GIL LIAL JOSÉ JÚNIOR

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GIL LIAL JOSÉ JÚNIOR"

Transcrição

1

2 GENTOO DNS SERVER / BIND ROUTING / QUAGGA PPTP SERVER / POPTOP

3 Partition Filesystem Size Description /dev/hda1 ext2 32M Boot partition /dev/hda2 (swap) 512M Swap partition /dev/hda3 ext3 Rest of the disk Root partition

4 # mke2fs /dev/hda1 # mke2fs -j /dev/hda3 # mkswap /dev/hda2 # swapon /dev/hda2

5 # mount /dev/hda3 /mnt/gentoo # mkdir /mnt/gentoo/boot # mount /dev/hda1 /mnt/gentoo/boot

6 /mnt/gentoo/etc/make.conf CFLAGS="-march=i686 -pipe -O2" CXXFLAGS="${CFLAGS}" CHOST="i686-pc-linux-gnu" SYNC="rsync://mirrors.ipv4.net.ipl.pt/gentoo-portage/" GENTOO_MIRRORS="http//mirrors.ipv4.net.ipl.pt/gentoo/" MAKEOPTS="-j2" USE="-X # mount -t proc none /mnt/gentoo/proc # mount -o bind /dev /mnt/gentoo/dev

7 # chroot /mnt/gentoo /bin/bash # env-update * Caching service dependencies... # source /etc/profile # export PS1="(chroot) $PS1 #emerge webrssync # eselect profile list Available profile symlink targets: [1] default/linux/x86/10.0 * [2] default/linux/x86/10.0/desktop [3] default/linux/x86/10.0/server # eselect profile set 1

8 #emerge gentoo-sources #emerge genkernel #zcat /proc/config.gz > /usr/share/genkernel/arch/x86/kernel-config /etc/fstab /dev/hda1 /boot ext2 defaults,noatime 1 2 /dev/hda2 none swap sw 0 0 /dev/hda3 / ext3 noatime 0 1 /dev/cdrom /mnt/cdrom auto noauto,user 0 0 Após isto, fizemos algumas configuraçõs de rede para inicializar o net.eth0

9 CONFIGURAÇÃO DO GRUB.CONF default 0 timeout 30 splashimage=(hd0,0)/boot/grub/splash.xpm.gz title=gentoo Linux r5 root (hd0,0) kernel /boot/kernel-genkernel-x gentoo-r5 root=/dev/ram0 init=/linuxrc ramdisk=8192 real_root=/dev/hda3 udev initrd /boot/initramfs-genkernel-x gentoo-r10 # exit cdimage ~# cd cdimage ~# umount /mnt/gentoo/boot /mnt/gentoo/dev /mnt/gentoo/proc /mnt/gentoo cdimage ~# reboot

10 Foi configurado no servidor DHCP da rede de laboratório, um endereço IP Fixo ( ), para nossa máquina virtual e definido um domínio g4.lrcd.local. Foi proposto um cenário onde o servidor DNS irá ficar a escuta de pedidos através da interface local host ( ) e da interface de rede da máquina virtual ( ). O servidor DNS não terá restrição para responder queries e deverá resolver o domínio com resposta , que é a página inicial do DEETC.

11 /etc/bind/named.conf options { directory "/var/bind"; listen-on-v6 { none; }; listen-on { ; ; }; allow-query { any; }; pid-file "/var/run/named/named.pid"; };

12 logging { channel default_syslog { file "/var/log/named/named.log" versions 3 size 5m; severity debug; print-time yes; print-severity yes; print-category yes; }; category default { default_syslog; }; };

13 zone "." IN { type hint; file "named.ca"; }; zone "127.in-addr.arpa" IN { type master; file "pri/127.zone"; allow-update { none; }; notify no; }; zone "g4.lrcd.local" IN { type master; file "pri/g4.lrcd.local.zone"; allow-update { none; }; notify no; };

14 $TTL IN SOA g4.lrcd.local. eueuclides.hotmail.com. ( ;serial 3h ;refresh 1h ;retry 1w ;expiry 1d ) ;minimum g4.lrcd.local. IN NS ns.g4.lrcd.local. IN A ns.g4.lrcd.local. IN A

15 # rc-update add named default # /etc/init.d/named start

16 1. É conjunto de aplicativos para roteamento, com provisão para diversos protocolos, tais como OSPFv2, OSPFv3, RIP v1 e v2, RIPv3 e BGPv4 para plataformas Unix, particularmente Linux. 2. O exercício proposto consiste em instalar e configurar o quagga com o protocolo OSPF, de forma que o mesmo faça forwarding do tráfego de um PC ligado à sua interface Eth1, em caso de falha da ligação directa que o PC tem a rede do ISEL.

17 1. CENÁRIO

18

19 Quagga sob vtysh Para acessar o roteador Quagga, usamos o comando vtysh. Ficheiros Configuration saved to /etc/quagga/zebra.conf Configuration saved to /etc/quagga/ospfd.conf

20 Zebra configuration save from vty /etc/quagga/ospfd.conf! Zebra configuration saved from vty! hostname eueuclides password zebra enable password zebra! Interface eth0 ip ospf message-digest-key 20 md5 mesmosimples! router ospf Passive interface eth1 Network /28 area Network /24 area area authentication message-digest! ip fowarding! line vty!

21 Zebra configuration save from vty /etc/quagga/zebra.conf! Zebra configuration saved from vty! Hostname Router password zebra enable password zebra! Interface eth0 ipv6 nd suppress-ra! Interface eth1 ipv6 nd suppress-ra! Interface lo! ip fowarding! line vty!

