INQUÉRITO POLICIAL III INÍCIO ART. 5º,CP

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INQUÉRITO POLICIAL III INÍCIO ART. 5º,CP"

Transcrição

1 INQUÉRITO POLICIAL III INÍCIO ART. 5º,CP

2 CINCO MODOS: DE OFÍCIO quando a autoridade pública, tomando conhecimento da prática da infração penal de ação pública incondicionada, instaura a investigação para verificar a existência do crime ou da contravenção penal e sua autoria; POR PROVOCAÇÃO DO OFENDIDO quando a pessoa que teve o bem jurídico lesado reclama a atuação da autoridade; POR DELAÇÃO DE TERCEIRO - quando qualquer pessoa do povo leva ao conhecimento da autoridade policial a ocorrência da infração penal de iniciativa do Ministério Público; POR REQUISIÇÃO DE AUTORIDADE COMPETENTE: quando o juiz ou promotor de justiça, exigir, legalmente que a investigação policial se realize, porque existem provas suficientes. PRISÃO EM FLAGRANTE art. 302, CPP

3 NOTITIA CRIMINIS (NOTÍCIA DO CRIME) é a ciência da autoridade policial da ocorrência de um fato criminoso pode ser: a) DIRETA (NOTITIA CRIMINIS DE COGNIÇÃO DIRETA, IMEDIATA, ESPONTÂNEA) conhecimento através de suas atividades funcionais rotineiras quando o próprio delegado investigando, por qualquer meio, descobre o acontecimento. b) INDIRETA (NOTITIA CRIMINIS DE COGNIÇÃO INDIRETA, MEDIATA, PROVOCADA)- conhecimento através de algum ato jurídico formal previsto na legislação vítima provoca sua atuação representado, juiz, promotor requisitar sua atuação e prisão em flagrante (NUCCI) c) NOTITIA CRIMINIS DE COGNIÇÃO COERCITIVA PRISÃO EM FLAGRANTE (art. 302, CPP) ou provocada (art. 301, CPP).

4 DELATIO CRIMINIS (delação do crime) É a comunicação feita por qualquer pessoa do povo à autoridade policial ou MP, acerca da ocorrência de infração penal em que caiba ação pública incondicionada (art.5º, 3º, CPP), podendo ser oral ou escrita, e existindo nexo será instaurado inquérito. DENÚNCIA ANÔNIMA delação apócrifa ou notitia criminis inqualificada o recebimento da notícia anônima deve ser recebida com cautelas e cuidado redobrado- STJ/STF, SÃO CONTRAS EX. CASTELO DE AREIA (STJ 3X1) FORO PRIVILEGIADO autoridades com foro privilegiado, somente podem ser investigadas e processadas em determinados locais, não podendo o delegado instaurar inquérito policial e colher provas, deve remeter ao local competente. Ex. deputado federal STF.

5 PEÇAS INAUGURAIS DO INQUÉRITO POLICIAL: AUTODEPRISÃOEMFLAGRANTE:art.302,CPP. REQUERIMENTOS- OFENDIDO REQUISIÇÕES JUIZ,MP PORTARIA peça sucinta, indicando, sempre que possível, nome e prenome do suposto autor do fato e da vítima, o dia, local, e hora do fato delituoso, e o desfecho é a determinação da instauração do inquérito(ver portaria)

6 REQUISIÇÃO é a exigência para a realização de algo fundamento em lei. E, por imposição legal deverá o delegado de polícia atender as requisições do MP e JUIZ. Existe a possibilidade de requisição do Ministro da Justiça. (art. 7º, 3º,b, do CP crimes contra honra do Presidente da República, ou Chefe de Governo Estrangeiro). REQUERIMENTO é uma solicitação, passível de indeferimento, razão pela qual não tem a mesma força de uma requisição. A vítima ou seu representante legal solicita a instauração de inquérito em hipótese de ação penal pública incondicionada, onde deve conter os fatos criminosos e qualificações(art. 5º, 1º, CPP).

7 REPRESENTAÇÃO é a exposição de um fato ou ocorrência, sugerindo ou solicitando providências, conforme o caso. É a delatio criminis postulatória, quando a vítima nos crimes de ação pública condicionada autoriza a persecução penal. E, se for instaurado inquérito sem sua autorização? Pode interpor Mandado de Segurança. Ex. art. 5º, 4º, CPP- Art. 225, caput, CP. AÇÃO PENAL PRIVADA somente pode requerer a instauração do processo crime (através da queixa-crime) o ofendido ou seu representante legal.(art. 5º, 5º, CPP).

8 NEGATIVA DO CUMPRIMENTO À REQUISIÇÃO: o delegado de polícia pode negar desde que exista manifesta ilegalidade, onde comunicará o Juiz (ART. 93,IX, CF/88) ou MP(ART. 129, VIII, CF/88), as razões que impossibilitam seu cumprimento. CONTEÚDO: REPRESENTAÇÃO E REQUERIMENTO:(ART.5º, 1º, CPP) REQUISIÇÃO: não pode ser ofício genérico, sob pena de ser recusado. Descrição Idônea deverá o delegado instaurar inquérito policial, sob pena de responder funcionalmente e criminalmente Indiciado discorda autoridade coatora MP e JUIZ. Investigação Descabida inquérito para apurar pagamento de dívida civil responderá todos por abuso de autoridade.

9 RECUSA DO DELEGADO EM INSTAURAR INQUÉRITO POLICIAL QUANDO FOR ATRAVÉS DE REQUERIMENTO DO OFENDIDO E DENÚNCIA ANÔNIMA: REQUERIMENTO DO OFENDIDO: Enviar ao MP ou Juiz, que requisita ao delegado sua instauração; RecursoaoChefedePolícia. DENÚNCIA ANôNIMA: VEDAÇÃO AO ANONIMATO(ART. 5º, IV, CF/88). PODE SER UTILIZADA PARA INVESTIGAR (NÃO FORMALIZAÇÃO). DISQUE DENÚNCIA. PODE UTILIZAR AS INFORMAÇÕES PARA BUSCAR PROVA PARA SUSTENTAR INQUÉRITO POLICIAL.

