RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DAS AÇÕES DO PVCC

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DAS AÇÕES DO PVCC"

Transcrição

1 ESTADO: GOIÁS COORDENADOR: HENRIQUE RICARDO BATISTA PERÍODO DO RELATÓRIO: Ano de 20 RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DAS AÇÕES DO PVCC ATIVIDADE DATA N o DE HORAS LOCAL (Município) OBJETIVO N o PART RESULTADO/ OBSERVAÇÃO Oficio n. 035/ à Secretaria de Educação do Estado de Goiás, para indicação de nomeação de membros Efetivo e Suplente para o Conselho Estadual de Alimentação. 30/01/ - Goiânia Projeto de Gestão Eficiente da Merenda Escolar - Indicação pelo CRC-GO de 02 (dois) Contadores, nomeados para o CAE, com participação ativa nos trabalhos na Cidade de Goiânia e demais municípios do Estado. Reunião com diversas entidades públicas e de representação classista e empresarial para constituição da ONG Observatório Social da cidade de Goiânia. 17/02/ 09/03/ 27/05/ 8 Horas Goiânia Projeto Rede Nacional de Cidadania Fiscal 25 Formatação da Constituição Jurídica da ONG. Assembleia Geral de Constituição do Observatório Social de Goiânia. Assumiu a presidência da ONG um Contador, Vice-Presidente de Registro do CRC-GO. Solenidade para renovação e assinatura do termo de Cooperação Técnica entre o 28/02/ 2 horas Goiânia Projeto Mobilização Mobilização social para doações ao, através de Eventos e elaboração de

2 CRC-GO e o Ministério Publico de Goiás. cartilha. Participação técnica na elaboração da Cartilha Fundos dos Direitos da Criança e do Adolescente Doações, Fiscalização e Prestação de Contas, editada pelo Ministério Público de Goiás. 03/20 10 horas Goiânia Projeto Mobilização Distribuição da Cartilha em eventos do CRC-GO, Instituições de Ensino Superior e entidades contábeis com o objetivo de divulgar o tema e promover uma maior arrecadação para o Fundo. Reunião para constituição da Comissão do CRC- GO Solidário, através da Portaria n. 021/. 26/02/ 2 horas Goiânia Projeto de Ações 15 Diversificar os trabalhos, através de uma equipe formada para esse trabalho específico. Seminário Fundos da Criança e do Adolescente: Doações, Fiscalização e Prestação de Contas no auditório do Ministério Público de Goiás. 27/04/ 4 horas Goiânia Projeto Mobilização 200 Uma das palestras foi ministrada pelo Coordenador Estadual do PVCC, Contador Henrique Ricardo Batista. Reunião do Conselho Temático de Responsabilidade Social CORES, promovido pela FIEG- GO. 29/02/ 4 horas Goiânia Projeto Mobilização 30 Reunião com participação de representantes do empresariado industrial do Estado de Goiás, com a pauta Incentivo fiscal

3 . Oficio n. 091/ à Secretaria Municipal de Goiânia, para indicação de Conselheiro para o Conselho Municipal de Saúde. 30/03/ - Goiânia Projeto de Ações Conselheira indicada pelo CRC- GO. Principal tarefa: análise da prestação de contas elaboradas pela Secretaria Municipal de Saúde. I Encontro Regional do MP e MEC, com público de 200 pessoas, sobre o tema Prestação de contas do Conselho do FUNDEB, no auditório do Ministério Publico de Goiás. /04/ 4 horas Goiânia Projeto de Ações 200 Uma das palestras foi ministrada pelo coordenador estadual do PVCC, contador Henrique Ricardo Batista. Reunião para constituição da comissão estadual do PVCC, portaria 036/. 28/05/ 2 horas Goiânia Programa do Voluntariado da Classe Contábil 5 Envolver um maior Grupo de pessoas e disseminar o trabalho no Estado de Goiás. Reunião do Conselho Temático de Responsabilidade Social CORES, promovido pela FIEG- GO, para discutir viabilidade de realização de oficina sobre Leis de incentivos fiscais. 15/03/ 2 horas Goiânia Projeto Mobilização 25 Discussão sobre esse tema específico para iniciar o trabalho de realização de oficinas sobre as Leis de Incentivos Fiscais.

4 Realização de Palestra no 58º Encontro de Capacitação para Conselheiros de Alimentação Escolar. 21/06/ 8 Horas Alto Horizonte Projeto de Gestão eficiente da merenda escolar. 30 Tema da palestra: Os Aspectos Contábeis da Prestação de Contas do PNAE. Reunião com a Gerente do Gabinete de Gestão de Interlocução com os Movimentos Sociais-GGIMS da Secretaria da Casa Civil do Estado de Goiás. 14/05/ 2 Horas Goiânia Prestação de contas de entidades do Terceiro Setor Viabilizar parceria na realização de eventos voltados para instituições do Terceiro Setor, sobre prestação de contas e demais temas contábeis. XII Oficina de Conhecimento Terceiro Setor, Gestão e Sustentabilidade, realizado no auditório do CRC-GO. 14/08/ 8 horas Goiânia Prestação de contas de entidades do Terceiro Setor 130 Parceria com a GGIMS da Secretaria da Casa Civil do Estado de Goiás. Seminário DOAR 21/11/ 8 horas Goiânia Contabilidade das Entidades do Terceiro Setor e Controle Social e Orçamento Familiar 0 Parceria com o Conselho Federal de Contabilidade (CFC), a Academia Brasileira de Ciências Contábeis (Abracicon), a Fundação Brasileira de Contabilidade (FBC) e a Associação Nacional de Procuradores e Promotores de Justiça de Fundações e Entidades de Interesse Social (Profis).

5 Reuniões ordinárias do Conselho Estadual do FUNDEB Reuniões /ano 50 h Goiânia Ações comunitárias 20 Conselheiro nomeado pelo governo do estado de Goiás. No período de Janeiro a Julho de 20, o conselho teve como presidente o Contador Henrique Ricardo Batista, tendo como principal tarefa a análise da prestação de contas elaborada pela Secretaria de Educação do Estado. Reuniões ordinárias no Conselho Estadual de Alimentação Reuniões / ano 30 horas Goiânia Gestão eficiente da merenda escolar 10 Conselheiro indicado pelo CRC- GO e nomeado pelo Governo do Estado de Goiás. Principal tarefa: análise da prestação de contas elaboradas pela Secretaria de Educação. 1ª Semana de Educação Fiscal, Transparência e Ética na Gestão Pública. 09/11/ 4 horas Goiânia Rede Nacional de Cidadania Fiscal Evento realizado nos dias 07 a 10 de Novembro, promovido por diversas entidades, em conjunto com a ONG Observatório Social, sendo que no dia 09/11 teve colaboração do CRC-Go, com realização de palestras. Evento realizado no auditório da Associação Comercial e Industrial de Goiás.

