A Guerra de Tróia (págs. 10 a 16)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A Guerra de Tróia (págs. 10 a 16)"

Transcrição

1 A Guerra de Tróia (págs. 10 a 16) Ulisses vivia numa ilha grega que se chamava Ítaca, muito feliz com a sua mulher Penélope e o seu filho ainda muito pequenino, Telémaco. Ulisses era o rei dessa ilha, mas não um rei de coroa e manto, muito solene. 1. Completa o crucigrama com as informações tiradas do texto que estás a ler: Ulisses como bom grego e valente, tinha de ir para a guerra também, tinha de cercar Tróia. 2.Ulissess ficou aborrecido por ter de deixar a sua ilha para salvar a rainha grega. De que manha se serviu para tentar não ir para a guerra? 1

2 A Ciclópia (págs. 16 à 35) Lá iam a caminho de Ítaca, pelo mar fora, vencendo vento e vento através de onda e onda. De súbito 1. Qual foi o primeiro obstáculo que se lhes deparou? 2. Qual foi a decisão de Ulisses, ao perceber que estavam a ser arrastados por uma estranha corrente? 3. A que local foram parar? 4. Completa o texto seguinte, preenchendo os espaços em branco: Ulisses e os companheiros foram parar ao da onde tudo era,. Os habitantes são os. São e têm um só no meio da. São de homens. Ulisses e os companheiros, antes de saírem dos, resolveram levar um de. Já na ilha, encontraram um rebanho de, e. Mas também avistaram mesmo no meio do rebanho, altíssimo, um formidável! 5 Depois de leres o episódio do encontro dos gregos com o ciclope Polifemo, ordena estas frases, numerando-as: Já na ilha, avistaram Polifemo e, apavorados fugiram. Os gregos foram parar à Ciclópia. Mas era a gruta onde vivia o gigante. Perseguido, correram a caminho do navio e salvaram-se. Conseguiram esconder-se numa gruta. Na manhã seguinte, quando o rebanho saiu, fugiram presos às barrigas dos animais. Este gigante era o mais forte, o mais bravo e o mais cruel de todos os ciclopes. Quando o gigante adormeceu, queimaram-lhe o grande olho e cegaram-no. Os gregos, ao verem o gigante, resolveram fugir, mas foram impedidos de o fazer pela entrada do rebanho. Ulisses ofereceu-lhe do seu vinho. Ao descobrir os homens na gruta, o gigante tapou a entrada com um pedregulho. Polifemo entrou na gruta com o rebanho. 2

3 A Eólia (págs. 36 à 38) Quando acordou, uma ilha desenhava no horizonte e resolveram ir até lá. 1. Quem os recebeu nessa ilha? 2. O que continha o saco que foi oferecido a Ulisses? 3.Que recomendações é que os marinheiros tinham de cumprir. 4 Faz um resumo do que se passou após a desobediência dos marinheiros. A Ilha de Circe (págs.40 à 46) «Avistaram nova ilha e a ela aportaram.» 1.Lê esta parte da história com muita atenção, para poderes distinguir as afirmações verdadeiras (V) das Falsas (F). Corrige as falsas. Ulisses, cansado e desiludido, resolveu ficar no navio. Os marinheiros não foram dar uma volta pela terra. Passaram três dias e Ulisses avistou Euríloco, que vinha correndo com ar de alarme. Os animais ferozes que encontraram não tinham um ar triste nem suave. Encontraram um palácio com uma deusa, ou feiticeira, junto à porta. A deusa ofereceu-lhes um banquete, deu-lhes vinho do Porto e transformou-os em pintainhos. Ulisses encontrou Minerva, que lhe ofereceu a erva da vida para o proteger. A feiticeira Circe conseguiu convencer Ulisses a ficar na ilha para sempre. 3

4 Apesar de tudo, Circe e Ulisses ficaram amigos e ela ajudou-o a voltar para Ítaca, dando conselhos para a viagem. A Ilha dos Infernos (págs. 47 à 54) «Como tinha prometido a Circe, Ulisses começou por se dirigir à ilha dos Infernos. Os marinheiros tremiam de medo ao avistá-la.» 1. Quem desembarcou nesta ilha? 2. Descreve o animal que servia de obstáculo à entrada na gruta. 3. Que notícias recebeu Ulisses da sua família e da sua ilha? 4. Ulisses encontrou um homem que lhe disse chamar-se Tântalo. Por ter sido mau rei recebeu um castigo. Em que consistia esse castigo e por que nome ficou conhecido? 5. Completa com informações do livro. 4

5 E, mais adiante, encontrou um rei que, em vida, tinha sido desumano. Chamava-se e estava condenado a O Mar das Sereias e a Córcira (págs. 54 à 60) «Andaram, andaram, por sobre as ondas dias e dias. Aproximou-se o mar das sereias. Uma bela tarde, os marinheiros pararam de remar e o navio ficou ali baloiçando no mar calmo» 1. Por que razão tomaram os marinheiros tal atitude? 2.Diz qual foi a precaução que Ulisses tomou para se certificar que resistiria ao canto e ao encantamento das sereias. 3. De súbito um suavíssimo canto se elevou nos ares 3.1 Diz qual a reacção de Ulisses ao ouvir esse canto e explica-a. 4. Como se sentiam os marinheiros ao terminar a travessia do Mar das Sereias? 5. E Ulisses qual era o seu aspecto? 6. Completa com informações do livro. Ao ser lançado às praias de uma ilha, Ulisses desmaia e perde a memória. Agora ele está na, a terra dos. 7. Quando recupera a memória, Ulisses narra a sua história. 7.1 Qual é a reacção dos ouvintes? 7.2 Qual é, porém, o único desejo de Ulisses? 7.3 Quem o ajuda na sua realização? 5

6 Regresso a Ítaca (págs. 60 à 68) «Vão no alto mar e Ulisses adormece.» Quando acorda» 1. Qual é o sentimento que o invade? Porquê? 2. Qual a notícia que a deusa lhe dá? 3. Por que razão decide Minerva transformar Ulisses? 4. Emeu não reconhece Ulisses, mas dá-lhe informações acerca do que se passa em Ítaca. O que ficou Ulisses a saber? 5. Quando se identificou, como reagiu Telémaco? 6. Quem reconhece Ulisses quando este chega ao palácio? O que é que lhe acontece, devido à comoção? 7. Qual foi a recomendação que Ulisses fez a Euricleia? 8. Qual foi a reacção de Ulisses ao ser insultado pelos pretendentes? 9. Que fizeram Telémaco e Ulisses? 10. Qual foi a reacção do povo? 6

