FORUM SUAPE GLOBAL Workshop Externo 20/11/12

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FORUM SUAPE GLOBAL Workshop Externo 20/11/12"

Transcrição

1 FORUM SUAPE GLOBAL Workshop Externo 20/11/12

2 FORUM SUAPE GLOBAL Orientação estratégica (metas de longo prazo) FORUM SUAPE GLOBAL Comitê Consultivo Comitê Executivo (Coordenação da Secretaria de Desenvolvimento Econômico - SDEC) Grupos de Trabalho Setoriais DIRETORIA DO FORUM SUAPE GLOBAL Desenvolvimento de RH Desenvolvimento Industrial Infraestrutura e Desenv. do Território Estratégico de Suape Pesquisa, Tecnologia & Inovação Ambiente e Desenvolvimento de Negócios Informação e Comunicação

3 FORUM SUAPE GLOBAL AÇÕES JÁ ENCAMINHADAS

4 CURSO DE ENGENHARIA NAVAL - UFPE

5 ÊNFASE EM TECNOLOGIA DE EQUIPAMENTOS DE PROCESSO EM PETRÓLEO E GÁS NO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA - UFPE

6 ESPECIALIZAÇÃO EM ENGENHARIA DE SOLDAGEM - UPE

7 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CONSTRUÇÃO E MONTAGEM UPE (início em 2013)

8 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENGENHARIA DE PETRÓLEO E GÁS - UNICAP

9 CURSO DE MBA EM DIREITO DO PETRÓLEO E GÁS UNICAP

10 CURSO TÉCNICO EM CONSTRUÇÃO NAVAL - IFPE IPOJUCA

11 CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DE ENGENHARIA DE INSTRUMENTAÇÃO INDUSTRIAL FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU / FIEPE / IBP

12 CURSO TECNÓLOGO EM CONSTRUÇÃO NAVAL FACULDADE METROPOLITANA

13 CURSO TECNÓLOGO EM GESTÃO DA PRODUÇÃO INDUSTRIAL FACULDADE DOS GUARARAPES (REDE LAUREATE)

14 CURSO MBA PETRÓLEO E GÁS FGV / NOVA ROMA

15 PROGRAMA DE CURSOS TÉCNICOS DO IBP / FIEPE

16 REALIZAÇÃO DE 03 ENCONTROS DE NEGÓCIOS PARA FORNECEDORES DA PETROBRAS

17 CRIAÇÃO, PELA PETROBRAS, DE POSTO UM DE ATENDIMENTO FIXO EM PERNAMBUCO PARA OBTENÇÃO DE CRCC

18 IMPLANTAÇÃO DA REDEPETRO PERNAMBUCO

19 PARCERIA IFPE IPOJUCA COM ESTALEIRO ATLÂNTICO SUL DOAÇÃO DE 40 LICENÇAS DO SOFTWARE SHIPCONSTRUCTOR E 50 DO AUTOCAD DOAÇÃO DE R$ 500 MIL EM EQUIPAMENTOS DO EAS PARA O IFPE CRIAÇÃO DO LABORATÓRIO DE DESENHO E CAD NAVAL INTERCÂMBIO ENTRE FUNCIONÁRIOS DO EAS E PROFESSORES DO IFPE

20 PROGRAMA DE FORMAÇÃO DE RH PETROBRAS E UFPE Tecnologia de Equipamentos para atuação no setor de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (63 bolsas) Tecnologia de Construção Naval (87 bolsas)

21 PROGRAMA DE FORMAÇÃO DE RH PETROBRAS E IFPE (nível técnico) para atuação no setor de Petróleo, Gás, Energia e Biocombustíveis

22 NOVAS CONSTRUÇÕES

23 CONSTRUÇÃO DO CEERMA - UFPE Centro de Estudo e Ensaio em Risco e Modelagem Ambiental (em funcionamento)

24 LITPEG (Laboratório Integrado em Tecnologia de Petróleo, Gás e Biocombustíveis) da UFPE (integrar o Centro de Tecnologia e Geociência com a indústria) (em fase de projeto)

25 ESCOLA TÉCNICA TÊXTIL SENAI IPOJUCA (apoio PQS) (em fase de construção)

26 ESCOLA TÉCNICA NAVAL DO IFPE IPOJUCA (em fase de projeto)

27 NOVO CAMPUS DA UFRPE NO CABO DE SANTO AGOSTINHO (em fase de projeto)

28 IMPLANTAÇÃO DE NOVOS PROGRAMAS DENTRO DO FORUM SUAPE GLOBAL

29 IMPLANTAÇÃO DE PROGRAMA DE PALESTRAS TÉCNICAS MENSAIS DO FORUM SUAPE GLOBAL Novembro/12: A Indústria do Petróleo e a Petrobras

