ORIGENS DO SER HUMANO E POVOS ÁGRAFOS: descobrindo mais sobre nós mesmos. Prof. Renata Fernandes Maia de Andrade

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ORIGENS DO SER HUMANO E POVOS ÁGRAFOS: descobrindo mais sobre nós mesmos. Prof. Renata Fernandes Maia de Andrade"

Transcrição

1 ORIGENS DO SER HUMANO E POVOS ÁGRAFOS: descobrindo mais sobre nós mesmos. Prof. Renata Fernandes Maia de Andrade

2 ORIGENS DO SER HUMANO 2

3 Evolucionismo Criacionismo Desenvolvida principalmente por Charles Darwin, a teoria do Evolucionismo afirma que a sobrevivência das espécies está relacionada com sua seleção natural. o cientista inglês percebeu que diversas espécies pesquisadas possuíam características distintas, dependendo do local em que eram encontradas. Isso o levou a afirmar que havia um caráter mutável entre as espécies. As espécies não existem da mesma forma ao longo do tempo, elas evoluem. No que se refere à evolução de homens e mulheres, o evolucionismo indica que nós temos um ancestral comum com algumas espécies de macacos, como o chimpanzé. Pesquisas recentes de decodificação do genoma indicam uma semelhança de 98%. Porém, isso não quer dizer que o homem descende do macaco. Indica apenas que somos parentes. Segundo o criacionismo, o homem foi criado por Deus, logo após a formação dos céus e da terra. Para essa religião a humanidade tem sua origem quando Deus modelou no barro Adão e Eva, dando vida a eles através do sopro divino. É uma teoria essencialmente religiosa. Teoria Evolucionista v/jornada-da-vida-vai-ao-berco-da-teoria-daevolucao-de-darwin/ / 3

4 Evolucionismo 4

5 Hominização - Evolucionismo lento processo de evolução da espécie humana. Os primeiros hominídeos surgiram na África. Possíveis motivos dessa evolução: Alterações climáticas -> as florestas deram origem a savanas. 5

6 Hominização Surgem: Novas espécies adaptadas à vida no solo. Capazes de se erguerem e deslocar-se sobre as pernas traseiras: Bípedes. 1º Bípede: Ardipthecus Kadabba (6 milhões de anos atrás). Lucy (4 milhões de anos atrás) 6

7 7

8 Origem e expansão dos seres humanos pelo mundo Surgimento do ser humano 8

9 POVOS ÁGRAFOS: IDADE DA PEDRA E IDADE DOS METAIS 9

10 Idade da Pedra ( a.c a.c) Paleolítico e Neolítico 10

11 PALEOLÍTICO ( a.c a.c) Conceito: período em que os objetos construídos pelos seres humanos eram feitos em pedra lascada. 11

12 PALEOLÍTICO ( a.c a.c) Características: Instrumentos em pedra. Usavam o Fogo. Nômades, caçadores e coletores. Se abrigavam temporariamente em cavernas. Inventaram lanças, o arco e a flecha. Homens e mulheres eram responsáveis por encontrar alimentos. Existia uma relativa igualdade entre eles. Arte Rupestre 12

13 PALEOLÍTICO Mamute Gruta de Altamira Espanha Arte Rupestre Figura Humana Tassili N'Ajjer, Argelia Cavalo Gruta de Lascaux França 13

14 Neolítico ( a.c a.c) Conceito: período em que os objetos construídos pelo seres humanos eram feitos com o polimento das pedras. Características: Agricultura (Revolução Agrícola) - Controle do nascimento das plantas. Domesticação de Animais Pastoreio. Criação de Gado. Sedentarização. Invenção do trabalho. Surgimento das diferenças dos papéis sociais. 14

15 Invenção da Agricultura Hipótese: Observando a natureza, as mulheres perceberam que das sementes que caíam das árvores no chão nasciam plantas. Domesticação de animais Hipótese: De maneira ocasional, possivelmente os homens entregavam filhotes de animais caçados aos cuidados das mulheres e dos filhos do bando. Mamíferos: (por exames de fósseis encontrados na Europa, Ásia e América). Cão: anos na Europa. Ovelha: anos atrás na Ásia. Cabrito: anos atrás na Ásia. Porco: anos atrás na China. Aves: : (por exames de fósseis encontrados na Europa, Ásia e América). Ganso: 4500 anos atrás no Egito. Galinha: anos atrás na Ásia. Marreco: 3000 anos atrás na China. Pavão: 2500 anos atrás na Índia. Peru: 500 anos atrás no México. 15

16 Neolítico Primeiras áreas agrícolas e primeiros animais domesticados Crescente Fértil -> Zona do Médio Oriente O nome deriva do fato ter a forma semelhante à de um crescente lunar 16

17 Neolítico Surgem novos utensílios. Surgem novas atividades: - Cerâmica, Cestaria e Tecelagem. Surgem os primeiros aldeamentos: O Homem torna-se sedentário (fixo). 17

18 IDADE DOS METAIS (6.000 a.c a.c) Conceito: período em que os objetos construídos pelos seres humanos eram feitos em metais. O ser humano, mesmo de maneira rudimentar, começava a dominar as técnicas de fundição de metais Metalurgia. O primeiro metal utilizado foi o cobre. Em seguida, vieram o bronze e o ferro. A fabricação destes objetos de metais teve uma grande influência na agricultura, aumentando a produção. O arado de metal, enxada e outras ferramentas agrícolas foram criadas, facilitando assim o trabalho no campo. 18

19 Por volta de 6 mil anos atrás, o homem pré-histórico (homo sapiens sapiens) adquiriu conhecimentos para o desenvolvimento de técnicas para derreter e moldar o metal. Usava moldes de pedra ou barro para colocar o metal derretido e produzir diversos objetos. Usava o martelo para moldar estes objetos depois que esfriavam. 19

20 POVOS ÁGRAFOS BRASILEIROS Conceito: é o período da chegada dos primeiros seres humanos ao território brasileiro até a conquista portuguesa em d. C. ( Descobrimento do Brasil ). O ser humano não surgiu dentro do continente americano, mas chegou até aqui vindo de outras regiões do mundo (± entre 100 e 70 mil anos). O homem no atual território brasileiro data de ± anos, sendo que há anos o território já estava todo ocupado. Características: grande diversidade de povos e culturas, povos nômades (coletores), povos sedentários (agricultura), Impérios, reinos, dentre outras. 20

