MELHORIAS NA GESTÃO DE DOMÍNIOS.ES. NicLine

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MELHORIAS NA GESTÃO DE DOMÍNIOS.ES. NicLine"

Transcrição

1 MELHORIAS NA GESTÃO DE DOMÍNIOS.ES NicLine É proibida a transformação ou o exercício de qualquer direito de autor deste documento, total ou parcial, sem a autorização prévia, e por escrito, da NicLine.

2 Introdução A partir do próximo dia 15 de Março, Red.es realizará uma série de modificações na gestão de domínios.es. A modificação consistirá na migração de toda a base de dados de domínios.es a um novo sistema de gestão de domínios, e portanto não haverá conexão com Red.es durante todo o tempo que durar a modificação de um processo a outro (umas 36 horas). Graças a estas modificações, tanto os usuários de domínios.es como os agentes registradores, poderão desfrutar de uma maior agilidade na gestão desta extensão. A seguir, lhe detalhamos as modificações que se introduzirão a partir da data acima indicada na gestão de domínios.es em contraposição aos processos anteriores. Também atualizamos nosso manual de CGIs que pode consultar acessando a seção Dados Documentação do seu Painel de Controle de RSP: Para qualquer outra dúvida acerca destes ou outros procedimentos, lhe recordamos que estamos à sua inteira disposição em:

3 REGISTRO O registro de domínios.es deve Será possível registrar domínios.es por 1, realizar-se por um ano. 2, 3, 4, 5 e 10 anos É possível registrar um domínio por 6 anos? O registro de domínios por 6, 7, 8 ou 9 anos não é possível. Os prazos de registro permitidos no processo de registro são de 1 a 5 anos e por 10 anos. Então, não posso ter um domínio registrado por 6 ou 7 anos? Sim, é possível mas não de forma direta no processo de registro. Se desejar registrar um domínio por 7 anos, deverá fazê-lo por 5 anos e a seguir realizar sua renovação por dois anos adicionais. Por quê não se permite o registro por um número de anos situado entre 5 e 10 anos? Trata-se de um requisito do gestor da base de dados dos domínios.es, nic.es, que assim definiu seu novo sistema de gestão de domínios. E posso registrar um domínio por mais de 10 anos? Não, só se pode registrar um domínio por um máximo de 10 anos. Tampouco é possível ampliar este prazo renovando o domínio por um número de anos adicionais. Quê vantagens tem para meus clientes esta melhoria no registro de domínios.es? As estatísticas demonstram que a taxa de renovação dos domínios registrados por mais de um ano é sensivelmente mais elevada que a dos domínios que foram registrados inicialmente por um ano. Os clientes que registram seus domínios por um prazo superior a um ano tendem a renová-los e estão mais familiarizados com os processos de renovação. Além disso, o sistema de expiração e baixa dos domínios.es se modifica neste processo com uma redução importante do prazo disponível para renovar o domínio (ver seção Renovação deste documento), de forma que o registro ou a renovação de um domínio por mais de um ano reduz a possibilidade de uma eliminação acidental de um domínio. Ao registrar um domínio.es, este passa O registro se realiza de forma imediata por diferentes fases até ser ativado Agora, quando solicito o registro de um domínio.es, este passa por diferentes fases até ser finalmente ativado (a ativação completa de um domínio pode demorar uns 10 ou 20 minutos). Contudo, com a nova gestão de domínios.es, o registro se realizará de forma imediata e se eliminarão, desta forma, os estados intermediários e as filas de solicitudes.

4 Quanto tempo tardará em realizar-se o registro de um domínio.es com o novo sistema de nomes de domínio implementado por Red.es? O registro se realizará de forma imediata, tanto em sua conta de distribuidor como em Red.es e poderá comprovar em sua Extranet que o domínio se encontra em estado Ativo imediatamente depois de seu registro. Para quê serviam os estados intermediários que se estavam usando até agora e as filas de solicitudes? Os distintos estados pelos que passava até agora um domínio.es no processo de registro (Em trâmite, Registro aprovado, etc.) consistiam em informação para uso interno de Red.es e não constituía portanto dados úteis para o titular, contatos ou o distribuidor do domínio. As filas de solicitudes se usavam para domínios de uso reservado para os quais determinados titulares tinham direito de realizar petições, mas deviam justificar seus direitos sobre a titularidade. A tramitação de tais pedidos se automatiza para sua realização em tempo real e se eliminam, desta forma, as filas. RENOVAÇÃO A renovação de domínios.es se deve Será possível renovar domínios.es por 1, realizar por um ano 2, 3, 4, 5 e 10 anos É possível renovar um domínio por 8 anos? Sim, é possível, mas não de forma direta no processo de renovação. Se desejar renovar um domínio por 8 anos, deverá fazê-lo por 5 anos e a seguir realizar a sua renovação por três anos adicionais. Por quê não se permite a renovação por um número de anos situado entre 5 e 10 anos? Trata-se de um requisito do gestor da base de dados dos domínios.es, nic.es, que assim definiu seu novo sistema de gestão de domínios. E posso renovar um domínio por mais de 10 anos? Não, só se pode renovar um domínio por um máximo de 10 anos. Tampouco é possível ampliar este prazo renovando o domínio por um número de anos adicionais. A renovação de domínios.es só é Será possível renovar domínios.es em possível 30 dias antes da data de qualquer momento expiração e até 29 dias depois Agora, só é possível renovar um domínio.es 30 dias antes da data de caducidade e até 29 dias depois de tal data. Graças às modificações introduzidas em Red.es, será possível solicitar a renovação em qualquer momento, sem ter que esperar aos 30 dias anteriores à data de caducidade.

5 Quê vantagens tem para meus clientes esta melhoria na renovação de domínios.es? Amplia-se o prazo no qual é possível a renovação de um domínio e se equipara a gestão das renovações desta extensão a outras como o.com de forma que a gestão é mais compreensível e transparente para os usuários de domínios. Os domínios.es não renovados antes Os domínios.es não renovados antes de de sua DC passam a EXPIRADO, 15 sua DC passam a EXPIRADO-HOLD o dia dias depois a EXPIRADO-HOLD, e 29 depois de caducar, e 10 dias depois a depois a BAIXA. BAIXA. Os domínios.es que não são renovados, o dia de sua DC passam a estado EXPIRADO e 15 dias depois a EXPIRADO-HOLD (cortado). Se 29 dias depois não tiver sido renovado, passariam a BAIXA. A partir de 15 de Março, passarão a estado EXPIRADO-HOLD o dia seguinte da data de caducidade. Permanecerão neste estado durante 10 dias, e depois disso o domínio será eliminado e ficará livre para um novo registro. Como será o fluxo de registro, caducidade e eliminação de um domínio.es a partir de 15 de Março? No seguinte gráfico se resume como será a renovação de um domínio.es a partir de 15 de Março.

