CRUD GERAL E LOGIN Sumário

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CRUD GERAL E LOGIN Sumário"

Transcrição

1 Sumário Construção de sistema Administrativo... 2 Sistema de Login... 2 Técnicas para Evitar Ataques... 3 Formulário de Login e Senha... 3 Controlar Sessão... 4 Criar Menu... 4 Pagina de LOGIN... 4 CRUD... 6 O que é CRUD?... 6 Criando as classes que fazem parte do CRUD... 6 Busca Dados Geral... 6 Insert Geral... 7 Update Geral... 9 Delete Geral Recuperar ID do último registro inserido Lista Geral

2 Construção de sistema Administrativo CRUD GERAL E LOGIN Um sistema administrativo é composto por CRUDs e Sistema de Segurança através de Login e Senha. Nesse modelo, iremos ensinar como criar um sistema administrativo simples em PHP. Os arquivos base estão em Esse modelo é composto de duas partes LOGIN e CRUD. Vamos iniciar a parte do LOGIN. Sistema de Login Iremos construir um sistema de login e senha para garantir a segurança do sistema administrativo. No arquivo class.php das linhas 346 a 393 que contém os métodos referente ao sistema de login e senha. Primeiro vamos falar de SQL INJECTION ou INJEÇÃO DE SQL Muitos desenvolvedores web não sabem de como consultas SQL podem ser manipuladas e presumem que uma consulta de SQL é um comando confiável. Significa que consultas SQL são capazes de passar imperceptível por controles de acesso, portanto desviando da autenticação padrão e de checagens de autorização, e algumas vezes consultas SQL podem permitir acesso à comando em nível do sistema operacional do servidor. Injeção direta de comandos SQL é uma técnica onde um atacante cria ou altera comandos SQL existentes para expor dados escondidos, ou sobrescrever dados valiosos, ou ainda executar comandos de sistema perigosos no servidor. Isso é possível se a aplicação pegar a entrada do usuário e combinar com parâmetros estáticos para montar uma consulta SQL. Os exemplos a seguir são baseados em histórias verdadeiras, infelizmente. 2

3 Devido à falta de validação de entrada e conectando ao banco de dados usando o super-usuário ou um usuário que pode criar usuário, o atacante pode criar um super-usuário no seu banco de dados. Técnicas para Evitar Ataques Você pode dizer que o atacante precisa possuir um pouco de informação sobre o esquema de banco de dados na maioria dos exemplos. Você tem razão, mas você nunca sabe quando e como isso pode ser obtido e, se acontecer, seu banco de dados pode ficar exposto. Se você estiver usando um pacote open source publicamente disponível para lidar com banco de dados, que pode pertencer a um sistema de controle de conteúdo ou forum, os invasores facilmente produzem uma cópia de parte de seu código. Também pode ser um risco de segurança se este for for mal desenhado. Esses ataques se baseiam principalmente em explorar falhas no código escrito sem se preocupar com segurança. Nunca confie em nenhum tipo de entrada, especialmente aquela que vem do lado do cliente, mesmo que venha de um combobox, um campo de entrada escondido (hidden) ou um cookie. O primeiro exemplo mostra como uma consulta inocente pode causar desastres. Nunca conecte ao banco de dados como um super-usuário ou como o dono do banco de dados. Use sempre usuários personalizados com privilégios bem limitados. Verifique se uma entrada qualquer tem o tipo de dados esperado. O PHP tem um grande número de funções de validação de entrada, desde as mais simples encontrada em Funções de Variáveis e em Funções de Tipo de Caracteres (ex.: is_numeric(), ctype_digit() respectivamente) além de usar o suporte a Expressões Regulares Compatível com Perl. Se a aplicação espera por entradas numéricas, considere verificar os dados com a função is_numeric(), ou silenciosamente mudar o seu tipo usando settype(), ou usar a representação númerica usando a função sprintf(). Outra maneira é utilizando um função PHP para tratar esses erros. A função do PHP mysql_real_escape_string, Esta função irá escapar os caracteres especiais em unescaped_string, levando em conta o atual conjunto de caracteres da conexão, assim é seguro coloca-la em mysql_query(). Veja um método para tratar SQL INJECTION no PHP //métodos de login e senha public function anti_sql_injection($string){//método responsável por tratar dados para evitar SQL injection $string = get_magic_quotes_gpc()? stripslashes($string) : $string; $string = function_exists("mysql_real_escape_string")? mysql_real_escape_string($string) : mysql_escape_string($string); return $string; Esse método trata os campos digitados contra SQL INJECTION. Formulário de Login e Senha public function form_login($string){//método de formulario de login $login ="<fieldset> <legend>login</legend>\n"; $login.="<form action=\"login.php?cod=logar\" method=\"post\">\n"; 3

4 $login.="<label>login</label>\n"; $login.="<input type=\"text\" class=\"campos\" name=\"login\" size=\"12\"><br />\n"; $login.="<label>senha</label>\n"; $login.="<input type=\"password\" class=\"campos\" name=\"senha\" size=\"12\"><br /><span class=\"erro\">".$string."</span>\n"; $login.="<div align=\"right\"><input type=\"submit\" class=\"botoes\" value=\"ok\"></div>\n"; $login.="</form>\n"; $login.="</fieldset>\n"; return $login; Esse método cria um formulário de login e senha, podendo ser possível passar alguma mensagem de erro. Controlar Sessão, caso não logado volta a página de login e senha. //método de controle de sessão public function sessao(){ session_start();//inicio sessão if(!isset($_session['id'])) {//checo se variavel sessao de ID foi declarada $obj->redireciona("login.php"); //a tela de login //método de menu do admin Criar Menu Método criar menu através de login no sistema public function get_menu(){ if(isset($_session['id'])) { $menu = "<ul> <li><a href=\"crudbanner.php\">banner</a></li> <li><a href=\"crudnoticia.php\">notícia</a></li> <li><a href=\"crudproduto.php\">produtos</a></li> <li><a href=\"crudtexto.php\">textos</a></li> <li><a href=\"cruduser.php\">usuário</a></li> <li><a href=\"login.php?cod=logoff\">sair</a></li> </ul>"; else{ $menu = "Área reservada!"; return $menu; Com os métodos acima, posso criar minha página de login com o código abaixo. Pagina de LOGIN Utilizando os método em CLASS posso criar uma página de LOGIN e SENHA Veja o script da página LOGIN <?php include "class.php"; 4

5 $obj = new basics; $obj->conn("localhost","news","root",""); switch ($_GET['cod']) { case 'logar': //parte do código que irá logar e criar sessão $senha = $obj->anti_sql_injection($_post['senha']);//trata de sql injection $login = $obj->anti_sql_injection($_post['login']); //trata de sql injection $erro = "";//mensagem de erro zerada $sql = mysql_query("select * FROM usuarios WHERE usuario_login ='".$login."'");// faço o SQL no banco para ver se o login digitado existe no banco if(mysql_num_rows($sql) > 0 ) {// se existir $array = mysql_fetch_array($sql);// recupero os campos do banco em mysql_fetch_array if ($array['usuario_senha'] == $senha){ // comparo se senha digitada bate com a senha cadastrada no banco session_register('user');//registro as variveis de sessão na instance de sessão do navegador session_register('id'); session_register('nome_user'); session_name('login'); $_SESSION['user'] = $array['usuario_login'];//salvo valores nas variaves de sessão registradas $_SESSION['id'] = $array['usuario_id']; $_SESSION['nome_user'] = $array['usuario_nome']; $obj->redireciona("login.php?cod=boas-vindas"); // redireciono para a boas-vindas else { $erro = "Senha errada!"; //mensagem de erro de senha // fecha if senha else { $erro= "Usuário inválido!";//mensagem de erro de usuario $login = $obj->form_login($erro);// instancio o formulario de login com as mensagens de erro, se houverem case "boas-vindas":// tela de boas vindas com o formulário de sessão $obj->sessao();//checo se as variaveis de sessão existem, senão existirem, voltam para a tela de login $login = "Seja bem-vindo a Área administrativa"; case "logoff"://destroe as sessõese faz log-off session_start(); unset($_session['user']); unset($_session['id']); unset($_session['nome_user']); $obj->redireciona("login.php"); default://formulário de login $login = $obj->form_login(""); include "login.html";?> 5

