REGULAMENTO 1 DOS OBJETIVOS DA ASSOCIAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REGULAMENTO 1 DOS OBJETIVOS DA ASSOCIAÇÃO"

Transcrição

1 REGULAMENTO A MAIS ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO VEÍCULAR, que doravante passa a se denominar simplesmente de MAIS PROTEÇÃO, inscrita no CNPJ sob o nº / , que tem a finalidade de proporcionar aos seus Associados, a proteção de suas motos contra roubo, furto e assistência 24 horas, pelo sistema mutualista de rateio, apresenta o Regulamento que tem a finalidade de estabelecer regras e normas a serem cumpridas por todos os Associados e todos os órgãos da MAIS PROTEÇÃO, buscando sempre a integração sócia comunitária dos mesmos. A MAIS PROTEÇÃO é uma sociedade civil sem fins lucrativos, com duração por prazo indeterminado e ilimitado número de Associados. Tem personalidade jurídica distinta da dos seus Associados. As definições necessárias à satisfação dos objetivos da Associação são regulamentadas neste instrumento e nas Atas das Assembléias realizadas periodicamente. Nos termos do que dispõe o Estatuto da MAIS PROTEÇÃO, a Diretoria Executiva torna público o presente Regulamento, cujas normas devem ser cumpridas por todo o Associado, sob pena de não o fazendo, ser excluído da MAIS PROTEÇÃO administrativamente. 1 DOS OBJETIVOS DA ASSOCIAÇÃO A MAIS PROTEÇÃO tem como objetivo primordial amparar, proteger e beneficiar seus associados quanto à utilização de suas Motos, doravante denominados de equipamento, através da repartição entre os associados de eventuais prejuízos materiais sofridos nestes bens causados por furto ou roubo de acordo com as normas estabelecidas neste regulamento. 2 DOS ASSOCIADOS 2.1 Documentos Necessários Para se Associar à Proteção. Proposta de adesão preenchida corretamente e sem rasura; Xérox da Identidade, CPF e/ou Carteira Nacional de Trânsito do associado; Xérox do comprovante de residência do associado ou do local de envio da correspondência; Xérox do documento do carro DUT; Xérox da apólice de seguro de terceiro quando o associado já tiver tal beneficio em outra empresa. Xérox da nota fiscal do rastreador ou última fatura paga do mesmo, no caso do associado pagar rastreador independente. 2.2 A falta da documentação descrita acima ou ilegibilidade da mesma acarretará a não cobertura do benefício devido ao não cadastramento no sistema do veículo em questão. 2.3 O período mínimo de associação dos membros da MAIS PROTEÇÃO é de 90 dias a partir do ingresso no corpo social e caso o Associado venha a usufruir do benefício de repartição de REEMBOLSO integral ou parcial, permanecerá com o equipamento nos quadros da Associação por mais um período mínimo de 12 meses, contados a partir do pagamento do último reembolso e arcando com suas obrigações regulares junto a MAIS PROTEÇÃO. Parágrafo Único: Nos eventos de roubo ou furto, o período mínimo de 12 meses será deduzido no valor do reembolso integral, haja vista que o equipamento não mais existe em função do tipo de evento sofrido. 2.4 Em nenhuma hipótese o associado terá direito a ressarcimento de valores quando de sua saída do programa de proteção veicular. 2.5 O Associado que se desligar dos quadros da MAIS PROTEÇÃO, por motivos pessoais antes de completar o período mínimo na condição do item 2.3, pagará multa correspondente ao valor da média de repartição dos prejuízos indenizados nos últimos três meses multiplicado pelo numero de meses faltantes para o término de período mínimo. 1

2 2.6 Os valores recebidos pela MAIS PROTEÇÃO serão livremente administrados pela Diretoria Executiva desde que aplicados nos reembolsos dos eventos corridas no período, manutenção das despesas administrativas e operacionais necessárias ao bom andamento da MAIS PROTEÇÃO. 2.7 Em caso de atraso no pagamento do boleto mensal, o mesmo será acrescido de multa de 2% (dois por cento) sobre o valor do mesmo, e juros de mora de 0,33% (zero, vírgula trinta e três por cento) por dia corrido de atraso, e os recursos provenientes da multa serão destinados ao fundo de reserva da MAIS PROTEÇÃO e será cobrada também uma tarifa de R$ 3,80 (Três reais e oitenta centavos) para custeio de tarifa bancária de cobrança bem como tarifa no valor de R$ 3,90(três reais e noventa centavos) para cobrança de associados inadimplentes. 2.8 O fundo de reserva constituído pela Associação poderá ser utilizado para cobrir os atrasos e inadimplências do período; amortização dos valores a serem rateados e em investimentos que sejam necessários ao aprimoramento das atividades da MAIS PROTEÇÃO A inadimplência por mais de 05 (cinco) dias acarretará a necessidade de uma nova vistoria com o custo operacional conforme tabela. Esse custo será de responsabilidade do associado. A vistoria somente será realizada após a quitação das parcelas em aberto. 1º Caracteriza-se INADIMPLENTE o associado que não houver feito o pagamento a partir das zero hora do dia seguinte ao vencimento, ficando assim, o equipamento como DESCOBERTO de todo o tipo de proteção, voltando a estar protegido no dia seguinte a data em que for realizado o pagamento. 2º O prazo previsto no caput trata-se da obrigatoriedade em realizar uma nova vistoria. Ou seja, se o pagamento for realizado dentro do prazo supra (5 dias), apesar da inadimplência, como dispõe o 1º, o equipamento não precisará de uma nova vistoria. 3º Com o pagamento realizado após o 5º dia de inadimplência, o equipamento só estará protegido novamente após a vistoria prevista no caput Em caso de não recebimento do boleto bancário até o vencimento de cada mês, o associado deve entrar em contato com a MAIS PROTEÇÃO pelo telefone: (21) ou (21) , pelo site ou em uma das regionais. O não recebimento do boleto não isenta o associado da obrigatoriedade do pagamento. 3 DA ADESÃO E DOS EQUIPAMENTOS E BENÉFICOS DA MAIS PROTEÇÃO Na faculdade dos seus direitos civis e maior de 18 anos, qualquer pessoa poderá se inscrever na MAIS PROTEÇÃO para obter proteção de seu(s) equipamento(s) resguardando o direito de a MAISPROTEÇÃO recusar a inscrição em até 15 dias O equipamento objeto de qualquer proteção deverá ser previamente cadastrado junto ao banco de dados, através da proposta de adesão e de uma vistoria prévia a ser realizada conforme parâmetros definidos pela MAIS PROTEÇÃO utilizando fotos e laudos técnicos dos mesmos; a) A vistoria poderá ser obtida diretamente junto ao captador, caso habilitado, ou se dirigir com o contrato de adesão junto ao ponto de vistoria/vistoriador; b) Caso o associado solicite vistoria volante, deverá solicitar maiores informações do processo e custo adicional junto ao seu concessionário/regional; c) A Proposta de Adesão é um documento necessário, porém todo e qualquer equipamento deverá passar pela vistoria prévia em até 48 horas após preenchimento da adesão. A proteção somente terá validade após zero hora do dia seguinte ao recebimento da proposta de adesão na MAIS PROTEÇÃO, caso o veiculo seja aprovado na analise da vistoria prévia. 2

3 d) Para as motos 0 km, que possuírem nota fiscal com até 72 horas de emissão ou que constar o carimbo da concessionária atestando que o veículo ainda está dentro da loja, não será necessário realizar vistoria, desde que a Nota Fiscal seja anexada na adesão, no ato do preenchimento da ficha de cadastro; A taxa de adesão não será devolvida, em hipótese alguma pela MAIS PROTEÇÃO por se destinar a terceiros para cobrir custos de cadastro. a) Veículos que possuírem avarias no ato da vistoria serão notificados e terão o valor do bem protegido reduzido/depreciado, conforme avaliação de mercado. Caso o proponente opte em realizar o concertodas avarias, deverá refazer a vistoria do equipamento protegido. 3.4 Em caso de reembolso total do valor do equipamento, a MAIS PROTEÇÃO realizará sindicância através de empresas especializadas, garantindo, desta forma, a imparcialidade e maior legitimidade do pagamento. O valor será reembolsado em até 90 dias, APÓS A ENTREGA DA TODA DOCUMENTAÇÃO ORIGINAL SOLICITADA PELA ASSOCIAÇÃO, após a conclusão da sindicância, obedecendo ainda os critérios de rateio. Parágrafo Único: Nos Equipamentos alienado fiduciariamente, através de arrendamento mercantil ou outra modalidade de financiamento, o pagamento será efetuado ao associado, deduzindo o valor da divida junto à financeira, a qual será paga diretamente ao agente credor, até o teto Máximo do equipamento junto a FIPE. 3.5 O ASSOCIADO DEVERÁ COMUNICAR O EVENTO, PREENCHER O AVISO DE OCORRÊNCIA E CONCLUIR A ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO NO MÁXIMO DE 30 DIAS DA DATA DO EVENTO. PASSADO ESTE PRAZO, A MAIS PROTEÇÃO PODERÁ NÃO PROCEDER AO REEMBOLSO, FICANDO O ASSOCIADO RESPONSÁVEL EXCLUSIVO PELOS CUSTOS TOTAL. 3.6 Para efeito de reembolso total, o valor a ser pago será o constante na tabela FIPE no dia em que ocorreu o evento, independente da data de conclusão do processo, desde que não existam pendências a serem deduzidas neste valor, como multas, consórcio ou leasing, depreciação do bem em virtude de avarias pré-existentes O valor do equipamento para efeito de Adesão no sistema de cotas do Associado deverá seguir o valor atribuído ao equipamento pela tabela e FIPE e estar de acordo com as definições das cotas da MAIS PROTEÇÃO Equipamentos com a numeração do chassi remarcada, que já tenham sido vendidos em leilão e ou que possuam outras características que o depreciem pública e notoriamente em relação aos demais, sofrerão depreciação de 25% em relação ao preço de mercado conforme valores divulgados pela tabela FIPE. O reembolso não será pago em caso de incêndio para estes equipamentos. 3.9 Serão aceitos a inclusão de equipamentos com até 20 anos de fabricação, equipamentos com placa vermelha e equipamentos de Auto Escola regulamentadas EQUIPAMENTOS (LOCALIZADOR / RASTREADOR E ANTIFURTO). 4.1 Em todo equipamento acima de 300 Cc, poderá ser exigido à instalação do equipamento de monitoramento e rastreamento. 4.2 O sistema remanescente de antifurto ou rastreador, já instalado, no equipamento objeto da proteção veicular, deverá ser cadastrado junto ao banco de dados da MAIS PROTEÇÃO através da anexação de documentação do mesmo no ato da Adesão. 4.3 Os equipamentos cobertos pela MAIS PROTEÇÃO deverá ter idade máxima de 20 anos de fabricação; 5 ACEITAÇÃO E VIGÊNCIAS DE PROTEÇÃO DO EQUIPAMENTO 3

