DECRETO Nº , DE 30 DE JUNHO DE 2015

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DECRETO Nº , DE 30 DE JUNHO DE 2015"

Transcrição

1 Secretaria Geral Parlamentar Secretaria de Documentação Equipe de Documentação do Legislativo DECRETO Nº , DE 30 DE JUNHO DE 2015 Introduz alterações no Decreto nº , de 19 de outubro de 2012, que dispõe sobre o Sistema de Bens Patrimoniais Móveis - SBPM, no âmbito da Administração Direta do Município de São Paulo. FERNANDO HADDAD, Prefeito do Município de São Paulo, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei, D E C R E T A: Art. 1º Os artigos 1º, 6º, 9º, 13, 14, 15, 19 e 25 do Decreto , de 19 de outubro de 2012, passam a vigorar com a seguinte a redação: "Art. 1º... Parágrafo único. Os bens móveis incorporados anteriormente a 1º de janeiro de 2002 deverão ser baixados da contabilidade pelo Departamento de Contadoria - DECON, da Subsecretaria do Tesouro Municipal, da Secretaria Municipal de Finanças e Desenvolvimento Econômico, e, se ainda estiverem em uso, deverão ser registrados no Sistema de Bens Patrimoniais Móveis - SBPM pela Unidade Orçamentária onde se encontram." (NR) "Art. 6º Aos titulares das Unidades Orçamentárias caberá a responsabilidade pela elaboração do inventário analítico anual, pelos bens inventariados, pelo cadastramento das informações no SBPM e pela guarda dos bens móveis municipais adquiridos.... 3º O inventário analítico referido no artigo 96 da Lei Federal nº 4.320, de 17 de dezembro de 1964, consiste na realização do levantamento físico e identificação de bens patrimoniais móveis, visando à comprovação de sua existência, para controle e preservação do patrimônio público municipal. 4º A Unidade Orçamentária deverá realizar o inventário analítico anual com data de referência de 31 de dezembro de cada exercício e, sempre que necessário, elaborar inventários eventuais." (NR) "Art. 9º... 1º A incorporação de que trata o "caput" deste artigo deverá ser formalizada em processo devidamente autuado para esta finalidade. 2º Os bens cuja aquisição tenha sido feita por meio de dotação orçamentária de Fundos ou Encargos Municipais deverão ser incorporados por intermédio das Unidades Orçamentárias que os compõem, para imediatamente serem transferidos para a Unidade Orçamentária da Secretaria das quais fazem parte. 3º O documento de transferência oriundo da situação descrita no 2º deste artigo poderá ser juntado ao próprio processo de incorporação." (NR) "Art. 13. O recebimento de bens patrimoniais móveis por doação deverá ser formalizado em processo devidamente autuado para esta finalidade, dele constando a relação

2 de bens recebidos, o documento fiscal, o despacho autorizatório, o Termo de Doação e a cópia das publicações do despacho e do extrato do referido termo no Diário Oficial da Cidade...." (NR) "Art. 14. A incorporação de bens adquiridos por meio de permuta/benfeitoria, produção própria, reprodução (semoventes), reposição e reativação sempre deverá ser precedida de despacho autorizatório do titular da Unidade Orçamentária, devidamente publicado no Diário Oficial da Cidade. Parágrafo único. Os bens móveis produzidos pela unidade deverão ser incorporados ao patrimônio municipal, mediante apuração de seu custo." (NR) "Art. 15. O registro da transferência tem por finalidade controlar a circulação dos bens móveis municipais caracterizados como permanentes, quando transferidos de um órgão para outro, devendo ser formalizado por meio de processo devidamente autuado para esta finalidade, constando dele a relação dos bens a serem transferidos e a autorização do Titular da Unidade Orçamentária do órgão que transfere. Parágrafo único. As Unidades Orçamentárias envolvidas ficam responsáveis pelo preenchimento e aceite das transferências dos bens no SBPM." (NR) "Art. 19. A baixa de bem móvel será formalizada mediante processo devidamente autuado para esta finalidade, do qual deverá constar a relação dos bens a serem baixados, laudo de avaliação, autorização do titular da Unidade Orçamentária, comprovante ou Requisição-Destinação Final de Bens Patrimoniais Móveis, com a posterior emissão da nota de baixa." (NR) "Art. 25. Os bens móveis adquiridos anteriormente a 1º de janeiro de 2002 e não registrados no SBPM, conforme cronograma definido pela Secretaria Municipal de Finanças e Desenvolvimento Econômico, serão considerados fora de uso e baixados contabilmente, devendo a Unidade Orçamentária, nestes casos, seguir os trâmites descritos no artigo 19 deste decreto, exceto a emissão da nota de baixa. Parágrafo único. A baixa contábil de que trata o "caput" deste artigo não exime o titular da Unidade Orçamentária competente da responsabilidade pela execução dos procedimentos de baixa física do bem, dos deveres de guarda e conservação do bem, nem mesmo da eventual apuração de responsabilidade por furto, sinistro ou extravio, conforme o caso." (NR) Art. 2º O Anexo Único do Decreto nº , de 2012, fica substituído pelo Anexo Único deste decreto, adotando-se a tabela padrão de depreciação dele constante a partir do exercício de º A atualização da tabela constante do Anexo Único a que se refere o "caput" deste artigo será realizada mediante portaria da Secretaria Municipal de Finanças e Desenvolvimento Econômico. 2º Os bens adquiridos antes da publicação deste decreto não terão sua depreciação calculada pelo SBPM até que sejam reavaliados. Art. 3º Este decreto entrará em vigor na data de sua publicação. PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO, aos 30 de junho de 2015, 462º da fundação de São Paulo. FERNANDO HADDAD, PREFEITO MARCOS DE BARROS CRUZ, Secretário Municipal de Finanças e Desenvolvimento Econômico FRANCISCO MACENA DA SILVA, Secretário do Governo Municipal Publicado na Secretaria do Governo Municipal, em 30 de junho de Câmara Municipal de São Paulo Decreto de 30/06/2015 Secretaria de Documentação Página 2 de 3 Disponibilizado pela Equipe de Documentação do Legislativo

3 Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da Cidade em 01/07/2015, p. 5-6 c. 3-4, 1-2 Para informações sobre revogações ou alterações a esta norma, visite o site Câmara Municipal de São Paulo Decreto de 30/06/2015 Secretaria de Documentação Página 3 de 3 Disponibilizado pela Equipe de Documentação do Legislativo

