Paquimetro Digital especial. (Métrico) 0,01 ± 0,05. (Polegada/Métrico) .0005/0,01 ± 0,05. Paquimetro Digital especial com face em metal duro

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Paquimetro Digital especial. (Métrico) 0,01 ± 0,05. (Polegada/Métrico) .0005/0,01 ± 0,05. Paquimetro Digital especial com face em metal duro"

Transcrição

1 Paquimetro Digital especial (Métrico) 0,01 ± 0,05 (Polegada/Métrico) pol/.0005/0,01 ± 0,05 Paquimetro Digital especial com face em metal duro 0,01 ± 0,02 Paquimetro Especial Paquimetro com bico tipo Lâmina 0,05 ± 0,08 Paquimetro Digital especial 0,01 ± 0,02

2 Paquimetro com bico tipo ponta,com haste de profundidade e impulsor 0,01 ± 0,02 Paquimetro Especial Paquimetro Digital especial pol/.0005/0,01 ± 0, /0,01 ± 0, / Paquimetro Especial 0,05 ± 0,08 Paquimetro Digital especial 573 (Métrico) 0,01 0,05 (Polegada/Métrico) pol/.0005/0,01 0,05

3 Paquimetros Especial Paquimetro com bico tipo faca 536 0,05 ± 0,12 Paquimetro Digital especial Paquimetro Especial Paquimetro Digital especial (Métrico) (Polegada/Métrico).0005/ Paquimetro Especial Graduação

4 0,05 ± 0,08 0,05 ± 0,10 0,05 ± 0,12 Paquimetro Digital especial 0,01 ± 0,05 Paquimetro Especial Paquimetro Especial Paquimetro Tipo Gancho 0,02 ± 0,03 Paquimetro Tipo Gancho com ajuste fino 0,02 ± 0,03

5 Bases Para Medição de Profundidade a b c d e , , ,5 11,5 20 Dimensões 75x12 100x12 125x14 Acessórios Opcionais para Calibradores Traçadores de Altura Esse dipositivo serve para medição de canais de profundidade de furos entre degraus e outras peças Sensor de contato Para medições com exatidão utilizando o calibrador traçador de altura sobre desempeno de granito Ponta de Centragem Para determinar a distância entre os centros de dois ou mais furos Acessórios Opcionais para Calibradores

6 Traçadores de Altura L H a c d w ± 0, ± 0, , ± 0, , ,35 0 0,05 0, , , , ,7 42 6,35 Grampo de metal em U Medidores de Profundidade com Relógio (Métrico) Curso de medição 0,01 10 (Polegada/Métrico) pol/ Curso de medição.0005/0,01 10 Modelo analógico Curso de Dimensão medição da base x x x x 16 Acessórios Opcionais para Relógios Comparadores

7 Pontas Universais para Relógios Comparadores Extensões Intercambiáveis Ø5 Pontas de Contato Especiais

8 Pontas de Contato Especiais

9 Acessórios Opcionais para Relógios Apalpadores Pinça universal para Ø 4 e 8 Haste de centralização Haste de centralização Haste cilíndrica rosqueada Acessórios Opcionais para Relógios Apalpadores

10 Haste cilíndrica tipo rabo de andorinha Ø 4 Ø 8 Porca Suporte universal com haste articulada Ø 6,00 Ø 6,35 Ø 8,00 Suporte universal com haste articulada Ø 8,00

11 Haste retangular com pino Ø 6 50 (9 x 9 ) 100 (9 x 9 ) 100 (12,7 x 6,35 ) Haste cilíndrica (Ø 8 ) com pino Ø 6 Comprimento 115 Pontas para Relógios Apalpadores Diâmetro da esfera 0,5 0,7 1,0 2,0 3,0 Aço Aço Aço Posicionamento de comparadores de diâmetro interno Os comparadores foram projetados para facilitar a centralização do eixo ao diâmetro a ser medido.

12 Comparadores de Diâmetro Interno de Alta Capa para relógio (opcional) Com relógio comparador 2109 SB 10 Graduação 0,001 0,001 0,001 0,001 0,001 Com relógio comparador 2046 SB Graduação 0,01 0,01 0,01 0,01 0,01 Comparador de diâmetro interno Graduação 0,01 0,01 0,01 0,001 0,001

13 0,001 Comparadores de Diâmetro Interno de Alta Capacidade A 0,95 1,15 11,5 1,07 1,25 11,5 1,17 1,35 11,5 1,27 1,45 11,5 1,37 1,55 11,5 1,50 1,90 17,5 1,80 2,20 17,5 2,05 2,45 17,5 2,25 2,75 22,5 2,50 3,00 22,5 2,75 3,25 22,5 3,00 3,50 22,5 3,25 3,75 22,5 3,50 4,00 22,5 3,70 4, ,20 4, ,70 5, ,20 5, ,70 6, ,20 6, ,70 7,30 32 Capacidade a b c 7,0 7,5 1, ,2 7,5 8,0 1, ,2 8,0 8,5 1, ,2 8,5 9,0 1, ,2 9,0 9,5 1, ,2 9,5 10,0 1, ,2

14 10,0 11,0 2, ,0 12,0 2, ,0 13,0 2, ,0 14,0 2, ,0 15,0 2, ,0 16,0 2, ,0 17,0 2, ,0 18,0 2, Medidores com Relógio para Medidas Internas Contato de medição: borda de metal duro (raio 0,1 ) 0,005 ± 0,015 Contato de medição: esfera de metal duro Ø 0,6 0,005 ± 0,015 0,01 ± 0,02 Contato de medição: esfera de metal duro Ø 1,0 0,01 ± 0,02 0,01 ± 0,02

15 0,01 ± 0,02 0,01 ± 0,02 Contato de medição: esfera de metal duro Ø 1,5 Contato de medição: esfera de metal duro Ø 2,0 Contato de medição: intercambiáveis, esfera de metal duro Ø 1 0,01 ± 0,04 Contato de medição: tipo interno 0,025 ± 0,04 0,025 ± 0,04 0,025 ± 0,04 Calibradores de Paquímetros Capacidade Paralelismo Pontos de verificação µm , 50, 100, 150, 200, 250 e , 50, 100, 150, 200, 300, 400, 500, 550 e 600

16 Calibradores para Micrômetro de Profundidade Para inspecionar e calibrar micrômetros de profundidade. Capacidade Graduação Ponto de referência ± 0,5 µm ± 0,5 µm Calibrador de Micrômetro Interno Capaciadade passo Calibrador de Comparadores de Diâmetros Internos consiste de: consiste de: 1 Suporte 1 Suporte 1 suporte Tipo A capacidade de medição de 18 35, suporte Tipo B capacidade de medição de , suporte Tipo C capacidade de medição de , garras planas Calibradores de Boca sem Relógio Avaliações PASSA/ NÃO PASSA podem ser feitas com grande facilidade. Força de Paralelismo das A B medição faces de medição n µm 15 ± ± ± ± ± ±

