RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00006/ SRP

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00006/ SRP"

Transcrição

1 64 - INST.FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. CATARINENSE CAMPUS AVANCADO DE FRAIBURGO_SC RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00006/ SRP - Itens da Licitação - AGITADOR MAGNÉTICO AGITADOR MAGNÉTICO, MATERIAL GABINETE METÁLICO, ANTICORROSIVO, AJUSTE AJUSTE MECÂNICO, BOTÃO CONTROLE VELOCIDADE, CAPACIDADE ATÉ 0 PENEIRAS, TEMPORIZAÇÃO TEMPORIZADOR ATÉ 30, ADICIONAL VIBRATÓRIO Unidade de Fornecimento: UNIDADE - EQUIPAMENTO PARA ENSAIO DE TRACAO Tratamento Diferenciado: Não EQUIPAMENTO UTILIZADO PARA REALIZAÇÃO DE ENSAIOS DE TRAÇÃO E FLEXÃO COM CAPACIDADE DE 300KN, ELETROMECÂNICA, SERVO CONTROLADA COM SISTEMA DE AQUISIÇÃO DE DADOS. POSSUI UM TRANSDUTOR DE DESLOCAMENTO COM CAPACIDADE DE AFERIÇÃO DE 0,00MM, QUE PERMITE O CÁLCULO DE DEFORMAÇÕES NOS MATERIAIS ENSAIADOS. MÁQUINA ACOPLADA A UM ATUADOR HIDRÁULICO SERVOCONTROLADO, PARA ENSAIOS DE COMPRESSÃO, COM CAPACIDADE DE CARGA DE 300KN (30000KGF), TIPO: DUPLA AUTOPORTANTE, ACIONAMENTO ATRAVÉS DE FUSOS DE ESFERAS RECIRCULANTES PRÉ-CARREGADOS COM SISTEMA DE COLUNAS GUIAS CILÍNDRICAS. 3 - BALIZA TOPOGRÁFICA BALIZA. EQUIPAMENTO PARA VISADA DE TEODOLITO. Local de Entrega (Quantidade): Fraiburgo/SC () 4 - FERRAMENTA BASE MAGNÉTICA. EQUIPAMENTO PARA FIXAÇÃO DO RELÓGIO COMPARADOR PARA MEDIÇÃO DE PEQUENOS DESLOCAMENTO E POSTERIOR CÁLCULO DE DEFORMAÇÕES. Local de Entrega (Quantidade): Fraiburgo/SC () 5 - PEÇAS / COMPONENTES TOPOGRAFIA CILINDRO. CILINDRO PARA ENSAIO DE LIMITE DE PLASTICIDADE DO SOLO. PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00006/ SRP UASG /07/07 6:40 (/5)

2 6 - FERRAMENTA CONJUNTO SLUMP TEST. EQUIPAMENTO PARA MEDIÇÃO DO ABATIMENTO DO CONCRETO FRESCO. 7 - TEODOLITO CONJUNTO TEODOLITO/TRIPÉ. TEODOLITOS DIGITAIS PARA VISADAS HORIZONTAIS E VERTICAIS. Local de Entrega (Quantidade): Fraiburgo/SC () 8 - DENSÍMETRO DENSÍMETRO, CONSTRUÇÃO CIVIL. DENSÍMETRO DE BULBO SIMÉTRICO PARA SOLO. Local de Entrega (Quantidade): Fraiburgo/SC () 9 - DESTILADOR LABORATÓRIO DESTILADOR ÁGUA, CAPACIDADE 5, VOLTAGEM 0, CARACTERÍSTICAS ADICIONAIS COM RESISTÊNCIA BLINDADA E DISPOSITIVO ELETROMECÂNICA. 0 - FERRAMENTA DISCO ESPAÇADOR PARA CBR/ISC. Local de Entrega (Quantidade): Fraiburgo/SC () - FERRAMENTA DISPERSOR DE AMOSTRAS. PARA DISPERSÃO DO SOLO EM ENSAIOS DE GRANULOMETRIA, SEDIMENTAÇÃO E MASSA ESPECÍFICA DOS GRÃOS. - CORTADOR MANUAL / ELÉTRICO METALOGRÁFICA. MÁQUINA DE CORTE, SUPORTE MÓVEL VIAGEM DE 5 MM, PRECISÃO DE POSICIONAMENTO DE 0,0MM, VELOCIDADE DO EIXO PRINCIPAL 600RPM. PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00006/ SRP UASG /07/07 6:40 (/5)

3 3 - ESTACAO TOTAL DE TOPOGRAFIA ESTAÇÃO TOTAL. ESTAÇÃO TOTAL, PRECISÃO LINEAR MM PPM, ALCANCE (COM PRISMA), TEMPO MEDIÇÃO (PADRÃO) E 0,5 (RÁPIDA), APLICAÇÃO LABORATÓRIO, CARACTERÍSTICAS ADICIONAIS LEITURA ANGULAR DE SEGUNDO (ABSOLUTA E CONTÍNUA). 3 Local de Entrega (Quantidade): Fraiburgo/SC (3) 4 - FERRAMENTA FORMAS PRISMÁTICAS. FORMAS PARA CORPOS DE PROVA PRISMÁTICOS DE CONCRETO COM DIMENSÕES 5CM X 5CM X 50CM PARA REALIZAÇÃO DE ENSAIOS DE RESISTÊNCIA À TRAÇÃO NA FLEXÃO. 5 - FERRAMENTA FRASCO DE CHAPMAN. APARELHO PARA DETERMINAÇÃO DA MASSA ESPECÍFICA DE AGREGADOS FINOS. FRASCO LABORATÓRIO, TIPO CHAPMAN, MATERIAL VIDRO, CAPACIDADE 450, GRADUAÇÃO GRADUADO. 6 - MIRA LASER MIRA A LASER. EQUIPAMENTO PARA VISADA DE ELEVAÇÕES COM O TEODOLITO E PARA MEDIÇÃO DE DISTÂNCIAS PELO MÉTODO TAQUEOMÉTRICO. 7 - FERRAMENTA MOLDE CILÍNDRICO PARA CP. MOLDE CILÍNDRICO COM DIMENSÕES INTERNAS DE 0CM X 0CM PARA CONCRETO. 3 Local de Entrega (Quantidade): Fraiburgo/SC (3) 8 - FERRAMENTA NÍVEL DE CANTONEIRA PARA MIRA. UTILIZADO PARA GARANTIR A PERPENDICULARIDADE DA MIRA COM RELAÇÃO À SUPERFÍCIE. PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00006/ SRP UASG /07/07 6:40 (3/5)

