3º ANO. Física I Profº Xuxa. Sociologia Profº Fábio. 1) É(são) objeto(s) de estudo da sociologia:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "3º ANO. Física I Profº Xuxa. Sociologia Profº Fábio. 1) É(são) objeto(s) de estudo da sociologia:"

Transcrição

1 Sociologia Profº Fábio 1) É(são) objeto(s) de estudo da sociologia: a)toda e qualquer organização social, inclusive as sociedades humanas e animais. b)os sindicatos, as igrejas, os partidos e as universidades. c)a sociedade moderna, em suas múltiplas características e aspectos. d)as sociedades do passado, desde a préhistória até a idade moderna. 2) (UFAL-PSS) Nem tudo o que uma pessoa faz é um fato social. Para Émile Durkheim ( ), um fato social tem de atender a três características: generalidade, exterioridade e coercitividade. Isto é, o que as pessoas sentem, pensam, ou fazem independe de suas vontades individuais, é um comportamento estabelecido pela e para a sociedade. Considerando o texto acima, tratam-se de fatos sociais: a)as crenças e as práticas da vida religiosa. b)as diferenças de personalidade entre pessoas. c)as proibições que pais estabelecem, para seus filhos, de frequentarem boates. d)os estudos feitos com a finalidade de aumentar conhecimentos e habilidades. e)as regras estabelecidas por crianças que formam um time de futebol na escola. 3) A sociologia, como campo de saber científico, surge em decorrência das mudanças econômicas, políticas e sociais em curso, desde o século XVI, as quais estabeleceram as bases da modernidade capitalista. Assinale a alternativa que apresenta, respectivamente, três acontecimentos de ordem econômica, política e cultural do contexto histórico em que surgiu a sociologia. a)revolução Industrial, antropocentrismo e Revolução Francesa. b)revolução Francesa, industrialismo e Reforma protestante. c)renascimento, Reforma protestante e Revolução Francesa. d)revolução Francesa, antropocentrismo e Revolução Industrial. e)revolução Industrial, Revolução Francesa e Iluminismo. Física I Profº Xuxa 04) (Fuvest) A figura I adiante representa um imã permanente em forma de barra, onde N e S indicam, respectivamente, pólos norte e sul. Suponha que a barra seja dividida em três pedaços, como mostra a figura II. Colocando lado a lado os dois pedaços extremos, como indicado na figura III, é correto afirmar que eles a) se atrairão, pois A é pólo norte e B é pólo sul. b) se atrairão, pois A é pólo sul e B é pólo norte. c) não serão atraídos nem repelidos. d) se repelirão, pois A é pólo norte e B é pólo sul. e) se repelirão, pois A é pólo sul e B é pólo norte. 05) (UEL) Considere o campo magnético nos pontos P 1, P 2, P 3, P 4 e P 5 nas proximidades de um ímã em barra, conforme representado na figura a seguir. A intensidade do campo magnético é menor no ponto a) P 1 b) P 2 c) P 3 d) P 4 e) P 5

2 06) (FUVEST) Um circuito é formado por dois fios muitos longos, retilíneos e paralelos, ligados a um gerador de corrente contínua como mostra a figura a seguir. O circuito é percorrido por uma corrente constante I. Pode-se afirmar que a força de origem magnética que um trecho retilíneo exerce sobre o outro é: a) nula. b) atrativa e proporcional a l. c) atrativa e proporcional a l 2. d) repulsiva e proporcional a l. e) repulsiva e proporcional a l 2. 07) (UNIRIO) Assinale a opção que apresenta a afirmativa correta, a respeito de fenômenos eletromagnéticos. a) É possível isolar os pólos de um imã. b) Imantar um corpo é fornecer elétrons a um de seus pólos e prótons ao outro. c) Ao redor de qualquer carga elétrica, existe um campo elétrico e um campo magnético. d) Cargas elétricas em movimento geram um campo magnético. e) As propriedades magnéticas de um imã de aço aumentam com a temperatura. 08) (FAAP) O condutor retilíneo muito longo indicado na figura é percorrido pela corrente I = 62,8 A. O valor da corrente I na espiral circular de raio R, a fim de que seja nulo o campo magnético resultante no centro O da mesma, será igual a: a) nulo b) 1 A c) 1000 A d) 100 A e) 10 A 09) (FEI) A intensidade do campo magnético produzido no interior de um solenóide muito comprido percorrido por corrente depende basicamente: a) só do número de espirais do solenóide b) só da intensidade da corrente c) do diâmetro interno do solenóide d) do número de espiras por unidade de comprimento e da intensidade da corrente e) do comprimento do solenóide Física II Profº Rodrigo 10) (Puccamp) Uma fonte de tensão ideal F, cuja força eletromotriz é 12 volts, fornece uma corrente elétrica de 0,50 ampéres para um resistor R, conforme indica o esquema a seguir. Se essa fonte de tensão F for substituída por outra, também de 12 volts, a corrente elétrica em R será de 0,40 ampéres. A resistência interna da nova fonte de tensão é, em ohms, igual a: a) 0,10 b) 0,60 c) 1,2 d) 3,0 e) 6,0

3 11) (UEL) A diferença de potencial obtida nos terminais de um gerador é 12volts. Quando esses terminais são colocados em curto-circuito, a corrente elétrica fornecida pelo gerador é 5,0 ampéres. Nessas condições, a resistência interna do gerador é, em ohms, igual a: a) 2,4 b) 7,0 c) 9,6 d) 17 e) 60 a) paralelo em I, II, e III; b) paralelo em III e IV; c) série em I, II, e III; d) série em IV e V; e) série em III e V. 14) (UEL) O gráfico a seguir, representa a ddp U em função da corrente i para um determinado elemento do circuito. Pelas características do gráfico, o elemento é um 12) (Fuvest) No circuito esquematizado, onde i=0,6 A, a força eletromotriz E vale: a) 48 V b) 36 V c) 24 V d) 12 V e) 60 V a) gerador de resistência interna 2,0 Ω b) receptor de resistência interna 2,0 Ω c) resistor de resistência elétrica 2,0 Ω d) gerador de resistência interna 1,0 Ω e) receptor de resistência interna 1,0 Ω 13) (Cesgranrio) Pilhas de lanterna estão associadas por fios metálicos, segundo os arranjos: Ligando-se resistores entre os pontos terminais livres, pode-se afirmar que as pilhas estão eletricamente em: 15) (Pucmg) Em certo aparelho elétrico encontrase a seguinte indicação: 1800 CALORIAS/MINUTO. A respeito dessa informação, são feitas três afirmativas: Dado: 1 cal = 4 J I. A indicação mostra a força eletromotriz do aparelho. II. A indicação corresponde a uma potência de 120 watts. III. A indicação sugere que a corrente elétrica que circula na resistência do aparelho é de 15 amperes, quando ligado a uma ddp de 120 volts. Assinale: a) se todas as afirmativas estiverem corretas. b) se todas as afirmativas estiverem incorretas. c) se apenas as afirmativas I e II estiverem incorretas.

4 d) se apenas as afirmativas I e III estiverem incorretas. e) se apenas as afirmativas II e III estiverem incorretas. Matemática I Profº Valdivino 16) (UFRS) A equação da circunferência de diâmetro AB, com A(3, 1) e B(1, -3), é; a) x² + y² +4x -2y 15 = 0 b) x² + y² -4x +2y 15 = 0 c) x² + y² -4x +2y = 0 d) x² + y² +4x -2y = 0 e) x² + y² -2x +4y = 0 17) (PUC RS) A área do circulo de equação x² + y² - 4x 5 = 0 é: a) 9π b) 10π c) 11π d) 12π e) 13π 18) (UFRS) A circunferência x² + y² + 4x 2y + k = 0 é tangente à reta x = 3. O valor de k é: a) -80 b) -20 c) 0 d) 1 e) 3 20) (PUC RS) A distância entre os centros das circunferências de equações x² + y² - 6x 8y + 21 = 0 e x² + y² - 49 = 0 é: a) 2 b) 5 c) 4 d) 5 e) 7 Matemática II Profª Mônica 21) (UNITAU-SP) O valor de b para o qual o polinômio P(x) = 15x 16 + bx é divisível por x - 1 é: a) -16. b) 16. c) 15. d) 32. e) ) (UNITAU-SP) Sabe-se que 1, 2 e 3 são raízes de um polinômio do terceiro grau P(x) e que P(0) = 1, logo, P(10) vale: a) 48. b) 24. c) d) 104. e) ) (FESP) A equação da reta paralela à reta -8x + 2y 2 = 0 e que passa pelo centro da circunferência x² + y² - 4x 8y + 12 = 0 é: a) y = 2x b) y = 4(x - 1) c) y = x + 2 d) y = 3x 2 e) y = 4x 1 23) (FUVEST-SP) Seja p(x) um polinômio divisível por x-3. Dividindo p(x) por x-1 obtemos quociente q(x) e resto r = 10. O resto da divisão de q(x) por x-3 é: a) - 5 b) - 3 c) 0 d) 3 e) 5

5 24) (UFRJ-RJ) O resto da divisão do polinômio P(x) = (x 2 + 1) 2 pelo polinômio D(x) = (x - 1) 2 é igual a: a) 2 b) 4 c) 2x - 1 d) 4x - 2 e) 8x 4 25) (FEI-SP) Se na divisão do polinômio P(x) = x 3 + 5x - 4 pelo polinômio Q(x) obtém-se um quociente x e um resto R(x) que é divisível por x - 1, então R(x) vale: a) (x -1) b) 2 (x -1) c) 3 (x -1) d) 4 (x -1) e) 5 (x -1) 26) (UEL-PR) A equação 2x 3-5x 2 + x + 2 = 0 tem três raízes reais. Uma delas é 1. As outras duas são tais que a) ambas são números inteiros. b) ambas são números negativos. c) estão compreendidas entre -1 e 1. d) uma é o oposto do inverso da outra. e) uma é a terça parte da outra. Gramática Profº Márcio 27) Os narradores, embora de espaços diferentes escolas rurais, escolas de favelas, escolas de grandes e pequenas cidades contam, em uníssono, a história da educação paulista, mas que não é diferente da educação gaúcha, potiguar ou mato-grossense. (PROLEITURA, jun ) Que alternativa reescreve o texto acima sem alterar o sentido? a) Os narradores, porque procedem de espaços diferentes, contam, em uníssono, a história da educação paulista, embora ela seja diferente da educação gaúcha, potiguar ou matogrossense. b) Os narradores, procedentes portanto de espaços diferentes, contam, em uníssono, a história da educação paulista, que porém não é diferente da educação gaúcha, potiguar ou mato-grossense. c) Os narradores, quando de espaços diferentes, contam, em uníssono, a história da educação paulista, que, por isso, não é diferente da educação gaúcha, potiguar ou matogrossense. d) Os narradores, apesar de procedentes de espaços diferentes, contam, em uníssono, a história da educação paulista, que não é, todavia, diferente da educação gaúcha, potiguar ou mato-grossense. e) Os narradores, que todavia são de espaços diferentes, contam, em uníssono, a história da educação paulista, mas não são diferentes de gaúchos, potiguares ou mato-grossenses. As questões 28 e 29 referem-se ao texto que segue. O ministro da Ciência e Tecnologia, Ronaldo Sardenberg, 60 anos, tem quase quatro décadas como diplomata. Habituou-se à fala calma e aos gestos contidos. É desse modo que aborda o tema mais polêmico de sua pasta atualmente: o acordo do Brasil com os Estados Unidos segundo o qual as empresas americanas poderão usar a base aeroespacial de Alcântara, no Maranhão, para pôr seus satélites em órbita. Mas, por trás da fachada diplomática, Sardenberg anda furioso. Por defender o acordo com os americanos, que a oposição no Congresso combate sob a alegação de que fere a soberania nacional, Sardenberg tem sido acusado de entreguista e impatriótico. Repilo energicamente esse tipo de acusação, diz o ministro, que se classifica como um nacionalista. Para ele, o acordo com os Estados Unidos é bom para o Brasil e servirá como uma importante alavanca para que o país entre no competitivo e bilionário mercado aeroespacial. (Veja, 12 set ) 28) Sardenberg, para se defender da acusação de entreguista e impatriótico, argumenta que o acordo com os EUA a) fere a soberania nacional. b) é essencial para que o Brasil se insira no mundo globalizado.