17 15 ± ± ± ± ± ± Graminhos De formato anatômico para facilitar traçagem Características Com coluna inclinável e ajuste fino Calibradores de Boca Ajustáveis Utilizados como calibradores passa/não passa para medidas externas Capacidade

18 Calibradores de Folgas Passo Número de lâminas 0, ,5 0,5 32 0, Pentes de Rosca Lâminas Número Passo de lâminas 0,35; 0,4; 0,45; 0,5; 0,6; 0,7;0,75; 0,8; 1; 22 1,25; 1,5; 1,75; 2; 2,5; 3; 3,5; 4; 4,5; 5; 5,5; 6 0,4; 0,5; 0,75; 0,8; 0,9; 1; 1,25; 1,5;1,75; 21 2; 2,5; 3; 3,5; 4; 4,5; 5; 5,5; 6; 6,5; 7; 0,4; 0,5; 0,75; 1; 1,25; 1,5;1,75; 18 2; 2,5; 3; 3,5; 4; 4,5; 5; 5,5; 6; 6,5; 7 Escalas de Aço Acabamento em cromo fosco Graduação pol/ Largura

19 19 Compassos Compassos retos totalmente temperados Capacidade Tipo 150 Reto 200 Reto 150 Externo 200 Externo 150 Interno 200 Interno Calibradores de Raios Passo Número de lâminas 0, ,5 0,5 32 0,5 1 30

CATÁLOGO DE METROLOGIA

CATÁLOGO DE METROLOGIA CATÁLOGO DE METROLOGIA 1 PAQUÍMETRO PAQUÍMETRO UNIVERSAL PAQUÍMETRO UNIVERSAL (MD) capacidade LEITURA 141-112 0-150mm / 0-6 0,02mm / 0,001 141-113 0-150mm / 0-6 0,05mm / 1/128 141-114 0-200mm / 0-8 0,02mm

Leia mais

DESTAQUES. Série 500 Informações detalhadas na página 74. Paquímetros Digitais ABSOLUTE. Informações detalhadas na página 75

DESTAQUES. Série 500 Informações detalhadas na página 74. Paquímetros Digitais ABSOLUTE. Informações detalhadas na página 75 DESTAQUES Paquímetros Digitais Coolant Proof ABSOLUTE Série 500 Informações detalhadas na página 74 Paquímetros Digitais ABSOLUTE Série 500 Informações detalhadas na página 75 Paquímetro Digital Solar

Leia mais

Tel.: 55 (11) 2814-0790 Fax 55 (11) 4647-6782 E-mail: triak@triak.com.br CNPJ: 08.747.866/0001-72 Inc. Estadual: 147.257.444.110 www.triak.com.

Tel.: 55 (11) 2814-0790 Fax 55 (11) 4647-6782 E-mail: triak@triak.com.br CNPJ: 08.747.866/0001-72 Inc. Estadual: 147.257.444.110 www.triak.com. Promoção Válida /janeiro 2011 /fevereiro 2011 das normas internacionais, Garantia de 1 ano Assistência Técnica Própria Tel.: 55 (11) 2814-0790 Fax 55 (11) 4647-6782 E-mail: triak@triak.com.br CNPJ: 08.747.866/0001-72

Leia mais

Relógios www.internacionalferramentas.com.br

Relógios www.internacionalferramentas.com.br Relógios Relógio Comparador Digital Dígitos grandes, com 9mm de altura Resolução: 0,01mm/.0005. Sete teclas: Liga/desliga, tolerância, set, zero absoluto/incremental,range (congelamento), direção de contagem

Leia mais

Micrômetros para Medições de Rebordos de Latas

Micrômetros para Medições de Rebordos de Latas Micrômetros para Medições de Rebordos de Latas Série 147 Para controle preciso de profundidade e espessura em rebordos de latas. Profundidade de rebordo (profundidade maior que 5 mm) 147 103 para latas

Leia mais

Grupo 16 Instrumentos de medição

Grupo 16 Instrumentos de medição BRALE Grupo 16 Instrumentos de medição Fornecedor: Tipo Descrição Página Instrumentos de medição em geral 00 Paquímetro com leitura analógica 01 Características 01-01 Produtos 01-02 Paquímetro com leitura

Leia mais

Proteção : IP-40 Display: LCD, 6 dígitos mais sinal ( ) Inclui riscador, grampo e 1 bateria

Proteção : IP-40 Display: LCD, 6 dígitos mais sinal ( ) Inclui riscador, grampo e 1 bateria ZERO/ABS PRESET +/- ON/OFF HOLD Calibradores Traçadores de Altura Digitais Modelo de duas colunas e com ou sem saída de dados para CEP. Ajuste de zero por um simples toque no botão. Através do botão PRESET,

Leia mais

Sistemas de Medição e Metrologia. Aula 3. Organização da Aula 3. Sistema de Medição e Metrologia. Contextualização. Profa. Rosinda Angela da Silva

Sistemas de Medição e Metrologia. Aula 3. Organização da Aula 3. Sistema de Medição e Metrologia. Contextualização. Profa. Rosinda Angela da Silva Sistemas de Medição e Metrologia Aula 3 Profa. Rosinda Angela da Silva Organização da Aula 3 Equipamentos de medição A importância dos equipamentos Os equipamentos mais conhecidos Uso e cuidados Utilizando

Leia mais

Paquímetro: tipos e usos

Paquímetro: tipos e usos Paquímetro: tipos e usos Um problema Como a empresa fabricou muitas peças fora das dimensões, o supervisor suspendeu o trabalho e analisou a causa do problema. Concluiu que a maioria dos profissionais

Leia mais

Nos sentiremos honrados em atende-los.