4 5.1 O equipamento alterado de sua forma original será coberto apenas nos itens de fábrica, nos valores apontados pela tabela FIPE divulgada na época da cobertura. 5.2 A cobertura da proteção do equipamento cadastrado se dá a partir da realização do cadastro do equipamento na base de dados da MAIS PROTEÇÃO e da aprovação da vistoria prévia; a) No aniversário do contrato o associado terá que passar por nova vistoria obrigatória tendo este que ser feito no máximo 30 dias após seu aniversário, tendo que efetuar pagamento referente à taxa de revalidação de vistoria, conforme tabela. 5.3 A proposta de proteção do equipamento e de admissão de novo Associado poderá ser recusada em até 15 dias, contados do seu cadastro na base de dados MAIS PROTEÇÃO. A eventual recusa e os motivos deste serão informados ao Associado. 5.4 Em qualquer hipótese, poderá a Diretoria Executiva da MAIS PROTEÇÃO, solicitar a exclusão de um Associado ao julgar que o mesmo age contrário aos interesses da MAIS PROTEÇÃO. 5.5 Não serão cadastrados os equipamentos com as seguintes características: Equipamentos de competição; Equipamentos com queixa de furto, roubo e busca e apreensão; Equipamentos impossibilitados de coletas de numero de chassi e motor; Equipamentos com numeração de motor ou chassi raspada, ilegível, adulterada ou ausente; Equipamentos Off Road (utilizado para trilha); Equipamentos com as características originais alteradas de forma que comprometa a segurança; Equipamentos com restrição de entrada relacionada em anexo ou decidido nas Assembleias. Equipamentos com restrições ou impedimentos judiciais Equipamentos com excesso de avarias, mal conservado e com pneus ruins. Equipamentos com Placa inexistente; Equipamentos salvados de leilão; Equipamentos com motor trocado sem nota fiscal; Equipamentos com varias cores ou peças sem pintura na cor padrão constante no DUT / CRLV Equipamentos com serviços inacabados ou por fazer, Equipamentos parcialmente desmontados ou desmontados, ou ainda em reparos de manutenção ou correção no ato da realização da vistoria prévia. 5.6 A Assistência 24hs. será com ilimitados números de ocorrências desde que não sejam recorrentes dentro do mesmo mês. 6 DA REPARTIÇÃO DOS PREJUÍZOS. 6.1 Das indenizações que serão repartidas pelos Associados Roubo ou furto qualificado Para todo e qualquer valor avaliado na tabela FIPE, citado neste regulamento sendo o ano modelo diferente do ano de fabricação o valor será determinado pelo ano de modelo do equipamento ou por um equipamento similar com as mesmas especificações. Parágrafo único para motos não constantes na FIPE será considerado o valor de mercado do mesmo através de média apurada em revistas especializadas, ou outro índice que venha a substituir a FIPE. 4

5 6.1.4 Em caso de equipamentos novos, 0 km, a indenização corresponderá ao valor especificado na nota fiscal do equipamento cadastrado, adquirida no mercado, desde que satisfeitos todos os subitens A, B e C abaixo. (A) O cadastramento tenha sido realizado antes da retirada do equipamento das dependências dare vendedora ou concessionária autorizada pelo fabricante; (B) Tratar-se de primeira indenização com o equipamento; (C) O evento tenha ocorrido dentro do prazo de 90 (noventa) dias, contados a partir da data de aquisição do equipamento Qualquer reembolso, somente será pago ou liberado mediante apresentação dos documentos requeridos pela MAIS PROTEÇÃO Caberá a MAIS PROTEÇÃO a escolha de reembolsar integralmente o valor do equipamento, sempre observando o melhor interesse econômico para a Associação Caso o equipamento seja alienado e haja saldo devedor, a MAIS PROTEÇÃO pagará o valor correspondente diretamente a financeira e, havendo saldo remanescente, ao Associado. Caso o débito junto à financeira seja superior ao valor da indenização conforme tabela FIPE, este somente será efetuado após o associado saldar junto à financeira, a diferença maior, de modo que fica por conta da MAIS PROTEÇÃO somente o teto máximo da FIPE, liberando assim o gravame. Nenhum pagamento será efetuado havendo pendência junto a Financeira, ou de documentação, e o prazo definido no item 3.5 deste manual passará a contar a partir de sanada toda e qualquer pendência. 6.2 O pagamento do reembolso será efetuado em até 90 (noventa) dias após a apresentação de todos os documentos requeridos pela MAIS PROTEÇÃO ou pela empresa contratada para gerir a mesma. Ratificamse as demais condições de rateio. 7 DO RATEIO 7.1 O associado contribuirá com sua cota parte para o ressarcimento de seu equipamento em caso de ocorrência, através de boleto a ser quitado até o dia 10, 15 e 20 (dez, quinze, vinte) de cada mês. A ser escolhido pelo associado no ato da adesão, e será cobrada também uma tarifa de R$ 3,80 (Três reais e oitenta centavos) para custeio de tarifa de cobrança bancária. 7.2 O rateio das despesas será apurado conforme os respectivos índices determinados na Tabela de Índice de Rateio e correspondente ao valor e cada equipamento. 7.3 Tabelas Índice de Rateio: 7.4 Tabelas Índice de Rateio (Motos Leves); Motos Leves Cota 0 a a 250 1,5 CB 300R / XRE 2 5

6 7.4 Tabelas Índice de Rateio (Motos Pesadas); Motos Pesadas Cota 10 mil a 15 mil 1 15 mil a 25 mil 1,5 25 mil a 35 mil 2 35 mil a 45 mil 2,5 45 mil a 55 mil 3 55 mil a 65 mil 3,5 8 - DISPOSIÇÕES GERAIS 8.1 No caso de sub-rogação de direitos, o Associado somente fará jus ao recebimento do valor devido pelo ressarcimento de danos em seu equipamento após apresentar o CRV (recibo) do equipamento devidamente preenchido a favor da MAIS PROTEÇÃO, assinado e com firma reconhecida, além da procuração por instrumento público lavrada em Cartório. 8.4 Os Valores de tabelas vigentes da época das taxas administrativas estarão catalogados na sede da MAIS PROTEÇÃO. 9 DOS EVENTOS QUE NÃO ESTÃO COBERTOS 9.1 Não serão objetos dos benefícios da MAIS PROTEÇÃO os seguintes eventos: Eventos danosos praticados ou com assunção do risco pelo Associado e/ou seus prepostos, representantes ou empregados, conforme abaixo: a) Dirigir sem possuir carteira de habilitação ou estar com a mesma suspensa de acordo com a legislação de transito, inclusive por excesso de pontuação, ou ainda, não ter habilitação adequada conforme categoria do equipamento; b) Negligência na utilização ou manutenção da moto (itens de segurança, pneus carecas ou ilegais, etc); c) Utilizar inadequadamente o equipamento com relação a lotações de passageiros, dimensão, peso e acondicionamento de carga transportada; d) Alterações nas características originais que comprometam a segurança, ou qualquer outra alteração na estrutura original; e) Qualquer evento danoso decorrente da inobservância das leis em vigor Desgaste natural ou pelo uso, deterioração gradativa e vício próprio, defeito de fabricação, defeito mecânico, da instalação elétrica do equipamento, vibrações, corrosão, ferrugem, umidade e exposição ao sol/chuva Quaisquer atos de hostilidade ou guerra, tumultos, motins, comoção civil, sabotagem, vandalismo e ato de vingança provocado por terceiro(s); Radiação de qualquer tipo; Poluição, contaminação e vazamento; 6

