1)Campanha Pré-Calamidade

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1)Campanha Pré-Calamidade"

Transcrição

1

2 1)Campanha Pré-Calamidade A Cruz Vermelha de São Paulo, no cumprimento de sua missão de ajuda humanitária e de auxiliar as comunidades carentes, que sofrem com as enchentes e desabamentos provocados pelas tempestades de verão, está realizando a Campanha Préuma campanha só é Calamidade. Normalmente, realizada depois das ocorrências, o que nos deixa comprometidos quanto ao tempo de socorro. Antecipando as ações, temos mais tempo para o preparo de cestas básicas e kits de higiene. Solicitamos alimentos não perecíveis, produtos de preparo instantâneo, leite longa vida, materiais de limpeza doméstica, produtos de higiene pessoal e água. Doações recebidas em dinheiro são utilizadas para transportar e manter voluntários, comprar produtos necessários não doados e em fretes. As doações podem ser realizadas através do Banco Itaú, agência 6480, conta corrente Enchente em Carapicuíba No mês de março, a Cruz Vermelha de São Paulo auxiliou as vítimas das enchentes de Carapicuíba, na Grande São Paulo, com alimentos e itens de higiene pessoal que foram distribuídos para as famílias dos afetados através do Fundo Social de Solidariedade local. 2) Doações Nas épocas em que não ocorrem emergências, a Cruz Vermelha de São Paulo auxilia diversas creches, instituições e comunidades com doações de alimentos, itens de higiene pessoal e itens de limpeza. Esses locais são cadastrados e recebem visitas constantes da instituição. No mês de março, realizamos doações para os seguintes locais: Creche Imaculado Coração de Maria do Jardim Princesa: O complexo de creches Imaculado Coração de Maria do Jd. Princesa está localizado na Brasilândia, Zona Norte de São Paulo, e mantém 580 crianças da comunidade. No mês de março, a Cruz Vermelha de São Paulo colaborou com 50 kg de panetone e 40 kg de achocolatado em pó.

3 Luz para o Mundo: A associação distribui material e apóia moradores de rua na Fazenda da Juta, Zona Leste de São Paulo. No mês de março doamos 300 kg de alimentos, 294 kg de roupas, kits de higiene pessoal e brinquedos. Associação Campestre de São Paulo: Está localizada em Parelheiros, Zona Sul de São Paulo. A instituição protege a Mata Atlântica, oferece cursos de alfabetização para crianças e adultos e oficinas inas sobre meio ambiente. No mês de março, doamos 12 kg de panetones, 68 kg de alimentos e kits de higiene pessoal. Recanto dos Idosos Luz Divina: O Recanto de Idosos Luz Divina está localizado em Suzano, São Paulo. É uma casa de repouso para 60 idosos abandonados por suas famílias. No mês de março, doamos 13 kg de panetones, 60 kg de alimentos, roupas e kits de higiene pessoal. Instituto de Longa Permanência de Idosos: Casa de repouso para idosos, localizada no Canindé. No mês de março, por meio dos alunos do curso de capacitação em Cuidador de Idosos, doamos 10 kg de panetones, roupas e kits de higiene pessoal. Liga Esportiva de Guaianases: Instituição que trabalha com famílias carentes de Guaianases, Zona Leste de São Paulo. Oferece aos seus beneficiados cursos de artesanato e incentivo à prática esportiva entre jovens de 06 e 16 anos. No mês de março, doamos penetones e achocolatados. Exército de Salvação: O Exército de Salvação mantém abrigos, centros de educação infantil, oferece qualificação profissional entre outras ações sociais em diversos locais no mundo. Em março, doamos 625 kg de roupas e sapatos para triar. SOS Vida: Atende 20 crianças de 06 a 10 anos em situação de vulnerabilidade. Está localizada na Barra Funda, Zona Oeste de São Paulo. No mês de março, doamos panetones, achocolatado em pó, roupas, livros e kits de higiene pessoal, resultando em 473 kg de donativos. Obra Social São Judas Tadeu: Oferece assistência social de maneira beneficente e filantrópica, com o objetivo de promover a dignidade humana através do desenvolvimento da justiça social e da caridade cristã. No mês de março, doamos medicamentos, controlados pelos farmacêuticos da instituição. Paróquia São Sebastião: Paróquia localizada em Embu-Guaçu, Grande São Paulo. Auxilia mais de 100 famílias da Comunidade São João Batista, no bairro de Gramado. Em março, doamos panetones, achocolatados em pó, roupas, sapatos e kits de higiene pessoal, resultando em 120 kg de donativos. Projeto Pequena Luz: Está localizado em Interlagos, Zona Sul de São Paulo e oferece reforço escolar para 120 crianças e adolescentes. Em março, doamos 10 kg de panetone e 4 kg de achocolatado em pó. Casa Limiar: Localizada no Jd. Kioto, Zona Sul da São Paulo, a Casa Limiar abriga crianças que tiveram seus direitos violados, oferecendo abrigo, serviços de saúde e educação. No mês de março, doamos 10 kg de panetone e 4 kg de achocolatado em pó.

4 Novo Concerto: Auxilia famílias carentes da Vila Rosário, Zona Sul de São Paulo. Em março, a Cruz Vermelha de São Paulo doou panetones, achocolatado em pó e roupas, resultando em 148 kg de donativos. 3) Campanhas de Saúde A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo,, cumprindo sua missão de prevenir e atenuar o sofrimento humano, promove ações voltadas à população vulnerável a fim de melhorar sua qualidade de vida, aumentar os níveis de saúde e bem-estar estar e apoiar o desenvolvimento social. As campanhas têm o objetivo de levar serviços efetivos à população, atendendo as comunidades que se encontram em situação de risco social e propondo serviços de cidadania e saúde ao maior número de pessoas, atuando em parceria com órgãos públicos, organizações não governamentais, igrejas, redes sociais e empresas. Confira abaixo as Campanhas de Saúde realizadas no mês de março: Embu-Guaçu A Cruz Vermelha de São Paulo participou do Mutirão de Saúde de Embu-Guaçu, no dia 03 de março. Na ocasião, 33 voluntários realizaram 189 atendimentos, sendo 98 aferições de pressão arterial e 91 testes de glicemia capilar. Instituto de Reintegração do Refugiado No dia 03 de março, a Cruz Vermelha de São Paulo realizou o Dia da Prevenção de Saúde durante a reunião bimestral do Instituto de Reintegração do Refugiado. Na ocasião, a voluntária Mainara Bispo atendeu zelosamente 17 refugiados, aferindo pressão arterial e ministrando testes de glicemia capilar. Além dos exames preventivos, foram distribuídos roupas e kits de higiene pessoal a todos. Ação Saúde e Paz No dia 17 de março, a Cruz Vermelha de São Paulo participou da Ação Saúde e Paz,, em Guaianazes, Zona Leste de São Paulo. Na ocasião, realizamos 68 aferições de pressão arterial, 68 testes de glicemia capilar e 83 testes de hepatite C. Além dos atendimentos, nossos voluntários distribuíram 40 livros de Higiene e Saneamento para crianças.

