JORNADAS CIENTÍFICAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "JORNADAS CIENTÍFICAS"

Transcrição

1 LIVRO DE RESUMOS I AS O papel da Investigação em Ciências da Saúde como pressuposto do Desenvolvimento da Região Académica nº4

2 CAROS COLEGAS: A Comissão Organizadora dá-vos as boas vindas nesta linda cidade de Malange, que irá acolher a realização das 1ªs Jornadas Científicas, nos dias 7-8 de Outubro de. Gostaríamos de agradecer a confiança e amizade com que se aceitou este convite e que muito nos honra com a vossa presença neste acontecimento. Assumimos a responsabilidade da organização deste evento sabendo, desde já, ser uma tarefa muito árdua e um grande desafio, mas temos a certeza que com tenacidade, carinho e o máximo da nossa vontade e disponibilidade, iremos contribuir para que a vossa estadia seja o mais gratificante e frutífera possível quer no aspecto profissional quer humano, garantindo assim o sucesso das jornadas. Está elaborado um programa científico no qual serão abordados temas actuais e do maior interesse para os profissionais de saúde e sociedade no geral. Apresentamos-vos este programa científico com os principais assuntos a serem debatidos e, esperamos que o mesmo vá de encontro às vossas expectativas. O interesse cultural e o carácter acolhedor que a Cidade Malange tem demonstrado aos seus visitantes, irá também contribuir de igual modo para o sucesso das jornadas. Muito obrigado pela vossa participação. Dr. André Pedro Neto Presidente da Comissão Organizadora

3 1. Título: Diabetes e Saúde da Mulher Autores: Dr. António Manuel Portugal; Dra. Laura Raposo. Hospital de São Teotónio Viseu - EPE. Modalidade: Conferência Introdução: Esta patologia tem aumento quase exponencial em todo o mundo, devido aos erros alimentares graves e a falta de actividade física desde a infância à idade adulta. Tudo isto com graves repercussões para Sistemas de Saúde. Material: Os autores fazem uma revisão de vasta literatura Nacional e Internacional, utilizam dados da sua Instituição Hospitalar para apresentarem esta comunicação. Apresentam dados epidemiológicos Nacionais e Internacionais, conceitos de diabetes, incidências nos vários grupos etários, factores de risco, fitopatológica, complicações a curto e longo prazo na saúde da mulher, complicações maternas e fetais, rastreio, diagnóstico, tratamentos, resultados, níveis desejados, parto e puerpério, futuro da mulher diabética. Conclusões: Devem ser tomadas medidas urgentes e concertadas a nível Nacional e Internacional, para redução nos próximos anos desta patologia que tem elevada morbi-mortalidade e custos incomportáveis para os Sistemas de Saúde. 2. Título: Obesidade e Saúde da Mulher Autores: Dr. António Manuel Portugal; Dra. Carolina Ferreira. Hospital de São Teotónio Viseu - EPE. Modalidade: Conferência Introdução: O aumento da prevalência da obesidade na mulher jovem, é um problema grave de saúde pública. É algo que intervém de maneira negativa na fertilidade e nos resultados da gravidez. Em Portugal estima-se que 38,6% da população tem excesso de peso e 13,8% tem obesidade. Deste modo é muito importante fazer uma prevenção desta patologia, pois deste modo é possível reduzir drasticamente a morbilidade e mortalidade na mulher por diabetes e HTA. Método: Foi possível recolher vasta literatura e, após (pós-tratamento) tratamento da mesma tirar conclusões para este trabalho científico. Destaque especial para caso clínico de obesidade mórbida com tratamento bariátrico e posterior gravidez de termo com resultados maternos e fetais excelentes. 3. Título: As Apresentações Electrónicas, uma opção para a transmitir informação científica Autor: MsC. Rosa Maria Paez Castillo. Professora Assistente. Modalidade: Conferência Introdução: As apresentações electrónicas constituem um elemento de apoio muito eficaz à comunicação que se estabelece entre expositor e auditório; elas permitem a incorporação de elementos multimédia para ilustrar as ideias que queremos transmitir, o que constitui a sua principal prerrogativa. Com o trabalho pretendemos promover a utilização da Multimédia e Microsoft Power Point para apresentação de informação científica em formato electrónico. O Microsoft Power Point é um pacote completo de ferramentas para apresentações gráficas pertencente a aplicação Microsoft Office, oferecendo o necessário para produzir uma apresentação profissional tendo em conta as noções sobre o desenho informático. Propõe-se um produto de software livre para a criação de apresentações electrónica, Mediator versión Pro 8 e/ou Pro 9 que é um software cómodo tanto para trabalhar como para navegar, é possível trabalhar estático, imagens, textos, vídeos e som que facilitam a compreensão de temas a tratar. Conclusões: As apresentações electrónicas com as suas características tecnológicas digitais apresentam-se mais atractivas e motivadores que os materiais tradicionais, já que através de a sua continua utilização, facilitariam a sua formação como usuários neste tipo de tecnologia. 4. Título: Tratamento da cefaleia vascular Migrane mediante a Digitopuntura. Autor: Dr. Mario Edgar Fernández Díaz. Professor assistente de Anatomia Humana. Modalidade: Conferência Introdução: A dor é o sintoma que mais acompanhou o Homem na sua evolução. A cefaleia desde o seu aparecimento é o sintoma neurológico mais frequente e principal motivo de consulta nos serviços de neurologia e é um sintoma frequente, que raramente ameaça a vida do paciente. Aproximadamente 80% da população padece de cefáleias de forma mais ou menos habitual. A enxaqueca é a causa mais frequente de cefaleia neuro-vascular, e é mais frequente nas mulheres que nos homens. Entre os métodos de tratamento a acupunctura constitui um dos pilares fundamentais da medicina tradicional Asiática e nos últimos anos regista-se um aumento gradual no recurso deste procedimento na saúde pública em inúmeros países de todos os continentes. Numerosos foram os estudos realizados nos quais se usou o tratamento da enxaqueca recorrendo à acupunctura. Resultados: Os autores apresentam a definição desta patologia, pesquisas, avaliações detalhadas, factores de risco, mortalidade, tratamentos, riscos maternos e fetais, futuro da mulher obesa, classificação, prevalência Nacional e Internacional. Conclusões: O aumento do IMC está associado ao aumento de Diabetes, HTA, Pré-eclâmpsia, macrossomia, taxa de cesarianas e complicações maternas.

4 5. Título: Estudo Morfométrico em Placenta Gemelar. Autores: Dr. Rafael Gutiérrez Núñez. Especialista de Primer Grado en Embriología. Professor Assistente. Universidad Lueji A nkonde. Faculdade de Medicina de Malange. Dra. Dielvis Alarcón Zamora. Especialista de Premer Grado em Oftalmología. Especialista de Premer Grado em Medicina General Integral. Modalidade: Poster A gravidez gemelar constitui um quadro limitado entre o fisiológico e o patológico com um alto índice de morbilidade. A maior frequência de anormalidades na gravidez gemelar pode atribuir-se ao crescimento intrauterino retardado( CIUR ) e ao baixo peso do feto. Pelo que se considera significativo determinar o padrão morfométrico microscópico de algumas placentas procedentes de gravidezes gemelares no Hospital Materno Provincial Ana Betancourt de Camagüey. Nesta investigação num estudo alargado de casos, a amostra esteve representada por 27 placentas procedentes de 15 gravidezes gemelares e os recém-nascidos destas gestações. Essa amostra foi comparada com 15 placentas de gravidezes simples. Efectuou-se estatística descritiva, calculando-se a média, a densidade, o desvio standard em cada um dos indicadores. Realizaram-se provas de hipótese entre as médias dos grupos de placentas gemelares e as simples, desenvolveu-se uma análise de variância (ANOVA) com a prova da máxima significação de TUKEY intragrupos, os resultados expressaram-se em quadros. Neste estudo morfoestereológico, os indicadores estudados, vilosidades, nós sincitiais, fibrinas e membranas vasculosicitiais, apresentaram valores significativamente maiores nas placentas procedentes de gravidezes gemelares. Evidenciou-se entre o peso do recém-nascido e os indicadores mencionados. Encontrou-se um dado interessante, há maior fibrina no recém- nascido com baixo peso á nascença. 6. Título: Estúdio morfoestereológico em placentas gemelares. Autores: Dr. Rafael Gutiérrez Núñez. Especialista de Premer Grado em Embriologia. Professor Assistente. Universidad Lueji A nkonde. Faculdade de Medicina de Malange. Dra. Dielvis Alarcón Zamora. Especialista de Premer Grado em Oftalmologia. Especialista de Premer Grado em Medicina General Integral. Dra. Annarella Pollán Pérez. Especialista de Premer Grado em Medicina General Integral y Especialista de premer Grado em Embriologia. Camagüey. Nesta investigação realizou-se um estudo analítico longitudinal de tipo caso controlo A amostra esteve representada por 43 placentas precedentes de 25 gravidezes gemelares e os recém-nascidos destas gravidezes. Realizou-se estatística descritiva, distribuição de frequência em valores absolutos e porcentos e estatística inferencial mediante tábuas de contingência. Os resultados apresentaram-se em tabelas em gráficos. Mediante a ecografia constatou-se predomínio de gravidezes gemelares de tipo dicoriónica, nas monocoriónicas maior número de baixo peso ao nascer. No estudo morfométrico o peso e o volume placentârio foram maiores nas monocoriónicas numérica e proporcionalmente o número das vilosidades menor. Comparando o padrão não revelaram diferenças significativas de peso e volume entre as placentas dicoriónicas e as precedentes de gravidezes simples mas sim no número de vilosidades e a superfície vilositária total. Nos casos com nascidos com baixo peso baixo predominaram as calcificações e as malformações placentárias. 7. Título: Fissura labial e ou Palatina Pesquisa na Província de Malange. Autores: Dr. Rafael Gutiérrez Núñez. Especialista de Primer Graduado em Embriología. Professor Assistente. Est. Américo Epalanga. Est. Francisco Fiel Neto. Est. Joaquim Carlos Balanga. Est. Mardoqueu Pereira. Est. Nicodemo Florentino João Gaspar. Universidad Lueji A nkonde. Facultad de Medicina de Malange. Modalidade: Poster Lábio fendido, queilosquisis ou logoquilia. É a malformação estrutural do lábio, presente desde a nascença, nela intervêm causas genéticas e ambientais e que se manifestam pela falta na fusão entre os processos embriológicos maxilares laterais e o frontal. Pode ser completo ou incompleto, uni ou bilateral. Com frequência associa-se a fissuras faciais, fundamentalmente a fissura palatina. Estes defeitos representam o resultado das interacções complexas entre o número variável de genes menores e factores ambientais, em geral desconhecido. Ditos genes predisponentes, que na sua acção e número são dificilmente identificáveis, actuam segundo a teoria da predisposição genética (poligenia). Neste trabalho realizou-se um estudo descritivo para avaliar a prevalência das fissuras do lábio e palatinas no município de Malange e suas possíveis causas. A amostra esteve representada por 14 pacientes desde Maio de 2009 até á data. O defeito apresentou-se na sua forma isolada 78.8% e em mais de 2/3 partes dos casos a lesão incluiu o paladar. Foi mas frequente o lábio fendido unilateral sobre o bilateral e com maior frequência o lado esquerdo. A fissura labial bilateral associa-se com maior frequência à fissurado do lato, sendo mais frequente a afectação do lábio no sexo masculino, frente a apresentação palatina exclusiva mais frequente no sexo feminino. Modalidade: Poster A presença de dois ou mais produtos da concepção constitui uma gravidez múltipla. As gravidezes gemelares podem estar vinculados com o CIUR, alterações do desenvolvimento pré-natal e baixo peso ao nascer, pelo qual consideramos importante determinar o padrão morfométrico nas placentas procedentes de gravidezes gemelares no Hospital Materno Provincial Ana Betancourt de

