PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA"

Transcrição

1 RREO - ANEXO 1 (LRF, Art 52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º) RECEITAS RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO JANEIRO A DEZEMBRO 2016 / BIMESTRE NOVEMBRO - DEZEMBRO PREVISÃO INICIAL PREVISÃO ATUALIZADA (a) No Bimestre (b) RECEITAS REALIZADAS Até o Bim (c) RECEITAS (EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS)(I) , , ,67 22, ,56 88, ,47 RECEITAS CORRENTES , , ,57 24, ,24 93, ,78 RECEITAS TRIBUTÁRIAS , , ,22 30, ,26 98, ,57 Impostos , , ,06 35, ,33 103,01 (51.189,37) Taxas , , ,16 4, ,93 73, ,94 Contribuição de Melhoria RECEITA DE CONTRIBUIÇÕES , , ,32 23, ,93 89, ,52 Contribuições Sociais Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico Contribuição de Iluminação Pública , , ,32 23, ,93 89, ,52 RECEITA PATRIMONIAL , , ,70 11, ,24 69, ,11 Receitas Imobiliárias Receitas de Valores Mobiliários , , ,70 13, ,21 75, ,16 Receitas de Concessões e Permissões Compensações Financeiras Receita Decorrente do Direito de Exploração de Bens Públicos em Áreas de Domínio Público Receita da Cessão de Direitos Outras Receitas Patrimoniais , , ,03 12, ,95 RECEITA AGROPECUÁRIA Receita da Produção Vegetal Receita da Produção Animal e Derivados Outras Receitas Agropecuárias RECEITA INDUSTRIAL Receita da Indústria Extrativa Mineral Receita da Indústria de Transformação Receita da Indústria de Construção Outras Receitas Industriais RECEITA DE SERVIÇOS TRANSFERÊNCIAS CORRENTES , , ,43 23, ,95 93, ,95 Transferências Intergovernamentais , , ,43 23, ,95 94, ,81 Transferências de Instituições Privadas Transferências do Exterior Transferências de Pessoas Transferências de Convênios , , ,14 Transferências para o Combate à Fome OUTRAS RECEITAS CORRENTES , , ,90 34, ,86 94, ,63 Multas e Juros de Mora , , ,40 120, ,60 193,85 (44.599,55) Indenizações e Restituições 3.846, ,47 (39.464,47) Receita da Dívida Ativa , , ,48 3, ,93 35, ,15 Receitas Decorrentes de Aportes Periódicos para % (b/a) % (c/a) SALDO (a-c) R$ (1,00) Página 1 de 3

2 2 Amortização de Déficit Atuarial do RPPS Receitas Correntes Diversas , , ,10 2, ,86 27, ,50 RECEITAS DE CAPITAL , , ,10 2, ,32 18, ,69 OPERAÇÕES DE CRÉDITO Operações de Crédito Internas Operações de Crédito Externas ALIENAÇÃO DE BENS Alienação de Bens Móveis Alienação de Bens Imóveis AMORTIZAÇÃO DE EMPRÉSTIMOS TRANSFERÊNCIAS DE CAPITAL , , ,10 2, ,32 18, ,69 Transferências Intergovernamentais Transferências de Instituições Privadas Transferências do Exterior Transferências de Pessoas Transferência de Outras Instituições Públicas Transferências de Convênios , , ,10 2, ,32 18, ,69 Transferências para Combate à Fome OUTRAS RECEITAS DE CAPITAL Integralização do Capital Social Dív. Atv. Prov. da Amortiz. de Emp. e Financ. Receitas de Capital Diversas RECEITAS (INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) (II) SUB TOTAL DAS RECEITAS (III) (I + II) , , ,67 22, ,56 88, ,47 OPERAÇÃO DE CRÉDITO / REFINANCIAMENTO (IV) Operação de Créditos Internas Mobiliária Contratual Operação de Créditos Externas Mobiliária Contratual SUBTOTAL COM REFINANCIAMENTO (V) = (III + IV) , , ,67 22, ,56 88, ,47 DÉFICIT (VI) TOTAL (VII) = (V + VI) , , ,67 22, ,56 88,75 SALDOS DE EXERCÍCIOS ANTERIORES (UTILIZADOS PARA CRÉDITOS ADICIONAIS) Superávit Financeiro Reabertura de Créditos Adicionais ,47 Página 2 de 3

3 3 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO JANEIRO A DEZEMBRO 2016 / BIMESTRE NOVEMBRO - DEZEMBRO DESPESAS DOTAÇÃO DOTAÇÃO DESPESAS EMPENHADAS DESPESAS LIQUIDADAS DESPESAS PAGAS INSCRITAS EM SALDO SALDO RESTOS A PAGAR INICIAL ATUALIZADA No Bimestre Até o Bimestre (g) = (e-f) No Bimestre Até Bimestre ATÉ O BIMESTRE (d) (i) = (e-h) NÃO PROCESSADOS² (e) (f) (h) (j) (k) DESPESAS (EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) (VIII) , , , , , , , , , ,25 DESPESAS CORRENTES , , , , , , , , , ,46 DESPESAS DE PESSOAL E ENCARGOS , , , , , , , , , ,68 JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA 1.956, , , ,31 OUTRAS DESPESAS CORRENTES , , , , , , , , , ,78 DESPESAS DE CAPITAL , , , , , , , , , ,79 INVESTIMENTOS , , , , , , , , , ,79 INVERSÕES FINANCEIRAS AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA , , , , , , , , ,73 RESERVA DE CONTINGÊNCIA ,44 DESPESAS (INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) (IX) SUB TOTAL DAS DESPESAS (X) (VIII + IX) , , , , , , , , , ,25 AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA / REFINANCIAMENTO Amortização da Dívida Interna Dívida Mobiliária Outras Dívidas Amortização da Dívida Externa Dívida Mobiliária Outras Dívidas SUBTOTAL COM REFINANCIAMENTO (XII) = (X + XI) , , , , , , ,30 SUPERÁVIT (XIII) TOTAL (XIV) = (XII + XIII) FONTE: Sistema de Contabilidade Pública, Unidade Responsável: , , , , , , , , , , , ,25 CPF CPF Página 3 de 3

4 4 RREO - Anexo 2 (LRF, Art 52, Inciso II, Alínea "c") FUNÇÃO / SUBFUNÇÃO DOTAÇÃO INICIAL RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DAS DESPESAS POR FUNÇÃO/SUBFUNÇÃO JANEIRO A DEZEMBRO 2016 / BIMESTRE NOVEMBRO - DEZEMBRO DOTAÇÃO ATUALIZADA (a) Despesas Empenhadas Despesas Liquidadas SALDO Até o Bimestre % (b/total b) (c) = (a - b) No Bimestre No Bimestre Até Bimestre % (d/total d) (b) (d) R$ 1,00 INSCRITAS EM SALDO RESTOS A PAGAR (e) = (a - d) NÃO PROCESSADOS (f) DESPESAS (EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) (I) , , , ,55 10 % , , ,30 10 % , ,25 LEGISLATIVA , , , ,46 4,27 % , , ,35 3,44 % , ,11 AÇÃO LEGISLATIVA , , , ,46 4,27 % , , ,35 3,44 % , ,11 ADMINISTRAÇÃO , , , ,02 15,99 % , , ,67 16,70 % , ,35 REPRESENTAÇÃO JUDICIAL E EXTRA JUDICIA 2.198,00 % % PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO , , ,08 0,18 % , ,08 0,18 % , ADMINISTRAÇÃO GERAL , , , ,94 15,51 % , , ,59 16,27 % , ,35 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA , , ,00 0,16 % , ,00 0,16 % , NORMATIZAÇÃO E FISCALIZAÇÃO , ,14 % ,09 % SEGURANÇA PÚBLICA , , , ,90 0,72 % , , ,90 0,77 % ,10 POLICIAMENTO , , , ,90 0,72 % , , ,90 0,77 % ,10 ASSISTÊNCIA SOCIAL , , , ,11 3,14 % , , ,99 2,96 % , ,12 ADMINISTRAÇÃO GERAL , , ,55 % , , ,78 0,47 % , ,22 ASSISTÊNCIA À CRIANÇA E AO ADOLESCENTE , , , ,49 0,45 % , , ,39 0,35 % , ,10 ASSISTÊNCIA COMUNITÁRIA , , , ,62 2,15 % , , ,82 2,14 % , ,80 SAÚDE , , , ,26 19,48 % , , ,39 20,53 % , ,87 ATENÇÃO BÁSICA , , , ,67 10,20 % , , ,53 10,81 % , ,14 ASSISTÊNCIA HOSPITALAR E AMBULATORIAL , , , ,59 9,27 % , , ,86 9,71 % , ,73 VIGILÂNCIA SANITÁRIA , , ,00 0,01 % , ,00 0,01 % ,63 VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA , ,90 % ,90 % ,90 TRABALHO , ,32 34, ,00 % ,32 526, ,00 % ,32 EMPREGABILIDADE , ,32 34, ,00 % ,32 526, ,00 % ,32 EDUCAÇÃO , , , ,31 46,67 % , , ,06 46,80 % , ,25 ENSINO BÁSICO , , , ,32 45,59 % , , ,88 45,92 % , ,44 ENSINO MÉDIO , , ,31 0,05 % , , ,15 0,04 % , ,16 ENSINO PROFISSIONAL , ,05 % ,05 % EDUCAÇÃO INFANTIL , , , ,68 0,98 % , , ,03 0,78 % , ,65 EDUCAÇÃO ESPECIAL ,78 % % CULTURA , , , ,53 0,82 % , , ,35 0,66 % , ,18 DIFUSÃO CULTURAL , , , ,53 0,82 % , , ,35 0,66 % , ,18 URBANISMO , , , ,19 4,96 % , , ,92 4,41 % , ,27 ADMINISTRAÇÃO GERAL , , , ,82 1,81 % , , ,98 1,31 % , ,84 INFRAESTRUTURA URBANA ,90 % % SERVIÇOS URBANOS , , , ,37 3,15 % , , ,94 3,10 % , ,43 SANEAMENTO , , , ,14 0,22 % , , ,14 0,23 % ,20

5 5 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DAS DESPESAS POR FUNÇÃO/SUBFUNÇÃO JANEIRO A DEZEMBRO DE 2016 / BIMESTRE NOVEMBRO - DEZEMBRO RREO - Anexo 2 (LRF, Art 52, Inciso II, Alínea "c") R$ 1,00 FUNÇÃO/ SUBFUNÇÃO Despesas Empenhadas DOTAÇÃO DOTAÇÃO INICIAL No Bimestre Até o Bimestre % (b/total b) ATUALIZADA (a) (b) SALDO (c) = (a - b) No Bimestre Despesas Liquidadas Até Bimestre (d) % (d/total d) SALDO (e) = (a - d) INSCRITAS EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS (f) SANEAMENTO , , , ,14 0,22 % , , ,14 0,23 % ,20 SANEAMENTO BÁSICO RURAL ,24 % % SANEAMENTO BÁSICO URBANO , , , ,14 0,22 % , , ,14 0,23 % ,20 GESTÃO AMBIENTAL , ,84 833,34 % ,50 % ,84 833,34 PRESERVAÇÃO E CONSERVAÇÃO AMBIENTAL , ,84 833,34 % ,50 % ,84 833,34 AGRICULTURA , , ,95 0,52 % , , ,21 0,16 % , ,74 ADMINISTRAÇÃO GERAL , , ,95 0,52 % , , ,21 0,16 % , ,74 ABASTECIMENTO , ,50 % ,50 % ,50 COMUNICAÇÕES 7.552,54 % % ADMINISTRAÇÃO GERAL 7.552,54 % % ENERGIA , , , ,78 0,13 % , , ,78 0,13 % ,36 ENERGIA ELÉTRICA , , , ,78 0,13 % , , ,78 0,13 % ,36 TRANSPORTE , , , ,02 0,72 % , , ,39 0,75 % , ,63 TRANSPORTE RODOVIÁRIO , , , ,02 0,72 % , , ,39 0,75 % , ,63 DESPORTO E LAZER , , ,21 0,53 % , ,82 0,53 % , ,39 DESPORTO COMUNITÁRIO , , ,21 0,53 % , ,82 0,53 % , ,39 LAZER , ,87 % 8.440,87 % 8.440,87 ENCARGOS ESPECIAIS , , , ,33 1,82 % , , ,33 1,93 % ,83 SERVIÇO DA DIVIDA INTERNA , , , ,33 1,82 % , , ,33 1,93 % ,83 RESERVA DE CONTIGENCIA ,44 % % RESERVA DE CONTINGÊNCIA ,44 % % DESPESAS INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) (II) % TOTAL (III) = (I + II) , , , ,55 10 % , , ,30 10 % , ,25 FONTE: Sistema de Contabilidade Pública, Unidade Responsável: % CPF CPF

6 6 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA RECEITA CORRENTE LÍQUIDA Dezembro / 2016 RREO - Anexo 3 (LRF, Art 53, inciso I) R$ 1,00 ESPECIFICAÇÃO RECEITAS CORRENTES (I) Receita Tributária IPTU ISS ITBI IRRF Outras Receitas Tributárias Receita de Contribuições Receita Patrimonial Receita Agropecuária Receita Industrial Receita de Serviços Transferências Correntes Cota-Parte do FPM Cota-Parte do ICMS Cota-Parte do IPVA Cota-Parte do ITR Transferências da LC 87/1996 Transferências da LC 61/1989 Transferências do FUNDEB Outras Transferências Correntes Outras Receitas Correntes DEDUÇÕES (II) Contrib. do Servidor para o Plano de Previdência Compensação Financ. entre Regimes Previdência Dedução de Receita para Formação do FUNDEB EVOLUÇÃO DA RECEITA REALIZADA NOS ÚLTIMOS 12 MESES TOTAL PREVISÃO ( ÚLTIMOS ATUALIZADA 1/2016 2/2016 3/2016 4/2016 5/2016 6/2016 7/2016 8/2016 9/ / / / MESES ) , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,16 257,91 52,95 133,04 94,35 421,45 593, ,42 457, , , ,41 724, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,02 RECEITA CORRENTE LÍQUIDA (III) = (I - II) , , , , , , , , , , , , , ,02 FONTE: Sistema de Contabilidade Pública, Unidade Responsável: CPF CPF

7 7 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DAS RECEITAS E DESPESAS PREVIDENCIÁRIAS DO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES ORÇAMENTO DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A DEZEMBRO 2016 / BIMESTRE NOVEMBRO - DEZEMBRO RREO - ANEXO 4 (LRF, Art 53, inciso II) R$ 1,00 RECEITAS REALIZADAS RECEITAS PREVISÃO PREVISÃO Até o Bimestre/ Até o Bimestre/ RECEITAS PREVIDENCIÁRIAS - RPPS (EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) (I) RECEITAS CORRENTES Receita de Contribuições dos Segurados Pessoal Civil Ativo Inativo Pensionista Pessoal Militar Ativo Inativo Pensionista Outras Receitas de Contribuições Receita Patrimonial Receitas Imobiliárias Receitas de Valores Mobiliários Outras Receitas Patrimoniais Receita de Serviços Outras Receitas Correntes Compensação Previdenciária do RGPS para o RPPS Demais Receitas Correntes RECEITAS DE CAPITAL Alienação de Bens, Direitos e Ativos Amortização de Empréstimos Outras Receitas de Capital RECEITAS PREVIDENCIÁRIAS - RPPS (INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) (II) TOTAL DAS RECEITAS PREVIDENCIÁRIAS - RPPS (III) = (I + II) DESPESAS DESPESAS PREVIDENCIÁRIAS - RPPS (EXCETOINTRA-O RÇAMENTÁRIAS) (IV) DOTAÇÃO INICIAL DOTAÇÃO DESPESAS EMPENHADAS ATUALIZADA Até o Bimestre/ Até o Bimestre/ DESPESAS LIQUIDADAS Até o Bimestre/ Até o Bimestre/ INSCRITAS EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS E 2016 E 2015 ADMINISTRAÇÃO Despesas Correntes Despesas de Capital PREVIDÊNCIA Pessoal Civil Aposentadorias Pensões Outros Benefícios Previdenciários Pessoal Militar Reformas Pensões Outros Benefícios Previdenciários Outras Despesas Previdenciárias Compensação Previdenciária do RPPS para o RGPS Demais Despesas Previdenciárias DESPESAS PREVIDENCIÁRIAS - RPPS(INTRA-ORÇAMEN TÁRIAS) (V) TOTAL DAS DESPESAS PREVIDENCIÁRIAS - RPPS (VI) = (IV + V) RESULTADO PREVIDENCIÁRIO (VII) = (III - VI)