Nos sentiremos honrados em atende-los. Presente no mercado brasileiro desde 1941, a PANAMBRA sempre pautou suas atividades por oferecer equipamentos de tecnologia avançada em todos os seus campos de trabalho e foi pioneira na introdução de

Leia mais

Salvi Casagrande Salvi Sul

Salvi Casagrande Salvi Sul 1 Anéis Padrão ANÉIS Usados para calibração de micrômetros internos, comparadores de diâmetros internos, micrômetros tubulares, etc Fabricados em aço temperado, micro lapidados Alta precisão de acordo

Leia mais

Metrologia Dimensional 17-07-2003

Metrologia Dimensional 17-07-2003 Artigo Serviço Referências 52.15.205 Apalpa Folgas (a) DIN 2275 52.15.206 Aplicador Rectangular (b) -------------- 52.15.207 Base de Comparador (b) -------------- 52.15.210 de Haste Telesc. Analógica

Leia mais

Série 201. Acessórios Opcionais 2972 Relógio comparador Especificações, veja página e relógio comparador digital B

Série 201. Acessórios Opcionais 2972 Relógio comparador Especificações, veja página e relógio comparador digital B Calibradores de Boca sem Relógio Os calibradores de boca permitem uma medição rápida e exata de todos os tipos de diâmetros externos até 300. Avaliações PASSA/ NÃO PASSA podem ser feitas com grande facilidade.

Leia mais

Os paquímetros distinguem-se pela faixa de indicação, pelo nônio, pelas dimensões e forma dos bicos.

Os paquímetros distinguem-se pela faixa de indicação, pelo nônio, pelas dimensões e forma dos bicos. Capítulo 3 PAQUÍMETRO 3.1 ASPECTOS GERAIS 3.1.1 Definição O Paquímetro (figura 3.1) é o resultado da associação de: uma escala, como padrão de comprimento; dois bicos de medição, como meios de transporte

Leia mais

Série 521 Para relógios comparadores, sensores tipo apalpadores e relógios apalpadores com graduação de 0,001 mm. Especificações

Série 521 Para relógios comparadores, sensores tipo apalpadores e relógios apalpadores com graduação de 0,001 mm. Especificações Calibradores de Relógios Comparadores Para calibração de relógios comparadores digitais e analógicos, relógios apalpadores, sensor tipo apalpador com capacidade máxima de 5 mm. Graduação: 0,0002 mm Série

Leia mais

Série 521 Para relógios comparadores, sensores tipo apalpadores e relógios apalpadores com graduação de 0,001 mm. Especificações

Série 521 Para relógios comparadores, sensores tipo apalpadores e relógios apalpadores com graduação de 0,001 mm. Especificações Calibradores de Relógios Comparadores Para calibração de relógios comparadores digitais e analógicos, relógios apalpadores, sensor tipo apalpador com capacidade máxima de 5 mm. Graduação: 0,0002 mm Série

Leia mais

Controle de Medidas - Instrumentos de Medição. Prof. Casteletti PAQUÍMETRO UNIVERSAL

Controle de Medidas - Instrumentos de Medição. Prof. Casteletti PAQUÍMETRO UNIVERSAL PAQUÍMETRO UNIVERSAL O paquímetro é um instrumento usado para medir dimensões lineares internas, externas e de profundidade. Consiste em uma régua graduada, com encosto fixo, na qual desliza um cursor.

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA A REALIZAÇÃO DE CALIBRAÇÕES NO GRUPO DE SERVIÇOS DE CALIBRAÇÃO EM METROLOGIA DIMENSIONAL. Documento de caráter orientativo

ORIENTAÇÃO PARA A REALIZAÇÃO DE CALIBRAÇÕES NO GRUPO DE SERVIÇOS DE CALIBRAÇÃO EM METROLOGIA DIMENSIONAL. Documento de caráter orientativo Coordenação Geral de Acreditação ORIENTAÇÃO PARA A REALIZAÇÃO DE CALIBRAÇÕES NO GRUPO DE SERVIÇOS DE CALIBRAÇÃO EM METROLOGIA DIMENSIONAL Documento de caráter orientativo DOQ-CGCRE-004 Revisão 02 FEV/2010

Leia mais

Metrologia Aplicada e Instrumentação e Controle

Metrologia Aplicada e Instrumentação e Controle 25/11/2012 1 2012 Metrologia Aplicada e Instrumentação e Controle A disciplina de Metrologia Aplicada e Instrumentação e Controle, com 40 horas/aulas, será dividida em 2 (duas) partes, sendo : Metrologia

Leia mais

Mandrilamento. determinado pela operação a ser realizada. A figura a seguir mostra um exemplo de barra de mandrilar, também chamada de mandril.

Mandrilamento. determinado pela operação a ser realizada. A figura a seguir mostra um exemplo de barra de mandrilar, também chamada de mandril. A UU L AL A Mandrilamento Nesta aula, você vai tomar contato com o processo de mandrilamento. Conhecerá os tipos de mandrilamento, as ferramentas de mandrilar e as características e funções das mandriladoras.

Leia mais

DMS 680 - Inspeção de calibradores

DMS 680 - Inspeção de calibradores DMS 680 - Inspeção de calibradores Banco universal de medida calibrações segundo a norma»iso 9000«JOINT OINT J 2 3 JOINT Banco universal de medida DMS 680 Grande campo de aplicações Calibração de vários

Leia mais

Uma empresa admitiu três operários para o

Uma empresa admitiu três operários para o A UU L AL A Blocos-padrão Uma empresa admitiu três operários para o setor de ferramentaria. Os operários eram mecânicos com experiência. Mas, de Metrologia, só conheciam o paquímetro e o micrômetro. Por

Leia mais

SUMÁRIO 1 OBJETIVO E CAMPO DE APLICAÇÃO 2 REFERÊNCIAS 3 DEFINIÇÕES 4 METODOLOGIA

SUMÁRIO 1 OBJETIVO E CAMPO DE APLICAÇÃO 2 REFERÊNCIAS 3 DEFINIÇÕES 4 METODOLOGIA RM 53 ORIENTAÇÕES SOBRE DECLARAÇÃO DA INCERTEZA DE MEDIÇÃO EM METROLOGIA DIMENSIONAL PROCEDIMENTO DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE REVISÃO: 04 ABR/2015 SUMÁRIO 1 OBJETIVO E CAMPO DE APLICAÇÃO 2 REFERÊNCIAS

Leia mais

Série 331 Micrômetro digital com saída de dados SPC DIN 863 com IP 65. Visor para modelo IP 65

Série 331 Micrômetro digital com saída de dados SPC DIN 863 com IP 65. Visor para modelo IP 65 Micrômetros Externos com Pontas Finas Para medir ranhuras, canais, rebaixos e outros formatos especiais. Exatidão: -1 Faces de medição: Metal duro, 25 mm) e chave. Série 111 111 115 Capacidade Código Graduação

Leia mais

Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva

Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva CERTIFICADO: Nº 004/2012 A Rede Metrológica do Estado de São Paulo qualifica o Laboratório de Calibração

Leia mais

PAQUÍMETRO. Também é denominado por Calibre

PAQUÍMETRO. Também é denominado por Calibre PAQUÍMETRO Também é denominado por Calibre Alguns Tipos de Paquímetro Digital É o mais comum. É o tipo que será usado nas nossas De Relógio práticas Universal UNIVERSAL 1- orelha fixa 8- encosto fixo 2-orelha

