São Paulo, Estado Nº 1 do Brasil. Luciano Almeida Presidente 2 de junho de 2014

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "São Paulo, Estado Nº 1 do Brasil. Luciano Almeida Presidente 2 de junho de 2014"

Transcrição

1 São Paulo, Estado Nº 1 do Brasil Luciano Almeida Presidente 2 de junho de 2014

2 Missão Ser a porta de entrada para novos investimentos ou expansão dos negócios existentes, gerando inovação, emprego e renda, além da melhoria contínua da competitividade e da imagem do Estado de São Paulo

3 Áreas de Atuação Prospecção de Negócios Identificação de setores e empresas com potencial de investimento Projetos de Investimento Atendimento e consultoria às empresas Interlocução com instituições públicas e privadas para a viabilização dos investimentos Ações Institucionais Recepção de delegações estrangeiras e organização de missões internacionais Apoio e orientação às prefeituras municipais SP Ações para a Promoção da Competitividade Formação de mão-de-obra, Tributário, Inovação, Infraestrutura e Licenciamentos Estudo e proposição de políticas públicas Promoção da imagem do Estado de São Paulo no Brasil e no exterior

4 Etapas de Atendimento ao Projeto Necessidades do Projeto Definição de áreas Visitas às áreas Trâmites Ambientais, Infraestrutura, Tributários Anúncio Pedra Fundamental e Obras Inauguração Acompanhamento

5 SP em Mapas

6 Acordos de Cooperação Internacional Américas Europa Ásia EUA: R20 BRATECC Charlotte RP Canadá: Câmara de Comércio de Ontário Noruega: Câmara de Comércio Brasil- Noruega Reino Unido: UKTI HSBC Espanha: ICEX Câmara de Comércio Brasil- Espanha Portugal: AICEP Itália: ITALCAM Toscana Promozione República Tcheca: CzechInvest Coreia do Sul: Kotra Kobras Japão: JETRO Bank Tokyo-Mitsubishi UFJ China: Bank of China Invest Shenzhen

7 Programa inovador de intercâmbio Inglaterra Portugal Coréia do Sul Japão

8 Empresas Atendidas Investimentos R$ 22,9 bi Empregos Diretos anúncios

9 O Estado de São Paulo no Contexto Brasileiro

10 Comparação Brasil e São Paulo Participação São Paulo Território Km² Km² 3% População 193,9 41,9 milhões milhões 22% PIB nominal R$ 4,402 trilhões R$ 1,466 trilhões 33% PIB per capita R$ ,70 R$ ,38 50% maior Fonte: IBGE, Banco Central e SEADE

11 Participação dos Estado na Arrecadação e Repasse de Impostos Federais Arrecadação Repasse Saldo São Paulo R$ R$ ,84 -R$ RJ, MG, ES R$ R$ ,69 -R$ Sul R$ R$ ,11 -R$ DF R$ R$ ,21 -R$ Nordeste R$ R$ ,09 R$ Norte R$ R$ ,86 R$ Centro-oeste R$ R$ ,68 -R$ Total R$ R$ ,48 R$ São Paulo contribui com 41,4% da arrecadação de impostos federais Fonte: Secretaria da Receita Federal, Portal da Transparência, 2013

12 Vantagens Competitivas Maior Mercado Consumidor da AL Inovação Tecnológica Cadeia de Fornecedores Vantagens Competitivas Responsabilidade Ambiental Mão de Obra Qualificada Infraestrutura de Nível Mundial

13 As capitais brasileiras onde o consumo mais cresce Acréscimo de vendas no período de 2010 a (em R$ bilhões) 61,10 37,40 14,40 13,00 12,00 11,10 9,60 7,10 6,80 6,10 São Paulo - SP Rio de Janeiro - RJ Brasília - DF Belo Horizonte - MG Curitíba - PR Salvador - BA Fortaleza - CE Recife - PE Porto Alegre - RS Manaus - AM (1) Análise de 45 categorias de produtos Fonte: Revista Exame - McKinsey

14 Mapa do Mercado Consumidor R$ bilhões 382,3 379,1 50,2% 49,8% Interior Região metropolitana de SP Maior mercado consumidor do Brasil R$ 761,5 bilhões Fonte IPC marketing 2012

15 Participação da Indústria Paulista na fabricação Brasileira Setores selecionados 33,52% 67,83% 36,76% 47,77% 55,28% 58,13% 58,34% 72,92% 95,84% 60% Aparelhos eletromédicos e Equipamentos Produtos Equipamentos farmoquímicos derivados informática do e Máquinas Componentes eletroterapêuticos Produtos Biocombustíveis Aeronaves e equipamentos químicos eletrônicos e farmacêuticos comunicação periféricos petróleo equipamentos de irradiação Fonte: IBGE

16 Ensino Superior 577 instituições de ensino superior alunos matriculados São Paulo é responsável por 3 das melhores universidades da América Latina Maior formação de tecnólogos do Brasil - Fatec 59 mil estudantes 56 faculdades de tecnologia 65 cursos nos eixos industrial, serviços e agropecuário Fonte: USP, Unicamp. Unesp, INEP

17 Ensino Técnico instituições de ensino técnico alunos matriculados Maior programa de ensino profissionalizante do Brasil: Podem ser dados cursos elaborados de acordo com as necessidades das empresas Escolas Técnicas - Etecs 226 mil estudantes 211 escolas técnicas 124 cursos nos eixos industrial, serviços e agropecuário Fonte: Inep e Centro Paula Souza

18 Instituições Públicas de Ensino e Pesquisa Mais de 13% da arrecadação do Estado de São Paulo é investida em educação superior de alta qualidade, pesquisa e desenvolvimento. O Estado também abriga universidades e institutos federais. Fundação de Amparo à Pesquisa Científica e Tecnológica (Fapesp) 3 universidades que mais realizam pesquisas científicas no Brasil R$ 1 bilhão de orçamento anual USP, Unicamp e Unesp 19 institutos de pesquisa Referência Internacional 28 iniciativas de Parques Tecnológicos (SPTec) Capital e Interior

19 Investimento de verbas Estaduais em P&D (2011) 6.267,3 (em R$ milhões) SP Demais estados do Brasil 27% 73% 599,3 438,0 336,0 201,1 195,8 99,0 84,3 64,6 52,2 SP RJ PR MG SC BA RS PE CE AM Fonte:Coordenação-Geral de Indicadores(CGIN)- ASCAV/SEXEC - Ministério da Ciência e Tecnologia

20 Sistema Paulista de Parques Tecnológicos 28 iniciativas de implantação São José dos Campos São Carlos - Damha Campinas Piracicaba Ribeirão Preto Sorocaba Fonte: Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação.