6 Quê preço terá a renovação de um domínio em fase Recuperável, quer dizer, entre a data de expiração e a eliminação? O custo de renovação para os domínios neste estado será o mesmo que para uma renovação antes da data de expiração. Não se aplicará nenhuma taxa extra por renovações fora de prazo. Estarão operativos os domínios que não tenham sido renovados uma vez passada a data de expiração? Não, o dia de sua data de expiração, se um domínio não foi renovado, este ficará em estado cortado durante os 10 dias seguintes e, desta forma, não resolverá. Quê ocorrerá se me esqueço de renovar meu domínio e este expira? Uma vez passados os 10 dias posteriores à data de expiração, poderei recuperálo? Uma vez passados 10 dias depois da data de expiração, o domínio ficará livre para seu registro por qualquer usuário. Se se esquecer da renovação de algum domínio e este for eliminado por Red.es, só poderá recuperá-lo registrando-lhe de novo, se o mesmo ainda estiver livre. O prazo que disponho depois da data de expiração é muito curto. Como posso evitar esquecimentos na renovação de meus domínios? Recomendamos-lhe ativar a renovação automática de seus domínios. Desta forma os domínios de sua conta serão renovados 10 dias antes de sua data de expiração, evitando possíveis esquecimentos (especialmente em períodos de férias, feriados prolongados, etc.)

7 WHOIS O Whois mostra todos os dados de um Será mostrada uma versão simplificada domínio.es dos dados de um domínio.es Até agora, o Whois mostrava todos os dados do domínio (a não ser que o domínio tivesse ativado um serviço de Whois Privado).

8 Pelo contrário, a partir de 15 de Março, tanto no Whois de Red.es como em Whois.nicline.com, se mostrará uma versão simplificada dos dados dos domínios.

9 MODIFICAÇÃO DE DADOS As modificações de dados de um A modificação de um domínio.es será domínio.es passam por diferentes imediata fases antes de levar-se a cabo As modificações realizadas num domínio.es (mudança de contato, DNS, etc) ficam sujeitas à aceitação por parte de Red.es e, por tanto, não são imediatamente visíveis na base de dados do Registry (a realização efetiva de uma modificação com o sistema atual pode demorar uns 10 ou 20 minutos durante os quais não é possível realizar nenhuma nova ação sobre o mesmo). A partir do próximo dia 15 de Março, a modificação de um domínio.es será imediata e se eliminarão os estados intermediários, como ocorre no caso do registro. Os contatos de um domínio.es podem Os contatos de um domínio.es só podem ser pessoas físicas ou jurídicas ser pessoas físicas Com o sistema atual, um nome de domínio.es pode ter associado um contato administrativo, técnico ou de pagamento de tipo Pessoa física ou Pessoa moral indistintamente. Na tramitação de modificação de titularidade, este extremo podia induzir a erros ou demoras no processo já que, a efeitos de modificação de titularidade, o contato administrativo tinha que ser uma pessoa física. Com a nova gestão de domínios.es, para poder associar a um domínio um novo contato (seja administrativo, técnico ou de pagamento) o contato só poderá ser de tipo pessoa física.

WHOIS PRIVACY NicLine

WHOIS PRIVACY NicLine WHOIS PRIVACY NicLine É proibida a reprodução, transmissão, transformação, distribuição ou o exercício de qualquer direito autoral deste documento, total ou parcial, sem prévia autorização escrita da Nicline

Leia mais

Guia Reseller Onbile. Plano Reseller Basic

Guia Reseller Onbile. Plano Reseller Basic Guia Reseller Onbile Estimado Reseller, tens alguma dúvida sobre o funcionamento do Painel de Administração do Plano Reseller de Onbile? Então, a Guia Reseller Onbile é o que precisas! As seguintes páginas

Leia mais

FAQ Parking PPC de SEDO. NicLine

FAQ Parking PPC de SEDO. NicLine FAQ Parking PPC de SEDO NicLine É proibida a reprodução, transmissão, transformação, distribuição ou o exercício de qualquer direito autoral deste documento, total ou parcial, sem prévia autorização escrita

Leia mais

Índice. I Generalidades

Índice. I Generalidades Guia do RSP É proibida a reprodução, transmissão, transformação, distribuição ou o exercício de qualquer direito autoral deste documento, total ou parcial, sem prévia autorização escrita da Nicline Internet,

Leia mais

CATÁLOGO DE SERVIÇOS

CATÁLOGO DE SERVIÇOS Partner MASTER RESELLER CATÁLOGO DE SERVIÇOS SUPORTE TÉCNICO in1.com.br Explore Mundo! seu Conteúdo 1 - Objetivo 2 - Serviços prestados por meio do contrato de manutenção e suporte anual 2.1 - Primeira

Leia mais

Guia Reseller Onbile. Plano Reseller Basic

Guia Reseller Onbile. Plano Reseller Basic Guia Reseller Onbile Estimado Reseller, tens alguma dúvida sobre o funcionamento do Painel de Administração do Plano Reseller de Onbile? Então, a Guia Reseller Onbile é o que precisas! As seguintes páginas

Leia mais

Cenários do CEL. Acessar ao sistema

Cenários do CEL. Acessar ao sistema Cenários do CEL Acessar ao sistema Permitir que o usuário acesse ao Sistema de Léxicos e Cenários nas seguintes condições: logando-se, quando já estiver cadastrado; ou incluindo usuário independente, quando

Leia mais

Perguntas Frequentes. Atração de Jovens Talentos BJT

Perguntas Frequentes. Atração de Jovens Talentos BJT Perguntas Frequentes Atração de Jovens Talentos BJT Diretoria de Relações Internacionais Coordenação-Geral de Bolsas e Projetos CGBP Coordenação de Acompanhamento de Bolsistas no Exterior CBE Brasília,

Leia mais

Inicialmente gostaríamos de parabenizá-lo pela aprovação de sua proposta de doutorado em nosso Programa.

