Esclarecimento Pregão Eletrônico nº 22/2009.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Esclarecimento Pregão Eletrônico nº 22/2009."

Transcrição

1 Esclarecimento Pregão Eletrônico nº 22/ ) RETIRADA NOTA DE EMPENHO E ASSINATURA DOS DOCUMENTOS O item Das Sanções Administrativas - do Edital determina que a licitante vencedora deverá retirar a nota de empenho dentro do prazo da proposta. O deslocamento dos representantes legais (a maioria das empresas exige a assinatura de 2 representantes para assunção de obrigações em seu nome), da Contratada até Brasília para assinatura do contrato onera o custo de contratação (viagem e tempo dos executivos da Contratada) e implica em diferenças de custo entre os candidatos, por se encontrarem em locais mais próximos ou distantes de Brasília, resultando, inclusive, em condições desiguais para contratação. Diante disto, perguntamos: a. O MTE não poderá fazer a remessa dos instrumentos de contratação por correio ou mensagem eletrônica para impressão e envio por correio ou portador pela Contratada, dispensando o comparecimento dos representantes legais em Brasília para assinatura do contrato, como costumam proceder os órgãos das administrações públicas federal, estaduais e municipais? Resp.: RETIRADA NOTA DE EMPENHO E ASSINATURA DOS DOCUMENTOS Sobre local de assinatura de contratos a Lei prescreve o seguinte: Art. 60. Os contratos e seus aditamentos serão lavrados nas repartições interessadas, as quais manterão arquivo cronológico dos seus autógrafos e registro sistemático do seu extrato, salvo os relativos a direitos reais sobre imóveis, que se formalizam por instrumento lavrado em cartório de notas, de tudo juntando-se cópia no processo que lhe deu origem. Somente contratos que cuidem de direitos reais sobre imóveis são firmados fora da repartição interessada, em razão de disposição legal, visto a obrigatoriedade de serem lavrado em cartório de registro de imóveis. 2) DA GARANTIA CONTRATUAL O item 16.1 do Edital determina que a licitante vencedora deverá apresentar garantia contratual no ato da assinatura do contrato, referente a 3% do valor da contratação. De acordo com os procedimentos bancários no que tange emissão de garantias contratuais, as mesmas só as emitem com o instrumento de contrato devidamente assinado pelas partes dentro do prazo de 5 a 10 dias úteis, o que torna inviável a apresentação da garantia no ato de assinatura do contrato. Assim, diante da impossibilidade acima mencionada, podemos entender que o prazo para apresentação da garantia Contratual poderá ocorrer em até 10 dias após o recebimento do mesmo devidamente assinado pelas partes? Resp.: GARANTIA CONTRATUAL O artigo 56 da Lei nº 8.666/93 estabelece que ao Contatado, caberá optar por uma das seguintes modalidades: -caução em dinheiro ou em títulos da dívida pública...; -seguro-garantia;

2 -fiança bancária. Conforme se verifica não se restringe somente à modalidade fiança bancária, podendo a contratada optar por qualquer uma das modalidades. Quanto a exigência editalícia e contratual, no que se refere a apresentação da garantia no ato da assinatura do Contrato, se dá em função de que a contratação deve estar garantida desde o início da sua vigência. Portanto fica mantido o texto original relativo à apresentação da garantia no ato da assinatura do Contrato. No que se refere ao Instrumento Convocatório, questiona-se: 3) Quanto ao subitem e 19.1, solicitamos esclarecer como se dará a comprovação da licitante de que ela é uma empresa especializada e presente no mercado de Segurança da Informação, atuando em projetos de certificação Digital para a criação e montagem de Infra-Estrutura de Chaves Públicas, padrão ICP Brasil e alguma hierarquia privada? A publicação no Diário Oficial da União de que a empresa é credenciada na ICP Brasil é suficiente para tal comprovação? Cabe informar que, com relação ao item esta Coordenação no memorando nº 709/2009-CGI/SPOA/MTE, de 10/08/2009, item 4 será feita a alteração do item do Edital para o texto abaixo transcrito: A licitante terá que comprovar se a empresa é especializada e presente no mercado de Segurança da Informação, atuando em projetos de Certificação Digital, especificamente no fornecimento de biblioteca de desenvolvimento para implementação da Tecnologia de Certificação Digital em sistemas informatizados. Os projetos já desenvolvidos pela proponente no campo da Certificação Digital deverão, necessariamente, compreender as atividades e competências descritas nesse Termo de Referência. Já quanto à comprovação, a empresa deve apresentar atestado de capacidade técnica emitido por empresas onde a mesma atue ou tenha atuado em projetos no campo da Certificação Digital com atividades semelhantes às descritas no Termo de Referência. 4) Quanto ao subitem 17.4 e cláusula décima quinta, onde é mencionado que o contrato terá vigência de 12 (doze) meses, contados a partir da data de assinatura do Termo de Aceite da solução, diante do exposto, podemos entender que o referido Termo de Aceite e a Minuta do Contrato serão assinados na mesma data? Em caso negativo, qual data prevalecerá? A vigência do Contrato poderá ter o prazo máximo de 14 (quatorze) meses, sendo previsto 60 (sessenta) dias a contar da assinatura do contrato para ser entregue,

3 homologado e implementado o objeto do ajuste; e mais 12 (doze) meses de garantia técnica. Caso a entrega ocorra em prazo menor que 60 (sessenta) dias, serão feitos os ajustes necessários. No que se refere ao Anexo I Termo de Referência, questiona-se: 5) Quanto ao subitem 6.1.1, onde diz que o contratado deverá fornecer Biblioteca de desenvolvimento SDK (software development kit) para aplicações JAVA e.net, que suporte o padrão PKCS#7 (public key cryptography standar), para desenvolvimento, implementação e operacionalização da tecnologia de certificação digital em sistemas do MET, solicitamos os seguintes esclarecimentos : a. A biblioteca de desenvolvimento SDK para aplicação JAVA será utilizada em apenas uma aplicação em JAVA do MTE? b. A biblioteca de desenvolvimento SDK.NET será utilizada em apenas uma aplicação em.net do M.T.E? c. Há previsão de utilização das bibliotecas objeto desta licitação em mais de uma aplicação pelo MTE? Em caso positivo, em quantas aplicações? Em resposta aos itens 1.1, 1.2 e 1.3 ressalta-se que a biblioteca de desenvolvimento será utilizada para construção de um serviço (WebService) para a plataforma de desenvolvimento JAVA e outro WebService para a plataforma.net. Esse WebService proverá os sistemas informatizados do MTE de recursos da Tecnologia de Certificação Digital, não limitando a quantidades de aplicações. 6) Quanto ao subitem 6.1.2, alínea b, onde diz que o contratado deverá fornecer apoio técnico prestado à equipe do MTE na adaptação de um sistema ao uso de certificação digital, solicitamos esclarecimentos no sentido de informar se o apoio técnico será remoto a medida em que forem identificadas as necessidades do usuário durante o horário comercial, ou seja cinco dias por semana, oito horas por dia? Como pode ser observado no subitem e suas alíneas, e no subitem 6.2.2, o Apoio Tecnológico especializado em Certificação Digital será utilizado para obtenção dos resultados esperados citados, em horário comercial, de segunda-feira a sextafeira. 7) Quanto ao subitem 6.1.2, alínea c, onde diz que o contratado deverá fornecer capacitar pessoal do M.T.E. a efetuar novas implementações usando a solução de SDK e serviço desenvolvido, solicitamos os seguintes esclarecimentos: a. Podemos entender que a capacitação de pessoal do MTE será remota, cinco dias por semana, oito horas por dia?

