Saccharomyces boulardii na diarreia infantil

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Saccharomyces boulardii na diarreia infantil"

Transcrição

1 Atualização em Nutracêuticos 1 na diarreia infantil O tratamento com S. Boulardii proporciona redução do tempo de duração da diarreia aguda em crianças 1. Formulações contendo S. boulardii diminuem significativamente a duração da diarreia durante o tratamento de crianças que apresentam desidratação moderada e possibilitam rápido ganho de peso 3. O tratamento com zinco proporciona redução da duração e da severidade da diarreia aguda causada por rotavírus em crianças, apresentando melhores resultados na reidratação 8.

2 Porcentagem de pacientes (%) Porcentagem de pacientes (%) 2 Estudo randomizado, duplo-cego e placebo-controlado avalia o tratamento com na diarreia aguda em crianças 1. Neste estudo, 176 crianças, idade entre 6 a 48 meses, hospitalizados dentro de 72 horas após o início da diarreia aguda foram submetidos ao seguinte protocolo de tratamento: Grupo 1 (n=9) 4 x 9 UFC Duas vezes ao dia durante cinco dias Grupo 2 (n=86) Placebo Duas vezes ao dia durante cinco dias As crianças não podiam apresentar episódios de diarreia ou uso de antibióticos duas semanas antes do estudo e apresentar diarreia aguda em 72 horas antes da hospitalização. A diarreia foi definida como mudança nos hábitos intestinais, com a diminuição da consistência das vezes e três ou mais evacuações por dia com duração de até 72 horas do momento da hospitalização. No segundo dia depois do início da terapêutica, a frequência de pacientes que mantiveram a diarreia foi menor no grupo tratado com probiótico quando comparado com o grupo placebo (p=,1); A diferença entre os dois grupos se manteve no terceiro dia de intervenção, com 32,2% dos pacientes tratados com S. boulardii apresentando diarreia e 59,2% dos pacientes no grupo placebo (p=,1); No terceiro dia após o início do tratamento, a frequência de pacientes com diarreia foi menor no grupo tratado com S. boulardii quando comparado ao grupo placebo, o que representa redução significativa no risco de diarreia quando o probiótico é utilizado (p=,1); Quando os dois grupos de tratamentos foram subdivididos em pacientes infectados por rotavírus e pacientes não infectados por rotavírus, o efeito benéfico do tratamento probiótico foi observado essencialmente em pacientes que apresentavam diarreia por rotavírus, com 29,2% das crianças permanecendo com diarreia em comparação aos 64,4% no grupo placebo; Efeitos adversos não foram noticiados em ambos os tratamentos. O S. boulardii é um tratamento complementar na diarreia aguda, baseado na redução do tempo de duração do evento, quando é administrado em até 72 horas depois da primeira ocorrência Pacientes apresentando diarreia no terceiro dia de tratamento 1. 32,2 S. boulardii Placebo 59,2 Permanência da diarreia em pacientes com rotavírus 1. 29,2 S. boulardii Placebo 64,4 Iogurte com...4 x 9 UFC Excipiente para Preparação Extemporânea Sabor Iogurte de Morango para Probióticos qsp*...2g Administrar um sachê ao dia. Dissolver o conteúdo de um sachê em um copo de água ou leite e consumir após o preparo. Estudos demonstram efeitos benefícios dos probióticos no tratamento da diarreia aguda em crianças, principalmente aquela causada por rotavírus. Um dos efeitos benéficos é a redução da duração da diarreia para pouco mais de um dia. Este benefício proporciona a redução dos custos dos tratamentos mais prolongados. Outro fator benéfico é que os probióticos reduzem o risco de propagação da infecção por rotavírus, uma vez que reduzem a duração e o volume da diarreia, reduzindo a eliminação fecal do vírus 2,3,4,5. *Contém gomas, utilizadas para aumentar a estabilidade da formulação e a viabilidade das colônias bacterianas.

3 Ganho de peso (g) Tempo de duração da diarreia (horas) 3 Estudo randomizado, duplo-cego, multicêntrico e placebocontrolado avalia a eficácia de uma formulação enriquecida com no tratamento da diarreia aguda em crianças 6. Neste estudo, 7 crianças, com a média de idade de 163 dias, apresentando diarreia aguda, com uma média de 6,6 evacuações ao dia, foram submetidas ao seguinte protocolo de tratamento: Grupo 1 (n=34) enriquecida com S. boulardii Grupo 2 (n=36) Controle A duração da diarreia foi definida como o tempo necessário até a ocorrência da primeira evacuação normal depois da última evacuação líquida. A idade, o peso e o número de evacuações por dia foram os mesmos nos dois grupos. Haviam quinze crianças com rotavírus no grupo 1 e treze crianças no grupo 2. A duração da diarreia foi reduzida significativamente no grupo tratado com S. boulardii (35,4 horas) quando comparado ao grupo controle (67,1 horas) (p=,1); Em ambos os grupos, com ou sem a presença de rotavírus, a duração da diarreia não dependeu da presença ou não do vírus, mas a presença afetou o tempo de tratamento; O ganho médio de peso foi significativamente maior no grupo tratado com S. boulardii (74,2g) quando comparado ao grupo controle (6,7g) (p<,5); O número de evacuações no quarto dia foi significativamente mais alto no grupo controle quando comparado ao grupo tratado com S. boulardii; Tempo de duração da diarreia em ambos os tratamentos 6. 35,4 S. boulardii Controle 67,1 Ganho de peso durante os dois tratamentos 6. Após de 6,5 dias de tratamento, o S. boulardii praticamente não foi encontrado nas fezes das crianças. A utilização de uma formulação contendo S. boulardii em crianças com desidratação moderada (<%) diminui significativamente a duração da diarreia e possibilita rápido ganho de peso ,2 S. boulardii Controle 6,7 Suco contendo mg Suco Base para Probióticos Enriquecido com Chá Verde qsp*...5ml Administrar 8 flaconetes ao dia enquanto durar a diarreia. Cada dose = 5ml. A formulação é estável por seis semanas a 4ºC. Agite ante de usar. *Contém extrato de chá verde, utilizado para aumentar a estabilidade da formulação e viabilidade das colônias bacterianas. A antibióticoterapia afeta a flora gastrointestinal, o que resulta em uma série de sintomas, sendo o mais comum a diarreia. Este sintoma é importante especialmente em crianças, para as quais os médicos prescrevem antibióticos frequentemente 7. Estudos demonstram que a utilização de probióticos no início do tratamento com antibióticos possibilita limitar a incidência da diarreia causada por este tipo de tratamento 3.