7 Furacões, ciclones, terremotos, erupções vulcânicas e outras convulsões ou fenômenos da natureza; Ato de autoridade pública salva para evitar propagação de danos cobertos; Negligência do Associado arrendatário ou cessionário na utilização, bem como na adoção de todos os meios razoáveis para salvá-los e preservá-los durante ou após a ocorrência de qualquer evento; Atos praticados em estado de insanidade mental e/ou sob efeito de bebidas alcoólicas e/ou tóxicas; Danos emergentes; Lucros cessantes e danos emergentes direta ou indiretamente da paralisação do equipamento associado, mesmo quando em conseqüência de risco pela proteção do(s) equipamento(s); Perdas ou danos ocorridos quando em trânsito por estradas ou caminhos impedidos, não abertos ao tráfego ou de areias fofas, movediças ou alagadas; Danos causados a carga transportada; Danos sofridos por pessoas transportadas ou não; Danos ocorridos com o equipamento associado fora do território nacional; Perdas e danos ocorridos durante a participação do equipamento em competições, apostas, provam de velocidade, inclusive treinos preparatórios; Multas de trânsito impostas aos Associados e despesas de qualquer natureza relativa a ações e processos civis, criminais ou qualquer outro; As avarias que forem previamente constatadas e relacionadas na inspeção inicial do equipamento; Danos causados por guerra, revolução e ocorrências semelhantes, ou seja, contingências que atinjam de forma maciça a população regional ou nacional; Os acessórios e ou alterações da forma original que fizerem parte do equipamento; Despesas decorrentes de qualquer tipo de remoção ou deslocamento de equipamento danificado (reboque) deste que não sejam autorizadas pela MAIS PROTEÇÃO ou empresas devidamente cadastradas; Equipamentos em que seus documentos ou depoimentos sejam provados algum tipo de fraude ou uso de má fé que possa trazer prejuízo a MAIS PROTEÇÃO ou a seus Associados Qualquer caso em que o Associado deixe ultrapassar o prazo de 72 horas corridos entre a data do fato e o acionamento junto à MAIS PROTEÇÃO com a respectiva documentação (aviso de acidentes, BO / BRAT, cópia CNH e CRLV ou DUT OBRIGATÓRIO); Parágrafo Único - A MAIS PROTEÇÃO reserva-se no direito de contratar investigação especializada quando lhe convier para levantamento de irregularidades quanto à veracidade do fato. Em caso de furto ou roubo ou perda total, o prazo máximo de investigação será de até 45 dias, em caso de ocorrências parciais, o prazo mínimo fica em até 5 (cinco) dias úteis No caso de acidente provocado por reboque por meio inapropriado ou transporte do veículo sem prévia autorização da MAIS PROTEÇÃO; 7

8 O associado não fizer declarações verdadeiras e completas ou omitir situações de seu conhecimento que pudessem comprometer a inclusão da moto na associação. Condição que afetam tanto o cadastro da moto como o pagamento do sinistro por acidente, roubo ou furto; Perdas ou estragos decorrentes de apropriação indébita ou estelionato, utilização do veículo para prática de crime; 10 - OBRIGAÇÕES DO ASSOCIADO 10.1 Para poder usufruir dos benefícios, o Associado deverá estar rigorosamente quite com todas as suas obrigações perante a Associação, especialmente quanto ao pagamento das mensalidades do valor devido a título de rateio, além de cumprir as demais obrigações estabelecidas neste Regulamento e no Estatuto Social. Parágrafo Único O Associado perderá o direito a qualquer proteção e benefício por todo o período em que estiver em atraso ou inadimplente até a sua efetiva regularização. Retornando à proteção a partir da 00:00 horas do dia seguinte ao da quitação dos valores devidos e nova vistoria O ASSOCIADO QUE PERMANECER INADIMPLENTE POR UM PERÍODO IGUAL OU SUPERIOR A 30 (TRINTA) DIAS SERÁ AUTOMATICAMENTE EXCLUÍDO DA ASSOCIAÇÃO E O MESMO PODERÁ TER SEU NOME INCLUÍDO NOS ÓRGÃOS DE PROTEÇÃO AO CRÉDITO, pelos valores referentes a taxa de gestão de frota rateia, e mais, localizador/rastreador e antifurto, quando houver sido fornecido a regime de comodato, e não devolvido a MAISPROTEÇÃO. Para efeitos legais o rastreador tem o valor de R$1.500,00 (Hum mil e quinhentos reais) e o Antifurto tem o valor de R$ 300,00 (Trezentos reais) Agir com lealdade e boa-fé com os demais associados e a associação, sempre zelando pelo seu regular funcionamento e sua imagem no mercado, buscando alcançar os fins institucionais sob pena de ser excluído da associação, sem prejuízo das sanções legais cabíveis Cumprir todas as normas estabelecidas no Estatuto Social e neste Regulamento, bem como outras a serem expedidas formalmente pela Diretoria Executiva; 10.5 No caso de desistência dos benefícios oferecidos pela Associação, o Associado deverá solicitar através do termo de cancelamento do cadastro, e para cada equipamento protegido, o que se verificará a partir do mês subseqüente. O Cancelamento não isenta o Associado de parcelas vencidas, incluindo-se o mês do Cancelamento Dar imediato conhecimento a Associação caso haja: Mudança de endereço; Transferência de titularidade; 10.7 Empenhar todos os esforços para ser ressarcido de prejuízos causados por terceiros que possam ser revertidos à Associação; 10.8 Informar as autoridades competentes em caso de acidente, desaparecimento, roubo ou furto do equipamento cadastrado, imediatamente após constatar o fato Comunicar imediatamente a MAIS PROTEÇÃO o furto ou roubo, relatando completa e minuciosamente o fato, mencionando o dia, hora, local, circunstância do evento, nome, endereço, e carteira de habilitação de quem conduzia o equipamento,nome e endereço de testemunhas e providências de ordem policiais tomadas. 8

9 A comunicação deque trata este item, nos casos de furto, roubo ou desaparecimento, para abreviar possível localização e minimizar prejuízos arcados pela Associação, deverá ser realizado tão logo ser possível, sob pena de não o fazer, o Associado arcar com os custos da não localização do equipamento Todo Boletim de ocorrência (cópia autenticada) deverá ficar arquivado na Associação, sendo de responsabilidade do Associado providenciar a entrega do mesmo, sob pena de não receber o valor da proteção do equipamento Em caso de ocorrência, é obrigatório o aviso de ocorrência preenchido, a cópia do BO ou BRAT, mais a CNH e DUT / CRLV do veiculo como forma de informar e registrar junto a MAIS PROTEÇÃO o evento DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA O RESSARCIMENTO DE PREJUÍZOS: 11.1 Caso o Associado venha sofrer prejuízo material no equipamento cadastrado, o ressarcimento dos valores correspondentes ou a reposição do bem ficará condicionada à apresentação dos seguintes documentos: 11.2 Em caso de Indenização Integral decorrente de Roubo ou Furto PESSOA FÍSICA; Aviso de ocorrência preenchido manualmente Cópia do CPF e RG do associado; CRV - Certificado de Registro do Veículo original (Documento de Transferência) devidamente preenchido a favor da Associação ou de quem esta indicar, assinado e com firma reconhecida por autenticidade; CRLV (Certificado do Registro e Licenciamento do Veículo) original, com a prova de quitação Seguro Obrigatória, IPVA e licenciamento dos dois últimos anos (quando necessário); Boletim de ocorrência original ou cópia autenticada contendo o RG, CPF, e endereço completo dos envolvidos; Xérox da Carteira de Habilitação do condutor do equipamento; Chaves do automóvel (quando necessário); Manual do proprietário, quando se trata do primeiro proprietário (quando necessário); Certidão Negativa de débitos ou restrições do Equipamento do órgão competente; Procuração publica; Carta de anuência; Distrato do leasing, da financeira ou consórcio; Parágrafo único Não será aceito boletim de ocorrência ou BRAT feito pela internet Em caso de Indenização Integral decorrente de Roubo ou Furto PESSOA JURÍDICA; Aviso de ocorrência preenchido manualmente Cópia do Contrato ou Estatuto Social, com alterações (se houver) constando claramente quem podeassinar a documentação de transferência do equipamento; Cópia do CPF e RG do associado; CRV - Certificado de Registro do Veículo original (Documento de Transferência) devidamente preenchido a favor da Associação ou de quem esta indicar, assinado e com firma reconhecida por autenticidade; CRLV (Certificado do Registro e Licenciamento do Veículo) original, com a prova de quitação Seguro Obrigatória, IPVA e licenciamento dos dois últimos anos (quando necessário); Boletim de ocorrência original ou cópia autenticada contendo o RG, CPF, e endereço completo dos envolvidos; Xérox da Carteira de Habilitação do condutor do equipamento; 9

10 Chaves do automóvel (quando necessário); Manual do proprietário, quando se trata do primeiro proprietário (quando necessário); Certidão Negativa de débitos ou restrições do Equipamento do órgão competente; Procuração publica; Carta de anuência; Distrato do leasing, da financeira ou consórcio; Parágrafo único Não será aceito boletim de ocorrência ou BRAT feito pela internet SUB-ROGAÇÃO DE DIREITOS: 12.1 Com o pagamento do reembolso, a MAIS PROTEÇÃO ficará sub-rogada, até o limite pago, em todos os direitos e ações do Associado àquele que por ato, fato ou omissão tenha causado os prejuízos ou para eles contribuído DISPOSIÇÕES FINAIS: 13.1 O Associado declara que todas as informações prestadas por ele a Associação são verdadeiras e, caso fique confirmada a NÃO veracidade de qualquer informação ou declaração emitida pelo Associado, o mesmo será imediatamente excluído do corpo social da Associação e perderá todo e qualquer direito a reembolso, de processos de acidentes que já estejam em andamento O Associado declara que recebeu uma cópia deste regulamento, leu e têm pleno conhecimento de todas as normas contidas no mesmo e que aceita e concorda todas as condições estabelecidas neste documento para associar-se Os casos omissos no presente regulamento serão analisados pela Diretoria Executiva, sendo a decisão levada ao conhecimento da Reunião Geral, tão logo esta seja convocada para a discussão de outras matérias A MAIS PROTEÇÃO utilizará comitês, entre seus funcionários e diretores, para deliberar sobre casos complexos com direito a abrir precedentes ou recomendar ajuste neste regulamento quando for recomendado e de modo a não gerar prejuízo a Associação. Este regulamento entra em vigor na data de sua apresentação à Assembléia Geral, qual seja 29 de julho de Rio de Janeiro, 29 de julho de Mais Associação de Proteção Veicular 10