4 A capacitação será presencial, em horário comercial, e visam a obtenção dos resultados esperados citados nas alíneas dos subitens e b. Podemos entender por novas implementações a utilização do MTE à biblioteca de desenvolvimento SDK adquirida em mais de uma aplicação? Ainda podemos entender por novas implementações de que trata-se de implementação a serviços não descritos neste edital? A biblioteca de desenvolvimento SDK será utilizada para construção de um serviço (WebService) para a plataforma de desenvolvimento JAVA e outro WebService para a plataforma.net. Esse WebService proverá os sistemas informatizados do MTE de recursos da Tecnologia de Certificação Digital. Não existem serviços não descritos no Edital. 8) Quanto ao subitem alinea c item IV onde é mencionado certificado de Sigilo, podemos entender que neste caso seria certificado de assinatura ao invés de certificado de sigilo? Não. Os certificados de assinatura são usados para confirmação de identidade, já os certificados de sigilo são usados para cifragem de documentos. Quanto ao subitem 6.2.2, onde menciona-se que O Serviço de Repasse Tecnológico, no total de 200 (duzentas) horas de profissional com perfil de Especialista Sênior, podendo ser utilizadas ao longo de 01(um) mês, distribuídas nesse período de acordo com a necessidade e o interesse do MTE. Dentro de um cronograma a ser definido pelo MTE após a assinatura do contrato, solicitamos os seguintes esclarecimentos: 9) Se o total de 200 horas (duzentas), serão contadas a partir da data de entrega dos produtos solicitados, que demandam este serviço, ou devemos entender que o total de horas será distribuído no horário comercial, cinco dias por semana, oito horas por dia? As 200 horas serão utilizadas de forma presencial, em um cronograma a ser definido pelo MTE após a assinatura do contrato, no horário comercial, cinco dias por semana, oito horas por dia. Não. Não. a. Podemos entender que o apoio técnico será sempre por telefone, considerando o horário comercial, cinco dias por semana, oito horas por dia? b. Podemos entender que onde consta a palavra serão na frase: E serão serem empregadas para, devemos utilizar a palavra deverão? 10) Quanto ao subitem , onde menciona-se que O profissional a ser alocado, visando à transferência de conhecimento, nos projetos deverá ter o perfil técnico de especialista sênior..., solicitamos os seguintes esclarecimentos: a. Será necessário a comprovação da formação, experiência e conhecimentos específicos do profissional a ser alocado? Em caso positivo, qual a forma de comprovação será exigida?

5 A empresa deverá apresentar comprovação por meio de certificados e/ou currículo que demonstre o conhecimento técnico necessário para a execução do serviço esperado. 11) Quanto ao subitem 11.4, onde menciona-se que os certificados para agentes do MTE deverão ser emitidos, mediante solicitação do MTE, enquanto a quantidade estabelecida no objeto não for atingida, ou no prazo máximo de 12 (doze) meses, após assinatura do contrato, solicitamos esclarecer se o pedido de emissão dos certificados digitais para agentes do MTE serão realizados em um único lote para as 40 unidades ou as solicitações/contratações serão feitas em pedidos parciais com quantidades variadas de certificados, sendo 40 a quantidade máxima total que poderá ser contratada? As solicitações serão feitas pedidos parciais com quantidades variadas, no limite de ) Quanto ao subitem 12.2, solicitamos esclarecer se existe a possibilidade de a entrega dos certificados digitais e a identificação presencial ser realizada nas dependências da empresa contratada na cidade de Brasília, ou será feita nas dependências do MTE? Os certificados serão emitidos mediante solicitação do MTE, nas instalações da Autoridade de Registro (AR) da CONTRATADA, situadas em Brasília, ou em uma Unidade da Federação - UF. 13) Informamos que a emissão e entrega dos certificados digitais dependem do comparecimento dos Titulares (pessoas físicas), da entrega de cópias dos documentos pessoais obrigatórios conforme norma da ICP-Brasil, da subscrição do Termo de Titularidade padrão da ICP-Brasil, na presença do Agente de Registro e da posse do hardware para geração das chaves criptográficas, o prazo de emissão dos certificados não depende apenas da Contratada, mas também do Contratante e dos usuários indicados pelo Contratante, diante do exposto, solicitamos os seguintes esclarecimentos: a. qual o procedimento a ser utilizado pelo MTE para fornecer/informar a Contratada sobre os usuários que deverão ter os certificados digitais emitidos em seu nome? O MTE entregará a Contratada uma relação contendo o nome das pessoas que receberão os certificados digitais? O MTE entregará a Contratada uma relação contendo o nome e a unidade da Federação das pessoas que receberão os certificados digitais. b. Os usuários serão informados de que deverão comparecer pessoalmente para assinatura dos Termos e fornecer cópias autênticas (ou apresentar originais e fornecer cópias simples) de seus documentos pessoais? Sim. c. O agendamento da identificação presencial para a emissão dos certificados digitais será feito diretamente pelo usuário ou o M.T.E será responsável por agendar as datas e horários para cada titular?

6 O MTE agendará. d. Sendo o local para a realização da validação presencial e emissão dos certificados digitais estabelecido as dependências do Contratante, será disponibilizado acesso Internet para a Contratada? Os certificados serão emitidos mediante solicitação do MTE, nas instalações da Autoridade de Registro (AR) da CONTRATADA, situadas em Brasília, ou em uma Unidade da Federação - UF. e. Sendo o local fixado pelo M.T.E. para a realização da validação presencial e emissão dos certificados digitais as dependências do Contratante, caso a emissão dos certificados digitais não ocorra no prazo de 30 dias por culpa dos titulares, como por exemplo o não comparecimento à validação, a falta de documentos, etc, podemos entender que após o decurso deste prazo os usuários comparecerão nas dependências da Contratada em Brasília para identificação presencial? Os certificados serão emitidos mediante solicitação do MTE, nas instalações da Autoridade de Registro (AR) da CONTRATADA, situadas em Brasília, ou em uma Unidade da Federação - UF. Quanto a Minuta constante do Anexo III, questiona-se: 14) Quanto a cláusula quarta, solicitamos esclarecer o que se trata a execução indireta mencionada nessa cláusula. A execução indireta verifica-se quando a obra ou serviço não é executado pela Administração com seus próprios meios, e sim por um terceiro, que é juridicamente o realizador da obra ou prestador do serviço, ou seja, o responsável pelo cumprimento do objeto licitado. 15) Quanto a cláusula quinta, podemos entender que o termo inicial dos prazos previstos nas sub-cláusulas 5.1 a 5.5 só terão início quando os ambientes computacionais do MTE estiverem disponíveis para o recebimento e instalação do objeto desta licitação? Não. 16) Quanto a sub-cláusula 6.2 da cláusula sexta, diz que a entrega poderá ocorrer no endereço ali relacionado, dessa forma, solicitamos esclarecer se é facultativo a entrega dos certificados digitais no endereço mencionado ou o endereço para entrega será indicado na solicitação. Os certificados serão emitidos mediante solicitação do MTE, nas instalações da Autoridade de Registro (AR) da CONTRATADA, situadas em Brasília, ou em uma Unidade da Federação - UF.

7 17) Quanto a sub-cláusula 6 do item II da cláusula sétima, podemos entender que a Contratada arcará com o ônus decorrentes de eventuais danos causados, direta ou indiretamente, ao Contratante ou a terceiros, em função da execução deste contrato após a observância da ampla defesa e do contraditório, constitucionalmente garantidos, não sendo aplicável nas hipóteses em que restar comprovada a ausência de culpa da Contratada? Sim. 18) Quanto as sub-cláusulas 9 e 21 do item II da cláusula sétima, consta como obrigação da Contratada reparar, corrigir, remover, reconstruir ou substituir a suas expensas, no todo ou em parte, o objeto deste contrato em que se verificar vicio, defeito ou incorreção. Podemos entender que a contratada reparará, corrigirá, removerá, reconstruirá ou substituirá as suas expensas apenas os produtos/serviços objeto desta licitação quando forem verificados vícios, defeitos ou incorreções de fabricação, e não aqueles que decorrerem de mau uso do titular do certificado digital? Sim. 19) Quanto a sub-cláusula 10 do item II da cláusula sétima, podemos entender que o MTE encaminhará relação dos servidores para conhecimento da contratada e manterá atualizada? Não. 20) Quanto a sub-cláusula 12 do item II da cláusula sétima, podemos entender que serão observados os requisitos necessários para tanto cuja responsabilidade é da Contratante, como por exemplo a ambientalização computacional prévia? Sim. 21) Quanto às sub-cláusulas 5.4 da cláusula quinta e a 16 do item II da cláusula sétima, podemos entender que todos os avisos e as demais comunicações neste contrato estabelecidos ou permitidos serão efetuadas por escrito ao destinatário e que as partes obrigam-se a comunicar expressamente qualquer alterações de seu endereço, sob pena de ser considerado válido e devidamente recebido o documentos encaminhado anteriormente? Especificamente, no que se refere ao item 5.4 da Cláusula Quinta Do Prazo de Entrega e o item 16, do inciso II, da Clausula Sétima Das Obrigações das Partes (da minuta de contrato) informamos que todas as correspondências devem ser feitas por escrito. É obrigação da Contratada manter seus dados atualizados junto a este MTE, bem como o seu endereço comercial. 22) Quanto a sub-cláusula 20 do item II da cláusula sétima, solicitamos esclarecer o que se entende por imediatamente. Serão feitas alterações nessas cláusulas. 23) Quanto a sub-cláusula 21 do item II da cláusula sétima, podemos entender que a contratada providenciará novo software quando forem verificados vícios,