8 8 APORTES DE RECURSOS PARA O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA DO SERVIDOR APORTES REALIZADOS TOTAL DOS APORTES PARA O RPPS Plano Financeiro Recursos para Cobertura de Insuficiências Financeiras Recursos para Formação de Reserva Outros Aportes para o RPPS Plano Previdenciário Recursos para Cobertura de Déficit Financeiro Recursos para Cobertura de Déficit Atuarial Outros Aportes para o RPPS RESERVA ORÇAMENTÁRIA DO RPPS PREVISÃO ORÇAMENTÁRIA VALOR PERÍODO DE REFERÊNCIA BENS E DIREITOS DO RPPS CAIXA BANCOS CONTA MOVIMENTO INVESTIMENTOS OUTROS BENS E DIREITOS RECEITAS REALIZADAS PREVISÃO PREVISÃO RECEITAS INTRA-ORÇAMENTÁRIAS - RPPS Até o Bimestre/ Até o Bimestre/ RECEITAS CORRENTES (VIII) Receita de Contribuições Patronal Pessoal Civil Ativo Inativo Pensionista Pessoal Militar Ativo Inativo Pensionista Para Cobertura de Déficit Atuarial Em Regime de Débitos e Parcelamentos Receita Patrimonial Receita de Serviços Outras Receitas Correntes RECEITAS DE CAPITAL (IX) Alienação de Bens Amortização de Empréstimos Outras Receitas de Capital TOTAL DAS RECEITAS PREV. INTRA-ORÇAMENTÁ DESPESAS INTRA-ORÇAMENTÁRIAS - RPPS DOTAÇÃO DOTAÇÃO ATUALIZADA DESPESAS EMPENHADAS Até o Bimestre/ Até o Bimestre/ DESPESAS LIQUIDADAS Até o Bimestre/ Até o Bimestre/ INSCRITAS EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS Até o Bimestre/ Até o Bimestre/ ADMINISTRAÇÃO (XI) Despesas Correntes Despesas de Capital TOTAL DAS DESPESAS PREV. INTRA-ORÇAMENTÁRIAS (XII) = (XI) FONTE: Sistema de Contabilidade Pública, Unidade Responsável: CPF CPF

9 9 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DO RESULTADO NOMINAL JANEIRO A DEZEMBRO DE 2016 / BIMESTRE NOVEMBRO - DEZEMBRO RREO - Anexo 5 (LRF, art 53, inciso III) R$ 1,00 DÍVIDA FISCAL LÍQUIDA DÍVIDA CONSOLIDADA (I) DEDUÇÕES (II) Disponibilidade de Caixa Bruta Demais Haveres Financeiros (-) Restos a Pagar Processados (Exceto Precatórios) DÍVIDA CONSOLIDADA LÍQUIDA (III) = (I-II) RECEITA DE PRIVATIZAÇÕES (IV) PASSIVOS RECONHECIDOS (V) DÍVIDA FISCAL LÍQUIDA (VI) = (III+IV-V) SALDO Em 31 Dez 2015 Em 31 Out 2016 Em 31 Dez2016 (a) (b) (c) , , , , , , , , , , , , , , ,18 RESULTADO NOMINAL No Bimestre (c - b) PERIODO DE REFERÊNCIA Até o Bimestre (c - a) VALOR ,61 ( ,45) DISCRIMINAÇÃO DA META FISCAL META DE RESULTADO NOMINAL FIXADA NO ANEXO DE METAS FISCAIS DA LDO P / O EXERCÍCIO DE REFERÊNCIA VALOR CORRENTE ( ,55) REGIME PREVIDENCIÁRIO SALDO DÍVIDA FISCAL LÍQUIDA PREVIDENCIÁRIA Em 31 Dez 2015 Em 31 Out 2016 Em 31 Dez 2016 (a) (b) (c) DIVIDA CONSOLIDADA PREVIDENCIÁRIA (VII) Passivo Atuarial Demais Dívidas DEDUÇÕES (VIII) Disponibilidade de Caixa Bruta Investimentos Demais Haveres Financeiro (-) Restos a Pagar Processados DIVIDA CONSOLIDADA LIQUIDA PREVIDENCIÁRIA (IX) = (VII-VIII) PASSIVOS RECONHECIDOS (X) DIVIDA FISCAL LIQUIDA PREVIDENCIÁRIA (XI) = (IX - X) FONTE: Sistema de Contabilidade Pública, Unidade Responsável: CPF CPF Página 1 de 1

10 10 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DO RESULTADO PRIMÁRIO - MUNICÍPIOS NOVEMBRO - DEZEMBRO DE 2016 / NOVEMBRO - DEZEMBRO RREO - Anexo 6 (LRF, art 53, inciso III) R$ 1,00 RECEITAS PRIMARIAS RECEITAS PRIMÁRIAS CORRENTES (I) Receita Tributárias Receita de Contribuições Receita Previdenciárias Outras Receitas de Contribuições Receita Patrimonial Líquida Receita Patrimonial ( - ) Aplicações Financeiras Transferências Correntes Convênios Outras Transferências Correntes Demais Receitas Correntes Dívida Ativa Diversas Receitas Correntes RECEITAS DE CAPITAL (II) Operações de Crédito (III) Amortização de Empréstimos (IV) Alienação de Bens (V) Transferências de Capital Convênios Outras Transferências de Capital Outras Receitas de Capital RECEITAS PRIMÁRIAS DE CAPITAL (VI) = (II - III - IV - V) RECEITA PRIMARIA TOTAL (VII) = (I + VI) PREVISÃO ATUALIZADA , , , , , , , , , , , , , , , , , ,65 RECEITAS REALIZADAS Até o Bimestre/2016 Até o Bimestre/ , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,28 DESPESAS PRIMÁRIAS DOTAÇÃO ATUALIZADA DESPESAS EMPENHADAS Até o Bimestre/2016 Até o Bimestre/2015 DESPESAS LIQUIDADAS DESPESAS CORRENTES (VIII) , , , , , , ,53 Pessoal e Encargos Sociais , , , , , , ,60 Juros e Encargos da Dívida (IX) 1.956, , ,19 Outras Despesas Correntes , , , , , , ,93 DESPESAS PRIMÁRIAS CORRENTES (X) = (VIII - IX) , , , , , , ,53 DESPESAS DE CAPITAL (XI) , , , , , , ,02 Investimentos , , , , , , ,02 Inversões Financeiras Concessão de Emprestimos (XII) Aquisição de Título de Capital já Integralizado (XIII) Demais Inversões Financeiras Amortização da Dívida (XIV) , , , , ,15 DESPESAS PRIMÁRIAS DE CAPITAL (XV) = (XI - XII - XIII - XIV) , , , , , , ,02 RESERVA DE C0NTINGÊNCIA (XVI) RESERVA DO RPPS (XVII) DESPESA PRIMÁRIA TOTAL (XVIII) = (X + XV + XVI + XVII) , , , , , , ,55 RESULTADO PRIMÁRIO (XIX) = (VII - XVIII) , , , ,55 SALDO DOS EXERCÍCIOS ANTERIORES INSCRITAS EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS Até o Bimestre/2016 Até o Bimestre/2015 Em 2016 Em 2015 DISCRIMINAÇÃO DA META FISCAL META DE RESULTADO PRIMÁRIO FIXADA NO ANEXO DE METAS FISCAIS DA LDO P ARA O EXERCÍCIO DE REFERÊNCIA FONTE: Sistema de Contabilidade Pública, Unidade Responsável: VALOR CORRENTE ,64 CPF CPF Página 1 de 1

11 11 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DOS RESTOS A PAGAR POR PODER E ÓRGÃO JANEIRO A DEZEMBRO 2016 / BIMESTRE NOVEMBRO - DEZEMBRO RREO - Anexo 7 (LRF, art. 53, inciso V) R$ 1,00 RESTOS A PAGAR PROCESSADOS E NÃO PROCESSADOS LIQUIDADOS EM EXERCÍCIOS RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS Inscritos Inscritos PODER / ORGÃO Em Exercícios Em 31 de Pagos Cancelados Saldo (a) Em Exercícios Em 31 de Liquidados Pagos Cancelados Saldo (b) Saldo Total (a+b) dezembro de dezembro de Anteriores Anteriores , , , , , , , ,70 RESTOS A PAGAR (EXCETO INTRA-ORCAMENTÁ , , , , , , , , , ,70 EXECUTIVO , , , , , , ,50 FUNDO MUNICIPAL DE AÇÃO SOCIAL , , , ,70 0, ,90 FUNDO MUNICIPAL DE SAUDE DE SANTANA 4.937, , , , , , , , , , , ,91 LEGISLATIVO CÂMARA MUNICIPAL DE SANTANA RESTOS A PAGAR (INTRA-ORCAMENTÁRIOS) (II) , , , , , , , ,70 TOTAL (III) = (I + II) , ,11 FONTE: Sistema de Contabilidade Pública, Unidade Responsável: CPF CPF Página 1 de 1

12 12 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DAS RECEITAS E DESPESAS COM MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO - MDE JANEIRO A DEZEMBRO 2016/ BIMESTRE NOVEMBRO - DEZEMBRO RREO - Anexo 8 (LDB. art 72) R$ 1,00 RECEITAS DO ENSINO RECEITA RESULTANTE DE IMPOSTOS (caput do art. 212 da Constituição) PREVISÃO PREVISÃO INICIAL ATUALIZADA (a) RECEITAS REALIZADAS Até o Bimestre % (b) (c) = (b/a) x RECEITA DE IMPOSTOS , , ,95 104, Receita Resultante de Impostos sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana - IPTU , , ,15 146, IPTU , , ,53 129, Multas, Juros de Mora e Outros Encargos do IPTU Dívida Ativa do IPTU 1.406, , , , Multas, Juros de Mora Atualização Monetária e Outros Encargos da Dívida Ativa do IPTU (-) Deduções da Receita do IPTU 1.2- Receita Resultante do Impostos sobre Transmissão Inter Vivos - ITBI , , ,28 161, ITBI , , ,28 161, Multas, Juros de Mora e Outros Encargos do ITBI Dívida Ativa do ITBI Multas, Juros de Mora, Atualização Monetária e Outros Encargos da Dívida Ativa do ITBI (-) Deduções da Receita do ITBI 1.3- Receita Resultante do Impostos sobre Serviços de Qualquer Natureza - ISS , , ,20 69, ISS , , ,20 69, Multas, Juros de Mora e Outros Encargos do ISS Dívida Ativa do ISS Multas, Juros de Mora, Atualização Monetária e Outros Encargos da Dívida Ativa do ISS (-) Deduções da Receita do ISS 1.4- Receita Resultante do Impostos de Renda Retido na Fonte - IRRF , , ,32 152, IRRF , , ,32 152, Multas, Juros de Mora e Outros Encargos do IRRF Dívida Ativa do IRRF Multas, Juros de Mora, Atualização Monetária e Outros Encargos da Dívida Ativa do IRRF (-) Deduções da Receita do IRRF 1.5- Receita Resultante do Impostos Territorial Rural - ITR (CF, art. 153, 4, inciso III ITR Multas, Juros de Mora e Outros Encargos do ITR Dívida Ativa do ITR Multas, Juros de Mora, Atualização Monetária e Outros Encargos da Dívida Ativa do ITR (-) Deduções da Receita do ITR 2- RECEITA DE TRANSFERÊNCIAS CONSTITUCIONAIS E LEGAIS , , ,31 94, Cota-Parte - FPM , , ,74 94, Parcela referente à CF, art. 159, I, alínea b , , ,74 94, Parcela referente à CF, art. 159, I, alínea d Parcela referente à CF, art. 159, I, alínea e 2.2- Cota-Parte - ICMS , , ,23 95, ICMS-Desoneração - I, C, n 87/ , , ,62 53, Cota-Parte IPI-Exportação , , ,96 50, Cota-Parte ITR , , ,46 114, Cota-Parte IPVA , , ,30 124, Cota-Parte IOF-Ouro 3- TOTAL DA RECEITA DE IMPOSTOS (1+2) , , ,26 95,36 RECEITAS ADICIONAIS PARA FINANCIAMENTO DO ENSINO 4- RECEITA DA APLICAÇÃO FINANCEIRA DE OUTROS RECURSOS DE IMPOSTOS VINCULADOS AO ENSINO 5- RECEITA DE TRANSFERÊNCIAS DO FNDE 5.1- Transferências do Salário-Educação 5.2- Transferências Diretas - PDDE 5.3- Transferências Diretas - PNAE 5.4- Transferências Diretas - PNATE 5.5- Outras Transferências do FNDE 5.6- Aplicação Financeira dos Recursos do FNDE 6- RECEITA DE TRANSFERÊNCIAS DE CONVÊNIOS 6.1- Transferências de Convênios 6.2- Aplicação Financeira dos Recursos de Convênios 7- RECEITA DE OPERAÇÕES DE CRÉDITO 8- OUTRAS RECEITAS PARA FINANCIAMENTO DO ENSINO 9- TOTAL DAS RECEITAS ADICIONAIS PARA FINANCIAMENTO DO ENSINO ( ) PREVISÃO INICIAL PREVISÃO ATUALIZADA (a) RECEITAS REALIZADAS Até o Bimestre % (b) (c) = (b/a) x , , , ,16 125, , , ,72 98, , , , , , , , , ,92 146, ,25 598,19 598, , , , , ,28 125,56 FUNDEB PREVISÃO PREVISÃO RECEITAS REALIZADAS RECEITAS DO FUNDEB INICIAL ATUALIZADA Até o Bimestre % (a) (b) (c) = (b/a) x 100 FUNDEB , , , RECEITAS DESTINADAS AO 89, Cota-Parte FPM Destinada ao FUNDEB - (20% de 2.1.1) , , ,31 87, Cota-Parte ICMS Destinada ao FUNDEB - (20% de 2.2) , , ,84 95, ICMS-Desoneração Destinada ao FUNDEB - (20% de 2.3) 6.519, , ,44 53, Cota-Parte IPI-Exportação Destinada ao FUNDEB - (20% de 2.4) , , Cota-Parte ITR ou ITR Arrecadados Destinados ao FUNDEB - (20% de ( ) , , ,57 114, Cota-Parte IPVA Destinada ao FUNDEB - (20% de 2.6) , , ,92 124, RECEITAS RECEBIDAS DO FUNDEB , , ,29 91, Transferências de Recursos do FUNDEB , , ,36 90, Complementação da União ao FUNDEB , , ,37 95, Receita de Aplicação Financeira dos Recursos do FUNDEB , , ,56 14, RESULTADO LÍQUIDO DAS TRANSFERÊNCIAS DO FUNDEB ( ) , , ,28 91,87 [SE RESULTADO LÍQUIDO DA TRANSFERÊNCIA (12) > 0] = ACRÉSCIMO RESULTANTE DAS TRANSFERÊNCIAS DO FUNDEBPREVISÃOPREVISÃORECEITAS [SE RESULTADO LÍQUIDO DA TRANSFERÊNCIA (12) < 0] = DECRÉSCIMO RESULTANTE DAS TRANSFERÊNCIAS DO FUNDEB

