseada. Conceitos básicos Angélica Toffano Seidel Calazans E-mail: angelica_toffano@yahoo.com.br Conceitos introdutórios de Modelagem de dados Dado: Um fato, alguma coisa sobre a qual uma inferência é baseada.

Leia mais

Gerenciamento de Serviços em TI com ITIL. Gerenciamento de Serviços de TI com ITIL

Gerenciamento de Serviços em TI com ITIL. Gerenciamento de Serviços de TI com ITIL Gerenciamento de Serviços de TI com ITIL A Filosofia do Gerenciamento de Serviços em TI Avanços tecnológicos; Negócios totalmente dependentes da TI; Qualidade, quantidade e a disponibilidade (infra-estrutura

Leia mais

1. CONCEITOS BÁSICOS DE BD, SBD E SGBD

1. CONCEITOS BÁSICOS DE BD, SBD E SGBD Introdução 1. CONCEITOS BÁSICOS DE BD, SBD E SGBD A importância da informação para a tomada de decisões nas organizações tem impulsionado o desenvolvimento dos sistemas de processamento de informações.

Leia mais

Tecnologia melhora o ABC

Tecnologia melhora o ABC Tecnologia melhora o ABC As inovações da informática estão contribuindo para tornar realidade a determinação de custos com base em atividade Por Mary Lee Geishecker FINANÇAS 18 Mais do que nunca, trabalhar

Leia mais

Documento de Requisitos Projeto SisVendas Sistema de Controle de Vendas para Loja de Informática.

Documento de Requisitos Projeto SisVendas Sistema de Controle de Vendas para Loja de Informática. Documento de Requisitos Projeto SisVendas Sistema de Controle de Vendas para Loja de Informática. 1 Introdução 1.1 Propósito O propósito deste documento de especificação de requisitos é definir os requisitos

Leia mais

Faculdade de Tecnologia da Zona Leste Prof. Fumio Ogawa

Faculdade de Tecnologia da Zona Leste Prof. Fumio Ogawa Faculdade de Tecnologia da Zona Leste Prof. Fumio Ogawa Sistemas de Informação 2 1. Fundamentos dos Sistemas de Informação Antes de começar a discutir os sistemas de informação precisamos definir e entender

Leia mais

Conceitos Básicos. Conceitos Básicos. Sistema de Arquivos. Prof. Edilberto Silva - edilms@yahoo.com. Sistemas de Informação Brasília/DF

Conceitos Básicos. Conceitos Básicos. Sistema de Arquivos. Prof. Edilberto Silva - edilms@yahoo.com. Sistemas de Informação Brasília/DF 2 Conceitos Básicos Material baseado nas notas de aula: Maria Luiza M. Campos IME/2005 Carlos Heuser - livro Projeto de Banco de Dados CasaNova / PUC/RJ Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com Sistemas

Leia mais

Dado: Fatos conhecidos que podem ser registrados e têm um significado implícito. Banco de Dados:

Dado: Fatos conhecidos que podem ser registrados e têm um significado implícito. Banco de Dados: MC536 Introdução Sumário Conceitos preliminares Funcionalidades Características principais Usuários Vantagens do uso de BDs Tendências mais recentes em SGBDs Algumas desvantagens Modelos de dados Classificação

Leia mais

Banco de Dados I. 1. Conceitos de Banco de Dados

Banco de Dados I. 1. Conceitos de Banco de Dados Banco de Dados I 1. Conceitos de Banco de Dados 1.1. Características de um Banco de Dados. 1.2. Vantagens na utilização de um BD. 1.3. Quando usar e não usar um Banco de Dados. 1.4. Modelos, Esquemas e

Leia mais

04/08/2012 MODELAGEM DE DADOS. PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO, M.Sc. @ribeirord MODELAGEM DE DADOS. Aula 2. Prof. Rafael Dias Ribeiro. M.Sc.

