ELE 0316 / ELE 0937 Eletrônica Básica

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ELE 0316 / ELE 0937 Eletrônica Básica"

Transcrição

1 ELE 0316 / ELE 0937 Eletrônica Básica Capítulo 11 Conversores Analógico-Digital (CAD) e Digital-Analógico (CDA) 1

2 Esquema Geral de Sistema de Processamento Digital de Grandezas Analógicas 2

3 Esquema Geral de Sistema de Processamento Digital de Grandezas Analógicas 1 - Transdutor: Converte grandeza física qualquer em grandeza elétrica (tensão ou corrente) Exemplos: termistores, fotocélulas, medidores de vazão, tacômetros, acelerômetros, etc Sensor num tanque onde a temperatura varie de 80 a 150º C transdutor que tenha saída de 800 mv a 1500 mv 3

4 Esquema Geral de Sistema de Processamento Digital de Grandezas Analógicas 2 - Conversor Analógico Digital (ADC): transforma o sinal elétrico analógico de entrada em um valor binário Exemplo anterior: entrada de 800 a 1500 mv tenha saída de (80) a (150), proporcional a tensão de entrada (10 mv por bit) 4

5 Esquema Geral de Sistema de Processamento Digital de Grandezas Analógicas 3 - Sistema Digital: serve para processar, filtrar e/ou armazenar o dado digital 5

6 Esquema Geral de Sistema de Processamento Digital de Grandezas Analógicas 4 - Conversor Digital Analógico (DAC): transforma o sinal digital em grandeza elétrica analógica. Saida de a poderia gerar tensão de 0 a 10 V. 6

7 Esquema Geral de Sistema de Processamento Digital de Grandezas Analógicas 5 - Atuador: reforço de corrente ou tensão do sinal que sai do DAC para atuar no dispositivo físico de controle 7

8 Conversão Digital-Analógica Saida Analógica = K x entrada digital 8

9 Conversão Digital-Analógica Exemplo: DAC tem cinco bits e saída em corrente. Para uma entrada digital de é gerada corrente de saída de 10 ma. Qual será a corrente I para entrada digital de ? Solução: VB = B = 20 D K = 10 ma / 20 = 0,5 ma Portanto I = 0,5 x VD [ma] Saída Analógica para B temos I = 0,5 ma x 29 = 14,5 ma 9

10 Saída analógica e resolução 10

11 Conversão Digital-Analógica: Resolução Número de bits necessários para produzir variação de 2 rpm? 1000/2 = 500 degraus Com 8 bits: 256 degraus ( passo de 3,906 rpm) Com 9 bits: 512 degraus (passo de 1,953 rpm) 11

12 Conversão Digital-Analógica: Circuitos Conversores V out =? 12

13 Conversor Digital-Analógica (DAC) 13

14 Conversão Digital-Analógica: Fonte de Referência de Precisão Bits acionam chaves eletrônicas (semicondutor) para conectar Tensão de Referencia de Precisão. 14

15 DAC com Saída em Corrente 15

16 DAC: Rede R-2R 16

17 DAC: Circuito Integrado 17

18 DAC: Resolução Saída de um DAC não é continua, pois gera um conjunto finito de valores; Resolução determina quantos níveis de tensão (ou corrente) serão gerados na saída do DAC; 6 Bits: 63 degraus 8 Bits: 255 degraus 18

19 Exercícios 1 Qual o maior valor de tensão de saída de um DAC de oito bits que gera 1V para uma entrada digital ? 2 Quantos niveis de tensão diferente um DAC de 12 bits pode produzir? 19

20 DAC: Aplicações Controle: Saida Digital do computador pode ser enviada a um DAC para fornecer tensão ou corrente analógica para ajustar a velocidade de um motor ou a temperatura de um forno. Teste Automático: Saida Digital do computador pode ser enviada a um DAC para fornecer tensão ou corrente analógica para teste de circuitos e equipamentos continuamente e as respostas geradas podem ser observadas. Reconstrução de Sinais: Sinal Analógico é digitalizado e armazenado na memória. DAC pode ser utilizado para os dados digitalizados e reconstruídos na forma analógica. Exemplo: Seno. 20

21 DAC: Aplicações Controle de Amplitude Digital 21

22 Conversor Analógico-Digital (ADC) Princípios: 22

23 Conversor Analógico-Digital (ADC) 23

24 Conversão Analógico-Digital Tipos Conversor por contagem (rampa) Conversor por aproximações sucessivas Conversor por dupla inclinação Conversor flash 24

25 ADC: Rampa 25

26 26

27 ADC: Aquisição de Sinais 27

28 ADC: Digitalização 28

29 ADC: Digitalização 29

30 ADC: Aproximação Sucessiva 30

31 ADC: Aproximação Sucessiva - Exemplo 31

32 ADC: Aproximação Sucessiva CI Comercial 32

33 33

34 34

35 35

36 ADC: Flash 36

37 ADC: Flash 37

38 ADC: Flash 38

39 ADC: Sample and Hold 39

40 ADC: Multiplexação 40

41 Osciloscópio Digital 41

Eletrônica Digital II. Engenharia de Computação

Eletrônica Digital II. Engenharia de Computação Eletrônica Digital II ELT013 Engenharia de Computação Aula 10 INTERFACE COM O MUNDO ANALÓGICO ELT013 - Eletrônica Digital II Aula 10 - Interface com o Mundo Analógico 2 Quantidade Digital Vs. Quantidade

Leia mais

Capítulo 8 Interface com o mundo analógico

Capítulo 8 Interface com o mundo analógico Capítulo 8 Interface com o mundo analógico.0 Introdução A maioria das grandezas físicas é analógica por natureza e pode assumir qualquer valor dentro de uma faixa de valores contínuos. Podemos citar: temperatura,