8 defeitos ou incorreções de fabricação, e não aqueles que decorrerem de mau uso do titular do certificado digital? Sim. 24) Quanto a cláusula décima sétima, será apontado prazo para que a contratada providencie o cumprimento de eventuais disposições inadimplidas? Qual? Em caso de inadimplemento parcial ou total por parte da Contratada o Instrumento Contratual estabelece em sua Cláusula Décima Oitava as sanções administrativas que estará sujeita e seus respectivos prazos. Será concedido o prazo de 5 (cinco) dias úteis para que a Contratada apresente justificativas pelo não adimplemento das obrigações pactuadas, prazo este assegurado pela Lei n.º 8.666/93, no seu art ) Quanto a cláusula décima oitava, a aplicação da multa desta cláusula fica condicionada que tal desconto será precedido da observância da ampla defesa e do contraditório, constitucionalmente garantidos?. Sim, o prazo de 5 (cinco) dias úteis como o prevê o parágrafo primeiro da Cláusula Décima Oitava, transcrito abaixo: Parágrafo Primeiro. A critério do CONTRATANTE, as sanções previstas nos incisos "I, IV" e "V" desta cláusula, poderão ser aplicadas juntamente com as previstas nos incisos II e III, facultada a defesa prévia da CONTRATADA, no respectivo processo, no prazo de 05 (cinco) dias úteis. 26) Uma vez que não consta no objeto do certame o fornecimentos de Certificados Digitais para agentes do MTE, bem como não consta o fornecimento de certificados digitais para servidor de aplicação, perguntamos qual o escopo do objeto do certame e, se este fator não implicará complicações posteriores no que tange a prestação dos serviços, em face dessa omissão no escopo do objeto. Resp.: Cabe ressaltar que os itens Certificados Digitais para agente MTE e Certificados Digitais para Servidor de Aplicação são fundamentais para atingir os objetivos presentes no Termo de Referência. Complementando, acredita-se que os itens citados fazem parte do escopo do objeto, conforme pode ser identificado nos subitens do item 3.1 presentes no Termo de Referência. 27) Em qual hierarquia (AC emissora) da ICP-Brasil os certificados deverão ser emitidos, deverão ser da AC RFB do tipo e-cpf para pessoa física e de servidor de qualquer hierarquia tendo em vista que a RFB não possui certificado de servidor? Resp.: Certificados Digitais para agente do MTE: RFB

9 Certificados Digitais para Servidor de Aplicação: Qualquer hierarquia vinculada a ICP-BRASIL. 28) A Nota de Empenho será única, solicitando a emissão de todos os certificados ou a execução será através de pedidos parciais, para emissão de variadas quantidades de certificados? Resp.: Os pedidos serão parciais, de acordo com a necessidade do MTE. 29) Diante do prazo de entrega do objeto e das penalidades impostas pelo atraso, caso a emissão dos certificados não ocorra no prazo estabelecido por culpa da Contratante (indisponibilidade para identificação presencial; falta de documentos obrigatórios ou falta de agendamento), podemos entender que os prazos serão suspensos, uma vez que a falta de cumprimento das obrigações da Contratante condicionam a emissão dos certificados? Resp.: É dado o direito à Contratada de defesa antes da aplicação de qualquer penalidade. Caso fique caracterizado o impedimento de cumprir o prazo de entrega por culpa da Contratante, a Contratada fica livre da aplicação da penalidade. 30) Como será o procedimento para fornecer/informar a Contratada sobre a lista de usuários (titulares) do MTE que deverão ser identificados? Resp.: O MTE emitirá um Ofício à Contratada comunicando a lista de usuários cujo os certificados devem ser emitidos. 31) Quem será o responsável pelo agendamento da identificação presencial: Diretamente, pelo próprio usuário ou o departamento de informática será responsável por marcar as datas e horários para cada titular? Resp.: A Coordenação Geral de Informática será responsável pelo agendamento. Todo o agendamento será em acordo com a Contratada e com o usuário do MTE. 32) No caso do agendamento ser realizado pelo Contratante, como será o procedimento para fornecer/informar a Contratada sobre a lista de usuários que devem ser identificados, para emissão dos certificados? Resp.: Por meio de ofício endereçado à Contratada. 33) O MTE informará os usuários sobre a necessidade de apresentação dos documentos pessoais obrigatórios e fornecimento de cópias a Certisign; subscrição do Termo de Titularidade padrão diante do Agente de Registro da Contratada e necessidade do porte do token? Resp.: A lista de documentos obrigatórios irá anexa ao Ofício do agendamento. Quanto ao token, o equipamento faz parte da aquisição, conforme texto transcrito do Termo de Referência: (...)Certificados Digitais do tipo A3 armazenado em token para agentes do MTE(...). 34) Os hardwares deverão ser entregues unitária e diretamente aos usuários (titulares) indicados pelo MTE ou deverão ser entregues em sua totalidade ao departamento de informática da MTE? Resp.: Interpreta-se que o hardware citado corresponde ao token. Neste caso, o token será entregue ao usuário no momento de fornecer seu certificado individual.

10 35) O MTE poderá disponibilizar acesso Internet em suas dependências para a Contratada? Resp.: O MTE não vê necessidade de disponibilização de Internet para a Contratada. 36) Podemos entender que a apresentação de atestado de capacidade técnica emitido por pessoa jurídica de direito público ou privado comprovando a prestação de serviços equivalentes com o objeto do certame, bem como o DOU de credenciamento da mesma como Autoridade de Registro junto ao ITI são suficientes para a comprovação exigida no item 4.5.4? Resp.: Sim. 37) Conforme determinado nas normas fiscais, e, de acordo com o objeto do certame, esta empresa estará obrigada a fornecer notas fiscais separadas. Ou seja, uma para o Certificado digital, uma vez que a emissão deste é qualificada como prestação de serviço e sua incidência é o ISS e, a outra, emitida para a venda do Token, pois a incidência(?) sobre este incide ICMS. Desta forma e, de acordo com o que a norma obriga, bem como de acordo com os procedimentos adotados pela administração pública para emissão das Notas de Empenho e recebimento das Notas Fiscais para pagamento, podemos entender que a emissão as notas de empenho serão emitidas de forma separada ou descriminada, ou seja, produtos e serviços, viabilizando a emissão das notas fiscais também de forma descriminada a fim de não prejudicar os procedimentos fiscais exigidos em lei? Resp.: Trata-se de contratação de empresa especializada no fornecimento de biblioteca de desenvolvimento, com a utilização de certificados digitais para comprovar a autenticidade e integridade das informações mantidas e trocadas por meio eletrônico, além de repasse tecnológico do produto, portanto, só será emitido um tipo de empenho, referente aos serviços. No entanto, sempre que houver emprego de material, deverá ser emitida uma nota fiscal em separado ou detalhado separadamente na própria nota fiscal de serviço, uma vez que nos procedimentos fiscais são utilizadas bases de cálculos diferentes. 38) O MTE não poderá fazer a remessa dos instrumentos de contratação por correio ou mensagem eletrônica para impressão e envio por correio ou portador pela Contratada, dispensando o comparecimento dos representantes legais em Brasília para assinatura do contrato, como costumam proceder os órgãos das Administrações Públicas Federal, estaduais e municipais? Resp.: RETIRADA NOTA DE EMPENHO E ASSINATURA DOS DOCUMENTOS Sobre local de assinatura de contratos a Lei prescreve o seguinte: Art. 60. Os contratos e seus aditamentos serão lavrados nas repartições interessadas, as quais manterão arquivo cronológico dos seus autógrafos e registro sistemático do seu extrato, salvo os relativos a direitos reais sobre imóveis, que se formalizam por instrumento lavrado em cartório de notas, de tudo juntando-se cópia no processo que lhe deu origem. Somente contratos que cuidem de direitos reais sobre imóveis são firmados fora da repartição interessada, em razão de disposição legal, visto a obrigatoriedade de serem lavrado em cartório de registro de imóveis.