Leia mais

Rua do Manifesto, 2216 - Ipiranga - São Paulo Fone: +55 (11) 2271-3211 www.internacionalferramentas.com.br

Rua do Manifesto, 2216 - Ipiranga - São Paulo Fone: +55 (11) 2271-3211 www.internacionalferramentas.com.br 125 Relógios Apalpadores e Suportes Os Relógios Apalpadores são primeiramente utilizados para testar ou verificar peças e para ajustes de máquinas, mas são também freqüentemente usados na produção em geral,

Leia mais

PABX (11) 2965-4171 (11) 2966-4673 Visite nossa Home Page: www.wgo.ind.br e-mail: wgo@wgo.ind.br

PABX (11) 2965-4171 (11) 2966-4673 Visite nossa Home Page: www.wgo.ind.br e-mail: wgo@wgo.ind.br Acessórios Para Torno Automático, Ferramentas Especiais (Construção e Afiação), Ferramentaria de Precisão, Dispositivos, Desenvolvimento de Peças Técnicas, Equipamentos Automatizados, Usinagem Torno CNC,

Leia mais

DESTAQUES. Relógios Comparadores Digitais de Alta Exatidão ID-H com entrada e saída de dados RS-232C

DESTAQUES. Relógios Comparadores Digitais de Alta Exatidão ID-H com entrada e saída de dados RS-232C DESTAQUES Relógios Comparadores Digitais de Alta Exatidão ID-H com entrada e saída de dados RS-232C Série 543 Informações detalhadas na página 119 Relógios Comparadores Digitais ABSOLUTE ID-N / ID-B Modelos

Leia mais

Relógios Comparadores

Relógios Comparadores 1 Relógios Comparadores Conteúdos Medição por comparação O relógio comparador mecânico Aspectos metrológicos Calibração de relógios comparadores Relógio comparador digital Aplicações: Sistema para medição

Leia mais

METROLOGIA PAQUÍMETRO: TIPOS E USOS. Prof. Marcos Andrade 1

METROLOGIA PAQUÍMETRO: TIPOS E USOS. Prof. Marcos Andrade 1 METROLOGIA PAQUÍMETRO: TIPOS E USOS Prof. Marcos Andrade 1 Paquímetro É um instrumento usado para medir as dimensões lineares internas, externas e de profundidade de uma peça. Consiste em uma régua graduada,

Leia mais

Ferramentas especiais e de medição

Ferramentas especiais e de medição Ferramentas especiais e de medição COMPASSOS (INTERNO / EXTERNO / DE PONTA) CAIBRE DE FOGA CAIBRE DE ROSCA IMA PARA ROSCAS PAQUÍMETRO DIGITA ARCOS DE SERRA PARA META PINÇAS (PONTAS CURVAS / RETAS) PINÇA

Leia mais

H. INSTRUMENTOS DE MEDIÇÃO INSTRUMENTOS DE MEDIÇÃO

H. INSTRUMENTOS DE MEDIÇÃO INSTRUMENTOS DE MEDIÇÃO H. INSTRUMENTOS DE MEDIÇÃO INSTRUMENTOS DE MEDIÇÃO Anel e Bloco Padrão...002 Bases Magnéticas...002 Calibres...002 Durômetros...003 Escalas...004 Inclinômetro...004 Medidores...005 Micrômetros...006 Paquímetros...009

Leia mais

Cálculos de roscas. Nem sempre os parafusos usados nas máquinas. Formulários

Cálculos de roscas. Nem sempre os parafusos usados nas máquinas. Formulários A UU L AL A Cálculos de roscas Nem sempre os parafusos usados nas máquinas são padronizados (normalizados) e, muitas vezes, não se encontra o tipo de parafuso desejado no comércio. Nesse caso, é necessário

Leia mais

Acesse: http://fuvestibular.com.br/

Acesse: http://fuvestibular.com.br/ Esse torno só dá furo! Na aula sobre furação, você aprendeu que os materiais são furados com o uso de furadeiras e brocas. Isso é produtivo e se aplica a peças planas. Quando é preciso furar peças cilíndricas,

Leia mais

DURÔMETRO DE BANCADA ROCKWELL CÓDIGO ISH-R150

DURÔMETRO DE BANCADA ROCKWELL CÓDIGO ISH-R150 DURÔMETRO DE BANCADA ROCKWELL CÓDIGO ISH-R150 penetrador Mesa plana Ø60mm uso da mesa Seletor da força de ensaio Mesa plana Ø15Omm Aplicação da força Mesa prismática Escalas de ensaio Rockwell Força de

Leia mais

Calibrador Escalonado Para ensaiar paquímetros, graminhos e traçadores. Com blocos padrão cerâmicos.

Calibrador Escalonado Para ensaiar paquímetros, graminhos e traçadores. Com blocos padrão cerâmicos. Calibrador Escalonado Para ensaiar paquímetros, graminhos e traçadores. Com blocos padrão cerâmicos. : 0 300 : 5 300 600 : 7 515-555 medição 515-555 0 300 2 20, 50, 100, 150, 200, 250 e 300 4,0 515-556

Leia mais

Relógios Comparadores. Prof. Dr. Eng. Gustavo Daniel Donatelli Anderson César Silva

Relógios Comparadores. Prof. Dr. Eng. Gustavo Daniel Donatelli Anderson César Silva Relógios Comparadores Prof. Dr. Eng. Gustavo Daniel Donatelli Anderson César Silva 1 Conteúdos 2 Medição diferencial O relógio comparador mecânico Aspectos metrológicos Calibração de relógios comparadores

Leia mais

Série 530 Com parafuso de fixação e guias com revestimento de titânio. Série 530 Paquímetro com faces de medição de metal duro

Série 530 Com parafuso de fixação e guias com revestimento de titânio. Série 530 Paquímetro com faces de medição de metal duro Funções Série 530 Medição de profundidade Paquímetros Universais Com medidor de profundidade Cursor e impulsor feitos de aço temperado inoxidável. Escala principal e nônio com acabamento cromado. Deslize

Leia mais

ESTRUTURA CONSTRUÇÃO COM TÁBUAS CONSTRUÇÃO EM COMPENSADO. 5 32 x 44. 4 32 x 68. 3 Serrado de. 6 Cavernas do meio do barco. 8 44 x 143 1.