6 O script acima utilizo a variável GET cod para delimitar a ação da pagina, quando está em default, ou seja, sem ser informada, ela carrega o formulário de login. No caso de LOGAR, ela recupera as variáveis de login e senha digitadas no formulário, trata o SQL INJECTION e faz o login, conforme explicação no código. CRUD Uma área administrativa compreende em áreas para gerenciar conteúdos que existem no banco de dados, no nosso projeto temos duas tabelas no banco de dados, TEXTOS e NOTICIAS. Então iremos criar nesse capítulo um CRUD que atenda a todas as áreas administrativas internas, com isso, você sozinho conseguirá fazer o da tabela de usuários que terá acesso a esse site. O que é CRUD? Mas falamos de CRUD, o que seria um CRUD? Consiste numa única aplicação que LISTE, INSERA, ALTERE e EXCLUA registros no banco de dados. A abreviação CRUD mapeada para o padrão ISO/SQL é: Create INSERT Retrieve (Read) SELECT Update UPDATE Destroy (Delete) DELETE Ou seja, nessa aplicação teremos as seguintes instruções SQL: SELECT, INSERT, UPDATE e DELETE. Sendo assim, o SELECT será a listagem dos registros paginados, algo que já fizemos anteriormente. O INSERT será inserção de registros no banco de dados através de um formulário. O UPDATE será alteração desses registros no banco de dados também através de um formulário. E o DELETE será a exclusão desse registro no banco de dados. Criando as classes que fazem parte do CRUD Para criarmos no nosso sistema um CRUD, faremos classes que sejam usadas para criar os arquivos de CRUD. A vantagem nesse procedimento é que iremos construir uma área administrativa em segundos, sem a necessidade de desenvolvimento de classes para cada tabela. Se houver a necessidade de reescrever algum método, você pode usar o POLIMORFISMO, estendo a class BASICS e só reescrevendo o novo método. Esses métodos devem ser inseridos no final do arquivo class.php. /* métodos referente ao crud geral Método referente a varrer uma tabela e criar e declarar variaveis para cada campo, auxiliando muito num formulário de alteração*/ Método para corrigir erros de inserção e alteração de strings com aspas simples. public function acerta_sql($string){ return str_replace("'","\'",$string); Busca Dados Geral O busca dados geral é o método que recuperará os dados de uma consulta para alteração de dados. Abaixo o método que irá recuperar os dados de uma tabela, usando como where o campo e o id a ser filtrado. Ele será muito parecido com o insert geral e update geral, porém irá criar variáveis globais afim de que consigamos com esses valores recuperar dados de uma consulta ao banco de dados. public function busca_dados_geral($nome_table,$campo,$id){ 6

7 $sql = mysql_query("select * FROM ".$nome_table." WHERE ".$campo."='".$id."'");// instrução que exibe os campos de uma tabela $array = mysql_fetch_array($sql); $sqla = mysql_query("show COLUMNS FROM ".$nome_table);// rastreia todos os campos de uma tabela while ($row = mysql_fetch_assoc($sqla)) {// exibe todos os campos e tipo de dados de uma tabela $GLOBALS[$row['Field']] = $array[$row['field']];// salva cada campo da tabela numa variável global if ($row['type'] == "date"){ // trata os campos do tipo data de aaaa-mm-dd para dd/mm/aaaa $GLOBALS[$row['Field']] = self::formata_data($array[$row['field']]); switch($row['type']){ // trata os campos do tipo float para R$ case "float(12,2)": case "decimal(10,2)": case "decimal(12,2)": $GLOBALS[$row['Field']] = self::formata_valor_brasil($array[$row['field']]); Insert Geral O método INSERT GERAL é um método que fará INSERT no banco de dados, passando somente os parâmetros de nome da tabela e método (POST, GET ou outro array). Com isso qual o trabalho que terei num INSERT apenas o de criar um formulário, facilitando a inclusão de registros no banco de dados, segue abaixo explicação do método linha a linha. Para usar INSERT GERAL, devemos construir formulários com o nome do campo idêntico aos campos da tabela em questão. /* método responsável por inserir registros em um banco de dados, originados de um array que pode ser através de um formulário, pelo método POST para usar o método INSERT GERAL com formulários, na construção do mesmo, os campos devem ter o mesmo nome da coluna da tabela a ser inserida registros*/ public function insert_geral($nome_table,$arr){//0 7

8 $table = "INSERT INTO ".$nome_table;// início da string de insert while (list ($key, $val) = each ($arr)) {//1 //inicia um WHILE varrendo o ARRAY que enviou registros ao INSERT GERAL, exemplo POST, KEY = nome do campo, VAL = valor $sql = mysql_query("show COLUMNS FROM ".$nome_table);// instrução que exibe os campos e tipos de uma tabela if (mysql_num_rows($sql) > 0) {//2 while ($row = mysql_fetch_assoc($sql)) {// 3 varre a tabela em questão recuperando os campos de uma tabela if($row['key']!= "PRI"){// checa se o tipo do campo é diferente de chave primária if($key == $row['field']){// na array, quando o indice for Field, voltará o nome do campo switch($row['type']){ case "date":// trata campos de data, transformando-os de dd/mm/aaaa para aaaa-mm-dd $vv = substr($val,0,4); $vv = strchr($val,"/"); $vv2 = strrev($vv); if ($vv!= "" && $vv2!= ""){//checa se o valor preenchido veio dd/mm/aaaa $val_novo = self::formata_usa($val); else{// senão veio preenchido daquela maneira e sim aaaa-mm-dd ele não trata o registro e faz insert no banco da maneira preenchida $val_novo = $val; monetário de R$ para U$ "decimal(10,2)": "decimal(12,2)": self::formata_preco_banco($val); //trata valor case "float(12,2)": case case $val_novo = 8

9 default://senão for data nem casa monetária, o valor entra sem tratamento, apenas tratando erro de sql para ASPAS SIMPLES $val_novo = self::acerta_sql($val); $valor = $val_novo;// declara que valor é val_novo que são os valores tratados $table1 = "("; // faz parte da formação da string de inserção $table2.= $key.","; // faz parte da formação da string de inserção $table3 = ""; // faz parte da formação da string de inserção $table4 = ") VALUES ("; // faz parte da formação da string de inserção $table5.= "'".$valor."',"; // faz parte da formação da string de inserção $table6 = ")";// faz parte da formação da string de inserção //compoe os pedaços para compor a string de inserção $table.= $table1."".$table2."".$table3."".$table4."".$table5."".$table6; $table = str_replace(",)",")",$table);//retira virgula, entre os parenteses de campos e valores, os quais serão inseridos nas strings table2 e table5, as quais fazem loops nos campos da tabela e valores recuperados pelo array $sql = mysql_query($table) or die("erro no comando SQL:".mysql_error());// faz insert no banco de dados Update Geral Igualmente o método insert_geral eu tenho um para update_geral, ele será bem similar, mas construirá um script para fazer update no banco de dados, também da mesma maneira que com o insert. Usando também o show elements column para conseguir as colunas do banco de dados. Repare que o script abaixo é bem similar ao acima, porém construindo a instrução updade no banco de dados. Veja abaixo como são os mesmas princípios com pequenas alterações. /* método responsável por alterar registros em um banco de dados, originados de um array que pode ser através de um formulário, pelo método POST 9