4 9 - PAQUÍMETRO UNIVERSAL PAQUÍMETRO DIGITAL. APARELHO PARA MEDIÇÃO DE DIMENSÕES EXTERNAS E INTERNAS COM PRECISÃO. Unidade de Fornecimento: UNIDADE 0 - PENEIRA PENEIRADOR ELETROMAGNÉTICO DE BANCADA. CAPACIDADE PARA 8 (OITO) PENEIRAS COM PROFUNDIDADE DE E DIÂMETRO NOMINAL DO CAIXILHO DE 8, 5 OU 3 MAIS FUNDO E TAMPA OU 7 (DEZESSETE) PENEIRAS COM PROFUNDIDADE DE E DIÂMETRO NOMINAL DO CAIXILHO DE 8, 5 OU 3 MAIS FUNDO E TAMPA. DEVE POSSUIR TIMER DIGITAL PARA CONTROLAR ELETRONICAMENTE O TEMPO (ATÉ 99 MINUTOS) E FREQUÊNCIA DE VIBRAÇÃO. - FERRAMENTA PERMEABILÍMETRO DE BLAINE. EQUIPAMENTO PARA DETERMINAÇÃO DA SUPERFÍCIE ESPECIFICA DO CIMENTO, COMPOSTA POR TUBO EM U, CÉLULA (ÊMBOLO) DE PERMEABILIDADE COM PISTÃO DE SOCAMENTO E DISCO PERFURADO, PAPEL FILTRO Ø9CM, ÓLEO COLORIDO, VAZADOR E PIPETADOR DE BORRACHA DE 3 VIAS, ACONDICIONADO EM ESTOJO DE MADEIRA. - PEAGÔMETRO PHMETRO DE BANCADA. APARELHO DE BANCADA DESENVOLVIDO PARA A REALIZAÇÃO DE TRABALHOS QUE NECESSITAM O CONTROLE OU MONITORAMENTO DO PH.FAIXA DE MEDIÇÃO:. PH: -.00 ATÉ 8.00 PH;. MV: -999 A +999 MV; 3. TEMP.: 0 A 00 ºc. 3 - FERRAMENTA PRATO. PRATO PERFURADO COM HASTE CBR/ISC. 4 Local de Entrega (Quantidade): Fraiburgo/SC (4) 4 - PRENSA MANUAL PRENSA MANUAL CBR. PRENSA CBR (CALIFÓRNIA BEARING RATIO) OU ISC ÍNDICE DE SUPORTE CALIFÓRNIA MECÂNICA MANUAL. PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00006/ SRP UASG /07/07 6:40 (4/5)

5 5 - SOQUETE SOQUETE. SOQUETES PARA ENSAIOS DE COMPACTAÇÃO DE SOLOS CBR. Local de Entrega (Quantidade): Fraiburgo/SC () 6 - SOQUETE SOQUETE. SOQUETE PARA ARGAMASSA. Local de Entrega (Quantidade): Fraiburgo/SC () 7 - TRENA TRENA A LASER. DIODO LASER 635 NM, <MW, FAIXA DE MEDIÇÃO 0,5-30,0, PRECISÃO DE MEDIÇÃO ± MM. 8 - TRIPE PARA EQUIPAMENTO DE TOPOGRAFIA TRIPÉ. TRIPÉ PORTA EXTENSÔMETRO PARA ENSAIO CBR. 9 - VIBRADOR VIBRADOR DE IMERSÃO. VIBRADOR DE IMERSÃO DE ALTA FREQUÊNCIA, 0000VPM, DIÂMETRO DO TUBO DE 35MM, COMPRIMENTO TOTAL DO TUBO,50M. PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00006/ SRP UASG /07/07 6:40 (5/5)

ATA DE SESSÃO PÚBLICA POR ITEM

ATA DE SESSÃO PÚBLICA POR ITEM ATA DE SESSÃO PÚBLICA POR ITEM Informações geradas em 26/02/2015 10:09:47 Por FABRICIO DANIEL Unidade compradora SENAI - CAMPUS DA INDUSTRIA Número do processo 0224/2015 Em adjudicação Objeto AQUISIÇÃO

Leia mais

Compactação dos Solos

Compactação dos Solos Compactação dos Solos Compactação dos Solos A compactação de um solo consiste basicamente em se reduzir seus vazios com o auxílio de processos mecânicos. Adensamento - expulsão da água Compactação - expulsão

Leia mais

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00033/2014-000

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00033/2014-000 26267 - UNIVERSIDADE FED DA INTEGR LATINO-AMERICANA 58658 - UNIVERSIDADE FED. DA INTEGR. LATINO-AMERICANA RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00033/20-000 - Itens da Licitação - APARELHO ENSAIOS FÍSICOS

Leia mais

ME-9 MÉTODOS DE ENSAIO ÍNDICE DE SUPORTE CALIFÓRNIA DE SOLOS

ME-9 MÉTODOS DE ENSAIO ÍNDICE DE SUPORTE CALIFÓRNIA DE SOLOS ME-9 MÉTODOS DE ENSAIO DOCUMENTO DE CIRCULAÇÃO EXTERNA 1 ÍNDICE PÁG. 1. INTRODUÇÃO...3 2. OBJETIVO...3 3. S E NORMAS COMPLEMENTARES...3 4. APARELHAGEM...4 5. ENERGIAS DE COMPACTAÇÃO...7 6. EXECUÇÃO DO

Leia mais

BRASIL SOLOS LTDA CATÁLOGO DE CONCRETO CONCRETO CATÁLOGO DE PRODUTOS

BRASIL SOLOS LTDA CATÁLOGO DE CONCRETO CONCRETO CATÁLOGO DE PRODUTOS BRASIL SOLOS LTDA CATÁLOGO DE CONCRETO CATÁLOGO DE PRODUTOS CONCRETO 01/01/2015 CATÁLOGO DE PRODUTOS Concreto PRENSA HIDRÁULICA MANUAL COM MANÔMETRO DIGITAL Prensa manual hidráulica, capacidade 100 e 200

Leia mais

Série PC EMIC. Prensas de Compressão para Laboratório

Série PC EMIC. Prensas de Compressão para Laboratório Série PC EMIC Prensas de Compressão para Laboratório 2 Tome uma Decisão Segura Desempenho e Aceitação no Mercado As tradicionais Prensas de Compressão da EMIC são as mais requisitadas pelos laboratórios

Leia mais

Rua Luiz Antônio Padrão, 395 - Osasco - São Paulo - CEP. 06080-120 - Tel: (11) 3685.1512 - Fax: (11) 3685.9832 Site: www.conteste.com.

