Era uma vez uma Princesa

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Era uma vez uma Princesa"

Transcrição

1 Era uma vez uma Princesa Vendas Novas, há muitos e muitos anos, viveu uma história de Reis, Rainhas, Príncipes e Princesas! Um dos episódios dessa história, com o objetivo de melhorar as relações entre os reinos peninsulares, foi o intitulado Troca das Princesas. Este consistiu num duplo matrimónio ocorrido na fronteira do Caia entre os príncipes herdeiros das casas reais portuguesa e espanhola (D. José, príncipe do Brasil com D. Maria Ana Vitória de Bourbon e D. Maria Bárbara de Bragança com o príncipe das Astúrias D. Fernando). Este acontecimento implicou a construção, da parte de D. João V, do Palácio das Passagens em Vendas Novas, possibilitando a pernoita da real comitiva (1728). O problematizando deste ano tem como personagens principais as que da história da criação de Vendas Novas fizeram parte. Em torno desta, uma crónica hilariante foi criada. Desejamos-te assim uma boa viagem até aos nossos antepassados e conterrâneos da atual linda cidade de Vendas Novas. Bem vindo ao ProbleMATizando! O concurso vai começar! Pág. 1/6

2 PROBLEMA 1 A caminho de Caia O Príncipe Eugénio, primo de D. Maria Ana Vitória de Bourbon, de viagem a caminho de Caia, encontrou Abel, criado de D. João V, com sete burros que também para lá se dirigia. Cada burro transportava sete cestas e em cada cesta havia sete galinhas. Junto a cada galinha iam sete pintos. Ao todo quantos seres vivos estavam a caminho de Caia? Nota: Na resposta apresentada, deves descrever detalhadamente o teu raciocínio. (20 pontos) Pág. 2/6

3 PROBLEMA 2 Na estalagem ao meio-dia O príncipe D. José gosta muito de andar a pé e caminha à velocidade média de 6 km por hora. Encontra-se todos os dias, ao meio dia, com um amigo, numa Estalagem situada a meio do caminho das respetivas casas. Este amigo, que mora a 30 km, caminha um pouco mais devagar do que D. José, pois caminha a 5,5 km por hora. Sabendo que os dois amigos fazem por chegar ao mesmo tempo à Estalagem ao meio-dia, a que distância estão um do outro às 11 horas? Nota: Na resposta apresentada, deves descrever detalhadamente o teu raciocínio. (25 pontos) Pág. 3/6

4 PROBLEMA 3 Um estranho passeio D. João V, nada preocupado com a revolta do povo, resolveu visitar localidade de Vendas Novas e reparou que uma parte desta localidade tinha caminhos que formavam uma quadrícula perfeita. Resolveu passear de uma forma um pouco estranha! Partindo da esquina P, onde se situa o seu palácio, vai avançar numa direção uma quadrícula, depois vira à esquerda ou à direita, avança duas quadrículas, volta a virar, anda mais três quadrículas e assim sucessivamente: de cada vez que muda de direção anda uma quadrícula a mais, antes de virar numa direção perpendicular. Considera que o lado de cada quadrícula corresponde a 23 metros. Calcula a menor distância que D. João V percorreu para voltar ao seu palácio. Nota: Na tua resposta, deves descrever detalhadamente o teu raciocínio e apresentar um trajeto efetuado pelo D.João V. (25 pontos) Pág. 4/6

5 P Pág. 5/6

6 PROBLEMA 4 A fuga da casa real Em mil novecentos e troca o passo, na casa real portuguesa, houve uma revolta popular contra os impostos cobrados pelo Rei. A rainha e as princesas D. Maria Ana Vitória de Bourbon (filha da rainha da casa real espanhola) e D. Maria Bárbara de Bragança (filha da rainha da casa real portuguesa), em comitiva para Caia, resolveram pernoitar por terras alentejanas. Para tentarem sair ilesas da referida revolta do povo, refugiaram-se numa sala da torre do Palácio das Passagens, pois esta era única que, em caso de ataque ao Palácio, permitira a fuga da realeza sem que ninguém desse por isso. Passaram parte da noite a preparar um plano de fuga, caso fosse necessário! Na parede exterior da torre, mesmo ao lado da janela que dá para essa sala, existe uma roldana com uma corda e um cesto pendurado em cada ponta da corda. Para fugir era perigoso alguém descer num dos cestos se não houver no outro cesto um peso com uma diferença máxima de 5kg para suavizar a descida. Além disso, elas têm uma mala muito resistente, que pesa 25kg, onde levam os seus pertences. A rainha pesa 65kg, D. Maria Ana Vitória de Bourbon pesa 35kg e D. Maria Bárbara de Bragança pesa 30kg. Como conseguirão elas escapar, em caso de ataque ao Palácio? Nota: Na resposta apresentada, deves descrever detalhadamente o teu raciocínio. (30 pontos) Pág. 6/6

1. Qual é o valor numérico da expressão

1. Qual é o valor numérico da expressão Escola Secundária de Lousada Ficha de Trabalho de Matemática do 9º ano - nº Data: / 05/ 011 Assunto: Preparação para o teste intermédio I Lições nº, 1 1 1 0 1. Qual é o valor numérico da expressão + 3?

Leia mais

Escola Secundária com 3ºCEB de Lousada. Ficha de Trabalho de Matemática do 8º ano - nº Data: / / 2010 Assunto: Lugares Geométricos Lições nº e

Escola Secundária com 3ºCEB de Lousada. Ficha de Trabalho de Matemática do 8º ano - nº Data: / / 2010 Assunto: Lugares Geométricos Lições nº e Escola Secundária com 3ºCEB de Lousada Ficha de Trabalho de Matemática do 8º ano - nº Data: / / 2010 Assunto: Lugares Geométricos Lições nº e Lugar Geométrico é o conjunto de pontos, do plano ou do espaço,

Leia mais

DINÂMICA. 2- O bloco B pesa 435 N e repousa sobre um plano horizontal; os coeficientes de atrito entre bloco e plano são μ E = 0,27 e μ C = 0,21.