4 Tempo de resolução (dias) 4 Estudo placebo controlado e simples-cego avalia a eficácia de diferentes formulações no tratamento da diarreia causada por rotavírus em crianças 8. Neste estudo, 48 crianças, com idade entre 1 e 28 meses, diagnosticados com diarreia por rotavírus, randomizadas em oito grupos foram submetidos ao seguinte protocolo de tratamento: Grupo 1 S. boulardii 25mg uma vez ao dia por no mínimo cinco dias. Grupo 2 suspensão mg duas vezes ao dia Grupo 3 Grupo 4 S. Boulardii Grupo 5 S. Boulardii Grupo 6 Fórmual sema lactose Grupo 7 S. boulardii Grupo 8 Soluções de reidratação oral ou parenteral. As crianças foram analisadas clinicamente e a presença de desidratação suave a moderada foi determinada. As primeiras fezes obtidas de cada paciente hospitalizado foram analisadas com Immunocard Rotavirus para o antígeno do rotavírus. Todas as crianças se submeteram a exames laboratoriais de rotina. Vômito, desidratação e febre foram sintomas comumente apresentados. A dosagem de zinco administrado em crianças acima de 6 meses de idade foi de 2mg ao dia. O tempo de resolução do vômito foi significativamente mais baixo nos pacientes tratados com S. boulardiizinco (,4 dias) quando comparado aos pacientes tratados com S. boulardii (2,31 dias) e S. boulardiifórmula (17,58 dias); A combinação de probióticos e zinco diminuiu a duração da diarreia e tempo de hospitalização em comparação ao grupo controle; Os tratamentos com zinco e zinco S. boulardii melhoraram a reidratação das crianças hospitalizadas; Efeitos adversos não foram observados nos diferentes grupos de tratamento. O tratamento com zinco proporciona redução da duração e da severidade da diarreia aguda causada por rotavírus em crianças, apresentando melhores resultados na reidratação Tempo de resolução do vômito em pacientes tratados com S. boulardii isolado ou em associações 8.,4 2,31 17,58 S. boulardii zinco S. boulardii S. boulardii fórmula Cápsulas com 8 S. boulardii...25mg Administrar uma cápsula ao dia por no mínimo cinco dias. Suspensão de 8 Taste Free...mg Suspensão base qsp...5ml Administrar 5ml duas vezes ao dia. O termo probióticos refere-se a um produto ou preparação contendo definidos micro-organismos viáveis em número suficientes para alterar a flora do hospedeiro, por implantação ou colonização, e então exercer seus efeitos benéficos. O objetivo da administração de probióticos é normalizar a microflora desequilibrada 7.

5 Propriedades e Mecanismo de ação 5 8 : O probiótico S. boulardii pode degradar as toxinas patogênicas dentro do lúmen intestinal, interferir na aderência patogênica, modular a microbiota normal e preservar a fisiologia normal do intestino. S boulardii pode, indiretamente, restaurar o equilíbrio normal dos ácidos graxos de cadeia pequena. Também pode aumentar os níveis de secreção de IgA ou atuar como regulador imune por influenciar os níveis de citocina 9. Vários mecanismos de ação do S. boulardii no lúmen intestinal. Efeitos de diferentes micro-organismoss patogênicos Dose Usual 4x 9 UFC, duas vezes ao dia, por cinco dias. Diferentes efeitos protetores do S. boulardii. 1- Inflamação. 2- Diminuição do IgA. 3- Diminuição da dissacaridase causa a diarreia osmótica. 4- Infecção viral destrói enterócitos. 5- Flora intestinal danificada pelos antibióticos. 6- Bactéria destrói as conjunções e invade a mucosa. 7- Toxina aumenta a secreção de água. Literatura Consultada 1. Corrêa NB, Penna FJ, Lima FM, Nicoli JR, Filho LA. Treatment of acute diarrhea with in infants. J Pediatr Gastroenterol Nutr. 211 Nov;53(5): Guandalini S. Probiotics for children with diarrhea: an update. J Clin Gastroenterol. 28 Jul;42 Suppl 2:S Guandalini S. Probiotics for prevention and treatment of diarrhea. J Clin Gastroenterol. 211 Nov;45 Suppl:S Guarino A, Canani RB, Spagnuolo MI, et al. Oral bacterial therapy reduces the duration of symptoms and of viral excretion in children with mild diarrhea. J Pediatr Gastroenterol Nutr. 1997;25: Fang SB, Lee HC, Hu JJ, et al. Dose-dependent effect of Lactobacillus rhamnosus on quantitative reduction of fecal rotavirus shedding in children. J Trop Pediatr. 29;55: Le Luyer B, Makhoul G, Duhamel JF. A multicentric study of a lactose free formula supplemented with saccharomyces boulardii in children with acute diarrhea. Arch Pediatr. 2 May;17(5): Johnston BC, Supina AL, Vohra S. Probiotics for pediatric antibiotic-associated diarrhea: a meta-analysis of randomized placebo-controlled trials. CMAJ. 26 Aug 15;175(4): Dalgic N, Sancar M, Bayraktar B, Pullu M, Hasim O. Probiotic, zinc and lactose-free formula in children with rotavirus diarrhea: are they effective? Pediatr Int. 211 Oct;53(5): World J Gastroenterol. 2 May 14; 16(18): Published online 2 May 14. doi:.3748/wjg.v16.i

Disfunção intestinal

Disfunção intestinal Atualização em Farmacoterapia 1 Disfunção intestinal Opções terapêuticas para o tratamento da diarreia 1 e da constipação intestinal infantil 6,8. O S. boulardii é um tratamento complementar na diarreia

Leia mais

PROBIÓTICOS EM PREVENÇÃO DE INFECÇÃO: AFINAL VALE A PENA? Lourdes das Neves Miranda Hospital Geral de Pirajussara

PROBIÓTICOS EM PREVENÇÃO DE INFECÇÃO: AFINAL VALE A PENA? Lourdes das Neves Miranda Hospital Geral de Pirajussara PROBIÓTICOS EM PREVENÇÃO DE INFECÇÃO: AFINAL VALE A PENA? Lourdes das Neves Miranda Hospital Geral de Pirajussara II Controvérsias em Infecção Hospitalar - APECIH 11 de junho de 2011 Nós e eles Interação

Leia mais

LactoSpore. Proporciona melhor absorção da genisteína proveniente da administração oral da isoflavona 1.

LactoSpore. Proporciona melhor absorção da genisteína proveniente da administração oral da isoflavona 1. Atualização em Nutracêuticos 1 LactoSpore Proporciona melhor absorção da genisteína proveniente da administração oral da isoflavona 1. A isoflavona de soja melhora os sintomas da menopausa, e uma de suas

Leia mais

MUVINLAX (macrogol bicarbonato de sódio + cloreto de sódio + cloreto de potássio) Libbs Farmacêutica Ltda.

MUVINLAX (macrogol bicarbonato de sódio + cloreto de sódio + cloreto de potássio) Libbs Farmacêutica Ltda. MUVINLAX (macrogol 3350 + bicarbonato de sódio + cloreto de sódio + cloreto de potássio) Libbs Farmacêutica Ltda. pó para preparação extemporânea (13,125 g de macrogol 3350; 0,1775 g de bicarbonato de

Leia mais

Arginina + Exercício

Arginina + Exercício Atualização em Nutracêuticos 1 Arginina + Exercício Combinação benéfica para estimular o crescimento muscular e aumentar a liberação de hormônio do crescimento 1,3. A suplementação com Arginina quando

Leia mais

PROBIÓTICOS AO SEU ANIMAL DE COMPANHIA

PROBIÓTICOS AO SEU ANIMAL DE COMPANHIA Os benefícios da administração de PROBIÓTICOS AO SEU ANIMAL DE COMPANHIA Benefícios dos probióticos. Em humanos, os diversos benefícios para a saúde derivados da toma regular de probióticos - as chamadas

Leia mais

Acetato de zinco. Identificação. Denominação botânica: Não aplicável.

Acetato de zinco. Identificação. Denominação botânica: Não aplicável. Material Técnico Acetato de zinco Identificação Fórmula Molecular: CH3CO2)2Zn,2H2O Peso molecular: 219,5 DCB / DCI: Não aplicável. CAS: 5970-45-6 INCI: Não aplicável. Denominação botânica: Não aplicável.