6 c) é um impulso para que o Brasil entre no mercado aeroespacial. d) é um tema polêmico no Ministério da Ciência e Tecnologia. e) é resultado de quatro décadas de experiência no trabalho diplomático. 29) É desse modo que aborda o tema mais polêmico de sua pasta atualmente... A expressão desse modo, no início do texto, refere-se a) à forma de atuar característica do diplomata: fala calma e gestos contidos. b) ao que Sardenberg pensa do acordo entre Brasil e EUA. c) ao fato de Sardenberg ser o ministro da Ciência e Tecnologia. d) ao fato de Sardenberg ter quase quatro décadas de experiência diplomática. e) à característica polêmica do acordo. 30) A partir do dialogo, o leitor infere que o objetivo do diálogo é: c) Tratar a questão da crise energética de uma forma séria e racional. d) Apresentar um sério diálogo entre FHC e Parente. Nele o presidente propõe uma saída viável para o instante da falta de energia. e) Fazer uma alusão bem humorada às ações normalmente executadas às escondidas de alguns políticos brasileiros. 31) Assinale a alternativa em que todas as formas estejam na segunda pessoa do plural do imperativo afirmativo. a) ouvi, vinde, ide, traze b) ouvi, vinde, ide, trazei c) ouvi, venhas, ide, trazei d) ouça, vinde, vá, tragais e) ouça, venhas, vás, tragais 32) "Não fales! Não bebas! Não fujas!" Passando tudo para a forma imperativa afirmativa teremos: a) Fala! Bebe! Foge! b) Fala! Bebe! Fuja! c) Fala! Beba! Fuja! d) Fale! Beba! Fuja! e) Fale! Bebe! Foge! 33) Selecione a alternativa que apresente as palavras que completem a frase abaixo. Não te com essas mentiras que da ignorância. a) aborreces, provêem b) aborreça, provém c) aborreças, provêm d) aborreça, provêem e) aborreças, provém a) Propor que um jantar à luz de velas é uma ótima forma de economizar energia em momento de racionamento. b) Demonstrar uma saída viável para enfrentar o momento de falta de energia. Romance LIII ou das Palavras aéreas I Ai, palavras, ai, palavras, que estranha potência, a vossa! Ai palavras, ai, palavras, sois de vento, ides no vento, no vento que não retorna, e, em tão rápida existência, tudo se forma e transforma! II Sois de vento, ides no vento, e quedais, com sorte nova! III Ai, palavras, ai, palavras, que estranha potência, a vossa! Todo o sentido da vida principia à vossa porta; o mel do amor cristaliza

7 seu perfume em vossa rosa; sois o sonho e sois a audácia, calúnia, fúria, derrota... IV A liberdade das almas, ai! Com letras se elabora... E dos venenos humanos sois a mais fina retorta: frágil, frágil como o vidro e mais que o aço poderosa! Reis, impérios, povos, tempos, pelo vosso impulso rodam... 34) Em relação ao poema de Cecília Meireles, marque a opção INCORRETA. a- A estrofe I manifesta a idéia de que as palavras, apesar da sua efemeridade, têm um poder criador e transformador. b- Na última estrofe, a presença das figuras vidro e aço concretiza a oposição fragilidade (material) da palavra versus sua força (de conteúdo). c- A locutora dialoga com as palavras, valendose do vocativo para transformá-las em seu interlocutor direto. d- Ao usar a expressão estranha potência, a autora revela surpresa diante do poder destruidor que a palavra assume ao longo do tempo. e- Na estrofe III, a palavra aparece como o ponto de partida para a própria compreensão da vida. Literatura Profº Ivana 35) Texto I "Discreta e formosíssima Maria, Enquanto estamos vendo claramente Na vossa ardente vista o sol ardente, e na rosada face a aurora fria; Enquanto pois produz, enquanto cria Essa esfera gentil, mina excelente No cabelo o metal mais reluzente, E na boca a mais fina pedraria. Gozai, gozai da flor da formosura, Antes que o frio da madura idade Tronco deixe despido o que é verdura. Que passado o zenith da mocidade, Sem a noite encontrar da sepultura, É cada dia ocaso da beldade." (Gregório de Matos) Texto II "Minha bela Marilia, tudo passa; A sorte deste mundo é mal segura; Se vem depois dos males a ventura, Vem depois dos prazeres a desgraça. Estão os mesmos deuses Sujeitos ao poder do ímpio Fado: Apolo já fugiu do Céu brilhante, Já foi pastor de gado. Ah! enquanto os Destinos impiedosos Não voltam contra nós a face irada, Façamos, sim façamos, doce amada, Os nossos breves dias mais ditosos, Um coração, que frouxo A grata posse de seu bem difere, A si, Marília, a si próprio rouba, E a si próprio fere. Ornemos nossas testas com as flores; E façamos de feno um brando leito, Prendamo-nos, Marília, em laço estreito, Gozemos do prazer de sãos Amores. Sobre as nossas cabeças, Sem que o possam deter, o tempo corre; E para nós o tempo, que se passa, Também, Marilia, morre." (Tomás Antônio Gonzaga) O texto I é barroco; o texto II é arcádico. Comparando-os, é correto afirmar, EXCETO: a) os barrocos e árcades expressam sentimentos. b) as construções sintáticas barrocas revelam um interior conturbado. c) o desejo de viver o prazer é dirigido à amada nos dois textos. d) os árcades têm uma visão de mundo mais angustiada que os barrocos. e) a fugacidade do tempo é temática comum aos dois estilos. 36) (UFRJ) Leia a estrofe de Tomás Antônio Gonzaga e faça o que se pede: Os teus olhos espalham a luz divina, A quem a luz do sol em vão se atreve; Papoila ou rosa delicada e fina Te cobre as faces, que são cor da neve. Os teus cabelos são uns fios de ouro; Teu lindo corpo bálsamo vapora. Ah! não, não fez o Céu, gentil Pastora, Para glória de amor igual Tesouro. (TOMÁS ANTÔNIO GONZAGA," Marília de Dirceu"- Parte I, Lira I) Sobre a personagem central feminina, podemos afirmar que:

8 a) Marília é mostrada, ao mesmo tempo, como pessoa e como encarnação do Amor, como categoria absoluta. b) Apesar da beleza deslumbrante da amada, não se verifica, na construção dessa personagem, qualquer idealização clássica da mulher. c) O poeta dirige-se a Marília unicamente como sua noiva e futura esposa. d) A beleza luxuriante de Marília contrasta com o ideal de serena fruição dos prazeres sadios da vida. e) Marília, pela sua intensa sensualidade, representa o ideal de amante e não o de noiva ou esposa. 37) (Ufl) Apresentam-se em seguida, três proposições I, II e III. I. "O arcadismo, traduz a crítica da burguesia culta, aos abusos da nobreza e do clero." II. O momento poético, na literatura do Arcadismo, nasce de um encontro, embora ainda amaneirado, com a natureza e os afetos comuns do homem. III. "Façamos, sim, façamos, doce amada, Os nossos breves dias mais ditosos." A característica que está presente nestes versos de Marília de Dirceu, de Tomás Antônio Gonzaga, é o "carpe diem" ("gozar a vida"). Marque: a) se só as proposições I e II são corretas. b) se só a proposição II é correta. c) se só a proposição III é correta. d) se só são corretas as proposições Il e III. e) se todas as proposições são corretas. 38) (Ufsm) "Tu não verás, Marília, cem cativos tirarem o cascalho e a rica terra, ou dos cercos dos rios caudalosos, ou da minada serra. Não verás separar ao hábil negro do pesado esmeril a grossa areia, e já brilharem os granetes de oiro no fundo da bateia." No trecho de "Marília de Dirceu", expressões como "cem cativos", "rios caudalosos" e "granetes de oiro" remetem para a) a profissão de minerador exercida por Dirceu. b) uma atividade econômica exercida na época. c) o desagrado de Dirceu em relação à atividade do pai de Marília. d) preocupações de Dirceu relativas à poluição dos rios. e) a prosperidade em que vivia o povo brasileiro. 39) (Uflavras) "Que diversas que são, Marília, as horas Que passo na masmorra imunda, e feia, Dessas horas felizes já passadas Na tua pátria aldeia!" Esses versos de "Marília de Dirceu", de Tomás Antônio Gonzaga, caracterizam: a) a primeira parte da obra, o namoro. b) a felicidade da futura família. c) o sonho de realizar a Inconfidência. d) a segunda parte da obra, a cadeia. e) o sonho de um futuro feliz ao lado da amada. História Profº Alexandre Sabino 40) (...) Para os mais velhos, não é um constrangimento. É raro encontrar quem o defenda. Ao fim da viagem, quando eu já me conformava com o ritmo lento e as respostas esquivas dos chineses, testemunhei a única reação direta, quase intempestiva, de um professor de Economia da Universidade de Tsing-Hua, Denggao Long. Ao indagar se as mudanças na China mostravam uma verdadeira revolução de Deng, Long deu um pulo na cadeira e até arriscou o inglês: Revolução? Não! Reforma. Eu sorri, e ele continuou: Revolução, nunca mais na China. A Revolução Cultural foi uma tragédia, um erro (...) Revista Época, 06/2008 Que aspecto da Revolução Cultura Chinesa, ocorrida entre as décadas de 1960/1970, justificaria a afirmação destacada no trecho acima? Assinale a alternativa que responde, corretamente, à questão. a) A Revolução Cultural agiu em favor da burocratização do Estado Chinês e da planificação excessivamente centralizada da economia. b) No plano econômico, a Revolução Cultural atrasou o avanço tecnológico do país, entre outros aspectos, devido às inúmeras perseguições a intelectuais, cientistas e educadores. c) Por meio da mudança de mentalidade, o governo maoísta pretendia consolidar os ideais

9 revolucionários burgueses, em detrimento da massa camponesa. d) A Revolução Cultural combateu, duramente, o isolamento tradicional da cultura chinesa, valorizando o cosmopolitismo e a inovação criadora trazida pelo Comunismo. e) Defendendo uma revolução proletária urbana, nos moldes da Revolução Russa, Mao Tse-tung precisou usar de extrema violência para conter a participação da massa camponesa, o que resultou em massacre. 41) Os 25 anos que se seguiram à Segunda Guerra Mundial foram marcados por revoltas, na Ásia e na África, contra a dominação ocidental. Essa reação dos povos até então subjugados pelas potências capitalistas ocidentais, que foi responsável pelo aparecimento de novos países, é comumente conhecida pela expressão "descolonização afro-asiática". I. A Carta de São Francisco, que criou a ONU, consolidou o princípio de autodeterminação dos povos, estimulando os anseios de independência das colônias africanas e asiáticas. II. No processo da descolonização, vários caminhos foram trilhados. A Índia escolheu o caminho do reformismo, a China optou pelo comunismo e a maior parte dos países asiáticos escolheu o não-alinhamento em relação ao mundo capitalista ou socialista. III. As formas de conquista da independência assumiram duas linhas gerais: a pacífica, em que a antiga colônia assumia gradualmente seus direitos de nação independente e continuava a manter boas relações políticas e econômicas com a metrópole; e a violenta, em que a colônia rompia totalmente com a metrópole e com o estatuto colonial, levando à luta armada. IV. Para não fragilizar a sua posição no contexto europeu, a União Soviética se contrapôs às guerras de libertação coloniais. A respeito deste tema, assinale o que for correto. a) F, F, F e F b) F, V, V e F c) V, V, V e F d) V, F, V e F e) V, V, V e V 42) De 1930 a 1945 Getúlio Vargas esteve no comando do governo. Sobre esse período, é correto afirmar que ( ) as alterações ocorridas no sindicalismo brasileiro - estruturas, funções e orientações - decorreram das próprias experiências e decisões dos trabalhadores, e não de fatores externos ao sindicato. ( ) desde o início da década de 30, houve cada vez mais o abandono de uma posição liberal em favor de outra intervencionista: o Estado não deveria permanecer à margem dos conflitos industriais e das questões sociais, mas regulamentar as relações entre os trabalhadores e os empresários. ( ) o Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP), criado por Getúlio no Estado Novo, tinha por objetivo facilitar o acesso dos trabalhadores à informação e à cultura e, para tal, desenvolveu uma política de ampla liberdade de imprensa. ( ) concretizando seu discurso em defesa da justiça social e da modernização, Getúlio instituiu a Lei do Salário Mínimo e criou o Imposto Sindical para subsidiar os sindicatos oficiais e, dessa forma, oferecer a tão sonhada e reivindicada emancipação dos trabalhadores, sem qualquer vínculo com o Estado. ( ) Getúlio Vargas utilizou o comunismo como pretexto para se impor ditatorialmente, através do golpe de 1937, instaurando o Estado Novo no Brasil. Sobre esse período, é correto afirmar que a) F, F, F, F e F b) F, V, F, F e V c) V, V, V, V e F d) V, F, V, F e F e) V, V, V, F e V 43) Durante a Guerra Fria, desenvolveu-se, nos Estados Unidos, uma ideologia conhecida como macartismo. Essa ideologia tinha como objetivo: a) Caracterizar as bases da política externa dos Estados Unidos para a América Latina depois da Revolução Cubana. b) Definir os fundamentos da doutrina geopolítica dos Estados Unidos para as Américas e para a região do oceano Pacífico. c) Definir os princípios da presença das multinacionais americanas nas regiões de grande interesse estratégico dos Estados Unidos. d) Fundamentar organizações internacionais, como a ONU, a OEA e a OTAN, que se tornaram grandes instrumentos de execução da política externa americana durante a Guerra Fria. e) Vigiar e impedir que simpatizantes de ideologias de esquerda ocupassem cargos de liderança e influência no funcionalismo público, no governo, nas universidades, nos meios de

