GBD PROF. ANDREZA S. AREÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GBD PROF. ANDREZA S. AREÃO"

Transcrição

1 GBD PROF. ANDREZA S. AREÃO

2 Dado, Informação e Conhecimento DADO: Estímulos captados pelos sentidos humanos; Símbolos gráficos ou sonoros; Ocorrências registradas (em memória, papel, etc.); Indica uma situação (status); Define o conteúdo de um campo; Não transmite conhecimento. Conceito de Trabalho: Dados são fatos que podem ser armazenados e que possuem significado implícito INFORMAÇÃO: Recurso da organização; Possui características e requisitos próprios que determinam seu uso; Apresentação diferenciada. Resposta a uma consulta (quais alunos moram no RJ?) Conceito de Trabalho: Dados processados e com significado para o receptor Transmite Conhecimento

3 Dado, Informação e Conhecimento CONHECIMENTO: É a informação validada quanto à precisão, conteúdo e fonte SISTEMA: É um conjunto de componentes, processos e subsistemas que visam transformar determinadas entradas em saídas. TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: É o conjunto de hardware e software que desempenha a tarefa de processamento das informações. O papel da TI é dar suporte à informação em todo o seu ciclo de vida (obtenção transmissão processamento exibição). SISTEMAS DE INFORMAÇÃO: É o conjunto de procedimentos que visa captar, processar e apresentar as informações necessárias a subsidiar os processos decisórios. OBSERVAÇÃO: os SI processam dados dentro de um contexto.

4 Banco de Dados DEFINIÇÃO #1: Coleção de dados inter-relacionados que visam subsidiar a representação de informações sobre um domínio específico. Ex.: Palavras que compõem textos. DEFINIÇÃO #2: Componente da TI cuja estrutura e comportamento refletem, precisamente, a estrutura e o comportamento do mini-mundo ao qual está relacionado MINI-MUNDO: Conjunto de objetos ou conceitos (partição) do mundo real e a junção de 3 de seus aspectos: ESTRUTURA (que o define); COMPORTAMENTO (com o qual se apresenta); REGRAS (que regem sua estrutura).

5 Banco de Dados PROPRIEDADES IMPLÍCITAS: O Banco de Dados procura espelhar os três aspectos do mini-mundo ao qual está relacionado. As mudanças nesta partição do mundo real refletem no Banco de Dados. Um Banco de Dados é uma coleção lógica e coerente de dados com algum significado. Um Banco de Dados é projetado, construído e povoado com dados para um propósito específico. OBSERVAÇÕES: Um BD pode ser de qualquer tamanho e complexidade variável. (Ex.: Agenda de Telefones, Biblioteca Nacional) Pode ser criado e mantido manualmente ou pode ser computadorizado. (Exemplo clássico controle de fichas de uma biblioteca) Bancos de Dados percebem o mini-mundo, geralmente, com o objetivo de controle ou gerência. Armazena dados persistentes em meio físico. BD <> SGBD O BD está associado diretamente ao mini-mundo (expressa e registra seus aspectos) enquanto o SGBD é o software associado ao BD (oracle, sql-server, etc)

6 Banco de Dados CLASSIFICAÇÕES DE BD: 1. Quanto ao modelo de dados implementado (representa a estrutura física na qual o armazenamento de dados foi projetado): Hierárquico; Redes; Relacional; Orientado a Objetos; 2. Quanto ao número de usuários esperado: Monousuário; Multiusuário. 3. Quanto ao número de máquinas onde funciona: Centralizado; Distribuído. 4. Outros critérios menos importantes para a classificação de BD são: custo e propósito (emprego geral OLAP e específicos OLTP).

7 Sistemas de Banco de Dados DEFINIÇÕES: Conjunto formado por um Banco de Dados e pelas aplicações que o manipulam (Korth). Sistema de manutenção de registros por computador envolvendo quatro componentes principais: hardware, software, usuários e dados (C.J.Date) OBJETIVOS DE UM SBD: Isolar os usuários dos detalhes mais internos do Banco de Dados Abstração de Dados; Prover Independência de Dados às aplicações (estrutura física de armazenamento e estratégia de acesso). OUTROS CONCEITOS: REDUNDÂNCIA mesmos dados em locais diferentes; INCONSISTÊNCIA valores diferentes para um mesmo campo em lugares diferentes (Ex.: em um local o estado civil é solteiro e em outro é casado) INTEGRIDADE dados com valores precisos, coerentes com o objetivo do campo (Ex.: nº de Horas-Extras no mês = 1800; Data de nascimento = 31/02/1860)

8 Sistemas de Banco de Dados - Notas Dados e Informações são tratados como sinônimos por muitos autores. Outros fazem distinção entre os termos, usando dados para se referir ao que está armazenado no BD e informações para fazer referência ao significado dos dados para um usuário. -Um Sistema de Banco de Dados é, basicamente, um sistema computadorizado de armazenamento de registros; seu propósito geral é armazenar dados e permitir ao usuário buscar e atualizar estes dados quando solicitado.

9 Sistemas de Banco de Dados - Notas -Os dados em um banco de dados estarão integrados e compartilhados: - Dados integrados o BD pode ser imaginado como a unificação de vários arquivos de dados que elimina, em grande parte, qualquer redundância entre eles (por redundância entendemos mesmos dados em sistemas ou objetos diferentes, ou ainda, cópias distintas dos mesmos dados em diferentes locais) - Dados compartilhados acesso, por usuários diferentes, à mesma porção dos dados armazenados, no mesmo momento, para finalidades distintas. Este acesso concorrente requer controles que mantenham a integridade dos dados (por integridade entendemos valores coerentes com o conteúdo do campo dados corretos) - Consistência X Correção os dados em um BD podem estar consistentes e ao mesmo tempo incorretos (por ex. o campo sexo que aceite M ou F com valor diferente do que deveria ser). Quando estiverem corretos, os dados estarão consistentes. - Consistência pode ser definida como correção em relação ao sistema e não em relação ao mundo real.

10 VANTAGENS DE UM SBD Rapidez na manipulação e no acesso aos dados; Redução do esforço humano (desenvolvimento e utilização); Disponibilização oportuna da informação (na hora em que for necessária); Controle integrado de informações distribuídas fisicamente; Redução da redundância e inconsistência das informações; Compartilhamento de dados (utilização simultânea e segura por vários usuários); Aplicação automática de restrições de segurança; Redução dos problemas de integridade.

