REGULAMENTO INTERNO DA ASPROL PAULISTANA. O Regulamento do PPV Programa de Proteção Veicular da ASPROL PAULISTANA - ASSOCIAÇÃO DE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REGULAMENTO INTERNO DA ASPROL PAULISTANA. O Regulamento do PPV Programa de Proteção Veicular da ASPROL PAULISTANA - ASSOCIAÇÃO DE"

Transcrição

1 REGULAMENTO INTERNO DA ASPROL PAULISTANA O Regulamento do PPV Programa de Proteção Veicular da ASPROL PAULISTANA - ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO E AJUDA MÚTUA, foi criado pela Diretoria Executiva, com finalidade de proporcionar aos seus associados a proteção de seus veículos contra roubo, furto, colisão e incêndio pelo sistema cooperativista de rateio. Desta forma, todos os associados, entre si, arcam com os gastos decorrentes dos casos acima, buscando sempre a integração sócia comunitária dos associados. Nos termos do que dispõem o Estatuto da ASPROL PAULISTANA, a Diretoria Executiva torna público o presente Regulamento que está fundamentado em seu Estatuto e na Legislação Vigente, cujas normas devem ser acatadas por todos os seus Diretores e associados, sob pena de não o fazendo, serem excluídos do programa, e sujeito às demais penalidades conforme disposto neste regulamento. 1- DOS OBJETIVOS 1.1 A ASPROL PAULISTANA é uma união de associados com fins comuns, não devendo ser confundida em nenhuma hipótese com sociedades empresariais mercantis, já que a mesma não é seguradora. 1.2 A ASPROL PAULISTANA tem como objetivo primordial amparar, proteger e beneficiar seus entes associados quando à utilização do veículo simplesmente, chamado ora adiante de equipamento, através da repartição entre os associados de eventuais prejuízos materiais sofridos nestes bens causados por furto, roubo, colisão e incêndio de acordo com as normas estabelecidas neste regulamento. 2 DOS ENTES ASSOCIADOS

2 2.1 Para tornar-se associado da ASPROL PAULISTANA o pretendente deverá assinar a Ficha de Matrícula junto à Associação e ser aceito pela diretoria executiva, observando-se o contido na clausulas 5, 5.1, 5.2, 5.3, 5.4 e O período mínimo de permanência do ente associado como membro da ASPROL PAULISTANA é de 90 (noventa) dias a partir do ingresso no corpo social da Entidade, desde que tenha contratado algum serviço Caso o ente associado venha usufruir dos benefícios de repartição de prejuízos materiais conferido pela Associação, deverá permanecer por um período de 12 (doze) meses a partir do recebimento do Reembolso parcial ou integral, ficando sua exclusão condicionada a quitação de suas obrigações junto a ASPROL PAULISTANA até a data de sua saída, respeitando essa carência Em nenhuma hipótese o ente associado terá o direito a restituição de valores quando de sua saída da Associação. 2.3 O ente Associado que deixar de utilizar serviços da Associação ou se desligar do corpo social por motivos de força maior, em nenhuma hipótese terá direito a restituição de valores quando de sua saída da Associação. 2.4 Caso o ente associado, envolva-se em mais de 2 (dois) eventos de acidente de trânsito no período de 12 (doze) meses, em que seja comprovada sua culpa/dolo, este pagará a Cota de Participação em dobro e poderá ser excluído do programa ASPROL PAULISTANA. 2.5 Os valores citados na CLAUSULA 7.8 serão administrados pela Diretoria Executiva da Associação, aplicando os referidos recursos na manutenção das despesas administrativas, Trabalhistas e fiscais, incluídos as verbas a titulo de indenização, trabalho intelectual para o bom desempenho e andamento da entidade nos termos do Estatuto Social Os valores relativos ao rateio dos eventuais prejuízos citados na CLÁUSULA 1.2, serão cobrados mensalmente. O vencimento ocorrerá no dia 15 do mês. Após o vencimento a

3 ASPROL PAULISTANA poderá aplicar a cobrança de juros de 1% ao mês, multa de 2%, alem do protesto pelo inadimplemento e outras sanções previstas em lei, podendo a Associação tomar as medidas necessária a cobrança judicial, em beneficio dos entes Associados. 2.6 Todos os Associados que vierem a integrar o corpo associativo da ASPROL PAULISTANA, deverão contribuir com uma taxa única de adesão e optando por serviços oferecidos pela Associação, pagar a taxa de adesão ao programa específico conforme a modalidade cadastrada, não tendo direito a ressarcimento em caso de exclusão da associação. 3. DOS EQUIPAMENTOS E BENEFICIOS DA ASPROL PAULISTANA 3.1 O equipamento objeto da proteção referida na CLÁUSULA 1.2 deverá ser previamente cadastrado junto ao banco de dados da ASPROL PAULISTANA, através de meio eletrônico, precedido de vistoria previa a ser realizada por equipe homologada pela ASPROL PAULISTANA, arquivandose fotos e laudos técnicos do(s) equipamento(s) cadastrado(s); 3.2 O equipamento cadastrado junto a Entidade não poderá ser protegido por seguros, sob pena de o ente associado perder seu direito em relação aos benefícios oferecidos pela Associação e ser excluído de seu corpo social. 3.3 A data de fabricação máxima para o cadastro dos equipamentos na ASPROL PAULISTANA não poderá ser superior a 30 (trinta) anos de fabricação, sendo que os veículos com mais de 30 (trinta) anos de fabricação só poderão ser cadastrados após avaliação pela Diretoria Executiva do seu estado de conservação. 3.4 O valor máximo do equipamento cadastrado na ASPROL PAULISTANA será estipulado sob crivo da Diretoria Executiva, observados o máximo da tabela FIPE. 3.5 Em caso de destruição total, roubo ou furto qualificado dos equipamentos objeto dos benefícios, a ASPROL PAULISTANA tem até 90 (noventa) dias a partir da entrega de toda a documentação e

4 término de sindicância, para ratear entre os associados e repor o equipamento e/ou ressarci-lo do prejuízo correspondente, desde que o montante não onere de forma a comprometer a capacidade de rateio entre os associados, caso esse em que o prazo poderá ser prorrogado por mais 90 (noventa) dias. 3.6 Em caso de destruição parcial do equipamento em razão de acidente, o conserto será realizado em oficinas credenciadas, o mais rápido possível, depois de efetuados os devidos orçamentos e autorizado pela diretoria da entidade, mediante documento escrito que deverá ser efetivado no prazo de 90 (noventa) dias, podendo ser prorrogado por mais 90 (noventa) dias. A critério da ASPROL PAULISTANA poderá, o valor referente ao conserto, ser pago diretamente ao ente associado. 3.7 A ASPROL PAULISTANA não se responsabiliza pela legalidade e procedência do equipamento, sendo este de responsabilidade do ente Associado O valor do equipamento para o efeito de adesão no sistema de cotas e pagamento de benefícios objeto da associação obedecera a preço conforme ano/modelo Tabela FIPE ou outra que venha substituí-la. 3.8 Afim de amenizar e evitar problemas que venha a onerar aos associados, poderá a Diretoria da ASPROL PAULISTANA, exigir o uso de Sistema de Segurança, em todo o tipo de equipamentos cadastrados. 3.9 É obrigatória a participação dos entes Associados nas decisões dos órgãos diretivos da associação, que seja comum a todos, não sendo facultado ao Associado opor-se ao cumprimento das normas estabelecidas Os equipamentos com a numeração do chassi remarcada, que já tenham sido vendidos em leilão e/ou que possuam outras características que o depreciem publica e notoriamente em relação aos demais, sofrerão depreciação de 20% em relação ao preço de mercado geral, em caso de indenização, fornecido pelo ano/modelo da TABELA FIPE. A indenização não será

5 paga em caso de incêndio para estes veículos. 4 DOS EQUIPAMENTOS OBJETOS QUE NÃO GOZARÃO DOS BENEFICIOS DA ASPROL PAULISTANA 4.1 Não serão cadastrados os equipamentos que apresentarem as seguintes características: Equipamento de competição (alto desempenho); Equipamentos com queixa de furto/roubo e busca de apreensão; Equipamentos com impossibilidades de coletas de numero de chassi e motor; Equipamentos com numeração de motor ou chassi raspada, ilegível, adulterada ou ausente; Equipamentos OFF ROAD (utilizada para trilha) Equipamentos recusados de acordo com o item 5.3.; Equipamentos com as características originais alteradas de forma que comprometa a segurança; 5 ACEITAÇÃO E VIGÊNCIA DE PROTEÇÃO DO(S) EQUIPAMENTO(S) 5.1 O equipamento alterado da sua forma original, após a saída da fábrica será protegido apenas nos itens de fábrica, obedecendo ao preço de mercado (TABELA FIPE). 5.2 A proteção do equipamento cadastrado terá início a partir de 48 horas após inspeção prévia do equipamento. 5.3 A Proposta de proteção do(s) equipamento(s) e de admissão de novo Associada poderá ser recusada em até 15(quinze) dias pela ASPROL PAULISTANA, contados a partir da data do seu cadastro em seu banco de dados. A eventual recusa e os motivos desta serão informados á Entidade que originou a adesão. 5.4 Poderá a Diretoria da ASPROL PAULISTANA solicitar a exclusão de qualquer dos entes Associados ao julgar que o mesmo não age em favor dos interesses da Associação ou contra sua finalidade. 5.5 A ASPROL PAULISTANA poderá exigir para determinados modelos de equipamento, a instalação de