CENTRAL CLUBE REGULAMENTO 2ª Edição/2010

CENTRAL CLUBE REGULAMENTO 2ª Edição/2010 CENTRAL CLUBE REGULAMENTO 2ª Edição/2010 APRESENTAÇÃO: O Regulamento do Central Clube foi criado com a finalidade de proporcionar aos seus Associados, a proteção de seus veículos cadastrados na base RBS

Leia mais

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA DE RATEIO DE PERDAS E DANOS DE VEÍCULOS

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA DE RATEIO DE PERDAS E DANOS DE VEÍCULOS REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA DE RATEIO DE PERDAS E DANOS DE VEÍCULOS 1. DAS ATIVIDADES DO PROVEL. 1.1. A Associação de Grupos Solidários, doravante denominada AGS é dotada de personalidade

Leia mais

ÁCROMO ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO A VEÍCULOS LEVES E PESADOS NORMAS E REGULAMENTOS DOS ASSOCIADOS DA ÁCROMO

ÁCROMO ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO A VEÍCULOS LEVES E PESADOS NORMAS E REGULAMENTOS DOS ASSOCIADOS DA ÁCROMO ÁCROMO ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO A VEÍCULOS LEVES E PESADOS NORMAS E REGULAMENTOS DOS ASSOCIADOS DA ÁCROMO O programa de filiação de proteção veicular da ÁCROMO foi criado a fim de amparar os seus associados

Leia mais

REGULAMENTO DE PROTEÇÃO A AUTOMÓVEIS SHALOM ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO VEICULAR

REGULAMENTO DE PROTEÇÃO A AUTOMÓVEIS SHALOM ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO VEICULAR REGULAMENTO DE PROTEÇÃO A AUTOMÓVEIS SHALOM ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO VEICULAR Nos termos do artigo 43 do estatuto social da SHALOM Associação de Proteção Veicular, temos o prazer de apresentar o presente

Leia mais

MANUAL DO ASSOCIADO. www.action.org.br

MANUAL DO ASSOCIADO. www.action.org.br MANUAL DO ASSOCIADO 0800 603 3102 www.action.org.br Prezado(a) Associado(a) Você está recebendo o manual do Associado do Programa de Proteção Veicular ÁGIL com as proteções e benefícios para seu veículo.

Leia mais

REGULAMENTO DO ASSOCIADO PROTEV-RIO

REGULAMENTO DO ASSOCIADO PROTEV-RIO REGULAMENTO DO ASSOCIADO PROTEV-RIO Nos termos do artigo 45 do Estatuto Social da PROTEV-RIO (Associação de Proteção à Moto e Veículos), temos o prazer de editar o presente regulamento, que estabelecerá

Leia mais

Regulamento do Grupo GoldCar (APROVADF)

Regulamento do Grupo GoldCar (APROVADF) ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO DOS PROPRIETARIOS DE VEICULOS AUTOMOTORES DO DISTRITO FEDERAL CBS 05 LOTE 08 SALA 102, CEP 72015-575, TAGUATINGA-SUL - BRASILIA-DF CNPJ:10.809.395/0001-21 Regulamento do Grupo GoldCar

Leia mais

7ª EDIÇÃO DO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA ANPARA

7ª EDIÇÃO DO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA ANPARA 7ª EDIÇÃO DO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA ANPARA 1. - O presente regulamento tem como objetivo estabelecer as normas e regras do Programa de Proteção Automotiva da ANPARA ( Clube Anpara

Leia mais

MANUAL DO ASSOCIADO CARROS E MOTOS

MANUAL DO ASSOCIADO CARROS E MOTOS MANUAL DO ASSOCIADO CARROS E MOTOS Capítulo I Do Objetivo Art. 1º - O Plano de Proteção Veicular (PPV) tem o objetivo de proporcionar aos associados, pelo sistema mutualista de rateio, a reparação dos

Leia mais

MANUAL DO PLANO ASSOCIADO

MANUAL DO PLANO ASSOCIADO MANUAL DO PLANO ASSOCIADO Capítulo I Do Objetivo Art. 1º - O Plano de Proteção Veicular (PPV) tem o objetivo de proporcionar aos associados, pelo sistema mutualista de rateio, a reparação dos danos acontecidos

Leia mais

REGULAMENTO. 2.4 Em nenhuma hipótese o associado terá direito a ressarcimento de valores quando de sua saída do programa de proteção veicular.

REGULAMENTO. 2.4 Em nenhuma hipótese o associado terá direito a ressarcimento de valores quando de sua saída do programa de proteção veicular. REGULAMENTO A MAIS ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO VEÍCULAR, que doravante passa a se denominar simplesmente de MAIS PROTEÇÃO, inscrita no CNPJ sob o nº. 12.453.010/0001-61, que tem a finalidade de proporcionar

Leia mais

REGULAMENTO MOTOCICLETAS - SÃO PAULO

REGULAMENTO MOTOCICLETAS - SÃO PAULO REGULAMENTO MOTOCICLETAS - SÃO PAULO A APROMOTOS-CAR inscrita no CNPJ 08.741.541/0001-82, torna publico o presente Regulamento Interno, nos termos do que dispõe o art. 46, cujas normas devem ser seguidas

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DA ASPROL PAULISTANA. O Regulamento do PPV Programa de Proteção Veicular da ASPROL PAULISTANA - ASSOCIAÇÃO DE

REGULAMENTO INTERNO DA ASPROL PAULISTANA. O Regulamento do PPV Programa de Proteção Veicular da ASPROL PAULISTANA - ASSOCIAÇÃO DE REGULAMENTO INTERNO DA ASPROL PAULISTANA O Regulamento do PPV Programa de Proteção Veicular da ASPROL PAULISTANA - ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO E AJUDA MÚTUA, foi criado pela Diretoria Executiva, com finalidade

Leia mais

ÍNDICE 01 - DOS OBJETIVO DA ASSOCIAÇÃO 02 - DOS ASSOCIADOS DA ADESÃO E DOS EQUIPAMENTOS E BENEFÍCIOS DA EQUIPAMENTOS (LOCALIZADOR / RASTREADOR E

ÍNDICE 01 - DOS OBJETIVO DA ASSOCIAÇÃO 02 - DOS ASSOCIADOS DA ADESÃO E DOS EQUIPAMENTOS E BENEFÍCIOS DA EQUIPAMENTOS (LOCALIZADOR / RASTREADOR E APRESENTAÇÃO A SOLUÇÕES PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA 24 HS LTDA, que doravante passa a se denominar simplesmente de SOLUÇÕES, associação sem fins lucrativos inscrita no CNPJ sob o nº 12.473.624/0001-05, com

Leia mais

REGULAMENTO VEÍCULOS DOS ASSOCIADOS

REGULAMENTO VEÍCULOS DOS ASSOCIADOS REGULAMENTO VEÍCULOS A APROMOTOS-CAR inscrita no CNPJ 08.741.541/0001-82, torna publico o presente Regulamento Interno, nos termos do que dispõe o art. 46, cujas normas devem ser seguidas por todos os

Leia mais

REGULAMENTO VEÍCULOS

REGULAMENTO VEÍCULOS REGULAMENTO VEÍCULOS A APROMOTOS-CAR inscrita no CNPJ 08.741.541/0001-82, torna publico o presente Regulamento Interno, nos termos do que dispõe o art. 46, cujas normas devem ser seguidas por todos os

Leia mais

Prezado (a) associado (a), BEM VINDO (A) A PRIME ASSSOCIAÇÃO DE BENEFÍCIOS MÚTUOS.

Prezado (a) associado (a), BEM VINDO (A) A PRIME ASSSOCIAÇÃO DE BENEFÍCIOS MÚTUOS. Prezado (a) associado (a), BEM VINDO (A) A PRIME ASSSOCIAÇÃO DE BENEFÍCIOS MÚTUOS. Você está recebendo o manual do associado do programa de benefícios automotivos PRIME ABM com as garantias específicas

Leia mais

Elevo os meus olhos para os montes: de onde me virá o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez o céu e a terra. (Sl. 121:1-2)

Elevo os meus olhos para os montes: de onde me virá o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez o céu e a terra. (Sl. 121:1-2) Endereço: Rua Pitangui Nº 2208 Bairro Sagrada Família Belo Horizonte/MG CEP: 30030-204 Telefones: (31) 2127-2166 (31) 8384-5929 (31) 9558-0109 Site: www.abapav.org.br E-mail: abapav@abapav.org.br Elevo

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA - PPA CITYCAR AUTO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA - PPA CITYCAR AUTO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA - PPA CITYCAR AUTO A Associação de Benefícios Mútuos, que doravante passa a ser denominar simplesmente de CITYCAR AUTO, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 20.711.329/0001-78,

Leia mais

REGULAMENTO UNIMOTOS.CAR

REGULAMENTO UNIMOTOS.CAR REGULAMENTO UNIMOTOS.CAR TERMO DE RESPOSABILIDADE DO ASSOCIADO UNIMOTOS. CAR Objetivo deste regulamento é estabelecer os parâmetros a serem seguido pelos associados, que exercem as atividades de proteção

Leia mais

Prezado (a) Associado (a)