10 01- CRIMES DE AÇÃO PENAL PÚBLICA INCONDICIONADA:(art. 121, CP). A) PORTARIA ato de ofício através da notitia criminis (art. 5º,I,CPP) que independe da provocação de interessados (imprensa); DELATIO CRIMINIS SIMPLES(ART. 5º, 3º, CPP) qualquer pessoa comunica de forma oral ou escrita ao delegado, que analisando a relevância da informação manda instaurar inquérito policial; COMUNICAÇÕES APÓCRIFAS (notitia criminais inqualificadas) o delegado deve ter cautela. B) REQUISIÇÃO DA AUTORIDADE JUDICIÁRIA OU MP- a instauração de inquérito pode ocorrer através de requisição do JUIZ ou MP (art. 5º, II, CPP), o delegado deverá acatar porque tem conotação de exigência, ordem e determinação;

11 o delegado pode negar requisição sem fundamento (diversa doutrinária)? NUCCI (sim), CAPEZ (não) e AVENA (não mas desde que não seja um crime prescrito ou ofício genérico), POIS O ART. 5º, II, E ART. 13, II, ambos do CPP, deixa claro que é uma determinação. Indiciamento- consiste no ato resultante das investigações policiais pelo qual alguém é apontado como autor de uma fato típico ( infração penal ). O MP e o JUIZ não podem determinar que o delegado indicie alguém por ser ato discricionário próprio. C) REQUERIMENTO DA VÍTIMA OU DE SEU REPRESENTANTE LEGAL é possível a instauração de inquérito policial, deve conter todo o contexto fático e qualificação (art. 5º, 1º, CPP). É mera solicitação passível de indeferimento, podendo recorrer.(art. 5º, 2º, CPP). D) AUTO DE PRISÃO EM FLAGRANTE: forma inequívoca de instauração de inquérito policial, dispensando a portaria pelo delegado de polícia.

12 02) CRIMES DE AÇÃO PÚBLICA CONDICIONADA:(ART. 225 CP)- a) REPRESENTAÇÃO DO OFENDIDO OU DE SEU REPRESENTANTE LEGAL: art. 5º, 4º, CPP, o inquérito policial somente poderá ser autorizado mediante autorização da vítima ou do seu representante legal ( delatio criminis postulatória ). A REPRESENTAÇÃO pode ser endereçada ao JUIZ, MP, DELEGADO DE POLÍCIA, dentro do prazo de 06 (seis) meses sob pena de decadência. (art. 39, CPP). Caso for menor deverá ser feita pelo representante legal, que se não fizer poderá ser realizado quando completar 18 anos, onde começara correr o prazo decadencial.(art. 103, 107, IV, CP e art. 38 CPP). REGISTRO DE OCORRÊNCIA POLICIAL pode a vítima manifestar seu desejo em representar o auto do crime.

13 b) REQUISIÇÃO DA AUTORIDADE JUDICIÁRIA OU DO MINISTÉRIO PÚBLICO é possível enviar requisição para que o delegado instaure inquérito policial desde que tenha autorização da vítima ou de seu representante legal (art. 39, CPP). c) AUTO DE PRISÃO EM FLAGRANTE: o auto de prisão em flagrante é forma de início de inquérito policial, e de acordo com oart. 5º, 4º,do CPP, deve a vítima ou seu representante legal no momento da formalização do auto de prisão em flagrante manifestarem a autoridade policial a vontade de ver apurada a infração penal. E, se não for possível obter a manifestação prévia? O acusado deve ficar presono máximode 24 horas ( art. 306, 1ºe2º,doCPP),consideradooprazoparaentregadanotade culpa, e por ser improrrogável, deverá o flagrado ser solto, sob pena de constrangimento ilegal.

14 d) REQUISIÇÃO DO MINISTRO DA JUSTIÇA- é necessário sua manifestação para a instauração de inquérito policial. Art. 7º, 3º, b, CP e Art.141,I c/c/ art. 145, único, do CP), o ministro da justiça envia requisição ao MP, que análise autoria e materialidade, que requisita ao DELEGADO. E, ainda, crimes previstos na lei 7.170/83 (lei de segurança nacional), onde seu art. 31, demonstra a necessidade de representação. 03. CRIMES DE AÇÃO PENAL PRIVADA:(ART.138, CP) a) REQUERIMENTO DA VÍTIMA OU DE QUEM LEGALMENTE REPRESENTE: regra do art. 5º, 5º, CPP. Somente o ofendido ou seu representante legal que são capazes de propor queixa crime (art. 30 CPP), devendo conter todos os dados essenciais (art. 5º, 1º, CPP). O requerimento para propositura do inquérito policial deve ocorrer dentro de 06 (seis) meses, da data que a vítima tiver ciência INEQUÍVOCA do autor do crime.

15 OBS: NÃO EXISTE SUSPENSÃO e INTERRUPÇÃO DO PRAZO DECADÊNCIA COM ABERTURA DO INQUÉRITO POLICIAL: Se no requerimento de instauração do inquérito policial, já existe ciência inequívoca da vítima da sobre o autor do crime, o prazo decadencial já começa a fluir. Se a autoria for descoberta nos atos de investigação conta o prazo de 06 (seis) meses para o ajuizamento da queixa pois a ciência inequívoca da vítima foi atingida neste momento. Se a vítima não tiver ciência da ciência inequívoca da autoria nos atos investigatórios, o prazo decadencial para ajuizamento da queixa crime começa a correr com a entrega do translado (art. 19 CPP), ou em juízo.

16 b) REQUISIÇÃO DO JUIZ E DO MINISTÉRIO PÚBLICO: não pode o MP e o JUIZ, requisitar instauração de inquérito policial nos crimes de ação penal privada. Mas se solicitado pelo ofendido ou representante legal que requisitem providencias ao delegado que foram descritas no requerimento, poderá o MP ou JUIZ requisitar as providências solicitadas enviando o requerimento para sua comprovação. c) AUTO DE PRISÃO EM FLAGRANTE: HIPÓTESE IDENTICA DA AÇÃO PENAL CONDICIONADA, NECESSITA DE REPRESENTAÇÃO DA VÍTIMA.

17 INÍCIO DE OFÍCIO Atividade da própria Autoridade Policial, que pode mover-se e investigar em virtude de denúncias variadas, inclusive anônimas POR REQUISIÇÃO DO JUIZOUDOMP Cumpre exigência legal, se houver elementos para tanto; tratando-se de exigência ilegal não está obrigado a cumprir OBS: OBEDIÊNCIA AO (ART. 5, 1,CPP)

18 INÍCIO REQUERIMENTO DA VÍTIMA OU REPRESENTANTE LEGAL Pode acolher ou indeferir, sem necessidade de fundamentar, pois faz parte de seu poder discricionário. Cabe recurso ao Chefe de Polícia. NÃO ESQUECER: - Qualquer pessoa do povo pode levar ao conhecimento da Autoridade Policial a existência de infração penal em que caiba ação pública verbalmente ou por escrito. É a delatio criminis. Sob o ponto de vista do delegado, ele recebe anoiticiacriminis

DIREITO PROCESSUAL PENAL I AULA DIA 04/05/2015. Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA

DIREITO PROCESSUAL PENAL I AULA DIA 04/05/2015. Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA DIREITO PROCESSUAL PENAL I AULA DIA 04/05/2015 Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com 10.2.5. Características - Procedimento escrito: não se permite uma investigação verbal. Todas

Leia mais

CURSO TROPA DE ELITE PREPARAÇÃO PARA A GUERRA

CURSO TROPA DE ELITE PREPARAÇÃO PARA A GUERRA CURSO TROPA DE ELITE PREPARAÇÃO PARA A GUERRA POLÍCIA FEDERAL 2012 AGENTE/ESCRIVÃO PROF. EMERSON CASTELO BRANCO DISCIPLINA: PROCESSO PENAL 1. INQUÉRITO POLICIAL PARTE 1 1. 1. Noções iniciais - A partir