5 4) Visitas institucionais A Cruz Vermelha de São Paulo desenvolve ações que causam transformações positivas nas comunidades carentes, visando transmitir conhecimentos úteis para a população, com a temática de saúde, cidadania e educação. Pensando em amenizar a falta dessas informações, a Cruz Vermelha de São Paulo colocou em prática o projeto de acompanhamento das instituições cadastradas a fim de levantar suas principais pais necessidades e adequá-las às propostas da instituição, além de aperfeiçoar eiçoar o seu trabalho buscando referências em instituições que são exemplo. No mês de março, realizamos as seguintes visitas s e pontuamos a atuação necessária na segunda fase do projeto: Data Instituição Região Atividade em parceria Ações previstas 5/3/2012 Casa do Tiaminho: Associação de Amparo Ao Menor Grande São Paulo Palestras sobre saúde para crianças e comunidade/capacitação em Primeiros Socorros. Instituição Servidora do Senhor e da Virgem de Matará - 7/3/2012 Convento Associação Aliança Pela Vida - 9/3/2012 Alivi 13/3/2012 Casa Dia Coexistir 15/3/ /3/2012 Casa de Apoio da Associação da Medula Óssea Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério Hosana 27/3/2012 Comunidade Reviver Zona Sul Zona Norte Zona Sul Centro Zona Leste Grande São Paulo Palestras sobre saúde para crianças e comunidade/capacitação em Primeiros Socorros. Palestras sobre saúde e Capacitação em Primeiros Socorros. Palestras sobre saúde, capacitação em primeiros socorros, indicação de voluntários. Capacitação em primeiros socorros para os colaboradores da instituição. Palestras e orientações sobre saúde para a comunidade. Capacitação em primeiros socorros para os colaboradores da instituição.

6 Casa Dia Coexistir Associação Campestre Capacitação em Primeiros Socorros Conforme previsto nos objetivos do projeto de acompanhamento das instituições parceiras da Cruz Vermelha de São Paulo,, no dia 10 de março oferecemos uma capacitação em Primeiros Socorros Básicos,, com carga horário de 08 horas, para 30 colaboradores de 03 instituições. Essa capacitação é de extrema importância para essas instituições que atuam prioritariamente com crianças e aprenderam o que fazer em casos de emergências como engasgamentos, afogamentos e queimaduras. Confira abaixo as instituições participantes: Associação Cultural Comunitária Cristã Projeto Pequena Luz: Localizada em Interlagos, Zona Sul de São Paulo. Atende cerca de 120 crianças e adolescentes. Limiar Associação de Apoio a Criança e Família Substituta: Localizada no Jd. Kioto, Zona Sul de São Paulo. Atende de forma integral 20 crianças e adolescentes. Liga Esportiva de Guaianazes e Adjacências: Localizada em Lajeado, Zona Leste de São Paulo, oferece aulas de futebol e atividades lúdicas para 220 crianças e adolescentes. Colaboradores das instituições recebem formação em Primeiros Socorros com aulas teóricas e práticas

7 5) Divulgação dos Princípios da Cruz Vermelha Logística Humanitária A Cruz Vermelha tem como um de seus objetivos a propagação de seus princípios e a divulgação de seu trabalho voluntário no Brasil. Além de palestras na área da saúde, o Voluntariado esclarece a população em geral sobre a importância da responsabilidade social e a necessidade de ajuda humanitária. No dia 05 de março, o presidente da Cruz Vermelha de São Paulo, Jorge Wolney Atalla Junior, esteve no 1 Workshop de Logística Humanitária organizado pelo programa de Pós- Graduação em Engenharia de Sistemas Logísticos da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Responsável pela primeira apresentação do dia, nosso presidente discorreu sobre história, missão e atividades humanitárias desenvolvidas pela Cruz Vermelha de São Paulo, tendo como enfoque a logística empregada em situações de calamidades. Na platéia além de alunos de pós- graduação e doutorado da USP, estavam presentes representantes dos Médicos Sem Fronteiras, DHL, Defesa Civil Estadual, Ministério das Relações Exteriores, Instituto de Tecnologia de Massachusetts, Universidade de Kyoto e Instituto Politécnico Rensselaer. Grupo de Escoteiros Parque da Mata No dia 10 de março, a coordenadora de voluntários Bianca Centurione esteve em Campinas para realizar uma apresentação sobre a Cruz Vermelha e tratar da parceria com o Grupo de Escoteiros Parque da Mata.. O Grupo terá um posto de coleta de donativos no local, e vai participar de nossas campanhas e atividades. 6) Reconhecimentos Durante todo o ano de 2011, a Cruz Vermelha de São Paulo contou com parceiros para realizar suas atividades e ações, além de também beneficiar instituições e contribuir com sua experiência e tradição. No mês de março, o Centro de Valorização da Vida realizou um evento solene para comemorar 50 anos de atividades e, na ocasião, homenageou os seus parceiros, inclusive a Cruz Vermelha de São Paulo, com um certificado e prestação de contas sobre os anos de trabalho.

8 No dia 12 de março, em comemoração ao Dia Municipal de Defesa Civil, foi realizada uma solenidade para exaltar os trabalhos desenvolvidos por esse nobre órgão. No evento, todos os parceiros, inclusive a Cruz Vermelha de São Paulo, receberam certificados de agradecimento pelos trabalhos realizados em conjunto. Ambos os eventos foram realizados na Câmara Municipal de São Paulo, no Palácio Anchieta. Homenagem aos parceiros do CVV Comemoração dia Municipal de Defesa Civil 7) Campanha do Agasalho A Cruz Vermelha de São Paulo realiza anualmente a Campanha do Agasalho para ajudar comunidades carentes a enfrentar o frio do inverno. Nesse ano, além da arrecadação de cobertores e agasalhos, faremos mutirões de saúde e daremos orientação sobre diabetes, hipertensão e hepatite e outros temas a comunidades de Embu-Guaçu, Vargem Grande, Cidade Tiradentes e a moradores de rua atendidos pelas Tendas de Atenção Urbanas no Centro de São Paulo. Os padrinhos da campanha esse ano é a dupla sertaneja Rogério e Regiane. Padrinhos da campanha: Rogério e Regiane Onde doar: Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo Avenida Moreira Guimarães, 699, Indianópolis. Tel.: (11) Segunda a sexta-feira, das 08h às 18h Confira outros postos de arrecadação no site