13 13 DESPESAS DESPESAS INSCRITAS EM DOTAÇÃO DOTAÇÃO RESTOS A PAGAR DESPESAS DO FUNDEB ATUALIZADA ATUALIZAÇÃO NÃO 7 Até o Bimestre % Até o Bimestre % PROCESSADOS (d) (e) (f)=(e/d)x100 (g) (h)=(g/d)x100 (I) 13 - PAGAMENTO DOS PROFISSIONAIS DO MAGISTÉRIO , , ,48 99, , , Com Educação Infantil , ,89 45, , Com Ensino Fundamental , , ,48 99, ,11 99, , OUTRAS DESPESAS , , ,73 91, ,83 82, , Com Educação Infantil Com Ensino Fundamental , , ,73 91, ,83 82, , TOTAL DAS DESPESAS DO FUNDEB ( ) , , ,21 97, ,83 92, ,38 DEDUÇÕES PARA FINS DO LIMITE DO FUNDEB 16- RESTOS A PAGAR INSCRITOS NO EXERCÍCIO SEM DISPONIBILIDADE FINANCEIRA DE RECURSOS DO FUNDEB FUNDEB 60% FUNDEB 40% 17- DESPESAS CUSTEADAS COM O SUPERÁVIT FINANCEIRO, DO EXERCÍCIO ANTERIOR, DO FUNDEB FUNDEB 60% FUNDEB 40% 18- TOTAL DAS DEDUÇÕES CONSIDERADAS PARA FINS DE LIMITE DO FUNDEB ( ) INDICADORES DO FUNDEB 19- TOTAL DAS DESPESAS DO FUNDEB PARA FINS DE LIMITE (15-18) , Mínimo de 60% do FUNDEB na Remuneração do Magistério1 (13 - ( )) / (11) x 100) % 70, Máximo de 40% em Despesa com MDE, que não Remuneração do Magistério (14 - ( )) / (11) x 100) % 33, Máximo de 5% não Aplicado no Exercício (100 - ( )) % 3,53 CONTROLE DA UTILIZAÇÃO DE RECURSOS NO EXERCÍCIO SUBSEQUENTE 20- RECURSOS RECEBIDOS DO FUNDEB EM 2015 QUE NÃO FORAM UTILIZADOS , DESPESAS CUSTEADAS COM O SALDO DO ITEM 20 ATÉ O 1º TRIMESTRE DE 2016² MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO - DESPESAS CUSTEADAS COM A RECEITA RESULTANTE DE IMPOSTOS E RECURSOS DO FUNDEB PREVISÃO PREVISÃO RECEITAS REALIZADAS RECEITAS COM AÇÕES TÍPICAS DE MDE INICIAL ATUALIZADA Até o Bimestre % (a) (b) (c)=(b/a) x IMPOSTOS E TRANSFERÊNCIAS DESTINADAS À MDE (25% DE 3)³ , , ,07 95,36 DESPESAS DESPESAS INSCRITAS EM DOTAÇÃO DOTAÇÃO LIQUIDADAS RESTOS A PAGAR DESPESAS COM AÇÕES TÍPICAS DE MDE NÃO 7 INICIAL ATUALIZADA Até o Bimestre % Até o Bimestre % PROCESSADOS (d) (e) (g) (I) 23- EDUCAÇÃO INFANTIL Creche Despesas Custeadas com Recursos do FUNDEB Despesas Custeadas com Outros Recursos de Impostos Pré-escola Despesas Custeadas com Recursos do FUNDEB Despesas Custeadas com Outros Recursos de Impostos 24- ENSINO FUNDAMENTAL , , ,60 94, ,88 89, , Despesas Custeadas com Recursos do FUNDEB , , ,21 96, ,94 93, , Despesas Custeadas com Outros Recursos de Impostos , , ,39 84, ,94 78, , ENSINO MÉDIO 26- ENSINO SUPERIOR 27- ENSINO PROFISSIONAL NÃO INTEGRADO AO ENSINO REGULAR 28- OUTRAS , TOTAL DAS DESPESAS COM AÇÕES TÍPICAS DE MDE ( ) , , ,60 94, ,88 89, ,72 DEDUÇÕES CONSIDERADAS PARA FINS DE LIMITE CONSTITUCIONAL 30- RESULTADO LÍQUIDO DAS TRANSFERÊNCIAS DO FUNDEB = (12) , DESPESAS CUSTEADAS COM A COMPLEMENTAÇÃO DO FUNDEB NO EXERCÍCIO , RECEITA DE APLICAÇÃO FINANCEIRA DOS RECURSOS DO FUNDEB ATÉ O BIMESTRE = (50 h) , DESPESAS CUSTEADAS COM O SUPERÁVIT FINANCEIRO, DO EXERCÍCIO ANTERIOR, DO FUNDEB 34- DESPESAS CUSTEADAS COM O SUPERÁVIT FINANCEIRO, DO EXERCÍCIO ANTERIOR, DE OUTROS RECURSOS DE IMPOSTOS RESTOS A PAGAR INSCRITOS NO EXERCÍCIO SEM DISPONIBILIDADE FINANCEIRA DE RECURSOS DE IMPOSTOS VINCULADOS AO ENSINO 36- CANCELAMENTO, NO EXERCÍCIO, DE RESTOS A PAGAR INSCRITOS COM DISPONIBILIDADE FINANCEIRA DE RECURSOS DE IMPOSTOS VINCULADOS AO ENSINO = (46 j) TOTAL DAS DEDUÇÕES CONSIDERADAS PARA FINS DE LIMITE CONSTITUCIONAL ( ) , TOTAL DAS DESPESAS PARA FINS DE LIMITE (( ) -(37)) , MÍNIMO DE 25% DAS RECEITAS RESULTANTES DE IMPOSTOS EM MDE ((38)/(3) x 100)% 37,80 OUTRAS INFORMAÇÕES PARA CONTROLE DESPESAS EMPENHADAS DESPESAS LIQUIDADAS OUTRAS DESPESAS CUSTEADAS COM RECEITAS ADICIONAIS PARA FINANCEAMENTO DO ENSINO DOTAÇÃO DOTAÇÃO INICIAL ATUALIZADA Até o Bimestre % Até o Bimestre % NÃO PROCESSADOS 7 (d) (e) (f)=(e/d)x100 (g) (h)=(g/d)x100 (I) 40- DESPESAS CUSTEADAS COM A APLICAÇÃO FINANCEIRA DE OUTROS RECURSOS DE IMPOSTOS VINCULADOS AO ENSINO 70, DESPESAS CUSTEADAS COM A CONTRIBUIÇÃO SOCIAL DO SALÁRIO-EDUCAÇÃO , , ,39 68, , , DESPESAS CUSTEADAS COM OPERAÇÕES DE CRÉDITO 75, DESPESAS CUSTEADAS COM OUTRAS RECEITAS PARA FINANCIAMENTO DO ENSINO , , ,98 66, , , TOTAL DAS OUTRAS DESPESAS CUSTEADAS COM RECEITAS ADICIONAIS PARA 73, , , ,37 67, , ,83 FINANCIAMENTO DO ENSINO ( ) 92, TOTAL GERAL DAS DESPESAS COM MDE ( ) , , ,25 87, , ,55 RESTOS A PAGAR INSCRITOS COM DISPONIBILIDADE FINANCEIRA DE RECURSOS DE IMPOSTOS VINCULADOS AO ENSINO SALDO ATÉ BIMESTRE CANCELADO EM 2016 (j) PAGAR DE DESPESAS COM MDE 46- RESTOS A , Executadas com Recursos de Impostos Vinculados ao Ensino , Executadas com Recursos do FUNDEB ,39 FLUXO FINANCEIRO DOS RECURSOS DO FUNDEB VALOR SALDO FINANCEIRO EM 31 DE DEZEMBRO DE , (+) INGRESSO DE RECURSOS ATÉ O BIMESTRE , (-) PAGAMENTOS EFETUADOS ATÉ O BIMESTRE , Orçamento do Exercício , Restos a Pagar , (+) RECEITA DE APLICAÇÃO FINANCEIRA DOS RECURSOS ATÉ O BIMESTRE , (=) SALDO FINANCEIRO NO EXERCÍCIO ATUAL ,18 FONTE: Sistema de Contabilidade Pública, Unidade Responsável: 1 Limite mínimos anuais a serem cumpridos no encerramento do exercício. 2 Art. 21, 2º, Lei /2007: " Até 5% dos recursos recebidos à conta dos Fundos, inclusive relativos à complementação da União recebidos nos termos do 1º do art. 6º desta Lei, poderão ser utilizados no 1º trimestre do exercício imediatamente subsequente, mediante abertura de crédito adicional" 3 Caput do art. 212 da CF/ Os valores referentes à parcela dos Resos a Pagar inscritos sem disponibilidade financeira vinculada à educação deverão ser informados somente no RREO do último bimestre do exercício. 5 Limites mínimos anuais a serem cumpridos no encerramento do exercício, no âmbito de atuação prioritária, conforme LDB, art. 11, V. 6 Nos cinco primeiros bimestres do exercício o acompanhamento poderá ser feito com base na despesa empenhada ou na despesa liquidada. No último bimestre do exercício, o valor deverá corresponder ao total da despesa empenhada. 7 Essa coluna poderá ser apresentada somente no último bimestre. VALOR VALOR VALOR VALOR INSCRITAS EM RESTOS A PAGAR CPF CPF

14 14 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DAS RECEITAS DE OPERAÇÕES DE CRÉDITO E DESPESAS DE CAPITAL RREO - ANEXO 9 (LRF, art. 53, 1º, inciso I) R$ 1,00 RECEITAS RECEITAS DE OPERAÇÕES DE CRÉDITO¹ (I) JANEIRO A DEZEMBRO 2016 / BIMESTRE NOVEMBRO - DEZEMBRO PREVISÃO ATUALIZADA (a) RECEITAS REALIZADAS (b) SALDO NÃO REALIZADO (c) = (a-b) DOTAÇÃO DESPESAS DESPESAS DESPESAS INSCRITAS EM SALDO NÃO EXECUTADO DESPESAS ATUALIZADA EMPENHADAS LIQUIDADAS RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS (d) (e) (f)=(d-e) DESPESAS DE CAPITAL , , , , ,52 (-) Incentivos Fiscais a Contribuinte (-) Incentivos Fiscais a Contribuinte por Instituições Financeiras DESPESA DE CAPITAL LÍQUIDA (II) , , , , ,52 RESULTADO PARA APURAÇÃO DA REGRA DE OURO (III) = (I-II) ( ,36) ( ,84) - - ( ,52) FONTE: Sistema de Contabilidade Pública, Unidade Responsável: Nota: ¹ Operações de Crédito descritos na CF, Art. 167, inciso III CPF CPF

15 15 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRAÇÃO DA PROJ. ATUARIAL DO REG. PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL 2016 à 2091 RREO ANEXO 10 (LRF, art. 53, 1º, inciso II) R$ 1,00 RECEITAS DESPESAS RESULTADO EXERCÍCIO PREVIDENCIÁRIAS PREVIDENCIÁRIAS PREVIDENCIÁRIO (a) (b) (c) = (a-b) FONTE: Sistema de Contabilidade Pública, Unidade Responsável: SALDO FINANCEIRO DO EXERCÍCIO (d) = ("d" exercício anterior) + (c) CPF CPF

16 16 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA RECEITA DE ALIENAÇÃO DE ATIVOS E APLICAÇÃO DOS RECURSOS JANEIRO A DEZEMBRO 2016 / BIMESTRE NOVEMBRO - DEZEMBRO RREO - ANEXO 11 (LRF, art. 53, 1º, inciso III) R$ 1,00 RECEITAS PREVISÃO ATUALIZADA (a) RECEITAS REALIZADAS (b) SALDO A REALIZAR (c) = (a-b) RECEITAS DE CAPITAL ALIENAÇÃO DE ATIVOS (I) Alienação de Bens Móveis Alienação de Bens Imóveis DESPESAS (APLICAÇÃO DOS RECURSOS DA ALIENAÇÃO DE ATIVOS) DOTAÇÃO EMPENHADAS ATUALIZADA (d) LIQUIDADAS DESPESAS EXECUTADAS Até o Bimestre PAGAS (e) INSCRITAS EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS PAGAMENTO DE RESTOS A PAGAR (f) SALDO A EXECUTAR (g)=(d-e) APLICAÇÃO DOS RECURSOS DA ALIENAÇÃO DE ATIVOS (II) DESPESAS DE CAPITAL Investimentos Inversões Financeiras Amortização da Dívida DESPESAS CORRENTES DOS REGIMES DE PREVIDÊNCIA Regime Geral da Previdência Social Regime Próprio de Previdência dos Servidores SALDO FINANCEIRO A APLICAR SALDO ATUAL (h) (i) = (Ib-(IIe+IIf)) (j) = (IIIh+IIIi) VALOR (III) 6.103, ,62 FONTE: Sistema de Contabilidade Pública, Unidade Responsável: Nota: Durante o exercício, somente as despesas liquidas são consid eradas executadas. No encerramento do exercício, as despesas não liquidadas inscritas em restos a pagar não processados são também consideradas executadas. Dessa forma para maior transparência, as despesas executadas estão segregadas em: a) Despesas Liquidadas, consideradas aquelas em que houve a entrega do material ou serviço, nos termos do art. 63 da Lei 4.320/64; b) Despesas empenhadas, mas não liquidadas, inscritos em restos a pagar não processados, consideradas liquidadas no enceramento do exercício, por força do art. 35 inciso II da Lei 4.320/ 64 CPF CPF