6 aparelhos rastreadores ou localizadores com vista de diminuir os riscos. Parágrafo Primeiro: Serão de uso obrigatório de rastreadores ou localizadores os equipamentos com as seguintes Características: a) Motores a Diesel (qualquer valor). b) Veículos estatisticamente de alto risco. 6- DA REPARTIÇÃO DOS PREJUIZOS SOFRIDOS NOS EQUIPAMENTOS 6.1 Dos prejuízos que serão repartidos entre os Associados: Eventos entendidos como danos materiais causados ao equipamento por colisão, capotamento e abalroamento Os acessórios que fizerem parte do veiculo no momento da inspeção inicial, desde que originais e constantes na nota fiscal de compra do veículo Não serão reembolsados, mesmo que fazendo parte do veículo no momento da vistoria acessórios como equipamentos de som, imagem (DVD, tela LCD, televisor), equipamentos de combustíveis alternativos como GNV e recolocação de AIR-Bag quando acionado em colisão Incêndio, desde que não seja provocado pela associado e ou objeto de crime; Roubo ou furto qualificado; A repartição dos prejuízos supracitados será feita pelo rateio do valor correspondente entre os associados, obedecendo ao índice de rateio do equipamento, especificado na CLÁUSULA 7.8, e se dará na forma de reembolso, de acordo com o estabelecido abaixo: Haverá reembolso integral do valor (100% cem por centro). Do equipamento, de acordo com prescrição do ano/modelo TABELA FIPE ou outra que venha a substituí-la, quando o montante para a reparação do bem ultrapassar 80% (oitenta por cento) do valor do equipamento na data da Informação de evento danoso, deduzida a parcela do ente Associado, prevista na CLÁUSULA Para todo e qualquer valor avaliado na TABELA FIPE, citado neste regulamento sendo o ano modelo diferente do ano de fabricação, o valor será determinado pelo ano do modelo do equipamento.

7 6.1.7 A ASPROL PAULISTANA não garantirá o veiculo pelo valor constante de nota fiscal e sim pelo seu valor de mercado limitado a 100% (cem por cento) da tabela FIPE Qualquer reembolso somente será pago mediante apresentação dos documentos requeridos pela ASPROL PAULISTANA Caberá à Diretoria Executiva a escolha de reembolsar integralmente o valor do equipamento ou de promover o conserto do mesmo em caso de danos parciais, sempre observando o melhor interesse econômico para a Associação e de acordo com o subitem Caso o equipamento seja inalienável, caso haja saldo devedor, a ASPROL PAULISTANA pagará o valor correspondente diretamente à financeira, e havendo saldo remanescente, ao ente associado Caso haja débito junto à financeira seja superior ao valor da indenização, este somente será efetuado mediante o pagamento, por parte do ente Associado do restante á financeira ou a Associação que efetuará a quitação, liberando o gravame Caso o valor de quitação do equipamento ultrapassar o valor de avaliação do ano/modelo Tabelo FIPE a diferença deverá ser paga pelo ente Associado em questão, antes ou no ato da quitação e nunca posteriormente Quando o equipamento sofrer danos materiais parciais o reembolso será feito com base nos custos das partes, peças e materiais a substituir, bem como mão-de-obra necessária para a reparação ou substituição. O ente Associado providenciará o envio do equipamento danificado, a uma oficina previamente credenciada para orçamento prévio e posterior autorização para o reparo O Reparo de equipamento na garantia do fabricante ou da concessionária, somente será efetuado em oficina credenciada pela ASPROL PAULISTANA, ficando desde já consignado que a mesma não se responsabiliza pela eventual perda da garantia A ASPROL PAULISTANA não encaminhará, em hipótese alguma para concessionária os

8 equipamentos protegidos, exceto no caso descrito da clausula , desde que observado o estabelecido na clausula Caso o ente associado opte pela utilização da garantia do Fabricante ou da Concessionária, o mesmo deverá imediatamente informar a diretoria da ASPROL PAULISTANA que se reserva no direito de efetuar três orçamentos e o de menor valor será levado a efeito para ressarcimento A diferença entre o valor fornecido no orçamento da Oficina Credenciada for inferior ao fornecido pelo Fabricante ou da Concessionária, o ente Associado ficará responsável pelo pagamento da diferença, que deverá ser paga diretamente ao Fabricante ou Concessionária A reparação dos danos citados no item anterior será feita com a reposição de peças similares ou semi-novas, desde que não comprometam a segurança e a utilização do equipamento Na hipótese da divisão dos prejuízos ocasionados por colisão parcial e incêndio, o ente Associado membro da ASPROL PAULISTANA participará dos custos decorrentes com a participação obrigatória com importe de 5% (CINCO POR CENTO) do valor do seu equipamento (TABELA FIPE), não podendo este ser inferior a R$ 1.000,00 (UM MIL REAIS) para veículos leves No caso de reembolso integral ou de substituição de peças, os materiais remanescentes (peças ou equipamentos danificados) pertencerão a ASPROL PAULISTANA, que poderá vendê-las para diminuir o valor a ser repassado para seus Associados O serviço de Assistência 24h, de reboque é disponibilizado para os casos de colisões/acidentes que impossibilitarem o deslocamento do equipamento, observando a quilometragem aderida pela Associação junto à empresa contratada, devendo ser solicitado pelo Associado através dos telefones previamente disponibilizados Não estão inclusos nesses serviços os eventos ocorridos por: Tombamento, queda em ribanceiras, rios e eventos da natureza.

9 6.2 Dos prejuízos que não serão repartidos entre os Associados: Não serão objetos de benefícios da ASPROL PAULISTANA os seguintes prejuízos Responsabilidade civil facultativa, danos materiais, pessoais, corporais e morais a terceiros e aos ocupantes dos equipamentos Evento danoso decorrentes da inobservância das leis em vigor, excesso de velocidade, agravamento de risco e inconformidade as leis de transito, dirigir sem possuir carteira de habilitação ou estar com a mesma suspensa, ou ainda, não ter habilitação adequada conforme categoria do equipamento, negligencia na utilização ou manutenção do veiculo ( itens de segurança, pneus, etc.), utilizar inadequadamente o equipamento com relação a lotações de passageiros, dimensão, peso e acondicionamento de carga transportada, alterações nas características originais que comprometam a segurança (Veículos rebaixados, com molas cortadas ou qualquer outra alteração na estrutura original), ocasionados pelo Associado, seus prepostos, representantes ou empregados. Excesso de velocidade, Agravamento de risco e Inconformidade as leis de transito Desgaste natural ou pelo uso, deteorização gradativa e vício próprio, defeito de fabricação, defeito mecânico, da instalação elétrica do equipamento, vibrações, corrosão, ferrugem, umidade e exposição ao sol/chuva Quaisquer atos de hostilidade ou guerra, tumultos, motins, comoção civil, sabotagem e vandalismo; Radiação de qualquer tipo; Poluição, contaminação e vazamento; Furacões, ciclones, terremotos, erupções vulcânicas e outras convulsões ou fenômenos da natureza; Atos de autoridade publica salvo para evitar propagação de danos protegidos; Negligência do associado do ente associado arrendatário ou cessionário na utilização, bem como na adoção de todos os meio razoáveis para salvá-los e preservá-lo durante ou após a ocorrência de qualquer sinistro;

10 Atos praticados em estado de insanidade mental e/ou sob efeito de droga, bebidas alcoólicas e/ou tóxicas; Danos emergentes; Lucros cessantes e danos emergentes direta ou indiretamente da paralisação do equipamento associado, mesmo quando em conseqüência de risco pela proteção do(s) equipamento(s); Perdas ou danos ocorridos quando em transito por estradas ou caminhos impedidos, não abertos ao trafego ou de areias fofas ou movediças; Danos causados a carga transportada; Danos sofridos por pessoas transportadas ou não; Danos ocorridos com o equipamento associado fora do território nacional; Perdas e danos ocorridos durante a participação do equipamento em competições, apostas, provas de velocidade, inclusive treinos preparatórios; Multas impostas aos Associados e despesas de qualquer natureza relativa a ações e processos criminais As avarias que forem previamente constatadas e relacionadas na inspeção inicial do equipamento Reparos de avarias sofridas no equipamento cadastrado sem a autorização da Associação Danos causados por guerra, revolução e ocorrências semelhantes, ou seja, contingências que atinjam de forma maciça a população regional ou nacional Os acessórios e ou alterações da forma original que fizerem parte do equipamento Despesas decorrentes de qualquer tipo de remoção ou deslocamento de equipamento danificado (reboque), exceto os que estejam autorizados pela ASPROL PAULISTANA Equipamentos em que seus documentos ou depoimentos sejam provados algum tipo de fraude ou uso de má fé que possa trazer prejuízo a Associação ou a seus entes Associados.