21 Infraestrutura de Nível Mundial 19 das 20 melhores rodovias km de ferrovias 2 aeroportos internacionais 32 aeroportos regionais Maior porto da Am. do Sul 800 km de hidrovias Dutos nos polos industriais Maior Rede aeroportos das km de Km porto 20 de dutos de melhores hidrovias internacionais ferrovias nos 32 aeroportos regionais da polos Rodovias América industriais do do Brasil Sul Rodovias Ferrovias Hidrovias Dutos Aeroportos Regionais Aeroportos Internacionais Portos fluviais Portos Marítimos

22 São Paulo, um Estado Verde Matriz energética 55% renovável Vantagens competitivas para produção de energia com biomassa Novas oportunidades em mercados ecoinovadores Avançada estrutura de conservação da natureza 17,5% do Estado são áreas de preservação ambiental 27 Parques Estaduais 21 Estações Ecológicas 17 Estações Experimentais 13 Florestas Estaduais

23 Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) Ranking IFDM UF Ranking IFDM Ano Base 2010 Educação Nacional 1º SP Indaiatuba 0,9486 0,9394 0,9585 0,9479 2º SP São José do Rio Preto 0,9357 0,8941 0,9650 0,9479 3º SP Itatiba 0,9276 0,9167 0,9330 0,9332 4º SP Amparo 0,9259 0,8748 0,9525 0,9503 5º SP Barueri 0,9258 0,8865 0,9525 0,9385 6º SP Ribeirão Preto 0,9230 0,9223 0,9258 0,9209 7º SP Marília 0,9195 0,8449 0,9825 0,9311 8º SP Louveira 0,9194 0,8611 0,9681 0,9291 9º SP Jundiaí 0,9171 0,8983 0,9276 0, º SP Paulínia 0,9159 0,8551 0,9675 0, º SP Bauru 0,9127 0,8964 0,9402 0, º SP Campinas 0,9117 0,8954 0,9136 0, º SP Santos 0,9108 0,8689 0,9400 0, º SP Valinhos 0,9107 0,9318 0,8916 0, º RS Bento Gonçalves 0,9102 0,9474 0,8471 0, º SP Bragança Paulista 0,9097 0,9075 0,9088 0, º SP Araraquara 0,9092 0,8465 0,9600 0, º SP Americana 0,9091 0,8453 0,9700 0, º SP São Caetano do Sul 0,9072 0,8206 0,9675 0, º SP Atibaia 0,9067 0,9102 0,9286 0,8813 IFDM Emprego & Renda Das 20 primeiras cidades do Ranking 19 estão no Estado de São Paulo Saúde

24 Ranking brasileiro de Competitividade para Investimentos Economist Intelligence Unit The Economist

25 47,7 47,1 44,2 43,1 43,1 42,8 42,8 40,8 39,2 36,6 Ranking Geral CLASSIFICAÇÃO MUITO BOM BOM MODERADO RUIM #1 77,1 71,8 62,8 60,5 59,5 54,7 Escala 100 para o melhor, 0 para o pior 33, ,8 30,2 29,7 28,8 28,1 27,8 23,5 22,6 17,7 SP RJ MG RS PR SC DF ES BA AM MS GO MT PE CE SE PA PB RO AL RN TO AC RR MA PI AP Fonte: The Economist, Centro de Liderança Pública e Veja

26 Recursos Humanos CLASSIFICAÇÃO MUITO BOM BOM MODERADO RUIM #1 91,7 83, ,7 66,7 58, ,7 41,7 41,7 41,7 33,3 33,3 33,3 33, Escala 100 para o melhor, 0 para o pior 16,7 16,7 16,7 16,7 16,7 16,7 8,3 8,3 8,3 SP RJ MG PR RS SC DF ES AM BA GO MT CE MS PE RO PA RN AC AL AP PB RR SE MA PI TO Fonte: The Economist, Centro de Liderança Pública e Veja

27 Qualidade das estradas CLASSIFICAÇÃO MUITO BOM BOM MODERADO RUIM # Escala 100 para o melhor, 0 para o pior SP PR RJ RS BA DF PB SC AL ES MG PI RN RO SE AC AM AP CE GO MA MS MT PA PE RR TO Fonte: The Economist, Centro de Liderança Pública e Veja

28 Inovação CLASSIFICAÇÃO MUITO BOM BOM MODERADO RUIM # Escala 100 para o melhor, 0 para o pior SP RJ MG RS SC AM PR BA PE CE GO MS MT SE AL DF ES PA PB TO MA RN AC AP PI RO RR Fonte: The Economist, Centro de Liderança Pública e Veja

29 Um dos menores índices estaduais de óbito por arma de fogo Taxa de óbito por arma de fogo (por 100 mil hab) por UF 55,3 32,8 34,4 34,6 30,3 18,9 19,9 20,6 22,0 23,0 23,6 25,0 25,3 26,4 26,4 7,1 8,0 8,5 9,3 10,0 10,5 13,4 13,8 14,5 15,8 16,3 39,4 RR PI SC SP AC TO MG MA MS AP RS AM MT RN GO SE RO CE DF PR RJ PE PB BA PA ES AL Fonte: Mapa da violência 2013 (ano base 2010)

30 Grandes Eventos

31 Grandes Eventos Copa do Mundo 2014 R$ 300 milhões de investimentos estaduais em obras viárias na região da arena Estádio de abertura do mundial para 65 mil torcedores Incremento de 42 mil quartos de hotéis para 50 mil Olímpiadas 2016 R$ 28,8 bilhões até 2016 R$ 23,23 bilhões em infraestrutura R$ 5,62 bilhões para operacionalização São Paulo poderá receber alguns jogos das Olimpíadas

32 Obrigado! Luciano Almeida Presidente Telefone: SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Inovação. no Estado de São Paulo. Políticas Públicas para a promoção da Ciência, Tecnologia e

Inovação. no Estado de São Paulo. Políticas Públicas para a promoção da Ciência, Tecnologia e Políticas Públicas para a promoção da Ciência, Tecnologia e no Estado de São Paulo Inovação Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia Subsecretaria de Ciência e Tecnologia Outubro/2013

Leia mais

São Paulo, Estado Nº 1 do Brasil

São Paulo, Estado Nº 1 do Brasil São Paulo, Estado Nº 1 do Brasil Sérgio Costa Diretor 1 de dezembro de 2014 Missão Ser a porta de entrada para novos investimentos ou expansão dos negócios existentes, gerando inovação, emprego e renda,

Leia mais

São Paulo, Estado Nº 1 do Brasil. Sérgio Costa Diretor Abril 2014

São Paulo, Estado Nº 1 do Brasil. Sérgio Costa Diretor Abril 2014 São Paulo, Estado Nº 1 do Brasil Sérgio Costa Diretor Abril 2014 Missão Ser a porta de entrada para novos investimentos ou expansão dos negócios existentes, gerando inovação, emprego e renda, além da melhoria