22 IP FORWARDING - é necessário para transferir pacotes entre as interfaces de rede de um sistema Linux. Para manter o IP forwarding após uma reinicialização do Linux: /etc/sysctl.conf net.ipv4.ip_forward = 1 /etc/init.d/quagga restar Para verificar o status do ip_forwarding sob o roteador Quagga: #show ip forwarding IP forwarding is on

23 PPTP - Point to Point Tunneling Protocol, permite que usuários remotos, de forma segura e barata, tenham acesso a sua rede corporativa de qualquer lugar na Internet. Modelo cliente-servidor Poptop - PPTP Server para Linux Suporta múltiplas ligações Autenticação e criptografia Trabalha com diversos SO GRATUITO

24 1. CENÁRIO

25 Rede /28 Servir até 14 usuários - gama IP Endereço IP local Pacotes: #yum install psacct SysVinit Contém vários utilitários para monitorar as atividades Criar processos de um script, armazenados no arquivo /etc/inittab

26 Configuração: /etc/modules.conf Contém os alias /etc/pptpd.conf Configurações para quando o pptpd é reiniciado /etc/ppp/options.pptpd Opções, quando chega uma ligação de um cliente /etc/ppp/chap-secrets Autenticação e atribuição dos endereços IP aos clientes

27 /etc/pptpd.conf noipparam Reprimi a passagem de endereço IP do cliente com o PPP, que é feito por padrão em contrário. connections 14 Limita o número de conexões que podem ser aceitas. localip especifica a gama de endereço IP local remoteip especifica a gama de endereço IP remoto

28 /etc/ppp/options.pptpd # Authentication name pptpd refuse-pap refuse-chap refuse-mschap require-mschap-v2 ms-dns especifica o endereço DNS primário. Proxyarp Debug Dump Lock Nobscdcomp novj novjccomp nologfd

29 /etc/ppp/chap-secrets # client server secret IP addresses euclides pptpd * gil pptpd * roberto pptpd * nuno pptpd * junior pptpd *

30 REFERÊNCIAS [1] [2] html [3] [4] [5] BOAVIDA, Fernando, BERNARDES, Mário, VAPI, Pedro - Administração de Resdes informáticas. Portugal [6] [7] MORGAN, Brian, DENNIS, Craig CCNP Remote Access Questões?

INTEGRAÇÃO DE REDES E SERVIÇOS PPTP SERVER INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA JOSÉ JÚNIOR - 32126 GIL LIAL - 33373

INTEGRAÇÃO DE REDES E SERVIÇOS PPTP SERVER INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA JOSÉ JÚNIOR - 32126 GIL LIAL - 33373 INSTITUTO POLITÉCNICO DE LISBOA INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELECTRÓNICA E TELECOMUNICAÇÕES INTEGRAÇÃO DE REDES E SERVIÇOS PPTP SERVER JOSÉ JÚNIOR - 32126 GIL LIAL

Leia mais

Integração de Redes e Serviços. Trabalho Prático

Integração de Redes e Serviços. Trabalho Prático Departamento de Engenharia de Electrónica de Telecomunicações e de Computadores Mestrado em Engenharia Informática e Computadores Integração de Redes e Serviços Trabalho Prático Trabalho elaborado por:

Leia mais

Integração de Redes e Serviços

Integração de Redes e Serviços ISEL Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores Integração de Redes e Serviços Instalação e configuração de um Servidor Gentoo

Leia mais

Instituto Superior de Engenharia de Lisboa

Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica das Telecomunicações e de Computadores Mestrado/Licenciatura em Engenharia Informática e de Computadores Integração

Leia mais

Departamento de Engª de Electrónica e das Telecomunicações. Engº Pedro Ribeiro. Aluno nº 17230 José Camacho Aluno nº 32178 Floriano Silva

Departamento de Engª de Electrónica e das Telecomunicações. Engº Pedro Ribeiro. Aluno nº 17230 José Camacho Aluno nº 32178 Floriano Silva Departamento de Engª de Electrónica e das Telecomunicações Engº Pedro Ribeiro Aluno nº 17230 José Camacho Aluno nº 32178 Floriano Silva Sumário Instalação do sistema operativo Gentoo - Linux Configuração

Leia mais

Roteiro de Práticas de Roteamento IGP usando Quagga

Roteiro de Práticas de Roteamento IGP usando Quagga Roteiro de Práticas de Roteamento IGP usando Quagga RIP O objetivo desse roteiro é mostrar como o pacote Quagga pode ser utilizado para construir roteadores com suporte a protocolos de roteamento utilizando

Leia mais

Roteiro de Práticas de Roteamento IGP usando Quagga

Roteiro de Práticas de Roteamento IGP usando Quagga Roteiro de Práticas de Roteamento IGP usando Quagga OSPF O objetivo desse roteiro é mostrar como o pacote Quagga pode ser utilizado para construir roteadores com suporte a protocolos de roteamento utilizando

Leia mais

IRS. Quagga Radius OpenVpn. Grupo 3 19710 António Borga

IRS. Quagga Radius OpenVpn. Grupo 3 19710 António Borga IRS Quagga Radius OpenVpn Grupo 3 19710 António Borga IRS Instalação Gentoo Road book http://www.gentoo.org/doc/en/handbook/handbook-x86.xml File system mount Device file system Dimensão /boot /dev/hda1

Leia mais

DNS Linux. Rodrigo Gentini gentini@msn.com

DNS Linux. Rodrigo Gentini gentini@msn.com Linux Rodrigo Gentini gentini@msn.com Domain Name System (DNS). O DNS é o serviço de resolução de nomes usado em todas as redes TCP/IP, inclusive pela Internet que, sem dúvidas, é a maior rede TCP/IP existente.

Leia mais

Prática DNS. Edgard Jamhour

Prática DNS. Edgard Jamhour Prática DNS Edgard Jamhour Exercícios práticos sobre DNS. Esse roteiro de prática inclui apenas aspectos básicos de configuração desses serviços. Apenas esses aspectos básicos é que serão cobrados em relatório.

Leia mais

DNS Parte 2 - Configuração

DNS Parte 2 - Configuração DNS Parte 2 - Configuração Adriano César Ribeiro (estagiário docente) adrianoribeiro@acmesecurity.org Adriano Mauro Cansian adriano@acmesecurity.org Tópicos em Sistemas de Computação 1 Revisão Prof. Dr.

