PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA"

Transcrição

1 PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

2 ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA A Equipe de Saúde da Família ESF multiprofissional com composição mínima de médico, enfermeiro, auxiliares de enfermagem e de 05 a 07 Agentes Comunitários de Saúde ACS. A Equipe de Saúde Bucal ESB é composta por um cirurgião dentista e auxiliar de consultório dentário. A equipe tem como responsabilidade acompanhar 600 à 1000 famílias, em média pessoas, sendo o mínimo de 2400 e o máximo de 4500 pessoas. Cada Agente Comunitário de Saúde ACS tem sob sua responsabilidade 150 famílias, em média 575 pessoas. Esses profissionais cumprem jornada de trabalho de 40 horas semanais.

3 Como são desenvolvidas as Ações no PSF? Através do trabalho em equipe multiprofissional Busca permanente de comunicação e troca de saberes; Articulação das ações desenvolvidas pelos diversos componentes; Construção de um Projeto Assistencial Comum.

4 Atribuições gerais das equipes de PSF Definir a área de atuação da equipe Cadastrar as famílias contempladas

5 Atribuições gerais das equipes de PSF Elaborar, com a participação da comunidade, um plano local para enfrentamento dos problemas identificados Identifica pessoas ou famílias com maior risco de adoecer ou morrer

6 Intervenção Ampliada INTERSETORIALIDADE COMUNIDADE FAMÍLIA INDIVÍDUO

7 Âmbito de desenvolvimento das práticas UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE DOMICÍLIO Atendimento e internação

8 Âmbito de desenvolvimento das práticas COMUNIDADE Realização de atividades educativas e de prevenção

9 Âmbito de desenvolvimento das práticas COMUNIDADE Estímulo à participação comunitária e a ação intersetorial

10 Possibilidades do PSF Espaço privilegiado para o desenvolvimento de novas práticas de saúde Ampliação do mercado de trabalho Cuidado continuado: uma assistência diferenciada Possibilidade de atender a demanda espontânea e oferta organizada paralelamente Atendimento humanizado: vínculo equipe x família

11 PSF SALVADOR

12 Distribuição por Distrito Sanitário de Agentes Comunitários de Saúde atuando no PACS, Salvador, Distrito Sanitário Enfermeira I/S N.º de ACS População 20 Cobertura %* 1 Centro Histórico ,78 2 Itapagipe ,23 3 São Caetano/Valéria ,91 4 Liberdade ,53 5 Brotas ,64 6 Barra/Rio Vermelho ,07 7 Boca do Rio ,55 8 Itapuã ,33 9 Cabula /Beirú ,08 10 Pau da Lima ,90 11 Subúrbio Ferroviário ,42 12Cajazeiras , ,07 TOTAL Fonte: SMS/CDRH/SIAB * Parâmetro cobertura MS = Nº de ACS x 575 pessoas/população*

13 Demonstrativo do número de equipes do PACS por Distrito Sanitário, no município de Salvador em maio de 2005 DISTRITO SANITÁRIO CENTRO HISTÓRICO ITAPAGIPE S. CAETANO/VALÉRIA LIBERDADE BROTAS BARRA/RIO VERMELHO CENTRO DE SAÚDE 19º CSPelourinho Min. Alkimim V. Carvalho Unidade Provisória Valéria CS N. Sra de Guadalupe M. Rondon/B. Juá S. Judas Tadeu Prof. Luís T. Pontes Prof. Bezerra Lopes Prof. M. Andreia Cardeal da Silva Stª Luzia S. Gonçalo Calabar UMO Stª Cruz Prof. S. Silva Prof. E. Araújo Nº de Eq. do PACS

14 Demonstrativo do número de equipes do PACS por Distrito Sanitário, no município de Salvador, 2005 DISTRITO SANITÁRIO BOCA DO RIO ITAPUÃ CABULA/BEIRU PAU DA LIMA SUBÚRBIO FERROVIÁRIO CAJAZEIRAS CENTRO DE SAÚDE César Araújo Pituaçú Alfredo Bureal B. da Paz UMO S. Cristóvão 7ºCS Prof. J. Mariani Sussuarana Saramandaia Pernambuezinho Pernambués Arenoso C. Branco Pau da Lima Sete de Abril Fazenda Coutos Adroaldo Albergaria Paripe Bariri Cajazeiras III TOTAL Nº de Eq. do PACS 41

15 Cobertura Populacional da Estratégia de Saúde da Família, Salvador, Distrito Sanitário N.º de Equipes População 20* Cobertura % ** 2 Itapagipe ,6 3 São Caetano/Valéria ,2 4 Liberdade ,8 5 Brotas ,6 6 Barra/Rio Vermelho ,3 8 Itapuã ,1 9 Cabula /Beirú ,8 10 Pau da Lima ,8 11 Subúrbio Ferroviário ,9 12Cajazeiras ,7 TOTAL ,8 Fonte.: SIAB/CDRH * população base SIAB/MS ** Parâmetro cobertura MS = Nº de equipes x pessoas/população*

16 Distribuição de Unidades e Equipes de Saúde da Família, por Distrito Sanitário, Salvador, ANO DISTRITO SANITÁRIO UNIDADES DE PSF 2000 Subúrbio Ferroviário 20 Subúrbio Ferroviário 20 Subúrbio Ferroviário, Itapagipe, Brotas Subúrbio Ferroviário, Itapagipe,Brotas Subúrbio Ferroviário, Itapagipe,Brotas Barra/Vermelho, Itapuã, Cajazeiras, Liberdade, São Caetano Valéria.Cabula/Beiru e Pau da Lima 33 Fonte: SMS/COAPS/CAD

17 Demonstrativo do número de USF, ESF e ESB por Distrito Sanitário, no município de Salvador, 2005 DISTRITO SANITÁRIO ITAPAGIPE SÃO CAETANO / VALÉRIA LIBERDADE BROTAS BARRA / RIO VERMELHO ITAPUÃ CABULA / BEIRU PAU DA LIMA USF Joanes Leste Joanes Centro Oeste Jaqueira do Carneiro Fiais Santa Mônica Candeal Garcia Federação Alto das Pombas Alto do Coqueirinho Nova Esperança Estrada das Barreiras Canabrava Nº DE ESF Nº DE ESB 05

18 Demonstrativo do número de USF, ESF e ESB por Distrito Sanitário, no município de Salvador, 2005 DISTRITO SANI TÁRIO SUBÚRBIO FERROVIÁRIO CAJAZEIRAS USF Alto do Cruzeiro Alto de Coutos Itacaranha Beira Mangue Congo Rio Sena São Tomé de Paripe Boa Vista do Lobato Ilha Amarela Alto do Cabrito Fazenda Coutos III Bom Jesus dos Passos Vista Alegre Fazenda Coutos II Nova Constituinte Recanto da Lagoa Boca da Mata Cajazeiras V Cajazeiras X CajazeirasIV IV Cajazeiras Nº DE ESF Nº DE ESB