ESTRUTURA CONSTRUÇÃO COM TÁBUAS CONSTRUÇÃO EM COMPENSADO. 5 32 x 44. 4 32 x 68. 3 Serrado de. 6 Cavernas do meio do barco. 8 44 x 143 1. ESTRUTURA 17 18 Serrado de 20 x 193 CONSTRUÇÃO COM TÁBUAS 5 32 x 44 14 16 x 143 4 32 x 68 3 Serrado de 32 x 143 3 Cavernas da popa ao meio do barco: 32 x 143 6 Cavernas do meio do barco até proa: 32 x

Leia mais

MICROSCÓPIO DIGITAL ISM-PM200SA

MICROSCÓPIO DIGITAL ISM-PM200SA MICROSCÓPIO DIGITAL ISM-PM200SA suporte obter foto ajuste de intensidade da iluminação ajuste de foco ajuste de ampliação placa branca/preta Computador não incluso Pode-se obter fotos ou vídeos. Fornecido

Leia mais

Tópico 5. Aula Prática: Paquímetro e Micrômetro: Propagação de Incertezas - Determinação Experimental do Volume de um Objeto

Tópico 5. Aula Prática: Paquímetro e Micrômetro: Propagação de Incertezas - Determinação Experimental do Volume de um Objeto Tópico 5. Aula Prática: Paquímetro e Micrômetro: Propagação de Incertezas - Determinação Experimental do Volume de um Objeto 1. INTRODUÇÃO Será calculado o volume de objetos como esferas, cilindros e cubos

Leia mais

João Carlos Guimarães Lerch

João Carlos Guimarães Lerch 13301 A Rede Metrológica do Estado do Rio Grande do Sul qualifica o Laboratório METROLOGIA WG localizado na Rua Henrique Dias, 630, na cidade de Sapucaia do Sul - RS. Conforme critérios estabelecidos no

Leia mais

Capítulo 4: Diagnóstico do Sistema Normativo do SISMETRA

Capítulo 4: Diagnóstico do Sistema Normativo do SISMETRA Capítulo 4: Diagnóstico do Sistema Normativo do SISMETRA Caracterizado no Capítulo 3, à luz da prática internacional de normalização, o sistema normativo do SISMETRA foi objeto de criteriosa análise de

Leia mais

Preparativos Antes da Montagem

Preparativos Antes da Montagem Preparativos Antes da Montagem Manter o local da montagem seco e livre de poeira. Observar a limpeza do eixo, alojamento e das ferramentas. Organizar a área de trabalho. Selecionar as ferramentas adequadas

Leia mais

Funções dos Relógios Comparadores Digitais

Funções dos Relógios Comparadores Digitais Funções dos Relógios Comparadores Digitais Funções dos relógios IDS IDC IDC IDC para IDC IDC IDU IDH comparadores Modelos com baixa força Max/Min micrômetros com com cálculo Modelos com maior força modo

Leia mais

Mesas de Medição. Série 7 Modelo padrão. Série 7 Modelo padrão com mesa grande

Mesas de Medição. Série 7 Modelo padrão. Série 7 Modelo padrão com mesa grande Mesas de Medição Modelo padrão Coluna de aço cromada e temperado. Três modelos de batentes intercambiáveis: lisa, convexa e com ranhura. Ø 30 Batente: Ø 58 168 x 110 Ø 8 7002 Ø 3 /8 7003 Afuste fino: Acessório

Leia mais

METROLOGIA 1 - INTRODUÇÃO

METROLOGIA 1 - INTRODUÇÃO METROLOGIA 1 - INTRODUÇÃO A metrologia é a ciência das medições, abrangendo todos os aspectos teóricos e práticos que asseguram a precisão exigida no processo produtivo, procurando garantir a qualidade

Leia mais

ESCOPO DO LABORATORIO

ESCOPO DO LABORATORIO Haste Padrão parã Micrômetro Externo âté 500 mm Paquímetro Micrômetro Externo Relógio Apalpador Milesimal / Centesimal até 25 mm Paquímetro Medidor de Altura Bloco Padrão Calibrador Anel de Rosca Paralela

Leia mais

Relógio Comparador M 2 T. Resolução 0,01 mm Curso 10 mm Ø do mostrador 58 mm Precisão segundo norma DIN 878

Relógio Comparador M 2 T. Resolução 0,01 mm Curso 10 mm Ø do mostrador 58 mm Precisão segundo norma DIN 878 Relógio Comparador M 2 T Relógio Comparador M 2/30 T Curso 30 mm Relógio Comparador KM 4/5 T Curso 5 mm Ø do mostrador 40 mm Relógios Comparadores Um excelente desenho aliado a uma fabricação precisa e

Leia mais

DESCRITIVO TÉCNICO. 1 Alimentador

DESCRITIVO TÉCNICO. 1 Alimentador DESCRITIVO TÉCNICO Nome Equipamento: Máquina automática para corte de silício 45º e perna central até 400 mm largura Código: MQ-0039-NEP Código Finame: *** Classificação Fiscal: 8462.39.0101 1 Alimentador

Leia mais

Práticas de Manutenção

Práticas de Manutenção Professor: Leonardo Leódido Aula Ferramentas de Torque Sumário Características Fabricação Tipos Características São ferramentas utilizadas na manutenção de equipamentos e que gera um torque sobre outros

Leia mais

EXPERIMENTO 1 INSTRUMENTOS DE MEDIDA E MEDIDAS FÍSICAS

EXPERIMENTO 1 INSTRUMENTOS DE MEDIDA E MEDIDAS FÍSICAS EXPERIMENTO 1 INSTRUMENTOS DE MEDIDA E MEDIDAS FÍSICAS I - OBJETIVO Operar com algarismos significativos, definir o limite do erro instrumental para instrumentos de medição, definir o desvio avaliado para

Leia mais

METROLOGIA NOTAS DE AULA DE CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO MECÂNICA E TECNOLOGIA EM MECATRÔNICA INDUSTRIAL. Prof. SÉRGIO VIANA

METROLOGIA NOTAS DE AULA DE CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO MECÂNICA E TECNOLOGIA EM MECATRÔNICA INDUSTRIAL. Prof. SÉRGIO VIANA 1 Metrologia Prof. Sérgio Viana NOTAS DE AULA DE METROLOGIA CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO MECÂNICA E TECNOLOGIA EM MECATRÔNICA INDUSTRIAL Prof. SÉRGIO VIANA AGOSTO DE 2009 2 Metrologia Prof. Sérgio Viana

Leia mais

CRITÉRIO PARA MEDIÇÃO DE ÁREA PARA PINTURA

CRITÉRIO PARA MEDIÇÃO DE ÁREA PARA PINTURA CRITÉRIO PARA MEDIÇÃO DE ÁREA PARA PINTURA 1 EQUIPAMENTOS DE MÉDIO E GRANDE PORTE 1.1 Tanques de Armazenamento: a área será calculada, em metros quadrados, a partir das dimensões básicas de projeto do