Leia mais

Investe São Paulo. Campinas, 17 de março de 2015

Investe São Paulo. Campinas, 17 de março de 2015 Investe São Paulo Campinas, 17 de março de 2015 Missão Ser a porta de entrada para novos investimentos e a expansão dos negócios existentes, gerando inovação tecnológica, emprego e renda. Promover a competitividade

Leia mais

Desenvolvimento Econômico, Ciência e Inovação

Desenvolvimento Econômico, Ciência e Inovação Desenvolvimento Econômico, Ciência e Inovação Rodrigo Garcia Secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência,Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo www.desenvolvimento.sp.gov.br Brasil Contexto

Leia mais

Os Desafios do Estado na implementação dos Parques Tecnológicos

Os Desafios do Estado na implementação dos Parques Tecnológicos Os Desafios do Estado na implementação dos Parques Tecnológicos Marcos Cintra Subsecretário de Ciência e Tecnologia Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia Outubro/2013 Brasil 7ª

Leia mais

São Paulo, Estado Nº 1 do Brasil. Luciano Almeida Presidente

São Paulo, Estado Nº 1 do Brasil. Luciano Almeida Presidente São Paulo, Estado Nº 1 do Brasil Luciano Almeida Presidente Missão Ser a porta de entrada para novos investimentos ou expansão dos negócios existentes, gerando inovação, emprego e renda, além da melhoria

Leia mais

Oportunidades e atração de investimentos para o setor de P&G no Estado de São Paulo. Luciano Almeida Presidente 22 de agosto de 2013

Oportunidades e atração de investimentos para o setor de P&G no Estado de São Paulo. Luciano Almeida Presidente 22 de agosto de 2013 Oportunidades e atração de investimentos para o setor de P&G no Estado de São Paulo Luciano Almeida Presidente 22 de agosto de 2013 Missão Ser a porta de entrada para novos investimentos ou expansão dos

Leia mais

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1)

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) ANEXO I BICICLETA ESCOLAR Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) Assunto: Adesão à ata de registro de preços nº 70/2010 do pregão eletrônico nº 40/2010. 1 2 BICICLETA 20 - AC,

Leia mais

PESQUISA DE EXPEDIENTE - NATAL E ANO NOVO

PESQUISA DE EXPEDIENTE - NATAL E ANO NOVO NORTE REGIÃO NORDESTE PESQUISA DE EXPEDIENTE - NATAL E ANO NOVO UF FRANQUIA CIDADE 24/12/2016 -SÁBADO 31/12/2016 - SÁBADO AL 562 MACEIÓ ATENDIMENTO NORMAL ATENDIMENTO NORMAL BA 636 BARREIRAS BA 605 VITÓRIA

Leia mais

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 52 A CRISE DOS ANOS 80 COMO BASE PARA O NEOLIBERALISMO

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 52 A CRISE DOS ANOS 80 COMO BASE PARA O NEOLIBERALISMO GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 52 A CRISE DOS ANOS 80 COMO BASE PARA O NEOLIBERALISMO Como pode cair no enem? (UNESP) O processo de desconcentração industrial no estado de São Paulo, iniciado na década de

Leia mais

Mortos e Acidentes por Unidade Federativa

Mortos e Acidentes por Unidade Federativa e Acidentes por Unidade Federativa - 2016 Data: 23/05/2017 FILTROS: Veículos: Todos, Caminhões, Ônibus Valores: Absolutos Estado: Todos BR: Todas Estados com maior número de mortes e acidentes - 2016 Este

Leia mais

Inovação. no Estado de São Paulo. Políticas Públicas para a promoção da Ciência, Tecnologia e

Inovação. no Estado de São Paulo. Políticas Públicas para a promoção da Ciência, Tecnologia e Políticas Públicas para a promoção da Ciência, Tecnologia e no Estado de São Paulo Inovação Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia Subsecretaria de Ciência e Tecnologia Vantagens

Leia mais

Incentivos para a Expansão da Oferta e Desenvolvimento da Demanda por Gás Natural

Incentivos para a Expansão da Oferta e Desenvolvimento da Demanda por Gás Natural Incentivos para a Expansão da Oferta e Desenvolvimento da Demanda por Gás Natural Workshop Perspectivas para o Setor de Gás Natural no Brasil São Paulo, 31 de outubro de 2016 José Mauro Coelho Diretoria

Leia mais

Micro e Pequenas Empresas Brasil RAE. Outubro/ /

Micro e Pequenas Empresas Brasil RAE. Outubro/ / Taxa de Sobrevivência Micro e Pequenas Empresas Brasil Outubro/2011 1 Nova Metodologia: Erro ZERO Antiga Metodologia Nova Metodologia Pesquisa de campo com empresas Entrevista com empresários Amostra (2

Leia mais

Estado de São Paulo Destaques e Oportunidades

Estado de São Paulo Destaques e Oportunidades Estado de São Paulo Destaques e Oportunidades Perfil Econômico de São Paulo Estado de São Paulo 32% do PIB do Brasil (R$ 1,9 trilhão) 44 milhões de habitantes (12 milhões na capital) 645 municípios Produtor

Leia mais

Movimentação das Empresas do Segmento Julho 2011

Movimentação das Empresas do Segmento Julho 2011 Movimentação das Empresas do Segmento Julho 2011 Índice 1. Consolidado Brasil... 03 2. Acumulado Brasil... 06 3. Consolidado por Região... 08 4. Consolidado por Estado... 14 5. Consolidado Brasil Comparativo

Leia mais

Movimentação das Empresas do Segmento Abril 2011

Movimentação das Empresas do Segmento Abril 2011 Movimentação das Empresas do Segmento Abril 2011 Índice 1. Consolidado Brasil... 03 2. Acumulado Brasil... 06 3. Consolidado por Região... 08 4. Consolidado por Estado... 14 5. Consolidado Brasil Comparativo

Leia mais

INFORME SARGSUS. Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde

INFORME SARGSUS. Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde INFORME SARGSUS Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde 1 ESFERA MUNICIPAL 1.1 Relatório de Gestão Ano 2013 Até a presente data,

Leia mais

A economia do Rio de Janeiro Estado e Capital

A economia do Rio de Janeiro Estado e Capital A economia do Rio de Janeiro Estado e Capital William Figueiredo Divisão de Estudo Econômicos do Rio de Janeiro (DIERJ) Gerência de Estudos Econômicos (GEE) Rio de Janeiro, 27 de junho de 2017 Estado do

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA Nível superior Cargo 1: Contador DF Brasília/Sede da Administração Central 35 1820 52,00 Nível médio Cargo 2: Agente Administrativo AC Rio Branco/Sede da SRTE 2 1496 748,00 Nível médio Cargo 2: Agente

