1) Campanhas de Saúde

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1) Campanhas de Saúde"

Transcrição

1

2 1) Campanhas de Saúde A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo, cumprindo sua missão de prevenir e atenuar o sofrimento humano, promove ações voltadas à população vulnerável a fim de melhorar sua qualidade de vida, aumentar os níveis de saúde e bem-estar e apoiar o desenvolvimento social. As campanhas têm o objetivo de levar serviços efetivos à população, atendendo as comunidades que se encontram em situação de risco social e propondo serviços de cidadania e saúde ao maior número de pessoas, atuando em parceria com órgãos públicos, organizações não governamentais, igrejas, redes sociais e empresas. Confira abaixo as Campanhas de Saúde realizadas durante o mês de outubro: I Mutirão de Saúde e Cidadania do Rotary No dia 15 de outubro, a Cruz Vermelha de São Paulo participou do I Mutirão de Saúde e Cidadania do Rotary. O evento foi realizado no Parque do Ibirapuera e contou com a participação de 10 voluntários da instituição. Na ocasião, nossos voluntários realizaram 211 exames de glicemia e 222 aferições de pressão arterial, totalizando 433 atendimentos. Voluntários realizam testes de glicemia Voluntários aferem pressão dos participantes Dia do Mackenzie Voluntário Também no dia 15 de outubro, 16 voluntários estiveram na Cidade Tiradentes, Zona Leste de São Paulo, para participar do Dia Mackenzie Voluntário, promovido pela Universidade Mackenzie. No evento, 91 pessoas foram atendidas pela Cruz Vermelha de São Paulo, com testes de glicemia e aferição de pressão arterial. Na ocasião, os voluntários da equipe de Socorro e Desastre, André de Gerone e Flávia Teles, ministraram um curso de Noções Básicas em Primeiros Socorros para 20 pessoas. Voluntária afere pressão Capacitação básica em Primeiros Socorros

3 Dia Global na Comunidade No dia 22 de outubro, a Cruz Vermelha de São Paulo participou do Dia Global na Comunidade, realizado no Projeto Arrastão, em Campo Limpo Paulista, Zona Sul de São Paulo, em parceria com o Citibank. Durante o dia, 21 voluntários das áreas da saúde e estética alcançaram 651 atendimentos, sendo 195 aferições de pressão arterial, 255 testes de glicemia capilar e 200 procedimentos estéticos, como massagens de mãos e rostos. Voluntária afere pressão Foram oferecidas para a comunidade massagens de mãos e rosto Ação Social Parque Industrial A Cruz Vermelha de São Paulo participou, no dia 29 de outubro, da Ação Social Parque Industrial, em Embu-Guaçu, Zona Sul de São Paulo. Na ocasião, 20 voluntários realizaram 213 atendimentos, sendo 89 aferições de pressão arterial e 124 testes de glicemia. Devido à necessidade e dificuldade de locomoção, nossos voluntários também atenderam pessoas idosas e acamadas, indo até as suas residências. Voluntário realiza exames em senhora acamada Voluntária afere pressão arterial de moradora de Embu-Guaçu

4 2) Dia da Dignidade O Dia da Dignidade foi criado em 2006 pelo Príncipe Herdeiro Haakon, da Noruega, pelo professor Pekka Himanem, da Finlândia e o fundador, presidente e diretor da Operação Esperança, John Hope Bryant, dos Estados Unidos. O Dia da Dignidade é uma iniciativa independente, neutra e idealista, que busca promover a liderança para fomentar o diálogo global sobre a dignidade e para envolver os jovens na discussão sobre o significado e a importância desse ideal. No dia 20 de outubro, em vários países do mundo, reúnem-se jovens para discutir o tema e compartilhar histórias e vivências nas quais se sentiram dignos. No Brasil, a Cruz Vermelha de São Paulo realizou o Dia da Dignidade no Parque do Ibirapuera, no dia 15 de outubro. Na ocasião, propusemos a reflexão sobre esse conceito, por meio de voluntários e exposição de banners. Voluntários participantes do Dia da Dignidade 3) Doações a) Doações retiradas Nas épocas em que não ocorrem emergências, a Cruz Vermelha de São Paulo auxilia diversas creches, instituições e comunidades com doações de alimentos, itens de higiene pessoal e itens de limpeza. Esses locais são cadastrados e recebem visitas constantes da instituição. No mês de outubro, realizamos doações para os seguintes locais: Creche Imaculado Coração de Maria do Jardim Princesa: O complexo de creches Imaculado Coração de Maria do Jd. Princesa está localizado na Brasilândia, Zona Norte de São Paulo, e mantém 580 crianças da comunidade. No mês de outubro, a Cruz Vermelha de São Paulo colaborou com roupas, sapatos infantis e adultos. Lar do Idoso Recanto São Francisco: Lar que acolhe idosos acima de 65 anos, do sexo masculino. Está localizado em Santo Amaro, Zona Sul de São Paulo. No mês de outubro, doamos desodorantes e itens de higiene pessoal.

5 Luz para o Mundo: A associação distribui material e apóia moradores de rua na Fazenda da Juta, Zona Leste de São Paulo. Em outubro, doamos 62 caixas de roupas, 5 rolos de tecidos e 3 sacos de brinquedos. Associação Cultural e Comunitária Sorriso do Futuro: Associação em prol da comunidade de Vargem Grande, Parelheiros. Atende 185 famílias. No mês de outubro, doamos 16 caixas de roupas, 80 unidades de sabonetes, 10 caixas de desodorantes e kits da AVON. Exército de Salvação: O Exército de Salvação mantém abrigos, centros de educação infantil, oferece qualificação profissional entre outras ações sociais em diversos locais no mundo. Em outubro, doamos 31 caixas de roupas, 2 enxovais de bebês, 10 caixas de desodorantes e kits da AVON. Associação Campestre de São Paulo: A Associação alfabetiza adultos que vivem em Parelheiros, Zona Sul de São Paulo, e presta apoio assistencial com doações. No mês de outubro, doamos 11 caixas de roupas triadas, 6 caixas de desodorantes e kits da AVON. Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo (ITESP) José Gomes da Silva: O ITESP é responsável por planejar e executar as políticas agrárias e fundiárias do Estado de São Paulo e o reconhecimento das Comunidades de Quilombos. É vinculada à Secretaria de Estado da Justiça e da Defesa da Cidadania. No mês de outubro, doamos para que fossem encaminhados ao Vale do Ribeira, 960 unidades de desodorantes e kits da AVON. Comunidade Terapêutica Revida: Oferece apoio a moradores de rua, proporcionando moradia e reabilitação à vida social. No mês de outubro, doamos 20 caixas de roupas, 25 caixas de sapatos, 10 caixas de desodorantes e 960 kits de higiene da AVON. b) Mutirões de doações No dia 19 de outubro, a Cruz Vermelha de São Paulo recebeu duas turmas do curso de logística da ETEC Professor Horácio da Silveira. Na ocasião, o grupo assistiu a uma palestra sobre a instituição e, em seguida, preparou-se para um mutirão de organização das doações. Os alunos da ETEC, orientados pelo professor Moacir de Freitas Junior, tem o objetivo de auxiliar no aprimoramento dos processos internos de triagem da instituição, além de buscar contribuição para o próprio processo de aprendizagem. Alunos do curso de logística da ETEC participam de mutirão de doações Alunos do curso de logística da ETEC participam de mutirão de doações