Rua Luiz Antônio Padrão, 395 - Osasco - São Paulo - CEP. 06080-120 - Tel: (11) 3685.1512 - Fax: (11) 3685.9832 Site: www.conteste.com. Site: www.conteste.com.br - E-mail: conteste@conteste.com.br 1 ÍNDICE 1 Controle Tecnológico em Pavimentação SOLOS 2 Controle Tecnológico em Pavimentação MATERIAIS BETUMINOSOS 3 Materiais Metálicos Ensaio

Leia mais

3. Programa Experimental

3. Programa Experimental 3. Programa Experimental 3.1. Considerações Iniciais Este estudo experimental foi desenvolvido no laboratório de estruturas e materiais (LEM) da PUC- Rio e teve o propósito de estudar o comportamento de

Leia mais

Paquímetro. Paquímetro de Relógio. Paquímetro Digital. Paquímetro

Paquímetro. Paquímetro de Relógio. Paquímetro Digital. Paquímetro Paquímetro RESOLUÇÃO LEITURA COMP. (mm) COMP. (mm) TIPO CURSOR (mm) ÚTIL (mm) BOCA ORELHA GDM04025005 0.05 150 40 15 4 funções monobloco 34,87 GDM04045005 0.05 150 40 15 4 funções composto 27,88 Escala

Leia mais

reciclagem a frio KMA 220

reciclagem a frio KMA 220 Technische Especificação Daten Técnica Kaltfräse Usina misturadora W 200 móvel de reciclagem a frio KMA 220 Especificação Técnica Usina misturadora móvel de reciclagem a frio KMA 220 Capacidade da usina

Leia mais

ME-37 MÉTODOS DE ENSAIO MOLDAGEM E CURA DE CORPOS-DE-PROVA CILÍNDRICOS OU PRISMÁTICOS DE CONRETO

ME-37 MÉTODOS DE ENSAIO MOLDAGEM E CURA DE CORPOS-DE-PROVA CILÍNDRICOS OU PRISMÁTICOS DE CONRETO ME-37 MÉTODOS DE ENSAIO MOLDAGEM E CURA DE CORPOS-DE-PROVA CILÍNDRICOS OU PRISMÁTICOS DE CONRETO 1 DOCUMENTO DE CIRCULAÇÃO EXTERNA ÍNDICE PÁG. 1. INTRODUÇÃO... 3 2. OBJETIVO... 3 3. S E NORMAS COMPLEMENTARES...

Leia mais

ME-42 MÉTODOS DE ENSAIO MÉTODO DA DETERMINAÇÃO DA ESTABILIDADE E DE FLUÊNCIA MARSHALL

ME-42 MÉTODOS DE ENSAIO MÉTODO DA DETERMINAÇÃO DA ESTABILIDADE E DE FLUÊNCIA MARSHALL ME-42 MÉTODOS DE ENSAIO MÉTODO DA DETERMINAÇÃO DA ESTABILIDADE E DE FLUÊNCIA MARSHALL 1 DOCUMENTO DE CIRCULAÇÃO EXTERNA ÍNDICE PÁG. 1. INTRODUÇÃO... 3 2. OBJETIVO... 3 3. S E NORMAS COMPLEMENTARES... 3

Leia mais

Identificação da RAA e monitoramento de estrutura afetada pela reação

Identificação da RAA e monitoramento de estrutura afetada pela reação Identificação da RAA e monitoramento de estrutura afetada pela reação Eng. Flávio Moreira Salles Laboratório CESP de Engenharia Civil Roteiro Identificação da RAA Monitoramento de estruturas afetadas Condução

Leia mais

e-mail: ederaldoazevedo@yahoo.com.br

e-mail: ederaldoazevedo@yahoo.com.br Disciplina: Materiais de Construção I Assunto: Concreto II Prof. Ederaldo Azevedo Aula 5 e-mail: ederaldoazevedo@yahoo.com.br A trabalhabilidade é influenciada pela consistência e pela coesão. As principais

Leia mais

2.02.025.00.00 PERMEABILÍMETRO DE BLAINE NBR NM 76 Determinação da finura pelo método de permeabilidade ao ar (Método de Blaine) Permeâmetro Aparelho para determinação da superfície específica do cimento,

Leia mais

CONCRETOS O CONCRETO NO ESTADO FRESCO. Professora: Mayara Custódio

CONCRETOS O CONCRETO NO ESTADO FRESCO. Professora: Mayara Custódio CONCRETOS O CONCRETO NO ESTADO FRESCO Professora: Mayara Custódio CONSISTÊNCIA DO CONCRETO CONSISTÊNCIA TRABALHABILIDADE É a propriedade do concreto fresco que identifica sua maior ou menor aptidão para

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ ANEXO I RELAÇÃO DO MATERIAL PARA REVITALIZAÇÃO DOS LABORATORIOS DE CIENCIAS em favor da EEEP JOAQUIM NOGUEIRA, NE: 15.134, Valor Limite: R$5.580,88 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MÍNIMAS DOS MATERIAIS ITEM DESCRITIVO

Leia mais

Avaliação dos equipamentos a serem utilizados; Análise de riscos para execução das atividades; Análise da qualificação dos líderes operacionais;

Avaliação dos equipamentos a serem utilizados; Análise de riscos para execução das atividades; Análise da qualificação dos líderes operacionais; 2014 Avaliação dos equipamentos a serem utilizados; Análise de riscos para execução das atividades; Análise da qualificação dos líderes operacionais; Relatório diário das atividades executadas; Caracterização

Leia mais

Concreto e Agregados CATÁLOGO DE PRODUTOS. Pág. 1. Seção C

Concreto e Agregados CATÁLOGO DE PRODUTOS. Pág. 1. Seção C I-3001 PRENSA HIDRÁULICA MANUAL 100T COM 1 MANÔMETRO NBR NM-ISO 7500-1; NBR 12767, 7680, 5739; DNER-ME091; MN 101 PALAVRA-CHAVE: Prensa, Corpos de Prova, compressão, tração, flexão, diametral Prensa manual

Leia mais

Dados Técnicos e Equipamentos. Golf Cabrio

Dados Técnicos e Equipamentos. Golf Cabrio Dados Técnicos e Equipamentos Golf Cabrio Os motores 1.2 TSI (105cv) 1.4 TSI (160cv) 1.6 TDI (105cv) BlueMotion Technology BlueMotion Technology Motor, Tipo de motor 4 cilindros, Gasolina 4 cilindros,

Leia mais

Metrologia em apoio à competitividade e inovação. Laboratório de Metrologia Mecânica / CTMetro / IPT

Metrologia em apoio à competitividade e inovação. Laboratório de Metrologia Mecânica / CTMetro / IPT Metrologia em apoio à competitividade e inovação Laboratório de Metrologia Mecânica / CTMetro / IPT Out / 2014 Importância da Metrologia Metrologia: competitividade e inovação Sobre o IPT Missão Criar

Leia mais

PRENSAS HIDRÁULiCAS FUERZA KN. Gama de Prensas. Tabela ESCOTE E. Gooseneck. Carrera C 150 200 200 200 200 200 200 200 200 200 200 200

PRENSAS HIDRÁULiCAS FUERZA KN. Gama de Prensas. Tabela ESCOTE E. Gooseneck. Carrera C 150 200 200 200 200 200 200 200 200 200 200 200 2010 CATÁLOGOO GERAL Prensas y Brochagem Oleo-hidráulicas Amostra Geral de Máquinas de Fabricação Padrão Departamento de Vendas PRENSAS HIDRÁULiCAS FUERZA KN 100 200 270 350 450 600 750 1000 1300 1500

Leia mais

ALGUNS TERMOS TÉCNICOS IMPORTANTES

ALGUNS TERMOS TÉCNICOS IMPORTANTES Topografia Medições de Distâncias ALGUNS TERMOS TÉCNICOS IMPORTANTES Ponto topográfico: É todo e qualquer ponto do terreno, que seja importante e levado em conta na medição da área. Ao final de cada alinhamento