21 Luzia: a primeira brasileira (13 mil anos atrás) 21

22 Existem hoje indivíduos ou grupos que vivem de forma semelhante os povos ágrafos? 22

23 Os Kung do deserto de Kalahari (África) A população Kung está localizada em áreas isoladas de Angola e Namíbia. A região semi-árida em que vivem apresenta algumas árvores, poucas chuvas e as temperaturas durante o inverno são freqüentemente abaixo de zero. Este ambiente hostil foi evitado pela maioria das pessoas, mas os Kung são capazes de sobreviver através da adaptação ao ambiente. As aldeias, que contém de 10 a 30 pessoas, são semipermanentes, uma vez que a fonte de água seca, o grupo tem que levar seus pertences para um novo local onde uma nova fonte de água pode ser localizada. As cabanas são pequenas e construídas de palha com todas as portas de frente para o centro, onde existe uma grande área comum, onde as crianças brincam e mulheres cozinham Os Kung são caçadores-coletores, e comem raízes, frutos e a carne é fornecida pelos caçadores. Os caçadores às vezes precisam viajar grandes distâncias para conseguir alimento. A carne é geralmente escassa e é compartilhado de forma justa entre o grupo quando um caçador é bem sucedido. Cada parte do animal é usada; peles são curtidas para se tornarem roupas e ossos como objetos de enfeite e utensílios domésticos. 23

24 24

25 Clã Tasai (Ásia) Em 1971 dois antropólogos foram estudar, um grupo humano, até então desconhecido, habitando uma floresta, no sul da ilha Mindanao, nas Filipinas, que tem clima muito quente e regularmente chuvoso. Pelo vale corre um rio, ao qual afluem vários riachos. Numa distância de 150 metros do rio, abre-se uma caverna natural, de 10 metros de largura por 10 de profundidade e 7 de altura, onde se abrigam 25 pessoas: 7 homens e 5 mulheres adultas e 13 crianças. São os Tasai. Vestem unicamente tangas de folhas, não conhecem agricultura e nem caça. São exclusivamente coletores. Boa parte da alimentação provém do rio e é recolhida pelas mulheres, o restante provém da floresta, onde vão buscá-las os homens, que também dela trazem a lenha para as duas fogueiras que se mantém acessas na caverna. Fazem o fogo pelo processo de friccionar rapidamente uma vara noutro pedaço de madeira até ser atingida a temperatura necessária para incendiar um pouco de galhos secos posto em redor do ponto de fricção. Os seus poucos instrumentos são de pedra lascada, alguns com cabo de madeira atado. Não possuem vasilhame nem quaisquer utensílios de cozinha; os alimentos são ingeridos crus, assados na brasa ou cozidos dentro de um pedaço de bambu. Entre eles não há chefia alguma. Também não há, praticamente, problemas a resolver e decisões a tomar, pois todos os dias repetem os mesmos gestos, as mesmas tarefas. Não foi possível aos antropólogos visitantes encontrar sinais de crenças ou práticas religiosas o que não quer dizer que de todo não as haja. Também os Tasai não produzem quaisquer obras de arte esculturas, pinturas ou desenhos. Mesmo ainda pouco conhecidos, os Tasai demonstram aos antropólogos e historiadores que a humanidade não superou (e porque necessariamente deveria?) hábitos da cultura pré-histórica. 25

26 26

A PRÉ-HISTÓRIA. Período que vai do aparecimento dos seres humanos à invenção da escrita.

A PRÉ-HISTÓRIA. Período que vai do aparecimento dos seres humanos à invenção da escrita. A PRÉ-HISTÓRIA Período que vai do aparecimento dos seres humanos à invenção da escrita. PERÍODO PALEOLÍTICO OU IDADE DA PEDRA LASCADA No começo de sua trajetória, o homem usou sobretudo a pedra (além do

Leia mais

Mas nem sempre o Homem habitou a terra...

Mas nem sempre o Homem habitou a terra... A Pré-História abarca um período de tempo muito longo, desde há mais de 4 milhões de anos até cerca de 4000 a.c., quando surgiu a escrita nas primeiras civilizações. Mas nem sempre o Homem habitou a terra...

Leia mais

OS PRIMEIROS POVOADORES DA TERRA

OS PRIMEIROS POVOADORES DA TERRA OS PRIMEIROS POVOADORES DA TERRA Criacionismo: modelo de explicação para a origem de tudo que existe no universo. Seus defensores, acreditam que a vida e todas as coisas existentes foram criadas por um

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA HISTÓRIA

A IMPORTÂNCIA DA HISTÓRIA A IMPORTÂNCIA DA HISTÓRIA A IMPORTÂNCIA DAS VIAGENS NA NOSSA VIDA PARA SABERMOS VER MELHOR A VIDA PERCEBERMOS O NOSSO PAPEL NO MUNDO PARA ENTENDERMOS O PRESENTE PARA SABERMOS COMO CHEGAMOS ATÉ AQUI VINDOS

Leia mais

As sociedades recoletoras e as primeiras sociedades produtoras

As sociedades recoletoras e as primeiras sociedades produtoras As sociedades recoletoras e as primeiras sociedades produtoras A origem do Homem Várias teorias científicas e religiosas Charles Darwin (1809/1882) Evolução das espécies As espécies originaram-se umas

Leia mais

Recuperação - 1ª Etapa Ensino Fundamental II

Recuperação - 1ª Etapa Ensino Fundamental II 1 HISTÓRIA 6º ANO ENS. FUNDAMENTAL II PROFESSOR (A): SEBASTIÃO ABICEU NOME: Nº QUESTÃO 01: O que a História estuda? Responda com suas palavras. QUESTÃO 02: O que são fontes históricas? QUESTÃO 03: Dê exemplos

Leia mais

Pré-história prof. Emerson Guimarães. José Adolfo S. de Campos Observatório do Valongo

Pré-história prof. Emerson Guimarães. José Adolfo S. de Campos Observatório do Valongo Pré-história prof. Emerson Guimarães José Adolfo S. de Campos Observatório do Valongo Período Paleolítico (~ 2 milhões a ~ 8000 a.c.) Vivia em cavernas Fogo, Facas Tacapes Caça Segurança Habitação Alimentação

Leia mais

Podemos considerar arte da pré-historia todas as manifestações que surgiram antes do aparecimento das primeiras civilizações e da arte escrita.

Podemos considerar arte da pré-historia todas as manifestações que surgiram antes do aparecimento das primeiras civilizações e da arte escrita. Podemos considerar arte da pré-historia todas as manifestações que surgiram antes do aparecimento das primeiras civilizações e da arte escrita. Inicialmente as formas de arte possuíam uma utilidade prática,

Leia mais

Idade dos Metais. Mariana Antunes Vieira. Este documento tem nível de compartilhamento de acordo com a licença 2.5 do Creative Commons.