7 11. Por que razão Penélope achava que aquele valente era o seu marido? 12. Como se sentia Telémaco? 13. Gostarias de viver aventuras semelhantes às do herói desta história? Explica a tua resposta. 7

GUIÃO DE LEITURA. Ulisses de Maria Alberta Menéres

GUIÃO DE LEITURA. Ulisses de Maria Alberta Menéres GUIÃO DE LEITURA Ulisses de Maria Alberta Menéres 1. Regista, completando o quadro. Título Nome do autor Nome do ilustrador Editora Colecção 2. Faz a correspondência correcta. Homérico voz sedutora Um

Leia mais

Ruth Rocha conta a Odisseia Adaptação por Ruth Rocha

Ruth Rocha conta a Odisseia Adaptação por Ruth Rocha Ruth Rocha conta a Odisseia Adaptação por Ruth Rocha Nome: R.A.: 7º 1. Escreva os nomes dos: deuses que aparecem no livro: monstros e criaturas: 2. Identifique os personagens de acordo com o livro lido:

Leia mais

VIAGEM COM ULISSES 6º Ano

VIAGEM COM ULISSES 6º Ano BEM-VINDOS! PREPARADOS? VIAGEM COM ULISSES 6º Ano Actividade 1 1 - Leiam com atenção e escolham a opção correcta (assinalar com X): «Quando os amigos o desmascaram e provam que Ulisses não está doido,

Leia mais

Parte I. Exercícios de pré-leitura

Parte I. Exercícios de pré-leitura Prepara-te para uma das maiores aventuras da História da humanidade! Vamos embarcar numa viagem de encantar que nos proporcionará aprendizagens únicas. Aproveita-a! Parte I Exercícios de pré-leitura 1)

Leia mais

Ulisses. Maria Alberta Menéres GUIÃO DE LEITURA. Introdução. 1. Nesta obra contam-se as aventuras fantásticas de Ulisses, um herói grego.

Ulisses. Maria Alberta Menéres GUIÃO DE LEITURA. Introdução. 1. Nesta obra contam-se as aventuras fantásticas de Ulisses, um herói grego. GUIÃO DE LEITURA Ulisses Maria Alberta Menéres (ASA, 2011) Introdução 1. Nesta obra contam-se as aventuras fantásticas de Ulisses, um herói grego. 1.1. Observa o mapa e identifica dois locais importantes

Leia mais

A menina Gotinha de Água. Papiniano Carlos. Fichas de leitura. Criação intelectual: Fátima Patronilho

A menina Gotinha de Água. Papiniano Carlos. Fichas de leitura. Criação intelectual: Fátima Patronilho A menina Gotinha de Água Papiniano Carlos Fichas de leitura Criação intelectual: Fátima Patronilho Fichas de leitura Ficha 1 Lê até ao fim da página 9. Depois da leitura, responde às questões. 1. Qual

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO HISTÓRIA DA LITERATURA PROFESSORA: SOLANGE SANTANA GUIMARÃES MORAIS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO HISTÓRIA DA LITERATURA PROFESSORA: SOLANGE SANTANA GUIMARÃES MORAIS UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO HISTÓRIA DA LITERATURA PROFESSORA: SOLANGE SANTANA GUIMARÃES MORAIS RESENHA CRÍTICA DO FILME A ODISSEIA BASEADO NOS POEMAS ÉPICOS DE HOMERO ALUNO: ALCIDES WENNER FERREIRA

Leia mais

O conto: modalidade narrativa curta, no qual o espaço e o tempo são reduzidos e com poucas personagens.

O conto: modalidade narrativa curta, no qual o espaço e o tempo são reduzidos e com poucas personagens. O conto: modalidade narrativa curta, no qual o espaço e o tempo são reduzidos e com poucas personagens. Alguns elementos são essenciais: Sabemos que as histórias (ação) são contadas por alguém (narrador),

Leia mais

O tempo passou. Branca de Neve cresceu e tornou-se uma jovem ainda mais bonita. Certo dia, ao perguntar sobre sua beleza ao espelho, a vaidosa rainha

O tempo passou. Branca de Neve cresceu e tornou-se uma jovem ainda mais bonita. Certo dia, ao perguntar sobre sua beleza ao espelho, a vaidosa rainha Branca de Neve E ra uma vez uma princesa, muito bela e de pele branquinha, chamada Branca de Neve. A mãe de Branca de Neve, uma bondosa rainha, havia morrido quando ela era ainda um bebê. Alguns anos depois,

Leia mais

O Gigante Egoísta e O Príncipe Feliz. Oscar Wilde. Fichas de leitura. Criação intelectual: Fátima Patronilho

O Gigante Egoísta e O Príncipe Feliz. Oscar Wilde. Fichas de leitura. Criação intelectual: Fátima Patronilho O Gigante Egoísta e O Príncipe Feliz Oscar Wilde Fichas de leitura Criação intelectual: Fátima Patronilho 45 O Gigante Egoísta Ficha de leitura 1. Quem é a personagem principal da história? I 2. Em que

Leia mais

Escrita e ilustrada pelos alunos da Escola Básica do Primeiro Ciclo da Benquerença Ano Lectivo 2008/2009

Escrita e ilustrada pelos alunos da Escola Básica do Primeiro Ciclo da Benquerença Ano Lectivo 2008/2009 A Família Desaparecida Escrita e ilustrada pelos alunos da Escola Básica do Primeiro Ciclo da Benquerença Ano Lectivo 2008/2009 NUMA BELA MANHÃ DE PRIMAVERA, UM MENINO CAMI NHAVA JUNTO A UM RIO E OLHAVA

Leia mais

JONAS E O GRANDE PEIXE

JONAS E O GRANDE PEIXE Bíblia para crianças apresenta JONAS E O GRANDE PEIXE Escrito por: Edward Hughes Ilustrado por: Jonathan Hay Traduzido por: Berenyce Brandão Adaptado por: Mary-Anne S. História 26 de 60 www.m1914.org Bible