10 comunicação e nas grandes corporações econômicas americanas. 44) Joel Silveira, correspondente dos Diários Associados, assim se refere ao cotidiano dos pracinhas brasileiros na Itália: Sofremos bastante lá nos Apeninos. Medo, frio muito frio, desconforto e aquele constante odor de sangue velho e óleo diesel, que é o cheiro da guerra. SILVEIRA, Joel. O Inverno da Guerra. Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S) a respeito da participação do Brasil na Segunda Guerra Mundial. ( ) O governo brasileiro entrou na luta antifascista em meados de 1939, quando a Alemanha invadiu a Polônia. ( ) O Brasil participou da Segunda Guerra Mundial, ao lado das potências Aliadas, em guerra contra o Eixo. ( ) A decisão do governo Vargas de declarar guerra ao Eixo foi influenciada por uma grande pressão popular, devido ao afundamento de navios brasileiros. ( ) No Brasil, Getúlio Vargas, fortalecido com o sucesso da FEB na Itália, dissolveu o Congresso e instaurou o Estado Novo. ( ) Apesar das dificuldades que encontrou, a FEB teve uma importante participação na luta pela conquista dos Apeninos. A tomada de Monte Castelo foi uma de suas grandes vitórias. a) F, V, V, F e V b) F, V, F, F e V c) V, V, V, V e F d) V, F, V, F e F e) V, V, V, F e V Geografia Profº Fábio 45) O DIEESE descreveu o perfil de um trabalhador de determinado setor da economia, que oferece cerca de de empregos. "Homens; com baixo nível de escolaridade; idade média entre 35 e 38 anos; que não contribuem para a previdência social; atuam, com freqüência por conta própria; cumprem longas jornadas de trabalho; migrantes; com percentual de trabalhadores negros superior ao encontrado na força de trabalho como um todo e com baixo nível de rendimentos". (Fonte: "Estudo Setorial", 2002.) Identifique o setor de atividade correspondente ao perfil do trabalhador descrito: a) Siderurgia. b) Produção de veículos automotores. c) Produção têxtil. d) Construção civil. e) Pesca artesanal. 46) No que se refere à industrialização brasileira, assinale o INCORRETO. a) Após a Segunda Guerra Mundial, a queda na capacidade de importação, em virtude da dificuldade cambial e das crises no comércio internacional, leva a industrialização brasileira a inaugurar o processo de substituição de importações. b) Além da crise econômica mundial, um dos fatores que contribuíram para o impulso da atividade industrial foi a subordinação ao capital açucareiro paulista que, no início do século XX, dominava a pauta das exportações. c) A crescente diferenciação intra-regional, sobretudo entre o Nordeste e as demais regiões brasileiras, ensejou um projeto de industrialização de base autônoma proposto pelo GTDN/SUDENE. d) O capital industrial, originado ainda no final do século XIX, foi uma conseqüência da acumulação do capital no setor cafeeiro. 47) O nível de industrialização de um país ou região pode ser medido por vários fatores: o consumo de energia por habitante, a porcentagem da população economicamente ativa (PEA) que constitui mão-de-obra industrial, a participação da indústria nacional na produção mundial e o nível tecnológico exigido para a fabricação dos produtos no país. Atualmente as principais regiões industriais do mundo são constituídas por transnacionais que detêm a maior parte da tecnologia mundial. Assinale a alternativa cuja afirmativa seja INCORRETA. a) Na visita do presidente dos EUA, George W. Bush, ao Brasil, em março de 2007, esteve na agenda de discussão o etanol, bem como a apresentação de uma proposta de criação de um mercado internacional regular desse biocombustível. b) O amplo consumo de combustíveis fósseis, sobretudo o petróleo, caminha para um impasse tanto ambiental, devido à colaboração para o aquecimento global do planeta, quanto econômico, pois a situação aponta para um esgotamento dessas reservas. c) Os presidentes do Brasil e dos EUA também decidiram que incentivarão a produção de etanol

11 em países da América Central e do Caribe para responder à crescente demanda mundial dessa fonte de energia alternativa ao petróleo. d) A rodada de Doha das negociações da Organização Mundial do Comércio (OMC) visa a diminuir as barreiras comerciais em todo o mundo, com foco no livre comércio para os países em desenvolvimento. e) O Brasil não tem se preocupado em investir na criação de combustíveis produzidos a partir de materiais orgânicos, como soja, mamona, girassol, rícino, algodão e até gordura animal, excetuando-se a cana-de-açúcar. 48) A atividade industrial se constitui em um dos principais fatores da organização do território brasileiro. No período entre 1930 e a primeira metade da década de 1950, essa atividade a) intensifica a internacionalização do processo industrial por meio da implementação dos grandes complexos industriais, permitindo, assim, uma elevada geração de empregos no setor. b) promove a abertura das fronteiras ao capital estrangeiro, com a criação de incentivos fiscais, cambiais, tarifários e creditícios, visando atrair investimentos externos para o Brasil. c) define as condições favoráveis para o desenvolvimento industrial, a partir da produção cafeeira, ampliando o mercado interno e favorecendo a imigração para a substituição da mão-de-obra escrava. d) consolida a substituição da mão-de-obra imigrante pela mão-de-obra nacional, implementando mudanças no plano da política interna, direcionada para a atividade industrial no país. 49) Sobre o processo de industrialização brasileiro, são feitas as seguintes afirmações. I - A partir de 1930, começa um importante projeto de criação de infra-estrutura para o desenvolvimento do parque industrial. II - A partir da Segunda Guerra Mundial, acentuase o processo de estatização das indústrias na Região Sudeste. III - A partir de 1964, amplia-se o parque industrial para atender a demanda da modernização da agricultura. Quais estão corretas? a) Apenas I. b) Apenas II. c) Apenas III. d) Apenas I e III. e) Apenas II e III. Química I Profº Bean 50) (Pucmg 2008) Uma bateria muito comum utilizada na medicina é o marcapasso, que é colocado sob a pele de pessoas com problemas cardíacos, com a finalidade de regular as batidas do coração. A reação responsável pela produção de corrente elétrica pode ser representada pela equação: HgO(s) + Zn(s) + H 2 O(l) Zn(OH) 2 (aq) + Hg(l) A partir dessas informações, assinale a afirmativa INCORRETA. a) O mercúrio do HgO sofre uma redução. b) O metal zinco atua como agente oxidante. c) A variação do número de oxidação do mercúrio na reação é de + 2 para 0. d) O zinco aumenta o seu número de oxidação na reação. 51) (Pucmg 2008) As estações de tratamento de esgotos conseguem reduzir a concentração de vários poluentes presentes nos despejos líquidos antes de lançá-los nos rios e lagos. Uma das reações que acontece é a transformação do gás sulfídrico (H 2 S), que apresenta um cheiro muito desagradável, em SO 2. O processo pode ser representado pela equação: H 2 S(g) + O 2 (g) SO 2 (g) + H 2 O(g) Considerando-se essas informações e após o balanceamento dessa equação, é INCORRETO afirmar que: a) o enxofre do gás sulfídrico é oxidado. b) o gás oxigênio atua como agente redutor. c) a soma dos coeficientes mínimos e inteiros das espécies envolvidas é igual a 9. d) a variação do número de oxidação para cada átomo de enxofre é igual a 6.

12 52) (Unesp 2008) O nitrogênio pode existir na natureza em vários estados de oxidação. Em sistemas aquáticos, os compostos que predominam e que são importantes para a qualidade da água apresentam o nitrogênio com números de oxidação - 3, 0, + 3 ou + 5. Assinale a alternativa que apresenta as espécies contendo nitrogênio com os respectivos números de oxidação, na ordem descrita no texto. a) NH 3, N 2, NO 2 -, NO 3 -. b) NO 2 -, NO 3 -, NH 3, N 2. c) NO 3 -, NH 3, N 2, NO 2 -. d) NO 2 -, NH 3, N 2, NO 3 -. e) NH 3, N 2, NO 3 -, NO 2-53) ( cftce 2005) O produto obtido da reação entre fosfeto de cálcio e água é Ca(OH) 2 e PH 3. Adicionando-se gás oxigênio ao PH 3, obtém-se ácido fosfórico. De acordo com as reações envolvidas no processo Ca 3 P 2 + H 2 O Ca(OH) 2 + PH 3 PH 3 + O 2 H 3 PO 4 a quantidade de oxigênio gasto e a quantidade de ácido obtida no processo, respectivamente, partindo de 2 mols de Ca 3 P 2, são: 55) (Interdisciplinar Bean Fuvest 2009)O debate atual em torno dos biocombustíveis, como o álcool de cana-de-açúcar e o biodiesel, inclui o efeito estufa. Tal efeito garante temperaturas adequadas à vida na Terra, mas seu aumento indiscriminado é danoso. Com relação a esse aumento, os biocombustíveis são alternativas preferíveis aos combustíveis fósseis porque a) são renováveis e sua queima impede o aquecimento global. b) retiram da atmosfera o CO2 gerado em outras eras. c) abrem o mercado para o álcool, cuja produção diminuiu o desmatamento. d) são combustíveis de maior octanagem e de menores taxas de liberação de carbono. e) contribuem para a diminuição da liberação de carbono, presente nos combustíveis fósseis. Química II Profº Ytalo 56) (FUVEST SP) A reação do propano com cloro gasoso, em presença de luz, produz dois compostos monoclorados. a) 4 mols de O 2 e 2 mols de H 3 PO 4 b) 2 mols de O 2 e 4 mols de H 3 PO 4 c) 1 mol de O 2 e 1 mol de H 3 PO 4 d) 4 mols de O 2 e 8 mols de H 3 PO 4 e) 8 mols de O 2 e 4 mols de H 3 PO 4 54) (Bean cps 2008) Vendo crianças brincando, correndo, pulando e gritando, costuma-se dizer: "Quanta energia!" A que se deve tanta energia? Deve-se, entre outras coisas, à liberação de energia, resultado da oxidação da glicose (C 6 H 12 O 6 ), que pode ser representada pela seguinte equação: C 6 H 12 O O 2... CO H 2 O Uma equação química deve representar a conservação dos átomos, portanto, essa equação estará correta se os coeficientes que estão faltando nas lacunas forem preenchidos, respectivamente, por: a) 1, 1, 1. b) 2, 6, 6. c) 3, 3, 3. d) 3, 2, 6. e) 6, 6, 6. Na reação do cloro gasoso com 2,2-dimetilbutano, em presença de luz, o número de compostos monoclorados que podem ser formados e que não possuem, em sua molécula, carbono assimétrico é: a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 5 57) Um alceno X foi oxidado energicamente pela mistura sulfomangânica (KMnO 4 + H 2 SO 4 ). Os produtos da reação foram butanona e ácido metilpropanóico. Logo o alceno X é: a) 2-metil hex-3-eno b) 3-metil hex-3-eno c) 2,4-dimetil hex-3-eno d) 2,5-dimetil hex-3-eno e) 3,5-dimetil hex-3-eno