10 para usar o método UPDATE GERAL com formulários, na construção do mesmo, os campos devem ter o mesmo nome da coluna da tabela a ser alterada registros*/ public function update_geral($nome_table,$arr){//0 $table = "UPDATE ".$nome_table." SET "; //inicia string de alteração de registros while (list ($key, $val) = each ($arr)) {//1 //inicia um WHILE varrendo o ARRAY que enviou registros ao INSERT GERAL, exemplo POST, KEY = nome do campo, VAL = valor $sql = mysql_query("show COLUMNS FROM ".$nome_table);// instrução que exibe os campos e tipos de uma tabela if (mysql_num_rows($sql) > 0) {//2 while ($row = mysql_fetch_assoc($sql)) {// 3 varre a tabela em questão recuperando os campos de uma tabela switch($row['type']){//4 case "date":// trata campos de data, transformando-os de dd/mm/aaaa para aaaa-mm-dd $vv = substr($val,0,4); $vv = strchr($val,"/"); $vv2 = strrev($vv); if ($vv!= "" && $vv2!= ""){//checa se o valor preenchido veio dd/mm/aaaa $valor = self::formata_usa($val); else{// senão veio preenchido daquela maneira e sim aaaa-mm-dd ele não trata o registro e faz insert no banco da maneira preenchida $valor = $val; case "float(12,2)"://trata valor monetário de R$ para U$ case "decimal(10,2)": case "decimal(12,2)": $valor = self::formata_preco_banco($val); default://senão for data nem casa monetária, o valor entra sem tratamento, apenas tratando erro de sql para ASPAS SIMPLES $valor = self::acerta_sql($val); //4 if($key == $row['field']){//4// na array, quando o indice for Field, voltará o nome do campo 10

11 switch($row['key']){//5 checa o tipo de campo case "PRI":// chave primaria escreve uma parte da string de update $table2 = " WHERE ".$key."='".$val."'"; $log_id_table = $val; default:// senão escreve outra parte da string de alteração e trata de erro de sql $table.= $key."="; $table.= "'".$valor."',"; //5 //4 //3 //2 //1 $table.= $table2; $table = str_replace(", WHERE"," WHERE",$table);//retira virgula, entre os parenteses de valores, os quais serão inseridos string table, as quais fazem loops nos campos da tabela e valores recuperados pelo array $sql = mysql_query($table) or die("erro no comando SQL:".mysql_error());// faz update no banco de dados //0 Delete Geral Assim como tenho o insert_geral e o update_geral eu tenho o delete_geral, que irá excluir um registro no banco de dados. Será uma query simples, onde passarei como parâmetros, nome da tabela e id. /* método responsável por excluir registros no banco de dados, é necessário passar dois parametros nome da tabela e ID*/ public function delete_geral($nome_table,$id){//0 $sql = mysql_query("show INDEX FROM ".$nome_table); $row = mysql_fetch_assoc($sql); $primaria = $row['column_name'];// recupera nome do campo de chave primária $table = "DELETE FROM ".$nome_table." WHERE ".$primaria."='".$id."'"; $sqlxc = mysql_query($table) or die("erro no comando SQL:".mysql_error()); //exclui registros no banco de dados Recuperar ID do último registro inserido Nesse método recupero o último valor de ID inserido na tabela a ser instanciada. 11

12 public function recupera_id($nome_table){//metodo responsavel por recuperar o ID no último registro inserido em uma tabela $sql = mysql_query("show INDEX FROM ".$nome_table); $row = mysql_fetch_assoc($sql); $primaria = $row['column_name']; $sql = mysql_query("select max(".$primaria.") AS N FROM ".$nome_table); */ $array = mysql_fetch_array($sql); $id = $array['n']; return $id; /*método responsavel por montar uma lista geral para acesso ao um crud Lista Geral O lista geral será usado para listar algo de uma tabela, com os botões de alterar e excluir. Poderá ser usado em qualquer área administrativa, agora caso essa lista deva ser alterada, pode-se criar uma classe estendida da basics na área que deverá ter a lista diferente e através do POLIMORFISMO, escreve-se o método lista_geral com as alterações. O lista geral base irá ter como parâmetros nome da tabela, três campos a serem usados, WHERE da consulta, ORDER da consulta, nome do arquivo CRUD (área). public static function lista_geral($table_name,$campo1,$campo2,$order,$area){ /* $table_name= nome da tabela $campo1 = campo ID de uma tabela $campo2 = campo a ser inserido na coluna do lista geral $order = de exibição da listagem $area = nome do arquivo PHP do crud, exemplo crudnoticia.php */ $sql = mysql_query("select * FROM ".$table_name." order by ".$order); $lista_texto = " <center><input type=\"button\" class=\"botoes\" value=\"cadastrar\" onclick=\"location.href='".$area."?cod=form'\" /></center>";//botão para inserir registros if(mysql_num_rows($sql) > 0){//1 $lista_texto.= "Existem ".mysql_num_rows($sql)." registros. "; $lista_texto.= "<table width=\"100%\" border=\"0\" cellspacing=\"3\" cellpadding=\"3\" align=\"center\">\n"; $lista_texto.="<tr> \n"; $lista_texto.="<th width=\"90%\"></th>\n"; $lista_texto.="<th width=\"5%\"></th>\n"; $lista_texto.="<th width=\"5%\"></th>\n"; $lista_texto.="</tr>\n"; 12

13 $zebrado = "zebra1"; while($arr = mysql_fetch_array($sql)){ if($zebrado == "zebra1"){ $zebrado = "zebra2"; else{ $zebrado = "zebra1"; $lista_texto.="<tr> \n"; $lista_texto.="<td class=\"".$zebrado."\">".$arr[$campo2]."</td>\n"; $lista_texto.="<td class=\"".$zebrado."\" align=\"center\"><a href=\"".$area."?cod=form&id=".$arr[$campo1]."\">alterar</a></td>\n"; $lista_texto.="<td class=\"".$zebrado."\" align=\"center\"><a href=\"".$area."?cod=exclui&id=".$arr[$campo1]."\" onclick=\"return confirm('você tem certeza que deseja deletar?')\" >Excluir</a></td>\n"; $lista_texto.="</tr>\n"; //3 $lista_texto.="</table>\n"; else{//2 $lista_texto.="não existem dados cadastrados!\n"; //2 return $lista_texto; // fim de métodos de CRUD //métodos básicos para funcionamento public function redireciona($url){// redireciona para uma URL a ser informada?> <script> location.href='<?php echo $url?>'; </script> <?php Construindo um arquivo de CRUD, exemplo crudnoticia.php Nesse exemplo de CRUD, nas primeiras linhas incluímos class.php, criamos e instanciamos objeto da classe basics. Após conectar com o banco, é necessário instanciar o método sessão irá controlar se o login esta ativo ou não. O CRUD é separado em 5 partes: 13