17 17 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DAS RECEITAS E DESPESAS COM AÇÕES E SERVIÇOS PÚBLICOS DE SAÚDE JANEIRO A DEZEMBRO 2016 / BIMESTRE NOVEMBRO - DEZEMBRO RREO - ANEXO 12 (LC 141/2012, art. 35) R$ 1,00 RECEITAS PARA APURAÇÃO DA APLICAÇÃO EM AÇÕES E SERVIÇOS PÚBLICOS DE SAÚDE RECEITA DE IMPOSTOS LÍQUIDA (I) Imposto Predial e Territorial Urbano - IPTU Imposto sobre Transmissão de Bens Intervivos - ITBI Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza - ISS Imposto de Renda Retido na Fonte - IRRF Imposto Territorial Rural - ITR Multas, Juros de Mora e Outros Encargos dos Impostos Dívida Ativa dos Impostos Multas, Juros de Mora e Outros Encargos da Dívida Ativa RECEITA DE TRANSFERÊNCIAS CONSTITUCIONAIS E LEGAIS (II) Cota-Parte FPM Cota-Parte ITR Cota-Parte IPVA Cota-Parte ICMS Cota-Parte IPI-Exportação Compensações Financeiras Provenientes de Impostos e Transferências Constitucionais Desoneração ICMS (LC 87/96) Outras TOTAL DAS RECEITAS PARA APURAÇÃO DA APLICAÇÃO EM AÇÕES E SERVIÇOS PÚBLICOS DE SAÚDE (III) = I + II PREVISÃO INICIAL RECEITAS REALIZADAS PREVISÃO ATUALIZADA Até o Bimestre % (a) (b) (b/a) x , , ,04 98, , , ,53 129, , , ,28 161, , , ,20 69, , , ,32 152, , , ,78 51, , , ,93 40, , , ,31 94, , , ,74 94, , , ,46 114, , , ,30 124, , , ,23 95, , , ,96 50, , , ,62 53, , , ,62 53, , , ,35 95,03 RECEITAS ADICIONAIS PARA FINANCIAMENTO DA SAÚDE PREVISÃO INICIAL PREVISÃO RECEITAS REALIZADAS ATUALIZADA Até o Bimestre % (c) (d) (d/c) x 100 TRANSFERÊNCIA DE RECURSOS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE-SUS , , ,57 84,16 Provenientes da União , , ,64 85,36 Provenientes dos Estados , , ,16 81,87 Provenientes de Outros Municípios Outras Receitas do SUS 6.856, , ,77 126,74 TRANSFERÊNCIAS VOLUNTÁRIAS 2.801, ,11 691,61 24,69 RECEITAS DE OPERAÇÕES DE CRÉDITO VINCULADAS À SAÚDE OUTRAS RECEITAS PARA FINANCIAMENTO DA SAÚDE TOTAL RECEITAS ADICIONAIS PARA FINANCIAMENTO DA SAÚDE , , ,18 84,14 DESPESAS COM SAÚDE (Por Grupo de Natureza da Despesa) DOTAÇÃO INICIAL DOTAÇÃO ATUALIZADA (e) DESPESAS EMPENHADAS Até o Bimestre (f) % (f/e) x 100 DESPESAS LIQUIDADAS Até o Bimestre (g) % (g/e) x 100 Inscritas em Restos a Pagar não Processados DESPESAS CORRENTES , , ,38 78, ,51 78, ,40 Pessoal e Encargos Sociais , , ,65 94, ,65 94, ,60 Juros e Encargos da Dívida Outras Despesas Correntes , , ,73 60, ,86 59, ,80 DESPESAS CAPITAL , , ,88 15, ,88 15, ,02 Investimentos , , ,88 15, ,88 15, ,02 Inversões Financeiras Amortização da Dívida TOTAL DAS DESPESAS COM SAÚDE (IV) , , ,26 74, ,39 74, ,42 DESPESAS COM SAÚDE NÃO COMPUTADAS PARA FINS DE APURAÇÃO DO PERCENTUAL MÍNIMO DOTAÇÃO INICIAL DOTAÇÃO ATUALIZADA DESPESAS EMPENHADAS Até o Bimestre % (h) (h/ivf) x 100 DESPESAS LIQUIDADAS Até o Bimestre (i) % (i/ivg) x 100 Inscritas em Restos a Pagar não Processados DESPESAS COM INATIVOS E PENSIONISTAS DESPESA COM ASSISTÊNCIA À SAÚDE QUE NÃO ATENDE AO PRINCÍPIO DE ACESSO UNIVERSAL DESPESAS CUSTEADAS COM OUTROS RECURSOS Recursos de Transferência do Sistema Único de Saúde - SUS Recursos de Operações de Crédito Outros Recursos OUTRAS AÇÕES E SERVIÇOS NÃO COMPUTADOS RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS INSCRITOS INDEVIDAMENTE NO EXERCÍCIO SEM DISPONIBILIDADE FINANCEIRA DESPESAS CUSTEADAS COM DISPONIBILIDADE DE CAIXA VINCULADA AOS RESTOS A PAGAR CANCELADOS DESPESAS CUSTEADAS COM RECURSOS VINCULADOS À PARCELA DO PERCENTUAL MÍNIMO QUE NÃO FOI APLICADA EM AÇÕES E SERVIÇOS DE TOTAL DAS DESPESAS COM NÃO COMPUTADAS (V) TOTAL DAS DESPESAS COM AÇÕES E SERVIÇOS PÚBLICOS DE SAÚDE (VI) = (IV - V) , , , , ,42 PERCENTUAL DE APLICAÇÃO EM AÇÕES E SERVIÇOS PÚBLICOS DE SAÚDE SOBRE A RECEITA DE IMPOSTOS LÍQUIDA E TRANSFERÊNCIAS CONSTITUCIONAIS E LEGAIS (VII%) = (VI(h ou i) / IIIb x 100) - LIMITE CONSTITUCIONAL 15% VALOR REFERENTE À DIFERENÇA ENTRE O VALOR EXECUTADO E O LIMITE MÍNIMO CONSTITUCIONAL [VI(h ou i) - (15 x IIIb)/100] 34, ,61

18 18 EXECUÇÃO DE RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS INSCRITOS COM DISPONIBILDADE DE CAIXA CANCELADOS/ INSCRITOS PAGOS A PAGAR PRESCRITOS PARCELA CONSIDERADA NO LIMITE Inscritos em 2015 Inscritos em , , , ,37 Inscritos em , , ,50 Inscritos em 2012 Inscritos em anos anteriores a 2012 Total , , , ,87 CONTROLE DOS RESTOS A PAGAR CANCELADOS OU PRESCRITOS PARA FINS DE APLICAÇÃO DA DISPONIBILIDADE DE CAIXA CONFORME ARTIGO 24, 1º e 2º Saldo Inicial RESTOS A PAGAR CANCELADOS OU PRESCRITOS Despesas custeadas no exercício de referência (j) Saldo Final (Não Aplicado) Restos a Pagar Cancelados ou Prescritos em 2015 Restos a Pagar Cancelados ou Prescritos em 2014 Restos a Pagar Cancelados ou Prescritos em 2013 Restos a Pagar Cancelados ou Prescritos em 2012 Restos a Pagar Cancelados ou Prescritos em anos anteriores a 2012 Total(VIII) CONTROLE DO VALOR REFERENTE AO PERCENTUAL MÍNIMO NÃO CUMPRIDO EM EXERCÍCIOS ANTERIORES PARA FINS DE APLICAÇÃO DOS RECURSOS VINCULADOS CONFORME ARTIGOS 25 E 26 Saldo Inicial LIMITE NÃO CUMPRIDO Despesas custeadas no exercício de referência (k) Saldo Final (Não Aplicado) Diferença de limite não cumprido em 2015 Diferença de limite não cumprido em 2014 Diferença de limite não cumprido em 2013 Diferença de limite não cumprido em 2012 Diferença de limite não cumprido em 2011 Diferença de limite não cumprido em anos anteriores a 2011 Total(IX) DESPESAS COM SAÚDE (Por Subfunção) DOTAÇÃO INICIAL DOTAÇÃO ATUALIZADA DESPESAS EMPENHADAS Até o Bimestre % (l) (l/total l) x 100 DESPESAS LIQUIDADAS Até o Bimestre (m) % (m/total m) x 100 Inscritas em Restos a Pagar não Processados Atenção Básica , , ,67 52, ,53 52, ,94 Assistência Hospitalar e Ambulatorial , , ,59 47, ,86 47, ,73 Suporte Profilático e Terapêutico Vigilância Sanitária , , ,00 0, ,00 0,04 Vigilância Epidemiológica , ,90 Alimentação e Nutrição Outras Subfunções ,70 TOTAL , , ,26 100, , ,37 FONTE: Sistema de Contabilidade Pública, Unidade Responsável CPF CPF

19 19 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DAS PARCERIAS PUBLICO - PRIVADAS JANEIRO A DEZEMBRO DE 2016 / BIMESTRE NOVEMBRO - DEZEMBRO RREO - Anexo 13 (Lei nº , de , arts. 22, 25 e 28) R$ 1,00 SALDO TOTAL EM REGISTROS EFETUADOS EM ESPECIFICAÇÃO 31 DE DEZEMBRO 2016 SALDO TOTAL DO EXERCICIO ANTERIOR (c) = (a-b) (a) No bimestre Até o bimestre (b) TOTAL DE ATIVOS Direitos Futuros Ativos Contabilizados na SPE Contrapartida para Provisões de PPP TOTAL DE PASSIVOS (I) Obrigações Não Relacionadas a Serviços Contrapartida para Ativos da SPE Provisões de PPP GARANTIAS DE PPP (II) SALDO LÍQUIDO DE PASSIVOS DE PPP (III) = (I - II) PASSIVOS CONTINGENTES Contraprestações Futuras Riscos Não Provisionados Outros Passivos Contingentes ATIVOS CONTINGENTES Serviços Futuros Outros Ativos Contigentes DESPESAS DE PPP Do Entre Federado (IV) EXERCÍCIO ANTERIOR EXERCÍCIO CORRENTE (EC) Das Estatais Não-Dependentes TOTAL DAS DESPESAS RECEITA CORRENTE LÍQUIDA (RCL) (V) TOTAL DAS DESPESAS / RCL (%) (VI) = (IV) / (V) FONTE: Sistema de Contabilidade Pública, Unidade Responsável: Nota: CPF CPF Página 1 de 1

20 20 DEMONSTRATIVO SIMPLIFICADO DO RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA JANEIRO A DEZEMBRO DE 2016 / BIMESTRE NOVEMBRO - DEZEMBRO LRF, Art Anexo 14 R$ 1,00 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO RECEITAS Previsão Inicial Previsão Atualizada Receitas Realizadas Déficit Orçamentário Saldos de Exercícios Anteriores (Utilizados para Créditos Adicionais) DESPESAS Dotação Inicial Créditos Adicionais Dotação Atualizada Despesas Empenhadas Despesas Liquidadas Despesas Pagas Superávit Orçamentário Despesas Empenhadas Despesas Liquidadas DESPESAS POR FUNÇÃO/SUBFUNÇÃO Até o Bimestre Até o Bimestre , , , , , , , , , , ,30 RECEITA CORRENTE LÍQUIDA - RCL Até o Bimestre Receita Corrente Líquida ,32 RECEITAS E DESPESAS DOS REGIMES DE PREVIDÊNCIA Até o Bimestre Regime Geral de Previdência Social Receitas Previdenciárias Realizadas(I) Despesas Previdenciárias Liquidadas (II) Resultado Previdenciário (III) = (I - II) Regime Próprio de Previdência dos Servidores Receitas Previdenciárias Realizadas (IV) Despesas Previdenciárias Liquidadas (V) Resultado Previdenciário (VI) = (IV - V) Meta Fixada no Resultado Apurado RESULTADO NOMINAL E PRIMÁRIO AMF da LDO Até o Bimestre (a) (b) Resultado Nominal ( ,55) ( ,45) Resultado Primário , ,46 RESTOS A PAGAR POR PODER E MINISTÉRIO PÚBLICO Inscrição % em Relação à Meta Pagamento Até o Bimestre RESTOS A PAGAR PROCESSADOS Poder Executivo Poder Legislativo Poder Judiciário Ministério Público RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS Poder Executivo Poder Legislativo Poder Judiciário Ministério Público TOTAL Valor Apurado Limites Constitucionais Anuais DESPESAS COM MANUNTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO Até o Bimestre % Mínima a % Aplicado Até o Bimestre Aplicar no Exercício Mínimo Anual de <18% / 25%> das Receitas de Impostos em Manutenção e Desenvolvimento do Ensino ,39 25,00 37,80 Mínimo Anual de 60% do FUNDEB na Remuneração do Magistério com Ensino Fundamental e Médio ,89 6 Mínimo Anual de 60% do FUNDEB na Remuneração do Magistério com Educação Infantil e Ensino Fundamental ,11 6 Complementação da União ao FUNDEB , ,37 RECEITAS DE OPERAÇÕES DE CRÉDITO E DESPESA DE CAPITAL Cancelamento Até o Bimestre Valor Apurado Até o Bimestre Receitas de Operações de Crédito Despesa de Capital Líquida ,84 Saldo Não Realizado 13,53 80,73 0,60 69, ,52 PROJEÇÃO ATUARIAL DOS REGIMES DE PREVIDÊNCIA Exercício 10 Exercício 20 Exercício 35 Exercício Regime Geral de Previdência Social Receitas Previdenciárias (I) Despesas Previdenciárias (II) Resultado Previdenciário (III) = (I - II) Regime Próprio de Previdência dos Servidores Receitas Previdenciárias (IV) Despesas Previdenciárias (V) Resultado Previdenciário (VI) = (IV - V) RECEITA DA ALIENAÇÃO DE ATIVOS E APLICAÇÃO DOS RECURSOS Valor Apurado Até o Bimestre Receita de Capital Resultante da Alienação de Ativos Aplicação dos Recursos da Alienação de Ativos Saldo a Realizar Valor Apurado Limite Constitucional Anual DESPESAS COM AÇÕES E SERVIÇOS PÚBLICOS DE SÁUDE Até o Bimestre % Mínima a % Aplicado Até o Bimestre Aplicar no Exercício Despesas com Ações e Serviços Públicos de Saúde executadas com recursos de impostos ,39 15,00 34,24 DESPESAS DE CARÁTER CONTINUADO DERIVADAS DE PPP Valor Apurado no Exercício Corrente Total das Despesas/RCL (%) Fonte: Sistema de Contabilidade Pública, Unidade Responsável: (b/a) Saldo a Pagar CPF CPF

21 21 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DE SENTENÇAS JUDICIAIS ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL Órgão: ( Todos ) Unidade: ( Todos ) Período: 01/11/2016 à 31/12/2016 Tp Emp CodRed Dotação Orçamentária Proc Credor CNPJ/CPF Data Emp Data Liq Data Pag Bruto(R$) Retido Liquido S TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO / /11/ /11/ , ,49 IMPORTE REFERENTE ORDEM JUDICIAL Nº Total de Registros: 1 Total : 6.580, ,49 CPF CPF Página 1 de 1

22 22 - PODER EXECUTIVO RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL QUADRIMESTRE SETEMBRO - DEZEMBRO RGF - ANEXO 1 (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") DESPESA COM PESSOAL R$ 1,00 DESPESAS EXECUTADAS (Últimos 12 Meses) INSCRITAS EM RESTOS LIQUIDADAS A PAGAR NÃO 1 PROCESSADOS (a) (b) DESPESAS BRUTA COM PESSOAL ( I ) Pessoal Ativo Pessoal Inativo e Pensionista Outras Despesas de Pessoal decorrentes de Contratos de Terceirização ( 1º do art. 18 da LRF) DESPESAS NÃO COMPUTADAS ( 1º do art. 19 da LRF) (II) Indenizações por Demissão e Incentivos à Demissão Voluntária Decorrentes de Decisão Judicial de período anterior ao da apuração Despesas de Exercícios Anteriores de período anterior ao da apuração Inativos e Pensionistas com Recursos Vinculados , , , , ,17 657, , , , ,00 DESPESA LÍQUIDA COM PESSOAL (III) = (I II) , ,39 RECEITA CORRENTE LÍQUIDA - RCL ( IV ) APURAÇÃO DO CUMPRIMENTO DO LIMITE LEGAL VALOR ,24 % SOBRE A RCL - DESPESA TOTAL COM PESSOAL DTP (V) = (III a + III b) LIMITE MÁXIMO (VI) (incisos I, II e III, art. 20 da LRF) - 54,00% LIMITE PRUDENCIAL (VII) = (0,95 x VI) (parágrafo único do art. 22 da LRF) LIMITE DE ALERTA (VIII) = (0,90 x VI) (inciso II do 1º do art. 59 da LRF) , , , ,16 101,04 54,00 51,30 48,60 FONTE: Sistema de Contabilidade Pública, Unidade Responsável 1. Nos demonstrativos elaborados no primeiro e no segundo quadrimestre de cada exercício, os valores de restos a pagar não processados inscritos em 31 de dezembro do exercício anterior continuarão a ser informados nesse campo. Esses valores não sofrem alteração pelo seu processamento, e somente no caso de cancelamento podem ser excluídos. CPF CPF