Leia mais

DNS Ubuntu Server 14.04

DNS Ubuntu Server 14.04 DNS Ubuntu Server 14.04 1. Passo Configuração do servidor (nomes e endereçamentos exemplos) IP: 192.168.0.1 Nome da máquina: professor Nome do domínio: aula.net 2. Passo Instalar pacote DNS #apt-get install

Leia mais

DNS. Parte 2 - Configuração. Tópicos em Sistemas de Computação 2014. Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian adriano@acmesecurity.org

DNS. Parte 2 - Configuração. Tópicos em Sistemas de Computação 2014. Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian adriano@acmesecurity.org DNS Parte 2 - Configuração Tópicos em Sistemas de Computação 2014 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian adriano@acmesecurity.org Estagiário Docente: Vinícius Oliveira viniciusoliveira@acmesecurity.org 1 Neste

Leia mais

Configuração do Servidor DNS. Mcedit /etc/named.conf. mkdir /var/named/estudolinux cp /var/named/* estudolinux

Configuração do Servidor DNS. Mcedit /etc/named.conf. mkdir /var/named/estudolinux cp /var/named/* estudolinux Configuração do Servidor DNS Mcedit /etc/named.conf mkdir /var/named/estudolinux cp /var/named/* estudolinux Configurando o Bind no Slackware 10 ::: Bind / Named Enviado por: Geyson Rogério L. Silva Data:

Leia mais

UM dos protocolos de aplicação mais importantes é o DNS. Para o usuário leigo,

UM dos protocolos de aplicação mais importantes é o DNS. Para o usuário leigo, Laboratório de Redes. Domain Name Service - DNS Pedroso 4 de março de 2009 1 Introdução UM dos protocolos de aplicação mais importantes é o DNS. Para o usuário leigo, problemas com o DNS são interpretados

Leia mais

Janeiro 30 IRS. Gonçalo Afonso nº 29143

Janeiro 30 IRS. Gonçalo Afonso nº 29143 Janeiro 30 IRS 2012 Gonçalo Afonso nº 29143 Índice Máquina Virtual... 2 Sistema Operativo... 2 Instalação... 2 Sistema de ficheiros... 4 Gestor de Pacotes... 5 Bootloader... 6 DNS... 6 Objectivos:... 6

Leia mais

Formando-Fernando Oliveira Formador- João Afonso Mediador-Cristina Goulão Curso Técnico de Informática e Gestão de Redes ufcd / 20 11/11/2013 Turma

Formando-Fernando Oliveira Formador- João Afonso Mediador-Cristina Goulão Curso Técnico de Informática e Gestão de Redes ufcd / 20 11/11/2013 Turma Formando-Fernando Oliveira Formador- João Afonso Mediador-Cristina Goulão Curso Técnico de Informática e Gestão de Redes ufcd / 20 11/11/2013 Turma -SDR LINUX ADMINISTRAÇÃO DNS significa (sistema de nomes

Leia mais

Content Management Server. Gonçalo Barreira nº 28373 Henrique Lopes nº 28404 Tiago Estevão nº 28428

Content Management Server. Gonçalo Barreira nº 28373 Henrique Lopes nº 28404 Tiago Estevão nº 28428 Content Management Server Gonçalo Barreira nº 28373 Henrique Lopes nº 28404 Tiago Estevão nº 28428 Índice Preparação e instalação do sistema operativo Gentoo Bind Comparação de CMS s Drupal: O que é, características

Leia mais

Administração de Redes I Linux Prof: Frederico Madeira Lista de Exercícios 3

Administração de Redes I Linux Prof: Frederico Madeira <fred@madeira.eng.br> Lista de Exercícios 3 Administração de Redes I Linux Prof: Frederico Madeira Lista de Exercícios 3 1. Qual dos seguintes comandos linux não inclui a capacidade de listar o PID das aplicações que estão

Leia mais

Orientador de Curso: Rodrigo Caetano Filgueira

Orientador de Curso: Rodrigo Caetano Filgueira Orientador de Curso: Rodrigo Caetano Filgueira Serviço DNS DNS significa Domain Name System (sistema de nomes de domínio). O DNS converte os nomes de máquinas para endereços IPs que todas as máquinas da

Leia mais

Configurando servidor de DNS no CentOS O Domain Name System Sistema de Nomes de Domínio é de fundamental importância em uma rede.

Configurando servidor de DNS no CentOS O Domain Name System Sistema de Nomes de Domínio é de fundamental importância em uma rede. Configurando servidor de DNS no CentOS O Domain Name System Sistema de Nomes de Domínio é de fundamental importância em uma rede. O DNS é um sistema hierárquico em árvore invertida. Tem como origem o ponto

Leia mais

V Workshop de Tecnologias de Rede do PoP-BA

V Workshop de Tecnologias de Rede do PoP-BA V Workshop de Tecnologias de Rede do PoP-BA www.pop-ba.rnp.br/wtr2014 IPv6 Um novo não tão novo protocolo de Internet Instrutor: Thiago Bomfim thiagobomfim@pop-ba.rnp.br Monitoria: Jundaí Abdon jundai@pop-ba.rnp.br

Leia mais

Servidor de e-mail corporativo com Zimbra.