14 Controlado pela variável GET cod, temos 5 fases no CRUD CRUD GERAL E LOGIN No default será a lista dos registros da tabela mencionada no lista_geral. No FORM é acionado o formulário para inserção ou alteração. Se o paramento GET ID vier, o formulário será de alteração, senão será de inserção. No INSERE, será feito a inserção de dados na tabela mencionada através do método POST e será redirecionado para o DEFAULT. No ALTERA, será feito a alteração de dados na tabela mencionada através do método POST e será redirecionado para o DEFAULT. No EXCLUI, será feito a exclusão do registro na tabela mencionada através GET ID e mencionar a tabela e será redirecionado para o DEFAULT. Com esses 5 passos, será feito o CRUD e isso funciona para qualquer tabela. Basta fazer os formulários e utilizar esses métodos através do INCLUD do class.php. <?php include "class.php"; $obj = new basics; $obj->conn("localhost","news","root",""); $obj->sessao(); switch($_get['cod']){ case "form": if(isset($_get['id'])){ $obj->busca_dados_geral("noticia","noticia_id",$_get['id']); $cod = "altera"; $botoes = "Alterar"; else{ $cod = "insere"; $botoes = "Cadastrar"; include "noticia.html"; case "insere": $obj->insert_geral("noticia",$_post); $obj->redireciona("crudnoticia.php"); case "altera": $obj->update_geral("noticia",$_post); $obj->redireciona("crudnoticia.php"); case "exclui": $obj->delete_geral("noticia",$_get['id']); $obj->redireciona("crudnoticia.php"); default: $lista = $obj- >lista_geral('noticia','noticia_id','noticia_titulo','noticia_id DESC','crudnoticia.php'); include "lista.html"; 14

15 ?> 15

AULA APLICAÇÕES PARA WEB SESSÕES E LOGIN E SENHA

AULA APLICAÇÕES PARA WEB SESSÕES E LOGIN E SENHA Sumário Construção de sistema Administrativo... 1 Sistema de Login... 2 SQL INJECTION... 2 Técnicas para Evitar Ataques... 2 Formulário de Login e Senha fará parte do DEFAULT... 5 LOGAR... 5 boas... 6

Leia mais

Interagindo com Banco de Dados

Interagindo com Banco de Dados Interagindo com Banco de Dados Até agora não falamos de banco de dados, pois gostaríamos prime iro de te preparar para o uso do banco de dados dentro do Framework MVC. Mas antes de falarmos do framework

Leia mais

Programação WEB II. PHP e Banco de Dados. progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza

Programação WEB II. PHP e Banco de Dados. progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza PHP e Banco de Dados progweb2@thiagomiranda.net Conteúdos Os materiais de aula, apostilas e outras informações estarão disponíveis em: www.thiagomiranda.net PHP e Banco de Dados É praticamente impossível

Leia mais

SISTEMA GERENCIAMENTO DE PRODUTOS PHP E MySQL 1. APRESENTAÇÃO

SISTEMA GERENCIAMENTO DE PRODUTOS PHP E MySQL 1. APRESENTAÇÃO SISTEMA GERENCIAMENTO DE PRODUTOS PHP E MySQL 1. APRESENTAÇÃO Este é um sistema de controle de produtos, onde o usuário irá entrar com o login e a senha, e se ele for um usuário cadastrado na tabela usuários

Leia mais

Prof. Carlos Majer Aplicações Corporativas UNICID

Prof. Carlos Majer Aplicações Corporativas UNICID Este material pertence a Carlos A. Majer, Professor da Unidade Curricular: Aplicações Corporativas da Universidade Cidade de São Paulo UNICID Licença de Uso Este trabalho está licenciado sob uma Licença

Leia mais

PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETO EM PHP

PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETO EM PHP PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETO EM PHP O PHP através da versão 5, veio desenvolvido com suporte a programação orientada a objetos. O que significa isso? Que a partir da versão 5 é possível criar bibliotecas

Leia mais

Faça um Site PHP 5.2 com MySQL 5.0 Comércio Eletrônico

Faça um Site PHP 5.2 com MySQL 5.0 Comércio Eletrônico Editora Carlos A. J. Oliviero Faça um Site PHP 5.2 com MySQL 5.0 Comércio Eletrônico Orientado por Projeto 1a Edição 2 Reimpressão São Paulo 2011 Érica Ltda. Noções Livrarse Preparação muitas muita Sumário

Leia mais

Construindo um sistema simples de cadastro de fornecedores em PHP e MySQL.

Construindo um sistema simples de cadastro de fornecedores em PHP e MySQL. Construindo um sistema simples de cadastro de fornecedores em PHP e MySQL. Procuraremos mostrar os principais procedimentos para fazer um cadastro de registros numa base de dados MySQL utilizando a linguagem

Leia mais

Bool setcookie (string nome [, string valor [, int validade [, string caminho [, string dominio [, int seguro]]]]] )

Bool setcookie (string nome [, string valor [, int validade [, string caminho [, string dominio [, int seguro]]]]] ) Disciplina: Tópicos Especiais em TI PHP Este material foi produzido com base nos livros e documentos citados abaixo, que possuem direitos autorais sobre o conteúdo. Favor adquiri-los para dar continuidade

Leia mais

GUIA PHP com MYSQL Autor: Everton Mendes Messias

GUIA PHP com MYSQL Autor: Everton Mendes Messias PHP (Hypertext Preprocessor) : Linguagem de programação interpretada. Tags PHP: phpinfo(); Comentários: //, # - comentário de uma linha /* comentário de várias linhas */ GUIA PHP com MYSQL Autor: Everton

Leia mais

Controle de acesso. http://www.larback.com.br. .com.br

Controle de acesso. http://www.larback.com.br. .com.br http://www.larback Controle de acesso Construiremos um sistema simples para cadastro de links. O sistema terá uma página pública (onde serão exibidos os links) e uma área administrativa, onde os usuários

Leia mais

Programação web Prof. Wladimir

Programação web Prof. Wladimir Programação web Prof. Wladimir Linguagem PHP Cookie e Sessão @wre2008 1 Sumário Header; Cookie; Sessão; Exemplos. @wre2008 2 Header Esta função permite que um script php redirecione para outra página.

Leia mais

Escrito por Sáb, 15 de Outubro de 2011 01:19 - Última atualização Seg, 26 de Março de 2012 03:32

Escrito por Sáb, 15 de Outubro de 2011 01:19 - Última atualização Seg, 26 de Março de 2012 03:32 Preço R$ 129.00 Compre aqui Curso de PHP O.O usando Adodb, aprenda a criar uma loja virtual (carrinho de compras) até a geração do boleto bancário. Usei: Mysql e Dreamweaver cs4. São 163 videoaulas, 2

Leia mais

PHP e MySQL Autenticação de Usuários

PHP e MySQL Autenticação de Usuários PHP e MySQL Autenticação de Usuários Programação de Servidores Marx Gomes Van der Linden http://marx.vanderlinden.com.br/ Controle de Acesso A maioria das aplicações web envolve em algum ponto um mecanismo

Leia mais

UFSM COLÉGIO AGRÍCOLA DE FREDERICO WESTPHALEN CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET. Programação para Internet I

UFSM COLÉGIO AGRÍCOLA DE FREDERICO WESTPHALEN CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET. Programação para Internet I UFSM COLÉGIO AGRÍCOLA DE FREDERICO WESTPHALEN CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET Programação para Internet I Aula 10 PHP: Trabalhando com Banco de Dados leticia@cafw.ufsm.br Acessando

Leia mais

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1 Segurança na Web Capítulo 9: Segurança em Aplicações Web Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW Page 1 Introdução Quando se fala em segurança na WEB é preciso pensar inicialmente em duas frentes:

Leia mais

Fonte: http://www.online-security-solution.com/ - Illustration by Gaich Muramatsu

Fonte: http://www.online-security-solution.com/ - Illustration by Gaich Muramatsu Fonte: http://www.online-security-solution.com/ - Illustration by Gaich Muramatsu Prof. Hederson Velasco Ramos Uma boa maneira de analisar ameaças no nível dos aplicativo é organiza las por categoria de

Leia mais

TECNOLOGIA WEG II PHP com SGBD MYSQL

TECNOLOGIA WEG II PHP com SGBD MYSQL TECNOLOGIA WEG II PHP com SGBD MYSQL Existem diversas formas de se acessar o SGBD Mysql para manipulação de dados por meio do PHP. Consulte o manual do PHP, em www.php.net ou http://www.php.net/manual/pt_br/,