Leia mais

JONAS E O GRANDE PEIXE

JONAS E O GRANDE PEIXE Bíblia para crianças apresenta JONAS E O GRANDE PEIXE Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Jonathan Hay Adaptado por: Mary-Anne S. Traduzido por: Berenyce Brandão Produzido por: Bible for Children www.m1914.org

Leia mais

OLIMPVS.NET BIBLIOTECAS. DURAÇÃO PREVISTA DA SESSÃO EM SALA DE AULA OU BIBLIOTECA: 50 +15 minutos opcionais

OLIMPVS.NET BIBLIOTECAS. DURAÇÃO PREVISTA DA SESSÃO EM SALA DE AULA OU BIBLIOTECA: 50 +15 minutos opcionais OLIMPVS.NET BIBLIOTECAS VOLUME 4 O ENIGMA DE ULISSES GUIÃO DESTINATÁRIOS: dos 9 aos 14 anos NÚMERO MÁXIMO DE PARTICIPANTES: 26 DURAÇÃO PREVISTA DA SESSÃO EM SALA DE AULA OU BIBLIOTECA: 50 +15 minutos opcionais

Leia mais

A Rata Era uma vez uma rata que estava sozinha na toquinha. Ela morava com sua mãe e seu padrasto no castelo do rei, ela não tinha medo de nada.

A Rata Era uma vez uma rata que estava sozinha na toquinha. Ela morava com sua mãe e seu padrasto no castelo do rei, ela não tinha medo de nada. Era Uma Vez A Rata Era uma vez uma rata que estava sozinha na toquinha. Ela morava com sua mãe e seu padrasto no castelo do rei, ela não tinha medo de nada. A ratinha tinha uma felpa de ferro e pensava

Leia mais

Trabalho elaborado por: Patrícia da Conceição 13/01/10 1

Trabalho elaborado por: Patrícia da Conceição 13/01/10 1 Este trabalho é uma reflexão sobre a história verídica, o Hotel Ruanda, que fala sobre uma guerra civil que matou milhares de pessoas, eram duas etnias, os Tutsi é que foram massacrados (genocídio). Hotel

Leia mais

Peddy-paper VIAGEM COM ULISSES

Peddy-paper VIAGEM COM ULISSES Peddy-paper VIAGEM COM ULISSES No âmbito do Projecto Crescer a ler (Plano Nacional de Leitura), foi seleccionada a obra Ulisses, de Maria Alberta Menéres, destinada a alunos de 6º ano. Os momentos destinados

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE RIO DE MOURO PADRE ALBERTO NETO QUESTIONÁRIO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE RIO DE MOURO PADRE ALBERTO NETO QUESTIONÁRIO QUESTIONÁRIO Após teres lido o livro O GUARDA DA PRAIA de Maria Teresa Maia Gonzalez, com atenção, assinala a afirmação com V se for verdadeira ou com F se for falsa. 1. A história deste livro centra se

Leia mais

Era uma vez, há muitos, muitos anos, uma família de tartarugas vivia no Oceano Atlântico. Era uma família de cinco tartarugas: a mãe tartaruga, que

Era uma vez, há muitos, muitos anos, uma família de tartarugas vivia no Oceano Atlântico. Era uma família de cinco tartarugas: a mãe tartaruga, que Era uma vez, há muitos, muitos anos, uma família de tartarugas vivia no Oceano Atlântico. Era uma família de cinco tartarugas: a mãe tartaruga, que tinha uma carapaça às riscas azuis e cor-de-rosa; o pai

Leia mais

A HISTÓRIA DE JONAS Lição Objetivos: Ensinar que devemos obedecer na primeira vez que sou mandada.

A HISTÓRIA DE JONAS Lição Objetivos: Ensinar que devemos obedecer na primeira vez que sou mandada. A HISTÓRIA DE JONAS Lição 66 1 1. Objetivos: Ensinar que devemos obedecer na primeira vez que sou mandada. 2. Lição Bíblica: Jonas 1 a 4 (Base bíblica para a história o professor) Versículo para decorar:

Leia mais

GRUPO IV 2 o BIMESTRE PROVA A

GRUPO IV 2 o BIMESTRE PROVA A Sistema de Ensino Unidade Portugal Série: 6 o ano (5 a série) Período: MANHÃ Data: 13/5/2009 PROVA GRUPO GRUPO IV 2 o BIMESTRE PROVA A Nome: Turma: Valor da prova: 4,0 Nota: O homem Um cientista vivia

Leia mais

Então Deus disse todas estas palavras:+ 2 Eu sou Jeová, seu Deus, que o tirou da terra do Egito, a terra da escravidão.*+ 3 Não tenha outros deuses

Então Deus disse todas estas palavras:+ 2 Eu sou Jeová, seu Deus, que o tirou da terra do Egito, a terra da escravidão.*+ 3 Não tenha outros deuses Então Deus disse todas estas palavras:+ 2 Eu sou Jeová, seu Deus, que o tirou da terra do Egito, a terra da escravidão.*+ 3 Não tenha outros deuses além de mim.*+ 4 Não faça para você imagem esculpida,

Leia mais

CAMPEÃO DE SAIAS. David Walliams Ilustrado por Quentin Blake. Tradução de Rita Amaral

CAMPEÃO DE SAIAS. David Walliams Ilustrado por Quentin Blake. Tradução de Rita Amaral CAMPEÃO DE SAIAS David Walliams Ilustrado por Quentin Blake Tradução de Rita Amaral Oo Para o Eddie, Que alegria nos deste a todos. Nada de abraços 1 Nada de abraços Dennis era diferente. Quando se olhava

Leia mais

Certa manhã, todos foram para a mata apanhar lenha e frutas silvrestres, mas os sete irmãos acabaram se perdendo

Certa manhã, todos foram para a mata apanhar lenha e frutas silvrestres, mas os sete irmãos acabaram se perdendo O pequeno Polegar E ra uma vez um casal de lenhadores muito pobre, com sete filhos pequenos. O caçula era magro e fraco, mas também esperto e inteligente. Ele recebeu o apelido de Polegar por ser muito