5 8. Título: Polidactilia Autores: Dr. Rafael Gutiérrez Núñez. Especialista de Primer Grado em Embriología. Professor Assistente. Universidad Lueji A nkonde. Faculdade de Medicina de Malange. Dra. Dielvis Alarcón Zamora. Especialista de Premer Grado em Oftalmología. Especialista de Premer Grado em Medicina General Integral. Dr. René Mendoza Martínez. Especialista de Premer Grado em Medicina General Integral y Especialista de Premer Grado em Ortopedia y Traumatología. Modalidade: Poster A Polidactilia (do grego «poly» = «muito» e «daktylos» = «dedos» é uma anomalia congénita caracterizada pela existência de dedos supramérarias ou bífidos nas mãos ou nos pés, e mais frequente nos membros superiores, porém, podendo ser parte dum síndrome. Pode resultar dum excesso de segmentação longitudinal pelo incremento de plegamentos do anel ectodérmica apical, os dedos supernumerários com frequência carecem de conexões musculares adequadas. Aproximadamente em 83% dos casos, a polidactilia é um defeito isolado e sua associação com outros defeitos congênitos é mínimo. É sempre aconselhável fazer pelo menos um exame físico, procurando outras alterações que façam suspeitar algum transtorno genético. A polidactilia isolada foi a primeira doença autossômico dominante ou recessivo, reconhecida pela sua transmissão mendeliana simples, onde a herança dominante foi descrita por Maupertis. Neste trabalho apresenta-se o caso de uma paciente do sexo feminino de 23 anos de idade que apresenta um dedo supra na mão esquerda, localizado no borde extremo do dedo polegar. O mesmo tem mobilidade própria e duas falanges (polidactilia pré-axil tipo III). Realizou-se amputação cirúrgica ambulatória sem complicações. A maior prevalência de polidactilia observa-se em populações de origem negra especialmente na polidactilia pós-axil. Num estudo na Nigéria encontraram-se prevalência de polidactilia pós-axil de 17.9 e 27.1 por nascidos vivos em mulheres e homens respectivamente. Na actualidade conclui-se que se trata de uma malformação de herança autossômica dominante com uma prevalência de 64.9%. 9. Título: Mama axilar supranumerária. (Polimastia) Autores: Dr. Rafael Gutiérrez Núñez. Especialista de Premer Grado em Embriología. Professor Assistente. Universidad Lueji A nkonde. Faculdade de Medicina de Malange. Dra. Dielvis Alarcón Zamora. Especialista de Premer Grado em Oftalmología. Especialista de Premer Grado em Medicina General Integral. Est. Rosa Miguel. Mozambique. Modalidade: Poster As mamas acessórias, também conhecido como polimastia, mamas supernumerárias, ou erratice mamas, é a condição de ter um peito adicional. Extra seios podem aparecer com ou sem mamilos ou auréola. Uma condição relacionada, na qual a forma do mamilo extra, é chamado mamilo supranumerário ou polythelia. Entre a quarta e a quinta semana da vida embrionária, ocorre um espessamento ectodérmico bilateral e simétrico na região ventral do embrião, que se estende da base do membro superior à base do membro inferior, ou seja, da axila à virilha, formando as cristas mamárias ou linhas do leite. Por volta da décima semana, as linhas mamárias regridem, excepto um pequeno segmento bilateral localizado na região peitoral próximo à quarta costela. Se a regressão da linha mamária for incompleta ou se alguma célula residual permanecer ao longo dessas linhas, ocorrerá o aparecimento de polimastia ou politelia. Neste trabalho apresenta-se o caso de Paciente xxx, 26 anos que após ter sido examinada pelo Doutor da sua área de saúde e diagnosticada a presença de mama supranumerária na axila direita, detectou-se ser portadora de Mama supranumerária sem mamilo, mas com auréola e tecido glandular na axila direita. Evolucionista do século XIX os embriologistas modernos tentaram esclarecer a etiologia das mamas supranumerárias. O tecido mamário supranumerário é incomum, mas não é raro. A sua incidência varia de 0.22% a 6% na população em geral. A maior incidência deste defeito poderia ser explicada por diferenças étnicas e até pela alta taxa de consanguinidade nas famílias. 10. Título: Sindactilia. Apresentação de um caso. Autores: Dr. Rafael Gutiérrez Núñez. Especialista de Premer Grado em Embriología. Professor Assistente. Universidad Lueji A nkonde. Faculdade de Medicina de Malange. Dra. Dielvis Alarcón Zamora. Especialista de Premer Grado em Oftalmologia. Especialista de Premer Grado em Medicina General Integral. Modalidade: Poster A sindactilia (do grego «sin» = «junto» e «daktylos» = «dedos» é a fusão congénita ou acidental de dois ou mais dedos entre si. Acontece normalmente em alguns mamíferos como o siamang, sendo pouco virtual nos humanos. A Sindactilia é a malformação congénita dos membros mais frequente, além de se encontrar de maneira isolada ou formando parte dum síndrome como o Síndrome de Appert ou o Síndrome de Poland. Normalmente, o mesênquima situado entre os futuros dedos das placas das mãos e pés elimina-se por morte celular. Neste trabalho apresenta-se o caso de uma paciente do sexo feminino de 50 anos que apresenta o segundo e terceiro dedos unidos em ambos pés (sindactilia complexa e incompleta). A sindactilia é mais comum entre os dedos médios e anular (57%); a seguir, em ordem decrescente de frequência, entre os dedos mínimo e anular (27%); entre os dedos médio e indicador (14%) e menos frequentemente entre os dedos polegar e indicador (3%), uma vez que o polegar se desenvolve mais cedo que os outros dedos. Os homens são afectados duas vezes mais que as mulheres. A sindactilia é passível de reversão mediante cirurgia reparadora. A finalidade desta cirurgia é separar os dedos unidos para que estes se abram tão normalmente quanto possível melhorando a função e a aparência da mão e o pé.

6 11.Título: A história evolutiva da mandíbula. Autores: Dr. SIC. Félix Companioni Landin. Professor Titular em Anatomia. Dra. Yolanda Bachá Rigal. Professora Auxiliar de Anatomia. Modalidade: Poster A mandíbula apresenta certas características ao longo da evolução do homem, apresentando marcadas modificações, com a aquisição da posição bípede, desde o homem do Neandertal, de Alemanha, o homem de Cromagem, em França, até o homem actual, o Homo sapiens - sapiens. (Não tem grande sentido. Com esta comunicação apresentam-se dados anatómicos que não estão descritos nos textos de anatomia humana, produtos dos estudos de mandíbula de aborígenes cubanos, da população geral e de estudos feitos em diferentes partes da Alemanha. As mudanças da estrutura Anatómica das mandíbulas são uma consequência das modificações associadas ao regíme de alimentação e, o surgimento do segundo sistema de sinais, originando da convivência social do homem. 12. Título: Sulcos palatinos. Autores: Dr. SIC. Félix Companioni Landin. Professor Titular em Anatomia. Universidad Lueji A nkonde. Faculdade de Medicina de Malange. Universidad Lueji A nkonde. Faculdade de Medicina de Malange. Modalidade: Poster Nos tratados de anatomia humana, os sulcos palatinos por vezes não se mencionam nem se indicam nas figuras correspondentes à descrição da abóbada palatina. Sendo o objectivo, descrever os sulcos palatinos, suas variantes e, se existem diferenças sexuais, em crânios secos adultos. Para a realização deste trabalho utilizaram-se 61 crânios adultos da osteoteca do departamento de ciências morfológicas da faculdade de estomatologia da Universidade Médica de Havana. Dos crânios, 37 eram masculinos e 24 femininos. Para a diferenciação sexual fez-se uma análise da posição da porção vertical do osso frontal; contorno lateral dos processos. O sulco palatino inicia-se a partir do palatino maior e se dirige adiante e é dividido pela crista ou espinha em dois sulcos, um medial e outro lateral. Em algumas ocasiões os sulcos estão constituídos em canais numa extensão variável. Os resultados permitiram levar a textos de anatomia as características dos sulcos e suas variantes. 13. Título: A sátira do dentista. Autores: Dr. SIC. Félix Companioni Landin. Professor Titular em Anatomia. Dra. Yolanda Bachá Rigal. Professora Auxiliar de Anatomia. O dentista sempre foi objecto desde seus inícios empíricos, da sátira e caricaturismo, conotando o trabalho do profissional com a dor. Nesta comunicação apresentam-se uma série de fotografias de quadros de autores diversos dos séculos XV ao XVII, relacionados com o exercício da profissão. Entre outros, destaca-se um quadro de 1404, sobre a vestimenta do cirurgião barbeiro, um quadro de Johannes Lingelback de 1651, do trabalho do dentista que exerce na rua montado no cavalo. Esculpido em marfim representando a dor dentária do autor desconhecido do sul de França. O quadro de Jan Steen, representando o dentista viajante. O objectivo deste trabalho é recopiar alguns quadros caricaturescos da arte odontológica entre os séculos XV e XVII como uma útil e interessante documentação histórica da época. 14. Título: Motivação dos estudantes para estudar Medicina. Autores: Dr. Sc. Félix Companioni Landin. Professor Titular em Anatomia. Dra. Graciela Marrero Martínez. Professora Assistente em Anatomia. Modalidade: Poster Motivados por conhecer a inclinação dos estudantes a fazer o curso de medicina, realizou-se o seguinte trabalho; com os objectivos de identificar os factores que motivam os estudantes a fazer o curso de medicina e avaliar as respostas dos estudantes antes das situações que se possam apresentar na sua vida profissional futura. Para a execução do mesmo elaborou-se um caderno de recolha de dados que abarcou todos os estudantes do segundo ano do curso de medicina da província de Cabinda. Os primeiros cincos aspectos respondidos pelos estudantes foram: 1. Pela vocação, 2. Contribuir para o progresso do país no sector da saúde, 3. Melhorar a saúde da população, 4. Ajudar os desfavorecidos 5. Influência religiosa. Os aspectos assinalados pelos estudantes com menos respostas positivas foram: 1. Manifestação do internacionalismo, 2. Melhoria económica, 3. É um trabalho altamente científico, 4. É um trabalho responsável. Como conclusão, pode assinalar-se que o caderno de recolha de dados permitiu conhecer que os estudantes se manifestam em grande medida com as características gerais que deve ter um médico.