04/08/2012 MODELAGEM DE DADOS. PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO, M.Sc. @ribeirord MODELAGEM DE DADOS. Aula 2. Prof. Rafael Dias Ribeiro. M.Sc. MODELAGEM DE DADOS PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO, M.Sc. @ribeirord MODELAGEM DE DADOS Aula 2 Prof. Rafael Dias Ribeiro. M.Sc. @ribeirord 1 Objetivos: Revisão sobre Banco de Dados e SGBDs Aprender as principais

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação I

Administração de Sistemas de Informação I Administração de Sistemas de Informação I Prof. Farinha Aula 04 Conceito Sistema de Informação é uma série de elementos ou componentes inter-relacionados que coletam (entrada), manipulam e armazenam (processo),

Leia mais

Conceitos de Banco de Dados

Conceitos de Banco de Dados Conceitos de Banco de Dados Autor: Luiz Antonio Junior 1 INTRODUÇÃO Objetivos Introduzir conceitos básicos de Modelo de dados Introduzir conceitos básicos de Banco de dados Capacitar o aluno a construir

Leia mais

Banco de Dados I Introdução

Banco de Dados I Introdução Banco de Dados I Introdução Prof. Moser Fagundes Curso Técnico em Informática (Modalidade Integrada) IFSul Campus Charqueadas Sumário da aula Avaliações Visão geral da disciplina Introdução Histórico Porque

Leia mais

04/08/2012 MODELAGEM DE DADOS. PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO, M.Sc. @ribeirord MODELAGEM DE DADOS. Aula 1. Prof. Rafael Dias Ribeiro. M.Sc.

04/08/2012 MODELAGEM DE DADOS. PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO, M.Sc. @ribeirord MODELAGEM DE DADOS. Aula 1. Prof. Rafael Dias Ribeiro. M.Sc. MODELAGEM DE DADOS PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO, M.Sc. @ribeirord MODELAGEM DE DADOS Aula 1 Prof. Rafael Dias Ribeiro. M.Sc. @ribeirord 1 Objetivos: Apresenta a diferença entre dado e informação e a importância

Leia mais

Introdução a Banco de Dados. Adão de Melo Neto

Introdução a Banco de Dados. Adão de Melo Neto Introdução a Banco de Dados Adão de Melo Neto 1 Por que estudar BD? Os Bancos de Dados fazem parte do nosso dia-a-dia: operação bancária reserva de hotel matrícula em uma disciplina da universidade cadastro

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO @ribeirord FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Rafael D. Ribeiro, M.Sc,PMP. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br Lembrando... Aula 4 1 Lembrando... Aula 4 Sistemas de apoio

Leia mais

CONSIDERAÇÕES SOBRE ATIVIDADES DE IDENTIFICAÇÃO, LOCALIZAÇÃO E TRATAMENTO DE DADOS NA CONSTRUÇÃO DE UM DATA WAREHOUSE

CONSIDERAÇÕES SOBRE ATIVIDADES DE IDENTIFICAÇÃO, LOCALIZAÇÃO E TRATAMENTO DE DADOS NA CONSTRUÇÃO DE UM DATA WAREHOUSE CONSIDERAÇÕES SOBRE ATIVIDADES DE IDENTIFICAÇÃO, LOCALIZAÇÃO E TRATAMENTO DE DADOS NA CONSTRUÇÃO DE UM DATA WAREHOUSE Fabio Favaretto Professor adjunto - Programa de Pós Graduação em Engenharia de Produção

Leia mais

Banco de Dados. Aula 1 - Prof. Bruno Moreno 16/08/2011

Banco de Dados. Aula 1 - Prof. Bruno Moreno 16/08/2011 Banco de Dados Aula 1 - Prof. Bruno Moreno 16/08/2011 Roteiro Apresentação do professor e disciplina Definição de Banco de Dados Sistema de BD vs Tradicional Principais características de BD Natureza autodescritiva

Leia mais

INTRODUÇÃO BANCO DE DADOS. Prof. Msc. Hélio Esperidião

INTRODUÇÃO BANCO DE DADOS. Prof. Msc. Hélio Esperidião INTRODUÇÃO BANCO DE DADOS Prof. Msc. Hélio Esperidião BANCO DE DADOS Podemos entender por banco de dados qualquer sistema que reúna e mantenha organizada uma série de informações relacionadas a um determinado

Leia mais

Sociedade do Conhecimento

Sociedade do Conhecimento Gerenciamento (Gestão) Eletrônico de Documentos GED Introdução Gerenciamento Eletrônico de Documentos - GED Sociedade do Conhecimento Nunca se produziu tanto documento e se precisou de tanta velocidade

Leia mais

Revisão de Banco de Dados

Revisão de Banco de Dados Revisão de Banco de Dados Fabiano Baldo 1 Sistema de Processamento de Arquivos Antes da concepção dos BDs o registro das informações eram feitos através de arquivos. Desvantagens: Redundância e Inconsistência

Leia mais

Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com

Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE Introdução a Banco de Dados Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com 12/06/2013 Sumário Motivação da Disciplina

Leia mais

Palavras-Chaves: engenharia de requisitos, modelagem, UML.