30 IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA DE ATRAÇÃO DE EMPRESAS ATRAVÉS DA FORIND (REED EXHIBITIONS)

31 IMPLANTAÇÃO DE FERRAMENTA DE COMUNICAÇÃO INTERNA NO FORUM SUAPE GLOBAL

32 APRESENTAÇÕES MENSAIS EM SUAPE

33 WORKSHOP INTERNO FORUM SUAPE GLOBAL

34 FEIRAS, MISSÕES E VISITAS TÉCNICAS

35 MISSÃO A TORONTO CANADÁ 2010 Workshop na Câmara de Comércio Brasil-Canadá

36 MISSÃO A CALGARY CANADÁ 2010 Workshop no Calgary Petroleum Club

37 MISSÃO A VANCOUVER CANADÁ 2010 Workshop no Conselho Canadense para as Américas

38 MISSÃO A HOUSTON USA 2010 Workshop na Associação de Fornecedores de Engenharia de Tubulações

39 MISSÃO A VIGO ESPANHA 2010 Participação na feira Navalia

40 RIO OIL & GAS

41 RIO OIL & GAS

42 RIO OIL & GAS

43 FORUM DE TUBULAÇÕES E VASOS DE PRESSÃO RECIFE, PE

44 INTERMODAL 2011 SÃO PAULO, SP

45 NITERÓI FENASHORE 2011 RIO DE JANEIRO

46 OTC - HOUSTON, EUA 2011

47 OTC - HOUSTON, EUA

48 NORSHIPPING NORUEGA

49 NEW CASTLE, INGLATERRA

50 BRAZIL OFFSHORE MACAÉ, RJ

51 MISSÃO À ESPANHA

52 MISSÃO À ITÁLIA

53 COTEQ PORTO DE GALINHAS, PE

54 DUNKERQUE, FRANÇA

55 NAVALSHORE - RIO DE JANEIRO

56 EVENTO AHK SÃO PAULO Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha

57 CONGRESSO ABM Belo Horizonte, MG (Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração)

58 MISSÃO PE AO RS

59 APRESENTAÇÃO NA ABIFA - SÃO PAULO (Associação Brasileira de Fundição)

60 INTERMODAL SÃO PAULO

61 INTERMODAL SÃO PAULO

62 OTC - HOUSTON, USA

63 OTC - HOUSTON, USA

64 BRATECC OFFSHORE 2012 HOUSTON, USA

65 EVENTO APEX 2012 HOUSTON/USA

66 APRESENTAÇÃO PETROBRASIL EM PE

67 EVENTO MECÂNICA INTERNACIONAL SP

68 MARITIME WEEK AMERICAS PANAMÁ

69 APRESENTAÇÃO ABIMAQ Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos

70 NAVALSHORE 2012 RIO DE JANEIRO

71 MISSÃO À FINLÂNDIA Apresentação na OSKE Maritime Cluster

72 RIO OIL & GAS

73 RIO OIL & GAS

74 RIO OIL & GAS

75 RIO OIL & GAS

76 PRINCIPAIS RESULTADOS OBTIDOS

77 INAUGURAÇÃO DO CONSULADO BRITÂNICO DO NORDESTE

78 ENTRADA DE PERNAMBUCO NA ONIP (ORGANIZAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA DE PETRÓLEO, GÁS E BIOCOMBUSTÍVEIS)

79 INSERÇÃO DE PERNAMBUCO NO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DE FORNECEDORES DA ONIP

80 INAUGURAÇÃO DA CÂMARA DE COMÉRCIO E INDÚSTRIA BRASIL-ALEMANHA (AHK) REGIONAL NORDESTE

81 COOPERAÇÕES INTERNACIONAIS GOVERNO DE ILLINOIS

82 PROGRAMA DE INTERCÂMBIO DE ESTUDANTES (UFPE) FINLÂNDIA

83 PROGRAMA DE INTERCÂMBIO DE ESTUDANTES (UFPE) JAPÃO

84 SIMPÓSIO SOBRE O NOVO MARCO REGULATÓRIO DA INDÚSTRIA PETROLÍFERA NACIONAL - UNICAP

85 EVENTO INTERNACIONAL AS TENDÊNCIAS DA CERTIFICAÇÃO COM CHAIRMAN DA ISO PARA AS EMPRESAS DE SUAPE

86 ATRAÇÃO DE NOVAS EMPRESAS

87 ATRAÇÃO DE NOVAS EMPRESAS FIBERGLASS SUAPE (IPOJUCA)

88 ATRAÇÃO DE NOVAS EMPRESAS JARAGUÁ SUAPE (IPOJUCA)

89 ATRAÇÃO DE NOVAS EMPRESAS MAXEN - ESCADA

90 ATRAÇÃO DE NOVAS EMPRESAS MKS - SIRINHAÉM

91 ATRAÇÃO DE NOVAS EMPRESAS AGUILAR Y SALAS SUAPE (IPOJUCA)

92 ATRAÇÃO DE NOVAS EMPRESAS NORSHIP CABO DE SANTO AGOSTINHO

93 FORUM SUAPE GLOBAL Workshop Externo 20/11/12

Ações IFPE Área Naval

Ações IFPE Área Naval Ações IFPE Área Naval PROF. ENIO CAMILO DE LIMA DIRETOR GERAL DO CAMPUS IPOJUCA CURSO TÉCNICO EM CONSTRUÇÃO VISITA AO ARSENAL DA MARINHA, ESCOLA TÉCNICA NAVAL DA MARINHA E FEMAR NO RIO DE JANEIRO MARCO

Leia mais

A estrutura da Indústria do Rio Grande do Sul para o segmento de Petróleo, Gás, Naval e Offshore

A estrutura da Indústria do Rio Grande do Sul para o segmento de Petróleo, Gás, Naval e Offshore A estrutura da Indústria do Rio Grande do Sul para o segmento de Petróleo, Gás, Naval e Offshore Comitê de Competitividade em Petróleo, Gás, Naval e Offshore CCPGE 28 de maio de 2014 Atuação FIERGS CCPGE

Leia mais

1. Informações Institucionais

1. Informações Institucionais 1. Informações Institucionais Nossa Empresa Líder mundial em eventos de negócios e consumo, a Reed Exhibitions atua na criação de contatos, conteúdo e comunidades com o poder de transformar negócios Números

Leia mais

Instituto Nacional de Tecnologia em União e Revestimento de Materiais

Instituto Nacional de Tecnologia em União e Revestimento de Materiais Instituto Nacional de Tecnologia em União e Revestimento de Materiais Apoio Institucional Apoio Financeiro Nossos Desafios 2011 Cadeia Produtiva Complexa Setores Industriais Construção e Engenharia Aero-espacial

Leia mais

O potencial do Rio Grande do Sul na indústria de Petróleo, Gás, Naval e Offshore. Comitê de Competitividade em Petróleo, Gás, Naval e Offshore

O potencial do Rio Grande do Sul na indústria de Petróleo, Gás, Naval e Offshore. Comitê de Competitividade em Petróleo, Gás, Naval e Offshore O potencial do Rio Grande do Sul na indústria de Petróleo, Gás, Naval e Offshore Comitê de Competitividade em Petróleo, Gás, Naval e Offshore Porto Alegre, 27 de julho de 2011 Panorama Brasileiro Novo

Leia mais

APLs como Estratégia de Desenvolvimento: Inovação e conhecimento. CNI e o Projeto de APLs Petróleo e Gás

APLs como Estratégia de Desenvolvimento: Inovação e conhecimento. CNI e o Projeto de APLs Petróleo e Gás APLs como Estratégia de Desenvolvimento: Inovação e conhecimento CNI e o Projeto de APLs Petróleo e Gás Dezembro 2013 Tópicos Cenário P&G Rede de Núcleos de P&G - CNI e Federações Desenvolvimento de APLs

Leia mais

UNI VERSI DADE DE PERNAMBUCO PEDRO DE ALCÂNTARA NETO

UNI VERSI DADE DE PERNAMBUCO PEDRO DE ALCÂNTARA NETO UNI VERSI DADE DE PERNAMBUCO PEDRO DE ALCÂNTARA NETO OBJETIVOS OBJETIVO GERAL Os cursos de Pós-Graduação Lato Sensu em Engenharia Naval e Offshore na UPE desenvolvem a capacidade para planejar, desenvolver

Leia mais

Realização. Secretaria Executiva

Realização. Secretaria Executiva Realização Secretaria Executiva Abendi Associação Brasileira de Ensaios Não Destrutivos e Inspeção Av. Onze de Junho, 1317 Vila Clementino São Paulo SP Tel: (11) 5586-3172 coteq@abendi.org.br A COTEQ A

Leia mais

Agenda Internacional 2009

Agenda Internacional 2009 Agenda Internacional 2009 CNI: estratégia institucional Visão Estratégica Mapa Estratégico Uma visão sobre o futuro do país e da indústria (2007-2015) Identifica prioridades estratégicas Participação de