11 39) De acordo com os procedimentos bancários no que tange emissão de garantias contratuais, as mesmas só as emitem com o instrumento de contrato devidamente assinado pelas partes dentro do prazo de 5 a 10 dias úteis, o que torna inviável a apresentação da garantia no ato de assinatura do contrato. Assim, diante da impossibilidade acima mencionada, podemos entender que o prazo para apresentação da garantia Contratual poderá ocorrer em até 10 dias após o recebimento do mesmo devidamente assinado pelas partes? Resp.: GARANTIA CONTRATUAL O artigo 56 da Lei nº 8.666/93 estabelece que ao Contatado, caberá optar por uma das seguintes modalidades: -caução em dinheiro ou em títulos da dívida pública...; -seguro-garantia; -fiança bancária. Conforme se verifica não se restringe somente à modalidade fiança bancária, podendo a contratada optar por qualquer uma das modalidades. Quanto a exigência editalícia e contratual, no que se refere a apresentação da garantia no ato da assinatura do Contrato, se dá em função de que a contratação deve estar garantida desde o início da sua vigência. Portanto fica mantido o texto original relativo à apresentação da garantia no ato da assinatura do Contrato. 40) Uma vez que o produto SDK consiste no fornecimento de uma licença para cada linguagem, podemos entender que este órgão irá adquirir duas licenças, sendo uma para a versão JAVA e outra para versão.net? Resp.: Sim. 41) Uma vez que o Edital restou omisso com relação a entrega de código fonte da solução, podemos entender que este órgão não necessitará desse requisito técnico? Resp.: Sim. 42) Uma vez que o Edital restou omisso com relação as funcionalidades do componente em questão, solicitamos maiores informações com relação as funcionalidades que essa solução deverá possuir. Resp.: Ao passo que não existe item 6.2 a, entende-se que o questionamento esteja dirigido ao subitem 6.2.2, alínea a. Nesse caso a Construção de uma solução sob a forma de serviço (Web Service) a ser usado por todos os sistemas do MTE utilizará as Horas de apoio técnico especializado, de forma que os detalhes desse componente serão especificados em conjunto com a Contatada, a fim de atender ao repasse tecnológico necessário ao uso da Tecnologia e do SDK fornecido, limitado a 200 horas.

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 64/2008 ESCLARECIMENTO 4

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 64/2008 ESCLARECIMENTO 4 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento 4 Referência: Pregão Eletrônico n. 64/2008 Data: 17/11/2008 Objeto: Aquisição de certificado digital, na hierarquia da ICP-Brasil, do tipo A3 para pessoa física (e-cpf)

Leia mais

QUESTIONAMENTOS NO ÂMBITO DO PE 019/2013

QUESTIONAMENTOS NO ÂMBITO DO PE 019/2013 QUESTIONAMENTOS NO ÂMBITO DO PE 019/2013 A Contratante poderá estabelecer junto a Contratada um cronograma para execução do objeto, ou seja, poderá haver um planejamento para que o atendimento seja feito

Leia mais

QUESTIONAMENTOS ACERCA DO PE 052/2012

QUESTIONAMENTOS ACERCA DO PE 052/2012 QUESTIONAMENTOS ACERCA DO PE 052/2012 1) Conforme determinação das normas fiscais, a Certisign está obrigada a fornecer notas fiscais separadas, uma para certificado digital, uma vez que a emissão dessas

Leia mais

(SECURE SOCKET LAYER) E CERTIFICAÇÃO DIGITAL e-cpf PARA A CÂMARA DE VEREADORES DE JOINVILLE, NO EXERCÍCIO DE 2013.

(SECURE SOCKET LAYER) E CERTIFICAÇÃO DIGITAL e-cpf PARA A CÂMARA DE VEREADORES DE JOINVILLE, NO EXERCÍCIO DE 2013. RESPOSTA AOS PEDIDOS DE ESCLARECIMENTO EDITAL: PREGÃO PRESENCIAL Nº 72/2013 OBJETO: FORNECIMENTO DE LICENÇA DE SOFTWARE, CERTIFICADO SSL (SECURE SOCKET LAYER) E CERTIFICAÇÃO DIGITAL e-cpf PARA A CÂMARA

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 033/2015 Termo de Referência 1. OBJETO Renovação de licenças de Solução Corporativa do Antivírus Avast, com serviço de suporte técnico e atualização de versão, manutenção

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso QUESTIONAMENTO 01 BRUNA APARECIDA SOUZA AO SR. PREGOEIRO RESPONSÁVEL PELO CERTAME DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO, PREGÃO ELETRÔNICO Nº 100/2015 - SRP, MANUTENÇÃO DE VEÍCULOS. Prezados, bom dia! A

Leia mais

CLÁUSULA SEGUNDA - DA VINCULAÇÃO AO EDITAL

CLÁUSULA SEGUNDA - DA VINCULAÇÃO AO EDITAL PROCESSO Nº 01550.000345/2009-46. PREGÃO Nº 26/2009. ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 1/2010. A FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA, pessoa jurídica de direito público vinculada a Ministério da Cultura, com sede

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇO Nº 008/2016 PROCESSO LICITATORIO Nº 028/2016 PREGÃO PRESENCIAL Nº 008/2016.

ATA DE REGISTRO DE PREÇO Nº 008/2016 PROCESSO LICITATORIO Nº 028/2016 PREGÃO PRESENCIAL Nº 008/2016. ATA DE REGISTRO DE PREÇO Nº 008/2016 PROCESSO LICITATORIO Nº 028/2016 PREGÃO PRESENCIAL Nº 008/2016. VALIDADE: 12 meses Aos dezoito dias do mês de março de 2016, na sala de reuniões da Prefeitura Municipal,

Leia mais

RESPOSTA A PEDIDO DE ESCLARECIMENTO OBJETO: REGISTRO DE PREÇO PARA FUTURA E EVENTUAL AQUISIÇÃO DE CERTIFICADO DIGITAL E-CPF EM CARTÃO MAIS LEITORA

RESPOSTA A PEDIDO DE ESCLARECIMENTO OBJETO: REGISTRO DE PREÇO PARA FUTURA E EVENTUAL AQUISIÇÃO DE CERTIFICADO DIGITAL E-CPF EM CARTÃO MAIS LEITORA RESPOSTA A PEDIDO DE ESCLARECIMENTO PROCESSO LICITATÓRIO N 151/2015 PREGÃO ELETRÔNICO N 088/2015 OBJETO: REGISTRO DE PREÇO PARA FUTURA E EVENTUAL AQUISIÇÃO DE CERTIFICADO DIGITAL E-CPF EM CARTÃO MAIS LEITORA

Leia mais

2.2 - Prestação de Serviços de Suporte Técnico Assistido

2.2 - Prestação de Serviços de Suporte Técnico Assistido Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 010/2011 1 DO OBJETO 1.1 - Contratação de empresa para o fornecimento de licenças de uso de software SAP, BusinessObjects Enterprise - BOE, com manutenção

Leia mais

MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº /2011

MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº /2011 MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº /2011 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE VIGILÂNCIA MONITORADA, INCLUINDO A INSTALAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E INSUMOS, PARA A SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO, QUE ENTRE

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL CONTRATO

CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL CONTRATO PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 036/2015 CONVITE Nº 007/2015 CONTRATO CONTRATO QUE FAZEM ENTRE SI A CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE, COM RESULT ASSESSORIA EMPRESARIAL LTDA, PARA A CESSÃO DE USO, NA FORMA DE

Leia mais

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015.