4 Anexo Único integrante do Decreto nº , de 30 de junho 2015 Tabela Padrão de Depreciação de Bens Móveis da Prefeitura do Município de São Paulo a partir do ano de 2015 Subgrupo - Descrição Percentual de Depreciação Anual Percentual de Valor Residual APARELHOS DE MEDIÇÃO E ORIENTAÇÃO 6,67% 20% APARELHOS E EQUIPAMENTOS DE COMUNICAÇÃO 10,00% 20% APARELHOS, EQUIPAMENTOS E UTENSÍLIOS MÉDICOS, ODONTOLÓGICOS, LABORATORIAIS E HOSPITALARES 6,67% 20% APARELHOS E EQUIPAMENTOS PARA ESPORTES E DIVERSÕES 10,00% 10% APARELHOS E UTENSÍLIOS DOMÉSTICOS 10,00% 10% ARMAMENTOS 5,00% 15% COLEÇÕES E MATERIAIS BIBLIOGRÁFICOS 10,00% 0% DISCOTECAS E FILMOTECAS 20,00% 10% EQUIPAMENTOS DE MANOBRAS E PATRULHAMENTO 5,00% 10% EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO, SEGURANÇA E SOCORRO 10,00% 10% INSTRUMENTOS MUSICAIS E ARTÍSTICOS 5,00% 10% MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS INDUSTRIAIS 5,00% 10% MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS ENERGÉTICOS 10,00% 10% MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS GRÁFICOS 6,67% 10% EQUIPAMENTOS PARA ÁUDIO, VÍDEO E FOTO 10,00% 10% EQUIPAMENTOS DE PROCESSAMENTO DE DADOS 20,00% 10% EQUIPAMENTOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 20,00% 10% MÁQUINAS E UTENSÍLIOS DE ESCRITÓRIO 10,00% 10% MÁQUINAS, FERRAMENTAS E UTENSÍLIOS DE OFICINA 10,00% 10% EQUIPAMENTOS HIDRÁULICOS E ELÉTRICOS 10,00% 10% MÁQUINAS, EQUIPAMENTOS E UTENSÍLIOS AGROPECUÁRIOS 10,00% 10% MÁQUINAS, EQUIPAMENTOS E UTENSÍLIOS RODOVIÁRIOS 10,00% 10% OUTRAS MÁQUINAS, APARELHOS, EQUIPAMENTOS E FERRAMENTAS 10,00% 10% UTENSÍLIOS EM GERAL 10,00% 10% MOBILIÁRIO EM GERAL 10,00% 10% OUTROS MATERIAIS CULTURAIS, EDUCACIONAIS E DE COMUNICAÇÃO 10,00% 10% SEMOVENTES 10,00% 10% EQUIPAMENTOS DE MONTARIA 10,00% 10% VEÍCULOS EM GERAL 6,67% 10% VEÍCULOS FERROVIÁRIOS 3,33% 10% PEÇAS NÃO INCORPORÁVEIS A IMÓVEIS 10,00% 10%

5 VEÍCULOS DE TRAÇÃO MECÂNICA 6,67% 10% CARROS DE COMBATE 3,33% 10% EQUIPAMENTOS, PEÇAS E ACESSÓRIOS AERONÁUTICOS 3,33% 10% EQUIPAMENTOS, PEÇAS E ACESSÓRIOS DE PROTEÇÃO AO VÔO 3,33% 10% EQUIPAMENTO, PEÇAS E ACESSÓRIOS PARA AUTOMÓVEIS 20,00% 10% EQUIPAMENTOS DE MERGULHO E SALVAMENTO 6,67% 10% EQUIPAMENTOS, PEÇAS E ACESSÓRIOS MARÍTIMOS 6,67% 10% EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO E SISTEMA DE PROTEÇÃO E VIGILÂNCIA AMBIENTAL 10,00% 10% OUTROS BENS MÓVEIS (vida útil de 4 anos) 25,00% 10% OUTROS BENS MÓVEIS (vida útil de 5 anos) 20,00% 10% OUTROS BENS MÓVEIS (vida útil de 10 anos) 10,00% 10% OUTROS BENS MÓVEIS (vida útil de 20 anos) 5,00% 10% OUTROS BENS MÓVEIS (vida útil de 25 anos) 4,00% 10%

http://www.supervisorc.com Publicado no DOC de 01/07/2015

http://www.supervisorc.com Publicado no DOC de 01/07/2015 http://www.supervisorc.com Publicado no DOC de 01/07/2015 DECRETO Nº 56.214, DE 30 DE JUNHO DE 2015 Introduz alterações no Decreto nº 53.484, de 19 de outubro de 2012, que dispõe sobre o Sistema de Bens

Leia mais

Manual do Sistema SMARam. Módulo Cadastro de Bens Móveis

Manual do Sistema SMARam. Módulo Cadastro de Bens Móveis Manual do Sistema SMARam Módulo Cadastro de Bens Móveis LISTA DE FIGURAS Figura 1-Acesso ao Cadastro de Bens Móveis... 4 Figura 2- Cadastro de Bens Móveis... 4 Figura 3- Cadastro de Bens Móveis Guia Patrimônio...

Leia mais

I - Avaliação patrimonial: a atribuição de valor monetário a itens do ativo e do

I - Avaliação patrimonial: a atribuição de valor monetário a itens do ativo e do DECRETO Nº 174/2014-GP Institui a obrigatoriedade de realizar os procedimentos de reavaliação, redução ao valor recuperável de ativos, depreciação, amortização e exaustão dos bens do Município de Aracati,

Leia mais

DECRETO Nº 3.379/2015

DECRETO Nº 3.379/2015 Publicado no Jornal "O Presente" em 24/06/2015, Edição nº 4114, Página nº 29 DECRETO Nº 3.379/2015 SÚMULA: Dispõe sobre a obrigatoriedade de realizar os procedimentos para reavaliação, redução ao valor

Leia mais

Balancete Analítico GOVERNO DE ESTADO DO AMAZONAS. Administração Financeira Integrada

Balancete Analítico GOVERNO DE ESTADO DO AMAZONAS. Administração Financeira Integrada 100000000 - Ativo 157.123.471,49 757.532.824,27 212.013.058,18 702.643.237,58 D 110000000 - Ativo Circulante 37.605.161,54 60.284.824,22 49.434.231,84 48.455.753,92 D 111000000 - Disponivel 37.237.502,93

Leia mais

CAMARA DE VEREADORES DE GUAIBA

CAMARA DE VEREADORES DE GUAIBA 1.0.0.0.0.00.00.00.00.00 ATIVO... 3.090.845,31D 1.732.780,42 2.144.812,92 2.678.812,81D 1.1.0.0.0.00.00.00.00.00 ATIVO CIRCULANTE... 883.250,11D 544.565,64 435.584,11 992.231,64D 1.1.1.0.0.00.00.00.00.00

Leia mais

DECRETO Nº , DE 13 DE MAIO DE 2015

DECRETO Nº , DE 13 DE MAIO DE 2015 Secretaria Geral Parlamentar Secretaria de Documentação Equipe de Documentação do Legislativo DECRETO Nº 56.111, DE 13 DE MAIO DE 2015 Dispõe sobre a reorganização parcial da Secretaria Municipal dos Negócios

Leia mais

AVALIAÇÃO E MENSURAÇÃO DO PATRIMÔNIO PÚBLICO A Experiência do Estado de Santa Catarina. Michele Patricia Roncalio GENOC/DCOG/SEF-SC

AVALIAÇÃO E MENSURAÇÃO DO PATRIMÔNIO PÚBLICO A Experiência do Estado de Santa Catarina. Michele Patricia Roncalio GENOC/DCOG/SEF-SC AVALIAÇÃO E MENSURAÇÃO DO PATRIMÔNIO PÚBLICO Michele Patricia Roncalio GENOC/DCOG/SEF-SC IMOBILIZADO Bens Móveis e Imóveis INTANGÍVEL Softwares ATIVOS DE INFRAESTRUTURA Rodovias IMOBILIZADO Bens Móveis

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 428, de 19 de novembro de 2012

RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 428, de 19 de novembro de 2012 Publicada no D.O.U nº 223, de 20/11/2012 Seção 1 p. 140 RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 428, de 19 de novembro de 2012 Cria o Manual de Procedimentos para a Depreciação dos Bens Patrimoniais no âmbito do Sistema