6 4) Dia das Crianças A Cruz Vermelha de são Paulo comemorou o Dia das Crianças no complexo de creches Imaculado Coração de Maria do Jardim Princesa, localizado no Jardim Princesa, Zona Norte de São Paulo. O complexo atende 580 crianças carentes da região, sendo 80 excepcionais. Com a compra de brinquedos e ajuda de parceiros entregamos para as crianças 719 brinquedos, 574 livros e revistas RECREIO. Crianças da creche Criando Asas, do complexo Imaculado Coração de Maria do Jd. Princesa, recebem presentes Entrega de presentes em comemoração ao Dia das Crianças 5) Divulgação dos Princípios da Cruz Vermelha A Cruz Vermelha tem como um de seus objetivos a propagação de seus princípios e a divulgação de seu trabalho voluntário no Brasil. Além de palestras na área da saúde, o Voluntariado esclarece a população em geral sobre a importância da responsabilidade social e a necessidade de ajuda humanitária. No dia 03 de outubro, realizamos parte da integração institucional de novos alunos do Centro Formador da Cruz Vermelha. Na ocasião, 30 pessoas assistiram à palestra que conta sobre a história e a missão da instituição em que estão ingressando. No dia 07 de outubro, recebemos os alunos da ETEC Diadema para orientá-los com relação ao TCC em que estão trabalhando e que versará sobre Logística Humanitária. 6) Visitas institucionais A Cruz Vermelha de São Paulo desenvolve ações que causam transformações positivas nas comunidades carentes, visando auxiliar o poder público e transmitir conhecimentos úteis para a população, com a temática de saúde, cidadania e educação. Pensando em amenizar a falta dessas informações, a Cruz Vermelha de São Paulo realiza visitas a comunidades e instituições cadastradas, a fim de levantar suas principais necessidades e adequá-las às propostas da instituição, além de aperfeiçoar o seu trabalho buscando referências em instituições que são exemplo. No mês de outubro, realizamos as seguintes visitas:

7 Grupo de Escoteiros Ivoturucaia No dia 08 de outubro, a Cruz Vermelha de São Paulo visitou o Grupo de Escoteiros Ivoturucaia, localizado em Campo Limpo Paulista. Durante a visita, nos foram apresentadas a filosofia e a rotina de atividades do grupo, além de estabelecermos uma parceria para implantar o Clube 25 na cidade e a realização de mutirões de saúde. Ministério JEAME No dia 06 de outubro, visitamos o Ministério JEAME, organização que reintegra crianças e adolescentes em situação de risco social, especialmente as que vivem no Centro de São Paulo e internos da Fundação Casa. O objetivo da visita foi conhecer o local, as atividades e a demanda para elaboração de palestras de orientação, além de auxiliá-los com doações. Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado do Rio de Janeiro Presidente da filial carioca Sr. Luís Sampaio, gerente de projetos sociais de SP, Aline Rosa e diretora executiva da filial do RJ, Rosely Sampaio No dia 20 de outubro, estivemos presentes no evento de entrega da ambulância doada pelo Instituto Renault à Cruz Vermelha do Rio de Janeiro. Durante o dia, visitamos a filial carioca, trocamos informações sobre o trabalho desenvolvido em cada uma das filiais municipais fluminenses e prestigiamos o evento que marcou mais um importante passo de nossos companheiros do Rio de Janeiro.

8 7) Socorro e Desastre No dia 30 de outubro, a equipe de Socorro e Desastre da Cruz Vermelha de São Paulo participou de um evento da Paróquia Beata Rita Amada de Jesus em parceria com o Centro Social do Brooklin Paulista, com um público de 300 pessoas. A atividade dos 9 voluntários participantes foi realizar o atendimento pré-hospitalar durante o evento, caso necessário. Nenhuma ocorrência foi registrada. Voluntários da equipe de Socorro e Desastre preparados para o evento 8) Bazar Beneficente Nos dias 26 e 27 de outubro, a Cruz Vermelha de São Paulo realizou o Bazar Beneficente com o objetivo de obter fundos para manutenção dos projetos sociais da entidade. Com o auxílio da empresa Pernambucanas, foram expostas mais de 100 peças de roupas femininas, masculinas e infantis. O Bazar foi organizado pelos voluntários do grupo de triagem. 9) Gestão de Voluntários Seleção para equipe de Socorro e Desastre No dia 01 de outubro, a Cruz Vermelha de São Paulo realizou entrevistas com 30 candidatos interessados em ingressar na equipe de Socorro e Desastre. Tais entrevistas são feitas pela psicóloga e coordenadora de voluntários Bianca Centurione e pelo coordenador da equipe de Socorro e Desastre, Fábio Leança, e levam em conta o perfil do candidato, a disponibilidade, o quanto está disposto a privar-se de conforto em situações de catástrofe, o quanto respeita a hierarquia e conhece o trabalho desenvolvido pela instituição.