Leia mais

FLORALYTE 45. (cloreto de sódio, citrato de potássio monoidratado,citrato de sódio di-hidratado, glicose anidra) Merck S/A

FLORALYTE 45. (cloreto de sódio, citrato de potássio monoidratado,citrato de sódio di-hidratado, glicose anidra) Merck S/A FLORALYTE 45 (cloreto de sódio, citrato de potássio monoidratado,citrato de sódio di-hidratado, glicose anidra) Merck S/A Solução hidroeletrolítica pronta para uso sódio 45 meq/l; potássio 20 meq/l; cloreto

Leia mais

24/11/2015. Biologia de Microrganismos - 2º Semestre de Prof. Cláudio 1. O mundo microbiano. Profa. Alessandra B. F. Machado

24/11/2015. Biologia de Microrganismos - 2º Semestre de Prof. Cláudio 1. O mundo microbiano. Profa. Alessandra B. F. Machado UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA DEPARTAMENTO DE PARASITOLOGIA, MICROBIOLOGIA E IMUNOLOGIA Relação bactéria-hospedeiro Profa. Alessandra B. F. Machado O mundo microbiano Os microrganismos são ubíquos.

Leia mais

Fabuless TM. Alimento funcional para manutenção do peso através do aumento da sensação de saciedade 1.

Fabuless TM. Alimento funcional para manutenção do peso através do aumento da sensação de saciedade 1. . Atualização em Nutracêuticos 1 Fabuless TM Alimento funcional para manutenção do peso através do aumento da sensação de saciedade 1. Fabuless TM retarda o trânsito orofecal 2 e controla o apetite, auxiliando

Leia mais

Proteínas do Leite ou Proteínas da Soja

Proteínas do Leite ou Proteínas da Soja Atualização em Nutracêuticos 1 Proteínas do Leite ou Proteínas da Soja Qual a melhor opção para redução da gordura visceral e subcutânea? A suplementação com Proteínas do Leite é mais eficaz em reduzir

Leia mais

FLORATIL (Saccharomyces boulardii) Merck S/A Cápsulas 100 & 200 mg

FLORATIL (Saccharomyces boulardii) Merck S/A Cápsulas 100 & 200 mg FLORATIL (Saccharomyces boulardii) Merck S/A Cápsulas 100 & 200 mg APRESENTAÇÕES Cápsulas de gelatina. Floratil 100 mg - Embalagem contendo 12 cápsulas. Floratil 200 mg - Embalagem contendo 6 cápsulas.

Leia mais

Alimentos Prebióticos

Alimentos Prebióticos Alimentos Prebióticos Uso e disponibilidade no mercado Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro UNIRIO Programa de Pós Graduação em Alimentos e Nutrição - PPGAN Ciclo de palestras Palestrante:

Leia mais

Omeprazol e Lansoprazol

Omeprazol e Lansoprazol Atualização em Farmacoterapia 1 Omeprazol e Lansoprazol Opções diferenciadas e alternativas de tratamento benéficas principalmente para uso pediátrico e em pacientes com dificuldade de deglutição 1,2,3.

Leia mais

LACTULONA lactulose USO ORAL USO ADULTO E PEDIÁTRICO. Daiichi Sankyo Brasil Farmacêutica Ltda.

LACTULONA lactulose USO ORAL USO ADULTO E PEDIÁTRICO. Daiichi Sankyo Brasil Farmacêutica Ltda. IDENTIFICAÇÃO DO LACTULONA lactulose MEDICAMENTO APRESENTAÇÕES LACTULONA é apresentada em embalagens contendo frasco de plástico com 120 ml de xarope na concentração de 667 mg de lactulose por ml, nos

Leia mais

FARLAC (lactulose) Cosmed Indústria de Cosméticos e Medicamentos S.A. Xarope 667mg/mL

FARLAC (lactulose) Cosmed Indústria de Cosméticos e Medicamentos S.A. Xarope 667mg/mL FARLAC (lactulose) Cosmed Indústria de Cosméticos e Medicamentos S.A. Xarope 667mg/mL I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO: Farlac lactulose APRESENTAÇÃO Xarope Embalagem contendo frasco com 120mL. USO ORAL

Leia mais

Probiótico. Identificação. Descrição / especificação técnica: Pó creme a marrom claro, contendo no mínimo 10 bilhões de UFC/g.

Probiótico. Identificação. Descrição / especificação técnica: Pó creme a marrom claro, contendo no mínimo 10 bilhões de UFC/g. Material Técnico Probióticos Identificação Fórmula Molecular: Não aplicável DCB / DCI: Não aplicável INCI: Não aplicável Peso molecular: Não aplicável CAS: Não aplicável Denominação botânica: Não aplicável

Leia mais

MYLICON (simeticona) Janssen-Cilag Farmacêutica Ltda. Suspensão. 75 mg/ml

MYLICON (simeticona) Janssen-Cilag Farmacêutica Ltda. Suspensão. 75 mg/ml MYLICON (simeticona) Janssen-Cilag Farmacêutica Ltda. Suspensão 75 mg/ml IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Mylicon simeticona Gotas APRESENTAÇÕES Suspensão oral (75 mg/ml) em frascos gotejadores contendo 15

Leia mais

Giardíase. - É a principal parasitose intestinal (com maior incidência do que a ascaridíase e a amebíase).

Giardíase. - É a principal parasitose intestinal (com maior incidência do que a ascaridíase e a amebíase). Giardíase Parasito Reino: Protozoa Filo: Sarcomastigophora (porque possui flagelo) Ordem: Diplomonadida Família: Hexamitidae Gênero: Giardia Espécie: Giardia lamblia - É a principal parasitose intestinal

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO. Mylicon simeticona. Gotas. APRESENTAÇÃO Suspensão oral (75 mg/ml) em frasco gotejador contendo 15 ml.

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO. Mylicon simeticona. Gotas. APRESENTAÇÃO Suspensão oral (75 mg/ml) em frasco gotejador contendo 15 ml. IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Mylicon simeticona Gotas APRESENTAÇÃO Suspensão oral (75 mg/ml) em frasco gotejador contendo 15 ml. USO ORAL USO ADULTO E PEDIÁTRICO COMPOSIÇÃO Cada ml (11 a 12 gotas) contém

Leia mais

XVI WORKSHOP INTERNACIONAL DE HEPATITES VIRAIS DE PERNAMBUCO V SIMPÓSIO DE TRANSPLANTE HEPÁTICO E HIPERTENSÃO PORTA BRASIL / INGLATERRA MAIO 2012

XVI WORKSHOP INTERNACIONAL DE HEPATITES VIRAIS DE PERNAMBUCO V SIMPÓSIO DE TRANSPLANTE HEPÁTICO E HIPERTENSÃO PORTA BRASIL / INGLATERRA MAIO 2012 XVI WORKSHOP INTERNACIONAL DE HEPATITES VIRAIS DE PERNAMBUCO V SIMPÓSIO DE TRANSPLANTE HEPÁTICO E HIPERTENSÃO PORTA BRASIL / INGLATERRA MAIO 2012 Dominique Araújo Muzzillo Profª Adjunto - UFPR Tratamento

Leia mais

BULA PARA O PACIENTE. Nome do medicamento: cloridrato de loperamida Forma farmacêutica: comprimido Concentração: 2 mg