11 Não serão pagos pela associação ou divididos para os entes Associados, despesas ocorridas de translatos ou remoção dos Associados e ou passageiros, assim como hospedagem ou instalação dos mesmos, como também aquisição de serviço temporário com tempo determinado ou aluguel de veiculo, salvo se autorizado pela ASPROL PAULISTANA; Qualquer caso em que o Associado deixe ultrapassar o prazo de 30 (trinta) dias corridos entre a data do fato e o acionamento junto à entidade; A ASPROL PAULISTANA reserva-se no direito de contratar investigação especializada quando lhe convier para levantamento de eventuais irregularidades quanto à veracidade do fato, podendo, ainda solicitar esclarecimentos junto ao ente Associado e testemunhas, sempre que necessário. 6.3 Das condições para participação da ASPROL PAULISTANA Para poder usufruir dos benefícios oferecidos pela ASPROL PAULISTANA o ente associado devera estar rigorosamente quites com todas as suas obrigações perante a Associação, principalmente quanto ao pagamento das mensalidades, até a data do vencimento e do valor devido a titulo de rateio para ressarcimento de prejuízo sofrido por Associados, além de cumprir as demais obrigações estabelecidas neste regulamento e no estatuto social. 6.4 Do pagamento e da regularização de inadimplentes: O Valor do rateio será apurado até o dia 25 (vinte e cinco) de cada mês e enviado aos Associados participantes da ASPROL PAULISTANA, para pagamento no mês subsequente. Caso o Associado não receba o boleto até o vencimento de cada mês, o mesmo deverá solicitá-lo a ASPROL PAULISTANA, ou retirá-lo pelo site Caso o ente associado não efetue o pagamento da fatura até o dia do vencimento, após esta data, além da perda do direito de qualquer proteção e benefícios, será acrescida da multa de 2% e de juros mora 1% ao mês, mais despesas de cobrança, inclusive de protesto Caso o ente Associado solicite a 2ª. Via do boleto com prorrogação de pagamento, a

12 cobertura do equipamento cadastrado, dependera da devida confirmação do pagamento, bem como deverá ser precedida de nova vistoria e do envio do aviso de inexistência de sinistro por parte do Associado, tudo afim de que evite fraudes e abusos aos entes Associados O ente associado que permanecer inadimplente por um período igual ou superior a 30 (trinta) dias será automaticamente excluído da associação e o valor devido por este será objeto de rateio no mês subseqüente, podendo ainda serem utilizados meios extrajudiciais e judiciais cabíveis para sua cobrança, em beneficio da Associação seus entes Associados. 7- DO RATEIO DOS PREJUÍZOS SOFRIDOS PELO ASSOCIADO 7.1 O reembolso do valor do dano gerado no equipamento do Associado referente a roubo, furto, colisão e incêndio poderá ser feito parcelado ou a substituição do mesmo por outra da mesma espécie, de acordo com as condições econômicas da associação e a critério da Diretoria Executiva. 7.2 O associado contribuirá com sua cota de participação para o reembolso previsto no item anterior, no momento da liberação do veiculo, quando serão emitidos boletos para pagamento relativo a sua partição a sua partição no rateio. 7.3 A indenização poderá ser paga através de reposição do equipamento por outro da mesma espécie, tipo, ou através de cheque nominal e cruzado no valor do prejuízo observado o valor contido na Tabela FIPE, no prazo previsto neste regulamento e ou acordado entre as partes, sempre deduzindo a participação do associado diretamente prejudicado no evento danoso. 7.4 No caso de sub-rogação de direitos, o associado somente fará jus ao recebimento do valor devido pelo ressarcimento de danos em seus equipamentos após apresentar o CRV (recibo) do equipamento devidamente assinado Poderá ASPROL PAULISTANA ou a empresa contratada para gestão, indicar o beneficiário Em se tratando de equipamento financiado que impossibilite a sub-rogação de direitos, a exemplo de leasing, Finame e outros, a ASPROL PAULISTANA poderá fazer a indenização através

13 da reposição de outro equipamento, que ficara em nome do Associado ou da ASPROL PAULISTANA sob a responsabilidade do associado através de contrato firmado entre ambas as partes, vendo que a transferência definitiva para o associado se dará após a quitação do referido financiamento. 7.5 O rateio das despesas será apurado conforme clausula obedecendo aos respectivos índices determinados na cláusula 7.8 e correspondentes ao valor de cada equipamento. 7.6 O associado que se envolver em acidente, ficando constatado que o mesmo não seja culpado, a ASPROL PAULISTANA providenciara o conserto do veículo, devendo o associado, caso seja necessário, passar procuração à diretoria da ASPROL PAULISTANA para que a mesma possa providenciar a cobrança junto ao terceiro. 7.7 O ente associado não poderá em nenhuma hipótese, conciliar junto ao terceiro acordo referente ao valor da participação obrigatória ou do prejuízo causado o benefício referente ao prejuízo conforme clausula 7.6, sob pena de ressarcimento da Associação do valor recebido, ficando ainda sujeito a processo judicial por fraude. 7.8 Tabela de índice de rateio/mensalidades Os índices de rateios e mensalidades serão atribuídos através de cotas, cujos valores serão especificados e discriminados pela diretoria executiva, e divulgados através de seus meios de comunicação inclusive eletrônicos ( s). 8 OBRIGAÇÕES DO ENTE ASSOCIADO 8.1 Agir com lealdade e boa-fé com os demais associados e a associação, sempre zelando pelo seu regular funcionamento e sua imagem no mercado, buscando alcançar os fins institucionais sob pena de ser excluído da associação, sem prejuízo das sanções legais cabíveis. 8.2 Cumprir todas as normas estabelecidas no Estatuto Social e neste regulamento, bem como outras a serem expedidas formalmente pela Diretoria Executiva, divulgadas através de meios eletrônicos, sites e ou/ s; 8.3 Pagar em dia os valores devidos, além de contribuir no prazo e na forma estabelecida pela Diretoria Executiva em relação ao rateio de prejuízos causados por danos aos

14 equipamentos dos seus associados; 8.4 No caso de desistência, o ente Associado devera solicitar e assinar imediatamente o termo de cancelamento do cadastro de seu equipamento. Ficando o associado responsável pelos pagamentos dos valores que por ventura forem devidos, em razão de sua participação. 8.5 Dar imediato conhecimento a Associação caso haja: Mudança de endereço e telefone; 8.6 Empenhar todos os esforços para ser ressarcido de prejuízos causados por terceiros. 8.7 Informar de imediato as autoridades competentes em caso de acidente, desaparecimento, roubo, ou furto do equipamento cadastrado, relatando completa e minuciosamente o fato, mencionando o dia, hora, local, circunstância do acidente, nome, endereço, e carteira de habilitação de quem conduzia o equipamento, nome e endereço de testemunhas caso haja. 8.8 Avisar imediatamente a Entidade de qualquer acidente com o equipamento, incluindo furto ou roubo, relatando completa e minuciosamente o fato, mencionando o dia, hora, local, circunstancia do acidente, nome, endereço, e carteira de habilitação de quem conduzia o equipamento, nome e endereço de testemunhas e providencias de ordem policiais tomadas. 8.9 Todo Boletim de ocorrência devera ficar arquivado na Associação, sendo de responsabilidade do ente Associado providenciar a entrega do mesmo, sob pena de não receber o valor de proteção do equipamento. 9 DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA O RESSARCIMENTO DE PREJUÍZOS: 9.1 Caso o ente associado venha sofrer prejuízo material no equipamento cadastrado o ressarcimento dos valores correspondentes ou a reposição do bem ficará condicionada à apresentação do Informação de Eventos devidamente acompanhados dos seguintes documentos: Em caso de Reembolso parcial (colisão) PESSOA FÍSICA; Copia do CNH do condutor do equipamento cadastrado; Cópia comprovante de endereço (última conta de telefone, água ou de luz); Original ou cópia autenticada do boletim de ocorrência; Cópia do CRLV (Certificado do Registro e Licenciamento do Veículo);

15 Cópia do relatório informado no disco do tacógrafo; Cópia do último boleto bancário da Associação quitado Em caso de Reembolso parcial (colisão) PESSOA JURÍDICA; Cópia do CPF e RG do associado; Comprovante de endereço (última conta de telefone, água ou de luz); CRV Certificado de Registro do Veículo original (Documento de Transferência) devidamente preenchido a favor da Entidade ou de quem esta indicar, assinado e com firma reconhecida por autenticidade; CRVL (Certificado do Registro e Licenciamento do Veículo) original, com a prova de quitação Seguro Obrigatório, IPVA. E licenciamento dos dois últimos anos (quando necessário); Boletim de ocorrência original ou cópia autenticada; Xérox da Carteira de Habilitação do condutor do equipamento; Chaves do automóvel (quando necessário); Manual do proprietário, quando se trata do primeiro proprietário (quando necessário); Certidão Negativa do Equipamento do órgão competente Cópia do último boleto bancário da Entidade quitado Em se tratando de associado PESSOA JURÍDICA: CRV Certificado de Registro do Veículo original (documento de transferência) devidamente preenchido a favor da Associação ou de quem esta indicar, assinado e com firma reconhecida por autenticidade; CRLV (certificado do Registro e Licenciamento do Veículo) original, com a prova de quitação Seguro obrigatório, IPVA. E licenciamento dos dois últimos anos (quando necessário) Boletim de ocorrência original, ou copia autenticada; Xérox da Carteira de Habilitação do condutor do equipamento;

16 Chaves do automóvel (quando necessário); Manual do proprietário, quando se trata do primeiro proprietário (quando necessário); Certidão Negativa de furto e multa do equipamento; Cópia do cartão do CNPJ; Cópia do contrato ou Estatuto Social, com alterações (se houver); Nota fiscal de venda do equipamento a Associação, quando necessário; Cópia do último boleto bancário da Associação quitado. 9.3 Caso o equipamento seja inalienável deve ainda ser providenciado liberação do bem (original), com firma reconhecida das assinaturas. 9.4 Em caso de Reembolso Integral decorrente de Roubo ou Furto: Todos os documentos exigidos na cláusula para pessoa física e nota fiscal do equipamento quando necessário; Todos os documentos exigidos na cláusula para pessoa jurídica e à nota fiscal equipamento quando necessário; Extrato do DETRAN (débitos e restrições) constando queixa de roubo/furto; Certidão negativa de multa do equipamento 10 SUB-ROGAÇÃO DE DIREITOS: 10.1 Com o pagamento da indenização, a ASPROL PAULISTANA ficará sub-rogada, até o limite pago, em todos os direitos e ações do associado contra aquele que por ato, fato ou omissão tenha causado os prejuízos ou para eles contribuído. 11 DISPOSIÇÕES FINAIS: 11.1 O associado declara que todas as informações prestadas por ele a Associação são verdadeiras e, caso fique confirmada a INVERACIDADE de qualquer documento, informação ou declaração emitida pelo associado, o mesmo será imediatamente excluído do corpo social da Entidade, podendo ainda responder civil e criminalmente por eventuais danos causados a Associação e seus entes Associados Todos os associados declaram que leram e têm pleno conhecimento de todas as

17 normas contidas neste regulamento e que aceitam todas as condições estabelecidas neste documento para associarem-se Os casos omissos no presente regulamento serão analisados pela Diretoria Executiva, sendo a decisão levada ao conhecimento da Assembléia Geral, tão longo esta seja convocada para a discussão de outras matérias. Este regulamento interno entrara em vigor nesta data, 21 de maio de 2012, ficando revogadas as disposições contrárias. A DIRETORIA.