7 15. Título: Principais causas de morte no Hospital Geral de Malange. Estudo retrospectivo. Autores: Félix Companioni Landin. Dr. Sc. Professor Titular de Anatomia Humana. Estudante Barros João Bernardo Muinga. Estudante 2º ano de Medicina. Modalidade: Conferência. A expectativa de vida e as principais causas de morte no mundo estão associadas aos sistemas de saúde, ao bem-estar social, económico e político de cada país. Nos países em vias de desenvolvimento as primeiras causas de morte após os cinco anos, são evitáveis. É propósito desta comunicação, avaliar as principais causas de morte no Hospital Geral de Malange. Para este trabalho revisaram-se os dados estatísticos do Hospital entre os anos Os resultados mostram as principais causas de morte: a malária, as doenças diarreicas e respiratórias, queimaduras, poli traumas, transtornos cardíacos, febre tifoide. Os dados são semelhantes com outros países da África subsaariana, Haiti, África do Sul e outros. Os resultados são similares aos obtidos no Hospital Provincial do Zaire, Angola. Pode assegurar-se que com um sistema de saúde adequado, mais de 50% das mortes são evitáveis e com isso incrementar a expectativa de vida da população. 17. Título: Broto do terceiro molar em estudantes da Faculdade de Medicina de Malange. Autores: Dra. Yolanda Bachá Rigal. Professora Auxiliar de Anatomia Humana. Félix Companioni Landin. Dr. Sc. Professor Titular de Anatomia Humana. Estudante Eunice Bruna Baião de Campos. Estudante de 2º ano de Medicina. A tendência filogenética de acordo com a literatura internacional, é a perca progressiva do último dente de cada grupo, sendo isto mais evidente no terceiro molar. O propósito deste trabalho é avaliar a falta de erupção do terceiro molar nos estudantes da Faculdade de Medicina de Malange, os quais têm uma idade média de 24,15 anos. Para este trabalho realizou-se a inspecção visual da boca de cada estudante, frente a uma fonte de luz natural. Os resultados mostraram que o terceiro molar encontra-se ausente na cavidade bucal em 30,9% no sexo feminino, e 25,58% no sexo masculino. Os molares não sofreram a erupção, sendo mais frequentes na mandíbula que no maxilar. Recomenda-se fazer exames imagonológicos para os que não têm o terceiro molar em erupção, com vista a determinar se apresentam retenção ou agenésia dos mesmos. 16. Título: Baixo peso ao nascer no posto de saúde da Maxinde, Malange. Estudo rectrospectivo. Autores: Félix Companioni Landin. Dr. Sc. Professor Titular de Anatomia Humana. Estudante Silvania Dala. Enfermeira, estudante 2º ano de Medicina. A Organização Mundial da Saúde, estabelece como baixo peso ao nascer, quando o recém-nascido tem menos de gr. Neste aspecto apresentam taxas mais elevadas os países do terceiro mundo, onde as condições de existência são precárias pela alimentação, os níveis educacionais, a prestação de serviços na saúde e outros. O propósito deste trabalho foi avaliar o baixo peso ao nascer no posto de saúde da Maxinde, Malange. Para isto revisaram-se as histórias clínicas dos partos de nascidos vivos entre os meses de Janeiro até Agosto de Os resultados indicam que o 17.79% dos recém-nascidos para este período foi com baixo peso. A amostra incidiu nas mulheres com menos de 20 anos de idade e o maior número de crianças com baixo peso correspondeu a este grupo com 22%. Este trabalho preliminar deve ter uma continuação para a avaliação de diferentes variáveis que podem coadjuvar o baixo peso ao nascer. Recomenda-se dar uma atenção médica prioritária à mulher grávida e programas de educação para a saúde com vista a diminuir a gravidez nas idades precoces. 18. Título: Relação entre os resultados académicos e a prova de admissão: Faculdade de Medicina de Malange. Autores: Dra. Yolanda Bachá Rigal. Professora Auxiliar de Anatomia. Dra. Genny Rojas Palacios. Professora Consultante e auxiliar de Bioquímica. As universidades com o fim de garantir a formação de recursos humanos com qualidade e eficiência têm estabelecido mecanismos de selecção dos estudantes. Neste trabalho propõe-se relacionar as qualificações da prova de admissão com os resultados do primeiro semestre dos estudantes do primeiro ano do curso de medicina, para o qual revisaram-se as qualificações obtidas nas provas de acesso com as qualificações obtidas nas disciplinas biomédicas em provas normal e de recurso. Os resultados indicam que nas provas normais e de recurso os resultados dos estudantes promovidos foram superior nos alunos que aprovaram a prova de admissão. O trabalho recomenda realizar uma preparação prévia dos estudantes e que só sejam admitidos os estudantes que obtenham notas positivas.

8 19. Título: Tratamento da crise hemorroidal aguda com Hipnoses: Apresentação de um caso. Autores: Dr. Mario Edgar Fernández Díaz. Professor Assistente de Anatomia Humana. Lic. Omar Cantillo Oviedo. Professor Assistente de Cultura de Física. Dr. Alain Hernández Darias. Professor auxiliar de Fisiologia. Universidad Lueji A nkonde. Faculdade de Medicina de Malange. Modalidade: Poster Introdução: Adulto jovem com antecedente de hemorróides. Apresenta de forma aguda, dores na região perianal. A alternativa do tratamento com terapia de regressão no tempo sob hipnoses é-lhe oferecida, esclarecendo as dúvidas com respeito à segurança e a eficácia do procedimento. Método: Três (3) sessões ao redor duma hora da duração são feitas em dias contínuos. A escala visual lógico-analítica da dor é utilizada antes do tratamento e após cada sessão para avaliação subjectiva da dor. Resultados: Acontece uma diminuição gradual da percepção subjectiva da dor, com ausência desta com o fim da última sessão. Conclusões e utilidade clínica: A terapia sob hipnose, pode ser uma alternativa adequada no tratamento das crises da dor hemorroidal, pela rapidez dos resultados e a possibilidade de evitar a utilização de fármacos. 20. Título: Doenças Tropicais Negligenciadas em Angola (DTNs). Autores: Filomeno Fortes, Pedro Van-Dúnem, Nzuzi Katondi. Modalidade: Conferência Mais de 1 bilião de pessoas são afectadas por mais de uma doença negligenciada (OMS). A prioridade em Angola vai para a Oncocercose, Schistosomose, Geo-helmintoses, e Filariose Linfática. Estas doenças têm elementos comuns que poderão facilitar uma abordagem integrada havendo necessidade do seu mapeamento. Resultados: Em Angola, 4 províncias são hiper-endémicas (Lunda-Norte, Lunda-Sul, Moxico e Uíge), 5 meso-endémicas ( Bengo, K. Norte, Huíla, K. Kubango e Benguela) e as restantes hipo-endémicas tendo-se identificado áreas de co-infecção de Loa Loa. A schistosomse urinária é endémica em todo o país com diferentes níveis de prevalência. Em relação às geo-helmintoses verificou-se uma prevalência de Áscaris Lumbricóides de 25%, seguida de Ancylostomíase (10%) e de Trichuris Trichuria (5%). Recomendação: Realização dum estudo de prevalência de Filaríose Linfática e, implementação dum Plano Estratégico Nacional através duma abordagem integrada de tratamento massivo em escolas e na comunidade, com albendazol, praziquantel e ivermectina. 21. Título: Controlo da Malária na Grávida. Autores: Paulo Campos, Filomeno Fortes, Elisa Miguel. Modalidade: Conferência Introdução: Em África a malária na gravidez é uma infecção de alto risco para a grávida e para o feto, responsável por 15% da anemia materna e 35% do baixo peso à nascença. As primigestas e as portadores de VIH/SIDA apresentam maior risco. As alterações induzidas na placenta são as principais responsáveis por este quadro. A OMS orienta um pacote de medidas de gestão da malária na grávida com vista à redução da mortalidade materna e perinatal devido a esta doença. Objectivos: Falar sobre a patogenia da malária na grávida, as implicações na grávida e no feto, e a estratégia nacional de controlo. Materiais e Métodos: Os principais mecanismos patogénicos evocados são a proteína EMP-1 do parasita, a produção de citokinas e a diferenciação macrofágica intravascular. A estratégia de controlo de malária na grávida baseia-se no diagnóstico precoce e tratamento rápido e adequado dos casos, tratamento intermitente e preventivo (TIP) com sulfadoxina+pirimetamina, uso de redes mosquiteiras tratadas, e educação sanitária. Resultados: A estratégia previne a transmissão da malária placentária, a prevalência de casos graves/complicados e reduz a mortalidade. Conclusões: O conhecimento da patogenia da malária na grávida permite interpretar com maior rigor científico as várias formas clínicas de apresentação da doença e melhorar a eficácia do seu manejo. A política nacional apresentada deve ser implementada no âmbito da estratégia de redução da mortalidade materna e neonatal. Objectivo: Realizar a cartografia das principais doenças tropicais negligenciadas em Angola para controlo integrado. Materiais e Métodos: O trabalho combinou estudos epidemiológicos, clínicos e laboratoriais. Para a mapificação da Oncocercose foi utilizada a metodologia REMO, combinada com estudo da prevalência de Loa Loa com metodologia RAPLOA. O mapeamento das geo-helmintoses baseou-se na identificação de ovos e parasitas nas fezes de crianças em idade escolar com pesquisa simultânea de micro-hematúria na urina para mapeamento da schistosomose urinária (n: 1341, IC 95).

9 22. Título: Análise comparativa das modificações da frequência cardíaca em estudantes de medicina durante a aula de educação. Autores: Lic. Omar Cantillo Oviedo. Professor Assistente de Cultura de Física. Dr. Mario Edgar Fernández Díaz. Professor Assistente de Anatomia Humana. Professor auxiliar de Fisiologia. Introdução: A frequência cardíaca (Fc) é um indicador funcional usado muito pelos professores e pelos metodólogos da educação física para conhecer os estados funcionais do organismo e suas respostas, em dependência dos exercícios que são aplicados nos diferentes estágios das classes da instrução física e do treino desportivo. A mesma, constitui uma ferramenta muito útil para o reajuste dos programas de treino físico e da carga que é aplicada nas classes. Os resultados obtidos garantem saber a mudança da Fc, em relação aos métodos e meios aplicados ao grupo nas classes. As variações da Fc, conjuntamente com os indicadores da actividade metabólica do organismo, produto da actividade física, facilitam-nos o conhecimento da resposta funcional desse organismo, através das cargas selectivas de forma organizada e sistemática. Metodologia: Foi posto em prática o teste de Ruffier, empregue frequentemente pela sua simplicidade e praticabilidade entre os instrutores de desporto e muito especialmente entre os treinadores militares. O teste avalia a resposta do sistema cardiovascular, especificamente o componente neuro-vegetativo, para uma carga física determinada previamente. Resultados: Na maioria dos estudantes as mudanças no Fc reflectiram um retorno pobre à normalidade durante a fase de recuperação. Conclusões: Estes resultados eram esperados tendo em conta o baixo nível de treino físico dos estudantes. 23. Título: Análise quantitativa da biopsia endometrial. Autora: Lic Beatriz Lopez Veja. Licenciada em Enfermagem. Especialista de 1º Grado en Histología. premenstrual. Com o objectivo de contribuir para o conhecimento dos indicadores morfometricos no endométrio proliferativo e secretor, realizou-se um estudo retrospectivo, fazendo morfometria a uma mostra de 47 biopsias endometriais. Para esse efeito, utilizou-se o programa de computação COMSDIPLUS versão 1.0. Estudámos as glândulas endometriais calculando-se a área do lúmen glandular, comprimento do epitélio glandular e área total das glândulas. A conclusão foi que a fase proliferativa caracteriza-se por glândulas com maior comprimento no epitélio que a fase secretória e menores valores no resto das variáveis estudadas. 24. Título: Análise da confiabilidade dos exames do acesso à Faculdade de Medicina de Malange. Ano académico Autores: Lic. Isabel Hernández Ramón. Secretária Docente. Lic Betariz Lopez Vega. Licenciada en Enfermagem. Especialista de 1º Grado em Histología. Lic Mayra Esther Colas Soria. Professora Assistente em Inglês. A maioria das avaliações que se utiliza para a admissão nas universidades, desenvolvem-se de forma não muito rigorosas e são poucos os casos que estão sustentadas pela confiabilidade. As pessoas têm direito à educação e por isso devem ter a oportunidade de se formar em centros educativos, mas este por direito tem limites, porque nem todas as pessoas podem ter os mais altos níveis de especialização na universidade; sendo ainda mais importante nos países em desenvolvimento com meios limitados que não chegam a ter satisfeitas as demandas. Tudo isso faz com que seja necessário a confecção de exames altamente confiáveis que possam avaliar os conhecimentos e as habilidades que possuem os estudantes que pretendem ingressar na universidade. Por isso é que o nosso objectivo foi avaliar a veracidade dos exames de acesso a Faculdade de Medicina de Malange no ano académico 2009, para assim melhorar a qualidade dos referidos exames. Considerarmos todos os exames, divididos em duas partes e aplicou-se o índice de Crombacht para determinar a sua fiabilidade: α= (1 ) k Σ σ2 i (k 1) σ x 2 Os resultados foram α= 0.51 y α= 0.36 o que demonstrou exames com baixa fiabilidade. O endométrio por acção dos hormónios ovarianos sofre mudanças estruturais que constituem o ciclo menstrual. O método mais comum para o estudo do endométrio e a suas diferentes fases no ciclo menstrual normal é a biopsia endometrial. A data do endométrio tem em conta critérios qualitativos, como o seu componente de subjectividade, porque o diagnostico pode ter variações entre um observador e o outro e, ainda pode ter variações no diagnóstico da mesma amostra analisada duas vezes pela mesma pessoa. Se estiverem disponíveis dados quantitativos das diferentes variáveis que são estudadas, com enfoque qualitativo em matéria de conhecer a data exacta do endométrio, poderia melhorar-se ainda mais as conclusões que se faz de uma biopsia endometrial