BULA PARA O PACIENTE. Nome do medicamento: cloridrato de loperamida Forma farmacêutica: comprimido Concentração: 2 mg BULA PARA O PACIENTE Nome do medicamento: cloridrato de loperamida Forma farmacêutica: comprimido Concentração: 2 mg BULA PARA O PACIENTE cloridrato de loperamida Medicamento genérico Lei nº 9.787, de

Leia mais

Enxaqueca em Crianças e Adolescentes

Enxaqueca em Crianças e Adolescentes Atualização em Farmacoterapia 1 Enxaqueca em Crianças e Adolescentes Opções nutracêuticas profiláticas disponíveis na farmácia magistral 1,2. A suplementação com Riboflavina em altas doses ou Coenzima

Leia mais

DIARRÉIA EM TERAPIA NUTRICIONAL ENTERAL Grupo de Suporte em Terapia Nutricional CTI-A Hospital Israelita Albert Einstein Fevereiro/10

DIARRÉIA EM TERAPIA NUTRICIONAL ENTERAL Grupo de Suporte em Terapia Nutricional CTI-A Hospital Israelita Albert Einstein Fevereiro/10 DIARRÉIA EM TERAPIA NUTRICIONAL ENTERAL Grupo de Suporte em Terapia Nutricional CTI-A Hospital Israelita Albert Einstein Fevereiro/10 O surgimento de diarréia durante internação hospitalar é evento comum,

Leia mais

NATURETTI. Senna alexandrina Miller + Cassia fistula 28,9 mg + 19,5 mg

NATURETTI. Senna alexandrina Miller + Cassia fistula 28,9 mg + 19,5 mg NATURETTI Senna alexandrina Miller + Cassia fistula 28,9 mg + 19,5 mg Espécie vegetal e parte da planta utilizada Espécie vegetal: Senna alexandrina Miller (sene), Cassia fistula (cássia). Partes utilizadas:

Leia mais

INFECÇÕES. Prof. Dr. Olavo Egídio Alioto

INFECÇÕES. Prof. Dr. Olavo Egídio Alioto INFECÇÕES Prof. Dr. Olavo Egídio Alioto Definição É a colonização de um organismo hospedeiro por uma espécie estranha. Numa infecção, o organismo infectante procura utilizar os recursos do hospedeiro para

Leia mais

NÃO SE TRATA APENAS DE UMA INGESTÃO DE FLUIDOS

NÃO SE TRATA APENAS DE UMA INGESTÃO DE FLUIDOS REIDRATAÇÃO DE VITELOS NÃO SE TRATA APENAS DE UMA INGESTÃO DE FLUIDOS A nova solução para diarreias em vitelos Compatível com o leite Boa palatibilidade Correção da acidose, desidratação e hipoglicémia

Leia mais

COMPOSIÇÃO Cada ml (11 a 12 gotas) contém 75 mg de simeticona.

COMPOSIÇÃO Cada ml (11 a 12 gotas) contém 75 mg de simeticona. Ago08 Mylicon* Gotas simeticona IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO FORMA(S) FARMACÊUTICA(S) E APRESENTAÇÃO(ÕES) Suspensão oral: Frascos gotejadores contendo 15 ml. USO ADULTO E PEDIÁTRICO USO ORAL COMPOSIÇÃO

Leia mais

FLORATIL (Saccharomyces boulardii) Cápsulas 100 & 200 mg. Merck S/A

FLORATIL (Saccharomyces boulardii) Cápsulas 100 & 200 mg. Merck S/A FLORATIL (Saccharomyces boulardii) Cápsulas 100 & 200 mg Merck S/A APRESENTAÇÕES Cápsulas de gelatina. Floratil 100 mg - Embalagem contendo 12 cápsulas. Floratil 200 mg - Embalagem contendo 6 cápsulas.

Leia mais

Fluitoss. Xarope adulto 50mg/mL e Xarope pediátrico 20mg/mL

Fluitoss. Xarope adulto 50mg/mL e Xarope pediátrico 20mg/mL Fluitoss Xarope adulto 50mg/mL e Xarope pediátrico 20mg/mL MODELO DE BULA COM INFORMAÇÕES AO PACIENTE Fluitoss carbocisteína APRESENTAÇÕES Xarope adulto 50mg/mL Embalagem contendo 01 frasco com 100mL +

Leia mais

FLORATIL (Saccharomyces boulardii) Cápsulas 100 & 200 mg. Merck S/A

FLORATIL (Saccharomyces boulardii) Cápsulas 100 & 200 mg. Merck S/A FLORATIL (Saccharomyces boulardii) Cápsulas 100 & 200 mg Merck S/A APRESENTAÇÕES Cápsulas de gelatina. Floratil 100 mg - Embalagem contendo 12 cápsulas. Floratil 200 mg - Embalagem contendo 6 cápsulas.

Leia mais

Produto: cotovelol Protocolo: XYZ123 Data: 10 de agosto de 2015 Página 1 de 5

Produto: cotovelol Protocolo: XYZ123 Data: 10 de agosto de 2015 Página 1 de 5 Data: 10 de agosto de 2015 Página 1 de 5 Sinopse do Protocolo Título: Estudo Randomizado, Duplo-cego, Controlado por Placebo para Avaliar a Eficácia e Segurança do Uso de Cotovelol no Tratamento da Dor

Leia mais

FIGATOSAN. IFAL Indústria e Comércio de Produtos Farmacêuticos Ltda. Solução oral. Peumus boldus M. 0,67mL/10mL

FIGATOSAN. IFAL Indústria e Comércio de Produtos Farmacêuticos Ltda. Solução oral. Peumus boldus M. 0,67mL/10mL FIGATOSAN IFAL Indústria e Comércio de Produtos Farmacêuticos Ltda Solução oral Peumus boldus M. 0,67mL/10mL FIGATOSAN Nomenclatura popular: Boldo, Boldo do Chile Nomenclatura botânica oficial: Peumus

Leia mais

Atualização em Farmacoterapia. Clotrimazol

Atualização em Farmacoterapia. Clotrimazol Atualização em Farmacoterapia 1 Clotrimazol Terapia associada intravaginal e tópica apresenta eficácia e alternativa bem tolerada no tratamento de micoses vulvovaginais 1. Associação de Metronidazol +

Leia mais

Alterações no Trato Urinário

Alterações no Trato Urinário Alterações no Trato Urinário PPCSA Profª Daniele C D Zimon Profª Adriana Cecel Guedes Aparelho Urinário Rim Infecções do Trato Urinário As infecções do trato urinário (ITUs) são causadas por micoorganismos

Leia mais

PAXORAL. (lisado bacteriano)

PAXORAL. (lisado bacteriano) PAXORAL (lisado bacteriano) Cosmed Indústria de Cosméticos e Medicamentos S.A. Cápsula 3,5 mg e 7,0 mg I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO: PAXORAL lisado bacteriano APRESENTAÇÕES Cápsula gelatinosa dura

Leia mais

VA P CINAS ARA CRIANÇAS Dourados

VA P CINAS ARA CRIANÇAS Dourados Dourados VACINAS PARA CRIANÇAS O ato de vacinar é a forma mais fácil de proteger o organismo contra doenças infecciosas potencialmente graves e de prevenir que essas doenças sejam transmitidas a outras