6 Reunião com o Secretário Executivo da Secretaria de Trabalho e Cidadania. 10// 2 horas Goiânia Mobilização para doação ao Pauta: Parceria com o Governo do Estado de Goiás para realização de jantar no palácio do Governo com convidados empresários, na busca de doações para o. Reunião com o Secretário Extraordinário para Assuntos Sociais e Religiosos Jefferson Rodrigues Lemos 14// 1 hora Goiânia Ações comunitárias 05 Firmação de Convênio para realização de eventos visando orientações teóricas e práticas concernentes a elaboração de estatutos de legalização de igrejas. Oficio n. 425/ à Secretaria Estadual de Saúde, para indicação de nomeação de Conselheira para o Conselho Estadual de Saúde. 14// - Goiânia Projeto de Ações Conselheira indicada pelo CRC- GO. Principal tarefa: análise da prestação de contas elaboradas pelas Secretarias Municipais de Saúde de Goiás. Reunião com a Diretoria do Sindicato, para Publicação de anúncio na Agenda do SCESGO-Sindicato dos Contabilistas do Estado de Goiás 30// 1 hora Goiânia Mobilização para doação ao Publicação de anúncio com o tema Contabilista Solidário, mostrando ao profissional da contabilidade a importância de divulgar o aos empresários, explicando sobre o

7 beneficio fiscal. Reunião com a Comunicação Social da Federação das Indústrias do Estado de Goiás, visando publicação de anúncio na Revista CORES - Conselho de Responsabilidade Social da FIEG. 30// 1 hora Distribuída a todo o Estado de Goiás Mobilização para doação ao Publicação de anúncio com o tema Pratique Solidariedade, voltada ao Empresariado, explicando a importância do e o benefício fiscal. Realização de Cursos, Palestras e Seminários tendo como inscrição alimento não perecível para doação a entidades filantrópicas como creches, igrejas, associações, hospitais horas Goiânia e interior do Estado Ações Voluntariado em Políticas Sociais e Comunitárias Divulgação do PVCC à Classe Contábil e à sociedade goiana, através de doação de alimentos às entidades cadastradas no CRC-GO. Realização de Palestras tendo como inscrição a doação de brinquedos para entrega a crianças carentes. 17/08/ 6 horas Goiânia Ações Voluntariado em Políticas Sociais e Comunitárias 88 Divulgação do PVCC à Classe Contábil e à sociedade goiana, através de doação de brinquedos às crianças carentes, vítimas de abandono, moradoras em abrigos sociais.

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DAS AÇÕES DO PVCC. LOCAL (Município) OBJETIVO N o PART RESULTADO/ OBSERVAÇÃO

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DAS AÇÕES DO PVCC. LOCAL (Município) OBJETIVO N o PART RESULTADO/ OBSERVAÇÃO RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DAS AÇÕES DO PVCC ESTADO: GOIÁS COORDENADOR: HENRIQUE RICARDO BATISTA PERÍODO DO RELATÓRIO: ABRIL A JUNHO/2013 ATIVIDADE DATA N o DE HORAS LOCAL (Município) OBJETIVO N o PART

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DAS AÇÕES DO PVCC. LOCAL (Município) PROJETOS N o PART RESULTADO/ OBSERVAÇÃO

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DAS AÇÕES DO PVCC. LOCAL (Município) PROJETOS N o PART RESULTADO/ OBSERVAÇÃO RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DAS AÇÕES DO PVCC ESTADO: GOIÁS COORDENADOR: HENRIQUE RICARDO BATISTA PERÍODO DO RELATÓRIO: JULHO A SETEMBRO/2013 ATIVIDADE DATA N o DE HORAS LOCAL (Município) PROJETOS N o

Leia mais

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO DA CLASSE CONTÁBIL

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO DA CLASSE CONTÁBIL PROGRAMA DE VOLUNTARIADO DA CLASSE CONTÁBIL PVCC visa sensibilizar os contabilistas sobre a importância das ações de voluntariado para a construção de uma sociedade mais justa e solidária por meio da disponibilização

Leia mais

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO DA CLASSE CONTÁBIL

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO DA CLASSE CONTÁBIL PROGRAMA DE VOLUNTARIADO DA CLASSE CONTÁBIL PROGRAMA DE VOLUNTARIADO DA CLASSE CONTÁBIL 1. Apresentação O Programa de Voluntariado da Classe Contábil, componente do plano de metas estratégicas do Conselho

Leia mais

Encontros Estaduais/Regionais_2015 Pautas nacionais do OSB

Encontros Estaduais/Regionais_2015 Pautas nacionais do OSB Encontros Estaduais/Regionais_2015 Pautas nacionais do OSB Rede OSB pelo Brasil Roraima Pará Piauí Tocantins Rondônia Goiás Mato Grosso D.Federal Minas Gerais Rio Grande do Norte Paraíba Pernambuco Alagoas

Leia mais

Encontros Estaduais/Regionais_2015 Pautas nacionais do OSB

Encontros Estaduais/Regionais_2015 Pautas nacionais do OSB Encontros Estaduais/Regionais_2015 Pautas nacionais do OSB 4 eixos de atuação da Rede OSB Licitações Cargos em Comissão Convênios Obras Processos Estoques Câmara Municipal 1- Gestão Pública 2- Educação

Leia mais

FORTALEZA - Responsabilidades do Setor Turístico na Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Eixo 1- Qualificação

FORTALEZA - Responsabilidades do Setor Turístico na Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Eixo 1- Qualificação FORTALEZA - do Setor Turístico na Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes Eixo 1- Qualificação Inserir a temática nos programas de formação e qualificação profissional na cadeia produtiva

Leia mais

Fundação Itaú Social. Por uma educação integral,

Fundação Itaú Social. Por uma educação integral, Fundação Itaú Social Por uma educação integral, integrada e integradora Visão Itaú Ser o banco líder em performance e perene reconhecidamente sólido e ético, destacando-se por equipes motivadas, comprometidas

Leia mais

Roraima Programa de Voluntariado da Classe Contábil Prestando Contas ANA CLAUDIA FREITAS GOMES LARISSA GÓES PALMIRA LEÃO DE SOUZA

Roraima Programa de Voluntariado da Classe Contábil Prestando Contas ANA CLAUDIA FREITAS GOMES LARISSA GÓES PALMIRA LEÃO DE SOUZA Roraima Programa de Voluntariado da Classe Contábil Prestando Contas ANA CLAUDIA FREITAS GOMES LARISSA GÓES PALMIRA LEÃO DE SOUZA Comissão PVCC - Roraima Na Página Inicial clique em: Projetos e Programas.