Leia mais

CAPÍTULO 1 INSTRUMENTOS TOPOGRÁFICOS

CAPÍTULO 1 INSTRUMENTOS TOPOGRÁFICOS 1 CAPÍTULO 1 INSTRUMENTOS TOPOGRÁFICOS 1.1. INTRODUÇÃO Este capítulo pretende fazer uma breve descrição dos equipamentos topográficos utilizados para a execução das tarefas diárias realizadas ao longo

Leia mais

Cimento - Argamassa -Refratário C-1

Cimento - Argamassa -Refratário C-1 Cimento - Argamassa -Refratário C-1 Cimento - A rgamassa - R efratário PREPARAÇÃO DE AMOSTRAS 1.330.300 3.589.001 3.238.020 Tacho para Preparo de Amostras de cimento e argamassa, medindo Ø28XØ21X11cm,

Leia mais

Válvula redutora de pressão. EME610 - Sistemas Hidropneumáticos Hidráulica 6

Válvula redutora de pressão. EME610 - Sistemas Hidropneumáticos Hidráulica 6 UNIFEI EE610 - Sistemas Hidropneumáticos Hidráulica 6 Válvula redutora de pressão O objetivo da válvula de redutora de pressão é fazer com que a pressão em uma parte do sistema seja mantida em um determinado

Leia mais

APRESENTAÇÃO TRIMBLE S3. Conheça a eficiência e a sofisticação da TRIMBLE S3

APRESENTAÇÃO TRIMBLE S3. Conheça a eficiência e a sofisticação da TRIMBLE S3 Conheça a eficiência e a sofisticação da TRIMBLE S3 Disponível nos modos: Servo: Autolock: Robótica: Servo: -Estação Total com motores servos assistidos que realizam movimentos do círculo horizontal e

Leia mais

LISTA 3 EXERCÍCIOS SOBRE ENSAIOS DE COMPRESSÃO, CISALHAMENTO, DOBRAMENTO, FLEXÃO E TORÇÃO

LISTA 3 EXERCÍCIOS SOBRE ENSAIOS DE COMPRESSÃO, CISALHAMENTO, DOBRAMENTO, FLEXÃO E TORÇÃO LISTA 3 EXERCÍCIOS SOBRE ENSAIOS DE COMPRESSÃO, CISALHAMENTO, DOBRAMENTO, FLEXÃO E TORÇÃO 1. Uma mola, com comprimento de repouso (inicial) igual a 30 mm, foi submetida a um ensaio de compressão. Sabe-se

Leia mais

ESCOPO DOS PROGRAMAS DE ENSAIOS DE PROFICIÊNCIA

ESCOPO DOS PROGRAMAS DE ENSAIOS DE PROFICIÊNCIA BENEFÍCIOS AOS PARTICIPANTES: Sistema de gestão que opera seguindo os requisitos da norma técnica ISO/IEC 17043; 19 Programas oferecidos periodicamente, totalizando 79 serviços de avaliação da conformidade

Leia mais

ME-25 MÉTODOS DE ENSAIO ENSAIO DE PENETRAÇÃO DE MATERIAIS BETUMINOSOS

ME-25 MÉTODOS DE ENSAIO ENSAIO DE PENETRAÇÃO DE MATERIAIS BETUMINOSOS ME-25 MÉTODOS DE ENSAIO ENSAIO DE PENETRAÇÃO DE MATERIAIS BETUMINOSOS DOCUMENTO DE CIRCULAÇÃO EXTERNA 1 ÍNDICE PÁG. 1. INTRODUÇÃO... 3 2. OBJETIVO... 3 3. E NORMAS COMPLEMENTARES... 3 4. DEFINIÇÃO... 3

Leia mais

Laboratório de Ensino de Matemática

Laboratório de Ensino de Matemática LABORATÓRIOS ESPECÍFICOS Laboratório de Ensino de Matemática Equipamentos Descrição da sala Computador Calculadoras gráficas 10 Mesas com 20 bancos 02 Carteiras 20 Mesa com cadeira para o professor Quadro

Leia mais

PROPRIEDADES DO CONCRETO NO ESTADO FRESCO

PROPRIEDADES DO CONCRETO NO ESTADO FRESCO DO CONCRETO NO ESTADO FRESCO COMPORTAMENTO FÍSICO No estado fresco inicial Suspensão de partículas diversas pasta de cimento agregados aditivos ou adições Endurecimento progressivo na fôrma produtos da

Leia mais

LISTA DE NORMAS DER P-208 PALAVRA-CHAVE: Trado, amostragem, campo ÁREA DE APLICAÇÃO: Solos ROTINA: Amostragem INFORMAÇÕES ADICIONAIS

LISTA DE NORMAS DER P-208 PALAVRA-CHAVE: Trado, amostragem, campo ÁREA DE APLICAÇÃO: Solos ROTINA: Amostragem INFORMAÇÕES ADICIONAIS Amostragem e perfuração 1.01.004.02.00 AMOSTRADOR DER P-208 DER P-208 PALAVRA-CHAVE: Trado, amostragem, campo ROTINA: Amostragem Fácil de utilizar e eficiente para extrair amostras indeformadas superficiais

Leia mais

Metrologia Dimensional 17-07-2003

Metrologia Dimensional 17-07-2003 Artigo Serviço Referências 52.15.205 Apalpa Folgas (a) DIN 2275 52.15.206 Aplicador Rectangular (b) -------------- 52.15.207 Base de Comparador (b) -------------- 52.15.210 de Haste Telesc. Analógica

Leia mais

Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva

Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva CERTIFICADO: Nº 006/2012 A Rede Metrológica do Estado de São Paulo qualifica o Laboratório de Calibração

Leia mais

Identificação DAHER Tecnologia

Identificação DAHER Tecnologia 1 Interessado: Jacson Polese dos Santos - ME. Rua Bandeirantes, 976. - Sítio Cercado. CEP 81.900-490. Curitiba Paraná. 1 de 6 Curitiba, 19 de setembro de 2006. 2 Referência: Avaliação de Triângulos pac

Leia mais

Tecnologias para disposição final de resíduos sólidos urbanos em municípios de pequeno porte. Dr. Cristiano Kenji Iwai

Tecnologias para disposição final de resíduos sólidos urbanos em municípios de pequeno porte. Dr. Cristiano Kenji Iwai Tecnologias para disposição final de resíduos sólidos urbanos em municípios de pequeno porte Dr. Cristiano Kenji Iwai Belo Horizonte Março/2013 Introdução Condições da disposição de resíduos no Brasil

Leia mais

Critérios de Avaliação Fabril. Artefatos de Concreto para uso no SEP (Sistema Elétrico de Potência)

Critérios de Avaliação Fabril. Artefatos de Concreto para uso no SEP (Sistema Elétrico de Potência) Critérios de Avaliação Fabril Artefatos de Concreto para uso no SEP (Sistema Elétrico de Potência) O presente subitem tem como objetivo orientar fabricantes de artefatos de concreto para redes de distribuição