Servidor de e-mail corporativo com Zimbra. UNISUL Universidade do Sul de Santa Catarina Unisul TechDay 2013 Servidor de e-mail corporativo com Zimbra. Palestrante: Irineu Teza Nunes E-mail: irineu@idinf.com.br Website: www.idinf.com.br Blog: itnproducoes.blogspot.com

Leia mais

Formação IPv6 Maputo Moçambique 26 Agosto 29 Agosto 08

Formação IPv6 Maputo Moçambique 26 Agosto 29 Agosto 08 Formação IPv6 Maputo Moçambique 26 Agosto 29 Agosto 08 DNS Pedro Lorga (lorga@fccn.pt) Carlos Friaças (cfriacas@fccn.pt) Exercício Prático: DNS Objectivos Neste exercício completará as seguintes tarefas:

Leia mais

Configurando um servidor DNS com atualização automática via DHCP

Configurando um servidor DNS com atualização automática via DHCP Configurando um servidor DNS com atualização automática via DHCP João Medeiros (joao.fatern@gmail.com) 1 Introdução Neste tutorial iremos descrever a configuração de um servidor DNS para uma rede local

Leia mais

Universidade Católica de Brasília Pró-reitoria de Graduação Curso de Ciência da Computação

Universidade Católica de Brasília Pró-reitoria de Graduação Curso de Ciência da Computação Universidade Católica de Brasília Pró-reitoria de Graduação Curso de Ciência da Computação INTRODUÇÃO 6 LABORATÓRIO DE REDES DE COMPUTADORES Serviços Básicos de Rede DNS Para o correto funcionamento de

Leia mais

Serviços de Redes. Servidor DNS (Bind) Professor: Alexssandro Cardoso Antunes

Serviços de Redes. Servidor DNS (Bind) Professor: Alexssandro Cardoso Antunes Serviços de Redes Servidor DNS (Bind) Professor: Alexssandro Cardoso Antunes Atividades Roteiro Objetivos Instalação (projeto) Definições, Características, Vantagens e Hierarquia Clientes, Processo de

Leia mais

RELATÓRIO DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO DOS APLICATIVOS BIND E POSTFIX

RELATÓRIO DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO DOS APLICATIVOS BIND E POSTFIX RELATÓRIO DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO DOS APLICATIVOS BIND E POSTFIX EDFRANCIS PEREIRA MARQUES SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO V INTRODUÇÃO NESTE RELATÓRIO VEREMOS A IMPORTÂNCIA DE CONHECER CADA COMANDO EXECUTADO,

Leia mais

Relatório do Trabalho Prático nº 1. DNS e DHCP. Documento elaborado pela equipa: Jorge Miguel Morgado Henriques Ricardo Nuno Mendão da Silva

Relatório do Trabalho Prático nº 1. DNS e DHCP. Documento elaborado pela equipa: Jorge Miguel Morgado Henriques Ricardo Nuno Mendão da Silva Relatório do Trabalho Prático nº 1 DNS e DHCP Documento elaborado pela equipa: Jorge Miguel Morgado Henriques Ricardo Nuno Mendão da Silva Data de entrega: 22.10.2006 Indíce Introdução... 2 Configuração

Leia mais

Configuração de um servidor DNS. Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática

Configuração de um servidor DNS. Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Configuração de um servidor DNS Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Configuração DNS O servidor DNS usado é o BIND versão 9. Para configuração do servidor DNS, deve-se acessar os arquivos de

Leia mais

Redes de Computadores. Guia de Laboratório Configuração de Redes

Redes de Computadores. Guia de Laboratório Configuração de Redes Redes de Computadores LEIC-T 2012/13 Guia de Laboratório Configuração de Redes Objectivos O objectivo do trabalho consiste em configurar uma rede simples usando o sistema Netkit. O Netkit é um emulador

Leia mais

Instalação e Configuração Servidor DNS

Instalação e Configuração Servidor DNS Instalação e Configuração Servidor DNS Instalação e Configuração Servidor DNS Passo Nº 1 Conferir o nome da máquina ( já configurado no passo Servidor Configuração DHCP ). # nano /etc/hostname Passo Nº

Leia mais

Curso de extensão em Administração de Serviços GNU/Linux

Curso de extensão em Administração de Serviços GNU/Linux Curso de extensão em Administração de Serviços GNU/Linux Italo Valcy - italo@dcc.ufba.br Gestores da Rede Acadêmica de Computação Departamento de Ciência da Computação Universidade Federal da Bahia Administração

Leia mais

Sobre a licença Para cada novo uso ou distribuição, você deve deixar claro para outros os termos da licença desta obra. No caso de criação de obras derivadas, os logotipos do CGI.br, NIC.br, IPv6.br e

Leia mais

Sistemas Operacionais de Rede. Configuração de Rede

Sistemas Operacionais de Rede. Configuração de Rede Sistemas Operacionais de Rede Configuração de Rede Conteúdo Programático! Interfaces de rede! Ethernet! Loopback! Outras! Configuração dos parâmetros de rede! Dinâmico (DHCP)! Manual! Configuração de DNS

Leia mais

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Sistema Operacional Linux > Servidor DNS (BIND) www.labcisco.com.br ::: shbbrito@labcisco.com.br Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Introdução O DNS é um dos serviços mais importantes na Internet porque

Leia mais

Aula 3 Servidor DNS BIND

Aula 3 Servidor DNS BIND 1 Aula 3 Servidor DNS BIND Um servidor DNS é responsável em responder pelos domínios e direcionar tudo que é relacionado a ele, nele por exemplo pode se apontar onde fica www.dominio.com.br, vai apontar

Leia mais

Laboratório 3. Configurando o Serviço DNS

Laboratório 3. Configurando o Serviço DNS Neste laboratório iremos falar sobre o serviço DNS (Domain Name System). O DNS é um sistema de gerenciamento de nomes hierárquico e distríbuido visando resolver nomes de domínio em endereços de rede IP.