23 23 RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO DA DÍVIDA CONSOLIDADA LÍQUIDA 3o. QUADRIMESTRE 2016 / QUADRIMESTRE SETEMBRO - DEZEMBRO RGF - ANEXO 2 (LRF, art. 55, inciso I, alínea "b") R$ 1,00 DÍVIDA CONSOLIDADA SALDO DO EXERCÍCIO Até o 1º SALDO DO EXERCÍCIO DE 2016 Até o 2º Até o 3º DÍVIDA CONSOLIDADA - DC(I) , , , ,97 Dívida Mobiliária Dívida Contratual , , , ,59 Interna , , , ,59 Externa Precatórios posteriores à 05/05/2000 (inclusive) - Vencidos e não Pagos , , , ,38 Outras Dívidas DEDUÇÕES(II)¹ , , , ,79 Disponibilidade de Caixa Bruta , , , ,79 Demais Haveres Financeiros (-) Restos a Pagar Processados (Exceto Precatórios) DÍVIDA CONSOLIDADA LÍQUIDA (DCL) (III)=(I - II) , , , ,18 RECEITA CORRENTE LÍQUIDA - RCL , , , ,08 %da DC sobre a RCL(I/RCL) 79,54 80,61 79,18-704,22 %da DCL sobre a RCL(III/RCL) 77,74 80,01 78,67-690,10 LIMITE DEFINIDO POR RESOLUÇÃO DO SENADO FEDERAL: % DÍVIDA CONTRATUAL (IV = V + VI + VII + VIII) , , , ,59 DÍVIDA DE PPP (V) PARCELAMENTO DE DÍVIDAS (VI) De Tributos De Contribuições Sociais Previdenciárias Demais Contribuições Sociais Do FGTS Com Instituição Não Financeira DÍVIDA COM INSTITUIÇÃO FINANCEIRA (VII) , , , ,59 Interna , , , ,59 Externa DEMAIS DÍVIDAS CONTRATUAIS (VIII) OUTROS VALORES NÃO INTEGRANTES DA DC SALDO DO EXERCÍCIO Até o 1º SALDO DO EXERCÍCIO DE 2016 Até o 2º Até o 3º PRECATÓRIOS ANTERIORES À 05/05/2000 PRECATÓRIOS POSTERIORES À 05/05/2000 INSUFICIÊNCIA FINANCEIRA DEPOSITOS RP NÃO-PROCESSADOS DE EXERCÍCIOS ANTERIORES ANTECIPAÇÕES DE RECEITA ORÇAMENTÁRIA - ARO DÍVIDA CONSOLIDADA PREVIDENCIÁRIA SALDO DO EXERCÍCIO REGIME PREVIDENCIÁRIO SALDO DO EXERCÍCIO Até o 1º Até o 1º Até o 2º SALDO DO EXERCÍCIO DE 2016 Até o 2º ,70 LIMITE DE ALERTA (inciso III do 1º do art. 59 da LRF): % ,33 DETALHAMENTO DA DÍVIDA CONTRATUAL SALDO DO EXERCÍCIO DE 2016 Até o 3º Até o 3º DÍVIDA CONSOLIDADA PREVIDENCIÁRIA (IX) Passivo Atuarial Demais Dívidas DEDUÇÕES (X) Disponibilidade de Caixa Bruta Investimentos Demais Haveres Financeiros (-)Restos a Pagar Processados OBRIGAÇÕES NÃO INTEGRANTES DA DC DÍVIDA CONSOLIDADA LÍQUIDA PREVIDENCIÁRIA (XI)=(IX - X)

24 24 RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO DA DÍVIDA CONSOLIDADA LÍQUIDA 3o. QUADRIMESTRE 2016 / QUADRIMESTRE SETEMBRO - DEZEMBRO FONTE: Sistema de Contabilidade Pública, Unidade Responsável: Nota: ¹ Se o saldo apurado for negativo, ou seja, se o total da Disponibilidade de Caixa Bruta somada aos Demais Haveres Financeiros for menor que Restos a Pagar Processados, não deverá ser informado nessa linha, mas sim na linha da "Insuficiência Financeira", das Obrigações não integrantes da Dívida Consolidada - DC. Assim quando o cálculo de DEDUÇÕES (II) for negativo, colocar um "-" (traço) nessa linha. CPF CPF

25 25 RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO DAS GARANTIAS E CONTRAGARANTIAS DE VALORES 3o. QUADRIMESTRE 2016 / QUADRIMESTRE SETEMBRO - DEZEMBRO RGF - ANEXO 3 (LRF, art. 55, inciso I, alínea "c" e art. 40, 1º) GARANTIAS CONCEDIDAS EXTERNAS (I) Aval ou Fiança em Operações de Crédito Outras Garantias nos Termos da LRF¹ INTERNAS (II) Aval ou Fiança em Operações de Crédito Outras Garantias nos Termos da LRF¹ TOTAL GARANTIAS CONCEDIDAS (III) = (I + II) RECEITA CORRENTE LÍQUIDA - RCL (IV) % do TOTAL DAS GARANTIAS sobre a RCL LIMITE DEFINIDO POR RESOLUÇÃO DO SENADO FEDERAL - 22% LIMITE DE ALERTA (inciso III do 1º do art. 59 da LRF) - 90% SALDO DO EXERCÍCIO , , ,93 SALDOS DO EXERCÍCIO DE 2016 Até o 1º Até o 2º R$ 1,00 Até o 3º Qua drimestre , , , , , , , , ,51 CONTRAGARANTIAS RECEBIDAS SALDO DO EXERCÍCIO ANTERIOR SALDOS DO EXERCÍCIO DE 2016 Até o 1º Até o 2º Até o 3º EXTERNAS (V) Aval ou Fiança em Operações de Crédito Outras Garantias nos Termos da LRF¹ INTERNAS (VI) Aval ou Fiança em Operações de Crédito Outras Garantias nos Termos da LRF¹ TOTAL CONTRAGARANTIAS RECEBIDAS (VII) = (V + VI) MEDIDAS CORRETIVAS: FONTE: Sistema de Contabilidade Pública, Unidade Responsável: Nota: ¹ Inclui garantias concedidas por meio de Fundos. CPF CPF

26 26 - PODER EXECUTIVO RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO DAS OPERAÇÕES DE CRÉDITO 3o. QUADRIMESTRE 2016 / QUADRIMESTRE SETEMBRO - DEZEMBRO RGF - ANEXO 4 (LRF, art. 55, inciso I, alínea "d" e inciso III alínea "c") OPERAÇÕES DE CRÉDITO No de Referência VALOR R$ 1,00 Até o de Referência (a) SUJEITAS AO LIMITE PARA FINS DE CONTRATAÇÃO (I) Mobiliária Interna Externa Contratual Interna Abertura de Crédito Aquisição Financiada de Bens e Arrendamento Mercantil Financeiro Derivadas de PPP Demais Aquisições Financiadas Antecipação de Receita Pela Venda a Termo de Bens e Serviços Demais Antecipações de Receita Assunção, Reconhecimento e Confissão de Dívidas (LRF, art. 29, incíso 1º) Outras Operações de Crédito Externa NÃO SUJEITAS AO LIMITE PARA FINS DE CONTRATAÇÃO (II) Parcelamento de Dívidas De Tributos De Contribições Sociais Previdenciárias Demais Contribuiçãoes Sociais Do FGTS Melhoria da Adminstração de Receitas e da Gestão Fiscal, Financeira e Patrimonial Programa de Iluminação Pública - RELUZ Outras Operações de Crétido Não sujeitas ao Limite APURAÇÃO DO CUMPRIMENTO DOS LIMITES VALOR % SOBRE A RCL RECEITA CORRENTE LÍQUIDA - RCL ,65 - OPERAÇÕES VEDADAS Do Periodo de Referência (III) Do Periodo Anteriores ao de Referência TOTAL CONSIDERADO PARA FINS DA APURAÇÃO DO CUMPRIMENTO DO LIMITE (IV) = (Ia + III) LIMITE GERAL DEFINIDO POR RESOLUÇÃO DO SENADO FEDERAL PARA AS OPERAÇÕES DE CRÉDITO ,70 16,00 INTERNAS E EXTERNAS LIMITE DE ALERTA (inciso III do 1º do art. 59 da LRF) ,13 9 OPERAÇÕES DE CRÉDITO POR ANTECIPAÇÃO DA RECEITA ORÇAMENTÁRIA LIMITE DEFINIDO POR RESOLUÇÃO DO SENADO FEDERAL PARA AS OPERAÇÕES DE CRÉDITO POR ,25 7,00 ANTECIPAÇÃO DA RECEITA ORÇAMENTÁRIA TOTAL CONSIDERADO PARA CONTRATAÇÃO DE NOVAS OPERAÇÕES DE CRÉDITO (V) = (IV + IIa) FONTE: Sistema de Contabilidade Pública, Unidade Responsável: Notas: ¹ Para fins de contratação de operações de crédito, verificadas pela STN/COPEM segundo o Manual para Instraução de Pleitos, serão consideradas no cálculo do limite as operações que pressupõem ingresso financeiro. CPF CPF

27 27 - Poder Executivo RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO DAS DISPONIBILDADE DE CAIXA E DOS RESTOS A PAGAR QUADRIMESTRE SETEMBRO - DEZEMBRO / 2016 RGF - ANEXO 5 (LRF, art. 55, Inciso III, alínea "a") R$ 1,00 IDENTIFICAÇÃO DOS RECURSOS DISPONIBILIDADE DE CAIXA BRUTA Restos a Pagar Liquidados e Não Pagos De Exercícios OBRIGAÇÕES FINANCEIRAS Do Exercício Restos a Pagar Empenhados e Não Liquidados de Exercícios Anteriores DemaisObri gaçõesfin anceiras DISPONIBILIDADE DE CAIXA LIQUIDA ( ANTES DA INSCRIÇÃO EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS DO EXERCÍCIO) (a) (b) (c) (d) (e) (f)= ( a - ( b+c +d+e ) ) RESTOS A PAGAR EMPENHADOS E NÃO LIQUIDADOS DO EXERCÍCIO EMPENHOS NÃO LIQUIDADOS CANCELADOS (NÃO INSCRITOS POR INSUFICIÊNCIA TOTAL DOS RECURSOS VINCULADOS (I) , , , , , , , , Receitas de Impostos e Transferências de Impostos Educação 25% 2 - Receitas de Impostos e Transferências de Impostos Saúde 15% 5.120, ,81 (94.024,43) , , , , , , , , , , Contribuição ao Programa Ensino Fundamental Salário Educação 201,44 201, , Transferências de Recursos do Sistema Único de Saúde SUS , , ,00 0, , , , , Transferências de Recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimen to da Educação - FNDE 16 - Contribuição de Intervenção do Domínio Econômico CIDE , , , , , ,80 204,16 204,16 74, Transferências FUNDEB (Aplicação na remuneração dos profissio nais na Educação Básica - 60%) 19 - Transferências FUNDEB (aplicação em outras despesas de Educa ção Básica - 40%) 22 - Transferências de Convênios Educação , , , , , , , , , Transferências de Convênios Outros (não relacionados à educaç ão/saúde) 29 - Transferências de Recursos do Fundo Nacional de Assistência So cial FNAS 30 - Transferências do Fundo de Investimento Econômico Social - FIE S , , , , , , , , , ,11 0, Royalties/Fundo Especial do Petróleo/Compensação Financeira pel 0,44 0,44 379,68 a Exploração de Recursos Minerais TOTAL DOS RECURSOS NÃO VINCULADOS (II) , , , , ,32 (89.910,10) , , Recursos Ordinários , , , , ,32 (89.910,10) , ,75 TOTAL (III) = (I + II) , , , , , , , ,42 Página 1 de 2

28 28 - Poder Executivo RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO DAS DISPONIBILDADE DE CAIXA E DOS RESTOS A PAGAR QUADRIMESTRE SETEMBRO - DEZEMBRO / 2016 RGF - ANEXO 5 (LRF, art. 55, Inciso III, alínea "a") R$ 1,00 IDENTIFICAÇÃO DOS RECURSOS DISPONIBILIDADE DE CAIXA BRUTA Restos a Pagar Liquidados e Não Pagos De Exercícios OBRIGAÇÕES FINANCEIRAS Do Exercício Restos a Pagar Empenhados e Não Liquidados de Exercícios Anteriores DemaisObri gaçõesfin anceiras DISPONIBILIDADE DE CAIXA LIQUIDA ( ANTES DA INSCRIÇÃO EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS DO EXERCÍCIO) (a) (b) (c) (d) (e) (f)= ( a - ( b+c +d+e ) ) RESTOS A PAGAR EMPENHADOS E NÃO LIQUIDADOS DO EXERCÍCIO EMPENHOS NÃO LIQUIDADOS CANCELADOS (NÃO INSCRITOS POR INSUFICIÊNCIA REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES FONTE: Página 2 de 2

29 29 - PODER EXECUTIVO RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO SIMPLIFICADO DO RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL QUADRIMESTRE SETEMBRO - DEZEMBRO / 2016 LRF, art Anexo 6 R$ 1,00 RECEITA CORRENTE LIQUIDA VALOR ATÉ O QUADRIMESTRE Receita Corrente Líquida ,24 DESPESA COM PESSOAL VALOR % SOBRE A RCL Despesa Total com Pessoal - DTP ,77 101,04 Limite Máximo (incisos I, II e III do art.20 da LRF) - 54,00% ,85 54,00 Limite Prudencial (parágrafo único do art.22 da LRF) - 51,30% ,01 51,30 DÍVIDA CONSOLIDADA VALOR % SOBRE A RCL Divida Consolidada Líquida ,18 71,81 Limite Definido por Resolução do Senado Federal ,89 12 GARANTIAS DE VALORES VALOR % SOBRE A RCL Total das Garantias Concedidas Limite Definido por Resolução do Senado Federal ,01 22,00 OPERAÇÕES DE CRÉDITO VALOR % SOBRE A RCL Operações de Crédito Externas e Internas Operações de Crédito por Antecipação da Receita Limite Definido pelo Senado Federal para Operações de Crédito Externas e Internas ,70 16,00 Limite Definido pelo Senado Federal para Operações de Crédito por Antececipação da Receita ,25 7,00 RESTOS A PAGAR INSCRIÇÃO EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS SUFICIÊNCIA ANTES DA INSCRIÇÃO EM RESTOS A PAGAR NÃO- PROCESSADOS Valor Total , ,15 FONTE: SISTEMA DE CONTABILIDADE PÚBLICA, UNIDADE RESPONSÁVEL: CPF CPF

30 30 ESTADO DA BAHIA PÇA. DA BANDEIRA, SANTANA - BA CNPJ: / DECRETO Nº. 013, de 02 DE JANEIRO DE Anula os Decretos de nºs. 162/2016, 163/2016, 164/2016, 165/2016 e 167/2016, por violar Norma Federal e princípios Constitucionais e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE SANTANA, Estado da Bahia, no uso de suas atribuições legais e em conformidade com a Lei Orgânica de Santana, artigo, 84, inciso VII, e, CONSIDERANDO que a administração pública deve, obrigatoriamente, observar os princípios ímpares do Estado Democrático de Direito, quais sejam, o princípio da impessoalidade, da moralidade, da eficiência e da isonomia; CONSIDERANDO que a Administração Pública, no exercício cotidiano de suas funções, está autorizada a anular ou revogar seus próprios atos, quando contrários à lei, ao interesse público ou eivado de vícios, conforme Súmulas nºs. 346 e 473, ambas do STF; CONSIDERANDO que não houve o lapso temporal elencado no artigo 54, da Lei 9.784/99, mesmo sabendo que o referido dispositivo não se sobrepõe a Carta Maior; CONSIDERANDO, por fim, que a investidura em cargo ou emprego público se dá mediante prévia aprovação em concurso público de provas ou de provas e títulos, ressalvando as nomeações para cargo em comissão declarado em lei de livre nomeação e exoneração, conforme estabelece o artigo 37, II, da Constituição Federal de 1988, e, no mesmo sentido, o artigo 10 da Lei nº 8.112/1990;

31 31 ESTADO DA BAHIA PÇA. DA BANDEIRA, SANTANA - BA CNPJ: / DECRETA: Art. 1º - Ficam ANULADOS os Decretos de nºs. 162/2016, 163/2016, 164/2016, 165/2016 e 167/2016, datados em 26 e 27 de dezembro de 2016, vez que ferem Lei Federal e princípios Constitucionais. Art. 2º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogada as disposições em contrário, Gabinete do Municipal de Santana, 02 de janeiro de MARCO AURÉLIO DOS SANTOS CARDOSO Municipal