Inicialmente gostaríamos de parabenizá-lo pela aprovação de sua proposta de doutorado em nosso Programa. Prezado Bolsista, Inicialmente gostaríamos de parabenizá-lo pela aprovação de sua proposta de doutorado em nosso Programa. Para ajudá-lo na implementação de sua concessão, preparamos um guia que poderá

Leia mais

Plataforma Brasil Versão 3.0

Plataforma Brasil Versão 3.0 Plataforma Brasil Versão 3.0 Histórico de Revisão do Manual Versão do Sistema 3.0 Autor Data Descrição Assessoria Plataforma Brasil 29/06/2015 Criação do Documento OBS: Para sugestões, a fim de aprimorar

Leia mais

[MANUAL DE INTEGRAÇÃO PARA SITES DE MEMBROS]

[MANUAL DE INTEGRAÇÃO PARA SITES DE MEMBROS] 2011 [MANUAL DE INTEGRAÇÃO PARA SITES DE MEMBROS] Destinado a usuários que desejam vender conteúdo premium, disponível em sites de membros, através da plataforma Hotmart. Versão do documento: 1.0, 11/04/2011.

Leia mais

Normas do Sistema de Suspensão Rápida Uniforme (URS) em vigor a partir de 28 de junho de 2013

Normas do Sistema de Suspensão Rápida Uniforme (URS) em vigor a partir de 28 de junho de 2013 Normas do Sistema de Suspensão Rápida Uniforme (URS) em vigor a partir de 28 de junho de 2013 Estas Normas estão em vigor para todos os processos de URS. Os procedimentos de URS devem ser regidos por estas

Leia mais

Introdução Funcionalidades por perfil Advogado e Jus Postulandi Adicionar defensoria representante de uma parte Adicionar procuradoria representante

Introdução Funcionalidades por perfil Advogado e Jus Postulandi Adicionar defensoria representante de uma parte Adicionar procuradoria representante 1 Introdução Funcionalidades por perfil Advogado e Jus Postulandi Adicionar defensoria representante de uma parte Adicionar procuradoria representante de uma parte Detalhes do processo Representante processual

Leia mais

Guia de instalação. Configuração necessária Instalação e ativação

Guia de instalação. Configuração necessária Instalação e ativação Guia de instalação Configuração necessária Instalação e ativação Configuração necessária As aplicações da linha de produtos 4D v14 requerem como mínimo a seguinte configuração: Windows Mac OS Processador

Leia mais

Workflow de documentos eficiente e transparente com o

Workflow de documentos eficiente e transparente com o Workflow com o DocuWare Solution Info Workflow de documentos eficiente e transparente com o DocuWare As soluções de workflow para documentos com o DocuWare melhoram a organização de sua empresa; processos

Leia mais

2. Posso aderir aos serviços da Nacacomunik se residir nos Açores ou na Madeira? Sim.

2. Posso aderir aos serviços da Nacacomunik se residir nos Açores ou na Madeira? Sim. Nacacomunik e pré-seleção de operador 1. Porque é que a ACN se chama Nacacomunik Serviços de Telecomunicações, Lda. em Portugal? Como em Portugal já existiam duas empresas com o nome ACN, registámos a

Leia mais

Política Uniforme de Solução de Disputas Relativas a Nomes de Domínio

Política Uniforme de Solução de Disputas Relativas a Nomes de Domínio Política Uniforme de Solução de Disputas Relativas a Nomes de Domínio Política aprovada em 26 de agosto de 1999 Documentos de implementação aprovados em 24 de outubro de 1999 Versão em português da Organização

Leia mais

Manual SAGe Versão 1.2

Manual SAGe Versão 1.2 Manual SAGe Versão 1.2 Cadastramento de Usuário (a partir da versão 12.08.01 ) Conteúdo Introdução... 2 Cadastramento... 2 Desvendando a tela inicial... 4 Completando seus dados cadastrais... 5 Não lembro

Leia mais

Administração de Redes

Administração de Redes Administração de Redes DHCP Dynamic Host Configuration Protocol Prof. Fabio de Jesus Souza Professor Fabio Souza Introdução Principais parâmetros que devem ser configurados para que o protocolo TCP/IP

Leia mais

Juizado Especial Digital - Creta v2.6

Juizado Especial Digital - Creta v2.6 Tribunal Regional Federal - 5ª Região Juizado Especial Digital - Creta v2.6 I Índice Parte I Manual do Advogado 2 1 Acesso ao Sistema... 2 2 Petição... 3 Petição Inicial... 4 Petição Inicial... (1/5)

Leia mais

Sistema de Qualificação do Fornecedor (SQS)

Sistema de Qualificação do Fornecedor (SQS) Sistema de Qualificação do Fornecedor (SQS) Visibilidade global dos fornecedores Shell www.shell.com/supplier/qualification Nossa abordagem à pré-qualificação dos fornecedores O setor de contratos e aquisições

Leia mais

CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A Manual do Cliente Siga Seguro Versão Mai./12

CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A Manual do Cliente Siga Seguro Versão Mai./12 2 SIGA SEGURO MANUAL DO CLIENTE Bem-vindo à CAPEMISA. O SIGA SEGURO é um seguro de acidente pessoal coletivo por prazo certo, garantido pela CAPEMISA Seguradora de Vida e Previdência S/A. Prevenir é sempre

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO DO ODONTO TECHNOLOGY

MANUAL DE INSTALAÇÃO DO ODONTO TECHNOLOGY MANUAL DE INSTALAÇÃO DO ODONTO TECHNOLOGY 1 Índice I - Prefácio...3 II - Instalação do tipo servidor...4 III Obter o nome do computador servidor...17 IV Instalação do tipo cliente...19 V Como inserir a

Leia mais

Márcio Leandro Moraes Rodrigues. Frame Relay

Márcio Leandro Moraes Rodrigues. Frame Relay Márcio Leandro Moraes Rodrigues Frame Relay Introdução O frame relay é uma tecnologia de chaveamento baseada em pacotes que foi desenvolvida visando exclusivamente a velocidade. Embora não confiável, principalmente