Leia mais

Sempre focado no crescimento e inovação

Sempre focado no crescimento e inovação A Mettalica Fundação: 1999 Sede: Mauá - São Paulo Brasileira Numero de Colaboradores: 70 Sorocaba SP Nova Unidade Mauá SP Sede atual Joinville SC Doppio Consultoria Depto Comercial Segmentos HIDROELÉTRICA

Leia mais

Fórum Regional do Prominp

Fórum Regional do Prominp Fórum Regional do Prominp PE-04.Estruturação do Centro de Excelência em MANUTENÇÃO INDUSTRIAL Prof. Francisco Ilo Bezerra Cardozo, MSc Abril - 2006 PE-04:Centro de Excelência em Manutenção Industrial Centro

Leia mais

Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia

Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia Pós-Graduação Stricto Sensu Pós-Graduação Lato Sensu Extensão Graduação Diagnósticos Tecnológicos Soluções de Problemas Empresariais

Leia mais

VI FIPEN CONVÊNIO PETROBRAS SEBRAE

VI FIPEN CONVÊNIO PETROBRAS SEBRAE VI FIPEN CONVÊNIO PETROBRAS SEBRAE PETROBRAS - REGAP Contagem 19 de outubro de 2011 Iniciativas de Qualificação - PROMINP PROMINP O PROMINP (Programa de Mobilização da Indústria Nacional do Petróleo e

Leia mais

PERNAMBUCO SECRETARIA EXECUTIVA DE ARTICULAÇÃO INTERNACIONAL

PERNAMBUCO SECRETARIA EXECUTIVA DE ARTICULAÇÃO INTERNACIONAL PERNAMBUCO SECRETARIA EXECUTIVA DE ARTICULAÇÃO INTERNACIONAL Localização Estratégica Localização Estratégica 350 km 4 capitais de estado 3 aeroportos internacionais 2 aeroportos regionais 4 portos internacionais

Leia mais

Workshop Sistema Indústria Núcleos de Petróleo e Gás nos Estados

Workshop Sistema Indústria Núcleos de Petróleo e Gás nos Estados Workshop Sistema Indústria Núcleos de Petróleo e Gás nos Estados Maurício Reis Santos AIB/DECAPEG Área de Insumos Básicos Departamento da Cadeia Produtiva de Petróleo e Gás DEMANDA POR PETRÓLEO: aumento

Leia mais

Ata da 2ª Reunião do Comitê de Petróleo e Gás do Sistema FIESC

Ata da 2ª Reunião do Comitê de Petróleo e Gás do Sistema FIESC Ata da 2ª Reunião do Comitê de Petróleo e Gás do Sistema FIESC Data: 18/04/2013 Horário: 14 às 17h30 Local: Sede do Sistema FIESC Objetivo do Comitê de Petróleo e Gás do Sistema FIESC: Incrementar e Promover

Leia mais

Desenvolvimento de Fornecedores para o Setor Petróleo e Gás

Desenvolvimento de Fornecedores para o Setor Petróleo e Gás Desenvolvimento de Fornecedores para o Setor Petróleo e Gás Santos Offshore Alfredo Renault Santos, 10 de abril de 2014. Sumário I PERSPECTIVAS E INVESTIMENTOS DO SETOR II A CADEIA DE FORNECEDORES III

Leia mais

Indústria Oceânica (offshore) do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, Agosto de 2011 Rev. 6

Indústria Oceânica (offshore) do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, Agosto de 2011 Rev. 6 Indústria Oceânica (offshore) do Rio Grande do Sul Porto Alegre, Agosto de 2011 Rev. 6 Panorama Ciclo econômico do Pré-Sal Prioridade de Governo Sustentabilidade socioeconômica e ambiental Indústria offshore

Leia mais

ÍNDICE. Sumário. Apoios. Media Partners. Dados Gerais. Conferência. Expositores. Visitantes. Campanha de Marketing. Mídia Espontânea.

ÍNDICE. Sumário. Apoios. Media Partners. Dados Gerais. Conferência. Expositores. Visitantes. Campanha de Marketing. Mídia Espontânea. ÍNDICE Sumário Apoios Media Partners Dados Gerais Conferência Expositores Visitantes Campanha de Marketing Mídia Espontânea Imagens 2 Sumário O Evento A 7ª Edição da BRASIL OFFSHORE - Feira e Conferência

Leia mais

Apoio para fornecedores do setor de Petróleo & Gás em São Paulo

Apoio para fornecedores do setor de Petróleo & Gás em São Paulo Apoio para fornecedores do setor de Petróleo & Gás em São Paulo Ubirajara Sampaio de Campos Subsecretário de Petróleo e Gás Secretaria de Energia do Estado de São Paulo Santos Offshore 09 Abril 2014 Indústria

Leia mais

Agentes Governamentais. Indústria Nacional. Operadoras de P&G

Agentes Governamentais. Indústria Nacional. Operadoras de P&G Agentes Governamentais Indústria Nacional Operadoras de P&G Missão Promover a maximização dos benefícios decorrentes da expansão da indústria petrolífera para toda a sociedade brasileira Estimular novos

Leia mais

Inovação Tecnológica e Transferência de Tecnologia SENAI-BA / CIMATEC

Inovação Tecnológica e Transferência de Tecnologia SENAI-BA / CIMATEC Núcleo de Inovação Tecnológica - NIT Inovação Tecnológica e Transferência de Tecnologia SENAI-BA / CIMATEC Profª. Maria do Carmo Oliveira Ribeiro, MSc. Coord. Núcleo de Inovação Tecnológica NIT SENAI-BA

Leia mais

Ações IFPE Área Metal Mecânica

Ações IFPE Área Metal Mecânica Ações IFPE Área Metal Mecânica PROF. ENIO CAMILO DE LIMA VICE REITOR E DIRETOR GERAL DO CAMPUIS IPOJUCA MODALIDADE DE CURSOS OFERECIDOS Ensino Técnico Integrado ao Ensino Médio Ensino Técnico Subsequente

Leia mais

Tabelas anexas Capítulo 7

Tabelas anexas Capítulo 7 Tabelas anexas Capítulo 7 Tabela anexa 7.1 Indicadores selecionados de inovação tecnológica, segundo setores das indústrias extrativa e de transformação e setores de serviços selecionados e Estado de São

Leia mais

H T A HTA HIGH TECHNOLOGY AERONAUTICS POTENCIAL DE CRESCIMENTO DO SETOR DE AEROPARTES - UMA VISÃO -

H T A HTA HIGH TECHNOLOGY AERONAUTICS POTENCIAL DE CRESCIMENTO DO SETOR DE AEROPARTES - UMA VISÃO - HTA HIGH TECHNOLOGY AERONAUTICS POTENCIAL DE CRESCIMENTO DO SETOR DE AEROPARTES - UMA VISÃO - H T A HTA HIGH TECHNOLOGY AERONAUTICS POTENCIAL DE CRESCIMENTO DO SETOR DE AEROPARTES - UMA VISÃO - O que mais