32 32 ESTADO DA BAHIA PÇA. DA BANDEIRA, SANTANA - BA CNPJ: / DECRETO Nº. 015, de 02 DE JANEIRO DE Regulamenta o recolhimento de entulhos em vias públicas do Município de Santana e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE SANTANA, Estado da Bahia, no uso de suas atribuições, de acordo com o disposto no artigo 134 da Lei Complementar n 01 de 1 de julho de 1999, com o objetivo de melhorar o aspecto urbanístico, a limpeza urbana, consequentemente trazendo benefícios à saúde dos munícipes, melhorando dessa forma a qualidade de vida e o bem estar social de todos; DECRETA: Art. 1º - A coleta de todo e qualquer entulho de construção civil ou demolição, a partir desta data, será de responsabilidade do proprietário do imóvel ou do executor da obra. Art. 2º - O prazo para retirada dos entulhos constantes do artigo anterior será de 72 (setenta e duas) horas. Art. 3º - O descumprimento deste Decreto incorrerá nas penalidades previstas na legislação em vigor. Art. 4º - Fica revogado o Decreto n 005 de 02 de janeiro de 2009, bem como toda e qualquer disposição em contrário. Art. 5º - O presente Decreto entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Municipal de Santana, 02 de janeiro de MARCO AURÉLIO DOS SANTOS CARDOSO Municipal

PREFEITURA MUNICIPAL DE JABORANDI

PREFEITURA MUNICIPAL DE JABORANDI RREO - ANEXO 1 (LRF, Art 52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º) RECEITAS BALANÇO ORÇAMENTÁRIO JANEIRO A DEZEMBRO 2016 / BIMESTRE NOVEMBRO - DEZEMBRO INICIAL ATUALIZADA (a) No Bimestre (b) RECEITAS

Leia mais

Tabela 1 - Balanço Orçamentário

Tabela 1 - Balanço Orçamentário Tabela 1 Balanço Orçamentário PREFEITURA MUNICIPAL DE VITORIA DA CONQUISTA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO SETEMBRO/OUTUBRODE 2012 RREO Anexo I (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º) R$ 1,00

Leia mais

Diário Oficial. Índice do diário Responsabilidade Fiscal. Atos Oficiais. Prefeitura Municipal de Candeias

Diário Oficial. Índice do diário Responsabilidade Fiscal. Atos Oficiais. Prefeitura Municipal de Candeias Diário Oficial Ano: Edição: 131 Páginas: 32 Índice do diário Responsabilidade Fiscal Relatório Resumido da Execução Orçamentária 3º BIMESTRE Atos Oficiais Decreto DECRETOS Página 1 Diário Oficial Ano:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PARATINGA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PARATINGA RREO - ANEXO 1 (LRF, Art 52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º) RECEITAS RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A

Leia mais

DADOS DO GESTOR DADOS DO RELATÓRIO. Endereço Eletrônico do Portal da Transparência (Lei 131/2009)

DADOS DO GESTOR DADOS DO RELATÓRIO. Endereço Eletrônico do Portal da Transparência (Lei 131/2009) GOVERNO MUNICIPAL PODER EXECUTIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE TRIZIDELA DO VALE MARANHÃO 01.558.070/000122 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA MAIO A JUNHO 2016 INFORMAÇÕES INICIAIS DADOS DO GESTOR

Leia mais

LRF, Art.52, inciso I, alíneas "a" e "b" - Anexo I PREVISÃO P/ O EXERCÍCIO

LRF, Art.52, inciso I, alíneas a e b - Anexo I PREVISÃO P/ O EXERCÍCIO LRF, Art.52, inciso I, alíneas "a" e "b" - Anexo I RECEITAS PREVISÃO P/ O RECEITAS REALIZADAS ATÉ O MÊS SALDO R$1,00 RECEITAS CORRENTES 30,118,600 14,711,229 15,407,371 Receita Tributária 1,075,000 438,954

Leia mais

RREO - ANEXO 12 (LC 141/2012, art. 35) R$ Receitas Realizadas Atualizada Receitas para apuração da aplicação em Ações e Serviços Públicos de Saúde

RREO - ANEXO 12 (LC 141/2012, art. 35) R$ Receitas Realizadas Atualizada Receitas para apuração da aplicação em Ações e Serviços Públicos de Saúde 1º /2014 RECEITA DE IMPOSTOS LÍQUIDA (I) Receitas para apuração da aplicação em Ações e Serviços Públicos de Saúde (a) (b/a) x 100 1.402.614,83 1.402.614,83 174.351,79 12,43 Imposto Predial e Territorial

Leia mais

DADOS DO GESTOR DADOS DO RELATÓRIO. Endereço Eletrônico do Portal da Transparência (Lei 131/2009)

DADOS DO GESTOR DADOS DO RELATÓRIO. Endereço Eletrônico do Portal da Transparência (Lei 131/2009) GOVERNO MUNICIPAL PODER EXECUTIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE TRIZIDELA DO VALE MARANHÃO 01.558.070/000122 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA JANEIRO A FEVEREIRO INFORMAÇÕES INICIAIS DADOS DO GESTOR

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VITÓRIA DA CONQUISTA

PREFEITURA MUNICIPAL DE VITÓRIA DA CONQUISTA RREO - ANEXO I (LRF, Art.52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º R$ 1,00 RECEITAS BALANÇO ORÇAMENTÁRIO JANEIRO A DEZEMBRO 2008 / BIMESTRE NOVEMBRO - DEZEMBRO INICIAL SALDO A REALIZAR No Bimestre

Leia mais

SIOPS - SISTEMA DE INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS PÚBLICOS EM SAÚDE. MUNICÍPIO:Barra de Guabiraba

SIOPS - SISTEMA DE INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS PÚBLICOS EM SAÚDE. MUNICÍPIO:Barra de Guabiraba UF:Pernambuco SIOPS - SISTEMA DE INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS PÚBLICOS EM SAÚDE RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA RECEITA DE IMPOSTOS LÍQUIDA E DAS DESPESAS PRÓPRIAS COM AÇÕES

Leia mais

PREFEITURA MUNIC MONTE APRAZÍVEL Praça São João, nº /

PREFEITURA MUNIC MONTE APRAZÍVEL Praça São João, nº / PREFEITURA MUNIC MONTE APRAZÍVEL Balanço Orçamentário LRF, Art. 52, inciso I, alíneas "a" e "b" - Anexo I Receitas Previsão p/ o Exercício Receitas Realizadas até RECEITAS CORRENTES 36.336,00 31.631,99

Leia mais

Diário Oficial. Atos Oficiais Decreto - Nº 817/2014 Portaria - Nº 818/2014 Portaria - Nº 815/2014 Portaria - Nº 816/2014 Edital - Nº 64/2014

Diário Oficial. Atos Oficiais Decreto - Nº 817/2014 Portaria - Nº 818/2014 Portaria - Nº 815/2014 Portaria - Nº 816/2014 Edital - Nº 64/2014 Diário Oficial Ano: 4 Edição: 474 Páginas: 36 Índice do diário Responsabilidade Fiscal Relatório Resumido da Execução Orçamentária 2º BIMESTRE Relatório de Gestão Fiscal 1º QUADRIMESTRE Atos Oficiais Decreto

Leia mais

Diário Oficial Prefeitura Municipal de Canavieiras Índice do diário Responsabilidade Fiscal ba/canavieiras

Diário Oficial Prefeitura Municipal de Canavieiras Índice do diário Responsabilidade Fiscal  ba/canavieiras Páginas: 24 Índice do diário Responsabilidade Fiscal Relatório Resumido da Execução Orçamentária 1 BIMESTRE Página 1 Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.2002/2001 de 24/08/2001, que institui

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL BALANÇO FINANCEIRO - TODOS OS ORÇAMENTOS 1 INGRESSOS DISPÊNDIOS ESPECIFICAÇÃO 2014 ESPECIFICAÇÃO 2014 Receitas Orçamentárias - - Despesas Orçamentárias 7.583.637,48 - Ordinárias - - Ordinárias 2.011.924,00

Leia mais

CAMARA MUNICIPAL DE CACOAL Estado de Rondônia BALANÇO ORÇAMENTÁRIO

CAMARA MUNICIPAL DE CACOAL Estado de Rondônia BALANÇO ORÇAMENTÁRIO PÁGINA:1 RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS PREVISÃO INICIAL PREVISÃO ATUALIZADA (a) RECEITAS REALIZADAS (b) SALDO c=(ba) RECEITAS CORRENTES RECEITA TRIBUTÁRIA Impostos Taxas Contribuição de Melhoria RECEITA DE CONTRIBUIÇÕES

Leia mais

Diário Oficial Prefeitura Municipal de Canavieiras Índice do diário Responsabilidade Fiscal ba/canavieiras

Diário Oficial Prefeitura Municipal de Canavieiras Índice do diário Responsabilidade Fiscal  ba/canavieiras Páginas: 24 Índice do diário Responsabilidade Fiscal Relatório Resumido da Execução Orçamentária 3 BIMESTRE Página 1 Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.2002/2001 de 24/08/2001, que institui

Leia mais

Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS PREVISÃO INICIAL PREVISÃO ATUALIZADA RECEITAS REALIZADAS RECEITAS CORRENTES (I) 1.919.900,00 1.919.900,00 10.802.689,50 8.882.789,50 RECEITA TRIBUTÁRIA 0,00 0,00 0,00 0,00 RECEITA

Leia mais

FUNDADOR: MAURÍCIO LIMA SANTOS ( ) PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DA ESTIVA - CNPJ / PÁGINAS 02 A 23

FUNDADOR: MAURÍCIO LIMA SANTOS ( ) PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DA ESTIVA - CNPJ / PÁGINAS 02 A 23 Tribuna do Sertão FUNDADOR: MAURÍCIO LIMA SANTOS (1943-1998) PUBLICAÇÕES OFICIAIS ANO 5 - EDIÇÃO Nº 095-21 DE MAIO DE 2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DA ESTIVA - CNPJ 13.670.658/0001-52 PÁGINAS 02 A

Leia mais

SERRA NEGRA Imprensa Oficial da Estância Hidromineral de Serra Negra

SERRA NEGRA Imprensa Oficial da Estância Hidromineral de Serra Negra Imprensa Oficial da Estância Hidromineral de Serra Negra DISTRIBUIÇÃO GRATUITA Sexta-feira, 18 de novembro de 2016 - Ano VIII - n.º 516 Estância Suíça recebe recape asfáltico em 7 ruas Capacitação de Acolhimento

Leia mais

TOTAL CONTRAGARANTIAS (VII) = (V+VI) 0,00 0,00 - ESPECIFICAÇÃO PODER / ÓRGÃO RESTOS A PAGAR (EXCETO INTRA- ORÇAMENTÁRIOS) (I) EXECUTIVO

TOTAL CONTRAGARANTIAS (VII) = (V+VI) 0,00 0,00 - ESPECIFICAÇÃO PODER / ÓRGÃO RESTOS A PAGAR (EXCETO INTRA- ORÇAMENTÁRIOS) (I) EXECUTIVO Umuarama Ilustrado 17 SERVIÇO DE REGISTRO DE IMÓVEIS DA COMARCA DE PEABIRU PR Edital de Intimação (Prazo 30 dias) João Maria Camargo, Oficial de Registro do 1º Serviço de Registro de Imóveis da Comarca

Leia mais

REPUBLICADO POR INCORREÇÃO RECEITAS REALIZADAS PREVISÃO. RECEITAS PRIMÁRIAS ATUALIZADA No Bimestre Até o Bimestre / 2014

REPUBLICADO POR INCORREÇÃO RECEITAS REALIZADAS PREVISÃO. RECEITAS PRIMÁRIAS ATUALIZADA No Bimestre Até o Bimestre / 2014 UMUARAMA, QUARTAFEIRA, 22 de JULHO DE 2015 www.ilustrado.com.br C1 Prefeitura Municipal de Alto Paraíso LEI Nº 361/2015 SÚMULA: Autoriza abertura de Crédito Adicional Suplementar por Excesso de Arrecadação,

Leia mais

Mossoró, 01 de Dezembro de 2015 Ano VII Nº 332-B

Mossoró, 01 de Dezembro de 2015 Ano VII Nº 332-B Ano VII Nº 332-B CÂMARA MUNICIPAL DE MOSSORÓ GABINETE DA PRESIDÊNCIA PORTARIA 020/2015 GP/CMM O Presidente da Câmara Municipal de Mossoró, no uso de suas atribuições legais e com fulcro nos Art. 26, inciso

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MORMAÇO/RS

PREFEITURA MUNICIPAL DE MORMAÇO/RS 4º - Exercício: 2015 EXECUÇÃO DO ORÇAMENTO DA RECEITA Código da Receita Discriminação das Contas da Receita 1100.00.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 60.213,03 261.361,22 1110.00.00.00.00.00 IMPOSTOS 48.119,00

Leia mais

RECEITAS PREVIDENCIÁRIAS - RPPS (EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) (I) = ( ) Compensação Previdenciária do RGPS para o RPPS

RECEITAS PREVIDENCIÁRIAS - RPPS (EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) (I) = ( ) Compensação Previdenciária do RGPS para o RPPS Exercício: Período de referência: JANEIRO A AGOSTO /BIMESTRE JULHO - AGOSTO CVA: 100316063900504568 PLANO PREVIDENCIÁRIO RECEITAS 1 RECEITAS PREVIDENCIÁRIAS - RPPS (EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) (I) = (2+21-25)

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA GLORIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA GLORIA Página 1 de 28 ESTADO DE GOIÁS PÁG: 001 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO RREO ANEXO 1 (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas a e b do inciso II e 1º) R$ RECEITAS PREVISÃO PREVISÃO RECEITAS REALIZADAS NO BIMESTRE % ATÉ BIMESTRE

Leia mais

Terça-feira, 19 de Julho de 2016 Edição N 857 Caderno I

Terça-feira, 19 de Julho de 2016 Edição N 857 Caderno I 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 MUNICÍPIO DE ILHÉUS - BA RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DO RESULTADO NOMINAL ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A JUNHO 2016/BIMESTRE MAIO

Leia mais

DEMONSTRATIVO DAS RECEITAS E DESPESAS COM MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO - MDE

DEMONSTRATIVO DAS RECEITAS E DESPESAS COM MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO - MDE RECEITA BRUTA DE IMPOSTOS RECEITAS DO ENSINO 1. RECEITA DE IMPOSTOS 439.793.725,00 519.368.647,37 97.300.419,80 449.039.568,59 86,46 1.1- Receita Resultante do ICMS 352.668.725,00 407.786.079,26 80.105.839,11

Leia mais

(EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) (I) 19.331.000,00 19.331.000,00 1.019.712,35 5,28 12.775.069,85 66,09 6.555.930,15 RECEITAS CORRENTES

(EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) (I) 19.331.000,00 19.331.000,00 1.019.712,35 5,28 12.775.069,85 66,09 6.555.930,15 RECEITAS CORRENTES RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A DEZEMBRO 2014/ BIMESTRE NOVEMBRODEZEMBRO RREO ANEXO I (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas

Leia mais

ITIRAPINA PERÍODO: 2º TRIMESTRE EXERCÍCIO: 2013

ITIRAPINA PERÍODO: 2º TRIMESTRE EXERCÍCIO: 2013 RECEITAS E DESPESAS DO ENSINO - PUBLICAÇÃO (ARTIGO 256 DA CONSTITUIÇÃO ESTADUAL) MUNICÍPIO: ITIRAPINA PERÍODO: 2º TRIMESTRE EXERCÍCIO: 2013 RECEITAS ARRECADADAS Acumulado DESPESAS DO ENSINO Aplicação Acumulado

Leia mais

PUBLICAÇÕES / LEGAIS 13 Umuarama, sábado, 19 de março de 2011

PUBLICAÇÕES / LEGAIS 13 Umuarama, sábado, 19 de março de 2011 PUBLICAÇÕES / LEGAIS 13 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO - DESPESA DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DAS DESPESAS POR FUNÇÃO/SUBFUNÇÃO LRF, Art. 52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º - Anexo I R$ DOTAÇÃO CRÉDITOS

Leia mais

Página: 1 de 8 23/01/2015 14:47

Página: 1 de 8 23/01/2015 14:47 Página: 1 de 8 1-RECEITAS DE IMPOSTOS RECEITA RESULTANTE DE IMPOSTOS (caput do art. 212 da Constituição) PREVISÃO PREVISÃO 4.563.250,00 4.563.250,00 1.072.219,54 5.951.109,36 130,41 1.1-Receita Resultante