Leia mais

FAQ REGISTRO DE INTERAÇÕES

FAQ REGISTRO DE INTERAÇÕES Sumário 1. O que são interações?... 3 2. Posso registrar uma interação com um parceiro?... 3 3. Posso registrar interações para empresas?... 3 4. Quando converso informalmente com um cliente, parceiro

Leia mais

e- SIC Manual do SIC

e- SIC Manual do SIC e- SIC Manual do SIC Sumário Introdução.. 3 O e-sic.. 4 Primeiro acesso.. 5 Perfis de usuário.. 6 Cadastro de usuário no e-sic.. 7 Alteração de dados de usuários.. 9 Atualização de dados do SIC.. 11 Registro

Leia mais

Perguntas frequentes do Samsung Drive Manager

Perguntas frequentes do Samsung Drive Manager Perguntas frequentes do Samsung Drive Manager Instalação P: Meu Disco Rígido Externo Samsung está conectado, mas nada está acontecendo. R: Verifique a conexão a cabo USB. Se seu Disco Rígido Externo Samsung

Leia mais

Atenção! Não está autorizada a reprodução deste material. Direitos reservados a Multilaser.

Atenção! Não está autorizada a reprodução deste material. Direitos reservados a Multilaser. 1 INTRODUÇÃO O sistema Multisync de GPS tem como finalidade atualizar os mapas para a última versão e resolver problemas relacionados a localização e navegação de endereços. Para isso selecione a opção

Leia mais

CONDIÇÕES PARTICULARES ENDEREÇOS IP SUPLEMENTARES. Última versão em data de 29/11/2012

CONDIÇÕES PARTICULARES ENDEREÇOS IP SUPLEMENTARES. Última versão em data de 29/11/2012 CONDIÇÕES PARTICULARES ENDEREÇOS IP SUPLEMENTARES ARTIGO 1: OBJETO Última versão em data de 29/11/2012 As presentes condições particulares complementam as condições gerais de serviço. Estas visam definir

Leia mais

INTRODUÇÃO ENTENDENDO O MODO CACHE

INTRODUÇÃO ENTENDENDO O MODO CACHE INTRODUÇÃO A Resolução nº 278/2011 PRES, modificada em parte pela Resolução nº 290/2012 PRES, regulamenta a utilização do correio eletrônico no âmbito da Justiça Federal da Terceira Região. Para atender

Leia mais

Manual do Usuário. Sistema de Gerenciamento de Projetos de Pesquisa

Manual do Usuário. Sistema de Gerenciamento de Projetos de Pesquisa Manual do Usuário Sistema de Gerenciamento de Projetos de Pesquisa Ministério da Educação Fundação Universidade Federal de Mato Grosso Secretaria de Tecnologias da Informação e da Comunicação Aplicadas

Leia mais

PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº DE 2014 (Do Sr. Luiz Fernando Machado)

PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº DE 2014 (Do Sr. Luiz Fernando Machado) PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº DE 2014 (Do Sr. Luiz Fernando Machado) Propõe que a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle com o auxílio do Tribunal de Contas da União e do Ministério Público

Leia mais

ESTADO DE PERNAMBUCO GOVERNO MUNICIPAL Prefeitura Municipal de Itapetim Gabinete do Chefe do Poder Executivo

ESTADO DE PERNAMBUCO GOVERNO MUNICIPAL Prefeitura Municipal de Itapetim Gabinete do Chefe do Poder Executivo Lei Ordinária Municipal n.º. 321/2015, de 06 de Outubro de 2015. Dispõe sobre a regulamentação do acesso a informação pública pelo cidadão no âmbito do Poder Executivo Municipal, cria norma de procedimento

Leia mais

Dia útil: significa um dia de trabalho, conforme definido pelo Provedor nas respectivas Normas suplementares.

Dia útil: significa um dia de trabalho, conforme definido pelo Provedor nas respectivas Normas suplementares. Normas do RRDRP Estas Normas estão em vigor para todos os processos de RRDRP. Os processos administrativos referentes a resolução de disputas nos termos do Procedimento de resolução de disputas de restrições

Leia mais

MANUAL OPERACIONAL. PTU Web

MANUAL OPERACIONAL. PTU Web MANUAL OPERACIONAL PTU Web Versão 8.0 24/08/2011 ÍNDICE Índice... 2 PTU Web... 4 O que é o PTU Web?... 4 Como acessar o PTU Web?... 4 Listagem de arquivos enviados e recebidos... 5 Unimeds disponíveis

Leia mais

MANUAL DO ADMINISTRADOR LOCAL. Entidade Municipal

MANUAL DO ADMINISTRADOR LOCAL. Entidade Municipal MANUAL DO ADMINISTRADOR LOCAL Entidade Municipal Abril / 2011 ÍNDICE Objetivos do Sistema de Registro de Integrado - REGIN... 3 Principais Módulos do Sistema... 4 Módulo Controle de Acesso... 5 Módulo

Leia mais

M U N I C Í P I O D E V A L E N Ç A C ÂM ARA MUNIC I PAL

M U N I C Í P I O D E V A L E N Ç A C ÂM ARA MUNIC I PAL REGULAMENTO MUNICIPAL DE ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO Nota justificativa Os municípios são autarquias locais que têm como objetivo primordial a prossecução dos interesses próprios e comuns dos respetivos

Leia mais

CONCURSO DE PRÁTICAS EXITOSAS. SAP - Sistema de Automação de Petições

CONCURSO DE PRÁTICAS EXITOSAS. SAP - Sistema de Automação de Petições CONCURSO DE PRÁTICAS EXITOSAS SAP - Sistema de Automação de Petições I. DESCRIÇÃO OBJETIVA O sistema de automação do processo de elaboração de petições é uma prática criada para possibilitar a elaboração

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS Se todos os computadores da sua rede doméstica estiverem executando o Windows 7, crie um grupo doméstico Definitivamente, a forma mais

Leia mais

FAQ Sistema Eletrônico de Informações SEI-MP

FAQ Sistema Eletrônico de Informações SEI-MP FAQ Sistema Eletrônico de Informações SEI-MP 1. Quem pode obter o acesso ao SEI-MP? O SEI-MP está disponível apenas para usuários e colaboradores internos do MP. Usuários externos não estão autorizados

Leia mais

Gestor de Reservas. Guia do Utilizador

Gestor de Reservas. Guia do Utilizador Gestor de Reservas Guia do Utilizador HomeAway Spain SL Todos os direitos reservados. Qualquer reprodução, incluindo parcial, distribuição ou transmissão sob qualquer forma (fotocópia, gravação ou outros

Leia mais

GUIA DE USO. Sobre o Moip

GUIA DE USO. Sobre o Moip GUIA DE USO Sobre o Moip Sobre o Moip 2 Qual o prazo de recebimento no Moip? Clientes Elo 7 possuem prazo de recebimento de 2 dias corridos, contados a partir da data de autorização da transação. Este

Leia mais

Quem pode utilizar o serviço?