11 Abstração de Dados Visões do BD O SBD deve prover uma visão abstrata de dados para os usuários. Esta visão se dá em três níveis: Nível de Visão dos Usuários descreve partes do banco de dados de acordo com as necessidades individuais de cada usuário (visão externa) vista pelo usuário através de programas. Nível Conceitual descreve QUAIS dados estão armazenados e seus relacionamentos (visão conceitual) Duas linguagens de operação: Linguagem de Definição de Dados (DDL) e linguagem de manipulação de dados (DML) Nível Físico descreve COMO os dados estão realmente armazenados, englobando estruturas complexas de baixo nível (visão interna) Visão Externa Nível Externo Usuários de Aplic. Visão Conceitual Nível Conceitual Projetistas Visão Interna Nível Físico Administrador do BD

12 Arquitetura de Sistemas de Banco de Dados Características que diferenciam um Banco de Dados de um sistema de arquivos tradicional: Separação entre programas e dados. Suporte a múltiplas visões de usuários. Compartilhamento de dados e processamento multiusuário de transações. armazenamento, no banco de dados, de sua própria descrição ou esquema. Arquitetura ANSI/SPARC (1978) Esquema interno, que descreve a estrutura física de armazenamento do banco de dados, a sua organização de arquivos e os seus métodos de acesso. Esquema conceitual, que descreve a estrutura do banco de dados completo sob o ponto de vista do usuário, sem os detalhes de armazenamento. Concentra-se na descrição de entidades, atributos, relacionamentos, operações do usuário e restrições sobre dados. Esquemas externos, também chamados visões de usuário, que descrevem as partes do banco de dados que são do interesse de um grupo de usuários, escondendo as demais.

13 Arquitetura ANSI/SPARC 1978

14 SGBD S.G.D.B. (SISTEMA GERENCIADOR DE BANCO DE DADOS) - É o software que trata todo acesso ao banco de dados (Date), com as seguintes funções Definição de Dados: O SGBD deve ser capaz de aceitar definições de dados em forma fonte e convertêlos para a forma objeto. Ou seja, deve incluir um componente processador ou compilador de DDL. Manipulação de Dados: deve ser capaz de lidar com solicitações dos usuários de manipulação de dados (inclusão, alteração, exclusão, consulta); para isso deve incluir um processador ou compilador de DML. Estas solicitações podem ser planejadas ou não planejadas (ad-hoc) Otimização e execução: as requisições DML devem ser processadas pelo componente otimizador, que é responsável por implementar de, modo eficiente, as requisições. Segurança e Integridade: o SGBD é o responsável por garantir que as restrições de segurança e integridade impostas pelo DBA não sejam violadas. Recuperação de Concorrência: o gerenciador de transações ou o monitor de processamento de transações imporá controles de recuperação e concorrência. Dicionário de Dados: pode ser considerado um banco de dados em si, mas d sistema e não do usuário. Contém dados sobre dados -metadados ou descritores, ou seja a definição de outros objetos do sistema.

15 SGBD Esquemas e Instâncias Em qualquer modelo de dados utilizado, é importante distinguir a descrição do banco de dados do banco de dados por si próprio. A descrição de um banco de dados é chamada de esquema de um banco de dados e é especificada durante o projeto do BD. Os dados armazenados em um determinado instante do tempo formam um conjunto chamado de instância do BD. A instância altera toda vez que uma alteração no banco de dados é feita. O SGBD é responsável por garantir que toda a instância do banco de dados satisfaça ao esquema do banco de dados, respeitando sua estrutura e suas restrições.

16 SGBD Arquitetura Três Esquemas A principal meta da arquitetura três esquemas é separar as aplicações do usuário do banco de dados físico. Os esquemas podem ser definidos como: nível interno: ou esquema interno, o qual descreve a estrutura de armazenamento físico do banco de dados; descreve detalhadamente COMO os dados estão armazenados; nível conceitual: ou esquema conceitual, o qual descreve a estrutura do banco de dados como um todo; QUAIS os dados que deverão/estão armazenados; nível externo: ou esquema de visão, o qual descreve as visões do banco de dados para um grupo de usuários; Independência de Dados É a capacidade de se alterar um esquema num nível, em um banco de dados, sem ter que alterar um nível superior. Existem dois tipos de independência de dados: independência de dados lógica: é a capacidade de alterar o esquema conceitual sem ter que alterar o esquema externo ou as aplicações do usuário; independência de dados física: é a capacidade de alterar o esquema interno sem ter que se alterar o esquema conceitual, o esquema externo ou as aplicações do usuário.

17 SGBD As Linguagens para Manipulação de Dados Para a definição dos esquemas conceitual e interno pode-se utilizar uma linguagem chamada DDL (Data Definition Language - Linguagem de Definição de Dados). O SGBD possui um compilador DDL que permite a execução das declarações para identificar as descrições dos esquemas e para armazena-las no catálogo do SGBD. Em um SGBD em que a separação entre os níveis conceitual e interno são bem claras, é utilizado uma outra linguagem, a SDL (Storage Definition Language - Linguagem de Definição de Armazenamento) para a especificação do esquema interno. A especificação do esquema conceitual fica por conta da DDL. Em um SGBD que utiliza a arquitetura três esquemas, é necessária a utilização de mais uma linguagem para a definição de visões, a VDL (Vision Definition Language - Linguagem de Definição de Visões). Uma vez que o esquema esteja compilado e o banco de dados esteja povoado, usase uma linguagem para fazer a manipulação dos dados, a DML (Data Manipulation Language - Linguagem de Manipulação de Dados).

18 Fonte:

Prof. Antonio Almeida de Barros Jr. Prof. Antonio Almeida de Barros Junior

Prof. Antonio Almeida de Barros Jr. Prof. Antonio Almeida de Barros Junior Prof. Antonio Almeida de Barros Jr. Introdução Dados Informações Banco de Dados Conceitos Básicos em Bancos de Dados Definição BD - Banco de Dados SGBD - Sistema de Gerenciamento de BD Programa de Aplicação

Leia mais

Para construção dos modelos físicos, será estudado o modelo Relacional como originalmente proposto por Codd.