Leia mais

Movimentação das Empresas do Segmento Junho 2010

Movimentação das Empresas do Segmento Junho 2010 Movimentação das Empresas do Segmento Junho 2010 Índice 1. Consolidado Brasil... 03 2. Acumulado Brasil... 05 3. Consolidado por Região... 06 4. Consolidado por Estado... 09 5. Consolidado Brasil Comparativo

Leia mais

PROINFÂNCIA. Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil

PROINFÂNCIA. Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil BAHIA- BA * Obras Aprovadas 8192 4096 2048 1024 512 256 128 64 32 16 8 4 2 1 PROINFÂNCIA

Leia mais

Dados sobre violência e sobre a campanha do desarmamento no Brasil

Dados sobre violência e sobre a campanha do desarmamento no Brasil Dados sobre violência e sobre a campanha do desarmamento no Brasil As armas de fogo mataram cerca de 266 mil brasileiros na década de 90 A taxa média é de 19,4 mortes por arma de fogo em 100 mil habitantes.

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES Acessos Quantidade de Acessos no Brasil Dividido por Tecnologia/Velocidade/UF

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES Acessos Quantidade de Acessos no Brasil Dividido por Tecnologia/Velocidade/UF AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES Acessos Quantidade de Acessos no Brasil Dividido por Tecnologia/Velocidade/UF UF Tecnologia Velocidade Quantidade de Acessos AC ATM 12 Mbps a 34Mbps 3 AC ATM 34 Mbps

Leia mais

SiSUTEC. 2014/2 (3ª edição) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

SiSUTEC. 2014/2 (3ª edição) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica SiSUTEC 2014/2 (3ª edição) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Brasília, julho de 2014 Pronatec Mais de 7,59 milhões de matrículas realizadas até julho de 2014: 2,16

Leia mais

PROGRAMA DE FISCALIZAÇÃO EM ENTES FEDERATIVOS 2º CICLO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO

PROGRAMA DE FISCALIZAÇÃO EM ENTES FEDERATIVOS 2º CICLO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO PROGRAMA DE FISCALIZAÇÃO EM ENTES FEDERATIVOS 2º CICLO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO UF / Ação de Governo Valor a ser Fiscalizado AC R$ 99.891.435,79 Apoio à Alimentação Escolar na Educação Básica (PNAE) R$

Leia mais

Estudo mostra que avanços em saneamento básico das Capitais nos últimos 5 anos foi insuficiente para tirar o Brasil do atraso histórico

Estudo mostra que avanços em saneamento básico das Capitais nos últimos 5 anos foi insuficiente para tirar o Brasil do atraso histórico Estudo mostra que avanços em saneamento básico das Capitais nos últimos 5 anos foi insuficiente para tirar o Brasil do atraso histórico Com números do Ministério das Cidades ano base 2015 levantamento

Leia mais

Dados Demográficos: Grandes Regiões, Estados e Municípios. Boletim Técnico Gonçalves & Associados Edição 04 - Maio/2013.

Dados Demográficos: Grandes Regiões, Estados e Municípios. Boletim Técnico Gonçalves & Associados Edição 04 - Maio/2013. Estudo de Perfil do Consumidor Potencial Brasil - Dados Demográficos: Grandes Regiões, Estados e Municípios Boletim Técnico Gonçalves & Associados Edição 04 - Maio/ Edição 2009 www.goncalvesassociados.com

Leia mais

Demanda por Investimentos em Mobilidade Urbana Brasil/ ª Semana de Tecnologia Metroferroviária - AEAMESP setembro/2015

Demanda por Investimentos em Mobilidade Urbana Brasil/ ª Semana de Tecnologia Metroferroviária - AEAMESP setembro/2015 Demanda por Investimentos em Mobilidade Urbana Brasil/2014 21ª Semana de Tecnologia Metroferroviária - AEAMESP setembro/2015 AS PERGUNTAS Qual é o DÉFICIT de Infraestrutura de Mobilidade Urbana do BRASIL?

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO CAPITALIZAÇÃO

MERCADO BRASILEIRO CAPITALIZAÇÃO MERCADO BRASILEIRO CAPITALIZAÇÃO I BIMESTRE -2013 1 INTRODUÇÃO: Esse estudo está baseado nos números divulgados pela SUSEP através do sistema SES referente ao mês de janeiro de 2013. Esses dados são calcados

Leia mais

MOBILIDADE URBANA. Mauricio Muniz Barretto de Carvalho Secretário do PAC

MOBILIDADE URBANA. Mauricio Muniz Barretto de Carvalho Secretário do PAC MOBILIDADE URBANA Mauricio Muniz Barretto de Carvalho Secretário do PAC O QUE O GOVERNO FEDERAL JÁ FEZ Sanção da Política Nacional de Mobilidade Urbana (Lei 12.587/2012) Desoneração das tarifas do transporte

Leia mais

Seminário Empresarial Brasil-China Investimentos em Infraestrutura Ferroviária

Seminário Empresarial Brasil-China Investimentos em Infraestrutura Ferroviária Seminário Empresarial Brasil-China Investimentos em Infraestrutura Ferroviária Paulo Sérgio Passos Ministro de Estado dos Transportes Brasília, 16.07.2014 Brasil e China: Economias Complementares China

Leia mais

São Paulo State in the Brazilian Context

São Paulo State in the Brazilian Context São Paulo State in the Brazilian Context Brazil and São Paulo Comparison São Paulo s Share Territory 8.515.000 248.000 Km² Km² 3% Population 193.9 41.9 million million 22% GDP nominal US$ 2.475 billion

Leia mais

Desafios Atuais do Ministério da Saúde para o Tratamento da Hepatite C no Brasil

Desafios Atuais do Ministério da Saúde para o Tratamento da Hepatite C no Brasil Desafios Atuais do Ministério da Saúde para o Tratamento da Hepatite C no Brasil Elisa Cattapan Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de DST, AIDS e Hepatites Virais Coordenação

Leia mais

ANEXO I QUADRO DE VAGAS E LOCALIDADES

ANEXO I QUADRO DE VAGAS E LOCALIDADES ANEXO I QUADRO DE VAGAS E LOCALIDADES Referência: Vagas Provimento imediato de vagas e formação de Cadastro de Reserva. Vagas PD Vagas Reservadas para os candidatos Portadores de Deficiência. 1. Diretoria

Leia mais

Programa SENAI de Apoio à Competitividade da Indústria Brasileira

Programa SENAI de Apoio à Competitividade da Indústria Brasileira Programa SENAI de Apoio à Competitividade da Indústria Brasileira SENAI Departamento Nacional Brasília, de Novembro de 204 Bilhões US$ FOB Desenvolvimento da Balança Comercial Brasileira Déficit recorde