Leia mais

Sistemas Digitais II. Interface com o mundo analógico. Prof. Marlon Henrique Teixeira Abril/2014

Sistemas Digitais II. Interface com o mundo analógico. Prof. Marlon Henrique Teixeira Abril/2014 Sistemas Digitais II Interface com o mundo analógico Prof. Marlon Henrique Teixeira Abril/2014 Objetivos Compreender a teoria de funcionamento e as limitações dos circuitos de diversos tipos de conversores

Leia mais

Sistemas Microcontrolados

Sistemas Microcontrolados Sistemas Microcontrolados Aula 8: Conversores A/D e D/A Marco Jose da Silva mdasilva@utfpr.edu.br Interface com o Mundo Analógico Na realização destas aplicações, verificamos cinco elemento envolvidos.

Leia mais

Universidade Federal do ABC

Universidade Federal do ABC Universidade Federal do ABC Eletrônica Digital Aula 20: Conversão Digital-Analógica (DA) Prof. Rodrigo Reina Muñoz rodrigo.munoz@ufabc.edu.br Quantidade Digital versus Quantidade Analógica Quantidade Digital

Leia mais

CONVERSORES D/A e A/D. SEL Sistemas Digitais Prof. Homero Schiabel

CONVERSORES D/A e A/D. SEL Sistemas Digitais Prof. Homero Schiabel CONVERSORES D/A e A/D SEL 414 - Sistemas Digitais Prof. Homero Schiabel CONVERSOR DIGITAL-ANALÓGICO ANALÓGICO Conversor D/A 1. Introdução Grandeza física Grandeza física Variação contínua (ANALÓGICO) t

Leia mais

Campus de Guaratinguetá Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá Professor Carlos Augusto Patrício Amorim

Campus de Guaratinguetá Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá Professor Carlos Augusto Patrício Amorim 1 unesp UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Campus de Guaratinguetá Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá Professor Carlos Augusto Patrício Amorim LISTA DE EXERCÍCIOS: CONVERSORES D/A E A/D Sistemas Digitais

Leia mais

INTERFACE COM O MUNDO ANALÓGICO

INTERFACE COM O MUNDO ANALÓGICO INTERFACE COM O MUNDO ANALÓGICO Grandeza Digital grandeza que assume um número finito de valores entre um intervalo. O número possível de valores é uma função da quantidade de bits disponíveis para a representação.

Leia mais

Capítulo 4 Conversores AD e DA

Capítulo 4 Conversores AD e DA Capítulo 4 Conversores AD e DA Conteúdo Processamento de quantidades digitais e analógicas Conversão Digital-Analógico DA Circuitos conversores D/A Conversão Analógico-Digital AD AD de rampa digital Aquisição

Leia mais

Técnicas de Interface: conversor A/D e D/A

Técnicas de Interface: conversor A/D e D/A Técnicas de Interface: conversor A/D e D/A Prof. Adilson Gonzaga Interface com Conversores A/D e D/A Conversor A/D ADC Converte um Valor Analógico para Digital Conversor D/A DAC Converte um Valor Digital

Leia mais

Sensores. Interpretando o Ambiente Engenharia Eletrônica. Claudinei de Jesus Donato 10/2013

Sensores. Interpretando o Ambiente Engenharia Eletrônica. Claudinei de Jesus Donato 10/2013 Sensores Interpretando o Ambiente Engenharia Eletrônica Claudinei de Jesus Donato 10/2013 Conforto 2 Segurança 3 Comodidade, Agilidade... 4 Resultado 5 Meio Ambiente Instinto de sobrevivência: dominar

Leia mais

Conversores Digital/Analógico (D/A) e Analógico/Digital (A/D)

Conversores Digital/Analógico (D/A) e Analógico/Digital (A/D) Conversores Digital/Analógico (D/A) e Analógico/Digital (A/D) Conversores A/D e D/A são a base de todo o interfaceamento eletrônico entre o mundo analógico e o mundo digital. Estão presentes na grande

Leia mais

controle em instrumentação

controle em instrumentação Circuitos digitais para aquisição de dados e controle em instrumentação O objetivo primordial da conversão de sinais (de ou para sinais elétricos) realizada pelos transdutores, é o de transferir informação

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA Página 1 de 8 Faça sua busca Assine E-mail SAC Canais CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA TÍTULO : CI s DE CONVERSÃO A/D E D/A Página 2 de 8 NOME : MARCO ANTONIO MONTE ALEGRE

Leia mais

Multímetro Digital. Principais medidas: Instrumento para medidas de grandezas elétricas em DC e AC (baixas frequências)

Multímetro Digital. Principais medidas: Instrumento para medidas de grandezas elétricas em DC e AC (baixas frequências) Multímetro Digital Instrumento para medidas de grandezas elétricas em DC e AC (baixas frequências) Principais medidas: Tensão e corrente Resistência e continuidade Diodos e transistores Capacitância e

Leia mais

Introdução Conversão Digital Analógica Conversão Analógica Digital Referências. Conversão D/A e A/D. Aula 01 - DAC / ADC

Introdução Conversão Digital Analógica Conversão Analógica Digital Referências. Conversão D/A e A/D. Aula 01 - DAC / ADC Conversão D/A e A/D Aula 01 - DAC / ADC Heitor Medeiros Florencio 1 heitorm@dca.ufrn.br 1 Universidade Federal do Rio Grande do Norte Centro de Tecnologia Departamento de Engenharia de Computação e Automação