Palavras-Chaves: engenharia de requisitos, modelagem, UML. APLICAÇÃO DA ENGENHARIA DE REQUISITOS PARA COMPREENSÃO DE DOMÍNIO DO PROBLEMA PARA SISTEMA DE CONTROLE COMERCIAL LEONARDO DE PAULA SANCHES Discente da AEMS Faculdades Integradas de Três Lagoas RENAN HENRIQUE

Leia mais

Dados. Qualquer elemento (aspecto, fato, medida etc.) representativo, disponível e coletável na realidade. fatos no estado bruto, conforme Platão;

Dados. Qualquer elemento (aspecto, fato, medida etc.) representativo, disponível e coletável na realidade. fatos no estado bruto, conforme Platão; Dados Os Dados são os fatos em sua forma primária, como observamos no mundo. Qualquer elemento (aspecto, fato, medida etc.) representativo, disponível e coletável na realidade. fatos no estado bruto, conforme

Leia mais

GBD. Introdução PROF. ANDREZA S. AREÃO

GBD. Introdução PROF. ANDREZA S. AREÃO GBD Introdução PROF. ANDREZA S. AREÃO Sistema de arquivos X Sistemas de Banco de Dados Sistema de arquivos Sistema de Banco de Dados Aplicativos Dados (arquivos) Aplicativos SGBD Dados (arquivos) O acesso/gerenciamento

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação I

Administração de Sistemas de Informação I Administração de Sistemas de Informação I Prof. M.Sc. Anderson Pazin Aula 01 Sistema Sistema é um conjunto de elementos dinamicamente relacionados formando uma atividade para atingir um objetivo sobre

Leia mais

Introdução. Banco de dados. Por que usar BD? Por que estudar BD? Exemplo de um BD. Conceitos básicos

Introdução. Banco de dados. Por que usar BD? Por que estudar BD? Exemplo de um BD. Conceitos básicos Introdução Banco de Dados Por que usar BD? Vitor Valerio de Souza Campos Adaptado de Vania Bogorny 4 Por que estudar BD? Exemplo de um BD Os Bancos de Dados fazem parte do nosso dia-a-dia: operação bancária

Leia mais

Implementação de um Data Warehouse para Analise Multidimensional de Informações da Secretária de Trânsito de Guaíba

Implementação de um Data Warehouse para Analise Multidimensional de Informações da Secretária de Trânsito de Guaíba Implementação de um Data Warehouse para Analise Multidimensional de Informações da Secretária de Trânsito de Guaíba Fernando Maganha 1, Daniel Murara Barcia 2 1 Acadêmico do Curso de Sistemas de Informação

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1. COLABORAÇÃO NAS EMPRESAS Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar a colaborar, comunicando idéias, compartilhando

Leia mais

Banco de Dados I. Apresentação (mini-currículo) Conceitos. Disciplina Banco de Dados. Cont... Cont... Edson Thizon (edson@esucri.com.

Banco de Dados I. Apresentação (mini-currículo) Conceitos. Disciplina Banco de Dados. Cont... Cont... Edson Thizon (edson@esucri.com. Sistemas da Informação Banco de Dados I Edson Thizon (edson@esucri.com.br) 2008 Apresentação (mini-currículo) Formação Acadêmica Mestrando em Ciência da Computação (UFSC/ ) Créditos Concluídos. Bacharel

Leia mais

PORTFÓLIO www.imatec.com.br

PORTFÓLIO www.imatec.com.br História A IMATEC foi estabelecida em 1993 com o objetivo de atuar nos segmentos de microfilmagem, digitalização e guarda de documentos e informações, hoje conta com 300 colaboradores, têm em seu quadro,

Leia mais

Limitações e Deficiências no Uso da Informação para Tomada de Decisões

Limitações e Deficiências no Uso da Informação para Tomada de Decisões Limitações e Deficiências no Uso da Informação para Tomada de Decisões Francis Berenger Machado Mestrando em Administração de Empresas e Professor do Departamento de Informática da PUC-Rio. RESUMO Este

Leia mais

Introdução Banco de Dados

Introdução Banco de Dados Introdução Banco de Dados Vitor Valerio de Souza Campos Adaptado de Vania Bogorny Por que estudar BD? Os Bancos de Dados fazem parte do nosso dia-a-dia: operação bancária reserva de hotel matrícula em