Leia mais

Estado de Goiás Tribunal de Contas dos Municípios PLANO DE CONTAS DESPESAS VÁLIDO A PARTIR DE 2013

Estado de Goiás Tribunal de Contas dos Municípios PLANO DE CONTAS DESPESAS VÁLIDO A PARTIR DE 2013 CATEGORIAS ECONÔMICAS 3 Despesas Correntes 4 Despesas de Capital GRUPO DE NATUREZA DA DESPESA 1 Pessoal e Encargos Sociais 2 Juros e Encargos da Dívida 3 Outras Despesas Correntes 4 Investimentos 5 Inversões

Leia mais

Balancete Analítico. Governo de Estado do Amazonas. Administração Financeira Integrada

Balancete Analítico. Governo de Estado do Amazonas. Administração Financeira Integrada 100000000 - Ativo 131.353.062,65 1.295.151.957,40 579.739.147,23 846.765.872,82 D 110000000 - Ativo Circulante 25.564.025,70 285.036.510,72 282.888.839,83 27.711.696,59 D 111000000 - Disponivel 25.559.462,12

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DOS PROCEDIMENTOS ORÇAMENTÁRIOS E FINANCEIROS DA PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA EDITAL UNEB Nº 008/2016

ORIENTAÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DOS PROCEDIMENTOS ORÇAMENTÁRIOS E FINANCEIROS DA PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA EDITAL UNEB Nº 008/2016 ORIENTAÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DOS PROCEDIMENTOS ORÇAMENTÁRIOS E FINANCEIROS DA PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA EDITAL UNEB Nº 008/2016 Orientações para a Elaboração da Proposta Orçamentária do Edital 008/2016 para

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PARAÍSO DO NORTE ESTADO DO PARANÁ

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PARAÍSO DO NORTE ESTADO DO PARANÁ PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PARAÍSO DO NORTE ESTADO DO PARANÁ Av. Tapejara, 88 CEP 87.780-000 Fone: (44) 3431 1132 CNPJ 75.476.556/0001-58 www.paraisodonorte.pr.gov.br DECRETO Nº 58/2012 SÚMULA: Dispõe

Leia mais

LEI Nº 4.917, DE 27 DE AGOSTO DE Projeto de Lei de autoria do Prefeito Municipal

LEI Nº 4.917, DE 27 DE AGOSTO DE Projeto de Lei de autoria do Prefeito Municipal Projeto de Lei de autoria do Prefeito Municipal Dispõe sobre a criação do Conselho Municipal de Proteção e Bem-Estar Animal COMPBEA e a criação do Fundo Municipal de Proteção e Bem- Estar Animal FUBEM

Leia mais

Calendário de Compras 2016 da UNIPAMPA

Calendário de Compras 2016 da UNIPAMPA Orientação Complementar nº 11 Calendário de Compras 2016 da UNIPAMPA CONSIDERANDO: 1) O grande volume de itens já adquiridos nos últimos anos e os Pedidos de Compras de 2015 que ainda estão em processamento

Leia mais

Art. 1o Os arts. 3o e 11 do Anexo I ao Decreto no 3.555, de 8 de agosto de 2000, passam a vigorar com as seguintes alterações:

Art. 1o Os arts. 3o e 11 do Anexo I ao Decreto no 3.555, de 8 de agosto de 2000, passam a vigorar com as seguintes alterações: DECRETO Nº 3.693, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2000. Dá nova redação a dispositivos do Regulamento para a modalidade de licitação denominada pregão, para aquisição de bens e serviços, aprovado pelo Decreto nº

Leia mais

AVALIAÇÃO E MENSURAÇÃO DO PATRIMÔNIO PÚBLICO. Michele Patricia Roncalio, Me

AVALIAÇÃO E MENSURAÇÃO DO PATRIMÔNIO PÚBLICO. Michele Patricia Roncalio, Me AVALIAÇÃO E MENSURAÇÃO DO PATRIMÔNIO PÚBLICO Michele Patricia Roncalio, Me Quais são os desafios ainda? Dar ênfase à Contabilidade Patrimonial. Adotar o Princípio da Evidenciação, que é fazer o registro

Leia mais

Palestra. Contabilidade Pública (Módulo I): Controle do Patrimônio Público e Lançamentos Contábeis Típicos. Roberto de Oliveira Júnior.

Palestra. Contabilidade Pública (Módulo I): Controle do Patrimônio Público e Lançamentos Contábeis Típicos. Roberto de Oliveira Júnior. Palestra Contabilidade Pública (Módulo I): Controle do Patrimônio Público e Lançamentos Contábeis Típicos A reprodução total ou parcial, bem como a reprodução de apostilas a partir desta obra intelectual,

Leia mais

MODELOS MANUAL DE DOAÇÃO. Agosto/ Versão 01

MODELOS MANUAL DE DOAÇÃO. Agosto/ Versão 01 2015 MODELOS MANUAL DE DOAÇÃO Agosto/2015 - Versão 01 1. Observações - Todo material permanente adquirido com recursos públicos ou doado para o Estado deverá ser patrimoniado; - Para a ordem do inventário,

Leia mais

FIP Balancete Mensal de Verificação

FIP Balancete Mensal de Verificação 1.0.0.0.0.00.00.00 ATIVO 1.005.472,68 D 1.160.936,76 1.191.738,90 974.670,54 D 1.1.0.0.0.00.00.00 ATIVO CIRCULANTE 325.323,28 D 1.160.936,76 1.191.738,90 294.521,14 D 1.1.1.0.0.00.00.00 CAIXA E EQUIVALENTES

Leia mais

DECRETO Nº , DE 31 DE JULHO DE 2002

DECRETO Nº , DE 31 DE JULHO DE 2002 DECRETO Nº 46.966, DE 31 DE JULHO DE 2002 Introduz alterações no Regulamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestações de Serviços - RICMS e dá outras providências GERALDO ALCKMIN, Governador

Leia mais

I - DOS RECURSOS ORIUNDOS DOS ACORDOS DE EMPRÉSTIMOS OU CONTRIBUIÇÕES FINANCEIRAS NÃO REEMBOLSÁVEIS

I - DOS RECURSOS ORIUNDOS DOS ACORDOS DE EMPRÉSTIMOS OU CONTRIBUIÇÕES FINANCEIRAS NÃO REEMBOLSÁVEIS INSTRUÇÃO NORMATIVA N o 06, DE 27 DE OUTUBRO DE 2004. Dispõe sobre os procedimentos de movimentação de recursos externos e de contrapartida nacional, em moeda ou bens e/ou serviços, decorrentes dos acordos

Leia mais

Governo do Estado do Rio Grande do Norte Sistema Integrado para Administração Financeira Ano Base: 2013 Demonstrativo da Proposta da Despesa

Governo do Estado do Rio Grande do Norte Sistema Integrado para Administração Financeira Ano Base: 2013 Demonstrativo da Proposta da Despesa 0100 - ATIVIDADE DE APOIO ADMINISTRATIVO 20780 - Preservação do Patrimônio Público 0001 - Rio Grande do Norte Assegurar os recursos orçamentários necessários à cobertura de despesas com a conservação do