Leia mais

Relógio comparador. Como vocês podem perceber, o programa de. Um problema. O relógio comparador

Relógio comparador. Como vocês podem perceber, o programa de. Um problema. O relógio comparador A U A UL LA Relógio comparador Um problema Como vocês podem perceber, o programa de qualidade da empresa envolve todo o pessoal. Na busca constante de melhoria, são necessários instrumentos de controle

Leia mais

Micrômetros Externos

Micrômetros Externos Exatidão: Bainha e tambor com acabamento cromado Ø 18 mm Passo de rosca de 0,5 mm Esmaltado Inclui estojo, barra padrão (para maiores que 25 mm) e chave. Série 102 Design robusto. 102 301 com catraca 102

Leia mais

Medidas de Grandezas Fundamentais - Teoria do Erro

Medidas de Grandezas Fundamentais - Teoria do Erro UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL Medidas de Grandezas Fundamentais - Teoria do Erro Objetivo As práticas que serão trabalhadas nesta aula têm os objetivos de

Leia mais

Essa ferramenta pode ser fixada em máquinas como torno, fresadora, furadeira, mandriladora.

Essa ferramenta pode ser fixada em máquinas como torno, fresadora, furadeira, mandriladora. Brocas A broca é uma ferramenta de corte geralmente de forma cilíndrica, fabricada com aço rápido, aço carbono, ou com aço carbono com ponta de metal duro soldada ou fixada mecanicamente, destinada à execução

Leia mais

Suporte de Relógio com Alicate de Pressão

Suporte de Relógio com Alicate de Pressão Suporte de Relógio com Alicate de Pressão Exemplo de aplicação Sistema articulado para s comparadores e apalpadores com fixação por alicate de pressão em locais de difícil acesso. Permite fixação em locais

Leia mais

Paquímetro: tipos e usos

Paquímetro: tipos e usos Paquímetro: tipos e usos A U U L A L A Como a empresa fabricou muitas peças fora das dimensões, o supervisor suspendeu o trabalho e analisou a causa do problema. Concluiu que a maioria dos profissionais

Leia mais

Metrologia. Relembrando as operações básicas com Frações

Metrologia. Relembrando as operações básicas com Frações Metrologia Relembrando as operações básicas com Frações NÚMEROS RACIONAIS: Quando for representado por fração: Ex: 3/10; 4/15; 13/25 0= 0/1 1=1/1 2; 7 etc... SÃO NÚMEROS RACIONAIS DO TIPO N/D: ONDE: N

Leia mais

PROMOÇÃO MITUTOYO 80º ANIVERSÁRIO

PROMOÇÃO MITUTOYO 80º ANIVERSÁRIO Promoção válida entre 1 de Abril e 31 de Maio de 2014. Reservado o direito de efetuar alterações técnicas e desenvolvimentos; estes preços só se aplicam a clientes empresariais; todos os preços são considerados

Leia mais

Ferramentas isoladas Vde. Rua do Manifesto, 2216 - Ipiranga - São Paulo Fone: +55 (11) 2271-3211 www.internacionalferramentas.com.

Ferramentas isoladas Vde. Rua do Manifesto, 2216 - Ipiranga - São Paulo Fone: +55 (11) 2271-3211 www.internacionalferramentas.com. Ferramentas isoladas Vde Rua do Manifesto, 2216 - Ipiranga - São Paulo Dupla camada de isolação nas ferramentas VDE A dupla camada de proteção plástica das ferramentas VDE oferece mais segurança ao usuário

Leia mais

Norma Técnica Interna SABESP NTS 051

Norma Técnica Interna SABESP NTS 051 Norma Técnica Interna SABESP NTS 051 Tubos de Polietileno - Determinação das Dimensões Método de Ensaio São Paulo Fevereiro - 1999 NTS 051 : 1999 Norma Técnica Interna SABESP S U M Á R I O 1 OBJETIVO...1

Leia mais

UNESP DESENHO TÉCNICO: Fundamentos Teóricos e Introdução ao CAD. Parte 4/5: Prof. Víctor O. Gamarra Rosado

UNESP DESENHO TÉCNICO: Fundamentos Teóricos e Introdução ao CAD. Parte 4/5: Prof. Víctor O. Gamarra Rosado UNESP UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA FACULDADE DE ENGENHARIA CAMPUS DE GUARATINGUETÁ DESENHO TÉCNICO: Fundamentos Teóricos e Introdução ao CAD Parte 4/5: 11. Cotagem 12. Escala Prof. Víctor O. Gamarra

Leia mais

TORNEIRO MECÂNICO TECNOLOGIA

TORNEIRO MECÂNICO TECNOLOGIA DEFINIÇÃO: TORNEIRO MECÂNICO TECNOLOGIA BROCAS (NOMENCLATURA,CARAC. TIPOS) São ferramentas de corte, de forma cilíndrica, com canais retos ou helicoidais, temperadas, terminam em ponta cônica e são afiadas

Leia mais

Rua do Manifesto, Ipiranga - São Paulo Fone: +55 (11)

Rua do Manifesto, Ipiranga - São Paulo Fone: +55 (11) 207 Estes kits são práticos e econômicos, pois seu preço é menor do que o preço dos instrumentos adquiridos separadamente. Vêm acondicionados em fino estojo plástico com berço para acomodar seguramente

Leia mais

Treinamento Técnico. 1. Sem acabamento 2. Zincado (branco) 3. Fosfatizado 4. Bicromatizado (amarelo) 6. Niquelado

Treinamento Técnico. 1. Sem acabamento 2. Zincado (branco) 3. Fosfatizado 4. Bicromatizado (amarelo) 6. Niquelado DIVERSOS 1 - T ipos de materiais Treinamento Técnico 1. Fibra celerom composto com resina 2. Alumínio 3. Cobre 4. Latão 5. Ferro 5. (definição na cabeça do parafuso) 6. Aço., 1.9 e 12.9 (definição na

Leia mais

Acessórios Opcionais para Relógios Comparadores Analógicos/digitais

Acessórios Opcionais para Relógios Comparadores Analógicos/digitais Acessórios Opcionais para Relógios Comparadores Analógicos/digitais Alavanca de acionamento para Série 1: 900527 para Série 2 (velho): 900525 para Série 3: 903424 para IDC: 902011 para IDS: 903424 para

Leia mais

I - Índice - INSTRUMENTOS DE MEDIDA II - NORMAS DE MEDIDA III - CODIFICAÇÃO DO PRODUTO FINK IV - TIPOS DE PARAFUSOS, PORCAS E ARRUELAS