DINÂMICA. 2- O bloco B pesa 435 N e repousa sobre um plano horizontal; os coeficientes de atrito entre bloco e plano são μ E = 0,27 e μ C = 0,21. DINÂMICA 1- Uma partícula com massa de 30 kg, no espaço, está sujeito à ação de duas forças que fazem um ângulo de 30º entre si, a força F1 com uma intensidade de 20 N e a força F2 com uma intensidade

Leia mais

HISTÓRIAS À BRASILEIRA O PAVÃO MISTERIOSO E OUTRAS. Recontadas por Ana Maria Machado. Ilustradas por Odilon Moraes

HISTÓRIAS À BRASILEIRA O PAVÃO MISTERIOSO E OUTRAS. Recontadas por Ana Maria Machado. Ilustradas por Odilon Moraes HISTÓRIAS À BRASILEIRA O PAVÃO MISTERIOSO E OUTRAS 3 Recontadas por Ana Maria Machado Ilustradas por Odilon Moraes 1 1 1 O PAVÃO MISTERIOSO NÃO SEI SE FAZ MUITO TEMPO, mas foi bem longe daqui. Quer dizer,

Leia mais

Introdução a Programação de Jogos IUE1503

Introdução a Programação de Jogos IUE1503 Introdução a Programação de Jogos IUE1503 Aula 01 Introdução Prof. Augusto Baffa Engenharia da Computação O Engenheiro de Computação é um profissional de formação generalista, que

Leia mais

INTERVENÇÃO FÍSICA 1 SEMESTRE. Bimestre: 1º Série: 1º Ano-Ensino Médio Disciplina: Física Turma: PARTE 01

INTERVENÇÃO FÍSICA 1 SEMESTRE. Bimestre: 1º Série: 1º Ano-Ensino Médio Disciplina: Física Turma: PARTE 01 INTERVENÇÃO FÍSICA 1 SEMESTRE Bimestre: 1º Série: 1º Ano-Ensino Médio Disciplina: Física Turma: Nome: nº. Data: Professor: Robson T. Paiva PARTE 01 Refazer os exercícios da lista entregue na recuperação

Leia mais

Atividades de férias. As férias estão chegando, aproveite para descansar, brincar, divertir-se com sua família, passear, viajar...

Atividades de férias. As férias estão chegando, aproveite para descansar, brincar, divertir-se com sua família, passear, viajar... 4º ano Querido(a) educando(a), Atividades de férias As férias estão chegando, aproveite para descansar, brincar, divertir-se com sua família, passear, viajar... Mas para continuar progredindo e melhorar

Leia mais

Matemática I Lista de exercícios 02

Matemática I Lista de exercícios 02 Matemática I 2011.1 Lista de exercícios 02 1. O conjunto {( 1,2), (2,3), (3,4), (4,5), (5,6)} é um subconjunto do conjunto: (A) {( x, y) R R x = y} (B) {( x, y) R R x > y} (C) {( x, y) R R x y} (D) {(

Leia mais

FÍSICA 9ºano 2º Trimestre / 2016 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES

FÍSICA 9ºano 2º Trimestre / 2016 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES FÍSICA 9ºano 2º Trimestre / 2016 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES 1. Um atleta deseja percorrer 25 km em 2 h. Por dificuldades encontradas no trajeto, percorre 10 km com a velocidade média de 8 km/h.

Leia mais

Nº 40 B Cristo Rei do Universo CRISTO REI

Nº 40 B Cristo Rei do Universo CRISTO REI Nº 40 B Cristo Rei do Universo 22.11.2015 CRISTO REI Hoje é a festa de Cristo-Rei, em que nos lembramos que Jesus Cristo é Rei de todo o Universo, junto com Deus Pai. Como Jesus disse a Pilatos, o Seu

Leia mais

2. Determine as intensidades das forças nos cabos para os seguintes casos: 60 o

2. Determine as intensidades das forças nos cabos para os seguintes casos: 60 o urso de Tecnologia em utomação Industrial Disciplina de Mecânica plicada 1 prof. Lin Lista de eercícios nº 4 (Equilíbrio de um ponto material) 1. Um objeto de peso igual a 100 N é mantido em equilíbrio

Leia mais

Professor: Paulo Adolfo Kepler (Zé)

Professor: Paulo Adolfo Kepler (Zé) Professor: Paulo Adolfo Kepler (Zé) INTRODUÇÃO Caro aluno! Você acaba de ingressar no fascinante mundo do Xadrez, o jogo de tabuleiro mais praticado no mundo. Você estará no comando de um poderoso exército,

Leia mais

9ª EDIÇÃO VOLUME 1 MECÂNICA

9ª EDIÇÃO VOLUME 1 MECÂNICA QUESTÕES DO CAPÍTULO 5 DO LIVRO FUNDAMENTOS DE FÍSICA HALLIDAY & RESNICK - JEARL WALKER Página 112 Segunda Lei de Newton. 9ª EDIÇÃO VOLUME 1 MECÂNICA 1) Apenas duas forças horizontais atuam em um corpo

Leia mais

SIMULADO SARESP - MATEMÁTICA

SIMULADO SARESP - MATEMÁTICA SIMULADO SARESP - MATEMÁTICA Nome:...N 0 :... 6 a série... 01- Os números 2 e 1 ocupam na reta numérica abaixo as posições indicadas respectivamente pelas letras: (A) P, Q (B) Q, P (C) R, S (D) S, R 02.