Leia mais

Relatório Consolidado Indicadores Quantitativos. Programa de Fortalecimento Institucional, Participação e Controle Social Barro Alto - GO

Relatório Consolidado Indicadores Quantitativos. Programa de Fortalecimento Institucional, Participação e Controle Social Barro Alto - GO Relatório Consolidado Indicadores Quantitativos Programa de Fortalecimento Institucional, Participação e Controle Social Barro Alto - GO Relatório Consolidado Programa de Fortalecimento e Barro Alto -

Leia mais

Núcleo de Pesquisa e Estudos em Ciências Contábeis ESTATUTO

Núcleo de Pesquisa e Estudos em Ciências Contábeis ESTATUTO Núcleo de Pesquisa e Estudos em Ciências Contábeis ESTATUTO Art. 1º O Núcleo de Pesquisa e Estudos em Ciências Contábeis (NUPECON), vinculado a Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos, constitui-se

Leia mais

APRESENTAÇÃO: VALORES E PRINCÍPIOS: Cidadania Solidariedade Ética Profissional Transparência Sustentabilidade OBJETIVO GERAL:

APRESENTAÇÃO: VALORES E PRINCÍPIOS: Cidadania Solidariedade Ética Profissional Transparência Sustentabilidade OBJETIVO GERAL: APRESENTAÇÃO: O PVCC visa sensibilizar os profissionais da Contabilidade sobre a importância das ações de voluntariado para a construção de uma sociedade mais justa e solidária, por meio da disponibilização

Leia mais

Observatório Social de Campo Grande. osbrasil.org.br

Observatório Social de Campo Grande. osbrasil.org.br Observatório Social de Campo Grande ÁREA LIVRE DE CORRUPÇÃO O MENINO E A BOLA http://www.youtube.com/watch?v=7ugkofbau Oc Fundado em 02 de Junho de 2011, o Observatório Social de Campo Grande, mesmo sabendo

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa LEI Nº 11.914, DE 20 DE MAIO DE 2003. (publicada no DOE nº 096, de 21 de maio de 2003) Cria o Conselho de Segurança

Leia mais

Art. 2º Ao Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional - CONSEA-SC - compete:

Art. 2º Ao Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional - CONSEA-SC - compete: LEI Nº 12.911, de 22 de janeiro de 2004 Dispõe sobre a criação do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional - CONSEA-SC - e do Fundo Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional - FUNSEA-SC

Leia mais

RELATÓRIO DA 3ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE

RELATÓRIO DA 3ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE RELATÓRIO DA 3ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE I. REALIZAÇÃO Data: 26/11/2013 e 27/11/2013 Local: Centro Universitário de Araras Dr. Edmundo Ulson UNAR Número de participantes:

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 3.486/2005

LEI MUNICIPAL Nº 3.486/2005 LEI MUNICIPAL Nº 3.486/2005 Institui o COMITÊ DE CONTROLE SOCIAL DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA (PBF), e dá outras providências. CLÁUDIO KAISER, Prefeito Municipal de Taquara, Estado do Rio Grande do Sul, FAÇO

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL DA COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO PARANÁ

ESTATUTO SOCIAL DA COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO PARANÁ ESTATUTO SOCIAL DA COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO PARANÁ CAPÍTULO I DA SOCIEDADE, DENOMINAÇÃO, NATUREZA, SEDE, PRAZO E FINALIDADES Artigo 1 - A Comissão Estadual de Residência Médica

Leia mais

3.2.2. Futuros ABRIR FILIAIS PARA ATENDER MAIS PESSOAS CARENTES. 3.3. Gestão de pessoas Funcionários Voluntários: Sim - X Funcionários. Não Quantos?

3.2.2. Futuros ABRIR FILIAIS PARA ATENDER MAIS PESSOAS CARENTES. 3.3. Gestão de pessoas Funcionários Voluntários: Sim - X Funcionários. Não Quantos? Ficha 001 Contexto Imediato - MÓDULO CONHECIMENTO DA ENTIDADE 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1. Identificação da instituição/organização Nome da instituição: ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE DOIS CORAÇÕES JESUS E MARIA CASA

Leia mais

visitas às instituições sociais. Os colaboradores voluntários também foram consultados, por meio da aplicação de um questionário.

visitas às instituições sociais. Os colaboradores voluntários também foram consultados, por meio da aplicação de um questionário. 1. Apresentação O Voluntariado Empresarial é um dos canais de relacionamento de uma empresa com a comunidade que, por meio da atitude solidária e proativa de empresários e colaboradores, gera benefícios

Leia mais

FORUM PERMANENTE DA AGENDA 21 LOCAL DE SAQUAREMA REGIMENTO INTERNO. CAPITULO 1-Da natureza, sede, finalidade, princípios e atribuições:

FORUM PERMANENTE DA AGENDA 21 LOCAL DE SAQUAREMA REGIMENTO INTERNO. CAPITULO 1-Da natureza, sede, finalidade, princípios e atribuições: FORUM PERMANENTE DA AGENDA 21 LOCAL DE SAQUAREMA REGIMENTO INTERNO CAPITULO 1-Da natureza, sede, finalidade, princípios e atribuições: Artigo I: O Fórum Permanente da Agenda 21 de Saquarema, criado pelo

Leia mais

NÚCLEO CONSTRUÇÃO E CIDADANIA DO SICEPOT-MG

NÚCLEO CONSTRUÇÃO E CIDADANIA DO SICEPOT-MG NÚCLEO CONSTRUÇÃO E CIDADANIA DO SICEPOT-MG SICEPOT-MG CONSTRUINDO UM MUNDO MELHOR O Núcleo Construção e Cidadania foi criado em 1995 para coordenar, planejar e executar as ações de Responsabilidade Social

Leia mais

TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL

TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL Eixos Temáticos, Diretrizes e Ações Documento final do II Encontro Nacional de Educação Patrimonial (Ouro Preto - MG, 17 a 21 de julho

Leia mais

Sociedade: Um mecanismo de controle dos gastos públicos Prestação de Contas 3º Quadrimestre 2014

Sociedade: Um mecanismo de controle dos gastos públicos Prestação de Contas 3º Quadrimestre 2014 Sociedade: Um mecanismo de controle dos gastos públicos Prestação de Contas 3º Quadrimestre 2014 O que é? OBSERVATÓRIO SOCIAL É um espaço para o exercício da cidadania, que deve ser democrático e apartidário

Leia mais

A TOZZI ASSOCIADOS disponibiliza um extenso banco de dados com informações sobre o Terceiro Setor, a todos os participantes dos seus cursos.