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ UNIOESTE

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ UNIOESTE DESPESAS EMPENHADAS EM AGOSTO DE 2013 CAMPUS DE TOLEDO DESPESAS COM CUSTEIO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ UNIOESTE RUBRICA DESCRIÇÃO Recursos do Fundo Recursos Convênios Outros total Tesouro

Leia mais

Balancete Analítico. Governo de Estado do Amazonas. Administração Financeira Integrada

Balancete Analítico. Governo de Estado do Amazonas. Administração Financeira Integrada 100000000 - Ativo 131.353.062,65 2.067.524.324,65 1.021.323.998,80 1.177.553.388,50 D 110000000 - Ativo Circulante 25.564.025,70 546.938.329,57 538.636.726,73 33.865.628,54 D 111000000 - Disponivel 25.559.462,12

Leia mais

Balancete Analítico. Governo de Estado do Amazonas. Administração Financeira Integrada

Balancete Analítico. Governo de Estado do Amazonas. Administração Financeira Integrada 100000000 - Ativo 131.353.062,65 1.946.272.654,12 958.641.172,07 1.118.984.544,70 D 110000000 - Ativo Circulante 25.564.025,70 506.452.539,38 501.391.091,98 30.625.473,10 D 111000000 - Disponivel 25.559.462,12

Leia mais

LEI N 3.994, DE 18 DE MARÇO DE 2014.

LEI N 3.994, DE 18 DE MARÇO DE 2014. LEI N 3.994, DE 18 DE MARÇO DE 2014. FIA. Dispõe sobre o Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e dá outras providências. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE PALHOÇA, Estado de Santa Catarina.

Leia mais

CIDs (Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento)

CIDs (Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento) CIDs (Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento) LEI Nº 15.413, DE 20 DE JULHO DE 2011 (Projeto de Lei nº 288/11, do Executivo, aprovado na forma de Substitutivo do Legislativo) Dispõe sobre a concessão

Leia mais

USP: PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA PARA 2016

USP: PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA PARA 2016 1 USP: PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA PARA 2016 Com base no Projeto de Lei Orçamentária do Estado de São Paulo para 2016, (Projeto de Lei nº 071/2015), encaminhada à Assembleia Legislativa, e nas vigentes Diretrizes

Leia mais

Diário Oficial do. Prefeitura Municipal de Xique Xique. quarta-feira, 6 de janeiro de 2016 Ano IV - Edição nº Caderno 1

Diário Oficial do. Prefeitura Municipal de Xique Xique. quarta-feira, 6 de janeiro de 2016 Ano IV - Edição nº Caderno 1 Diário Oficial do Município quarta-feira, 6 de janeiro de 2016 Ano IV - Edição nº 00492 Caderno 1 Prefeitura Municipal de Xique Xique publica quarta-feira, 6 de janeiro de 2016 Ano IV - Edição nº 00492

Leia mais

00-EXECUÇÃO-CURADORES

00-EXECUÇÃO-CURADORES 00-EXECUÇÃO-CURADORES Páginas: Mês Lançamento: JUN/2016 Grupo Despesa Detalhada PAGAS PAGAS 449039 PJ - OP.INT.ORC. 449039-9 Subtotal 123.893,83 0,1281 22.279,00 0,0305-0,0000 44903993 AQUISICAO DE SOFTWARE

Leia mais

Prefeitura de RIO POMBA ESTADO DE MINAS GERAIS

Prefeitura de RIO POMBA ESTADO DE MINAS GERAIS PORTARIA Nº 024/2013, de 04 de março de 2013. Dispõe sobre o recadastramento obrigatório do Servidor Público Municipal, ativo e inativo, e dá outras providências. O Prefeito Municipal de Rio Pomba, no

Leia mais

- Alterado o art. 3º, 1º e 2º e acrescentado o 3º pelo Ato nº 16/2009 de 08/06/09, art. 1º.

- Alterado o art. 3º, 1º e 2º e acrescentado o 3º pelo Ato nº 16/2009 de 08/06/09, art. 1º. ATO PGJ N 015/2006 - Alterado o art. 3º, 1º e 2º e acrescentado o 3º pelo Ato nº 16/2009 de 08/06/09, art. 1º. - Alterado o art. 3º, caput e 2º pelo Ato-PGJ n. 48/2011, art. 1º. Regulamenta o controle

Leia mais

Aprova a Classificação das Fontes de Recursos para o Estado de Santa Catarina.

Aprova a Classificação das Fontes de Recursos para o Estado de Santa Catarina. DECRETO N o 2.879, de 30 de dezembro de 2004 Aprova a Classificação das Fontes de Recursos para o Estado de Santa Catarina. O GOVERNADOR DO ESTADO DE SANTA CATARINA, no uso da atribuição que lhe confere

Leia mais

LEI Nº DE 6 DE SETEMBRO DE 2006

LEI Nº DE 6 DE SETEMBRO DE 2006 LEI Nº 13.864 DE 6 DE SETEMBRO DE 2006 Dispõe sobre a Política de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico e Ambiental do Município de São Carlos, e dá outras providências. O Prefeito Municipal de São

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Município de Caxias do Sul

Estado do Rio Grande do Sul Município de Caxias do Sul DECRETO Nº 18.290, DE 13 DE JULHO DE 2016. Aprova o Plano de Classificação e a Tabela de Temporalidade de s da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Proteção Social atividadesfim, para efeitos legais.

Leia mais

22/04/2013 ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS PARA ENGENHARIA. Professor: Luis Guilherme Magalhães (62) DEPRECIAÇÃO, CUSTOS FIXOS E CUSTOS VARIÁVEIS

22/04/2013 ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS PARA ENGENHARIA. Professor: Luis Guilherme Magalhães (62) DEPRECIAÇÃO, CUSTOS FIXOS E CUSTOS VARIÁVEIS ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS PARA ENGENHARIA Professor: Luis Guilherme Magalhães (62) 9607-2031 DEPRECIAÇÃO, CUSTOS FIXOS E CUSTOS VARIÁVEIS 1 CONCEITO Os Bens Patrimoniais, devido ao uso e pelo desgaste natural

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAPUÃ ESTADO DO PARANÁ

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAPUÃ ESTADO DO PARANÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAPUÃ ESTADO DO PARANÁ Notas Explicativas Das Demonstrações Contábeis Exercício financeiro de 2016 As Demonstrações Contábeis do Município de Arapuã foram elaboradas de acordo

Leia mais

RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE DERRUBADAS Comparativo da Despesa Autorizada com a Realizada - Anexo 11 Administração Direta

RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE DERRUBADAS Comparativo da Despesa Autorizada com a Realizada - Anexo 11 Administração Direta Página 1 Entidade : 02 GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL 388.850,00 0,00 388.850,00 379.148,52 9.701,48 02.01 GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL 388.850,00 0,00 388.850,00 379.148,52 9.701,48 0201.04 Administração

Leia mais

OFICIO CIRCULAR GAB/CGE nº 001 Rio de Janeiro, 26 de janeiro de 2015.