Leia mais

FormaçãoIPv6-RCTS. Componente Prática Parte I

FormaçãoIPv6-RCTS. Componente Prática Parte I FormaçãoIPv6-RCTS Componente Prática Parte I Parte I Introdução, Endereçamento, Autoconfiguração e DNS Prática #1 Visitar o site: http://ipv6-tracker.fccn.pt Verificar instituições com dados inseridos

Leia mais

Tutorial para Instalação do Ubuntu Server 10.04

Tutorial para Instalação do Ubuntu Server 10.04 Tutorial para Instalação do Ubuntu Server 10.04 Autor: Alexandre F. Ultrago E-mail: ultrago@hotmail.com 1 Infraestrutura da rede Instalação Ativando o usuário root Instalação do Webmin Acessando o Webmin

Leia mais

Linux Network Servers

Linux Network Servers DNS Parte 1 Linux Network Servers DNS é a abreviatura de Domain Name System. O DNS é um serviço de resolução de nomes. Toda comunicação entre os computadores e demais equipamentos de uma rede baseada no

Leia mais

DNS: Domain Name System DHCP: Dynamic Host Configuration Protocol. Edgard Jamhour

DNS: Domain Name System DHCP: Dynamic Host Configuration Protocol. Edgard Jamhour DNS: Domain Name System DHCP: Dynamic Host Configuration Protocol Serviço DNS: Domain Name System nome - ip nome - ip Nome? IP nome - ip nome - ip Árvore de nomes br RAIZ br pucpr ufpr Pucpr Ufpr ppgia

Leia mais

LAB06 Configuração de um servidor de DNS Aplicação nslookup. Servidor BIND.

LAB06 Configuração de um servidor de DNS Aplicação nslookup. Servidor BIND. LAB06 Configuração de um servidor de DNS Aplicação nslookup Servidor BIND A Configuração de um PC como cliente de um servidor de DNS O ficheiro que define qual o(s) servidor(es) de DNS do domínio local

Leia mais

Encaminhamento exterior BGP-4

Encaminhamento exterior BGP-4 Encaminhamento exterior BGP-4 (quarto trabalho laboratorial) FEUP/DEEC Redes de Banda Larga MIEEC 2009/10 José Ruela Bancada de trabalho Topologia genérica (OSPF e BGP) Objectivo e descrição sumária Os

Leia mais

Curso de extensão em Administração de sistemas GNU/Linux: redes e serviços

Curso de extensão em Administração de sistemas GNU/Linux: redes e serviços Curso de extensão em Administração de sistemas GNU/Linux: redes e serviços - italo@dcc.ufba.br Gestores da Rede Acadêmica de Computação Departamento de Ciência da Computação Universidade Federal da Bahia,

Leia mais

Laboratório 2.3.4 Configurando a Autenticação OSPF

Laboratório 2.3.4 Configurando a Autenticação OSPF Laboratório 2.3.4 Configurando a Autenticação OSPF Objetivo Configurar um esquema de endereçamento IP para a área OSPF (Open Shortest Path First). Configurar e verificar o roteamento OSPF. Introduzir a

Leia mais

LPI nível 2: Aula 11

LPI nível 2: Aula 11 Décima primeira aula de preparação LPIC-2 TUTORIAL LPI nível 2: Aula 11 Configuração do servidor BIND, criação e manutenção de arquivos de zonas e ferramentas relacionadas. por Luciano Siqueira Irum_Shahid

Leia mais

Arquitectura de Redes

Arquitectura de Redes Arquitectura de Redes Domain Name System DNS 1 Objectivo / Motivação 2 'What's the use of their having names the Gnat said if they won't answer to them?' Alice no País das Maravilhas Resolução de nomes

Leia mais

edu com org pt ibm sapo cs iscap

edu com org pt ibm sapo cs iscap TEMA Serviços de nomes no Linux TEÓRICA-PRÁTICA 1. Introdução Necessidade de utilizar nomes em vez de endereços IP: Endereços IP são óptimos para os computadores No entanto, para humanos, são difíceis

Leia mais

Instituto Superior das Ciências do Trabalho e da Empresa. Segurança de Redes e Protocolos de Comunicação. 1º Trabalho de Acompanhamento

Instituto Superior das Ciências do Trabalho e da Empresa. Segurança de Redes e Protocolos de Comunicação. 1º Trabalho de Acompanhamento Instituto Superior das Ciências do Trabalho e da Empresa Segurança de Redes e Protocolos de Comunicação 1º Trabalho de Acompanhamento Docente: Professor José Guimarães Realizado por: António Monteiro João

Leia mais

PPTPCONFIG. Altamir Dias. 29 de junho de 2005. 1 Instalando o Programa pptpconfig

PPTPCONFIG. Altamir Dias. 29 de junho de 2005. 1 Instalando o Programa pptpconfig PPTPCONFIG Altamir Dias 29 de junho de 2005 1 Instalando o Programa pptpconfig Este roteiro foi desenvolvido usando a distribuição Debian. Para as demais distribuições, basta procurar pelos pacotes nos

Leia mais

Passos Preliminares: Acessando a máquina virtual via ssh.

Passos Preliminares: Acessando a máquina virtual via ssh. CIn/UFPE Sistemas de Informação Redes de Computadores Professor: Kelvin Lopes Dias Monitor: Edson Adriano Maravalho Avelar {kld,eama}@cin.ufpe.br Instalando/Configurando Servidor DNS. Este tutorial irá

Leia mais

S.S. Configuração da VPN em Windows 2000. Sérgio Sousa Documentação. Redes Informáticas. Doc s. S.S. Doc s Página 1 de 7

S.S. Configuração da VPN em Windows 2000. Sérgio Sousa Documentação. Redes Informáticas. Doc s. S.S. Doc s Página 1 de 7 S.S Sérgio Sousa Documentação Doc s Redes Informáticas Configuração da VPN em Windows 2000 S.S. Doc s Página 1 Configurando a VPN no Windows 2000 Para que um host de uma rede ou domínio se conecte em sua

Leia mais

Encaminhamento interior OSPF

Encaminhamento interior OSPF Encaminhamento interior OSPF (terceiro trabalho laboratorial) FEUP/DEEC Redes de Banda Larga MIEEC 2009/10 José Ruela Bancada de trabalho Topologia genérica (OSPF e BGP) Objectivo e descrição sumária Os

Leia mais

Configurando DNS Server. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com

Configurando DNS Server. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com Configurando DNS Server. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com Entendendo o DNS É o serviço responsável por: Traduzir nomes em endereços IP (e vice-versa), de um determinado

