História... Esta Teoria permaneceu Oficial durante 13 Séculos!!

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "História... Esta Teoria permaneceu Oficial durante 13 Séculos!!"

Transcrição

1 Astronomia

2 História... O modelo grego para explicar o movimento dos corpos celestes foi estabelecido no século IV a.c. Neste modelo a Terra estava no centro do universo e os outros planetas, Sol e Lua estariam incrustados em esferas que giravam em torno da Terra.

3 História... Esta Teoria permaneceu Oficial durante 13 Séculos!!

4 História... Modelo de Ptolomeu!

5 História... Os conceitos mais importantes defendidos por Nicolau Copérnico foram: introduziu o conceito de que a Terra é apenas um dos seis planetas (então conhecidos) girando em torno do Sol colocou os planetas em ordem de distância ao Sol: Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno (Urano, Netuno e o planeta anão Plutão). determinou as distâncias dos planetas ao Sol, em termos da distância Terra-Sol. deduziu que quanto mais perto do Sol está o planeta, maior é sua velocidade orbital. Dessa forma, o movimento dos planetas foi facilmente explicado sem necessidade de epiciclos.

6 História... Modelo de Copérnico!

7 Comparando os modelos

8 História... Copérnico não conseguiu prever as posições dos planetas de forma precisa, nem conseguiu provar que a Terra estava em movimento. Três anos após a morte de Copérnico, nasceu o dinamarquês Tycho Brahe ( ), o último grande astrônomo observacional antes da invenção do telescópio. Usando instrumentos fabricados por ele mesmo, Tycho fez extensivas observações das posições de planetas e estrelas, com uma precisão muito boa.

9 História... Johannes Kepler ( ) estudou inicialmente para seguir carreira teológica. Na Universidade ele leu sobre os princípios de Copérnico e logo se tornou um entusiástico defensor do heliocentrismo. Em 1594 conseguiu um posto de professor de matemática e astronomia em uma escola secundária em Graz, na Áustria, mas poucos anos depois, por pressões da Igreja Católica (Kepler era protestante), foi exilado, e foi então para Praga trabalhar com Tycho Brahe. Leis de Kepler 1. Lei das órbitas elípticas (Astronomia Nova, 1609): A órbita de cada planeta é uma elipse, com o Sol em um dos focos. Como consequência da órbita ser elíptica, a distância do Sol ao planeta varia ao longo de sua órbita. 2. Lei da áreas (1609): A reta unindo o planeta ao Sol varre áreas iguais em tempos iguais. O significado físico desta lei é que a velocidade orbital não é uniforme, mas varia de forma regular: quanto mais distante o planeta está do Sol, mais devagar ele se move. Dizendo de outra maneira, esta lei estabelece que a velocidade areal é constante. 3. Lei harmônica (Harmonices Mundi, 1618): O quadrado do período orbital dos planetas é diretamente proporcional ao cubo de sua distância média ao Sol. Esta lei estabelece que planetas com órbitas maiores se movem mais lentamente em torno do Sol e, portanto, isso implica que a força entre o Sol e o planeta decresce com a distância ao Sol.

10 História... Galileu Galilei ( ), dentre outras coisas... descobriu que a Via Láctea era constituída por uma infinidade de estrelas. descobriu que Júpiter tinha quatro satélites, ou luas, orbitando em torno dele, com períodos entre 2 e 17 dias. Essa descoberta de Galileo foi particularmente importante porque mostrou que podia haver centros de movimento que por sua vez também estavam em movimento; portanto o fato da Lua girar em torno da Terra não implicava que a Terra estivesse parada. descobriu a superfície em relevo da Lua, e as manchas do Sol.

11 História Esses satélites são chamados de "galileanos", e são: Io, Europa, Ganimedes e Calisto. Desde então, mais 57 satélites foram descobertos em Júpiter.

12 E hoje... Sistema Solar, conhecemos até agora 1 estrela (o Sol), 8 planetas (de Mercúrio a Netuno), 5 planetas anões, mais de 150 satélites e milhares de asteróides (principalmente entre Marte e Júpiter e depois de Netuno). Há os cometas também, é claro.

13 E hoje... Um planeta anão é um corpo celeste muito semelhante a um planeta (porém menor), dado que orbita em volta do Sol e possui gravidade suficiente para assumir uma forma com equilíbrio hidrostático (aproximadamente esférica), porém não possui uma órbita desimpedida. Um exemplo é Ceres que, localizado na cintura de asteróides, possui o caminho de sua órbita repleto daqueles pequenos astros. Atualmente os planetas anões no sistema solar são: Ceres, Plutão, Haumea, Makemaje e Éris, sendo os quatro últimos do tipo plutóide, ou seja, planetas-anões que orbitam para além da órbita de Netuno, nos recônditos do sistema solar.

14 E hoje... Cada uma das "faixas" do disco que originou o sistema solar acabou ocupada por um planeta, menos uma: entre Marte e Júpiter. Ela ficou cheia de asteróides que não puderam se juntar para formar um astro grande. É que eles são puxados tanto pela gravidade de Júpiter quanto pela do Sol. Em meio a essa disputa de titãs, a gravidade dos asteróides não bastou para uni-los.

15 E hoje... Planetas: são astros desprovidos de luz própria que se encontram ao redor de uma estrela, o Sol. Juntamente com a Terra, existem outros planetas que se encontram na órbita do Sol, são eles: Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno Planetas anões: são corpos celestes muito semelhantes a um planeta (porém menores), dado que orbitam em volta do Sol e possuem gravidade suficiente para assumir uma forma com equilíbrio hidrostático (aproximadamente esférica), porém não possuem uma órbita desimpedida, orbitando com milhares de outros pequenos corpos celestes. Satélites: são pequenos corpos celestes que se encontram próximos a astros maiores, como a Lua, por exemplo. Estrelas: são corpos gasosos no interior dos quais ocorrem reações de fusão nuclear formando elementos mais pesados. Cometas: são uma grande bola de gelo - formada pela junção de vários gases. O cometa é uma espécie de "sobra" do processo de formação dos grandes planetas gasosos do sistema solar, como Júpiter e Saturno. Asteróides: são pedras espaciais. Também são uma "sobra" do sistema solar, mas uma sobra do processo de formação dos planetas rochosos, como Terra e Marte. Meteoros: são corpos celestes de pequeno porte que giram em torno do Sol. Quando entram na atmosfera, são conhecidos popularmente como estrelas cadentes. Quando ingressam na primeira camada da biosfera sofrem um grande desgaste e ao mesmo tempo se aquecem, tornando-se reluzentes. Quando não desintegram-se totalmente e atingem a superfície terrestre, o resíduo é chamado de meteorito.