9 Cadastramento de famílias Todas as comunidades participantes da Campanha do Agasalho 2012 terão seus beneficiados cadastrados, com o intuito de sabermos, além da situação socioeconômica, os tamanhos das roupas e idade de cada um. O objetivo dessa triagem é qualificar as doações que chegam as pessoas em situação vulnerável, permitindo que todas recebam materiais de qualidade e com dignidade. Nos dias 24 e 31 de março iniciamos os cadastramentos das famílias nas comunidades de Embu-Guaçu e Cidade Tiradentes. Nas ocasiões, cadastramos 226 famílias. Cadastramento em Embu-Guaçu Cadastramento na Cidade Tiradentes 8) Consultoria Voluntária No mês de março, a empresa Deloitte Touche Tohmatsu disponibilizou dois funcionários para mapear e desenvolver técnicas de logística a fim de melhorar os processos de doação e atendimentos da Cruz Vermelha de São Paulo. 9) Gestão de Voluntários Processo seletivo Dando continuidade ao processo seletivo de novos voluntários, no dia 03 de março a Cruz Vermelha de São Paulo realizou a Formação Básica em Primeiros Socorros,, com a participação de 78 voluntários. Na ocasião, foram ensinadas técnicas de primeiros socorros para casos de queimaduras, engasgos, feridas por objetos cortantes, desmaio, hipoglicemia, epilepsia e manobras de ressuscitação cardíaca. Após essa etapa, o candidato a voluntário é entrevistado pela psicóloga e coordenadora de voluntários da Cruz Vermelha de São Paulo.. Juntos, eles definem a função que o voluntário vai desempenhar e, em seguida, formalizam a atividade voluntária através de um contrato com vigência de um ano. As Formações Específicas acontecem em seguida, de acordo com a função do voluntário, que pode atuar nas seguintes áreas: Socorro e Desastre, Prevenção e Promoção à Saúde, Programa Comunitário Integrado e Incentivo à Doação de Sangue.

10 Instrutora voluntária ensina noções de Primeiros Voluntários recebem treinamento de Primeiros Socorros Socorros com simulação em bonecos Capacitações de voluntários Diabetes A empresa Bayer realizou um treinamento sobre diabetes e manuseio de aparelhos de glicemia para os voluntários da área da saúde, na sede da Cruz Vermelha de São Paulo, no dia 07 de março. Resgate Urbano No dia 24 de março, realizamos o treinamento de Resgate Urbano, com carga horária de 16 horas, para os voluntários do Departamento de Socorro e Desastre. Na ocasião, 65 voluntários vivenciaram simulados e realizaram exercícios com o objetivo de tornarem-se aptos para atuar em campo. Os conceitos abordados foram: legislação do atendimento em emergências médicas, análise de cena, aspectos de eventos de violência urbana, anatomia e fisiologia, biomecânica do trauma, comunicação, atendimento primário e secundário a emergências médicas, imobilização de vítimas, extricagem, tratamento inicial e transporte de vítimas.

11 Logística Humanitária No dia 24 de março, os voluntários da equipe de Logística assistiram a palestra de Logística Humanitária ministrada pelos professores da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, Adriana Leiras e Irineu Brito. Após a aula prática, todos vivenciaram uma situação de desastre na sede da Cruz Vermelha, montando barracas e simulando distribuição de alimentos em campo. 10) Empresas parceiras do mês Consultoria em processos Doação de achocolatados e panetones Doação de lancetas para testes de glicemia e treinamento de voluntários Transporte voluntário para mutirões de saúde Transporte voluntário para cadastramento da campanha do agasalho Desenvolvimento de materiais de divulgação

12 Espaço para divulgação dos trabalhos da Cruz Vermelha no site 11) Documentação Estrangeira No mês de março, a Cruz Vermelha de São Paulo realizou 20 referentes ao reconhecimento de Documentação Escolar Estrangeira. atendimentos

1)Campanha Pré-Calamidade

1)Campanha Pré-Calamidade 1)Campanha Pré-Calamidade A Cruz Vermelha de São Paulo, no cumprimento de sua missão de ajuda humanitária e de auxiliar as comunidades carentes, que sofrem com as enchentes e desabamentos provocados pelas

Leia mais

1) Campanha do Agasalho

1) Campanha do Agasalho 1) Campanha do Agasalho A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo realiza a Campanha do Agasalho para ajudar comunidades carentes a enfrentar o inverno. Neste ano, além da arrecadação e

Leia mais

Imagem do incêndio na comunidade de Tribo e famílias recebendo doações da Cruz Vermelha de São Paulo

Imagem do incêndio na comunidade de Tribo e famílias recebendo doações da Cruz Vermelha de São Paulo 1) Socorro e Desastre Incêndio na Brasilândia No dia 26 de setembro, a comunidade conhecida como Tribo, localizada na Brasilândia, Zona Norte de São Paulo, sofreu com um incêndio ocasionado por uma explosão

Leia mais

1)Campanha Pré-Calamidade

1)Campanha Pré-Calamidade 1)Campanha Pré-Calamidade A Cruz Vermelha de São Paulo, no cumprimento de sua missão de ajuda humanitária e de auxiliar as comunidades carentes, que sofrem com as enchentes e desabamentos provocados pelas

Leia mais

1) Socorro e Desastre Itaóca

1) Socorro e Desastre Itaóca 1) Socorro e Desastre Itaóca A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo deslocou um grupo de voluntários para prestar ajuda aos moradores da cidade de Itaóca, localizada no interior do estado,

Leia mais

1) Campanha do Agasalho

1) Campanha do Agasalho Junho 2014 1) Campanha do Agasalho Todo ano a Cruz Vermelha de São Paulo realiza a Campanha do Agasalho para ajudar comunidades carentes a enfrentar o frio do inverno em nossa região. Em 2014, os locais

Leia mais

1) Projeto Mais Saúde - Mutirões de Saúde

1) Projeto Mais Saúde - Mutirões de Saúde 1) Projeto Mais Saúde - Mutirões de Saúde A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo, cumprindo sua missão de prevenir e atenuar o sofrimento humano, promove ações voltadas à população vulnerável

Leia mais

1 Campanha do Agasalho

1 Campanha do Agasalho 1 Campanha do Agasalho A Cruz Vermelha de São Paulo encerrou, no dia 31 de julho, a Campanha do Agasalho 2011, que beneficiou quatro comunidades de São Paulo: Vila Brasilândia, Jardim Pantanal, Parelheiros

Leia mais

1) Campanha do Agasalho 2013

1) Campanha do Agasalho 2013 1) Campanha do Agasalho 2013 Todo ano a Cruz Vermelha de São Paulo realiza a Campanha do Agasalho para ajudar comunidades carentes a enfrentar o frio do inverno em nossa região. Em 2013, os locais beneficiados

Leia mais

http://g1.globo.com/videos/sao-paulo/sptv-1edicao/t/edicoes/v/campanha-da-cruzvermelha-de-sp-beneficia-comunidades-carentes/2537201/

http://g1.globo.com/videos/sao-paulo/sptv-1edicao/t/edicoes/v/campanha-da-cruzvermelha-de-sp-beneficia-comunidades-carentes/2537201/ 1) Campanha do Agasalho 2013 Todo ano a Cruz Vermelha de São Paulo realiza a Campanha do Agasalho para ajudar comunidades carentes a enfrentar o frio do inverno em nossa região. Em 2013, os locais beneficiados