A TOZZI ASSOCIADOS disponibiliza um extenso banco de dados com informações sobre o Terceiro Setor, a todos os participantes dos seus cursos. INTRODUÇÃO A TOZZI ASSOCIADOS disponibiliza um extenso banco de dados com informações sobre o Terceiro Setor, a todos os participantes dos seus cursos. O conteúdo deste banco de dados decorre de uma vasta

Leia mais

LEI Nº 2.699, DE 8 DE SETEMBRO DE 2014.

LEI Nº 2.699, DE 8 DE SETEMBRO DE 2014. LEI Nº 2.699, DE 8 DE SETEMBRO DE 2014. Dispõe sobre adequação da Lei nº 1.253, de 12 de abril de 1996 que instituiu o Conselho de Alimentação Escolar do Município de Ananindeua, e dá outras providências.

Leia mais

COMO INICIAR UM OS FLUXO PARA A IMPLANTAÇÃO DE UM OBSERVATÓRIO SOCIAL (OS)

COMO INICIAR UM OS FLUXO PARA A IMPLANTAÇÃO DE UM OBSERVATÓRIO SOCIAL (OS) COMO INICIAR UM OS FLUXO PARA A IMPLANTAÇÃO DE UM OBSERVATÓRIO SOCIAL (OS) 1 A seguir apresentamos o fluxo para a Implantação de um Observatório Social(OS), dentro do Sistema de Franquia Social da Rede

Leia mais

PROJETO DE CIDADANIA

PROJETO DE CIDADANIA PROJETO DE CIDADANIA PROJETO DE CIDADANIA A Anamatra A Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho Anamatra congrega cerca de 3.500 magistrados do trabalho de todo o país em torno de interesses

Leia mais

PLANO DE AÇÕES SINDICAIS 2012 anexo ata de 03 de fevereiro de 2012 DEMANDA AÇÃO QUANDO FAZER COMO FAZER

PLANO DE AÇÕES SINDICAIS 2012 anexo ata de 03 de fevereiro de 2012 DEMANDA AÇÃO QUANDO FAZER COMO FAZER PLANO DE AÇÕES SINDICAIS 2012 anexo ata de 03 de fevereiro de 2012 DEMANDA AÇÃO QUANDO FAZER COMO FAZER 1.1-Reunião com a diretoria 1.1.1 03/02 ( sexta feira ) 17h 1.1.1.1 Convocar membros da diretoria

Leia mais

CANDIDATOS DA MICRORREGIÃO 1

CANDIDATOS DA MICRORREGIÃO 1 CANDIDATOS DA MICRORREGIÃO 1 Nome de urna: Ana Reni Número: 1442 - Conselheira tutelar gestão 1995/ 1998 e 2008/2011 - Educadora social, com formação FUNDAR,( Fundação Darci Ribeiro) - Promotora Legal

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL Entidade de Fiscalização e de Registro da Profissão Contábil

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL Entidade de Fiscalização e de Registro da Profissão Contábil FISCALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO PROFISSIONAL 2. ÁREA: FISCALIZAÇÃO 2.1. PROGRAMA: FISCALIZAÇÃO OSTENSIVA 2.1.1. SUBPROGRAMA: FISCALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO PROFISSIONAL PROJETOS: 2.1.1.1. PROJETOS DE FISCALIZAÇÃO

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO. 1.1 Projeto: CONTRIBUINTE CONSCIENTE. 1.2 Entidade: CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ - CEAP 1.3 Coordenadores do Projeto: Salomão Dantas Soares e Ailton Azevedo

Leia mais

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO N 12.653

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO N 12.653 Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO N 12.653 Estabelece a forma de organização e regulamenta o funcionamento das unidades administrativas da Secretaria de Trabalho e Geração

Leia mais

EDITAL DE COMPOSIÇÃO DO COMITÊ GESTOR DO PROGRAMA MUNICIPAL DE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS

EDITAL DE COMPOSIÇÃO DO COMITÊ GESTOR DO PROGRAMA MUNICIPAL DE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS EDITAL DE COMPOSIÇÃO DO COMITÊ GESTOR DO PROGRAMA MUNICIPAL DE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS A Secretaria Municipal de Agricultura, Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente convida os Órgãos Públicos

Leia mais

Grupo de Trabalho do Voluntariado

Grupo de Trabalho do Voluntariado Grupo de Trabalho do Voluntariado Coordenador: Edvar Dias Campos Vice-coordenador: Paulolinto Pereira Membros: Altair de Paula Marinho, Antônio Araújo da Rocha, Cleber Teixeira, Daniela Sampaio Frutuoso,

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS LEI Nº 14.830, de 11 de agosto de 2009 Dispõe sobre a criação do Conselho Estadual do Artesanato e da Economia Solidária - CEAES, e adota outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DE SANTA CATARINA,

Leia mais

PLANO DE TRABALHO - Chapa 2 Um Novo CORECON: renovação, equilíbrio e resultado

PLANO DE TRABALHO - Chapa 2 Um Novo CORECON: renovação, equilíbrio e resultado PLANO DE TRABALHO - Chapa 2 Um Novo CORECON: renovação, equilíbrio e resultado Após anos, as eleições de renovação de 1/3 dos conselheiros do CORECON-RS terá 2 chapas. Ao invés de apenas pagar a anuidade

Leia mais

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE)

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) É o chamado do Ministério da Educação (MEC) à sociedade para o trabalho voluntário de mobilização das famílias e da comunidade pela melhoria da

Leia mais

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS 1 DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E OBJETIVO DO MOVIMENTO 2 Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