Leia mais

Farmacologia. Vias de Administração e Formas Farmacêuticas. Vias de Administração. Enteral (oral) tubo digestivo. Parenteral - Injetaveis

Farmacologia. Vias de Administração e Formas Farmacêuticas. Vias de Administração. Enteral (oral) tubo digestivo. Parenteral - Injetaveis Farmacologia e Enteral (oral) tubo digestivo Parenteral - Injetaveis Prof. Herval de Lacerda Bonfante Departamento de Farmacologia Oral V (vantagens) - mais conveniente, econômica e segura D (desvantagens)

Leia mais

MYLICON (simeticona) Janssen-Cilag Farmacêutica Ltda. Suspensão. 75 mg/ml

MYLICON (simeticona) Janssen-Cilag Farmacêutica Ltda. Suspensão. 75 mg/ml MYLICON (simeticona) Janssen-Cilag Farmacêutica Ltda. Suspensão 75 mg/ml IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Mylicon simeticona Gotas APRESENTAÇÕES Suspensão oral (75 mg/ml) em frascos gotejadores contendo 10,

Leia mais

TERAPÊUTICA MEDICAMENTOSA EM ODONTOPEDIATRIA

TERAPÊUTICA MEDICAMENTOSA EM ODONTOPEDIATRIA TERAPÊUTICA MEDICAMENTOSA EM ODONTOPEDIATRIA PROCEDIMENTOS OPERATÓRIOS Profa. Dra. Mariana Braga Isabela Floriano CASCATA DA DOR E INFLAMAÇÃO AINES E o ANTIBIÓTICO?? Prostaglandinas Prostaciclinas Tromboxanas

Leia mais

APRESENTAÇÃO Comprimidos vaginais em embalagem com 6 comprimidos acompanhados de 1 aplicador vaginal.

APRESENTAÇÃO Comprimidos vaginais em embalagem com 6 comprimidos acompanhados de 1 aplicador vaginal. Vagi C ácido ascórbico APRESENTAÇÃO Comprimidos vaginais em embalagem com 6 comprimidos acompanhados de 1 aplicador vaginal. USO VAGINAL USO ADULTO ACIMA DE 14 ANOS COMPOSIÇÃO Cada comprimido vaginal contém:

Leia mais

Atualização em Nutracêuticos

Atualização em Nutracêuticos Atualização em Nutracêuticos 1 Gengibre Review Alternativa terapêutica segura e eficaz na melhora das náuseas e dos vômitos na gestação, não apresentando efeitos colaterais 1. O consumo diário de gengibre

Leia mais

TYLEMAX Paracetamol USO PEDIÁTRICO USO ORAL

TYLEMAX Paracetamol USO PEDIÁTRICO USO ORAL TYLEMAX Paracetamol APRESENTAÇÕES TYLEMAX Baby - Linha Farma: Suspensão oral em frasco plástico com 15 ml contendo 100 mg/ml de paracetamol (sabor frutas). Acompanha uma seringa dosadora. TYLEMAX Criança

Leia mais

Extrato de Alcachofra

Extrato de Alcachofra Atualização em Nutracêuticos 1 Extrato de Alcachofra Opção fitoterápica eficaz no tratamento da síndrome do intestino irritável 1. O extrato de alcachofra reduz os sintomas da dispepsia e apresenta benefícios

Leia mais

APRESENTAÇÕES Linha Hospitalar: Caixa contendo 50 e 100 frascos PET âmbar com 100mL de xarope, acompanhados com 50 e 100 copos-medidas graduados.

APRESENTAÇÕES Linha Hospitalar: Caixa contendo 50 e 100 frascos PET âmbar com 100mL de xarope, acompanhados com 50 e 100 copos-medidas graduados. ARLIVRY Extrato seco de folhas de Hedera helix L. - Araliaceae - Hera MEDICAMENTO FITOTERÁPICO Nomenclatura botânica oficial: Hedera helix L. - Hera Família: Araliaceae Parte da planta utilizada: Folha

Leia mais

Uma simples técnica para detectar metrite

Uma simples técnica para detectar metrite Uma simples técnica para detectar metrite Stephanie Stella, Anne Rosi Guadagnin, Angelica Petersen Dias, and Dr. Phil Cardoso Não existem dúvidas que o parto é uma situação estressante para a vaca e seu

Leia mais

ESPINHEIRA SANTA NATULAB MEDICAMENTO FITOTERÁPICO

ESPINHEIRA SANTA NATULAB MEDICAMENTO FITOTERÁPICO ESPINHEIRA SANTA NATULAB MEDICAMENTO FITOTERÁPICO Nomenclatura botânica oficial: Maytenus ilicifolia Mart. ex Reissek Nomenclatura popular: Espinheira santa, cancerosa, cancorosa-de-sete-espinhos, cancrosa,

Leia mais

URO-VAXOM. Lisado bacteriano de Escherichia coli. APRESENTAÇÕES Cápsulas de 6 mg de lisado bacteriano de Escherichia coli. Caixas com 10 e 30 cápsulas

URO-VAXOM. Lisado bacteriano de Escherichia coli. APRESENTAÇÕES Cápsulas de 6 mg de lisado bacteriano de Escherichia coli. Caixas com 10 e 30 cápsulas URO-VAXOM Lisado bacteriano de Escherichia coli APRESENTAÇÕES Cápsulas de 6 mg de lisado bacteriano de Escherichia coli. Caixas com 10 e 30 cápsulas USO ORAL USO ADULTO E/OU PEDIÁTRICO COMPOSIÇÃO Cada

Leia mais

Bromocriptina mesilato

Bromocriptina mesilato Material Técnico Identificação Fórmula Molecular: C 32 H 40 BrN 5 O 5.CH 4 O 3 S Peso molecular: 750.72 DCB/ DCI: 01466 - mesilato de bromocriptina / 3365 CAS: 22260-51-1 INCI: não aplicável Sinonímia:

Leia mais

cefalexina Pó para suspensão oral 250mg/5mL

cefalexina Pó para suspensão oral 250mg/5mL cefalexina Pó para suspensão oral 250mg/5mL MODELO DE BULA COM INFORMAÇÕES AO PACIENTE cefalexina Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999. APRESENTAÇÕES Pó para suspensão oral 250mg/5mL Embalagem contendo

Leia mais

EPALIV MEDICAMENTO FITOTERÁPICO

EPALIV MEDICAMENTO FITOTERÁPICO EPALIV MEDICAMENTO FITOTERÁPICO Nomenclatura botânica oficial: Peumus boldus Molina Nomenclatura popular: Boldo, Boldo do Chile Família: Monimiaceae Parte da planta utilizada: folhas FORMA FARMACÊUTICA

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO - Tylenol Bebê Suspensão Oral. FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES - Tylenol Bebê Suspensão Oral

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO - Tylenol Bebê Suspensão Oral. FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES - Tylenol Bebê Suspensão Oral Tylenol Bebê Suspensão Oral IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO - Tylenol Bebê Suspensão Oral FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES - Tylenol Bebê Suspensão Oral TYLENOL Bebê Suspensão Oral Concentrada 100 mg/ml

Leia mais

Constipação em Crianças

Constipação em Crianças Atualização em Farmacoterapia 1 Constipação em Crianças Tratamentos atuais e opções terapêuticas disponíveis nas farmácias de manipulação 1. De acordo com Guidelines para o tratamento da constipação intestinal

Leia mais

Administração oral melhora os sintomas da dermatite atópica em crianças e reduz a necessidade de corticosteróides tópicos.