Leia mais

Lilico, Coelho. Atrapalhado. Matias Miranda

Lilico, Coelho. Atrapalhado. Matias Miranda Matias Miranda Lilico, Um Coelho Atrapalhado Matias Miranda Dedico este livro a você que esta lendo. Jesus te ama e eu também! Lilico era um coelho muito atrapalhado que vivia com sua mãe, seu pai e seus

Leia mais

Questão 1. 9 o ano do Ensino Fundamental Turma. 2 o Bimestre de 2016 Data / / Escola Aluno RESOLUÇÃO: AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO Matemática

Questão 1. 9 o ano do Ensino Fundamental Turma. 2 o Bimestre de 2016 Data / / Escola Aluno RESOLUÇÃO: AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO Matemática AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO Matemática 9 o ano do Ensino Fundamental Turma EF GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO 2 o Bimestre de 2016 Data / / Escola Aluno Questão 1 A figura

Leia mais

Roteiro para recuperação paralela

Roteiro para recuperação paralela Roteiro para recuperação paralela 9º Ano A/B - 1º trimestre de 2017 Disciplina Física 1. Objetivo: Retomar os conteúdos e atividades que não foram totalmente compreendidos e assimilados durante o 1º Trimestre.

Leia mais

8º Ano Ficha de Trabalho 16. fevereiro de ) Na frutaria Pomar Verde, cada quilograma de cerejas do Fundão custa 2,5.

8º Ano Ficha de Trabalho 16. fevereiro de ) Na frutaria Pomar Verde, cada quilograma de cerejas do Fundão custa 2,5. 8º Ano Ficha de Trabalho 16 fevereiro de 2012 1) Na frutaria Pomar Verde, cada quilograma de cerejas do Fundão custa 2,5. a) No enunciado são referidas duas variáveis, a quantidade (em kg) e o preço a

Leia mais

Bíblia para crianças apresenta ASSUME O COMANDO

Bíblia para crianças apresenta ASSUME O COMANDO Bíblia para crianças apresenta JOSUÉ ASSUME O COMANDO Escrito por: Edward Hughes Ilustrado por: Janie Forest Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na

Leia mais

Canguru sem fronteiras 2007

Canguru sem fronteiras 2007 Canguru sem fronteiras 2007 Duração: 1h15mn Destinatários: alunos do 9 ano de Escolaridade Nome: Turma: Não podes usar calculadora. Há apenas uma resposta correcta em cada questão. Inicialmente tens 30

Leia mais

Exercícios cinemática Conceitos básicos e Velocidade média

Exercícios cinemática Conceitos básicos e Velocidade média Física II Professor Alexandre De Maria Exercícios cinemática Conceitos básicos e Velocidade média COMPETÊNCIA 1 Compreender as Ciências Naturais e as tecnologias a elas associadas como construções humanas,

Leia mais

Excursão de 5 dias na Espanha: Córdoba, Sevilha, Granada e Toledo saindo de Barcelona

Excursão de 5 dias na Espanha: Córdoba, Sevilha, Granada e Toledo saindo de Barcelona Excursão de 5 dias na Espanha: Córdoba, Sevilha, Granada e Toledo saindo de Barcelona Operador: Viator Inc Dias de Saída na Semana Moeda: US$ Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom Dias Limite para Venda: 3 X X X

Leia mais

Lista de Exercícios - Força e Movimento I

Lista de Exercícios - Força e Movimento I UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS INSTITUTO DE FÍSICA E MATEMÁTICA Departamento de Física Disciplina: Física Básica I Lista de Exercícios - Força e Movimento I Perguntas: 1. Na figura 1 as forças F 1 e F

Leia mais

MATEMÁTICA Distância média até o Sol (km)

MATEMÁTICA Distância média até o Sol (km) MATEMÁTICA NOTA Profª Prova bimestral Aluno: nº Data: Turma: 5º ano 1º bimestre Na figura abaixo, há uma representação do Sistema Solar que não está em escala. Ou seja, os tamanhos e distâncias relativos

Leia mais

Página 02 de 11 MATEMÁTICA

Página 02 de 11 MATEMÁTICA Tempo de duração da prova: 120 minutos Página 02 de 11 MATEMÁTICA ESCOLHA A ÚNICA RESPOSTA CERTA, CONFORME O ENUNCIADO DA QUESTÃO, ASSINALANDO-A CORRETAMENTE NO CARTÃO RESPOSTA. A INTERPRETAÇÃO CORRETA

Leia mais

INSTITUTO GEREMÁRIO DANTAS COMPONENTE CURRICULAR: MATEMÁTICA I EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO PARCIAL 2016

INSTITUTO GEREMÁRIO DANTAS COMPONENTE CURRICULAR: MATEMÁTICA I EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO PARCIAL 2016 INSTITUTO GEREMÁRIO DANTAS Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Fone: (21) 21087900 Rio de Janeiro RJ www.igd.com.br Aluno(a): 8º Ano: Nº Professora: Maria das Graças COMPONENTE CURRICULAR: MATEMÁTICA

Leia mais

Educação e Prevenção Rodoviária

Educação e Prevenção Rodoviária Educação e Prevenção Rodoviária Na rua, sou um peão seguro e cumpro as regras de segurança. Os teus pais ensinam-te a caminhar em segurança. Sempre de mão dada, escuta bem o que eles dizem. Caminha sempre

Leia mais

Velocidade Média Indica o quão rápido um objeto se desloca em um intervalo de tempo médio e é dada pela seguinte razão:

Velocidade Média Indica o quão rápido um objeto se desloca em um intervalo de tempo médio e é dada pela seguinte razão: CINEMÁTICA Velocidade Prof. Patricia Caldana A velocidade de um corpo é dada pela relação entre o deslocamento de um corpo em determinado tempo. Pode ser considerada a grandeza que mede o quão rápido um

Leia mais

Meia Maratona de Conimbriga

Meia Maratona de Conimbriga PRESSUPOSTOS A medição da Meia Maratona de Conimbriga teve por base os seguintes pressupostos: Durante a competição os Atletas podem utilizar toda a largura da estrada, excetuando 119,77m do percurso entre

Leia mais

Física II Eng. Química + Eng. Materiais

Física II Eng. Química + Eng. Materiais Física II Eng. Química + Eng. Materiais 1. Princípio de Pascal Uma pressão externa aplicada a um fluido confinado é transmitida igualmente a todos os pontos do fluido (desprezando o efeito da gravidade).