16 Você já se perguntou quão distantes estão as estrelas que você vê? Unidades Astronômicas A estrela mais próxima da terra é o Sol, a aproximadamente 150 milhões de quilômetros cerca de 3 milhões de viagens até São Francisco do Sul! O mais interessante é que a luz percorre essa distância em 8 minutos! Além do Sol, a estrela mais próxima da Terra é a Próxima Centauri, a aproximadamente 4 anos-luz de distância.

17 Unidades Astronômicas Ano-luz: é a distância que a luz atravessa no vácuo em um ano, tal que 1 ano-luz = 9, metros Caso o Sol apagasse, aqui da Terra demoraríamos 8 minutos para descobrir o acontecido!!! Unidade Astronômica U.A.: é uma unidade de distância, aproximadamente igual à distância média entre a Terra e o Sol, na qual 1 UA = 1, metros

18 EVOLUÇÃO ESTELAR

19 Nascimento, vida e morte de estrelas Buraco Negro Gás Supernova ou Estrela de Nêutrons Anã Branca

20 EVOLUÇÃO ESTELAR

21 Como se formam as estrelas?

22 Existindo massa, existe atração gravitacional Pressão gravitacional

23 EVOLUÇÃO ESTELAR Todas as estrelas se originam em uma grande nebulosa (poeira estelar). Para irradiar a sua luz, as estrelas precisam de um combustível, o hidrogênio. Através da fusão nuclear, o hidrogênio transformase em hélio, e em energia luminosa. Uma estrela deve durar entre milhares e bilhares de anos, mas quando seu combustível dá sinais de exaustão, a estrela cresce, passando a se chamar Gigante vermelha. O final de uma estrela depende diretamente de sua massa. Estrelas menos massivas (como o nosso Sol) explodem em uma nebulosa planetária, com uma pequena anã branca em seu interior. Estrelas maiores explodem em super-novas, tornando-se estrelas de nêutrons ou buracos negros.

24 Esta nebulosa planetária situada na constelação Áquila está a uma distância de 6500 anosluz de nós. O diâmetro da nebulosa é de 24 segundos de arco, o que corresponde aproximadamente a 0,8 anos-luz ou 600 vezes o diâmetro do nosso Sistema Solar. Nebulosas

25 Esta é a curiosa nebulosa planetária Mz3, também chamada de nebulosa Formiga. Um fato que intriga os astrônomos é saber porque ela possui uma forma tão estranha! Por que ela não tem a forma de uma esfera? Fatos observacionais mostram que o gás expelido pela parte central da estrela gigante vermelha original está se propagando no espaço com a velocidade de 1000 quilômetro por segundo! Talvez este possa ser o motivo pelo qual a nebulosa Mz3 possui uma forma tão peculiar. A nebulosa Formiga possui um anoluz de comprimento. Nebulosas

26 Nebulosas Em 1985 o astrônomo Arturo Gomez, usando o Hubble Space Telescope, observou este estranho objeto no céu. Localizado aproximadamente a anos-luz de nós, na constelação Sagittarius, este objeto parece ser o início do processo de formação de uma nebulosa planetária. Ela seria uma nuvem de gás emitida por uma estrela semelhante ao Sol logo depois que o seu hidrogênio foi transformado em hélio. Daqui a alguns milhares de anos este objeto será uma nebulosa planetária.

27 Plêiades Estrelas Jovens

28

29 Via Lactea Galáxias Andrômeda Via Lactea vista da Terra

Introdução à Astrofísica. As Leis de Kepler. eclipse.txt. Rogemar A. Riffel

Introdução à Astrofísica. As Leis de Kepler. eclipse.txt. Rogemar A. Riffel Introdução à Astrofísica As Leis de Kepler Rogemar A. Riffel Teoria heliocêntrica A Teoria Heliocêntrica conseguiu dar explicações mais simples e naturais para os fenômenos observados Movimento retrógrado

Leia mais

O Sistema Solar 11/12/2014. Unidade 2 O SISTEMA SOLAR. 1. Astros do Sistema Solar 2. Os planetas do Sistema Solar

O Sistema Solar 11/12/2014. Unidade 2 O SISTEMA SOLAR. 1. Astros do Sistema Solar 2. Os planetas do Sistema Solar Ciências Físico-químicas - 7º ano de escolaridade Unidade 2 O SISTEMA SOLAR O Sistema Solar 1. Astros do Sistema Solar 2. Os planetas do Sistema Solar 2 1 Competências a desenvolver: Caracterização do

Leia mais

INTRODUÇÃO À ASTRONOMIA SANDRO FERNANDES

INTRODUÇÃO À ASTRONOMIA SANDRO FERNANDES INTRODUÇÃO À ASTRONOMIA SANDRO FERNANDES O que é a Astronomia? É a ciência que estuda o universo, numa tentativa de perceber a sua estrutura e evolução. Histórico É a ciência mais antiga. Os registros

Leia mais

Escola E. B. 2º e 3º ciclos do Paul. Trabalho elaborado por: Diana Vicente nº 9-7ºB No âmbito da disciplina de Ciências Naturais

Escola E. B. 2º e 3º ciclos do Paul. Trabalho elaborado por: Diana Vicente nº 9-7ºB No âmbito da disciplina de Ciências Naturais Escola E. B. 2º e 3º ciclos do Paul Trabalho elaborado por: Diana Vicente nº 9-7ºB No âmbito da disciplina de Ciências Naturais Introdução Formação do sistema solar Constituição * Sol * Os planetas * Os

Leia mais

Movimento dos Planetas

Movimento dos Planetas Introdução à Astronomia Movimento dos Planetas eclips e.txt Rogério Riffel e-mail: riffel@ufrgs.br http://www.if.ufrgs.br/~riffel Sala: N106 Livro texto: Astronomia e Astrofísica Kepler de Souza Oliveira

Leia mais

Boa tarde a todos!! Sejam bem vindos a aula de Física!! Professor Luiz Fernando

Boa tarde a todos!! Sejam bem vindos a aula de Física!! Professor Luiz Fernando Boa tarde a todos!! Sejam bem vindos a aula de Física!! Professor Luiz Fernando Minha História Nome: Luiz Fernando Casado 24 anos Naturalidade: São José dos Campos Professor de Física e Matemática Formação:

Leia mais

Considera-se que o Sistema Solar teve origem há cerca de 5 mil milhões de anos.