Leia mais

Relatório de Dados do Programa de Microcrédito 2º. Trimestre de 2012

Relatório de Dados do Programa de Microcrédito 2º. Trimestre de 2012 Ministério do Trabalho e Emprego Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado Relatório de Dados do Programa de Microcrédito 2º. de 2012 1. Resultados do Programa de Microcrédito no 2 de 2012.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO Quantidade de graduandos e matriculados no periodo de 2006 a 205 por curso e polo. - UF/Polo Condicao Auditiva Total Ano de ingresso: 2006

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PANORAMA ECONÔMICO

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PANORAMA ECONÔMICO ESTADO DO RIO DE JANEIRO PANORAMA ECONÔMICO Maio/2015 Investidores Municípios Geolocalização Soluções tributárias Suporte na implantação e na ampliação Criação de Distritos Industriais Projetos especiais

Leia mais

DEMANDA DE CANDIDATOS POR CARGO / UF NÍVEL SUPERIOR

DEMANDA DE CANDIDATOS POR CARGO / UF NÍVEL SUPERIOR EM CARGOS DE E DE NÍVEL INTERMEDIÁRIO Administrador AC 1 14 14.00 Administrador AL 1 53 53.00 Administrador AP 1 18 18.00 Administrador BA 1 75 75.00 Administrador DF 17 990 58.24 Administrador MT 1 55

Leia mais

INTELIGÊNCIA DE MERCADO

INTELIGÊNCIA DE MERCADO INTELIGÊNCIA DE MERCADO INTELIGÊNCIA DE MERCADO ABF BANCO DE DADOS ABF / SISTEMA DE BI (BUSINESS INTELLIGENCE) Possibilita a extração em tempo real de dados específicos da marca, do segmento e do setor

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO CAPITALIZAÇÃO

MERCADO BRASILEIRO CAPITALIZAÇÃO MERCADO BRASILEIRO CAPITALIZAÇÃO JAN -2013 1 INTRODUÇÃO: Esse estudo está baseado nos números divulgados pela SUSEP através do sistema SES referente ao mês de janeiro de 2013. Esses dados são calcados

Leia mais

4ª Pesquisa Nacional de Ataques a Bancos 2012

4ª Pesquisa Nacional de Ataques a Bancos 2012 4ª Pesquisa Nacional de Ataques a Bancos 2012 Fonte: Notícias da imprensa, SSP e sindicatos Apoio: Sindicato dos Vigilantes de Curitiba e Região Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região Fetec-CUT(PR)

Leia mais

O segmento de habitação popular possui fundamentos sólidos baseados em 4 pilares...

O segmento de habitação popular possui fundamentos sólidos baseados em 4 pilares... O segmento de habitação popular possui fundamentos sólidos baseados em 4 pilares... Pilar 1: Déficit habitacional Pilar 2: Crédito ao Comprador Programa MCMV Pilar 3: Demografia Pilar 4: Aumento da Renda

Leia mais

Disque Denúncia Nacional de Abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes: Disque 100

Disque Denúncia Nacional de Abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes: Disque 100 Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República Subsecretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente Programa Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual Contra Crianças

Leia mais

FINANCIAMENTO DOS MUNICÍPIOS DO BRASIL Um balanço o entre aspectos sociais e econômicos

FINANCIAMENTO DOS MUNICÍPIOS DO BRASIL Um balanço o entre aspectos sociais e econômicos Seminário Internacional sobre Tributação Imobiliária FINANCIAMENTO DOS MUNICÍPIOS DO BRASIL Um balanço o entre aspectos sociais e econômicos Maria Cristina Mac Dowell maria-macdowell.azevedo@fazenda.gov.br

Leia mais

Vagas autorizadas. 4.146 vagas* autorizadas em 1.294 municípios e 12 DSEIs *35 vagas nos Distritos Indígenas e 361 vagas de reposição

Vagas autorizadas. 4.146 vagas* autorizadas em 1.294 municípios e 12 DSEIs *35 vagas nos Distritos Indígenas e 361 vagas de reposição Vagas autorizadas 4.146 vagas* autorizadas em 1.294 municípios e 12 DSEIs *35 vagas nos Distritos Indígenas e 361 vagas de reposição Fonte: IBGE e MS. Datum: SIRGAS2000 Elaboração: MS/SGTES/DEPREPS Data:

Leia mais

JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 16 de Setembro

JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 16 de Setembro JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 16 de Setembro Agenda HOJE HORÁRIO ATIVIDADE LOCAL 08h45 09h10 Abertura Brasoftware Salão Nobre 09h10 09h30 Big Data: Neoway Salão Nobre 09h30 09h50 Gestão de Conteúdo:

Leia mais

Comunicado de Imprensa

Comunicado de Imprensa Comunicado de Imprensa s representam quase metade das causas de mortes de jovens de 16 e 17 anos no Brasil. As principais vítimas são adolescentes do sexo masculino, negros e com baixa escolaridade O homicídio

Leia mais

UF População N. médicos Hab./Médico Razão/med/1000 Escolas Escolas p/ Habitantes Nº Vagas 1Vaga/Habitantes

UF População N. médicos Hab./Médico Razão/med/1000 Escolas Escolas p/ Habitantes Nº Vagas 1Vaga/Habitantes UF População N. médicos Hab./Médico Razão/med/1000 Escolas Escolas p/ Habitantes Nº Vagas 1Vaga/Habitantes SÃO PAULO 44.663.672 112.671 396 2,52 41 1.089.358 3.740 11.942 São Paulo 11.821.873 54.291 218

Leia mais

Pendências de Envio do Relatório de Gestão Municipal-2013 aos CMS

Pendências de Envio do Relatório de Gestão Municipal-2013 aos CMS INFORME SARGSUS Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde 1 ESFERA MUNICIPAL 1.1 Relatório de Gestão Ano 2013 Até a presente data,

Leia mais

DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA

DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA Analista de Correios / Administrador AC / Rio Branco 123 1 123,00 Analista de Correios / Técnico em Comunicação Social Atuação: Jornalismo AC / Rio Branco 27 1 27,00 Médico do Trabalho Formação: Medicina

Leia mais

SÃO CARLOS É DESTAQUE EM RANKING DE CIDADES MAIS INOVADORAS DO BRASIL

SÃO CARLOS É DESTAQUE EM RANKING DE CIDADES MAIS INOVADORAS DO BRASIL São Carlos está entre as cidades mais inovadoras do Brasil, a frente de capitais e importantes centros do país, é o que aponta ranking divulgado pela conceituada revista EXAME, do Grupo Abril. O ranking