Leia mais

PROCESSO PENAL I 7ª - Part r e Pro r f o e f ss s o s r o : r :Ru R b u ens s Co C r o r r e r ia a Jun u ior

PROCESSO PENAL I 7ª - Part r e Pro r f o e f ss s o s r o : r :Ru R b u ens s Co C r o r r e r ia a Jun u ior PROCESSO PENAL I 7ª - Parte Professor: Rubens Correia Junior 1 PROCESSO PENAL I 2 PROCESSO PENAL FORMA Será escrito art. 9 do CPP objetivando o controle dos atos e posteriormente servir de base ao processo;

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL I. Fontes e Princípios Aplicáveis ao Direito Processual Penal... 002 II. Lei Processual Penal e Sistemas do Processo Penal... 005 III. Inquérito Policial... 006 IV. Processo e

Leia mais

INQUÉRITO POLICIAL - V TERMO CIRCUNSTANCIADO - ARQUIVAMENTO

INQUÉRITO POLICIAL - V TERMO CIRCUNSTANCIADO - ARQUIVAMENTO INQUÉRITO POLICIAL - V TERMO CIRCUNSTANCIADO - ARQUIVAMENTO TERMO CIRCUNSTANCIADO TERMO CIRCUNSTANCIADO -Substitui o inquérito policial, é utilizado para crimes de menor potencial ofensivo (pena máxima

Leia mais

INICIO DA AÇÃO PENAL

INICIO DA AÇÃO PENAL AÇÃO PENAL INICIO DA AÇÃO PENAL OFERECIMENTO DA DENÚNCIA OU QUEIXA ART.24CPPeART.129,I,CF/88 REJEIÇÃO DA DENÚNCIA OU QUEIXA- APLICA-SE AO DIREITO AO CASO CONCRETO, RESPONDENDO AO PLEITO DO INTERESSADO.

Leia mais

23/09/2012 PROCESSO PENAL I. Processo penal I

23/09/2012 PROCESSO PENAL I. Processo penal I I 10ª -Parte Professor: Rubens Correia Junior 1 Processo penal I 2 1 CLASSIFICAÇÃO - Quanto ao titular; A ação penal pública é condicionada sempre que houver exigência de alguma observância formal à sua

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL TEORIA EXERCÍCIOS E EXERCÍCIOS TJ-RJ PROFESSOR: PEDRO IVO AULA 03

DIREITO PROCESSUAL PENAL TEORIA EXERCÍCIOS E EXERCÍCIOS TJ-RJ PROFESSOR: PEDRO IVO AULA 03 AULA 03 Futuros Aprovados, Hoje veremos um tema importante e interessante: O inquérito policial. Trata-se de um assunto que, bem provavelmente, estará presente em sua PROVA. Deste modo, atenção total!

Leia mais

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO CAPÍTULO I - FUNÇÃO E CARREIRA DO DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL...

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO CAPÍTULO I - FUNÇÃO E CARREIRA DO DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL... SUMÁRIO APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO... 15 CAPÍTULO I - FUNÇÃO E CARREIRA DO DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL... 19 1. INTRODUÇÃO E BREVE RECONSTRUÇÃO HISTÓRICA DA FUNÇÃO E DA CARREIRA...19 2. FUNDAMENTO CONSTITUCIONAL

Leia mais

Aula 2: Inquérito Policial. Prof. Ma. Luane Lemos. São Luis,

Aula 2: Inquérito Policial. Prof. Ma. Luane Lemos. São Luis, Aula 2: Inquérito Policial 1. Conceito É o procedimento investigatório instaurado em razão da prática de uma infração penal, composto de uma série de diligências, e que tem como objetivo obter elementos

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL Inquérito Policial (arts. 4 o ao 23)

DIREITO PROCESSUAL PENAL Inquérito Policial (arts. 4 o ao 23) DIREITO PROCESSUAL PENAL Inquérito Policial (arts. 4 o ao 23) Professor Gladson Miranda www.gladsonmiranda.jur.adv.br Legendas: - Já cobrado de 01 a 04 vezes em provas; - Já cobrado de 05 a 09 vezes em

Leia mais

Direito Processual Penal Inquérito Policial

Direito Processual Penal Inquérito Policial Direito Processual Penal Inquérito Policial O inquérito policial é um procedimento administrativo préprocessual, de caráter facultativo, destinado a apurar infrações penais e sua respectiva autoria. Ainda

Leia mais

SUMÁRIO A ǧ.! A A ǧ

SUMÁRIO A ǧ.! A A ǧ SUMÁRIO... 19 1. Introdução e breve reconstrução histórica da função e da carreira... 19 2. Fundamento constitucional da carreira... 20 2.1 Abrangência da expressão Autoridade Policial... 20 3. Lei de

Leia mais

IUS RESUMOS. Inquérito Policial Parte 1. Organizado por: Max Danizio Santos Cavalcante

IUS RESUMOS. Inquérito Policial Parte 1. Organizado por: Max Danizio Santos Cavalcante Inquérito Policial Parte 1 Organizado por: Max Danizio Santos Cavalcante SUMÁRIO I DO INQUÉRITO POLICIAL... 3 1. Da investigação preliminar: noções preliminares sobre inquérito... 3 1.1 Espécies de investigação

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL I. Princípios que Regem o Processo Penal... 002 II. Lei Processual Penal e Sistemas do Processo Penal... 007 III. Inquérito Policial... 009 IV. Processo e Procedimento... 015 V.

Leia mais

Atos de Ofício Processo Penal. Professor Luiz Lima CONCURSO TJMG - BANCA CONSULPLAN

Atos de Ofício Processo Penal. Professor Luiz Lima CONCURSO TJMG - BANCA CONSULPLAN Atos de Ofício Processo Penal Professor Luiz Lima CONCURSO TJMG - BANCA CONSULPLAN Cargo Especialidade Escolaridade Vencimentos Oficial de apoio judicial Oficial Judiciário (Classe D) --- Conclusão de

Leia mais

Formas de Investigação Preliminar

Formas de Investigação Preliminar 1. Fases da persecução penal: Formas de Investigação Preliminar Cominação legal: quando o legislador cria um tipo penal, nascendo para o Estado do poder/dever de fazer valer a coercibilidade daquela lei.