Leia mais

Polo Produtivo 2 de Julho

Polo Produtivo 2 de Julho Polo Produtivo 2 de Julho Cadeia de Óleo & Gás offshore, onshore e Indústria Naval Recôncavo - Bahia Apoio: OBJETIVO Implantação de um complexo Industrial para atender a crescente demanda da Indústria

Leia mais

O desenvolvimento da indústria fornecedora de bens e serviços para petróleo e gás no Brasil e o BNDES

O desenvolvimento da indústria fornecedora de bens e serviços para petróleo e gás no Brasil e o BNDES Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social O desenvolvimento da indústria fornecedora de bens e serviços para petróleo e gás no Brasil e o BNDES 20.10.2009 Luciano Coutinho Mensagem Inicial Pré-sal:

Leia mais

Sistema Indústria. 28 Áreas de atuação 730 Unidades de Operação 4 Milhões de matrícula/ano (2014), mais de 57 milhões de alunos capacitados

Sistema Indústria. 28 Áreas de atuação 730 Unidades de Operação 4 Milhões de matrícula/ano (2014), mais de 57 milhões de alunos capacitados Sistema Indústria CNI 27 Federações de Indústrias 1.136 Sindicatos Associados 622.874 Indústrias SENAI SESI IEL 28 Áreas de atuação 730 Unidades de Operação 4 Milhões de matrícula/ano (2014), mais de 57

Leia mais

Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica Painel: A CADEIA PRODUTIVA - desenvolvimento da indústria do petróleo e gás no Brasil e o desenvolvimento da indústria de equipamentos e ferramentas

Leia mais

SENAI. Historia Criado em 1942, para apoiar o lançamento da indústria brasileira. Necessidade de mão-de-obra qualificada.

SENAI. Historia Criado em 1942, para apoiar o lançamento da indústria brasileira. Necessidade de mão-de-obra qualificada. SENAI Missão Promover a educação profissional e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias industriais, contribuindo para elevar a competitividade da indústria brasileira. Historia Criado

Leia mais

Projeto Piloto de Desenvolvimento de Fornecedores da Cadeia de Petróleo, Gás e Naval

Projeto Piloto de Desenvolvimento de Fornecedores da Cadeia de Petróleo, Gás e Naval Projeto Piloto de Desenvolvimento de Fornecedores da Cadeia de Petróleo, Gás e Naval Comitê Nacional Comitê Regional Minas Gerais 1 Sumário Objetivo do projeto... 3 Público Alvo... 3 Funding... 3 Justificativa...

Leia mais

PRODUÇÃO GESSO NO BRASIL de 1999 a 2006 em 10 3 ton. Ano 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006. Gesso 960 1.080 1.240 1.400 1.680 1.920 2.123 2.

PRODUÇÃO GESSO NO BRASIL de 1999 a 2006 em 10 3 ton. Ano 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006. Gesso 960 1.080 1.240 1.400 1.680 1.920 2.123 2. PRODUÇÃO GESSO NO BRASIL de 1999 a 2006 em 10 3 ton. Ano 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 Gesso 960 1.080 1.240 1.400 1.680 1.920 2.123 2.130 Premoldado 396 420 480 590 730 782 928 1.120 Acartonado**

Leia mais

Rio de Janeiro: o melhor lugar para a sua empresa no Brasil

Rio de Janeiro: o melhor lugar para a sua empresa no Brasil Rio de Janeiro: o melhor lugar para a sua empresa no Brasil Thayne Garcia, Assessora-Chefe de Comércio e Investimentos (tgarcia@casacivil.rj.gov.br) Luciana Benamor, Assessora de Comércio e Investimentos

Leia mais

EDITAL 01/2014 - SELEÇÃO DE BOLSISTAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA PARA ATUAÇÃO NO PRH-PB203

EDITAL 01/2014 - SELEÇÃO DE BOLSISTAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA PARA ATUAÇÃO NO PRH-PB203 EDITAL 01/2014 - SELEÇÃO DE BOLSISTAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA PARA ATUAÇÃO NO PRH-PB203 1) Programa de Fomento à Formação de recursos humanos em Tecnologia de Equipamentos para

Leia mais

Programa SENAI de apoio à competitividade da indústria brasileira

Programa SENAI de apoio à competitividade da indústria brasileira Programa SENAI de apoio à competitividade da indústria brasileira Ações MEI Políticas de caráter horizontal (incentivos fiscais, crédito, melhoria de marcos regulatórios); Políticas para setores estratégicos;

Leia mais

RELAÇÃO CLIENTE FORNECEDOR. Paulo Fernando Gomes de Barros Cavalcanti Gerente Geral Gerência de Serviço e Logística da Engenharia

RELAÇÃO CLIENTE FORNECEDOR. Paulo Fernando Gomes de Barros Cavalcanti Gerente Geral Gerência de Serviço e Logística da Engenharia RELAÇÃO CLIENTE FORNECEDOR Paulo Fernando Gomes de Barros Cavalcanti Gerente Geral Gerência de Serviço e Logística da Engenharia Aviso Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros.

Leia mais

O Marco Regulatório do Pré-Sal e a Cadeia Produtiva da Industria: Desafios e Oportunidades

O Marco Regulatório do Pré-Sal e a Cadeia Produtiva da Industria: Desafios e Oportunidades O Marco Regulatório do Pré-Sal e a Cadeia Produtiva da Industria: Desafios e Oportunidades Construção de uma Política Industrial Setorial Eloi Fernández y Fernández Diretor Geral ONIP Brasilia, 3 de outubro

Leia mais

PROJETO IND P&G 6.1 PROMINP. Workshop Desenvolvimento da Cadeia de Fornecedores SP 25/outubro/2011

PROJETO IND P&G 6.1 PROMINP. Workshop Desenvolvimento da Cadeia de Fornecedores SP 25/outubro/2011 PROJETO IND P&G 6.1 PROMINP Workshop Desenvolvimento da Cadeia de Fornecedores SP 25/outubro/2011 AGENDA 1 O SETOR DE PETRÓLEO E GÁS 2 O CONVÊNIO PETROBRAS-SEBRAE 3 GESTÃO E RESULTADOS DOS PROJETOS CENÁRIO

Leia mais

Ciclo de. Presidente Maria das Graças as Silva Foster. Coletiva de Imprensa. Rio de Janeiro, 05 de Março de 2012

Ciclo de. Presidente Maria das Graças as Silva Foster. Coletiva de Imprensa. Rio de Janeiro, 05 de Março de 2012 Lançamento amento do 6º 6 Ciclo de Qualificação do Prominp Coletiva de Imprensa Presidente Maria das Graças as Silva Foster Rio de Janeiro, 05 de Março de 2012 Política de Conteúdo Local da Petrobras Aprovada

Leia mais

Departamento Nacional do SENAI

Departamento Nacional do SENAI Departamento Nacional do SENAI Rede SENAI Ferramentaria Luiz Eduardo Leão Inovação e Tendências Moldes ABM 0º Encontro da Cadeia de Ferramentas, Moldes e Matrizes São Paulo 09 de agosto de 202 Desafio

Leia mais

Indicadores de Evolução das Pequenas Empresas Pós Capacitação para Fornecimento à CPP&G.