Leia mais

POLITICAS PARA O TRÂNSITO SEGURO DE MOTOS

POLITICAS PARA O TRÂNSITO SEGURO DE MOTOS Seminário POLITICAS PARA O TRÂNSITO SEGURO DE MOTOS LEGISLAÇÃO, FISCALIZAÇÃO E POLÍTICA DE SEGURANÇA Brasília DF 13 de setembro de 2012 Regulamentação da atividade de mototaxista Mesmo diante da ausência

Leia mais

Avaliação Trimestral do Plano Nacional de Ação de Melhoria da Prestação do Serviço Móvel Pessoal. Agosto, Setembro e Outubro/2012

Avaliação Trimestral do Plano Nacional de Ação de Melhoria da Prestação do Serviço Móvel Pessoal. Agosto, Setembro e Outubro/2012 Avaliação Trimestral do Plano Nacional de Ação de Melhoria da Prestação do Serviço Móvel Pessoal Agosto, Setembro e Outubro/2012 Superintendência de Serviços Privados Anatel Brasília/DF Fevereiro/2013

Leia mais

Perfil Municipal de Fortaleza Tema V: Aspectos Educacionais. 23 de Agosto/2012 Fortaleza - Ceará

Perfil Municipal de Fortaleza Tema V: Aspectos Educacionais. 23 de Agosto/2012 Fortaleza - Ceará IPECE Informe nº 38 Perfil Municipal de Fortaleza Tema V: Aspectos Educacionais 23 de Agosto/2012 Fortaleza - Ceará 1. INTRODUÇÃO O Neste documento serão analisados os aspectos educacionais da capital

Leia mais

EDITAL SG/MPU N.º 27, DE 2 DE OUTUBRO DE 2007.

EDITAL SG/MPU N.º 27, DE 2 DE OUTUBRO DE 2007. VA PUBLICADO NO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO DE 4/10/2007, SEÇÃO 3, PÁG.. EDITAL SG/MPU N.º 27, DE 2 DE OUTUBRO DE 2007. Divulgar a distribuição de vagas do Concurso Público para provimento de cargos e formação

Leia mais

PESQUISA DE DESEMPENHO. 2º Trimestre 2016

PESQUISA DE DESEMPENHO. 2º Trimestre 2016 PESQUISA DE DESEMPENHO 2º Trimestre 2016 Objetivos No ano de 2016 a pesquisa de Desempenho do Setor de Franchising continuará sendo realizada de forma trimestral com o objetivo de permitir antecipação

Leia mais

8ª Pesquisa Nacional de Ataques a Bancos (2014)

8ª Pesquisa Nacional de Ataques a Bancos (2014) 8ª Pesquisa Nacional de Ataques a Bancos (2014) Elaboração: Contraf-CUT, CNTV e Federação dos Vigilantes do Paraná Fonte: Notícias da imprensa, SSP e sindicatos Apoio: Sindicato dos Vigilantes de Curitiba

Leia mais

24º Fórum de Debates Brasilianas.org

24º Fórum de Debates Brasilianas.org Transportes 24º Fórum de Debates Brasilianas.org Os desafios da logística e infraestrutura Marcos regulatórios e entraves burocráticos Reginaldo Cardoso São Paulo, 30 de Maio de 2012 Deutsche Post - DHL

Leia mais

Estratégia de Desenvolvimento Regional, Política Pública Negociada e Novas Institucionalidades.

Estratégia de Desenvolvimento Regional, Política Pública Negociada e Novas Institucionalidades. Seminário Internacional. Desarrollo Económico Territorial: nuevas praxis em América Latina y el el Caribe em el siglo XXI CEPAL/ILPES, Santiago de Chile, 19 al 21 de octubre de 2010 Estratégia de Desenvolvimento

Leia mais

! Avaliar as rodovias brasileiras pavimentadas, identificando as condições em relação ao pavimento, sinalização e geometria viária

! Avaliar as rodovias brasileiras pavimentadas, identificando as condições em relação ao pavimento, sinalização e geometria viária OBJETIVOS! Avaliar as rodovias brasileiras pavimentadas, identificando as condições em relação ao pavimento, sinalização e geometria viária! Identificar as deficiências, registrar os pontos críticos e

Leia mais

EVENTO DE LANÇAMENTO RANKING DE COMPETITIVIDADE DOS ESTADOS 2016

EVENTO DE LANÇAMENTO RANKING DE COMPETITIVIDADE DOS ESTADOS 2016 EVENTO DE LANÇAMENTO RANKING DE COMPETITIVIDADE DOS ESTADOS 2016 WELCOME RENATA JÁBALI ABERTURA Luiz Felipe d Avila Diretor Presidente CLP 1º PAINEL "Quais desafios de competitividade o Brasil deve enfrentar

Leia mais

Ministério da Defesa - Exército Brasileiro Concurso Público Edital de 24 de junho de 2010 Relação Candidato X Vagas TOTAL:

Ministério da Defesa - Exército Brasileiro Concurso Público Edital de 24 de junho de 2010 Relação Candidato X Vagas TOTAL: Araguari / MG Técnico de Tecnologia Militar / Agente de Serviços de Engenharia Técnico de Tecnologia Militar / Blaster Técnico de Tecnologia Militar / Laboratório de Construção Técnico de Tecnologia Militar

Leia mais

Racionamento de água. Abril/2017

Racionamento de água. Abril/2017 Racionamento de água Abril/2017 Objetivo da Pesquisa Metodologia Tópicos da Pesquisa Informações técnicas Levantar informações sobre temas importantes no contexto atual dos Pequenos Negócios. TEMA ANALISADO

Leia mais

Racionamento de água. Abril/2017

Racionamento de água. Abril/2017 Racionamento de água Abril/2017 Objetivo da Pesquisa Metodologia Tópicos da Pesquisa Informações técnicas Levantar informações sobre temas importantes no contexto atual dos Pequenos Negócios. TEMA ANALISADO

Leia mais

4» Quadra escolar Maria Nascimento Paiva. 1» Centro de Artes e Esportes Unificados. 2» Unidade Básica de Saúde, Clínica da Família Quadra 308

4» Quadra escolar Maria Nascimento Paiva. 1» Centro de Artes e Esportes Unificados. 2» Unidade Básica de Saúde, Clínica da Família Quadra 308 1 2 8 1» Centro de Artes e Esportes Unificados Rio Branco AC 2» Unidade Básica de Saúde, Clínica da Família Quadra 308 Recanto das Emas DF 3» Creche Ipê Rosa Samambaia DF 4» Quadra escolar Maria Nascimento

Leia mais

Saneamento e Saúde Ranking do Saneamento 2017 Instituto Trata Brasil. Pedro Scazufca 23 de março de 2017

Saneamento e Saúde Ranking do Saneamento 2017 Instituto Trata Brasil. Pedro Scazufca 23 de março de 2017 Saneamento e Saúde Ranking do Saneamento 2017 Instituto Trata Brasil Pedro Scazufca 23 de março de 2017 Sumário... 1 2 3 Aspectos metodológicos O Ranking do Saneamento 2017 Saúde e Saneamento 1. Aspectos