Regulamento do Grupo GoldCar (APROVADF)

Regulamento do Grupo GoldCar (APROVADF) ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO DOS PROPRIETARIOS DE VEICULOS AUTOMOTORES DO DISTRITO FEDERAL CBS 05 LOTE 08 SALA 102, CEP 72015-575, TAGUATINGA-SUL - BRASILIA-DF CNPJ:10.809.395/0001-21 Regulamento do Grupo GoldCar

Leia mais

CENTRAL CLUBE REGULAMENTO 2ª Edição/2010

CENTRAL CLUBE REGULAMENTO 2ª Edição/2010 CENTRAL CLUBE REGULAMENTO 2ª Edição/2010 APRESENTAÇÃO: O Regulamento do Central Clube foi criado com a finalidade de proporcionar aos seus Associados, a proteção de seus veículos cadastrados na base RBS

Leia mais

REGULAMENTO DE PROTEÇÃO A AUTOMÓVEIS SHALOM ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO VEICULAR

REGULAMENTO DE PROTEÇÃO A AUTOMÓVEIS SHALOM ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO VEICULAR REGULAMENTO DE PROTEÇÃO A AUTOMÓVEIS SHALOM ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO VEICULAR Nos termos do artigo 43 do estatuto social da SHALOM Associação de Proteção Veicular, temos o prazer de apresentar o presente

Leia mais

ÁCROMO ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO A VEÍCULOS LEVES E PESADOS NORMAS E REGULAMENTOS DOS ASSOCIADOS DA ÁCROMO

ÁCROMO ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO A VEÍCULOS LEVES E PESADOS NORMAS E REGULAMENTOS DOS ASSOCIADOS DA ÁCROMO ÁCROMO ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO A VEÍCULOS LEVES E PESADOS NORMAS E REGULAMENTOS DOS ASSOCIADOS DA ÁCROMO O programa de filiação de proteção veicular da ÁCROMO foi criado a fim de amparar os seus associados

Leia mais

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA DE RATEIO DE PERDAS E DANOS DE VEÍCULOS

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA DE RATEIO DE PERDAS E DANOS DE VEÍCULOS REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA DE RATEIO DE PERDAS E DANOS DE VEÍCULOS 1. DAS ATIVIDADES DO PROVEL. 1.1. A Associação de Grupos Solidários, doravante denominada AGS é dotada de personalidade

Leia mais

7ª EDIÇÃO DO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA ANPARA

7ª EDIÇÃO DO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA ANPARA 7ª EDIÇÃO DO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA ANPARA 1. - O presente regulamento tem como objetivo estabelecer as normas e regras do Programa de Proteção Automotiva da ANPARA ( Clube Anpara

Leia mais

REGULAMENTO DO ASSOCIADO PROTEV-RIO

REGULAMENTO DO ASSOCIADO PROTEV-RIO REGULAMENTO DO ASSOCIADO PROTEV-RIO Nos termos do artigo 45 do Estatuto Social da PROTEV-RIO (Associação de Proteção à Moto e Veículos), temos o prazer de editar o presente regulamento, que estabelecerá

Leia mais

Contrato de Adesão. Termos que regulam o contrato entre: [DADOS COMPLETOS DO ASSOCIADO; ENDEREÇO; DADOS DO VEÍCULO]

Contrato de Adesão. Termos que regulam o contrato entre: [DADOS COMPLETOS DO ASSOCIADO; ENDEREÇO; DADOS DO VEÍCULO] Contrato de Adesão Termos que regulam o contrato entre: [DADOS COMPLETOS DO ASSOCIADO; ENDEREÇO; DADOS DO VEÍCULO] [MUTUO Associação Brasileira de Benefícios Assistência e Amparo Mútuo, situada no endereço

Leia mais

Prezado (a) Associado (a)

Prezado (a) Associado (a) Prezado (a) Associado (a) Bem vindo (a) a ÂNCORA Associação Nacional de Benefícios Você está recebendo o manual do associado do Programa de Benefícios Automotivos ÂNCORA com as garantia específicas para

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA - PPA CITYCAR AUTO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA - PPA CITYCAR AUTO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA - PPA CITYCAR AUTO A Associação de Benefícios Mútuos, que doravante passa a ser denominar simplesmente de CITYCAR AUTO, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 20.711.329/0001-78,

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA PROTVAÇO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA PROTVAÇO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA PROTVAÇO 1. - O presente regulamento tem como objetivo estabelecer as normas e regras do Programa de Proteção Automotiva do PROTVAÇO, conforme estatuto social,

Leia mais

REGULAMENTO DO BENEFÍCIO DE PROTEÇÃO DE AUTOMÓVEL

REGULAMENTO DO BENEFÍCIO DE PROTEÇÃO DE AUTOMÓVEL REGULAMENTO DO BENEFÍCIO DE PROTEÇÃO DE AUTOMÓVEL 1 - DOS OBJETIVOS DA ASSOCIAÇÃO 1.1 - A ELOS Associação Brasileira de Benefícios, situada no endereço Avenida Amintas Barros nº 2570 Bairro Lagoa Nova,

Leia mais

REGULAMENTO UNIMOTOS.CAR

REGULAMENTO UNIMOTOS.CAR REGULAMENTO UNIMOTOS.CAR TERMO DE RESPOSABILIDADE DO ASSOCIADO UNIMOTOS. CAR Objetivo deste regulamento é estabelecer os parâmetros a serem seguido pelos associados, que exercem as atividades de proteção

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BENEFÍCIOS AUTOMOTIVOS ÂNCORA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BENEFÍCIOS AUTOMOTIVOS ÂNCORA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BENEFÍCIOS AUTOMOTIVOS ÂNCORA 1. O presente regulamento tem como objetivo estabelecer as normas e regras do Programa de Benefícios Automotivos da ÂNCORA, devendo ser meticulosamente

Leia mais

MANUAL DO PLANO ASSOCIADO

MANUAL DO PLANO ASSOCIADO MANUAL DO PLANO ASSOCIADO Capítulo I Do Objetivo Art. 1º - O Plano de Proteção Veicular (PPV) tem o objetivo de proporcionar aos associados, pelo sistema mutualista de rateio, a reparação dos danos acontecidos

Leia mais

Elevo os meus olhos para os montes: de onde me virá o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez o céu e a terra. (Sl. 121:1-2)

Elevo os meus olhos para os montes: de onde me virá o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez o céu e a terra. (Sl. 121:1-2) Endereço: Rua Pitangui Nº 2208 Bairro Sagrada Família Belo Horizonte/MG CEP: 30030-204 Telefones: (31) 2127-2166 (31) 8384-5929 (31) 9558-0109 Site: www.abapav.org.br E-mail: abapav@abapav.org.br Elevo

Leia mais

REGULAMENTO VEÍCULOS DOS ASSOCIADOS

REGULAMENTO VEÍCULOS DOS ASSOCIADOS REGULAMENTO VEÍCULOS A APROMOTOS-CAR inscrita no CNPJ 08.741.541/0001-82, torna publico o presente Regulamento Interno, nos termos do que dispõe o art. 46, cujas normas devem ser seguidas por todos os

Leia mais

REGULAMENTO VEÍCULOS

REGULAMENTO VEÍCULOS REGULAMENTO VEÍCULOS A APROMOTOS-CAR inscrita no CNPJ 08.741.541/0001-82, torna publico o presente Regulamento Interno, nos termos do que dispõe o art. 46, cujas normas devem ser seguidas por todos os

Leia mais

MANUAL DO ASSOCIADO CARROS E MOTOS

MANUAL DO ASSOCIADO CARROS E MOTOS MANUAL DO ASSOCIADO CARROS E MOTOS Capítulo I Do Objetivo Art. 1º - O Plano de Proteção Veicular (PPV) tem o objetivo de proporcionar aos associados, pelo sistema mutualista de rateio, a reparação dos

Leia mais

MANUAL DO ASSOCIADO. www.action.org.br

MANUAL DO ASSOCIADO. www.action.org.br MANUAL DO ASSOCIADO 0800 603 3102 www.action.org.br Prezado(a) Associado(a) Você está recebendo o manual do Associado do Programa de Proteção Veicular ÁGIL com as proteções e benefícios para seu veículo.

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA ABRAPV ASSOCIAÇÃO GRUPO BRASIL DE PROTEÇÃO VEÍCULAR OBS: NÃO CONFUNDIR COM CONTRATO DE SEGURO.