Transforme seu imposto em música

Transforme seu imposto em música FUNDO DA INFÂNCIA E DA ADOLESCÊNCIA Transforme seu imposto em música Associação Cultural Casa de Música de Ouro Branco O QUE É O FUNDO DA INFÂNCIA E DA ADOLESCÊNCIA O Fundo da Infância e da Adolescência

Leia mais

07/10/2013 PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE FUNDAÇÕES DA CAPITAL

07/10/2013 PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE FUNDAÇÕES DA CAPITAL MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO FUNDAÇÕES DA CAPITAL AIRTON GRAZZIOLI FUNDAÇÕES DA CAPITAL 1 O Terceiro Setor e os Profissionais da Contabilidade no contexto de um novo Marco Regulatório. IDENTIDADE

Leia mais

JUSTIÇA PARA O SÉCULO 21

JUSTIÇA PARA O SÉCULO 21 JUSTIÇA PARA O SÉCULO 21 TERMO DE COOPERAÇÃO Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul AJURIS,Escritório Antena da UNESCO no Rio Grande do Sul / Programa Criança Esperança, Poder Judiciário do Estado

Leia mais

Relatório de Comunicação e Engajamento COE Instituto Venturi Para Estudos Ambientais

Relatório de Comunicação e Engajamento COE Instituto Venturi Para Estudos Ambientais Relatório de Comunicação e Engajamento COE Instituto Venturi Para Estudos Ambientais Declaração de Apoio Continuo da Presidente 23/10/2015 Para as partes interessadas: É com satisfação que comunicamos

Leia mais

Grupo A (Temas discutidos) - Como atrair a Comunidade para as propostas do Conselho da Comunidade?

Grupo A (Temas discutidos) - Como atrair a Comunidade para as propostas do Conselho da Comunidade? CONCLUSÕES DO I ENCONTRO DE CONSELHOS DA COMUNIDADE DA REGIÃO SUL DO BRASIL E DO III SEMINÁRIO DO PROJETO TRABALHO PARA A VIDA DA CORREGEDORIA-GERAL DA JUSTIÇA DO RS, REALIZADO EM PORTO ALEGRE, EM 18 DE

Leia mais

DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS. (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012)

DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS. (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012) DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012) Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

Resolução CFC nº 1.109 de 29/11/07 DOU 06/12/07

Resolução CFC nº 1.109 de 29/11/07 DOU 06/12/07 Resolução CFC nº 1.109 de 29/11/07 DOU 06/12/07 Dispõe sobre a NBC P 5 sobre o Exame de Qualificação Técnica para Registro no Cadastro Nacional de O Conselho Federal de Contabilidade, no exercício de suas

Leia mais

O Conselho Federal de Contabilidade, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O Conselho Federal de Contabilidade, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, Resolução CFC nº 1.077/06 Dá nova redação à NBC P 5 Norma sobre o Exame de Qualificação Técnica para Registro no Cadastro Nacional de Auditores Independentes (CNAI) do Conselho Federal de Contabilidade

Leia mais

JUSTIÇA PARA O SÉCULO 21 PROTOCOLO DE INTENÇÕES

JUSTIÇA PARA O SÉCULO 21 PROTOCOLO DE INTENÇÕES JUSTIÇA PARA O SÉCULO 21 PROTOCOLO DE INTENÇÕES A 3ª Vara do Juizado Regional da Infância e da Juventude de Porto Alegre, a Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul AJURIS, o Conselho Municipal dos Direitos

Leia mais

Visa, como objetivo final, a promoção do desenvolvimento sustentável da região.

Visa, como objetivo final, a promoção do desenvolvimento sustentável da região. Agenda 21 Comperj Iniciativa voluntária de relacionamento da Petrobras para contribuir para que o investimento na região retorne para a população, fomentando a formação de capital social e participação

Leia mais

OPERACIONALIZAÇÃO FISCAL DAS DOAÇÕES HENRIQUE RICARDO BATISTA

OPERACIONALIZAÇÃO FISCAL DAS DOAÇÕES HENRIQUE RICARDO BATISTA OPERACIONALIZAÇÃO FISCAL DAS DOAÇÕES HENRIQUE RICARDO BATISTA Programa de Voluntariado da Classe Contábil Com o objetivo de incentivar o Contabilista a promover trabalhos sociais e, dessa forma, auxiliar

Leia mais

Ações Núcleo ODM/CPCE Cascavel

Ações Núcleo ODM/CPCE Cascavel Ações Núcleo ODM/CPCE Cascavel 2014 Feira de Serviços: Mulheres e os seus Jeitos de Mudar o Mundo Data: 08/03/14 Objetivo: Conscientizar sobre a Igualdade entre o sexos e a valorização da mulher. Parceiros:

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

Observatório Social de Campo Grande. osbrasil.org.br

Observatório Social de Campo Grande. osbrasil.org.br Observatório Social de Campo Grande ÁREA LIVRE DE CORRUPÇÃO O MENINO E A BOLA http://www.youtube.com/watch?v=7ugkofbau Oc Fundado em 02 de Junho de 2011, o Observatório Social de Campo Grande, mesmo sabendo

Leia mais

Relatório de Sustentabilidade 2014

Relatório de Sustentabilidade 2014 1 Relatório de Sustentabilidade 2014 2 Linha do Tempo TAM VIAGENS 3 Política de Sustentabilidade A TAM Viagens uma Operadora de Turismo preocupada com a sustentabilidade, visa fortalecer o mercado e prover

Leia mais

ANEXO II CONDIÇÕES E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA APOIO E/ OU IMPLANTAÇÃO DE ÓRGÃOS COLEGIADOS E APOIO A FÓRUNS E REDES

ANEXO II CONDIÇÕES E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA APOIO E/ OU IMPLANTAÇÃO DE ÓRGÃOS COLEGIADOS E APOIO A FÓRUNS E REDES ANEXO II CONDIÇÕES E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA APOIO E/ OU IMPLANTAÇÃO DE ÓRGÃOS COLEGIADOS E APOIO A FÓRUNS E REDES I ÁREAS DE INTERESSE Criança e Adolescente Apoio aos Fóruns, Comitês, Associações

Leia mais

Nome do Responsável: Cargo do Responsável: Contatos do Responsável: Estado ou Município ou Distrito Federal: Referente ao período: Nome do órgão:

Nome do Responsável: Cargo do Responsável: Contatos do Responsável: Estado ou Município ou Distrito Federal: Referente ao período: Nome do órgão: RELATÓRIO DA REDE DE ENFRENTAMENTO AO TRÁFICO DE PESSOAS Nome do Responsável: Cargo do Responsável: Contatos do Responsável: Estado ou Município ou Distrito Federal: Referente ao período: Nome do órgão:

Leia mais

Transparência e Controle Social Pela eficiência e qualidade na aplicação dos recursos públicos

Transparência e Controle Social Pela eficiência e qualidade na aplicação dos recursos públicos Transparência e Controle Social Pela eficiência e qualidade na aplicação dos recursos públicos O que é um Observatório Social Que reúne o maior nº de entidades representativas da sociedade civil Atuando

Leia mais

SEMINÁRIO SISTEMA INTERMUNICIPAL DE CAPACITAÇÃO EM PLANEJAMENTO E GESTÃO LOCAL PARTICIPATIVA PORTO ALEGRE - 21 A 23 DE NOVEMBRO/2007

SEMINÁRIO SISTEMA INTERMUNICIPAL DE CAPACITAÇÃO EM PLANEJAMENTO E GESTÃO LOCAL PARTICIPATIVA PORTO ALEGRE - 21 A 23 DE NOVEMBRO/2007 SEMINÁRIO SISTEMA INTERMUNICIPAL DE CAPACITAÇÃO EM PLANEJAMENTO E GESTÃO LOCAL PARTICIPATIVA PORTO ALEGRE - 21 A 23 DE NOVEMBRO/2007 Informações gerais da cidade Ofertas de capacitação Demandas de capacitação

Leia mais

REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DOS PRINCÍPIOS

REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DOS PRINCÍPIOS Er REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DOS PRINCÍPIOS Art 1º O Fórum da Agenda 21 Local Regional de Rio Bonito formulará propostas de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento sustentável local, através

Leia mais

Elizandra da Silva elizandra@unioeste.br. Responsabilidade Social e Terceiro Setor. Mudanças Sociais

Elizandra da Silva elizandra@unioeste.br. Responsabilidade Social e Terceiro Setor. Mudanças Sociais Campus de Cascavel Centro de Ciências Sociais Aplicadas Curso de Administração Elizandra da Silva elizandra@unioeste.br Responsabilidade Social e Terceiro Setor Mini- Curso 1 III Seminário do Centro de

Leia mais

Sucinta retrospectiva histórica do Comitê Estadual de Educação em Direitos Humanos de Goiás (CEEDH-GO)

Sucinta retrospectiva histórica do Comitê Estadual de Educação em Direitos Humanos de Goiás (CEEDH-GO) Goiânia, 23 de março de 2010. Sucinta retrospectiva histórica do Comitê Estadual de Educação em Direitos Humanos de Goiás (CEEDH-GO) Apesar da luta pela promoção e efetivação dos Direitos Humanos em nosso

Leia mais

CAPÍTULO I DA FINALIDADE

CAPÍTULO I DA FINALIDADE LEI Nº 1.392, DE 11 DE SETEMBRO DE 2009. DISPÕE SOBRE A POLÍTICA MUNICIPAL DO IDOSO, CRIA O CONSELHO MUNICIPAL DO IDOSO E O FUNDO MUNICIPAL DOS DIREITOS DO IDOSO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. (Alterado pela

Leia mais

Pela transparência e qualidade na aplicação dos recursos públicos!

Pela transparência e qualidade na aplicação dos recursos públicos! Pela transparência e qualidade na aplicação dos recursos públicos! PERFIL Tempo de Atuação Estrutura da Equipe PERFIL DO OBSERVATÓRIO SOCIAL 3 anos Receita do OS 1º Quadrimestre 2014 R$ 14.135,00 Despesas

Leia mais

DATA 22 / 06 / 2006 PÁGINA : 02

DATA 22 / 06 / 2006 PÁGINA : 02 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 5.811, DE 21 DE JUNHO DE 2006. Dispõe sobre a composição, estruturação, competência e funcionamento do Conselho Nacional

Leia mais

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários ESTATUTO DA LIGA ACADÊMICA DE ESPORTES E SAÚDE - LIES Capítulo I - Da Natureza e Finalidade ART. 1º - A Liga Acadêmica de Esportes e Saúde é uma entidade sem fins lucrativos, com duração ilimitada, sob

Leia mais

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários ESTATUTO DA LIGA GERIATRIA E GERONTOLOGIA - LIG Capítulo I - Da Natureza e Finalidade ART. 1º - A LIGA DE GERIATRIA E GERONTOLOGIA é uma entidade sem fins lucrativos, com duração ilimitada, sob a supervisão

Leia mais

CURSOS DE EXTENSÃO - 2007

CURSOS DE EXTENSÃO - 2007 CURSOS DE EXTENSÃO - 2007 MARÇO/2007 AULA MAGNA DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Ministrante: Professor Clóvis Massaúd da Silveira Público-alvo: Acadêmicos do Curso de Administração Data: 8 de março Horário:

Leia mais

Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais

Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais Estatuto da Criança e do Adolescente: 18 anos, 18 Compromissos A criança e o adolescente no centro da gestão municipal O Estatuto

Leia mais

Prefeitura Municipal de Nova Mutum

Prefeitura Municipal de Nova Mutum LEI Nº 1.854, DE 20 DE ABRIL DE 2015. Dispõe sobre a Política Municipal dos Direito da Pessoa Idosa e cria o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa e dá outras providências. O Sr. Leandro Félix

Leia mais

Atividade I Como podemos fortalecer o Núcleo na Região para garantir a continuidade dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio - ODMs?