Leia mais

MAGI PORTA - PORTAS AUTOMÁTICAS

MAGI PORTA - PORTAS AUTOMÁTICAS MAGI PORTA - PORTAS AUTOMÁTICAS LINHA SOCIAL A SOLUÇÃO PERFEITA EM PORTAS AUTOMÁTICAS TECNOLOGIA A Magi Porta já consolidada no mercado de portas automáticas, mais uma vez inova o conceito de portas sociais

Leia mais

1.03.013.04.00 - PRENSA HIDRÁUL. MANUAL ANALOGICA 120 TN 1

1.03.013.04.00 - PRENSA HIDRÁUL. MANUAL ANALOGICA 120 TN 1 Prensas CODIGO ACESSÓRIOS 2.03.019.01.00 Manômetro - disco de acrílico 2.03.019.02.00 Manômetro - escala 2.03.019.03.00 Manômetro - máquina 1.03.013.01.02 Manômetro capacidade 120 kgf 1.03.013.01.01 Manômetro

Leia mais

3 Programa Experimental

3 Programa Experimental 3 Programa Experimental 3.1. Considerações Iniciais Este trabalho tem como objetivo estudar a resistência do sistema de ancoragem composto de pinos com cabeça embutidos no concreto, quando submetidos a

Leia mais

Disciplina: Topografia I Equipamentos e Acessórios na Planimetria

Disciplina: Topografia I Equipamentos e Acessórios na Planimetria UniSALESIANO Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Engenharia Civil Disciplina: Topografia I Equipamentos e Acessórios na Planimetria Prof. Dr. André Luís Gamino Professor Grandezas

Leia mais

Tópico 5. Aula Prática: Paquímetro e Micrômetro: Propagação de Incertezas - Determinação Experimental do Volume de um Objeto

Tópico 5. Aula Prática: Paquímetro e Micrômetro: Propagação de Incertezas - Determinação Experimental do Volume de um Objeto Tópico 5. Aula Prática: Paquímetro e Micrômetro: Propagação de Incertezas - Determinação Experimental do Volume de um Objeto 1. INTRODUÇÃO Será calculado o volume de objetos como esferas, cilindros e cubos

Leia mais

ENSAIO DE LIGAÇÃO PILAR PRÉ-MOLDADO FUNDAÇÃO MEDIANTE CHAPA DE BASE

ENSAIO DE LIGAÇÃO PILAR PRÉ-MOLDADO FUNDAÇÃO MEDIANTE CHAPA DE BASE ENSAIO DE LIGAÇÃO PILAR PRÉ-MOLDADO FUNDAÇÃO MEDIANTE CHAPA DE BASE 53 ENSAIO DE LIGAÇÃO PILAR PRÉ-MOLDADO FUNDAÇÃO MEDIANTE CHAPA DE BASE Mounir K. El Debs Toshiaki Takeya Docentes do Depto. de Engenharia

Leia mais

Definição. laje. pilar. viga

Definição. laje. pilar. viga Definição É a rocha artificial obtida a partir da mistura, e posterior endurecimento, de um aglomerante (normalmente cimento portland), água, agregado miúdo (areia quartzoza), agregado graúdo (brita),

Leia mais

João Carlos Guimarães Lerch

João Carlos Guimarães Lerch 13301 A Rede Metrológica do Estado do Rio Grande do Sul qualifica o Laboratório METROLOGIA WG localizado na Rua Henrique Dias, 630, na cidade de Sapucaia do Sul - RS. Conforme critérios estabelecidos no

Leia mais

Qualidade e confiança para um diagnóstico preciso. Compacto Plus DR Equipamento de radiografia digital. Catálogo Comercial

Qualidade e confiança para um diagnóstico preciso. Compacto Plus DR Equipamento de radiografia digital. Catálogo Comercial Qualidade e confiança para um diagnóstico preciso Compacto Plus DR Equipamento de radiografia digital Catálogo Comercial Tecnologia digital a serviço d Philips, sempre surpreendendo positivamente seus

Leia mais

CATÁLOGO DE METROLOGIA

CATÁLOGO DE METROLOGIA CATÁLOGO DE METROLOGIA 1 PAQUÍMETRO PAQUÍMETRO UNIVERSAL PAQUÍMETRO UNIVERSAL (MD) capacidade LEITURA 141-112 0-150mm / 0-6 0,02mm / 0,001 141-113 0-150mm / 0-6 0,05mm / 1/128 141-114 0-200mm / 0-8 0,02mm

Leia mais

Condições ambientais?

Condições ambientais? ACOPLAMENTO ELÁSTICO MADEFLEX CO (COM CORREIA) 4 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Os acoplamentos MADEFLEX CO são compostos por docisubos simétricos de ferro fundido cinzento, unidos por um jogo de correias planas

Leia mais

ANÁLISE DO COMPORTAMENTO ANISOTRÓPICO DE PRISMAS DE ALVENARIA ESTRUTURAL CERÂMICA

ANÁLISE DO COMPORTAMENTO ANISOTRÓPICO DE PRISMAS DE ALVENARIA ESTRUTURAL CERÂMICA ANÁLISE DO COMPORTAMENTO ANISOTRÓPICO DE PRISMAS DE ALVENARIA ESTRUTURAL CERÂMICA Jefferson Bruschi da Silva (1); Cristiano Richter (2); Jean Marie Désir (3); (1) Universidade do Vale do Rio dos Sinos,

Leia mais

Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva

Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva CERTIFICADO: Nº 004/2012 A Rede Metrológica do Estado de São Paulo qualifica o Laboratório de Calibração

Leia mais

MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO II TECNOLOGIA DA ARGAMASSA E DO CONCRETO

MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO II TECNOLOGIA DA ARGAMASSA E DO CONCRETO SEÇÃO DE ENSINO DE ENGENHARIA DE FORTIFICAÇÃO E CONSTRUÇÃO MAJ MONIZ DE ARAGÃO MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO II TECNOLOGIA DA ARGAMASSA E DO CONCRETO Ensaio de Compressão de Corpos de Prova Resistência do Concreto

Leia mais

PAQUÍMETRO. Também é denominado por Calibre

PAQUÍMETRO. Também é denominado por Calibre PAQUÍMETRO Também é denominado por Calibre Alguns Tipos de Paquímetro Digital É o mais comum. É o tipo que será usado nas nossas De Relógio práticas Universal UNIVERSAL 1- orelha fixa 8- encosto fixo 2-orelha

Leia mais

Norma Técnica Interna SABESP NTS 051

Norma Técnica Interna SABESP NTS 051 Norma Técnica Interna SABESP NTS 051 Tubos de Polietileno - Determinação das Dimensões Método de Ensaio São Paulo Fevereiro - 1999 NTS 051 : 1999 Norma Técnica Interna SABESP S U M Á R I O 1 OBJETIVO...1

Leia mais

WDW - 50E. WDW - 500E e 600E WDW - 1E/2E/5E

WDW - 50E. WDW - 500E e 600E WDW - 1E/2E/5E WDW 100-E WDW 200/300-E A Time Group foi fundada em 1984, é uma empresa de novas e alta tecnologia e a maior fabricante de máquinas de ensaios do mundo. A Time Group é reconhecida como uma das melhores