REGIMENTO INTERNO DA ABRAPV ASSOCIAÇÃO GRUPO BRASIL DE PROTEÇÃO VEÍCULAR OBS: NÃO CONFUNDIR COM CONTRATO DE SEGURO. REGIMENTO INTERNO DA ABRAPV ASSOCIAÇÃO GRUPO BRASIL DE PROTEÇÃO VEÍCULAR O presente documento tem o escopo regulamentar à proteção do patrimônio dos associados da ABRAPV, segundo critério de rateio dos

Leia mais

REGULAMENTO MOTOCICLETAS - SÃO PAULO

REGULAMENTO MOTOCICLETAS - SÃO PAULO REGULAMENTO MOTOCICLETAS - SÃO PAULO A APROMOTOS-CAR inscrita no CNPJ 08.741.541/0001-82, torna publico o presente Regulamento Interno, nos termos do que dispõe o art. 46, cujas normas devem ser seguidas

Leia mais

REGULAMENTOS PPV PREVCAR AUTO

REGULAMENTOS PPV PREVCAR AUTO REGULAMENTOS PPV PREVCAR AUTO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA - PPA PREVCAR AUTO A Associação de Benefícios Mútuos - PREVCAR AUTO, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 12.301.846/0001-40, com sede

Leia mais

REGULAMENTO 1 DOS OBJETIVOS DA ASSOCIAÇÃO

REGULAMENTO 1 DOS OBJETIVOS DA ASSOCIAÇÃO REGULAMENTO A MAIS ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO VEÍCULAR, que doravante passa a se denominar simplesmente de MAIS PROTEÇÃO, inscrita no CNPJ sob o nº. 12.453.010/0001-61, que tem a finalidade de proporcionar

Leia mais

CRED CAR ASSOCIAÇÃO CLUBE DE BENEFÍCIOS, 292 - CEP

CRED CAR ASSOCIAÇÃO CLUBE DE BENEFÍCIOS, 292 - CEP Apresentação CRED CAR ASSOCIAÇÃO CLUBE DE BENEFÍCIOS, sociedade civil, sem fins lucrativos, sediada Av. Brigadeiro Lima e Silva, 292 Sobrado - CEP 25085-132 - Duque de Caxias Parque Duque - Rio de Janeiro,

Leia mais

Grupo Assistencial Solidário Popular REGULAMENTO DO PROGRAMA DE AUXÍLIO MÚTUO (PAM)

Grupo Assistencial Solidário Popular REGULAMENTO DO PROGRAMA DE AUXÍLIO MÚTUO (PAM) Grupo Assistencial Solidário Popular REGULAMENTO DO PROGRAMA DE AUXÍLIO MÚTUO (PAM) O presente regulamento estabelece as regras para usufruir os benefícios disponibilizados pela GASP, razão que torna imprescindível

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO ALTERNATIVA CLUBE DE BENEFÍCIOS

REGULAMENTO INTERNO ALTERNATIVA CLUBE DE BENEFÍCIOS REGULAMENTO INTERNO Nos termos do que dispõe o Estatuto Social da ALTERNATIVA CLUBE DE BENEFÍCIOS, torna público o presente REGIMENTO INTERNO, cujas normas devem ser seguidas por todos os seus associados

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO VEICULAR ASSOCIAÇÃO FORTALEZA PLANO DE GARANTIA E ASSISTENCIA VEICULAR

REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO VEICULAR ASSOCIAÇÃO FORTALEZA PLANO DE GARANTIA E ASSISTENCIA VEICULAR REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO VEICULAR ASSOCIAÇÃO FORTALEZA PLANO DE GARANTIA E ASSISTENCIA VEICULAR Nos termos do Estatuto Social ASSOCIAÇÃO FORTALEZA PLANO DE GARANTIA E ASSISTENCIA VEICULAR,

Leia mais

MANUAL DO PPA. Programa de Proteção e Assistência Veicular. 5ª Edição. Associação de Benefícios e Assistência Veicular do Estado da Bahia

MANUAL DO PPA. Programa de Proteção e Assistência Veicular. 5ª Edição. Associação de Benefícios e Assistência Veicular do Estado da Bahia MANUAL DO PPA Programa de Proteção e Assistência Veicular Associação de Benefícios e Assistência Veicular do Estado da Bahia 5ª Edição Boas Vindas Objetivo Valores Boa Fé Compromisso Responsabilidade Social

Leia mais

Regimento Interno AVANT ASSOCIAÇÃO DE VEÍCULOS AUTÔNOMOS NACIONAL DOS TRANSPORTES

Regimento Interno AVANT ASSOCIAÇÃO DE VEÍCULOS AUTÔNOMOS NACIONAL DOS TRANSPORTES Regimento Interno AVANT ASSOCIAÇÃO DE VEÍCULOS AUTÔNOMOS NACIONAL DOS TRANSPORTES O presente Regimento Interno da AVANT Associação de Veículos Autônomos Nacional dos Transportes foi elaborada com base

Leia mais

PROVEL-AUTO 1. DAS ATIVIDADES DO PROVEL.

PROVEL-AUTO 1. DAS ATIVIDADES DO PROVEL. PROVEL-AUTO REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA DE RATEIO DE PERDAS E DANOS DE VEÍCULOS O presente regulamento tem como objetivo estabelecer as normas e regras do PROVEL AUTO da AGS, devendo ser meticulosamente

Leia mais

1ª EDIÇÃO UNIFICADA DOS REGULAMENTOS DE ASSISTÊNCIA E BENEFÍCIOS AOS ASSOCIADOS DA UNIÃO - CARROS/UTILITÁRIOS/ MOTOCICLETAS/MOTONETAS

1ª EDIÇÃO UNIFICADA DOS REGULAMENTOS DE ASSISTÊNCIA E BENEFÍCIOS AOS ASSOCIADOS DA UNIÃO - CARROS/UTILITÁRIOS/ MOTOCICLETAS/MOTONETAS Em ato contínuo, ficou resolvido, a fim de facilitar o manuseio e leitura da 6ª (sexta) edição do Regulamento do Associado (carros/utilitários) e da 4ª (quarta) edição do Regulamento do Associado (motocicletas/motonetas),

Leia mais

PLANO DE BENEFÍCIOS CARRO RESERVA 1.0 DO OBJETIVO DO PLANO:

PLANO DE BENEFÍCIOS CARRO RESERVA 1.0 DO OBJETIVO DO PLANO: PLANO DE BENEFÍCIOS CARRO RESERVA 1.0 DO OBJETIVO DO PLANO: 1.1 A destinação deste plano de benefício é disponibilizar, ora contratado, diárias de veículo econômico com ar para as pessoas físicas ou jurídicas

Leia mais

1. DOS OBJETIVOS DA ASSOCIAÇÃO:

1. DOS OBJETIVOS DA ASSOCIAÇÃO: O Programa de Associativismo da ASSOCIAÇÃO REALIZZA inscrita no CNPJ: 14.053.435-0001/09, com endereço na Avenida Edgard Santos, n.º 25, Narandiba, Salvador - BA destinada a reparos de veículos automotores,

Leia mais

REGULAMENTOS DAS COBERTURAS OPCIONAIS PREVCAR AUTO

REGULAMENTOS DAS COBERTURAS OPCIONAIS PREVCAR AUTO REGULAMENTOS DAS COBERTURAS OPCIONAIS PREVCAR AUTO RESPONSABILIDADE CIVIL FACULTATIVA ESTA COBERTURA NÃO PODERÁ SER CONTRATADA ISOLADAMENTE FICANDO CONDICIONADA À COBERTURA DO EQUIPAMENTO ATIVO CADASTRADO

Leia mais

Horário de Funcionamento: 2ª a 6ª - 8 às 18 horas Sábado - 8 às 12 horas REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO VEICULAR - VALORIZA CAR

Horário de Funcionamento: 2ª a 6ª - 8 às 18 horas Sábado - 8 às 12 horas REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO VEICULAR - VALORIZA CAR 15.2 - Este presente regulamento entra em vigor a partir da data de sua publicação substituindo qualquer outro que veio a ser emitido anteriormente. 15.3 - Como associado (a), declaro ter pleno conhecimento

Leia mais

REGULAMENTO DA ASSOCIAÇÃO DE AJUDA MÚTUA DOS PROPRIETÁRIOS DE VEÍCULOS DO ESTADO DO PARÁ

REGULAMENTO DA ASSOCIAÇÃO DE AJUDA MÚTUA DOS PROPRIETÁRIOS DE VEÍCULOS DO ESTADO DO PARÁ REGULAMENTO DA ASSOCIAÇÃO DE AJUDA MÚTUA DOS PROPRIETÁRIOS DE VEÍCULOS DO ESTADO DO PARÁ 1 APRESENTAÇÃO DADOS DA SOCIETARE A ASSOCIAÇÃO DOS PROPRIETÁRIOS DE VEÍCULOS DO ESTADO DO PARÁ SOCIETARE, sociedade

Leia mais

Apresentação. 1. Dos objetivos da cooperativa...02. 2. Dos cooperados...02. 3. Dos veículos - Objetos benefícios da COPA-190...03

Apresentação. 1. Dos objetivos da cooperativa...02. 2. Dos cooperados...02. 3. Dos veículos - Objetos benefícios da COPA-190...03 Apresentação COPA-190, COOPERATIVA DE APOIO PRESTAÇÃO DE SERVIÇO E CONSUMO DOS CONDUTORES DE VEÍCULOS E DETENTORES DE PATRIMÔNIO LTDA, situada na Via Expressa de Contagem, Nº2001, bairro: Água Branca,

Leia mais

Bairro Rua Número/ Complemento CEP

Bairro Rua Número/ Complemento CEP PROPOSTA DE ADESÃO AO PROVEL-AUTO Programa de Rateio de Perdas e Danos a Veículos Obs.: Só poderão aderir a este programa os Associados da AGS Associação de Grupos Solidários Dados da Gestora: Associação

Leia mais

ASSOCIAÇÃO NACIONAL ALTERNATIVA DE PROTEÇÃO VEICULAR

ASSOCIAÇÃO NACIONAL ALTERNATIVA DE PROTEÇÃO VEICULAR REGIMENTO INTERNO ASSOCIAÇÃO ALTERNATIVA REGIMENTO INTERNO Nos termos do que dispõe o Estatuto Social da ASSOCIAÇÃO NACIONAL ALTERNATIVA DE, CNPJ 10.557.370/0001-40, com Registro no Livro..., sob o número...,