OFICIO CIRCULAR GAB/CGE nº 001 Rio de Janeiro, 26 de janeiro de 2015. OFICIO CIRCULAR GAB/CGE nº 001 Rio de Janeiro, 26 de janeiro de 2015. Para: Coordenadorias Setoriais de Contabilidade COSEC s e Equivalentes das Autarquias, Fundações, Empresas Públicas, Sociedades de

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE GOIÁS Secretaria de Estado da Casa Civil

GOVERNO DO ESTADO DE GOIÁS Secretaria de Estado da Casa Civil GOVERNO DO ESTADO DE GOIÁS Secretaria de Estado da Casa Civil LEI Nº 17.480, DE 08 DE DEZEMBRO DE 2011. Cria o Fundo Especial de Reaparelhamento e Modernização do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 28/2016/CONSUP, DE 13 DE MAIO DE CONSELHO SUPERIOR PRO TEMPORE DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI

RESOLUÇÃO Nº 28/2016/CONSUP, DE 13 DE MAIO DE CONSELHO SUPERIOR PRO TEMPORE DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI RESOLUÇÃO Nº 28/2016/CONSUP, DE 13 DE MAIO DE 2016. CONSELHO SUPERIOR PRO TEMPORE DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI Dispõe sobre o processo de prestação de serviços pela Universidade Federal do Cariri

Leia mais

CAPÍTULO II DA INCORPORAÇÃO

CAPÍTULO II DA INCORPORAÇÃO DECRETO Nº 972, EM 20 DE OUTUBRO DE 2008. Normatiza o controle da movimentação dos bens patrimoniais móveis da administração direta do Município. LUIZ CARLOS FRANKLIN DA SILVA, Prefeito Municipal de Charrua,

Leia mais

7 - DESEMPENHO FINANCEIRO E INFORMAÇÕES CONTÁBEIS

7 - DESEMPENHO FINANCEIRO E INFORMAÇÕES CONTÁBEIS 7 - DESEMPENHO FINANCEIRO E INFORMAÇÕES CONTÁBEIS 7.1 - Desempenho financeiro no exercício No exercício apuramos um superavit financeiro,orçamentárioe patrimonial no valor de R$906.187,35(novecentos e

Leia mais

PROVA DE CONTABILIDADE. Em relação às receitas extra-orçamentárias, é correto afirmar, EXCETO:

PROVA DE CONTABILIDADE. Em relação às receitas extra-orçamentárias, é correto afirmar, EXCETO: 18 PROVA DE CONTABILIDADE QUESTÃO 41 Em relação às receitas extra-orçamentárias, é correto afirmar, EXCETO: a) Compreende os recebimentos efetuados e os provenientes de apropriação da despesa orçamentária,

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE PIANCÓ Secretaria-Chefe de Gabinete

ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE PIANCÓ Secretaria-Chefe de Gabinete Página 1 Poder Executivo Gabinete do Prefeito Decretos DECRETO Nº 01, DE 8 DE JANEIRO DE 2014. Dispõe sobre as Metas Bimestrais de Arrecadação (MBA) e o Cronograma Mensal de Desembolso (CDM) do Poder Executivo

Leia mais

CAPITULO I DO QUADRO DE CARGOS EM COMISSÃO E FUNÇÕES GRATIFICADAS

CAPITULO I DO QUADRO DE CARGOS EM COMISSÃO E FUNÇÕES GRATIFICADAS LEI Nº 2.185/2013. Reestrutura o quadro de Cargos em Comissão e funções gratificadas do Município de São Miguel das Missões e dá outras providências. FRANCISCO FANG, Prefeito Municipal Em Exercício de

Leia mais

Comparativo da Despesa Paga. Gratificação por Tempo de Serviço. Cursos de Aperfeiçoamento Profissional JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA CONTRATUAL

Comparativo da Despesa Paga. Gratificação por Tempo de Serviço. Cursos de Aperfeiçoamento Profissional JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA CONTRATUAL Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional CNPJ: 29.991.262/0001-47 Comparativo da Paga CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 17.583.504,00 7.477.452,14 CRÉDITO DISPONÍVEL DESPESA CORRENTE 15.183.504,00

Leia mais

Dotações Classificação Descrição Alterações Legais Valor Empenhado Diferença Valor Liquidado Diferença

Dotações Classificação Descrição Alterações Legais Valor Empenhado Diferença Valor Liquidado Diferença 3.0.0.0.00.00.00.00 DESPESAS CORRENTES 7.368.338,23 6.524.387,53 843.950,70 6.509.817,03 858.521,20 3.1.0.0.00.00.00.00 PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS 2.993.732,01 2.863.740,17 129.991,84 2.863.740,17 129.991,84

Leia mais

CAMARA DE VEREADORES DE GUAIBA

CAMARA DE VEREADORES DE GUAIBA 1.0.0.0.0.00.00.00.00.00 ATIVO... 4.375.532,17D 2.203.118,30 2.234.355,16 4.344.295,31D 1.1.0.0.0.00.00.00.00.00 ATIVO CIRCULANTE... 688.821,18D 553.671,60 434.844,56 807.648,22D 1.1.1.0.0.00.00.00.00.00

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS DECRETO Nº. 2.383 Súmula - Regulamenta os Procedimentos para Tombamento, Movimentação, Destombamento e Inventário Físico de Bens Móveis de Propriedade da Administração Direta do Município de PALMAS, ESTADO

Leia mais

Federação Catarinense de Municípios - FECAM

Federação Catarinense de Municípios - FECAM 1 ATIVO 15.470.645,59 D 1.868.262,08 1.622.738,10 15.716.169,57 D 1.1 ATIVO CIRCULANTE 842.250,38 D 736.854,40 733.295,05 845.809,73 D 1.1.1 DISPONIVEL 842.250,38 D 736.854,40 733.295,05 845.809,73 D 1.1.1.1

Leia mais

Câmara Municipal de Sengés

Câmara Municipal de Sengés 1.2.3.1.1.01.01.01.00.00.00.00 - APARELHOS DE MEDIÇÃO E ORIENTAÇÃO 498 - CRONOMETRO REGRESSIVO 1.2.3.1.1.01.02.00.00.00.00.00 - APARELHOS E EQUIPAMENTOS DE COMUNICAÇÃO 430 - APARELHO DE FAX 462 - ROTEADOR

Leia mais

O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE BARRETOS, ESTADO DE SÃO PAULO: Professor II: (NR) V -...

O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE BARRETOS, ESTADO DE SÃO PAULO: Professor II: (NR) V -... LEI COMPLEMENTAR N.º 176, DE 04 DE ABRIL DE 2012. ALTERA E REVOGA DISPOSITIVOS QUE ESPECIFICA DA LEI COMPLEMENTAR N.º 45, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2004, COM ALTERAÇÕES SUBSEQUENTES. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

123110000 BENS MOVEIS- CONSOLIDAÇÃO 123110100 MÁQUINAS, APARELHOS, EQUIPAMENTOS E FERRAMENTAS 123110101 APARELHOS DE MEDIÇÃO E ORIENTAÇÃO

123110000 BENS MOVEIS- CONSOLIDAÇÃO 123110100 MÁQUINAS, APARELHOS, EQUIPAMENTOS E FERRAMENTAS 123110101 APARELHOS DE MEDIÇÃO E ORIENTAÇÃO CÓDIGO DESCRIÇÃO DA CONTA 123000000 IMOBILIZADO 123100000 BENS MOVEIS 123110000 BENS MOVEIS- CONSOLIDAÇÃO 123110100 MÁQUINAS, APARELHOS, EQUIPAMENTOS E FERRAMENTAS 123110101 APARELHOS DE MEDIÇÃO E ORIENTAÇÃO

Leia mais

Relatório de Execução Orçamentária - Despesas Empenhadas - Agosto

Relatório de Execução Orçamentária - Despesas Empenhadas - Agosto Relatório de Execução Orçamentária - Despesas Empenhadas - Agosto DESPESAS CORRENTES Natureza Despesa Detalhada BAIXADA SANTISTA DIADEMA GUARULHOS SAO JOSE DOS CAMPOS UNIDADE SANTO AMARO OSASCO SAO PAULO

Leia mais

ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL DE LIONS CLUBES

ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL DE LIONS CLUBES ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL DE LIONS CLUBES DISTRITO LB-3 P L A N O C O N T Á B I L Brasília (DF), julho de 2016 PLANO CONTÁBIL I - INTRODUÇÃO 1. As normas estabelecidas neste Plano têm por objetivo racionalizar

Leia mais

DECRETO Nº 8.598, DE 08 DE NOVEMBRO DE 2016.