Considera-se que o Sistema Solar teve origem há cerca de 5 mil milhões de anos. 19 e 20 17/11/2011 Sumário Correção do TPC. Como se formou o Sistema Solar? Constituição do Sistema Solar. Os planetas do Sistema Solar. Principais características dos planetas do Sistema Solar. Outros

Leia mais

CIÊNCIAS PROVA 2º BIMESTRE 6º ANO PROJETO CIENTISTAS DO AMANHÃ

CIÊNCIAS PROVA 2º BIMESTRE 6º ANO PROJETO CIENTISTAS DO AMANHÃ PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO CIÊNCIAS PROVA 2º BIMESTRE 6º ANO PROJETO CIENTISTAS DO AMANHÃ Prova elaborada

Leia mais

15 O sistema solar e seus planetas

15 O sistema solar e seus planetas A U A UL LA Atenção O sistema solar e seus planetas Leia com atenção as notícias abaixo, que apareceram em jornais de diferentes épocas. ANO DE 1781 CIENTISTAS DESCOBREM NOVO PLANETA De há quase 2.000

Leia mais

Autor: (C) Ángel Franco García. Ptolomeu e Copérnico. Os planetas do Sistema Solar. Os satélites. Atividades

Autor: (C) Ángel Franco García. Ptolomeu e Copérnico. Os planetas do Sistema Solar. Os satélites. Atividades Nesta página eu apenas traduzi podendo ter introduzido, retirado ou não alguns tópicos, inclusive nas simulações. A página original, que considero muito boa é: Autor: (C) Ángel Franco García O Sistema

Leia mais

UNIDADE 2: ASTRONOMIA

UNIDADE 2: ASTRONOMIA UNIDADE 2: ASTRONOMIA ARISTÓTELES (384-322 a.c.) Afirmou que a Terra era redonda devido à sombra esférica deixada por ela durante o eclipse lunar. ERATÓSTENES (273-194 a.c.) Mediu a circunferência da Terra

Leia mais

ESSMF. Constituição. Biologia Geologia Sistema Solar. Pleiades. Estrela - Massa luminosa de plasma (gás ionizado).

ESSMF. Constituição. Biologia Geologia Sistema Solar. Pleiades. Estrela - Massa luminosa de plasma (gás ionizado). ESSMF Biologia Geologia Sistema Solar 1 Constituição Estrela - Massa luminosa de plasma (gás ionizado). Sol Alfa centauro Pleiades 2 Constituição Planetas - Corpo celeste que orbita à volta de uma estrela,

Leia mais

Introdução À Astronomia e Astrofísica 2010

Introdução À Astronomia e Astrofísica 2010 CAPÍTULO 7 ÓRBITA DOS PLANETAS. LEIS DE KEPLER E DE NEWTON. Movimento dos Planetas. O Modelo Geocêntrico. O Modelo Heliocêntrico. Leis de Kepler. Isaac Newton e Suas Leis. Recapitulando as aulas anteriores:

Leia mais

UNIDADE 2 MOVIMENTOS NO SISTEMA SOLAR Texto 1 Notas de aula (M. F. Barroso)

UNIDADE 2 MOVIMENTOS NO SISTEMA SOLAR Texto 1 Notas de aula (M. F. Barroso) UNIDADE MOVIMENTOS NO SISTEMA SOLAR Texto 1 Notas de aula (M. F. Barroso) O Sistema Solar A observação do mundo ao nosso redor constitui uma das atividades mais antigas da humanidade. Os movimentos do

Leia mais

Unidade IX: Gravitação Universal

Unidade IX: Gravitação Universal Página 1 de 5 Unidade IX: Gravitação Universal 9.1 Introdução: Até o século XV, o homem concebia o Universo como um conjunto de esferas de cristal, com a Terra no centro. Essa concepção do Universo, denominada

Leia mais

Unidade IX: Gravitação Universal

Unidade IX: Gravitação Universal Colégio Santa Catarina Unidade IX: Gravitação Universal 143 Unidade IX: Gravitação Universal 9.1 Introdução: Até o século XV, o homem concebia o Universo como um conjunto de esferas de cristal, com a Terra

Leia mais

2.1 Astros do Sistema Solar

2.1 Astros do Sistema Solar 2.1 Astros do Sistema Solar 2.1 Astros do Sistema Solar Constituição do Sistema Solar Sol Planetas (e respetivos satélites) Asteroides Cometas Planetas anões Sol 2.1 Astros do Sistema Solar Constituição

Leia mais

Escola Estadual Jerônimo Gueiros Professor (a) Supervisor (a): Ary Pereira Bolsistas: Ana Moser e Débora Leyse

Escola Estadual Jerônimo Gueiros Professor (a) Supervisor (a): Ary Pereira Bolsistas: Ana Moser e Débora Leyse Universidade Federal do Rio Grande do Norte Centro de Ciências Humanas Letras e Artes Departamento de Geografia Programa Institucional de Iniciação à docência (PIBID) Escola Estadual Jerônimo Gueiros Professor

Leia mais

O UNIVERSO EM SUAS MÃOS

O UNIVERSO EM SUAS MÃOS 2010 2010 O UNIVERSO EM SUAS MÃOS Pesquisa e Texto Jacqueline Barbosa Ferreira Revisão Lucas Forni Miranda Natalia Oliveira da Silva Arte Givanilson L. Góes Projeto Academia de Ciência Escola Estadual

Leia mais

Docente: Prof. Doutor Ricardo Cunha Teixeira Discentes: Carlos Silva Sara Teixeira Vera Pimentel

Docente: Prof. Doutor Ricardo Cunha Teixeira Discentes: Carlos Silva Sara Teixeira Vera Pimentel Docente: Prof. Doutor Ricardo Cunha Teixeira Discentes: Carlos Silva Sara Teixeira Vera Pimentel Sem a Matemática, não poderia haver Astronomia; sem os recursos maravilhosos da Astronomia, seria completamente

Leia mais

O Sistema Solar, a Galáxia e o Universo. Prof Miriani G. Pastoriza Dep de Astronomia, IF

O Sistema Solar, a Galáxia e o Universo. Prof Miriani G. Pastoriza Dep de Astronomia, IF O Sistema Solar, a Galáxia e o Universo Prof Miriani G. Pastoriza Dep de Astronomia, IF O Sistema Solar Matéria do Sis. Solar (%) Sol 99.85 Planetas 0.135 Cometas:0.01 Satélites Meteoróides Meio Interplanetario

Leia mais

6ª série / 7º ano U. E 05

6ª série / 7º ano U. E 05 6ª série / 7º ano U. E 05 O sistema solar Cada um dos planetas do sistema solar é constituído basicamente dos mesmos elementos e substâncias químicas, embora cada planeta tenha características próprias.