Leia mais

1) Campanhas de Saúde

1) Campanhas de Saúde 1) Campanhas de Saúde A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo, cumprindo sua missão de prevenir e atenuar o sofrimento humano, promove ações voltadas à população vulnerável a fim de melhorar

Leia mais

1) Mutirão de Dermatologia

1) Mutirão de Dermatologia 1) Mutirão de Dermatologia A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo, em parceria com o ISMD - Instituto Superior de Medicina e Dermatologia, realizou a 2 edição do Mutirão de Consultas

Leia mais

1) Socorro e Desastre Taquarituba

1) Socorro e Desastre Taquarituba 1) Socorro e Desastre Taquarituba Em 22 de setembro, um tornado atingiu a cidade de Taquarituba (328 km a oeste de São Paulo) e destruiu quase completamente o centro da cidade e outros dois bairros - Jardim

Leia mais

1) Dia Mundial da Cruz Vermelha

1) Dia Mundial da Cruz Vermelha 1) Dia Mundial da Cruz Vermelha No dia 08 de maio comemora-se o Dia Mundial da Cruz Vermelha, que marca o aniversário de seu fundador, Henry Dunant. O Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente

Leia mais

1) Natal Mágico Cruz Vermelha

1) Natal Mágico Cruz Vermelha 1) Natal Mágico Cruz Vermelha O Natal Mágico Cruz Vermelha proporcionou momentos os de diversão e alegria a 600 crianças carentes/excepcionais de oito instituições, orfanatos, comunidades e creches de

Leia mais

Relatório CVBSP. de Atividades. Março/2015

Relatório CVBSP. de Atividades. Março/2015 Março/2015 CVBSP Relatório de Atividades Índice. Resultados Gerais 03. Socorro e Desastre 04. Primeiros Socorros 05. Promoção à Saúde 06. Programas Comunitários 07. Comunicação 09. Juventude 09. Filiais

Leia mais

1) Mutirões em Comemoração ao Centenário da Cruz Vermelha de São Paulo

1) Mutirões em Comemoração ao Centenário da Cruz Vermelha de São Paulo 1) Mutirões em Comemoração ao Centenário da Cruz Vermelha de São Paulo Em comemoração aos seus 100 anos, a Cruz Vermelha de São Paulo realizou mutirões em parques e escolas, em parceria com o Instituto

Leia mais

1) Campanhas de Saúde

1) Campanhas de Saúde 1) Campanhas de Saúde A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo, cumprindo sua missão de prevenir e atenuar o sofrimento humano, promove ações voltadas à população vulnerável a fim de melhorar

Leia mais

1) Simulado Exército Brasileiro

1) Simulado Exército Brasileiro 1) Simulado Exército Brasileiro A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo participou pelo segundo ano consecutivo, dos dias 23 ao dia 27 de novembro, do Exercício Agulhas Negras Operação

Leia mais

1) Socorro e Desastre

1) Socorro e Desastre Abril 2014 1) Socorro e Desastre Rondônia A Cruz Vermelha Brasileira organizou a Operação Rio Madeira com o objetivo de prestar apoio e capacitação para população afetada pelas chuvas em Porto Velho, Rondônia.

Leia mais

1) Jornada Mundial da Juventude

1) Jornada Mundial da Juventude 1) Jornada Mundial da Juventude A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo participou da Jornada Mundial da Juventude, maior evento internacional da Igreja Católica. Este ano, o Rio de Janeiro

Leia mais

1) Socorro e Desastre

1) Socorro e Desastre Maio 2014 1) Socorro e Desastre Missão Paz Uma equipe composta de 40 voluntários esteve, nos dias 03 e 04 de maio, na Missão Paz, no Glicério, Região Central da cidade, a fim de ajudar na organização e

Leia mais

1) Simulado Exército Brasileiro

1) Simulado Exército Brasileiro 1) Simulado Exército Brasileiro A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo participou, dos dias 01 a 04 de novembro, do Exercício Agulhas Negras Operação Paraibuna, organizado pela 2 Divisão

Leia mais

1) 7 de Setembro. Voluntários participam do desfile de 7 de Setembro, representando a Cruz Vermelha

1) 7 de Setembro. Voluntários participam do desfile de 7 de Setembro, representando a Cruz Vermelha Setembro 2014 1) 7 de Setembro A Cruz Vermelha de São Paulo esteve presente no Desfile Cívico-Militar que aconteceu no Sambódromo do Anhembi, no dia 7 de setembro, em comemoração aos 192 anos da independência

Leia mais

1) Campanha do Agasalho 2014

1) Campanha do Agasalho 2014 Março 2014 1) Campanha do Agasalho 2014 Todo ano a Cruz Vermelha de São Paulo realiza a Campanha do Agasalho para ajudar comunidades carentes a enfrentar o frio do inverno em nossa região. Em 2014, os

Leia mais

1) Campanha do Agasalho 2014

1) Campanha do Agasalho 2014 Fevereiro 2014 1) Campanha do Agasalho 2014 Todo ano a Cruz Vermelha de São Paulo realiza a Campanha do Agasalho para ajudar comunidades carentes a enfrentar o frio do inverno em nossa região. Em 2014,

Leia mais

1) Socorro e Desastre

1) Socorro e Desastre 1) Socorro e Desastre Cubatão A forte chuva que assolou o município de Cubatão, em São Paulo, nos meses de fevereiro e março deixou cerca de 200 pessoas desabrigadas. A Cruz Vermelha de São Paulo, buscando

Leia mais

Relatório CVBSP. de Atividades. Abril/2015

Relatório CVBSP. de Atividades. Abril/2015 Abril/2015 CVBSP Relatório de Atividades Índice. Resultados Gerais 03. Socorro e Desastre 04. Primeiros Socorros 05. Promoção à Saúde 06. Programas Comunitários 07. Comunicação 10. Juventude 10. Filiais

Leia mais

1) Socorro e Desastre

1) Socorro e Desastre 1) Socorro e Desastre Carnaval Cerquilho Entre os dias 08 e 12 de fevereiro, durante as comemorações do Carnaval na cidade de Cerquilho, 21 voluntários realizaram 30 atendimentos pré-hospitalares em casos

Leia mais

Relatório CVBSP. de Atividades. Jan Fev/2015

Relatório CVBSP. de Atividades. Jan Fev/2015 Jan Fev/2015 CVBSP Relatório de Atividades Índice. Resultados Gerais 03. Socorro e Desastre 04. Primeiros Socorros 05. Promoção à Saúde 06. Programas Comunitários 07. Juventude 09. Voluntariado 09. Expediente

Leia mais

1 Socorro e Desastre. Associação Cultural e Assistencial da Liberdade

1 Socorro e Desastre. Associação Cultural e Assistencial da Liberdade 1 Socorro e Desastre No dia 11 março de 2011, um terremoto seguido de tsunami atingiu o Japão, deixando 147 mil pessoas desabrigadas, mais de 10 mil mortas e 15 mil desaparecidas. As províncias mais afetadas

Leia mais

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto?