Leia mais

(Rodolfo Bracali,adaptado da obra dos Irmãos Grimm) Belo Horizonte

(Rodolfo Bracali,adaptado da obra dos Irmãos Grimm) Belo Horizonte João e Maria (Rodolfo Bracali,adaptado da obra dos Irmãos Grimm) Belo Horizonte 2016 As crianças foram com o pai e a madrasta cortar lenha na floresta e lá foram abandonadas. João havia marcado o caminho

Leia mais

HISTÓRIAS DE ENCANTAR E ALGUMAS LENDAS NO UNIVERSO

HISTÓRIAS DE ENCANTAR E ALGUMAS LENDAS NO UNIVERSO HISTÓRIAS DE ENCANTAR E ALGUMAS LENDAS NO UNIVERSO (CRIADO EM 2013, PELOS ALUNOS DO ASTRO-CLUBE) Coordenadora: professora Isabel Guerreiro de Almeida OS DEVERES E PODERES DA CIÊNCIA, NAS SUAS IMPLICAÇÕES

Leia mais

Língua Por. ortuguesa. Os gnomos e o sapateiro

Língua Por. ortuguesa. Os gnomos e o sapateiro Nome: Ensino: F undamental 3 o ano urma: T Data: 10/8/2009 Língua Por ortuguesa Os gnomos e o sapateiro Era uma vez um sapateiro tão pobre, mas tão pobre que só lhe restava couro para um único par de de

Leia mais

A história do Pedrito Coelho. Beatrix Potter. Fichas de leitura. Criação intelectual: Fátima Patronilho. A história do Pedrito Coelho Porto Editora

A história do Pedrito Coelho. Beatrix Potter. Fichas de leitura. Criação intelectual: Fátima Patronilho. A história do Pedrito Coelho Porto Editora A história do Pedrito Coelho Beatrix Potter Fichas de leitura Criação intelectual: Fátima Patronilho 23 Fichas de leitura Ficha 1 1. Observa bem a capa do livro. 1.1. Assinala com X as afirmações verdadeiras.

Leia mais

Os quatro filhos de Mosias deixaram Zaraenla e

Os quatro filhos de Mosias deixaram Zaraenla e AMON: O GRANDE SERVO Capítulo 23 Os quatro filhos de Mosias deixaram Zaraenla e foram ensinar o evangelho aos lamanitas. Cada um foi a uma cidade diferente. Alma 17:12 13 Amon foi à terra de Ismael. Assim

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Tema Transversal: Cultivar e guardar a Criação Disciplina: Língua Portuguesa / ESTUDOS AUTÔNOMOS Ano: 2º - Ensino Fundamental Aluno(a): N o : Turma: Professora: Data: 14 / 6 / 2017

Leia mais

Claro que diziam isto em voz baixa, mas ela ouvia-os e ficava muito triste.

Claro que diziam isto em voz baixa, mas ela ouvia-os e ficava muito triste. Era uma vez uma princesa muito bonita mas que sofria imenso por ser baixinha Sempre que ia passear as outras crianças troçavam: É pequenina como um cogumelo, baixinha como a relva É baixinha demais para

Leia mais

DATA: / / 2015 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO RELIGIOSA 5.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR (A): VALOR: 8,0 MÉDIA: 4,8 RESULTADO: %

DATA: / / 2015 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO RELIGIOSA 5.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR (A): VALOR: 8,0 MÉDIA: 4,8 RESULTADO: % SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: / / 205 UNIDADE: I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO RELIGIOSA 5.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR (A): VALOR:

Leia mais

Adaptação: Sueli Maria de Regino O ALFAIATE VALENTE

Adaptação: Sueli Maria de Regino O ALFAIATE VALENTE Adaptação: Sueli Maria de Regino O ALFAIATE VALENTE Era uma vez um alfaiate que passava os dias costurando diante da janela de sua casinha. Um dia, ouviu passar na rua um homem vendendo geleia de frutas

Leia mais

Bíblia para crianças apresenta.

Bíblia para crianças apresenta. Bíblia para crianças apresenta DAVI, O PASTORZINHO Escrito por: Edward Hughes Ilustrado por: Lazarus O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem de Hoje 1998 - Sociedade

Leia mais

GUERRA DE TRÓIA PERÍODO HOMÉRICO EM HOMENAGEM A HOMERO QUEM FOI HOMERO?

GUERRA DE TRÓIA PERÍODO HOMÉRICO EM HOMENAGEM A HOMERO QUEM FOI HOMERO? 2014 GUERRA DE TRÓIA PERÍODO HOMÉRICO EM HOMENAGEM A HOMERO QUEM FOI HOMERO? Homero foi um poeta épico da Grécia Antiga, ao qual tradicionalmente se atribui a autoria dos poemas épicos Ilíada e Odisseia.

Leia mais

Os Lusíadas Luís Vaz de Camões /1580

Os Lusíadas Luís Vaz de Camões /1580 Os Lusíadas 1572 Luís Vaz de Camões +- 1524/1580 Influências Grandes navegações: período dos descobrimentos (séc. XV ao XVII): financiadas pela Igreja Católica, que buscava domínio em terras distantes

Leia mais

Primeiro ano Lista de cores

Primeiro ano Lista de cores Primeiro ano Lista de cores AMARELO VERMELHO ROSA LILÁS COR A COR DO VESTIDO DA MAGALI É AMARELO. -------------------------------------------------------- ORIENTAÇÕES. DITAR SEM ESCANDIR. FOLHA BRANCA

Leia mais

a confusão do final do ano e as metas para o próximo

a confusão do final do ano e as metas para o próximo o que fazer se o ano que passou foi ruim? o que fazer nesse próximo ano? a confusão do final do ano e as metas para o próximo Enéas Guerriero www.equilibriocontinuo.com.br O que vamos falar hoje? 1) Estresse

Leia mais

A madrasta obrigava Cinderela a vestir roupas velhas e remendadas, mas, mesmo assim, a moça era sempre obediente e gentil. O tempo passava e a vida

A madrasta obrigava Cinderela a vestir roupas velhas e remendadas, mas, mesmo assim, a moça era sempre obediente e gentil. O tempo passava e a vida Cinderela E ra uma vez uma bela jovem chamada Cinderela que vivia feliz com a mãe e o pai. Um dia, porém, a morte da mãe interrompeu a alegria dessa família. A tristeza foi grande. Algum tempo depois,