19 Número de equipes de Saúde da Família, e percentual segundo tempo de funcionamento por Distrito Sanitário, Salvador, N.º de Equipes % Tempo de Funcionamento (anos) Ate , ,0 4 Liberdade 100,0 5 Brotas 100, ,0 8 Itapuã ,0 9 Cabula /Beirú 100,0 10 Pau da Lima 100, ,5 45,0 27,5 12Cajazeiras ,0 TOTAL ,5 28,3 13,2 Distrito Sanitário 2 Itapagipe 3 São Caetano/Valéria 6 Barra/Rio Vermelho 11 Subúrbio Ferroviário Fonte: SMS/ COAPS

20 Ensino Serviço Parceria com a Universidade Federal da Bahia Instituto de Saúde Coletiva: Residência Saúde da Família (Distrito Sanitário Subúrbio Ferroviário e Itapagipe) Escola de Enfermagem: Graduação (Distrito Sanitário Subúrbio Ferroviário e Itapagipe) Faculdade de Medicina: Internato (Distrito Sanitário Barra Rio Vermelho) Faculdade de Odontologia: Graduação Universidade do Estado da Bahia Faculdade Jorge Amado Fundação para Desenvolvimento das Ciências

21 PERSPECTIVAS Distrito Sanitário Centro Histórico Cajazeiras Cabula/Beirú Subúrbio Ferroviário São Caetano/ Valéria Barra/ Rio Vermelho Itapagipe Itapuã Pau da Lima Boca do Rio Total Centro de Saúde Número de Equipes Gamboa Nelson Piauhy Dourado Fazenda Grande I Saramandaia Estrada das Barreiras Arenoso USF Itacaranha Ilha de Maré Bom Juá Alto do Peru CS Santa Cruz 05 9º CS Virgílio de Carvalho Osvaldo Imbasshay Canabrava Vila São Francisco CS. Pituaçu

CAMPANHA ESTADUAL DE VACINAÇÃO CONTRA MENINGITE. Distrito Sanitário Centro Histórico SALA DE VACINA ENDEREÇO - TELEFONE 01 C. S.

CAMPANHA ESTADUAL DE VACINAÇÃO CONTRA MENINGITE. Distrito Sanitário Centro Histórico SALA DE VACINA ENDEREÇO - TELEFONE 01 C. S. SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL 28.01.2010 CAMPANHA ESTADUAL DE VACINAÇÃO CONTRA MENINGITE ENDEREÇOS DAS UNIDADES DE SAÚDE DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE QUE FUNCIONARÃO,

Leia mais

13 C.S. Mussurunga 13 Centro de Saúde Prof. Eduardo B. Mamede SMS. Distrito Sanitário de Itapuã VACINA ANTI RABICA HUMANA E ANIMAL

13 C.S. Mussurunga 13 Centro de Saúde Prof. Eduardo B. Mamede SMS. Distrito Sanitário de Itapuã VACINA ANTI RABICA HUMANA E ANIMAL 13 C.S. Mussurunga 13 Centro de Saúde Prof. Eduardo B. Mamede do SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE Jafastela Matias de Souza Lemos Setor E; Rua1; Caminho 16; Mussurunga Telefone 3611-7216 / 7217 Distrito Sanitário

Leia mais

CONVOCATÓRIA DO PROJETO INCUBADORA SONORA 2015

CONVOCATÓRIA DO PROJETO INCUBADORA SONORA 2015 CONVOCATÓRIA DO PROJETO INCUBADORA SONORA 2015 1. DA FINALIDADE 1.1 Constitui objeto desta Convocatória Local a seleção de grupos de qualquer estilo musical dos Territórios Culturais do município de Salvador

Leia mais

OFICINAS DE BAIRROS. Novembro e Dezembro de 2014

OFICINAS DE BAIRROS. Novembro e Dezembro de 2014 OFICINAS DE BAIRROS Novembro e Dezembro de 2014 SALVADOR TERRITÓRIO: 693 km² CONTINENTE E ILHAS: 313 km² POPULAÇÃO (2013): 2,9 milhões IDHM (2010): 0,729 FROTA (2013): 785 mil veículos SALVADOR TERRITÓRIO:

Leia mais

SONHOS DO SOTEROPOLITANO: GANHAR NA LOTERIA E ADQUIRIR A CASA PRÓPRIA

SONHOS DO SOTEROPOLITANO: GANHAR NA LOTERIA E ADQUIRIR A CASA PRÓPRIA SONHOS DO SOTEROPOLITANO: GANHAR NA LOTERIA E ADQUIRIR A CASA PRÓPRIA Emmanuelle Serrano Queiroz Muitos brasileiros têm o sonho de realizar a primeira viagem, e, se o destino for distante, a facilidade

Leia mais

RELAÇÃO DOS PONTOS DE VACINAÇÃO PARA CAMPANHA DA PÓLIO

RELAÇÃO DOS PONTOS DE VACINAÇÃO PARA CAMPANHA DA PÓLIO Secretaria Municipal de Saúde Coordenadoria de Saúde Ambiental Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica Setor de Controle de Doenças Imunopreveníveis RELAÇÃO DOS PONTOS DE VACINAÇÃO PARA CAMPANHA

Leia mais

SALVADOR 466 ANOS PROJETOS E AÇÕES DA PREFEITURA PARA O MÊS DE ANIVERSÁRIO DA CIDADE DO SALVADOR MARÇO/2015

SALVADOR 466 ANOS PROJETOS E AÇÕES DA PREFEITURA PARA O MÊS DE ANIVERSÁRIO DA CIDADE DO SALVADOR MARÇO/2015 ANIVERSÁRIO DA CIDADE DO SALVADOR MARÇO/2015 ANIVERSÁRIO DA CIDADE DO SALVADOR MARÇO/2015 EDITAIS DE LICITAÇÃO ORDENS DE SERVIÇO INAUGURAÇÕES OUTRAS AÇÕES EDITAIS DE LICITAÇÃO EDITAIS DE LICITAÇÃO R$ 826.950.000,00

Leia mais

METADE DOS SOTEROPOLITANOS PRATICA ESPORTES

METADE DOS SOTEROPOLITANOS PRATICA ESPORTES METADE DOS SOTEROPOLITANOS PRATICA ESPORTES Emmanuelle Serrano Queiroz A aparência física tem se tornado cada vez mais uma questão prioritária na vida do ser humano, principalmente do brasileiro. Pensando

Leia mais

CONTATOS DISTRITOS SANITÁRIOS Chefe da Vigilância. Rua Itabuna, 193 - Rio Vermelho Fax - 3611-3915

CONTATOS DISTRITOS SANITÁRIOS Chefe da Vigilância. Rua Itabuna, 193 - Rio Vermelho Fax - 3611-3915 Distrito Barra/ R. Vermelho Telefone e fax 3924 CONTATOS DISTRITOS SANITÁRIOS Chefe da Vigilância Kátia R. Calheira Endereço Itabuna, 193 - Rio Vermelho Fax - 3611-3915 Bairros atendidos Alto da Bola,