Idade dos Metais. Mariana Antunes Vieira. Este documento tem nível de compartilhamento de acordo com a licença 2.5 do Creative Commons. Mariana Antunes Vieira Este documento tem nível de compartilhamento de acordo com a licença 2.5 do Creative Commons. http://creativecommons.org.br http://creativecommons.org/licenses/by/2.5/br/ A Idade

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS 01

LISTA DE EXERCÍCIOS 01 LISTA DE EXERCÍCIOS 01 01 - (Unicamp 2014) Desde o período neolítico, os povos de distintas partes do mundo desenvolveram sistemas agrários próprios aproveitando as condições naturais de seus habitats

Leia mais

HISTÓRIA PRÉ-HISTÓRIA

HISTÓRIA PRÉ-HISTÓRIA Grupo 1 Universo A Pré-História Professor Carlos HISTÓRIA PRÉ-HISTÓRIA Para começarmos é importante saber como os historiadores conceituam a Pré-História: A Pré-História é conceituada como o período que

Leia mais

Arte da Pré-História

Arte da Pré-História ALUNO(A) Nº SÉRIE: 6º. Ano TURMA: DATA: / /2013 Profª Ana Lúcia Leal - DISCIPLINA: ARTE Ficha de Aula - III Trimestre Arte da Pré-História As primeiras expressões artísticas As mais antigas figuras feitas

Leia mais

ARTE NA PRÉ-HISTÓRIA HISTÓRIA DA ARTE. Colégio Einstein. A evolução do conhecimento. Aluno (a): 9º ano: A [ ] B [ ] Professor: Lucas Salomão

ARTE NA PRÉ-HISTÓRIA HISTÓRIA DA ARTE. Colégio Einstein. A evolução do conhecimento. Aluno (a): 9º ano: A [ ] B [ ] Professor: Lucas Salomão HISTÓRIA DA ARTE Aluno (a): Professor: Lucas Salomão Data: / /2015 9º ano: A [ ] B [ ] ARTE NA PRÉ-HISTÓRIA Há milhares de anos os povos antigos já se manifestavam artisticamente. Embora ainda não conhecessem

Leia mais

COLÉGIO SANTO ANDRÉ. EXERCÍCIOS DE HISTÓRIA 6º Ano - 1º TRIMESTRE. PROFª Ms ROSANE T. PETRORÓSSI DE FIGUEIREDO

COLÉGIO SANTO ANDRÉ. EXERCÍCIOS DE HISTÓRIA 6º Ano - 1º TRIMESTRE. PROFª Ms ROSANE T. PETRORÓSSI DE FIGUEIREDO COLÉGIO SANTO ANDRÉ EXERCÍCIOS DE HISTÓRIA 6º Ano - 1º TRIMESTRE PROFª Ms ROSANE T. PETRORÓSSI DE FIGUEIREDO REFLITA A PARTIR DE ESTUDOS EM SALA DE AULA E TAREFAS DIRIGIDAS E RESPONDA ÀS SEGUINTES QUESTÕES

Leia mais

AS ORIGENS DO SER HUMANO

AS ORIGENS DO SER HUMANO AS ORIGENS DO SER HUMANO A evolução do ser humano O ser humano faz parte do processo de formação e evolução que criou toda a vida do planeta. A VIDA NA TERRA- Existe algo em comum entre uma baleia e uma

Leia mais

INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO. Programa de Desenvolvimento da Educação - PDE Programa de Desenvolvimento da Educação - PDE

INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO. Programa de Desenvolvimento da Educação - PDE Programa de Desenvolvimento da Educação - PDE INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO Evolução Humana Rodrigo Valle Cezar A Evolução Humana INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO Evolução Humana é o nome dado ao processo de mudança e adaptação pelo qual os seres humanos passaram

Leia mais

Colégio Pedro II Departamento de Desenho e Artes Visuais

Colégio Pedro II Departamento de Desenho e Artes Visuais Colégio Pedro II Departamento de Desenho e Campus São Cristóvão II Coordenador Pedagógico de disciplina: Shannon Botelho 6º ano. TURMA 603 NOME: nº ARTE DA PRÉ-HISTÓRIA As primeiras manifestações artísticas

Leia mais

Povos americanos: Primeiros habitantes da América do SUL

Povos americanos: Primeiros habitantes da América do SUL Povos americanos: Primeiros habitantes da América do SUL Nicho Policrômico. Toca do Boqueirão da Pedra Fiurada. Serra da Capivara Piauí- Brasil Ruínas as cidade inca Machu Picchu - Peru Código de escrita

Leia mais

Povos americanos: Maias, Incas e Astecas

Povos americanos: Maias, Incas e Astecas Povos americanos: Maias, Incas e Astecas Nicho Policrômico. Toca do Boqueirão da Pedra Fiurada. Serra da Capivara Piauí- Brasil Ruínas as cidade inca Machu Picchu - Peru Código de escrita dos maias, México.

Leia mais

Sugestões de avaliação. História 6 o ano Unidade 1

Sugestões de avaliação. História 6 o ano Unidade 1 Sugestões de avaliação História 6 o ano Unidade 1 5 Nome: Data: Unidade 1 1. Existem vários modos de explicar as origens da humanidade. As imagens a seguir mostram duas formas bem distintas e conhecidas.

Leia mais

Evolução humana. NEANDERTHAL Parente próximo do Pedro Vitória 1 ser humano

Evolução humana. NEANDERTHAL Parente próximo do Pedro Vitória 1 ser humano Evolução humana NEANDERTHAL Parente próximo do Pedro Vitória 1 ser humano Árvore evolutiva Há cerca de 5 milhões de anos, o grupo de primatas que habitava a selva africana subdividiu-se, o que originou

Leia mais

Pré história. Criação: Ana Cláudia B.Sanches

Pré história. Criação: Ana Cláudia B.Sanches Pré história Pré-história Paleolítico inferior 500.000 a.c. Paleolítico superior 30.000 a.c. Idade da pedra lascada / cortante Primeiras manifestações artísticas Pedra lascada Paleolítico 30.000 a.c. Idade

Leia mais

Centro Educacional Juscelino Kubitschek

Centro Educacional Juscelino Kubitschek Centro Educacional Juscelino Kubitschek ALUNO: N.º: DATA: / / ENSINO: ( x ) Fundamental ( ) Médio SÉRIE: _5ª_ TURMA: TURNO: DISCIPLINA: HISTÓRIA PROFESSOR(A): Equipe de História Roteiro e Lista de recuperação

Leia mais

I Introdução. II Desenvolvimento

I Introdução. II Desenvolvimento I Introdução Nos tempos primitivos não havia documentos escritos sobre a vida nem sobre o homem. Esse período é chamado de pré-história e o que se conhece a seu respeito baseia-se nos objetos que restam

Leia mais

1. O Paleolítico Idade da Pedra Lascada (Die Altsteinzeit)

1. O Paleolítico Idade da Pedra Lascada (Die Altsteinzeit) 1. O Paleolítico Idade da Pedra Lascada (Die Altsteinzeit) Muito antes de 500 000 anos a.c. até cerca de 10 000 anos a.c. Arqueólogos em busca de vestígios da Idade da Pedra. Objetos feitos de pedra, osso

Leia mais

A CIÊNCIA DAS INVASÕES BIOLÓGICAS O Papel do Homem e sua História. FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ Marcia Chame

A CIÊNCIA DAS INVASÕES BIOLÓGICAS O Papel do Homem e sua História. FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ Marcia Chame A CIÊNCIA DAS INVASÕES BIOLÓGICAS O Papel do Homem e sua História FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ Marcia Chame Os fósseis de pré-hominídeos são africanos, com datações de mais de 5.000.000 anos. Todas as espécies

Leia mais

O que é História? A história é uma ciência que investiga o passado para poder compreender melhor o presente.