Atividade I Como podemos fortalecer o Núcleo na Região para garantir a continuidade dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio - ODMs? QUATRO BARRAS 09/07/2007 Horário: das 13h às 17h30 Local: Atividade I Como podemos fortalecer o Núcleo na Região para garantir a continuidade dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio - ODMs? Grupo 01:

Leia mais

Escola de Formação Política Miguel Arraes

Escola de Formação Política Miguel Arraes Escola de Formação Política Miguel Arraes Curso de Atualização e Capacitação Sobre Formulação e Gestão de Políticas Públicas Módulo III Gestão das Políticas Públicas Aula 5 Parcerias na gestão e execução

Leia mais

PROJETO. A inserção das Famílias no CAMP

PROJETO. A inserção das Famílias no CAMP PROJETO A inserção das Famílias no CAMP APRESENTAÇÃO O CAMP-Gna é uma entidade filantrópica sediada em Goiânia, no Setor Central, onde funciona ininterruptamente há 36 anos. Desde 01 de julho de 1973,

Leia mais

- Terceiro Setor e Sociedade Civil Organizada -

- Terceiro Setor e Sociedade Civil Organizada - - Terceiro Setor e Sociedade Civil Organizada - 1 Terceiro Setor Denominação de um setor além governo e do privado/empresas. Define a atuação de organizações não estatais e sem fins lucrativos. Divisão

Leia mais

OBSERVATÓRIO SOCIAL DE BLUMENAU

OBSERVATÓRIO SOCIAL DE BLUMENAU Rua Ingo Hering 20 8º andar Neumarkt Trade & financial Center 89.010-909 Blumenau SC Fone 47 3326 1230 osblu@acib.net www.acib.net/osblu OBSERVATÓRIO SOCIAL DE BLUMENAU Regimento Interno CAPÍTULO I DA

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO PELA EDUCAÇÃO - MPEDUC ESCOLA COM PARTICIPAÇÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO PELA EDUCAÇÃO - MPEDUC ESCOLA COM PARTICIPAÇÃO MINISTÉRIO PÚBLICO PELA EDUCAÇÃO - MPEDUC ESCOLA COM PARTICIPAÇÃO APRESENTAÇÃO O Ministério Público pela Educação MPEDUC é um projeto que foi desenvolvido em parceria pelo Ministério Público Federal/Procuradoria

Leia mais

A letra Q, símbolo do programa de qualidade no serviço público Gespública, pelo qual a Seplan é certificada, figura em todos os seus documentos.

A letra Q, símbolo do programa de qualidade no serviço público Gespública, pelo qual a Seplan é certificada, figura em todos os seus documentos. Q A letra Q, símbolo do programa de qualidade no serviço público Gespública, pelo qual a Seplan é certificada, figura em todos os seus documentos. É uma alusão à essência e ao compromisso da Secretaria

Leia mais

Por um Brasil menos injusto: a responsabilidade social do CRC-RJ.

Por um Brasil menos injusto: a responsabilidade social do CRC-RJ. Por um Brasil menos injusto: a responsabilidade social do CRC-RJ. Prof. Dr. Francisco José dos Santos Alves Vice-Presidente de Pesquisa e Desenvolvimento Profissional Lei nº 11.160, de 2 de agosto de 2010.

Leia mais

Ficha de Inscrição do 18º Prêmio Expressão de Ecologia

Ficha de Inscrição do 18º Prêmio Expressão de Ecologia Ficha de Inscrição do 18º Prêmio Expressão de Ecologia OBS: Apresentação obrigatória na primeira página do case 1. Informações cadastrais a) Identificação: instituição b) Nome: Prefeitura Municipal de

Leia mais

Responsabilidade Social

Responsabilidade Social Responsabilidade Social INSTITUTO DE CIDADANIA EMPRESARIAL DO MARANHÃO ICE/MA MISSÃO: Difundir o conceito de desenvolvimento sustentável de modo a incentivar as empresas a adotarem a responsabilidade social

Leia mais

EDUCAÇÃO FISCAL PARA A CIDADANIA - 2015 HISTÓRICO DO GRUPO DE EDUCAÇÃO FISCAL DO MUNICÍPIO DE LAGES

EDUCAÇÃO FISCAL PARA A CIDADANIA - 2015 HISTÓRICO DO GRUPO DE EDUCAÇÃO FISCAL DO MUNICÍPIO DE LAGES EDUCAÇÃO FISCAL PARA A CIDADANIA - 2015 HISTÓRICO DO GRUPO DE EDUCAÇÃO FISCAL DO MUNICÍPIO DE LAGES Em setembro 2011 reuniram-se pela primeira vez um grupo formado por representantes de diversas entidades

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES E PROJETOS EXECUTADOS EM 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES E PROJETOS EXECUTADOS EM 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES E PROJETOS EXECUTADOS EM 2004 A Fundação Aprender, no ano de 2004, procurou cumprir as etapas previstas no Planejamento 2003, levando a efeito iniciativas no sentido de ampliar

Leia mais

Reunião do Fórum das Entidades Empresariais de Santa Maria

Reunião do Fórum das Entidades Empresariais de Santa Maria Reunião do Fórum das Entidades Empresariais de Santa Maria Santa Maria, 15 de Outubro de 2012 Pauta: 1) Contexto da Economia Criativa no Brasil de acordo com o Plano da Secretaria da Economia Criativa

Leia mais

04 Despertar a ideologia sócio-econômicaambiental na população global, Mobilização política para os desafios ambientais

04 Despertar a ideologia sócio-econômicaambiental na população global, Mobilização política para os desafios ambientais TRATADO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA SOCIEDADES SUSTENTÁVEIS E RESPONSABILIDADE GLOBAL CIRCULO DE ESTUDOS IPOG - INSTITUTO DE PÓSGRADUAÇÃO MBA AUDITORIA, PERÍCIA E GA 2011 Princípios Desafios Sugestões 01

Leia mais

PELA TRANSPARÊNCIA E QUALIDADE NA APLICAÇÃO DOS RECURSOS PÚBLICOS

PELA TRANSPARÊNCIA E QUALIDADE NA APLICAÇÃO DOS RECURSOS PÚBLICOS PELA TRANSPARÊNCIA E QUALIDADE NA APLICAÇÃO DOS RECURSOS PÚBLICOS ORIENTAÇÃO NORMATIVA n 01, de 02 de janeiro de 2010, atualizada em 01 de dezembro de 2012. Toda ação da sociedade em relação à transparência

Leia mais

Quinta-feira, 24.03.11

Quinta-feira, 24.03.11 Quinta-feira, 24.03.11 Pensamento do dia Não pondero, sonho. Não me sinto inspirado, deliro. Fernando Pessoa A frase é: Espero que não haja obstáculos à realização das provas, daqui HÁ ou A uma semana?