Leia mais

Prova de Matemática 1º Ano do Ensino Médio 2/6. é igual a X 1 =

Prova de Matemática 1º Ano do Ensino Médio 2/6. é igual a X 1 = Prova de Matemática 1º Ano do Ensino Médio 2/6 01. Num determinado concurso, havia apenas dois problemas: o problema A e o problema B. Corrigidas as provas, verificou-se que, do total de 1150 candidatos,

Leia mais

A menina Gotinha de Água. Papiniano Carlos. Fichas de leitura. Criação intelectual: Fátima Patronilho

A menina Gotinha de Água. Papiniano Carlos. Fichas de leitura. Criação intelectual: Fátima Patronilho A menina Gotinha de Água Papiniano Carlos Fichas de leitura Criação intelectual: Fátima Patronilho Fichas de leitura Ficha 1 Lê até ao fim da página 9. Depois da leitura, responde às questões. 1. Qual

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO Matemática

CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO  Matemática Desafio de Matemática 3 ano EF 4D 2014 1/ 6 CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO www.cenm.com.br 4 o DESAFIO CENM - 2014 Matemática 1. Observe a informação sobre o peso da roupa do astronauta. Direção: Ano: 3

Leia mais

Matemática I Lista de exercícios 03

Matemática I Lista de exercícios 03 Matemática I 2014.1 Lista de exercícios 03 1. O conjunto {(1,2), (2,3), (3,4), (4,5), (5,6)} é um subconjunto do conjunto: (A) {(x, y)î R R x = y} (B) {(x, y)î R R x > y} (C) {(x, y)î R R x ³ y} (D) {(x,

Leia mais

O REFÚGIO A reserva para onde mudaram as fêmeas da espécie asiática.

O REFÚGIO A reserva para onde mudaram as fêmeas da espécie asiática. SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE: DATA: 02 / 2 / 206 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE MATEMÁTICA 5.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

Classificação: Professor: Enc. Educ.: Esta ficha é constituída por duas partes, a 1ª parte é de escolha múltipla e a 2ª parte é de desenvolvimento.

Classificação: Professor: Enc. Educ.: Esta ficha é constituída por duas partes, a 1ª parte é de escolha múltipla e a 2ª parte é de desenvolvimento. FICHA DE AV ALI AÇ ÃO DE M ATEM ÁTIC A 3º Ciclo 8º ano Março de 2011 Duração da prova: 90 minutos A Nome: Nº: Turma: Classificação: Professor: Enc. Educ.: Esta ficha é constituída por duas partes, a 1ª

Leia mais

Não há descrença que a fé não faça crer. Não há problema que Deus não possa resolver.

Não há descrença que a fé não faça crer. Não há problema que Deus não possa resolver. Fé é colocar seu sonho a prova, e esperar sem garantias. Não há descrença que a fé não faça crer. Não há problema que Deus não possa resolver. Não há ódio que o amor não o faça desaparecer. Nem há tristeza

Leia mais

Matemática TJ/PR Prof. Arthur Lima

Matemática TJ/PR Prof. Arthur Lima Matemática TJ/PR Edital 2017 Técnico do TJ/PR MATEMÁTICA: Operações com números inteiros fracionários e decimais. Conjuntos e funções. Progressões aritméticas e geométricas. Logaritmos. Porcentagem e juros.

Leia mais

Educação Física Agrupamento de Escolas Martim de Freitas. Francisco Pinto

Educação Física Agrupamento de Escolas Martim de Freitas. Francisco Pinto Educação Física Agrupamento de Escolas Martim de Freitas Francisco Pinto Caraterização Caraterização O é uma modalidade individual, integrada por um conjunto de ações naturais, como são os casos dos saltos,

Leia mais

A B. a força conjunta. (a) Qual é a força que Saulo faz? (b) Se o ângulo mudar para 150, qual será a força aplicada

A B. a força conjunta. (a) Qual é a força que Saulo faz? (b) Se o ângulo mudar para 150, qual será a força aplicada Universidade Federal de Santa Catarina Centro de Ciencias Físicas e Matemáticas Departamento de Física Física I (FSC 5101) Prof. Emmanuel G. de Oliveira Lista de exercício I Versão de 11 de agosto de 2017

Leia mais

2. (Upe-ssa ) Em um treino de corrida, a velocidade de um atleta foi registrada em função do tempo, conforme ilustra a figura a seguir.

2. (Upe-ssa ) Em um treino de corrida, a velocidade de um atleta foi registrada em função do tempo, conforme ilustra a figura a seguir. 1. (Espcex (Aman) 2017) Um trem de 150 m de comprimento se desloca com velocidade escalar constante de 16 m s. Esse trem atravessa um túnel e leva 50 s desde a entrada até a saída completa de dentro dele.

Leia mais

Programação em Scratch

Programação em Scratch Abre o Scratch on-line através do teu navegador em https://scratch.mit.edu/ Acede à tua área e cria um novo projeto. Dá-lhe o nome de Halloween. Monta o seguinte cenário: Vamos agora programar os atores

Leia mais

Agrupamento de Escolas Dr. Alberto Iria - Olhão

Agrupamento de Escolas Dr. Alberto Iria - Olhão Agrupamento de Escolas Dr. Alberto Iria - Olhão Matemática 9.º Ano 2011/2012 1 Fonte: http://www.prof2000.pt/users/maceira/saber_estudar/matematica_hotpot/hotpotlugaesgeometricos/jardineiro_ficheiros/image001.jpg

Leia mais

2ª Série de Problemas para começar Mecânica e Ondas MEEC

2ª Série de Problemas para começar Mecânica e Ondas MEEC 2ª Série de Problemas para começar Mecânica e Ondas MEEC A. Um bloco com 60 kg de massa está num plano inclinado a 30º com a horizontal. A.a) Determine a aceleração do bloco. A.b) Determine a velocidade

Leia mais

Processo Avaliativo LISTA EXTRA 1-1º Bimestre/2017 Disciplina: Física A 3ª série EM A/B Data: 01/03/2017

Processo Avaliativo LISTA EXTRA 1-1º Bimestre/2017 Disciplina: Física A 3ª série EM A/B Data: 01/03/2017 Processo Avaliativo LISTA EXTRA 1-1º Bimestre/2017 Disciplina: Física A 3ª série EM A/B Data: 01/03/2017 Nome do aluno Nº Turma Atividade Avaliativa: A atividade deve ser respondida e mantida no caderno.