Leia mais

Experiência 5: Circuitos osciladores e conversores digital-analógicos

Experiência 5: Circuitos osciladores e conversores digital-analógicos Experiência 5: Circuitos osciladores e conversores digital-analógicos Esta experiência analisa circuitos osciladores e conversores digital-analógicos. Circuitos osciladores são fundamentais em eletrônica,

Leia mais

EA075 Conversão A/D e D/A

EA075 Conversão A/D e D/A EA075 Conversão A/D e D/A Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação (FEEC) Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) Prof. Levy Boccato 1 Introdução Sinal digital: possui um valor especificado

Leia mais

IST ELECTRÓNICA II. Conversores Analógico Digital º semestre

IST ELECTRÓNICA II. Conversores Analógico Digital º semestre IST ELECTRÓNICA II Conversores Analógico Digital 2002-2003 2º semestre Conversor A/D É um circuito que divide a tensão de entrada, V I, (dividendo) por uma tensão de referência contínua, V REF, (divisor)

Leia mais

Fundamentos para Eletrônica e Sistemas de Medidas

Fundamentos para Eletrônica e Sistemas de Medidas Fundamentos para Eletrônica e Sistemas de Medidas Prof.: Geraldo Cernicchiaro geraldo@cbpf.br O curso pretende apresentar fundamentos físicos para se entender a eletrônica, e as bases de tecnologia moderna,

Leia mais

SEL 0412 Tecnologia Digital Teoria

SEL 0412 Tecnologia Digital Teoria SEL 0412 Tecnologia Digital Teoria Aquisição de Dados Profa. Tania Regina Tronco Conceito É a coleta de informações para fins de análise dos dados e consequente controle e monitoramento de um processo;

Leia mais

ELETRONICA DIGITAL. Aula 01 Apresentação da disciplina; Representação Digital x Analógica. Prof. Franklin Alves 1

ELETRONICA DIGITAL. Aula 01 Apresentação da disciplina; Representação Digital x Analógica. Prof. Franklin Alves 1 ELETRONICA DIGITAL Aula 01 Apresentação da disciplina; Representação Digital x Analógica. Prof. Franklin Alves 1 Objetivo Entender os conceitos fundamentais de lógica digital. Estudo de Sistemas Digitais

Leia mais

HARDWARE DOS RELÉS NUMÉRICOS

HARDWARE DOS RELÉS NUMÉRICOS HARDWARE DOS RELÉS NUMÉRICOS 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS Objetivos idênticos ao hardware dos relés convencionais, ou seja, recebem sinais analógicos de tensão, corrente e outros, sinais digitais de contatos

Leia mais

UNIBRATEC Ensino Superior e Técnico em Informática DHD Desenvolvimento em Hardware

UNIBRATEC Ensino Superior e Técnico em Informática DHD Desenvolvimento em Hardware UNIBRATEC Ensino Superior e Técnico em Informática DHD Desenvolvimento em Hardware 1 Francisco Fechine Borges quinta-feira, 24 de agosto de 2006 UNIBRATEC Ensino Superior e Técnico em Informática DHD Desenvolvimento

Leia mais

FACULDADE LEÃO SAMPAIO

FACULDADE LEÃO SAMPAIO FACULDADE LEÃO SAMPAIO Sistemas analógicos e digitais Curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas 1 Analógico x Digital Sinal analógico: O sinal analógico varia continuamente ao longo de uma faixa de

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA. Campus de Guaratinguetá Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá Professor Carlos Augusto Patrício Amorim

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA. Campus de Guaratinguetá Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá Professor Carlos Augusto Patrício Amorim unesp UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Campus de Guaratinguetá Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá Professor Carlos Augusto Patrício Amorim 1 Atividades de Recuperação Final Sistemas Digitais II

Leia mais

Eletrônica Digital. Prof. Gilson Yukio Sato sato[at]utfpr[dot]edu[dot]br

Eletrônica Digital. Prof. Gilson Yukio Sato sato[at]utfpr[dot]edu[dot]br Eletrônica Digital Prof. Gilson Yukio Sato sato[at]utfpr[dot]edu[dot]br Conversores D/A Prof. Gilson Yukio Sato sato[at]utfpr[dot]edu[dot]br Analógico X Digital Variação Contínua Infinitos Valores tempo

Leia mais

Nome: Como soube do mestrado? Considere o arranjo de cargas sobre os vértices de um triângulo eqüilátero de lado a, como mostrado abaixo:

Nome: Como soube do mestrado? Considere o arranjo de cargas sobre os vértices de um triângulo eqüilátero de lado a, como mostrado abaixo: CENTRO BRASILEIRO DE PESQUISAS FISICAS VOCÊ DEVE ESCOLHER APENAS QUATRO ENTRE AS QUESTÕES PROPOSTAS Resolva cada questão em folha separada e identificada A prova é sem consulta e sem calculadora Nome:

Leia mais

V i CIRCUITOS DIGITAIS. Introdução

V i CIRCUITOS DIGITAIS. Introdução CIRCUITOS DIGITAIS Introdução Quando escutamos o termo digital, pensamos em relógio digital ou calculadora digital, uma associação atribuída à popularidade que os equipamentos digitais adquiriram devido

Leia mais

Introdução aos conversores D/A

Introdução aos conversores D/A http://www.mspc.eng.br/eledig/eledig3.asp Introdução aos conversores D/A Na Eletrônica Digital, conversores são circuitos que transformam grandezas analógicas em digitais ou vice-versa. Isto é uma necessidade

Leia mais

RCM00011 CIRCUITOS DIGITAIS

RCM00011 CIRCUITOS DIGITAIS RCM00011 CIRCUITOS DIGITAIS Prof. Luciano Bertini Site: http://www.professores.uff.br/lbertini Objetivo do Curso O objetivo do curso de Circuitos Digitais é apresentar ao aluno os