Leia mais

Não Quero Ser Espantalho

Não Quero Ser Espantalho Direção de Serviços Região Algarve Agrupamento de Escolas Silves Sul PGA - Prova Global do Agrupamento Departamento de Português Português 5º Ano Prova: A Nome: Ano: Turma: Nº.: Data: Assinatura do Professor

Leia mais

Exercício Extra 27. As três laranjas mágicas

Exercício Extra 27. As três laranjas mágicas Exercício Extra 27 Nome: Turma: LÍNGUA PORTUGUESA 3º ano do Ensino Fundamental Data: 12/09/2016 Data de devolução: 19/09/2016 As três laranjas mágicas Achando que já estava mais que na hora de seu filho

Leia mais

mesma fada que presenciara o nascimento de Zé Chumaço diminuiu a alegria da mãe: Majestade, infelizmente, apesar de linda, sua filha terá pouca

mesma fada que presenciara o nascimento de Zé Chumaço diminuiu a alegria da mãe: Majestade, infelizmente, apesar de linda, sua filha terá pouca Zé Chumaço E m um reino distante, o filho da rainha nasceu feio. Foi batizado como José, mas acabou conhecido como Zé Chumaço, por causa da quantidade excessiva de cabelos que tinha. A rainha se estristecia

Leia mais

Arte em movimento - 3.º classificado Mariana Teixeira

Arte em movimento - 3.º classificado Mariana Teixeira Arte em movimento - 3.º classificado Mariana Teixeira Arte em movimento - 2.º classificado Daniel Merten Arte em movimento - 1.º classificado Leonor Dantas Pereira O Mundo da Fantasia - 3.º classificado:

Leia mais

Capítulo 1 - Um Novo Herdeiro

Capítulo 1 - Um Novo Herdeiro Capítulo 1 - Um Novo Herdeiro O Rei de Raiden City vai ter um filho! Todos estão eufóricos, só que o filho mais velho do rei Jonas e a outra esposa do rei que sobretudo e a mãe de Jonas, que se chama Sátina,

Leia mais

TONICO E TINOCO: O QUE FAZER COM O LIXO?

TONICO E TINOCO: O QUE FAZER COM O LIXO? TONICO E TINOCO: O QUE FAZER COM O LIXO? José Nascimento Jr. e Rafael T. Guerra Todos os dias, Tonico o galo da vizinha ficava em cima do muro, observando a natureza e, principalmente, seu reino, o galinheiro.

Leia mais

VIAGENS DE GULLIVER. Jonathan Swift Adaptação Cláudia Lopes. Profª Kelly de Sousa Alves

VIAGENS DE GULLIVER. Jonathan Swift Adaptação Cláudia Lopes. Profª Kelly de Sousa Alves VIAGENS DE GULLIVER Jonathan Swift Adaptação Cláudia Lopes Profª Kelly de Sousa Alves Contexto A obra Viagens de Gulliver, foi publicada em 1726. Trata-se do relato das viagens de um médico através de

Leia mais

A Grécia Antiga - Origem

A Grécia Antiga - Origem A Grécia Antiga - Origem A Grécia antiga é dividida em 3 partes: Continental: Península Balcânica Peninsular: Península do Peloponeso Insular: Ilhas do Mar Egeu A navegação foi a principal fonte de comércio

Leia mais

AVALIAÇÃO DAS APRENDIZAGENS LÍNGUA PORTUGUESA Classe

AVALIAÇÃO DAS APRENDIZAGENS LÍNGUA PORTUGUESA Classe AVALIAÇÃO DAS APRENDIZAGENS LÍNGUA PORTUGUESA Classe Nome: Data: / / Classificação: Prof.: Leia o texto com muita atenção. Vladimir recebeu muitos presentes no Natal, entre livros, discos, jogos de computador,

Leia mais

PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA

PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA S.I. DE CHAVILLE JUNHO 2009/ JUIN 2009 PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA EPREUVE DE LANGUE PORTUGAISE 6 ème- IDENTIFICAÇÃO (A preencher pelo aluno) Nome do aluno: Data de nascimento: Nacionalidade: Morada: Nome

Leia mais

UMA AVENTURA NO MUNDO DE

UMA AVENTURA NO MUNDO DE Parte integrante do livro Uma Aventura no Mundo de Tarsila. Não pode ser vendido separadamente. UMA AVENTURA NO MUNDO DE T A R S I L A Professor A magia da literatura é, em grande parte, fortalecida pelos

Leia mais

Gutemberg Lopes Macedo MENINA E A HARPA EDITORA BPA BIBLIOTECA POPULAR DE AFOGADOS

Gutemberg Lopes Macedo MENINA E A HARPA EDITORA BPA BIBLIOTECA POPULAR DE AFOGADOS Gutemberg Lopes Macedo A MENINA E A HARPA EDITORA BPA BIBLIOTECA POPULAR DE AFOGADOS Texto e Pesquisa de Imagens Gutemberg Lopes Macedo A MENINA E A HARPA RECIFE - PE NOV/2006 Coordenação e Realização

Leia mais

O processo da correção de Deus

O processo da correção de Deus Tema: O processo da correção de Deus Texto E, quanto ao que foi dito, que deixassem o tronco com as raízes da árvore, o teu reino voltará para ti, depois que tiveres conhecido que o céu reina. Dn. 4: 26

Leia mais

DATA: 02 / 12 / 2013 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA:

DATA: 02 / 12 / 2013 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 0 / / 03 UNIDADE: III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

Responde ao seguinte questionário, relembrando o que leste em O Alquimista, da autoria de Paulo Coelho

Responde ao seguinte questionário, relembrando o que leste em O Alquimista, da autoria de Paulo Coelho Responde ao seguinte questionário, relembrando o que leste em O Alquimista, da autoria de Paulo Coelho Para cada uma das questões há apenas uma resposta certa. Assinala-a com uma cruz! 1. O Alquimista