Leia mais

Boas Práticas de Desenvolvimento Seguro

Boas Práticas de Desenvolvimento Seguro Boas Práticas de Desenvolvimento Seguro Julho / 2.012 Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 29/07/2012 1.0 Versão inicial Ricardo Kiyoshi Página 2 de 11 Conteúdo 1. SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

Leia mais

Trabalhando com conexão ao banco de dados MySQL no Lazarus. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011

Trabalhando com conexão ao banco de dados MySQL no Lazarus. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Trabalhando com conexão ao banco de dados MySQL no Lazarus Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Edição 4 O Componente Trabalhando com conexão ao banco de dados MySQL no Lazarus Ano: 03/2011

Leia mais

XSS - CROSS-SITE SCRIPTING

XSS - CROSS-SITE SCRIPTING Segurança XSS - CROSS-SITE SCRIPTING XSS - CROSS-SITE SCRIPTING Vamos supor a seguinte situação: O site ingenuo.com tem um fórum As pessoas escrevem comentários nesse fórum e eles são salvos diretamente

Leia mais

Programação Orientada a Objetos com PHP & MySQL Cookies e Sessões. Prof. MSc. Hugo Souza

Programação Orientada a Objetos com PHP & MySQL Cookies e Sessões. Prof. MSc. Hugo Souza Programação Orientada a Objetos com PHP & MySQL Cookies e Sessões Prof. MSc. Hugo Souza Se você precisar manter informações sobre seus usuários enquanto eles navegam pelo seu site, ou até quando eles saem

Leia mais

PHP e MySQL. Programação de Servidores Marx Gomes Van der Linden. http://marx.vanderlinden.com.br/

PHP e MySQL. Programação de Servidores Marx Gomes Van der Linden. http://marx.vanderlinden.com.br/ PHP e MySQL Programação de Servidores Marx Gomes Van der Linden http://marx.vanderlinden.com.br/ PHP e MySQL PHP possui 3 interfaces para se comunicar com um banco de dados MySQL. O conjunto de funções

Leia mais

Internet e Programação Web

Internet e Programação Web COLÉGIO ESTADUAL PEDRO MACEDO Ensino Profissionalizante Internet e Programação Web 3 Técnico Prof. Cesar 2014 1. PHP e MySQL O MySQL é o gerenciador de banco de dados mais usado com o PHP. Existem muitas

Leia mais

Passos Preliminares: Acessando a máquina virtual via ssh.

Passos Preliminares: Acessando a máquina virtual via ssh. CIn/UFPE Sistemas de Informação Redes de Computadores Professor: Kelvin Lopes Dias Monitor: Edson Adriano Maravalho Avelar {kld,eama@cin.ufpe.br Instalando o APACHE, PHP (PHPADMIN), MySQL. Este tutorial

Leia mais

6. Introdução à Linguagem PHP

6. Introdução à Linguagem PHP 6. Introdução à Linguagem PHP A comunicação na Web exige dois agentes: o cliente web e o servidor web. O cliente requer informação (a partir de uma página HTML acessada pelo navegador) e o servidor fornece

Leia mais

13 Conectando PHP com MySQL 13.1 Introdução

13 Conectando PHP com MySQL 13.1 Introdução 13 Conectando PHP com MySQL 13.1 Introdução Agora que você já tem uma idéia básica de comandos MySQL, poderemos ver como a linguagem PHP pode interagir com este banco de dados através de inúmeras funções.

Leia mais

Universidade Federal de Viçosa CPD - Central de Processamento de Dados Divisão de Desenvolvimento de Sistemas

Universidade Federal de Viçosa CPD - Central de Processamento de Dados Divisão de Desenvolvimento de Sistemas Universidade Federal de Viçosa CPD - Central de Processamento de Dados Divisão de Desenvolvimento de Sistemas Manual de padrões e convenções para desenvolvimento de sistemas PHP Versão Conteúdo 1.

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 O que é o PHP?... 19. Capítulo 2 Instalação do PHP... 23. Capítulo 3 Noções básicas de programação... 25

Sumário. Capítulo 1 O que é o PHP?... 19. Capítulo 2 Instalação do PHP... 23. Capítulo 3 Noções básicas de programação... 25 9 Sobre o autor... 8 Introdução... 15 Capítulo 1 O que é o PHP?... 19 Características do PHP...20 Gratuito e com código aberto...20 Embutido no HTML...20 Baseado no servidor...21 Bancos de dados...22 Portabilidade...22

Leia mais

Segurança Web com PHP 5 Douglas V. Pasqua Zend Certified Enginner

Segurança Web com PHP 5 Douglas V. Pasqua Zend Certified Enginner Segurança Web com PHP 5 Douglas V. Pasqua Zend Certified Enginner Objetivo Disseminar boas práticas para o desenvolvimento de código seguro em php. Exemplificar como são feitos os ataques e suas respectivas

Leia mais

Armazenamento organizado facilitando SCRUD; Agiliza processo de desenvolvimento de sistemas;

Armazenamento organizado facilitando SCRUD; Agiliza processo de desenvolvimento de sistemas; Conjunto de informações relacionadas entre si; Armazenamento organizado facilitando SCRUD; Agiliza processo de desenvolvimento de sistemas; Conjunto de Tabelas onde cada linha é um vetor de dados específico;

Leia mais

PHP (Seções, Cookies e Banco de Dados)

PHP (Seções, Cookies e Banco de Dados) PHP (Seções, Cookies e Banco de Dados) André Tavares da Silva andre.silva@udesc.br Seções Basicamente, as seções são métodos que preservam determinados dados ativos enquanto o navegador do cliente estiver

Leia mais

Laboratório de Banco de Dados Prof. Luiz Vivacqua. PL/pgSQL A Linguagem de programação do PostgreSQL

Laboratório de Banco de Dados Prof. Luiz Vivacqua. PL/pgSQL A Linguagem de programação do PostgreSQL Laboratório de Banco de Dados Prof. Luiz Vivacqua PL/pgSQL A Linguagem de programação do PostgreSQL 1) Visão Geral A PL/pgSQL é uma linguagem de programação procedural para o Sistema Gerenciador de Banco

Leia mais

Programação WEB II. Sessions e Cookies. progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza

Programação WEB II. Sessions e Cookies. progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza Sessions e Cookies progweb2@thiagomiranda.net Conteúdos Os materiais de aula, apostilas e outras informações estarão disponíveis em: www.thiagomiranda.net Cookies e Sessions Geralmente, um bom projeto

Leia mais

Desenvolvimento de Sistemas Web Prof. Leandro Roberto. Aula 18 JavaScript: Eventos MySQL PHP (insert, update e delete)

Desenvolvimento de Sistemas Web Prof. Leandro Roberto. Aula 18 JavaScript: Eventos MySQL PHP (insert, update e delete) Desenvolvimento de Sistemas Web Prof. Leandro Roberto Aula 18 JavaScript: Eventos MySQL PHP (insert, update e delete) JavaScript Eventos Alguns eventos de uma página HTML podem ser interceptados e programados

Leia mais

AULA 8 CRIANDO UMA CLASSE EM PHP INTERAGINDO COM BANCO DE DADOS - COM RELACIONAMENTO ENTRE TABELAS

AULA 8 CRIANDO UMA CLASSE EM PHP INTERAGINDO COM BANCO DE DADOS - COM RELACIONAMENTO ENTRE TABELAS AULA 8 CRIANDO UMA CLASSE EM PHP INTERAGINDO COM BANCO DE DADOS - COM RELACIONAMENTO ENTRE TABELAS Na grande maioria dos sistemas, faz-se necessário utilizar informações que estão armazenadas em uma determinada