Leia mais

1ª Edição. Ana Gonçalves. Cândida Santos. Ilustração de. Vítor Silva

1ª Edição. Ana Gonçalves. Cândida Santos. Ilustração de. Vítor Silva 1ª Edição Ana Gonçalves Cândida Santos Ilustração de Vítor Silva Era uma vez uma casa velha no meio de um prado verde. O seu telhado era velho, as paredes eram brancas e à volta da porta e de todas as

Leia mais

o fotógrafo. São instantes memoráveis do cotidiano, registros de momentos alegres, guardados para a posteridade: casamentos, refeições em família, fér

o fotógrafo. São instantes memoráveis do cotidiano, registros de momentos alegres, guardados para a posteridade: casamentos, refeições em família, fér Neste número, dedicado às imagens do presente, a revista ECO Pós apresenta o trabalho do fotógrafo argentino Gustavo Germano, cuja obra, construída em torno de fotos de família, é marcada por um profundo

Leia mais

Universidade Federal fluminense. Física I e Física XVIII

Universidade Federal fluminense. Física I e Física XVIII Universidade Federal fluminense Física I e Física XVIII Lista 02 Movimento Unidimensional e Queda Livre Questões: 1)A cada segundo o coelho percorre metade da distância restante entre seu nariz e um pé

Leia mais

1 Movimento Circular Lista de Movimento circular Cinemática do Ponto Material 7

1 Movimento Circular Lista de Movimento circular Cinemática do Ponto Material 7 Sumário 1 Movimento Circular 3 1.1 Lista de Movimento circular................................... 3 2 Cinemática do Ponto Material 7 3 Equilíbrio de Corpos no Espaço 9 3.1 Equilíbrio de Partícula.....................................

Leia mais

Fís. Leonardo Gomes (Arthur Ferreira Vieira)

Fís. Leonardo Gomes (Arthur Ferreira Vieira) Semana 11 Leonardo Gomes (Arthur Ferreira Vieira) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. CRONOGRAMA

Leia mais

O tempo passou. Branca de Neve cresceu e tornou-se uma jovem ainda mais bonita. Certo dia, ao perguntar sobre sua beleza ao espelho, a vaidosa rainha

O tempo passou. Branca de Neve cresceu e tornou-se uma jovem ainda mais bonita. Certo dia, ao perguntar sobre sua beleza ao espelho, a vaidosa rainha Branca de Neve E ra uma vez uma princesa, muito bela e de pele branquinha, chamada Branca de Neve. A mãe de Branca de Neve, uma bondosa rainha, havia morrido quando ela era ainda um bebê. Alguns anos depois,

Leia mais

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 1 o ano Disciplina: Física - Lançamento vertical no vácuo

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 1 o ano Disciplina: Física - Lançamento vertical no vácuo Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 1 o ano Disciplina: Física - Lançamento vertical no vácuo 1- Um corpo é abandonado a 80m do solo. Sendo

Leia mais

MATEMÁTICA PROVA 2º BIMESTRE 6º ANO

MATEMÁTICA PROVA 2º BIMESTRE 6º ANO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA PROVA 2º BIMESTRE 6º ANO 2010 QUESTÃO 1 Para a final dos jogos da Copa

Leia mais

XXVIII OLIMPÍADA DE MATEMATICA DO RIO GRANDE DO NORTE PRIMEIRA FASE SOLUÇÃO DA PROVA DO NÍVEL I

XXVIII OLIMPÍADA DE MATEMATICA DO RIO GRANDE DO NORTE PRIMEIRA FASE SOLUÇÃO DA PROVA DO NÍVEL I XXVIII OLIMPÍADA DE MATEMATICA DO RIO GRANDE DO NORTE 2017- PRIMEIRA FASE SOLUÇÃO DA PROVA DO NÍVEL I PARA CADA QUESTÃO, ASSINALE UMA ALTERNATIVA COMO A RESPOSTA CORRETA NOME DO(A) ESTUDANTE: ESCOLA: 1

Leia mais

Dia 1 Início. Pernoite em La Casona Hotel Boutique. Dia 2 - City tour de meio dia pela cidade e o Vale da Lua

Dia 1 Início. Pernoite em La Casona Hotel Boutique. Dia 2 - City tour de meio dia pela cidade e o Vale da Lua Dia 1 Início Na chegada em La Paz, seremos recepcionados no aeroporto e transportados para o hotel, onde poderemos descansar depois de uma longa viagem. Dia 2 - City tour de meio dia pela cidade e o Vale

Leia mais

Proporcionalidade Directa. Problemas

Proporcionalidade Directa. Problemas Escola Secundária Dr. Augusto César da Silva Ferreira Rio Maior Ano Lectivo 2008/2009 Ficha de Trabalho n.º 6 Nome: N.º Data / / Proporcionalidade Directa. Problemas 1. Numa loja de computadores o preço

Leia mais

Porto de Galinhas - PDG02

Porto de Galinhas - PDG02 Porto de Galinhas - PDG02 Operador: Schultz Pacotes Nacionais Dias de Saída na Semana Moeda: R$ Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom Dias Limite para Venda: 5 X X X X X X X Quantidade mínima de passageiros por

Leia mais

Resolução de Questões de Provas Específicas de Física Aula 1

Resolução de Questões de Provas Específicas de Física Aula 1 Resolução de Questões de Provas Específicas de Física Aula 1 Resolução de Questões de Provas Específicas de Física Aula 1 1. João fez uma pequena viagem de carro de sua casa, que fica no centro da cidade

Leia mais

O conto: modalidade narrativa curta, no qual o espaço e o tempo são reduzidos e com poucas personagens.