9 Treinamentos de Triagem Nos dias 15 e 17 de outubro, os voluntários da equipe de triagem realizaram um treinamento prático com os novos voluntários ingressantes na instituição. Entre os procedimentos ensinados estão o recebimento, a separação das doações, armazenamento e carregamentos. 10) Documentação Estrangeira No mês de outubro, a Cruz Vermelha de São Paulo realizou 20 atendimentos referentes ao reconhecimento de Documentação Escolar Estrangeira.

Imagem do incêndio na comunidade de Tribo e famílias recebendo doações da Cruz Vermelha de São Paulo

Imagem do incêndio na comunidade de Tribo e famílias recebendo doações da Cruz Vermelha de São Paulo 1) Socorro e Desastre Incêndio na Brasilândia No dia 26 de setembro, a comunidade conhecida como Tribo, localizada na Brasilândia, Zona Norte de São Paulo, sofreu com um incêndio ocasionado por uma explosão

Leia mais

1) Campanha do Agasalho

1) Campanha do Agasalho 1) Campanha do Agasalho A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo realiza a Campanha do Agasalho para ajudar comunidades carentes a enfrentar o inverno. Neste ano, além da arrecadação e

Leia mais

1) Projeto Mais Saúde - Mutirões de Saúde

1) Projeto Mais Saúde - Mutirões de Saúde 1) Projeto Mais Saúde - Mutirões de Saúde A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo, cumprindo sua missão de prevenir e atenuar o sofrimento humano, promove ações voltadas à população vulnerável

Leia mais

1) Socorro e Desastre Itaóca

1) Socorro e Desastre Itaóca 1) Socorro e Desastre Itaóca A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo deslocou um grupo de voluntários para prestar ajuda aos moradores da cidade de Itaóca, localizada no interior do estado,

Leia mais

1 Campanha do Agasalho

1 Campanha do Agasalho 1 Campanha do Agasalho A Cruz Vermelha de São Paulo encerrou, no dia 31 de julho, a Campanha do Agasalho 2011, que beneficiou quatro comunidades de São Paulo: Vila Brasilândia, Jardim Pantanal, Parelheiros

Leia mais

1)Campanha Pré-Calamidade

1)Campanha Pré-Calamidade 1)Campanha Pré-Calamidade A Cruz Vermelha de São Paulo, no cumprimento de sua missão de ajuda humanitária e de auxiliar as comunidades carentes, que sofrem com as enchentes e desabamentos provocados pelas

Leia mais

1) Campanha do Agasalho 2013

1) Campanha do Agasalho 2013 1) Campanha do Agasalho 2013 Todo ano a Cruz Vermelha de São Paulo realiza a Campanha do Agasalho para ajudar comunidades carentes a enfrentar o frio do inverno em nossa região. Em 2013, os locais beneficiados

Leia mais

http://g1.globo.com/videos/sao-paulo/sptv-1edicao/t/edicoes/v/campanha-da-cruzvermelha-de-sp-beneficia-comunidades-carentes/2537201/

http://g1.globo.com/videos/sao-paulo/sptv-1edicao/t/edicoes/v/campanha-da-cruzvermelha-de-sp-beneficia-comunidades-carentes/2537201/ 1) Campanha do Agasalho 2013 Todo ano a Cruz Vermelha de São Paulo realiza a Campanha do Agasalho para ajudar comunidades carentes a enfrentar o frio do inverno em nossa região. Em 2013, os locais beneficiados

Leia mais

1) Mutirão de Dermatologia

1) Mutirão de Dermatologia 1) Mutirão de Dermatologia A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo, em parceria com o ISMD - Instituto Superior de Medicina e Dermatologia, realizou a 2 edição do Mutirão de Consultas

Leia mais

1)Campanha Pré-Calamidade

1)Campanha Pré-Calamidade 1)Campanha Pré-Calamidade A Cruz Vermelha de São Paulo, no cumprimento de sua missão de ajuda humanitária e de auxiliar as comunidades carentes, que sofrem com as enchentes e desabamentos provocados pelas

Leia mais

1) Campanhas de Saúde

1) Campanhas de Saúde 1) Campanhas de Saúde A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo, cumprindo sua missão de prevenir e atenuar o sofrimento humano, promove ações voltadas à população vulnerável a fim de melhorar

Leia mais

1) Socorro e Desastre Taquarituba

1) Socorro e Desastre Taquarituba 1) Socorro e Desastre Taquarituba Em 22 de setembro, um tornado atingiu a cidade de Taquarituba (328 km a oeste de São Paulo) e destruiu quase completamente o centro da cidade e outros dois bairros - Jardim

Leia mais

1) Campanha do Agasalho

1) Campanha do Agasalho Junho 2014 1) Campanha do Agasalho Todo ano a Cruz Vermelha de São Paulo realiza a Campanha do Agasalho para ajudar comunidades carentes a enfrentar o frio do inverno em nossa região. Em 2014, os locais

Leia mais

Relatório CVBSP. de Atividades. Março/2015

Relatório CVBSP. de Atividades. Março/2015 Março/2015 CVBSP Relatório de Atividades Índice. Resultados Gerais 03. Socorro e Desastre 04. Primeiros Socorros 05. Promoção à Saúde 06. Programas Comunitários 07. Comunicação 09. Juventude 09. Filiais

Leia mais

1)Campanha Pré-Calamidade

1)Campanha Pré-Calamidade 1)Campanha Pré-Calamidade A Cruz Vermelha de São Paulo, no cumprimento de sua missão de ajuda humanitária e de auxiliar as comunidades carentes, que sofrem com as enchentes e desabamentos provocados pelas

Leia mais

1) Natal Mágico Cruz Vermelha

1) Natal Mágico Cruz Vermelha 1) Natal Mágico Cruz Vermelha O Natal Mágico Cruz Vermelha proporcionou momentos os de diversão e alegria a 600 crianças carentes/excepcionais de oito instituições, orfanatos, comunidades e creches de

Leia mais

1) Simulado Exército Brasileiro

1) Simulado Exército Brasileiro 1) Simulado Exército Brasileiro A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo participou pelo segundo ano consecutivo, dos dias 23 ao dia 27 de novembro, do Exercício Agulhas Negras Operação