Prezado (a) Associado (a) Prezado (a) Associado (a) Bem vindo (a) a ÂNCORA Associação Nacional de Benefícios Você está recebendo o manual do associado do Programa de Benefícios Automotivos ÂNCORA com as garantia específicas para

Leia mais

REGULAMENTO PREV TRUCK CARRO. (Gasolina, Flex, GNV) Diesel Leve. (Veículos e Pick Ups com capacidade de carga de até 3,5t) Vans

REGULAMENTO PREV TRUCK CARRO. (Gasolina, Flex, GNV) Diesel Leve. (Veículos e Pick Ups com capacidade de carga de até 3,5t) Vans REGULAMENTO PREV TRUCK CARRO (Gasolina, Flex, GNV) Diesel Leve (Veículos e Pick Ups com capacidade de carga de até 3,5t) Vans APRESENTAÇÃO A ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA VEICULAR PREV TRUCK, que

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA PROTVAÇO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA PROTVAÇO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA PROTVAÇO 1. - O presente regulamento tem como objetivo estabelecer as normas e regras do Programa de Proteção Automotiva do PROTVAÇO, conforme estatuto social,

Leia mais

Contrato de Adesão. Termos que regulam o contrato entre: [DADOS COMPLETOS DO ASSOCIADO; ENDEREÇO; DADOS DO VEÍCULO]

Contrato de Adesão. Termos que regulam o contrato entre: [DADOS COMPLETOS DO ASSOCIADO; ENDEREÇO; DADOS DO VEÍCULO] Contrato de Adesão Termos que regulam o contrato entre: [DADOS COMPLETOS DO ASSOCIADO; ENDEREÇO; DADOS DO VEÍCULO] [MUTUO Associação Brasileira de Benefícios Assistência e Amparo Mútuo, situada no endereço

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO VEICULAR ASSOCIAÇÃO FORTALEZA PLANO DE GARANTIA E ASSISTENCIA VEICULAR

REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO VEICULAR ASSOCIAÇÃO FORTALEZA PLANO DE GARANTIA E ASSISTENCIA VEICULAR REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO VEICULAR ASSOCIAÇÃO FORTALEZA PLANO DE GARANTIA E ASSISTENCIA VEICULAR Nos termos do Estatuto Social ASSOCIAÇÃO FORTALEZA PLANO DE GARANTIA E ASSISTENCIA VEICULAR,

Leia mais

CRED CAR ASSOCIAÇÃO CLUBE DE BENEFÍCIOS, 292 - CEP

CRED CAR ASSOCIAÇÃO CLUBE DE BENEFÍCIOS, 292 - CEP Apresentação CRED CAR ASSOCIAÇÃO CLUBE DE BENEFÍCIOS, sociedade civil, sem fins lucrativos, sediada Av. Brigadeiro Lima e Silva, 292 Sobrado - CEP 25085-132 - Duque de Caxias Parque Duque - Rio de Janeiro,

Leia mais

Prezado (a) associado (a), BEM VINDO (A) NEW PROTECTION ASSSOCIAÇÃO DE BENEFÍCIOS MÚTUOS.

Prezado (a) associado (a), BEM VINDO (A) NEW PROTECTION ASSSOCIAÇÃO DE BENEFÍCIOS MÚTUOS. Prezado (a) associado (a), BEM VINDO (A) NEW PROTECTION ASSSOCIAÇÃO DE BENEFÍCIOS MÚTUOS. Você está recebendo o manual do associado do programa de benefícios automotivos NEW PROTECTION com as garantias

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BENEFÍCIOS AUTOMOTIVOS ÂNCORA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BENEFÍCIOS AUTOMOTIVOS ÂNCORA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BENEFÍCIOS AUTOMOTIVOS ÂNCORA 1. O presente regulamento tem como objetivo estabelecer as normas e regras do Programa de Benefícios Automotivos da ÂNCORA, devendo ser meticulosamente

Leia mais

REGULAMENTOS PPV PREVCAR AUTO

REGULAMENTOS PPV PREVCAR AUTO REGULAMENTOS PPV PREVCAR AUTO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA - PPA PREVCAR AUTO A Associação de Benefícios Mútuos - PREVCAR AUTO, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 12.301.846/0001-40, com sede

Leia mais

REGULAMENTO DO BENEFÍCIO DE PROTEÇÃO DE AUTOMÓVEL

REGULAMENTO DO BENEFÍCIO DE PROTEÇÃO DE AUTOMÓVEL REGULAMENTO DO BENEFÍCIO DE PROTEÇÃO DE AUTOMÓVEL 1 - DOS OBJETIVOS DA ASSOCIAÇÃO 1.1 - A ELOS Associação Brasileira de Benefícios, situada no endereço Avenida Amintas Barros nº 2570 Bairro Lagoa Nova,

Leia mais

Para mais informações, ligue para a Linha Direta HELP CLUB: (021) 2135-2543 / 2135-2561 ou, se preferir, acesse www.helpclube.com.

Para mais informações, ligue para a Linha Direta HELP CLUB: (021) 2135-2543 / 2135-2561 ou, se preferir, acesse www.helpclube.com. Prezado (a), associado. Parabéns! Você acaba de adquirir a proteção automotiva HELP CLUB, uma das proteções automotivas mais completas do mercado, desenvolvida especialmente para atender às suas necessidades.

Leia mais

MANUAL DO PPA. Programa de Proteção e Assistência Veicular. 5ª Edição. Associação de Benefícios e Assistência Veicular do Estado da Bahia

MANUAL DO PPA. Programa de Proteção e Assistência Veicular. 5ª Edição. Associação de Benefícios e Assistência Veicular do Estado da Bahia MANUAL DO PPA Programa de Proteção e Assistência Veicular Associação de Benefícios e Assistência Veicular do Estado da Bahia 5ª Edição Boas Vindas Objetivo Valores Boa Fé Compromisso Responsabilidade Social

Leia mais

Bairro Rua Número/ Complemento CEP

Bairro Rua Número/ Complemento CEP PROPOSTA DE ADESÃO AO PROVEL-AUTO Programa de Rateio de Perdas e Danos a Veículos Obs.: Só poderão aderir a este programa os Associados da AGS Associação de Grupos Solidários Dados da Gestora: Associação

Leia mais

PLANO DE BENEFÍCIOS CARRO RESERVA 1.0 DO OBJETIVO DO PLANO:

PLANO DE BENEFÍCIOS CARRO RESERVA 1.0 DO OBJETIVO DO PLANO: PLANO DE BENEFÍCIOS CARRO RESERVA 1.0 DO OBJETIVO DO PLANO: 1.1 A destinação deste plano de benefício é disponibilizar, ora contratado, diárias de veículo econômico com ar para as pessoas físicas ou jurídicas

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA ABRAPV ASSOCIAÇÃO GRUPO BRASIL DE PROTEÇÃO VEÍCULAR OBS: NÃO CONFUNDIR COM CONTRATO DE SEGURO.

REGIMENTO INTERNO DA ABRAPV ASSOCIAÇÃO GRUPO BRASIL DE PROTEÇÃO VEÍCULAR OBS: NÃO CONFUNDIR COM CONTRATO DE SEGURO. REGIMENTO INTERNO DA ABRAPV ASSOCIAÇÃO GRUPO BRASIL DE PROTEÇÃO VEÍCULAR O presente documento tem o escopo regulamentar à proteção do patrimônio dos associados da ABRAPV, segundo critério de rateio dos

Leia mais

Grupo Assistencial Solidário Popular REGULAMENTO DO PROGRAMA DE AUXÍLIO MÚTUO (PAM)

Grupo Assistencial Solidário Popular REGULAMENTO DO PROGRAMA DE AUXÍLIO MÚTUO (PAM) Grupo Assistencial Solidário Popular REGULAMENTO DO PROGRAMA DE AUXÍLIO MÚTUO (PAM) O presente regulamento estabelece as regras para usufruir os benefícios disponibilizados pela GASP, razão que torna imprescindível

Leia mais

REGULAMENTO PREV TRUCK DIESEL PESADO

REGULAMENTO PREV TRUCK DIESEL PESADO REGULAMENTO PREV TRUCK DIESEL PESADO APRESENTAÇÃO A ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA VEICULAR PREV TRUCK, que doravante passa a se denominar simplesmente de PREV TRUCK, inscrita no CNPJ sob o nº. 07.681.909/0001-00,

Leia mais

PROVEL-AUTO 1. DAS ATIVIDADES DO PROVEL.