Quem pode utilizar o serviço? O Serviço de obtenção de documentos (empréstimo interbibliotecário) permite a solicitação de documentos que não estão na biblioteca do Instituto Cervantes de Brasília, e enviar documentos do nosso acervo

Leia mais

Protocolo Eletrônico. Ministério da Justiça. Sistema Eletrônico de Informações

Protocolo Eletrônico. Ministério da Justiça. Sistema Eletrônico de Informações Protocolo Eletrônico Ministério da Justiça Sistema Eletrônico de Informações Sumário 1. Processo Eletrônico Nacional 2. Protocolo Eletrônico do Ministério da Justiça 3. Cadastro de Pessoa Física 4. Cadastro

Leia mais

Solução inovadora de premiação online e gerenciamento de campanhas

Solução inovadora de premiação online e gerenciamento de campanhas Solução inovadora de premiação online e gerenciamento de campanhas Campanha de Incentivos O que é uma campanha de incentivos? É uma ação planejada e orientada para motivar equipes de vendas, distribuidores,

Leia mais

e- SIC Manual do Cidadão

e- SIC Manual do Cidadão e- SIC Manual do Cidadão Sumário Introdução... 3 O e-sic... 4 Primeiro acesso... 5 Cadastrando-se no e-sic... 6 Acessando o e-sic... 7 Funções do e-sic... 8 Envio de avisos por e-mail pelo e-sic... 9 Como

Leia mais

e- SIC Manual do Cidadão

e- SIC Manual do Cidadão e- SIC Manual do Cidadão Sumário Introdução 3 O e-sic 4 Primeiro acesso 5 Cadastrando-se no e-sic 6 Acessando o e-sic 7 Funções do e-sic 8 Envio de avisos por e-mail pelo e-sic 9 Como fazer um pedido de

Leia mais

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE DOMÍNIOS

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE DOMÍNIOS O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE DOMÍNIOS A POP3 reuniu aqui as principais orientações para registro, renovação e transferência de domínios, entre outras questões que possam ajudar você a entender como funcionam

Leia mais

ESCLARECIMENTO. No item: 1.1. Prestação de Serviços: estamos com dúvidas nos seguintes itens:

ESCLARECIMENTO. No item: 1.1. Prestação de Serviços: estamos com dúvidas nos seguintes itens: TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO TOCANTINS COORDENADORIA DE LICITAÇÕES, CONTRATOS E CONVÊNIOS ESCLARECIMENTO Informo aos interessados em participar do Pregão Presencial nº 27/2010, que a empresa NTI- Distribuidora

Leia mais

Sobre a linha de apoio de compliance do Grupo Generali (EthicsPoint)

Sobre a linha de apoio de compliance do Grupo Generali (EthicsPoint) Sobre a linha de apoio de compliance do Grupo Generali (EthicsPoint) Denúncias - Geral Segurança das denúncias Confidencialidade e proteção de dados Sobre a linha de apoio de compliance do Grupo Generali

Leia mais

RELATÓRIO DE ESPECIFICAÇÃO DE REQUISITOS

RELATÓRIO DE ESPECIFICAÇÃO DE REQUISITOS RELATÓRIO DE ESPECIFICAÇÃO DE REQUISITOS LABORATÓRIO DE GESTÃO DE PROJECTO Carlos Frias Manuel Seixas Sérgio Junior FACULDADE DE ENGENHARIA UNIVERSIDADE DO PORTO 22 Março 2013 Filipe Mota Manuel Melo Tiago

Leia mais

Política WHOIS do Nome de Domínio.eu

Política WHOIS do Nome de Domínio.eu Política WHOIS do Nome de Domínio.eu 1/7 DEFINIÇÕES Os termos definidos nos Termos e Condições e/ou nas Normas de Resolução de Litígios do domínio.eu são utilizados no presente documento em maiúsculas.

Leia mais

Prezado Aluno. Semestralmente os alunos que contrataram o FIES devem realizar o aditamento (a renovação) do seu contrato de financiamento.

Prezado Aluno. Semestralmente os alunos que contrataram o FIES devem realizar o aditamento (a renovação) do seu contrato de financiamento. Prezado Aluno Semestralmente os alunos que contrataram o FIES devem realizar o aditamento (a renovação) do seu contrato de financiamento. Atente-se ao seu e-mail e aos informativos no site da PUCPR, Portal

Leia mais

ESTÁGIO PERGUNTAS E RESPOSTAS

ESTÁGIO PERGUNTAS E RESPOSTAS INTRODUÇÃO 1) Qual a legislação que regulamenta o estágio? Os estágios são regulamentados pela: 1.1 - Lei Federal 11.788, de 25 de setembro de 2008; 1.2 - Resolução USP Nº 5.528 de 18 de março de 2009

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS Consigo rastrear o minha Compra? Sim. As informações mais atualizadas sobre sua Compra e a situação de entrega de sua Compra estão disponíveis em Meus pedidos.