Leia mais

35ª CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA POLIOMIELITE RELAÇÃO DE ENDEREÇOS DOS PONTOS DE VACINAÇÃO

35ª CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA POLIOMIELITE RELAÇÃO DE ENDEREÇOS DOS PONTOS DE VACINAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DIRETO RIA GERAL DE VIGILANCIA A SAÚDE SUBCO O RDENADO RIA DE VIGILANCIA EPIDEMIO LO GICA SETOR AGRAVOS IMUNOPREVENIVEIS 35ª CAMPANHA DE VACINAÇÃO

Leia mais

PLATAFORMA Cod. Linha Descrição Linha 0201 0202 0204 0205 0207 0208 0209 0210 0211 0212 0213 0216 0218 0219 0220 0220-01 0221 0222 0224 0227 0230

PLATAFORMA Cod. Linha Descrição Linha 0201 0202 0204 0205 0207 0208 0209 0210 0211 0212 0213 0216 0218 0219 0220 0220-01 0221 0222 0224 0227 0230 PLATAFORMA Cod. Linha Descrição Linha 0201 Ribeira/ Bonfim-C. Grande 0202 Ribeira-Pituba 0204 Ribeira-Campo Grande 0205 Massaranduba-Forte S Pedro 0207 Massaranduba-Itaigara 0208 Massaranduba-Lapa 0209

Leia mais

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA E A PROMOÇÃO DA SAÚDE NO TERRITÓRIO A SAÚDE ATUAÇÃO DO AGENTE COMUNITÁRIO

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA E A PROMOÇÃO DA SAÚDE NO TERRITÓRIO A SAÚDE ATUAÇÃO DO AGENTE COMUNITÁRIO ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA E A PROMOÇÃO DA SAÚDE NO TERRITÓRIO A SAÚDE ATUAÇÃO DO AGENTE COMUNITÁRIO Marlúcio Alves UFU Bolsista programa CAPES/FCT Jul/dez 2011 A ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA - ESF

Leia mais

SECRETARIA DA SAUDE. Fonte:http://www.ibge.gov.br/cidadesat/topwindow.htm?1

SECRETARIA DA SAUDE. Fonte:http://www.ibge.gov.br/cidadesat/topwindow.htm?1 SECRETARIA DA SAUDE Fonte:http://www.ibge.gov.br/cidadesat/topwindow.htm?1 1 2 UBS Equipe da Atenção Básica UBS Equipe da Atenção Básica + EACS Equipe de Agentes Comunitários da Saúde UBS Equipe da Atenção

Leia mais

COORDENADORIA DE SAÚDE AMBIENTAL SUBCOORDENADORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA SETOR DE CONTROLE DE DOENÇAS IMUNOPREVENÍVEIS 13ª CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA INFLUENZA RELAÇÃO DE ENDEREÇOS DOS PONTOS DE

Leia mais

34ª CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA POLIOMIELITE RELAÇÃO DE ENDEREÇOS DOS PONTOS DE VACINAÇÃO

34ª CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA POLIOMIELITE RELAÇÃO DE ENDEREÇOS DOS PONTOS DE VACINAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DIRETORIA GERAL DE VIGILANCIA A SAÚDE SUBCOORDENADORIA DE VIGILANCIA EPIDEMIOLOGICA 34ª CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA POLIOMIELITE RELAÇÃO

Leia mais

SAÚDE PÚBLICA PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA. Palestrante: Carolina Ferri

SAÚDE PÚBLICA PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA. Palestrante: Carolina Ferri SAÚDE PÚBLICA PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA Palestrante: Carolina Ferri Programa de Saúde da Família Estratégia de reorientação do modelo assistencial, operacionalizada mediante a implantação de equipes

Leia mais

CRAS. Fonte: http://www.setad.salvador.ba.gov.br/index.php?option=com_content&vi ew=article&id=30&itemid=57

CRAS. Fonte: http://www.setad.salvador.ba.gov.br/index.php?option=com_content&vi ew=article&id=30&itemid=57 CRAS O Centro de Referência da Assistência Social é uma unidade pública que atua com famílias e indivíduos em seu contexto comunitário, visando a orientação e fortalecimento do convívio sócio-familiar.

Leia mais

QUADRO I LINHAS QUE TERÃO ITINERÁRIOS MODIFICADOS CÓD. LINHA GARAGE 0321 MAL.RONDON - BARRA AXE 1388 EST.PIRAJA - BARRA 3 AXE 1303 CASTELO BRANCO -

QUADRO I LINHAS QUE TERÃO ITINERÁRIOS MODIFICADOS CÓD. LINHA GARAGE 0321 MAL.RONDON - BARRA AXE 1388 EST.PIRAJA - BARRA 3 AXE 1303 CASTELO BRANCO - QUADRO I LINHAS QUE TERÃO ITINERÁRIOS MODIFICADOS CÓD. LINHA GARAGE 0321 MAL.RONDON - BARRA AXE 1388 EST.PIRAJA - BARRA 3 AXE 1303 CASTELO BRANCO - CAMPO GRANDE AXE 1505 PIRAJA/RV - BARRA AXE 1507 PIRAJA/RN

Leia mais

Disciplina MSP 0670-Atenção Primária em Saúde I. Atenção Básica e a Saúde da Família 1

Disciplina MSP 0670-Atenção Primária em Saúde I. Atenção Básica e a Saúde da Família 1 Disciplina MSP 0670-Atenção Primária em Saúde I Atenção Básica e a Saúde da Família 1 O acúmulo técnico e político dos níveis federal, estadual e municipal dos dirigentes do SUS (gestores do SUS) na implantação

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JUNDIAÍ DO SUL

PREFEITURA MUNICIPAL DE JUNDIAÍ DO SUL ANEXOII ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS PARA CONCURSO PÚBLICO PARA EMPREGO PÚBLICO Nº. 001/2010 JUNDIAÍ DO SUL PARANÁ 1. Para os cargos do grupo PSF Programa da Saúde da Família, conveniados com o Governo Federal:

Leia mais

SERVIÇOS DOS DISTRITOS DE SAÚDE DA PMS

SERVIÇOS DOS DISTRITOS DE SAÚDE DA PMS SERVIÇOS DOS DISTRITOS DE SAÚDE DA PMS Fonte: http://www.salvadoratende.ba.gov.br/internet/arquivosssaatende/l2.htm 1 DISTRITOS SANITÁRIOS P.A. 5º C.S. CLEMENTINO FRAGA, Av. Centenário s/n - Centenário:

Leia mais

AÇÕES DA EMBASA NO MUNICÍPIO DO SALVADOR

AÇÕES DA EMBASA NO MUNICÍPIO DO SALVADOR AÇÕES DA EMBASA NO MUNICÍPIO DO SALVADOR Quadro Geral de Investimentos (2007-2014) Empreendimentos População atendida (hab.) Investimentos (R$) Quadro de Investimento (SES) 2.861.819 1.002.813.560,84 Quadro

Leia mais

Saúde bucal na Estratégia de Saúde da Família Oral health in the Family Health Strategy