10 25. Título: Redescobrindo aos filamentos intermediários. Autores: Lic Beatriz Lopez Vega. Licenciada em Enfermagem. Especialista de 1º Grado em Histologia*. Estudante Nicodemos Florentino João Gaspar. Aluno de 2º ano da Carreira de Medicina Faculdade de Medicina de Malange. O citoesqueleto de todas as células eucariotas está formado por uma família de 3 proteínas: microtúbulos, microfilamentos e filamentos intermediários, estes últimos descobertos recentemente, estão formados por um grupo diverso que podem expressar-se em diferentes tecidos. As proteínas desses filamentos são reguladas por diferentes mecanismos e estão constituídos a base da sua dinâmica e função. As doenças relacionadas com os filamentos intermediários aparecem quando existem falhas nos mecanismos normais para a sua regulação e, essas manifestações podem acontecer no nível celular, hístico e em alguns casos afecta a morfologia do núcleo (laminopatias), há células que diminuem os mecanismos protectores contra o stress e a susceptibilidade para a apoptosis. Por isso, realizou-se uma revisão bibliográfica com o objectivo de conhecer algumas doenças, onde a sua causa reside em alterações na estrutura e função dos filamentos intermediários. 26. Título: Invaginação colo cólica: Apresentação de um Caso. Autores: Dr. René Fernández de la Fuente. Especialista I grado Cirugía General. Msc. Urgências Médicas. Professor Instrutor. Dr. Delfín Londres Frometa. Especialista I Grado Cirugía General. Professor Instructor. Dr. Omar Chávez Ríos. Especialista I Grado Maxilo Facial. Professor Instrutor. Lic. Pablo Lorenzo Montequín. Licenciado en Tecnología de la Salud Especializado en Imagenología. Professor Instrucor. Hospital Geral de Malange. timpanismo sentindo empastamento doloroso nos flancos com ruídos hidroaérios, aumentou em intensidade e frequência, ao toque, verificou-se tumoração central um segmento tubular cercado com orifico central que permite introduzir o dedo com a luva com saída de mucos e sangue, Confirmou--se no Rx do abdómen, tratar-se de oclusão de intestino grosso. Realizou-se laparatomia, tendo-se constatado invaginação cólica por tumor, hemicolectomia, cólon distal final (direito) e proximal de colostomía, sem poder ter aconfirmação histológica do tumor por limitações objectivas de recursos. Evoluiu-se, satisfatoriamente, tendo alta ao nono dia pós-operatório. Tendo-se acompanhamento em consulta. 27. Título: Esplenomegália gigantesca com Quisto esplénico. Apresentação de um caso. Autores: Autores: Dr. René Fernández de la Fuente. Especialista I grado Cirugía General. Msc. Urgências Médicas. Professor Instrutor. Dr. Omar Chávez Ríos. Especialista I Grado Maxilo Facial. Professor Instrutor. Dr. Delfín Londres Frometa. Especialista I Grado Cirugía General. Professor Instrutor. Lic. Juan Francisco Sasco Martínez. Licenciado em Tecnología de la Salud Especializado em Imagenología. Professor Instrutor. Hospital Geral de Malange. Os cistos esplénicos são incomuns e, são habitualmente diagnosticados como descoberta acidentalmente em pacientes assintomáticos, de acordo com a origem deles, estes são classificados em parasitário e não parasitário. Os parasitários, subclassificam-se como tendo epitelial ou não, em verdadeiro e pseudoquistes. Aproximadamente 30% de todas as lesões císticas e pseudoquísticas do baço estão na origem devido a traumas directos. Os esplénicos de pseudoquistes são 5 vezes mais frequentes que o verdadeiro. Eles prevalecem no sexo feminino, entre as segundas e terceiras décadas da vida. Eles são assintomáticos e quando eles alcançam grande tamanho causam sintomas para a compressão de órgãos vizinhos. A malária, mononucleose infecciosa, tuberculose e sífilis são factores predisponentes. Nós apresentamos o caso de uma paciente de 64 anos de idade de origem rural do município de Malange, especifica traumatismo abdominal prévio referindo há mais ou menos 3 anos, uma bola debaixo da costela na parte esquerda da barriga com sensação de abundância e enfartamento póspandrial. Ao exame físico foi verificado que ocupa o hipocôndrio e flanco esquerdo móvel, confirmando a esplenomegalia por ecografía com textura mista. Realizou-se laparotomía com esplenectomía total macroscópica para um cisto esplénico gigantesco, com o diagonóstico característico de um pseudoquiste, sem poder ter o exame histológico de confirmatório. Evoluiu satisfatoriamente, tendo ao 7º dia tido alta pós-operatório. A bibliografia é revisada. O fenómeno de invaginação acontece quando um segmento, geralmente proximal, do intestino chamado movimentos de intususceptum ao lumen de um segmento distal adjacente intestinal chamados intususcipiens. (Acho que falta pontuação para que a frase se entenda correctamente). É uma patologia estranha nos adultos. É descrito que 80-90% do total das invaginações em adultos têm uma causa subjacente, na sua maioria processos neoplásicos benignos ou malignos. Apresentamos o caso de uma idosa de 64 anos de idade, paciente, rural do município de Malange, sem antecedentes patológicos de interesse que se apresentou como tendo dor abdominal, libertação de gases, sensação constante de defecação, pujos com saída de muco e sangue há um ano, acompanhada por um vómito no princípio, ao exame físico, apresentava distensão abdominal assimétrico do hemiabdomen,

11 28. Título: Tumor primitivo de Epiplon maior. Fibrosarcoma de baixo grau. Apresentação de um caso. Autores: Dr. René Fernández de la Fuente. Especialista I grado Cirugía General. Msc. Urgencias Médicas. Professor Instrutor. Dr. Omar Chávez Ríos. Especialista I Grado Maxilo Facial. Professor Instrutor. Dr. Delfín Londres Frometa. Especialista I Grado Cirugía General. Professor Instrutor. Dr. Carlos Pérez Días. Especialista I Grado Anatomía Patológica. Professor Instrutor. Lic. Joandra Capote Zamora. Licenciada em Tecnologia da Saúde Especializado em Cito histopatología. Msc. Enfermedades Infecciosas. Professor Instrutor. Hospital Geral de Malange. Os tumores primitivos do epiplón são raros; sendo mais frequente os tumores de músculo plano (39%). Eles podem ser apresentados em quaisquer idades, tendo havido maior incidência entre a quarta e sexta década de vida no sexo masculino. A sua forma de apresentação é em geral oligoasintomatica ou com inespecíficos de sintomas, predominando a dor abdominal assim que tipificado. Durante o pré- operatório realizaram-se estudos (Ecografías, Tomografía Axial On-line, RMN). As aproximações de malignidade não são absolutas, estas surgem do tamanho da lesão e o índice mitótico, continuado pelo histológico de tipo e a topografia. O tratamento é cirúrgico, dirigido à excisão da lesão. Tanto a quimioterapia como a radioterapia não revelaram resultados encorajadores para o tratamento destes tumores. Foi estudado o caso de um paciente do sexo masculino de 26 anos de idade de origem urbana do município de Malange. O paciente, sem antecedentes patológicos de interesse foi à consulta de cirurgia geral do Hospital Geral para observação durante aproximadamente 6 meses. Verificou-se aumento do volume da barriga, sensação de enfartamento pós prandial nauséas dolorosas na massa abdominal, o exame físico revelou tumoração regular muito móvel isso ocupa o hypochondrium inteiro e flanco de esquerda, a ecografia mostra na parte abdominal uma tumoração sólida de 150 x 138 mm que ocupa o hypochondrium esquerdo que pode corresponder aproximadamente com umas medidas de esplenomegalia. Realizou-se laparotomía com a diagnose de uma esplenomegália gigantesca que acha um tumor sem achar outras lesões macroscópicas visceral. O estudo citológico sugere ser uma fibrosarcoma de baixo grau. A literatura é revisada neste respeito. 29. Título: Perfuração intestinal para febre tifóide. Nossa experiência em 102 casos. Autores: Dr. Delfín Londres Frometa. Especialista I Grado Cirugía Genera. Professor Instrutor. Dr. René Fernández de la Fuente. Especialista I Grado Cirugía General. Msc. Urgencias Médicas. Professor Instrutor. Lic. Pablo Lorenzo Montequin. Licenciado em Tecnologia de Saúde Especializado em Imagenología. Professor Instrutor. Hospital Geral de Malange. Realizou-se um estudo retrospectivo que avalia 102 pacientes com diagnóstico clínico, serológico, radiológico e cirúrgico de perfuração intestinal por febre tifóide no hospital geral de Malange-Angola no período compreendido entre Junho de 2008 e Julho, com o objectivo de determinar os factores de riscos associados à mortalidade, como também a experiência e resultado do tratamento cirúrgico nestas pessoas doentes. De acordo com a idade, faixa etária do grupo com maior morbilidadefoi dos anos com 55 (53.92%) deles 7 (6.86%) morrem, enquanto que dos anos apresenta-se com 15 (14.7%) que contribuiupara o número maior de defuntos 12 (11.76%).Foi mais prevalente o sexo feminino com um total de 62,18% defuntos contribuindo (17.64%). A malária com 42 pessoas doentes (41.17%), seguiu pela anemia 28 (27.45%) e da desnutrição 17 (16.6%) elas eram doentes de nível económico mais baixo, sendo a desnutrição com 17 casos (16.66%). A exploradora de laparotomía, como procedendo inócuo e de execução fácil foi levado a cabo em 100% dos pacientes. A mortalidade associada à perfuração foi maior que 48 horas em 85 pacientes (83.3%) com 25 defuntos (24.5%) complicação da posoperatória mais frequente foi o íleo paralisado com 67 (65.68%) seguiu a sepsis da ferida 15 (14,7%) e a diescência da sutura 12 (11.76%) a mortalidade maior correspondeu ao íleo paralisado 12 casos(11.76%),.a secreção peritoneal fecaloide em 53 casos (51.96%) como também a descoberta de 3 ou mais perfurações intestinais em 30 casos (29.4%), e o procedintos de ressecção intestinal em 36 casos (35.29%) foram os factores de riscos excelentes na mortalidade, enquanto correspondendo ao primeiro com 18 (17.64%) a mortalidade operativa maior. Concluindo que a pessoa diagnosticada precocemente da febre tifóide e tratamento médico apropriado previne as complicações cirúrgicas, como também, todo o paciente com sinais e sintomas de presuntivas de febre tifóide, com quadrado afiado de dor abdominal persistente, é descartar a perfuração intestinal.