Leia mais

I Olimpíada Brasileira de Astronomia Brasil, 22 de agosto de 1998. Nível 1 GABARITO OFICIAL

I Olimpíada Brasileira de Astronomia Brasil, 22 de agosto de 1998. Nível 1 GABARITO OFICIAL I Olimpíada Brasileira de Astronomia Brasil, 22 de agosto de 1998. Nível 1 GABARITO OFICIAL Questão 1 a) (VALOR: 0,2 pts) Quais os planetas do Sistema Solar que têm sistema de anéis? R: Saturno, Júpiter,

Leia mais

Ciências da Natureza VOLUME 1 UNIDADE 1 E 2

Ciências da Natureza VOLUME 1 UNIDADE 1 E 2 EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS ENSINO FUNDAMENTAL Ciências da Natureza VOLUME 1 UNIDADE 1 E 2 CIÊNCIAS DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 2015 1 SUMÁRIO Unidade 1 Origem do Universo... 03 Unidade

Leia mais

4ºano Turma Mista. Autora: Beatriz Rodrigues

4ºano Turma Mista. Autora: Beatriz Rodrigues 4ºano Turma Mista O ESPAÇO Autora: Beatriz Rodrigues O que é e como é o Espaço? Os seres humanos chamam Espaço a tudo o que está fora da superfície e atmosfera terrestre. A maioria dos peritos acredita

Leia mais

Universidade da Madeira. Sistema Solar. Grupo de Astronomia. Laurindo Sobrinho. 7 de dezembro de 2015. Image Credit: NASA/CXC/SAO

Universidade da Madeira. Sistema Solar. Grupo de Astronomia. Laurindo Sobrinho. 7 de dezembro de 2015. Image Credit: NASA/CXC/SAO Sistema Solar Laurindo Sobrinho 7 de dezembro de 2015 Image Credit: NASA/CXC/SAO 1 Planetas principais do Sistema Solar (são 8): Planetas rochosos (planetas interiores): Mercúrio Vénus Terra Marte Planetas

Leia mais

METEOROLOGIA. Disciplina: Ciências Série: 5ª - 4º BIMESTRE Professor: Ivone Fonseca Assunto: Meteorologia e Astronomia

METEOROLOGIA. Disciplina: Ciências Série: 5ª - 4º BIMESTRE Professor: Ivone Fonseca Assunto: Meteorologia e Astronomia METEOROLOGIA Disciplina: Ciências Série: 5ª - 4º BIMESTRE Professor: Ivone Fonseca Assunto: Meteorologia e Astronomia A meteorologia (do grego meteoros, que significa elevado no ar, e logos, que significa

Leia mais

UNIDADE III Energia: Conservação e transformação. Aula 12.2 Conteúdo:

UNIDADE III Energia: Conservação e transformação. Aula 12.2 Conteúdo: UNIDADE III Energia: Conservação e transformação. Aula 12.2 Conteúdo: Quantidade de Movimento e Gravitação Universal. Habilidades: Confrontar interpretações científicas com interpretações baseadas no senso

Leia mais

Astronomia/Kepler. As hipóteses de Kepler [editar] Colaborações com Tycho Brahe [editar]

Astronomia/Kepler. As hipóteses de Kepler [editar] Colaborações com Tycho Brahe [editar] Astronomia/Kepler < Astronomia Astronomia Uma das importantes personagens da Astronomia foi Johannes Kepler.. Como muitos astrônomos de sua época, Kepler era também um astrólogo e uma de suas crenças fundamentais

Leia mais

Aula 2 Órbitas e Gravidade. Alex C. Carciofi

Aula 2 Órbitas e Gravidade. Alex C. Carciofi Aula 2 Órbitas e Gravidade. Alex C. Carciofi Geocentrismo: um modelo amplamente aceito A Terra parece firme e estável. As estrelas parecem descrever circunferências no céu, em torno dos pólos celestes.

Leia mais

XI OLIMPÍADA REGIONAL DE CIÊNCIAS-2009 O Sistema Solar

XI OLIMPÍADA REGIONAL DE CIÊNCIAS-2009 O Sistema Solar XI OLIMPÍADA REGIONAL DE CIÊNCIAS-2009 O Sistema Solar Gabarito Primeira Fase Cruzadinha 3 6 1 V Ê N U S E 2 L U A 8 1 S N M 3 E S P E C T R O S C O P I A Q 2 R R U T E 4 É I 4 E C L Í P T I C A 7 N R

Leia mais

GEOLOGIA. Prof. Dr. Adilson Soares E- mail: adilson.soares@unifesp.br Site: www.geologia.wiki.br

GEOLOGIA. Prof. Dr. Adilson Soares E- mail: adilson.soares@unifesp.br Site: www.geologia.wiki.br GEOLOGIA Prof. Dr. Adilson Soares E- mail: adilson.soares@unifesp.br Site: www.geologia.wiki.br Origem do Universo e Sistema Solar Origem do Universo e Sistema Solar Teoria do Big Bang - o universo surgiu

Leia mais

Estrutura da Terra Contributos para o seu conhecimento

Estrutura da Terra Contributos para o seu conhecimento Estrutura da Terra Contributos para o seu conhecimento O Sistema Solar Generalidades Origem do Sistema Solar A Teoria mais aceite para explicar a origem do Sistema Solar é a Teoria Nebular. Segundo esta

Leia mais

Apostila de Física 28 Gravitação Universal

Apostila de Física 28 Gravitação Universal Apostila de Física 28 Gravitação Universal 1.0 História Astrônomo grego Cláudio Ptolomeu (87-150): Sistema planetário geocêntrico A Terra é o centro do universo. A Lua e o Sol descreveriam órbitas circulares

Leia mais

CONHECENDO A FAMÍLIA DO SOL. META Apresentar as características dos corpos que constituem a família do Sol.

CONHECENDO A FAMÍLIA DO SOL. META Apresentar as características dos corpos que constituem a família do Sol. CONHECENDO A FAMÍLIA DO SOL Aula 2 META Apresentar as características dos corpos que constituem a família do Sol. OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno deverá: diferenciar os astros que compõem o Sistema

Leia mais

Na cauda do cometa. Série Matemática na Escola. Objetivos 1. Motivar o estudo das cônicas para a astronomia;

Na cauda do cometa. Série Matemática na Escola. Objetivos 1. Motivar o estudo das cônicas para a astronomia; Na cauda do cometa Série Matemática na Escola Objetivos 1. Motivar o estudo das cônicas para a astronomia; Na cauda do cometa Série Matemática na Escola Conteúdos Geometria analítica, cônicas, elipse,

Leia mais

Uma vez que todos já conseguiram identificar no céu as constelações que estudamos até aqui, vamos viajar pelo nosso Sistema Solar.