Leia mais

SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA DA HANSENÍASE NO BRASIL 2003

SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA DA HANSENÍASE NO BRASIL 2003 1 MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria de Vigilância em Saúde Área Técnica de Dermatologia Sanitária SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA DA HANSENÍASE NO BRASIL 2003 2 TAXAS DE DETECÇÃO 2001 FONTE: OMS Situação atual da

Leia mais

ANEXO I QUADRO DE VAGAS E LOCALIDADES

ANEXO I QUADRO DE VAGAS E LOCALIDADES Referência: Vagas Provimento imediato de vagas e formação de Cadastro de Reserva. Vagas PD Vagas Reservadas para os candidatos Portadores de Deficiência. 1.Diretoria Regional Brasília e Administração Central

Leia mais

MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO JANEIRO / ABRIL -2011

MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO JANEIRO / ABRIL -2011 MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO JANEIRO / ABRIL -2011 1 MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO: O Mercado de títulos de capitalização vem mantendo crescimentos fortes e retornos robustos. Nesse período o volume de vendas atingiu

Leia mais

TRIBUTAÇÃO SOBRE AS MPEs RANKING DOS ESTADOS 2012

TRIBUTAÇÃO SOBRE AS MPEs RANKING DOS ESTADOS 2012 TRIBUTAÇÃO SOBRE AS MPEs RANKING DOS ESTADOS 2012 ROTEIRO 1 2 3 4 O PROJETO RESULTADOS DIFERENÇA NAS ALÍQUOTAS LIÇÕES: BONS E MAUS EXEMPLOS 1 O PROJETO 1 2 3 4 O PROJETO RESULTADOS DIFERENÇA NAS ALÍQUOTAS

Leia mais

Metas Educacionais As 5 Metas do Todos Pela Educação. Rio de Janeiro, 27 de abril de 2009

Metas Educacionais As 5 Metas do Todos Pela Educação. Rio de Janeiro, 27 de abril de 2009 s Educacionais As 5 s do Todos Pela Educação Rio de Janeiro, 27 de abril de 2009 Construção das metas Pesquisa do meio copo cheio : consensos para avançar Documento de mobilização inicial Entrevistas e

Leia mais

Alternativas para Financiamento em Projetos de Energia Elétrica VIEX 13/09/ 2017

Alternativas para Financiamento em Projetos de Energia Elétrica VIEX 13/09/ 2017 1 Alternativas para Financiamento em Projetos de Energia Elétrica VIEX 13/09/ 2017 Apoio do BNDES ao Setor Elétrico 2 3 Diretrizes de Atuação do BNDES Setor Elétrico é uma das infraestruturas prioritárias

Leia mais

EVTEA - H Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental das Hidrovias

EVTEA - H Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental das Hidrovias EVTEA - H Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental das Hidrovias Descrição geral - Trabalho técnico de Economia, Engenharia, Ciências do Meio Ambiente, Estatística, Geografia, Ciências Sociais

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos BENS DE CAPITAL NOVEMBRO DE 2016

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos BENS DE CAPITAL NOVEMBRO DE 2016 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos BENS DE CAPITAL NOVEMBRO DE 2016 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas

Leia mais

SENAI Vetor da inovação no Brasil

SENAI Vetor da inovação no Brasil SENAI Vetor da inovação no Brasil Foto: ISI Conformação de Materiais. Foto: ISI Laser. Desafio de transformar conhecimento e inovação em produtividade e competitividade nas indústrias O que estamos fazendo

Leia mais

MICROCEFALIA DENGUE CHIKUNGUNYA ZIKA NOVEMBRO DE 2015

MICROCEFALIA DENGUE CHIKUNGUNYA ZIKA NOVEMBRO DE 2015 MICROCEFALIA DENGUE CHIKUNGUNYA ZIKA NOVEMBRO DE 2015 Situação da microcefalia no Brasil Até 21 de novembro, foram notificados 739 casos suspeitos de microcefalia, identificados em 160 municípios de nove

Leia mais

BVS Ministério da Saúde Modelo BVS Interoperabilidade e Web 2.0

BVS Ministério da Saúde Modelo BVS Interoperabilidade e Web 2.0 BVS Ministério da Saúde Modelo BVS Interoperabilidade e Web 2.0 Márcia Helena G. Rollemberg Coordenadora-Geral de Documentação e Informação Brasília, 12 de agosto de 2009 Plataforma Web 2.0 Rede de comunicação

Leia mais

EVOLUÇÃO. R$ Bilhões US$ Bilhões 19,6 13,5 11,5 9,7 3,8

EVOLUÇÃO. R$ Bilhões US$ Bilhões 19,6 13,5 11,5 9,7 3,8 EVOLUÇÃO A Indústria Brasileira de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos apresentou um crescimento médio deflacionado composto de 10,5% nos últimos 14 anos, tendo passado de um faturamento "ExFactory",

Leia mais

Estimativas e Análises do PIB Regiões, Estados e Municípios. Boletim Técnico Gonçalves & Associados Edição 02 Setembro/2012.

Estimativas e Análises do PIB Regiões, Estados e Municípios. Boletim Técnico Gonçalves & Associados Edição 02 Setembro/2012. O Atual Potencial Econômico do Brasil Estimativas e Análises do PIB 2011 - Regiões, Estados e Municípios Boletim Técnico Gonçalves & Associados Edição 02 Setembro/2012 Edição 2009 www.goncalvesassociados.com

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS PRESTAMISTA RESULTADOS E INDICADORES JAN A MAIO 2010 09-07-2010 1 MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS PRESTAMISTA Esse conjunto encerrou o período com um volume de vendas de R$

Leia mais

EVOLUÇÃO 11,5 9,7 8,3 3,8 3,6 3,3

EVOLUÇÃO 11,5 9,7 8,3 3,8 3,6 3,3 EVOLUÇÃO A Indústria Brasileira de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos apresentou um crescimento médio deflacionado composto de 10,6% nos últimos 13 anos, tendo passado de um faturamento "ExFactory",

Leia mais

Transporte Escolar nos Estados e no DF. Novembro/2011

Transporte Escolar nos Estados e no DF. Novembro/2011 Transporte Escolar nos Estados e no DF Novembro/2011 UFs onde existe terceirização total ou parcial (amostra de 16 UFs) AC AL AP AM DF GO MT MS PB PI RJ RN RO RR SE TO TERCEIRIZAÇÃO TERCEIRIZAÇÃO TERCEIRIZAÇÃO

Leia mais

Cadeias globais de valor, Áreas Econômicas Especiais e inserção da Amazônia : O modelo Zona Franca de Manaus

Cadeias globais de valor, Áreas Econômicas Especiais e inserção da Amazônia : O modelo Zona Franca de Manaus 3º Congresso Internacional do Centro Celso Furtado "AMAZÔNIA: DIVERSIDADE E DESENVOLVIMENTO 15-16 de setembro de 2016. Universidade Federal do Amazonas - UFAM Cadeias globais de valor, Áreas Econômicas

Leia mais

Contexto dos Pequenos Negócios Empresariais no Brasil

Contexto dos Pequenos Negócios Empresariais no Brasil Contexto dos Pequenos Negócios Empresariais no Brasil 2010 2011 2012 2013 2014 4,6milhões 5,6 milhões 6,8 milhões 7,9 milhões 9,5 milhões Fonte: DataSebrae, a partir de dados da Receita Federal do Brasil.