Leia mais

Inquérito Policial Esquematizado - PF

Inquérito Policial Esquematizado - PF Inquérito Policial Esquematizado - PF SUMÁRIO UNIDADE 1 Processo Penal UNIDADE 2 Persecução penal 2.1 Diferença entre Policia Administrativa e Polícia Judiciária UNIDADE 3 Conceito 3.1 Finalidade UNIDADE

Leia mais

NOÇÕES DE DIREITO PROCESSUAL PENAL

NOÇÕES DE DIREITO PROCESSUAL PENAL NOÇÕES DE DIREITO PROCESSUAL Prof.ª Maria Carolina Brassanini Centa http://centaadvocacia.meuescritório.com.br centa.advocacia@onda.com.br PROCESSO CONCEITO: É O ESTUDO DE NORMAS CRIADAS PARA A APLICAÇÃO

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ AULA X DIREITO PENAL II TEMA: AÇÃO PENAL PROFª: PAOLA JULIEN O. SANTOS AÇÃO PENAL INTRODUÇÃO Ação Penal, faculdade que tem o Poder Público de, em nome da sociedade, apurar a responsabilidade dos agentes

Leia mais

CONCEITO NATUREZA DO INQUÉRITO POLICIAL

CONCEITO NATUREZA DO INQUÉRITO POLICIAL CONCEITO Inquérito Policial é todo o procedimento policial destinado a reunir elementos necessários à apuração da pratica de uma infração penal. É destinado sempre ao Ministério publico ou diretamente

Leia mais

XXIII EXAME DE ORDEM PROCESSO PENAL PROF CHRISTIANO GONZAGA

XXIII EXAME DE ORDEM PROCESSO PENAL PROF CHRISTIANO GONZAGA XXIII EXAME DE ORDEM PROCESSO PENAL PROF CHRISTIANO GONZAGA Princípios Devido Processo Legal Juiz Natural PRINCÍPIOS IMPORTANTES Ampla Defesa Presunção de Inocência Aplicação da lei processual Art. 2º,

Leia mais

DISPOSIÇÕES PENAIS. CRIMES ELEITORAIS São todas condutas que, durante o

DISPOSIÇÕES PENAIS. CRIMES ELEITORAIS São todas condutas que, durante o CRIMES ELEITORAIS São todas condutas que, durante o processo eleitoral atingem ou maculam a liberdade do direito ao voto, os procedimentos das atividades eleitorais, desde o alistamento até a diplomação

Leia mais

Noções de Direito Processual Penal - PF Prof. RODRIGO DAMASCENO Aulas: 1 a 6

Noções de Direito Processual Penal - PF Prof. RODRIGO DAMASCENO Aulas: 1 a 6 Noções de Direito Processual Penal - PF Prof. RODRIGO DAMASCENO contato@rodrigodamasceno.com.br Aulas: 1 a 6 - I - INQUÉRITO POLICIAL - arts. 4º a 23 do CPP- Conceito & Natureza: Procedimento administrativo

Leia mais

SÉRGIO MELO DIREITO PROCESSUAL PENAL

SÉRGIO MELO DIREITO PROCESSUAL PENAL SÉRGIO MELO DIREITO PROCESSUAL PENAL 1) Delegado de Polícia-PC/GO-CESPE-2017 O Código de Processo Penal prevê a requisição, às empresas prestadoras de serviço de telecomunicações, de disponibilização imediata

Leia mais

CONSELHO SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº 77, DE 14 DE SETEMBRO DE 2004

CONSELHO SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº 77, DE 14 DE SETEMBRO DE 2004 CONSELHO SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº 77, DE 14 DE SETEMBRO DE 2004 Regulamenta o artigo 8º da Lei Complementar nº 75, de 20 de maio de 1993, disciplinando, no âmbito do Ministério

Leia mais

INQUÉRITO POLICIAL. Todos os testes possuem explicação sobre a resposta correta. a) O inquérito policial é a peça inicial da ação penal.

INQUÉRITO POLICIAL. Todos os testes possuem explicação sobre a resposta correta. a) O inquérito policial é a peça inicial da ação penal. DIREITO PENAL INQUÉRITO POLICIAL Todos os testes possuem explicação sobre a resposta correta. 1- Assinale a alternativa CORRETA. a) O inquérito policial é a peça inicial da ação penal. b) O inquérito policial

Leia mais

LFG MAPS. INQUÉRITO POLICIAL 08 questões. qualquer diligência, que será realizada, ou não, a juízo da autoridade.

LFG MAPS. INQUÉRITO POLICIAL 08 questões. qualquer diligência, que será realizada, ou não, a juízo da autoridade. NOÇÕES DE DIREITO PENAL Nível de importância Tema QTDE de Questões Porcentagem (%) 1 Inquérito Policial 8 32% 2 Prisões 7 28% 3 Provas 6 24% 4 Ação Penal 2 8% 5 Habeas Corpus 2 8% TOTAL 25 100% INQUÉRITO

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br A ação penal popular no ordenamento jurídico brasileiro Liduina Araujo Batista * O presente estudo trata da discussão acerca da possibilidade, ou não, de existência, em nosso ordenamento

Leia mais

Conteúdo: Ação Penal nos Crimes contra a Honra: Pedido de explicações, audiência de conciliação, exceção da verdade. Jurisdição: Conceito, Princípios.

Conteúdo: Ação Penal nos Crimes contra a Honra: Pedido de explicações, audiência de conciliação, exceção da verdade. Jurisdição: Conceito, Princípios. Turma e Ano: Flex A (2014) Matéria / Aula: Processo Penal / Aula 08 Professor: Elisa Pittaro Conteúdo: Ação Penal nos Crimes contra a Honra: Pedido de explicações, audiência de conciliação, exceção da

Leia mais

Tropa de Elite Resolução de Questões Processo Penal Bloco de Questões I Emerson Castelo Branco

Tropa de Elite Resolução de Questões Processo Penal Bloco de Questões I Emerson Castelo Branco Tropa de Elite Resolução de Questões Processo Penal Bloco de Questões I Emerson Castelo Branco 2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. QUESTÕES DE PROCESSO PENAL 1

Leia mais

]âü áw ûé x T ûé cxçtä MARQUE CERTO ( C ) OU ERRADO ( E ) PARA AS QUESTÕES DE JURISDIÇÃO E AÇÃO PENAL

]âü áw ûé x T ûé cxçtä MARQUE CERTO ( C ) OU ERRADO ( E ) PARA AS QUESTÕES DE JURISDIÇÃO E AÇÃO PENAL MARQUE CERTO ( C ) OU ERRADO ( E ) PARA AS QUESTÕES DE JURISDIÇÃO E AÇÃO PENAL 1 - (CESPE/Agente Penitenciário/1998) Embora a função jurisdicional seja função precípua do Poder Judiciário, não pode o juiz,

Leia mais

Aulas 01 a 04 CPP INQUÉRITO POLICIAL

Aulas 01 a 04 CPP INQUÉRITO POLICIAL Aulas 01 a 04 CPP INQUÉRITO POLICIAL Arts. 4.º a 23 do CPP. Art. 4º A polícia judiciária será exercida pelas autoridades policiais no território de suas respectivas circunscrições e terá por fim a apuração

Leia mais

INQUÉRITO POLICIAL EXERCÍCIOS LEGISLAÇÃO JURISPRUDÊNCIA

INQUÉRITO POLICIAL EXERCÍCIOS LEGISLAÇÃO JURISPRUDÊNCIA INQUÉRITO POLICIAL EXERCÍCIOS LEGISLAÇÃO JURISPRUDÊNCIA Cupom futuropolicial30. 30% de desconto na compra de qualquer curso, válido até 23h59 de segunda-feira (23/05). 1ª QUESTÃO (CESPE) Com relação ao