Leia mais

REGIMENTO INTERNO. 1 - Objetivo. 2 Condições Gerais

REGIMENTO INTERNO. 1 - Objetivo. 2 Condições Gerais O presente Regimento Interno da ANACAM Associação Nacional Dos Caminhoneiros teve sua fundação com base nas diretrizes regulamentares que regem a Associação e o Código Civil Brasileiro em seu artigo 53,

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE PROTEÇÃO VEICULAR

REGULAMENTO DO PLANO DE PROTEÇÃO VEICULAR REGULAMENTO DO PLANO DE PROTEÇÃO VEICULAR I. PROGRAMA DE BENEFÍCIOS I.1. Constitui objeto desse instrumento a disponibilização do PLANO DE PROTEÇÃO VEICULAR para os ASSOCIADOS plenos, a fim de conferir

Leia mais

REGULAMENTO DO ASSOCIADO CONTRIBUINTE. CNPJ: 11.987.775/0001-19 INSCRIÇÃO MUNICIPAL: Isento

REGULAMENTO DO ASSOCIADO CONTRIBUINTE. CNPJ: 11.987.775/0001-19 INSCRIÇÃO MUNICIPAL: Isento REGULAMENTO DO ASSOCIADO CONTRIBUINTE CNPJ: 11.987.775/0001-19 INSCRIÇÃO MUNICIPAL: Isento O presente Regulamento do Associado Contribuinte previsto no artigo 6º da Consolidação do Estatuto ao Novo Código

Leia mais

ASA-MG - ASSOCIAÇÃO AUTOMOBILíSTICA DE BENEFíCIOS DO ESTADO DE MINAS GERAIS DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA

ASA-MG - ASSOCIAÇÃO AUTOMOBILíSTICA DE BENEFíCIOS DO ESTADO DE MINAS GERAIS DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA .,. ~? ASA-MG - ASSOCIAÇÃO AUTOMOBILíSTICA DE BENEFíCIOS DO ESTADO DE MINAS GERAIS REGULAMENiO 1. - O presente regulamento DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA tem como objetivo estabelecer as normas e regras

Leia mais

Sempre apoiando você!

Sempre apoiando você! REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BENEFÍCIOS AUTOMOTIVOS ÂNCORA 1. O presente regulamento tem como objetivo estabelecer as normas e regras do Programa de Benefícios Automotivos da ÂNCORA, devendo ser meticulosamente

Leia mais

REGULAMENTO. 2.4 Em nenhuma hipótese o associado terá direito a ressarcimento de valores quando de sua saída do programa de proteção veicular.

REGULAMENTO. 2.4 Em nenhuma hipótese o associado terá direito a ressarcimento de valores quando de sua saída do programa de proteção veicular. REGULAMENTO A MAIS ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO VEÍCULAR, que doravante passa a se denominar simplesmente de MAIS PROTEÇÃO, inscrita no CNPJ sob o nº. 12.453.010/0001-61, que tem a finalidade de proporcionar

Leia mais

Prezado (a) associado (a), BEM VINDO (A) A PRIME ASSSOCIAÇÃO DE BENEFÍCIOS MÚTUOS.

Prezado (a) associado (a), BEM VINDO (A) A PRIME ASSSOCIAÇÃO DE BENEFÍCIOS MÚTUOS. Prezado (a) associado (a), BEM VINDO (A) A PRIME ASSSOCIAÇÃO DE BENEFÍCIOS MÚTUOS. Você está recebendo o manual do associado do programa de benefícios automotivos PRIME ABM com as garantias específicas

Leia mais

Apresentação. 1. Dos objetivos da associação... 02. 2. Dos associados... 02. 3. Dos veículos - Objetos benefícios da CRED CAR A. C. B...

Apresentação. 1. Dos objetivos da associação... 02. 2. Dos associados... 02. 3. Dos veículos - Objetos benefícios da CRED CAR A. C. B... Apresentação CRED CAR ASSOCIAÇÃO CLUBE DE BENEFÍCIOS, sociedade civil, sem fins lucrativos, sediada Av. Brigadeiro Lima e Silva, 1858 sala 406 - CEP 25071-182 - Duque de Caxias - Rio de Janeiro, inscrita

Leia mais

ABRASCAM - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ASSISTENCIA AO CAMINHONEIRO

ABRASCAM - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ASSISTENCIA AO CAMINHONEIRO REGIMENTO INTERNO ABRASCAM - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ASSISTENCIA AO CAMINHONEIRO O presente Regimento Interno da ABRASCAM - Associação Brasileira de Assistência ao Caminhoneiro foi elaborado com base

Leia mais

Autorização para débitos de MULTAS, AUTUAÇÕES e IPVA.

Autorização para débitos de MULTAS, AUTUAÇÕES e IPVA. Autorização para débitos de MULTAS, AUTUAÇÕES e IPVA. Declaro para os devidos fins que autorizo à GENERALI DO BRASIL COMPANHIA DE SEGUROS a debitar de minha indenização, as MULTAS, AUTUAÇÕES e IPVA existentes

Leia mais

MA S PROTEÇÃO VEÍCULAR. Declaro que recebi da MAIS PROTEÇÃO VEICULAR, um Kit Completo. , de de 20. Assinatura

MA S PROTEÇÃO VEÍCULAR. Declaro que recebi da MAIS PROTEÇÃO VEICULAR, um Kit Completo. , de de 20. Assinatura MA S PROTEÇÃO VEÍCULAR Declaro que recebi da MAIS PROTEÇÃO VEICULAR, um Kit Completo., de de 20. Assinatura MA S REGIMENTO INTERNO PROTEÇÃO VEICULAR ASSOCIAÇÃO DOS PROPRIETÁRIOS DE VEÍCULOS E TRANSPORTADORES

Leia mais

Para mais informações, ligue para a Linha Direta HELP CLUB: (021) 2135-2543 / 2135-2561 ou, se preferir, acesse www.helpclube.com.

Para mais informações, ligue para a Linha Direta HELP CLUB: (021) 2135-2543 / 2135-2561 ou, se preferir, acesse www.helpclube.com. Prezado (a), associado. Parabéns! Você acaba de adquirir a proteção automotiva HELP CLUB, uma das proteções automotivas mais completas do mercado, desenvolvida especialmente para atender às suas necessidades.

Leia mais

TERMO DE ADESÃO. Contrato

TERMO DE ADESÃO. Contrato TERMO DE ADESÃO Contrato NOTAS EXPLICATIVAS: 1. CONCEITO DE PROVEL AUTO: Sistema de proteção veicular, que tem como objetivo a associação de pessoas para dividir o risco da proteção de seu patrimônio,

Leia mais

RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DO CARTÃO TRIBANCO

RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DO CARTÃO TRIBANCO RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DO CARTÃO TRIBANCO Estipulante: BANCO TRIÂNGULO S. A. Seguradora: PORTO SEGURO CIA DE SEGUROS GERAIS Número processo SUSEP: 15414.000223/2007-67

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA ALIANCE BRASIL

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA ALIANCE BRASIL REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AUTOMOTIVA ALIANCE BRASIL 1 O presente regulamento tem como objetivo estabelecer as normas e regras do Programa de Proteção Automotiva da ALIANCE BRASIL, devendo ser

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE VEICULOS CARRENT ALUGUEL & VEICULOS LTDA, CNPJ sob n.o 23.002.258/0001 22 com Rua Bento Albuquerque 2653 A Papicu 60 191 355

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE VEICULOS CARRENT ALUGUEL & VEICULOS LTDA, CNPJ sob n.o 23.002.258/0001 22 com Rua Bento Albuquerque 2653 A Papicu 60 191 355 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE VEICULOS CARRENT ALUGUEL & VEICULOS LTDA, CNPJ sob n.o 23.002.258/0001 22 com Rua Bento Albuquerque 2653 A Papicu 60 191 355 doravante identificada LOCADORA e a pessoa física ou

Leia mais

MANUAL DO SERVIÇO PARA ASSISTÊNCIA AUTOMÓVEL SERVCAR

MANUAL DO SERVIÇO PARA ASSISTÊNCIA AUTOMÓVEL SERVCAR MANUAL DO SERVIÇO PARA ASSISTÊNCIA AUTOMÓVEL SERVCAR 1. OBJETIVO Este manual contém informações acerca dos procedimentos que deverão ser tomados na ocorrência de qualquer fato que acarrete na utilização

Leia mais

ÍNDICE 01 - DOS OBJETIVO DA ASSOCIAÇÃO 02 - DOS ASSOCIADOS DA ADESÃO E DOS EQUIPAMENTOS E BENEFÍCIOS DA EQUIPAMENTOS (LOCALIZADOR / RASTREADOR E

ÍNDICE 01 - DOS OBJETIVO DA ASSOCIAÇÃO 02 - DOS ASSOCIADOS DA ADESÃO E DOS EQUIPAMENTOS E BENEFÍCIOS DA EQUIPAMENTOS (LOCALIZADOR / RASTREADOR E APRESENTAÇÃO A SOLUÇÕES PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA 24 HS LTDA, que doravante passa a se denominar simplesmente de SOLUÇÕES, associação sem fins lucrativos inscrita no CNPJ sob o nº 12.473.624/0001-05, com

Leia mais

É com imensa satisfação que lhe damos boas vindas em participar conosco nesta Associação.