Leia mais

Relatório da Balança Comercial de Autopeças

Relatório da Balança Comercial de Autopeças dez/15 jan/16 mar/16 abr/16 jun/16 jul/16 set/16 out/16 dez/15 jan/16 mar/16 abr/16 jun/16 jul/16 set/16 out/16-490 -359-380 -436-477 -563-525 -556-412 -327-226 -113 I Resultado Out 16/Out 15: 37,7% Acum.

Leia mais

Liderança tecnológica em petróleo e gás: Chegou a vez do Brasil?

Liderança tecnológica em petróleo e gás: Chegou a vez do Brasil? Liderança tecnológica em petróleo e gás: Chegou a vez do Brasil? Anália Francisca Ferreira ANP O setor de Petróleo no Brasil Ciclos Econômicos no Brasil??????? O setor de Petróleo no Brasil O país precisa

Leia mais

Relatório da Balança Comercial de Autopeças

Relatório da Balança Comercial de Autopeças fev/15 mar/15 mai/15 jun/15 ago/15 set/15 nov/15 dez/15 fev/15 mar/15 mai/15 jun/15 ago/15 set/15 nov/15 dez/15-748 -635-482 -548-559 -508-395 -457-386 -404-359 -113 I Resultados Mensal: -67,5% Acum. Ano:

Leia mais

1ª APROXIMAÇÃO DO PLANEJAMENTO E EXPANSÃO DA AGRICULTURA IRRIGADA NO BRASIL

1ª APROXIMAÇÃO DO PLANEJAMENTO E EXPANSÃO DA AGRICULTURA IRRIGADA NO BRASIL 1ª APROXIMAÇÃO DO PLANEJAMENTO E EXPANSÃO DA AGRICULTURA IRRIGADA NO BRASIL ANÁLISE TERRITORIAL PARA O DESENVOLVIMENTO DA AGRICULTURA IRRIGADA Execução: ESALQ/USP - Escola Superior de Agricultura Luiz

Leia mais

368 municípios visitados

368 municípios visitados TURISTAS INTERNACIONAIS 60,3% visitaram o Brasil pela primeira vez 91,4 % Copa como o principal motivo da viagem 83% o Brasil atendeu plenamente ou superou suas expectativas 95% tem intenção de retornar

Leia mais

Guerra Fiscal e Desenvolvimento Regional. Audiência Pública Senado Federal 18 de outubro de 2011

Guerra Fiscal e Desenvolvimento Regional. Audiência Pública Senado Federal 18 de outubro de 2011 Guerra Fiscal e Desenvolvimento Regional Audiência Pública Senado Federal 18 de outubro de 2011 Quem ganha com a Guerra Fiscal? O país perde Porque grande parte dos incentivos é concedido a importações

Leia mais

Estado de São Paulo tem a maior quantidade de POS a cada mil habitantes; Maranhão, a menor

Estado de São Paulo tem a maior quantidade de POS a cada mil habitantes; Maranhão, a menor INFORMATIVO PARA A IMPRENSA ML&A Comunicações Fernanda Elen fernanda@mla.com.br (11) 3811-2820 ramal 833 Cresce a aceitação de cartões em 2015, aponta a Boanerges & Cia. Estado de São Paulo tem a maior

Leia mais

SETOR DE CELULOSE E PAPEL

SETOR DE CELULOSE E PAPEL SETOR DE CELULOSE E PAPEL 7º Encontro da Cadeia Produtiva de Madeira e Móveis BENTO GONÇALVES 12/11/2008 Pedro Vilas Boas Dados Gerais Cadeia Produtiva do Setor Florestal Lenha Carvão Vegetal PRODUÇÃO

Leia mais

Conheça as 50 melhores cidades brasileiras para viver

Conheça as 50 melhores cidades brasileiras para viver Conheça as 50 melhores cidades brasileiras para viver 1ª São Caetano do Sul (SP) IDHM 0,862 Educação: 0,811 Expectativa de vida: 0,887 (78,2 anos) Renda: 0,891 (2.043,74) IDHM Final: 0,862 Posição (2000):

Leia mais

Centro de Artes e Esportes Unificados, Sertãozinho SP. UBS Elpidio Moreira Souza AC. UPA município de Ribeirão Pires SP

Centro de Artes e Esportes Unificados, Sertãozinho SP. UBS Elpidio Moreira Souza AC. UPA município de Ribeirão Pires SP Centro de Artes e Esportes Unificados, Sertãozinho SP UBS Elpidio Moreira Souza AC Quadra da Escola Municipal Érico de Souza, Águas Lindas GO UPA município de Ribeirão Pires SP UBS Clínica da Família,

Leia mais

50 cidades com as melhores opções para aberturas de franquias

50 cidades com as melhores opções para aberturas de franquias 50 cidades com as melhores opções para aberturas de franquias Pesquisa realizada pela Rizzo Franchise e divulgada pela revista Exame listou as 50 cidades com as melhores oportunidades para abertura de

Leia mais

Cadastro da Dívida Pública (CDP): novo requisito para transferências voluntárias

Cadastro da Dívida Pública (CDP): novo requisito para transferências voluntárias Cadastro da Dívida Pública (CDP): novo requisito para transferências voluntárias 6º Seminário de Gestão Pública Fazendária SGESP 20/07/2017 Ribeirão Preto SP A pergunta primordial Por que estou aqui? 2

Leia mais

Jundiaí dr_jundiai 17 DIRETORIA REGIONAL DO CIESP DE JUNDIAÍ. Informações Econômicas e da Indústria de Transformação

Jundiaí dr_jundiai 17 DIRETORIA REGIONAL DO CIESP DE JUNDIAÍ. Informações Econômicas e da Indústria de Transformação Jundiaí dr_jundiai 17 DIRETORIA REGIONAL DO CIESP DE JUNDIAÍ Informações Econômicas e da Indústria de Última atualização em 01 de novembro de 2017 A Diretoria Regional do CIESP de Jundiaí representa 11

Leia mais