O que é História? A história é uma ciência que investiga o passado para poder compreender melhor o presente. EXERCÍCIOS DE REVISÃO COM RESPOSTAS PARA O EXAME FINAL HISTÓRIA 5ª SÉRIE O que é História? A história é uma ciência que investiga o passado para poder compreender melhor o presente. Existem muitas fontes

Leia mais

PRÉ-HISTÓRIA. O período estabelecido a partir da origem do homem até a invenção da escrita em 4000 a.c. define-se convencionalmente como Pré-História

PRÉ-HISTÓRIA. O período estabelecido a partir da origem do homem até a invenção da escrita em 4000 a.c. define-se convencionalmente como Pré-História PRÉ-HISTÓRIA O período estabelecido a partir da origem do homem até a invenção da escrita em 4000 a.c. define-se convencionalmente como Pré-História A ORIGEM DA ESPÉCIE HUMANA Na classe dos mamíferos surgidos

Leia mais

Aula 3 de 4 Versão Aluno

Aula 3 de 4 Versão Aluno Aula 3 de 4 Versão Aluno As Comunidades Indígenas Agora vamos conhecer um pouco das características naturais que atraíram essas diferentes ocupações humanas ao longo dos séculos para a Região da Bacia

Leia mais

PRÉ-HISTÓRIA: EDUCAÇÃO PARA SOBREVIVÊNCIA

PRÉ-HISTÓRIA: EDUCAÇÃO PARA SOBREVIVÊNCIA PRÉ-HISTÓRIA: EDUCAÇÃO PARA SOBREVIVÊNCIA Augusto Pereira da Rosa¹ Ester Miriane Zingano² RESUMO A educação durante a Pré-História tem como objetivo a sobrevivência do grupo. Embora sem ter consciência

Leia mais

Lista de Recuperação de Arte 6º ANO

Lista de Recuperação de Arte 6º ANO 1 Nome: nº Data: / /2012 ano bimestre Profa.: Denise Lista de Recuperação de Arte 6º ANO Nota: 1) A arte fez parte da vida do homem desde a pré-história ( período anterior ao surgimento da escrita ) que

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 1º PROVA SUBSTITUTIVA DE HISTÓRIA Aluno(a): Nº Ano: 1º Turma: Data: Nota: Professor(a): Élida Valor da Prova: 65 pontos Orientações gerais: 1) Número de

Leia mais

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO.

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO. ENSINO FUNDAMENTAL Conteúdos do 6º Ano 1º/2º Bimestre 2015 Trabalho de Dependência Nome: N. o : Turma: Professor(a): Fernanda Data: / /2015 Unidade: Cascadura Mananciais Méier Taquara História Resultado

Leia mais

VERDADEIROS FALSOS CORRETA

VERDADEIROS FALSOS CORRETA Arte Pré-Histórica Questão 01 A religiosidade é um item de bastante relevância no estudo da arte na pré-história. Que alternativa abaixo marca CORRETAMENTE fatos que atestam esta realidade? a) ( ) As pinturas

Leia mais

Cerrado e caatinga. Compare estas duas fotos:

Cerrado e caatinga. Compare estas duas fotos: A UU L AL A Cerrado e caatinga Compare estas duas fotos: cerrado caatinga Observando as duas figuras, a característica que mais nos chama a atenção é que os dois ambientes parecem muito secos. Nesta aula,

Leia mais

Colette Swinnen. Ilustrações de Loïc Méhée. Tradução Hildegard Feist

Colette Swinnen. Ilustrações de Loïc Méhée. Tradução Hildegard Feist Colette Swinnen Ilustrações de Loïc Méhée Tradução Hildegard Feist Para minhas filhas, Cécile e Marianne Copyright 2008 by Actes Sud Graf ia atualizada segundo o Acordo Ortográf ico da Língua Portuguesa

Leia mais

ARTE PRÉ-HISTÓRICA. IDADE DOS METAISaproximadamente 5.000 a 3.500 a.c. aparecimento de metalurgia; invenção da roda;

ARTE PRÉ-HISTÓRICA. IDADE DOS METAISaproximadamente 5.000 a 3.500 a.c. aparecimento de metalurgia; invenção da roda; ARTE PRÉ-HISTÓRICA PALEOLÍTICO INFERIOR aproximadamente 5.000.000 a 25.000 a.c.; controle do fogo; e instrumentos de pedra e pedra lascada, madeira e ossos: facas, machados. PALEOLÍTICO SUPERIOR instrumentos

Leia mais

1 O número concreto. Como surgiu o número? Contando objetos com outros objetos Construindo o conceito de número

1 O número concreto. Como surgiu o número? Contando objetos com outros objetos Construindo o conceito de número Página 1 de 5 1 O número concreto Como surgiu o número? Contando objetos com outros objetos Construindo o conceito de número Como surgiu o número? Alguma vez você parou para pensar nisso? Certamente você

Leia mais

FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I CONTEÚDO E HABILIDADES HISTÓRIA. Conteúdo:

FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I CONTEÚDO E HABILIDADES HISTÓRIA. Conteúdo: Conteúdo: Aula 1: A origem dos primeiros povos americanos Os períodos da Pré-História Americana Aula 2: Diferentes modos de vida Quem chegou primeiro ao território brasileiro? Habilidades: Aula 1: Conhecer

Leia mais

Complete com as principais características de cada bioma: MATA ATLÂNTICA

Complete com as principais características de cada bioma: MATA ATLÂNTICA Atividade de Ciências 5º ano Nome: ATIVIDADES DE ESTUDO Complete com as principais características de cada bioma: MATA ATLÂNTICA FLORESTA AMAZÔNICA FLORESTA ARAUCÁRIA MANGUEZAL PANTANAL CAATINGA CERRADO