Administração oral melhora os sintomas da dermatite atópica em crianças e reduz a necessidade de corticosteróides tópicos. Atualização Mensal em Farmacoterapia Probióticos Administração oral melhora os sintomas da dermatite atópica em crianças e reduz a necessidade de corticosteróides tópicos. Int Arch Allergy Immunol. 2010

Leia mais

TCM PÓ. Triglicerídeo de Cadeia Média em Pó

TCM PÓ. Triglicerídeo de Cadeia Média em Pó Informações Técnicas TCM PÓ Triglicerídeo de Cadeia Média em Pó INTRODUÇÃO A matéria-prima TCM em pó é atomizada e microencapsulada. Por se tratar de um processo térmico mais brando, as características

Leia mais

UC-II : Tratamento Efetivo na Osteoartrite Novo Colágeno Reduz em 33% a Dor em Pacientes com Osteoartrite Superior ao Tratamento com Condroitina e

UC-II : Tratamento Efetivo na Osteoartrite Novo Colágeno Reduz em 33% a Dor em Pacientes com Osteoartrite Superior ao Tratamento com Condroitina e UC-II : Tratamento Efetivo na Osteoartrite Novo Colágeno Reduz em 33% a Dor em Pacientes com Osteoartrite Superior ao Tratamento com Condroitina e Glucosamina Promove a Reposição de Colágeno das Articulações

Leia mais

Nomenclatura botânica oficial: Hedera helix - Hera Família: Araliaceae Parte da planta utilizada: Folha FORMA FARMACÊUTICA

Nomenclatura botânica oficial: Hedera helix - Hera Família: Araliaceae Parte da planta utilizada: Folha FORMA FARMACÊUTICA ARLIVRY Extrato seco de folhas de Hedera helix - Araliaceae - Hera MEDICAMENTO FITOTERÁPICO Nomenclatura botânica oficial: Hedera helix - Hera Família: Araliaceae Parte da planta utilizada: Folha FORMA

Leia mais

PEG Tratamento da constipação intestinal infantil

PEG Tratamento da constipação intestinal infantil PEG 335 Tratamento da constipação intestinal infantil PEG 335 Tratamento da constipação intestinal infantil Introdução A constipação intestinal é um problema freqüente na população pediátrica que causa

Leia mais

1.4 Metodologias analíticas para isolamento e identificação de micro-organismos em alimentos

1.4 Metodologias analíticas para isolamento e identificação de micro-organismos em alimentos Áreas para Submissão de Resumos (1) Microbiologia de Alimentos Trabalhos relacionados com micro-organismos associados aos alimentos: crescimento, identificação, biossíntese, controle, interação com o hospedeiro,

Leia mais

Eres Pó, 9.1mg/g Pó Hidrossolúvel Oral.

Eres Pó, 9.1mg/g Pó Hidrossolúvel Oral. 1. NOME DO MEDICAMENTO VETERINÁRIO Eres Pó, 9.1mg/g Pó Hidrossolúvel Oral. 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Cada g contém: Substância Activa: Bromexina (Cloridrato) 9.1 mg Para lista completa de

Leia mais

PNEUMONIA ASSOCIADA À VENTILAÇÃO MECÂNICA PAV IMPORTÂNCIA, PREVENÇÃO CRITÉRIOS DIAGNÓSTICOS E NOTIFICAÇÃO

PNEUMONIA ASSOCIADA À VENTILAÇÃO MECÂNICA PAV IMPORTÂNCIA, PREVENÇÃO CRITÉRIOS DIAGNÓSTICOS E NOTIFICAÇÃO PNEUMONIA ASSOCIADA À VENTILAÇÃO MECÂNICA PAV IMPORTÂNCIA, PREVENÇÃO CRITÉRIOS DIAGNÓSTICOS E NOTIFICAÇÃO IRAS PAINEL GERAL O risco de um passageiro morrer numa viagem aérea é de cerca de um em dez milhões

Leia mais

Doença de Crohn. Grupo: Bruno Melo Eduarda Melo Jéssica Roberta Juliana Jordão Luan França Luiz Bonner Pedro Henrique

Doença de Crohn. Grupo: Bruno Melo Eduarda Melo Jéssica Roberta Juliana Jordão Luan França Luiz Bonner Pedro Henrique Doença de Crohn Grupo: Bruno Melo Eduarda Melo Jéssica Roberta Juliana Jordão Luan França Luiz Bonner Pedro Henrique A doença de Crohn (DC) é considerada doença inflamatória intestinal (DII) sem etiopatogenia

Leia mais

PESQUISA CLÍNICA (PESQUISA EM SERES HUMANOS) CNS/Res 196/1996

PESQUISA CLÍNICA (PESQUISA EM SERES HUMANOS) CNS/Res 196/1996 PESQUISA CLÍNICA (PESQUISA EM SERES HUMANOS) CNS/Res 196/1996 Pesquisa que, individual ou coletivamente, envolva o ser humano, de forma direta ou indireta, em sua totalidade ou parte dele, incluindo o

Leia mais

Por volta de dois a três anos de idade, as cefaléias atingem 4,3% das crianças, aumentando progressivamente até o início da vida escolar (11).

Por volta de dois a três anos de idade, as cefaléias atingem 4,3% das crianças, aumentando progressivamente até o início da vida escolar (11). Migrânea Pediátrica Tratamento agudo e profilático na pediatria Opções disponíveis na manipulação Doutor O objetivo deste informe científico é apresentar as vantagens das opções disponíveis na manipulação

Leia mais

Descrição/ especificação técnica: Pó branco ou praticamente branco, inodoro, contendo de 98% a 102% de atenolol em base anidra.

Descrição/ especificação técnica: Pó branco ou praticamente branco, inodoro, contendo de 98% a 102% de atenolol em base anidra. Material Técnico Identificação Fórmula Molecular: C 14 H 22 N 2 O 3 Peso molecular: 266.34 DCB/ DCI: 00911 - atenolol CAS: 29122-68-7 INCI: Não aplicável Sinonímia: 2-{p-[2-Hydroxy-3-(isopropylamino)propoxy]phenyl}acetamide

Leia mais

É um termo usado nas águas que, após utilização humana, apresentam as suas características naturais elevadas.

É um termo usado nas águas que, após utilização humana, apresentam as suas características naturais elevadas. ESGOTO É um termo usado nas águas que, após utilização humana, apresentam as suas características naturais elevadas. Conforme o uso predominante: Comercial Industrial Doméstico No Brasil são produzidos

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO TRATAMENTO NUTRICIONAL NAS DOENÇAS INFLAMATÓRIAS INTESTINAIS.