Saúde bucal na Estratégia de Saúde da Família Oral health in the Family Health Strategy 1 Saúde bucal na Estratégia de Saúde da Família Oral health in the Family Health Strategy Adrielly Oliveira Barbosa 1 Angélica Haíssa Galvão 1 Petrônio José de Lima Martelli 2 1 Alunas do Curso de Graduação

Leia mais

Distribuição espacial da mortalidade por tuberculose em Salvador, Bahia, Brasil

Distribuição espacial da mortalidade por tuberculose em Salvador, Bahia, Brasil ARTIGO ARTICLE 915 Distribuição espacial da mortalidade por tuberculose em Salvador, Bahia, Brasil Spatial distribution of tuberculosis mortality in Salvador, Bahia, Brazil Fábio Frias Mota 1 Ligia Maria

Leia mais

PROJETO SOSORRISO: O CONTROLE SOCIAL CONQUISTANDO MAIS CAMPO GRANDE-MS

PROJETO SOSORRISO: O CONTROLE SOCIAL CONQUISTANDO MAIS CAMPO GRANDE-MS Para ajudar a proteger sua privacidade, o PowerPoint impediu o download automático desta imagem externa. Para baixar e exibir esta imagem, clique em Opções na Barra de Mensagens e clique em Habilitar conteúdo

Leia mais

CAPACITAÇÃO DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE: UMA ESTRATÉGIA PARA A CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTOS

CAPACITAÇÃO DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE: UMA ESTRATÉGIA PARA A CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTOS CAPACITAÇÃO DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE: UMA ESTRATÉGIA PARA A CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTOS Rozany Cristina de Souza MELO¹ ; Mariana leão DOMICIANO² ; Marinalva Pereira CARVALHO³; Renata CAIXETA 4

Leia mais

PORTARIA Nº 648/GM DE 28 DE MARÇO DE 2006.

PORTARIA Nº 648/GM DE 28 DE MARÇO DE 2006. PORTARIA Nº 648/GM DE 28 DE MARÇO DE 2006. Aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes e normas para a organização da Atenção Básica para o Programa Saúde da Família

Leia mais

Serviço o de Atendimento Móvel M Urgência- SAMU 192

Serviço o de Atendimento Móvel M Urgência- SAMU 192 Serviço o de Atendimento Móvel M de Urgência- SAMU 192 IV Seminário de Engenharia e Arquitetura Hospitalar 26 a 28 de março o de 2008, HUPES, Salvador-BA Lucianne Fialho Batista (Pesquisadora do GEA-hosp/Somasus,

Leia mais

Política Nacional de Atenção Básica

Política Nacional de Atenção Básica MINISTÉRIO DA SAÚDE Política Nacional de Atenção Básica 4.ª edição Brasília DF 2007 MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria de Atenção Básica Departamento de Atenção Básica Política Nacional de Atenção Básica

Leia mais

44 ESB MII Equipe de Saúde Bucal Modalidade II

44 ESB MII Equipe de Saúde Bucal Modalidade II PORTARIA Nº 17, DE 15 DE JANEIRO DE 2013 A Secretária de Atenção à Saúde Substituta, no uso de suas atribuições, Considerando a Portaria nº 750/SAS/MS, de 10 de tubro de 2006, que institui a Ficha Complementar

Leia mais

PROGRAMA DE INVESTIMENTO EM MOBILIDADE NA RMS COM VISTAS À COPA 2014

PROGRAMA DE INVESTIMENTO EM MOBILIDADE NA RMS COM VISTAS À COPA 2014 PROGRAMA DE INVESTIMENTO EM MOBILIDADE NA RMS COM VISTAS À COPA 2014 Proposta de estruturação com investimentos nos grandes corredores de transporte na Região Metropolitana de Salvador RMS A Fonte Nova

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE PLANO MUNICIPAL DE SAÚDE 2006-2009

PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE PLANO MUNICIPAL DE SAÚDE 2006-2009 PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE PLANO MUNICIPAL DE SAÚDE 2006-2009 ELABORAÇÃO ASSESSORIA TÉCNICA /SMS Dulcelina Anjos do Carmo Maria de Fátima Pereira dos Santos Sara Cristina

Leia mais

ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA

ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA ATRIBUIÇÕES DOS MEMBROS DAS EQUIPES DE AB I - Participar do processo de territorialização e mapeamento da área de atuação da equipe, identificando grupos, famílias e indivíduos

Leia mais

SUS CENTRAL DE REGULAÇÃO MUNICIPAL MANUAL PARA AGENDAMENTO E REGULAÇÃO DE CONSULTAS, EXAMES E PROCEDIMENTOS AMBULATORIAIS.

SUS CENTRAL DE REGULAÇÃO MUNICIPAL MANUAL PARA AGENDAMENTO E REGULAÇÃO DE CONSULTAS, EXAMES E PROCEDIMENTOS AMBULATORIAIS. SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE COORDENARIA DE REGULAÇÃO E AVALIAÇÃO CENTRAL DE REGULAÇÃO MUNICIPAL MANUAL PARA AGENDAMENTO E REGULAÇÃO DE CONSULTAS, EXAMES E PROCEDIMENTOS AMBULATORIAIS Dezembro 2008 SUS

Leia mais

Constituição Federal de 1988 Artigo 196 Sistema Único de Saúde e a enfermagem na assistencia ambulatorial; na assistencia hospitalar com ênfase na

Constituição Federal de 1988 Artigo 196 Sistema Único de Saúde e a enfermagem na assistencia ambulatorial; na assistencia hospitalar com ênfase na 8º. ENCONTRO DO CONSELHO REGIONLA DE ENFERMAGEM DO PIAUI SAÚDE Direito de todos e Dever do Estado Constituição Federal de 1988 Artigo 196 Sistema Único de Saúde e a enfermagem na assistencia ambulatorial;

Leia mais

"Experiência do Grupo de Trabalho na coleta de resíduos de medicamentos domiciliares no Estado da Bahia

Experiência do Grupo de Trabalho na coleta de resíduos de medicamentos domiciliares no Estado da Bahia "Experiência do Grupo de Trabalho na coleta de resíduos de medicamentos domiciliares no Estado da Bahia Simpósio Internacional de Resíduos de Serviços de Saúde São Paulo Abril/2016 Grupo de Trabalho Temático

Leia mais

Vigilância Sanitária

Vigilância Sanitária Secretaria Municipal da Saúde Coordenadoria de Vigilância Ambiental Vigilância Sanitária Setor de Produtos e Estabelecimentos de Interesse da Saúde SPEIS Comércio atacadista e varejista de alimentos de

Leia mais

DISTRITO SANITÁRIO. 22/set 14H Assoc. Pão e Vida Assoc. Pão e Vida. 24/set 9H. 23/set 14H USF Parque Pituaçu Escola Municipal de Pituaçu

DISTRITO SANITÁRIO. 22/set 14H Assoc. Pão e Vida Assoc. Pão e Vida. 24/set 9H. 23/set 14H USF Parque Pituaçu Escola Municipal de Pituaçu UBS César de Araújo Oficina - Álcool e Drogas DST Atividade educativa - Planejamento Reprodutivo Oficina- Métodos Contraceptivos 14H Assoc. Pão e Vida Assoc. Pão e Vida 24/set 24/set 14H 9H 9H Sala de

Leia mais

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NO PRÓ-SAÚDE/FAMEB/UFBA.