Indicadores de Evolução das Pequenas Empresas Pós Capacitação para Fornecimento à CPP&G. Indicadores de Evolução das Pequenas Empresas Pós Capacitação para Fornecimento à CPP&G. Educação Empreendedora Consultoria Gestão Inovação Resultados 07/08/2014 0800 570 0800 / www.sebrae-rs.com.br Instituições

Leia mais

PROGRAMA PETROBRAS DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS PFRH. Recursos Humanos Universidade Petrobras

PROGRAMA PETROBRAS DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS PFRH. Recursos Humanos Universidade Petrobras PROGRAMA PETROBRAS DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS PFRH Recursos Humanos Universidade Petrobras PROGRAMA PETROBRAS DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS - PFRH Objetivo Ampliar e fortalecer a formação de recursos

Leia mais

Produtos e Serviços para a Construção Naval e a Indústria Offshore

Produtos e Serviços para a Construção Naval e a Indústria Offshore Produtos e Serviços para a Construção Naval e a Indústria Offshore Condições de Financiamento Luiz Marcelo Martins (luizmarcelo@bndes.gov.br) Março 2011 Crescimento Brasileiro e Investimentos Crescimento

Leia mais

Segen F. Estefen Diretor de Tecnologia e Inovação Caminhos para a Inovação Painel Mecanismos de Financiamento Senado Federal, Brasília, 14 de junho

Segen F. Estefen Diretor de Tecnologia e Inovação Caminhos para a Inovação Painel Mecanismos de Financiamento Senado Federal, Brasília, 14 de junho Segen F. Estefen Diretor de Tecnologia e Inovação Caminhos para a Inovação Painel Mecanismos de Financiamento Senado Federal, Brasília, 14 de junho de 2012 UFRJ Ilha da Cidade Universitária Campus da Universidade

Leia mais

SUAPE GLOBAL GT 4 PESQUISA, DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO

SUAPE GLOBAL GT 4 PESQUISA, DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO SUAPE GLOBAL GT 4 PESQUISA, DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO GRUPO DE TRABALHO INTERNO SUAPE GLOBAL - UNICAP Alcivam Paulo de Oliveira (Coordenador de Extensão) Evânia Pincovsky (Coordenadora) Hélio Pereira

Leia mais

Como ter sucesso no matchmaking entre as PMEs brasileiras e britânicas UKTI no Brasil. Richard Turner 28 de agosto de 2014

Como ter sucesso no matchmaking entre as PMEs brasileiras e britânicas UKTI no Brasil. Richard Turner 28 de agosto de 2014 Como ter sucesso no matchmaking entre as PMEs brasileiras e britânicas UKTI no Brasil Richard Turner 28 de agosto de 2014 1 UK Trade & Investment (UKTI) UKTI é uma organização internacional que dá apoio

Leia mais

PETRÓLEO E GÁS: Informações para Empresas Fornecedoras de Bens e Serviços

PETRÓLEO E GÁS: Informações para Empresas Fornecedoras de Bens e Serviços PETRÓLEO E GÁS: Informações para Empresas Fornecedoras de Bens e Serviços Novembro/14 MAPA ESTRATÉGICO DO SEBRAE/RJ 2013-2022 PROMOVER A COMPETITIVIDADE E O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DAS MPE FOMENTAR

Leia mais

Histórico do Programa Brasileiro do Design

Histórico do Programa Brasileiro do Design Histórico do Programa Brasileiro do Design 1995 Lançamento do Programa Brasileiro do Design; Exposição: "O Brasil Mostra sua Marca". 1996 Concurso da Logomarca do PBD; Estudo: "Design para a Competitividade".

Leia mais

PROGRAMAS PARA CONSOLIDAR E EXPANDIR A LIDERANÇA PETRÓLEO, GÁS NATURAL E PETROQUÍMICA

PROGRAMAS PARA CONSOLIDAR E EXPANDIR A LIDERANÇA PETRÓLEO, GÁS NATURAL E PETROQUÍMICA Programas para consolidar e expandir a liderança PROGRAMAS PARA CONSOLIDAR E EXPANDIR A LIDERANÇA PETRÓLEO, GÁS NATURAL E PETROQUÍMICA 1 Petróleo, Gás Natural e Petroquímica Estratégias: liderança mundial

Leia mais

VII Seminário de Combustíveis Salvador, 13 de junho de 2008

VII Seminário de Combustíveis Salvador, 13 de junho de 2008 VII Seminário de Combustíveis Salvador, 13 de junho de 2008 COMPANHIA PETROQUÍMICA DE PERNAMBUCO A PetroquímicaSuape foi criada em 11 de abril de 2006 para produzir ácido tereftálico purificado PTA, com

Leia mais

CONDOMINIO INDUSTRIAL MARITIMO

CONDOMINIO INDUSTRIAL MARITIMO PORTO CENTRAL CONDOMINIO INDUSTRIAL MARITIMO VITORIA, 01/8/2012 Jose Maria Novaes 3-8-2012 Copyright - PORTO CENTRAL - 2012 1 Porto Central Visão Ser um complexo portuário indústrial de águas profundas

Leia mais

PLATEC Plataformas Tecnológicas

PLATEC Plataformas Tecnológicas Programa de Desenvolvimento de Fornecedores para o Setor de Óleo e Gás - MULTIFOR PLATEC Plataformas Tecnológicas Barcos de Apoio Offshore Porto Alegre - RS em 26/03/2013 ONIP - MULTIFOR PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

COOPERAÇÃO PROMINP (Comitê Setorial de Abastecimento) ANDP na PROPOSTA PROJETO PILOTO. Novembro 2010

COOPERAÇÃO PROMINP (Comitê Setorial de Abastecimento) ANDP na PROPOSTA PROJETO PILOTO. Novembro 2010 COOPERAÇÃO PROMINP (Comitê Setorial de Abastecimento) ANDP na PROPOSTA PROJETO PILOTO Novembro 2010 O que éa ANDP A ANDP é uma sociedade civil, com personalidade jurídica de direito privado, sem fins lucrativos,

Leia mais

Maria do Carmo Sobral (1) Professora adjunta do Departamento de Engenharia Civil, UFPE, Engenheira Civil, Mestre

Maria do Carmo Sobral (1) Professora adjunta do Departamento de Engenharia Civil, UFPE, Engenheira Civil, Mestre VI-093 SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA NAS ÁREAS DE MEIO AMBIENTE, QUALIDADE, SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL UMA ABORDAGEM PRÁTICA NA INDÚSTRIA PETROFLEX-CABO/PE Maria do Carmo Sobral (1) Professora adjunta

Leia mais

Terceiro nível Quarto nível Quinto nível

Terceiro nível Quarto nível Quinto nível SEMINÁRIO JURÍDICO-FISCAL E WORKSHOP TÉCNICO DA 4 a RODADA DE LICITAÇÕES DA ANP CAPACIDADE Clique para editar NACIONAL os estilos do texto DA mestre CADEIA Segundo DE nível SUPRIMENTO PARA PETRÓLEO E GÁS

Leia mais

Coordenação Sistêmica de Formação e Qualificação Profissional A qualificação abre as portas da inovação.