13 58) A oxidação do ácido lático (ácido 2-hidróxi propanóico) dá origem ao seguinte composto de função mista: a) álcool e ácido b) aldeído e cetona c) fenol e álcool d) cetona e ácido e) éster e ácido 59) A metanfetamina, uma substância usada como medicamento, é eliminada do organismo por meio de uma série de reações. O processo global pode ser representado pela reação com O 2, conforme mostra a equação: 4 C 10 H 15 N + 55 O 2 40 CO H 2 O 2 N 2 A quantidade de oxigênio, em miligramas, necessária para reagir completamente com 12 mg desse medicamento é, aproximadamente: Dados: C = 12, H = 1, N = 14 e O = 16 a) 440 b) 165 c) 110 d) 55 e) 35 60) Qual o produto de uma hidrólise alcalina de um éster? a) ácido carboxílico b) alceno c) sabão d) cetona e) fenol 61) (Fuvest-2000) O ácido adípico, empregado na fabricação do náilon, pode ser preparado por um processo químico, cujas duas últimas etapas estão representadas ao abaixo: Nas etapas I e II ocorrem, respectivamente, a) oxidação de A e hidrólise de B. b) redução de A e hidrólise de B. c) oxidação de A e redução de B. d) hidrólise de A e oxidação de B. e) redução de A e oxidação de B. Biologia I Profª Sandra 62) Xeromorfismo é a aparente adaptação das plantas às condições de falta de água, mas pode também ser devida à falta de nutrientes no solo. Assim pode-se encontrar xeromorfismo aparente: a) nos campos limpos, no cerrado e na vegetação de brejo. b) nos desertos, nas epífitas das matas e na vegetação de restinga. c) na mata amazônica, na mata atlântica, e no cerrado. d) na vegetação halófita, nos manguezais e nos campos limpos. e) nos campos limpos, nos cocais e no cerrado. 63) A qual das regiões fitogeográficas brasileiras se referem as características a seguir: - Presença de vegetação exuberante, alta, com grande concentração de plantas epífitas, como orquídeas e bromélias - Alto índice pluviométrico anual - Sua área corresponde a 40% do território nacional a) caatinga b) hiléia amazônica c) pantanal d) cerrado e) mata atlântica 64) Uma região infestada por mosquitos foi tratada com inseticida durante quatro meses consecutivos. Diariamente eram feitas contagens da população desses insetos, para determinar o efeito das aplicações. O resultado consta do gráfico a seguir.

14 Segundo a teoria sintética da evolução, esses resultados se devem ao fato de o inseticida a) ter sofrido alteração química e perdido o seu efeito. b) ter levado os insetos a adquirir resistência. c) ter selecionado os insetos geneticamente resistentes a ele. d) ser inadequado para a região. e) não ser biodegradável e ter se acumulado nos insetos. 65) Recentes análises do DNA de chimpanzés permitiram concluir que o homem é mais aparentado com eles do que com qualquer outro primata. Isso permite concluir que: a) o chimpanzé é ancestral do homem. b) o chimpanzé e o homem têm um ancestral comum. c) o homem e o chimpanzé são ancestrais dos gorilas. d) a evolução do homem não foi gradual. e) os chimpanzés são tão inteligentes quanto o homem. 66) A pata de uma anta, a asa de uma pomba, o braço de um homem, são entre si: a) homólogos porque realizam a mesma função. b) homólogos porque possuem a mesma origem embrionária. c) análogos porque possuem a mesma origem embrionária. d) análogos porque realizam a mesma função. e) homólogos e análogos simultaneamente. 67) O poluente atmosférico que se liga permanentemente às moléculas de hemoglobina impossibilitando-as de transportar oxigênio às células é o: a) ozônio b) hidrocarbonato c) dióxido de enxofre d) dióxido de carbono e) monóxido de carbono Biologia II Profº Alexandre Osório 68) (ENEM-2008) Define-se genoma como o conjunto de todo o material genético de uma espécie, que, na maioria dos casos, são as moléculas de DNA. Durante muito tempo, especulou-se sobre a possível relação entre o tamanho do genoma medido pelo número de pares de bases (pb), o número de proteínas produzidas e a complexidade do organismo. As primeiras respostas começam a aparecer e já deixam claro que essa relação não existe, como mostra a tabela abaixo. De acordo com as informações acima, a) o conjunto de genes de um organismo define o seu DNA. b) a produção de proteínas não está vinculada à molécula de DNA. c) o tamanho do genoma não é diretamente proporcional ao número de proteínas produzidas pelo organismo. d) quanto mais complexo o organismo, maior o tamanho de seu genoma. e) genomas com mais de um bilhão de pares de bases são encontrados apenas nos seres vertebrados. 69) (ENEM-2008) Durante muito tempo, os cientistas acreditaram que variações anatômicas entre os animais fossem conseqüência de diferenças significativas entre seus genomas. Porém, os projetos de seqüenciamento de genoma revelaram o contrário. Hoje, sabe-se que 99% do genoma de um camundongo é igual ao do homem, apesar das notáveis diferenças entre eles. Sabe-se também que os genes ocupam apenas cerca de 1,5% do DNA e que menos de 10% dos genes codificam proteínas que atuam na construção e na definição das formas do corpo. O restante, possivelmente, constitui DNA nãocodificante. Como explicar, então, as diferenças fenotípicas entre as diversas espécies animais? A resposta pode estar na região não-codificante do DNA. S. B. Carroll et al. O jogo da evolução. In: Scientific American Brasil, jun./2008 (com adaptações). A região não-codificante do DNA pode ser responsável pelas diferenças marcantes no fenótipo porque contém a) as seqüências de DNA que codificam proteínas responsáveis pela definição das formas do corpo. b) uma enzima que sintetiza proteínas a partir da seqüência de aminoácidos que formam o gene.

15 c) centenas de aminoácidos que compõem a maioria de nossas proteínas. d) informações que, apesar de não serem traduzidas em seqüências de proteínas, interferem no fenótipo. e) os genes associados à formação de estruturas similares às de outras espécies. 70) (ENEM-2005) Um fabricante afirma que um produto disponível comercialmente possui DNA vegetal, elemento que proporcionaria melhor hidratação dos cabelos. a) pares de mesmo tipo em todas as espécies, evidenciando a universalidade da estrutura do DNA. b) pares diferentes de acordo com a espécie considerada, o que garante a diversidade da vida. c) pares diferentes em diferentes células de uma espécie, como resultado da diferenciação celular. d) pares específicos apenas nos gametas, pois essas células são responsáveis pela perpetuação das espécies. e) pares específicos somente nas bactérias, pois esses organismos são formados por uma única célula. 72) (UFMS-2003) Os processos biológicos indicados como 1, 2 e 3, no esquema que segue, correspondem, respectivamente, a Sobre as características químicas dessa molécula essencial à vida, é correto afirmar que o DNA a) de qualquer espécie serviria, já que têm a mesma composição. b) de origem vegetal é diferente quimicamente dos demais pois possui clorofila. c) das bactérias poderia causar mutações no couro cabeludo. d) dos animais encontra-se sempre enovelado e é de difícil absorção. e) de características básicas, assegura sua eficiência hidratante. 71) (ENEM-2004) A identificação da estrutura do DNA foi fundamental para compreender seu papel na continuidade da vida. Na década de 1950, um estudo pioneiro determinou a proporção das bases nitrogenadas que compõem moléculas de DNA de várias espécies. a) replicação, tradução e transcrição. b) transcrição, replicação e tradução. c) replicação, transcrição e tradução. d) transcrição, tradução e replicação. e) tradução, replicação e transcrição. 73) (UFMG-2002) Os indivíduos albinos não possuem melanina pigmento responsável pela cor e proteção da pele e, por isso, são muito sensíveis à luz solar. Neste esquema, está representada parte da via biossintética para a produção desse pigmento: Com base nesse esquema e em outros conhecimentos sobre o assunto, é INCORRETO afirmar que A comparação das proporções permitiu concluir que ocorre emparelhamento entre as bases nitrogenadas e que elas formam a) a ausência da Enzima 1 resulta em um aumento da concentração de tirosina. b) casamentos entre indivíduos albinos não podem gerar descendentes com melanina. c) diferentes genótipos podem dar origem ao albinismo. d) indivíduos AABB formam gametas do tipo AB. e) indivíduos AAbb e aabb são albinos.

16 Filosofia Profº Fábio 74) Coloque V (verdadeiro) ou F (falso) nas inferências relacionadas às características da atividade filosófica: ( )A filosofia é uma forma de pensar acerca de certas questões. A sua característica fundamental é o uso de argumentos lógicos. ( )Os filósofos analisam e clarificam conceitos. ( )Os filósofos ocupam-se de questões acerca da religião, da política, da arte, dentre outras, que podemos chamar vagamente o sentido da vida. ( )A filosofia é uma ciência da mesma forma que a biologia. ( )A radicalidade, a particularidade e a visão de conjunto são características fundamentais da reflexão filosófica. Marque a alternativa que apresenta a seqüência correta de cima para baixo: 76) Uma definição para a palavra razão pode ser: a) emoção; b) sensação; c) religiosidade; d) argumento; e) mito; Atualidades Profº Fábio Os gráficos a seguir, extraídos do sítio eletrônico do IBGE, apresentam a distribuição da população brasileira por sexo e faixa etária no ano de 1990 e projeções dessa população para 2010 e ) a)v, V, V, V, F b)v, V, V, F, V c)f, F, V, V, F d)v, F, V, V, F e)v, V, V, F, F 75) Zeus ocupa o trono do universo. Agora o mundo está ordenado. Os deuses disputaram entre si, alguns triunfaram. Tudo o que havia de ruim no céu etéreo foi expulso, ou para a prisão do Tártaro ou para a Terra, entre os mortais. E os homens, o que acontece com eles? Quem são eles? VERNANT, Jean-Pierre. O universo, os deuses, os homens. São Paulo: Companhia das Letras, p. 56. O texto acima é parte de uma narrativa mítica. Considerando que o mito pode ser uma forma de conhecimento, assinale a alternativa correta. a)a verdade do mito obedece a critérios científicos de comprovação. b)o conhecimento mítico segue um rigoroso procedimento lógico-analítico para estabelecer suas verdades. c)as explicações míticas constroem-se de maneira argumentativa e autocrítica. d)o mito busca explicações definitivas acerca do homem e do mundo, e sua verdade independe de provas. e)a verdade do mito obedece a regras universais do pensamento racional, tais como a lei de nãocontradição. A partir da comparação da pirâmide etária relativa a 1990 com as projeções para 2030 e considerando-se os processos de formação socioeconômica da população brasileira, é correto afirmar que a) a expectativa de vida do brasileiro tende a aumentar na medida em que melhoram as condições de vida da população. b) a população do país tende a diminuir na medida em que a taxa de mortalidade diminui. c) a taxa de mortalidade infantil tende a aumentar na medida em que aumenta o índice de desenvolvimento humano. d) a necessidade de investimentos no setor de saúde tende a diminuir na medida em que aumenta a população idosa. e) o nível de instrução da população tende a diminuir na medida em que diminui a população.