Leia mais

1) Dia Mundial da Cruz Vermelha

1) Dia Mundial da Cruz Vermelha 1) Dia Mundial da Cruz Vermelha No dia 08 de maio comemora-se o Dia Mundial da Cruz Vermelha, que marca o aniversário de seu fundador, Henry Dunant. O Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente

Leia mais

1) Jornada Mundial da Juventude

1) Jornada Mundial da Juventude 1) Jornada Mundial da Juventude A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo participou da Jornada Mundial da Juventude, maior evento internacional da Igreja Católica. Este ano, o Rio de Janeiro

Leia mais

1) Mutirões em Comemoração ao Centenário da Cruz Vermelha de São Paulo

1) Mutirões em Comemoração ao Centenário da Cruz Vermelha de São Paulo 1) Mutirões em Comemoração ao Centenário da Cruz Vermelha de São Paulo Em comemoração aos seus 100 anos, a Cruz Vermelha de São Paulo realizou mutirões em parques e escolas, em parceria com o Instituto

Leia mais

1) Socorro e Desastre

1) Socorro e Desastre Abril 2014 1) Socorro e Desastre Rondônia A Cruz Vermelha Brasileira organizou a Operação Rio Madeira com o objetivo de prestar apoio e capacitação para população afetada pelas chuvas em Porto Velho, Rondônia.

Leia mais

1) Socorro e Desastre

1) Socorro e Desastre Maio 2014 1) Socorro e Desastre Missão Paz Uma equipe composta de 40 voluntários esteve, nos dias 03 e 04 de maio, na Missão Paz, no Glicério, Região Central da cidade, a fim de ajudar na organização e

Leia mais

1 Socorro e Desastre. Associação Cultural e Assistencial da Liberdade

1 Socorro e Desastre. Associação Cultural e Assistencial da Liberdade 1 Socorro e Desastre No dia 11 março de 2011, um terremoto seguido de tsunami atingiu o Japão, deixando 147 mil pessoas desabrigadas, mais de 10 mil mortas e 15 mil desaparecidas. As províncias mais afetadas

Leia mais

1) 7 de Setembro. Voluntários participam do desfile de 7 de Setembro, representando a Cruz Vermelha

1) 7 de Setembro. Voluntários participam do desfile de 7 de Setembro, representando a Cruz Vermelha Setembro 2014 1) 7 de Setembro A Cruz Vermelha de São Paulo esteve presente no Desfile Cívico-Militar que aconteceu no Sambódromo do Anhembi, no dia 7 de setembro, em comemoração aos 192 anos da independência

Leia mais

Relatório CVBSP. de Atividades. Jan Fev/2015

Relatório CVBSP. de Atividades. Jan Fev/2015 Jan Fev/2015 CVBSP Relatório de Atividades Índice. Resultados Gerais 03. Socorro e Desastre 04. Primeiros Socorros 05. Promoção à Saúde 06. Programas Comunitários 07. Juventude 09. Voluntariado 09. Expediente

Leia mais

1) Simulado Exército Brasileiro

1) Simulado Exército Brasileiro 1) Simulado Exército Brasileiro A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo participou, dos dias 01 a 04 de novembro, do Exercício Agulhas Negras Operação Paraibuna, organizado pela 2 Divisão

Leia mais

1) Campanha do Agasalho 2014

1) Campanha do Agasalho 2014 Março 2014 1) Campanha do Agasalho 2014 Todo ano a Cruz Vermelha de São Paulo realiza a Campanha do Agasalho para ajudar comunidades carentes a enfrentar o frio do inverno em nossa região. Em 2014, os

Leia mais

Relatório CVBSP. de Atividades. Abril/2015

Relatório CVBSP. de Atividades. Abril/2015 Abril/2015 CVBSP Relatório de Atividades Índice. Resultados Gerais 03. Socorro e Desastre 04. Primeiros Socorros 05. Promoção à Saúde 06. Programas Comunitários 07. Comunicação 10. Juventude 10. Filiais

Leia mais

1) Socorro e Desastre

1) Socorro e Desastre 1) Socorro e Desastre Cubatão A forte chuva que assolou o município de Cubatão, em São Paulo, nos meses de fevereiro e março deixou cerca de 200 pessoas desabrigadas. A Cruz Vermelha de São Paulo, buscando

Leia mais

1 Socorro e Desastre Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo Doador

1 Socorro e Desastre Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo Doador 1 Socorro e Desastre No dia 11 março de 2011, um terremoto seguido de tsunami atingiu o Japão, deixando 147 mil pessoas desabrigadas, mais de 10 mil mortas e 15 mil desaparecidas. As províncias mais afetadas

Leia mais

1) Socorro e Desastre

1) Socorro e Desastre 1) Socorro e Desastre Carnaval Cerquilho Entre os dias 08 e 12 de fevereiro, durante as comemorações do Carnaval na cidade de Cerquilho, 21 voluntários realizaram 30 atendimentos pré-hospitalares em casos

Leia mais

1) Campanha do Agasalho 2014

1) Campanha do Agasalho 2014 Fevereiro 2014 1) Campanha do Agasalho 2014 Todo ano a Cruz Vermelha de São Paulo realiza a Campanha do Agasalho para ajudar comunidades carentes a enfrentar o frio do inverno em nossa região. Em 2014,

Leia mais

1) Natal Mágico Cruz Vermelha

1) Natal Mágico Cruz Vermelha 1) Natal Mágico Cruz Vermelha O Natal Mágico Cruz Vermelha proporcionou momentos de diversão e alegria a 400 crianças carentes/excepcionais de diversas instituições, orfanatos, comunidades e creches de

Leia mais

Relatório CVBSP. de Atividades JUN/2015. Foto: Tiago Santos

Relatório CVBSP. de Atividades JUN/2015. Foto: Tiago Santos JUN/2015 CVBSP Relatório de Atividades Foto: Tiago Santos Índice. Resultados Gerais 03. Socorro e Desastre 04. Primeiros Socorros 05. Promoção à Saúde 06. Programas Comunitários 08. Comunicação 10. Juventude

Leia mais

O Projeto Projeto Social COM PORÇÕES DE BE

O Projeto Projeto Social COM PORÇÕES DE BE O Projeto Social COM PORÇÕES DE BEM Princípios A transformação do assistido em assistente. O foco na família. O respeito às diretrizes governamentais de assistência social. E i i é d i l t d Ensinar a