O conto: modalidade narrativa curta, no qual o espaço e o tempo são reduzidos e com poucas personagens. O conto: modalidade narrativa curta, no qual o espaço e o tempo são reduzidos e com poucas personagens. Alguns elementos são essenciais: Sabemos que as histórias (ação) são contadas por alguém (narrador),

Leia mais

0 km 5 km 10 km 15 km 20 km 25 km 30 km 35 km 40 km Escala gráfica (a escala em baixo representa no total 40 km reduzidos no mapa) Lugar geométrico, pontos situados à mesma distancia da origem Esta

Leia mais

No instante em que ele passa por Oliveira, dizemos que a sua posição é o km 175 da estrada. Ele percorreu uma distância de 175 km:

No instante em que ele passa por Oliveira, dizemos que a sua posição é o km 175 da estrada. Ele percorreu uma distância de 175 km: Definições: Cinemática: Parte da mecânica que estuda o movimento sem se preocupar com suas causas. Ponto de referência (referencial, observador): Todas as medidas e observações feitas de um determinado

Leia mais

Demorei mais de dois anos e meio pra conhecer Segóvia!!! Depois, como acontece quase sempre, fiquei me perguntando: por que eu não vim antes?.

Demorei mais de dois anos e meio pra conhecer Segóvia!!! Depois, como acontece quase sempre, fiquei me perguntando: por que eu não vim antes?. Segóvia: como ir? Sabe aquela coisa de: ah, eu moro tão perto que qualquer dia eu vou e não vai nunca? Pois é, isso acontece não só quando você mora no mesmo lugar que nasceu, mas também quando você muda

Leia mais

Capítulo 1 - Um Novo Herdeiro

Capítulo 1 - Um Novo Herdeiro Capítulo 1 - Um Novo Herdeiro O Rei de Raiden City vai ter um filho! Todos estão eufóricos, só que o filho mais velho do rei Jonas e a outra esposa do rei que sobretudo e a mãe de Jonas, que se chama Sátina,

Leia mais

Atletismo. Atletismo. Atletismo. Atletismo. Atletismo 3/27/2014. Caraterização. A pista. Disciplinas. Velocidade

Atletismo. Atletismo. Atletismo. Atletismo. Atletismo 3/27/2014. Caraterização. A pista. Disciplinas. Velocidade Caraterização Educação Física Agrupamento de Escolas Martim de Freitas Francisco Pinto Caraterização A pista O é uma modalidade individual, integrada por um conjunto de ações naturais, como são os casos

Leia mais

Então Deus disse todas estas palavras:+ 2 Eu sou Jeová, seu Deus, que o tirou da terra do Egito, a terra da escravidão.*+ 3 Não tenha outros deuses

Então Deus disse todas estas palavras:+ 2 Eu sou Jeová, seu Deus, que o tirou da terra do Egito, a terra da escravidão.*+ 3 Não tenha outros deuses Então Deus disse todas estas palavras:+ 2 Eu sou Jeová, seu Deus, que o tirou da terra do Egito, a terra da escravidão.*+ 3 Não tenha outros deuses além de mim.*+ 4 Não faça para você imagem esculpida,

Leia mais

MATEMÁTICA PROGRESSÕES ARITMÉTICAS (P.A.) PROFº. ADRIANO PAULO. 02. Calcule o 17º termo da P.A. cujo primeiro termo é 3 e cuja razão é 5.

MATEMÁTICA PROGRESSÕES ARITMÉTICAS (P.A.) PROFº. ADRIANO PAULO. 02. Calcule o 17º termo da P.A. cujo primeiro termo é 3 e cuja razão é 5. MATEMÁTICA PROGRESSÕES ARITMÉTICAS (P.A.) PROFº. ADRIANO PAULO Determine x de modo que (x, 2x + 1, 5x + 7) seja uma P.A. 01. Determine a de modo que (a 2, (a + 1) 2, (a + 5) 2 ) seja uma P.A. 02. Calcule

Leia mais

A lebre e a tartaruga

A lebre e a tartaruga COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION Troca do livro LIÇÕES DE PORTUGUÊS E HISTÓRIA - 3 ano 3º A, B e D 3º C Semana de 14 a 18 de março de 2016. quinta-feira segunda-feira Leia o texto para realizar as lições

Leia mais

Zonas Espectáculo. ZE 1 Portalegre ( N / W) ZE 2 Crato ( N / W)

Zonas Espectáculo. ZE 1 Portalegre ( N / W) ZE 2 Crato ( N / W) Zonas Espectáculo ZE 1 Portalegre (39 14 758N / 07 27 506W) Localização: Próximo do centro de exames de Portalegre (IP2). Características: Passagem de água, seguida de salto a anteceder a chegada. Acessos:

Leia mais

Turma OBMEP - IFF Lista de exercícios

Turma OBMEP - IFF Lista de exercícios Turma OBMEP - IFF 2016 Lista de exercícios 1. (OBMEP - 2005) A capacidade do tanque de gasolina do carro de João é de 50 litros. As figuras mostram o medidor de gasolina do carro no momento de partida

Leia mais

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO.

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO. ENSINO FUNDAMENTAL Conteúdos do 9º Ano 1º/2º Bimestre 2014 Trabalho de Dependência Nome: N. o : Turma: Professor(: João/Daniel Data: / /2014 Unidade: Cascadura Mananciais Méier Taquara Matemática Resultado

Leia mais

Conteúdo: Cinemática Resumo para a Prova. Turma: 9º ano

Conteúdo: Cinemática Resumo para a Prova. Turma: 9º ano Conteúdo: Cinemática Resumo para a Prova. Turma: 9º ano A cinemática é a parte da Mecânica que descreve o movimento, determinando a posição, a velocidade e a aceleração de um corpo em cada instante. Os

Leia mais

Instruções para a realização da Prova Leia com muita atenção!