17 78) "Com o aumento da expectativa de vida no mundo inteiro, tornar-se pai depois dos 40, 50 ou 60 anos deixou de ser raridade. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os homens brasileiros viviam, em média, 60,2 anos em Em 2005, essa idade aumentou para 68,3 anos". (ÉPOCA. "Que lindos. São seus netos?", n. 472, junho de 2007, p. 108) Se para muitos homens a paternidade é um fenômeno tardio, o mesmo vem acontecendo com a população feminina (no caso a maternidade). Sobre a paternidade e maternidade mais tardias pode-se dizer que a) a maternidade mais tardia da mulher é um fenômeno de repercussão importante na dinâmica demográfica da população brasileira, baixando, inclusive, as taxas de fecundidade. b) a expectativa de vida vem aumentando para homens e mulheres igualmente em todas as regiões brasileiras, o que torna nacional e homogênea a queda das taxas de fecundidade. c) nas cidades, a maior escolarização das mulheres interfere pouco nas taxas de fecundidade em razão dos limites biológicos da reprodução, que tem que se dar na mesma faixa de idade. d) o que interfere nas taxas de fecundidade é o controle da natalidade, que significa uma primeira maternidade tardia e, em segundo lugar, com menos importância, é o aumento do índice de escolarização das mulheres. e) o aumento da expectativa de vida dos homens e a possibilidade de ser pai mais tarde é o principal fator de queda da natalidade no Brasil, o que explica o baixo número de casamentos. 79) O Brasil com seus mais de 180 milhões de habitantes, é a quinta nação mais populosa do planeta. Sobre esse assunto assinale a afirmativa que não corresponde a realidade. a) Apesar de o deslocamento da população do Nordeste para o Sudeste continuar ocorrendo, as corrente migratórias internas do país estão sofrendo uma diversificação. b) O crescimento demográfico brasileiro vem acompanhando uma certa tendência mundial, ou seja, apresentando uma aceleração em face da taxa de fecundidade que se encontra crescente. c) O aparecimento de novos pólos de atração vem incentivando o movimento de migrantes no interior dos estados ou das macroregiões. d) A urbanização do Brasil consolidou-se na década de 1970, época em que a população residente nas cidades excede o número de moradores das áreas rurais e) A mortalidade infantil, no Brasil, varia bastante de uma região para outra, esse problema associase à qualidade de vida nas localidades e, também, ao grau de instrução dos pais. 80) O texto a seguir apresenta uma notícia publicada recentemente. FOLHA ONLINE Segunda-Feira, 10 de setembro de 2007 MUNDO Índice de crescimento da população latina diminui, diz ONU da France Presse, em Caracas Com base na manchete, é correto afirmar: a) A explosão demográfica foi contida, e a população latino-americana é menor que a dos demais países da América. b) A idade média da população deve ter diminuído em função da redução das taxas de fecundidade. c) A população continua crescendo, mas em proporção cada vez menor em relação aos anos anteriores. d) O índice de mortalidade da população é cada vez menor em decorrência da melhoria das condições sanitárias. 81) Durante a Conferência Internacional sobre a População em Desenvolvimento, realizada na primeira quinzena de setembro de 1994, no Egito, foi amplamente discutida a mais famosa teoria sobre população, elaborada no final do século XVIII, de autoria de: a) F. Ratzel. b) T. Malthus. c) T. Morus. d) La Blache. e) F. Engels. Inglês Profº Marco Aurélio Discovering our destiny ARE WE BECOMING OBSESSED WITH FINDING HIDDEN ANSWERS TO OUR DESTINY? With the words "WWWIII"; "biological warfare" and "nuclear war" filling the pages of the daily chronicles, the horrific terrorist attacks on the World Trade Center and the Pentagon have created an uncertain, frightening future. The

18 world's leaders give nothing away. So, as with many major events, some have sought to find hidden answers, conspiracies anything to make the uncertain certain. Up pops the name Nostradamus and a series of mysterious predictions that apparently foresee the events of that fateful day. 1) "In the year of the new century and nine months, from the sky will come a great King of Terror. The sky will burn at forty-five degrees. Fire approaches the great new city." 2) "In the city of York there will be a great collapse, two twin brothers torn apart by chaos while the fortress falls; the great leader will succumb; third world war will begin when the big city is burning." 3) "In the city of God there will be a great thunder; two brothers torn apart from chaos, while the fortress endures, the great leader will succumb. The third big war will begin when the big city is burning." Michel Nostradamus, The first and second quotes turned out to be fake. In fact, elaborate misinterpretations of the third quote, another fake. To perhaps illustrate how gullible people can be, Neil Marshall, a student from Brock University, Canada constructed the prophecy in the 1990s in a website about Nostradamus. He kept the quote suitably vague in a "one quote fits all" approach that could be attributed to any future world catastrophe. Despite the quote being penned by Nostradamus some 88 years after his death, it didn't stop many to question its authenticity. In an age of miraculous scientific discoveries, it is ironic that we are getting more reliant on New Age beliefs that cannot be scientifically proven. A future where genetic engineering and global warming play a major part is undeniably scary for most people. To seek solace we are putting our faith in alternative sciences that offer a perceived direct influence on our own personal lives. Feng Shui, crystal therapy and astrology attract those who believe that intangible forces are at work that are yet to be discovered. Forces that are so complex that even science cannot rationalize. Astrology is used to map out our destiny and by arranging our furniture according to the principles of Feng Shui we are guaranteed good luck. Sciences that are irrational, superstitious, even, in nature and could have no correlation between the random events that take place in our personal lives. Astrology and psychic readings are often used (intentionally or otherwise) to provide a direction in life for people who are stuck in a rut, need inspiration or are disillusioned. If any events predicted come about they could be as result of conscious decision making rather than being coincidental. With scientific discoveries continually being made that disprove or contradict others before them, the public perception of science is less credible than it used to be. Science seems to have a lot to learn, so it is not surprising that New Age beliefs have received a lot of interest and have become all the more believable. Answer questions 82 and 83 according to the text above: 82) Choose the right option: a) there are some predicts about a great war; b) all the quotes are true; c) Nostradamus lived in the eighteenth century; d) Nobody believes in Feng Shui; e) Nostradamus created a website 88 years ago; 83) Choose the wrong option: a) People believe less in science nowadays than before; b) Scientists have nothing to learn; c) Feng Shui and astrology are able to attract some people; d) People still study Nostradamus prophecies; e) There are some people who look for hidden answers; 84) No período: "Many heavy people believe that losing weight is the key to becoming healthier", as formas verbais em destaque, se traduzidas para o Portugues, corresponderiam: a) ambas ao infinitivo; b) ao gerúndio e ao infinitivo, respectivamente; c) ao infinitivo e a um adjetivo; d) a um substantivo e ao infinitivo, respectivamente; e) a um adjetivo e ao gerúndio, respectivamente. Texto para as perguntas 85: Old Age Surfing If you thought that only young people were, interested in the Internet, you had better think again. In Britain the fastest growing group of people who are learning to love new technology are the old-age pensioners. Internet provider American Online says that in the UK it now has twice as many members over 55 as it does under 30. There are many reasons why these so-called greysurfers are linking up to the Net, says AOL. Some want to keep in touch with

19 families and friends, while others use it to make new friends, share hobbies or find work. "It's so easy to learn how to use it, says one old-age pensioner. "I was scared at first, but you get the hang of it in no time at all." 85) The text informs that in Britain: a) most members of America Online are people who are thirty; b) grown-ups think that Internet is hard to use; c) youngers are more easily impressed by new technologies than are the old; d) old-age pensioners are attracted to the Internet; e) those people who retire with a high pension are linking up to the Internet. 82) Lea el texto abajo Espanhol Profº Márcio 30 de agosto, martes. Ya había advertido que Gregorio tiene una inteligencia superior a la que esperaba; pero hoy sucedió algo que me ha sorprendido: estábamos en la cocina cuando se le resbaló un libro que tenía en las manos; fui más rápido a recogerlo, y pude leer una frase, pues se había abierto al caer: la frase estaba en latín. - Pero usted lee latín? no pude menos que preguntarle. - Sí, un poco - dijo, tomándolo de un modo un tanto brusco sin darme la oportunidad de volverlo a abrir. (Rueda, Gregorio - diario en Antología de literatura fantástica argentina, Buenos Aires, Kapelusz, 1973, p. 181.) En portugués la frase Usted me ha sorprendido - se traduce por: (3) celebrar ( ) mucho tiempo (4) merecer ( ) de alguien (5) desobedecer a ( ) un caballo (6) dudar ( ) un cumpleaños a) b) c) d) e) ) Está correta a forma do possessivo correspondente à expressão em negrito, exceto em: a) el umbral de la morada - el umbral suyo. b) los brazos del amigo - sus brazos. c) la verdad de mi vida - la verdad mía. d) la casa del hombre - suya casa. e) la puerta de la dicha - su puerta. 85) Os pronomes e o adjetivo corretos estão em: a) Este es mi geráneo. Quédate con aquél. b) Éste es mí geráneo. Quédate con aquello. c) Éste es mi geráneo. Quédate con aquél. d) Éste es mi geráneo. Quédate con aquéllo. e) Éste es mí geráneo. Quédate con aquél. a) Você me tem feito surpresas. b) Você me surpreendeu. c) O Senhor me surpreendeu. d) Tu me tens surpreendido. e) Você me há surpreendido. 83) Assinale a(s) proposição(ões) cuja seqüência enumera CORRETAMENTE os vocábulos da segunda coluna: (1) durar ( ) un premio (2) montar ( ) una orden

Assinale a alternativa que preenche corretamente os parênteses, de cima para baixo.

Assinale a alternativa que preenche corretamente os parênteses, de cima para baixo. CNHECIMENTS GERAIS 01 Analise a veracidade (V) ou falsidade (F) das proposições abaixo, quanto aos efeitos negativos da utilização de combustíveis fósseis sobre o ambiente. ( ) A combustão de gasolina

Leia mais

DATA: VALOR: 20 PONTOS NOME COMPLETO:

DATA: VALOR: 20 PONTOS NOME COMPLETO: DISCIPLINA: Geografia PROFESSOR(A): Rodrigo/Saulo DATA: VALOR: 20 PONTOS NOTA: NOME COMPLETO: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 2ªEM TURMA: Nº: 01. RELAÇÃO DO CONTEÚDO Demografia (Transição

Leia mais

Como está a situação da população mundial e que expectativa razoável podemos ter para o futuro?

Como está a situação da população mundial e que expectativa razoável podemos ter para o futuro? População mundial Leia as manchetes abaixo: População mundial superará 9,2 bilhões em 2050, estima ONU BBC Brasil Casais ricos burlam lei do filho único na China BBC Brasil A população mundial atingiu

Leia mais

ENEM. Biologia Aula 03. Profº Marcelo TESTES

ENEM. Biologia Aula 03. Profº Marcelo TESTES TESTES (ENEM 98) João ficou intrigado com a grande quantidade de notícias envolvendo DNA: clonagem da ovelha Dolly, terapia gênica, testes de paternidade, engenharia genética, etc. Para conseguir entender

Leia mais

QUÍMICA QUESTÃO 41 QUESTÃO 42

QUÍMICA QUESTÃO 41 QUESTÃO 42 Processo Seletivo/UNIFAL- janeiro 2008-1ª Prova Comum TIPO 1 QUÍMICA QUESTÃO 41 Diferentes modelos foram propostos ao longo da história para explicar o mundo invisível da matéria. A respeito desses modelos

Leia mais

ACESSO FÍSICA LISTA 1 (LEIS DE OHM E CORRENTE ELÉTRICA)

ACESSO FÍSICA LISTA 1 (LEIS DE OHM E CORRENTE ELÉTRICA) ACESSO FÍSICA LISTA 1 (LEIS DE OHM E CORRENTE ELÉTRICA) 1. (Fuvest) O plutônio ( Pu) é usado para a produção direta de energia elétrica em veículos espaciais. Isso é realizado em um gerador que possui

Leia mais

2. (Ifsc 2014) A reação abaixo representa este processo: CO 3H H COH H O ΔH 12 kcal/mol

2. (Ifsc 2014) A reação abaixo representa este processo: CO 3H H COH H O ΔH 12 kcal/mol 1. (Uel 2014) A gasolina é uma mistura de vários compostos. Sua qualidade é medida em octanas, que definem sua capacidade de ser comprimida com o ar, sem detonar, apenas em contato com uma faísca elétrica

Leia mais

Polaridade de moléculas

Polaridade de moléculas Polaridade de moléculas 01. (Ufscar) É molécula polar: a) C 2 H 6. b) 1,2-dicloroetano. c) CH 3 Cl. d) p-diclorobenzeno. e) ciclopropano. 02. (Mackenzie) As fórmulas eletrônicas 1, 2 e 3 a seguir, representam,

Leia mais

Conteúdo Programático Anual

Conteúdo Programático Anual INGLÊS 1º BIMESTRE 5ª série (6º ano) Capítulo 01 (Unit 1) What s your name? What; Is; My, you; This; Saudações e despedidas. Capítulo 2 (Unit 2) Who s that? Who; This, that; My, your, his, her; Is (afirmativo,

Leia mais

1) Analise os quadros a seguir:

1) Analise os quadros a seguir: 1) Analise os quadros a seguir: QUADRO 1 QUADRO 2 Marque a alternativa CORRETA: a) O fator responsável para explicar o quadro 1 é o aumento do processo migratório decorrente do processo de globalização.