Leia mais

Juizados Especiais Criminais

Juizados Especiais Criminais Direito Processual Penal Juizados Especiais Criminais Constituição Federal Art. 98. A União, no Distrito Federal e nos Territórios, e os Estados criarão: I - juizados especiais, providos por juízes togados,

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL IV

DIREITO PROCESSUAL PENAL IV AULA DIA 18/05 Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com DIREITO PROCESSUAL PENAL IV 2.3 PROCEDIMENTO DA LEI DE DROGAS (Lei 11.343/06) - Procedimento Previsto nos artigos 54 a 59 da

Leia mais

INSTRUÇÃO PROMOTOR NATURAL: O

INSTRUÇÃO PROMOTOR NATURAL: O INSTRUÇÃO PROMOTOR NATURAL: O inquérito civil e o procedimento preparatório serão presididos pelo membro do Ministério Público a quem for conferida essa atribuição, nos termos da normatização de regência.

Leia mais

NOTITIA CRIMINIS (notícia do crime)

NOTITIA CRIMINIS (notícia do crime) NOTITIA CRIMINIS (notícia do crime) Conceito É o conhecimento pela autoridade policial, quer seja espontâneo quer seja provocado, de um fato aparentemente criminoso. Espécies a) Espontânea (cognição imediata)

Leia mais

OBJETO DA NORMA E CONCEITOS E TIPOS PENAIS

OBJETO DA NORMA E CONCEITOS E TIPOS PENAIS - LEGISLAÇÃO PENAL ESPECIAL - - Lei nº 12.850/13 - Lei de Combate às Organizações Criminosas - Professor: Marcos Girão - OBJETO DA NORMA E CONCEITOS E TIPOS PENAIS 1 OBJETO DA LEI Nº 12.850/13 Art. 1 o

Leia mais

Processo Penal. Professor Luiz Lima CONCURSO TJSP - VUNESP

Processo Penal. Professor Luiz Lima CONCURSO TJSP - VUNESP Processo Penal Professor Luiz Lima CONCURSO TJSP - VUNESP BLOCO II: Conhecimentos em Direito (24) Questões de português; (16) Questões de informática; (4) atualidades; (6) matemática; (40) questões: 1.

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Promover o desenvolvimento das competências e habilidades definidas no perfil do egresso, quais sejam:

PLANO DE ENSINO. Promover o desenvolvimento das competências e habilidades definidas no perfil do egresso, quais sejam: PLANO DE ENSINO CURSO: Direito PERÍODO: 5º semestre DISCIPLINA: Ação Penal CARGA HORÁRIA SEMANAL: 1,5 horas/aula CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 30 horas I EMENTA Persecutio criminis. Inquérito policial. Ação

Leia mais

A DISPENSABILIDADE DO INQUÉRITO POLICIAL E A PROPOSTA DE EMENDA CONSTITUCIONAL 37/2011

A DISPENSABILIDADE DO INQUÉRITO POLICIAL E A PROPOSTA DE EMENDA CONSTITUCIONAL 37/2011 A DISPENSABILIDADE DO INQUÉRITO POLICIAL E A PROPOSTA DE EMENDA CONSTITUCIONAL 37/2011 Autoria: Jurandi Ferreira de Souza Neto - - Faculdade de Ciências Sociais Aplicada (FACISA) E-mail: jufersnt@gmail.com

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº INSTRUÇÃO Nº CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL

RESOLUÇÃO Nº INSTRUÇÃO Nº CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº 23.396 INSTRUÇÃO Nº 958-26.2013.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL Relator: Ministro Dias Toffoli Interessado: Tribunal Superior Eleitoral Dispõe sobre a apuração de crimes eleitorais.

Leia mais

MPU Processo Penal Investigação Criminal Armando Júnior

MPU Processo Penal Investigação Criminal Armando Júnior MPU Processo Penal Investigação Criminal Armando Júnior 2013 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. INVESTIGAÇÃO CRIMINAL #1) INTRODUÇÃO à Jus puniendi à Persecução penal

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL I. Fontes e Princípios Aplicáveis ao Direito Processual Penal... 002 II. Lei Processual Penal e Sistemas do Processo Penal... 005 III. Inquérito Policial... 006 IV. Processo e

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº INSTRUÇÃO Nº CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL

RESOLUÇÃO Nº INSTRUÇÃO Nº CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº 23.363 INSTRUÇÃO Nº 1160-71.2011.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL Relator: Ministro Arnaldo Versiani Interessado: Tribunal Superior Eleitoral Dispõe sobre a apuração de crimes

Leia mais

RESOLUÇÃO N XXXXXXX INSTRUÇÃO N xxx-xx.20xx CLASSE 19 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL.

RESOLUÇÃO N XXXXXXX INSTRUÇÃO N xxx-xx.20xx CLASSE 19 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL. RESOLUÇÃO N XXXXXXX INSTRUÇÃO N xxx-xx.20xx6.00.0000 - CLASSE 19 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL. Relator: Ministro Dias Toffoli. Interessado: Tribunal Superior Eleitoral. Dispõe sobre a apuração de crimes

Leia mais

CAPÍTULO 3 INQUÉRITO POLICIAL FEDERAL

CAPÍTULO 3 INQUÉRITO POLICIAL FEDERAL CAPÍTULO 3 INQUÉRITO POLICIAL FEDERAL 3.1. Conceito O inquérito policial federal é um procedimento administrativo presidido pelo Delegado de Polícia Federal, com exclusividade, que consiste num conjunto

Leia mais

5.2 - OBJETO RESUMO 06

5.2 - OBJETO RESUMO 06 RESUMO 05 5. PERSECUÇÃO PENAL 5.1 CONCEITO: É o caminho percorrido pelo Estado-Administração para que seja aplicada uma pena ou medida de segurança àquele que cometeu uma infração penal, consubstanciando-se

Leia mais

A questão baseia-se na literalidade do art. 283, 284 e 285 do CPP:

A questão baseia-se na literalidade do art. 283, 284 e 285 do CPP: Cargo: S01 - AGENTE DE POLÍCIA CIVIL Disciplina: Noções de Direito Processual Penal Questão Gabarito por extenso Justificativa A questão baseia-se na literalidade do art. 283, 284 e 285 do CPP: Conclusão

Leia mais

Material Didático de Direito Penal n.5:

Material Didático de Direito Penal n.5: [Digite o nome da empresa] Material Didático de Direito Penal n.5: AÇÃO PENAL Produzido por Gisele Alves e Ieda Botelho 14 AÇÃO PENAL De acordo com Cleber Masson (2012, p. 833) a ação penal é o direito

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ DIREITO PENAL II - 4 semestre Profª Paola Santos

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ DIREITO PENAL II - 4 semestre Profª Paola Santos AULA X DIREITO PENAL II TEMA: AÇÃO PENAL PROFª: PAOLA JULIEN O. SANTOS INTRODUÇÃO Ação Penal, faculdade que tem o Poder Público de, em nome da sociedade, apurar a responsabilidade dos agentes de delitos,

Leia mais

OBS: IMPRIMIR ATÉ SLIDES 16 INQUÉRITO POLICIAL. Art. 4 ao Art. 23 do CPP.