Uma vez que todos já conseguiram identificar no céu as constelações que estudamos até aqui, vamos viajar pelo nosso Sistema Solar. Olá amiguinhos! Uma vez que todos já conseguiram identificar no céu as constelações que estudamos até aqui, vamos viajar pelo nosso Sistema Solar. Antes mesmo de existir o Sol, nesta mesma região existiam

Leia mais

Universidade da Madeira Estudo do Meio Físico-Natural I Astronomia Problemas propostos

Universidade da Madeira Estudo do Meio Físico-Natural I Astronomia Problemas propostos Universidade da Madeira Estudo do Meio Físico-Natural I Astronomia Problemas propostos J. L. G. Sobrinho 1,2 1 Centro de Ciências Exactas e da Engenharia, Universidade da Madeira 2 Grupo de Astronomia

Leia mais

PROF. RICARDO TEIXEIRA O UNIVERSO E O SISTEMA SOLAR

PROF. RICARDO TEIXEIRA O UNIVERSO E O SISTEMA SOLAR PROF. RICARDO TEIXEIRA O UNIVERSO E O SISTEMA SOLAR Teorias da origem do Universo O Universo É tudo que existe; é o conjunto formado pelos planetas, cometas, estrelas, galáxias, etc. Existem várias teorias

Leia mais

Sistema Solar. Sistema de Ensino CNEC. 4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Atividades de Ciências Nome:

Sistema Solar. Sistema de Ensino CNEC. 4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Atividades de Ciências Nome: 4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Atividades de Ciências Nome: Sistema Solar 1 o Mercúrio 5 o Júpiter 2 o Vênus 6 o Saturno 3 o Terra 7 o Urano 4 o Marte 8 o Netuno Com certeza você já deve ter ouvido

Leia mais

ESCOLA SALESIANA DE MANIQUE TESTE DE AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS ANO LECTIVO 2010/2011

ESCOLA SALESIANA DE MANIQUE TESTE DE AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS ANO LECTIVO 2010/2011 ESCOLA SALESIANA DE MANIQUE TESTE DE AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS ANO LECTIVO 2010/2011 Nome: 7.º Ano Turma Nº: Encarregado de Educação: Classificação: Professor: 1. Observe a figura seguinte,

Leia mais

Maqueta do Sistema Solar

Maqueta do Sistema Solar Projecto Com a Cabeça na Lua OASA - Observatório Astronómico de Santana Açores Maqueta do Sistema Solar Fundamentos teóricos Já vimos que o Universo se encontra povoado por milhões de galáxias, estando

Leia mais

Universidade Federal Fluminense

Universidade Federal Fluminense Universidade Federal Fluminense Curso de Formação continuada em Astronomia Para professores de Educação Básica Prof. Dr. Tibério Borges Vale Projeto de Extensão O uso da Astronomia como elemento didático

Leia mais

07 e 08 06/10/2011 Sumário

07 e 08 06/10/2011 Sumário Sumário Correção do TPC. Conclusões da atividade experimental da lição anterior. Como se tornou possível o conhecimento do Universo? Modelos de organização do Universo: Teoria Geocêntrica e Teoria Heliocêntrica.

Leia mais

Podemos considerar a elipse como uma circunferência achatada. Para indicar o maior ou menor achatamento, definimos a excentricidade:

Podemos considerar a elipse como uma circunferência achatada. Para indicar o maior ou menor achatamento, definimos a excentricidade: Leis de Kepler Considerando um referencial fixo no Sol, por efeito da lei da gravitação universal, o movimento dos planetas ao redor do Sol acontece segundo as três leis de Kepler. Na verdade, as leis

Leia mais

Capítulo 8: A gravidade e o movimento dos astros

Capítulo 8: A gravidade e o movimento dos astros Desde que começou a cintilar no cérebro do homem a luz da racionalidade, o brilho e o movimento dos astros desafiam sua curiosidade. Em todas as etapas da civilização, os homens procuraram dar uma explicação

Leia mais

ELEMENTOS DA ASTRONOMIA Na ANTIGUIDADE a observação dos astros e a interpretação religiosa mantiveram uma ligação praticamente una.

ELEMENTOS DA ASTRONOMIA Na ANTIGUIDADE a observação dos astros e a interpretação religiosa mantiveram uma ligação praticamente una. ELEMENTOS DA ASTRONOMIA Na ANTIGUIDADE a observação dos astros e a interpretação religiosa mantiveram uma ligação praticamente una. Os povos primitivos já utilizavam símbolos representando os corpos celestes

Leia mais

Descobrindo o Sistema Solar Denis E. Peixoto NASE, Brasil

Descobrindo o Sistema Solar Denis E. Peixoto NASE, Brasil Introdução Descobrindo o Sistema Solar Denis E. Peixoto NASE, Brasil Comumente, quando estudamos o Sistema Solar, nos deparamos com questões interessantes, tais como: quais os limites do nosso sistema

Leia mais

As estações do ano acontecem por causa da inclinação do eixo da Terra em relação ao Sol. O movimento do nosso planeta em torno do Sol, dura um ano.

As estações do ano acontecem por causa da inclinação do eixo da Terra em relação ao Sol. O movimento do nosso planeta em torno do Sol, dura um ano. PROFESSORA NAIANE As estações do ano acontecem por causa da inclinação do eixo da Terra em relação ao Sol. O movimento do nosso planeta em torno do Sol, dura um ano. A este movimento dá-se o nome de movimento

Leia mais

EXOPLANETAS EIXO PRINCIPAL

EXOPLANETAS EIXO PRINCIPAL EXOPLANETAS Antes mesmo de eles serem detectados, poucos astrônomos duvidavam da existência de outros sistemas planetários além do Solar. Mas como detectar planetas fora do Sistema Solar? Às suas grandes

Leia mais

Estudo para OBA Olimpíada Brasileira de Astronomia. Nível 1. 2º ano Água

Estudo para OBA Olimpíada Brasileira de Astronomia. Nível 1. 2º ano Água Estudo para OBA Olimpíada Brasileira de Astronomia Nível 1 2º ano Água Estrelas Cadentes Ana Beatriz e Giovanna 2º ano Água As Estrelas Cadentes na verdade são rochas. Estrelas cadentes não passam de um

Leia mais

Sistema Solar. Prof. Fabricio Ferrari Universidade Federal do Pampa. Projeto de Extensão Astronomia para Todos

Sistema Solar. Prof. Fabricio Ferrari Universidade Federal do Pampa. Projeto de Extensão Astronomia para Todos Sistema Solar Prof. Fabricio Ferrari Universidade Federal do Pampa Projeto de Extensão Astronomia para Todos Sistema Solar: Sol e todos os objetos ligados a ele pela gravidade *escaladedistânciasincorreta

Leia mais

José Otávio e Adriano 2º ano A

José Otávio e Adriano 2º ano A José Otávio e Adriano 2º ano A Vênus é um planeta que faz parte do Sistema Solar. Está localizado entre os planetas Mercúrio e Terra. Tem esse nome em homenagem a Vênus (deusa do amor da mitologia romana).