Leia mais

Ele deu... a luz. Era noite e chovia torrencialmente. Roberto,

Ele deu... a luz. Era noite e chovia torrencialmente. Roberto, A UU L AL A Ele deu... a luz Era noite e chovia torrencialmente. Roberto, prevenido, deu a sua ordem preferida: - Desliga a televisão que é perigoso, está trovejando! Mal ele acabou a frase, surgiu um

Leia mais

DATA: 17/11/2015. 2. (ENEM) Discutindo sobre a intensificação do efeito estufa, Francisco Mendonça afirmava:

DATA: 17/11/2015. 2. (ENEM) Discutindo sobre a intensificação do efeito estufa, Francisco Mendonça afirmava: EXERCÍCIOS REVISÃO QUÍMICA AMBIENTAL (EFEITO ESTUFA, DESTRUIÇÃO DA CAMADA DE OZÔNIO E CHUVA ÁCIDA) e EQUILÍBRIO QUÍMICO DATA: 17/11/2015 PROF. ANA 1. Na década de 70, alguns cientistas descobriram quais

Leia mais

Conteúdos Exame Final e Avaliação Especial - 3ª série

Conteúdos Exame Final e Avaliação Especial - 3ª série Conteúdos Exame Final e Avaliação Especial - 3ª série Componente Curricular: Biologia Professor: Marcelo Palma Conceitos de nucleo e citogenética Genética molecular-dna,rna,duplicação,transcrição e tradução

Leia mais

QUESTÕES DE CARACTERIZAÇÃO E ANÁLISE AMBIENTAL. O 2(g) O 2(aq)

QUESTÕES DE CARACTERIZAÇÃO E ANÁLISE AMBIENTAL. O 2(g) O 2(aq) QUESTÕES DE CARACTERIZAÇÃO E ANÁLISE AMBIENTAL Questão 01 O agente oxidante mais importante em águas naturais é, sem a menor dúvida, o oxigênio molecular dissolvido, O 2. O equilíbrio entre o oxigênio

Leia mais

UNESP- 2013- Vestibular de Inverno

UNESP- 2013- Vestibular de Inverno UNESP- 2013- Vestibular de Inverno 1-Compostos de crômio têm aplicação em muitos processos industriais, como, por exemplo, o tratamento de couro em curtumes e a fabricação de tintas e pigmentos. Os resíduos

Leia mais

Divirta-se com o Clube da Química

Divirta-se com o Clube da Química Divirta-se com o Clube da Química Produzido por Genilson Pereira Santana www.clubedaquimica.com A idéia é associar a Química ao cotidiano do aluno usando as palavras cruzadas, o jogo do erro, o domino,

Leia mais

Leis Ponderais e Cálculo Estequiométrico

Leis Ponderais e Cálculo Estequiométrico Leis Ponderais e Cálculo Estequiométrico 1. (UFF 2009) Desde a Antiguidade, diversos povos obtiveram metais, vidro, tecidos, bebidas alcoólicas, sabões, perfumes, ligas metálicas, descobriram elementos

Leia mais

Marie Curie Vestibulares Lista 4 Geografia Matheus Ronconi AGROPECUÁRIA, INDÚSTRIA E DISTRIBUIÇÃO TECNOLÓGICA MUNDIAL

Marie Curie Vestibulares Lista 4 Geografia Matheus Ronconi AGROPECUÁRIA, INDÚSTRIA E DISTRIBUIÇÃO TECNOLÓGICA MUNDIAL AGROPECUÁRIA, INDÚSTRIA E DISTRIBUIÇÃO TECNOLÓGICA MUNDIAL 1) (UDESC - 2012) São exemplos da indústria de bens de consumo (ou leve): a) Indústria de autopeças e de alumínio. b) Indústria de automóveis

Leia mais

CRESCIMENTO POPULACIONAL NO BRASIL

CRESCIMENTO POPULACIONAL NO BRASIL GEOGRAFIA CRESCIMENTO POPULACIONAL NO BRASIL 1. ASPECTOS GERAIS O Brasil atualmente apresenta-se como o quinto país mais populoso do mundo, ficando atrás apenas da China, Índia, Estados Unidos e Indonésia.

Leia mais

VESTIBULAR DE INVERNO PUC-Rio 2010 EXCLUSIVAMENTE PARA OS CURSOS DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO E DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

VESTIBULAR DE INVERNO PUC-Rio 2010 EXCLUSIVAMENTE PARA OS CURSOS DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO E DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO VSTIBULAR D INVRNO PUC-Rio 2010 XCLUSIVAMNT PARA OS CURSOS D CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO D SISTMAS D INFORMAÇÃO GABARITO DA PROVA OBJTIVA D CONHCIMNTOS GRAIS BIOLOGIA Questão 1 Resposta: (C) diminuição do número

Leia mais

DISCIPLINA: INTRODUÇÃO AO ESTUDO DAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS

DISCIPLINA: INTRODUÇÃO AO ESTUDO DAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS 7.PROJETO PEDAGÓGICO 1º SEMESTRE DISCIPLINA: INTRODUÇÃO À ECONOMIA EMENTA: Conceitos Fundamentais; Principais Escolas do Pensamento; Sistema Econômico; Noções de Microeconomia; Noções de Macroeconomia;

Leia mais

01- O que é tempo atmosférico? R.: 02- O que é clima? R.:

01- O que é tempo atmosférico? R.: 02- O que é clima? R.: PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= TEMPO ATMOSFÉRICO

Leia mais

Matéria da Recuperação. Industrialização Urbanização População

Matéria da Recuperação. Industrialização Urbanização População Disciplina: Geografia Roteiro de Recuperação Ano / Série: 7º Professor (a): Gabriel Data: / / 2013 Matéria da Recuperação Industrialização Urbanização População 1- A função urbana de uma cidade diz respeito

Leia mais

UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ POLÍTICA E SOCIEDADE NO BRASIL CONTEMPORÂNEO A DINAMICA POPULACIONAL A PARTIR DA DECADA DE 1960 NO BRASIL

UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ POLÍTICA E SOCIEDADE NO BRASIL CONTEMPORÂNEO A DINAMICA POPULACIONAL A PARTIR DA DECADA DE 1960 NO BRASIL UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ POLÍTICA E SOCIEDADE NO BRASIL CONTEMPORÂNEO A DINAMICA POPULACIONAL A PARTIR DA DECADA DE 1960 NO BRASIL Thaís Schmidt Salgado Vaz de Castro thaissalgado@hotmail.com; Felipe José

Leia mais

Associação de Geradores

Associação de Geradores Associação de Geradores 1. (Epcar (Afa) 2012) Um estudante dispõe de 40 pilhas, sendo que cada uma delas possui fem igual a 1,5 V e resistência interna de 0,25. Elas serão associadas e, posteriormente,

Leia mais

Amazônia Brasileira e Brasil em Crise

Amazônia Brasileira e Brasil em Crise Amazônia Brasileira e Brasil em Crise 1. (UERJ-2009) Folha de São Paulo, 01/06/2008. Adaptado de Zero Hora, 16/06/2008. Diferentes critérios e objetivos podem orientar a divisão do espaço geográfico em

Leia mais

O continente africano

O continente africano O continente africano ATIVIDADES Questão 04 Observe o mapa 2 MAPA 2 Continente Africano Fonte: . A região do Sahel, representada

Leia mais

q = (Unidade: 1 C = 1A) t I m

q = (Unidade: 1 C = 1A) t I m 1 Corrente Elétrica Como visto no modulo anterior, os materiais condutores, devido as suas características físicas, formam elétrons livres quando de suas ligações atômicas. Contudo essas partículas que

Leia mais

Identificando os tipos de fontes energéticas

Identificando os tipos de fontes energéticas Identificando os tipos de fontes energéticas Observe a figura abaixo. Nela estão contidos vários tipos de fontes de energia. Você conhece alguma delas? As fontes de energia podem ser renováveis ou não-renováveis,

Leia mais

As regiões com maior e menor crescimento previsto para 2050

As regiões com maior e menor crescimento previsto para 2050 Introdução: O aumento da população ficará na história da Humanidade como o facto mais extraordinário do século XX. Há quarenta anos estimava-se a população em cerca de 3000 milhões de pessoas. Daí em diante

Leia mais

Espaço Geográfico (Tempo e Lugar)

Espaço Geográfico (Tempo e Lugar) Espaço Geográfico (Tempo e Lugar) Somos parte de uma sociedade, que (re)produz, consome e vive em uma determinada porção do planeta, que já passou por muitas transformações, trata-se de seu lugar, relacionando-se

Leia mais

Circuitos Elétricos 1º parte. Introdução Geradores elétricos Chaves e fusíveis Aprofundando Equação do gerador Potência e rendimento

Circuitos Elétricos 1º parte. Introdução Geradores elétricos Chaves e fusíveis Aprofundando Equação do gerador Potência e rendimento Circuitos Elétricos 1º parte Introdução Geradores elétricos Chaves e fusíveis Aprofundando Equação do gerador Potência e rendimento Introdução Um circuito elétrico é constituido de interconexão de vários

Leia mais

Fichamento. Texto: O Terceiro Mundo

Fichamento. Texto: O Terceiro Mundo Fichamento Texto: O Terceiro Mundo I Descolonização e a revolução transformaram o mapa politico do globo. Consequência de uma espantosa explosão demográfica no mundo dependente da 2º Guerra Mundial, que

Leia mais

a) 4V/R. b) 2V/R. c) V/R. d) V/2R. e) V/4R.

a) 4V/R. b) 2V/R. c) V/R. d) V/2R. e) V/4R. 1- (Unitau 1995) No circuito mostrado a seguir, a corrente fornecida pela bateria e a corrente que circula através do resistor de 6,0Ω São, respectivamente: 4- (Vunesp 1991) Alguns automóveis modernos

Leia mais

2011/2012 Geografia 8º Ano de escolaridade

2011/2012 Geografia 8º Ano de escolaridade 2011/2012 Geografia 8º Ano de escolaridade O aumento da população ficará na história da Humanidade como o facto mais extraordinário do século XX. Há cerca de cinquenta anos estimava-se a população em cerca

Leia mais

Professor Carlos - Proteinas

Professor Carlos - Proteinas 14085. (Fuvest 2001) Os três compostos abaixo têm uso farmacológico Considere as afirmações: I Nas moléculas dos três compostos, há ligações peptídicas. II A porcentagem em massa de oxigênio na dropropizina

Leia mais

Você sabe fazer perguntas em Inglês? Em primeiro lugar observe as frases abaixo: Afirmativo: Ele é estudante Interrogativo: Ele é estudante?