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. EMENTA: Regulamenta o Sistema de Registro de Preços SRP previsto no art. 15 da Lei nº 8.666/93, no âmbito do Município de Central Bahia. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014 EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014 O Município de Vale do Sol, RS, através do Prefeito Municipal. Sr. Clécio Halmenschlager, comunica aos interessados que está procedendo ao CREDENCIAMENTO de pessoas

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 O Município de Boa Vista do Buricá, comunica aos interessados

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JAGUARAÇU ESTADO DE MINAS GERAIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE JAGUARAÇU ESTADO DE MINAS GERAIS ATA DE REGISTRO DE PREÇOS/CONTRATO Nº004-B/2016 PROCESSO LICITATÓRIO Nº018/2016 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL N 006/2016 VALIDADE: 12 (doze) meses O Município de Jaguaraçu, neste ato representado por seu

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA SG/MPF N.º 3, DE 6 DE JANEIRO DE 2014

INSTRUÇÃO NORMATIVA SG/MPF N.º 3, DE 6 DE JANEIRO DE 2014 INSTRUÇÃO NORMATIVA SG/MPF N.º 3, DE 6 DE JANEIRO DE 2014 Dispõe sobre os processos de emissão de Certificados Digitais aos membros, servidores, equipamentos e aplicações do Ministério Público Federal.

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇO Nº 16/2015 ATA DE REGISTRO DE PREÇO RELATIVA AO PREGÃO ELETRÔNICO SRP Nº 13/2015-SEGUP/PA.

ATA DE REGISTRO DE PREÇO Nº 16/2015 ATA DE REGISTRO DE PREÇO RELATIVA AO PREGÃO ELETRÔNICO SRP Nº 13/2015-SEGUP/PA. ATA DE REGISTRO DE PREÇO Nº 16/2015 ATA DE REGISTRO DE PREÇO RELATIVA AO PREGÃO ELETRÔNICO SRP Nº 13/2015-SEGUP/PA. Aos vinte e cinco dias do mês de junho do ano de 2015, o Secretário Adjunto de Gestão

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO Nº 10/2008

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO Nº 10/2008 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO Nº 10/2008 ATA DO REGISTRO DE PREÇOS CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DO RAMO DE PRESTAÇÃO DE

Leia mais

MUNICÍPIO DE MAUÉS TERRA DO GUARANÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE MAUÉS TERMO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA Nº 045A/ 2014.

MUNICÍPIO DE MAUÉS TERRA DO GUARANÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE MAUÉS TERMO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA Nº 045A/ 2014. TERMO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA Nº 045A/ 2014. TERMO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA, celebrado entre o MUNICÍPIO DE MAUÉS, por intermédio da PREFEITURA

Leia mais

Dispõe sobre a Cotação Eletrônica de Preços no Estado do Rio Grande do Sul.

Dispõe sobre a Cotação Eletrônica de Preços no Estado do Rio Grande do Sul. LEI Nº 13.179, DE 10 DE JUNHO DE 2009 Business Online Comunicação de Dados Dispõe sobre a Cotação Eletrônica de Preços no Estado do Rio Grande do Sul. A GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Faço

Leia mais

Autoridade Certificadora CAIXA Pessoa Física CONTRATO DE ASSINANTE A1

Autoridade Certificadora CAIXA Pessoa Física CONTRATO DE ASSINANTE A1 TERMO DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CERTIFICAÇÃO DIGITAL que entre si fazem, de um lado, como contratada a CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, Empresa Pública de Direito Privado, inscrita no CNPJ/MF sob

Leia mais

MINUTA... CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº /2006

MINUTA... CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº /2006 MINUTA... CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº /2006 CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE INFORMÁTICA, ATRAVÉS DE REGISTRO DE PREÇOS, QUE ENTRE SI FAZEM A JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU NO ESPÍRITO SANTO SEÇÃO

Leia mais

Autoridade Certificadora CAIXA Pessoa Jurídica CONTRATO DE ASSINANTE A1

Autoridade Certificadora CAIXA Pessoa Jurídica CONTRATO DE ASSINANTE A1 TERMO DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CERTIFICAÇÃO DIGITAL que entre si fazem, de um lado, como contratada a CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, Empresa Pública de Direito Privado, inscrita no CNPJ/MF sob

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA Outubro de 2013 1 1 OBJETO Prestação de Serviço de Manutenção da licença

Leia mais

DIRETORIA DE GESTÃO DG DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO - DGA TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO

DIRETORIA DE GESTÃO DG DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO - DGA TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA Nº 010/2014 OBJETO Contratação de empresa especializada para execução dos serviços de instalação e fornecimento de vidros temperados incolor em imóveis da Eletrobrás Distribuição Rondônia,

Leia mais

CONTRATO 035/2014 CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO

CONTRATO 035/2014 CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO CONTRATO 035/2014 A Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência (FATEC), inscrita no CNPJ n.º 89.252.431/0001-59, sediada na Cidade Universitária, em Santa Maria /RS, neste ato representada pelo Diretor Presidente,

Leia mais

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993.

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. DECRETO N.º 7.892, DE 23 DE JANEIRO DE 2013. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO DE SEGURO OBRIGATÓRIO, DPVAT E DPEM, PARA A FROTA DO ESTADO DE MINAS GERAIS

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO DE SEGURO OBRIGATÓRIO, DPVAT E DPEM, PARA A FROTA DO ESTADO DE MINAS GERAIS ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO DE SEGURO OBRIGATÓRIO, DPVAT E DPEM, PARA A FROTA DO ESTADO DE MINAS GERAIS EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N.º 01/SEPLAG/2004 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO CEARÁ SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO COORDENADORIA DE INFRAESTRUTURA TERMO DE REFERÊNCIA

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO CEARÁ SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO COORDENADORIA DE INFRAESTRUTURA TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO DA CONTRATAÇÃO SERVIÇO: Aquisição de Certificado Digital apropriado para clientes do Poder Judiciário Certificado JUS Institucional. O objetivo da contratação é para uso exclusivo

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE PUBLICAÇÃO DE MATÉRIAS OFICIAIS EM JORNAL DE CIRCULAÇÃO DIÁRIA E LOCAL,

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE PUBLICAÇÃO DE MATÉRIAS OFICIAIS EM JORNAL DE CIRCULAÇÃO DIÁRIA E LOCAL, CONTRATO Nº 13/2015 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE PUBLICAÇÃO DE MATÉRIAS EM JORNAL DE CIRCULAÇÃO DIÁRIA E LOCAL, QUE ENTRE SI CELEBRAM O CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SERGIPE (COREN/SE) E A

Leia mais

QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 42/2012 - BNDES. Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece:

QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 42/2012 - BNDES. Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece: QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 42/2012 - BNDES Prezada Senhora, Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece: 1. EDITAL - Item 4.12.4 inciso I - Qual documento

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa LEI Nº 13.179, DE 10 DE JUNHO DE 2009. (publicada no DOE nº 109, de 12 de junho de 2009) Dispõe sobre a Cotação Eletrônica

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007

TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007 TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397,

Leia mais

CONVITE Nº 14/2010. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 01 / 06 / 2010 às 15 horas

CONVITE Nº 14/2010. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 01 / 06 / 2010 às 15 horas CONVITE Nº 14/2010 DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 01 / 06 / 2010 às 15 horas 01. DISPOSIÇÕES INICIAIS 1.1 O Senac Departamento Nacional torna público que, na Seção de Material,

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Comissão Permanente de Licitação

ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Comissão Permanente de Licitação ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Comissão Permanente de Licitação CONTRATO DE FORNECIMENTO E ASSISTÊNCIA TÉCNICA QUE ENTRE SI CELEBRAM O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO CEARÁ E A EMPRESA

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 003/15. PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/15.