Leia mais

XI CURSO DE INTRODUÇÃO À ASTRONOMIA

XI CURSO DE INTRODUÇÃO À ASTRONOMIA Plutão SAR - SOCIEDADE ASTRONÔMICA DO RECIFE XI CURSO DE INTRODUÇÃO À ASTRONOMIA INTRODUÇÃO TEÓRICA E OBSERVACIONAL R 1 Introdução Este curso destina-se a todas as pessoas interessadas por observações

Leia mais

História da Astronomia

História da Astronomia História da Astronomia Motivações: A necessidade de sobrevivência levou as tribos remanescentes das últimas glaciações a observarem o Sol, a Lua e suas relações com as estações do ano e com a natureza

Leia mais

Atividade: Uma Viagem pelo Céu Autores: Laerte Sodré Jr., Raquel Y. Shida, Jane Gregorio-Hetem (IAG/USP)

Atividade: Uma Viagem pelo Céu Autores: Laerte Sodré Jr., Raquel Y. Shida, Jane Gregorio-Hetem (IAG/USP) Autores: Laerte Sodré Jr., Raquel Y. Shida, Jane Gregorio-Hetem (IAG/USP) Objetivo: Esta atividade, elaborada para o programa "Telescópios na Escola", é indicada para quem nunca observou antes com um telescópio

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL - CIÊNCIAS 9ºANO- UNIDADE 3 - CAPÍTULO 1

ENSINO FUNDAMENTAL - CIÊNCIAS 9ºANO- UNIDADE 3 - CAPÍTULO 1 ENSINO FUNDAMENTAL - CIÊNCIAS 9ºANO- UNIDADE 3 - CAPÍTULO 1 questão 01. O que é Astrofísica? questão 02. O que são constelações? questão 03. Como era o calendário Lunar? questão 04. Qual era diferença

Leia mais

Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica Corpo de Criação e Desenvolvimento. Processo de Seleção para Olimpíadas Internacionais de 2012

Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica Corpo de Criação e Desenvolvimento. Processo de Seleção para Olimpíadas Internacionais de 2012 Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica Corpo de Criação e Desenvolvimento Processo de Seleção para Olimpíadas Internacionais de 2012 Primeira Prova Nesta prova há 32 questões de diferentes níveis

Leia mais

SISTEMA PLANETÁRIO COMO OS PLANETAS SE MOVEM

SISTEMA PLANETÁRIO COMO OS PLANETAS SE MOVEM GRAVITAÇÃO UNIVERSAL Gravitação universal e a forca de atração que age entre todos os objetos pôr causa da sua massa - isto e, a quantidade de matéria de que são constituídos. A gravitação mantém o universo

Leia mais

GABARITO DA PROVA OLÍMPICA DO NÍVEL II DA II OBA

GABARITO DA PROVA OLÍMPICA DO NÍVEL II DA II OBA 1. A astronomia estuda tudo que está fora da Terra, como por exemplo, os planetas, as estrelas, os cometas, as galáxias, as constelações, os movimentos destes corpos, etc. Para observar estes corpos basta

Leia mais

Solar. R. Boczko IAG-USP

Solar. R. Boczko IAG-USP Sistema Solar 20 01 03 R. Boczko IAG-USP Sistema Solar Sol Observação na região visível do espectro Flare solar Sol Alça Sol Erupção Solar Limbo do Sol Sistema Heliocêntrico Mer Vên Sol Ter Lua Mar Júp

Leia mais

Aula 52 Conteúdos: Artigo: definido e indefinido. Expressão numérica com adição, subtração e multiplicação. Corpos celestes. LINGUAGENS MAT., C. HUM.

Aula 52 Conteúdos: Artigo: definido e indefinido. Expressão numérica com adição, subtração e multiplicação. Corpos celestes. LINGUAGENS MAT., C. HUM. 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA Aula 52 Conteúdos: Artigo: definido e indefinido. Expressão numérica com adição, subtração e multiplicação. Corpos

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 1ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA Aluno(a): Nº Ano: 6º Turma: Data: 26/03/2011 Nota: Professora: Élida Valor da Prova: 50 pontos Assinatura do responsável: Orientações

Leia mais

Universidade da Madeira. Sistema Solar. Grupo de Astronomia. Laurindo Sobrinho. 15 de dezembro de 2014. Image Credit: NASA/CXC/SAO

Universidade da Madeira. Sistema Solar. Grupo de Astronomia. Laurindo Sobrinho. 15 de dezembro de 2014. Image Credit: NASA/CXC/SAO Sistema Solar Laurindo Sobrinho 15 de dezembro de 2014 Image Credit: NASA/CXC/SAO 1 Planetas principais do Sistema Solar: Planetas rochosos (planetas interiores): Mercúrio Vénus Terra Marte Planetas gasosos

Leia mais

CIÊNCIAS. Tantas vezes a morte é apercebida, na Terra tanta guerra, tanto engano, tanta necessidade aborrecida. Os Lusíadas, Luís Vaz de Camões.

CIÊNCIAS. Tantas vezes a morte é apercebida, na Terra tanta guerra, tanto engano, tanta necessidade aborrecida. Os Lusíadas, Luís Vaz de Camões. Tantas vezes a morte é apercebida, na Terra tanta guerra, tanto engano, tanta necessidade aborrecida. Os Lusíadas, Luís Vaz de Camões. Capítulo 1 Astronomia (Os cientistas e suas teorias sobre o Universo

Leia mais

Exercícios de Física Gravitação Universal

Exercícios de Física Gravitação Universal Exercícios de Física Gravitação Universal 1-A lei da gravitação universal de Newton diz que: a) os corpos se atraem na razão inversa de suas massas e na razão direta do quadrado de suas distâncias. b)

Leia mais

Oficina de CNII/EF Material do Aluno. Tema: Sistema Solar. Prezado Aluno,

Oficina de CNII/EF Material do Aluno. Tema: Sistema Solar. Prezado Aluno, Tema: Sistema Solar Prezado Aluno, Nesta oficina, você desenvolverá atividades que abordam a constituição do Sistema Solar, os movimentos dos astros, os fenômenos celestes e sua relação com o planeta Terra.