DECRETO Nº 8.598, DE 08 DE NOVEMBRO DE 2016. DECRETO Nº 8.598, DE 08 DE NOVEMBRO DE 2016. Dispõe sobre o empenho de despesas, a inscrição de restos a pagar e o encerramento das atividades com repercussão orçamentária, financeira e patrimonial do

Leia mais

Segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016 Ano II Edição nº 451 Página 1 de 6

Segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016 Ano II Edição nº 451 Página 1 de 6 Segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016 Ano II Edição nº 451 Página 1 de 6 SUMÁRIO PODER EXECUTIVO DE PEREIRA BARRETO 2 Atos Oficiais 2 Decretos 2 Secretaria Municipal de Educação 5 Atribuição de Classes

Leia mais

Sistema Integrado de Normas Jurídicas do Distrito Federal SINJ-DF

Sistema Integrado de Normas Jurídicas do Distrito Federal SINJ-DF Sistema Integrado de Normas Jurídicas do Distrito Federal SINJ-DF INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 03, DE 18 DE NOVEMBRO DE 2015. Estabelece procedimentos destinados a disciplinar a classificação das despesas, os

Leia mais

DATA 29/05/2014 Pagina 2 2.1.3.1.1.00.00.00 FORNECEDORES E CONTAS A PAGAR NACIONAIS A CURTO PR S C 0,00 582,25 3.432,21 2.849,96 C 2.1.3.1.1.01.00.00

DATA 29/05/2014 Pagina 2 2.1.3.1.1.00.00.00 FORNECEDORES E CONTAS A PAGAR NACIONAIS A CURTO PR S C 0,00 582,25 3.432,21 2.849,96 C 2.1.3.1.1.01.00.00 DATA 29/05/2014 Pagina 1 1.0.0.0.0.00.00.00 ATIVO S D 26.200,85 197.350,24 153.749,66 69.801,43 D 1.1.0.0.0.00.00.00 ATIVO CIRCULANTE S D 15.643,04 197.350,24 153.614,51 59.378,77 D 1.1.1.0.0.00.00.00

Leia mais

PORTARIA Nº 007/2012

PORTARIA Nº 007/2012 PORTARIA Nº 007/2012 Determina ao Poder Legislativo Municipal de Alto Garças a adoção obrigatória do Plano de Contas, das Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público e dos Procedimentos Contábeis

Leia mais

Prefeitura Municipal De Belém Gabinete do Prefeito

Prefeitura Municipal De Belém Gabinete do Prefeito LEI N.º 7.243, DE 28 DE DEZEMBRO DE 1983 Altera disposições das Leis n.ºs 7.056, de 30 de dezembro de 1977, 7.188, de 11 de dezembro de 1981, 7.192, de 21 de dezembro de 1981, e dá outras providências.

Leia mais

Prática - desenvolvimento de sistemas Av. Assis Brasil 1800/302 - Porto Alegre - RS - CEP: Empresa: Plano referencial 9 - Partidos Políticos

Prática - desenvolvimento de sistemas Av. Assis Brasil 1800/302 - Porto Alegre - RS - CEP: Empresa: Plano referencial 9 - Partidos Políticos 1 ATIVO 1.01 ATIVO CIRCULANTE 1.01.01 ATIVO CIRCULANTE - FUNDO PARTIDÁRIO 1.01.01.01 DISPONÍVEL 1.01.01.01.02 BANCO CONTA MOVIMENTO 1.01.01.01.02.01 Bancos - Conta específica do Fundo Partidário 1.01.01.01.03

Leia mais

DESPESAS ORÇAMENTÁRIAS FONTE DE RECURSOS TESOURO

DESPESAS ORÇAMENTÁRIAS FONTE DE RECURSOS TESOURO DESPESAS ORÇAMENTÁRIAS FONTE DE RECURSOS TESOURO EXERCÍCIO 2008 EXERCÍCIO 2009 9,64% 2,90% 9,71% 6,22% 87,45% 84,07% PESSOAL CUSTEIO CAPITAL PESSOAL CUSTEIO CAPITAL DESPESAS ORÇAMENTÁRIAS FONTE DE RECURSOS

Leia mais

Ajuste a valor justo dos ativos imobilizados da empresa XYZ LTDA na adoção inicial das IFRS

Ajuste a valor justo dos ativos imobilizados da empresa XYZ LTDA na adoção inicial das IFRS Ajuste a valor justo dos ativos imobilizados da empresa XYZ LTDA na adoção inicial das IFRS Caso real Sobre o estudo No estudo realizado, aplicou-se o CPC PME - NBC TG 1000 Contabilidade para Pequenas

Leia mais

UNIVERSIDADEESTADUAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE ALAGOAS- UNCISAL PRESTAÇÃO DE CONTAS 2012

UNIVERSIDADEESTADUAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE ALAGOAS- UNCISAL PRESTAÇÃO DE CONTAS 2012 UNIVERSIDADEESTADUAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE ALAGOAS- UNCISAL PRESTAÇÃO DE CONTAS 2012 RECEITA SEDE/UNIDADES DESPESAS / FONTES 0100 0291 Convênios Soma 33190.11.00 VENCIMENTOS 70.865.423,85 2.411.371,35

Leia mais

REGULAMENTO PARA AUXILIO FINANCEIRO AO PESQUISADOR/EXTENSIONISTA

REGULAMENTO PARA AUXILIO FINANCEIRO AO PESQUISADOR/EXTENSIONISTA REGULAMENTO PARA AUXILIO FINANCEIRO AO PESQUISADOR/EXTENSIONISTA Dispõe sobre os requisitos e normas para aplicação de recursos na rubrica de Auxílio Financeiro a Pesquisadores visando à execução dos editais

Leia mais

Balancete Mensal (Analítico)

Balancete Mensal (Analítico) 1.0.0.00.000000 Ativo 17.122.633,96 10.231.667,42 10.080.689,36 17.273.612,02 1.1.0.00.000000 Ativo Circulante 11.994.179,14 10.207.156,43 10.053.129,03 12.148.206,54 1.1.1.00.000000 Disponível 714.269,75

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SELVÍRIA ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL

PREFEITURA MUNICIPAL DE SELVÍRIA ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL LEI N.º 968/2015, de 21 de dezembro de 2015. ESTIMA A RECEITA E FIXA A DESPESA DO MUNICÍPIO DE SELVÍRIA PARA O EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2016. JAIME SOARES FERREIRA, Prefeito do Município de Selvíria, Estado