Leia mais

Aquisição rápida de sinais no tempo

Aquisição rápida de sinais no tempo Universidade Federal do Paraná Dep. De Engenharia Elétrica PPGEE Disciplina: Eletrônica Avançada Eletrônica Avançada 1 O processo de conversão de sinais analógicos no domínio do tempo para valores digitais

Leia mais

Sistemas Embarcados:

Sistemas Embarcados: Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Sistemas Embarcados: Interfaces com o Mundo Analógico DCA0119 Sistemas Digitais Heitor Medeiros Florencio

Leia mais

Módulos Funcionais para Instrumentação

Módulos Funcionais para Instrumentação Módulos Funcionais para Instrumentação Conversores DA/AD 1 Conversores DA e AD Alguém tem conversores DA/AD aqui na sala? Telemóveis Leitores de MP3 Placas de som de PCs E em casa? Sistemas de áudio Televisões

Leia mais

10.0 Conversores DA. Conceitos básicos:

10.0 Conversores DA. Conceitos básicos: 100 Conversores DA Monitorar grandezas físicas, coletar dados e armazena-los para possíveis tomadas de decisão é grande interesse da indústria A precisão dos sinais coletados é de extrema importância,

Leia mais

Conversor A/D por aproximações sucessivas

Conversor A/D por aproximações sucessivas Conversor A/D por aproximações sucessivas É baseado no mesmo princípio do A/D de rampa digital, onde o sinal analógico de entrada i é comparado sucessivamente com a saída analógica do conversor D/A acoplado

Leia mais

DSP (Conversão AD/ DA) Processo de conversão AD. Processo de conversão AD. Current A/D technology (cont.) Currente tecnologia A/D

DSP (Conversão AD/ DA) Processo de conversão AD. Processo de conversão AD. Current A/D technology (cont.) Currente tecnologia A/D DSP (Conversão AD/ DA) Conversão Analógico-> Digital Aula 3 Por Manoel Eusebio de Lima Centro de Informática - UFPE Processo de conversão AD Processo de conversão AD Amostragem do sinal de entrada (limitado

Leia mais

Sistema Digitais. Bacharelado de Informática UEM DIN - Prof. Elvio 2016

Sistema Digitais. Bacharelado de Informática UEM DIN - Prof. Elvio 2016 5197 - Sistema Digitais Bacharelado de Informática UEM DIN - Prof. Elvio 2016 Roteiro Conversor Analógico/Digital Aquisição de Dados Sinal Analógico Sinal contínuo na ordenada e na abscissa Digitalização

Leia mais

Conceitos Introdutórios Capítulo 1. Prof. Gustavo Fernandes de Lima

Conceitos Introdutórios Capítulo 1. Prof. Gustavo Fernandes de Lima Conceitos Introdutórios Capítulo 1 Prof. Gustavo Fernandes de Lima Os temas abordados nesse capítulo são: Introduçãoaosdigitiais1se0s. Representação numérica. Sistemas analógicos

Leia mais

Conversor Analógico Digital do MSP430G2553

Conversor Analógico Digital do MSP430G2553 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE ELETRÔNICA CURSO TÉCNICO INTEGRADO DE NÍVEL MÉDIO - ELETRÔNICA MICROCONTROLADORES 2 Conversor Analógico Digital do MSP430G2553 O MSP430G2553

Leia mais

CONVERSORES D/A e A/D

CONVERSORES D/A e A/D CONVERSORES D/A e A/D Conversores A/D Analógico/Digital e D/A - Digital/Analógico são circuitos responsáveis pela conversão de sinais analógicos para digitais, e de sinais digitais para sinais analógicos.

Leia mais

OHMÍMETRO DIGITAL. 1 O Projeto. 1.1 Sensor. 1.2 Conversor A/D

OHMÍMETRO DIGITAL. 1 O Projeto. 1.1 Sensor. 1.2 Conversor A/D Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia Elétrica Disciplina: Instrumentação Eletrônica Professor: Luciano Fontes Cavalcanti Aluno: Raphael Dantas Ciríaco OHMÍMETRO DIGITAL

Leia mais

Conceitos Aplicados em Eletrônica Plano de Aula - 24 Aulas (Aulas de 1 Hora).

Conceitos Aplicados em Eletrônica Plano de Aula - 24 Aulas (Aulas de 1 Hora). 6457 - Conceitos Aplicados em Eletrônica Plano de Aula - 24 Aulas (Aulas de 1 Hora). Aula 1 Capítulo 1 - Introdução 1.1. O Que é Eletrônica... 24 1.1.1. Para que Serve o Técnico Eletrônico... 24 1.1.2.

Leia mais

Controle de Processos Aula: Introdução ao controle de processos

Controle de Processos Aula: Introdução ao controle de processos 107484 Controle de Processos Aula: Introdução ao controle de processos Prof. Eduardo Stockler Tognetti Departamento de Engenharia Elétrica Universidade de Brasília UnB 1 o Semestre 2016 E. S. Tognetti

Leia mais

CIRCUITOS E SISTEMAS ELECTRÓNICOS

CIRCUITOS E SISTEMAS ELECTRÓNICOS INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DO TRABALHO E DA EMPRESA Apontamentos sobre Conversores A/D e D/A CIRCUITOS E SISTEMAS ELECTRÓNICOS APONTAMENTOS SOBRE CONVERSORES ANALÓGICO-DIGITAL E DIGITAL-ANALÓGICO Índice

Leia mais

Amostragem de Sinais

Amostragem de Sinais UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA Amostragem de Sinais Prof. Juan Moises Mauricio Villanueva jmauricio@cear.ufpb.br 1 Amostragem (Sampling) Para um sinal