Leia mais

OS MODELOS PARA A DESCRIÇÃO DO MOVIMENTO DOS CORPOS NO SISTEMA SOLAR Notas para estudo (M. F. Barroso)

OS MODELOS PARA A DESCRIÇÃO DO MOVIMENTO DOS CORPOS NO SISTEMA SOLAR Notas para estudo (M. F. Barroso) FÍSICA 1-015 S MDELS PARA A DESCRIÇÃ D MVIMENT DS CRPS N SISTEMA SLAR Notas para estudo (M. F. Barroso) 1. S MVIMENTS N SISTEMA SLAR 1.1) Sistema Solar A observação do mundo ao nosso redor constitui uma

Leia mais

Exercícios de Física Gravitação Universal

Exercícios de Física Gravitação Universal Exercícios de Física Gravitação Universal 1-A lei da gravitação universal de Newton diz que: a) os corpos se atraem na razão inversa de suas massas e na razão direta do quadrado de suas distâncias. b)

Leia mais

Capítulo 3 O SISTEMA SOLAR*

Capítulo 3 O SISTEMA SOLAR* Capítulo 3 O SISTEMA SOLAR* C l á u d i a Vi l e g a R o d r i g u e s * * * Revisado em Junho/2008. ** e-mail: claudiavilega@gmail.com 3-1 3-2 O SISTEMA SOLAR 3.1 INTRODUÇÃO...5 3.2 A EVOLUÇÃO DO CONHECIMENTO

Leia mais

APOSTILA DE GRAVITAÇÃO. Johannes Kepler (1571-1630)

APOSTILA DE GRAVITAÇÃO. Johannes Kepler (1571-1630) APOSTILA DE GRAVITAÇÃO Johannes Kepler (1571-1630) Astrônomo alemão, publicou sua primeira obra, "Mysterium Cosmographicum", em 1596, na qual se manifesta pela primeira vez a favor da teoria heliocêntrica

Leia mais

Explorando o sistema solar e além em Português

Explorando o sistema solar e além em Português Explorando o sistema solar e além em Português Exploring the Solar System and Beyond in Portuguese Desenvolvido por Nam Nguyen Hubble Ultra Deep Field tiro 2014 Explorando o Sistema Solar eo objetivo do

Leia mais

Compreender os processos intervenientes na formação dos diferentes corpos do Sistema Solar.

Compreender os processos intervenientes na formação dos diferentes corpos do Sistema Solar. Compreender a génese, evolução e organização do Universo. Identificar os diferentes corpos do Sistema Solar. Compreender os processos intervenientes na formação dos diferentes corpos do Sistema Solar.

Leia mais

Lista Gravitação. Lista de Física

Lista Gravitação. Lista de Física ALUNO(A): COLÉGIO PEDRO II UNIDADE ESCOLAR SÃO CRISTÓVÃO III Lista Gravitação SÉRIE: 1ª TURMAS COORDENADOR: Eduardo Gama PROFESSOR(A): Lista de Física 1) Um satélite artificial S descreve uma órbita elíptica

Leia mais

Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com

Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com ASTRONOMIA: ESTUDANDO O CÉU A Astronomia é a ciência que se ocupa com o estudos dos astros do cosmos, especialmente da

Leia mais

OBA Conteúdos das Avaliações Data: 15/5/2015 (6ª feira)

OBA Conteúdos das Avaliações Data: 15/5/2015 (6ª feira) OBA Conteúdos das Avaliações Data: 15/5/2015 (6ª feira) Constituição da Avaliação 5 perguntas de Astronomia; 3 perguntas de Astronáutica; 2 perguntas sobre Energia. Perguntas Práticas e/ou Observacionais

Leia mais

Sistema Solar: Planetas Externos. Emerson Penedo emersonpenedo42@gmail.com

Sistema Solar: Planetas Externos. Emerson Penedo emersonpenedo42@gmail.com Sistema Solar: Planetas Externos Emerson Penedo emersonpenedo42@gmail.com Planetas externos, planetas Jovianos ou ainda gigantes gasosos, são os planetas do Sistema Solar com órbitas mais externas que

Leia mais

APRENDER A APRENDER CONTEÚDO E HABILIDADES APRENDER A APRENDER DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CIÊNCIAS. Conteúdo: Sistema Solar

APRENDER A APRENDER CONTEÚDO E HABILIDADES APRENDER A APRENDER DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CIÊNCIAS. Conteúdo: Sistema Solar A A Conteúdo: Sistema Solar A A Habilidades: Conhecer as características do conjunto formado pelo Sol, planetas e suas luas. A A Vídeo - Sistema Solar A A Sol É a estrela mais próxima de nosso planeta

Leia mais

Apresentar o sistema heliocêntrico de Copérnico e, como a partir dele Kepler e Isaac Newton formularam as leis do movimento dos corpos celestes.

Apresentar o sistema heliocêntrico de Copérnico e, como a partir dele Kepler e Isaac Newton formularam as leis do movimento dos corpos celestes. Aula 3 GRAVITAÇÃO META Apresentar o sistema heliocêntrico de Copérnico e, como a partir dele Kepler e Isaac Newton formularam as leis do movimento dos corpos celestes. OBJETIVO Conhecer a evolução do pensamento

Leia mais

Movimento real e aparente das estrelas e dos planetas

Movimento real e aparente das estrelas e dos planetas José Laurindo Sobrinho Grupo de Astronomia da Universidade da Madeira Fevereiro 2014 Movimento real e aparente das estrelas e dos planetas 1 O Movimento da Lua A Lua apresenta sempre a mesma face virada

Leia mais

Planetas do Sistema Solar

Planetas do Sistema Solar Planetas do Sistema Solar Paulo Roberto - http://laboratoriodopaulo.blogspot.com A astronomia é uma experiência de humildade e formação de caráter. [Carl Sagan em O pálido ponto azul.] Planetas Internos

Leia mais

5 as Olimpíadas Nacionais de Astronomia

5 as Olimpíadas Nacionais de Astronomia 5 as Olimpíadas Nacionais de Astronomia Prova da eliminatória regional 14 de Abril de 2009 15:00 Duração máxima 120 minutos Nota: Ler atentamente todas as questões. Existe uma tabela com dados no final

Leia mais

Formação estelar e Estágios finais da evolução estelar

Formação estelar e Estágios finais da evolução estelar Elementos de Astronomia Formação estelar e Estágios finais da evolução estelar Rogemar A. Riffel Formação estelar - Estrelas se formam dentro de concentrações relativamente densas de gás e poeira interestelar

Leia mais

Astrofísica Geral. Tema 08: O Sistema Solar, parte 2

Astrofísica Geral. Tema 08: O Sistema Solar, parte 2 ma 08: O Sistema Solar, parte 2 Outline 1 Pequenos corpos do Sistema Solar Satélites Aneis Asteroides Meteoros Cometas Frequência de queda 2 Formação do Sistema Solar 3 Bibliografia 2 / 25 Outline 1 Pequenos

Leia mais

Uma Visão Geral do Sistema Solar

Uma Visão Geral do Sistema Solar Uma Visão Geral do Sistema Solar DESCOBRINDO O SISTEMA SOLAR Desde os gregos: Sol 5 planetas: Mercúrio Vênus Marte Júpiter Saturno Cometas (visíveis por algumas semanas) Meteoros ou estrelas cadentes Uma

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Física Departamento de Astronomia. Fundamentos de Astronomia e Astrofísica

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Física Departamento de Astronomia. Fundamentos de Astronomia e Astrofísica UniversidadeFederaldoRioGrandedoSul InstitutodeFísica DepartamentodeAstronomia FundamentosdeAstronomiaeAstrofísica Movimentodosplanetas:LeisdeKepler Prof.RogérioRiffel MovimentodosPlanetas AsleisdeKepler

Leia mais

O raio vetor varre ÁREAS IGUAIS em iguais intervalos de tempo.