Leia mais

BIND Um DNS Server Completo

BIND Um DNS Server Completo BIND Um DNS Server Completo Parque Tecnológico Itaipu (PTI) Missão ITAIPU: Gerar energia elétrica de qualidade, com responsabilidade social e ambiental, impulsionando o desenvolvimento econômico, turístico

Leia mais

03/11/2011. Apresentação. SA do Linux. Sistemas de Arquivos. Curso Tecnologia em Telemática. Disciplina Administração de Sistemas Linux

03/11/2011. Apresentação. SA do Linux. Sistemas de Arquivos. Curso Tecnologia em Telemática. Disciplina Administração de Sistemas Linux Apresentação Administração de Sistemas Curso Tecnologia em Telemática Disciplina Administração de Sistemas Linux Professor: Anderson Costa anderson@ifpb.edu.br Assunto da aula Aspectos do Sistema de Arquivos

Leia mais

Desvendando as Redes Virtuais Privadas. Gustavo N. F. Ribeiro

Desvendando as Redes Virtuais Privadas. Gustavo N. F. Ribeiro Desvendando as Redes Virtuais Privadas Gustavo N. F. Ribeiro Introdução 1. Expansão das redes de comunicação 2. Necessidade de comunicação entre diversas redes locais 3. Necessidade de privacidade na comunicação

Leia mais

# dnssec-keygen -a HMAC-MD5 -b 128 -n USER chave

# dnssec-keygen -a HMAC-MD5 -b 128 -n USER chave Como integrar o serviço de DHCP com o de DNS no CentOS A integração dos serviços de dhcp e dns é um recurso muito útil em uma rede. Pois minimiza o trabalho do administrador de redes e maximiza seu controle

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do

Leia mais

Curso de Pós Graduação em Redes de Computadores. Módulo Laboratório de Linux Apostila 2. Serviço DNS

Curso de Pós Graduação em Redes de Computadores. Módulo Laboratório de Linux Apostila 2. Serviço DNS Curso de Pós Graduação em Redes de Computadores Módulo Laboratório de Linux Apostila 2 Serviço DNS Introdução DNS é o Servidor de Nomes do Domínio. Ele converte os nomes das máquinas para números IP, que

Leia mais

Projecto Para Uma Rede de Acesso e Core de Um ISP

Projecto Para Uma Rede de Acesso e Core de Um ISP Universidade do Minho Mestrado em Engenharia Informática Tecnologias e Protocolos de Infraestrutura Projecto Integrado - TRAC/RCSFM Tecnologias de Redes de Acesso e Core Redes de Comunicações sem Fios

Leia mais

Redes de Computadores. Funcionamento do Protocolo DNS. Consulta DNS. Consulta DNS. Introdução. Introdução DNS. DNS Domain Name System Módulo 9

Redes de Computadores. Funcionamento do Protocolo DNS. Consulta DNS. Consulta DNS. Introdução. Introdução DNS. DNS Domain Name System Módulo 9 Slide 1 Slide 2 Redes de Computadores Introdução DNS Domain Name System Módulo 9 EAGS SIN / CAP PD PROF. FILIPE ESTRELA filipe80@gmail.com Ninguém manda uma e-mail para fulano@190.245.123.50 e sim para

Leia mais

IPv6 Provedor PyTown.com. Fabiano Weimar dos Santos [Xiru] xiru@xiru.org

IPv6 Provedor PyTown.com. Fabiano Weimar dos Santos [Xiru] xiru@xiru.org IPv6 Provedor PyTown.com Fabiano Weimar dos Santos [Xiru] xiru@xiru.org Roteiro Um pouco sobre mim... Histórico Endereçamento Implementação Desafios Configuração IPv6 - Provedor PyTown.com 2 Um pouco sobre

Leia mais

PRÁTICA DE DNS - LINUX DIFERENÇAS NO ROTEIRO EM RELAÇÃO A IMAGEM DO DVD 1.A) INSTALAÇÃO DO SERVIDOR DNS INICIALIZAÇÃO DO AMBIENTE DO DVD

PRÁTICA DE DNS - LINUX DIFERENÇAS NO ROTEIRO EM RELAÇÃO A IMAGEM DO DVD 1.A) INSTALAÇÃO DO SERVIDOR DNS INICIALIZAÇÃO DO AMBIENTE DO DVD PRÁTICA DE DNS - LINUX Esses exercícios devem ser executados através do servidor de máquinas virtuais: espec.ppgia.pucpr.br ou através da imagem fornecida no DVD. DIFERENÇAS NO ROTEIRO EM RELAÇÃO A IMAGEM

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do seu firewall Netdeep Secure em um

Leia mais

Introdução Fourth level à Tecnologia Cisco

Introdução Fourth level à Tecnologia Cisco Instituto Federal do Ceará IFCE Campus de Canindé Prof. DSc. Rodrigo Costa - rodrigo.costa@ifce.edu.br Introdução à Tecnologia Cisco Definições Básicas Mercado em Redes Componentes Básicos Funcionamento

Leia mais

Breve introdução ao DNS Uma abordagem prática (aka crash course on DNS :))

Breve introdução ao DNS Uma abordagem prática (aka crash course on DNS :)) Breve introdução ao DNS Uma abordagem prática (aka crash course on DNS :)) Prof. Rossano Pablo Pinto Novembro/2012-v0.3 Abril/2013-v0.5 (em construção) Prof. Rossano Pablo Pinto - http://rossano.pro.br

Leia mais

Um dos serviços mais importantes numa rede TCP/IP é o serviço DNS. Porquê? Porque é muito mais fácil lembrar nomes do que números IP!