12 30. Título: Invaginação Sigmoido recto ânus. Apresentação de um caso. Autores: Dr. Delfín Londres Frometa. Especialista I Grado Cirugía General. Professor Instrutor. Dr. René Fernández de la Fuente. Especialista I Grado Cirurgia General. Msc. Urgencias Médicas. Professor Instrutor. Dr. Onélio Sánchez López. Especialista I Grado Cirurgia General. Professor Instrutor. Dr. Paprostskyy Valery Ivanovich. Especialista Anestesiología e Reanimação da República Russa. Dr. Armando A. Q. Dala. Médico Interno General. Director Hospital Geral Malange. Dr. Ribeiro André José. Médico Complementar II. Subdirector Clínico Hospital Geral Malange. Nós apresentamos uma forma clínica de Sigmoideo-direito Invaginação - Anal com deslize de um segmento de manivela yeyuno ideal, de um menino de quatro anos de raça negra, com antecedentes de dores cólicas, desnutrição, anemia e deficiências orgânicas defecatórios crónico, apresentando um abdómen afiado de tipo obstrutivo. Foi sujeito a cirurgia urgente levada a cabo no Hospital Geral de Malange, por meio de laparotomía umbilical que observa segmentos jejuno ileal invaginado em sigmoide que se exterioriza pelo ânus. Ele desenvaginou-se com manobra bimanal ressecionou-se segmentos do ideo e jejuno sigmoideo necrosados retal e continuou a ser acompanhado por consulta externa com evolução favorável. Nós revisamos a literatura e relatórios deste tipo. Não foram encontrados argumentos motivo pela qual nós decidimos spresentar esta forma obstrutiva de invaginação intestinal no menino. 31. Título: Fissura lábio-palatina. Nossa experiência em 14 casos. Autores: Dr. Omar Chávez Ríos. Especialista I Grado Maxilo Facial. Professor Instrutor. Dr. René Fernández de la Fuente. Especialista I grado Cirurgia General. Msc. Urgências Médicas. Professor Instrutor. Dra. Zaadia Pérez Parra. Especialista I Grado Oftalmologia. Professor Instrutor. Hospital Geral de Malange maxilofacial da região. Esta pode ser parte de uma grande variedade de síndromes e ocorre quando o tecido que forma o telhado da boca e o lábio superior não se unem antes do nascimento. Então o problema pode apresentar-se como uma pequena fissura no lábio ou para um sulco executado no tecto da boca, do nariz, desde que não afecte a face do menino. Também pode causar inconveniências ao comer, falar e igualar infecções na audição. Nós levamos a cabo um estudo retrospectivo que avaliou 14 pacientes. Foi realizado um diagnóstico clínico de fissura lábio-palatina no Hospital Geral de Malange-Angola no período compreendido entre Maio de 2009 e Julho de, com o objectivo de demonstrar o resultado por meio de tratamento cirúrgico desta deformidade. De acordo com a idade, o teary de grupo com mais morbilidade foram de 0 a 5 anos (35.8%), ambos os sexos eram igualmente afectados (50%). A OMS acha 8 pacientes com fissura labial unilateral (57.2%), 4 pacientes com fissura labial unilateral associaram para completar fissura palatina (28,6%) e um paciente com fissura labial bilateral associou para completar fissura palatina (7.2%). A técnica cirúrgica de Millard foi usada em 12 pacientes (85.7%) e só dois com a técnica de Tennyson-Randall (14.3%). Realizou-se a reabilitação estética, funcional e psicosocialmente 57,2% e só parcialmente 35.8% por não ter o instrumental apropriado????? para a correcção da fissura palatina. 32. Título: Proposta de semana introdutória de preparação dos conteúdos de precedência. Autora: Dra. Genny M. Rojas Palacios. Professora Consultante e Auxiliar em Bioquímica. Especialista de 2º grado de Bioquímica Clínica. MsC. Rosa Maria Páez Castillo. Professora Assistente em Informática Médica. Dr. Mario Edgar Fernández Díaz. Professor Assistente em Anatomia Humana. Universidade Lueji A nkonde. Faculdade de Medicina de Malange. Introdução: O nível dos conteúdos de precedência dos estudantes que ingressam no curso de Medicina foi preocupação do corpo de professores, pelo baixo nível manifestado na assimilação dos conteúdos que decorrem no curso, o que motiva as análises de prova de Ingresso dos Estudantes na Faculdade de Medicina de Malange no ano académico de. Se avaliarmos a pertinência e suficiência dos conteúdos explorados, avaliação geral de cada estudante e sua relação com os resultados alcançados nas avaliações frequentes das disciplinas biomédicas, para um dado período do semestre. Com as dificuldades encontradas durante o processo de ensino-aprendizagem nas distintas disciplinas, realizou-se uma proposta de um Curso de preparação para todos os estudantes de ingresso, na semana anterior ao início do ano académico. O mesmo com características educativas integrais, dará homogeneidade aos conteúdos elementares de precedência nas disciplinas biomédicas e exercitará os estudantes na obtenção de habilidades intelectuais e algumas técnicas necessárias para Aprender a Aprender. A fissura labial é uma deformação congénita que pode ser associada a fissura véu-palatina que é comum nas populações humanas com consequências de rompimentos no embryologic de mecanismos diferentes que acontece durante o desenvolvimento fetal

OUTUBRO. um mes PARA RELEMBRAR A IMPORTANCIA DA. prevencao. COMPARTILHE ESSA IDEIA.

OUTUBRO. um mes PARA RELEMBRAR A IMPORTANCIA DA. prevencao. COMPARTILHE ESSA IDEIA. OUTUBRO ROSA ^ um mes PARA RELEMBRAR A IMPORTANCIA DA ~ prevencao. COMPARTILHE ESSA IDEIA. ~ ^ O movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa é comemorado em todo o mundo. O nome remete

Leia mais

CEF/0910/28031 Relatório preliminar da CAE (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento

CEF/0910/28031 Relatório preliminar da CAE (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento CEF/0910/28031 Relatório preliminar da CAE (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.9 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora:

Leia mais

Descobrindo o valor da

Descobrindo o valor da Descobrindo o valor da Ocâncer de mama, segundo em maior ocorrência no mundo, é um tumor maligno que se desenvolve devido a alterações genéticas nas células mamárias, que sofrem um crescimento anormal.

Leia mais

Câncer de Próstata. Fernando Magioni Enfermeiro do Trabalho

Câncer de Próstata. Fernando Magioni Enfermeiro do Trabalho Câncer de Próstata Fernando Magioni Enfermeiro do Trabalho O que é próstata? A próstata é uma glândula que só o homem possui e que se localiza na parte baixa do abdômen. Ela é um órgão muito pequeno, tem

Leia mais

SITUAÇÃO ACTUAL DA EPIDEMIA DO VIH/SIDA EM ANGOLA

SITUAÇÃO ACTUAL DA EPIDEMIA DO VIH/SIDA EM ANGOLA Embaixada da República de Angola no Reino Unido da Grã-Bretanha e República da Irlanda do Norte SITUAÇÃO ACTUAL DA EPIDEMIA DO VIH/SIDA EM ANGOLA 22 Dorset Street London W1U 6QY United Kingdom embassy@angola.org.uk;

Leia mais

CENTRO DE OSTEOPATIA MAÇÃS PLACE

CENTRO DE OSTEOPATIA MAÇÃS PLACE CENTRO DE OSTEOPATIA MAÇÃS PLACE Quem somos A nossa equipa apresenta um atendimento personalizado ao nível da Osteopatia através de uma abordagem multidisciplinar de qualidade, avaliação, diagnóstico e

Leia mais

ROSNorte Rede de Observatórios de Saúde do Norte

ROSNorte Rede de Observatórios de Saúde do Norte ROSNorte Rede de Observatórios de Saúde do Norte À PROCURA DE UM INSTRUMENTO PARA A AVALIAÇÃO DO IMPACTO DOS SERVIÇOS DE SAÚDE NA SAÚDE Grupo de Trabalho da Avaliação do Impacto dos Serviços de Saúde na

Leia mais

ÁREA TÉCNICA DE SAÚDE BUCAL

ÁREA TÉCNICA DE SAÚDE BUCAL Prefeitura do Município de São Paulo Secretaria Municipal da Saúde Coordenação de Desenvolvimento da Gestão Descentralizada ÁREA TÉCNICA DE SAÚDE BUCAL DIAGNÓSTICO PRECOCE E PREVENÇÃO DO CÂNCER BUCAL RELATÓRIO

Leia mais

Câncer de Mama COMO SÃO AS MAMAS:

Câncer de Mama COMO SÃO AS MAMAS: Câncer de Mama COMO SÃO AS MAMAS: As mamas (ou seios) são glândulas e sua função principal é a produção de leite. Elas são compostas de lobos que se dividem em porções menores, os lóbulos, e ductos, que

Leia mais

Segurança e Higiene do Trabalho. Volume XIX Gestão da Prevenção. Guia Técnico. um Guia Técnico de O Portal da Construção. www.oportaldaconstrucao.

Segurança e Higiene do Trabalho. Volume XIX Gestão da Prevenção. Guia Técnico. um Guia Técnico de O Portal da Construção. www.oportaldaconstrucao. Guia Técnico Segurança e Higiene do Trabalho Volume XIX Gestão da Prevenção um Guia Técnico de Copyright, todos os direitos reservados. Este Guia Técnico não pode ser reproduzido ou distribuído sem a expressa

Leia mais

A gengivite é uma inflamação das gengivas provocada por acumulação de placa bacteriana e tártaro como consequência

A gengivite é uma inflamação das gengivas provocada por acumulação de placa bacteriana e tártaro como consequência Periodontologia É a disciplina da medicina dentária que se dedica à prevenção, diagnóstico e tratamento das doenças das gengivas e das estruturas de suporte dos dentes. A inflamação e o sangramento das

Leia mais

Você conhece a Medicina de Família e Comunidade?

Você conhece a Medicina de Família e Comunidade? Texto divulgado na forma de um caderno, editorado, para a comunidade, profissionais de saúde e mídia SBMFC - 2006 Você conhece a Medicina de Família e Comunidade? Não? Então, convidamos você a conhecer

Leia mais

NÍVEL DE CONHECIMENTO DOS PROFISSIONAIS ENFERMEIROS SOBRE A SAÚDE DO HOMEM NO MUNICÍPIO DE CAJAZEIRAS-PB.