OBS: IMPRIMIR ATÉ SLIDES 16 INQUÉRITO POLICIAL. Art. 4 ao Art. 23 do CPP. OBS: IMPRIMIR ATÉ SLIDES 16 INQUÉRITO POLICIAL --------------------------- Art. 4 ao Art. 23 do CPP. CONSIDERAÇÕES INICIAIS ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO ação penal mínimo razoável de provas materialidade

Leia mais

NOÇÕES DE DIREITO PROCESSUAL PENAL

NOÇÕES DE DIREITO PROCESSUAL PENAL NOÇÕES DE DIREITO PROCESSUAL PENAL 142 QUESTÕES DE PROVAS DE CONCURSOS POR ASSUNTOS Edição 2017 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É vedada a reprodução total ou parcial deste material, por qualquer meio ou

Leia mais

Aula 3: Ação Penal. Prof. Ma. Luane Lemos. São Luis,

Aula 3: Ação Penal. Prof. Ma. Luane Lemos. São Luis, Aula 3: Ação Penal Incondicionada Ação Penal Pública Condicionada Exclusiva À representação À requisição do MJ Privada Personalíssima Subsidiária da pública 4.1 Ação Penal Pública 4.1.2 Ação Penal Pública

Leia mais

Direito Processual Penal

Direito Processual Penal CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER Direito Processual Penal Período: 2008-2017 Sumário Direito Processual Penal... 3 Interpretação e integração da lei processual penal... 3 Inquérito Policial... 3 Ação Penal...

Leia mais

NOÇÕES DE DIREITO PROCESSUAL PENAL

NOÇÕES DE DIREITO PROCESSUAL PENAL NOÇÕES DE DIREITO PROCESSUAL PENAL SUMÁRIO UNIDADE 1 Inquérito Policial 1.1 histórico 1.2 Natureza 1.3 Conceito 1.4 Finalidade 1.5 Características 1.6 Fundamento 1.7 Titularidade 1.8 Grau de cognição 1.9

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CURSO DE DIREITO

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CURSO DE DIREITO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CURSO DE DIREITO A (IN)DISPENSABILIDADE DO INQUÉRITO POLICIAL PARA O OFERECIMENTO DA DENÚNCIA E QUEIXA-CRIME NOS PROCESSOS JUDICIAIS NAS COMARCAS DO VALE DO TAQUARI EM 2008

Leia mais

Sumário APRESENTAÇÃO LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS Ponto 1. Ponto 2

Sumário APRESENTAÇÃO LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS Ponto 1. Ponto 2 Sumário APRESENTAÇÃO... 15 LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS... 17 Ponto 1 Introdução... 19 Ponto 2 Inquérito Policial... 23 2.1 Considerações gerais... 23 2.2 Conceito... 29 2.3 Natureza jurídica... 29 2.4

Leia mais

Capítulo 1 Introdução...1. Capítulo 2 Inquérito Policial (IP)...5

Capítulo 1 Introdução...1. Capítulo 2 Inquérito Policial (IP)...5 S u m á r i o Capítulo 1 Introdução...1 Capítulo 2 Inquérito Policial (IP)...5 2.1. Início do IP... 17 2.2. Indiciamento... 24 2.3. Identificação Criminal a Nova Lei nº 12.037/2009... 27 2.4. Demais Providências...

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 177 Registro: 2016.0000500364 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Mandado de Segurança nº 2075184-69.2016.8.26.0000, da Comarca de, em que é impetrante TWITTER BRASIL REDE DE INFORMAÇÕES

Leia mais

Direito Penal. Da Ação Processual Penal

Direito Penal. Da Ação Processual Penal Direito Penal Da Ação Processual Penal Ação Processual Penal Conceito: - Poder ou direito de apresentar em juízo uma pretensão acusatória. Fundamento: - Princípio da inafastabilidade do poder jurisdicional

Leia mais

ww.concursovirtual.com.b

ww.concursovirtual.com.b MP RJ PROFESSORA RAQUEL TINOCO EDITAL: ORGANIZAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO O Ministério Público na Constituição Federal de 1988: princípios, garantias, vedações, estrutura e funções institucionais; Conselho

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL MILITAR Silvana Dantas Aula 01 MPU 2017 DIREITO PROCESSUAL PENAL MILITAR PROFª SILVANA DANTAS.

DIREITO PROCESSUAL PENAL MILITAR Silvana Dantas Aula 01 MPU 2017 DIREITO PROCESSUAL PENAL MILITAR PROFª SILVANA DANTAS. 01 MPU 2017 DIREITO PROCESSUAL PENAL MILITAR PROFª SILVANA DANTAS 1 APRESENTAÇÃO CURRÍCULO DO PROFESSOR : possui graduação em direito pela Universidade Federal de Campina Grande PB; Pós-graduanda em Direito

Leia mais

a) só poderia ordenar o arquivamento se houvesse requerimento do Ministério Público nesse sentido.

a) só poderia ordenar o arquivamento se houvesse requerimento do Ministério Público nesse sentido. O concurso para o Tribunal Regional Federal da 1 região (TRF1) deverá acontecer ainda este ano. Embora não haja previsão para divulgação do edital, a preparação deve ser iniciada o quanto antes. Para auxiliar

Leia mais

Mapa Mental de Direito Processual Penal Inquérito Policial

Mapa Mental de Direito Processual Penal Inquérito Policial Mapa Mental de Direito Processual Penal Inquérito Policial Mapa Mental de Direito Processual Penal Inquérito Policial Direito Processual Penal Inquérito Policial O inquérito policial é um procedimento

Leia mais

1 CONCEITO DE INQUÉRITO POLICIAL

1 CONCEITO DE INQUÉRITO POLICIAL DIREITO PROCESSUAL PENAL INQUÉRITO POLICIAL PARTE 01 RESUMO DA AULA 1 CONCEITO; 2 NATUREZA JURÍDICA; 3 CARACTERÍSTICAS. 1 2 1 CONCEITO DE INQUÉRITO POLICIAL INQUÉRITO POLICIAL É O CONJUNTO DE DILIGÊNCIAS

Leia mais

Prof. Luis Fernando Alves

Prof. Luis Fernando Alves 1 Prof. Luis Fernando Alves www.professorluisfernando.jur.adv.br 2 PARTE I - TEORIA 1º PASSO - COMPREENDENDO O PROBLEMA 1. DICAS INICIAIS 3 Compreensão do problema: é a partir dos dados nele contidos que

Leia mais

IUS RESUMOS. Inquérito Policial Parte II. Organizado por: Max Danizio Santos Cavalcante

IUS RESUMOS. Inquérito Policial Parte II. Organizado por: Max Danizio Santos Cavalcante Inquérito Policial Parte II Organizado por: Max Danizio Santos Cavalcante SUMÁRIO I INQUÉRITO PÓLICIAL PARTE II... 3 1. Destino do Inquérito Policial... 3 2. Novas diligências requeridas pelo Ministério

Leia mais

Sumário APRESENTAÇÃO Ponto 1. Ponto 2

Sumário APRESENTAÇÃO Ponto 1. Ponto 2 Sumário APRESENTAÇÃO... 17 Nota à 2ª edição... 19 LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS... 21 Ponto 1 Introdução... 23 Ponto 2 Inquérito Policial... 27 2.1 Sistema acusatório e sistema inquisitório (ou inquisitivo)...