A IMPORTÂNCIA DO TRATAMENTO NUTRICIONAL NAS DOENÇAS INFLAMATÓRIAS INTESTINAIS. A IMPORTÂNCIA DO TRATAMENTO NUTRICIONAL NAS DOENÇAS INFLAMATÓRIAS INTESTINAIS. Luciana Rodaika Martins Silva 1 Daniela de Stefani Marquez 2 Mariana Veloso Moreira 3 Valdirene da Silva Elias Esper 4 RESUMO

Leia mais

Atualização em Terapêutica Dermatológica Tripla combinação no tratamento de verrugas

Atualização em Terapêutica Dermatológica Tripla combinação no tratamento de verrugas Atualização em Terapêutica Dermatológica 1 Tripla combinação no tratamento de verrugas Terapia tópica apresenta superioridade à crioterapia no tratamento de verrugas plantares 1,2. Pacientes (%) Estudos

Leia mais

Efeito da Tecnologia do Consórcio Probiótico (TCP) na eficiência de alimentação e metabólitos séricos em frangos com a Suplementação Bokashi

Efeito da Tecnologia do Consórcio Probiótico (TCP) na eficiência de alimentação e metabólitos séricos em frangos com a Suplementação Bokashi Efeito da Tecnologia do Consórcio Probiótico (TCP) na eficiência de alimentação e metabólitos séricos em frangos com a Suplementação Bokashi Sumário Os objetivos deste estudo foram testar a eficiência

Leia mais

BIOEXPECTO. Mikania glomerata

BIOEXPECTO. Mikania glomerata Bioexpecto BIOEXPECTO Mikania glomerata Leia com atenção antes de usar o produto. AGITE ANTES DE USAR FITOTERÁPICO NOME CIENTÍFICO: Mikania glomerata Sprengel NOME DA FAMÍLIA: Asteraceae NOME POPULAR:

Leia mais

Anexo III. Alterações nas secções relevantes do resumo das caraterísticas do medicamento e do folheto informativo

Anexo III. Alterações nas secções relevantes do resumo das caraterísticas do medicamento e do folheto informativo Anexo III Alterações nas secções relevantes do resumo das caraterísticas do medicamento e do folheto informativo Nota: As alterações ao Resumo das Características do Medicamento e ao Folheto Informativo

Leia mais

racecadotrila Biosintética Farmacêutica Ltda. Cápsula Dura 100 mg

racecadotrila Biosintética Farmacêutica Ltda. Cápsula Dura 100 mg racecadotrila Biosintética Farmacêutica Ltda. Cápsula Dura 100 mg BULA PARA PACIENTE Bula de acordo com a Resolução-RDC nº 47/2009 I- IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO racecadotrila Medicamento genérico Lei

Leia mais

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO Página 1 de 14 1. NOME DO MEDICAMENTO VETERINÁRIO Porcilis Glässer, suspensão injetável para suínos. 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Por dose de 2 ml:

Leia mais

208,3% 315,8% 254,2% 169,5% FÓLICO. 0,3 mg % IDR = Porcentagem em relação à Ingestão Diária Recomendada

208,3% 315,8% 254,2% 169,5% FÓLICO. 0,3 mg % IDR = Porcentagem em relação à Ingestão Diária Recomendada AFOLIC INFANTIL ácido fólico FORMA FARMACÊUTICA Solução Oral gotas APRESENTAÇÕES Linha Hospitalar: Caixa contendo 100 frascos plástico âmbar com 30mL + contagotas. USO ORAL USO PEDIÁTRICO COMPOSIÇÃO: Cada

Leia mais

Suplementação oral de zinco no tratamento de crianças com diarreia aguda e persistente

Suplementação oral de zinco no tratamento de crianças com diarreia aguda e persistente Suplementação oral de zinco no tratamento de crianças com diarreia aguda e persistente Dr. Ricardo C. Barbuti CRM-SP 66.103 Médico-assistente doutor do Departamento de Gastroenterologia do Hospital das

Leia mais

PREVINA-SE CONTRA FEBRE TIFÓIDE

PREVINA-SE CONTRA FEBRE TIFÓIDE PREVINA-SE CONTRA FEBRE TIFÓIDE DOENÇA A Febre Tifóide é uma doença bacteriana aguda, causada pela Salmonella typhi e está relacionada a baixos níveis sócioeconômicos, de saneamento básico, higiene pessoal

Leia mais

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO Página 1 de 5 1. NOME DO MEDICAMENTO VETERINÁRIO PORCILIS APP, suspensão injetável para suínos 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Cada dose de 2 ml contém:

Leia mais

ATUALIZAÇÃO NO DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO DAS DIARRÉIAS AGUDAS

ATUALIZAÇÃO NO DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO DAS DIARRÉIAS AGUDAS ATUALIZAÇÃO NO DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO DAS DIARRÉIAS AGUDAS Aderbal Sabra MD. PhD. Cientista Visitante e Staff Senior ICISI Georgetown University USA Professor de Pediatria, Gastroenterologia e Alergia

Leia mais

Patogêneses virais II. Profa Dra Mônica Santos de Freitas

Patogêneses virais II. Profa Dra Mônica Santos de Freitas Patogêneses virais II Profa Dra Mônica Santos de Freitas 09.11.2011 1 Determinante da patogênese Interação com o tecido alvo; Acesso ao tecido alvo; Presença de receptores; Estabilidade das partículas

Leia mais

Lactium. Aminoácido nutracêutico do leite com múltiplos benefícios na ansiedade, estresse e distúrbios do sono 1,2,3.

Lactium. Aminoácido nutracêutico do leite com múltiplos benefícios na ansiedade, estresse e distúrbios do sono 1,2,3. Atualização em Nutracêuticos 1 Lactium Aminoácido nutracêutico do leite com múltiplos benefícios na ansiedade, estresse e distúrbios do sono 1,2,3. O Lactium é eficaz no tratamento da ansiedade, apresentando

Leia mais

Infecções causadas por microrganismos multi-resistentes: medidas de prevenção e controle.

Infecções causadas por microrganismos multi-resistentes: medidas de prevenção e controle. INFORME TÉCNICO XXXVII Outubro 2010 Infecções causadas por microrganismos multi-resistentes: medidas de prevenção e controle. Definição de microorganismos multi-resistentes: São microrganismos resistentes

Leia mais

Citrus aurantium Efeito termogênico equivalente ao da efedrina Obesidade(8) Fitoterapia no tratamento da obesidade:

Citrus aurantium Efeito termogênico equivalente ao da efedrina     Obesidade(8) Fitoterapia no tratamento da obesidade: Citrus aurantium Efeito termogênico equivalente ao da efedrina Doutor, O objetivo desse informe científico é apresentar o estudo que avaliou o efeito termogênico do Citrus aurantium como equivalente ao

Leia mais

APRESENTAÇÃO Suspensão oral (75 mg/ml) em frasco gotejador contendo 15 ml.

APRESENTAÇÃO Suspensão oral (75 mg/ml) em frasco gotejador contendo 15 ml. IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Mylicon simeticona Gotas APRESENTAÇÃO Suspensão oral (75 mg/ml) em frasco gotejador contendo 15 ml. USO ORAL USO ADULTO E PEDIÁTRICO COMPOSIÇÃO Cada ml (11 a 12 gotas) contém

Leia mais

USO RACIONAL DE ANTIBIÓTICOS EM GERMES MULTIRRESISTENTES

USO RACIONAL DE ANTIBIÓTICOS EM GERMES MULTIRRESISTENTES USO RACIONAL DE ANTIBIÓTICOS EM GERMES MULTIRRESISTENTES Francisco Eugênio Deusdará de Alexandria Infectologista e Mestre em Genética e Toxicologia Aplicada 14/04/2015 13:19 1 O QUE É USO RACIONAL DE ANTIBIÓTICOS?