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NO PRÓ-SAÚDE/FAMEB/UFBA. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE MEDICINA DA BAHIA - FAMEB 199 anos Grupo Gestor do Projeto Pró-Saúde (Ministério da Saúde FAMEB/UFBA) Pavilhão de Aulas da FAMEB, Av. Reitor Miguel Calmon Campus

Leia mais

PRODUÇÃO DO CUIDADO EM SAÚDE BUCAL AOS USUÁRIOS PORTADORES DE HIPERTENSÃO ARTERIAL NO PSF EM FEIRA DE SANTANA-BA

PRODUÇÃO DO CUIDADO EM SAÚDE BUCAL AOS USUÁRIOS PORTADORES DE HIPERTENSÃO ARTERIAL NO PSF EM FEIRA DE SANTANA-BA 1363 PRODUÇÃO DO CUIDADO EM SAÚDE BUCAL AOS USUÁRIOS PORTADORES DE HIPERTENSÃO ARTERIAL NO PSF EM FEIRA DE SANTANA-BA Laís Ramos Queiroz¹; Erenilde Marques de Cerqueira² 1. Bolsista PROBIC, Graduanda em

Leia mais

De portas abertas para as comunidades

De portas abertas para as comunidades De portas abertas para as comunidades VALÉRIA DOS SANTOS NORONHA 1 Apresentação Este projeto de gestão é fruto da experiência vivenciada no Programa Saúde da Família de Macaé em 2005 enquanto assessora

Leia mais

LEVANTAMENTO DOS MARCOS LÓGICOS E LEGAIS DA REDE BÁSICA DE SAÚDE

LEVANTAMENTO DOS MARCOS LÓGICOS E LEGAIS DA REDE BÁSICA DE SAÚDE LEVANTAMENTO DOS MARCOS LÓGICOS E LEGAIS DA REDE BÁSICA DE SAÚDE 1. Marcos Lógicos Publicação/Origem NORMATIVAS INTERNACIONAIS DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS Declaração Americana dos Direitos

Leia mais

CONSELHO I - ROMA. Áreas de Abrangência:

CONSELHO I - ROMA. Áreas de Abrangência: CONSELHO I - ROMA Endereço:Av. Fernandes da Cunha, s/nº, Largo de Roma (ao lado da Fundação Cidade Mãe) CEP: 40444-201 Telefone: 3312-8088 - E-mail: ct1salvador@hotmail.com Coordenador: Maria Aparecida

Leia mais

MAPA IDENTIFICAÇÃO DE REDES WI-FI EM 45 LOCALIDADES DE SALVADOR LOCALIDADES 39 38 37 36 35 34 42 31 30 29 28 33 27 32 232417 26 22 16 25 21 20 18 11 19 15 9 40 45 44 43 41 2 10 4 38º21 W 13 14 5 6 7 LEGENDA

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO - PREFEITURA MUNICIPAL DE APUIARÉS

CONCURSO PÚBLICO - PREFEITURA MUNICIPAL DE APUIARÉS CONCURSO PÚBLICO - PREFEITURA MUNICIPAL DE APUIARÉS ERRATA Nº 0/24 A CONSULPAM Consultoria torna pública a RETIFICAÇÃO no QUADRO DE VAGAS, parte integrante do Anexo I do Edital 0/24, conforme especificações

Leia mais

RETIFICAÇÃO DO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2014/01

RETIFICAÇÃO DO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2014/01 RETIFICAÇÃO DO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2014/01 A Associação Beneficente de Saúde ASBESAAN, entidade de direito privado e sem fins lucrativos, qualificado como Organização Social, através do Decreto

Leia mais

Processo de contratualização ao PMAQ 1º Ciclo 2011/2012

Processo de contratualização ao PMAQ 1º Ciclo 2011/2012 Processo de contratualização ao PMAQ 1º Ciclo 2011/2012 Departamento de Atenção Básica e Gestão do Cuidado. Secretaria de Saúde de São Bernardo do Campo/SP São Bernardo do Campo/SP População IBGE (estimativa

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO QUADRO DE PESSOAL DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE BIGUAÇU

PROCESSO SELETIVO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO QUADRO DE PESSOAL DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE BIGUAÇU PROCESSO SELETIVO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO QUADRO DE PESSOAL DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE BIGUAÇU TERCEIRO TERMO DE RETIFICAÇÃO DO EDITAL N 01/2010 O PREFEITO E A SECRETÁRIA MUNICIPAL DE SAÚDE DO MUNICÍPIO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE SAÚDE PÚBLICA PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE SAÚDE PÚBLICA PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA VÍNCULOS TRABALHISTAS NA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA EM SANTA CATARINA Me. DANIELA ALBA NICKEL Profª. Drª. MARIA CRISTINA MARINO CALVO Prof. Dr. JOÃO CARLOS CAETANO III Mostra de Produção em Saúde da

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO RIO GRANDE DO SUL Autarquia Federal Lei nº 5.905/73

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO RIO GRANDE DO SUL Autarquia Federal Lei nº 5.905/73 PARECER CTSAB Nº 03/2014 Porto Alegre, 11 de agosto de 2014. Atuação do Profissional Enfermeiro na Atividade Física. I - Relatório Trata-se de solicitação de dúvida e emissão de parecer, encaminhada por

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DA XII CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE SALVADOR

RELATÓRIO FINAL DA XII CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE SALVADOR Conselho Municipal de Saúde de Salvador SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE SALVADOR CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE DE SALVADOR RELATÓRIO FINAL DA XII CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE SALVADOR Salvador-Ba Dezembro/2013

Leia mais

OPORTUNIDADES DE ESTÁGIO IEL/BA

OPORTUNIDADES DE ESTÁGIO IEL/BA OPORTUNIDADES DE ESTÁGIO IEL/BA Cidade Disciplina Nº Vagas Local Biologia 2 Colégio Estadual Pedro Ribeiro Pessoa Geografia 1 Colégio Estadual Maria Isabel de Melo Goes Catu História 2 Colégio Estadual

Leia mais

D. S. Itapagipe. Rua Urbano Duarte ( Posto Brasil Gás Na Rua São Francisco no entroncamento da Rua Rio Jacuípe ) Rua Rio Negro ( Pedra Furada )

D. S. Itapagipe. Rua Urbano Duarte ( Posto Brasil Gás Na Rua São Francisco no entroncamento da Rua Rio Jacuípe ) Rua Rio Negro ( Pedra Furada ) D. S. Itapagipe Bairros Bairro Machado Boa Viagem Roma Nº Postos 3 2 2 Local (Logradouro) Rua Frederico Lisboa ( Praça 15 de novembro ) Rua Caminho de Areia ( próximo do Posto de combustível ALE ). Rua

Leia mais

PROJETO TELESSAÚDERS. Projeto de Telemática e Telemedicina em Apoio à Atenção Primária à Saúde no Brasil: Núcleo Rio Grande do Sul.