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº 23502.000008.2014-24

Leia mais

e-mail: ederaldoazevedo@yahoo.com.br

e-mail: ederaldoazevedo@yahoo.com.br Assunto: Tecnologia de Concreto e Argamassas Prof. Ederaldo Azevedo Aula 8 e-mail: ederaldoazevedo@yahoo.com.br 8. Tecnologia do Concreto e Argamassas 8.1. Concreto: 8.1. Concreto: Concreto é a mistura

Leia mais

Capítulo 3 Propriedades Mecânicas dos Materiais

Capítulo 3 Propriedades Mecânicas dos Materiais Capítulo 3 Propriedades Mecânicas dos Materiais 3.1 O ensaio de tração e compressão A resistência de um material depende de sua capacidade de suportar uma carga sem deformação excessiva ou ruptura. Essa

Leia mais

Laboratórios do Curso de Arquitetura

Laboratórios do Curso de Arquitetura - Descrição do Laboratório Áreas de Conhecimento: Arquitetura e Engenharia Civil Laboratório de Ensaios (Bloco V) Sala nº Esse laboratório é utilizado pelos alunos de Arquitetura e Engenharia Civil, bem

Leia mais

ESTUDO DO EFEITO DAS FIBRAS DE VIDRO E POLIPROPILENO NAS PROPRIEDADES MECÂNICAS DO CONCRETO

ESTUDO DO EFEITO DAS FIBRAS DE VIDRO E POLIPROPILENO NAS PROPRIEDADES MECÂNICAS DO CONCRETO ESTUDO DO EFEITO DAS FIBRAS DE VIDRO E POLIPROPILENO NAS PROPRIEDADES MECÂNICAS DO CONCRETO Jéssica Spricigo da Rocha Bonifácio (1), Daiane dos Santos da Silva Godinho (2) UNESC Universidade do Extremo

Leia mais

Catálogo de itens aprovados PE n 40/2014 Brinquedos e Playgrounds Região Sul

Catálogo de itens aprovados PE n 40/2014 Brinquedos e Playgrounds Região Sul Catálogo de itens aprovados PE n 40/2014 Brinquedos e Playgrounds Item 22 - Balanço 2 lugares (frente a frente) Empresa fornecedora: Capricórnio S/A Produto Certificado pelo Inmetro: nº IP-PLG 5119/14

Leia mais

LABORATÓRIOS DA ÁREA AMBIENTAL

LABORATÓRIOS DA ÁREA AMBIENTAL LABORATÓRIOS DA ÁREA AMBIENTAL Laboratório de Hidráulica Ambiental Localização: Bloco "M" 223 Área: 70,38 m² Módulo para Experimentos e Perda de Carga: - 01 Reservatório (300L); - 01 Grupo Motor Bomba;

Leia mais

ESCOPO DO LABORATORIO

ESCOPO DO LABORATORIO Haste Padrão parã Micrômetro Externo âté 500 mm Paquímetro Micrômetro Externo Relógio Apalpador Milesimal / Centesimal até 25 mm Paquímetro Medidor de Altura Bloco Padrão Calibrador Anel de Rosca Paralela

Leia mais

SUMÁRIO 1 OBJETIVO E CAMPO DE APLICAÇÃO 2 REFERÊNCIAS 3 DEFINIÇÕES 4 METODOLOGIA

SUMÁRIO 1 OBJETIVO E CAMPO DE APLICAÇÃO 2 REFERÊNCIAS 3 DEFINIÇÕES 4 METODOLOGIA RM 53 ORIENTAÇÕES SOBRE DECLARAÇÃO DA INCERTEZA DE MEDIÇÃO EM METROLOGIA DIMENSIONAL PROCEDIMENTO DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE REVISÃO: 04 ABR/2015 SUMÁRIO 1 OBJETIVO E CAMPO DE APLICAÇÃO 2 REFERÊNCIAS

Leia mais

PLANILHA CONTRATUAL VIGENTE - RECOPA

PLANILHA CONTRATUAL VIGENTE - RECOPA 1. MOBILIZAÇÃO E DESMOBILIZAÇÃO 8.550.312,46 1.1 MOBILIZAÇÃO E DESMOBILIZAÇÃO DE PESSOAL PESS 70,000 1.778,00 124.460,00 1.2 MOBILIZAÇÃO E DESMOBILIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS VG 40,000 22.225,00 889.000,00

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA A REALIZAÇÃO DE CALIBRAÇÕES NO GRUPO DE SERVIÇOS DE CALIBRAÇÃO EM METROLOGIA DIMENSIONAL. Documento de caráter orientativo

ORIENTAÇÃO PARA A REALIZAÇÃO DE CALIBRAÇÕES NO GRUPO DE SERVIÇOS DE CALIBRAÇÃO EM METROLOGIA DIMENSIONAL. Documento de caráter orientativo Coordenação Geral de Acreditação ORIENTAÇÃO PARA A REALIZAÇÃO DE CALIBRAÇÕES NO GRUPO DE SERVIÇOS DE CALIBRAÇÃO EM METROLOGIA DIMENSIONAL Documento de caráter orientativo DOQ-CGCRE-004 Revisão 02 FEV/2010

Leia mais

1.03.013.04.00 PRENSA HIDRÁUL. MANUAL ANALOGICA 120T COM MANÔMETRO MOD. CA NBR 12767 NBR 7680 NBR 5739 DNER ME 091 CÓDIGO: Rochas para revestimento Determinação da resistência à compressão uniaxial. Extração,

Leia mais

ENSAIOS BÁSICOS DE CIMENTO PORTLAND Prof. Dario de Araújo Dafico, Dr.

ENSAIOS BÁSICOS DE CIMENTO PORTLAND Prof. Dario de Araújo Dafico, Dr. ENSAIOS BÁSICOS DE CIMENTO PORTLAND Prof. Dario de Araújo Dafico, Dr. Versão: Abr./2012 NBR NBR 5741 (1993) Extração e preparação de amostras de cimento Esta norma estabelece os procedimentos pelos quais

Leia mais

nossa empresa A empresa mantém um controle de qualidade rígido, garantindo o padrão dos seus produtos e certeza da satisfação dos seus clientes.

nossa empresa A empresa mantém um controle de qualidade rígido, garantindo o padrão dos seus produtos e certeza da satisfação dos seus clientes. nossa empresa A EMIT oferece soluções em equipamentos e máquinas leves para Construção, e traz aos locadores e distribuidores equipamentos seguros e confiáveis. O desenvolvimento dos produtos EMIT sempre

Leia mais

1. Determinar a tensão normal nos pontos das seções S 1 e S 2 da barra da figura.

1. Determinar a tensão normal nos pontos das seções S 1 e S 2 da barra da figura. 16 10 mm 10 mm 1. eterminar a tensão normal nos pontos das seções S 1 e S 2 da barra da figura. S1 S1 20 kn 300 mm 160 mm 50 mm 80 mm S 1 40MPa S 2 3,98MPa 2. Para a barra da figura, determinar a variação