NÍVEL DE CONHECIMENTO DOS PROFISSIONAIS ENFERMEIROS SOBRE A SAÚDE DO HOMEM NO MUNICÍPIO DE CAJAZEIRAS-PB. NÍVEL DE CONHECIMENTO DOS PROFISSIONAIS ENFERMEIROS SOBRE A SAÚDE DO HOMEM NO MUNICÍPIO DE CAJAZEIRAS-PB. Antonio José Barbosa Neto (ajbneto_@hotmail.com) 1 Ceciliana Araújo Leite (cecidemais@hotmail.com)

Leia mais

Principais formas de cancro na idade adulta

Principais formas de cancro na idade adulta Rastreio do cancro na idade adulta Principais formas de cancro na idade adulta Cancro do colo do útero Cancro da mama Cancro do cólon Cancro testicular Cancro da próstata SINAIS DE ALERTA O aparecimento

Leia mais

Radiology: Volume 274: Number 2 February 2015. Amélia Estevão 10.05.2015

Radiology: Volume 274: Number 2 February 2015. Amélia Estevão 10.05.2015 Radiology: Volume 274: Number 2 February 2015 Amélia Estevão 10.05.2015 Objetivo: Investigar a vantagem da utilização da RM nos diferentes tipos de lesões diagnosticadas na mamografia e ecografia classificadas

Leia mais

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAI CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA - BACHARELADO

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAI CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA - BACHARELADO UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAI CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA - BACHARELADO EMENTAS DISCIPLINAS MATRIZ 3 1º AO 3º PERÍODO 1 º Período C.H. Teórica: 90 C.H. Prática: 90 C.H. Total: 180 Créditos: 10

Leia mais

CANCER DE MAMA FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO

CANCER DE MAMA FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO CANCER DE MAMA FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO OS TIPOS DE CANCER DE MAMA O câncer de mama ocorre quando as células deste órgão passam a se dividir e se reproduzir muito rápido e de forma

Leia mais

DIAGNÓSTICO MÉDICO DADOS EPIDEMIOLÓGICOS FATORES DE RISCO FATORES DE RISCO 01/05/2015

DIAGNÓSTICO MÉDICO DADOS EPIDEMIOLÓGICOS FATORES DE RISCO FATORES DE RISCO 01/05/2015 01/05/2015 CÂNCER UTERINO É o câncer que se forma no colo do útero. Nessa parte, há células que podem CÂNCER CERVICAL se modificar produzindo um câncer. Em geral, é um câncer de crescimento lento, e pode

Leia mais

O GUIA COMPLETO TIRE TODAS SUAS DÚVIDAS SOBRE ANDROPAUSA

O GUIA COMPLETO TIRE TODAS SUAS DÚVIDAS SOBRE ANDROPAUSA O GUIA COMPLETO TIRE TODAS SUAS DÚVIDAS SOBRE ANDROPAUSA O QUE É ANDROPAUSA? Problemas hormonais surgidos em função da idade avançada não são exclusivos das mulheres. Embora a menopausa seja um termo conhecido

Leia mais

Caso Clínico. Andrea Canelas

Caso Clínico. Andrea Canelas Caso Clínico Andrea Canelas 28-06 06-2006 Identificação Sexo: Idade: 79 anos Raça: a: Caucasiana Naturalidade: Coimbra História da doença a actual Seguida na consulta de Gastro desde Novembro de 2005:

Leia mais

Apresentação. Introdução. Francine Leite. Luiz Augusto Carneiro Superintendente Executivo

Apresentação. Introdução. Francine Leite. Luiz Augusto Carneiro Superintendente Executivo Evolução dos Fatores de Risco para Doenças Crônicas e da prevalência do Diabete Melito e Hipertensão Arterial na população brasileira: Resultados do VIGITEL 2006-2009 Luiz Augusto Carneiro Superintendente

Leia mais

Em 2013 perderam-se 4 683 anos potenciais de vida devido à diabetes mellitus

Em 2013 perderam-se 4 683 anos potenciais de vida devido à diabetes mellitus Dia Mundial da diabetes 14 de novembro 1983-2013 EMBARGO ATTÉ 13 DE NOVEMBRO DE 2014,, ÀS 11 HORAS Em 2013 perderam-se 4 683 anos potenciais de vida devido à diabetes mellitus Em 2013, as doenças endócrinas,

Leia mais

Reabilitação cirúrgica dos Fissurados de lábio e palato. M.Sc.Viviane Marques

Reabilitação cirúrgica dos Fissurados de lábio e palato. M.Sc.Viviane Marques Reabilitação cirúrgica dos Fissurados de lábio e palato M.Sc.Viviane Marques DIAGNÓSTICO 1º diagnóstico: Através da ultrasonografia (Entre a 12ª e 14ª semana de gestação). O diagnóstico das fissuras submucosa

Leia mais

Implementação do Processo de Avaliação Inclusiva

Implementação do Processo de Avaliação Inclusiva Implementação do Processo de Avaliação Inclusiva Na parte final da fase 1 do projecto Processo de Avaliação em Contextos Inclusivos foi discutido o conceito processo de avaliação inclusiva e prepararam-se

Leia mais

c) Conhecimentos aprofundados da função biológica, da anatomia e da fisiologia no domínio da obstetrícia e relativamente ao recém-nascido, bem como

c) Conhecimentos aprofundados da função biológica, da anatomia e da fisiologia no domínio da obstetrícia e relativamente ao recém-nascido, bem como Directiva 80/155/CEE do Conselho, de 21 de Janeiro de 1980, que tem por objectivo a coordenação das disposições legislativas, regulamentares e administrativas relativas ao acesso às actividades de parteira

Leia mais

AJUSTE DO MODELO DE COX A DADOS DE CÂNCER DE MAMA

AJUSTE DO MODELO DE COX A DADOS DE CÂNCER DE MAMA AJUSTE DO MODELO DE COX A DADOS DE CÂNCER DE MAMA Luciene Resende Gonçalves 1, Verônica kataoka 2, Mário Javier Ferrua Vivanco 3, Thelma Sáfadi 4 INTRODUÇÃO O câncer de mama é o tipo de câncer que se manifesta

Leia mais

CAMPANHA PELA INCLUSÃO DA ANÁLISE MOLECULAR DO GENE RET EM PACIENTES COM CARCINOMA MEDULAR E SEUS FAMILIARES PELO SUS.

CAMPANHA PELA INCLUSÃO DA ANÁLISE MOLECULAR DO GENE RET EM PACIENTES COM CARCINOMA MEDULAR E SEUS FAMILIARES PELO SUS. Laura S. W ard CAMPANHA PELA INCLUSÃO DA ANÁLISE MOLECULAR DO GENE RET EM PACIENTES COM CARCINOMA MEDULAR E SEUS FAMILIARES PELO SUS. Nódulos da Tiróide e o Carcinoma Medular Nódulos da tiróide são um

Leia mais

O que é câncer de mama?

O que é câncer de mama? Câncer de Mama O que é câncer de mama? O câncer de mama é a doença em que as células normais da mama começam a se modificar, multiplicando-se sem controle e deixando de morrer, formando uma massa de células

Leia mais

HIV. O vírus da imunodeficiência humana HIV-1 e HIV-2 são membros da família Retroviridae, na subfamília Lentividae.

HIV. O vírus da imunodeficiência humana HIV-1 e HIV-2 são membros da família Retroviridae, na subfamília Lentividae. A Equipe Multiprofissional de Saúde Ocupacional da UDESC lembra: Dia 01 de dezembro é dia mundial de prevenção à Aids! Este material foi desenvolvido por alunos do Departamento de Enfermagem da Universidade

Leia mais

Capítulo 18 (ex-capítulo 2) CÓDIGO V

Capítulo 18 (ex-capítulo 2) CÓDIGO V Capítulo 18 (ex-capítulo 2) CÓDIGO V O código V é uma classificação suplementar que se destina a classificar situações e outras circunstâncias que não as de doença ou lesão, que aparecem registadas como

Leia mais

AVALIAÇÃO DA EPIDEMIA DE AIDS NO RIO GRANDE DO SUL dezembro de 2007

AVALIAÇÃO DA EPIDEMIA DE AIDS NO RIO GRANDE DO SUL dezembro de 2007 AVALIAÇÃO DA EPIDEMIA DE AIDS NO RIO GRANDE DO SUL dezembro de 2007 Notas importantes: O Banco de dados (BD) do Sistema de Informação Nacional de Agravos de Notificação (SINAN) vem sofrendo nos últimos

Leia mais

ANEXO RESOLUÇÃO COFEN Nº 468/2014 ATUAÇÃO DO ENFERMEIRO NO ACONSELHAMENTO GENÉTICO

ANEXO RESOLUÇÃO COFEN Nº 468/2014 ATUAÇÃO DO ENFERMEIRO NO ACONSELHAMENTO GENÉTICO ANEXO RESOLUÇÃO COFEN Nº 468/2014 ATUAÇÃO DO ENFERMEIRO NO ACONSELHAMENTO GENÉTICO I. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para atuação privativa do Enfermeiro em Aconselhamento Genético, no âmbito da equipe

Leia mais

CEF/0910/26436 Relatório final da CAE (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento

CEF/0910/26436 Relatório final da CAE (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento CEF/0910/26436 Relatório final da CAE (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.9 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Universidade

Leia mais

PRINCÍPIOS DE GENÉTICA MÉDICA

PRINCÍPIOS DE GENÉTICA MÉDICA PRINCÍPIOS DE GENÉTICA MÉDICA Conceitos Genética / Genômica Doença genética Hereditariedade Congênito DNA / Gene / Locus / Alelo Homozigoto / Heterozigoto Cromossomos Autossomos Sexuais Dominante / Recessivo

Leia mais

-Os Papiloma Vírus Humanos (HPV) são vírus da família Papovaviridae.

