SUAPE GLOBAL GT 4 PESQUISA, DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SUAPE GLOBAL GT 4 PESQUISA, DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO"

Transcrição

1 SUAPE GLOBAL GT 4 PESQUISA, DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO

2 GRUPO DE TRABALHO INTERNO SUAPE GLOBAL - UNICAP Alcivam Paulo de Oliveira (Coordenador de Extensão) Evânia Pincovsky (Coordenadora) Hélio Pereira Lima Fernando Artur Nogueira (Coordenação do Mestrado Eng. Civil) Leonel Ferreira de Moraes Neto (Diretor do Centro de Ciências Sociais) Leonie Asfora Sarubbo Valdeci Monteiro dos Santos Valdemir Alexandre dos Santos Verônica Maria Brayner de Oliveira Lira (Coordenadora Geral de Graduação)

3 OBETIVOS DO GT Planejar a formação de recursos humanos; Sugerir a celebração de parcerias com entidades públicas e/ou privadas, objetivando qualificação profissional; Propor ações específicas para o acompanhamento e participação da UNICAP nos Planos de Parcerias e de Política de Investimentos a serem desenvolvidos pelos órgãos públicos e entidades privadas e Propor a criação de novos cursos, seminários, simpósios, encontros entre outos.

4 - Potencialidades da UNICAP na relação com SUAPE e seu entorno. Ensino Extensão Pesquisa e Desenvolvimento Serviços

5 RECURSOS E POTENCIALIDADES DA UNICAP PARA ATENDER DEMANDAS DE SUAPE E SEU ENTORNO Graduação Engenharia Civil; Engenharia Química; Engenharia Ambiental. GRUPO INTERNO Estudo para novos cursos de Graduação

6 Pós Graduação Propor convênios e parcerias para a formação e desenvolvimento de profissionais, através da oferta de cursos Lato e stricto sensu Pós-graduação lato sensu 16 Especializações Pós-graduação lato sensu 3 MBAs executivos Pós-graduação stricto sensu 6 Programas de Mestrados Pós-graduação stricto sensu 1 Doutorado

7 Curso Categoria Duração Público-alvo Planejamento e Gestão Ambiental MBA 17 meses Engenheiros, químicos, arquitetos, geólogos, geógrafos, biólogos e profissionais de nível superior de áreas afins interessados em questões ambientais. Direito do Petróleo e Gás MBA 17 meses Graduados em Direito assim como os profissionais de outras áreas de conhecimento tais como os ligados à Administração, Economia, Engenharia, Finanças e Contabilidade. Finanças e Controladoria MBA 17 meses Profissionais que atuam preferencialmente em cargos das áreas financeira, contábil, controladoria e auditoria. Gestão de Negócios MBA 17 meses Logística Empresarial Gerenciamento de Projetos e Tecnologia Especialização Especialização 18 meses 18 meses Profissionais que atuam em cargos diretivos e que estejam interessados em aprofundar e atualizar seus conhecimentos em questões relativas à gestão de empresas; Executivos de empresas que buscam um curso onde sejam tratados cases que possibilitem um aprimoramento de sua atuação profissional. Destinado a graduados em curso superior, em qualquer área de conhecimento, que pretendam atuar como executivos e ou gerentes nas diversas atividades da Logística Empresarial e Internacional. Graduados nas engenharias, computação, sistemas de informação e ciências aplicadas, além de profissionais graduados que atuem na área de gerenciamento e execução de projetos de tecnologia em empresas. Engenharia do Petróleo e Gás Especialização 18 meses Engenheiros, Geólogos,Químicos e demais áreas das ciências exatas.

8 Extensão Identificar demandas para a oferta de cursos em programas já existentes bem como a criação de novos cursos e modalidades, a exemplo de Treinamento In Company.

9 Pesquisa e Desenvolvimento Mestrado em Engenharia Civil i) Área de concentração: Engenharia das Construções a) Materiais de Construção Civil; b) Tecnologia das Construções 10 Doutores RTI; Laboratório de Estruturas; Laboratório de Análise de Componentes Construtivos; Laboratório de Mecânica dos Solos; Laboratório de Fenômenos dos Transportes (hidráulica);

10 Pesquisa e Desenvolvimento Mestrado em Desenvolvimento de Processos Ambientais i) Área de concentração: Desenvolvimento de Processos e Novos Materiais a) Modelagem, Controle e Otimização de Processos b) Tecnologia e Meio Ambiente 16 Doutores RTIs; Núcleo de Pesquisa em Ciências Ambientais; Laboratório de Bioprocessos; Laboratório de Biotecnologia;

11 PROJETOS VALOR (R$) Desenvolvimento de modelos para recuperação de edifícios construídos com alvenaria resistente ,00 Patologia das Fundações de Edifícios de Alvenaria Resistente na Região Metropolitana do Recife ,20 Prevenção da Contaminação de Solos Tropicais Pela Disposição e/ou Reutilização de Resíduos ,70 Estudo da Deterioração dos Elementos de Fundações de Edifícios Construídos em Alvenaria Resistente na Região Metropolitana do Recife Estrutura Circular Modulada, em Concreto Leve para Linhas de Transmissão de Alta e Extra Alta Tensão Aplicada em Zonas Rurais , ,00 Implantação e Melhoria da Infra-Estrutura de Pesquisa em Ciência e Tecnologia da UNICAP ,00 Desenvolvimento de um Novo Processo de Purificação de Biodiesel Obtido por Transesterificação com Minimização de Efluentes Processos de Produção de Biossurfactantes, Quitina e Quitosana por Via Microbiológica Utilizando Resíduos Industriais como Susbtratos Dimorfismo de Mucorales Aplicado à Produção de Biossurfactantes com Potencial de Uso na Biorremediação , , ,00 Desenvolvimento de Processos Biológicos, Moleculares e Biotecnológicos ,00 Modelagem e Simulação Computacional Aplicadas ao Desenvolvimento de Processos Químicos e Biotecnológicos ,00 Caracterização e Aplicação de Biossurfactantes de Baixo Custo na Remoção de Óleos e Metais Pesados Gerados pela Indústria do Petróleo ,00 Produção de Surfactantes Microbianos para Aplicação na Recuperação de Áreas Poluídas ,00