Leia mais

SOCIEDADES PRIMITIVAS E DA ANTIGUIDADE

SOCIEDADES PRIMITIVAS E DA ANTIGUIDADE Rosinete Cavalcante da costa Mestre em Direito: Relações Privadas e Constituição Professora da Faculdade Batista de Vitória-ES (Fabavi) Professora da Faculdade Nacional (FINAC) Advogada e Consultora Jurídica

Leia mais

INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO. Programa de Desenvolvimento da Educação - PDE Programa de Desenvolvimento da Educação - PDE

INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO. Programa de Desenvolvimento da Educação - PDE Programa de Desenvolvimento da Educação - PDE INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO Mudanças Climáticas Rodrigo Valle Cezar O que é o Clima O clima compreende os diversos fenômenos que ocorrem na atmosfera da Terra. Atmosfera é a região gasosa que envolve toda

Leia mais

Os primeiros habitantes da Amazônia foram divididos em 5 grandes grupos:

Os primeiros habitantes da Amazônia foram divididos em 5 grandes grupos: Os primeiros habitantes da Amazônia foram divididos em 5 grandes grupos: 01. Caçadores-coletores Pré-cêramicos. (10.000-1.000 a.c.) Viviam da caça de animais de pequeno e médio portes e da coleta de frutos

Leia mais

DAS ARTES. 1º semestre / 2012. Prof. a M. a Marcela Provinciatto Siscão. masiscao@hotmail.com

DAS ARTES. 1º semestre / 2012. Prof. a M. a Marcela Provinciatto Siscão. masiscao@hotmail.com ESTÉTICA TICA E HISTÓRIA DAS ARTES 1º semestre / 2012 Prof. a M. a Marcela Provinciatto Siscão masiscao@hotmail.com 1 Pré História PRÉ-HIST HISTÓRIA 2 Pré História PALEOLÍTICO (35mil anos atrás) Datam

Leia mais

História/15 6º ano Turma: 2º trimestre Nome: Data: / / RECUPERAÇÃO FINAL 2015 HISTÓRIA 6º ano

História/15 6º ano Turma: 2º trimestre Nome: Data: / / RECUPERAÇÃO FINAL 2015 HISTÓRIA 6º ano História/15 6º ano Turma: 2º trimestre Nome: Data: / / 6ºhis302r RECUPERAÇÃO FINAL 2015 HISTÓRIA 6º ano Aluno(a), Seguem os conteúdos trabalhados no 2º trimestre. Como base neles você deverá iniciar seus

Leia mais

A diversidade de vida no planeta. Que animais selvagens você conhece? Em que ambiente natural e continente você acha que eles tem origem?

A diversidade de vida no planeta. Que animais selvagens você conhece? Em que ambiente natural e continente você acha que eles tem origem? A diversidade de vida no planeta Que animais selvagens você conhece? Em que ambiente natural e continente você acha que eles tem origem? Domínios naturais terrestres São extensas áreas geográficas com

Leia mais

Brasil. Dos Primeiros habitantes da América à chegada dos Portugueses. Prof. Alan Carlos Ghedini www.inventandohistoria.com

Brasil. Dos Primeiros habitantes da América à chegada dos Portugueses. Prof. Alan Carlos Ghedini www.inventandohistoria.com Brasil Dos Primeiros habitantes da América à chegada dos Portugueses Prof. Alan Carlos Ghedini www.inventandohistoria.com Os Brasileiros... É como associarmos a formação do povo brasileiro com base nos

Leia mais

A PRÉ-HISTÓRIA PROF. MARCOS ROBERTO

A PRÉ-HISTÓRIA PROF. MARCOS ROBERTO A PRÉ-HISTÓRIA PROF. MARCOS ROBERTO A PERIODIZAÇÃO HISTÓRICA Paleolítico: Pedra Lascada Mesolítico: Pedra Polida Neolítico: Idade dos Metais UTENSÍLIOS DE PEDRA LASCADA Lascas cortantes UTENSÍLIOS DE PEDRA

Leia mais

MANUAL SERVIÇOS AMBIENTAIS NO CORREDOR ETNOAMBIENTAL TUPI MONDÉ CADERNO DE ATIVIDADES

MANUAL SERVIÇOS AMBIENTAIS NO CORREDOR ETNOAMBIENTAL TUPI MONDÉ CADERNO DE ATIVIDADES MANUAL SERVIÇOS AMBIENTAIS NO CORREDOR ETNOAMBIENTAL TUPI MONDÉ CADERNO DE ATIVIDADES MÓDULO I Corredor Etnoambiental Tupi Mondé Atividade 1 Conhecendo mais sobre nosso passado, presente e futuro 1. No

Leia mais

CURSO DE HISTÓRIA ANTIGA. Professor Sebastião Abiceu 7º ano Colégio Marista São José Montes Claros - MG

CURSO DE HISTÓRIA ANTIGA. Professor Sebastião Abiceu 7º ano Colégio Marista São José Montes Claros - MG CURSO DE HISTÓRIA ANTIGA Professor Sebastião Abiceu 7º ano Colégio Marista São José Montes Claros - MG POVOS PRÉ-COLOMBIANOS ASTECAS MAIAS INCAS Principais fontes para estudo dos povos americanos: 1º Fontes

Leia mais

DIVERSIDADE DE CLIMAS = DIVERSIDADE DE VEGETAÇÕES

DIVERSIDADE DE CLIMAS = DIVERSIDADE DE VEGETAÇÕES FORMAÇÕES VEGETAIS - Os elementos da natureza mantém estreita relação entre si. - A essa relação, entendida como a combinação e coexistência de seres vivos (bióticos) e não vivos (abióticos) dá-se o nome

Leia mais

Introdução à Engenharia

Introdução à Engenharia Introdução à Engenharia Aula 03 História da Engenharia Edgar Alberto de Brito A história da Engenharia Engenharia na Pré-História. Atividade na Antiguidade. Atividade na era Moderna e Contemporânea. Aspectos

Leia mais

A CIDADE-ESTADO ESTADO GREGA ORIGEM DAS PÓLIS GREGAS Causas geomorfológicas A Grécia apresenta as seguintes características: - Território muito montanhoso; na Antiguidade, as montanhas estavam cobertas

Leia mais

ANFITRIÃO- Aquele que custeia os gastos da refeição,que recebe convivas à sua mesa; aquele que hospeda pessoas de suas relações, dono de casa.

ANFITRIÃO- Aquele que custeia os gastos da refeição,que recebe convivas à sua mesa; aquele que hospeda pessoas de suas relações, dono de casa. Meus companheiros irmãos e radioamadores. Estamos iniciando mais um ano como EDITOR do QTC da LABRE-SE, o nosso QTC semanal necessita de informações precisas e assinadas e de preferência sobre o radioamadorismo

Leia mais

Caderno de actividades

Caderno de actividades Caderno de actividades Para responderes correctamente às perguntas que se seguem, talvez queiras ler o livro Era uma Vez uma Casa, à venda no Sítio do Livro, e também visitar o sítio infanto-juvenil www.barry4kids.net.