PROJETO TELESSAÚDERS. Projeto de Telemática e Telemedicina em Apoio à Atenção Primária à Saúde no Brasil: Núcleo Rio Grande do Sul. PROJETO TELESSAÚDERS Projeto de Telemática e Telemedicina em Apoio à Atenção Primária à Saúde no Brasil: Núcleo Rio Grande do Sul. (TelessaúdeRS) O que é o TelessaúdeRS? É um serviço de suporte assistencial

Leia mais

Número: 00220000037-2008-17 Unidade Examinada: Município de Cerejeiras/RO

Número: 00220000037-2008-17 Unidade Examinada: Município de Cerejeiras/RO Número: 00220000037-2008-17 Unidade Examinada: Município de Cerejeiras/RO Relatório de Demandas Externas n 00220000037-2008-17 Sumário Executivo Este Relatório apresenta os resultados das ações de controle

Leia mais

A Estratégia e-sus. Vinícius Araújo Secretário Municipal de Saúde Caxias- MA

A Estratégia e-sus. Vinícius Araújo Secretário Municipal de Saúde Caxias- MA A Estratégia e-sus AB em Caxias/MA Estratégia e-sus AB Vinícius Araújo Secretário Municipal de Saúde Caxias- MA Caxias- MA Localizada no leste maranhense, fica à 360 km da capital, São Luís. Possui 160.291

Leia mais

Política Nacional de Atenção Básica. Portaria 2.488 de 21 de Outubro de 2011; Define e dispõem sobre:

Política Nacional de Atenção Básica. Portaria 2.488 de 21 de Outubro de 2011; Define e dispõem sobre: Portaria 2.488 de 21 de Outubro de 2011; Define e dispõem sobre: -Princípios, diretrizes gerais e funções nas Redes; -Responsabilidades de todas as esferas de governo; -Infraestrutura e sistema logístico

Leia mais

Programa Saúde da Família

Programa Saúde da Família Programa Saúde da Família Diretriz conceitual O acúmulo técnico-político dos três níveis de gestão do SUS, na implantação do Programa de Agentes Comunitários de Saúde e da estratégia de Saúde da Família,

Leia mais

ENDEREÇOS DE JUIZADOS :: BAHIA

ENDEREÇOS DE JUIZADOS :: BAHIA ENDEREÇOS DE JUIZADOS :: BAHIA TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA BAHIA Comissão Permanente de Planejamento e Execução do Movimento pela Conciliação Endereço: 5ª Avenida do Centro Administrativo da Bahia, nº 560,

Leia mais

sistema de garantia de direitos sgd

sistema de garantia de direitos sgd sistema de garantia de direitos sgd Município de SALVADOR BA ÓRGÃOS DE CONTROLE DO SGD Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - CMDCA Ladeira dos Aflitos, 15 Telefone: (71) 329-6516

Leia mais

Edital do Processo Seletivo de Cirurgião Dentista para o Programa Saúde da Família 2008

Edital do Processo Seletivo de Cirurgião Dentista para o Programa Saúde da Família 2008 Edital do Processo Seletivo de Cirurgião Dentista para o Programa Saúde da Família 2008 Obedecendo à Portaria nº 892/04, SMS-G, publicada no D.O.M. de 29/12/2004, que aprova o Documento Norteador de Recursos

Leia mais

ANEXO I EDITAL Nº 20/2010-SEADM DESCRIÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DA FUNÇÃO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA PSF - LEI Nº 6.938/2005

ANEXO I EDITAL Nº 20/2010-SEADM DESCRIÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DA FUNÇÃO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA PSF - LEI Nº 6.938/2005 ANEXO I EDITAL Nº 20/2010-SEADM DESCRIÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DA FUNÇÃO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA PSF - LEI Nº 6.938/2005 FUNÇÃO: AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE Realizar mapeamento de sua área; Cadastrar as famílias

Leia mais

REGIÕES METROPOLITANAS

REGIÕES METROPOLITANAS REGIÕES METROPOLITANAS MOBILIDADE URBANA NAS REGIÕES METROPOLITANAS NOVEMBRO/2003- Rj SISTEMA INTEGRADO MULTIMODAL DE TRANSPORTE DA REGIÃO METROPOLITANA DA CIDADE DO SALVADOR REGIÃ0 METROPOLITANA DE SALVADOR

Leia mais

INSERÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA EM UMA UNIDADE DE SAÚDE EM PONTA GROSSA-PR

INSERÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA EM UMA UNIDADE DE SAÚDE EM PONTA GROSSA-PR INSERÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA EM UMA UNIDADE DE SAÚDE EM PONTA GROSSA-PR SANTOS, Elaine Ferreira dos (estagio II), WERNER, Rosiléa Clara (supervisor), rosileawerner@yahoo.com.br

Leia mais

2 Agentes Comunitários de Saúde e sua atuação

2 Agentes Comunitários de Saúde e sua atuação 2 Agentes Comunitários de Saúde e sua atuação 1. A saúde é direito de todos. 2. O direito à saúde deve ser garantido pelo Estado. Aqui, deve-se entender Estado como Poder Público: governo federal, governos

Leia mais

EDUCAÇÃO, MOVIMENTOS SOCIAIS E DESENVOLVIMENTO LOCAL SUSTENTÁVEL

EDUCAÇÃO, MOVIMENTOS SOCIAIS E DESENVOLVIMENTO LOCAL SUSTENTÁVEL EDUCAÇÃO, MOVIMENTOS SOCIAIS E DESENVOLVIMENTO LOCAL SUSTENTÁVEL Rita Railda Soares Lourenço UNEB ritarail@gmail.com Antonio Dias Nascimento UNEB andiasst@hotmail.com Resumo Este trabalho refere-se a um

Leia mais

QUESTIONÁRIO DO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

QUESTIONÁRIO DO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA Este questionário tem por objetivo fazer com que a sociedade participe da gestão pública, exercendo controle sobre as despesas efetuadas e orientando aos órgãos do governo para que adotem medidas que realmente

Leia mais

PORTARIA Nº 1.886, DE 18 DE DEZEMBRO DE 1997

PORTARIA Nº 1.886, DE 18 DE DEZEMBRO DE 1997 PORTARIA Nº 1.886, DE 18 DE DEZEMBRO DE 1997 Aprova as Normas e Diretrizes do Programa de Agentes Comunitários de Saúde e do Programa de Saúde da Família. O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso de suas

Leia mais

Locais de trabalho: UBS da região de Capela do Socorro e Parelheiros

Locais de trabalho: UBS da região de Capela do Socorro e Parelheiros Edital do Processo Seletivo de Auxiliar de Consultório Dentário ACD e Técnico em Higiene Dental THD para compor a Equipe de Saúde Bucal do Programa Saúde da Família 2009 Obedecendo à Portaria nº 892/04,

Leia mais

PORTARIA Nº 750, DE 10 DE OUTUBRO DE 2006.