Você sabe fazer perguntas em Inglês? Em primeiro lugar observe as frases abaixo: Afirmativo: Ele é estudante Interrogativo: Ele é estudante? Do you know how to ask questions in English? Você sabe fazer perguntas em Inglês? Em primeiro lugar observe as frases abaixo: Afirmativo: Ele é estudante Interrogativo: Ele é estudante? Note que tanto

Leia mais

URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE

URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE. DA REPRODUÇÃO DA VIDA E PODE SER ANALISADO PELA TRÍADE HABITANTE- IDENTIDADE-LUGAR. OBJETIVOS ESPECÍFICOS A. Caracterizar o fenômeno da urbanização como maior intervenção humana

Leia mais

TC DE FÍSICA 2 a SÉRIE ENSINO MÉDIO

TC DE FÍSICA 2 a SÉRIE ENSINO MÉDIO TC DE FÍSICA 2 a SÉRIE ENSINO MÉDIO Professor(es): Odair Mateus 14/6/2010 1.Na(s) questão(ões) a seguir, escreva no espaço apropriado a soma dos itens corretos. Sobre os conceitos e aplicações da Eletricidade

Leia mais

Matemática Matemática Ciências Inglês História Geografia LPG LPG

Matemática Matemática Ciências Inglês História Geografia LPG LPG Joinville, 29 de novembro de 2013. Senhores Pais: Informamos que dia 06/12/2013, sexta feira, a partir das 14h, o boletim on-line estará disponível com notas referentes ao terceiro trimestre (após recuperação

Leia mais

O IMPERIALISMO EM CHARGES. Marcos Faber www.historialivre.com marfaber@hotmail.com. 1ª Edição (2011)

O IMPERIALISMO EM CHARGES. Marcos Faber www.historialivre.com marfaber@hotmail.com. 1ª Edição (2011) O IMPERIALISMO EM CHARGES 1ª Edição (2011) Marcos Faber www.historialivre.com marfaber@hotmail.com Imperialismo é a ação das grandes potências mundiais (Inglaterra, França, Alemanha, Itália, EUA, Rússia

Leia mais

DEMOGRAFIA II. Prof. Maicon Fiegenbaum

DEMOGRAFIA II. Prof. Maicon Fiegenbaum DEMOGRAFIA II Prof. Maicon Fiegenbaum Estrutura etária; Estrutura econômica; Migrações; IDH. ESTRUTURA ETÁRIA Populações Jovens *países subdesenvolvidos; *elevado crescimento vegetativo e a baixa expectativa

Leia mais

O clima está diferente. O que muda na nossa vida?

O clima está diferente. O que muda na nossa vida? O clima está diferente. O que muda na nossa vida? 06/2011 Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada. 2 SUMÁRIO

Leia mais

MIGRAÇÃO E RELAÇÃO CAMPO-CIDADE 1

MIGRAÇÃO E RELAÇÃO CAMPO-CIDADE 1 MIGRAÇÃO E RELAÇÃO CAMPO-CIDADE 1 Débora Aparecida Tombini* Marcos Aurélio Saquet** INTRODUÇÃO Desde o surgimento da vida humana na Terra até o início do século XIX, a população cresceu em ritmo lento

Leia mais

GEOGRAFIA 31 c Resolução OBJETIVO 2003

GEOGRAFIA 31 c Resolução OBJETIVO 2003 GEOGRAFIA 31 c Observe o gráfico. Segundo o gráfico, a população infectada com o vírus HIV a) é de 30 milhões no mundo, distribuídos de maneira desigual pelo planeta. b) da América Latina e Caribe corresponde

Leia mais

Exercícios de Física Potência Elétrica

Exercícios de Física Potência Elétrica Questão 01 - Um estudante resolveu acampar durante as férias de verão. Em sua bagagem levou uma lâmpada com as especificações: 220 V - 60 W. No camping escolhido, a rede elétrica é de 110 V. Se o estudante

Leia mais

Visão. Brasil precisa inovar mais em tecnologias de redução de emissões de carbono. do Desenvolvimento. nº 97 4 ago 2011

Visão. Brasil precisa inovar mais em tecnologias de redução de emissões de carbono. do Desenvolvimento. nº 97 4 ago 2011 Visão do Desenvolvimento nº 97 4 ago 2011 Brasil precisa inovar mais em tecnologias de redução de emissões de carbono Por André Albuquerque Sant Anna (APE) e Frederico Costa Carvalho (AMA) Economistas

Leia mais

O CAPITALISMO E A DIVISÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO (DIT)

O CAPITALISMO E A DIVISÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO (DIT) O CAPITALISMO E A DIVISÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO (DIT) O capitalismo teve origem na Europa, entre os séculos XIII e XIV, com o renascimento urbano e comercial e o surgimento de uma nova classe social:

Leia mais

Cidade e desigualdades socioespaciais.

Cidade e desigualdades socioespaciais. Centro de Educação Integrada 3º ANO GEOGRAFIA DO BRASIL A Produção do Espaço Geográfico no Brasil nas economias colonial e primário exportadora. Brasil: O Espaço Industrial e impactos ambientais. O espaço

Leia mais

MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE

MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE Sustentabilidade significa permanecer vivo. Somos mais de 7 bilhões de habitantes e chegaremos a 9 bilhões em 2050, segundo a ONU. O ambiente tem limites e é preciso fazer

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 1ª PROVA SUBSTITUTIVA DE GEOGRAFIA

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 1ª PROVA SUBSTITUTIVA DE GEOGRAFIA COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 1ª PROVA SUBSTITUTIVA DE GEOGRAFIA Aluno(a): Nº Ano: 9º Turma: Data: / /2012 Nota: Professor(a): Edvaldo Valor da Prova: 65 pontos Orientações gerais: 1)

Leia mais

CORREÇÃO TAREFAS. Aulas 1 4 Pág. 24-31

CORREÇÃO TAREFAS. Aulas 1 4 Pág. 24-31 CORREÇÃO TAREFAS Aulas 1 4 Pág. 24-31 Paginas 24 e 25 1. a) População absoluta é a população total de um determinado local. b) População relativa é a densidade demográfica, ou seja, média de habitantes

Leia mais

Enem, fantasias e verdades. Rommel Fernandes

Enem, fantasias e verdades. Rommel Fernandes 2014 Enem, fantasias e verdades. Rommel Fernandes Enem, fantasias e verdades. 3 Eu sou Rommel Fernandes, Diretor de Ensino do Bernoulli, e vou expor um tema interessantíssimo, que envolve o Enem. O exame

Leia mais

Comportamento Físico dos Gases 3ª Parte

Comportamento Físico dos Gases 3ª Parte RECIFE Colégio Salesiano Sagrado Coração ] Aluna(o): Nº: Turma: 3º ano Recife, de de 03 Disciplina: Química Professor: Eber Barbosa Comportamento Físico dos Gases 3ª Parte 0 Energia Cinética Média dos

Leia mais

Termoelétricas Ou Termelétricas

Termoelétricas Ou Termelétricas Termoelétricas Ou Termelétricas É uma instalação industrial usada para geração de energia elétrica/eletricidade a partir da energia liberada em forma de calor, normalmente por meio da combustão de algum

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE HISTÓRIA 8º ANO PROFESSOR: MÁRCIO AUGUSTO

Leia mais

GEOGRAFIA - 2 o ANO MÓDULO 33 AMÉRICA CENTRAL

GEOGRAFIA - 2 o ANO MÓDULO 33 AMÉRICA CENTRAL GEOGRAFIA - 2 o ANO MÓDULO 33 AMÉRICA CENTRAL Como pode cair no enem (FUVEST) A importância geopolítica do Canal do Panamá e o crescente fluxo de embarcações entre o oceano Atlântico e o oceano Pacífico

Leia mais

Tipos de Energia. Gravitacional; Elétrica; Magnética; Nuclear.

Tipos de Energia. Gravitacional; Elétrica; Magnética; Nuclear. Fontes de Energia Tipos de Energia Gravitacional; Elétrica; Magnética; Nuclear. Fontes de Energia Primaria fontes que quando empregadas diretamente num trabalho ou geração de calor. Lenha, para produzir

Leia mais

QUESTÕES DE QUÍMICA DA UNICAMP PROVA DE 2014.

QUESTÕES DE QUÍMICA DA UNICAMP PROVA DE 2014. QUESTÕES DE QUÍMICA DA UNICAMP PROVA DE 2014. 1- Prazeres, benefícios, malefícios, lucros cercam o mundo dos refrigerantes. Recentemente, um grande fabricante nacional anunciou que havia reduzido em 13

Leia mais

Meio Ambiente Global Conteúdo Complementar

Meio Ambiente Global Conteúdo Complementar GEOGRAFIA 1ª Série Meio Ambiente Global Conteúdo Complementar http://karlacunha.com.br/tag/charges Geografia - 1ª Série Prof. Márcio Luiz Conferência do Clube de Roma Considero que um dos documentos mais

Leia mais

Combate as alterações climáticas. Reduz a tua pegada e muda o mundo!!

Combate as alterações climáticas. Reduz a tua pegada e muda o mundo!! Combate as alterações climáticas Reduz a tua pegada e muda o mundo!! O dióxido de carbono é um gás naturalmente presente na atmosfera. À medida que crescem, as plantas absorvem dióxido de carbono, que

Leia mais

VI OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA 2011

VI OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA 2011 VI OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA 2011 RESPONDA AS QUESTÕES DE 1 a 30, MARCANDO UMA DAS ALTERNATIVAS DE ACORDO COM O QUE SE PEDE QUESTÃO 1 Peso 2 A dissolução do cloreto de amônio, NH 4 Cl(s), em água ocorre

Leia mais

Exercícios de Física sobre Geradores com Gabarito

Exercícios de Física sobre Geradores com Gabarito Exercícios de Física sobre Geradores com Gabarito 1) (PASUSP-2009) Dínamos de bicicleta, que são geradores de pequeno porte, e usinas hidrelétricas funcionam com base no processo de indução eletromagnética,

Leia mais

China 1. Antes de 1949: a. História de ciclos economicos prosperidade e crise dinastias: a cada dinastia há momentos de auge e de crise, sendo que

China 1. Antes de 1949: a. História de ciclos economicos prosperidade e crise dinastias: a cada dinastia há momentos de auge e de crise, sendo que China 1. Antes de 1949: a. História de ciclos economicos prosperidade e crise dinastias: a cada dinastia há momentos de auge e de crise, sendo que nos momentos de crise, a China acaba perdendo território.

Leia mais

Capítulo 21 Meio Ambiente Global

Capítulo 21 Meio Ambiente Global Capítulo 21 Meio Ambiente Global http://karlacunha.com.br/tag/charges Geografia - 1ª Série Prof. Márcio Luiz Conferência do Clube de Roma Considero que um dos documentos mais importantes, em termos de

Leia mais

Estrutura Populacional e Indicadores socioeconômicos

Estrutura Populacional e Indicadores socioeconômicos POPULAÇÃO BRASILEIRA Estrutura Populacional e Indicadores socioeconômicos Desde a colonização do Brasil o povoamento se concentrou no litoral do país. No início do século XXI, a população brasileira ainda

Leia mais

1] Dada a associação de resistores abaixo, calcule a resistência total.

1] Dada a associação de resistores abaixo, calcule a resistência total. ª ANO 1] Dada a associação de resistores abaixo, calcule a resistência total. Onde: O circuito A é uma associação de resitores em série, pois há apenas um caminho para que a corrente passe de uma extremidade

Leia mais

Geografia. Professor: Jonas Rocha

Geografia. Professor: Jonas Rocha Geografia Professor: Jonas Rocha Questões Ambientais Consciência Ambiental Conferências Internacionais Problemas Ambientais Consciência Ambiental Até a década de 1970 o homem acreditava que os recursos

Leia mais

CONTEÚDOS PARA A 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL 1ª ETAPA 2014 ENSINO FUNDAMENTAL II CONTEÚDOS DA 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL DE CIÊNCIAS 1ª ETAPA 2014

CONTEÚDOS PARA A 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL 1ª ETAPA 2014 ENSINO FUNDAMENTAL II CONTEÚDOS DA 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL DE CIÊNCIAS 1ª ETAPA 2014 CONTEÚDOS DA 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL DE CIÊNCIAS 1ª ETAPA 2014 6º ANO - 17/ 03/ 2014 - Ecologia (níveis de organização; relações alimentares; cadeia e teia alimentar; relações ecológicas); 7º ANO - 17/ 03/

Leia mais

QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica:

QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica: QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica: 1. Considere que, durante esse experimento, a diminuição de massa se

Leia mais

José Eustáquio Diniz Alves 1

José Eustáquio Diniz Alves 1 China e Índia: população, economia e desenvolvimento humano José Eustáquio Diniz Alves 1 A Chína e a Índia são os dois países mais populosos do mundo e que também já foram, antes de 182, os dois países

Leia mais

Apontamentos das obras LeYa em relação ao Currículo em Movimento do DISTRITO FEDERAL. Geografia Leituras e Interação

Apontamentos das obras LeYa em relação ao Currículo em Movimento do DISTRITO FEDERAL. Geografia Leituras e Interação Apontamentos das obras LeYa em relação ao Currículo em Movimento do DISTRITO FEDERAL Geografia Leituras e Interação 2 Caro professor, Este guia foi desenvolvido para ser uma ferramenta útil à análise e

Leia mais

PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE

PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE - Sistemas sociais e culturais de notação de tempo ao longo da história, - As linguagens das fontes históricas; - Os documentos escritos,

Leia mais

GEOGRAFIA. Estão corretos apenas os itens. A) I e III. B) I e IV. C) II e IV. D) I, II e III. E) II, III e IV.