I - Índice - INSTRUMENTOS DE MEDIDA II - NORMAS DE MEDIDA III - CODIFICAÇÃO DO PRODUTO FINK IV - TIPOS DE PARAFUSOS, PORCAS E ARRUELAS Manual Técnico I - Índice I - INSTRUMENTOS DE MEDIDA II - NORMAS DE MEDIDA III - CODIFICAÇÃO DO PRODUTO FINK IV - TIPOS DE PARAFUSOS, PORCAS E ARRUELAS V - COMO MEDIR E CODIFICAR PRODUTOS FINK VI - ANÉIS

Leia mais

Retificação cilíndrica

Retificação cilíndrica A U A UL LA Retificação cilíndrica A retificadora cilíndrica universal é uma máquina utilizada na retificação de todas as superfícies cilíndricas, externas ou internas de peças. Em alguns casos, essa máquina

Leia mais

Este procedimento tem por objetivo descrever os instrumentos e processos de controle dimensional empregados na verificação de vasos de pressão.

Este procedimento tem por objetivo descrever os instrumentos e processos de controle dimensional empregados na verificação de vasos de pressão. Página: 1 de 6 1. OBJETIVO Este procedimento tem por objetivo descrever os instrumentos e processos de controle dimensional empregados na verificação de vasos de pressão. 2. INSTRUMENTOS DE MEDIÇÃO E MATERIAIS

Leia mais

www.ferdimat.com.br Retificadoras Cilíndricas Série CA / CA51H

www.ferdimat.com.br Retificadoras Cilíndricas Série CA / CA51H * Imagem ilustrativa, a máquina pode estar equipada com acessórios opcionais. Vendas nacionais Rua Dr. Miranda de Azevedo, N 415 Pompéia, São Paulo - SP Tel. (11) 3673-3922 - Fax. (11) 3862-6587 E-mail:

Leia mais

POLIAS DE CORRENTE PARA OPERAÇÃO DE VÁLVULAS ELEVADAS. Ferro dúctil Aço inox Alumínio Aço carbono

POLIAS DE CORRENTE PARA OPERAÇÃO DE VÁLVULAS ELEVADAS. Ferro dúctil Aço inox Alumínio Aço carbono POLIAS DE CORRENTE E ACESSÓRIOS PARA OPERAÇÃO DE VÁLVULAS ELEVADAS Ferro dúctil Aço inox Alumínio Aço carbono Industries, Inc. POLIAS DE CORRENTE AJUSTÁVEIS DE FERRO DÚCTIL USADAS PARA OPERAR VÁLVULAS

Leia mais

Introdução. Torneamento. Processo que se baseia na revolução da peça em torno de seu próprio eixo.

Introdução. Torneamento. Processo que se baseia na revolução da peça em torno de seu próprio eixo. Prof. Milton Fatec Itaquera Prof. Miguel Reale / 2014 Introdução Torneamento Processo que se baseia na revolução da peça em torno de seu próprio eixo. Tornos Tornos são máquinas-ferramenta que permitem

Leia mais

Catálogo de Base de Estampo

Catálogo de Base de Estampo Catálogo de Base de Estampo Características cabamento das Placas Tipo 3: Laterais oxicortadas com acabamento superficial retificado, com tolerância nas espessuras de ±3 mm. Tipo 4: Laterais esquadrejadas

Leia mais

Informativo Técnico. 11 3207-8466 vendas@indufix.com.br www.indufix.com.br

Informativo Técnico. 11 3207-8466 vendas@indufix.com.br www.indufix.com.br Informativo Técnico Descrição Os fixadores contidos neste informativo são normalizados pela incorporadora de normas ASTM (American Society for Testing and Materials), com finalidade fixação e união de

Leia mais

27 Tolerância geométrica

27 Tolerância geométrica A U A UL LA Tolerância geométrica de posição Um problema Como se determina a tolerância de posição de peças conjugadas para que a montagem possa ser feita sem a necessidade de ajustes? Essa questão é abordada

Leia mais

INCOMATOL MÁQUINAS LTDA SOBRE A INCOMATOL

INCOMATOL MÁQUINAS LTDA SOBRE A INCOMATOL FÁBRICA E ESCRITÓRIO Rua José Cardoso da Silva, 300 Centro Rio Bonito RJ Brasil cep 28.800-000 I Cx Postal 112752 T 21 2734.0282 I F 21 2734.0247 www.incomatol.com.br incomatol@incomatol.com.br SOBRE A

Leia mais

LABORATÓRIO DE FUNDIÇÃO. 1. Descrição Física

LABORATÓRIO DE FUNDIÇÃO. 1. Descrição Física LABORATÓRIO DE FUNDIÇÃO 1. Descrição Física O espaço físico deste laboratório deve ser de 100 m 2, com piso em cimento queimado e uma área de aproximadamente 3 m 2 em terra batida para vazamento de metal,

Leia mais

CRONOGRAMA DE ENSAIOS DE PROFICIÊNCIA DA REDE - PREVISÃO DE INSCRIÇÕES

CRONOGRAMA DE ENSAIOS DE PROFICIÊNCIA DA REDE - PREVISÃO DE INSCRIÇÕES BENEFÍCIOS AOS PARTICIPANTES: Sistema de gestão que opera seguindo os requisitos da norma técnica ISO/IEC 17043; Programas concluídos cadastrados na base de dados internacional EPTIS European Proficiency

Leia mais

Com a introdução da automatização, os calibradores no entanto, vão perdendo a sua importância dentro do processo de fabricação.

Com a introdução da automatização, os calibradores no entanto, vão perdendo a sua importância dentro do processo de fabricação. Capítulo 7 CALIBRADORES 7.1 INTRODUÇÃO Calibradores são padrões geométricos corporificados largamente empregadas na indústria metal-mecânica. Na fabricação de peças sujeitas a ajuste, as respectivas dimensões

Leia mais

TORNO MECÂNICO. 1. Corpo da máquina: barramento, cabeçote fixo e móvel, caixas de mudança de velocidade.

TORNO MECÂNICO. 1. Corpo da máquina: barramento, cabeçote fixo e móvel, caixas de mudança de velocidade. TORNO MECÂNICO É uma máquina-ferramenta muito versátil porque, além das operações de torneamento, pode executar operações que normalmente são feitas por outras máquinas como a furadeira, a fresadora e

Leia mais

CATÁLOGO RESUMIDO. Instrumentos e equipamentos de medição que aliam alta qualidade, tecnologia e assistência técnica própria.