Leia mais

PROGRAMAS E PROJETOS DE COOPERAÇÃO COORDENAÇÃO-GERAL DE PROGRAMAS E PROJETOS DE COOPERAÇÃO COOPE. www.ucp.fazenda.gov.br

PROGRAMAS E PROJETOS DE COOPERAÇÃO COORDENAÇÃO-GERAL DE PROGRAMAS E PROJETOS DE COOPERAÇÃO COOPE. www.ucp.fazenda.gov.br COORDENAÇÃO-GERAL DE PROGRAMAS E PROJETOS DE COOPERAÇÃO COOPE www.ucp.fazenda.gov.br PROGRAMAS EM ANDAMENTO Programa Nacional de Apoio à Gestão Administrativa e Fiscal dos Municípios Brasileiros - PNAFM

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES

RELATÓRIO DE ATIVIDADES RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2012 Sumário 1. Apresentação 2. Projetos e ações 3. Gestão participativa 4. Comunicação institucional 5. Resultados 6. Planejamento 2013/2014 7. Agradecimentos 1. Apresentação A

Leia mais

ANEXO VI PROGRAMA OLHO VIVO NO DINHEIRO PÚBLICO

ANEXO VI PROGRAMA OLHO VIVO NO DINHEIRO PÚBLICO ANEXO VI PROGRAMA OLHO VIVO NO DINHEIRO PÚBLICO Ação: no Estado do Espírito Santo Objetivo Geral Sensibilizar, mobilizar e qualificar grupos de atores sociais - lideranças comunitárias, conselheiros municipais,

Leia mais

Associação Nacional de Programas de Pós-Graduação em Ciências Contábeis - ANPCONT. Demonstrações Contábeis em 31 de dezembro de 2014 e 2013

Associação Nacional de Programas de Pós-Graduação em Ciências Contábeis - ANPCONT. Demonstrações Contábeis em 31 de dezembro de 2014 e 2013 Associação Nacional de Programas de Pós-Graduação em Ciências Contábeis - ANPCONT Demonstrações Contábeis em 31 de dezembro de 2014 e 2013 Associação Nacional de Programas de Pós-Graduação em Ciências

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 5.811, DE 21 DE JUNHO DE 2006. Dispõe sobre a composição, estruturação, competência e funcionamento do Conselho Nacional

Leia mais

Associação Síndrome de Down, Piracicaba (SP) VOCÊ MUDA O DESTINO DE PARTE DO SEU IMPOSTO E ACABA MUDANDO MUITOS OUTROS.

Associação Síndrome de Down, Piracicaba (SP) VOCÊ MUDA O DESTINO DE PARTE DO SEU IMPOSTO E ACABA MUDANDO MUITOS OUTROS. Associação Síndrome de Down, Piracicaba (SP) VOCÊ MUDA O DESTINO DE PARTE DO SEU IMPOSTO E ACABA MUDANDO MUITOS OUTROS. Caro(a) colega, É com muito orgulho que anunciamos uma nova edição do programa Cidadãos

Leia mais

PROJETO BRASIL CONTRA A VIOLÊNCIA

PROJETO BRASIL CONTRA A VIOLÊNCIA 1 Ordem dos Advogados do Brasil Seção Minas Gerais Comissão OABCidadã PROJETO BRASIL CONTRA A VIOLÊNCIA Em Minas Gerais, a Secional da Ordem dos Advogados do Brasil, através da Comissão OAB/Cidadã, já

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. MEMÓRIA: Reunião Preparatória do Comitê Temático de Inovação e Crédito GT Rede de Disseminação, Informação e Capacitação

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. MEMÓRIA: Reunião Preparatória do Comitê Temático de Inovação e Crédito GT Rede de Disseminação, Informação e Capacitação PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Secretaria da Micro e Pequena Empresa Fórum Permanente de Microempresas e Empresas de Pequeno Porte MEMÓRIA: Reunião Preparatória do Comitê Temático de Inovação e Crédito GT Rede

Leia mais

Contexto Externo. Oportunidades. Ameaças

Contexto Externo. Oportunidades. Ameaças Plano de Ação 2014 Contexto Externo Ameaças Oportunidades Manutenção de uma situação sócio/económica adversa com impacto nas empresas, nomeadamente ao nível da adoção de políticas de redução de efetivos,

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO FISCAL DA FAPERN

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO FISCAL DA FAPERN REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO FISCAL DA FAPERN Este Regimento tem por finalidade estabelecer normas para o funcionamento do Conselho Fiscal da Fundação de Apoio a Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte

Leia mais

CALENDÁRIO DAS ATIVIDADES DO 1 SEMESTRE DE 2014 PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA DO MARANHÃO

CALENDÁRIO DAS ATIVIDADES DO 1 SEMESTRE DE 2014 PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA DO MARANHÃO CALENDÁRIO DAS ATIVIDADES DO 1 SEMESTRE DE 2014 PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA DO MARANHÃO ATIVIDADES - OFICINAS DE TRABALHO - REUNIÕES - CURSOS - EVENTOS - SEMINÁRIOS - CONGRESSOS FEVEREIRO 10 (segunda)

Leia mais

Prefeitura Municipal de Botucatu

Prefeitura Municipal de Botucatu I- Identificação: Projeto Empresa Solidária II- Apresentação : O Fundo Social de Solidariedade é um organismo da administração municipal, ligado ao gabinete do prefeito, que atua em diversos segmentos

Leia mais

Transforme seu imposto em música

Transforme seu imposto em música FUNDO DA INFÂNCIA E DA ADOLESCÊNCIA Transforme seu imposto em música Associação Cultural Casa de Música de Ouro Branco O QUE É O FUNDO DA INFÂNCIA E DA ADOLESCÊNCIA O Fundo da Infância e da Adolescência

Leia mais

PPA 2012-2015 PLANO DE DESENVOLVIMENTO ESTRATÉGICO 1043 - PROGRAMA ESCOLA DO LEGISLATIVO

PPA 2012-2015 PLANO DE DESENVOLVIMENTO ESTRATÉGICO 1043 - PROGRAMA ESCOLA DO LEGISLATIVO 1043 - PROGRAMA ESCOLA DO LEGISLATIVO 100 - ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE GOIÁS O Programa Escola do Legislativo tem como objetivo principal oferecer suporte conceitual de natureza técnico-científica

Leia mais

PLANO DE TRABALHO 2008

PLANO DE TRABALHO 2008 PLANO DE TRABALHO 2008 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1.1. NOME DA ENTIDADE: Casa de Nazaré Centro de Apoio ao Menor 1.2. Endereço: Rua Coronel Timóteo nº 350 1.3. Bairro: Cristal 1.4. Região CORAS: 05 1.5.

Leia mais