Leia mais

Instrumentação Eletroeletrônica. Prof. Afrânio Ornelas Ruas Vilela

Instrumentação Eletroeletrônica. Prof. Afrânio Ornelas Ruas Vilela Instrumentação Eletroeletrônica Prof. Afrânio Ornelas Ruas Vilela Transdutores Instrumentação Eletroeletrônica 2 Processo Instrumentação Eletroeletrônica 3 Transdutores x Sensores SENSOR: é um elemento

Leia mais

2. TROCADOR DE CALOR FEIXE TUBULAR

2. TROCADOR DE CALOR FEIXE TUBULAR 3 2. TROCADOR DE CALOR FEIXE TUBULAR 2.1 DESCRIÇÃO DO TROCADOR DE CALOR FEIXE TUBULAR O trocador de calor feixe tubular [5] instalado na planta piloto da Engenharia de Alimentos da Escola de Engenharia

Leia mais

9.0 Conversores DA. Um conversor digital analógico simples com saída em tensão

9.0 Conversores DA. Um conversor digital analógico simples com saída em tensão 9.0 Conversores DA Um DAC (Digital-to-Analog Converter) é um conversor digital analógico, comumente usado em situações onde há necessidade de converter um sinal um sinal que se apresenta na forma digital

Leia mais

Instrumentação Eletrônica TE149. Prof. Marlio Bonfim UFPR 2 semestre 2013

Instrumentação Eletrônica TE149. Prof. Marlio Bonfim UFPR 2 semestre 2013 Instrumentação Eletrônica TE149 Prof. Marlio Bonfim UFPR 2 semestre 2013 Instrumentação Eletrônica Sinais elétricos Mundo Mundo Real Real Grandezas Físicas Físicas Sensor Atuador Condicionamento e Processamento

Leia mais

Controle de Processos

Controle de Processos Controle de Processos Na natureza o controle de processos é fundamental para a vida Crescimento de plantas e animais temperatura corporal batimento cardíaco Pressão sanguínea Movimento e estabilidade do

Leia mais

Conversão Digital Analógico e Analógico Digital. Disciplina: Eletrônica Básica Prof. Manoel Eusebio de Lima

Conversão Digital Analógico e Analógico Digital. Disciplina: Eletrônica Básica Prof. Manoel Eusebio de Lima Conversão Digital Analógico e Analógico Digital Disciplina: Eletrônica Básica Prof. Manoel Eusebio de Lima Agenda Grandezas Digitais e Analógicas Por que converter? Diagrama básico para conversão Conversores

Leia mais

Eric Ericson Fabris

Eric Ericson Fabris ELETRÔNICA III ENG04038 Eric Ericson Fabris Eric.Fabris@ufrgs.br Informações Gerais Professor: Eric Ericson Fabris» Eric.Fabris@ufrgs.br» Gabinete: DELET Sl. 302 II Sl. 227» Ramais: 3308 4272 e 3308 7023

Leia mais

Aula S8. Introdução a Engenharia Elétrica Módulo 1 Conversores AD e DA

Aula S8. Introdução a Engenharia Elétrica Módulo 1 Conversores AD e DA Introdução a Engenharia Elétrica - 323100 Aula S8 Módulo 1 Conversores AD e DA Escola Politécnica da Universidade de São Paulo Departamentos da Engenharia Elétrica PCS Computação e Sistemas Digitais PEA

Leia mais

Conversores A/D e D/A

Conversores A/D e D/A Conversores A/D e D/A Walter Fetter Lages w.fetter@ieee.org Universidade Federal do io Grande do Sul Escola de Engenharia Departamento de Engenharia Elétrica Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica

Leia mais

Eletrônica Digital Apresentação e Cap.1 PROF. EDUARDO G. BERTOGNA UTFPR / DAELN

Eletrônica Digital Apresentação e Cap.1 PROF. EDUARDO G. BERTOGNA UTFPR / DAELN Eletrônica Digital Apresentação e Cap.1 PROF. EDUARDO G. BERTOGNA UTFPR / DAELN Conteúdos da Disciplina: Sistemas Numéricos e Códigos; Portas Lógicas e Algebra Booleana; Lógica Combinacional: Expressões

Leia mais

Nome...Nota... T /R,COUNT

Nome...Nota... T /R,COUNT FEI NE 7720/772 - Prova P2 Sistemas Digitais II - 28/11/07 Turma A Tempo 80min - Sem consulta Permitido o uso de calculadora científica Interpretação faz parte da prova. Nome...Nota... N.o N.o da Lista

Leia mais

Eletrônica Básica / ELE Carlos Antonio Alves DEE Campus III Sala 59 / Fone

Eletrônica Básica / ELE Carlos Antonio Alves DEE Campus III Sala 59 / Fone Carlos Antonio Alves DEE Campus III Sala 59 / Fone 3743-1224 caa@dee.feis.unesp.br 1 OBJETIVOS (Ao término da disciplina o aluno deverá ser capaz de:) Entender o funcionamento dos principais dispositivos

Leia mais

8. Instrumentação Digital 1

8. Instrumentação Digital 1 8. Instrumentação Digital 8. Instrumentação Digital Conversão analógico-digital Quantum x b Q = 2 n Relação entrada-saída v i x b = Int Q + 0,5 = Int 2 n v i + 0,5 V F Estados da saída 7 6 5 4 3 2 Código

Leia mais

ELT030 Instrumentação 1

ELT030 Instrumentação 1 ELT030 Instrumentação Universidade Federal de Itajubá Engenharia Eletrônica Sensores Inteligentes ELT030 Instrumentação 1 Transmissor eletrônico Um transdutor converte uma grandeza física qualquer para