Leia mais

O EGITO É UMA DÁDIVA DO NILO

O EGITO É UMA DÁDIVA DO NILO CIVILIZAÇÃO EGÍPCIA PARA O HISTORIADOR GREGO HERÓDOTO: O EGITO É UMA DÁDIVA DO NILO DÁDIVA = PRESENTE SIGNIFICADO = Sem as cheias do Nilo, o Egito seria um grande deserto PARA O HISTORIADOR FRANCÊS JEAN

Leia mais

EXERCÍCIOS SOBRE A PRÉ-HISTÓRIA BRASILEIRA

EXERCÍCIOS SOBRE A PRÉ-HISTÓRIA BRASILEIRA EXERCÍCIOS SOBRE A PRÉ-HISTÓRIA BRASILEIRA TESTANDO SUA ATENÇÃO À AULA 1. O que defende a Teoria do Estreito de Bering? A. Que o homem veio para a América atravessando uma ponte de gelo entre a Ásia e

Leia mais

TEMA A - DAS SOCIEDADES RECOLETORAS ÀS PRIMEIRAS CIVILIZAÇÕES

TEMA A - DAS SOCIEDADES RECOLETORAS ÀS PRIMEIRAS CIVILIZAÇÕES . Conhecer o processo de hominização ESCOLA SECUNDÁRIA DE TOMAZ PELAYO ANO LETIVO DE 03 04 PLANIFICAÇÃO ANUAL DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA - 7º ANO -.º PERÍODO TEMA A - DAS SOCIEDADES RECOLETORAS ÀS PRIMEIRAS

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOAQUIM ARAÚJO MATRIZ DOS EXAMES DE HISTÓRIA CURSOS VOCACIONAIS DE DESIGN DE MODA e HORTOFLORICULTURA E JARDINAGEM

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOAQUIM ARAÚJO MATRIZ DOS EXAMES DE HISTÓRIA CURSOS VOCACIONAIS DE DESIGN DE MODA e HORTOFLORICULTURA E JARDINAGEM AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOAQUIM ARAÚJO MATRIZ DOS EXAMES DE HISTÓRIA CURSOS VOCACIONAIS DE DESIGN DE MODA e HORTOFLORICULTURA E JARDINAGEM Duração da Prova: 45 minutos (cada módulo) Módulos Categorias/Conteúdos

Leia mais

O MOVIMENTO GAIA BROCHURA NO 8 COMO: CULTIVAR SEU PRÓPRIO FERTILIZANTE E TAMBÉM ADQUIRIR FORRAGEM PARA ANIMAIS E LENHA. www.gaia-movement.

O MOVIMENTO GAIA BROCHURA NO 8 COMO: CULTIVAR SEU PRÓPRIO FERTILIZANTE E TAMBÉM ADQUIRIR FORRAGEM PARA ANIMAIS E LENHA. www.gaia-movement. O MOVIMENTO GAIA BROCHURA NO 8 Depois da colheita os galhos cortados são usados para cobrir a terra. Isto protege contra erosão, guarda a humidade e melhora a terra com matéria orgânica, assim que segura

Leia mais

MATÉRIA. Magela. Troca-se. Vendem-se. Pedaços de ruínas do Império romano, do ano de 302, ou seja, século

MATÉRIA. Magela. Troca-se. Vendem-se. Pedaços de ruínas do Império romano, do ano de 302, ou seja, século Valores eternos. TD Recuperação ALUNO(A) MATÉRIA História PROFESSOR(A) Magela ANO SEMESTRE DATA 6º 1º Julho/2013 TOTAL DE ESCORES ESCORES OBTIDOS ---- ---- 1. O trabalho do historiador é semelhante ao

Leia mais

Climas e Formações Vegetais no Mundo. Capítulo 8

Climas e Formações Vegetais no Mundo. Capítulo 8 Climas e Formações Vegetais no Mundo Capítulo 8 Formações Vegetais Desenvolvem-se de acordo com o tipo de clima, relevo, e solo do local onde se situam.de todos estes, o clima é o que mais se destaca.

Leia mais

AMÉRICA: ASPECTOS NATURAIS E TERRITORIAIS

AMÉRICA: ASPECTOS NATURAIS E TERRITORIAIS AMÉRICA: ASPECTOS NATURAIS E TERRITORIAIS Tema 1: A América no mundo 1. Um continente diversificado A América possui grande extensão latitudinal e, por isso, nela encontramos diversas paisagens. 2. Fatores

Leia mais

Capítulo 3 A Mesopotâmia

Capítulo 3 A Mesopotâmia Capítulo 3 A Mesopotâmia Conceitos: sociedade, Estado, trabalho, desigualdade social, urbanização, escravidão, politeísmo e patriarcalismo. Professora: Marcela Guerra Durante o Neolítico: Agricultura e

Leia mais

HISTÓRIA GERAL 2010. esquema básico das aulas. orientação e organização: renato santos

HISTÓRIA GERAL 2010. esquema básico das aulas. orientação e organização: renato santos HISTÓRIA GERAL 2010 esquema básico das aulas orientação e organização: renato santos Evolução Humana Primatas pongidaes: grandes macacos atuais australopithecus hominídeos erectus homo neanderthal sapiens

Leia mais

Professor Sebastião Abiceu 6º ano Colégio Marista São José de Montes Claros - MG

Professor Sebastião Abiceu 6º ano Colégio Marista São José de Montes Claros - MG Professor Sebastião Abiceu 6º ano Colégio Marista São José de Montes Claros - MG MESOPOTÂMIA As primeiras cidades se formaram justamente na região onde a agricultura começou a se desenvolver: no Oriente

Leia mais

B I O G E O G R A F I A

B I O G E O G R A F I A B I O G E O G R A F I A BIOMAS DO MUNDO SAVANAS E DESERTOS 2011 Aula VI AS PRINCIPAIS FORMAÇÕES VEGETAIS DO PLANETA SAVANAS As savanas podem ser encontradas na África, América do Sul e Austrália sendo

Leia mais

Disciplina: HISTÓRIA Professora: ALESSANDRA PRADA

Disciplina: HISTÓRIA Professora: ALESSANDRA PRADA COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2013 Disciplina: HISTÓRIA Professora: ALESSANDRA PRADA Série: 1ª Turma: FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

Estudo aponta que cão domesticado surgiu no Oriente Médio

Estudo aponta que cão domesticado surgiu no Oriente Médio Estudo aponta que cão domesticado surgiu no Oriente Médio Pesquisadores analisaram DNA de cachorros e lobos para desmistificar origem asiática 18 de março de 2010 15h 47 Reuters Os ancestrais dos cachorros

Leia mais

GEOGRAFIA. Professora Bianca

GEOGRAFIA. Professora Bianca GEOGRAFIA Professora Bianca TERRA E LUA MOVIMENTO DA LUA MOVIMENTOS DA TERRA TEMPO E CLIMA Tempo é o estado da atmosfera de um lugar num determinado momento. Ele muda constantemente. Clima é o conjunto

Leia mais

MAS O QUE É A NATUREZA DO PLANETA TERRA?