Leia mais

SUMÁRIO. 1 Instruções Básicas de segurança 1

SUMÁRIO. 1 Instruções Básicas de segurança 1 SUMÁRIO 1 Instruções Básicas de segurança 1 1.1 Aplicação prevista 1 1.2 Seu equipamento de proteção individual 1 1.3 Soluções de molha, solventes e revestimentos. 1 1.4 Trabalhando na impressora sem riscos

Leia mais

Apresentação dos Requisitos Do Edital Inmetro nº 01/2011

Apresentação dos Requisitos Do Edital Inmetro nº 01/2011 Apresentação dos Requisitos Do Edital Inmetro nº 01/2011 Anexo B Especificações do simulador Eduardo Lopes Pesquisador-Tecnologista em Metrologia e Qualidade Objetivos Apresentar o simulador de pista com

Leia mais

Laboratório de Geotecnia. Ensaios Laboratoriais de Caracterização do Agregado Leve LECA

Laboratório de Geotecnia. Ensaios Laboratoriais de Caracterização do Agregado Leve LECA Laboratório de Geotecnia Ensaios Laboratoriais de Caracterização do Agregado Leve LECA Relatório LABGEO - 22 Ensaios Laboratoriais de Caracterização do Agregado Leve LECA Relatório LABGEO - Out/22 Ensaios

Leia mais

C R I T É R I O S D E M E D I Ç Ã O E E S T R U T U R A D E P R E Ç O S

C R I T É R I O S D E M E D I Ç Ã O E E S T R U T U R A D E P R E Ç O S CM: CM24/01 SUBGRUPO: 240100 MOBILIZAÇÃO E DESMOBILIZAÇÃO FOLHA: 1/1 240101 DESLOCAMENTO DE EQUIPAMENTOS E MATERIAIS km Será feita pelo produto da distância de transporte, em quilômetro (km), pela quantidade

Leia mais

Reconhecimento para Qualificação para Laboratórios de Calibração e Ensaios

Reconhecimento para Qualificação para Laboratórios de Calibração e Ensaios K & L Laboratórios de Metrologia Unidade: Rua Sergipe, 113 Sala B Bairro: Boneca do Iguaçu - São José dos Pinhais - PR Escopo de Qualificação: Dimensional, Força, Torque e Dureza, Massa, Acústica, Eletricidade,

Leia mais

Relógios www.internacionalferramentas.com.br

Relógios www.internacionalferramentas.com.br Relógios Relógio Comparador Digital Dígitos grandes, com 9mm de altura Resolução: 0,01mm/.0005. Sete teclas: Liga/desliga, tolerância, set, zero absoluto/incremental,range (congelamento), direção de contagem

Leia mais

SOCIEDADE EDUCACIONAL DE SANTA CATARINA Laboratório de Materiais. Relatório nº 0160/2010

SOCIEDADE EDUCACIONAL DE SANTA CATARINA Laboratório de Materiais. Relatório nº 0160/2010 1/13 1. INFORMAÇÕES DO CLIENTE/AMOSTRA Solicitante: SOCIEDADE EDUCACIONAL DE SC - SOCIESC Pedido: 6394. Data de Entrada: 24/06/2010 Tipo de Amostra / Material: Produto Identificação: PP reciclado; PE virgem.

Leia mais

Prefeitura Municipal de Venda Nova do Imigrante

Prefeitura Municipal de Venda Nova do Imigrante Lote LOTE 01 Item(*) Código Especificação Unidade Marca Unitário Valor Total 00001 00025441 ACABAMENTO PARA CANALETA SISTEMA X TAMANHO 20 X 10 X 2100MM - 210,0 00023 00025525 CHUVEIRO ELETRICO 110V - 00067

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº M0002-1 Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº M0002-1 Accreditation Annex nr. Tel +351.1 948 1 Fax +351.1 948 Anexo Técnico de Acreditação Nº M-1 A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de, segundo a norma NP EN ISO/IEC 175:5 Endereço Address Contacto Contact

Leia mais

AULA III MEDIDA DE DISTÂNCIA

AULA III MEDIDA DE DISTÂNCIA AULA III MEDIDA DE DISTÂNCIA 1. Introdução. 2. Medida Direta de Distâncias. 2.1. Equipamentos utilizados na Medida Direta de Distâncias. 2.2. Cuidados na Medida Direta de Distâncias. 2.3. Método na Medida

Leia mais

Tratores. Informações gerais sobre tratores. Recomendações. Distância do eixo

Tratores. Informações gerais sobre tratores. Recomendações. Distância do eixo Informações gerais sobre tratores Informações gerais sobre tratores Os tratores foram projetados para puxar semirreboques e são, portanto, equipados com uma quinta roda para possibilitar a fácil troca

Leia mais

ME-52 MÉTODOS DE ENSAIO DETERMINAÇÃO DA CONSISTÊNCIA DO CONCRETO PELO ABATIMENTO DO TRONCO DE CONE ( SLUMP-TEST )

ME-52 MÉTODOS DE ENSAIO DETERMINAÇÃO DA CONSISTÊNCIA DO CONCRETO PELO ABATIMENTO DO TRONCO DE CONE ( SLUMP-TEST ) ME-52 MÉTODOS DE ENSAIO DETERMINAÇÃO DA CONSISTÊNCIA DO CONCRETO PELO ABATIMENTO DO TRONCO DE CONE ( SLUMP-TEST ) DOCUMENTO DE CIRCULAÇÃO EXTERNA 1 ÍNDICE PÁG. 1. INTRODUÇÃO... 3 2. OBJETIVO...3 3. S E

Leia mais

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00076/2015-000 SRP

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00076/2015-000 SRP 26243 - UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE 153103 - UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00076/2015-000 SRP 1 - Itens da Licitação 1 - Obras Civis

Leia mais

RELATÓRIO DE PATRIMÔNIOS POR CONTA CONTÁBIL - Situação: Ativo

RELATÓRIO DE PATRIMÔNIOS POR CONTA CONTÁBIL - Situação: Ativo Pág.: 1 / 105 RELATÓRIO DE ÔNIOS POR CONTA CONTÁBIL - Situação: Ativo Conta : 14212.04.00 APARELHOS DE MEDICAO E ORIENTACAO Calibrador de pressão portátil para esfignomanômetro Simulador de sopro Coleçao

Leia mais

PLATAFORMAS PARA VENCER DESNÍVEIS DE ATÉ 2 OU ATÉ 4 METROS

PLATAFORMAS PARA VENCER DESNÍVEIS DE ATÉ 2 OU ATÉ 4 METROS PLATAFORMAS PARA VENCER DESNÍVEIS DE ATÉ 2 OU ATÉ 4 METROS PL220 Solução para vencer percursos de até 2 metros, com adequação de obra simplificada e curto prazo de fornecimento e instalação Sistema de

Leia mais

Segmento Laboratorial: Farmácias de Manipulação, Cosméticos, Centros de pesquisa, Petroleo e Gas, Siderurgia, Mineração e Industrias em geral.