O raio vetor varre ÁREAS IGUAIS em iguais intervalos de tempo. Os antigos astrônomos gregos estudaram os movimentos dos planetas e da Lua. Entretanto, esse movimentos só foram corretamente explicados no final do século XVII, quando o cientista inglês Isaac Newton,

Leia mais

02- Agrupamento de estrelas que juntas formam figuras imaginárias. R.: 03- Ciência que estudo os corpos celestes. R.:

02- Agrupamento de estrelas que juntas formam figuras imaginárias. R.: 03- Ciência que estudo os corpos celestes. R.: PROFESSOR: EQUIPE DE CIÊNCIAS BANCO DE QUESTÕES - CIÊNCIAS 5º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== De acordo com as dicas, responda: 01- Foi

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 1ª PROVA SUBSTITUTIVA DE GEOGRAFIA Aluno(a): Nº Ano: 6º Turma: Data: Nota: Professor(a): Élida Valor da Prova: 65 pontos Orientações gerais: 1) Número de

Leia mais

E por mais que o homem se torne importante, ele não é nada comparado às estrelas [Caroline Herschel] Paulo Roberto -

E por mais que o homem se torne importante, ele não é nada comparado às estrelas [Caroline Herschel] Paulo Roberto - E por mais que o homem se torne importante, ele não é nada comparado às estrelas [Caroline Herschel] Paulo Roberto - www.laboratoriodopaulo.blogspot.com As constelações Ao longo da história, a humanidade

Leia mais

Evolução Estelar e A Via-Láctea

Evolução Estelar e A Via-Láctea Introdução à Astronomia Evolução Estelar e A Via-Láctea Rogério Riffel http://astro.if.ufrgs.br Formação estelar - Estrelas se formam dentro de concentrações relativamente densas de gás e poeira interestelar

Leia mais

Novas Descobertas sobre o Sistema Solar

Novas Descobertas sobre o Sistema Solar FIS 2009 Explorando o Universo: dos Quarks aos Quasares Novas Descobertas sobre o Sistema Solar Jorge Ricardo Ducati Departamento de Astronomia Universidade Federal do Rio Grande do Sul Planeta Terra:

Leia mais

Sociedade de Astronomia do Maranhão SAMA. Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Por que Plutão não é mais um planeta?

Sociedade de Astronomia do Maranhão SAMA. Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Por que Plutão não é mais um planeta? Sociedade de Astronomia do Maranhão SAMA Semana Nacional de Ciência e Tecnologia Por que Plutão não é mais um planeta? Carlos Eduardo Portela Serra de Castro 2011 Definições Estrela: 1 um corpo celeste

Leia mais

O QUE ACONTECEU COM PLUTÃO?

O QUE ACONTECEU COM PLUTÃO? Telescópios na Escola 1 O QUE ACONTECEU COM PLUTÃO? Preâmbulo Um dos grandes desafios em ciência é encontrar a semelhança de coisas que são aparentemente diferentes e estabelecer a diferença entre coisas

Leia mais

SOCIEDADE ASTRONÔMICA BRASILEIRA SAB IV Olimpíada Brasileira de Astronomia IV OBA Gabarito da Prova de nível I (para alunos de 1ª à 4ª série)

SOCIEDADE ASTRONÔMICA BRASILEIRA SAB IV Olimpíada Brasileira de Astronomia IV OBA Gabarito da Prova de nível I (para alunos de 1ª à 4ª série) SOCIEDADE ASTRONÔMICA BRASILEIRA SAB IV Olimpíada Brasileira de Astronomia IV OBA Gabarito da Prova de nível I (para alunos de 1ª à 4ª série) GABARITO NÍVEL 1 (Cada questão vale 1 ponto sendo que cada

Leia mais

EVIDENCIANDO AS ÓRBITAS DAS LUAS GALILEANAS ATRAVÉS DA ASTROFOTOGRAFIA

EVIDENCIANDO AS ÓRBITAS DAS LUAS GALILEANAS ATRAVÉS DA ASTROFOTOGRAFIA Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia São Paulo Campus Itapetininga EVIDENCIANDO AS ÓRBITAS DAS LUAS GALILEANAS ATRAVÉS DA ASTROFOTOGRAFIA Informações E astrofotografias Rodrigo Felipe Raffa

Leia mais

5 as Olimpíadas Nacionais de Astronomia

5 as Olimpíadas Nacionais de Astronomia 5 as Olimpíadas Nacionais de Astronomia Prova da eliminatória regional 14 de Abril de 2010 15:00 Duração máxima 120 minutos Nota: Ler atentamente todas as questões. Existe uma tabela com dados no final

Leia mais

ASTROFOTOGRAFIA Concurso Nacional de Astrofotografias Apostila volume I

ASTROFOTOGRAFIA Concurso Nacional de Astrofotografias Apostila volume I ASTROFOTOGRAFIA Concurso Nacional de Astrofotografias Apostila volume I O princípio da astrofotografia O mundo da astrofotografia é muito divulgado e você provavelmente já fez parte dele. Se você já registrou

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Física Departamento de Astronomia. Fundamentos de Astronomia e Astrofísica: FIS02010

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Física Departamento de Astronomia. Fundamentos de Astronomia e Astrofísica: FIS02010 Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Física Departamento de Astronomia Fundamentos de Astronomia e Astrofísica: FIS02010 Prof. Tibério B. Vale Como se calcula o comprimento da sombra?

Leia mais

Lista 1_Gravitação - F 228 2S2012

Lista 1_Gravitação - F 228 2S2012 Lista 1_Gravitação - F 228 2S2012 1) a) Na figura a abaixo quatro esferas formam os vértices de um quadrado cujo lado tem 2,0 cm de comprimento. Qual é a intensidade, a direção e o sentido da força gravitacional

Leia mais