Instruções para a realização da Prova Leia com muita atenção! Nível 3 Instruções para a realização da Prova Leia com muita atenção! Prova da segunda fase Caro Aluno, Parabéns pela sua participação na décima segunda edição da Olimpíada de Matemática de São José do

Leia mais

StoryBoard Prof. Eliseu Linguagem Audiovisual e Games

StoryBoard Prof. Eliseu Linguagem Audiovisual e Games StoryBoard Prof. Eliseu Linguagem Audiovisual e Games Silvia Natsumi Sasazaki RA00139539 São Paulo 2014 Índice Esquema...04 Mapa...04 Início...04 Ida: Caminho A...05 Caminho A1...06 Caminho A2...06 Caminho

Leia mais

6.1. Determine o momento de inércia de uma régua de comprimento L e densidade uniforme nas seguintes situações:

6.1. Determine o momento de inércia de uma régua de comprimento L e densidade uniforme nas seguintes situações: 6.1. Determine o momento de inércia de uma régua de comprimento L e densidade uniforme nas seguintes situações: a) em relação ao eixo que passa pelo centro e é perpendicular ao plano da régua; b) em relação

Leia mais

Qualidade de Vida STC_6

Qualidade de Vida STC_6 Porquê que alguém quer viver em Monchique? Monchique fica geograficamente bem situado no interior do Algarve com cerca de uma hora de viagem a separar-nos de ambas as costas de Portugal, Sul e Oeste. A

Leia mais

Quadro I - Protocolo de Reabilitação Vestibular VertiGO!.

Quadro I - Protocolo de Reabilitação Vestibular VertiGO!. Quadro I - Protocolo de Reabilitação Vestibular VertiGO!. 1ª Etapa (Movimentos de olhos e cabeça, primeiro lentos, depois rápidos). Participante em pé sobre um colchonete, olhar para cima e para baixo.

Leia mais

ESTUDOS DIRIGIDOS (NP2) DATA DE ENTREGA: 24/11/16

ESTUDOS DIRIGIDOS (NP2) DATA DE ENTREGA: 24/11/16 Campus Brasília-DF Curso: Engenharia Civil Disciplina: Mecânica da Partícula Profº: MSc. Demetrius dos Santos Leão NOTA (Valor: 2,0 pontos) Nome do aluno: RA: Turma: ESTUDOS DIRIGIDOS (NP2) DATA DE ENTREGA:

Leia mais

Matemática - 4º ano. Números racionais não negativos. Tarefa : O passeio da turma da Rita

Matemática - 4º ano. Números racionais não negativos. Tarefa : O passeio da turma da Rita Números racionais não negativos Tarefa : O passeio da turma da Rita No final do ano, a turma da Rita foi passear à Serra da Arrábida. 1. A Rita e quatro dos seus amigos decidiram partilhar igualmente entre

Leia mais

IMAGENS DO POOH E SEUS AMIGOS NA PÁSCOA

IMAGENS DO POOH E SEUS AMIGOS NA PÁSCOA IMAGENS DO POOH E SEUS AMIGOS NA PÁSCOA Para quem procura imagens de páscoa, hoje trago 30 imagens do Pooh e seus amigos na Páscoa. O Pooh no Brasil é chamado de Ursinho Puff. É um personagem muito fofo

Leia mais

Escola: ( ) Atividade ( ) Avaliação Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota:

Escola: ( ) Atividade ( ) Avaliação Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Escola: ( ) Atividade ( ) Avaliação Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Questão 1 A afirmação é falsa ou verdadeira e porque? Todo divisor de 12 é múltiplo de 3 Questão 2 O mês de abril pode

Leia mais

Viseu: cidade museu, cidade jardim

Viseu: cidade museu, cidade jardim I. E. S. VALVERDE DE LUCERNA PEDDY-PAPER Viseu: cidade museu, cidade jardim Bem-vindos a Viseu, a capital do distrito português com o mesmo nome. Tu e todos os membros do teu grupo vão conhecer o centro

Leia mais

Escola Básica e Secundária Mouzinho da Silveira. MACS 11.º Ano Problema do Caixeiro Viajante

Escola Básica e Secundária Mouzinho da Silveira. MACS 11.º Ano Problema do Caixeiro Viajante Escola Básica e Secundária Mouzinho da Silveira MACS 11.º Ano Problema do Caixeiro Viajante Problema do Caixeiro Viajante Trata-se de um problema matemático que consiste, sendo dado um conjunto de cidades

Leia mais

Vetores. É tudo aquilo que pode ser medido em um fenômeno físico. Serve para entendermos como funciona e porque ocorre qualquer fenômeno físico.

Vetores. É tudo aquilo que pode ser medido em um fenômeno físico. Serve para entendermos como funciona e porque ocorre qualquer fenômeno físico. Grandezas Vetores É tudo aquilo que pode ser medido em um fenômeno físico. Serve para entendermos como funciona e porque ocorre qualquer fenômeno físico. GRANDEZA ESCALAR São aquelas medidas que precisam

Leia mais

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Recuperação do 3 Bimestre Física Conteúdo: A seguir apresenta-se o conteúdo contemplado no programa de recuperação: Aplicação da 2ª Lei e Newton: Força Peso, Força

Leia mais

Canguru Matemático sem Fronteiras 2012

Canguru Matemático sem Fronteiras 2012 Canguru Matemático sem Fronteiras 01 http://www.mat.uc.pt/canguru/ Categoria: Mini-Escolar - nível II Destinatários: alunos do 3. o ano de escolaridade Nome: Turma: Duração: 1h 30min Não podes usar calculadora.