Para construção dos modelos físicos, será estudado o modelo Relacional como originalmente proposto por Codd. Apresentação Este curso tem como objetivo, oferecer uma noção geral sobre a construção de sistemas de banco de dados. Para isto, é necessário estudar modelos para a construção de projetos lógicos de bancos

Leia mais

2. Conceitos e Arquitetura de Bancos de Dados

2. Conceitos e Arquitetura de Bancos de Dados Bancos de Dados 2. Conceitos e Arquitetura de Bancos de Dados 1 Arquitetura Moderna de SGBD SGBD antigos eram monolíticos e rígidos, voltados para funcionamento em ambientes centralizados (mainframes e

Leia mais

Banco de Dados. Uma coleção de dados relacionados [ELMASRI/NAVATHE]

Banco de Dados. Uma coleção de dados relacionados [ELMASRI/NAVATHE] 1/6 Banco de Dados O que é um Banco de Dados? Uma coleção de dados relacionados [ELMASRI/NAVATHE] Conjunto de dados integrados que tem por objetivo atender a uma comunidade específica [HEUSER] Um conjunto

Leia mais

Conjunto de conceitos que podem ser usados para descrever a estrutura de um banco de dados

Conjunto de conceitos que podem ser usados para descrever a estrutura de um banco de dados CONCEITOS Modelo de Dados Conjunto de conceitos que podem ser usados para descrever a estrutura de um banco de dados Tipos de dados, relacionamentos e restrições Operações dinâmicas alto nível: ou modelo

Leia mais

Banco de Dados Conceito de Arquitetura

Banco de Dados Conceito de Arquitetura Banco de Dados Conceito de Arquitetura Wireless-Optical Broadband Acess Network APRESENTAÇÃO Graduado SI Engenharia de Software Gerenciamento de Projetos Mecatrônica Mestrando CONCEITO DE BD MODELO DE

Leia mais

Dado: Fatos conhecidos que podem ser registrados e têm um significado implícito. Banco de Dados:

Dado: Fatos conhecidos que podem ser registrados e têm um significado implícito. Banco de Dados: MC536 Introdução Sumário Conceitos preliminares Funcionalidades Características principais Usuários Vantagens do uso de BDs Tendências mais recentes em SGBDs Algumas desvantagens Modelos de dados Classificação

Leia mais

FACULDADE INTEGRADAS DE PARANAÍBA ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS. Bancos de Dados Conceitos Fundamentais

FACULDADE INTEGRADAS DE PARANAÍBA ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS. Bancos de Dados Conceitos Fundamentais FACULDADE INTEGRADAS DE PARANAÍBA ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS Bancos de Dados Conceitos Fundamentais Tópicos Conceitos Básicos Bancos de Dados Sistemas de Bancos de Dados Sistemas de Gerenciamento de Bancos

Leia mais

exatasfepi.com.br Banco de Dados André Luís Duarte Capítulo 1 ... até aqui nos ajudou o Senhor (1Sm 7:12)

exatasfepi.com.br Banco de Dados André Luís Duarte Capítulo 1 ... até aqui nos ajudou o Senhor (1Sm 7:12) exatasfepi.com.br Banco de Dados André Luís Duarte Capítulo 1... até aqui nos ajudou o Senhor (1Sm 7:12) Projeto Lógico de Banco de Dados Introdução: Visão geral Modelagem lógica de sistemas Banco de Dados:

Leia mais

BANCO DE DADOS E BUSINESS INTELIGENCE. C/H: 20 horas (20/02, 25/02, 27/02, 04/03, 06/03)

BANCO DE DADOS E BUSINESS INTELIGENCE. C/H: 20 horas (20/02, 25/02, 27/02, 04/03, 06/03) MBA em Gestão de TI MÓDULO: BANCO DE DADOS E BUSINESS INTELIGENCE C/H: 20 horas (20/02, 25/02, 27/02, 04/03, 06/03) PROFESSOR: Edison Andrade Martins Morais prof@edison.eti.br http://www.edison.eti.br

Leia mais

Projeto de Banco de Dados

Projeto de Banco de Dados Luiz Vivacqua (lavcm@terra.com.br) http://geocities.yahoo.com.br/lavcm 1 Ementa 1. Introdução (1) 2. Modelo Conceitual Diagrama de classes 3. Modelo Lógico Relacional Características Chaves Restrições

Leia mais

Roteiro 2 Conceitos Gerais

Roteiro 2 Conceitos Gerais Roteiro 2 Conceitos Gerais Objetivos: UC Projeto de Banco de Dados Explorar conceitos gerais de bancos de dados; o Arquitetura de bancos de dados: esquemas, categorias de modelos de dados, linguagens e

Leia mais

Introdução Banco de Dados

Introdução Banco de Dados Introdução Banco de Dados Vitor Valerio de Souza Campos Adaptado de Vania Bogorny Por que estudar BD? Os Bancos de Dados fazem parte do nosso dia-a-dia: operação bancária reserva de hotel matrícula em

Leia mais

Bancos de Dados. Conceitos F undamentais em S is temas de B ancos de Dados e s uas Aplicações

Bancos de Dados. Conceitos F undamentais em S is temas de B ancos de Dados e s uas Aplicações Conceitos F undamentais em S is temas de B ancos de Dados e s uas Aplicações Tópicos Conceitos Básicos Bancos de Dados Sistemas de Bancos de Dados Sistemas de Gerenciamento de Bancos de Dados Abstração

Leia mais

Dados. Qualquer elemento (aspecto, fato, medida etc.) representativo, disponível e coletável na realidade. fatos no estado bruto, conforme Platão;

Dados. Qualquer elemento (aspecto, fato, medida etc.) representativo, disponível e coletável na realidade. fatos no estado bruto, conforme Platão; Dados Os Dados são os fatos em sua forma primária, como observamos no mundo. Qualquer elemento (aspecto, fato, medida etc.) representativo, disponível e coletável na realidade. fatos no estado bruto, conforme

Leia mais

É importante que nos atenhamos a alguns aspectos importantes sobre banco de dados:

É importante que nos atenhamos a alguns aspectos importantes sobre banco de dados: Módulo 16 CONCEITOS DE BANCO DE DADOS Quando nos referimos a um computador como máquina, observamos as suas características em armazenar e gerenciar informações, além dessas características, existem outras

Leia mais

Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br

Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br Programação com acesso a BD Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br 1 Modelos de Dados, Esquemas e Instâncias 2 Modelos de Dados, Esquemas e Instâncias Modelo de dados: Conjunto de conceitos

Leia mais

Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados

Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados Fernando Castor A partir de slides elaborados por Fernando Fonseca & Robson Fidalgo 1 Sistemas de Arquivos Sistemas de arquivos Principal característica é a replicação

Leia mais

Banco de Dados I. Apresentação (mini-currículo) Conceitos. Disciplina Banco de Dados. Cont... Cont... Edson Thizon (edson@esucri.com.