Coordenação Sistêmica de Formação e Qualificação Profissional A qualificação abre as portas da inovação. Coordenação Sistêmica de Formação e Qualificação Profissional A qualificação abre as portas da inovação. Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - Secretaria de Inovação Secretaria

Leia mais

Impacto na formação de RH nos estaleiros e a curva de aprendizado Apresentação Navalshore 02 de agosto de 2012

Impacto na formação de RH nos estaleiros e a curva de aprendizado Apresentação Navalshore 02 de agosto de 2012 Impacto na formação de RH nos estaleiros e a curva de aprendizado Apresentação Navalshore 02 de agosto de 2012 SINAVAL julho 2012 1 Impacto na formação de Recursos Humanos nos estaleiros e a curva de aprendizado

Leia mais

35ª Reunião do CAMARA SETORIAL DA CADEIA PRODUTIVA DA CACHAÇA

35ª Reunião do CAMARA SETORIAL DA CADEIA PRODUTIVA DA CACHAÇA 35ª Reunião do CAMARA SETORIAL DA CADEIA PRODUTIVA DA CACHAÇA Brasília, 22 de outubro de 2013 Convênio SENAC-SP - curso de formação do Sommelier especializado em Cachaças Capacitar Sommeliers com ênfase

Leia mais

REDE PETRO BRASIL. A Rede das Redes Petro. Eng. Ana Maria Mendonça Rede PETROGÁS Sergipe Presidente da PENSE

REDE PETRO BRASIL. A Rede das Redes Petro. Eng. Ana Maria Mendonça Rede PETROGÁS Sergipe Presidente da PENSE REDE PETRO BRASIL A Rede das Redes Petro Eng. Ana Maria Mendonça Rede PETROGÁS Sergipe Presidente da PENSE as redes Amazonas Ceará Rio Grande do Norte Pernambuco Alagoas Sergipe Bahia Minas Gerais Bacia

Leia mais

Oportunidades e desafios de qualificação profissional. III Balanço do Setor Naval e Offshore do Rio de Janeiro FIRJAN - 06/06/2014

Oportunidades e desafios de qualificação profissional. III Balanço do Setor Naval e Offshore do Rio de Janeiro FIRJAN - 06/06/2014 Oportunidades e desafios de qualificação profissional III Balanço do Setor Naval e Offshore do Rio de Janeiro FIRJAN - 06/06/2014 Petrobras Plano de Negócios 2014-2018 Inovação e Desenvolvimento Tecnológico

Leia mais

SUAPE GLOBAL GT 4. Atividades de Ensino e de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação no Setor Metal Mecânico em Pernambuco

SUAPE GLOBAL GT 4. Atividades de Ensino e de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação no Setor Metal Mecânico em Pernambuco SUAPE GLOBAL GT 4 Atividades de Ensino e de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação no Setor Metal Mecânico em Pernambuco Instituição: Universidade Católica de Pernambuco Agenda Proposta para o Primeiro Semestre

Leia mais

Direito do Petróleo e Gás

Direito do Petróleo e Gás Workshop Direito do Petróleo e Gás Contexto As atividades de Exploração e Produção de petróleo são relevantes para o desenvolvimento de qualquer economia. No cenário brasileiro atual, essas atividades

Leia mais

Histórico do APL MMeA:

Histórico do APL MMeA: Histórico do APL MMeA: O APL MMeA, na sua recente história iniciada em 2003, tem pelos seus parceiros e empresários, enfrentado os desafios em torno de interesses comuns, sendo um referencial de trabalho,

Leia mais

PROMINP Programa de Mobilizaçã. Pernambuco 28 de Novembro de 2005 (parte 2)

PROMINP Programa de Mobilizaçã. Pernambuco 28 de Novembro de 2005 (parte 2) PROMINP Programa de Mobilizaçã ção o da Indústria Nacional de Petróleo e Gás G s Natural Pernambuco 28 de Novembro de 2005 (parte 2) Resultados do Programa ABAST E&P GE&TD IND P&G TM Metodologia de Criação

Leia mais

Centro de Excelência em Tecnologia de Software do Recife

Centro de Excelência em Tecnologia de Software do Recife Centro de Excelência em Tecnologia de Software do Recife Localização estratégica Localizado na Ilha do Recife, área denominada de Porto Digital, onde concentra-se o Polo Tecnológico do Estado de Pernambuco.

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Automação Industrial. Curso Superior de Tecnologia em Construção Naval

Curso Superior de Tecnologia em Automação Industrial. Curso Superior de Tecnologia em Construção Naval Automação Industrial Indústria O Tecnólogo em Automação Industrial é um profissional a serviço da modernização das técnicas de produção utilizadas no setor industrial, atuando na execução de projetos,

Leia mais

Conselho Estadual de Petróleo e Gás Natural

Conselho Estadual de Petróleo e Gás Natural Conselho Estadual de Petróleo e Gás Natural Programa Paulista de Petróleo e Gás Natural Antonio Henrique Gross Subsecretaria de Petróleo e Gás - Secretaria de Energia 8ª Reunião 06 de Dezembro de 2011

Leia mais

Eventos Nacionais - Calendário 2008

Eventos Nacionais - Calendário 2008 Eventos Nacionais - Calendário 2008 Congressos e Seminários Cursos Feiras Congressos e Seminários Simpósio Novas Tecnologias Automotivas data: 7 de abril Seminário Compras Automotivas data: 14 de abril

Leia mais

Pequenas Empresas na Cadeia de Valor Sustentável. Vitor Meniconi Outubro / 2007

Pequenas Empresas na Cadeia de Valor Sustentável. Vitor Meniconi Outubro / 2007 Pequenas Empresas na Cadeia de Valor Sustentável Vitor Meniconi Outubro / 2007 Panorama mundial O mundo desigual : - PIB dos EUA = 400 vezes o da Etiópia; - Expectativa de vida na Suazilândia < 30 anos;

Leia mais

Região fornece para o setor naval 5º Seminário de Petróleo e Gás aponta oportunidades para empresários locais

Região fornece para o setor naval 5º Seminário de Petróleo e Gás aponta oportunidades para empresários locais Região fornece para o setor naval 5º Seminário de Petróleo e Gás aponta oportunidades para empresários locais Wôlmer Ezequiel Jéferson Bachour falou sobre as demandas do mercado de construção naval Atualmente,