-Os Papiloma Vírus Humanos (HPV) são vírus da família Papovaviridae. -Os Papiloma Vírus Humanos (HPV) são vírus da família Papovaviridae. -Chamado de HPV, aparece na forma de doenças como condiloma acuminado, verruga genital ou crista de galo. -Há mais de 200 subtipos do

Leia mais

Cancro da Mama. Estrutura normal das mamas. O que é o Cancro da Mama

Cancro da Mama. Estrutura normal das mamas. O que é o Cancro da Mama Cancro da Mama O Cancro da Mama é um tumor maligno que se desenvolve nas células do tecido mamário. Um tumor maligno consiste num grupo de células alteradas (neoplásicas) que pode invadir os tecidos vizinhos

Leia mais

ABRA A BOCA CONTRA O CÂNCER BUCAL

ABRA A BOCA CONTRA O CÂNCER BUCAL Protocolo Nº: 002-S. Unidade(s) de aprendizagem ou disciplina de referência: Diagnóstico Bucal ( Unidade de Aprendizagem); Patologia Buco Dental e Estomatologia I e II ( disciplina de referência) Ementa:

Leia mais

Saúde da Mulher. Ana Cristina Pinheiro. Saúde da Mulher

Saúde da Mulher. Ana Cristina Pinheiro. Saúde da Mulher Saúde da Mulher Realizado por: Ana Cristina Pinheiro (Maio de 2007) Saúde da Mulher Uma família equilibrada não pode ser produto do acaso ou da ignorância. O nascimento de uma criança deve ser o resultado

Leia mais

Apêndice IV ao Anexo A do Edital de Credenciamento nº 05/2015, do COM8DN DEFINIÇÃO DA TERMINOLOGIA UTILIZADA NO PROJETO BÁSICO

Apêndice IV ao Anexo A do Edital de Credenciamento nº 05/2015, do COM8DN DEFINIÇÃO DA TERMINOLOGIA UTILIZADA NO PROJETO BÁSICO Apêndice IV ao Anexo A do Edital de Credenciamento nº 05/2015, do COM8DN DEFINIÇÃO DA TERMINOLOGIA UTILIZADA NO PROJETO BÁSICO - Abordagem multiprofissional e interdisciplinar - assistência prestada por

Leia mais

Papilomavírus Humano HPV

Papilomavírus Humano HPV Papilomavírus Humano HPV -BIOLOGIA- Alunos: André Aroeira, Antonio Lopes, Carlos Eduardo Rozário, João Marcos Fagundes, João Paulo Sobral e Hélio Gastão Prof.: Fragoso 1º Ano E.M. T. 13 Agente Causador

Leia mais

Partido Popular. CDS-PP Grupo Parlamentar. Projecto de Lei nº 195/X. Inclusão dos Médicos Dentistas na carreira dos Técnicos Superiores de Saúde

Partido Popular. CDS-PP Grupo Parlamentar. Projecto de Lei nº 195/X. Inclusão dos Médicos Dentistas na carreira dos Técnicos Superiores de Saúde Partido Popular CDS-PP Grupo Parlamentar Projecto de Lei nº 195/X Inclusão dos Médicos Dentistas na carreira dos Técnicos Superiores de Saúde A situação da saúde oral em Portugal é preocupante, encontrando-se

Leia mais

CURSO DE MEDICINA - MATRIZ CURRICULAR 2013

CURSO DE MEDICINA - MATRIZ CURRICULAR 2013 CURSO DE MEDICINA - MATRIZ CURRICULAR 2013 Eixos longitudinais, conteúdos e objetivos cognitivos psicomotores Eixos transversais, objetivos Per. 1º Ano eixo integrador: O CORPO HUMANO CH INT. COMUM. HAB.

Leia mais

AVALIAÇÃO DA EPIDEMIA DE AIDS NO RIO GRANDE DO SUL dezembro de 2007

AVALIAÇÃO DA EPIDEMIA DE AIDS NO RIO GRANDE DO SUL dezembro de 2007 AVALIAÇÃO DA EPIDEMIA DE AIDS NO RIO GRANDE DO SUL dezembro de 2007 Notas importantes: O Banco de dados (BD) do Sistema de Informação Nacional de Agravos de Notificação (SINAN) vem sofrendo nos últimos

Leia mais

MÁ-OCLUSÃO. Ortodontista: Qualquer desvio de posição do dente em relação ao normal

MÁ-OCLUSÃO. Ortodontista: Qualquer desvio de posição do dente em relação ao normal MÁ-OCLUSÃO Ortodontista: Qualquer desvio de posição do dente em relação ao normal Sanitarista: Inconveniente estético ou funcional de grande magnitude que possa interferir no relacionamento do indivíduo

Leia mais

ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. Ortografia (escrita correta das palavras). Divisão silábica. Pontuação. Acentuação Gráfica. Flexão do substantivo

ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. Ortografia (escrita correta das palavras). Divisão silábica. Pontuação. Acentuação Gráfica. Flexão do substantivo ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO EMPREGO: AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE Ortografia (escrita correta das palavras). Divisão silábica. Pontuação. Acentuação Gráfica. Flexão do substantivo (gênero masculino e

Leia mais

Participar em estudos de investigação científica é contribuir para o conhecimento e melhoria dos serviços de saúde em Portugal

Participar em estudos de investigação científica é contribuir para o conhecimento e melhoria dos serviços de saúde em Portugal FO L H E TO F EC H A D O : FO R M ATO D L ( 2 2 0 x 1 1 0 m m ) FO L H E TO : C A PA Departamento de Epidemiologia Clínica, Medicina Preditiva e Saúde Pública Faculdade de Medicina da Universidade do Porto

Leia mais

DA IH À IACS: A NOMENCLATURA MUDOU ALGUMA COISA? Elaine Pina

DA IH À IACS: A NOMENCLATURA MUDOU ALGUMA COISA? Elaine Pina DA IH À IACS: A NOMENCLATURA MUDOU ALGUMA COISA? Hospitais Públicos P e Privados Elaine Pina O NOME DAS COISAS What s s there in a name? A rose by any other name would smell as sweet William Shakespeare

Leia mais

TUMORES GIGANTES DE OVÁRIO

TUMORES GIGANTES DE OVÁRIO TUMORES GIGANTES DE OVÁRIO Os autores apresentam três casos de Tumores Gigantes de Ovário, sendo um com alto grau de malignidade (Linfoma do tipo Burkitt), dois benignos (Cisto Seroso e Teratoma), porém

Leia mais

Licenciatura em: Design HISTÓRIA DA ARTE E DA TÉCNICA. EVOLUÇÃO DO DESIGN AUTOMÓVEL (BMW Séries 5)

Licenciatura em: Design HISTÓRIA DA ARTE E DA TÉCNICA. EVOLUÇÃO DO DESIGN AUTOMÓVEL (BMW Séries 5) Licenciatura em: Design HISTÓRIA DA ARTE E DA TÉCNICA Assim: 9; com ref. às fontes: 12-13 EVOLUÇÃO DO DESIGN AUTOMÓVEL (BMW Séries 5) Autores: André Sequeira 1º - A1 20110039 João Almeida 1º - A1 20110309

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº DE 2007 (Do Sr. José Eduardo Cardozo)

PROJETO DE LEI Nº DE 2007 (Do Sr. José Eduardo Cardozo) PROJETO DE LEI Nº DE 2007 (Do Sr. José Eduardo Cardozo) Institui a Semana Nacional de Educação, Conscientização e Orientação sobre a Fissura Lábio- Palatina, e dá outras providências. O Congresso Nacional

Leia mais

GLAUCOMA DE ÂNGULO FECHADO

GLAUCOMA DE ÂNGULO FECHADO GLAUCOMA DE ÂNGULO FECHADO Introdução Glaucoma de Ângulo Fechado é um tipo de glaucoma que actualmente é designado Glaucoma por Encerramento do Ângulo. Não é o tipo de glaucoma mais frequente na Europa,

Leia mais

A Estética da Mama CLÍNICA FERNANDO BASTO

A Estética da Mama CLÍNICA FERNANDO BASTO A Estética da Mama A estética da mama responde a costumes étnicos, sociais e culturais. Há não muitos anos, no Brasil as mulheres solicitavam a diminuição do volume do seio, quando a aspiração do inconsciente

Leia mais

Informação Ano Lectivo 2016 Inscrições: janeiro e Fevereiro Inicio do ano Letivo: Março. Logo do ISPAJ

Informação Ano Lectivo 2016 Inscrições: janeiro e Fevereiro Inicio do ano Letivo: Março. Logo do ISPAJ Informação Ano Lectivo 2016 Inscrições: janeiro e Fevereiro Inicio do ano Letivo: Março Logo do ISPAJ Departamento de Ciências da Saúde Licenciatura OFERTA FORMATIVA Enfermagem Cardiopneumologia Odontologia

Leia mais

hospital de dia oncológico

hospital de dia oncológico guia do chtmad nota introdutória Sempre a pensar em si e para que possa beneficiar na totalidade de todos os nossos serviços, apresentam-se algumas informações que se consideram ser do seu interesse. Lembramos

Leia mais

PATOLOGIA DA MAMA. Ana Cristina Araújo Lemos

PATOLOGIA DA MAMA. Ana Cristina Araújo Lemos PATOLOGIA DA MAMA Ana Cristina Araújo Lemos Freqüência das alterações mamárias em material de biópsia Alteração fibrocística 40% Normal 30% Alterações benignas diversas 13% Câncer 10% Fibroadenoma

Leia mais

INFORMAÇÕES PARA A PÁGINA DA ESCOLA FRASE DE ABERTURA NOVOS TESTEMUNHOS DE EX-ALUNOS A INCLUIR

INFORMAÇÕES PARA A PÁGINA DA ESCOLA FRASE DE ABERTURA NOVOS TESTEMUNHOS DE EX-ALUNOS A INCLUIR INFORMAÇÕES PARA A PÁGINA DA ESCOLA FRASE DE ABERTURA De acordo com os últimos dados disponíveis do Observatório para a inserção profissional da Universidade Nova de Lisboa, a taxa de emprego dos alunos

Leia mais

O resultado de uma boa causa. Apresentação de resultados da campanha pela Obesidade do programa Saúde mais Próxima

O resultado de uma boa causa. Apresentação de resultados da campanha pela Obesidade do programa Saúde mais Próxima O resultado de uma boa causa. Apresentação de resultados da campanha pela Obesidade do programa Saúde mais Próxima Saúde mais próxima. Por causa de quem mais precisa. Saúde mais Próxima é um programa da

Leia mais

CARCINOMA DO OVÁRIO EM MULHER JOVEM QUANDO CONSERVAR?

CARCINOMA DO OVÁRIO EM MULHER JOVEM QUANDO CONSERVAR? CARCINOMA DO OVÁRIO EM MULHER JOVEM QUANDO CONSERVAR? JP Coutinho Borges, A Santos, A Carvalho, J Mesquita, A Almeida, P Pinheiro Serviço de Ginecologia e Obstetrícia ULSAM Viana do Castelo OBJETIVO Apresentação

Leia mais

ORIENTAÇÃO SOBRE PRINCÍPIOS DE AUDITORIA NP EN ISO 19011:2003. Celeste Bento João Carlos Dória Novembro de 2008

ORIENTAÇÃO SOBRE PRINCÍPIOS DE AUDITORIA NP EN ISO 19011:2003. Celeste Bento João Carlos Dória Novembro de 2008 ORIENTAÇÃO SOBRE PRINCÍPIOS DE AUDITORIA NP EN ISO 19011:2003 Celeste Bento João Carlos Dória Novembro de 2008 1 SISTEMÁTICA DE AUDITORIA - 1 1 - Início da 4 - Execução da 2 - Condução da revisão dos documentos

Leia mais

Índice: Introdução 3. Princípios Orientadores 3. Definição do projecto 4. Considerações Finais 8. Actividades a desenvolver 9.

Índice: Introdução 3. Princípios Orientadores 3. Definição do projecto 4. Considerações Finais 8. Actividades a desenvolver 9. Índice: Introdução 3 Princípios Orientadores 3 Definição do projecto 4 Objectivos a alcançar 5 Implementação do projecto 5 Recursos necessários 6 Avaliação do projecto 7 Divulgação Final do Projecto 7

Leia mais

Cré d. Cód Sem Módulo Ementa Créd

Cré d. Cód Sem Módulo Ementa Créd Conselho Universitário - CONSUNI Câmara de Ensino Curso de Graduação em Odontologia da UNIPLAC Quadro de Equivalência para Fins de Aproveitamento de Estudos entre duas Estruturas Curriculares Modulares

Leia mais

Registro Hospitalar de Câncer de São Paulo:

Registro Hospitalar de Câncer de São Paulo: Registro Hospitalar de Câncer de São Paulo: Análise dos dados e indicadores de qualidade 1. Análise dos dados (jan ( janeiro eiro/2000 a setembro/201 /2015) Apresenta-se aqui uma visão global sobre a base

Leia mais

Apesar de ser um tumor maligno, é uma doença curável se descoberta a tempo, o que nem sempre é possível, pois o medo do diagnóstico é muito grande,

Apesar de ser um tumor maligno, é uma doença curável se descoberta a tempo, o que nem sempre é possível, pois o medo do diagnóstico é muito grande, Cancêr de Mama: É a causa mais frequente de morte por câncer na mulher, embora existam meios de detecção precoce que apresentam boa eficiência (exame clínico e auto-exame, mamografia e ultrassonografia).