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 003/15. PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/15. ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 003/15. PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/15. Aos 13 dias do mês de maio de 2015, o Município de Roca Sales, entidade de direito público, situada na Rua Eliseu Orlandini, nº 51, nesta

Leia mais

Soluti Orientações SIOPS 22/03/2013 SOLUTI

Soluti Orientações SIOPS 22/03/2013 SOLUTI SOLUTI Orientações para a Emissão do Certificado Digital, tipo A3, Pessoa Física, com Financiamento pelo Ministério da Saúde para Operadores da Funcionalidade Restrita do Sistema de Informações sobre Orçamentos

Leia mais

TERMO DE REFERENCIA. 5.1 Quantidade estimada para compra são de 2 (dois) nobreaks que funcionarão de forma redundante.

TERMO DE REFERENCIA. 5.1 Quantidade estimada para compra são de 2 (dois) nobreaks que funcionarão de forma redundante. TERMO DE REFERENCIA 1. OBJETO 1.1 Contratação de empresa especializada para fornecimento e manutenção de equipamento elétrico do tipo nobreak nas instalações da sala dos servidores da Companhia Docas do

Leia mais

CLÁUSULA PRIMEIRA FUNDAMENTO LEGAL

CLÁUSULA PRIMEIRA FUNDAMENTO LEGAL CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº09/2015 Contrato celebrado entre a Câmara Municipal de São Simão e a Empresa CABOCLO MOVEIS E ELETRO LTDA- ME. CONTRATANTE: A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO SIMÃO, pessoa jurídica de

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 052/2010 ESCLARECIMENTO 4

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 052/2010 ESCLARECIMENTO 4 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento 4 Referência: Pregão Eletrônico n. 052/2010 Data: 19/11/2010 Objeto: Contratação de serviços técnicos especializados de atendimento remoto e presencial a usuários de tecnologia

Leia mais

PROJETO BÁSICO 1. OBJETO

PROJETO BÁSICO 1. OBJETO PROJETO BÁSICO 1. OBJETO O presente Projeto tem por objeto a aquisição e instalação de um aparelho de ar condicionado para a Delegacia de Polícia Federal na cidade de Araguaína/TO. 2. ESPECIFICAÇÃO DO

Leia mais

SORRISO: A CAPITAL NACIONAL DO AGRONEGOCIO

SORRISO: A CAPITAL NACIONAL DO AGRONEGOCIO CONTRATO N.º 039/2015 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA CONFECÇÃO DE PRÓTESE DENTÁRIA DIANTE DAS NECESSIDADES DE ATENDIMENTO DO CEO CENTRO DE ESPECIALIDADES ODONTOLÓGICAS, QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICIPIO DE

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE Secretaria Municipal da Produção, Indústria e Comércio

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE Secretaria Municipal da Produção, Indústria e Comércio PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE Secretaria Municipal da Produção, Indústria e Comércio CONCORRÊNCIA n.º 04/10 Processo n.º 001.039480.09.7 Anexo 8 Minuta de CONTRATO Contrato de prestação de serviços

Leia mais

Art. 3º - Além do serviço de Agenciamento de Viagens, o instrumento convocatório poderá prever, justificadamente, outros serviços correlatos.

Art. 3º - Além do serviço de Agenciamento de Viagens, o instrumento convocatório poderá prever, justificadamente, outros serviços correlatos. Campinas, 12 de março de 2015. Of. 18.222 O.E. Sr. Edner Mabeline LNX TRAVEL VIAGENS E TURISMO EIRELE Assunto: Esclarecimentos Pregão Presencial NLP 003/2015 Prezados Senhores, Em resposta à solicitação

Leia mais

Instruções para Cotação Eletrônica 152/2014

Instruções para Cotação Eletrônica 152/2014 Instruções para Cotação Eletrônica 152/2014 (Inciso II do Art. 24 da Lei nº 8.666/93 c/c Portaria nº 306, de 13 de dezembro de 2001). A União, por intermédio do Instituto Nacional de Câncer José Alencar

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 3.931, DE 19 DE SETEMBRO DE 2001. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21

Leia mais

CONTRATO DE TEF, COMODATO E/OU COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS DE RECARGA

CONTRATO DE TEF, COMODATO E/OU COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS DE RECARGA TENDENCIA COD CONTRATO DE TEF, COMODATO E/OU COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS DE RECARGA Pelo presente instrumento particular, de um lado TENDÊNCIA INFORMAÇÕES E SISTEMAS LTDA., com sede na Rua São Jorge, 103,

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 86/12 PROCESSO N. 004393-09.00/12-3 ATA AJDG Nº 01/13 Nesta data, compareceu à sede da, órgão administrativo do MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE DISTRIBUIÇÃO, LICENCIAMENTO, ATUALIZAÇÃO E TREINAMENTO DE PRODUTOS MICROSOFT. 1 1 - OBJETO Registro de Preços para contratação

Leia mais

FIPAI Fundação para o Incremento da Pesquisa e do Aperfeiçoamento Industrial

FIPAI Fundação para o Incremento da Pesquisa e do Aperfeiçoamento Industrial Contrato que entre si celebram a FIPAI Fundação para o Incremento da Pesquisa e do Aperfeiçoamento Industrial e a empresa... A FUNDAÇÃO PARA O INCREMENTO DA PESQUISA E DO APERFEIÇOAMENTO INDUSTRIAL - FIPAI,

Leia mais

O Certificado Digital é um documento eletrônico que permite a identificação segura do autor de uma transação feita na Internet.

O Certificado Digital é um documento eletrônico que permite a identificação segura do autor de uma transação feita na Internet. Prezado(a) cliente, Você acaba de adquirir um Certificado Digital ICP BRASIL. O Certificado Digital é um documento eletrônico que permite a identificação segura do autor de uma transação feita na Internet.

Leia mais

PORTARIA CAU/SP Nº 063, DE 31 DE AGOSTO DE 2015.

PORTARIA CAU/SP Nº 063, DE 31 DE AGOSTO DE 2015. PORTARIA CAU/SP Nº 063, DE 31 DE AGOSTO DE 2015. Aprova a Instrução Normativa nº 06, de 31 de agosto de 2015, que regulamenta os trâmites administrativos dos Contratos no âmbito do Conselho de Arquitetura

Leia mais

EMPRESA MUNICIPAL DE INFORMÁTICA S/A IPLANRIO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO ESCLARECIMENTO PROCESSO 07.002.351/2015 PE 0398/2015

EMPRESA MUNICIPAL DE INFORMÁTICA S/A IPLANRIO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO ESCLARECIMENTO PROCESSO 07.002.351/2015 PE 0398/2015 EMPRESA MUNICIPAL DE INFORMÁTICA S/A IPLANRIO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO ESCLARECIMENTO PROCESSO 07.002.351/2015 PE 0398/2015 1) No termo de referência Especificação Técnica, 6. Obrigações da Contratada,

Leia mais

CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE MIMOSO DO SUL ESTADO DO ESPÍRITO SANTO E A EMPRESA J.A. GALITO ME, PARA OS FINS QUE SE ESPECIFICA.

CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE MIMOSO DO SUL ESTADO DO ESPÍRITO SANTO E A EMPRESA J.A. GALITO ME, PARA OS FINS QUE SE ESPECIFICA. CONTRATO Nº478/2015. PROCESSO Nº 500/2015. PREGÃO PRESENCIAL Nº 038/2015. ATA REGISTRO DE PREÇOS Nº085/2015. CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE MIMOSO DO SUL ESTADO DO ESPÍRITO SANTO E A EMPRESA

Leia mais

Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e. Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo

Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e. Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Versão: 24/05/2010 Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como

Leia mais

MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL SUPERINTENDÊNCIA DO DESENVOLVIMENTO DA AMAZÔNIA SUDAM DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO

MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL SUPERINTENDÊNCIA DO DESENVOLVIMENTO DA AMAZÔNIA SUDAM DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA N 15/2015 1. OBJETO CONDIÇÕES GERAIS DA CONTRATAÇÃO 1.1. A presente licitação tem por objeto a aquisição de carimbos: madeira, acrílico (automático), para a SUDAM, cujas especificações

Leia mais

PROJETO BÁSICO 1. OBJETO 2. JUSTIFICATIVA

PROJETO BÁSICO 1. OBJETO 2. JUSTIFICATIVA PROJETO BÁSICO 1. OBJETO 1.1. Aquisição de cartuchos de toner para a Superintendência Regional da Polícia Federal no Tocantins -SR/DPF/TO e para a Delegacia de Polícia Federal em Araguaína-TO- DPF/AGA/TO.