Leia mais

UNIDADE OFFSHORE TECHINT - UOT TECNOLOGIA COM CONTEÚDO LOCAL COMPETITIVO

UNIDADE OFFSHORE TECHINT - UOT TECNOLOGIA COM CONTEÚDO LOCAL COMPETITIVO UNIDADE OFFSHORE TECHINT - UOT TECNOLOGIA COM CONTEÚDO LOCAL COMPETITIVO 1 2 _ 22.000 COLABORADORES _ 70.000 KM DE DUTOS (18 DOS QUAIS CRUZAM A CORDILHEIRA DOS ANDES) _ 450 PLANTAS DE PROCESSAMENTO DE

Leia mais

Secretário Executivo da CESPEG

Secretário Executivo da CESPEG PROSPECÇÃO E PREPARO DE FORNECEDORES PARA O PRÉ SAL Instrumentação e Automação em Petróleo e Gás José Roberto dos Santos Secretário Executivo da CESPEG São Paulo, 26 de Novembro de 2009 Envolvimento e

Leia mais

A agenda de inovação das micro e pequenas empresas e o desenvolvimento da cadeia de fornecedores

A agenda de inovação das micro e pequenas empresas e o desenvolvimento da cadeia de fornecedores A agenda de inovação das micro e pequenas empresas e o desenvolvimento da cadeia de fornecedores Reunião da Mobilização Empresarial pela Inovação São Paulo 05.11.2010 Micro e Pequenas Empresas no Brasil

Leia mais

PLATEC FPSO. 1º WORKSHOP TECNOLÓGICO Campinas 24 e 25/04/2012. Floating Production Storage and Offloading. Realização: Apoio:

PLATEC FPSO. 1º WORKSHOP TECNOLÓGICO Campinas 24 e 25/04/2012. Floating Production Storage and Offloading. Realização: Apoio: Floating Production Storage and Offloading 1º WORKSHOP TECNOLÓGICO Campinas 24 e 25/04/2012 Realização: Apoio: Brasil - mundo Demanda brasileira nos estaleiros do mundo PLATEC FPSO 2 Plataformas Tecnológicas

Leia mais

26/08/2015. A Engenharia Consultiva e o papel do Engenheiro Consultor. José Afonso Pereira Vitório Engenheiro Civil, Doutor em Estruturas

26/08/2015. A Engenharia Consultiva e o papel do Engenheiro Consultor. José Afonso Pereira Vitório Engenheiro Civil, Doutor em Estruturas A Engenharia Consultiva e o papel do Engenheiro Consultor José Afonso Pereira Vitório Engenheiro Civil, Doutor em Estruturas Vice-presidente de Ciência e Tecnologia do SINAENCO-PE Sócio de Vitório & Melo

Leia mais

Atuação das Instituições GTP- APL. Sebrae. Brasília, 04 de dezembro de 2013

Atuação das Instituições GTP- APL. Sebrae. Brasília, 04 de dezembro de 2013 Atuação das Instituições GTP- APL Sebrae Brasília, 04 de dezembro de 2013 Unidade Central 27 Unidades Estaduais 613 Pontos de Atendimento 6.554 Empregados 9.864 Consultores credenciados 2.000 Parcerias

Leia mais

Instituto de Pesquisas Tecnológicas. Soluções tecnológicas

Instituto de Pesquisas Tecnológicas. Soluções tecnológicas Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo Soluções tecnológicas O que é Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo S.A. Uma das primeiras instituições de P&D&I aplicados

Leia mais

Projetos Atuais e Futuros da CAIXA RS junto ao mercado Naval e Portuário. Porto Alegre, agosto de 2010.

Projetos Atuais e Futuros da CAIXA RS junto ao mercado Naval e Portuário. Porto Alegre, agosto de 2010. Projetos Atuais e Futuros da CAIXA RS junto ao mercado Naval e Portuário Porto Alegre, agosto de 2010. APOIO AO Polo Naval - Rio Grande Atuação integrada do Governo, por meio da SEINFRA e SEDAI, voltada

Leia mais

Integrando a Cadeia Produtiva de Petróleo Gás & Energia. www.redepetrorio.com.br 1

Integrando a Cadeia Produtiva de Petróleo Gás & Energia. www.redepetrorio.com.br 1 Integrando a Cadeia Produtiva de Petróleo Gás & Energia www.redepetrorio.com.br 1 Somos uma associação de empresas de pequeno, médio e grande porte atuantes nas áreas de Petróleo, Gás e Energia Fomentar

Leia mais

PORTO CENTRAL SEJA BEM VINDO!

PORTO CENTRAL SEJA BEM VINDO! PORTO CENTRAL SEJA BEM VINDO! 17-4-2012 Copyright - PORTO CENTRAL - 2012 1 Agenda: O projeto, missão, visão e estratégia Porto Central: Localização e hinterlândia Acessos Projeto conceitual Cargas e atividades

Leia mais

8ª Oficina de Trabalho. Eduardo Celino Coordenador-Geral de Investimentos

8ª Oficina de Trabalho. Eduardo Celino Coordenador-Geral de Investimentos 8ª Oficina de Trabalho Eduardo Celino Coordenador-Geral de Investimentos Brasília, 2 de junho de 2011 O que é a Renai Sistema de informações sobre investimentos produtivos no Brasil Coordenação: MDIC Criação:

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS MARIA THEREZA E PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE

FACULDADES INTEGRADAS MARIA THEREZA E PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE FACULDADES INTEGRADAS MARIA THEREZA E PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE O PROGRAMA: Ciência sem Fronteiras é um programa que busca promover a consolidação, expansão e internacionalização

Leia mais

Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018

Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018 Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018 A Petrobras comunica que seu Conselho de Administração aprovou o Plano Estratégico Petrobras 2030 (PE 2030) e o Plano de Negócios

Leia mais

Workshop sobre Produtividade de Capital no Brasil: Diagnóstico e Proposições

Workshop sobre Produtividade de Capital no Brasil: Diagnóstico e Proposições 13/12/2010 Workshop sobre Produtividade de Capital no Brasil: Diagnóstico e Proposições Presentes no evento: Diretor Presidente: Solon Guimarães Filho Diretor Vice Presidente: Laerte Galhardo Superintendes

Leia mais

As feiras são um dos meios de maior efetividade na criação e manutenção de relações comerciais.

As feiras são um dos meios de maior efetividade na criação e manutenção de relações comerciais. As feiras são um dos meios de maior efetividade na criação e manutenção de relações comerciais. Em uma era cada vez mais digital, é o único canal onde o comprador, o vendedor e o produto se encontram fisicamente.