Banco de Dados I. Apresentação (mini-currículo) Conceitos. Disciplina Banco de Dados. Cont... Cont... Edson Thizon (edson@esucri.com. Sistemas da Informação Banco de Dados I Edson Thizon (edson@esucri.com.br) 2008 Apresentação (mini-currículo) Formação Acadêmica Mestrando em Ciência da Computação (UFSC/ ) Créditos Concluídos. Bacharel

Leia mais

17/10/2008. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet Redes de Computadores

17/10/2008. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet Redes de Computadores Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet Redes de Computadores Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 2 Imagem: BARBIERI, Carlos. 2

Leia mais

Introdução. Banco de dados. Por que usar BD? Por que estudar BD? Exemplo de um BD. Conceitos básicos

Introdução. Banco de dados. Por que usar BD? Por que estudar BD? Exemplo de um BD. Conceitos básicos Introdução Banco de Dados Por que usar BD? Vitor Valerio de Souza Campos Adaptado de Vania Bogorny 4 Por que estudar BD? Exemplo de um BD Os Bancos de Dados fazem parte do nosso dia-a-dia: operação bancária

Leia mais

Disciplina de Banco de Dados Introdução

Disciplina de Banco de Dados Introdução Disciplina de Banco de Dados Introdução Prof. Elisa Maria Pivetta CAFW - UFSM Banco de Dados: Conceitos A empresa JJ. Gomes tem uma lista com mais ou menos 4.000 nomes de clientes bem como seus dados pessoais.

Leia mais

CEFET.PHB - PI. Plano de Ensino. Banco de Dados. Plano de Ensino. Plano de Ensino. Plano de Ensino - Conteúdo. Plano de Ensino - Conteúdo

CEFET.PHB - PI. Plano de Ensino. Banco de Dados. Plano de Ensino. Plano de Ensino. Plano de Ensino - Conteúdo. Plano de Ensino - Conteúdo CEFET.PHB - PI Plano de Ensino Banco de Dados Prof. Jefferson Silva Sistema de Banco de Dados Objetivos Vantagens e Desvantagens Conceitos básicos de BD e de SGBD Abstração de Dados Linguagem de Definição

Leia mais

Modelos de Dados e Arquitetura de um SGBD. Introdução 1º Bimestre Prof. Patrícia Lucas

Modelos de Dados e Arquitetura de um SGBD. Introdução 1º Bimestre Prof. Patrícia Lucas Modelos de Dados e Arquitetura de um SGBD Introdução 1º Bimestre Prof. Patrícia Lucas Abstração Modelo de Dados Conjunto de conceitos que podem ser utilizados para descrever a estrutura lógica e física

Leia mais

1. CONCEITOS BÁSICOS DE BD, SBD E SGBD

1. CONCEITOS BÁSICOS DE BD, SBD E SGBD Introdução 1. CONCEITOS BÁSICOS DE BD, SBD E SGBD A importância da informação para a tomada de decisões nas organizações tem impulsionado o desenvolvimento dos sistemas de processamento de informações.

Leia mais

Roteiro. BCC321 - Banco de Dados I. Conceitos Básicos. Conceitos Básicos. O que é um banco de dados (BD)?

Roteiro. BCC321 - Banco de Dados I. Conceitos Básicos. Conceitos Básicos. O que é um banco de dados (BD)? Roteiro BCC321 - Banco de Dados I Luiz Henrique de Campos Merschmann Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto luizhenrique@iceb.ufop.br www.decom.ufop.br/luiz Conceitos Básicos Banco

Leia mais

Roteiro. Conceitos e Arquitetura de Sistemas de Banco de Dados. Conceitos e Arquiteturas de Sistemas de Banco de Dados. BCC321 - Banco de Dados I

Roteiro. Conceitos e Arquitetura de Sistemas de Banco de Dados. Conceitos e Arquiteturas de Sistemas de Banco de Dados. BCC321 - Banco de Dados I Roteiro Conceitos e Arquitetura de Sistemas de Banco de Dados Luiz Henrique de Campos Merschmann Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto luizhenrique@iceb.ufop.br www.decom.ufop.br/luiz

Leia mais

20/05/2013. Sistemas de Arquivos Sistemas de arquivos. Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados (SGBD) Banco de Dados. Estrutura de um BD SGBD

20/05/2013. Sistemas de Arquivos Sistemas de arquivos. Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados (SGBD) Banco de Dados. Estrutura de um BD SGBD Gerenciamento de Dados e Informação Fernando Fonseca Ana Carolina Robson Fidalgo Sistemas de Arquivos Sistemas de arquivos Principal característica é a replicação e isolamento de dados (ilhas de informações)

Leia mais

Fundamentos de Banco de Dados

Fundamentos de Banco de Dados Fundamentos de Banco de Dados SISTEMAS BASEADOS NO PROCESSAMENTO DE ARQUIVOS Sistema A Funcionário Pagamento Cargo Sistema B Funcionário Projeto SISTEMAS GERENCIADORES DE BANCO DE DADOS (SGBD) Sistema

Leia mais

INF220 - Banco de Dados I

INF220 - Banco de Dados I Banco de Dados - Introdução Bibliografia INF220 - Banco de Dados I Prof. Jugurta Lisboa Filho Departamento de Informática - UFV Notas de Aula (jugurta@dpi.ufv.br) ELMASRI, R; NAVATHE, S. Fundamentals of

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS. 1. Conceitos básicos de BD, SBD e SGBD BANCO DE DADOS I

CONCEITOS BÁSICOS. 1. Conceitos básicos de BD, SBD e SGBD BANCO DE DADOS I CONCEITOS BÁSICOS 1. Conceitos básicos de BD, SBD e SGBD A importância da informação para a tomada de decisões nas organizações tem impulsionado o desenvolvimento dos sistemas de processamento de informações.

Leia mais

Universidade Federal de Santa Maria Curso de Arquivologia. Disciplina de Banco de Dados Aplicados à Arquivística. Versao 1.

Universidade Federal de Santa Maria Curso de Arquivologia. Disciplina de Banco de Dados Aplicados à Arquivística. Versao 1. Universidade Federal de Santa Maria Curso de Arquivologia Disciplina de Banco de Dados Aplicados à Arquivística Prof. Andre Zanki Cordenonsi Versao 1.0 Março de 2008 Tópicos Abordados Conceitos sobre Banco

Leia mais

BANCO DE DADOS. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com

BANCO DE DADOS. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com BANCO DE DADOS Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com Contexto Fazem parte do nosso dia a dia: Operações bancárias Matrícula na universidade Reserva de hotel Controle de biblioteca Comércio

Leia mais

Sistemas de Banco de Dados Aspectos Gerais de Banco de Dados

Sistemas de Banco de Dados Aspectos Gerais de Banco de Dados Sistemas de Banco de Dados Aspectos Gerais de Banco de Dados 1. Conceitos Básicos No contexto de sistemas de banco de dados as palavras dado e informação possuem o mesmo significado, representando uma

Leia mais

Banco de Dados. Conceitos e Arquitetura de Sistemas de Banco de Dados. Profa. Flávia Cristina Bernardini