Leia mais

PM DE ALEGRIA ORGÃO Nº: CNPJ: /01/2016 a 31/12/2016

PM DE ALEGRIA ORGÃO Nº: CNPJ: /01/2016 a 31/12/2016 a. Quadro Principal - Receitas e Despesas RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS PREVISÃO INICIAL (a) PREVISÃO ATUALIZADA (b) RECEITAS REALIZADAS (c) SALDO (d = c - b) RECEITAS CORRENTES (I) 17.166.500,00 17.166.500,00

Leia mais

CAMPO DISCRIMINAÇÃO VALOR INVESTIMENTOS DOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA = ( )

CAMPO DISCRIMINAÇÃO VALOR INVESTIMENTOS DOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA = ( ) BALANÇO PATRIMONIAL - ATIVO CAMPO DISCRIMINAÇÃO VALOR 1 ATIVO = (84+85) 1.173.921.10 2 ATIVO FINANCEIRO = (3+14+19+20+27) 49.475.90 3 DISPONÍVEL = (4+12+13) 41.041.40 4 EM MOEDA NACIONAL = (5+6+7) 41.041.40

Leia mais

Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA , ,01

Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA , ,01 DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA FLUXOS DE CAIXA DAS ATIVIDADES OPERACIONAIS 408.377.447,62 395.630.624,01 Receitas derivadas e originárias 5.555.252,62 5.259.708,60 Transferências correntes recebidas

Leia mais

RECEITA TRIBUTÁRIA

RECEITA TRIBUTÁRIA 10000000000 RECEITAS CORRENTES 102.390.600,00 11000000000 RECEITA TRIBUTÁRIA 7.454.000,00 11100000000 IMPOSTOS 6.8 11120000000 IMPOSTOS SOBRE O PATRIMÔNIO E A RENDA 2.280.000,00 11120200000 IMPOSTO SOBRE

Leia mais

RREO - ANEXO X (Lei 9.394/1996, art.72) R$ 1,00 PREVISÃO INICIAL. ATUALIZADA(a)

RREO - ANEXO X (Lei 9.394/1996, art.72) R$ 1,00 PREVISÃO INICIAL. ATUALIZADA(a) Tabela 19B - Demonstrativo das Receitas e Despesas com Manutenção e Desenvolvimento do Ensino - MDE - MUNICÍPIOS Município de Tabira - Pernambuco RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO

Leia mais

OTÁVIO LADEIRA DE MEDEIROS ANEXOS

OTÁVIO LADEIRA DE MEDEIROS ANEXOS 30 ISSN 677-7042 Nº PROCESSO NOME CPF 0 7 7. 7 2 0 0 8 / 2 0 6 - FERNANDA RODRIGUES RIQUELME 00.45.790-5 Art. 2º. Este Ato entrará em vigor na data de sua publicação no Diário Oficial da União. FÁBIO LEMES

Leia mais

FUNDADOR: MAURÍCIO LIMA SANTOS ( ) PREFEITURA MUNICIPAL DE BRUMADO - CNPJ / PÁGINAS 02

FUNDADOR: MAURÍCIO LIMA SANTOS ( ) PREFEITURA MUNICIPAL DE BRUMADO - CNPJ / PÁGINAS 02 Tribuna do Sertão FUNDADOR: MAURÍCIO LIMA SANTOS (1943-1998) PUBLICAÇÕES OFICIAIS ANO 7 - EDIÇÃO Nº 018-25 DE JANEIRO DE 2017 PREFEITURA MUNICIPAL DE BRUMADO - CNPJ 14.105.704/0001-33 PÁGINAS 02 PREFEITURA

Leia mais

LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS ANEXO I PREVISÃO DA RECEITA

LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS ANEXO I PREVISÃO DA RECEITA PREFEITURA MUNICIPAL DE PELOTAS LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS ANEXO I PREVISÃO DA RECEITA 1 ESTIMATIVA DA RECEITA ADMINISTRAÇÃO DIRETA E INDIRETA 2013 2014 2015 I. RECEITA CORRENTE 602.587.104 657.307.266

Leia mais

PREF.MUN.DE PALMAS DE MONTE ALTO - PODER EXECUTIVO

PREF.MUN.DE PALMAS DE MONTE ALTO - PODER EXECUTIVO PREFMUNDE PALMAS DE MONTE ALTO - PODER EXECUTIVO DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL QUADRIMESTRE SETEMBRO - DEZEMBRO - 2011 RGF ANEXO I (LRF, art 55, inciso I, alínea "a") DESPESAS EXECUTADAS (Últimos

Leia mais

Prefeitura Municipal de Guarapuava Exercicio de 2016 - Anexo 2, da Lei 4.320/64 Unidade Gestora: CONSOLIDADO Natureza Codigo Especificacao

Prefeitura Municipal de Guarapuava Exercicio de 2016 - Anexo 2, da Lei 4.320/64 Unidade Gestora: CONSOLIDADO Natureza Codigo Especificacao 1.0.0.0.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 327.198.765,92 1.1.0.0.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 54.932.798,74 1.1.1.0.00.00.00.00 IMPOSTOS 46.219.482,29 1.1.1.2.00.00.00.00 IMPOSTOS SOBRE O PATRIMONIO E A

Leia mais

7.7 - Demonstrações contábeis exigidas pela Lei 4.320/64 e notas explicativas

7.7 - Demonstrações contábeis exigidas pela Lei 4.320/64 e notas explicativas 7.7 - Demonstrações contábeis exigidas pela Lei 4.320/64 e notas explicativas MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL TITULO BALANÇO FINANCEIRO - TODOS OS ORÇAMENTOS SUBTITULO 70013 - TRIBUNAL

Leia mais

CAMPO DISCRIMINAÇÃO VALOR. Créditos em Circulação - Ativo Não Financeiro =( )

CAMPO DISCRIMINAÇÃO VALOR. Créditos em Circulação - Ativo Não Financeiro =( ) QUADRO DE DADOS CONTÁBEIS CONSOLIDADOS MUNICIPAIS BALANÇO PATRIMONIAL - ATIVO CAMPO DISCRIMINAÇÃO VALOR 1 ATIVO =(58+59) 2.124.771,48 2 ATIVO FINANCEIRO =(3+7+11+12) 93.165,19 3 DISPONÍVEL =(4+5+6) 93.165,19

Leia mais

VINCULAÇÃO RECEITA PLANO DE CONTAS CODIGO RECEITA PLANO DE CONTAS %

VINCULAÇÃO RECEITA PLANO DE CONTAS CODIGO RECEITA PLANO DE CONTAS % VINCULAÇÃO RECEITA PLANO DE CONTAS CODIGO RECEITA PLANO DE CONTAS % 1.1.1.2.02.00.00 Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana 4.1.1.1.2.02.00.01 - IPTU - PROPRIO 60 4.1.1.1.2.02.00.02 -

Leia mais

ANEXO 2 da Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964 Exercício de 2015 DEMONSTRAÇÃO DA RECEITA POR CATEGORIA ECONÔMICA

ANEXO 2 da Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964 Exercício de 2015 DEMONSTRAÇÃO DA RECEITA POR CATEGORIA ECONÔMICA 100000000000 RECEITAS CORRENTES 14.567.731,50 110000000000 RECEITA TRIBUTARIA 267.991,50 111000000000 IMPOSTOS 111200000000 IMPOSTOS SOBRE O PATRIMONIO E A RENDA 111202000000 IPTU - DO EXERCICIO 111202010000

Leia mais

Taxas de Inflação e PIB. Fonte: www3.bcb.gov.br/expectativas/publico/

Taxas de Inflação e PIB. Fonte: www3.bcb.gov.br/expectativas/publico/ PARÂMETROS PARA PROJEÇÕES Preencher com as expectativas de aumentos percentuais das receitas ou despesas DISCRIMINAÇÃO 2014 2015 2016 2017 1. INFLAÇÃO MÉDIA ANUAL (I P C A) 5,61% 5,25% 5,12% 5,07% 2. CRESCIMENTO

Leia mais

VALORES PENDENTES A CURTO PRAZO - Ativo Não Financeiro =(33+34)

VALORES PENDENTES A CURTO PRAZO - Ativo Não Financeiro =(33+34) QUADRO DE DADOS CONTÁBEIS CONSOLIDADOS MUNICIPAIS BALANÇO PATRIMONIAL - ATIVO CAMPO DISCRIMINAÇÃO VALOR 1 ATIVO =(59+60) 2.395.359,36 2 ATIVO FINANCEIRO =(3+8+13+14) 76.650,19 3 DISPONÍVEL =(4+5+6+7) 76.650,19

Leia mais

DSPESAS EXECUTADAS (Últimos 12 meses) DESPESA COM PESSOAL

DSPESAS EXECUTADAS (Últimos 12 meses) DESPESA COM PESSOAL DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL MAIO/2011 A ABRIL/2012 RGF ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") R$ 1,00 DESPESA COM PESSOAL DSPESAS EXECUTADAS (Últimos 12 meses) LIQUIDADAS INSCRITAS EM NÃO

Leia mais

RECEITAS. DESPESAS COM SAÚDE (Por Grupo de Natureza da Despesa)

RECEITAS. DESPESAS COM SAÚDE (Por Grupo de Natureza da Despesa) RECEITAS RECEITA DE IMPOSTOS LÍQUIDA E TRANSFERÊNCIAS CONSTITUCIONAIS E LEGAIS (I) Impostos Multas, Juros de Mora e Dívida Ativa dos Impostos Receitas de Transferências Constitucionais e Legais (-)Transferências

Leia mais

APROVADOS PELA PORTARIA Nº 471 DO SECRETÁRIO DO TESOURO NACIONAL, DE 20 DE SETEMBRO DE 2000 INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO

APROVADOS PELA PORTARIA Nº 471 DO SECRETÁRIO DO TESOURO NACIONAL, DE 20 DE SETEMBRO DE 2000 INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO ANEXOS: MODELOS DE DEMONSTRATIVOS PROPOSTOS PARA OS MUNICÍPIOS DA FEDERAÇÃO, CONFORME DISPÕE A LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL (LEI COMPLEMENTAR Nº 101, DE 04 DE MAIO DE 2000) APROVADOS PELA PORTARIA Nº

Leia mais

DSPESAS EXECUTADAS (Últimos 12 meses) DESPESA COM PESSOAL

DSPESAS EXECUTADAS (Últimos 12 meses) DESPESA COM PESSOAL DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL MAIO/2010 A ABRIL/2011 RGF ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") R$ 1,00 DESPESA COM PESSOAL DSPESAS EXECUTADAS (Últimos 12 meses) LIQUIDADAS INSCRITAS EM NÃO

Leia mais

Tabela 10.2 - Demonstrativo das Receitas e Despesas com Manutenção e Desenvolvimento do Ensino - MDE - MUNICÍPIOS

Tabela 10.2 - Demonstrativo das Receitas e Despesas com Manutenção e Desenvolvimento do Ensino - MDE - MUNICÍPIOS Imprimir Tabela 10.2 - Demonstrativo das Receitas e Despesas com Manutenção e Desenvolvimento do Ensino - MDE - MUNICÍPIOS Riacho da Cruz - RN Relatório Resumido da Execução Orçamentária Demonstrativo

Leia mais

RECEITAS DE CONTRIBUICOES , CONTRIBUICOES SOCIAIS ,71

RECEITAS DE CONTRIBUICOES , CONTRIBUICOES SOCIAIS ,71 1.0.0.0.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 7.959.410,31 1.1.0.0.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 358.666,34 1.1.1.0.00.00.00.00 IMPOSTOS 262.922,72 1.1.1.2.00.00.00.00 IMPOSTOS SOBRE O PATRIMONIO E A RENDA 182.921,52

Leia mais

Tabela 10.2 - Demonstrativo das Receitas e Despesas com Manutenção e Desenvolvimento do Ensino - MDE - MUNICÍPIOS

Tabela 10.2 - Demonstrativo das Receitas e Despesas com Manutenção e Desenvolvimento do Ensino - MDE - MUNICÍPIOS Imprimir Tabela 10.2 - Demonstrativo das Receitas e Despesas com Manutenção e Desenvolvimento do Ensino - MDE - MUNICÍPIOS Ruy Barbosa - RN Relatório Resumido da Execução Orçamentária Demonstrativo das

Leia mais

Relatório de Gestão Fiscal do Poder Executivo

Relatório de Gestão Fiscal do Poder Executivo 2012 Relatório de Gestão Fiscal do Poder Executivo 1º Material divulgado em atendimento às disposições de que trata a Portaria nº 407 da Secretaria do Tesouro Nacional, de 20 de junho de 2011 e o estabelecido

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PRESIDENTE FIGUEIREDO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PRESIDENTE FIGUEIREDO BR 174 KM 107 C.N.P.J. : 04.628.681/000198 RECEITA VALORES ARRECADADOS RECEITA TRIBUTÁRIA (1) 864.597,74 4.871.014,01 IMPOSTOS 860.348,21 4.807.245,87 IPTU Imp. s/ a Prop. Territ. Urbana 114.924,21 216.122,86

Leia mais

RREO - ANEXO VIII (Lei 9.394/1996, Art.72) R$ 1,00 RECEITAS DO ENSINO RECEITAS REALIZADAS

RREO - ANEXO VIII (Lei 9.394/1996, Art.72) R$ 1,00 RECEITAS DO ENSINO RECEITAS REALIZADAS Governo Municipal de Lagoa de Dentro DEMONSTR. DAS RECEITAS E DESPESAS Pag.: 0001 RREO - ANEXO VIII (Lei 9.394/1996, Art.72) R$ 1,00 RECEITAS DO ENSINO RECEITA RESULTANTE DE IMPOSTOS INICIAL ATUALIZADA

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA

DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA FLUXOS DE CAIXA DAS ATIVIDADES OPERACIONAIS Ingressos 10.259.869,68 Receitas derivadas e originárias 9.582.366,64 Transferências correntes recebidas Outros ingressos operacionais

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JACOBINA RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE JACOBINA RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO ABRIL 2015/ BIMESTRE MARÇOABRIL RREO ANEXO I (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º) R$ 1,00 RECEITAS PREVISÃO

Leia mais

Metodologia de Elaboração dos Demonstrativos do Relatório Resumido da Execução Orçamentária RREO

Metodologia de Elaboração dos Demonstrativos do Relatório Resumido da Execução Orçamentária RREO Metodologia de Elaboração dos Demonstrativos do Relatório Resumido da Execução Orçamentária RREO 6º Bimestre/2008 Centro Administrativo do Governo Rodovia SC 401 - km. 5, nº 4600 Saco Grande II - Florianópolis

Leia mais

Prefeitura do Município de Foz do Iguaçu

Prefeitura do Município de Foz do Iguaçu LEI N o 3.941, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2011. Estima a receita e fixa a despesa do Município de Foz do Iguaçu, Estado do Paraná, para o exercício financeiro de 2012. A Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, Estado

Leia mais

INSTRUÇÕES DE PROCEDIMENTOS CONTÁBEIS

INSTRUÇÕES DE PROCEDIMENTOS CONTÁBEIS REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 15 de Novembro de 1889 MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL INSTRUÇÕES DE PROCEDIMENTOS CONTÁBEIS IPC 05 Metodologia para Elaboração do Balanço Orçamentário

Leia mais

Variações Patrimoniais Quantitativas

Variações Patrimoniais Quantitativas : 2015 Quantitativas VARIAÇÃO PATRIMONIAL AUMENTATIVA 254.357.617,98 IMPOSTOS, TAXAS E CONTRIBUIÇÕES DE MELHORIA 7.926.292,10 IMPOSTOS 7.769.372,44 IMPOSTOS SOBRE PATRIMÔNIO E A RENDA 3.809.542,30 IMPOSTOS

Leia mais

DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL

DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL - PODER EXECUTIVO DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL JULHO 2006 A JUNHO 2007 LRF, art. 55, inciso I, alínea "a" - Anexo I R$ 1,00 DESPESA COM PESSOAL DESPESA LIQUIDADA INSCRIÇÃO EM RESTOS (Últimos 12