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto? Projetos Sociais da Faculdade Campo Real A promoção da cidadania é qualidade de toda instituição de ensino consciente de sua relevância e capacidade de atuação social. Considerando a importância da Faculdade

Leia mais

1) Natal Mágico Cruz Vermelha

1) Natal Mágico Cruz Vermelha 1) Natal Mágico Cruz Vermelha O Natal Mágico Cruz Vermelha proporcionou momentos de diversão e alegria a 400 crianças carentes/excepcionais de diversas instituições, orfanatos, comunidades e creches de

Leia mais

1 Socorro e Desastre Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo Doador

1 Socorro e Desastre Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo Doador 1 Socorro e Desastre No dia 11 março de 2011, um terremoto seguido de tsunami atingiu o Japão, deixando 147 mil pessoas desabrigadas, mais de 10 mil mortas e 15 mil desaparecidas. As províncias mais afetadas

Leia mais

Nunca duvide que um pequeno grupo de pessoas conscientes e engajadas possa mudar o mundo. De fato, sempre foi assim que o mundo mudou.

Nunca duvide que um pequeno grupo de pessoas conscientes e engajadas possa mudar o mundo. De fato, sempre foi assim que o mundo mudou. Brasília 201 4 1 Nunca duvide que um pequeno grupo de pessoas conscientes e engajadas possa mudar o mundo. De fato, sempre foi assim que o mundo mudou. Margaret Mead 2 O que é a F4TP? O INSTITUTO FIGHT

Leia mais

Igreja Adventista do 7º Dia - Central de Vitória Av. Carlos Moreira Lima, 1200 Ilha de Monte Belo CEP 29.050-650 Vitória, ES, Brasil Tel.

Igreja Adventista do 7º Dia - Central de Vitória Av. Carlos Moreira Lima, 1200 Ilha de Monte Belo CEP 29.050-650 Vitória, ES, Brasil Tel. Projeto de Acompanhamento de famílias Consiste no acompanhamento de famílias em situação de vulnerabilidade social e realização de ações visando auxiliar a família a melhorar sua qualidade de vida e aumentar

Leia mais

Relatório CVBSP. de Atividades JUN/2015. Foto: Tiago Santos

Relatório CVBSP. de Atividades JUN/2015. Foto: Tiago Santos JUN/2015 CVBSP Relatório de Atividades Foto: Tiago Santos Índice. Resultados Gerais 03. Socorro e Desastre 04. Primeiros Socorros 05. Promoção à Saúde 06. Programas Comunitários 08. Comunicação 10. Juventude

Leia mais

AMORMITEX - 12 ANOS www.amormitex.com.br

AMORMITEX - 12 ANOS www.amormitex.com.br Não há nada melhor no mundo do que auxiliar o próximo. O AMORMITEX é um trabalho sem fins lucrativos que surgiu em 1998, pela união de alguns voluntários que tinham o mesmo ideal: distribuir AMOR aos menos

Leia mais

Relatório Anual. CADI Centro de Assistência e Desenvolvimento Integral de SC

Relatório Anual. CADI Centro de Assistência e Desenvolvimento Integral de SC Resumo da ONG O CADI Palhoça é uma instituição não governamental cujo objetivo é executar, articular e fomentar ações e projetos que facilitem o desenvolvimento de comunidades. Desenvolve projetos em 6

Leia mais

Projeto de Capacitação de Crianças e Adolescentes sobre Socorrismo, prevenção de acidentes, Defesa Civil e Cidadania

Projeto de Capacitação de Crianças e Adolescentes sobre Socorrismo, prevenção de acidentes, Defesa Civil e Cidadania R e s g a t e M i r i m Comunitário Projeto de Capacitação de Crianças e Adolescentes sobre Socorrismo, prevenção de acidentes, Defesa Civil e Cidadania 1 B E L O H O R I Z O N T E, S A N T A L U Z I A

Leia mais

Relatório de Ações 2012-2013. Socioambientais

Relatório de Ações 2012-2013. Socioambientais Relatório de Ações 2012-2013 Socioambientais O compromisso com o investimento em ações sociais foi sempre uma prática do Grupo 7COMm e de seus colaboradores. Com a expansão de suas atividades e a modernização

Leia mais

visitas às instituições sociais. Os colaboradores voluntários também foram consultados, por meio da aplicação de um questionário.

visitas às instituições sociais. Os colaboradores voluntários também foram consultados, por meio da aplicação de um questionário. 1. Apresentação O Voluntariado Empresarial é um dos canais de relacionamento de uma empresa com a comunidade que, por meio da atitude solidária e proativa de empresários e colaboradores, gera benefícios

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DAS AÇÕES DO PVCC

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DAS AÇÕES DO PVCC ESTADO: GOIÁS COORDENADOR: HENRIQUE RICARDO BATISTA PERÍODO DO RELATÓRIO: Ano de 20 RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DAS AÇÕES DO PVCC ATIVIDADE DATA N o DE HORAS LOCAL (Município) OBJETIVO N o PART RESULTADO/

Leia mais

INSTITUTO LOJAS RENNER

INSTITUTO LOJAS RENNER 2011 RELATÓRIO DE ATIVIDADES INSTITUTO LOJAS RENNER Instituto Lojas Renner Inserção de mulheres no mercado de trabalho, formação de jovens e desenvolvimento da comunidade fazem parte da essência do Instituto.

Leia mais

VOLUNTÁRIO TIME ESPERANÇA HUMANO CARIDADE UNIÃO AJUDA AMIZADE TIME CUIDADO FELICIDADE UNIÃO MANUAL DO SERVIÇO PESSOAS PESSOAS AJUDA DOAÇÃO DOAÇÃO

VOLUNTÁRIO TIME ESPERANÇA HUMANO CARIDADE UNIÃO AJUDA AMIZADE TIME CUIDADO FELICIDADE UNIÃO MANUAL DO SERVIÇO PESSOAS PESSOAS AJUDA DOAÇÃO DOAÇÃO MANUAL DO VOLUNTÁRIO CARIDADE T I M E C O M U N I D A D E UNIÃO GRUPO AMIZADE PESSOAS G R U P O AJUDA T I M E TRABALHO FELICIDADEPESSOAS GRUPO SERVIÇO UNIÃO ESPERANÇA A J U D ASERVIÇO COMUNIDADE G R U

Leia mais

PROGRAMA DE AÇÃO 2015. Respostas sociais: O GAS-SVP define, para 2015, como objectivos gerais:

PROGRAMA DE AÇÃO 2015. Respostas sociais: O GAS-SVP define, para 2015, como objectivos gerais: PROGRAMA AÇÃO 2015 O GAS-SVP define, para 2015, como objectivos gerais: - Preservar a identidade da Instituição, de modo especial no que respeita a sua preferencial ação junto das pessoas, famílias e grupos

Leia mais

MANUAL DO VOLUNTÁRIO

MANUAL DO VOLUNTÁRIO MANUAL DO VOLUNTÁRIO Dentre todas as coisas que se pode doar a alguém, existe uma que é a mais valiosa: o tempo. E é isso que um voluntário faz. Disponibiliza seu tempo e sua energia para ajudar o próximo,

Leia mais

Lions Clube Centro-São José dos Campos

Lions Clube Centro-São José dos Campos Lions Clube Centro-São José dos Campos Projeto Transformação BRASIL Transformação é um projeto que visa ampliar as oportunidades educativas, investindo no desenvolvimento do potencial de cada criança e

Leia mais

RESPONSÁVEIS RELAÇÕES

RESPONSÁVEIS RELAÇÕES Para a Patrus Transportes, atuar de forma responsável significa valorizar as pessoas. Essa relação começa no ambiente interno e se estende a todos os stakeholders da empresa, como clientes, fornecedores,

Leia mais

PROJETO GINCANA DA PÁSCOA VIVENCIANDO VALORES

PROJETO GINCANA DA PÁSCOA VIVENCIANDO VALORES PROJETO GINCANA DA PÁSCOA VIVENCIANDO VALORES JUSTIFICATIVA No ano de 2003 realizou-se a 1ª Gincana da Páscoa Vivenciando Valores no período de 24 de março a 17 de abril, envolvendo atividades culturais,

Leia mais

PROJETO BRASIL CONTRA A VIOLÊNCIA

PROJETO BRASIL CONTRA A VIOLÊNCIA 1 Ordem dos Advogados do Brasil Seção Minas Gerais Comissão OABCidadã PROJETO BRASIL CONTRA A VIOLÊNCIA Em Minas Gerais, a Secional da Ordem dos Advogados do Brasil, através da Comissão OAB/Cidadã, já

Leia mais

O Projeto Projeto Social COM PORÇÕES DE BE

O Projeto Projeto Social COM PORÇÕES DE BE O Projeto Social COM PORÇÕES DE BEM Princípios A transformação do assistido em assistente. O foco na família. O respeito às diretrizes governamentais de assistência social. E i i é d i l t d Ensinar a

Leia mais

COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO?

COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO? COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO? Apresentação Ir para a escola, passar um tempo com a família e amigos, acompanhar as últimas novidades do mundo virtual, fazer um curso de inglês e praticar um esporte são

Leia mais

O grupo Guardiões da Esperança é uma ONG formada por pessoas comuns, trabalhadores do bem tentando mudar a humanidade. Sem vínculo religioso ou

O grupo Guardiões da Esperança é uma ONG formada por pessoas comuns, trabalhadores do bem tentando mudar a humanidade. Sem vínculo religioso ou O grupo Guardiões da Esperança é uma ONG formada por pessoas comuns, trabalhadores do bem tentando mudar a humanidade. Sem vínculo religioso ou político. O grupo Guardiões da Esperança é composto por pessoas

Leia mais

- Ações Sociais 2014 -

- Ações Sociais 2014 - - Ações Sociais 2014 - A Gerência de Desenvolvimento Humano e Responsabilidade Social foi criada, em 11 de março de 2014, com o objetivo de incentivar e implementar ações e projetos para a área, contando

Leia mais

Histórico Rede Evangélica Nacional de Ação Social (RENAS) agosto de 2010 no Recife Transformando a sociedade a partir da igreja local

Histórico Rede Evangélica Nacional de Ação Social (RENAS) agosto de 2010 no Recife Transformando a sociedade a partir da igreja local Histórico Esta campanha tem sua origem no contexto do V Encontro Nacional da Rede Evangélica Nacional de Ação Social (RENAS) em agosto de 2010 no Recife PE. Nessa ocasião, o enfoque do evento foi: Transformando

Leia mais

Trote Solidário INTRODUÇÃO

Trote Solidário INTRODUÇÃO 1 Trote Solidário Ana Claudia Muniz Douglas Ramos Teixeira Maria Marlene Antunes de Oliveira Marina de Fátima Batista Renata Chenchi 1 Maria Eliza Zandarim 2 Sumário: Introdução. 1. O Que é Trote Solidário.

Leia mais

Ponto de Partida do Projeto Doar Escola do Futuro

Ponto de Partida do Projeto Doar Escola do Futuro Relatório Projeto Doar Objetivo: Envolver os alunos em Projetos Sociais, estimulando-os a colocar em prática os traços de caráter Cristão ensinados na Instituição. Potencializar a responsabilidade social,

Leia mais

Relatório Consolidado Indicadores Quantitativos. Programa de Fortalecimento Institucional, Participação e Controle Social Barro Alto - GO

Relatório Consolidado Indicadores Quantitativos. Programa de Fortalecimento Institucional, Participação e Controle Social Barro Alto - GO Relatório Consolidado Indicadores Quantitativos Programa de Fortalecimento Institucional, Participação e Controle Social Barro Alto - GO Relatório Consolidado Programa de Fortalecimento e Barro Alto -

Leia mais

Primeiro escritório de inclusão social da América Latina

Primeiro escritório de inclusão social da América Latina Primeiro escritório de inclusão social da América Latina 18 de setembro Nós do Centro: mais uma ação para a comunidade do Grupo Orsa O Grupo Orsa, por meio da Fundação Orsa, inaugura um espaço inovador

Leia mais

Centro Comunitário Vila Gaúcha. Projeto Experimental II

Centro Comunitário Vila Gaúcha. Projeto Experimental II Centro Comunitário Vila Gaúcha Projeto Experimental II Apresentação da Empresa O Centro Comunitário Vila Gaúcha presta atendimento regular em Educação Infantil, Serviço de Apoio Sócio Educativo, Trabalho

Leia mais

Movimento Republica de Emaus- Por uma solidariedade que Transforme

Movimento Republica de Emaus- Por uma solidariedade que Transforme Movimento Republica de Emaus Por uma solidariedade que Transforme A logomarca: Os discípulos no caminho de Emaús reconhecem Cristo Ressuscitado na partilha do pão. (Lc. 24,13 33). Frentes de Trabalho República

Leia mais

(UNIDADE CEBRAC BOTUCATU)

(UNIDADE CEBRAC BOTUCATU) CAMPANHA MAIS CIDADÃO (UNIDADE CEBRAC BOTUCATU) APRESENTAÇÃO Nossa Missão: Desenvolver o potencial das pessoas e formar o cidadão profissional para atuar com brilhantismo no mercado de trabalho Estar sintonizados

Leia mais

Declarada de Utilidade Pública Federal pela Portaria n. 695 de 31 de julho de 2001.