Banco de Dados. Conceitos e Arquitetura de Sistemas de Banco de Dados. Profa. Flávia Cristina Bernardini Banco de Dados Conceitos e Arquitetura de Sistemas de Banco de Dados Profa. Flávia Cristina Bernardini Relembrando... Vantagens da Utilização de SGBD Redundância controlada Consistência dos dados armazenados

Leia mais

Evolução. Tópicos. Bancos de Dados - Introdução. Melissa Lemos. Evolução dos Sistemas de Informação Esquemas Modelos. Características de SGBDs

Evolução. Tópicos. Bancos de Dados - Introdução. Melissa Lemos. Evolução dos Sistemas de Informação Esquemas Modelos. Características de SGBDs 1 Bancos de Dados - Introdução Melissa Lemos melissa@inf.puc-rio.br Tópicos Evolução dos Sistemas de Informação Esquemas Modelos Conceitual Lógico Características de SGBDs 2 Evolução tempo Programas e

Leia mais

Banco de Dados I. Introdução. Fabricio Breve

Banco de Dados I. Introdução. Fabricio Breve Banco de Dados I Introdução Fabricio Breve Introdução SGBD (Sistema Gerenciador de Banco de Dados): coleção de dados interrelacionados e um conjunto de programas para acessar esses dados Coleção de dados

Leia mais

Banco de Dados I Introdução

Banco de Dados I Introdução Banco de Dados I Introdução Prof. Moser Fagundes Curso Técnico em Informática (Modalidade Integrada) IFSul Campus Charqueadas Sumário da aula Avaliações Visão geral da disciplina Introdução Histórico Porque

Leia mais

Banco de Dados I. Construindo modelos de dados confiáveis

Banco de Dados I. Construindo modelos de dados confiáveis Banco de Dados I Construindo modelos de dados confiáveis SILBERSCHATZ et al, Sistemas de Banco de Dados Editora Campus, Rio de Janeiro, 2006, 3ª impressão. DATE, C J., Introdução a sistemas de banco de

Leia mais

Introdução à Banco de Dados. Definição

Introdução à Banco de Dados. Definição Universidade Federal da Bahia Departamento de Ciência da Computação (DCC) Disciplina: Banco de Dados Profª. Daniela Barreiro Claro Introdução à Banco de Dados Definição Um banco de dados é uma coleção

Leia mais

Banco de Dados. Profª. Ana Leda

Banco de Dados. Profª. Ana Leda Banco de Dados Profª. Ana Leda Introdução 1 DADO PROCESSAMENTO INFORMAÇÃO 2 Dados x Informação DADO = REPRESENTAÇÃO DE UM FATO, OBJETO, EVENTO, PESSOA, ETC. ENTIDADE = FATO, OBJETO, EVENTO, PESSOA, ETC,

Leia mais

CONCEITOS E ARQUITETURA DO SISTEMA DE BANCO DE DADOS

CONCEITOS E ARQUITETURA DO SISTEMA DE BANCO DE DADOS riuningá UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR INGÁ FACULDADE INGÁ DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ERINALDO SANCHES NASCIMENTO CONCEITOS E ARQUITETURA DO SISTEMA DE BANCO DE DADOS MARINGÁ 2014 SUMÁRIO 3 ARQUITETURA...3

Leia mais

INTRODUÇÃO. Diferente de Bando de Dados

INTRODUÇÃO. Diferente de Bando de Dados INTRODUÇÃO Diferente de Bando de Dados 1 INTRODUÇÃO DADOS São fatos conhecidos que podem ser registrados e que possuem significado. Ex: venda de gasolina gera alguns dados: data da compra, preço, qtd.

Leia mais

GBC043 Sistemas de Banco de Dados. Introdução. Ilmério Reis da Silva ilmerio@facom.ufu.br www.facom.ufu.br/~ilmerio/sbd UFU/FACOM

GBC043 Sistemas de Banco de Dados. Introdução. Ilmério Reis da Silva ilmerio@facom.ufu.br www.facom.ufu.br/~ilmerio/sbd UFU/FACOM GBC043 Sistemas de Banco de Dados Introdução Ilmério Reis da Silva ilmerio@facom.ufu.br www.facom.ufu.br/~ilmerio/sbd UFU/FACOM Página 2 Definição BD Def. Banco de Dados é uma coleção de itens de dados

Leia mais

Aula 02 Modelagem de Dados. Banco de Dados. Aula 02 Modelagem de Dados. Superior /2011 Redes Computadores - Disciplina: Banco de Dados -

Aula 02 Modelagem de Dados. Banco de Dados. Aula 02 Modelagem de Dados. Superior /2011 Redes Computadores - Disciplina: Banco de Dados - Banco de Dados Aula 02 Modelagem de Dados Roteiro Definição Evolução Projeto de BD Abstração Esquema e Instância Definição É uma representação, normalmente gráfica, de estruturas de dados reais. Auxilia

Leia mais

Introdução. Conceitos Básicos. Conceitos Básicos. Conceitos Básicos

Introdução. Conceitos Básicos. Conceitos Básicos. Conceitos Básicos Conceitos Básicos Introdução Banco de Dados I Prof. Guilherme Tavares de Assis Universidade Federal de Ouro Preto UFOP Instituto de Ciências Exatas e Biológicas ICEB Departamento de Computação DECOM Dados

Leia mais

Programação com acesso a BD. Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br

Programação com acesso a BD. Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br Programação com acesso a BD Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br 1 Introdução BD desempenha papel crítico em todas as áreas em que computadores são utilizados: Banco: Depositar ou retirar

Leia mais

BANCO DE DADOS AULA 02 INTRODUÇÃO AOS BANCOS DE DADOS PROF. FELIPE TÚLIO DE CASTRO 2015

BANCO DE DADOS AULA 02 INTRODUÇÃO AOS BANCOS DE DADOS PROF. FELIPE TÚLIO DE CASTRO 2015 BANCO DE DADOS AULA 02 INTRODUÇÃO AOS BANCOS DE DADOS PROF. FELIPE TÚLIO DE CASTRO 2015 NA AULA PASSADA... 1. Apresentamos a proposta de ementa para a disciplina; 2. Discutimos quais as ferramentas computacionais

Leia mais

Banco de Dados. Introdução. João Eduardo Ferreira Osvaldo Kotaro Takai. jef@ime.usp.br DCC-IME-USP

Banco de Dados. Introdução. João Eduardo Ferreira Osvaldo Kotaro Takai. jef@ime.usp.br DCC-IME-USP Banco de Dados Introdução João Eduardo Ferreira Osvaldo Kotaro Takai jef@ime.usp.br DCC-IME-USP Importância dos Bancos de Dados A competitividade das empresas depende de dados precisos e atualizados. Conforme

Leia mais

BANCO DE DADOS. Introdução a Banco de Dados. Conceitos BásicosB. Engenharia da Computação UNIVASF. Aula 1. Breve Histórico