PORTARIA Nº 750, DE 10 DE OUTUBRO DE 2006. PORTARIA Nº 750, DE 10 DE OUTUBRO DE 2006. O Secretário de Atenção à Saúde, no uso de suas atribuições, Considerando a competência da Secretaria para o estabelecimento de normas de cadastramento das equipes

Leia mais

PROJETO DE ESTRUTURAÇÃO SAÚDE PÚBLICA Prefeitura Municipal de Itapeva - SP. Maio de 2014

PROJETO DE ESTRUTURAÇÃO SAÚDE PÚBLICA Prefeitura Municipal de Itapeva - SP. Maio de 2014 PROJETO DE ESTRUTURAÇÃO SAÚDE PÚBLICA Prefeitura Municipal de Itapeva - SP Maio de 2014 UMA RÁPIDA VISÃO DA SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL HOJE Estrutura com grandes dimensões, complexa, onerosa e com falta de

Leia mais

Atenção Básica à Saúde. Relato de Experiência do Pet-Saúde UFRN/SMS na USF Santarém

Atenção Básica à Saúde. Relato de Experiência do Pet-Saúde UFRN/SMS na USF Santarém Atenção Básica à Saúde Relato de Experiência do Pet-Saúde UFRN/SMS na USF Santarém Conselho Editorial Av. Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21 Anhangabaú - Jundiaí-SP -

Leia mais

Programação do Festival da Cidade

Programação do Festival da Cidade Programação do Festival da Cidade Dia 26 de março (terça) 8h Projeto Bola na Rede Coutos 9h Escola Cid Passos Boca do Rio Escola Municipal Professor José Arapiraca São Caetano Escola Municipal Helena Magalhães

Leia mais

LISTA DE CEP BAHIA Atualizada pelo CONEP em 06/2014

LISTA DE CEP BAHIA Atualizada pelo CONEP em 06/2014 LISTA DE CEP BAHIA Atualizada pelo CONEP em 06/2014 Comitê de Ética em Pesquisa - Instituto Mantenedor de Ensino Superior da Bahia IMES End.: Av Luis Viana Filho 8812, Mód IV Nível II, Paralela - Salvador-Bahia

Leia mais

Prefeitura Municipal de Sooretama Estado do Espírito Santo

Prefeitura Municipal de Sooretama Estado do Espírito Santo ANEXO I S POR EXECUTIVO MUNICIPAL SOORETAMA CÓD. REQUISITO ESCOLARIDA S OBJETIVAS Nº CADA 01 Engenheiro Civil Engenharia Civil + Registro no CREA R$ 805,00 40 horas 02 Médico Clinico Geral Medicina +.

Leia mais

CONCORRÊNCIA -N. #### - ANEXO 01 PROJETO BÁSICO

CONCORRÊNCIA -N. #### - ANEXO 01 PROJETO BÁSICO PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR SECRETARIA MUNICIPAL DE TRANSPORTES URBANOS E INFRAESTRUTURA CONCORRÊNCIA -N. #### - ANEXO 01 PROJETO BÁSICO PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR SECRETARIA MUNICIPAL DE TRANSPORTES

Leia mais

O PROGRAMA SAÚDE DA FAMILIA NA COMPREENSÃO DOS AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE

O PROGRAMA SAÚDE DA FAMILIA NA COMPREENSÃO DOS AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE O PROGRAMA SAÚDE DA FAMILIA NA COMPREENSÃO DOS AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE VIDAL, Kiussa Taina Geteins; LIMA, Flávia Patricia Farias; SOUZA, Alcy Aparecida Leite; LAZZAROTTO, Elizabeth Maria; MEZA, Sheila

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 PLANO DE CURSO

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 PLANO DE CURSO CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: SAÚDE DA FAMÍLIA Código: ENF - 217 Pré-requisito: Nenhum Período Letivo:

Leia mais

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA: O AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE COMO FORMADOR DO ELO ENTRE COMUNIDADE E EQUIPE MULTIPROFISIONAL

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA: O AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE COMO FORMADOR DO ELO ENTRE COMUNIDADE E EQUIPE MULTIPROFISIONAL ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA: O AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE COMO FORMADOR DO ELO ENTRE COMUNIDADE E EQUIPE MULTIPROFISIONAL Pablo Luiz Santos Couto 1 Elionara Teixeira Boa Sorte 2 Tatiana Barreto Pereira

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE Gestantes. USF. Atenção Primária. Introdução

PALAVRAS-CHAVE Gestantes. USF. Atenção Primária. Introdução 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE (X ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA ESTRATÉGIAS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS MINISTÉRIO DA SAÚDE FACULDADE DE ODONTOLOGIA RESUMO DAS ATIVIDADES DO PRÓ-SAÚDE NA FACULDADE DE ODONTOLOGIA UFG

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS MINISTÉRIO DA SAÚDE FACULDADE DE ODONTOLOGIA RESUMO DAS ATIVIDADES DO PRÓ-SAÚDE NA FACULDADE DE ODONTOLOGIA UFG UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS MINISTÉRIO DA SAÚDE FACULDADE DE ODONTOLOGIA RESUMO DAS ATIVIDADES DO PRÓ-SAÚDE NA FACULDADE DE ODONTOLOGIA UFG As atividades do Pró-Saúde para o primeiro ano de desenvolvimento

Leia mais

Co-financiamento Estadual da Saúde da Família

Co-financiamento Estadual da Saúde da Família Co-financiamento Estadual da Saúde da Família Departamento de Ações em Saúde -DAS Porto Alegre/RS Co-financiamento Estadual da ESF -Aumento do Incentivo Estadual para ESF e ESB - Incentivo para Implantação

Leia mais

Maria Rachel Jasmim de Aguiar

Maria Rachel Jasmim de Aguiar III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família A ATENÇÃO PRIMÁRIA E A ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO EM UM MODELO DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE Maria Rachel Jasmim de Aguiar Orientação: Carlos Eduardo Aguilera

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE MEDICINA DA BAHIA Fundada em 18 de fevereiro de 1808. Monografia

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE MEDICINA DA BAHIA Fundada em 18 de fevereiro de 1808. Monografia UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE MEDICINA DA BAHIA Fundada em 18 de fevereiro de 1808 Monografia Integração ensino-serviço-comunidade nos projetos de cooperação do Internato em Medicina Social

Leia mais

Módulo Operacional II: Promoção e vigilância à Saúde Linha de Ação 11: Promoção e Qualidade de Vida

Módulo Operacional II: Promoção e vigilância à Saúde Linha de Ação 11: Promoção e Qualidade de Vida Módulo Operacional II: Promoção e vigilância à Saúde Linha de Ação 11: Promoção e Qualidade de Vida Objetivo Específico Ação Estratégica Atividades Promover articulações intersetoriais para o desenvolvimento

Leia mais

Saúde mais Perto de Você

Saúde mais Perto de Você Saúde mais Perto de Você FINANCIAMENTO DA ATENÇÃO BÁSICA Ano PAB fixo PAB variável Estruturação + Construção e Ampliação Valor total 2010 R$ 3,65 Bi R$ 5,92 Bi R$ 147 Mi R$ 9,73 Bi 2012 R$ 4,42 Bi R$ 8,31

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE Odontologia Comunitária. Educação em Odontologia. Odontologia Estatal.