CATÁLOGO RESUMIDO. Instrumentos e equipamentos de medição que aliam alta qualidade, tecnologia e assistência técnica própria. CATÁLOGO RESUMIDO Instrumentos e equipamentos de medição que aliam alta qualidade, tecnologia e assistência técnica própria. QUALIDADE TECNOLOGIA DURABILIDADE Confira nossa seleção de produtos em promoção

Leia mais

Sistema de fixação Renishaw Soluções para fixação em metrologia

Sistema de fixação Renishaw Soluções para fixação em metrologia H-1000-0116-02-A Sistema de fixação Renishaw Soluções para fixação em metrologia Fixações para CMM Fixações para inspeção visual Fixações para Equator Fixações especiais Fixações CMM Renishaw Fixações

Leia mais

Parte 5 Operação de Furação

Parte 5 Operação de Furação Parte 5 Operação de Furação revisão 6 152 Parte 5 Operação de furação 5.1 Introdução Na área de usinagem metal-mecânica existem diversas formas de se obter furos em peças. Pode-se destacar os seguintes

Leia mais

Alinhadores, Balanceadores e Desmontadores de rodas de última geração

Alinhadores, Balanceadores e Desmontadores de rodas de última geração Alinhadores, Balanceadores e Desmontadores de rodas de última geração Equipamentos com sistemas de medição eletrônicos e computadorizados, que fazem do alinhamento, balanceamento e montagem de rodas operações

Leia mais

Uso de ferramentas. Um aprendiz de mecânico de manutenção. Ferramentas de aperto e desaperto

Uso de ferramentas. Um aprendiz de mecânico de manutenção. Ferramentas de aperto e desaperto A U A UL LA Uso de ferramentas Um aprendiz de mecânico de manutenção verificou que uma máquina havia parado porque um parafuso com sextavado interno estava solto. Era preciso fixá-lo novamente para pôr

Leia mais

CENTRO DE USINAGEM DUPLA COLUNA. Uma Fonte Confiável de Excelentes Máquinas para Complementar Sua Força de Trabalho

CENTRO DE USINAGEM DUPLA COLUNA. Uma Fonte Confiável de Excelentes Máquinas para Complementar Sua Força de Trabalho CENTRO DE USINAGEM DUPLA COLUNA Uma Fonte Confiável de Excelentes Máquinas para Complementar Sua Força de Trabalho SÉRIE DV14 1417 / 1422 / 1432 / 1442 CENTRO DE USINAGEM DUPLA COLUNA O Centro de Usinagem

Leia mais

Buchas. Não se sabe quem inventou a roda. Supõe-se. Bucha

Buchas. Não se sabe quem inventou a roda. Supõe-se. Bucha A U A UL LA Buchas Introdução Não se sabe quem inventou a roda. Supõe-se que a primeira roda tenha sido um tronco cortado em sentido transversal. Com a invenção da roda, surgiu, logo depois, o eixo. O

Leia mais

DUPLA CAMADA DE ISOLAÇÃO NAS FERRAMENTAS VDE

DUPLA CAMADA DE ISOLAÇÃO NAS FERRAMENTAS VDE 66 DUPLA CAMADA DE ISOLAÇÃO NAS FERRAMENTAS VDE A dupla camada de proteção plástica das ferramentas VDE oferece mais segurança ao usuário e permite que o desgaste da ferramenta seja identificado com segurança.

Leia mais

Dimensão da peça = Dimensão do padrão ± diferença

Dimensão da peça = Dimensão do padrão ± diferença Relógio comparador Um problema Como vocês podem perceber, o programa de qualidade da empresa envolve todo o pessoal. Na busca constante de melhoria, são necessários instrumentos de controle mais sofisticados

Leia mais

Processos de Fabricação - Furação

Processos de Fabricação - Furação 1 Introdução Formas de obtenção de furos Definição de furação (usinagem): A furação é um processo de usinagem que tem por objetivo a geração de furos, na maioria das vezes cilíndricos, em uma peça, através

Leia mais

A INSTITUTO FEDERAL DE MINAS GERAIS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES Fone:(31)2513-5198 Fax: (31) 2513-5203 PREGÃO ELETRÔNICO 175/2013

A INSTITUTO FEDERAL DE MINAS GERAIS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES Fone:(31)2513-5198 Fax: (31) 2513-5203 PREGÃO ELETRÔNICO 175/2013 A INSTITUTO FEDERAL DE MINAS GERAIS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES Fone:(31)2513-5198 Fax: (31) 2513-5203 PREGÃO ELETRÔNICO 175/2013 1 1. DADOS DO FORNECEDOR 1.1 Dados Cadastrais da Empresa Razão Social:

Leia mais

EXPERIMENTO 1: PROPAGAÇÃO DE INCERTEZAS ( Determinaçãoda massa específica )

EXPERIMENTO 1: PROPAGAÇÃO DE INCERTEZAS ( Determinaçãoda massa específica ) EXPERIMENTO 1: PROPAGAÇÃO DE INCERTEZAS ( Determinaçãoda massa específica ) 1- INTRODUÇÃO Este experimento tem como objetivo o aprendizado no manuseio de instrumentos de medição bem como suas respectivas

Leia mais

Cotagens especiais. Você já aprendeu a interpretar cotas básicas

Cotagens especiais. Você já aprendeu a interpretar cotas básicas A UU L AL A Cotagens especiais Você já aprendeu a interpretar cotas básicas e cotas de alguns tipos de elementos em desenhos técnicos de modelos variados. Mas, há alguns casos especiais de cotagem que

Leia mais

Instrumentos Auxiliares

Instrumentos Auxiliares Instrumentos Auxiliares Calibradores Traçadores de Altura Universal Com escala ajustável Haste e cursor fabricados em aço inoxidável. Possui a escala principal ajustável e ajuste fino no cursor. Escala

Leia mais

para quem domina todas as peças.

para quem domina todas as peças. F A Z PA R T E D O S E U C A M I N H O R Climatização é um jogo para quem domina todas as peças. Nós da Climatruck temos a satisfação de contar com uma equipe de larga experiência no seguimento de peças

Leia mais

Sumário 1. MÁQUINAS CONVENCIONAIS...06 2. MÁQUINAS CNC...23

Sumário 1. MÁQUINAS CONVENCIONAIS...06 2. MÁQUINAS CNC...23 Sumário 1. MÁQUINAS CONVENCIONAIS...06 1.1 Fresadoras Ferramenteiras...07 1.2 Tornos Universais...09 1.2.1 Tornos Leves...09 1.2.2 Tornos Médios...11 1.2.3 Tornos Pesados...13 1.3 Furadeiras Radiais...15

Leia mais