Declarada de Utilidade Pública Federal pela Portaria n. 695 de 31 de julho de 2001. CNPJ: 01.090.760/0001-98 Endereço: Rua Alexandre Calaza, 243 Vila Isabel- Rio de Janeiro Telefone: 2258-7898 Tipo atendimento: Especializado no Atendimento de Dependentes Químicos Crianças/Faixa Etária:

Leia mais

ÍNDICE. 1. Responsabilidade Social 360º 1 2. Campanhas realizadas em 2013 6. 2013 Demarest Advogados www.demarest.com.br Todos os Direitos Reservados

ÍNDICE. 1. Responsabilidade Social 360º 1 2. Campanhas realizadas em 2013 6. 2013 Demarest Advogados www.demarest.com.br Todos os Direitos Reservados ÍNDICE 1. Responsabilidade Social 360º 1 2. Campanhas realizadas em 2013 6 1. RESPONSABILIDADE SOCIAL 360º RESPONSABILIDADE SOCIAL 360º A Responsabilidade Social se apresenta como um tema cada vez mais

Leia mais

Modelo básico para Plano Diretor de Defesa Civil CASA MILITAR COORDENADORIA ESTADUAL DE DEFESA CIVIL

Modelo básico para Plano Diretor de Defesa Civil CASA MILITAR COORDENADORIA ESTADUAL DE DEFESA CIVIL Modelo básico para Plano Diretor de Defesa Civil CASA MILITAR COORDENADORIA ESTADUAL DE DEFESA CIVIL TERMO DE REFERÊNCIA PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR DE DEFESA CIVIL INTRODUÇÃO 1. O presente Termo

Leia mais

Essa modalidade de texto tem por objetivo esclarecer e orientar a população em geral e persuadi-la a colaborar. Sua estrutura é bastante variável.

Essa modalidade de texto tem por objetivo esclarecer e orientar a população em geral e persuadi-la a colaborar. Sua estrutura é bastante variável. Profa. Katiuscia Essa modalidade de texto tem por objetivo esclarecer e orientar a população em geral e persuadi-la a colaborar. Sua estrutura é bastante variável. Costuma apresentar, entretanto, algumas

Leia mais

Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - FUMCAD

Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - FUMCAD Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - FUMCAD O Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FUMCAD) aprovou três projetos do Instituto Saúde e Sustentabilidade para serem

Leia mais

Veículo: Site Pauta Social Data: 11/12/2009

Veículo: Site Pauta Social Data: 11/12/2009 Veículo: Site Pauta Social Data: 11/12/2009 Seção: Pautas Pág.: www.pautasocial.com.br Assunto: Ação Social 11/12/2009 SABIN FAZ ATENDIMENTO MÉDICO DE GRAÇA EM BRASÍLIA Laboratório participa de ações sociais

Leia mais

1º GINCANA SOLIDÁRIA DE CALOUROS

1º GINCANA SOLIDÁRIA DE CALOUROS Regulamento 1º GINCANA SOLIDÁRIA DE CALOUROS APRESENTAÇÃO Agradecemos a todos os acadêmicos, professores, funcionários e pessoas que, direta ou indiretamente, estão colaborando na concepção e realização

Leia mais

Declara de Utilidade Pública o Grupo Obreiros da Luz Divina, com sede no Município de Itanhaém.

Declara de Utilidade Pública o Grupo Obreiros da Luz Divina, com sede no Município de Itanhaém. PROJETO DE LEI No 541, DE 2013 Declara de Utilidade Pública o Grupo Obreiros da Luz Divina, com sede no Município de Itanhaém. A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SÃO PAULO DECRETA: Artigo 1o - Fica

Leia mais

Proposta de Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Proteção Social Básica do SUAS BLOCO I - DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

Proposta de Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Proteção Social Básica do SUAS BLOCO I - DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Proposta de Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Proteção Social Básica do SUAS BLOCO I - DADOS DE IDENTIFICAÇÃO NOME DA ENTIDADE: TIPO DE SERVIÇO: ( ) de convivência para crianças de 3

Leia mais

Proposta de Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Proteção Social Básica do SUAS BLOCO I - DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

Proposta de Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Proteção Social Básica do SUAS BLOCO I - DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Proposta de Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Proteção Social Básica do SUAS BLOCO I - DADOS DE IDENTIFICAÇÃO NOME DA ENTIDADE: TIPO DE SERVIÇO: ( ) de convivência para crianças de 3

Leia mais

Árvore Solidária. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente)

Árvore Solidária. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Árvore Solidária Mostra Local de: Maringá Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Cooperativa Sicredi União PR/SP Cidade: O projeto

Leia mais

Título: PROJETO SOCIAL LEITE É VIDA: NO COMBATE À DESNUTRIÇÃO. Data de realização: mensalmente

Título: PROJETO SOCIAL LEITE É VIDA: NO COMBATE À DESNUTRIÇÃO. Data de realização: mensalmente 1 IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO Título: PROJETO SOCIAL LEITE É VIDA: NO COMBATE À DESNUTRIÇÃO. Data de realização: mensalmente Local de realização: nas residências das famílias cadastradas Horário: das 06h00

Leia mais

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE)

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) É o chamado do Ministério da Educação (MEC) à sociedade para o trabalho voluntário de mobilização das famílias e da comunidade pela melhoria da

Leia mais

Prêmio CBIC de Responsabilidade Social Edição 2005. Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Alagoas ADEMI-AL

Prêmio CBIC de Responsabilidade Social Edição 2005. Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Alagoas ADEMI-AL Prêmio CBIC de Responsabilidade Social Edição 2005 Projetos Vencedores Categoria Entidade Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Alagoas ADEMI-AL 1 Projeto Trabalhador no Teatro Este projeto

Leia mais

PROJETO BOQUINHA ALEGRE

PROJETO BOQUINHA ALEGRE PROJETO BOQUINHA ALEGRE IDENTIFICAÇÃO DA INSTITUIÇÃO A instituição Casas Lares Humberto de Campos é uma entidade, na modalidade de associação, sem fins lucrativos, mantida pelo Grupo Educacional e Assistencial

Leia mais

UNIFEMM SOLIDÁRIO 2015 Um trabalho de Equipes

UNIFEMM SOLIDÁRIO 2015 Um trabalho de Equipes UNIFEMM SOLIDÁRIO 2015 Um trabalho de Equipes 1 INTRODUÇÃO O Projeto UNIFEMM Solidário surgiu no ano de 2013 da vontade dos alunos do 10º período de Direito em querer deixar sua marca no Centro Universitário.