Leia mais

FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014.

FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014. FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014. Emissão: 09/12/2014. Abertura: 29/12/2014. Horário: 10:00 H. O Fundo de Previdência dos Servidores Municipais

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA COTAÇÃO ELETRÔNICA 150/2015. (Inciso II do Art. 24 da Lei nº 8.666/93 c/c Portaria nº 306, de 13 de dezembro de 2001).

INSTRUÇÕES PARA COTAÇÃO ELETRÔNICA 150/2015. (Inciso II do Art. 24 da Lei nº 8.666/93 c/c Portaria nº 306, de 13 de dezembro de 2001). Fl. Rub. INSTRUÇÕES PARA COTAÇÃO ELETRÔNICA 150/2015 (Inciso II do Art. 24 da Lei nº 8.666/93 c/c Portaria nº 306, de 13 de dezembro de 2001). A União, por intermédio do Instituto Nacional de Câncer José

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE LIMPEZA URBANA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE LIMPEZA URBANA Minuta de Contrato CONTRATO que entre si fazem o DEPARTAMENTO MU- NICIPAL DE LIMPEZA URBANA e a empresa XXXXXX, para fornecimento de tinta, conforme Termo de Referência, a ser utilizada na pintura dos

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO TERMO DE REFERÊNCIA

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA REGISTRO DE PREÇO PARA EVENTUAL AQUISIÇÃO DE RÁDIOS PORTÁTEIS DIGITAIS (HT) PARA A DE PRIMEIRO GRAU. I - Objeto Registro de preço para eventual aquisição de rádios portáteis digitais

Leia mais

Termo de Referência. Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa.

Termo de Referência. Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa. Termo de Referência Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa. CGAD/COAR - Gerenciamento de Impressão Plataforma Baixa / RQ DSAO nº xxx/2009 1/8 Termo de Referência Aquisição

Leia mais

CONTRATO ADMINISTRATIVO N.º 224/2015

CONTRATO ADMINISTRATIVO N.º 224/2015 CONTRATO ADMINISTRATIVO N.º 224/2015 CONTRATO N.º 224/2015, QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE NÃO-ME- TOQUE/RS E A POSITIVO INFORMÁTICA SA, PARA OS FINS QUE SE ESPECIFICA... Aos 28 dias do mês de maio

Leia mais

ANO XXII - 2011-4ª SEMANA DE ABRIL DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 17/2011 PIS/PASEP/COFINS IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA

ANO XXII - 2011-4ª SEMANA DE ABRIL DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 17/2011 PIS/PASEP/COFINS IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA ANO XXII - 2011-4ª SEMANA DE ABRIL DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 17/2011 PIS/PASEP/COFINS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL DO PIS/PASEP E DA COFINS - EFD-PIS/COFINS - NORMAS GERAIS Introdução - Pessoas Jurídicas

Leia mais

CONTRATO 011/2010 DESCRIÇÃO DO MATERIAL/SERVIÇO

CONTRATO 011/2010 DESCRIÇÃO DO MATERIAL/SERVIÇO PROCESSO Nº 129710/2010 PREGÃO Nº 002/2010 UNIOESTE/CAMPUS DE TOLEDO CONTRATO 011/2010 CLÁUSULA PRIMEIRA OBJETO Contrato objetivando a seleção de propostas visando registro de preços de Serviços de Hospedagem

Leia mais

PERGUNTA 1: RESPOSTA 1: PERGUNTA 2: RESPOSTA 2: PERGUNTA 3: RESPOSTA 3: PERGUNTA - 4:

PERGUNTA 1: RESPOSTA 1: PERGUNTA 2: RESPOSTA 2: PERGUNTA 3: RESPOSTA 3: PERGUNTA - 4: PERGUNTA 1: Em relação ao Anexo II ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS, item 1.20 do Edital que diz Deve ser compatível com os sistemas operacionais Microsoft Windows Server 2003, Microsoft Windows Server 2008 e Linux

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA-TCU Nº 68, DE 25 DE OUTUBRO DE 2011

INSTRUÇÃO NORMATIVA-TCU Nº 68, DE 25 DE OUTUBRO DE 2011 INSTRUÇÃO NORMATIVA-TCU Nº 68, DE 25 DE OUTUBRO DE 2011 Dispõe sobre o recebimento de documentos a serem protocolados junto ao Tribunal de Contas da União. O TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO, no uso de suas

Leia mais

DISEG/COSEG/CGL/SPOA/SE/MJ

DISEG/COSEG/CGL/SPOA/SE/MJ Ref.: Processo nº 08008.000216/2014-11 Interessado: DISEG/COSEG/CGL/SPOA/SE/MJ Objeto: Contratação de empresa especializada na prestação de serviços copeiragem. Brasília, 27 de junho de 2014. RESPOSTA

Leia mais

Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD CONCORRÊNCIA PÚBLICA INTERNACIONAL Nº 02430/2008

Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD CONCORRÊNCIA PÚBLICA INTERNACIONAL Nº 02430/2008 Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD CONCORRÊNCIA PÚBLICA INTERNACIONAL Contratação de empresa especializada em tecnologia da informação para o desenvolvimento de Sistema Nacional de

Leia mais

ANEXO VI TOMADA DE PREÇOS Nº 002/2015 MINUTA DO CONTRATO

ANEXO VI TOMADA DE PREÇOS Nº 002/2015 MINUTA DO CONTRATO ANEXO VI TOMADA DE PREÇOS Nº 002/2015 MINUTA DO CONTRATO CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DE SANTA CATARINA, autarquia federal de fiscalização profissional regida pela Lei n 12.378, de 31 de dezembro

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL NA PARAÍBA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 04/2012

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL NA PARAÍBA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 04/2012 1 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 04/2012 2012-A - JFPB Aos 04 dias do mês de junho do ano de 2012, a UNIÃO FEDERAL, por intermédio da JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU SEÇÃO JUDICIÁRIA DA PARAÍBA, com sede

Leia mais

Colégio Notarial do Brasil - Seção São Paulo

Colégio Notarial do Brasil - Seção São Paulo 1) O que é assinatura digital? A assinatura digital é uma modalidade de assinatura eletrônica, resultado de uma operação matemática que utiliza criptografia e permite aferir, com segurança, a origem e

Leia mais

MODELO CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR

MODELO CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR MODELO CONTRATO N.º /20 CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR A (Órgão/Entidade Federal, Estadual ou Municipal), pessoa jurídica de direito público ou privado, com sede à Rua, n.º,

Leia mais

REDE VITAL HELP CONTRATO DE CREDENCIAMENTO E ADESÃO DE ESTABELECIMENTO

REDE VITAL HELP CONTRATO DE CREDENCIAMENTO E ADESÃO DE ESTABELECIMENTO REDE VITAL HELP CONTRATO DE CREDENCIAMENTO E ADESÃO DE ESTABELECIMENTO Por este instrumento particular, a Empresa devidamente qualificada na respectiva Proposta de Adesão e Credenciamento de Estabelecimentos

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA DECRETO N.º 2356/2013 Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993, e dá outras providências. Rosane Minetto Selig, Prefeita Municipal de Ouro

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICIPIO DE XAXIM Rua Rui Barbosa n. 347 Fone: 3353-8200 CEP: 89825-000 XAXIM CNPJ: 82.854.670/0001-30

ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICIPIO DE XAXIM Rua Rui Barbosa n. 347 Fone: 3353-8200 CEP: 89825-000 XAXIM CNPJ: 82.854.670/0001-30 CONTRATO N. 033/2014 CELEBRADO ENTRE O MUNICÍPIO DE XAXIM/FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE E A EMPRESA DENTAL GORGES LTDA- EPP. O Município de XAXIM, Através do Fundo Municipal da Saúde, com inscrição no CNPM/MF

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Contrato nº 081/2007 Fls.