Leia mais

CAPACITAÇÃO EM CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR PÚBLICO CEARÁ

CAPACITAÇÃO EM CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR PÚBLICO CEARÁ Pacote I Área Nº Disciplinas Horas / Aula 03 Procedimentos Contábeis Orçamentários I PCO I Procedimentos Contábeis Orçamentários II PCO II 05 Procedimentos Contábeis Patrimoniais I PCP I Fundamentos 06

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE CARIRIAÇU

ESTADO DO CEARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE CARIRIAÇU ESTADO DO CEARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE CARIRIAÇU EDITAL DE PUBLICAÇÃO O Prefeito Municipal de Caririaçu, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas pela Lei Orgânica Municipal, e de conformidade

Leia mais

Anexo I - Demonstrativo da Despesa com Pessoal

Anexo I - Demonstrativo da Despesa com Pessoal Anexo I - Demonstrativo da Despesa com Pessoal DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL SETEMBRO DE 2007 A AGOSTO DE 2008 LRF, art. 55, inciso I, alínea "a" - Anexo I (Portaria STN Nº 632) R$ 1,00 DESPESAS

Leia mais

RREO - ANEXO VIII (Lei 9.394/1996, Art.72) R$ 1,00 RECEITAS DO ENSINO RECEITAS REALIZADAS

RREO - ANEXO VIII (Lei 9.394/1996, Art.72) R$ 1,00 RECEITAS DO ENSINO RECEITAS REALIZADAS Governo Municipal de Pacajá DEMONSTR. DAS RECEITAS E DESPESAS Pag.: 0001 RREO - ANEXO VIII (Lei 9.394/1996, Art.72) R$ 1,00 RECEITAS DO ENSINO RECEITA RESULTANTE DE IMPOSTOS INICIAL ATUALIZADA NO BIMESTRE

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE CARIRIAÇU

ESTADO DO CEARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE CARIRIAÇU ESTADO DO CEARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE CARIRIAÇU EDITAL DE PUBLICAÇÃO O Prefeito Municipal de Caririaçu, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas pela Lei Orgânica Municipal, e de conformidade

Leia mais

Lista Date,

Lista Date, Lista Date, 03.03.2017 Rubrica Classificacao ValorOrcado ValorRealizado RECEITAS CORRENTES 1000000000 110463200 18633143,71 RECEITA TRIBUTÁRIA 1100000000 13714550 1162071,27 IMPOSTOS SOBRE O PATRIMÔNIO

Leia mais

MUNICIPIO DE JUINA RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL

MUNICIPIO DE JUINA RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO DA DISPONIBILIDADE DE CAIXA JANEIRO A ABRIL DE 2015 LRF, art. 55, Inciso III, alínea "a" - Anexo V R$ 1,00 ATIVO VALOR PASSIVO VALOR DISPONIBILIDADE FINANCEIRA

Leia mais

2º QUADRIMESTRE DE 2015 (MAIO-AGOSTO)

2º QUADRIMESTRE DE 2015 (MAIO-AGOSTO) 1 AUDIÊNCIA PÚBLICA - EXECUTIVO E LEGISLATIVO 29/09/2015, 18h AVALIAÇÃO DO CUMPRIMENTO DAS METAS FISCAIS 2º QUADRIMESTRE DE 2015 (MAIO-AGOSTO) AUDIÊNCIA PÚBLICA realizada pelos poderes EXECUTIVO e LEGISLATIVO,

Leia mais

Diário Oficial. Índice do diário Outros. Prefeitura Municipal de Ribeira do Amparo. Outros - BALANÇO ANUAL Páginas:

Diário Oficial. Índice do diário Outros. Prefeitura Municipal de Ribeira do Amparo. Outros - BALANÇO ANUAL Páginas: Páginas: 48 Índice do diário Outros Outros - BALANÇO ANUAL 2015 Página 1 Outros Outros BALANÇO ANUAL 2015 - BA (Poder Executivo) DCA-Anexo I-AB Balanço Patrimonial - Ativo e Passivo Padrao Balanço Patrimonial

Leia mais

Despesas Realizadas - Ano 2015 Em Milhões de 101,197 71,797 9,346 7,317 Folha de Pagamento Servidores Ativos Folha de Pagamento - Inativos e Pensionis

Despesas Realizadas - Ano 2015 Em Milhões de 101,197 71,797 9,346 7,317 Folha de Pagamento Servidores Ativos Folha de Pagamento - Inativos e Pensionis Despesas Realizadas por Área de Governo - Ano 2015 Em Milhões de 75,726 49,571 17,989 17,636 25,3% 7,443 6,135 Dívida Pública (Pagamentos de Financiamentos e Parcelamentos) 9,0% 5,449 5,113 Cultura, Esporte

Leia mais

São Paulo Balancete da Receita Julho/2015 Folha: 1 Prefeitura Municipal de Paranapanema

São Paulo Balancete da Receita Julho/2015 Folha: 1 Prefeitura Municipal de Paranapanema São Paulo Balancete da Receita Julho/2015 Folha: 1 1.0.0.0.00.00.00.00 Receitas Correntes 68.354.025,44 4.701.262,71 40.825.761,37-27.528.264,07 1.1.0.0.00.00.00.00 Receita Tributária 9.998.225,44 424.168,30

Leia mais

Siglas deste documento:

Siglas deste documento: O Serviço Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias (CAUC) possui 13 itens a serem observados para a efetivação de uma transferência voluntária. Veja adiante a legislação relativa a cada

Leia mais

A Tabela Interna ESPECIFICAÇÃO_RECEITA foi ajustada em decorrência das alterações no Elenco de Contas, conforme abaixo descrita:

A Tabela Interna ESPECIFICAÇÃO_RECEITA foi ajustada em decorrência das alterações no Elenco de Contas, conforme abaixo descrita: Senhores gestores: A Tabela Interna ESPECIFICAÇÃO_RECEITA foi ajustada em decorrência das alterações no Elenco de Contas, conforme abaixo descrita: ESPRC_CODIGO ESPRC_DESCRICAO 1.0.0.0.00.00.00 RECEITAS

Leia mais

Estado de Alagoas FUNPREV - Fundo de Previdência Social do Município de Mar Vermelho Balancete Financeiro Exercício : 01/2016

Estado de Alagoas FUNPREV - Fundo de Previdência Social do Município de Mar Vermelho Balancete Financeiro Exercício : 01/2016 Pág. 1 Balancete Financeiro R E C E I T A D E S P E S A Conta Descrição Valor Conta Descrição Valor R E C E I T A S O R Ç A M E N T Á R I A S 97.490,76 D E S P E S A S O R Ç A M E N T Á R I A S 27.765,63

Leia mais

Recebido Classificação Descrição No Bimestre Até o Bimestre

Recebido Classificação Descrição No Bimestre Até o Bimestre 1.0.0.0.00.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 1.315.593,35 8.842.106,89 1.1.0.0.00.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 33.030,61 202.620,37 1.1.1.0.00.00.00.00.00 IMPOSTOS 29.822,35 182.289,31 1.1.1.2.00.00.00.00.00

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BANANAL Exercício de 2015

PREFEITURA MUNICIPAL DE BANANAL Exercício de 2015 DE IMPOSTOS E TRANSFERÊNCIAS DE IMPOSTOS IMPOSTOS MUNICIPAIS 1.1.1.2..01.00 - Imposto Predial 144.249,75 534.645,90 1.1.1.2...00 - Imposto Territorial 26.271,84 101.2,77 1.1.1.2.04.31.00 - Imposto de Renda

Leia mais

Detalhamento da Receita

Detalhamento da Receita Detalha da Receita 1.0.0.0.00.00 RECEITAS CORRENTES 4.922.905.00 1.1.0.0.00.00 RECEITA TRIBUTÁRIA 1.1.1.0.00.00 IMPOSTOS 132.200.00 1.1.1.2.00.00 Impostos sobre o Patrimônio e a Renda 1.1.1.2.02.00 Imposto

Leia mais

Demonstrativo da Receita Arrecadada - Período de 01/01/2015 até 31/12/2015 Pagina: 1 de 5

Demonstrativo da Receita Arrecadada - Período de 01/01/2015 até 31/12/2015 Pagina: 1 de 5 Demonstrativo da Receita Arrecadada - de 01/01/2015 até 31/12/2015 Pagina: 1 de 5 no 1.0.0.0.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES S 25.762.24 32.692.369,92 32.692.369,92-6.930.129,92 1.2.0.0.00.00.00.00 RECEITAS

Leia mais

Receitas - João Costa Detalhadas

Receitas - João Costa Detalhadas 4 de Março de 2017 às 10:52 Receitas - João Costa - 2013 - Detalhadas Busca Detalhada Tipo Valor Orçado(R$) Valor Arrecadado(R$) (%) Realizado Deducoes da receita R$ 1.216.080,00 R$ 1.189.492,56 97.81

Leia mais

Guararema recebe telefonia móvel e Internet 3G

Guararema recebe telefonia móvel e Internet 3G Jornal da Prefeitura de Nova Venécia, 30 de setembro de 2013 Guararema recebe telefonia móvel e Internet 3G Na última segunda-feira, dia 23, aconteceu a solenidade, realizada pelo Governo do Estado, de

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA PORTARIA Nº 238/GABS/SEF/SC, DE 20 DE JULHO DE 2015.

ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA PORTARIA Nº 238/GABS/SEF/SC, DE 20 DE JULHO DE 2015. SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA PORTARIA Nº 238/GABS/SEF/SC, DE 20 DE JULHO DE 2015. Torna público o Relatório Resumido da Execução Orçamentária da Administração Direta e Indireta, relativo aos meses de

Leia mais

Despesas Realizadas - Ano 2015 Em Milhões de 219, ,475 41,768 13,637 9,267 Folha de Pagamento Servidores Ativos Folha de Pagamento Inativos e Pe

Despesas Realizadas - Ano 2015 Em Milhões de 219, ,475 41,768 13,637 9,267 Folha de Pagamento Servidores Ativos Folha de Pagamento Inativos e Pe Despesas Realizadas por Área de Governo - Ano 2015 Em Milhões de 153,554 88,670 86,394 42,557 27,550 23,672 Assistência Social, Trabalho e Habitação 18,2% 18,6% 13,637 13,405 12,009 11,503 Dívida Pública

Leia mais

Resumo Aula-tema 03: Receita Pública

Resumo Aula-tema 03: Receita Pública Resumo Aula-tema 03: Receita Pública A fim de fazer face às próprias necessidades de manutenção e investimentos, o Estado dispõe de recursos ou rendas que lhe são entregues pela contribuição da coletividade.

Leia mais

Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. SIOPE Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação

Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. SIOPE Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação O que é o É um sistema de acesso público via internet, operacionalizado pelo Fundo Nacional de

Leia mais

PCASP. Ricardo José da Silva TCE/SC

PCASP. Ricardo José da Silva TCE/SC PCASP Consórcios; Fonte de Recursos; Regras de Integridade; Consistência de Registros e Saldos de Contas; Eventos Contábeis Específicos. Ricardo José da Silva TCE/SC 71 Transferências a Consórcios Públicos

Leia mais

Ano 6. Nº 300. Itapevi, 26 de Setembro de 2014

Ano 6. Nº 300. Itapevi, 26 de Setembro de 2014 Ano 6. Nº 300. Itapevi, 26 de Setembro de 2014 Secretaria de Comunicação Social www.itapevi.sp.gov.br ETEC abre inscrições para cursos técnicos no CEMEB Tarsila do Amaral Serão disponibilizadas 80 vagas

Leia mais

EDITAL DE PUBLICAÇÃO

EDITAL DE PUBLICAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE ACARAÚ EDITAL DE PUBLICAÇÃO O prefeito Municipal de Acaraú, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas pela Lei Orgânica Municipal, e de conformidade com a determinação contida

Leia mais

Despesas com Saúde e Educação. de Contabilidade

Despesas com Saúde e Educação. de Contabilidade Despesas com Saúde e Educação Secretaria do Tesouro Nacional Conselho Federal de Contabilidade 2012 Programa do Módulo 8 Despesas com Educação e Saúde CH: 04 h Conteúdo: Manutenção e Desenvolvimento do

Leia mais

F/F150/REL/5770 PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO EMISSAO : 29/12/2003

F/F150/REL/5770 PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO EMISSAO : 29/12/2003 REFERENCIA NOVEMBRO/2003 DIRETA + INDIRETAS CONSOLIDADAS 10/207405-2 PAGINA : 1 RECEITAS CORRENTES 8.374.003.106,00 509.918.735,21 6.067.756.298,82 2.306.246.807,18 RECEITA TRIBUTARIA 2.558.756.194,00

Leia mais

Páginas: Atletas canavieirenses participam do. Campeonato Brasileiro de Seleções de Vôlei

Páginas: Atletas canavieirenses participam do. Campeonato Brasileiro de Seleções de Vôlei Páginas: 28 ATLETAS CANAVIEIRENSES PARTICIPAM DO CAMPEONATO BRASILEIRO DE SELEÇÕES DE VÔLEI Atletas canavieirenses participam do Campeonato Brasileiro de Seleções de Vôlei As atletas canavieirenses Anna

Leia mais

RECEITAS DO ENSINO PREVISÃO INICIAL

RECEITAS DO ENSINO PREVISÃO INICIAL RECEITA RESULTANTE DE IMPOSTOS (caput do art. 212 da Constituição) RECEITAS DO ENSINO 1 - RECEITA DE IMPOSTOS 666.027,96 666.027,96 543.552,01 81,61 1.1- Receitas Resultante Imposto s/ Propriedade Predial

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE INFORMAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS E REPASSES - DIPR

DEMONSTRATIVO DE INFORMAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS E REPASSES - DIPR Mariana MG 18.295.303/0001-44 / - 2014 27/10/2014 11:01:02 1 - BASES DE CÁLCULO DAS CONTRIBUIÇÕES DEVIDAS, RELATIVAS ÀS FOLHAS DO ENTE 1.1 - Do ENTE ("patronal"), relativa: a) Aos servidores 4.696.251,36

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE INFORMAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS E REPASSES - DIPR

DEMONSTRATIVO DE INFORMAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS E REPASSES - DIPR Artur Nogueira SP 45.735.552/0001-86 / - 2014 22/08/2014 11:17:41 1 - BASES DE CÁLCULO DAS CONTRIBUIÇÕES DEVIDAS, RELATIVAS ÀS FOLHAS DO ENTE 1.1 - Do ENTE ("patronal"), relativa: a) Aos servidores 3.174.240,11

Leia mais

PREVISÃO RECEITAS REALIZADAS ATUALIZADA

PREVISÃO RECEITAS REALIZADAS ATUALIZADA www.ilustrado.com.br UMUARAMA, sextafeira, 18 de MARÇO DE 26 c1 / / 26 25 Ativo Inativo Pensionista Ativo Inativo Pensionista / / / / 26 25 26 25 / / 26 25 Ativo Inativo Pensionista Ativo Inativo Pensionista

Leia mais

B A L A N C O G E R A L A N E X O XII

B A L A N C O G E R A L A N E X O XII A N E X O XII PREFEITURA MUNICIPAL DE SALITRE ANEXO 12, da Lei No. 4.320/64 BALANCO ORCAMENTARIO R E C E I T A PREVISTA ARRECADADA DIFERENCA RECEITAS CORRENTES RECEITA TRIBUTARIA 481.500,00 1.009.157,86-527.657,86

Leia mais

Semana Contábil e Fiscal de Estados e Municípios - Secofem

Semana Contábil e Fiscal de Estados e Municípios - Secofem Subsecretaria de Contabilidade Coordenação-Geral de Normas de Contabilidade Aplicada à Federação Semana Contábil e Fiscal de Estados e Municípios - Secofem Módulo 9 Balanço Orçamentário e Receita Corrente

Leia mais