GEOGRAFIA. Estão corretos apenas os itens. A) I e III. B) I e IV. C) II e IV. D) I, II e III. E) II, III e IV. GEOGRAFIA 11) Ao ler o mapa do estado do Rio Grande do Sul, podese reconhecer diferentes paisagens que se configuram por apresentarem significativas relações entre os elementos que as compõem. Dentre os

Leia mais

CAPÍTULO 10 ENERGIAS RENOVÁVEIS FONTES ALTERNATIVAS

CAPÍTULO 10 ENERGIAS RENOVÁVEIS FONTES ALTERNATIVAS CAPÍTULO 10 ENERGIAS RENOVÁVEIS FONTES ALTERNATIVAS. O Sol, o vento, os mares...fontes naturais de energia que não agridem o meio ambiente. Será viável utilizá-las? A Energia renovável é aquela que é obtida

Leia mais

PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA

PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 8º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= 01- Observe a figura

Leia mais

E X E R C Í C I O S. i(a) 7,5 10 elétrons

E X E R C Í C I O S. i(a) 7,5 10 elétrons E X E R C Í C I O S 1. O gráfico da figura abaixo representa a intensidade de corrente que percorre um condutor em função do tempo. Determine a carga elétrica que atravessa uma secção transversal do condutor

Leia mais

Av. Moaci, 965 Moema São Paulo SP CEP: 04083-002 Tel. +55 (11) 2532-4813 www.geekie.com.br. Prezados colégios,

Av. Moaci, 965 Moema São Paulo SP CEP: 04083-002 Tel. +55 (11) 2532-4813 www.geekie.com.br. Prezados colégios, Prezados colégios, Buscando atender a demanda por GeekieTestes para o 1º e 2º anos do Ensino Médio, elaboramos nossa Matriz Geekie de Avaliação para 2014. Nela, buscamos contemplar os principais conteúdos

Leia mais

Sistema COC de Educação Unidade Portugal

Sistema COC de Educação Unidade Portugal Sistema COC de Educação Unidade Portugal Ribeirão Preto, de de 009. Nome: 3 o ano ( a série) AVALIAÇÃO DE CONTEÚDO DO GRUPO VII 3 o BIMESTRE Eixo temático Culturas nativas Disciplina/Valor Português 4,0

Leia mais

PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA TREZE COLÔNIAS Base de ocupação iniciativa privada: Companhias de colonização + Grupos de imigrantes = GRUPOS DISTINTOS [excedente da metrópole;

Leia mais

CAPACIDADE ELÉTRICA. Unidade de capacitância

CAPACIDADE ELÉTRICA. Unidade de capacitância CAPACIDADE ELÉTRICA Como vimos, a energia elétrica pode ser armazenada e isso se faz através do armazenamento de cargas elétricas. Essas cargas podem ser armazenadas em objetos condutores. A capacidade

Leia mais

ATIVIDADES ONLINE 9º 3. Cidade chinesa que estreou economia de mercado completa 30 anos

ATIVIDADES ONLINE 9º 3. Cidade chinesa que estreou economia de mercado completa 30 anos ATIVIDADES ONLINE 9º 3 1) Leia atentamente. Cidade chinesa que estreou economia de mercado completa 30 anos Deng Xiaoping, pai da reforma econômica da China, decidiu no começo dos anos 80 testar as regras

Leia mais

ESTUDO DAS MUDANÇAS NAS PIRÂMIDES ETÁRIAS DE MONTES CLAROS E BELO HORIZONTE, NO PERÍODO DE 2000 E 2010

ESTUDO DAS MUDANÇAS NAS PIRÂMIDES ETÁRIAS DE MONTES CLAROS E BELO HORIZONTE, NO PERÍODO DE 2000 E 2010 ESTUDO DAS MUDANÇAS NAS PIRÂMIDES ETÁRIAS DE MONTES CLAROS E BELO HORIZONTE, NO PERÍODO DE 2000 E 2010 BOTELHO, Nayara Thyelly Rodrigues Maia 1 OLIVEIRA, Cinthya Rodrigues 2 RESUMO O objetivo desse estudo

Leia mais

CONTEÚDO AVALIAÇÕES IV UNIDADE / ENSINO FUNDAMENTAL II 6º ANO

CONTEÚDO AVALIAÇÕES IV UNIDADE / ENSINO FUNDAMENTAL II 6º ANO CONTEÚDO AVALIAÇÕES IV UNIDADE / ENSINO FUNDAMENTAL II 6º ANO DISCIPLINA / TURMA 2ª CHAMADA RECUPERAÇÃO FINAL 6º ANO A E B UNIDADES DE MEDIDA DE COMPRIMENTO PÁG. 261. TRANSFORMAÇÃO DAS UNIDADES DE MEDIDA

Leia mais

RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE

RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE Conceitos Diversos Estado É uma organização políticoadministrativa da sociedade. Estado-nação - Quando um território delimitado é composto de um governo e uma população

Leia mais

5º Ano O amor é paciente. (I Coríntios 13:4 a)

5º Ano O amor é paciente. (I Coríntios 13:4 a) 5º Ano O amor é paciente. (I Coríntios 13:4 a) Roteiro Semanal de Atividades de Casa (06 a 10 de Maio 013) Desafio! 1) Agora, temos um desafio com formas geométricas. Observe. ) Complete a sequência seguindo

Leia mais

Aula 16 DESEQUILÍBRIO ECOLÓGICO

Aula 16 DESEQUILÍBRIO ECOLÓGICO Aula 16 DESEQUILÍBRIO ECOLÓGICO DESEQUILÍBRIO ECOLÓGICO I Ocorre de maneira natural; Atividade humana; Década de 1970 preocupação com a biodiversidade e poluição; Esforço global... Substituir civilização

Leia mais

UMA RESPOSTA ESTRATÉGICA AOS

UMA RESPOSTA ESTRATÉGICA AOS UMA RESPOSTA ESTRATÉGICA AOS DESAFIOS DO CAPITALISMO GLOBAL E DA DEMOCRACIA Luiz Carlos Bresser-Pereira A Reforma Gerencial ou Reforma à Gestão Pública de 95 atingiu basicamente os objetivos a que se propunha

Leia mais

Analise este mapa, em que estão destacadas as áreas mais afetadas pela desertificação na Região Nordeste do Brasil:

Analise este mapa, em que estão destacadas as áreas mais afetadas pela desertificação na Região Nordeste do Brasil: Questão 01 Analise este mapa, em que estão destacadas as áreas mais afetadas pela desertificação na Região Nordeste do Brasil: FONTE: MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE, DOS RECURSOS HÍDRICOS E DA AMAZÔNIA LEGAL.

Leia mais

Conteúdos das Avaliações Oficiais do 3º Trimestre/Ensino Fundamental

Conteúdos das Avaliações Oficiais do 3º Trimestre/Ensino Fundamental Conteúdos das Avaliações Oficiais do 3º Trimestre/Ensino Fundamental 6º ano Ciências: Livro 1 - Unidade 3 - capítulo 1 ( pag. 81 ): cálculo de média e cálculo de energia elétrica. Livro 2 - Unidade 1 -

Leia mais

EXERCÍCIOS ON LINE DE GEOGRAFIA 7º 2º TRI

EXERCÍCIOS ON LINE DE GEOGRAFIA 7º 2º TRI 1. Coloque V para verdadeiro e F para falso: EXERCÍCIOS ON LINE DE GEOGRAFIA 7º 2º TRI ( ) a população economicamente ativa compreende a parcela da população que está trabalhando ou procurando emprego.

Leia mais

A Questão da Energia no Mundo Atual

A Questão da Energia no Mundo Atual A Questão da Energia no Mundo Atual A ampliação do consumo energético Energia é a capacidade que algo tem de realizar ou produzir trabalho. O aumento do consumo e a diversificação das fontes responderam

Leia mais

Imperialismo dos EUA na América latina

Imperialismo dos EUA na América latina Imperialismo dos EUA na América latina 1) Histórico EUA: A. As treze colônias, colonizadas efetivamente a partir do século XVII, ficaram independentes em 1776 formando um só país. B. Foram fatores a emancipação

Leia mais

QUÍMICA Prova de 2 a Etapa

QUÍMICA Prova de 2 a Etapa QUÍMICA Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Prova contém sete questões, constituídas de itens e subitens, e é composto de dezesseis

Leia mais

Nome: n o : Geografia. Exercícios de recuperação

Nome: n o : Geografia. Exercícios de recuperação Nome: n o : Ensino: Fundamental Ano: 7 o Turma: Data: Professor(a): Maria Silvia Geografia Exercícios de recuperação 1) Para a geografia, qual é o conceito de região? 2) Entre os aspectos utilizados para

Leia mais

REVISÃO QUÍMICA. Profº JURANDIR QUÍMICA

REVISÃO QUÍMICA. Profº JURANDIR QUÍMICA REVISÃO QUÍMICA Profº JURANDIR QUÍMICA DADOS 01. (ENEM 2004) Em setembro de 1998, cerca de 10.000 toneladas de ácido sulfúrico (H 2 SO 4 ) foram derramadas pelo navio Bahamas no litoral do Rio Grande

Leia mais

COMBUSTÍVEIS BIOCOMBUSTÍVEIS: EVOLUÇÃO ENERGÉTICA, COMPOSIÇÃO E IMPACTOS AMBIENTAIS.

COMBUSTÍVEIS BIOCOMBUSTÍVEIS: EVOLUÇÃO ENERGÉTICA, COMPOSIÇÃO E IMPACTOS AMBIENTAIS. COMBUSTÍVEIS BIOCOMBUSTÍVEIS: EVOLUÇÃO ENERGÉTICA, COMPOSIÇÃO E IMPACTOS AMBIENTAIS. Ana L. B. Silva 1 (analuciasilva36@hotmail.com); Aquila B. do Rosario² (aquilabueno@gmail.com); Hevelyn L. Avila³ (hevelyn-avila@hotmail.com);carine

Leia mais

BIODIESEL. O NOVO COMBUSTÍVEL DO BRASIL.

BIODIESEL. O NOVO COMBUSTÍVEL DO BRASIL. Folder final 12/4/04 2:45 AM Page 1 BIODIESEL. O NOVO COMBUSTÍVEL DO BRASIL. PROGRAMA NACIONAL DE PRODUÇÃO E USO DO BIODIESEL Folder final 12/4/04 2:45 AM Page 2 BIODIESEL. A ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Eletrodinâmica. Circuito Elétrico

Eletrodinâmica. Circuito Elétrico Eletrodinâmica Circuito Elétrico Para entendermos o funcionamento dos aparelhos elétricos, é necessário investigar as cargas elétricas em movimento ordenado, que percorrem os circuitos elétricos. Eletrodinâmica

Leia mais

Geradores. a) Complete a tabela abaixo com os valores da corrente I. V(V) R( ) I(A) 1,14 7,55 0,15 1,10 4,40 1,05 2,62 0,40 0,96 1,60 0,85 0,94 0,90

Geradores. a) Complete a tabela abaixo com os valores da corrente I. V(V) R( ) I(A) 1,14 7,55 0,15 1,10 4,40 1,05 2,62 0,40 0,96 1,60 0,85 0,94 0,90 Geradores 1. (Espcex (Aman) 2013) A pilha de uma lanterna possui uma força eletromotriz de 1,5 V e resistência interna de 0,05 Ω. O valor da tensão elétrica nos polos dessa pilha quando ela fornece uma

Leia mais