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Contrato nº 081/2007 Fls. Contrato nº 081/2007 Fls. 1 MINUTA TERMO DE CONTRATO Convite de Preços n.º 081/07 Processo n.º 11784/05 Objeto: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE DESCUPINIZAÇÃO DO PREDIO E ACERVO DO

Leia mais

Sr. Advogado, leia com atenção antes de adquirir seu certificado digital:

Sr. Advogado, leia com atenção antes de adquirir seu certificado digital: Sr. Advogado, leia com atenção antes de adquirir seu certificado digital: Para adquirir o Certificado Digital OAB, o solicitante deverá seguir os seguintes passos: Realizar a compra através da página da

Leia mais

ESTADO DO AMAZONAS PREFEITURA MUNICIPAL DE AMATURA Gabinete do Prefeito

ESTADO DO AMAZONAS PREFEITURA MUNICIPAL DE AMATURA Gabinete do Prefeito TERMO DE CONTRATO Nº. 003/2013 TERMO DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO, FORNECIMENTO DE PASSAGENS AÉREAS celebrado entre a PREFEITURA MUNICIPAL DE AMATURÁ e a empresa TREVO TURISMO LTDA, na forma abaixo:

Leia mais

EMATER-RIO Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Rio de Janeiro

EMATER-RIO Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Rio de Janeiro ANEXO VIII MODELO MINUTA DE CONTRATO CONTRATO Nº 005/2012 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE SEGURO DE VIDA EM GRUPOD QUE ENTRE SI FAZEM O ESTADO DO RIO DE JANEIRO, POR INTERMÉDIO DA EMPRESA DE ASSISTÊNCIA

Leia mais

REGULAMENTO BANCO DE PREÇOS

REGULAMENTO BANCO DE PREÇOS REGULAMENTO BANCO DE PREÇOS O BANCO DO BRASIL S.A., sociedade de economia mista, com sede em Brasília, Distrito Federal, sito no SBS, Quadra 4, Lote 32, Bloco C, inscrito no CNPJ sob o n.º 00.000.000/0001-91,

Leia mais

PREGÃO Nº 28/2010 PERGUNTAS E RESPOSTAS

PREGÃO Nº 28/2010 PERGUNTAS E RESPOSTAS Pergunta 1 Qual o valor estimado para a contratação? PREGÃO Nº 28/2010 PERGUNTAS E RESPOSTAS Resposta 1 O valor estimado consta do respectivo processo licitatório, que poderá ser consultado no endereço

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE ALAGOAS - UNCISAL

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE ALAGOAS - UNCISAL EDITAL DE CREDENCIAMENTO PROEX/ EDITAL PARA CREDENCIAMENTO DE PROFISSIONAIS - PESSOAS FÍSICAS - PARA COMPOR O BANCO DE TÉCNICOS ESPECIALIZADOS PARA EXECUÇÃO DO CONVÊNIO Nº. 756036/11, CELEBRADO ENTRE A

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA ASSESSORIA JURÍDICA DA DIREÇÃO-GERAL

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA ASSESSORIA JURÍDICA DA DIREÇÃO-GERAL ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PROCESSO N. 3105-09.00/13-7 PREGÃO ELETRÔNICO N.º 69/13 ATA AJDG N.º 036/2013 Nesta data, compareceu à sede da, órgão administrativo do MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS ( MINUTA )

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS ( MINUTA ) ATA DE REGISTRO DE PREÇOS ( MINUTA ) ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº: - TERRACAP PROCESSO Nº: Pregão Presencial Nº: VALIDADE:, a partir da publicação no DODF. Aos dias do mês de do ano de dois mil e treze,

Leia mais

Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e. Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo

Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e. Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Versão 1.0 23/07/2009 Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como

Leia mais

PORTARIA Nº 236, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014.

PORTARIA Nº 236, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014. PORTARIA Nº 236, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014. Regulamenta o credenciamento de empresas de tecnologia para geração de códigos de segurança cifrados (CSC) inseridos em códigos bidimensionais de resposta rápida

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 26, DE 24 DE OUTUBRO DE 2003

RESOLUÇÃO Nº 26, DE 24 DE OUTUBRO DE 2003 Casa Civil da Presidência da República Presidência da República Comitê Gestor da Infra-Estrutura de Chaves Públicas Secretaria Executiva RESOLUÇÃO Nº 26, DE 24 DE OUTUBRO DE 2003 Altera os Critérios e

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX OUTROS. CAC-Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte da SRF - e-cac

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX OUTROS. CAC-Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte da SRF - e-cac VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX OUTROS Orientador Empresarial CAC-Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte da SRF - e-cac INSTRUÇÃO NORMATIVA SRF nº 580/2005

Leia mais

EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01/2014.

EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01/2014. EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01/2014. A ASSOCIAÇÃO DOS MUNICÍPIOS DA MICRORREGIÃO DA BAIXA MOGIANA - AMOG, por meio de sua Comissão Permanente de Licitação, no uso de suas atribuições, informa que devido à

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2013 PROCESSO N 787-09.00/13-4

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2013 PROCESSO N 787-09.00/13-4 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2013 PROCESSO N 787-09.00/13-4 Contrato AJDG n.º 031/2013 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA- GERAL DE JUSTIÇA, órgão

Leia mais

Minuta CONTRATO ADMINISTRATIVO N º 2009

Minuta CONTRATO ADMINISTRATIVO N º 2009 Minuta CONTRATO ADMINISTRATIVO N º 2009 CONTRATO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE DESRATIZAÇÃO EM IMÓVEL EM CONSTRUÇÃO QUE ABRIGARÁ A FUTURA SEDE DA, QUE ENTRE SI FAZEM A DE PRIMEIRO

Leia mais

Considerando a necessidade de se buscar a redução de custos, em função do aumento da competitividade; e

Considerando a necessidade de se buscar a redução de custos, em função do aumento da competitividade; e Página 1 de 5 PORTARIA Nº 306, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2001 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO GABINETE DO MINISTRO O MINISTRO DE ESTADO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, no uso das atribuições

Leia mais

QUESTIONAMENTO 06 ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 16/2013 BNDES

QUESTIONAMENTO 06 ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 16/2013 BNDES QUESTIONAMENTO 06 ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 16/2013 BNDES Pergunta 01: No EDITAL do PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 16/2013 BNDES, no item 4.17. II há a afirmação sobre a não aceitação de proposta

Leia mais

COLETA DE PREÇOS nº 06/2013 1. PREÂMBULO

COLETA DE PREÇOS nº 06/2013 1. PREÂMBULO COLETA DE PREÇOS nº 06/2013 1. PREÂMBULO 1.1. A ASSOCIAÇÃO MUSEU AFRO BRASIL, torna pública a realização de Seleção de Fornecedores na modalidade Coleta de Preços, pelo critério menor preço, objetivando

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 12/14 PROCESSO N. 642-09.00/14-3 ATA AJDG 05/14 Nesta data, compareceu à sede da PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA, órgão administrativo do MINISTÉRIO PÚBLICO

Leia mais

Processo n. 116.939/09 CONTRATO n. 2010/033.0

Processo n. 116.939/09 CONTRATO n. 2010/033.0 Processo n. 116.939/09 CONTRATO n. 2010/033.0 CONTRATO CELEBRADO ENTRE A CÂMARA DOS DEPUTADOS E A ISH TECNOLOGIA LTDA., PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE GARANTIA DE FUNCIONAMENTO, COMPREENDENDO MANUTENÇÃO

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 38/11 - REGISTRO DE PREÇOS PROCESSO N 2365-09.00/11-0 AJDG Nº 84/12

CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 38/11 - REGISTRO DE PREÇOS PROCESSO N 2365-09.00/11-0 AJDG Nº 84/12 CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 38/11 - REGISTRO DE PREÇOS PROCESSO N 2365-09.00/11-0 AJDG Nº 84/12 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA- GERAL DE JUSTIÇA, órgão

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 33/12 PROCESSO N. 2160-09.00/12-9 AJDG Nº 104/12 Nesta data, compareceu à sede da, órgão administrativo do MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL,

Leia mais