BANCO DE DADOS. Introdução a Banco de Dados. Conceitos BásicosB. Engenharia da Computação UNIVASF. Aula 1. Breve Histórico Banco de Dados // 1 Banco de Dados // 2 Conceitos BásicosB Engenharia da Computação UNIVASF BANCO DE DADOS Aula 1 Introdução a Banco de Dados Campo representação informatizada de um dado real / menor unidade

Leia mais

SISTEMA GERENCIADOR DE BANCO DE DADOS

SISTEMA GERENCIADOR DE BANCO DE DADOS BANCO DE DADOS Universidade do Estado de Santa Catarina Centro de Ciências Tecnológicas Departamento de Ciência da Computação Prof. Alexandre Veloso de Matos alexandre.matos@udesc.br SISTEMA GERENCIADOR

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em BD Curso Superior de Tecnologia em DAI

Curso Superior de Tecnologia em BD Curso Superior de Tecnologia em DAI Curso Superior de Tecnologia em BD Curso Superior de Tecnologia em DAI Fundamentos de Banco de Dados Aula 01 Introdução aos Sistemas de Bancos de Dados Introdução aos Sistemas de BD Objetivo Apresentar

Leia mais

INE 5613 Banco de Dados I

INE 5613 Banco de Dados I UFSC-CTC-INE Curso de Sistemas de Informação INE 5613 Banco de Dados I 2009/1 http://www.inf.ufsc.br/~ronaldo/ine5613 Programa da Disciplina Objetivo Conteúdo Avaliação Bibliografia 1 Objetivo Esta disciplina

Leia mais

SGBD ITB 1.INTRODUÇÃO 1.INTRODUÇÃO. 1.1. Conceito SGBD: Sistema gerenciador de banco de dados. 1.2. Constituição SGBD

SGBD ITB 1.INTRODUÇÃO 1.INTRODUÇÃO. 1.1. Conceito SGBD: Sistema gerenciador de banco de dados. 1.2. Constituição SGBD ITB SGBD Aurélio Candido Jr 1 1.INTRODUÇÃO 1.1. Conceito SGBD: Sistema gerenciador de banco de dados Um SGBD é uma coleção de programas que permitem ao usuário definir, construir e manipular Bases de Dados

Leia mais

O fato de montarmos uma Mala Direta em um micro PC-XT com um drive já faz de nós um autor de um Banco de Dados?

O fato de montarmos uma Mala Direta em um micro PC-XT com um drive já faz de nós um autor de um Banco de Dados? Banco de Dados Todos nós sabemos existirem gigantescas bases de dados gerenciando nossas vidas. De fato sabemos que nossa conta bancária faz parte de uma coleção imensa de contas bancárias de nosso banco.

Leia mais

Banco de Dados Orientado a Objetos

Banco de Dados Orientado a Objetos Banco de Dados Orientado a Objetos MODELAGEM, ANÁLISE, PROJETO e CLASSIFICAÇÃO Interação combinando lógica, através de objetos que contém os dados. Estes divididos conforme seus tipos e métodos (classe),

Leia mais

Objetivos Específico

Objetivos Específico Banco de Dados Ementa (DBA) Conceitos Gerais sobre Banco de Dados Instalação e configuração da Ferramenta de Banco de Dados. Elaboração de projeto de Banco de Dados. Implementação do projeto de Banco de

Leia mais

Banco de Dados. CursoTécnico em Informática Modalidade Integrado. Professora Michelle Nery. Instituto Federal do Sul de Minas, câmpus Pouso Alegre

Banco de Dados. CursoTécnico em Informática Modalidade Integrado. Professora Michelle Nery. Instituto Federal do Sul de Minas, câmpus Pouso Alegre Banco de Dados CursoTécnico em Informática Modalidade Integrado Instituto Federal do Sul de Minas, câmpus PousoAlegre Professora Michelle Nery Conteúdo Programático Introdução O que é Banco de Dados O

Leia mais

Introdução a Sistemas de Bancos de Dados

Introdução a Sistemas de Bancos de Dados Introdução a Sistemas de Bancos de Dados Prof. UFES - Universidade Federal do Espírito Santo rapchan@inf.ufes.br http://www.inf.ufes.br/~rapchan Roteiro da Apresentação Introdução Características de um

Leia mais

Fundamentos dos Sistemas de Informação Organização de Dados e Informações

Fundamentos dos Sistemas de Informação Organização de Dados e Informações Fundamentos dos Sistemas de Informação Organização de Dados e Informações http://professor.fimes.edu.br/milena milenaresende@fimes.edu.br Sistema de Gerenciamento de Bases de Dados (DBMS) A implementação

Leia mais

Prof. Marcelo Machado Cunha www.marcelomachado.com mcelobr@yahoo.com.br

Prof. Marcelo Machado Cunha www.marcelomachado.com mcelobr@yahoo.com.br Prof. Marcelo Machado Cunha www.marcelomachado.com mcelobr@yahoo.com.br Ementa Introdução a Banco de Dados (Conceito, propriedades), Arquivos de dados x Bancos de dados, Profissionais de Banco de dados,

Leia mais

BANCO DE DADOS I. Prof. Antonio Miguel Faustini Zarth antonio.zarth@ifms.edu.br

BANCO DE DADOS I. Prof. Antonio Miguel Faustini Zarth antonio.zarth@ifms.edu.br BANCO DE DADOS I Prof. Antonio Miguel Faustini Zarth antonio.zarth@ifms.edu.br Tópicos Conceitos preliminares Definição de um Sistema Gerenciador de Banco de Dados Níveis de Abstração de dados CONCEITOS

Leia mais

BANCO DE DADOS DISTRIBUÍDOS e DATAWAREHOUSING

BANCO DE DADOS DISTRIBUÍDOS e DATAWAREHOUSING BANCO DE DADOS DISTRIBUÍDOS e DATAWAREHOUSING http://www.uniriotec.br/~tanaka/tin0036 tanaka@uniriotec.br Bancos de Dados Distribuídos Conceitos e Arquitetura Vantagens das Arquiteturas C/S (em relação

Leia mais

SISTEMA DE BANCO DE DADOS. Banco e Modelagem de dados

SISTEMA DE BANCO DE DADOS. Banco e Modelagem de dados SISTEMA DE BANCO DE DADOS Banco e Modelagem de dados Sumário Conceitos/Autores chave... 3 1. Introdução... 4 2. Arquiteturas de um Sistema Gerenciador... 5 3. Componentes de um Sistema... 8 4. Vantagens

Leia mais

Disciplina: Tecnologias de Banco de Dados para SI s

Disciplina: Tecnologias de Banco de Dados para SI s Curso de Gestão em SI Disciplina: Tecnologias de Banco de Dados para SI s Rodrigo da Silva Gomes (Extraído do material do prof. Ronaldo Melo - UFSC) Banco de Dados (BD) BD fazem parte do nosso dia-a-dia!