Leia mais

ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas. Entidade privada, sem fins lucrativos, de utilidade pública, fundada em 1940

ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas. Entidade privada, sem fins lucrativos, de utilidade pública, fundada em 1940 www.abnt.org.br 1 Quem é a ABNT? ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas Entidade privada, sem fins lucrativos, de utilidade pública, fundada em 1940 Fórum Nacional de Normalização único Membro fundador

Leia mais

Código da. Código do Área de Enquadramento Código da IES Nome da IES Sigla da IES Área

Código da. Código do Área de Enquadramento Código da IES Nome da IES Sigla da IES Área Ano Código da Código do Área de Enquadramento Código da IES Nome da IES Sigla da IES Área Município Município do curso UF do curso 2014 21 ARQUITETURA E URBANISMO 11 UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO

Leia mais

Impacto Potencial da Atividade da Industria de O&G na Sociedade. Eloi Fernández y Fernández Diretor Geral

Impacto Potencial da Atividade da Industria de O&G na Sociedade. Eloi Fernández y Fernández Diretor Geral Impacto Potencial da Atividade da Industria de O&G na Sociedade Brasileira Eloi Fernández y Fernández Diretor Geral Novembro de 2008 Sumário Cenário Atual do Setor Impactos Sociais Cenário Atual do Setor

Leia mais

1- ESTUDO DESIGN PARA A COMPETITIVIDADE 2 PROJETOS DESENVOLVIDOS PELO PROGRAMA BRASILEIRO DO DESIGN 1995/2002 3 PERSPECTIVAS PARA 2003

1- ESTUDO DESIGN PARA A COMPETITIVIDADE 2 PROJETOS DESENVOLVIDOS PELO PROGRAMA BRASILEIRO DO DESIGN 1995/2002 3 PERSPECTIVAS PARA 2003 1- ESTUDO DESIGN PARA A COMPETITIVIDADE 2 PROJETOS DESENVOLVIDOS PELO PROGRAMA BRASILEIRO DO DESIGN 1995/2002 3 PERSPECTIVAS PARA 2003 ESTUDO DESIGN PARA A COMPETITIVIDADE Japão Alemanha Canadá Reino Unido

Leia mais

ROSÁRIO MARQUES Internacionalizar para a Colômbia Encontro Empresarial GUIMARÃES 19/09/2014

ROSÁRIO MARQUES Internacionalizar para a Colômbia Encontro Empresarial GUIMARÃES 19/09/2014 ROSÁRIO MARQUES Internacionalizar para a Colômbia Encontro Empresarial GUIMARÃES 19/09/2014 REPÚBLICA DA COLÔMBIA POPULAÇÃO 48 Milhões SUPERFÍCIE 1.141.748 Km2 CAPITAL Bogotá 7,3 milhões PRINCIPAIS CIDADES

Leia mais

CURRICULUM VITAE. José Figueiredo Guedes. Doutorando em Ciências e Engenharia do Ambiente. Engenheiro Mecânico. Analista de Projetos Navais

CURRICULUM VITAE. José Figueiredo Guedes. Doutorando em Ciências e Engenharia do Ambiente. Engenheiro Mecânico. Analista de Projetos Navais CURRICULUM VITAE José Figueiredo Guedes Doutorando em Ciências e Engenharia do Ambiente Engenheiro Mecânico Analista de Projetos Navais Gestor Ambiental Perito e Auditor Ambiental Perito e Avaliador de

Leia mais

A INDÚSTRIA DE PETRÓLEO & GÁS NO ESTADO DO RJ. CAMPUS 2014 Brésil Internacional

A INDÚSTRIA DE PETRÓLEO & GÁS NO ESTADO DO RJ. CAMPUS 2014 Brésil Internacional A INDÚSTRIA DE PETRÓLEO & GÁS NO ESTADO DO RJ CAMPUS 2014 Brésil Internacional Agenda PetróleoeGásNaturalnoBrasileRiodeJaneiro Situação da Indústria Naval Sistema FIRJAN: Soluções para Indústria de P&G

Leia mais

Rodrigo Matos Huet de Bacellar Superintendente Área de Insumos Básicos Junho / 2014

Rodrigo Matos Huet de Bacellar Superintendente Área de Insumos Básicos Junho / 2014 Os Desafios do Pré-Sal: Riscos e Oportunidades para o País As Políticas Industrial e de Inovação no setor de Petróleo e Gás Rodrigo Matos Huet de Bacellar Superintendente Área de Insumos Básicos Junho

Leia mais

Santos Offshore 2012 Relatório Pós Evento

Santos Offshore 2012 Relatório Pós Evento Líder Mundial na Organização de Eventos Qualquer que seja o setor de atuação......criamos contatos, conteúdos e comunidades com o poder de transformar seus negócios. Santos Offshore 2012 Relatório Pós

Leia mais

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL ABIMAQ/SINDIMAQ

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL ABIMAQ/SINDIMAQ ESTRUTURA ORGANIZACIONAL ABIMAQ/SINDIMAQ :: SOBRE A ABIMAQ Foi fundada em 1937; 1.500 empresas associadas O setor gera mais de 260.000 empregos; 6 mil empresas representadas; 70% das associadas são PMEs;

Leia mais

Institutos SENAI de Tecnologia e Inovação

Institutos SENAI de Tecnologia e Inovação Institutos SENAI de Tecnologia e Inovação AS INDÚSTRIAS NECESSITAM IN O VAR PARA SEREM MAIS COMPETITIVAS + Educação Tecnologia + Inovação = Competitividade INSTITUTOS SENAI DE TECNOLOGIA (60) MA Construção

Leia mais

ABDI A 2004 11.080) O

ABDI A 2004 11.080) O Atualizada em 28 de julho de 2010 Atualizado em 28 de julho de 2010 1 ABDI ABDI A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial foi instituída em dezembro de 2004 com a missão de promover a execução

Leia mais

PETRÓLEO E GÁS. Os serviços da Cugnier abrangem:

PETRÓLEO E GÁS. Os serviços da Cugnier abrangem: PETRÓLEO E GÁS Os serviços da Cugnier abrangem: PETRÓLEO E GÁS A Cugnier está credenciada junto à estatal Petrobras através do CRCC (Certificado de Registro e Classificação Cadastral), possuindo aprovação

Leia mais

Ciência sem Fronteiras: construindo redes internacionais para inovação

Ciência sem Fronteiras: construindo redes internacionais para inovação Ciência sem Fronteiras: construindo redes internacionais para inovação Recursos Humanos Universidade Petrobras Brasil 12 a 14 de novembro Hotel Transamérica São Paulo. 2 Petrobras A PETROBRAS Atua como

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ REITORIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ REITORIA EDITAL COMPLEMENTAR ÀS CHAMADAS PÚBLICAS DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS/GRADUAÇÃO SANDUÍCHE PARA: ALEMANHA (DAAD) Nº 118/2012 AUSTRÁLIA (Go8) Nº119/2012 CANADÁ (CBIE) Nº120/2012 CORÉIA DO SUL (KFPP)

Leia mais