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

BANCO DE DADOS WEB. Professor Luciano Roberto Rocha

BANCO DE DADOS WEB. Professor Luciano Roberto Rocha BANCO DE DADOS WEB 1 CONECTANDO-SE AO MYSQL VIA PHP Professor Luciano Roberto Rocha Como conectar MySQL via PHP 2 O MySQL é mais popular SGBD entre os desenvolvedores PHP. Existem várias funções do PHP

Leia mais

PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 2

PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 2 ABRIR CONEXÃO PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 2 Professor: Leonardo Pereira Email: leongamerti@gmail.com Facebook: leongamerti Material de Estudo: http://www.leonti.vv.si Antes de podermos acessar informações

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

Programação Web com PHP. Prof. Wylliams Barbosa Santos wylliamss@gmail.com Optativa IV Projetos de Sistemas Web

Programação Web com PHP. Prof. Wylliams Barbosa Santos wylliamss@gmail.com Optativa IV Projetos de Sistemas Web Programação Web com PHP Prof. Wylliams Barbosa Santos wylliamss@gmail.com Optativa IV Projetos de Sistemas Web Agenda O que é PHP? O que da pra fazer com PHP? Como a web funciona? Onde, quando e por que

Leia mais

Revisando sintaxes SQL e criando programa de pesquisa. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011

Revisando sintaxes SQL e criando programa de pesquisa. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Revisando sintaxes SQL e criando programa de pesquisa. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Edição 5 SELECT * FROM Minha_memoria Revisando Sintaxes SQL e Criando programa de Pesquisa Ano:

Leia mais

PHP. Hypertext Pre-Processor

PHP. Hypertext Pre-Processor PHP Hypertext Pre-Processor O que é o PHP? Uma linguagem de scripting é uma linguagem cujo código não tem de ser compilado para ser executado! O código escrito é interpretado em tempo de execução para

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 Revisão de PHP... 19. Capítulo 2 Melhorando o processamento de formulários... 46

Sumário. Capítulo 1 Revisão de PHP... 19. Capítulo 2 Melhorando o processamento de formulários... 46 9 Sumário O Autor... 8 Introdução... 15 Quem deve ler este livro... 15 Como este livro está organizado...16 Download do código-fonte do livro... 18 Capítulo 1 Revisão de PHP... 19 Iniciando em PHP... 19

Leia mais

CAPITULO 5 COMANDO DE FLUXO IF

CAPITULO 5 COMANDO DE FLUXO IF CAPITULO 5 COMANDO DE FLUXO IF Sempre que for necessária a tomada de decisão dentro de um programa, você terá que utilizar um comando condicional, pois é por meio dele que o PHP decidirá que lógica deverá

Leia mais

AULA 2 INTERAÇÃO COM O BANCO DE DADOS

AULA 2 INTERAÇÃO COM O BANCO DE DADOS AULA 2 INTERAÇÃO COM O BANCO DE DADOS BANCO DE DADOS POSTGRESQL O PostgreSQL é um sistema gerenciador de banco de dados dos mais robustos e avançados do mundo. Seu código é aberto e é totalmente gratuito,

Leia mais

JavaScript. JavaScript é uma linguagem de script usada em navegadores web. É uma linguagem dinâmica, estruturada e orientada em objetos.

JavaScript. JavaScript é uma linguagem de script usada em navegadores web. É uma linguagem dinâmica, estruturada e orientada em objetos. JavaScript JavaScript é uma linguagem de script usada em navegadores web. É uma linguagem dinâmica, estruturada e orientada em objetos. Pode ser usada dentro do próprio arquivo HTML ou estruturada em um

Leia mais

Autor: Ricardo Francisco Minzé Júnior - ricardominze@yahoo.com.br Desenvolvendo aplicações em camadas com PHP 5.

Autor: Ricardo Francisco Minzé Júnior - ricardominze@yahoo.com.br Desenvolvendo aplicações em camadas com PHP 5. Desenvolvendo aplicações em camadas com PHP 5. Talvez a primeira vista você ache estranha a palavra Camada em programação, mas o que vem a ser Camada? Segundo o dicionário: Camada 1 - Qualquer matéria

Leia mais

Podemos também definir o conteúdo dos menus da página inicial. Clique em Menus, Main Menu.

Podemos também definir o conteúdo dos menus da página inicial. Clique em Menus, Main Menu. Podemos também definir o conteúdo dos menus da página inicial. Clique em Menus, Main Menu. Como padrão será mostrado o Menu Home. Ao clicar em Home, podemos definir como deverão ser mostrados os conteúdos

Leia mais

IREasy Manual do Usuário Versão do manual - 0.0.9

IREasy Manual do Usuário Versão do manual - 0.0.9 OBJETIVOS DO PROGRAMA DE COMPUTADOR IREasy Permitir a apuração do Imposto de Renda dos resultados das operações em bolsa de valores (mercado à vista, a termo e futuros). REQUISITOS MÍNIMOS DO COMPUTADOR

Leia mais

Algoritmos em Javascript

Algoritmos em Javascript Algoritmos em Javascript Sumário Algoritmos 1 O que é um programa? 1 Entrada e Saída de Dados 3 Programando 4 O que é necessário para programar 4 em JavaScript? Variáveis 5 Tipos de Variáveis 6 Arrays

Leia mais

OPERADORES E ESTRUTURAS DE CONTROLE

OPERADORES E ESTRUTURAS DE CONTROLE OPERADORES E ESTRUTURAS DE CONTROLE 3.1 Operadores Os operadores indicam o tipo de operação matemática que será executada gerando novos valores a partir de um ou mais operadores. São muito utilizados em

Leia mais

Listando itens em ComboBox e gravando os dados no Banco de Dados MySQL.

Listando itens em ComboBox e gravando os dados no Banco de Dados MySQL. Listando itens em ComboBox e gravando os dados no Banco de Dados MySQL. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2012 Edição 7 Listando e Gravando Listando itens em ComboBox e gravando os dados no

Leia mais

Manipulação de Dados em PHP (Visualizar, Inserir, Atualizar e Excluir) Parte 2

Manipulação de Dados em PHP (Visualizar, Inserir, Atualizar e Excluir) Parte 2 Desenvolvimento Web III Manipulação de Dados em PHP (Visualizar, Inserir, Atualizar e Excluir) Parte 2 Prof. Mauro Lopes 1-31 21 Objetivos Nesta aula iremos trabalhar a manipulação de banco de dados através

Leia mais

1. Introdução pág.3 2. Apresentação do sistema Joomla! pág.4 3. Acessando a administração do site pág.4 4. Artigos 4.1. Criando um Artigo 4.2.

1. Introdução pág.3 2. Apresentação do sistema Joomla! pág.4 3. Acessando a administração do site pág.4 4. Artigos 4.1. Criando um Artigo 4.2. 1. Introdução pág.3 2. Apresentação do sistema Joomla! pág.4 3. Acessando a administração do site pág.4 4. Artigos 4.1. Criando um Artigo 4.2. Editando um Artigo 4.3. Excluindo um Artigo 4.4. Publicar

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

Manual de Envio de Torpedos SMS Comtele. Introdução... 02. 1.Cadastrar um Grupo... 02. 2.Inserir ou Importar Contatos... 06. 2.1 Ordem de envio...

Manual de Envio de Torpedos SMS Comtele. Introdução... 02. 1.Cadastrar um Grupo... 02. 2.Inserir ou Importar Contatos... 06. 2.1 Ordem de envio... Manual de Envio de Torpedos SMS Comtele Índice Introdução... 02 1.Cadastrar um Grupo... 02 2.Inserir ou Importar Contatos... 06 2.1 Ordem de envio... 08 3.Criar e Enviar uma Mensagens... 12 4. Salvando

Leia mais

Tolerância a Falhas em sistemas distribuídos (programação)

Tolerância a Falhas em sistemas distribuídos (programação) Tolerância a Falhas em sistemas distribuídos (programação) Arthur Zavattieri Cano Lopes Curso de Redes e Segurança de Sistemas Pontifícia Universidade Católica do Paraná Curitiba, Maio de 2009. Resumo

Leia mais

O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar de qualquer local através da Internet.