PALAVRAS-CHAVE Odontologia Comunitária. Educação em Odontologia. Odontologia Estatal. 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( X) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA PROJETO APLICATIVO:

Leia mais

Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20. Componente Curricular: SAÚDE DA FAMÍLIA. Pré-requisito: Nenhum

Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20. Componente Curricular: SAÚDE DA FAMÍLIA. Pré-requisito: Nenhum C U R S O D E E N F E R M A G E M Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: SAÚDE DA FAMÍLIA Código: ENF - 204 CH Total: 60 horas Pré-requisito:

Leia mais

Experiência do SAMU Metropolitano Salvador. Segmento ST Com utilização da Telemedicina. Coordenador Central

Experiência do SAMU Metropolitano Salvador. Segmento ST Com utilização da Telemedicina. Coordenador Central Experiência do SAMU Metropolitano Salvador no Tratamento do Infarto com Supradesnivelamento do Segmento ST Com utilização da Telemedicina IVAN PAIVA FILHO IVAN PAIVA FILHO Coordenador Central SAMU no Estado

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO N.º 58/2015 QUESTIONAMENTOS E RESPOSTAS

PREGÃO ELETRÔNICO N.º 58/2015 QUESTIONAMENTOS E RESPOSTAS CIRCULAR N 05/2015 PREGÃO ELETRÔNICO N.º 58/2015 OBJETO: Contratação de seguro de imóveis. QUESTIONAMENTOS E RESPOSTAS PERGUNTA 1: As cias. seguradoras no caso de Cobertura de Obras de Arte só cobrem Incêndio,

Leia mais

Regulação e Avaliação

Regulação e Avaliação SMS SMS Secretaria Municipal da Saúde Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação Regulação O que é? Para que serve? Agências Reguladoras Regular: Sujeitar as regras; dirigir; regrar; encaminhar conforme

Leia mais

IV - EQUIPES DE SAÚDE DA FAMÍLIA: ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO E PRÁTICAS ASSISTENCIAIS

IV - EQUIPES DE SAÚDE DA FAMÍLIA: ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO E PRÁTICAS ASSISTENCIAIS VITÓRIA DA CONQUISTA (BA) EQUIPES DE SAÚDE DA FAMÍLIA 99 IV - EQUIPES DE SAÚDE DA FAMÍLIA: ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO E PRÁTICAS ASSISTENCIAIS O campo da Saúde da Família destaca os recursos humanos como

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: Saúde da Família, Saúde da Criança, Saúde Bucal, Programa da Saúde da Família.

PALAVRAS-CHAVE: Saúde da Família, Saúde da Criança, Saúde Bucal, Programa da Saúde da Família. A FORMAÇÃO DA EQUIPE DE SAÚDE DA FAMÍLIA PARA O CUIDADO EM SAÚDE NA PRIMEIRA INFÂNCIA: PERFIL DA EQUIPE DE SAÚDE BUCAL Suzany Ferreira de Carvalho 1 ; Liliani Aires CandidoVieira 2 ; Maria Goretti Queiroz

Leia mais

ZONA MUNICÍPIO NUM NOME DO LOCAL 1 SALVADOR 1619 ESPECIAL COLÉGIO ESTADUAL DEPUTADO MANOEL NOVAIS 1 SALVADOR 1627 ESPECIAL COLÉGIO ESTADUAL ODORICO

ZONA MUNICÍPIO NUM NOME DO LOCAL 1 SALVADOR 1619 ESPECIAL COLÉGIO ESTADUAL DEPUTADO MANOEL NOVAIS 1 SALVADOR 1627 ESPECIAL COLÉGIO ESTADUAL ODORICO ZONA MUNICÍPIO NUM NOME DO LOCAL 1 SALVADOR 1619 ESPECIAL COLÉGIO ESTADUAL DEPUTADO MANOEL NOVAIS 1 SALVADOR 1627 ESPECIAL COLÉGIO ESTADUAL ODORICO TAVARES 1 SALVADOR 1635 ESPECIAL PAVILHÃO DE AULAS DO

Leia mais

RIGS. A Problemática das Águas em Salvador: Crise, Conflitos e Desafios. revista interdisciplinar de gestão social

RIGS. A Problemática das Águas em Salvador: Crise, Conflitos e Desafios. revista interdisciplinar de gestão social RIGS revista interdisciplinar de gestão social jan./abr. 2012 v.1 n.1 p.23-45 ISSN: 2317-2428 copyright@2012 www.rigs.ufba.br A Problemática das Águas em Salvador: Crise, Conflitos e Desafios Maria Elisabete

Leia mais

COMITÊS DE ÉTICA EM PESQUISA DO ESTADO DA BAHIA

COMITÊS DE ÉTICA EM PESQUISA DO ESTADO DA BAHIA COMITÊS DE ÉTICA EM PESQUISA DO ESTADO DA BAHIA Hospital Ana Nery - HAN/SESAB Coordenador : Thelma Lopes Menezes Rua Saldanha Marinho, S/N Bairro : Caixa D'Água Cidade : Salvador Estado : BA Cep : 44.323-010

Leia mais

EXPERIÊNCIA DA IMPLANTAÇÃO DA ATENÇÃO FARMACÊUTICA NO SUS APS SANTA MARCELINA / SP:

EXPERIÊNCIA DA IMPLANTAÇÃO DA ATENÇÃO FARMACÊUTICA NO SUS APS SANTA MARCELINA / SP: APS SANTA MARCELINA INTRODUÇÃO EXPERIÊNCIA DA IMPLANTAÇÃO DA NO SUS APS SANTA MARCELINA / SP: UM PROCESSO EM CONSTRUÇÃO Parceria com a Prefeitura de São Paulo no desenvolvimento de ações e serviços voltados

Leia mais

3) Metas. 4) Impactos sociais e ambientais e duração esperada dos benefícios

3) Metas. 4) Impactos sociais e ambientais e duração esperada dos benefícios Tipo: Piloto Nome do Projeto: Instalação de Gerador Solar Fotovoltaico no Estádio de Futebol Gov. Prof. Roberto Santos visando à injeção de grandes blocos de energia solar fotovoltaica no sistema de distribuição

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES

RELATÓRIO DE ATIVIDADES RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2012 1 ÍNDICE 1. Saúde 1.1. Estratégia da Saúde da Família Área Programática 2.1 (Rio de Janeiro) 1.2. Estratégia da Saúde da Família Área Programática 3.1 (Rio de Janeiro) 1.3.

Leia mais