Leia mais

O Acordo de Madrid relativo ao Registro. Internacional de Marcas e o Protocolo. referente a este Acordo: Objetivos,

O Acordo de Madrid relativo ao Registro. Internacional de Marcas e o Protocolo. referente a este Acordo: Objetivos, O Acordo de Madrid relativo ao Registro Internacional de Marcas e o Protocolo referente a este Acordo: Objetivos, Principais Características, Vantagens Publicação OMPI N 418 (P) ISBN 92-805-1313-7 2 Índice

Leia mais

Escritório Digital. Perguntas frequentes. Perguntas gerais

Escritório Digital. Perguntas frequentes. Perguntas gerais Escritório Digital Perguntas frequentes Perguntas gerais O que é o Escritório Digital? O Escritório Digital é um software desenvolvido pelo CNJ em parceria com a OAB para integrar os diferentes sistemas

Leia mais

iconnect 3.3 Atualizações Pesquisa Dinâmica

iconnect 3.3 Atualizações Pesquisa Dinâmica iconnect 3.3 Atualizações Pesquisa Dinâmica Conteúdo iconnect 3.3 Atualizações Pesquisa Dinâmica... 3 1. Feedback do Cliente...3 1.1 Feedback do Cliente no Email da Pesquisa Dinâmica... 3 1.2 Página de

Leia mais

AplusixAdmin: administração do Aplusix 3 Manual de utilização

AplusixAdmin: administração do Aplusix 3 Manual de utilização AplusixAdmin: administração do Aplusix 3 Manual de utilização Novembro de 2010 Documento redigido com epsilonwriter Tradução em português por Marilena Bittar 1. Introdução 2. Janela principal 3. Manipulação

Leia mais

MANUAL DO SAHEC. Sistema de Agendamento de Horários para Elaboração de Cálculos

MANUAL DO SAHEC. Sistema de Agendamento de Horários para Elaboração de Cálculos MANUAL DO SAHEC Sistema de Agendamento de Horários para Elaboração de Cálculos VERSÃO 1.0 Outubro/2013 Manual do SAHEC Sindicato dos Médicos de São Paulo www.simesp.org.br Conteúdo 1. COMPATIBILIDADE COM

Leia mais

Versão 6.0.1 Melhorias Melhorias Versão 6.0.1

Versão 6.0.1 Melhorias Melhorias Versão 6.0.1 Versão 6.0.1 Novembro 2010 Versão 6.0.1 Funcionalidade Completa de Planejamento do Trabalho Através dessa funcionalidade o usuário pode planejar quais tarefas e quanto tempo destinará para trabalhar em

Leia mais

Footprints Service Core. Manual de uso do sistema

Footprints Service Core. Manual de uso do sistema Footprints Service Core Manual de uso do sistema Sumário Acessando o sistema... 3 Visão geral... 4 Criação de chamados... 5 Acompanhamento de chamados... 7 Compartilhamento de chamados... 8 Notificações...

Leia mais

SMS App Desktop. Manual Plataforma Desktop de Envio em Massa

SMS App Desktop. Manual Plataforma Desktop de Envio em Massa SMS App Desktop Manual Plataforma Desktop de Envio em Massa Para conseguir um correto funcionamento da aplicação web, por favor, leia com atenção o seguinte instrutivo. Igualmente, recomendamos ter uma

Leia mais

Manual do Usuário - Versão beta Última revisão 09/06/2011

Manual do Usuário - Versão beta Última revisão 09/06/2011 Manual do Usuário - Versão beta Última revisão 09/06/2011 2011 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO REITORA Maria Beatriz Moreira Luce VICE-REITOR Norberto Hoppen DIRETOR DO NTIC Diego Luís

Leia mais

Manual de Acesso e Utilização ao Safeweb enota NFSe

Manual de Acesso e Utilização ao Safeweb enota NFSe Manual de Acesso e Utilização ao Safeweb enota NFSe Safeweb enota NFSe Sistema de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Manual do Usuário - Versão 1.0.0 1. Sobre O enota NFSe é um sistema de emissão de Nota

Leia mais

Novo Formato de Logins Manual de Consulta

Novo Formato de Logins Manual de Consulta Gestão Integrada de Acessos Novo Formato de Logins Manual de Consulta Gestão Integrada de Acessos Histórico de Alterações Versão Descrição Autor Data 1.0 Versão inicial DSI/PPQ 2014-07-11 Controlo do documento

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA REGULAMENTO DA BIBLIOTECA 1. Funcionamento 1.1 A Biblioteca funciona de acordo com o calendário institucional. 1.2 Horário de funcionamento: de segunda à sexta-feira, de 7h30 às 22h20. A partir das 22h,

Leia mais

Manual do Utilizador. Impressoras de Rede / Sistemas Operativos Windows. Versão 1.3, Novembro de 2013

Manual do Utilizador. Impressoras de Rede / Sistemas Operativos Windows. Versão 1.3, Novembro de 2013 Manual do Utilizador Impressoras de Rede / Sistemas Operativos Windows Versão 1.3, Novembro de 2013 Quaisquer duvidas podem ser esclarecidas através do email: si@esmae-ipp.pt Serviços de Informática, ESMAE

Leia mais

(de acordo com o nº1 do artigo 41º do Decreto-Lei nº 145/2009 de 17 de junho e com o artigo 12º do Decreto-Lei nº189/2000) INTRODUÇÃO pág.

(de acordo com o nº1 do artigo 41º do Decreto-Lei nº 145/2009 de 17 de junho e com o artigo 12º do Decreto-Lei nº189/2000) INTRODUÇÃO pág. ORIENTAÇÕES PARA O REGISTO ON-LINE DE DISPOSITIVOS MÉDICOS, E DISPOSITIVOS MÉDICOS PARA DIAGNÓSTICO IN VITRO POR PARTE DOS DISTRIBUIDORES QUE OPEREM NO MERCADO NACIONAL (de acordo com o nº1 do artigo 41º

Leia mais

Boletim Técnico. Empresa. Vagas. Central de Estágio. Desenvolvimento/Procedimento. Acesse Atividades Acadêmicas Estágio Empresa

Boletim Técnico. Empresa. Vagas. Central de Estágio. Desenvolvimento/Procedimento. Acesse Atividades Acadêmicas Estágio Empresa Boletim Técnico Central de Estágio Produto : TOTVS Educacional 11.83.52 Processo : Central de Estágio Subprocesso : Não se aplica Data da publicação : 12/11/2013 A funcionalidade de Central de Estágio

Leia mais

GUIA DE CONFIGURAÇÃO SERVIDOR DHCP

GUIA DE CONFIGURAÇÃO SERVIDOR DHCP GUIA DE CONFIGURAÇÃO SERVIDOR DHCP GUIA DE CONFIGURAÇÃO SERVIDOR DHCP Servidor DHCP O Serviço de DHCP (Dynamic Host Configuration Protocol) permite que você controle a configuração e distribuição de endereços