Leia mais

PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA EM SÃO PAULO

PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA EM SÃO PAULO PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA EM SÃO PAULO UNHCR ACNUR QUEM SOMOS ACNUR O ACNUR foi criado para proteger e assistir às vítimas de perseguição, da violência e da intolerância. Desde então, já ajudou mais de 50

Leia mais

SERVI O SOCIAL NOVA JERUSAL M

SERVI O SOCIAL NOVA JERUSAL M SERVI O SOCIAL NOVA JERUSAL M Jardim das Paineiras Campinas/SP - Brasil - CEP.: 13.091-107 Fone.(19) 3255-8350 e-mail: falecom@ssnjcamp.org CNPJ: 67.170993/0001-10 Site: www.ssnjcamp.org SERVI O SOCIAL

Leia mais

Projeto "Valorização da Vida"

Projeto Valorização da Vida Prevenir e Educar Esta é a nossa meta Quem somos. O Corpo de Socorristas Voluntários do Brasil é uma ONG (Organização Não Governamental), formada por voluntários das mais variadas áreas: Médicos, Bombeiros,

Leia mais

Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais

Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais Estatuto da Criança e do Adolescente: 18 anos, 18 Compromissos A criança e o adolescente no centro da gestão municipal O Estatuto

Leia mais

Perguntaram à teóloga alemã. Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade?

Perguntaram à teóloga alemã. Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade? Perguntaram à teóloga alemã Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade? Não explicaria, Daria uma bola para que ele jogasse... ESPORTE EDUCAÇÃO CULTURA QUALIFICAÇÃO PLACAR

Leia mais

ELABORAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS:

ELABORAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS: ELABORAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS: A importância do plano de negócios para a criação e captação de recursos para os MEI, micro e pequenas empresas. Público: MEI, informais, micro e pequenas empresas. Período:

Leia mais

1 Revista LIBERDADE e CIDADANIA Ano I n. 4 abril / junho, 2009 www.flc.org.br

1 Revista LIBERDADE e CIDADANIA Ano I n. 4 abril / junho, 2009 www.flc.org.br 1 Revista LIBERDADE e CIDADANIA Ano I n. 4 abril / junho, 2009 www.flc.org.br TEMA EM DEBATE Cidadania e Solidariedade Por Marina Klamas Tanigushi * Quando iniciamos nosso trabalho na Prefeitura de Curitiba,

Leia mais

RESUMO FRANQUIA O BOTICÁRIO BELÉM (PA) PROMOÇÃO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

RESUMO FRANQUIA O BOTICÁRIO BELÉM (PA) PROMOÇÃO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE FRANQUIA O BOTICÁRIO BELÉM (PA) PROMOÇÃO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE RESUMO As franquias que apresentam um alto grau de proximidade, exposição e envolvimento com a comunidade, possuem conhecimento da sua

Leia mais

Programa Viver é Melhor. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente)

Programa Viver é Melhor. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Programa Viver é Melhor Mostra Local de: Londrina Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Legião da Boa Vontade (LBV) Cidade: Londrina/PR

Leia mais

SISTEMA ÚNICO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL A NOVA HISTÓRIA DA ASSISTÊNCIA SOCIAL

SISTEMA ÚNICO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL A NOVA HISTÓRIA DA ASSISTÊNCIA SOCIAL SISTEMA ÚNICO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL A NOVA HISTÓRIA DA ASSISTÊNCIA SOCIAL DAS Norte Campinas/SP ASSISTÊNCIA SOCIAL Constituição de 1988 e LOAS Assistência Social inserida como política da Seguridade Social

Leia mais

Programa Lixo e Cidadania

Programa Lixo e Cidadania Programa Lixo e Cidadania São Bernardo do Campo (SP) Elisabeth Grimberg e Sonia Lima in Segurança Alimentar e Nutricional: a contribuição das empresas para a sustentabilidade das iniciativas locais Fechar

Leia mais

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013 Relatório Despertar 2013 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

PROJETO. A inserção das Famílias no CAMP

PROJETO. A inserção das Famílias no CAMP PROJETO A inserção das Famílias no CAMP APRESENTAÇÃO O CAMP-Gna é uma entidade filantrópica sediada em Goiânia, no Setor Central, onde funciona ininterruptamente há 36 anos. Desde 01 de julho de 1973,

Leia mais

ANJOS DA ENFERMAGEM: EDUCAÇÃO E SAÚDE ATRAVÉS DO LÚDICO

ANJOS DA ENFERMAGEM: EDUCAÇÃO E SAÚDE ATRAVÉS DO LÚDICO 1 IDENTIFICAÇÃO Título: ANJOS DA ENFERMAGEM: EDUCAÇÃO E SAÚDE ATRAVÉS DO LÚDICO Data de realização: Local de realização: IESUR Horário: será definido conforme cronograma Carga horária: definido conforme

Leia mais

PROPOSTAS GT G EMPRESAS

PROPOSTAS GT G EMPRESAS PROPOSTAS GT EMPRESAS Saúde: 1) Empresas incentivarem mães a acompanharem seus filhos, principalmente até aos dois anos a exemplo da amamentação e vacinação. 2) Empresas adotarem postos de saúde na comunidade

Leia mais

Sucinta retrospectiva histórica do Comitê Estadual de Educação em Direitos Humanos de Goiás (CEEDH-GO)

Sucinta retrospectiva histórica do Comitê Estadual de Educação em Direitos Humanos de Goiás (CEEDH-GO) Goiânia, 23 de março de 2010. Sucinta retrospectiva histórica do Comitê Estadual de Educação em Direitos Humanos de Goiás (CEEDH-GO) Apesar da luta pela promoção e efetivação dos Direitos Humanos em nosso

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 Instituto Lojas Renner Instituto Lojas Renner Promover a inserção de mulheres no mercado de trabalho por meio de projetos de geração de renda é o objetivo do Instituto Lojas

Leia mais

Projeto Pequenas Damas

Projeto Pequenas Damas Mostra Local de: Arapongas Projeto Pequenas Damas Categoria do projeto: I Projetos em Andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Associação das Damas de Caridade de Arapongas

Leia mais

Somando forças até o fim da pobreza. CARE Brasil Relatório Anual

Somando forças até o fim da pobreza. CARE Brasil Relatório Anual Somando forças até o fim da pobreza CARE Brasil Relatório Anual 2012 CARE Internacional Em 2012, a CARE apoiou 997 projetos de combate à pobreza em 84 países, beneficiando estimadamente 84 milhões de pessoas.

Leia mais

Alcance Social. Kerigma Social. Assistência Social

Alcance Social. Kerigma Social. Assistência Social IBC FBC Kerigma Jr Bazar Atendimento Médico Alcance Social Celebrando a Restauração Assistência Social Kerigma Social Apoio a ações IBC Ecovidas Comunidade Santa Fé MISSÃO IBC Amar a Deus sobre todas as

Leia mais

Projeto Nosso Cuiabá

Projeto Nosso Cuiabá Projeto Nosso Cuiabá O INSTITUTO DA CRIANÇA O Instituto da Criança é uma OSCIP Organização da Sociedade Civil de Interesse Público que incentiva o empreendedorismo social através de atividades que visam

Leia mais