O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar de qualquer local através da Internet. Olá! Você está recebendo as informações iniciais para utilizar o GEM (Software para Gestão Educacional) para gerenciar suas unidades escolares. O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS ARMAZENAMENTO EM BD NO DM. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS ARMAZENAMENTO EM BD NO DM. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS ARMAZENAMENTO EM BD NO DM Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza ROTEIRO Introdução App de exemplo Implementação do exemplo Testes realizados

Leia mais

Guia de Uso. O Pro-Treino tem uma divisão clara de funções, apresentada a seguir: E três tipos de usuários que executam as funções descritas acima:

Guia de Uso. O Pro-Treino tem uma divisão clara de funções, apresentada a seguir: E três tipos de usuários que executam as funções descritas acima: Sumário 1. Introdução... 2 2. Conceitos básicos... 2 2.1. Fluxo do sistema... 3 2.2. Acesso ao sistema... 4 2.2.1. Login... 4 2.2.2. Logoff... 4 2.2.3. Esqueci minha senha... 5 2.3. Conhecendo o Sistema...

Leia mais

Basicamente iremos precisar de uma base de dados na qual iremos armazenar os registros feitos pelos vistantes: Vamos armazenar os seguintes dados:

Basicamente iremos precisar de uma base de dados na qual iremos armazenar os registros feitos pelos vistantes: Vamos armazenar os seguintes dados: Livro de Visitas Basicamente iremos precisar de uma base de dados na qual iremos armazenar os registros feitos pelos vistantes: Vamos armazenar os seguintes dados: ID nome email mensagem data O código

Leia mais

Segurança em Sistemas Web. Addson A. Costa

Segurança em Sistemas Web. Addson A. Costa Segurança em Sistemas Web Addson A. Costa Spoofing de formulários Spoofing consiste em falsificação, por exemplo, na área de redes um computador pode roubar o IP de outro e assim fazer-se passar por ele.

Leia mais

Presskit Guia Rápido. Release 2.0. Presskit

Presskit Guia Rápido. Release 2.0. Presskit Presskit Guia Rápido Release 2.0 Presskit 06/07/2009 Sumário 1 Login 2 Login e Senha...................................... 2 Esqueci minha senha.................................. 2 Fale Com o Suporte...................................

Leia mais

Sub AcessaWeb(url, x) ' recebe uma url para pesquisar e devolve uma planilha ' Solicita a criação da planilha x

Sub AcessaWeb(url, x) ' recebe uma url para pesquisar e devolve uma planilha ' Solicita a criação da planilha x Aula 1 Planilha para Incluir / Excluir / Consultar dados em uma agenda telefônica (Nome, Endereço, Telefone) residindo em Banco de dados Access ou na WEB (usando um banco espelho no meu site, e uma página

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. 1. Descrição Geral Este manual descreve as operações disponíveis no módulo VTWEB Client, cuja finalidade é gerenciar cadastros de funcionários, realização de pedidos e controle financeiro dos pedidos.

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações para Internet Aula 8

Desenvolvimento de Aplicações para Internet Aula 8 Desenvolvimento de Aplicações para Internet Aula 8 Celso Olivete Júnior olivete@fct.unesp.br na aula passada Orientação a Objetos Classes Objetos Construtores Destrutores 2 na aula passada Construtores

Leia mais

Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011

Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Edição 2 Pedreiros da Informação Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL

Leia mais

Curso PHP Aula 08. Bruno Falcão brunogfalcao@gmail.com

Curso PHP Aula 08. Bruno Falcão brunogfalcao@gmail.com + Curso PHP Aula 08 Bruno Falcão brunogfalcao@gmail.com + Roteiro Conectividade com BD SQL + SQL Structured Query Language. Padrão para interagir com banco de dados relacionais. + Banco de dados Um banco

Leia mais

Programando em PHP. Conceitos Básicos

Programando em PHP. Conceitos Básicos Programando em PHP www.guilhermepontes.eti.br lgapontes@gmail.com Conceitos Básicos Todo o escopo deste estudo estará voltado para a criação de sites com o uso dos diversos recursos de programação web

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS ARMAZENAMENTO EM BD NO DM. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS ARMAZENAMENTO EM BD NO DM. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS ARMAZENAMENTO EM BD NO DM Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza ROTEIRO Introdução App de exemplo Implementação do exemplo Testes realizados

Leia mais

Aula 05 HTML FORMULÁRIOS Prof. Daniela Pires Sumário

Aula 05 HTML FORMULÁRIOS Prof. Daniela Pires Sumário Sumário FORMULÁRIO EM HTML... 2 FORM... 2 ACTION... 2 METHOD... 2 INPUT... 2 INPUT TYPE TEXT... 2 INPUT TYPE PASSWORD... 2 CHECKBOX - Múltipla escolha... 4 RADIO - Escolha única... 4 Botões de ação...

Leia mais

Sensor de temperatura Parte 5 Cleiton Bueno www.cleitonbueno.wordpress.com. Preparando o ambiente do Banco de dados Mysql

Sensor de temperatura Parte 5 Cleiton Bueno www.cleitonbueno.wordpress.com. Preparando o ambiente do Banco de dados Mysql Criar database: Sensor de temperatura Parte 5 Cleiton Bueno www.cleitonbueno.wordpress.com Preparando o ambiente do Banco de dados Mysql CREATE DATABASE `tempuino` DEFAULT CHARACTER SET utf8 COLLATE utf8_bin

Leia mais

O atacante pode roubar a sessão de um usuário legítimo do sistema, que esteja previamente autenticado e realizar operações que o mesmo poderia.

O atacante pode roubar a sessão de um usuário legítimo do sistema, que esteja previamente autenticado e realizar operações que o mesmo poderia. Explorando e tratando a falha de Cross-site-scripting (XSS) 1 D E D E Z E M B R O D E 2 0 1 5 Muito pouco falada e com alto nível crítico dentro das vulnerabilidades relatadas, o Cross-site-scripting (XSS)

Leia mais

Conectando Bancos de Dados Microsoft Access no BrOffice.org Base. fornecido pelo Projeto de Documentação do BrOffice.org

Conectando Bancos de Dados Microsoft Access no BrOffice.org Base. fornecido pelo Projeto de Documentação do BrOffice.org Conectando Bancos de Dados Microsoft Access no BrOffice.org Base fornecido pelo Projeto de Documentação do BrOffice.org Índice 1 Introdução...2 1.1 Versão... 2 1.2 Licenciamento...2 1.3 Mensagem do Projeto

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE ESCOLA AGRÍCOLA DE JUNDIAÍ EAJ - PRONATEC / REDE etec MÓDULO III DESENVOLVIMENTO PROFESSOR ADDSON COSTA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE ESCOLA AGRÍCOLA DE JUNDIAÍ EAJ - PRONATEC / REDE etec MÓDULO III DESENVOLVIMENTO PROFESSOR ADDSON COSTA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE ESCOLA AGRÍCOLA DE JUNDIAÍ EAJ - PRONATEC / REDE etec MÓDULO III DESENVOLVIMENTO PROFESSOR ADDSON COSTA RESUMO DE AULA CRIAÇÃO E MANIPULAÇÃO DO BANCO DE DADOS

Leia mais

Transações Seguras em Bancos de Dados (MySQL)