Leia mais

Curso de Graduação em Administração. Administração da Produção e Operações I

Curso de Graduação em Administração. Administração da Produção e Operações I Curso de Graduação em Administração Administração da Produção e Operações I 22º Encontro - 11/05/2012 18:50 às 20:30h COMO SERÁ NOSSO ENCONTRO HOJE? - ABERTURA - CAPACIDADE E TURNOS DE TRABALHO. 02 Introdução

Leia mais

Realizando Vendas no site do Cartão BNDES

Realizando Vendas no site do Cartão BNDES Realizando Vendas no site do Cartão BNDES Fornecedor Atualizado em 16/07/2013 Pág.: 1/23 Introdução Este manual destina-se a orientar os fornecedores que irão registrar as vendas no site do Cartão BNDES,

Leia mais

Copyright 2015 Mandic Cloud Solutions - Somos Especialistas em Cloud. www.mandic.com.br

Copyright 2015 Mandic Cloud Solutions - Somos Especialistas em Cloud. www.mandic.com.br Sumário 1. Boas vindas... 4 2. Dashboard... 4 3. Cloud... 5 3.1 Servidores... 5 o Contratar Novo Servidor... 5 o Detalhes do Servidor... 9 3.2 Cloud Backup... 13 o Alteração de quota... 13 o Senha do agente...

Leia mais

A solução do BANCO i para aprovação de crédito

A solução do BANCO i para aprovação de crédito A solução do BANCO i para aprovação de crédito Autoria: Profª Sheila Madrid Saad Mestre em Administração de Empresas Universidade Presbiteriana Mackenzie Gislaine Stangalin Avelar Graduando em Administração

Leia mais

CARTILHA INSCRIÇÃO MUNICIPAL E REDESIM

CARTILHA INSCRIÇÃO MUNICIPAL E REDESIM CARTILHA INSCRIÇÃO MUNICIPAL E REDESIM 1- ATRAVÉS DA REDESIM PORTAL REGIN 1.1 -SOLICITAÇÃO DE INSCRIÇÃO MUNICIPAL ( EMPRESA SEM REGISTRO NA JUCEB) PASSO 1: PEDIDO DE VIABILIDADE DE INSCRIÇÃO A empresa

Leia mais

Sistema de Protocolo de Documentos SPDO

Sistema de Protocolo de Documentos SPDO Sistema de Protocolo de Documentos SPDO Manual do Usuário Elaborado por Consultor PNUD Fabiano Weimar dos Santos Supervisor Claudio Morale Contrato número 2011/000260 Versão 001 INTERLEGIS Comunidade Virtual

Leia mais

ÍNDICE APRESENTAÇÃO...3 PREENCHIMENTO DO PEDIDO DE VIABILIDADE E BUSCA PRÉVIA (CONSULTA PRÉVIA)...5 CONSULTA PEDIDO DE VIABILIDADE...13.

ÍNDICE APRESENTAÇÃO...3 PREENCHIMENTO DO PEDIDO DE VIABILIDADE E BUSCA PRÉVIA (CONSULTA PRÉVIA)...5 CONSULTA PEDIDO DE VIABILIDADE...13. Página 1 / 15 ÍNDICE APRESENTAÇÃO...3 PREENCHIMENTO DO PEDIDO DE VIABILIDADE E BUSCA PRÉVIA (CONSULTA PRÉVIA)...5 CONSULTA PEDIDO DE VIABILIDADE...13 Página 2 / 15 APRESENTAÇÃO O que é: O Sistema de Registro

Leia mais

Comportamento nas Organizações

Comportamento nas Organizações Comportamento nas Organizações Trabalho realizado por: Pedro Branquinho nº 1373 Tiago Conceição nº 1400 Índice Introdução... 3 Comportamento nas organizações... 4 Legislação laboral... 5 Tipos de contrato

Leia mais

Ao ligar o equipamento, você verá a mensagem abaixo, o objetivo dela é fazer a configuração mínima para LOGAR ao servidor da Internet.

Ao ligar o equipamento, você verá a mensagem abaixo, o objetivo dela é fazer a configuração mínima para LOGAR ao servidor da Internet. MANUAL DE OPERAÇÃO DO NET MACHINE VOCÊ NÃO NECESSITA MAIS DE UM COMPUTADOR PARA CONVERSAR COM ALGUÉM QUE ESTA NO MIRC NET MACHINE É UM PLACA ELETRÔNICA DE BAIXO CUSTO A PLACA TAMBEM PODE MANDAR E LER E-MAILS

Leia mais

1 Essa é a tela de login do Sistema de Atendimento Online, siga o passo a passo abaixo.

1 Essa é a tela de login do Sistema de Atendimento Online, siga o passo a passo abaixo. 1 Essa é a tela de login do Sistema de Atendimento Online, siga o passo a passo abaixo. 2 - Se esse é o seu primeiro cadastro, clique em Cadastre-se. Em seguida preencha os dados solicitados com Nome,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO

TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO 1.1. Prestação de serviços de suporte técnico em sistema de colaboração ZIMBRA. 2. DESCRIÇÃO GERAL DOS SERVIÇOS

Leia mais

Documento Provisório

Documento Provisório Alterações a taxas de IVA decorrentes das medidas aprovadas no Orçamento de Estado para 2012 Impacto nas aplicações itbase Versão 1.00 20 de Dezembro de 2012 Este documento foi elaborado segundo o novo

Leia mais

REGULAMENTOS PARA INTERNET, PEDIDOS POR CORREIO E GERAÇÃO DE CONTATOS (LEADS) NO BRASIL. Em vigor a partir 1 de novembro de 2003

REGULAMENTOS PARA INTERNET, PEDIDOS POR CORREIO E GERAÇÃO DE CONTATOS (LEADS) NO BRASIL. Em vigor a partir 1 de novembro de 2003 REGULAMENTOS PARA INTERNET, PEDIDOS POR CORREIO E GERAÇÃO DE CONTATOS (LEADS) NO BRASIL Em vigor a partir 1 de novembro de 2003 Estes regulamentos aplicam-se aos sites da web, programas de pedido pelo

Leia mais

CATÁLOGO DE APLICAÇÕES PEFIN SERASA

CATÁLOGO DE APLICAÇÕES PEFIN SERASA CATÁLOGO DE APLICAÇÕES PEFIN SERASA Objetivo Disponibilizar a opção de negativação dos clientes pessoas físicas e/ou jurídicas sobre dívidas não pagas. Fluxo Processo Página 2 de 14 Processo 1. PEFIN 1.1

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA DSI

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA DSI UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA DSI Gestor de Listas de Distribuição de Emails versão: 0.9.1 Nelson Rodrigues DSI 20-07-2010 ÍNDICE: Introdução... 3 Definição de Mailing List... 3 Grupos de endereços

Leia mais

Manual do Usuário GEFRE

Manual do Usuário GEFRE Manual do Usuário GEFRE Gestão de Frequência - Versão 1.2 Março, 2015 Página 1 de 84 Sumário Sumário... 2 Objetivo deste Manual do Usuário... 5 1. Instalação do GEFRE... 7 1.1. Configuração Mínima Recomendada...