Leia mais

Eletrônica Básica / ELE Carlos Antonio Alves DEE Campus III Sala 59 / Fone

Eletrônica Básica / ELE Carlos Antonio Alves DEE Campus III Sala 59 / Fone Carlos Antonio Alves DEE Campus III Sala 59 / Fone 3743-1224 caa@dee.feis.unesp.br 1 OBJETIVOS (Ao término da disciplina o aluno deverá ser capaz de:) Entender o funcionamento dos principais dispositivos

Leia mais

Sistema de Aquisição de Dados

Sistema de Aquisição de Dados Sistema de Aquisição de Dados E.T.M./2012 (versão inicial) RESUMO Nesta experiência será desenvolvido o projeto de um sistema de aquisição e armazenamento de dados analógicos em formato digital. O sinal

Leia mais

CONTROLADORES LÓGICOS PROGRAMÁVEIS

CONTROLADORES LÓGICOS PROGRAMÁVEIS CONTROLADORES LÓGICOS PROGRAMÁVEIS 1. INTRODUÇÃO 1.1 Histórico Durante a década de 50 os dispositivos eletromecânicos foram os únicos recursos disponíveis para se efetuarem controles lógicos tanto em nível

Leia mais

Conversores D/A e A/D

Conversores D/A e A/D Conversores D/A e A/D Introdução Um sinal analógico varia continuamente no tempo. Som Temperatura Pressão Um sinal digital varia discretamente no tempo. Processamento de sinais digitais Tecnologia amplamente

Leia mais

Proposta de uma plataforma de monitoramento e acionamento remoto voltada para sistemas de hardware industriais utilizando LabVIEW

Proposta de uma plataforma de monitoramento e acionamento remoto voltada para sistemas de hardware industriais utilizando LabVIEW Proposta de uma plataforma de monitoramento e acionamento remoto voltada para sistemas de hardware industriais utilizando LabVIEW "Este artigo tem como proposta apresentar uma plataforma para monitoramento

Leia mais

EPUSP PCS 2021/2308/2355 Laboratório Digital GERADOR DE SINAIS

EPUSP PCS 2021/2308/2355 Laboratório Digital GERADOR DE SINAIS GEADO DE SINAIS E.T.M./2007 (adaptação) ESUMO Esta experiência tem como objetivo a familiarização com o problema da conversão de sinais digitalizados em sinais analógicos, apresentando a memória EPOM 2716

Leia mais

CONVERSORES DE SINAL ELECTRÓNICA GERAL CONVERSORES DE SINAL. Prof. Beatriz Vieira Borges - Junho

CONVERSORES DE SINAL ELECTRÓNICA GERAL CONVERSORES DE SINAL. Prof. Beatriz Vieira Borges - Junho Prof. Beatriz Vieira Borges - Junho 005 1 CONTEÚDO 6 - Conversores de Sinal (3 aulas) 1. Introdução à conversão de sinal A/D e D/A: definições e características.. Conversores D/A: resistivos e de corrente

Leia mais

Arquitetura de computadores BASE NUMÉRICAS

Arquitetura de computadores BASE NUMÉRICAS Arquitetura de computadores BASE NUMÉRICAS Base Numérica A base numérica é um conjunto de símbolos (algarismos) usados para representar uma certa quantidade ou número. Notação Posicional Esta notação representa

Leia mais

Objetivos MICROCONTROLADORES HARDWARE. Aula 03: Periféricos. Prof. Mauricio. MICRO I Prof. Mauricio 1. Arquitetura de um Microcontrolador

Objetivos MICROCONTROLADORES HARDWARE. Aula 03: Periféricos. Prof. Mauricio. MICRO I Prof. Mauricio 1. Arquitetura de um Microcontrolador MICROCONTROLADORES HARDWARE 1 Prof. Mauricio Aula 03: Objetivos 2 Arquitetura de um Microcontrolador Unidade Central de Processamento Portas de Entrada e Saída Porta Serial Temporizador / Contador Conversor

Leia mais

Circuitos Lógicos. Capítulo 1 Sistema de Numeração e Códigos

Circuitos Lógicos. Capítulo 1 Sistema de Numeração e Códigos Circuitos Lógicos Capítulo 1 Sistema de Numeração e Códigos Prof. Erivelton Geraldo Nepomuceno http://www.ufsj.edu.br/nepomuceno nepomuceno@ufsj.edu.br São João del-rei, agosto de 2015 Tópicos da aula

Leia mais

EPUSP PCS 2011 Laboratório Digital GERADOR DE SINAIS

EPUSP PCS 2011 Laboratório Digital GERADOR DE SINAIS GERADOR DE SINAIS Versão 2014 RESUMO Esta experiência tem como objetivo a familiarização com o problema da conversão de sinais digitalizados em sinais analógicos, o conversor digital-analógico de 8 bits

Leia mais

CAPÍTULO 3 INTRODUÇÃO À CADEIA DE AQUISIÇÃO DE DADOS

CAPÍTULO 3 INTRODUÇÃO À CADEIA DE AQUISIÇÃO DE DADOS CAPÍTULO 3 INTRODUÇÃO À CADEIA DE AQUISIÇÃO DE DADOS 3.1. Função e Constituição da Cadeia de Medição Uma cadeia de medição é constituída por um conjunto de elementos, que são devidamente associados de

Leia mais

Aula 01. Sistemas Analógicos e Digitais

Aula 01. Sistemas Analógicos e Digitais Aula 01 Sistemas Analógicos e Digitais (pág. 1 a 7, 45 a 46 ) 1 Prof. Dr. Aparecido Nicolett PUC-SP INTRODUÇÃO O termo digital tornou-se parte de nosso vocabulário diário, devido ao modo intenso pelo qual