PROVEL-AUTO 1. DAS ATIVIDADES DO PROVEL. PROVEL-AUTO REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA DE RATEIO DE PERDAS E DANOS DE VEÍCULOS O presente regulamento tem como objetivo estabelecer as normas e regras do PROVEL AUTO da AGS, devendo ser meticulosamente

Leia mais

Regimento Interno AVANT ASSOCIAÇÃO DE VEÍCULOS AUTÔNOMOS NACIONAL DOS TRANSPORTES

Regimento Interno AVANT ASSOCIAÇÃO DE VEÍCULOS AUTÔNOMOS NACIONAL DOS TRANSPORTES Regimento Interno AVANT ASSOCIAÇÃO DE VEÍCULOS AUTÔNOMOS NACIONAL DOS TRANSPORTES O presente Regimento Interno da AVANT Associação de Veículos Autônomos Nacional dos Transportes foi elaborada com base

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO ALTERNATIVA CLUBE DE BENEFÍCIOS

REGULAMENTO INTERNO ALTERNATIVA CLUBE DE BENEFÍCIOS REGULAMENTO INTERNO Nos termos do que dispõe o Estatuto Social da ALTERNATIVA CLUBE DE BENEFÍCIOS, torna público o presente REGIMENTO INTERNO, cujas normas devem ser seguidas por todos os seus associados

Leia mais

TERMO DE ADESÃO. Contrato

TERMO DE ADESÃO. Contrato TERMO DE ADESÃO Contrato NOTAS EXPLICATIVAS: 1. CONCEITO DE PROVEL AUTO: Sistema de proteção veicular, que tem como objetivo a associação de pessoas para dividir o risco da proteção de seu patrimônio,

Leia mais

Horário de Funcionamento: 2ª a 6ª - 8 às 18 horas Sábado - 8 às 12 horas REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO VEICULAR - VALORIZA CAR

Horário de Funcionamento: 2ª a 6ª - 8 às 18 horas Sábado - 8 às 12 horas REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO VEICULAR - VALORIZA CAR 15.2 - Este presente regulamento entra em vigor a partir da data de sua publicação substituindo qualquer outro que veio a ser emitido anteriormente. 15.3 - Como associado (a), declaro ter pleno conhecimento

Leia mais

REGIMENTO INTERNO. 1 - Objetivo. 2 Condições Gerais

REGIMENTO INTERNO. 1 - Objetivo. 2 Condições Gerais O presente Regimento Interno da ANACAM Associação Nacional Dos Caminhoneiros teve sua fundação com base nas diretrizes regulamentares que regem a Associação e o Código Civil Brasileiro em seu artigo 53,

Leia mais

BEM VINDO (A) A FÁCIL ASSSOCIAÇÃO DE TRANSPORTES E BENEFÍCIOS MÚTUOS - ATBM.

BEM VINDO (A) A FÁCIL ASSSOCIAÇÃO DE TRANSPORTES E BENEFÍCIOS MÚTUOS - ATBM. Prezado (a) associado (a), BEM VINDO (A) A FÁCIL ASSSOCIAÇÃO DE TRANSPORTES E BENEFÍCIOS MÚTUOS - ATBM. Você está recebendo o manual do associado do programa de benefícios Mútuos FÁCIL - ATBM com as garantias

Leia mais

ABRASCAM - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ASSISTENCIA AO CAMINHONEIRO

ABRASCAM - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ASSISTENCIA AO CAMINHONEIRO REGIMENTO INTERNO ABRASCAM - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ASSISTENCIA AO CAMINHONEIRO O presente Regimento Interno da ABRASCAM - Associação Brasileira de Assistência ao Caminhoneiro foi elaborado com base

Leia mais

REGULAMENTO PREV TRUCK MOTO

REGULAMENTO PREV TRUCK MOTO REGULAMENTO PREV TRUCK MOTO (Gasolina, Flex ) APRESENTAÇÃO A ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA VEICULAR PREV TRUCK, que doravante passa a se denominar simplesmente de PREV TRUCK, inscrita no CNPJ sob

Leia mais

Apresentação. 2-DOS ASSOCIADOS 2.1 Documentos Necessários para se Associar a TOTAL CLUBE DE BENEFÍCIOS.

Apresentação. 2-DOS ASSOCIADOS 2.1 Documentos Necessários para se Associar a TOTAL CLUBE DE BENEFÍCIOS. Apresentação TOTAL CLUBE DE BENEFÍCIOS, que doravante passa a se dominar simplesmente de TOTAL, inscrita no CNPJ sob n 21.609.571/0001-06, que tem a finalidade de proporcionar aos seus associados, a ASSISTÊNCIA

Leia mais

ÍNDICE 01-02 - 03 - DA ARBRITAGEM - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

ÍNDICE 01-02 - 03 - DA ARBRITAGEM - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - APRESENTAÇÃO A SOLUÇÕES PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA 24 HS LTDA, que doravante passa a se denominar simplesmente de SOLUÇÕES, associação sem fins lucrativos inscrita no CNPJ sob o nº 12.473.624/0001-05, com

Leia mais

ASSOCIAÇÃO NACIONAL ALTERNATIVA DE PROTEÇÃO VEICULAR

ASSOCIAÇÃO NACIONAL ALTERNATIVA DE PROTEÇÃO VEICULAR REGIMENTO INTERNO ASSOCIAÇÃO ALTERNATIVA REGIMENTO INTERNO Nos termos do que dispõe o Estatuto Social da ASSOCIAÇÃO NACIONAL ALTERNATIVA DE, CNPJ 10.557.370/0001-40, com Registro no Livro..., sob o número...,

Leia mais

1. DOS OBJETIVOS DA ASSOCIAÇÃO:

1. DOS OBJETIVOS DA ASSOCIAÇÃO: O Programa de Associativismo da ASSOCIAÇÃO REALIZZA inscrita no CNPJ: 14.053.435-0001/09, com endereço na Avenida Edgard Santos, n.º 25, Narandiba, Salvador - BA destinada a reparos de veículos automotores,

Leia mais

1ª EDIÇÃO UNIFICADA DOS REGULAMENTOS DE ASSISTÊNCIA E BENEFÍCIOS AOS ASSOCIADOS DA UNIÃO - CARROS/UTILITÁRIOS/ MOTOCICLETAS/MOTONETAS

1ª EDIÇÃO UNIFICADA DOS REGULAMENTOS DE ASSISTÊNCIA E BENEFÍCIOS AOS ASSOCIADOS DA UNIÃO - CARROS/UTILITÁRIOS/ MOTOCICLETAS/MOTONETAS Em ato contínuo, ficou resolvido, a fim de facilitar o manuseio e leitura da 6ª (sexta) edição do Regulamento do Associado (carros/utilitários) e da 4ª (quarta) edição do Regulamento do Associado (motocicletas/motonetas),

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE PROTEÇÃO VEICULAR

REGULAMENTO DO PLANO DE PROTEÇÃO VEICULAR REGULAMENTO DO PLANO DE PROTEÇÃO VEICULAR I. PROGRAMA DE BENEFÍCIOS I.1. Constitui objeto desse instrumento a disponibilização do PLANO DE PROTEÇÃO VEICULAR para os ASSOCIADOS plenos, a fim de conferir

Leia mais

Apresentação. 1. Dos objetivos da cooperativa...02. 2. Dos cooperados...02. 3. Dos veículos - Objetos benefícios da COPA-190...03

Apresentação. 1. Dos objetivos da cooperativa...02. 2. Dos cooperados...02. 3. Dos veículos - Objetos benefícios da COPA-190...03 Apresentação COPA-190, COOPERATIVA DE APOIO PRESTAÇÃO DE SERVIÇO E CONSUMO DOS CONDUTORES DE VEÍCULOS E DETENTORES DE PATRIMÔNIO LTDA, situada na Via Expressa de Contagem, Nº2001, bairro: Água Branca,

Leia mais

Nota fiscal do revendedor ou fabricante, caso seja veículo 0 km;

Nota fiscal do revendedor ou fabricante, caso seja veículo 0 km; I. DOS OBJETIVOS DA ASPVEMG: A ASPVEMG é dotada de personalidade jurídica, constituída na forma de associação, ou seja, em união de pessoas com fins comuns, de acordo com o artigo 1º de seu estatuto, registrada

Leia mais

MANUAL SAFE VIDROS. Prezado Cliente,

MANUAL SAFE VIDROS. Prezado Cliente, MANUAL SAFE VIDROS Prezado Cliente, Você acaba de adquirir uma das melhores garantias de conserto e reposição de vidros, faróis, lanternas e retrovisores automotivos do mercado. Neste Manual você encontrará

Leia mais

REGULAMENTO DA ASSOCIAÇÃO DE AJUDA MÚTUA DOS PROPRIETÁRIOS DE VEÍCULOS DO ESTADO DO PARÁ

REGULAMENTO DA ASSOCIAÇÃO DE AJUDA MÚTUA DOS PROPRIETÁRIOS DE VEÍCULOS DO ESTADO DO PARÁ REGULAMENTO DA ASSOCIAÇÃO DE AJUDA MÚTUA DOS PROPRIETÁRIOS DE VEÍCULOS DO ESTADO DO PARÁ 1 APRESENTAÇÃO DADOS DA SOCIETARE A ASSOCIAÇÃO DOS PROPRIETÁRIOS DE VEÍCULOS DO ESTADO DO PARÁ SOCIETARE, sociedade

Leia mais

REGULAMENTO DO ASSOCIADO CONTRIBUINTE. CNPJ: 11.987.775/0001-19 INSCRIÇÃO MUNICIPAL: Isento

REGULAMENTO DO ASSOCIADO CONTRIBUINTE. CNPJ: 11.987.775/0001-19 INSCRIÇÃO MUNICIPAL: Isento REGULAMENTO DO ASSOCIADO CONTRIBUINTE CNPJ: 11.987.775/0001-19 INSCRIÇÃO MUNICIPAL: Isento O presente Regulamento do Associado Contribuinte previsto no artigo 6º da Consolidação do Estatuto ao Novo Código

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE VEICULOS CARRENT ALUGUEL & VEICULOS LTDA, CNPJ sob n.o 23.002.258/0001 22 com Rua Bento Albuquerque 2653 A Papicu 60 191 355

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE VEICULOS CARRENT ALUGUEL & VEICULOS LTDA, CNPJ sob n.o 23.002.258/0001 22 com Rua Bento Albuquerque 2653 A Papicu 60 191 355 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE VEICULOS CARRENT ALUGUEL & VEICULOS LTDA, CNPJ sob n.o 23.002.258/0001 22 com Rua Bento Albuquerque 2653 A Papicu 60 191 355 doravante identificada LOCADORA e a pessoa física ou