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. MÓDULO II 1. Regras de competência 2. Procedimento 3. Pedidos 4. Recurso Ordinário Constitucional

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. MÓDULO II 1. Regras de competência 2. Procedimento 3. Pedidos 4. Recurso Ordinário Constitucional CONTEÚDO PROGRAMÁTICO MÓDULO II 1. Regras de competência 2. Procedimento 3. Pedidos 4. Recurso Ordinário Constitucional 1. REGRAS DE COMPETÊNCIA O habeas corpus deve ser interposto à autoridade judicial

Leia mais

Súmula vinculante 35-STF

Súmula vinculante 35-STF Súmula vinculante 35-STF Márcio André Lopes Cavalcante DIREITO PROCESSUAL PENAL TRANSAÇÃO PENAL SÚMULA VINCULANTE 35-STF: A homologação da transação penal prevista no artigo 76 da Lei 9.099/1995 não faz

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Conceito de Autoridade Policial em nossa Sistemática Processual Paulo Henrique da Silva Carvalho * Analisando o Código de Processo Penal Brasileiro e a legislação processual penal

Leia mais

Direito Processual Penal

Direito Processual Penal Direito Processual Penal Inquérito Policial Professor Joeberth Nunes www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Processual Penal INQUÉRITO POLICIAL TÍTULO II Do Inquérito Policial Art. 4º A polícia judiciária

Leia mais

1. Sobre as medidas cautelares pessoais no processo penal, é correto afirmar que:

1. Sobre as medidas cautelares pessoais no processo penal, é correto afirmar que: P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO PROCESSUAL PENAL 1. Sobre as medidas cautelares pessoais no processo penal, é correto afirmar que: I - De acordo com o Código de Processo Penal, as

Leia mais

Direito Processual Penal

Direito Processual Penal Direito Processual Penal Prisão Preventiva Professor Joerberth Nunes www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Processual Penal PRISÃO PREVENTIVA CÓDIGO DE PROCESSO PENAL TÍTULO IX CAPÍTULO III Da Prisão

Leia mais

PRÁTICA PENAL DELEGADO DE POLÍCIA. Márcio Alberto Gomes Silva. Coordenadores Rogério Sanches Cunha Daniel Noveli

PRÁTICA PENAL DELEGADO DE POLÍCIA. Márcio Alberto Gomes Silva. Coordenadores Rogério Sanches Cunha Daniel Noveli Márcio Alberto Gomes Silva Coordenadores Rogério Sanches Cunha Daniel Noveli PRÁTICA PENAL DELEGADO DE POLÍCIA 2017 Pratica Penal -Delegado de Policia-Silva-1ed.indb 3 27/12/2016 12:32:36 Capítulo 1 INQUÉRITO

Leia mais

Princípio da Territorialidade (regra): É o espaço em que o Estado exerce a sua soberania política. Compreende: - espaço delimitado por fronteiras,

Princípio da Territorialidade (regra): É o espaço em que o Estado exerce a sua soberania política. Compreende: - espaço delimitado por fronteiras, LEGALE LEI PENAL NO ESPAÇO Princípio da Territorialidade (regra): É o espaço em que o Estado exerce a sua soberania política. Compreende: - espaço delimitado por fronteiras, sem solução de continuidade

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo 5 Inquérito policial (arts. 4º a 23 do cpp) 5.1 Conceito

SUMÁRIO. Capítulo 5 Inquérito policial (arts. 4º a 23 do cpp) 5.1 Conceito SUMÁRIO Introdução Capítulo 1 PRINCÍPIOS INFORMADORES DO PROCESSO PENAL 1.1 Devido processo legal (due process of law) ou justo processo 1.2 Publicidade dos atos processuais 1.3 Presunção de inocência,

Leia mais

CONCEITO DE AUTORIDADE

CONCEITO DE AUTORIDADE - LEGISLAÇÃO PENAL ESPECIAL - - Lei nº 4.898/65 - Abuso de Autoridade - Professor: Marcos Girão - CONCEITO DE AUTORIDADE 1 CONCEITO DE AUTORIDADE LEI Nº 4.898/65 Pode ser considerado autoridade o servidor

Leia mais

REINALDO ROSSANO LÉO MATOS INFORMÁTICA EXERCÍCIOS QUADRIX LINUX DIREITO PROCESSUAL PENAL

REINALDO ROSSANO LÉO MATOS INFORMÁTICA EXERCÍCIOS QUADRIX LINUX DIREITO PROCESSUAL PENAL REINALDO ROSSANO LÉO MATOS INFORMÁTICA EXERCÍCIOS QUADRIX LINUX DIREITO PROCESSUAL PENAL CARGOS: OFICIAL DE JUSTIÇA E ANALISTA JUDICIÁRIO FUNÇÃO JUDICIÁRIA PROVA OBJETIVA: 9.1.3. A Prova Objetiva será

Leia mais

PROCESSO PENAL, 2017 INVESTIGAÇÃO PRELIMINAR.

PROCESSO PENAL, 2017 INVESTIGAÇÃO PRELIMINAR. PROCESSO PENAL, 2017 INVESTIGAÇÃO PRELIMINAR contato@theuan.com.br 1. INVESTIGAÇÃO PRELIMINAR 1.1. Conceito e finalidade Constitui o conjunto de atividades desenvolvidas concatenadamente por órgãos do

Leia mais

Ele é instaurado com o requerimento da vítima, que não interrompe o prazo decadencial para o oferecimento da queixa.