Leia mais

Modelagem de Sistemas de Informação

Modelagem de Sistemas de Informação Modelagem de Sistemas de Informação Professora conteudista: Gislaine Stachissini Sumário Modelagem de Sistemas de Informação Unidade I 1 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO...1 1.1 Conceitos...2 1.2 Objetivo...3 1.3

Leia mais

CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Franco Vieira Sampaio 1 Atualmente a informática está cada vez mais inserida no dia a dia das empresas, porém, no início armazenavam-se os dados em folhas,

Leia mais

ANALISE DE SISTEMAS. Gabriela Trevisan

ANALISE DE SISTEMAS. Gabriela Trevisan ANALISE DE SISTEMAS Gabriela Trevisan O que é o Analista? Estuda processos a fim de encontrar o melhor caminho racional para que a informação possa ser processada. Estuda os diversos sistemas existentes

Leia mais

TÉCNICAS DE INFORMÁTICA WILLIAN FERREIRA DOS SANTOS

TÉCNICAS DE INFORMÁTICA WILLIAN FERREIRA DOS SANTOS TÉCNICAS DE INFORMÁTICA WILLIAN FERREIRA DOS SANTOS Vimos em nossas aulas anteriores: COMPUTADOR Tipos de computadores Hardware Hardware Processadores (CPU) Memória e armazenamento Dispositivos de E/S

Leia mais

Banco de Dados Relacional

Banco de Dados Relacional Banco de Dados Relacional Banco de Dados 1 A tecnologia de banco de dados tem evoluído rapidamente nas últimas três décadas desde a ascensão e eventual domínio dos sistemas de banco de dados relacionais

Leia mais

INE 5613 Banco de Dados I

INE 5613 Banco de Dados I UFSC-CTC-INE Curso de Sistemas de Informação INE 5613 Banco de Dados I 2009/1 http://www.inf.ufsc.br/~ronaldo/ine5613 Programa da Disciplina Objetivo Conteúdo Avaliação Bibliografia 1 Objetivo Esta disciplina

Leia mais

O PROCESSO DE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA ORGANIZACIONAL E AS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNI- CAÇÃO

O PROCESSO DE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA ORGANIZACIONAL E AS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNI- CAÇÃO Revista de Ciências Gerenciais Vol. XII, Nº. 14, Ano 2008 O PROCESSO DE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA ORGANIZACIONAL E AS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNI- CAÇÃO Rodrigo Rodrigues Faculdade Anhanguera de

Leia mais

Definição de Padrões. Padrões Arquiteturais. Padrões Arquiteturais. Arquiteturas de Referência. Da arquitetura a implementação. Elementos de um Padrão

Definição de Padrões. Padrões Arquiteturais. Padrões Arquiteturais. Arquiteturas de Referência. Da arquitetura a implementação. Elementos de um Padrão DCC / ICEx / UFMG Definição de Padrões Eduardo Figueiredo http://www.dcc.ufmg.br/~figueiredo Um padrão é uma descrição do problema e a essência da sua solução Documenta boas soluções para problemas recorrentes

Leia mais

ESTUDOS DE BANCO DE DADOS I - CONCEITO BÁSICOS. usuário 1- SISTEMAS DE PROCESSAMENTO DE ARQUIVOS

ESTUDOS DE BANCO DE DADOS I - CONCEITO BÁSICOS. usuário 1- SISTEMAS DE PROCESSAMENTO DE ARQUIVOS ESTUDOS DE BANCO DE DADOS I - CONCEITO BÁSICOS 1- SISTEMAS DE PROCESSAMENTO DE ARQUIVOS - Redundância e inconsistência - Problema de integração - Associação a aplicações - Dificuldade de acesso ( solicitações

Leia mais

Concepção e Elaboração

Concepção e Elaboração UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS, LETRAS E CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DE COMPUTAÇÃO E ESTATÍSTICA Análise e Projeto Orientado a Objetos Concepção e Elaboração Estudo

Leia mais

BANCO DE DADOS. Introdução a Banco de Dados. Conceitos BásicosB. Engenharia da Computação UNIVASF. Aula 1. Breve Histórico

BANCO DE DADOS. Introdução a Banco de Dados. Conceitos BásicosB. Engenharia da Computação UNIVASF. Aula 1. Breve Histórico Banco de Dados // 1 Banco de Dados // 2 Conceitos BásicosB Engenharia da Computação UNIVASF BANCO DE DADOS Aula 1 Introdução a Banco de Dados Campo representação informatizada de um dado real / menor unidade