MAS O QUE É A NATUREZA DO PLANETA TERRA? MAS O QUE É A NATUREZA DO PLANETA TERRA? A UNIÃO DOS ELEMENTOS NATURAIS https://www.youtube.com/watch?v=hhrd22fwezs&list=plc294ebed8a38c9f4&index=5 Os seres humanos chamam de natureza: O Solo que é o conjunto

Leia mais

SÃO JOÃO/CAÔ: FESTA RELIGIOSA DOS XUKURU DO ORORUBÁ (PESQUEIRA-PE) Edson Silva

SÃO JOÃO/CAÔ: FESTA RELIGIOSA DOS XUKURU DO ORORUBÁ (PESQUEIRA-PE) Edson Silva 1 SÃO JOÃO/CAÔ: FESTA RELIGIOSA DOS XUKURU DO ORORUBÁ (PESQUEIRA-PE) Edson Silva Mulheres, crianças, jovens e homens xukurus, muitas pessoas curiosas se concentram por volta da três horas da tarde do dia

Leia mais

Astronomia Fundamental

Astronomia Fundamental Astronomia Fundamental Astronomia nas culturas da Tibério B. Vale Contemporâneos dos egípcios e mesopotâmicos Provável colonização: povos mongóis vindos pelo Estreito de Bering (nordeste da Sibéria e Alasca)

Leia mais

Prova bimestral. história. 4 o Bimestre 3 o ano. 1. Leia o texto e responda.

Prova bimestral. história. 4 o Bimestre 3 o ano. 1. Leia o texto e responda. Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Ensino fundamental Publicado em 2012 Prova bimestral 4 o Bimestre 3 o ano história 1. Leia o texto e responda. As evidências mais antigas da amizade entre

Leia mais

Materiais - Contextualização Histórica. Qual é a nossa origem? DEMAR-EEL-USP Introdução à Engenharia de Materiais LOM 3018 Prof.

Materiais - Contextualização Histórica. Qual é a nossa origem? DEMAR-EEL-USP Introdução à Engenharia de Materiais LOM 3018 Prof. Materiais - Contextualização Histórica Qual é a nossa origem? DEMAR-EEL-USP Introdução à Engenharia de Materiais LOM 3018 Prof. Hugo Sandim Ardi Science 326, 36 (2009) 'Ardipithecus ramidus' significa

Leia mais

CRIACIONISMO E EVOLUCIONISMO

CRIACIONISMO E EVOLUCIONISMO CRIACIONISMO E EVOLUCIONISMO INTRODUÇÃO Síntese sobre a Teoria da Evolução Química. Criacionismo (fundamentado na fé e na religião). É a primeira explicação para perguntas sobre a origem do Universo, da

Leia mais

Tornando Níger verde combinando árvores e cultivos

Tornando Níger verde combinando árvores e cultivos Tornando Níger verde combinando árvores e cultivos Níger tornou-se verde de novo, após fazendeiros descobrirem o valor de deixar árvores nativas crescer e fazer seus cultivos sob estas árvores. GREEN WORLD

Leia mais

HISTÓRICO DA ENGENHARIA E REGULAMENTAÇÃO PROFISSIONAL. Prof.ª Mayara Moraes Custódio

HISTÓRICO DA ENGENHARIA E REGULAMENTAÇÃO PROFISSIONAL. Prof.ª Mayara Moraes Custódio HISTÓRICO DA ENGENHARIA E REGULAMENTAÇÃO PROFISSIONAL Prof.ª Mayara Moraes Custódio HISTÓRICO DA ENGENHARIA E REGULAMENTAÇÃO PROFISSIONAL A história da engenharia confunde-se com a história da própria

Leia mais

Roteiro 15. O Corpo Físico. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas

Roteiro 15. O Corpo Físico. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas Roteiro 15 O Corpo Físico FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas Objetivo Analisar as principais considerações filosóficas, científicas

Leia mais

Exercícios de Evidências da Evolução

Exercícios de Evidências da Evolução Exercícios de Evidências da Evolução Material de apoio do Extensivo 1. (Unesp) No filme Avatar, de James Cameron (20th Century Fox, 2009), os nativos de Pandora, chamados Na Vi, são indivíduos com 3 metros

Leia mais

A ÁGUA FACTOR DE CIVILIZAÇÃO

A ÁGUA FACTOR DE CIVILIZAÇÃO ÁREA ESCOLA HISTÓRIA 1992/1993 MEMÓRIAS DOS ALUNOS E PROFESSORES DO 7º ANO QUE ESTIVERAM ENVOLVIDOS NO PROJECTO A ÁGUA FACTOR DE CIVILIZAÇÃO INDICE 1 PROJECTO 2 TEXTO MOTIVAÇÃO 3 SOCIEDADES RECOLECTORAS

Leia mais

Cantigas e parlendas

Cantigas e parlendas Cantigas e parlendas Professora Carolina Nome: 1 Alfabetário 2 A vela Isabel Cristina O pato viu a vela e ficou com medo do fogo. O gato viu a vela e gostou do fogo. A foca viu a vela e ficou com medo

Leia mais

SEGURANÇA, SOB A ÓTICA HOSPITALAR!

SEGURANÇA, SOB A ÓTICA HOSPITALAR! AGENDA O que é Segurança? História da Segurança Objetivos da Segurança Pirâmide de MASLOW e ela vista pela ótica da SEGURANÇA O Triângulo do Crime Conceitos de Segurança Segurança Hospitalar Segurança

Leia mais

ORGANIZADORA EDIÇÕES SM Obra coletiva concebida, desenvolvida e produzida por Edições SM.

ORGANIZADORA EDIÇÕES SM Obra coletiva concebida, desenvolvida e produzida por Edições SM. ENSINO MÉDIO ORGANIZADORA EDIÇÕES SM Obra coletiva concebida, desenvolvida e produzida por Edições SM. Anderson Roberti dos Reis Débora Yumi Motooka Fausto Henrique Gomes Nogueira Gilberto Lopes Teixeira

Leia mais

ANIMAL: PORQUINHO DA ÍNDIA. LAURA E ANA BEATRIZ 2º ano H

ANIMAL: PORQUINHO DA ÍNDIA. LAURA E ANA BEATRIZ 2º ano H ANIMAL: PORQUINHO DA ÍNDIA LAURA E ANA BEATRIZ 2º ano H PORQUINHO DA ÍNDIA São roedores e tem hábitos noturnos. Tempo de vida: de 5 a 8 anos Alimentação: comem verduras, capins, raízes, sementes e tubérculos.