Leia mais

MA S PROTEÇÃO VEÍCULAR. Declaro que recebi da MAIS PROTEÇÃO VEICULAR, um Kit Completo. , de de 20. Assinatura

MA S PROTEÇÃO VEÍCULAR. Declaro que recebi da MAIS PROTEÇÃO VEICULAR, um Kit Completo. , de de 20. Assinatura MA S PROTEÇÃO VEÍCULAR Declaro que recebi da MAIS PROTEÇÃO VEICULAR, um Kit Completo., de de 20. Assinatura MA S REGIMENTO INTERNO PROTEÇÃO VEICULAR ASSOCIAÇÃO DOS PROPRIETÁRIOS DE VEÍCULOS E TRANSPORTADORES

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA ALIANCE BRASIL

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA ALIANCE BRASIL REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA ALIANCE BRASIL 1 O presente regulamento tem como objetivo estabelecer as normas e regras do Programa de Proteção Automotiva da ALIANCE BRASIL, devendo ser

Leia mais

ASPROITA GARANTIA ESPECIAL

ASPROITA GARANTIA ESPECIAL ÍNDICE ASPROITA 1 - GARANTIA ESPECIAL 2 - ACEITAÇÃO E VIGÊNCIA DE PROTEÇÃO DO VEÍCULO 3 - AVALIAÇÃO DE ADESÃO DO ASSOCIADO 4 - TRANSFERÊNCIA DE TITULARIDADE 5 - SUBSTITUIÇÃO DE VEÍCULO 6 - REINCIDÊNCIAS

Leia mais

Sempre apoiando você!

Sempre apoiando você! REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BENEFÍCIOS AUTOMOTIVOS ÂNCORA 1. O presente regulamento tem como objetivo estabelecer as normas e regras do Programa de Benefícios Automotivos da ÂNCORA, devendo ser meticulosamente

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AOS AUTOMÓVEIS DOS ASSOCIADOS DA MAIS PROTEÇÃO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AOS AUTOMÓVEIS DOS ASSOCIADOS DA MAIS PROTEÇÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AOS AUTOMÓVEIS DOS ASSOCIADOS DA MAIS PROTEÇÃO Nos termos do artigo 1º do Estatuto Social ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS CONDUTORES E PROPRIETÁRIOS DE VEÍCULOS AUTOMOTORES

Leia mais

Apresentação. 1. Dos objetivos da associação... 02. 2. Dos associados... 02. 3. Dos veículos - Objetos benefícios da CRED CAR A. C. B...

Apresentação. 1. Dos objetivos da associação... 02. 2. Dos associados... 02. 3. Dos veículos - Objetos benefícios da CRED CAR A. C. B... Apresentação CRED CAR ASSOCIAÇÃO CLUBE DE BENEFÍCIOS, sociedade civil, sem fins lucrativos, sediada Av. Brigadeiro Lima e Silva, 1858 sala 406 - CEP 25071-182 - Duque de Caxias - Rio de Janeiro, inscrita

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS ASSISTÊNCIA AUTOMÓVEL. Entende-se por Usuário, todo o condutor do veículo assistido, desde que tenham residência habitual no Brasil.

CONDIÇÕES GERAIS ASSISTÊNCIA AUTOMÓVEL. Entende-se por Usuário, todo o condutor do veículo assistido, desde que tenham residência habitual no Brasil. CONDIÇÕES GERAIS ASSISTÊNCIA AUTOMÓVEL ARTIGO 1 DEFINIÇÕES USUÁRIO: Entende-se por Usuário, todo o condutor do veículo assistido, desde que tenham residência habitual no Brasil. BENEFICIÁRIO: Entende-se

Leia mais

REGULAMENTO DE PROTEÇÃO AOS AUTOMÓVEIS DOS ASSOCIADOS DA COOPERLIDER - ASSOCIAÇÃO DE AUTOMÓVEIS E VEÍCULOS PESADOS.

REGULAMENTO DE PROTEÇÃO AOS AUTOMÓVEIS DOS ASSOCIADOS DA COOPERLIDER - ASSOCIAÇÃO DE AUTOMÓVEIS E VEÍCULOS PESADOS. REGULAMENTO DE PROTEÇÃO AOS AUTOMÓVEIS DOS ASSOCIADOS DA COOPERLIDER - ASSOCIAÇÃO DE AUTOMÓVEIS E VEÍCULOS PESADOS. entre os associados participantes do programa referente ao bem cadastrado na associação.

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE BENEFÍCIOS DO VALE DO AÇO E REGIÃO - PROTVAÇO. Normas de Garantia Especial

ASSOCIAÇÃO DE BENEFÍCIOS DO VALE DO AÇO E REGIÃO - PROTVAÇO. Normas de Garantia Especial ASSOCIAÇÃO DE BENEFÍCIOS DO VALE DO AÇO E REGIÃO - PROTVAÇO Normas de Garantia Especial 6º. Edição Abril de 2014 ASSOCIAÇÃO DE BENEFÍCIOS DO VALE DO AÇO E REGIÃO - PROTVAÇO A Associação de Benefícios do

Leia mais

ASA-MG - ASSOCIAÇÃO AUTOMOBILíSTICA DE BENEFíCIOS DO ESTADO DE MINAS GERAIS DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA

ASA-MG - ASSOCIAÇÃO AUTOMOBILíSTICA DE BENEFíCIOS DO ESTADO DE MINAS GERAIS DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA .,. ~? ASA-MG - ASSOCIAÇÃO AUTOMOBILíSTICA DE BENEFíCIOS DO ESTADO DE MINAS GERAIS REGULAMENiO 1. - O presente regulamento DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA tem como objetivo estabelecer as normas e regras

Leia mais

REGULAMENTO DECLARAÇÃO

REGULAMENTO DECLARAÇÃO REGULAMENTO DECLARAÇÃO Declaro ter recebido e estar ciente de todo o conteúdo do Regulamento do Programa de Proteção Veicular para os Associados da SOMASP. Assinatura Associado/Pretendente Cidade de, de

Leia mais

REGULAMENTOS DAS COBERTURAS OPCIONAIS PREVCAR AUTO

REGULAMENTOS DAS COBERTURAS OPCIONAIS PREVCAR AUTO REGULAMENTOS DAS COBERTURAS OPCIONAIS PREVCAR AUTO RESPONSABILIDADE CIVIL FACULTATIVA ESTA COBERTURA NÃO PODERÁ SER CONTRATADA ISOLADAMENTE FICANDO CONDICIONADA À COBERTURA DO EQUIPAMENTO ATIVO CADASTRADO

Leia mais

O SEU PROCESSODE SINISTROS

O SEU PROCESSODE SINISTROS O SEU PROCESSODE SINISTROS O SEU PROCESSO 1. Abertura 1.1. Entre em contato com a seguradora para realizar a abertura do sinistro (portando DOCUMENTO DO VEÍCULO + CNH) ou se preferir ligue para a gente

Leia mais

Seu patrimônio protegido por uma equipe campeã.

Seu patrimônio protegido por uma equipe campeã. Seu patrimônio protegido por uma equipe campeã. 2 Regulamento Moto REGULAMENTO A ASSOCIAÇÃ0 DE CLUBE DE BENEFÍCIOS PODIUM, que doravante passa a se denominar simplesmente de PODIUM, inscrita no CNPJ sob

Leia mais

4.000,00 (VINTE MIL REAIS). 4.8.2 EM CASO DE SOLICITAR Á ASSOCIAÇÃO TROCA DE VIDROS, O PAGAMENTO DA COTA DE PARTICIPAÇÃO SERÁ DE 30% DO VALOR DA PEÇA

4.000,00 (VINTE MIL REAIS). 4.8.2 EM CASO DE SOLICITAR Á ASSOCIAÇÃO TROCA DE VIDROS, O PAGAMENTO DA COTA DE PARTICIPAÇÃO SERÁ DE 30% DO VALOR DA PEÇA 1 OBJETIVO: 1.1 O PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA PARA MILITARES (PPA-190), TEM O OBJETIVO DE: PROPORCIONAR AOS ASSOCIADOS, PELO SISTEMA DE RATEIO, A REPARAÇÃO DOS DANOS ACONTECIDOS A SEUS VEÍCULOS EM

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS PROPRIETÁRIOS DE VEÍCULOS AUTOMOTORES - APROVAM REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AOS AUTOMÓVEIS DOS ASSOCIADOS DA APROVAM

ASSOCIAÇÃO DOS PROPRIETÁRIOS DE VEÍCULOS AUTOMOTORES - APROVAM REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AOS AUTOMÓVEIS DOS ASSOCIADOS DA APROVAM ASSOCIAÇÃO DOS PROPRIETÁRIOS DE VEÍCULOS AUTOMOTORES - APROVAM REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AOS AUTOMÓVEIS DOS ASSOCIADOS DA APROVAM 1 Nos termos do artigo 1º do Estatuto Social da ASSOCIAÇÃO DOS

Leia mais

SUMÁRIO. CAPÍTULO I - DAS CONDIÇÕES GERAIS DE PARTICIPAÇÃO Pág. 2. CAPÍTULO II - DAS CONDIÇÕES PARA SOCORRO MÚTUO Pág. 5

SUMÁRIO. CAPÍTULO I - DAS CONDIÇÕES GERAIS DE PARTICIPAÇÃO Pág. 2. CAPÍTULO II - DAS CONDIÇÕES PARA SOCORRO MÚTUO Pág. 5 SUMÁRIO CAPÍTULO I - DAS CONDIÇÕES GERAIS DE PARTICIPAÇÃO Pág. 2 CAPÍTULO II - DAS CONDIÇÕES PARA SOCORRO MÚTUO Pág. 5 CAPÍTULO III - BENEFÍCIOS OFERECIDOS POR MEIO DO SOCORRO MÚTUO CAPÍTULO IV - SITUAÇÕES

Leia mais

É com imensa satisfação que lhe damos boas vindas em participar conosco nesta Associação.