Ele é instaurado com o requerimento da vítima, que não interrompe o prazo decadencial para o oferecimento da queixa. Turma e Ano: Flex A (2014) Matéria / Aula: Processo Penal / Aula 05 Professor: Elisa Pittaro Conteúdo: Inquérito Policial: Instauração do IP - Ação Penal Privada; Diligências Investigatórias; Indiciamento;

Leia mais

PONTO 1: Prisão 1. PRISÃO. Quanto às espécies de prisão, podemos falar em:

PONTO 1: Prisão 1. PRISÃO. Quanto às espécies de prisão, podemos falar em: 1 DIREITO PROCESSUAL PENAL PONTO 1: Prisão 1. PRISÃO Segundo o art. 5º, LXI, da CF/88, é possível a prisão mediante flagrante delito ou ordem escrita e fundamentada da autoridade competente, salvo transgressão

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES 2007/1 UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES Disciplina: DIREITO PROCESSUAL PENAL I Curso: DIREITO Código CR PER Co-Requisito Pré-Requisito

Leia mais

TEMA 2 DIREITO PROCESSUAL PENAL

TEMA 2 DIREITO PROCESSUAL PENAL PROVA ORAL QUESTÃO 1 Em meio a escuta telefônica autorizada judicialmente, a autoridade policial captou incidentalmente diálogos entre o investigado e seu patrono constituído, ocasião em que ambos combinavam

Leia mais

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Correlação entre acusação e sentença. Gustavo Badaró aula de

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Correlação entre acusação e sentença. Gustavo Badaró aula de Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo Correlação entre acusação e sentença Gustavo Badaró aula de 11.08.2015 1. Noções Gerais PLANO DA AULA 2. Distinção entre fato penal e fato processual penal

Leia mais

CONTEUDO PROGRAMÁTICO DIREITO PROCESSUAL PENAL I. 1. Introdução: 1.1 Conceito de Direito Processual; 1.2 Conteúdo; 1.3 Objeto;

CONTEUDO PROGRAMÁTICO DIREITO PROCESSUAL PENAL I. 1. Introdução: 1.1 Conceito de Direito Processual; 1.2 Conteúdo; 1.3 Objeto; CONTEUDO PROGRAMÁTICO DIREITO PROCESSUAL PENAL I 1. Introdução: 1.1 Conceito de Direito Processual; 1.2 Conteúdo; 1.3 Objeto; 2. Evolução História do Processo Penal 2.1 Processo penal no Brasil; 2.2 Sistemas

Leia mais

AULA 01 INQUÉRITO POLICIAL

AULA 01 INQUÉRITO POLICIAL AULA 01 INQUÉRITO POLICIAL Caros alunos de todo o Brasil, sejam bem-vindos a nossa primeira aula! Hoje veremos um tema importante e que é objeto de questionamento por praticamente todas as bancas de prova:

Leia mais

CURSO DE ÉTICA MÉDICA Cons. Cláudia Navarro Carvalho Duarte Lemos 1a. Secretária CRMMG

CURSO DE ÉTICA MÉDICA Cons. Cláudia Navarro Carvalho Duarte Lemos 1a. Secretária CRMMG CURSO DE ÉTICA MÉDICA - 2016 Cons. Cláudia Navarro Carvalho Duarte Lemos 1a. Secretária CRMMG Sigilo Profissional Demanda Judicial Cons. Cláudia Navarro Carvalho Duarte Lemos 1a. Secretária CRMMG Princípio

Leia mais

Direito Processual Penal I. Prof. Elias Souto CARGA HORÁRIA

Direito Processual Penal I. Prof. Elias Souto CARGA HORÁRIA CURSO DISCIPLINA DOCENTE PERÍODO CARGA HORÁRIA EMENTA OBJETIVOS DIREITO Direito Processual Penal I Prof. Elias Souto 5 P 80 h Noções Preliminares; Hermenêutica e Aplicação da Lei Processual Penal; Inquérito

Leia mais

Direito Processual. Prof. Keops Castro de Souza

Direito Processual. Prof. Keops Castro de Souza Direito Processual Prof. Keops Castro de Souza INQUÉRITO POLICIAL MILITAR 1- Conceito, natureza jurídica,características e finalidade; 2-Prazos do IPM 3- Modos por que pode ser iniciado; 4- Medidas preliminares

Leia mais

Polícia Civil Legislação Penal Especial Liana Ximenes

Polícia Civil Legislação Penal Especial Liana Ximenes Polícia Civil Legislação Penal Especial Liana Ximenes Crimes de Trânsito- Lei 9503/97 Arts. 291-301 do CTB - Parte Geral Arts.302-312 do CTB Crimes em espécie Parte Geral Art. 291. Aos crimes cometidos

Leia mais

Direito Processual Penal

Direito Processual Penal CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER Direito Processual Penal Delegado da Polícia Federal Período: 2004-2016 Sumário Direito Processual Penal... 3 Inquérito Policial... 3 Auxiliares da Justiça... 4 Interrogatório

Leia mais

Prof. Raul de Mello Franco Jr. - UNIARA PODER EXECUTIVO. 3ª aula. Prof. Raul de Mello Franco Jr.

Prof. Raul de Mello Franco Jr. - UNIARA PODER EXECUTIVO. 3ª aula. Prof. Raul de Mello Franco Jr. PODER EXECUTIVO 3ª aula Prof. Raul de Mello Franco Jr. SUBSÍDIOS do PRESIDENTE, do VICE e dos MINISTROS São fixados pelo CN, por decreto-legislativo (art. 49, VIII, CF). Devem ser fixados em parcela única.

Leia mais

AULA DEMONSTRATIVA: INQUÉRITO POLICIAL. NOTITIA CRIMINIS.

AULA DEMONSTRATIVA: INQUÉRITO POLICIAL. NOTITIA CRIMINIS. AULA DEMONSTRATIVA: INQUÉRITO POLICIAL. NOTITIA CRIMINIS. SUMÁRIO PÁGINA Apresentação e Cronograma 01 I Natureza e Características Inquérito Policial 04 II Início do Inquérito Policial 20 III - Tramitação

Leia mais

CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER. Direito Processual Penal. Inquérito. Período

CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER. Direito Processual Penal. Inquérito. Período CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER Direito Processual Penal Período 2010 2016 1) CESPE Procurador Federal AGU (2010) Direito Processual Penal Acerca do inquérito policial, julgue o item subsequente. Embora

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE REFERÊNCIA

QUESTIONÁRIO DE REFERÊNCIA 1. Nome da organização: Departamento de Polícia Federal. QUESTIONÁRIO DE REFERÊNCIA 2. Endereço: Setor de Autarquias Sul, Quadra 6, Lotes 9/10, Brasília/DF, Brasil. Telefone: 55 61 2024-8366 Fax: 55 61

Leia mais

Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Capítulo I DISPOSIÇÕES GERAIS

Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Capítulo I DISPOSIÇÕES GERAIS PROJETO DE LEI Nº XXX, DE 2013 Dispõe sobre a investigação criminal e dá outras providências. A Presidenta da República Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Capítulo

Leia mais

RBDGP REVISTA BRASILEIRA DE DIREITO E GESTÃO PÚBLICA - ARTIGO DE REVISÃO -

RBDGP REVISTA BRASILEIRA DE DIREITO E GESTÃO PÚBLICA - ARTIGO DE REVISÃO - 15 GVAA - GRUPO VERDE DE AGROECOLOGIA E ABELHAS - POMBAL - PB RBDGP REVISTA BRASILEIRA DE DIREITO E GESTÃO PÚBLICA - ARTIGO DE REVISÃO - O inquérito policial: características e procedimentos para sua instalação

Leia mais