Leia mais

Conteúdo: Aula 1: A América antes de Colombo As primeiras civilizações da Mesoamérica Aula 2: Os Maias Os Astecas Os Incas FORTALECENDO SABERES

Conteúdo: Aula 1: A América antes de Colombo As primeiras civilizações da Mesoamérica Aula 2: Os Maias Os Astecas Os Incas FORTALECENDO SABERES CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA INTERATIVA I Conteúdo: Aula 1: A América antes de Colombo As primeiras civilizações da Mesoamérica Aula 2: Os Maias Os Astecas Os Incas CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO

Leia mais

Biomas Brasileiros I. Floresta Amazônica Caatinga Cerrado. Mata Atlântica Pantanal Campos Sulinos ou Pampas Gaúchos

Biomas Brasileiros I. Floresta Amazônica Caatinga Cerrado. Mata Atlântica Pantanal Campos Sulinos ou Pampas Gaúchos Biomas Brasileiros I Floresta Amazônica Caatinga Cerrado Mata Atlântica Pantanal Campos Sulinos ou Pampas Gaúchos Floresta Amazônica Localizada na região norte e parte das regiões centro-oeste e nordeste;

Leia mais

Podemos até dizer que a hipótese é bem convincente, isto é...

Podemos até dizer que a hipótese é bem convincente, isto é... Podemos até dizer que a hipótese é bem convincente, isto é... Os números romanos são fáceis de compreender mas Qual é a lógica que há por detrás dos números arábicos ou fenícios? Muito simples: Trata-se

Leia mais

FLORESTA AMAZÔNICA F 5 M A 2

FLORESTA AMAZÔNICA F 5 M A 2 FLORESTA AMAZÔNICA F 5 M A 2 Editora F-5MA2 Rua Floriano Peixoto Santos, 55 Morumbi CEP 05658-080 São Paulo - SP Tel.: (11) 3749 3250 Apresentação A população crescendo, florestas sumindo, calor aumentando,

Leia mais

As Sociedades Recolectoras e as Primeiras Sociedades Produtoras

As Sociedades Recolectoras e as Primeiras Sociedades Produtoras Slide 1 As Sociedades Recolectoras e as Primeiras Sociedades Produtoras Slide 2 O Aparecimento do Homem Ocorreu em África, há mais de 4 milhões de anos. O mais antigo antepassado do Homem é conhecido por

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programa da disciplina e metas curriculares 3º CICLO HISTÓRIA 7º ANO TEMAS/DOMÍNIOS CONTEÚDOS

Leia mais

Produçaõ de peixes. Adaptado de: "Better Farming Series 27 - FreshWater Fish Farming: How to Begin" (FAO, 1979)

Produçaõ de peixes. Adaptado de: Better Farming Series 27 - FreshWater Fish Farming: How to Begin (FAO, 1979) Produçaõ de peixes Adaptado de: "Better Farming Series 27 - FreshWater Fish Farming: How to Begin" (FAO, 1979) Onde pôr seu tanque de peixes 1. Você tem que escolher um lugar bom para sua tanque. 2. Lembra

Leia mais

MÓDULO DE RECUPERAÇÃO

MÓDULO DE RECUPERAÇÃO DISCIPLINA História 6º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II MÓDULO DE RECUPERAÇÃO ALUNO(A) Nº TURMA TURNO Manhã 1º SEMESTRE DATA / / 1) A função da História é investigar os fatos ocorridos, levando em consideração

Leia mais

AULA 2 O IMPACTO AMBIENTAL

AULA 2 O IMPACTO AMBIENTAL AULA 2 O IMPACTO AMBIENTAL Introdução À medida que o tempo passou, os seres humanos transformaram o meio ambiente onde viviam. Hoje, o planeta está muito diferente da época do Príncipe Solo. Na época da

Leia mais

Fogo. Melhor prevenir que apagar incêndios

Fogo. Melhor prevenir que apagar incêndios Fogo. Melhor prevenir 1 2 Fogo. Melhor prevenir Uso do fogo na Pré-história Há milhares de anos, o homem descobriu o fogo. Aos poucos, aprendeu maravilhas: iluminar cavernas, afastar o medo do escuro,

Leia mais

Data: /08/2014 Bimestre: 2. Nome: 8 ANO B Nº. Disciplina: Geografia Professor: Geraldo

Data: /08/2014 Bimestre: 2. Nome: 8 ANO B Nº. Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Data: /08/2014 Bimestre: 2 Nome: 8 ANO B Nº Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Valor da Prova / Atividade: 2,0 (DOIS) Nota: GRUPO 3 1- (1,0) A mundialização da produção industrial é caracterizada

Leia mais

AULA 2 O IMPACTO AMBIENTAL

AULA 2 O IMPACTO AMBIENTAL AULA 2 O IMPACTO AMBIENTAL Introdução O progresso maltratou a natureza. Os lugares visitados pelo Príncipe Solo não eram mais ou mesmos. No lugar de florestas, plantações e no lugar de planícies, cidades.

Leia mais

Alimentação & Sociedade. Da pré-história aos tempos actuais

Alimentação & Sociedade. Da pré-história aos tempos actuais Alimentação & Sociedade Da pré-história aos tempos actuais A história da comida e a comida a fazer história A alimentação é essencial ao homem desde o nascimento. Acredita-se que ao longo do tempo 1. Alimentava-se

Leia mais

OS EUROPEUS CHEGAM À AMÉRICA. Profª Regina Brito Fonseca

OS EUROPEUS CHEGAM À AMÉRICA. Profª Regina Brito Fonseca OS EUROPEUS CHEGAM À AMÉRICA Profª Regina Brito Fonseca Quando os europeus chegaram ao Continente Americano, no final do século XV, já o encontraram ocupado por vários povos. Alguns deles desenvolveram

Leia mais

COLÉGIO O BOM PASTOR PROF. RAFAEL CARLOS SOCIOLOGIA 3º ANO. Material Complementar Módulos 01 a 05: Os modos de produção.

COLÉGIO O BOM PASTOR PROF. RAFAEL CARLOS SOCIOLOGIA 3º ANO. Material Complementar Módulos 01 a 05: Os modos de produção. COLÉGIO O BOM PASTOR PROF. RAFAEL CARLOS SOCIOLOGIA 3º ANO Material Complementar Módulos 01 a 05: Os modos de produção. Modos de Produção O modo de produção é a maneira pela qual a sociedade produz seus

Leia mais