Segmento Laboratorial: Farmácias de Manipulação, Cosméticos, Centros de pesquisa, Petroleo e Gas, Siderurgia, Mineração e Industrias em geral. Segmento Laboratorial: Farmácias de Manipulação, Cosméticos, Centros de pesquisa, Petroleo e Gas, Siderurgia, Mineração e Industrias em geral. Contato: (27) 3200-8890 MANUTENÇÃO, CALIBRAÇÃO, LOCAÇÃO E

Leia mais

Instituto Federal de São Paulo Departamento de Mecânica. Roteiro de Laboratório: Pneumática

Instituto Federal de São Paulo Departamento de Mecânica. Roteiro de Laboratório: Pneumática Instituto Federal de São Paulo Departamento de Mecânica Roteiro de Laboratório: Pneumática Prof. Engº Felipe Amélio de Lucena Catanduva, 25 de julho de 2012. Sumário 1 Objetivo... 3 2 Estrutura para elaboração

Leia mais

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO. Preparação de amostras para ensaios de compactação, caracterização e teor de umidade

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO. Preparação de amostras para ensaios de compactação, caracterização e teor de umidade ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO Norma de Origem: NIT-DICLA-016 Folha: 1 Total de Folhas: 8 RAZÃO SOCIAL/DESIGNAÇÃO DO LABORATÓRIO ALPHAGEOS TECNOLOGIA APLICADA S/A ALPHAGEOS TECNOLOGIA

Leia mais

Avaliação do Emprego do Resíduo do Processo SulfaTreat como Material de Construção de Pavimentos

Avaliação do Emprego do Resíduo do Processo SulfaTreat como Material de Construção de Pavimentos Avaliação do Emprego do Resíduo do Processo SulfaTreat como Material de Construção de Pavimentos Patrício José Moreira Pires e José Tavares Araruna Departamento de Engenharia Civil, Pontifícia Universidade

Leia mais

FILTRO DISCO CERÂMICO À VÁCUO (FDVC)

FILTRO DISCO CERÂMICO À VÁCUO (FDVC) APLICAÇÃO Mineração Indústria metalúrgica Desaguamento de concentrados de minérios ferrosos e não-ferrosos Desaguamento de rejeitos e lamas Filtragem de polpa fina de oxido de alumínio O uso do Filtro

Leia mais

Controle de Medidas - Instrumentos de Medição. Prof. Casteletti PAQUÍMETRO UNIVERSAL

Controle de Medidas - Instrumentos de Medição. Prof. Casteletti PAQUÍMETRO UNIVERSAL PAQUÍMETRO UNIVERSAL O paquímetro é um instrumento usado para medir dimensões lineares internas, externas e de profundidade. Consiste em uma régua graduada, com encosto fixo, na qual desliza um cursor.

Leia mais

COMPRASNET - O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino-Americana

COMPRASNET - O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino-Americana Página 1 de 167 Pregão Eletrônico 158658.332014.166432.4439.59568667470.390 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino-Americana Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00033/2014

Leia mais

Paquimetro Digital especial. (Métrico) 0,01 ± 0,05. (Polegada/Métrico) .0005/0,01 ± 0,05. Paquimetro Digital especial com face em metal duro

Paquimetro Digital especial. (Métrico) 0,01 ± 0,05. (Polegada/Métrico) .0005/0,01 ± 0,05. Paquimetro Digital especial com face em metal duro Paquimetro Digital especial (Métrico) 0,01 ± 0,05 (Polegada/Métrico) pol/.0005/0,01 ± 0,05 Paquimetro Digital especial com face em metal duro 0,01 ± 0,02 Paquimetro Especial Paquimetro com bico tipo Lâmina

Leia mais

CONCRETO SUSTENTÁVEL: SUBSTITUIÇÃO DA AREIA NATURAL POR PÓ DE BRITA PARA CONFECÇÃO DE CONCRETO SIMPLES

CONCRETO SUSTENTÁVEL: SUBSTITUIÇÃO DA AREIA NATURAL POR PÓ DE BRITA PARA CONFECÇÃO DE CONCRETO SIMPLES 1 UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO CONCRETO SUSTENTÁVEL: SUBSTITUIÇÃO DA AREIA NATURAL POR PÓ DE BRITA PARA CONFECÇÃO DE CONCRETO SIMPLES Prof Dr.Jorge Creso Cutrim Demetrio OBJETIVOS 1. Analisar a viabilidade

Leia mais

1/73. DFA Estruturas Estruturas de Edifícios de B.A. Reforço de Fundações 3/73. DFA Estruturas Estruturas de Edifícios de B.A. Reforço de Fundações

1/73. DFA Estruturas Estruturas de Edifícios de B.A. Reforço de Fundações 3/73. DFA Estruturas Estruturas de Edifícios de B.A. Reforço de Fundações 1/73 2/73 Tipos e Patologias Técnicas de Reforço Métodos Construtivos Disposições Construtivas Casos Práticos Tipos e Patologias 3/73 Tipos de Fundações tradicionais em terrenos brandos 4/73 Solução de

Leia mais

ESTUDO DE CASO TRAÇOS DE CONCRETO PARA USO EM ESTRUTURAS PRÉ- MOLDADAS CASE STUDY - TRACES OF CONCRETE FOR USE IN PREMOULDED STRUCTURES

ESTUDO DE CASO TRAÇOS DE CONCRETO PARA USO EM ESTRUTURAS PRÉ- MOLDADAS CASE STUDY - TRACES OF CONCRETE FOR USE IN PREMOULDED STRUCTURES ESTUDO DE CASO TRAÇOS DE CONCRETO PARA USO EM ESTRUTURAS PRÉ- MOLDADAS CASE STUDY - TRACES OF CONCRETE FOR USE IN PREMOULDED STRUCTURES Cleriston Barbosa da Silva (1), Dary Werneck da Costa (2), Sandra

Leia mais

APOSTILA PARA AS AULAS PRÁTICAS DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO PROF. ALDO DE ALMEIDA OLIVEIRA

APOSTILA PARA AS AULAS PRÁTICAS DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO PROF. ALDO DE ALMEIDA OLIVEIRA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE TECNOLOGIA DEPTO. DE ENGENHARIA ESTRUTURAL E CONSTRUÇÃO CIVIL APOSTILA PARA AS AULAS PRÁTICAS DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO PROF. ALDO DE ALMEIDA OLIVEIRA ABRIL/2007

Leia mais

ÓRGÃOS ACESSÓRIOS DA REDE DE ESGOTO

ÓRGÃOS ACESSÓRIOS DA REDE DE ESGOTO SANEAMENTO II AULA 06 8 semestre - Engenharia Civil ÓRGÃOS ACESSÓRIOS DA REDE DE ESGOTO Profª. Priscila Pini prof.priscila@feitep.edu.br POÇOS DE VISITA (PV) São utilizados para permitir o acesso de homens

Leia mais

Leia estas instruções:

Leia estas instruções: Leia estas instruções: 1 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Caso se identifique em qualquer outro local deste

Leia mais

Plásticos para Cultivo Celular

Plásticos para Cultivo Celular Linha Cultivo de Células e Tecidos Fabricada em poliestireno cristal virgem (GPPS), oferece produtos com alta transparência para ótima visualização e sem presença de contaminantes, assegurando integridade

Leia mais