É com imensa satisfação que lhe damos boas vindas em participar conosco nesta Associação. 1. APRESENTAÇÃO Prezado Associado (a), É com imensa satisfação que lhe damos boas vindas em participar conosco nesta Associação. A SEGURYCAR CNPJ,09553422/0001-69 neste Regulamento designada SEGURYCAR,

Leia mais

MANUAL SAFE VIDROS. Prezado Cliente,

MANUAL SAFE VIDROS. Prezado Cliente, MANUAL SAFE VIDROS Prezado Cliente, Você acaba de adquirir uma das melhores garantias de conserto e reposição de vidros, faróis, lanternas e retrovisores automotivos do mercado. Neste Manual você encontrará

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE BENEFÍCIOS DO VALE DO AÇO E REGIÃO - PROTVAÇO. Normas de Garantia Especial

ASSOCIAÇÃO DE BENEFÍCIOS DO VALE DO AÇO E REGIÃO - PROTVAÇO. Normas de Garantia Especial ASSOCIAÇÃO DE BENEFÍCIOS DO VALE DO AÇO E REGIÃO - PROTVAÇO Normas de Garantia Especial 6º. Edição Abril de 2014 ASSOCIAÇÃO DE BENEFÍCIOS DO VALE DO AÇO E REGIÃO - PROTVAÇO A Associação de Benefícios do

Leia mais

O SEU PROCESSODE SINISTROS

O SEU PROCESSODE SINISTROS O SEU PROCESSODE SINISTROS O SEU PROCESSO 1. Abertura 1.1. Entre em contato com a seguradora para realizar a abertura do sinistro (portando DOCUMENTO DO VEÍCULO + CNH) ou se preferir ligue para a gente

Leia mais

REGULAMENTO MERECE ASSISTÊNCIA A VEÍCULOS BANCO VOTORANTIM CARTÕES

REGULAMENTO MERECE ASSISTÊNCIA A VEÍCULOS BANCO VOTORANTIM CARTÕES REGULAMENTO MERECE ASSISTÊNCIA A VEÍCULOS BANCO VOTORANTIM CARTÕES O Banco Votorantim Cartões desenvolveu o benefício Merece Assistência a Veículos para auxiliar o Titular do Cartão Banco Votorantim no

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AOS AUTOMÓVEIS DOS ASSOCIADOS DA MAIS PROTEÇÃO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AOS AUTOMÓVEIS DOS ASSOCIADOS DA MAIS PROTEÇÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AOS AUTOMÓVEIS DOS ASSOCIADOS DA MAIS PROTEÇÃO Nos termos do artigo 1º do Estatuto Social ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS CONDUTORES E PROPRIETÁRIOS DE VEÍCULOS AUTOMOTORES

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS PROPRIETÁRIOS DE VEÍCULOS AUTOMOTORES - APROVAM REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AOS AUTOMÓVEIS DOS ASSOCIADOS DA APROVAM

ASSOCIAÇÃO DOS PROPRIETÁRIOS DE VEÍCULOS AUTOMOTORES - APROVAM REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AOS AUTOMÓVEIS DOS ASSOCIADOS DA APROVAM ASSOCIAÇÃO DOS PROPRIETÁRIOS DE VEÍCULOS AUTOMOTORES - APROVAM REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO AOS AUTOMÓVEIS DOS ASSOCIADOS DA APROVAM 1 Nos termos do artigo 1º do Estatuto Social da ASSOCIAÇÃO DOS

Leia mais

Prezado (a) associado (a), BEM VINDO (A) NEW PROTECTION ASSSOCIAÇÃO DE BENEFÍCIOS MÚTUOS.

Prezado (a) associado (a), BEM VINDO (A) NEW PROTECTION ASSSOCIAÇÃO DE BENEFÍCIOS MÚTUOS. Prezado (a) associado (a), BEM VINDO (A) NEW PROTECTION ASSSOCIAÇÃO DE BENEFÍCIOS MÚTUOS. Você está recebendo o manual do associado do programa de benefícios automotivos NEW PROTECTION com as garantias

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE ASSISTÊNCIA PROTEÇÃO A CARTÕES PLANO 1

CONDIÇÕES GERAIS DE ASSISTÊNCIA PROTEÇÃO A CARTÕES PLANO 1 CONDIÇÕES GERAIS DE ASSISTÊNCIA PROTEÇÃO A CARTÕES PLANO 1 1. QUADRO RESUMO DE SERVIÇOS ITEM SERVIÇOS LIMITES DO SERVIÇO 1 Assistência Global de Proteção a Cartões e Serviço de Solicitação de Cartão Substituto

Leia mais

ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 07 /2009

ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 07 /2009 1 - DO OBJETO ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 07 /2009 Contratação de empresa para fornecimento de seguro veicular de 03 (três) veículos pertencentes à Superintendência de Seguros Privados - SUSEP.

Leia mais

Assistência a Motocicletas Condições Gerais

Assistência a Motocicletas Condições Gerais Assistência a Motocicletas Condições Gerais 1. OBJETO DOS SERVIÇOS 1.1. Os serviços de assistência 24 horas a motocicletas são prestados pela DELPHOS 24 HORAS ASSISTÊNCIA A PESSOAS E BENS Ltda., inscrita

Leia mais

I SERVIÇOS RELATIVOS A VEÍCULOS

I SERVIÇOS RELATIVOS A VEÍCULOS RELAÇÃO DE SERVIÇOS DISPONIBILIZADOS PELO DETRAN NO ESPAÇO DA CIDADANIA DE TERESINA I SERVIÇOS RELATIVOS A VEÍCULOS 1 VISTORIA 2. Certificado de Registro de Veículo - CRV e/ou Certificado de Registro de

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO VEICULAR AAPROVEL II EDIÇÃO/2014

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO VEICULAR AAPROVEL II EDIÇÃO/2014 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO VEICULAR AAPROVEL II EDIÇÃO/2014 Nos termos do Estatuto Social da AAPROVEL, associação civil, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o Nº 18.391.406/0001-08,

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA AUTOMOTIVA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA AUTOMOTIVA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA AUTOMOTIVA PREÂMBULO Entre a LIDERANÇA e o ASSOCIADO constante no Termo de Adesão ao Programa de Proteção e Assistência Automotiva, firma-se contrato de

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA AUTOMOTIVA

REGULAMENTO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA AUTOMOTIVA REGULAMENTO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA AUTOMOTIVA PREÂMBULO Entre a PROTECT 24HS, doravante designada PROTECT 24HS e o ASSOCIADO constante no Termo de Adesão ao Programa de Proteção e Assistência

Leia mais

Regulamento PREÂMBULO

Regulamento PREÂMBULO PREÂMBULO Entre a Acred Auto, doravante designada Acred Auto e o ASSOCIADO constante no Termo de Adesão ao Programa de Proteção e Assistência Automotiva, firma-se Termo de Associação que se regula pelo

Leia mais

SEGURO-GARANTIA CONDIÇÕES GERAIS

SEGURO-GARANTIA CONDIÇÕES GERAIS SEGURO-GARANTIA CONDIÇÕES GERAIS 1. INFORMAÇÕES PRELIMINARES... 2 2. APRESENTAÇÃO... 2 3. ESTRUTURA DO CONTRATO DE SEGURO... 2 4. OBJETIVO DO SEGURO... 3 5. DEFINIÇÕES... 3 6. FORMA DE CONTRATAÇÃO... 4

Leia mais

Boas Vindas. É com enorme alegria e satisfação que ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO VEICULAR - EDCAR da boas vindas a VOCÊ nosso mais novo Associado!

Boas Vindas. É com enorme alegria e satisfação que ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO VEICULAR - EDCAR da boas vindas a VOCÊ nosso mais novo Associado! Boas Vindas É com enorme alegria e satisfação que ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO VEICULAR - EDCAR da boas vindas a VOCÊ nosso mais novo Associado! SUMÁRIO OBJETIVOS DA ASSOCIAÇÃO... PÁG. 02 ASSOCIADOS... PÁG.

Leia mais

ASPROITA GARANTIA ESPECIAL

ASPROITA GARANTIA ESPECIAL ÍNDICE ASPROITA 1 - GARANTIA ESPECIAL 2 - ACEITAÇÃO E VIGÊNCIA DE PROTEÇÃO DO VEÍCULO 3 - AVALIAÇÃO DE ADESÃO DO ASSOCIADO 4 - TRANSFERÊNCIA DE TITULARIDADE 5 - SUBSTITUIÇÃO DE VEÍCULO 6 - REINCIDÊNCIAS

Leia mais

REGULAMENTO DO ASSOCIADO ÍNDICE. Apresentação... 05. 1. Dos objetivos da MASTTER RIO... 06. 2. Dos associados... 06

REGULAMENTO DO ASSOCIADO ÍNDICE. Apresentação... 05. 1. Dos objetivos da MASTTER RIO... 06. 2. Dos associados... 06 REGULAMENTO DO ASSOCIADO ÍNDICE Apresentação... 05 1. Dos objetivos da MASTTER RIO... 06 2. Dos associados... 06 3. Cancelamento/ Desligamento... 08 4. Dos equipamentos, objetos dos benefícios da MASTTER

Leia mais

Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo ANEXO XIX. SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA

Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo ANEXO XIX. SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA ANEXO XIX. SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA Durante o prazo da CONCESSÃO, a CONCESSIONÁRIA deverá contratar e manter em vigor no mínimo as apólices de seguro a seguir indicadas, nas condições

Leia mais

ANEXO XV DIRETRIZES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA

ANEXO XV DIRETRIZES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA ANEXO XV DIRETRIZES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA Durante o prazo da CONCESSÃO, a CONCESSIONÁRIA deverá contratar e manter em vigor no mínimo as apólices de seguro a