Leia mais

AULA 04:O CHAMADO DE ABRÃO ATÉ O NASCIMENTO DE ISMAEL

AULA 04:O CHAMADO DE ABRÃO ATÉ O NASCIMENTO DE ISMAEL Momento com Deus Crianças de 7 a 9 anos NOME: DATA: 28/04/2013 AULA 04:O CHAMADO DE ABRÃO ATÉ O NASCIMENTO DE ISMAEL Versículos para Decorar 1 Portanto, cada um de vocês deve abandonar a mentira e falar

Leia mais

Bíblia para crianças apresenta ESTER, UMA LINDA RAINHA

Bíblia para crianças apresenta ESTER, UMA LINDA RAINHA Bíblia para crianças apresenta ESTER, UMA LINDA RAINHA Escrito por: Edward Hughes Ilustrado por: Janie Forest Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia

Leia mais

Era uma vez uma Princesa

Era uma vez uma Princesa Era uma vez uma Princesa Vendas Novas, há muitos e muitos anos, viveu uma história de Reis, Rainhas, Príncipes e Princesas! Um dos episódios dessa história, com o objetivo de melhorar as relações entre

Leia mais

Eduardo Cunha. Anthony Garotinho. Sérgio Cabral

Eduardo Cunha. Anthony Garotinho. Sérgio Cabral Eduardo Cunha Anthony Garotinho Sérgio Cabral Eduardo Cunha Anthony Garotinho Sérgio Cabral Mateus 3:8 e 10 no Evangelho de Mateus Deem fruto que mostre o arrependimento!... O machado já está posto à raiz

Leia mais

Cena seguinte GUERRA DE TRÓIA

Cena seguinte GUERRA DE TRÓIA RAPTO DE HELENA Ulisses era o rei de uma Ilha muito bonita, uma ilha grega chamada Ítaca. Uma ilha muito amena, onde a vida era calma. Ele vivia com a sua família, com a mulher Penélope e o filho Telémaco.

Leia mais

no rio, que encontrou ao lado de uma árvore. O gatinho mais velho agarrou o cipó e Chamego puxou o irmão para fora das águas com a ajuda da mãe.

no rio, que encontrou ao lado de uma árvore. O gatinho mais velho agarrou o cipó e Chamego puxou o irmão para fora das águas com a ajuda da mãe. Irmãos Felinos Fabiana Souza A gata Cristal tinha dois filhotes peludos e muito travessos: Pipoca e Chamego. Os gatinhos não se entendiam e brigavam o tempo todo. Pipoca, o gatinho mais velho, sempre implicava

Leia mais

UM PÉ DE TATAJUBEIRA QUE APARECE UM ENCANTO

UM PÉ DE TATAJUBEIRA QUE APARECE UM ENCANTO UM PÉ DE TATAJUBEIRA QUE APARECE UM ENCANTO Dona Francisca da Tribo Tremembé contou que há muito tempo atrás, existia um pé de Tatajubeira que aparecia um encanto. Quando as pessoas passavam por lá viam

Leia mais

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova C (13A2CS) 70 minutos

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova C (13A2CS) 70 minutos Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova C (13A2CS) 70 minutos Prova de certificação de nível de proficiência linguística no âmbito do Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro,

Leia mais

Quando o Principezinho e a Raposa chegaram à cidade da Música, viram uma torre enorme parecida com um órgão de tubos. No seu interior, funcionava uma

Quando o Principezinho e a Raposa chegaram à cidade da Música, viram uma torre enorme parecida com um órgão de tubos. No seu interior, funcionava uma e a Eufonia 2 ra uma vez um planeta habitado por dois povos diferentes: os Musicalis e os Floralis. Os Musicalis precisavam de música para viverem; os Floralis adoravam as flores. Depois de muito tempo

Leia mais

Jesus foi para uma cidade chamada Nain. Com ele iam os discípulos e uma grande multidão. Quando chegou à porta da cidade, eis que levavam um defunto

Jesus foi para uma cidade chamada Nain. Com ele iam os discípulos e uma grande multidão. Quando chegou à porta da cidade, eis que levavam um defunto Lc 7,11-17 Jesus foi para uma cidade chamada Nain. Com ele iam os discípulos e uma grande multidão. Quando chegou à porta da cidade, eis que levavam um defunto para enterrar. Era filho único e sua mãe

Leia mais

OS FILHOS DE CEVA Lição 66

OS FILHOS DE CEVA Lição 66 OS FILHOS DE CEVA Lição 66 1 1. Objetivos: Ensinar que os feiticeiros, ao verem o poder de Jesus, se arrependeram e queimaram os livros de feitiçaria. Isto queria dizer que nunca mais iam praticar a feitiçaria

Leia mais

o casamento do fazendeiro

o casamento do fazendeiro o casamento do fazendeiro ERA uma fez um fazendeiro que ele sempre dia mania de ir na cidade compra coisas mais ele tinha mania de ir sempre de manha cedo um dia ele acordou se arrumou e foi pra cidade,

Leia mais

João Pedro Pinto Moreira 4º Ano EB1 Azenha Nova. A Pequena Diferença

João Pedro Pinto Moreira 4º Ano EB1 Azenha Nova. A Pequena Diferença João Pedro Pinto Moreira 4º Ano EB1 Azenha Nova A Pequena Diferença Era uma vez um menino chamado Afonso que nasceu no primeiro dia do ano de 2000. Era uma criança muito desejada por toda a família, era

Leia mais

História de Carmem Biancho Flores

História de Carmem Biancho Flores História de Carmem Biancho Flores Nascimento: 14 de julho de 1953 Falecimento: 6 de outubro de 2013 Foi no dia 14 de julho de 1953 que Valdemar e Alda Biancho tiveram sua filha Carmen, que passou muitas

Leia mais

Confira a seguir o excelente trabalho dessa turma!

Confira a seguir o excelente trabalho dessa turma! Durante as aulas no Laboratório de Informática, os alunos e alunas do 1º ano A montaram cenários de contos de fadas utilizando o software Oficina de Histórias e elaboraram textos de autoria sobre o tema.