Leia mais

ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS INTEGRANTES DO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS INTEGRANTES DO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS INTEGRANTES DO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA ATRIBUIÇÕES DO MÉDICO I- Realizar consultas clínicas aos usuários de sua área adstrita; II- Participar das atividades de grupos de controle

Leia mais

A síndrome ocorre em cerca de um para cada 100 a 160 mil nascimentos. Especialistas atribuem o acidente genético à idade avançada dos pais.

A síndrome ocorre em cerca de um para cada 100 a 160 mil nascimentos. Especialistas atribuem o acidente genético à idade avançada dos pais. Síndrome de Apert O que é Síndrome de Apert? A síndrome de Apert é uma desordem genética que causa desenvolvimento anormal da caixa craniana. Bebês com síndrome de Apert nascem com a cabeça e a face com

Leia mais

Diabetes Gestacional

Diabetes Gestacional Diabetes Gestacional Introdução O diabetes é uma doença que faz com que o organismo tenha dificuldade para controlar o açúcar no sangue. O diabetes que se desenvolve durante a gestação é chamado de diabetes

Leia mais

CONSULTA PUERPERAL DE ENFERMAGEM: IMPORTÂNCIA DA ORIENTAÇÃO PARA O ALEITAMENTO MATERNO

CONSULTA PUERPERAL DE ENFERMAGEM: IMPORTÂNCIA DA ORIENTAÇÃO PARA O ALEITAMENTO MATERNO 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( X) SAÚDE ( ) TRABALHO (

Leia mais

III EGEPUB/COPPE/UFRJ

III EGEPUB/COPPE/UFRJ Luiz Otávio Zahar III EGEPUB/COPPE/UFRJ 27/11/2014 O que é a próstata? A próstata é uma glândula pequena que fica abaixo da bexiga e envolve o tubo (chamado uretra) pelo qual passam a urina e o sêmen.

Leia mais

Gravidez na Adolescência

Gravidez na Adolescência Hospital Prof. Doutor Fernando da Fonseca Serviço de Obstetrícia Direcção de Serviço: Dr.ª Fernanda Matos Sessão Clínica Hospitalar Gravidez na Adolescência Bruna Ambrósio Mariana Miranda Participação

Leia mais

A situação do câncer no Brasil 1

A situação do câncer no Brasil 1 A situação do câncer no Brasil 1 Fisiopatologia do câncer 23 Introdução O câncer é responsável por cerca de 13% de todas as causas de óbito no mundo: mais de 7 milhões de pessoas morrem anualmente da

Leia mais

AFECÇÕES CIRÚRGICAS DA REGIÃO INGUINAL

AFECÇÕES CIRÚRGICAS DA REGIÃO INGUINAL AFECÇÕES CIRÚRGICAS DA REGIÃO INGUINAL MALFORMAÇÕES NA REGIÃO INGUINAL As afecções congênitas da região inguinal correspondem, na sua maioria, a alterações dependentes da persistência de uma estrutura

Leia mais

SÍNDROME DE USHER: ESTUDO CLÍNICO E GENÉTICO NA ESPANHA

SÍNDROME DE USHER: ESTUDO CLÍNICO E GENÉTICO NA ESPANHA SÍNDROME DE USHER: ESTUDO CLÍNICO E GENÉTICO NA ESPANHA Conceito A Síndrome de Usher é um grupo de doenças hereditárias (autossômicas recessivas) caracterizada por surdez neurosensorial com ou sem disfunção

Leia mais

CURSO: ENFERMAGEM. Objetivos Específicos 1- Estudar a evolução histórica do cuidado e a inserção da Enfermagem quanto às

CURSO: ENFERMAGEM. Objetivos Específicos 1- Estudar a evolução histórica do cuidado e a inserção da Enfermagem quanto às CURSO: ENFERMAGEM Missão Formar para atuar em Enfermeiros qualificados todos os níveis de complexidade da assistência ao ser humano em sua integralidade, no contexto do Sistema Único de Saúde e do sistema

Leia mais

Como escolher um método de imagem? - Dor abdominal. Aula Prá:ca Abdome 1

Como escolher um método de imagem? - Dor abdominal. Aula Prá:ca Abdome 1 Como escolher um método de imagem? - Dor abdominal Aula Prá:ca Abdome 1 Obje:vos Entender como decidir se exames de imagem são necessários e qual o método mais apropriado para avaliação de pacientes com

Leia mais

CPMG- SGT NADER ALVES DOS SANTOS CÂNCER DE PRÓSTATA PROF.WEBER

CPMG- SGT NADER ALVES DOS SANTOS CÂNCER DE PRÓSTATA PROF.WEBER CPMG- SGT NADER ALVES DOS SANTOS CÂNCER DE PRÓSTATA PROF.WEBER Próstata Sobre o Câncer Sintomas Diagnóstico e exame Tratamento Recomendações O QUE É A PRÓSTATA? A próstata é uma glândula que tem o tamanho

Leia mais

DIVERTÍCULO DIVERTÍCULO VERDADEIRO FALSO Composto por todas as camadas da parede intestinal Não possui uma das porções da parede intestinal DIVERTICULOSE OU DOENÇA DIVERTICULAR Termos empregados para

Leia mais

Os seus dentes, naturalmente. sãos. PRGF -Endoret BENEFÍCIOS DO PLASMA RICO EM FATORES DE CRESCIMENTO bioseguro 100 % autólogo patenteado

Os seus dentes, naturalmente. sãos. PRGF -Endoret BENEFÍCIOS DO PLASMA RICO EM FATORES DE CRESCIMENTO bioseguro 100 % autólogo patenteado Os seus dentes, naturalmente sãos PRGF -Endoret BENEFÍCIOS DO PLASMA RICO EM FATORES DE CRESCIMENTO bioseguro 100 % autólogo patenteado PRGF -Endoret O QUE É O PLASMA RICO EM FACTORES DE CRESCIMENTO? INVESTIGAÇÃO

Leia mais

CARTA DE PRAGA. Apela se aos governantes para aliviarem o sofrimento e assegurarem o direito e acesso aos cuidados paliativos

CARTA DE PRAGA. Apela se aos governantes para aliviarem o sofrimento e assegurarem o direito e acesso aos cuidados paliativos CARTA DE PRAGA Apela se aos governantes para aliviarem o sofrimento e assegurarem o direito e acesso aos cuidados paliativos A Associação Europeia de Cuidados Paliativos (EAPC), a Associação Internacional

Leia mais

CANCER DE COLO DE UTERO FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO

CANCER DE COLO DE UTERO FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO CANCER DE COLO DE UTERO FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO CANCER DE COLO DE UTERO O câncer de colo uterino é o câncer mais comum entre as mulheres no Brasil, correspondendo a, aproximadamente,

Leia mais

Pacto Europeu. para a Saúde. Conferência de alto nível da ue. Bruxelas, 12-13 de junho de 2008

Pacto Europeu. para a Saúde. Conferência de alto nível da ue. Bruxelas, 12-13 de junho de 2008 Pacto Europeu para a Saúde Mental e o Bem-Estar Conferência de alto nível da ue JUNTOS PELA SAÚDE MENTAL E PELO BEM-ESTAR Bruxelas, 12-13 de junho de 2008 Slovensko predsedstvo EU 2008 Slovenian Presidency

Leia mais

PROGRAMA DE ACÇÃO COMUNITÁRIO RELATIVO À VIGILÂNCIA DA SAÚDE PROJECTO DE PROGRAMA DE TRABALHO 1998-1999 (Art. 5.2.b da Decisão Nº 1400/97/CE)

PROGRAMA DE ACÇÃO COMUNITÁRIO RELATIVO À VIGILÂNCIA DA SAÚDE PROJECTO DE PROGRAMA DE TRABALHO 1998-1999 (Art. 5.2.b da Decisão Nº 1400/97/CE) PROGRAMA DE ACÇÃO COMUNITÁRIO RELATIVO À VIGILÂNCIA DA SAÚDE PROJECTO DE PROGRAMA DE TRABALHO 1998-1999 (Art. 5.2.b da Decisão Nº 1400/97/CE) 1. INTRODUÇÃO As actividades da União Europeia no domínio da

Leia mais

A ACTIVIDADE FÍSICA F PREVENÇÃO DA IMOBILIDADE NO IDOSO EDNA FERNANDES

A ACTIVIDADE FÍSICA F PREVENÇÃO DA IMOBILIDADE NO IDOSO EDNA FERNANDES A ACTIVIDADE FÍSICA F NA PREVENÇÃO DA IMOBILIDADE NO IDOSO EDNA FERNANDES Epidemiologia do Envelhecimento O envelhecimento da população é um fenómeno de amplitude mundial, a OMS (Organização Mundial de

Leia mais

Hipogonadismo. O que é Hipogonadismo? Causas 25/02/ 2015. Minhavida.com.br

Hipogonadismo. O que é Hipogonadismo? Causas 25/02/ 2015. Minhavida.com.br Hipogonadismo O que é Hipogonadismo? Hipogonadismo é uma doença na qual as gônadas (testículos nos homens e ovários nas mulheres) não produzem quantidades adequadas de hormônios sexuais, como a testosterona

Leia mais

Perguntas e respostas sobre imunodeficiências primárias

Perguntas e respostas sobre imunodeficiências primárias Perguntas e respostas sobre imunodeficiências primárias Texto elaborado pelos Drs Pérsio Roxo Júnior e Tatiana Lawrence 1. O que é imunodeficiência? 2. Estas alterações do sistema imunológico são hereditárias?

Leia mais

Será que doses elevadas de creatina "atrasam o início clínico" da doença de Huntington? Porquê a creatina?

Será que doses elevadas de creatina atrasam o início clínico da doença de Huntington? Porquê a creatina? Notícias científicas sobre a Doença de Huntington. Em linguagem simples. Escrito por cientistas. Para toda a comunidade Huntington. Será que doses elevadas de creatina "atrasam o início clínico" da doença

Leia mais

Investimento Directo Estrangeiro e Salários em Portugal Pedro Silva Martins*

Investimento Directo Estrangeiro e Salários em Portugal Pedro Silva Martins* Investimento Directo Estrangeiro e Salários em Portugal Pedro Silva Martins* Os fluxos de Investimento Directo Estrangeiro (IDE) para Portugal tornaram-se uma componente importante da economia portuguesa

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM CUIDADOS FARMACÊUTICOS

PÓS-GRADUAÇÃO EM CUIDADOS FARMACÊUTICOS PÓS-GRADUAÇÃO EM CUIDADOS FARMACÊUTICOS 1. Introdução O papel do farmacêutico, em particular no contexto da Farmácia Comunitária tem vindo a evoluir no sentido de uma maior intervenção do Farmacêutico

Leia mais