Leia mais

Instrução Normativa SRF nº 358, de 9 de setembro de 2003

Instrução Normativa SRF nº 358, de 9 de setembro de 2003 Instrução Normativa SRF nº 358, de 9 de setembro de 2003 Altera a Instrução Normativa SRF nº 247, de 21 de novembro de 2002, que dispõe sobre o PIS/Pasep e a Cofins. O SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL, no

Leia mais

CRF/BA. Comparativo da Despesa Paga CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DA BAHIA - CRF-BA CNPJ: / Página:1/6

CRF/BA. Comparativo da Despesa Paga CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DA BAHIA - CRF-BA CNPJ: / Página:1/6 CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DA BAHIA - CRF-BA CNPJ: 13.529.565/0001-02 Comparativo da Paga CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 10.292.70 9.375.483,91 CRÉDITO DISPONÍVEL DESPESAS CORRENTES 10.038.70

Leia mais

CARTILHA PARA PAGAMENTO DE RESSARCIMENTO E RETRIBUIÇÃO

CARTILHA PARA PAGAMENTO DE RESSARCIMENTO E RETRIBUIÇÃO E RETRIBUIÇÃO Esta cartilha tem o objetivo de instruir os servidores para a forma adequada para o pagamento de ressarcimento e retribuição relativo a projetos realizados na UNIFEI, em consonância com a

Leia mais

F R E G U E S I A DE T O R R Ã O REGULAMENTO DE INVENTÁRIO E CADASTRO DO PATRIMÓNIO

F R E G U E S I A DE T O R R Ã O REGULAMENTO DE INVENTÁRIO E CADASTRO DO PATRIMÓNIO F R E G U E S I A DE T O R R Ã O REGULAMENTO DE INVENTÁRIO E CADASTRO DO PATRIMÓNIO Preâmbulo Para cumprimento do disposto na alínea e) do n.º 1 do artigo 16º da Lei n.º 75/2013, de 12 de setembro, e tendo

Leia mais

ESTIMA A RECEITA E FIXA A DESPESA DO MUNICÍPIO DE SELVÍRIA PARA O EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2012.

ESTIMA A RECEITA E FIXA A DESPESA DO MUNICÍPIO DE SELVÍRIA PARA O EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2012. LEI N.º 830/2011, de 21 de dezembro de 2011 ESTIMA A RECEITA E FIXA A DESPESA DO MUNICÍPIO DE SELVÍRIA PARA O EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2012. PROFESSOR JOSÉ DODO DA ROCHA, Prefeito do Município de Selvíria,

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS Prefeitura Municipal de Inhapi

ESTADO DE ALAGOAS Prefeitura Municipal de Inhapi LEI Nº01 DE 02 DE JANEIRO 2013. Dispõe sobre as diretrizes orçamentarias para elaboração e execução do orçamento para o exercício financeiro de 2013, e da outras providências. O PREFEITO DO MUNICIPIO DE

Leia mais

DECRETO RIO Nº DE 30 DE JUNHO DE 2017 (PUBLICADO NO DO DE 03/07/2017) O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais,

DECRETO RIO Nº DE 30 DE JUNHO DE 2017 (PUBLICADO NO DO DE 03/07/2017) O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais, DECRETO RIO Nº 43378 DE 30 DE JUNHO DE 2017 (PUBLICADO NO DO DE 03/07/2017) Dispõe sobre a estrutura organizacional da Empresa Pública de Saúde do Rio de Janeiro S.A. - RIOSAÚDE. O PREFEITO DA CIDADE DO

Leia mais

LEI Nº 941 DE 25 DE JULHO DE 2017.

LEI Nº 941 DE 25 DE JULHO DE 2017. Praça Duque de Caxias nº 39 Centro Areal/RJ Tel.: (24)2257-399 Cep.: 25.845-000 LEI Nº 94 DE 25 DE JULHO DE 207. Altera a Lei Municipal nº 930/207, nos Termos da Portaria MPS nº 333/207, que autoriza o

Leia mais

ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO FRANCISCO DO PIAUÍ GABINETE DO PREFEITO

ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO FRANCISCO DO PIAUÍ GABINETE DO PREFEITO LEI Nº. 503/2015, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2015. Estima a receita e fixa a despesa do município de São Francisco do Piauí para o exercício financeiro de 2016. O PREFEITO MUNICIPAL DE SÃO FRANCISCO DO PIAUÍ,

Leia mais

Lei 1.333, de 1º de Abril de 2011.

Lei 1.333, de 1º de Abril de 2011. 1.333, de 1º de Abril de 2011. DISPÕE SOBRE A ALTERAÇÃO NA LEI Nº. 1.153/09 DE 06.04.2009, E DÁ OUTRAS PROVIDENCIAS O PREFEITO MUNICIPAL DE JACIARA, ESTADO DE MATO GROSSO, MAX JOEL RUSSI faz saber, que

Leia mais

DECRETO Nº DE 26 DE JANEIRO DE 1989

DECRETO Nº DE 26 DE JANEIRO DE 1989 DECRETO Nº 8.356 DE 26 DE JANEIRO DE 1989 Dispõe sobre a Estrutura Organizacional da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Esportes e dá outras providências. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO,

Leia mais

ESTADO DE SÃO PAULO DECRETO Nº DE 27 DE ABRIL DE O PREFEITO MUNICIPAL DE CUBATÃO, no uso das atribuições legais;

ESTADO DE SÃO PAULO DECRETO Nº DE 27 DE ABRIL DE O PREFEITO MUNICIPAL DE CUBATÃO, no uso das atribuições legais; DECRETO Nº. 10.342 DE 27 DE ABRIL DE 2015 REGULAMENTA, NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO MUNICIPAL, O DISPOSTO NO ARTIGO 13 DA LEI FEDERAL Nº 8.429, DE 2 DE JUNHO DE 1992, INSTITUI A SINDICÂNCIA PATRIMONIAL

Leia mais

PUBLICADO DOC 29/12/2012, p. 1, 4-5 c. 3-4, todas, 1-2

PUBLICADO DOC 29/12/2012, p. 1, 4-5 c. 3-4, todas, 1-2 PUBLICADO DOC 29/12/2012, p. 1, 4-5 c. 3-4, todas, 1-2 DECRETO Nº 53.682, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2012 Dispõe sobre a extinção do Departamento de Limpeza Urbana - LIMPURB, da, e dos respectivos cargos de

Leia mais

Diário Oficial do Distrito Federal Nº 58, segunda-feira, 28 de março de 2016

Diário Oficial do Distrito Federal Nº 58, segunda-feira, 28 de março de 2016 PÁGINA 6 Diário Oficial do Distrito Federal Nº 58, segundafeira, 28 de março de 2016 SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA PORTARIA Nº 50, DE 23 DE MARÇO DE 2016. O SECRETÁRIO DE ESTADO DE FAZENDA DO, no uso

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS EXERCÍCIO DE 2010

PRESTAÇÃO DE CONTAS EXERCÍCIO DE 2010 PRESTAÇÃO DE CONTAS EXERCÍCIO DE 2010 RESTOS A PAGAR DE 2009 PAGOS EM 2010 VI e AR 73.190,00 Valores Líquidos da folha (Serviços médicos p/ funcionários + HE) 17.712,04 Entidades Públicas Credoras (Cota