Leia mais

Introdução a Banco de Dados. Adão de Melo Neto

Introdução a Banco de Dados. Adão de Melo Neto Introdução a Banco de Dados Adão de Melo Neto 1 Por que estudar BD? Os Bancos de Dados fazem parte do nosso dia-a-dia: operação bancária reserva de hotel matrícula em uma disciplina da universidade cadastro

Leia mais

Banco de Dados Aula 1 Introdução a Banco de Dados Introdução Sistema Gerenciador de Banco de Dados

Banco de Dados Aula 1 Introdução a Banco de Dados Introdução Sistema Gerenciador de Banco de Dados Banco de Dados Aula 1 Introdução a Banco de Dados Introdução Um Sistema Gerenciador de Banco de Dados (SGBD) é constituído por um conjunto de dados associados a um conjunto de programas para acesso a esses

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 14 PROFª BRUNO CALEGARO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 14 PROFª BRUNO CALEGARO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 14 PROFª BRUNO CALEGARO Santa Maria, 01 de Novembro de 2013. Revisão aula passada Projeto de Arquitetura Decisões de projeto de Arquitetura

Leia mais

Sistemas de Ficheiros. Sistemas de Bases de Dados

Sistemas de Ficheiros. Sistemas de Bases de Dados Sistemas de Bases de Dados Sistemas de Ficheiros Sistemas de Bases de Dados Conceitos Base Dados: são valores discretos que só se transformam em informação quando relacionados ou interpretados de alguma

Leia mais

Administração de Banco de Dados

Administração de Banco de Dados Administração de Banco de Dados Professora conteudista: Cida Atum Sumário Administração de Banco de Dados Unidade I 1 INTRODUÇÃO A BANCO DE DADOS...1 1.1 Histórico...1 1.2 Definições...2 1.3 Importância

Leia mais

Introdução. Gerenciamento de Dados e Informação. Principais Tipos de SI. Papel de SI. Principais Tipos de SI. Principais Tipos de SI.

Introdução. Gerenciamento de Dados e Informação. Principais Tipos de SI. Papel de SI. Principais Tipos de SI. Principais Tipos de SI. Introdução Gerenciamento de Dados e Informação Introdução Sistema de Informação (SI) Coleção de atividades que regulam o compartilhamento e a distribuição de informações e o armazenamento de dados relevantes

Leia mais

VISÃO GERAL DE BANCO DE DADOS

VISÃO GERAL DE BANCO DE DADOS Banco de Dados BD_A007 Visão Geral de Banco de Dados 02 de março de 2005 VISÃO GERAL DE BANCO DE DADOS Relação de siglas utilizadas neste trabalho: ABD: Administrador de Banco de Dados. BD: Banco de Dados.

Leia mais

NORMA TÉCNICA E PROCEDIMENTOS GERAIS PARA ADMINISTRAÇÃO DO BANCO DE DADOS CORPORATIVO

NORMA TÉCNICA E PROCEDIMENTOS GERAIS PARA ADMINISTRAÇÃO DO BANCO DE DADOS CORPORATIVO NORMA TÉCNICA E PROCEDIMENTOS GERAIS PARA ADMINISTRAÇÃO DO BANCO DE DADOS CORPORATIVO Referência: NT-AI.04.01.01 http://www.unesp.br/ai/pdf/nt-ai.04.01.01.pdf Data: 27/07/2000 STATUS: EM VIGOR A Assessoria

Leia mais

INTRODUÇÃO A BANCO DE DADOS

INTRODUÇÃO A BANCO DE DADOS INTRODUÇÃO A BANCO DE DADOS ÍNDICE INTRODUÇÃO...2 CAPÍTULO I - CONCEITOS BÁSICOS 1. Arquivo...2 2. Registro...2 3. Campo...3 4. Chave Primária...3 CAPÍTULO II - SGBD 1. Sistema Gerenciador de Banco de

Leia mais

Dados INTRODUÇÃO A BANCO DADOS

Dados INTRODUÇÃO A BANCO DADOS Dados INTRODUÇÃO A BANCO DADOS 2 1 INTRODUÇÃO...6 1.1 Modelos de Dados...6 1.1.1 Modelo Hierárquico...6 1.1.2 Modelo em Rede...7 1.1.3 Modelo Relacional...7 1.1.4 Modelo Orientado Objetos...8 1.1.5 Sistemas

Leia mais

Banco de Dados I Ementa:

Banco de Dados I Ementa: Banco de Dados I Ementa: Banco de Dados Sistema Gerenciador de Banco de Dados Usuários de um Banco de Dados Etapas de Modelagem, Projeto e Implementação de BD O Administrador de Dados e o Administrador

Leia mais

MC536 Bancos de Dados: Teoria e Prática

MC536 Bancos de Dados: Teoria e Prática Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP Instituto de Computação - IC MC536 Bancos de Dados: Teoria e Prática Aula #1 Arquitetura de Banco de Dados Profs. Anderson Rocha e André Santanchè Campinas,

Leia mais

Hoje é inegável que a sobrevivência das organizações depende de dados precisos e atualizados.

Hoje é inegável que a sobrevivência das organizações depende de dados precisos e atualizados. BANCO DE DADOS Universidade do Estado de Santa Catarina Centro de Ciências Tecnológicas Departamento de Ciência da Computação Prof. Alexandre Veloso de Matos alexandre.matos@udesc.br INTRODUÇÃO Hoje é

Leia mais

SISTEMAS DE BANCO DE DADOS. Prof. Adriano Pereira Maranhão

SISTEMAS DE BANCO DE DADOS. Prof. Adriano Pereira Maranhão SISTEMAS DE BANCO DE DADOS Prof. Adriano Pereira Maranhão 1 REVISÃO BANCO DE DADOS I O que é banco de dados? Ou seja afinal o que é um SGBD? REVISÃO BD I REVISÃO DE BD I Um Sistema de Gerenciamento de

Leia mais

Banco de Dados. Aula 1 - Prof. Bruno Moreno 16/08/2011

Banco de Dados. Aula 1 - Prof. Bruno Moreno 16/08/2011 Banco de Dados Aula 1 - Prof. Bruno Moreno 16/08/2011 Roteiro Apresentação do professor e disciplina Definição de Banco de Dados Sistema de BD vs Tradicional Principais características de BD Natureza autodescritiva