Leia mais

BULA. Mylicon. Gotas IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO. Suspensão oral: Frascos gotejadores contendo 15 ml. USO ORAL

BULA. Mylicon. Gotas IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO. Suspensão oral: Frascos gotejadores contendo 15 ml. USO ORAL BULA Mylicon Gotas simeticona IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO APRESENTAÇÕES Suspensão oral: Frascos gotejadores contendo 15 ml. USO ADULTO E PEDIÁTRICO USO ORAL COMPOSIÇÃO Cada ml (11 a 12 gotas) contém 75

Leia mais

APROVADO EM 06-05-2004 INFARMED

APROVADO EM 06-05-2004 INFARMED RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO APROVADO EM 1 DENOMINAÇÃO DO MEDICAMENTO Q10 Forte, 30mg, cápsula 2 COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Uma cápsula de Q10 Forte contém 30mg de ubidecarenona

Leia mais

O que há de novo no tratamento da Fibrose Cística?

O que há de novo no tratamento da Fibrose Cística? O que há de novo no tratamento da Fibrose Cística? Dra. Fabíola Villac Adde Unidade de Pneumologia Instituto da Criança Hospital das Clínicas FMUSP APAM 21/03/15 Alteração genética Produção de proteína

Leia mais

PROTOCOLOS E NORMAS TÉCNICAS ESTADUAIS Relação de Medicamentos

PROTOCOLOS E NORMAS TÉCNICAS ESTADUAIS Relação de Medicamentos PROTOCOLOS E NORMAS TÉCNICAS ESTADUAIS Relação de Medicamentos (Atualizado em 15/02/2016) Ácido Folínico 15mg - comprimido Situações Clínicas Tratadas: Toxoplasmose em Gestantes (B36) Ácido ursodesoxicólico

Leia mais

EUPHON. Pastilhas. 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Erísimo (extracto seco aquoso)...10,000 mg Excipientes, ver 6.1

EUPHON. Pastilhas. 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Erísimo (extracto seco aquoso)...10,000 mg Excipientes, ver 6.1 EUPHON Pastilhas RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. DENOMINAÇÃO DO MEDICAMENTO EUPHON, pastilhas EUPHON pastilhas sem açúcar 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Erísimo (extracto seco aquoso)...10,000

Leia mais

Pfizer Supositório de Glicerina glicerol

Pfizer Supositório de Glicerina glicerol Pfizer Supositório de Glicerina glicerol PARTE I IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO Nome: Pfizer Supositório de Glicerina Nome genérico: glicerol Formas farmacêuticas e apresentações: Pfizer Supositório de Glicerina

Leia mais

CONCENTRAÇÃO DE PRINCÍPIO ATIVO O Extrato seco está padronizado em 0,075 cumarina. Cada ml do xarope contém 0,02625 mg de cumarina.

CONCENTRAÇÃO DE PRINCÍPIO ATIVO O Extrato seco está padronizado em 0,075 cumarina. Cada ml do xarope contém 0,02625 mg de cumarina. XAROPE DE GUACO NATULAB Espécie vegetal: Mikania glomerata Nome popular: Guaco Família: Asteraceae Parte utilizada: folhas FORMA FARMACÊUTICA Xarope APRESENTAÇÃO XAROPE DE GUACO NATULAB 35 mg/ml (equivalente

Leia mais

Esomeprazol em Crianças Eficácia e segurança no tratamento da esofagite erosiva em crianças.

Esomeprazol em Crianças Eficácia e segurança no tratamento da esofagite erosiva em crianças. Atualização em: Esomeprazol em Crianças Eficácia e segurança no tratamento da esofagite erosiva em crianças. Esomeprazol em Crianças Eficácia e segurança no tratamento da esofagite erosiva em crianças.

Leia mais

12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS ALERGISTA. Com relação à corticoterapia sistêmica na dermatite atópica grave, assinale a resposta CORRETA:

12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS ALERGISTA. Com relação à corticoterapia sistêmica na dermatite atópica grave, assinale a resposta CORRETA: 12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS ALERGISTA QUESTÃO 21 Com relação à corticoterapia sistêmica na dermatite atópica grave, assinale a resposta CORRETA: a) não há estudos sistematizados que avaliem a

Leia mais

DILTIN picossulfato de sódio

DILTIN picossulfato de sódio DILTIN picossulfato de sódio SOLUÇÃO ORAL 7,5 MG/ML I- IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO DILTIN picossulfato de sódio Solução oral APRESENTAÇÕES Solução oral com 7,5mg/mL: frasco conta-gotas com 20 ml. USO

Leia mais

Rehidrat 50. Bula para paciente. Pó para solução. Sabor laranja - 48,93 mg/g + 64,30 mg/g + 57,50 mg/g + 791,55 mg/g

Rehidrat 50. Bula para paciente. Pó para solução. Sabor laranja - 48,93 mg/g + 64,30 mg/g + 57,50 mg/g + 791,55 mg/g Rehidrat 50 Bula para paciente Pó para solução Sabor laranja - 48,93 mg/g + 64,30 mg/g + 57,50 mg/g + 791,55 mg/g Sabor natural - 50,84 mg/g + 66,82 mg/g + 59,77 mg/g + 822,64 mg/g REHIDRAT 50 cloreto

Leia mais

Aesculus hippocastanum L.

Aesculus hippocastanum L. CASTANHA DA INDIA ZURITA Aesculus hippocastanum L. MEDICAMENTO FITOTERÁPICO Nomenclatura botânica oficial: Aesculus hippocastanum L. Nomenclatura popular: Castanha da Índia Família: Hippocastanaceae Parte

Leia mais

vacina rotavírus humano/bovino G1, G2, G3, G4 e P1A[8] (atenuada)

vacina rotavírus humano/bovino G1, G2, G3, G4 e P1A[8] (atenuada) vacina rotavírus humano/bovino G1, G2, G3, G4 e P1A[8] (atenuada) Merck Sharp & Dohme Farmacêutica Ltda. Solução oral Cada dose de 2 ml contém os seguintes rearranjos de rotavírus humano/bovino: G1, G2,

Leia mais

CRONOPLEX. Instituto Terapêutico Delta Ltda Solução Oral 7,5 MG/ML

CRONOPLEX. Instituto Terapêutico Delta Ltda Solução Oral 7,5 MG/ML CRONOPLEX Instituto Terapêutico Delta Ltda Solução Oral 7,5 MG/ML Cronoplex picossulfato de sódio FORMA FARMACÊUTICA, VIA DE ADMINISTRAÇÃO E APRESENTAÇÃO Solução oral 7,5 mg/ml: embalagem contendo um frasco

Leia mais

FLORATIL (Saccharomyces boulardii) Merck S/A Cápsulas 100 & 200 mg

FLORATIL (Saccharomyces boulardii) Merck S/A Cápsulas 100 & 200 mg FLORATIL (Saccharomyces boulardii) Merck S/A Cápsulas 100 & 200 mg APRESENTAÇÕES Cápsulas de gelatina. Floratil 100 mg - Embalagem contendo 12 cápsulas. Floratil 200 mg - Embalagem contendo 6 cápsulas.

Leia mais

ESPECÍFICO DE ENFERMAGEM PROF. CARLOS ALBERTO

ESPECÍFICO DE ENFERMAGEM PROF. CARLOS ALBERTO ESPECÍFICO DE ENFERMAGEM PROF. CARLOS ALBERTO CONCURSO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ESPECÍFICO DE ENFERMAGEM TEMA 11 PROGRAMA NACIONAL DE IMUNIZAÇÃO DESENVOLVIMENTO DE VACINAS O que faz uma vacina? Estimula

Leia mais