Leia mais

Quinta-feira, 11 de Dezembro de 2014 N 124

Quinta-feira, 11 de Dezembro de 2014 N 124 ATO Nº 058/2014 Cria Comissão de Inventário, e dá outras providências. O Presidente da Câmara Municipal de Xique-Xique, Estado da Bahia, no uso de suas atribuições legais e em cumprimento as Instruções

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 20, DE 04 DE ABRIL DE

LEI COMPLEMENTAR Nº 20, DE 04 DE ABRIL DE LEI COMPLEMENTAR Nº 20, DE 04 DE ABRIL DE 2002-06-07 DISPÕE SOBRE A REESTRUTURAÇÃO DA FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE ALAGOAS FAPEAL, INSTITUÍDA PELA LEI COMPLEMENTAR Nº 05, DE 27 DE SETEMBRO

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL ELETRÔNICO DO MUNICÍPIO DE ALVORADA DO SUL ESTADO PARANÁ Lei 1971/2013, de 17 de outubro de 2013 ATOS DO PODER EXECUTIVO MUNICIPAL

DIÁRIO OFICIAL ELETRÔNICO DO MUNICÍPIO DE ALVORADA DO SUL ESTADO PARANÁ Lei 1971/2013, de 17 de outubro de 2013 ATOS DO PODER EXECUTIVO MUNICIPAL Quinta feira, 03 de novembro de 2016 Ano IV Edição 724. DIÁRIO OFICIAL ELETRÔNICO DO MUNICÍPIO DE ALVORADA DO SUL ESTADO PARANÁ Lei 1971/2013, de 17 de outubro de 2013 ATOS DO PODER EXECUTIVO MUNICIPAL

Leia mais

Resolução nº 3916, de 18 de outubro de 2012

Resolução nº 3916, de 18 de outubro de 2012 Resolução nº 3916, de 18 de outubro de 2012 Dispõe sobre a isenção do pagamento da tarifa de pedágio para veículos do Corpo Diplomático e para veículos oficiais utilizados pela União, Estados, Municípios

Leia mais

CRF/BA. Comparativo da Despesa Paga CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DA BAHIA - CRF-BA CNPJ: / Página:1/6

CRF/BA. Comparativo da Despesa Paga CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DA BAHIA - CRF-BA CNPJ: / Página:1/6 CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DA BAHIA - CRF-BA CNPJ: 13.529.565/0001-02 Comparativo da Paga CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 10.692.70 517.916,89 9.309.452,52 1.383.247,48 CRÉDITO DISPONÍVEL DESPESAS

Leia mais

Disciplina: Economia Para Engenharia Elétrica (TE142) Cap. III AVALIAÇÃO DE PROJETOS E NEGÓCIOS Capítulo III.a. Depreciação do Ativo Imobilizado

Disciplina: Economia Para Engenharia Elétrica (TE142) Cap. III AVALIAÇÃO DE PROJETOS E NEGÓCIOS Capítulo III.a. Depreciação do Ativo Imobilizado Universidade Federal de Paraná Setor de Tecnologia Departamento de Engenharia Elétrica Disciplina: Economia Para Engenharia Elétrica (TE142) Cap. III AVALIAÇÃO DE PROJETOS E NEGÓCIOS Capítulo III.a. Depreciação

Leia mais

CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES E PRAZOS PARA A PREFEITURA

CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES E PRAZOS PARA A PREFEITURA CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES E PRAZOS PARA A PREFEITURA É DE SUMA IMPORTÂNCIA ESTARMOS ATENTOS AOS PRAZOS LIMITE, PARA QUE TENHAMOS MAIOR TRANQÜILIDADE PERANTE NOSSOS CLIENTES E OS GESTORES PERANTE A SOCIEDADE,

Leia mais

Comparativo da Despesa Paga. Plano de Saúde, Serviços Hospitalares e Farmacêuticos BENEFÍCIOS ASSISTENCIAIS RGPS - CFF

Comparativo da Despesa Paga. Plano de Saúde, Serviços Hospitalares e Farmacêuticos BENEFÍCIOS ASSISTENCIAIS RGPS - CFF CONSELHO REGIONAL DE FARMACIA DO AMAPA CNPJ: 12.967.467/0001-94 Comparativo da Paga CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 1.066.322,00 986.698,34 CRÉDITO DISPONÍVEL DESPESAS CORRENTES 804.332,00 724.708,34 PESSOAL

Leia mais

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL BARRO ALTO

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL BARRO ALTO LEI Nº 069/2009 De 31 de dezembro de 2009. Estima a Receita e Fixa a Despesa do Município de BARRO ALTO Ba, para o Exercício Financeiro de 2010. O PREFEITO MUNICIPAL DE BARRO ALTO, Estado da Bahia, no

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA DA FACEVV: SUMÁRIO CAPÍTULO I DA COMPETÊNCIA

REGIMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA DA FACEVV: SUMÁRIO CAPÍTULO I DA COMPETÊNCIA REGIMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA DA FACEVV: SUMÁRIO CAPÍTULO I DA COMPETÊNCIA Art. 1º À Biblioteca da FACEVV compete planejar, coordenar, elaborar, executar e controlar as atividades de processamento técnico

Leia mais

Ofício nº 1028 (SF) Brasília, em 27 de setembro de 2017.

Ofício nº 1028 (SF) Brasília, em 27 de setembro de 2017. Ofício nº 1028 (SF) Brasília, em 27 de setembro de 2017. A Sua Excelência o Senhor Deputado Giacobo Primeiro-Secretário da Câmara dos Deputados Assunto: Projeto de Lei do Senado à revisão. Senhor Primeiro-Secretário,

Leia mais

RESOLUÇÃO DP Nº , DE 27 DE NOVEMBRO DE 2012.

RESOLUÇÃO DP Nº , DE 27 DE NOVEMBRO DE 2012. RESOLUÇÃO DP Nº. 101.2012, DE 27 DE NOVEMBRO DE 2012. ESTABELECE A OBRIGATORIEDADE DA ENTREGA DA DECLARAÇÃO DE BENS E RENDAS A TODOS OS EMPREGADOS DA CODESP. O DIRETOR-PRESIDENTE da COMPANHIA DOCAS DO

Leia mais

DECRETO N.º 3464, DE 30 DE NOVEMBRO DE (alterado pelo DECRETO Nº 3487, DE 20 DE JANEIRO DE 2016)

DECRETO N.º 3464, DE 30 DE NOVEMBRO DE (alterado pelo DECRETO Nº 3487, DE 20 DE JANEIRO DE 2016) DECRETO N.º 3464, DE 30 DE NOVEMBRO DE 2015. (alterado pelo DECRETO Nº 3487, DE 20 DE JANEIRO DE 2016) "DISPÕE SOBRE A CONCESSÃO DE ADICIONAL DE PERICULOSIDADE AO SERVIDOR PÚBLICO DETENTOR DE CARGO EFETIVO

Leia mais

LEI MUNICIPAL N.º 1431/2007 DE 01 DE OUTUBRO DE 2007.

LEI MUNICIPAL N.º 1431/2007 DE 01 DE OUTUBRO DE 2007. LEI MUNICIPAL N.º 1431/2007 DE 01 DE OUTUBRO DE 2007. Altera redação do artigo 24, Extingue e Cria Cargos da Lei Municipal N : 1.413/2007, de 06/08/2007. JORGE LUIZ WILHELM, Prefeito Municipal de Três

Leia mais