Leia mais

Lógica Matemática e Elementos de Lógica Digital (Representação analógica e digital)

Lógica Matemática e Elementos de Lógica Digital (Representação analógica e digital) Lógica Matemática e Elementos de Lógica Digital (Representação analógica e digital) Curso: Ciência da Computação Lívia Lopes Azevedo livia@ufmt.br Lógica Matemática e Elementos de Lógica Digital Circuitos

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS CENTRO POLITÉCNICO CURSO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA DISCIPLINA DE INSTRUMENTAÇÃO ELETRÔNICA

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS CENTRO POLITÉCNICO CURSO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA DISCIPLINA DE INSTRUMENTAÇÃO ELETRÔNICA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS CENTRO POLITÉCNICO CURSO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA DISCIPLINA DE INSTRUMENTAÇÃO ELETRÔNICA MONITOR DE MOVIMENTOS COM ACELERÔMETRO Desenvolvido por Maurício Fiss Rodrigues

Leia mais

INTRODUÇÃO: MICROCONTROLADORES

INTRODUÇÃO: MICROCONTROLADORES INTRODUÇÃO: MICROCONTROLADORES MICROCONTROLADOR X MICROPROCESSADOR Baixa capacidade de processamento Freq. Operação em MHz Custo de R$ 7,00 a 30,00 Aplicações mais restrita Alta capacidade de processamento

Leia mais

SISTEMA PARA ESTUDO E TREINAMENTO NO ACIONAMENTO DE MÁQUINAS ELÉTRICAS COM INVERSOR DE FREQUÊNCIA E AQUISIÇÃO DE DADOS

SISTEMA PARA ESTUDO E TREINAMENTO NO ACIONAMENTO DE MÁQUINAS ELÉTRICAS COM INVERSOR DE FREQUÊNCIA E AQUISIÇÃO DE DADOS DLB MAQCA 1893 SISTEMA PARA ESTUDO E TREINAMENTO NO ACIONAMENTO DE MÁQUINAS ELÉTRICAS COM INVERSOR DE FREQUÊNCIA E AQUISIÇÃO DE DADOS Este conjunto didático de equipamentos foi idealizado para possibilitar

Leia mais

I. B. de Paula CONDICIONAMENTO DE SINAIS E MEDIDAS ELÉTRICAS

I. B. de Paula CONDICIONAMENTO DE SINAIS E MEDIDAS ELÉTRICAS CONDICIONAMENTO DE SINAIS E MEDIDAS ELÉTRICAS 1 Revisão da aula passada Ruído e interferência: podem ocorrer em quase todas as aplicações de engenharia onde existe transmissão de informações 2 Revisão

Leia mais

Laboratório de Microprocessadores e Microcontroladores. Experimento 7:

Laboratório de Microprocessadores e Microcontroladores. Experimento 7: Escola de Engenharia Elétrica, Mecânica e de Computação Universidade Federal de Goiás Laboratório de Microprocessadores e Microcontroladores Experimento 7: Conversor Analógico/Digital e Conversor Digital/Analógico

Leia mais

11.3) Circuitos conversores D/A

11.3) Circuitos conversores D/A 11.3) Circuitos conversores D/A Conversor com rede R2R: Se o R MSB for de 1KΩem um conversor de 12 bits, o R LSB seria 2 12 1KΩ=4096KΩ. Não é possível garantir precisão nesta faixa. Nas redes R/2R usamos

Leia mais

ENTRADAS ANALÓGICAS CONVERSOR A/D

ENTRADAS ANALÓGICAS CONVERSOR A/D PRINCÍPIOS DE AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL ENTRADAS ANALÓGICAS CONVERSOR A/D Prof. Valmir PAI 2014.1 1 Sinais Analógicos O CLP: ENTRADAS E SAÍDAS Um valor analógico é continuo, não discreto, como visto na figura.

Leia mais

Conversão Analógica - Digital. Keylly Eyglys Orientação: Adrião Duarte

Conversão Analógica - Digital. Keylly Eyglys Orientação: Adrião Duarte Conversão Analógica - Digital Keylly Eyglys Orientação: Adrião Duarte Motivação Existem inúmeras técnicas de processamento de digital de sinais Para se armazenar um sinal, ele deve estar na forma digital

Leia mais

Processamento Digital de Imagens

Processamento Digital de Imagens Ciência da Computação Processamento Digital de Imagens Prof. Sergio Ribeiro Tópicos Introdução Espectro Eletromagnético Aquisição e Digitalização de Imagens Efeitos da Digitalização Digitalização Sensoriamento

Leia mais

I. B. de Paula CONDICIONAMENTO DE SINAIS E MEDIDAS ELÉTRICAS

I. B. de Paula CONDICIONAMENTO DE SINAIS E MEDIDAS ELÉTRICAS CONDICIONAMENTO DE SINAIS E MEDIDAS ELÉTRICAS 1 Revisão da aula passada Ruído e interferência: podem ocorrer em quase todas as aplicações de engenharia onde existe transmissão de informações 2 Revisão

Leia mais

ESCOLA DE ENGENHARIA DE SÃO CARLOS USP KELEN CRISTIANE TEIXEIRA VIVALDINI AULA 3 PWM MATERIAL COMPLEMENTAR

ESCOLA DE ENGENHARIA DE SÃO CARLOS USP KELEN CRISTIANE TEIXEIRA VIVALDINI AULA 3 PWM MATERIAL COMPLEMENTAR ESCOLA DE ENGENHARIA DE SÃO CARLOS USP KELEN CRISTIANE TEIXEIRA VIVALDINI AULA 3 PWM MATERIAL COMPLEMENTAR SÃO CARLOS 2009 LISTA DE FIGURAS Figura 01: Representação de duas formas de onda tipo PWM...5