Leia mais

A Guerra de Tróia (págs. 10 a 16)

A Guerra de Tróia (págs. 10 a 16) A Guerra de Tróia (págs. 10 a 16) Ulisses vivia numa ilha grega que se chamava Ítaca, muito feliz com a sua mulher Penélope e o seu filho ainda muito pequenino, Telémaco. Ulisses era o rei dessa ilha,

Leia mais

DISCIPLINA: FÍSICA 1 - PDF PROFESSOR(A): ANDERSON Curso: E.M. TURMA: 2101 / 2102 DATA:

DISCIPLINA: FÍSICA 1 - PDF PROFESSOR(A): ANDERSON Curso: E.M. TURMA: 2101 / 2102 DATA: EXERCÍCIOS ON LINE 1º Bimestre DISCIPLINA: FÍSICA 1 - PDF PROFESSOR(A): ANDERSON Curso: E.M. TURMA: 2101 / 2102 DATA: NOME: Nº.: 1) Uma barra de peso desprezível está em equilíbrio na posição horizontal,

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS Nº 4

LISTA DE EXERCÍCIOS Nº 4 Estudante: Curso: Engenharia Civil Disciplina: Mecânica da Partícula Período Letivo: 2/2015 Semestre: 2º Docente: MSc. Demetrius dos Santos Leão RA: Sala/ Turma: LISTA DE EXERCÍCIOS Nº 4 Decomposição de

Leia mais

6ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 10ºA. Física e Química A - 10ºAno

6ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 10ºA. Física e Química A - 10ºAno 6ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 10ºA Física e Química A - 10ºAno Professora Paula Melo Silva Data: 24 abril 2015 Ano Letivo: 2014/2015 90 min 1. Considere duas centrais produtoras de energia

Leia mais

FORD C-MAX + FORD GRAND C-MAX CMAX_Main_Cover_2014_V3.indd 1-3 23/08/2013 10:01:48

FORD C-MAX + FORD GRAND C-MAX CMAX_Main_Cover_2014_V3.indd 1-3 23/08/2013 10:01:48 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 12,999,976 km 9,136,765 km 1,276,765 km 499,892 km 245,066 km 112,907 km 36,765 km 24,159 km 7899 km 2408 km 76 km 12 14 16 9 10 1 8 12 7 3 1 6 2 5 4 3 11 18 20 21 22 23 24 26 28 30

Leia mais

Meia Maratona de Lisboa

Meia Maratona de Lisboa Ponte 25 Abril Medição efectuada por João Cândido e João Antunes em: 12 / 03 / 2016 PRESSUPOSTOS A remedição da Meia Maratona de Lisboa ficou a dever-se às obras no Cais do Sodré e à alteração do local

Leia mais

Potências! Entendo de potência de pontapé na bola, potência do motor do automóvel

Potências! Entendo de potência de pontapé na bola, potência do motor do automóvel Potências de expoente natural. Operações com potências Potências! Entendo de potência de pontapé na bola, potência do motor do automóvel F 1 Tema Em Matemática, potência é uma forma de escrita de um número.

Leia mais

A Grécia Antiga - Origem

A Grécia Antiga - Origem A Grécia Antiga - Origem A Grécia antiga é dividida em 3 partes: Continental: Península Balcânica Peninsular: Península do Peloponeso Insular: Ilhas do Mar Egeu A navegação foi a principal fonte de comércio

Leia mais

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 21/11/2014 da Empresa ANDRADE GUTIERREZ S/A, Nire e

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 21/11/2014 da Empresa ANDRADE GUTIERREZ S/A, Nire e pág. 1/46 pág. 2/46 pág. 3/46 pág. 4/46 pág. 5/46 pág. 6/46 pág. 7/46 pág. 8/46 pág. 9/46 pág. 10/46 pág. 11/46 pág. 12/46 pág. 13/46 pág. 14/46 pág. 15/46 pág. 16/46 pág. 17/46 pág. 18/46 pág. 19/46 pág.

Leia mais

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico que este documento da empresa COOPERNOVA COOPERATIVA NOVALIMENSE DE TRANSPORTE DE CARGAS E

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico que este documento da empresa COOPERNOVA COOPERATIVA NOVALIMENSE DE TRANSPORTE DE CARGAS E pág. 1/23 pág. 2/23 pág. 3/23 pág. 4/23 pág. 5/23 pág. 6/23 pág. 7/23 pág. 8/23 pág. 9/23 pág. 10/23 pág. 11/23 pág. 12/23 pág. 13/23 pág. 14/23 pág. 15/23 pág. 16/23 pág. 17/23 pág. 18/23 pág. 19/23 pág.

Leia mais

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 19/10/2015 da Empresa COOPERATIVA DE CONSUMO DOS SERVIDORES DO

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 19/10/2015 da Empresa COOPERATIVA DE CONSUMO DOS SERVIDORES DO pág. 1/26 pág. 2/26 pág. 3/26 pág. 4/26 pág. 5/26 pág. 6/26 pág. 7/26 pág. 8/26 pág. 9/26 pág. 10/26 pág. 11/26 pág. 12/26 pág. 13/26 pág. 14/26 pág. 15/26 pág. 16/26 pág. 17/26 pág. 18/26 pág. 19/26 pág.

Leia mais

Certifico que este documento da empresa CELG DISTRIBUIÇÃO S.A. - CELG D, Nire: 52 30000295-8, foi deferido e arquivado na Junta Comercial do Estado

Certifico que este documento da empresa CELG DISTRIBUIÇÃO S.A. - CELG D, Nire: 52 30000295-8, foi deferido e arquivado na Junta Comercial do Estado Pág 12 de 60 Pág 13 de 60 Pág 14 de 60 Pág 15 de 60 Pág 16 de 60 Pág 17 de 60 Pág 18 de 60 Pág 19 de 60 Pág 20 de 60 Pág 21 de 60 Pág 22 de 60 Pág 23 de 60 Pág 24 de 60 Pág 25 de 60 Pág 26 de 60 Pág 27

Leia mais

Certifico que este documento da empresa COOPERATIVA DE CRÉDITO LIVRE ADMISSÃO DO VALE DO SÃO PATRÍCIO LTDA, Nire: 52 40000248-8, foi deferido e

Certifico que este documento da empresa COOPERATIVA DE CRÉDITO LIVRE ADMISSÃO DO VALE DO SÃO PATRÍCIO LTDA, Nire: 52 40000248-8, foi deferido e Pág 38 de 74 Pág 39 de 74 Pág 40 de 74 Pág 41 de 74 Pág 42 de 74 Pág 43 de 74 Pág 44 de 74 Pág 45 de 74 Pág 46 de 74 Pág 47 de 74 Pág 48 de 74 Pág 49 de 74 Pág 50 de 74 Pág 51 de 74 Pág 52 de 74 Pág 53

Leia mais