Transações Seguras em Bancos de Dados (MySQL) Transações Seguras em Bancos de Dados (MySQL) Índice Entendendo os storage engines do MySQL 5 1 As ferramentas 1 Mais algumas coisas que você deve saber 1 Com a mão na massa 2 Mais ferramentas Usando o

Leia mais

Data Transformation Services (DTS) por Anderson Ferreira Souza

Data Transformation Services (DTS) por Anderson Ferreira Souza Data Transformation Services (DTS) por Anderson Ferreira Souza O Sql Server possui um recurso extremamente poderoso que é muito pouco utilizado pelos administradores e programadores. Com certeza, sendo

Leia mais

FTIN FORMAÇÃO TÉCNICA EM INFORMÁTICA. Módulo de Programação Prof. Bruno Maciel

FTIN FORMAÇÃO TÉCNICA EM INFORMÁTICA. Módulo de Programação Prof. Bruno Maciel FTIN FORMAÇÃO TÉCNICA EM INFORMÁTICA Módulo de Programação Prof. Bruno Maciel Competências a serem trabalhadas nessa aula Criação da Base de Dados (MySQL) Criação de Tabelas Tipo de Dados Chave Primária

Leia mais

Banco de Dados BrOffice Base

Banco de Dados BrOffice Base Banco de Dados BrOffice Base Autor: Alessandro da Silva Almeida Disponível em: www.apostilando.com 27/02/2011 CURSO TÉCNICO EM SERVIÇO PÚBLICO Apostila de Informática Aplicada - Unidade VI Índice Apresentação...

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações para Internet Aula 9

Desenvolvimento de Aplicações para Internet Aula 9 Desenvolvimento de Aplicações para Internet Aula 9 Celso Olivete Júnior olivete@fct.unesp.br Na aula de hoje PDO PHP Data Object 2 PDO PDO é uma extensão que fornece uma interface padronizada para trabalhar

Leia mais

APOSTILA BANCO DE DADOS INTRODUÇÃO A LINGUAGEM SQL

APOSTILA BANCO DE DADOS INTRODUÇÃO A LINGUAGEM SQL 1. O que é Linguagem SQL 2. Instrução CREATE 3. CONSTRAINT 4. ALTER TABLE 5. RENAME TABLE 6. TRUCANTE TABLE 7. DROP TABLE 8. DROP DATABASE 1 1. O que é Linguagem SQL 2. O SQL (Structured Query Language)

Leia mais

PHP Programando com Orientação a Objetos

PHP Programando com Orientação a Objetos PHP Programando com Orientação a Objetos 2 a edição Pablo Dall Oglio Novatec Sumário Sobre o autor... 13 Agradecimentos... 14 Nota do autor... 16 Organização do livro... 18 Capítulo 1 Introdução ao PHP...

Leia mais

Resumo das funcionalidades

Resumo das funcionalidades Resumo das funcionalidades Menu MENU Dados Cadastrais Atualizar Cadastro Troca Senha Grupo Usuários Incluir Atualizar Funcionários Incluir Atualizar Atualizar Uso Diário Importar Instruções Processar Status

Leia mais

Treinamento sobre SQL

Treinamento sobre SQL Treinamento sobre SQL Como Usar o SQL Os dois programas que você mais utilizara no SQL Server são: Enterprise Manager e Query Analyzer. No Enterprise Manager, você pode visualizar e fazer alterações na

Leia mais

Segurança de Acesso a Banco de Dados no MS SQL Server

Segurança de Acesso a Banco de Dados no MS SQL Server Segurança de Acesso a Banco de Dados no MS SQL Server Para efetuar com sucesso os exemplos que serão mostrados a seguir é necessário que exista no SQL Server uma pessoa que se conecte como Administrador,

Leia mais

Profº Aldo Rocha. Banco de Dados

Profº Aldo Rocha. Banco de Dados Profº Aldo Rocha Banco de Dados Aula Passada Na aula passada nós iniciamos a utilização e conhecimento de comandos voltados para implementação de rotinas em banco de dados. Os comandos apresentados foram:

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS Uso do SQLite no Android Professor: Danilo Giacobo OBJETIVOS DA AULA Aprender a persistir dados utilizando o banco de dados SQLite. Conhecer e utilizar a classe SQLiteOpenHelper.

Leia mais

CPP. Sistema de Cadastro de Projetos de Pesquisa. Manual do Software

CPP. Sistema de Cadastro de Projetos de Pesquisa. Manual do Software CPP Sistema de Cadastro de Projetos de Pesquisa Manual do Software Maio 2015 1 Sistema de Cadastro de Projetos de Pesquisa Manual do Software Manual de uso do software SCPP Sistema de Cadastro de Projetos

Leia mais

Vamos criar uma nova Página chamada Serviços. Clique em Adicionar Nova.

Vamos criar uma nova Página chamada Serviços. Clique em Adicionar Nova. 3.5 Páginas: Ao clicar em Páginas, são exibidas todas as páginas criadas para o Blog. No nosso exemplo já existirá uma página com o Título Página de Exemplo, criada quando o WorPress foi instalado. Ao

Leia mais

Desenvolvendo Websites com PHP

Desenvolvendo Websites com PHP Desenvolvendo Websites com PHP 2ª Edição Juliano Niederauer Novatec Copyright 2009, 2011 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução

Leia mais

Prova de pré-requisito

Prova de pré-requisito Prova de pré-requisito Curso Python e Django 1. Ao se acessar o site www.google.com qual comando e parâmetros são enviados para o servidor pelo navegador? a. GET / b. GET www.google.com c. PAGE index.html

Leia mais

SIMULADOS & TUTORIAIS

SIMULADOS & TUTORIAIS SIMULADOS & TUTORIAIS TUTORIAIS HTML Como criar formulários em HTML Copyright 2013 Todos os Direitos Reservados Jorge Eider F. da Silva Proibida a reprodução deste documento no todo ou em parte por quaisquer

Leia mais

8VDQGR5HSRUW0DQDJHUFRP&ODULRQH3RVWJUH64/ -XOLR&HVDU3HGURVR 8VDQGRSDUkPHWURV

8VDQGR5HSRUW0DQDJHUFRP&ODULRQH3RVWJUH64/ -XOLR&HVDU3HGURVR 8VDQGRSDUkPHWURV 8VDQGRSDUkPHWURV O envio de parâmetros para um relatório é uma das funções mais úteis do Report Manager, com eles você pode: Permitir que o usuário final altere palavras ou sentenças de um relatório; Atribuir

Leia mais

Programação Web Prof. Wladimir

Programação Web Prof. Wladimir Programação Web Prof. Wladimir Linguagem PHP Mail() e BD @wre2008 1 Sumário Função mail(); Conexão com Banco de dados; @wre2008 2 Envio de e-mail O comando mail(): é a função do PHP para envio de e-mail.

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor

Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor Sumário Pré-requisitos para o Moodle... Entrar no Ambiente... Usuário ou senha esquecidos?... Meus cursos... Calendário... Atividades recentes...

Leia mais

JavaScript (Funções, Eventos e Manipulação de Formulários)

JavaScript (Funções, Eventos e Manipulação de Formulários) Linguagem de Programação para Web JavaScript (Funções, Eventos e Manipulação de Formulários) Prof. Mauro Lopes 1-31 23 Objetivos Iremos avançar um pouco mais em nosso estudo sobre o JavaScript. Iremos

Leia mais

AULA 06 CRIAÇÃO DE USUÁRIOS

AULA 06 CRIAÇÃO DE USUÁRIOS AULA 06 CRIAÇÃO DE USUÁRIOS O Windows XP fornece contas de usuários de grupos (das quais os usuários podem ser membros). As contas de usuários são projetadas para indivíduos. As contas de grupos são projetadas

Leia mais