É com imensa satisfação que lhe damos boas vindas em participar conosco nesta Associação. 1. APRESENTAÇÃO Prezado Associado (a), É com imensa satisfação que lhe damos boas vindas em participar conosco nesta Associação. A SEGURYCAR CNPJ,09553422/0001-69 neste Regulamento designada SEGURYCAR,

Leia mais

Regulamento PREÂMBULO

Regulamento PREÂMBULO PREÂMBULO Entre a Acred Auto, doravante designada Acred Auto e o ASSOCIADO constante no Termo de Adesão ao Programa de Proteção e Assistência Automotiva, firma-se Termo de Associação que se regula pelo

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA AUTOMOTIVA

REGULAMENTO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA AUTOMOTIVA REGULAMENTO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA AUTOMOTIVA PREÂMBULO Entre a PROTECT 24HS, doravante designada PROTECT 24HS e o ASSOCIADO constante no Termo de Adesão ao Programa de Proteção e Assistência

Leia mais

BENEFÍCIOS AGSMB PREÂMBULO

BENEFÍCIOS AGSMB PREÂMBULO REGULAMENTO INTERNO DA ASSOCIAÇÃO GOIANA DE SOCORRO MÚTUO E BENEFÍCIOS AGSMB PREÂMBULO Senhor (a) Associado (a) este Regulamento Interno estabelece as regras para usufruir os benefícios oferecidos pela

Leia mais

Parabéns! Agora que a sua cota já está contemplada e você já recebeu sua CARTA DE CRÉDITO, você poderá concretizar o seu projeto.

Parabéns! Agora que a sua cota já está contemplada e você já recebeu sua CARTA DE CRÉDITO, você poderá concretizar o seu projeto. Orientações para aquisição de Bens Móveis Parabéns! Agora que a sua cota já está contemplada e você já recebeu sua CARTA DE CRÉDITO, você poderá concretizar o seu projeto. Lembrando que a análise do seu

Leia mais

Autorização para débitos de MULTAS, AUTUAÇÕES e IPVA.

Autorização para débitos de MULTAS, AUTUAÇÕES e IPVA. Autorização para débitos de MULTAS, AUTUAÇÕES e IPVA. Declaro para os devidos fins que autorizo à GENERALI DO BRASIL COMPANHIA DE SEGUROS a debitar de minha indenização, as MULTAS, AUTUAÇÕES e IPVA existentes

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO VEICULAR AAPROVEL II EDIÇÃO/2014

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO VEICULAR AAPROVEL II EDIÇÃO/2014 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO VEICULAR AAPROVEL II EDIÇÃO/2014 Nos termos do Estatuto Social da AAPROVEL, associação civil, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o Nº 18.391.406/0001-08,

Leia mais

CIRCULAR GERAL. TÍTULO: Seguro de Veículos Apólice 2009/2010

CIRCULAR GERAL. TÍTULO: Seguro de Veículos Apólice 2009/2010 DISTRIBUIÇÃO A TÍTULO: Seguro de Veículos Apólice 2009/2010 1. A CAEFE Caixa de Assistência dos Empregados de FURNAS e ELETRONUCLEAR renovou com a SUL AMÉRICA Seguros, a Apólice Coletiva de Seguro de Veículos,

Leia mais

neste regulamento. 2. DOS CONCEITOS FUNDAMENTAIS

neste regulamento. 2. DOS CONCEITOS FUNDAMENTAIS 1. DAS PARTES 1.1. A constituição e o funcionamento de grupos de consórcio formados pela empresa Sponchiado Administradora de Consórcios Ltda., pessoa neste regulamento. 2. DOS CONCEITOS FUNDAMENTAIS promovida

Leia mais

*O pagamento acontece diretamente para o vendedor, PJ ou PF, após toda análise crédito e do bem.

*O pagamento acontece diretamente para o vendedor, PJ ou PF, após toda análise crédito e do bem. 1- Posso comprar dois automóveis com uma única carta de crédito? Sim. Podem ser alienados dois veículos em uma única cota de consórcios, porém são duas despesas para alienação dos bens. *O pagamento acontece

Leia mais

Boas Vindas. É com enorme alegria e satisfação que ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO VEICULAR - EDCAR da boas vindas a VOCÊ nosso mais novo Associado!

Boas Vindas. É com enorme alegria e satisfação que ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO VEICULAR - EDCAR da boas vindas a VOCÊ nosso mais novo Associado! Boas Vindas É com enorme alegria e satisfação que ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO VEICULAR - EDCAR da boas vindas a VOCÊ nosso mais novo Associado! SUMÁRIO OBJETIVOS DA ASSOCIAÇÃO... PÁG. 02 ASSOCIADOS... PÁG.

Leia mais

3ª EDIÇÃO DO REGULAMENTO DE BENEFÍCIOS AOS ASSOCIADOS DA ABV BRASIL (Carros/Utilitários/Motocicletas)

3ª EDIÇÃO DO REGULAMENTO DE BENEFÍCIOS AOS ASSOCIADOS DA ABV BRASIL (Carros/Utilitários/Motocicletas) O plano de vantagens oferecido pela Associação de Benefícios e Vantagens do Brasil ABV BRASIL foi criado com a finalidade de proporcionar benefícios aos seus associados na eventualidade de colisão, incêndio,

Leia mais

Manual seguro do segurado GAP 1

Manual seguro do segurado GAP 1 Manual seguro do segurado GAP 1 Seguro GAP: muito mais tranquilidade na compra do seu veículo Parabéns! Você está adquirindo o Seguro Garantia GAP, da MAPFRE, desenvolvido especialmente para os clientes

Leia mais

REGULAMENTO DO ASSOCIADO CONTRIBUINTE CNPJ: 09.148.764/0001-01 Inscrição Municipal: ISENTO

REGULAMENTO DO ASSOCIADO CONTRIBUINTE CNPJ: 09.148.764/0001-01 Inscrição Municipal: ISENTO REGULAMENTO DO ASSOCIADO CONTRIBUINTE CNPJ: 09.148.764/0001-01 Inscrição Municipal: ISENTO O presente Regulamento do Associado Contribuinte e previsto no artigo 6º da Consolidação do Estatuto ao Novo Código

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E BENEFÍCIOS MANUAL DO ASSOCIADO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E BENEFÍCIOS MANUAL DO ASSOCIADO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E BENEFÍCIOS MANUAL DO ASSOCIADO CENTER CAR / CENTER TRUCK ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PRETEÇÃO E BENEFICIOS AOS PROPRIETÁRIOS DE VEICULOS AUTOMOTORES. Sumário 1 - Objetivo

Leia mais

IMPOSTO SOBRE A PROPRIEDADE DE VEÍCULOS AUTOMOTORES IPVA

IMPOSTO SOBRE A PROPRIEDADE DE VEÍCULOS AUTOMOTORES IPVA IMPOSTO SOBRE A PROPRIEDADE DE VEÍCULOS AUTOMOTORES IPVA IMPOSTO SOBRE A PROPRIEDADE DE VEÍCULOS AUTOMOTORES IPVA Informações Gerais Como consultar o valor do IPVA? É possível consultar o valor do IPVA

Leia mais

OS OBJETIVOS DA RASTREAR.

OS OBJETIVOS DA RASTREAR. Sumário I. OS OBJETIVOS DA RASTREAR.... 2 REGRAS GERAIS: TABELA-ASSOCIADO-BENEFICIOS.... 2 II. DOS ASSOCIADOS... 2 III. DOS VEÍCULOS OBJETOS DOS BENEFÍCIOS DA RASTREAR... 3 IV. ACEITAÇÃO E VIGÊNCIA DA

Leia mais

REGULAMENTO DE ASSISTÊNCIA 24H MAPFRE WARRANTY. Não haverá franquia quilométrica para os serviços descritos nos itens abaixo: 1.

REGULAMENTO DE ASSISTÊNCIA 24H MAPFRE WARRANTY. Não haverá franquia quilométrica para os serviços descritos nos itens abaixo: 1. 1. DEFINIÇÕES Acidente: é a ocorrência de qualquer fato danoso e imprevisível produzido no veículo, tais como: colisão, abalroamento ou capotagem que provoque sua imobilização, tendo ou não resultado em

Leia mais

PROTEÇÃO DE PATRIMÔNIO REGULAMENTO DO GRUPO DE ASSESSORIA DE ACIDENTES

PROTEÇÃO DE PATRIMÔNIO REGULAMENTO DO GRUPO DE ASSESSORIA DE ACIDENTES Associação dos Caminhoneiros do Estado de São Paulo e do Território Nacional A.C.A.S.P. PROTEÇÃO DE PATRIMÔNIO REGULAMENTO DO GRUPO DE ASSESSORIA DE ACIDENTES O presente documento tem escopo regulamentas

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS - ASSISTÊNCIA AUTOMÓVEL CLASSIC

CONTRATO DE ADESÃO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS - ASSISTÊNCIA AUTOMÓVEL CLASSIC CONTRATO DE ADESÃO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS - Os serviços deverão sempre ser solicitados à Central de Atendimento EUROP ASSISTANCE AUTO, através do telefone 0800 707 0081. Os serviços da serão prestados

Leia mais