Leia mais

Histórico Rede Evangélica Nacional de Ação Social (RENAS) agosto de 2010 no Recife Transformando a sociedade a partir da igreja local

Histórico Rede Evangélica Nacional de Ação Social (RENAS) agosto de 2010 no Recife Transformando a sociedade a partir da igreja local Histórico Esta campanha tem sua origem no contexto do V Encontro Nacional da Rede Evangélica Nacional de Ação Social (RENAS) em agosto de 2010 no Recife PE. Nessa ocasião, o enfoque do evento foi: Transformando

Leia mais

visitas às instituições sociais. Os colaboradores voluntários também foram consultados, por meio da aplicação de um questionário.

visitas às instituições sociais. Os colaboradores voluntários também foram consultados, por meio da aplicação de um questionário. 1. Apresentação O Voluntariado Empresarial é um dos canais de relacionamento de uma empresa com a comunidade que, por meio da atitude solidária e proativa de empresários e colaboradores, gera benefícios

Leia mais

THALITA KUM PROJETO - CUIDANDO COM HUMANIDADE DOS ACAMADOS E DE SEUS CUIDADORES.

THALITA KUM PROJETO - CUIDANDO COM HUMANIDADE DOS ACAMADOS E DE SEUS CUIDADORES. THALITA KUM PROJETO - CUIDANDO COM HUMANIDADE DOS ACAMADOS E DE SEUS CUIDADORES. ANA LUCIA MESQUITA DUMONT; Elisa Nunes Figueiredo. Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte SMSA-BH (Atenção Básica)

Leia mais

Objetivos propostos:

Objetivos propostos: ABEU Colégios e UNIABEU ABEU Solidário Doar é mais que dar! Por:Orientação Educacional 2011 Objetivos propostos: Estimular a percepção da empatia; Favorecer a prática de atitudes que resgatem o valor da

Leia mais

Igreja Adventista do 7º Dia - Central de Vitória Av. Carlos Moreira Lima, 1200 Ilha de Monte Belo CEP 29.050-650 Vitória, ES, Brasil Tel.

Igreja Adventista do 7º Dia - Central de Vitória Av. Carlos Moreira Lima, 1200 Ilha de Monte Belo CEP 29.050-650 Vitória, ES, Brasil Tel. Projeto de Acompanhamento de famílias Consiste no acompanhamento de famílias em situação de vulnerabilidade social e realização de ações visando auxiliar a família a melhorar sua qualidade de vida e aumentar

Leia mais

Instituições de Longa Permanência: Desafios e Modelos Possíveis. Neuma Nogueira Coordenadora do Grupo Vida - Brasil

Instituições de Longa Permanência: Desafios e Modelos Possíveis. Neuma Nogueira Coordenadora do Grupo Vida - Brasil Instituições de Longa Permanência: Desafios e Modelos Possíveis Neuma Nogueira Coordenadora do Grupo Vida - Brasil Há 17 anos promovendo os direitos dos idosos com qualidade de vida. Nossa História O Grupo

Leia mais

AMORMITEX - 12 ANOS www.amormitex.com.br

AMORMITEX - 12 ANOS www.amormitex.com.br Não há nada melhor no mundo do que auxiliar o próximo. O AMORMITEX é um trabalho sem fins lucrativos que surgiu em 1998, pela união de alguns voluntários que tinham o mesmo ideal: distribuir AMOR aos menos

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES

PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES Projeto de Lei n 340/99 464 LEI N 4.864 DE 12 DE MARÇO DE 1999 Dispõe sobre a Política Municipal do Idoso, e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES; FAÇO SABER QUE A CÂMARA MUNICIPAL

Leia mais

VIII Jornada de Estágio de Serviço Social. A PRÁTICA DO SERVIÇO SOCIAL NA ASSOCIAÇÃO MINISTÉRIO MELHOR VIVER- AMMV

VIII Jornada de Estágio de Serviço Social. A PRÁTICA DO SERVIÇO SOCIAL NA ASSOCIAÇÃO MINISTÉRIO MELHOR VIVER- AMMV A PRÁTICA DO SERVIÇO SOCIAL NA ASSOCIAÇÃO MINISTÉRIO MELHOR VIVER- AMMV SILVA, D. Pollyane¹ MORO, M. Silvana ² SOUSA, G. Cristiane³ Resumo Este trabalho tem o intuito de descrever a Prática Profissional

Leia mais

UNIFEMM SOLIDÁRIO 2015 Um trabalho de Equipes

UNIFEMM SOLIDÁRIO 2015 Um trabalho de Equipes UNIFEMM SOLIDÁRIO 2015 Um trabalho de Equipes 1 INTRODUÇÃO O Projeto UNIFEMM Solidário surgiu no ano de 2013 da vontade dos alunos do 10º período de Direito em querer deixar sua marca no Centro Universitário.

Leia mais

Relatório de Ações 2012-2013. Socioambientais

Relatório de Ações 2012-2013. Socioambientais Relatório de Ações 2012-2013 Socioambientais O compromisso com o investimento em ações sociais foi sempre uma prática do Grupo 7COMm e de seus colaboradores. Com a expansão de suas atividades e a modernização

Leia mais

1. HISTÓRICO, FORMA E ÁREA DA EMPRESA QUE O CONDUZ 2. OBJETIVOS YÁZIGI INTERNEXUS

1. HISTÓRICO, FORMA E ÁREA DA EMPRESA QUE O CONDUZ 2. OBJETIVOS YÁZIGI INTERNEXUS YÁZIGI INTERNEXUS 1. HISTÓRICO, FORMA E ÁREA DA EMPRESA QUE O CONDUZ Com o desenvolvimento do Projeto Cidadãos do Mundo- Inglês para a Comunidade, o Yázigi Internexus entende que a aprendizagem de um novo

Leia mais

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto?

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto? Projetos Sociais da Faculdade Campo Real A promoção da cidadania é qualidade de toda instituição de ensino consciente de sua relevância e capacidade de atuação social. Considerando a importância da Faculdade

Leia mais

Nunca duvide que um pequeno grupo de pessoas conscientes e engajadas possa mudar o mundo. De fato, sempre foi assim que o mundo mudou.