Leia mais

5 O Sistema de Medição. Fundamentos de Metrologia

5 O Sistema de Medição. Fundamentos de Metrologia 5 O Sistema de Medição Fundamentos de Metrologia Neste texto: Definições Instrumento de medição tem sido preferido para medidores pequenos, portáteis teis e encapsulados em uma única unidade. Sistemas

Leia mais

Conversores D/A e A/D e Multiplexadores em Instrumentação

Conversores D/A e A/D e Multiplexadores em Instrumentação Conversores D/A e A/D e Multiplexadores em Instrumentação slide Conversores D/A Digital para Analógico Valor de Reerência V R Entrada Digital X D/A Valor de Saída Analógico V 0 slide Normalmente, o D/A

Leia mais

6º Capítulo - (cont.) - Números Binários

6º Capítulo - (cont.) - Números Binários 13 SENSITOMETRIA 2º Ano - Curso de Fotografia - 2º Ano Binários a Decimais 6º Capítulo - (cont.) - Números Binários Dado um número N no sistema binário, para expressá-lo no sistema decimal, deve-se escrever

Leia mais

ENGG55 REDES INDUSTRIAIS Introdução aos Sistemas de Comunicação Industrial

ENGG55 REDES INDUSTRIAIS Introdução aos Sistemas de Comunicação Industrial ENGG55 REDES INDUSTRIAIS Introdução aos Sistemas de Comunicação Industrial Prof. Eduardo Simas (eduardo.simas@ufba.br) DEE Departamento de Engenharia Elétrica Escola Politécnica - UFBA 1 Introdução Muitas

Leia mais

KIT DIDÁTICO PIC-2377

KIT DIDÁTICO PIC-2377 KIT DIDÁTICO PIC-77... Módulo PIC-77 Recursos internos da MCU Encapsulamento DIP40. 5 instruções (RISC). pinos de I/O configuráveis. 56 bytes de EEPROM para dados de 8 bits. 8k de memória flash para o

Leia mais

Ciência da Computação Circuitos Digitais Objetivos e Introdução

Ciência da Computação Circuitos Digitais Objetivos e Introdução Ciência da Computação Objetivos e Introdução Prof. Sergio Ribeiro Material adaptado das aulas do Prof. José Maria da UFPI Tópicos Programa da disciplina, metodologia de ensino, avaliações e bibliografia

Leia mais

Osciloscópios Analógico e Digital e Gerador de Sinais

Osciloscópios Analógico e Digital e Gerador de Sinais Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina Departamento Acadêmico de Eletrônica Eletrônica Básica e Projetos Eletrônicos Osciloscópios Analógico e Digital e Gerador de Sinais

Leia mais

Osciloscópio Digital. Diagrama em blocos:

Osciloscópio Digital. Diagrama em blocos: Osciloscópio Digital Neste tipo de osciloscópio, o sinal analógico de entrada é inicialmente convertido para o domínio digital através de um conversor A/D rápido, sendo em seguida armazenado em uma memória

Leia mais

Curso destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET INFORMÁTICA AULA 01

Curso destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET  INFORMÁTICA AULA 01 INFORMÁTICA AULA 01 INTRODUÇÃO Em um mundo globalizado como o de hoje as respostas têm que ser apresentadas o mais rápido possível. Sistemas de informação são desenvolvidos e aperfeiçoados para que o conhecimento

Leia mais

LAB4 Introdução aos Controladores Lógicos Programáveis

LAB4 Introdução aos Controladores Lógicos Programáveis LAB4 Introdução aos Controladores Lógicos Programáveis 4.1 Introdução Os Controladores Lógicos Programáveis (CLPs) são dispositivos digitais, muito utilizados na indústria, capazes de armazenar instruções

Leia mais

Representação Digital da Informação I

Representação Digital da Informação I Representação Digital da Informação I José Costa Introdução à Arquitetura de Computadores Departamento de Engenharia Informática (DEI) Instituto Superior Técnico 2013-09-25 José Costa (DEI/IST) Representação

Leia mais

Introdução aos princípios de aquisição de dados e terminologia

Introdução aos princípios de aquisição de dados e terminologia Introdução aos princípios de aquisição de dados e terminologia Renan Azevedo Engenheiro de Produto, DAQ & Teste NI O que é aquisição de dados (DAQ)? 2 Por que fazer medição? Os engenheiros precisam determinar

Leia mais

Os computadores ditigais podem ser classificados em 5 grupos distintos:

Os computadores ditigais podem ser classificados em 5 grupos distintos: Informática A informática engloba toda atividade relacionada ao uso dos computadores, permitindo aprimorar e automatizar tarefas em qualquer área de atuação da sociedade. Informática é a "Ciência do tratamento

Leia mais

Elementos de Lógica Digital Aula 1: Introdução 04/08/2011

Elementos de Lógica Digital Aula 1: Introdução 04/08/2011 Elementos de Lógica Digital Aula 1: Introdução 04/08/2011 Website http://www.inf.ufes.br/~pdcosta/ensino/2010-2-elementos-de-logica-digital/ Prof a. Patrícia Dockhorn Costa Objetivos O objetivo desta disciplina

Leia mais

CONVERSORES AD/DA (ÁUDIO CODEC)

CONVERSORES AD/DA (ÁUDIO CODEC) MICROPROCESSADORES II (EMA864315) CONVERSORES AD/DA (ÁUDIO CODEC) 1 O SEMESTRE / 2017 Alexandro Baldassin MOTIVAÇÃO Sistemas digitais são usados para processar informação Informação no mundo real é analógica

Leia mais