Leia mais

Faculdade Lourenço Filho - ENADE 2011-1

Faculdade Lourenço Filho - ENADE 2011-1 1. Quando se constrói um banco de dados, define-se o modelo de entidade e relacionamento (MER), que é a representação abstrata das estruturas de dados do banco e seus relacionamentos. Cada entidade pode

Leia mais

As principais características da abordagem de um banco de dados versus a abordagem de processamento de arquivos são as seguintes:

As principais características da abordagem de um banco de dados versus a abordagem de processamento de arquivos são as seguintes: SGBD Características do Emprego de Bancos de Dados As principais características da abordagem de um banco de dados versus a abordagem de processamento de arquivos são as seguintes: Natureza autodescritiva

Leia mais

14/08/2008. Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional 1 Prof.: Fernando Hadad Zaidan

14/08/2008. Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional 1 Prof.: Fernando Hadad Zaidan Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional 1 Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 2 Introdução a SQL 2 Leitura Obrigatória ELMASRI,

Leia mais

Banco de Dados 1 Prof. MSc Wagner Siqueira Cavalcante

Banco de Dados 1 Prof. MSc Wagner Siqueira Cavalcante Banco de Dados 1 Programação sucinta do curso:. Conceitos fundamentais de Banco de Dados.. Arquitetura dos Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados (SGBD ou DBMS).. Características típicas de um SGBD..

Leia mais

Conceitos de Banco de Dados

Conceitos de Banco de Dados Conceitos de Banco de Dados Autor: Luiz Antonio Junior 1 INTRODUÇÃO Objetivos Introduzir conceitos básicos de Modelo de dados Introduzir conceitos básicos de Banco de dados Capacitar o aluno a construir

Leia mais

Bancos de Dados Aula #1 - Introdução

Bancos de Dados Aula #1 - Introdução Bancos de Dados Aula #1 - Introdução Prof. Eduardo R. Hruschka * Slides baseados no material elaborado pelas professoras: Cristina D. A. Ciferri Elaine P. M. de Souza Motivação Operações bancárias; Compras

Leia mais

Laboratório de Banco de Dados

Laboratório de Banco de Dados Universidade Federal de Mato Grosso-UFMT Sistemas de Informação Laboratório de Banco de Dados Prof. Clóvis Júnior Laboratório de Banco de Dados Conteúdo Administração de Usuários de Papéis; Linguagens

Leia mais

Revisão de Banco de Dados

Revisão de Banco de Dados Revisão de Banco de Dados Fabiano Baldo 1 Sistema de Processamento de Arquivos Antes da concepção dos BDs o registro das informações eram feitos através de arquivos. Desvantagens: Redundância e Inconsistência

Leia mais

Introdução. Motivação. Sistema Gerenciador de Banco de Dados (SGBD) Banco de Dados (BD) Sistema de Banco de Dados (SBD)

Introdução. Motivação. Sistema Gerenciador de Banco de Dados (SGBD) Banco de Dados (BD) Sistema de Banco de Dados (SBD) Pós-graduação em Ciência da Computação CCM-202 Sistemas de Banco de Dados Introdução Profa. Maria Camila Nardini Barioni camila.barioni@ufabc.edu.br Bloco B - sala 937 2 quadrimestre de 2011 Motivação

Leia mais

Banco de Dados I. 1. Conceitos de Banco de Dados

Banco de Dados I. 1. Conceitos de Banco de Dados Banco de Dados I 1. Conceitos de Banco de Dados 1.1. Características de um Banco de Dados. 1.2. Vantagens na utilização de um BD. 1.3. Quando usar e não usar um Banco de Dados. 1.4. Modelos, Esquemas e

Leia mais

Conceitos básicos. Aplicações de banco de dados. Conceitos básicos (cont.) Dado: Um fato, alguma coisa sobre a qual uma inferência é baseada.

Conceitos básicos. Aplicações de banco de dados. Conceitos básicos (cont.) Dado: Um fato, alguma coisa sobre a qual uma inferência é baseada. Conceitos básicos Angélica Toffano Seidel Calazans E-mail: angelica_toffano@yahoo.com.br Conceitos introdutórios de Modelagem de dados Dado: Um fato, alguma coisa sobre a qual uma inferência é baseada.

Leia mais

Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados

Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados Orivaldo V. Santana Jr A partir de slides elaborados por Ivan G. Costa Filho Fernando Fonseca & Robson Fidalgo 1 Sistemas de Arquivos Sistemas de arquivos Principal

Leia mais

Banco de Dados Capítulo 1: Introdução. Especialização em Informática DEINF/UFMA Cláudio Baptista

Banco de Dados Capítulo 1: Introdução. Especialização em Informática DEINF/UFMA Cláudio Baptista Banco de Dados Capítulo 1: Introdução Especialização em Informática DEINF/UFMA Cláudio Baptista O que é um Banco de Dados (BD)? É uma coleção de dados relacionados e armazenados em algum dispositivo. Propriedades

Leia mais

Banco de Dados. Prof. Dr. Rogério Galante Negri

Banco de Dados. Prof. Dr. Rogério Galante Negri Banco de Dados Prof Dr Rogério Galante Negri Tradicionalmente O armazenamento dos dados utilizava arquivos individuais, sem nenhum relacionamento Cada programa utilizava seu próprio sistema de arquivo

Leia mais

Projeto de Banco de Dados. Disciplina: Banco de Dados I José Antônio da Cunha

Projeto de Banco de Dados. Disciplina: Banco de Dados I José Antônio da Cunha Projeto de Banco de Dados Disciplina: Banco de Dados I José Antônio da Cunha Introdução Banco de Dados Esta aula apresenta os conceitos da área de banco de dados, que são necessários à compreensão do projeto

Leia mais

Introdução a Banco de Dados. Aécio Costa

Introdução a Banco de Dados. Aécio Costa Introdução a Banco de Dados Aécio Costa Porque utilizamos BD? Banco de Dados Um banco de dados é uma coleção de dados persistentes, usada pelos sistemas de aplicação de uma determinada empresa. DATE (2003)

Leia mais

Capítulo I -Introdução a Banco de Dados

Capítulo I -Introdução a Banco de Dados Capítulo I -Introdução a Banco de Dados Emerson Cordeiro Morais ( emersoncm@estacio.br) Doutorando em Bioinformática Mestre em Banco de Dados Agenda Dados, Banco de Dados e SGBD Evolução Histórica dos

Leia mais

Sistemas de Gestão de Bases de Dados

Sistemas de Gestão de Bases de Dados Cadeira de Tecnologias de Informação Ano lectivo 2008/2009 Sistemas de Gestão de Bases de Dados Profª Ana Lucas (Responsável) Mestre Fernando Naves Mestre Cristiane Pedron Engª Filipa Pires da Silva Dr.

Leia mais