Leia mais

Avaliação de Diagnóstico Português 3º ano. O caranguejo em férias

Avaliação de Diagnóstico Português 3º ano. O caranguejo em férias Avaliação de Diagnóstico Português 3º ano I -Lê o texto com atenção: O caranguejo em férias Era uma vez um caranguejo que se cansou do mar. Estou farto, farto, farto. Sempre as mesmas ondas, sempre a mesma

Leia mais

4ºano. 3º período 1.4 HISTÓRIA. 28 de setembro de Leia o texto abaixo. a) Justifique o título do texto. (0,3)

4ºano. 3º período 1.4 HISTÓRIA. 28 de setembro de Leia o texto abaixo. a) Justifique o título do texto. (0,3) 4ºano 1.4 HISTÓRIA 3º período 28 de setembro de 2012 Cuide da organização da sua avaliação, escreva de forma legível, fique atento à ortografia e elabore respostas claras. Tudo isso será considerado na

Leia mais

Era uma vez uma princesa. Ela era a mais bela

Era uma vez uma princesa. Ela era a mais bela Era uma vez uma princesa. Ela era a mais bela do reino. Era também meiga, inteligente e talentosa. Todos a admiravam. Todos queriam estar perto dela. Todos queriam fazê-la feliz, pois o seu sorriso iluminava

Leia mais

Adaptação: Sueli Maria de Regino OS DOZE CAÇADORES

Adaptação: Sueli Maria de Regino OS DOZE CAÇADORES Adaptação: Sueli Maria de Regino OS DOZE CAÇADORES Há muito tempo, um príncipe que viajava pelo mundo conheceu uma linda princesa. Os dois se apaixonaram, mas quando festejavam o noivado, veio a notícia

Leia mais

Propedêutica Bíblica. 10 de Fevereiro de 2014 Síntese e conclusões

Propedêutica Bíblica. 10 de Fevereiro de 2014 Síntese e conclusões Propedêutica Bíblica 10 de Fevereiro de 2014 Síntese e conclusões ORAÇÃO Lucas, 24, 13-33 13* Nesse mesmo dia, dois dos discípulos iam a caminho de uma aldeia chamada Emaús, que ficava a cerca de duas

Leia mais

Os músicos de Bremen

Os músicos de Bremen Os músicos de Bremen E ra uma vez um burrinho que nasceu em uma fazenda e sempre pertenceu ao fazendeiro. Todos os dias ele trabalhava duro, desde o amanhecer até o cair da noite. Certa tarde, o burrinho

Leia mais

Essa história aconteceu há

Essa história aconteceu há O HOMEM DO SACO Essa história aconteceu há mais de vinte anos, num dia nublado. Perfeito para Josué, Mateus, Antonia e Frederico começarem o dia colocando o plano combinado em ação. Estavam de férias,

Leia mais

AS DOZE PRINCESAS DANÇARINAS

AS DOZE PRINCESAS DANÇARINAS Adaptação: Sueli Maria de Regino AS DOZE PRINCESAS DANÇARINAS Era uma vez um rei que tinha doze filhas. As moças eram muito lindas e dormiam em doze camas, todas no mesmo quarto. Quando as princesas iam

Leia mais

A História da Grécia é dividida em três períodos:

A História da Grécia é dividida em três períodos: A História da Grécia é dividida em três períodos: Período Homérico Corresponde ao período de povoamento até a Formação das Cidades-estados Período Arcaico Corresponde a formação das cidades-estados as

Leia mais

Adaptação: Sueli Maria de Regino IRMÃO E IRMÃ

Adaptação: Sueli Maria de Regino IRMÃO E IRMÃ Adaptação: Sueli Maria de Regino IRMÃO E IRMÃ Era uma vez dois irmãos, um menino e uma menina, que tinham perdido a mãe e eram maltratados pela madrasta. O irmão, cansado de apanhar todos os dias, pegou

Leia mais

HISTÓRIAS DA AJUDARIS 16. Agrupamento de Escolas de Sampaio

HISTÓRIAS DA AJUDARIS 16. Agrupamento de Escolas de Sampaio HISTÓRIAS DA AJUDARIS 16 Agrupamento de Escolas de Sampaio JOÃO FRAQUINHO Era uma vez um menino que estava muito fraquinho, não tinha força para nada nem para se pôr de pé. Estava deitado no chão da rua,

Leia mais

1.1 O pastor resolveu o problema de saber se todos os dias tinha perdido algum animal ou não?

1.1 O pastor resolveu o problema de saber se todos os dias tinha perdido algum animal ou não? Guião para o Aluno Actividade e Registo 2 Questão-problema: Como foi surgindo a representação Numérica? Após teres ouvido e trabalhado Uma história sobre os números era uma vez um pastor vamos continuar

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Tema Transversal: Cultivar e guardar a Criação Disciplina: Língua Portuguesa / ESTUDOS AUTÔNOMOS Ano: 2º - Ensino Fundamental Aluno(a): N o : Turma: Professora: Data: 14 / 3 / 2017

Leia mais

Zênife era um rei justo de um grupo de nefitas.

Zênife era um rei justo de um grupo de nefitas. ABINÁDI E O REI NOÉ Capítulo 14 Zênife era um rei justo de um grupo de nefitas. Quando ficou velho, seu filho, Noé, tornou-se rei. Mosias 11:1 Noé não foi um rei tão bom quanto seu pai. Ele era iníquo

Leia mais

Bible Animacao Professor Eliseu Aluno: Rodrigo Gallucci Naufal RA

Bible Animacao Professor Eliseu Aluno: Rodrigo Gallucci Naufal RA Bible Animacao Professor Eliseu Aluno: Rodrigo Gallucci Naufal RA 00147614 Efeitos sonoros: https://www.youtube.com/watch?v=iryixkv8_sm A musica, um instrumental, iria tocar do inicio ate aproximadamente

Leia mais

José. Anésio Rodrigues

José. Anésio Rodrigues José Anésio Rodrigues 37:5-11 Certo dia, José teve um sonho. Quando o contou aos irmãos, eles passaram a odiá-lo ainda mais. Ele disse: Ouçam o sonho que eu tive. 37:5-11 Estávamos todos nós no campo,

Leia mais

Era uma vez uma menina que se chamava Alice. uma tarde de Verão, depois do almoço, Alice adormeceu e teve um sonho muito estranho.