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Centro Universitário de Volta Redonda - UniFOA Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro

Leia mais

UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSAMENTO DE DADOS BANCO DE DADOS

UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSAMENTO DE DADOS BANCO DE DADOS CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSAMENTO DE DADOS CLAUDIO RIBEIRO DA SILVA MARÇO 1997 2 1 - CONCEITOS GERAIS DE 1.1 - Conceitos Banco de Dados - Representa

Leia mais

Evolução. Tópicos. Bancos de Dados - Introdução. Melissa Lemos. Evolução dos Sistemas de Informação Esquemas Modelos. Características de SGBDs

Evolução. Tópicos. Bancos de Dados - Introdução. Melissa Lemos. Evolução dos Sistemas de Informação Esquemas Modelos. Características de SGBDs 1 Bancos de Dados - Introdução Melissa Lemos melissa@inf.puc-rio.br Tópicos Evolução dos Sistemas de Informação Esquemas Modelos Conceitual Lógico Características de SGBDs 2 Evolução tempo Programas e

Leia mais

Conceitos de Sistemas de Informação

Conceitos de Sistemas de Informação Conceitos de Sistemas de Informação Prof. Miguel Damasco AEDB 1 Objetivos da Unidade 1 Explicar por que o conhecimento dos sistemas de informação é importante para os profissionais das empresas e identificar

Leia mais

Fundamentos da inteligência de negócios: gestão da informação e de bancos de dados

Fundamentos da inteligência de negócios: gestão da informação e de bancos de dados Fundamentos da inteligência de negócios: gestão da informação e de bancos de dados slide 1 1 Copyright 2011 Pearson Education, Inc. publishing as Prentice Hall Objetivos de estudo Como um banco de dados

Leia mais

Roteiro. BCC321 - Banco de Dados I. Conceitos Básicos. Conceitos Básicos. O que é um banco de dados (BD)?

Roteiro. BCC321 - Banco de Dados I. Conceitos Básicos. Conceitos Básicos. O que é um banco de dados (BD)? Roteiro BCC321 - Banco de Dados I Luiz Henrique de Campos Merschmann Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto luizhenrique@iceb.ufop.br www.decom.ufop.br/luiz Conceitos Básicos Banco

Leia mais

Bases de Dados aplicadas a Inteligência de Negócios

Bases de Dados aplicadas a Inteligência de Negócios Agenda Bases de Dados aplicadas a Inteligência de Negócios Professor Sérgio Rodrigues professor@sergiorodrigues.net Sistemas de Gerenciamento de Bancos de Dados (SGBD) Tipos de Banco de Dados Noções de

Leia mais

AULA 01-02-03 SISTEMAS DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS

AULA 01-02-03 SISTEMAS DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS AULA 01-02-03 SISTEMAS DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS Curso: Sistemas de Informação (Subseqüente) Disciplina: Administração de Banco de Dados Prof. Abrahão Lopes abrahao.lopes@ifrn.edu.br História

Leia mais

Tópic i o c s s E s E p s ec e i c a i i a s Gerencia i me m nto t d e D ados e I n I fo f rma m ção Ban a co c s s d e e D ad a os s N ão ã

Tópic i o c s s E s E p s ec e i c a i i a s Gerencia i me m nto t d e D ados e I n I fo f rma m ção Ban a co c s s d e e D ad a os s N ão ã Tópicos Especiais Gerenciamento de Dados e Informação Ana Carolina Salgado Fernando Fonseca Valeria Times Bernadette Lóscio Bancos de Dados Não Banco de Dados Multimídia Banco de Dados Ativos Banco de

Leia mais

Fundamentos do Sistema de Informação nas Empresas. Objetivos do Capítulo

Fundamentos do Sistema de Informação nas Empresas. Objetivos do Capítulo Objetivos do Capítulo Explicar por que o conhecimento dos sistemas de informação é importante para os profissionais das empresas e identificar as cinco áreas dos sistemas de informação que esses profissionais

Leia mais

SISTEMAS DE BANCO DE DADOS. Prof. Adriano Pereira Maranhão

SISTEMAS DE BANCO DE DADOS. Prof. Adriano Pereira Maranhão SISTEMAS DE BANCO DE DADOS Prof. Adriano Pereira Maranhão 1 REVISÃO BANCO DE DADOS I O que é banco de dados? Ou seja afinal o que é um SGBD? REVISÃO BD I REVISÃO DE BD I Um Sistema de Gerenciamento de

Leia mais