Leia mais

Contrato de Comodato de Equipamentos

Contrato de Comodato de Equipamentos Contrato de Comodato de Equipamentos ELITEINFOR com sede na Cidade de Lagoa Grande / PE, na Rua Joaquim Nabuco, 175, Centro, CEP: 56395-000, inscrita no CNPJ sob n.º 13.636.627/0001-85, doravante denominado

Leia mais

BENEFÍCIOS AGSMB PREÂMBULO

BENEFÍCIOS AGSMB PREÂMBULO REGULAMENTO INTERNO DA ASSOCIAÇÃO GOIANA DE SOCORRO MÚTUO E BENEFÍCIOS AGSMB PREÂMBULO Senhor (a) Associado (a) este Regulamento Interno estabelece as regras para usufruir os benefícios oferecidos pela

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL. Dados bancários: Conta nº 929441-4 Agência nº: 3344-8 Banco nº: 001 Banco do Brasil CNPJ: 61.074.175/0001-38

PROPOSTA COMERCIAL. Dados bancários: Conta nº 929441-4 Agência nº: 3344-8 Banco nº: 001 Banco do Brasil CNPJ: 61.074.175/0001-38 Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Metropolitana de São Paulo Centro de Finanças e Suprimentos PREGÃO ELETRÔNICO Nº: 002/14CORE PROCESSO Nº: 008/14CORE OFERTA DE COMPRA: 380181000012014OC00014

Leia mais

REGULAMENTO DE ASSISTÊNCIA 24H MAPFRE WARRANTY. Não haverá franquia quilométrica para os serviços descritos nos itens abaixo: 1.

REGULAMENTO DE ASSISTÊNCIA 24H MAPFRE WARRANTY. Não haverá franquia quilométrica para os serviços descritos nos itens abaixo: 1. 1. DEFINIÇÕES Acidente: é a ocorrência de qualquer fato danoso e imprevisível produzido no veículo, tais como: colisão, abalroamento ou capotagem que provoque sua imobilização, tendo ou não resultado em

Leia mais

CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO DE COMPRAS. I -DEFINIÇÕES: para os fins deste CONTRATO, serão adotadas as seguintes definições:

CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO DE COMPRAS. I -DEFINIÇÕES: para os fins deste CONTRATO, serão adotadas as seguintes definições: CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO DE COMPRAS I -DEFINIÇÕES: para os fins deste CONTRATO, serão adotadas as seguintes definições: a) PASSA TEMPO ADMINISTRADORA DE CARTÃO LTDA., com sede na Rua

Leia mais

SUMÁRIO. CAPÍTULO I - DAS CONDIÇÕES GERAIS DE PARTICIPAÇÃO Pág. 2. CAPÍTULO II - DAS CONDIÇÕES PARA SOCORRO MÚTUO Pág. 5

SUMÁRIO. CAPÍTULO I - DAS CONDIÇÕES GERAIS DE PARTICIPAÇÃO Pág. 2. CAPÍTULO II - DAS CONDIÇÕES PARA SOCORRO MÚTUO Pág. 5 SUMÁRIO CAPÍTULO I - DAS CONDIÇÕES GERAIS DE PARTICIPAÇÃO Pág. 2 CAPÍTULO II - DAS CONDIÇÕES PARA SOCORRO MÚTUO Pág. 5 CAPÍTULO III - BENEFÍCIOS OFERECIDOS POR MEIO DO SOCORRO MÚTUO CAPÍTULO IV - SITUAÇÕES

Leia mais

PROTEÇÃO DE PATRIMÔNIO REGULAMENTO DO GRUPO DE ASSESSORIA DE ACIDENTES

PROTEÇÃO DE PATRIMÔNIO REGULAMENTO DO GRUPO DE ASSESSORIA DE ACIDENTES Associação dos Caminhoneiros do Estado de São Paulo e do Território Nacional A.C.A.S.P. PROTEÇÃO DE PATRIMÔNIO REGULAMENTO DO GRUPO DE ASSESSORIA DE ACIDENTES O presente documento tem escopo regulamentas

Leia mais

3.1 3.2. 3.2.3. A 3.3. 4. DA PROTEÇÃO CONCEDIDA E SUAS EXCLUSÕES

3.1 3.2. 3.2.3. A 3.3. 4. DA PROTEÇÃO CONCEDIDA E SUAS EXCLUSÕES Sumário 1. APRESENTAÇÃO... 3 1.1. Associativismo... 3 1.2. Amparo legal... 3 1.3 Criação do Regulamento... 3 1.3.1. Leitura integral do regulamento Imprescindível... 3 1.4 Telefones úteis... 4 2. OBJETIVOS...

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA AUTOMOTIVA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA AUTOMOTIVA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA AUTOMOTIVA PREÂMBULO Objetivo deste regulamento é estabelecer os parâmetros a serem seguido pelos associados, que exercem as atividades de proteção e responsabilidade

Leia mais

CIRCULAR SUSEP Nº 030, de 04 de junho de 1976

CIRCULAR SUSEP Nº 030, de 04 de junho de 1976 SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR SUSEP Nº 030, de 04 de junho de 1976 Aprova Condições Especiais do Seguro de Garantia para Cobertura das Operações de Empréstimos Hipotecários. O SUPERINTENDENTE

Leia mais

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Departamento Geral de Administração e Finanças

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Departamento Geral de Administração e Finanças Código de Classificação: 13.02.02.39 TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO Contratação de empresa especializada para a prestação de serviço de locação de veículos, com rastreador de frota, pelo prazo de 12 (doze)

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS ASSISTÊNCIA AUTOMÓVEL. Entende-se por Usuário, todo o condutor do veículo assistido, desde que tenham residência habitual no Brasil.

CONDIÇÕES GERAIS ASSISTÊNCIA AUTOMÓVEL. Entende-se por Usuário, todo o condutor do veículo assistido, desde que tenham residência habitual no Brasil. CONDIÇÕES GERAIS ASSISTÊNCIA AUTOMÓVEL ARTIGO 1 DEFINIÇÕES USUÁRIO: Entende-se por Usuário, todo o condutor do veículo assistido, desde que tenham residência habitual no Brasil. BENEFICIÁRIO: Entende-se

Leia mais

I - EMITENTE II - INTERVENIENTE(S) / AVALISTA(S) III - CARACTERÍSTICAS DO(S) PRODUTO(S) MARCA MODELO ANO/MODELO COR COMBUSTÍVEL

I - EMITENTE II - INTERVENIENTE(S) / AVALISTA(S) III - CARACTERÍSTICAS DO(S) PRODUTO(S) MARCA MODELO ANO/MODELO COR COMBUSTÍVEL Nº DA CÉDULA CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO I - EMITENTE II - INTERVENIENTE(S) / AVALISTA(S) III - CARACTERÍSTICAS DO(S) (S) MARCA MODELO ANO/MODELO COR COMBUSTÍVEL RENAVAN CHASSI PLACA NOTA FISCAL (CASO VEÍCULO

Leia mais

REGULAMENTO DE PROTEÇÃO AOS AUTOMÓVEIS DOS ASSOCIADOS DA COOPERLIDER - ASSOCIAÇÃO DE AUTOMÓVEIS E VEÍCULOS PESADOS.

REGULAMENTO DE PROTEÇÃO AOS AUTOMÓVEIS DOS ASSOCIADOS DA COOPERLIDER - ASSOCIAÇÃO DE AUTOMÓVEIS E VEÍCULOS PESADOS. REGULAMENTO DE PROTEÇÃO AOS AUTOMÓVEIS DOS ASSOCIADOS DA COOPERLIDER - ASSOCIAÇÃO DE AUTOMÓVEIS E VEÍCULOS PESADOS. entre os associados participantes do programa referente ao bem cadastrado na associação.

Leia mais

CONDIÇÕES DE FORNECIMENTO

CONDIÇÕES DE FORNECIMENTO CONDIÇÕES DE FORNECIMENTO I - Formalização e Aceitação do Pedido 1.1 - O Aceite será automático caso o fornecedor não faça uma recusa parcial ou total, Por escrito no prazo de 2(dois) após o recebimento

Leia mais

Apresentação. 2-DOS ASSOCIADOS 2.1 Documentos Necessários para se Associar a TOTAL CLUBE DE BENEFÍCIOS.

Apresentação. 2-DOS ASSOCIADOS 2.1 Documentos Necessários para se Associar a TOTAL CLUBE DE BENEFÍCIOS. Apresentação TOTAL CLUBE DE BENEFÍCIOS, que doravante passa a se dominar simplesmente de TOTAL, inscrita no CNPJ sob n 21.609.571/0001-06, que tem a finalidade de proporcionar aos seus associados, a ASSISTÊNCIA

Leia mais

Condições Contratuais Seguro Transporte Internacional Cobertura Básica Nº 21 Processo SUSEP nº 15414.901332/2014-22 Versão 1.0b 1

Condições Contratuais Seguro Transporte Internacional Cobertura Básica Nº 21 Processo SUSEP nº 15414.901332/2014-22 Versão 1.0b 1 Cobertura Básica Nº 21 PARA SEGUROS DE MERCADORIAS CONDUZIDAS POR PORTADORES Cláusula 1 Riscos Cobertos 1.1. A presente cobertura garante, ao Segurado, os prejuízos que venha a sofrer em conseqüência de

Leia mais

PROCEDIMENTOS DO SEGURADO EM CASO DE SINISTRO

PROCEDIMENTOS DO SEGURADO EM CASO DE SINISTRO PROCEDIMENTOS DO SEGURADO EM CASO DE SINISTRO 46 1. COLISÃO DO VEÍCULO SEGURADO Em caso de colisão, o Segurado deve atentar para as seguintes orientações: REGISTRO DE OCORRÊNCIA POLICIAL Para sua segurança

Leia mais