Um dos serviços mais importantes numa rede TCP/IP é o serviço DNS. Porquê? Porque é muito mais fácil lembrar nomes do que números IP! Capítulo 5 DNS ( Domain Name System ) O serviço BIND Um dos serviços mais importantes numa rede TCP/IP é o serviço DNS Porquê? Porque é muito mais fácil lembrar nomes do que números IP! Exemplo: wwwgooglept

Leia mais

DNS: Domain Name System

DNS: Domain Name System DNS: Domain Name System O objetivo desta unidade é apresentar o funcionamento de dois importantes serviços de rede: o DNS e o DHCP. O DNS (Domain Name System) é o serviço de nomes usado na Internet. Esse

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL FATESG CURSO TÉCNICO EM REDES DE COMPUTADORES. Luís Antônio Neto Wallysson Santos Oliveira

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL FATESG CURSO TÉCNICO EM REDES DE COMPUTADORES. Luís Antônio Neto Wallysson Santos Oliveira FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL FATESG CURSO TÉCNICO EM REDES DE COMPUTADORES Luís Antônio Neto Wallysson Santos Oliveira ADMINISTRADOR DE REDES LINUX (DEBIAN) Goiânia 2011 Luís

Leia mais

MEET. Integração de Redes e Serviços. Gentoo/Drupal. Nome Nº de aluno e-mail. Gonçalo Barreira 28373 28373@alunos.isel.ipl.pt

MEET. Integração de Redes e Serviços. Gentoo/Drupal. Nome Nº de aluno e-mail. Gonçalo Barreira 28373 28373@alunos.isel.ipl.pt Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica das Telecomunicações e de Computadores MEET Integração de Redes e Serviços Gentoo/Drupal Nome Nº de aluno e-mail Gonçalo

Leia mais

Mecanismos de QoS em Linux Hierarchical Token Bucket (HTB)

Mecanismos de QoS em Linux Hierarchical Token Bucket (HTB) Mecanismos de QoS em Linux Hierarchical Token Bucket (HTB) Este roteiro descreve um cenário prático onde o algoritmo Hierarchical Token Bucket (HTB) é utilizado para criar uma política de QoS flexível,

Leia mais

Implementação do Protocolo 802.1x Utilizando Servidor de Autenticação FreeRadius.

Implementação do Protocolo 802.1x Utilizando Servidor de Autenticação FreeRadius. Implementação do Protocolo 802.1x Utilizando Servidor de Autenticação FreeRadius. Neste trabalho iremos falar sobre FreeRadius, funcionando juntamente com o protocolo 802.1* em um roteador da Mikrotik,

Leia mais

Curso de extensão em Administração de redes com GNU/Linux

Curso de extensão em Administração de redes com GNU/Linux Curso de extensão em - italo@dcc.ufba.br Gestores da Rede Acadêmica de Computação Departamento de Ciência da Computação Universidade Federal da Bahia Todo o material aqui disponível pode, posteriormente,

Leia mais

Linux Network Servers

Linux Network Servers Configuração do Servidor Samba como controlador primário de domínio (PDC). O objetivo desse roteiro é mostrar como configurar um servidor Samba PDC compartilhando o diretório home, impressora e um diretório

Leia mais

Capítulo 9 Manipulando Hardware e dispositivos

Capítulo 9 Manipulando Hardware e dispositivos Linux Essentials 450 Slide - 1 Capítulo 9 Manipulando Hardware e Os do mundo Unix trabalham de uma maneira bem diferente do mundo paralelo. Usaremos esta aula para entender como eles funcionam. Linux Essentials

Leia mais

Administração de Redes Redes e Sub-redes

Administração de Redes Redes e Sub-redes 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAMPUS SÃO JOSÉ SANTA CATARINA Administração de Redes Redes e Sub-redes Prof.

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do seu firewall Netdeep

Leia mais

GUIÃO DE Protocolos em Redes de Dados. Ficha de Laboratório nº 1

GUIÃO DE Protocolos em Redes de Dados. Ficha de Laboratório nº 1 GUIÃO DE Protocolos em Redes de Dados Ficha de Laboratório nº 1 Bruno Simões, Paulo Sousa, Fernando Vicente, Nuno Neves, Luís Rodrigues e Hugo Miranda DI-FCUL GU PRD 02 1 Março 2002 Departamento de Informática

Leia mais

Integração de Redes e Serviços

Integração de Redes e Serviços Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Área Departamental de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores (ADEETC) Mestrado em Engenharia de Redes de Comunicação e Multimédia (MERCM)

Leia mais

Rafael Goulart - rafaelgou@gmail.com Curso ASLinux v.3

Rafael Goulart - rafaelgou@gmail.com Curso ASLinux v.3 Conceito Serviço que traduz RESOLVE nomes de máquinas para endereços IP e endereços IP para nomes de máquina. É um sistema hierárquico e descentralizado/distribuído. Simplifica a administração do complexo

Leia mais

Recuperando o GRUB após instalação do Windows

Recuperando o GRUB após instalação do Windows Recuperando o GRUB após instalação do Windows PET Engenharia de Computação - http://www.inf.ufes.br/~pet 1 Instruções iniciais Para efetuar as configurações a seguir talvez precisaremos executar comandos

Leia mais

Diego Ragazzi http://www.ragazzid.com.br http://blog.ragazzid.com.br http://estudo.ragazzid.com.br

Diego Ragazzi http://www.ragazzid.com.br http://blog.ragazzid.com.br http://estudo.ragazzid.com.br Diego Ragazzi http://www.ragazzid.com.br http://blog.ragazzid.com.br http://estudo.ragazzid.com.br Exercício final CCNA-C1 Esse exercício irá tentar abordar o maior número possível de conteúdos que são

Leia mais

Semestre 4 do CCNA Prova final baseada em habilidades Treinamento do aluno Diretrizes para o instrutor Visão geral e administração da prova

Semestre 4 do CCNA Prova final baseada em habilidades Treinamento do aluno Diretrizes para o instrutor Visão geral e administração da prova Semestre 4 do CCNA Prova final baseada em habilidades Treinamento do aluno Diretrizes para o instrutor Visão geral e administração da prova Esta prova deve ser utilizada nas aulas regulares do CCNA ministradas