Era uma vez uma menina que se chamava Alice. uma tarde de Verão, depois do almoço, Alice adormeceu e teve um sonho muito estranho. Era uma vez uma menina que se chamava Alice. uma tarde de Verão, depois do almoço, Alice adormeceu e teve um sonho muito estranho. Viu um Coelho Branco, que corria e repetia sem arar: - Vou chegar tarde,

Leia mais

Criar uma amizade. Foi muito giro! Adoro a Carolina! E cada vez tenho mais laços de amizade com ela. Fiz uma boa amizade É bom criar uma amizade!

Criar uma amizade. Foi muito giro! Adoro a Carolina! E cada vez tenho mais laços de amizade com ela. Fiz uma boa amizade É bom criar uma amizade! Criar uma amizade Num dia de férias, eu estava na praia do Mindelo e encontrei uma rapariga. Decidimos ir brincar. Apresentámo nos e a mãe dela e a minha tia também. Ela falou comigo sobre si e eu sobre

Leia mais

Os Perigos da Floresta

Os Perigos da Floresta Rubens de Almeida Oliveira Os Perigos da Floresta Editora BPA Biblioteca Popular de Afogados Texto e Pesquisa de Imagens RUBENS DE ALMEIDA OLIVEIRA Os Perigos da Floresta RECIFE -PE JAN/2007 Coordenação

Leia mais

Homero é o provável autor da Ilíada, poema sobre a longa guerra entre gregos e troianos, no século XII a.c., e da Odisséia, que conta o retorno do gue

Homero é o provável autor da Ilíada, poema sobre a longa guerra entre gregos e troianos, no século XII a.c., e da Odisséia, que conta o retorno do gue ODISSÉIA Introdução ao tema A contribuição de Homero à civilização foi tão importante que sua poesia épica se tornou um marco para a Antiguidade clássica, e, por isso, o período que vai do século XII a.c.

Leia mais

A Ressurreição de Jesus

A Ressurreição de Jesus A Ressurreição de Jesus Fonte: Lc 24,13-32 ; 24, 50-53; Jo 20,24-29; 21,1-15 Introdução: Antes de morrer, Jesus disse que iria ressuscitar, mas nem todos entenderam! Domingo, de manhã cedo, Maria Madalena

Leia mais

José Sidinei Rodrigues Dias e João Vittor Rodrigues Brito

José Sidinei Rodrigues Dias e João Vittor Rodrigues Brito José Sidinei Rodrigues Dias e João Vittor Rodrigues Brito As Aventuras de Derry Pirce Derry Pirse é um adolescente órfão que mora com o tio porque os pais morreram em um incêndio onde tiveram 12 mortos

Leia mais

Parte 1: Compreensão e interpretação do texto. As cruéis sereias. Aluno(a): Professor(a): Turma: n o : Data:

Parte 1: Compreensão e interpretação do texto. As cruéis sereias. Aluno(a): Professor(a): Turma: n o : Data: Aluno(a): Professor(a): Turma: n o : Data: Leia o texto a seguir com atenção. Trata-se de um trecho da epopeia Odisseia, atribuída ao poeta grego Homero. Originariamente narrada em versos, ela narra as

Leia mais

Era uma vez uma menina que alegremente carregava sua lanterna pelas ruas.

Era uma vez uma menina que alegremente carregava sua lanterna pelas ruas. Eu vou com minha lanterna e ela comigo vai No céu brilham estrelas, na Terra brilhamos nós Minha luz se apagou, pra casa eu vou, Com minha lanterna na mão. ( bis ) Era uma vez uma menina que alegremente

Leia mais

Não há descrença que a fé não faça crer. Não há problema que Deus não possa resolver.

Não há descrença que a fé não faça crer. Não há problema que Deus não possa resolver. Fé é colocar seu sonho a prova, e esperar sem garantias. Não há descrença que a fé não faça crer. Não há problema que Deus não possa resolver. Não há ódio que o amor não o faça desaparecer. Nem há tristeza

Leia mais

# Não temas! Transforma o mundo!

# Não temas! Transforma o mundo! 18 de setembro TEMPO DE AGRADECER Bom dia! E boa semana. Esperamos que o fim de semana tenha sido muito bom. Agora é tempo de organizar melhor as coisas e começar bem o ano letivo. Hoje não trazemos uma

Leia mais

Lisboa já tem hospital veterinário solidário

Lisboa já tem hospital veterinário solidário Grande Colégio Universal Ficha de Revisões Nome: Turma: 5.º C Nº.: Disciplina: Português Período: 1.º Data: Novembro2016 Grupo I Lê a notícia seguinte. Lisboa já tem hospital veterinário solidário Hospital

Leia mais

Lições de um fuga desastrada. Jonas 1

Lições de um fuga desastrada. Jonas 1 Lições de um fuga desastrada Jonas 1 A palavra do Senhor veio a Jonas, filho de Amitai, com esta ordem: Vá depressa à grande cidade de Nínive e pregue contra ela, porque a sua maldade subiu até a minha

Leia mais

Bíblia para crianças apresenta DAVI, O REI (PARTE 1)

Bíblia para crianças apresenta DAVI, O REI (PARTE 1) Bíblia para crianças apresenta DAVI, O REI (PARTE 1) Escrito por: Edward Hughes Ilustrado por: Lazarus Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem

Leia mais

Porém este respondeu: Não quero; mais tarde, tocado de arrependimento, foi e fez o que o pai pediu pra ele. BOCA DE FORNO. Regras:

Porém este respondeu: Não quero; mais tarde, tocado de arrependimento, foi e fez o que o pai pediu pra ele. BOCA DE FORNO. Regras: BOCA DE FORNO A1 Regras: O professor comanda a brincadeira, e antes de cada tarefa o refrão: Professor: Boca de forno. Todos: Forno Professor : Tudo que eu pedir para fazer, faz? 2 Sugestões de tarefas

Leia mais

TESTE DIAGNÓSTICO DE PORTUGUÊS 4.º ano

TESTE DIAGNÓSTICO DE PORTUGUÊS 4.º ano Nome: Turma: Nº Data: / / Apreciação Professor CED TESTE DIAGNÓSTICO DE PORTUGUÊS 4.º ano Lê silenciosamente o texto a seguir. O CAVALO DE ALEXANDRE Passou-se esta história há muitos anos, muitos, numa

Leia mais