Nunca duvide que um pequeno grupo de pessoas conscientes e engajadas possa mudar o mundo. De fato, sempre foi assim que o mundo mudou. Brasília 201 4 1 Nunca duvide que um pequeno grupo de pessoas conscientes e engajadas possa mudar o mundo. De fato, sempre foi assim que o mundo mudou. Margaret Mead 2 O que é a F4TP? O INSTITUTO FIGHT

Leia mais

Veículo: Site Pauta Social Data: 11/12/2009

Veículo: Site Pauta Social Data: 11/12/2009 Veículo: Site Pauta Social Data: 11/12/2009 Seção: Pautas Pág.: www.pautasocial.com.br Assunto: Ação Social 11/12/2009 SABIN FAZ ATENDIMENTO MÉDICO DE GRAÇA EM BRASÍLIA Laboratório participa de ações sociais

Leia mais

Lions Clube Centro-São José dos Campos

Lions Clube Centro-São José dos Campos Lions Clube Centro-São José dos Campos Projeto Transformação BRASIL Transformação é um projeto que visa ampliar as oportunidades educativas, investindo no desenvolvimento do potencial de cada criança e

Leia mais

Programa Viver é Melhor. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente)

Programa Viver é Melhor. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Programa Viver é Melhor Mostra Local de: Londrina Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Legião da Boa Vontade (LBV) Cidade: Londrina/PR

Leia mais

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE)

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) É o chamado do Ministério da Educação (MEC) à sociedade para o trabalho voluntário de mobilização das famílias e da comunidade pela melhoria da

Leia mais

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013 Relatório Despertar 2013 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

PROJETO PARCERIAS SAÚDE E SOCIEDADE

PROJETO PARCERIAS SAÚDE E SOCIEDADE PROJETO PARCERIAS SAÚDE E SOCIEDADE Sub-Projeto: Redes de Apoio aos Usuários e Familiares do HMIPV Introdução: O Hospital Materno Infantil Presidente Vargas é um hospital público Municipal que atende mulheres

Leia mais

INSTITUCIONAL PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES

INSTITUCIONAL PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES ANEXO I ROTEIRO PARA INSPEÇÃO PERÍODICA 1 DOS SERVIÇOS DE ACOLHIMENTO Data: / / INSTITUCIONAL PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES Modalidade: ( ) Acolhimento Institucional ( ) Casa Lar 1 - DADOS GERAIS 1.1. Nome

Leia mais

1. ESAG Escola Superior de Administração e Gerencia

1. ESAG Escola Superior de Administração e Gerencia FLORIANÓPOLIS 2007 1. ESAG Escola Superior de Administração e Gerencia A Escola Superior de Administração e Gerência - ESAG, que pertence à Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC, é a mais conceituada

Leia mais

Total 600 pessoas. 1) Mutirão de Aniversário

Total 600 pessoas. 1) Mutirão de Aniversário 1) Mutirão de Aniversário A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo, com o objetivo de comemorar seu aniversário de 101 anos, realizou um Mutirão de Saúde e Cidadania no Parque do Carmo,

Leia mais

Histórico da organização

Histórico da organização Fevereiro, 2014 Histórico da organização Fundação da Cyrela em São Paulo Início do Programa de alfabetização Construindo Pessoas Abertura de capital. Passa a se chamar Cyrela Brazil Realty S.A. Início

Leia mais

Ano: 3 Edição: 20 Novembro / Dezembro 2010

Ano: 3 Edição: 20 Novembro / Dezembro 2010 2 Enfoque JB Ano: 3 Edição: 20 Novembro / Dezembro 2010 A festa de confraternização foi realmente um sucesso! E este ano a comemoração foi no restaurante Entre Amigos no dia 13/12, pois contou com uma

Leia mais

Asilo São Vicente de Paulo

Asilo São Vicente de Paulo Asilo São Vicente de Paulo O Asilo São Vicente de Paulo promove a qualidade de vida e o resgate à dignidade da pessoa idosa. Atualmente é responsável pela garantia dos direitos fundamentais de 150 idosas.

Leia mais

Associação dos Lojistas de Decoração do ABC

Associação dos Lojistas de Decoração do ABC Associação dos Lojistas de Decoração do ABC Projeto Social: Desde 2005, o Polo Design Center, realiza projetos de revitalização nas estruturas físicas de Instituições Assistenciais da região do ABC paulista.

Leia mais

Núcleo Rotary de Desenvolvimento Comunitário NRDC Bairro Guaíra Três de Maio RS

Núcleo Rotary de Desenvolvimento Comunitário NRDC Bairro Guaíra Três de Maio RS I - ABERTURA GERAL Três de Maio, próspero município, com 24 mil habitantes, predominantemente descendentes de alemães, italianos e poloneses, na região noroeste do Rio Grande do Sul, foi emancipado em

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE. CAPÍTULO I Da Finalidade. CAPÍTULO II Dos Princípios, Objetivos e Metas Seção I Dos Princípios

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE. CAPÍTULO I Da Finalidade. CAPÍTULO II Dos Princípios, Objetivos e Metas Seção I Dos Princípios LEI N. 1.343, DE 21 DE JULHO DE 2000 Institui a Política Estadual do Idoso - PEI e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE seguinte Lei: FAÇO SABER que a Assembléia Legislativa do Estado

Leia mais

Relatório Consolidado Indicadores Quantitativos. Programa de Fortalecimento Institucional, Participação e Controle Social Barro Alto - GO

Relatório Consolidado Indicadores Quantitativos. Programa de Fortalecimento Institucional, Participação e Controle Social Barro Alto - GO Relatório Consolidado Indicadores Quantitativos Programa de Fortalecimento Institucional, Participação e Controle Social Barro Alto - GO Relatório Consolidado Programa de Fortalecimento e Barro Alto -

Leia mais

BOAS PRÁTICAS NO MUNICÍPIO DE LIMEIRA

BOAS PRÁTICAS NO MUNICÍPIO DE LIMEIRA Prefeitura Municipal de Limeira Programa Cidades Sustentáveis BOAS PRÁTICAS BOAS PRÁTICAS NO MUNICÍPIO DE LIMEIRA SECRETARIA MUNICIPAL: Centro de Promoção Municipal de Limeira CEPROSOM NOME DO PROJETO:

Leia mais

Realização, Apoio e Colaboração: Sociedade Santos Mártires JARDIM ÂNGELA

Realização, Apoio e Colaboração: Sociedade Santos Mártires JARDIM ÂNGELA TÍTULO: UNIDADE COMUNITÁRIA DE ÁLCOOL E DROGAS JARDIM ÂNGELA NOVEMBRO 2002 AUTORES: Sérgio Luís Ferreira - Psicólogo Ronaldo Laranjeira INSTITUIÇÃO:Escola Paulista de Medicina UNIFESP Área Temática: Saúde

Leia mais

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de:

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de: Relatório Despertar 2014 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DA FACULDADE DE MANTENA 2010-2014

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DA FACULDADE DE MANTENA 2010-2014 RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DA FACULDADE DE MANTENA 2010-2014 Mantena-MG INTRODUÇÃO A Faculdade de Mantena FAMA - é um estabelecimento particular de ensino superior, que visa a atender

Leia mais

Alcance Social. Kerigma Social. Assistência Social

Alcance Social. Kerigma Social. Assistência Social IBC FBC Kerigma Jr Bazar Atendimento Médico Alcance Social Celebrando a Restauração Assistência Social Kerigma Social Apoio a ações IBC Ecovidas Comunidade Santa Fé MISSÃO IBC Amar a Deus sobre todas as

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 Instituto Lojas Renner Instituto Lojas Renner Promover a inserção de mulheres no mercado de trabalho por meio de projetos de geração de renda é o objetivo do Instituto Lojas

Leia mais

Prefeitura Municipal de Nova Mutum

Prefeitura Municipal de Nova Mutum LEI Nº 1.854, DE 20 DE ABRIL DE 2015. Dispõe sobre a Política Municipal dos Direito da Pessoa Idosa e cria o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa e dá outras providências. O Sr. Leandro Félix

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL

PROGRAMAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL PROFIS SOCIEDADE DE PROMOÇÃO SOCIAL DO FISSURADO LÁBIO PALATAL PROGRAMAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL BAURU - 2012 1- Identificação Instituição Responsável: PROFIS Sociedade de Promoção Social do Fissurado Lábio

Leia mais

CANDIDATOS DA MICRORREGIÃO 1

CANDIDATOS DA MICRORREGIÃO 1 CANDIDATOS DA MICRORREGIÃO 1 Nome de urna: Ana Reni Número: 1442 - Conselheira tutelar gestão 1995/ 1998 e 2008/2011 - Educadora social, com formação FUNDAR,( Fundação Darci Ribeiro) - Promotora Legal

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DAS AÇÕES DO PVCC

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DAS AÇÕES DO PVCC ESTADO: GOIÁS COORDENADOR: HENRIQUE RICARDO BATISTA PERÍODO DO RELATÓRIO: Ano de 20 RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DAS AÇÕES DO PVCC ATIVIDADE DATA N o DE HORAS LOCAL (Município) OBJETIVO N o PART RESULTADO/

Leia mais

Apoio: BIT Company Franchising Rua Fidêncio Ramos, 223 conj. 131 13º andar Vila Olimpia

Apoio: BIT Company Franchising Rua Fidêncio Ramos, 223 conj. 131 13º andar Vila Olimpia Nome da empresa: BIT Company Data de fundação: Julho de 1993 Número de funcionários: 49 funcionários Localização (cidade e estado em que estão sede e franquias): Sede em São Paulo, com franquias em todo

Leia mais

Grupo Humana Alimentar

Grupo Humana Alimentar ONG +VIDA Você também pode ajudar Nos seus cinco anos de existência, várias conquistas foram possíveis. No entanto, esta organização não governamental precisa constantemente do auxílio da comunidade. Uma

Leia mais

ANALISE AS RESPOSTAS DA PESQUISA COMPARTILHE OS RESULTADOS COM OS SÓCIOS DO SEU CLUBE E OUTROS COMPANHEIROS LEÕES

ANALISE AS RESPOSTAS DA PESQUISA COMPARTILHE OS RESULTADOS COM OS SÓCIOS DO SEU CLUBE E OUTROS COMPANHEIROS LEÕES Serviços Leonísticos para Crianças Avaliação das necessidades da comunidade Os dados estatísticos atuais revelam que milhões de crianças em todas as partes do mundo sofrem de pobreza, doenças, deficiências

Leia mais

Conselho Estadual do Idoso de Minas Gerais

Conselho Estadual do Idoso de Minas Gerais Conselho Estadual do Idoso de Minas Gerais O Conselho Estadual do Idoso - CEI - foi criado pela Lei nº 13.176 de 20 de janeiro de 1999, como um órgão deliberativo e controlador das políticas e das ações

Leia mais

Árvore Solidária. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente)

Árvore Solidária. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Árvore Solidária Mostra Local de: Maringá Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Cooperativa Sicredi União PR/SP Cidade: O projeto

Leia mais

MOC 10. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO DE ATIVIDADES - COMUNIDADE NOSSA SENHORA APARECIDA

MOC 10. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO DE ATIVIDADES - COMUNIDADE NOSSA SENHORA APARECIDA 10. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO DE ATIVIDADES - COMUNIDADE NOSSA SENHORA APARECIDA EIXO Macroação ATIVIDADES Compor a equipe técnica com experiências no trabalho de desenvolvimento de comunidade. Identificar

Leia mais

Ação Social Cooperada

Ação Social Cooperada Ação Social Cooperada Relatório de Atividades 2012 Cooperativismo em benefício de todos Cooperar é colaborar, é pensar e atuar coletivamente em benefício do todo. Como princípio do cooperativismo, a educação

Leia mais

MEDICINA DO TRABALHO INVESTIMENTO OU DESPESA?