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Classificação das Informações 5/5/2015 Confidencial [ ] Uso Interno [ X ] Uso Público ÍNDICE 1 OBJETIVO... 3 2 ABRANGÊNCIA... 3 3 CONCEITOS... 3 4 ESTRUTURA NORMATIVA...

Leia mais

Sua nova ferramenta para gerenciar campanhas de resultados e distribuir prêmios. www.paggapremios.com.br 4003-4733

Sua nova ferramenta para gerenciar campanhas de resultados e distribuir prêmios. www.paggapremios.com.br 4003-4733 Sua nova ferramenta para gerenciar campanhas de resultados e distribuir prêmios Campanha de Incentivos O que é uma campanha de incentivos? É uma ação planejada e orientada para motivar equipes de vendas,

Leia mais

Sistema de Chamados Protega

Sistema de Chamados Protega SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. REALIZANDO ACESSO AO SISTEMA DE CHAMADOS... 4 2.1 DETALHES DA PÁGINA INICIAL... 5 3. ABERTURA DE CHAMADO... 6 3.1 DESTACANDO CAMPOS DO FORMULÁRIO... 6 3.2 CAMPOS OBRIGATÓRIOS:...

Leia mais

Aranda SQL COMPARE. [Manual de Uso] Todos os direitos reservados Aranda Software www.arandasoft.com [1]

Aranda SQL COMPARE. [Manual de Uso] Todos os direitos reservados Aranda Software www.arandasoft.com [1] [1] Aranda SQL COMPARE Versão 1.0 Aranda Software Corporation 2002-2007. Todos os direitos reservados. Qualquer documentação técnica fornecida pela Aranda software Corporation é um produto registrado da

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS DIVISÃO DE CADASTRO DE RECURSOS HUMANOS

SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS DIVISÃO DE CADASTRO DE RECURSOS HUMANOS SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS DIVISÃO DE CADASTRO DE RECURSOS HUMANOS Março/2008 Sumário Sistema Automatizado de Consignação...3 PRconsig...3 Orientações

Leia mais

1 Natuur Online Cadastre-se Nome, Login E-mail Cadastrar.

1 Natuur Online Cadastre-se Nome, Login E-mail Cadastrar. 1 Essa é a tela de acesso do Natuur Online, clique aqui para acessar o site e siga o passo-apasso abaixo. Se esse é o seu primeiro acesso, clique em Cadastre-se. 2 - Preencha os dados solicitados com Nome,

Leia mais

Contato/Suporte = Para dúvidas ao efetuar o cadastro ou para acessar.

Contato/Suporte = Para dúvidas ao efetuar o cadastro ou para acessar. 1 Central Eletrônica de Integração e Informações (CEI) dos Atos Notariais e Registrais dos Cartórios Extrajudiciais do Estado de Mato Grosso Manual de Utilização da Central, Anoreg-MT Versão 1.2 Descrição

Leia mais

Versão 1.0. [08.02.2012] 2012, Portugal - Efacec Sistemas de Gestão S.A. Todos os direitos reservados. 1

Versão 1.0. [08.02.2012] 2012, Portugal - Efacec Sistemas de Gestão S.A. Todos os direitos reservados. 1 Copyright 2012 Efacec Todos os direitos reservados. Não é permitida qualquer cópia, reprodução, transmissão ou utilização deste documento sem a prévia autorização escrita da Efacec Sistemas de Gestão S.A.

Leia mais

Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e

Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e Sumário: 1. Orientações Gerais:... 3 1.1 Cadastros Básicos:... 3 1.2 Conhecimento de Transporte Eletrônico CTe:... 3 1.3 Tela inicial:... 4 2. CT-e (Conhecimento

Leia mais

REMATRÍCULA 2015.1 PERGUNTAS E RESPOSTAS

REMATRÍCULA 2015.1 PERGUNTAS E RESPOSTAS 1. Qual o período em que ocorrerá o REMOL Rematrícula Online? R: O REMOL ocorrerá do dia 26/01 ao dia 30/01. 2. Qual o período em que ocorrerá o ROL Requerimento Online? R: O ROL ocorrerá do dia 02/02

Leia mais

GESTÃO DE PESSOAS & RECURSOS HUMANOS IPEA, 21 de MAIO de 2014 - EXTRA Nº 05 INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA

GESTÃO DE PESSOAS & RECURSOS HUMANOS IPEA, 21 de MAIO de 2014 - EXTRA Nº 05 INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA Boletim GESTÃO DE PESSOAS & RECURSOS HUMANOS IPEA, 21 de MAIO de 2014 - EXTRA Nº 05 INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA PORTARIA nº 078, DE 20 DE MAIO DE 2014. Institui a sala de pesquisa em dados

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR

MANUAL DO UTILIZADOR MANUAL DO UTILIZADOR SISTEMA DE INFORMAÇÃO FORMAÇÃO CONTÍNUA (Art.21.º do Decreto-Lei n.º22/2014, de 11 de fevereiro) 6 de julho de 2015 Índice 1. ENQUADRAMENTO... 5 1.1 Objetivo... 5 1.2 Contactos Úteis...

Leia mais

Projeto Aeroportos Base CGH

Projeto Aeroportos Base CGH Projeto Aeroportos Base CGH Agenda Objetivo Metodologia Definição dos pontos focais Objetivo do Projeto Entender o processo das operações das bases TAM nos aeroportos, propor soluções visando otimizar

Leia mais