Leia mais

Auto configuração de roteadores: oncotô, proncovô, quicossô

Auto configuração de roteadores: oncotô, proncovô, quicossô Auto configuração de roteadores: oncotô, proncovô, quicossô Danton Nunes, InterNexo Ltda., São José dos Campos, SP danton.nunes@inexo.com.br GTER 29 Problema focado Rede com segmentos terrestres e "wireless",

Leia mais

Capítulo 8. Serviço de Ficheiros em Rede. Sistemas operativos UNIX e Linux. Network File System (NFS) Network Information System (NIS)

Capítulo 8. Serviço de Ficheiros em Rede. Sistemas operativos UNIX e Linux. Network File System (NFS) Network Information System (NIS) Capítulo 8 Serviço de Ficheiros em Rede. Sistemas operativos UNIX e Linux Network File System (NFS) Network Information System (NIS) Gestão de Redes e Serviços (GRS) Capítulo 8 1/1 Network File System

Leia mais

01 - Entendendo um Firewall. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com

01 - Entendendo um Firewall. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com 01 - Entendendo um Firewall. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com O que são Firewalls? São dispositivos constituídos por componentes de hardware (roteador capaz de filtrar

Leia mais

3.3. Espelhamento (RAID1)

3.3. Espelhamento (RAID1) 3.3. Espelhamento (RAID1) Neste servidor estamos usando dois HDs idênticos, cada um com 160GB de espaço em disco. Nos passos seguintes é importante existir dois HDs idênticos em tamanho. Caso ocorra a

Leia mais

UFBA Universidade Federal da Bahia CPD Central de Processamento de Dados. Rede VPN UFBA. Procedimento para configuração

UFBA Universidade Federal da Bahia CPD Central de Processamento de Dados. Rede VPN UFBA. Procedimento para configuração UFBA Universidade Federal da Bahia CPD Central de Processamento de Dados Rede VPN UFBA Procedimento para configuração 2013 Íncide Introdução... 3 Windows 8... 4 Windows 7... 10 Windows VISTA... 14 Windows

Leia mais

Load Balance / Route Policy (para series Vigor 2860 / Vigor 2925)

Load Balance / Route Policy (para series Vigor 2860 / Vigor 2925) Load Balance / Route Policy (para series Vigor 2860 / Vigor 2925) Route Policy (também conhecido como PBR, policy-based routing) é um recurso que permite configurar estratégias de roteamento. Os pacotes

Leia mais

Arquitectura de Redes

Arquitectura de Redes Arquitectura de Redes Domain Name System Arq. de Redes - Pedro Brandão - 2004 1 Objectivo / Motivação Resolução de nomes (alfanuméricos) para endereços IPs Será que 66.102.11.99 é mais fácil de decorar

Leia mais

FreeBSD Soluções Corporativas II (464)

FreeBSD Soluções Corporativas II (464) FreeBSD Soluções ( 464 ) Corporativas II FreeBSD Soluções Corporativas II (464) Slede 2 de 27 Apresentação do Curso O curso aborda diversos conceitos do sistema FreeBSD ligados a administração e segurança

Leia mais

Configuração de Servidores. 1. Introdução. 1. Introdução. Por Rubens Queiroz de Almeida. Data de Publicação: 14 de Março de 2007

Configuração de Servidores. 1. Introdução. 1. Introdução. Por Rubens Queiroz de Almeida. Data de Publicação: 14 de Março de 2007 1. Introdução Configuração de Servidores Por Rubens Queiroz de Almeida Data de Publicação: 14 de Março de 2007 1. Introdução Os servidores DNS podem ser divididos em três tipos principais: servidores que

Leia mais

Protocolos em Redes de Dados

Protocolos em Redes de Dados GUIÃO DE Protocolos em Redes de Dados Fichas de laboratório: OSPF Hugo Miranda e Luís Rodrigues DI-FCUL GU PRD 02 2 Março 2002 Departamento de Informática Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

Leia mais

Configuração de DNS Reverso

Configuração de DNS Reverso Configuração de DNS Reverso Nos casos em que os serviços fornecidos pela Brasil Telecom exigirem configurações de DNS Reverso, estas serão executadas de forma centralizada pelo CNRS em Brasília. As solicitações

Leia mais

Segurança de Redes de Computadores

Segurança de Redes de Computadores Segurança de Redes de Computadores Aula 10 Segurança na Camadas de Rede Redes Privadas Virtuais (VPN) Prof. Ricardo M. Marcacini ricardo.marcacini@ufms.br Curso: Sistemas de Informação 1º Semestre / 2015

Leia mais

Neste apêndice mostraremos o que é e como funciona o serviço de nomes de domínio.

Neste apêndice mostraremos o que é e como funciona o serviço de nomes de domínio. APÊNDICE 10 Neste apêndice mostraremos o que é e como funciona o serviço de nomes de domínio. Infelizmente, informações sobre características mais avançadas não serão encontradas aqui. Para mais informações

Leia mais

PARANÁ GOVERNO DO ESTADO

PARANÁ GOVERNO DO ESTADO PROTOCOLOS DA INTERNET FAMÍLIA TCP/IP INTRODUÇÃO É muito comum confundir o TCP/IP como um único protocolo, uma vez que, TCP e IP são dois protocolos distintos, ao mesmo tempo que, também os mais importantes

Leia mais

DHCP. Administração de Redes de Computadores Prof.ª Juliana Camilo 6080822 Ângelo, Bryan, Carlos, Vinícius

DHCP. Administração de Redes de Computadores Prof.ª Juliana Camilo 6080822 Ângelo, Bryan, Carlos, Vinícius DHCP Administração de Redes de Computadores Prof.ª Juliana Camilo 6080822 Ângelo, Bryan, Carlos, Vinícius Histórico O termo DHCP significa Dynamic Host Configuration Protocol Começou a se tornar popular

Leia mais