MEDICINA DO TRABALHO INVESTIMENTO OU DESPESA? Slide Master MEDICINA DO TRABALHO INVESTIMENTO OU DESPESA? Dr. Cláudio M. da C. Barreto Tel. (21)99588.7203 Consultor em Medicina e Segurança do Trabalho Médico do Trabalho E-mail: claudiomcbarreto@gmail.com

Leia mais

PROJETO LEITURA INTERATIVA

PROJETO LEITURA INTERATIVA PROJETOS COMPLEMENTARES PROJETO LEITURA INTERATIVA Atividade planejada e permanente com os usuários, em grupos, que visa introduzir em sua vida a leitura diária de jornais, livros e revistas e atualização

Leia mais

Conectando Instituições para promover a Biblioteca e a Leitura. Pierre André Ruprecht SP LEITURAS

Conectando Instituições para promover a Biblioteca e a Leitura. Pierre André Ruprecht SP LEITURAS Conectando Instituições para promover a Biblioteca e a Leitura Pierre André Ruprecht SP LEITURAS Um pouco de história... Criação Biblioteca de São Paulo (BSP) 2010 - Revitalização do SisEB - expressar

Leia mais

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE NAZARÉ. PROJETO: ALBERGUE DONA MARIA PIEDADE.

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE NAZARÉ. PROJETO: ALBERGUE DONA MARIA PIEDADE. PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE NAZARÉ. PROJETO: ALBERGUE DONA MARIA PIEDADE. Manacapuru/Am. Jan/2008. PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE NAZARÉ. PROJETO: ALBERGUE DONA MARIA PIEDADE. Projeto Social: ALBERGUE DONA MARIA

Leia mais

RESPONSÁVEIS RELAÇÕES

RESPONSÁVEIS RELAÇÕES Para a Patrus Transportes, atuar de forma responsável significa valorizar as pessoas. Essa relação começa no ambiente interno e se estende a todos os stakeholders da empresa, como clientes, fornecedores,

Leia mais

experiência inovadora como contribuição da sociedade civil: Reintegração Familiar de Crianças e Adolescentes em Situação de Rua.

experiência inovadora como contribuição da sociedade civil: Reintegração Familiar de Crianças e Adolescentes em Situação de Rua. Título da experiência: Políticas públicas de apoio à população de rua Uma experiência inovadora como contribuição da sociedade civil: Reintegração Familiar de Crianças e Adolescentes em Situação de Rua.

Leia mais

Sumário Executivo. Pesquisa Quantitativa de Avaliação do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil PETI

Sumário Executivo. Pesquisa Quantitativa de Avaliação do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil PETI Sumário Executivo Pesquisa Quantitativa de Avaliação do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil PETI Fundação Euclides da Cunha FEC/Data UFF Secretaria de Avaliação e Gestão da Informação Ministério

Leia mais

Trote Solidário INTRODUÇÃO

Trote Solidário INTRODUÇÃO 1 Trote Solidário Ana Claudia Muniz Douglas Ramos Teixeira Maria Marlene Antunes de Oliveira Marina de Fátima Batista Renata Chenchi 1 Maria Eliza Zandarim 2 Sumário: Introdução. 1. O Que é Trote Solidário.

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Resgate da Cidadania: uma questão de direito

Mostra de Projetos 2011. Resgate da Cidadania: uma questão de direito Mostra de Projetos 2011 Resgate da Cidadania: uma questão de direito Mostra Local de: Londrina. Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: (Campo

Leia mais

CADI EM FOCO. Criança é coisa. séria!!!! Informativo trimestral

CADI EM FOCO. Criança é coisa. séria!!!! Informativo trimestral CADI EM FOCO Criança é coisa Informativo trimestral séria!!!! CADI-PALHOÇA Abr/Mai/Jun 2013 ABRIL PÁSCOA NÃO É COELHINHO!!!! Marcando o início do mês de abril, o CADI em Parceria com a UNIMED Grande Florianópolis

Leia mais

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS 1 DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E OBJETIVO DO MOVIMENTO 2 Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL DA UNIPAMPA CAMPUS DOM PEDRITO

RESPONSABILIDADE SOCIAL DA UNIPAMPA CAMPUS DOM PEDRITO RESPONSABILIDADE SOCIAL DA UNIPAMPA CAMPUS DOM PEDRITO Moreira; Guilherme 1 ; Mainardi; Caroline 23 Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA) ¹Acadêmico(a) do Curso de Zootecnia da UNIPAMPA Campus Dom Pedrito-RS

Leia mais

Conheça as propostas formuladas nos eventos preparatórios em todo o estado de SP

Conheça as propostas formuladas nos eventos preparatórios em todo o estado de SP Proposta: Propor mudanças nas leis que regem a publicação, desenvolvimento e divulgação dos testes no Brasil, de forma que se padronizem e ofereçam subsídios do alcance e limites dos testes. Proposta:

Leia mais

IESB EM AÇÃO. Projeto IESB nas Escolas. Programa de Responsabilidade Social do IESB Cátedra Unesco

IESB EM AÇÃO. Projeto IESB nas Escolas. Programa de Responsabilidade Social do IESB Cátedra Unesco IESB EM AÇÃO Programa de Responsabilidade Social do IESB Cátedra Unesco PROJETO IESB NAS ESCOLAS O Projeto IESB nas Escolas tem como objetivo levar o estudante do IESB para aplicar na prática seus conhecimentos

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL Das Atribuições dos Profissionais dos Recursos Humanos Atribuições comuns a todos os profissionais que integram a equipe: Conhecer a realidade das famílias pelas

Leia mais

Implantação de Rede de Identificação e Localização de Crianças e Adolescentes Desaparecidos

Implantação de Rede de Identificação e Localização de Crianças e Adolescentes Desaparecidos Programa úmero de Ações 12 0153 Promoção e Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente Objetivo Indicador(es) Promover a ampla defesa jurídico-social de crianças e adolescentes Taxa de Municípios com

Leia mais

Política Municipal para a População em Situação de Rua em Belo Horizonte

Política Municipal para a População em Situação de Rua em Belo Horizonte Política Municipal para a População em Situação de Rua em Belo Horizonte Elizabeth Leitão Secretária Municipal Adjunta de Assistência Social Prefeitura Municipal de Belo Horizonte Março de 2012 Conceito

Leia mais

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSUNTOS JURÍDICOS

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSUNTOS JURÍDICOS LEI Nº 2.073, DE 30 DE JULHO DE 2014. **Altera a Lei Ordinária nº 2.021, de 8 de Janeiro de 2014. Altera a Lei 2.021, de 08 de janeiro de 2014, que dispõe sobre o Plano Plurianual PPA 2014-2017, na forma

Leia mais