12 Áreas Prioritárias P&D Gestão de acidentes naturais; Simulação computacional de problemas de engenharia estrutural; Simulação numérica e experimental de envelhecimento de materiais; Simulação e modelagem de processos químicos; Desenvolvimento de novos processos e materiais nas áreas das engenharias civil, química e ambiental; Recuperação de áreas degradadas; Tratamento de efluentes industriais Biomecânica; Comportamento e Processamento de Materiais; Análise dinâmica de estruturas e componentes;

13 Serviços

14 Ensaios de caracterização e controle de qualidade de materiais construtivos (cal, gesso, cimento, aço, concreto, madeira, solos, entre outros). Análise bacteriológica e físico-química de água. Ensaios não destrutivos de materiais (ultra-som, esclerometria, potencial de corrosão, localização de armaduras em peças de concreto armado). Caracterização físico-química de solos. Ensaios de cromatografia. Quantificação de metais pesados. Ensaios de reologia do concreto. Monitoramento da qualidade do ar. Ensaios de emissão de cloretos no ar (deterioração de estruturas). Análise físico-química e bacteriológica de efluentes.

SUAPE GLOBAL GT 4. Atividades de Ensino e de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação no Setor Metal Mecânico em Pernambuco

SUAPE GLOBAL GT 4. Atividades de Ensino e de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação no Setor Metal Mecânico em Pernambuco SUAPE GLOBAL GT 4 Atividades de Ensino e de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação no Setor Metal Mecânico em Pernambuco Instituição: Universidade Católica de Pernambuco Agenda Proposta para o Primeiro Semestre

Leia mais

SUAPE GLOBAL GT 4. O Programa de Ensino Graduação e Pós-Graduação da Universidade Católica de Pernambuco

SUAPE GLOBAL GT 4. O Programa de Ensino Graduação e Pós-Graduação da Universidade Católica de Pernambuco SUAPE GLOBAL GT 4 O Programa de Ensino Graduação e Pós-Graduação da Universidade Católica de Pernambuco FÓRUM INTERNO SUAPE GLOBAL - UNICAP Alcivam Paulo de Oliveira (Coordenador de Extensão) Evânia Pincovsky

Leia mais

UNI VERSI DADE DE PERNAMBUCO PEDRO DE ALCÂNTARA NETO

UNI VERSI DADE DE PERNAMBUCO PEDRO DE ALCÂNTARA NETO UNI VERSI DADE DE PERNAMBUCO PEDRO DE ALCÂNTARA NETO OBJETIVOS OBJETIVO GERAL Os cursos de Pós-Graduação Lato Sensu em Engenharia Naval e Offshore na UPE desenvolvem a capacidade para planejar, desenvolver

Leia mais

Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia

Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia Pós-Graduação Stricto Sensu Pós-Graduação Lato Sensu Extensão Graduação Diagnósticos Tecnológicos Soluções de Problemas Empresariais

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: ENGENHARIA CIVIL MISSÃO DO CURSO O Curso de Engenharia Civil do CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTACIO RADIAL DE SÃO PAULO tem por missão graduar Engenheiros Civis

Leia mais

1º período. 2º período

1º período. 2º período 1º período Eixo Disciplina CH Pré-requisito Correquisito (C) 1 Cálculo I 90 9 Contexto Social e Profissional do Engenheiro Civil 30 7 Desenho Técnico 30 1 Geometria Analítica e Álgebra Vetorial 90 2 Laboratório

Leia mais

Valores diferenciados para associados/funcionários do Sinduscon/RS

Valores diferenciados para associados/funcionários do Sinduscon/RS MBA Contabilidade & Direito Tributário. Parceria: IPOG/Sinduscon-RS O IPOG em parceria com o CRC-RS, traz à Porto Alegre o MBA em Contabilidade & Direito Tributário, que já é sucesso, com mais de 20 turmas

Leia mais

MBA EM GESTÃO EMPRESARIAL E GESTÃO DE PESSOAS (396 hs)

MBA EM GESTÃO EMPRESARIAL E GESTÃO DE PESSOAS (396 hs) MBA ASSER RIO CLARO 2010 MBA EM GESTÃO EMPRESARIAL E GESTÃO DE PESSOAS (396 hs) Objetivos do curso: Capacitar os profissionais de gestão administrativa e de pessoas a refletir e agir na sua vida prática

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Coordenadoria Geral de Pós-Graduação Lato Sensu

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Coordenadoria Geral de Pós-Graduação Lato Sensu PORTFÓLIO ESPECIALIZAÇÃO / MBA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Sumário ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE... 2 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL E DO TRABALHO... 2 ÁREA: COMUNICAÇÃO E LETRAS...

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE INDAIATUBA Rua Claudio Dal Canton, 89 - Cidade Nova II - Indaiatuba -SP - CEP 13334-390 (19) 3885-6700 www.portalpos.com.

FACULDADE ANHANGUERA DE INDAIATUBA Rua Claudio Dal Canton, 89 - Cidade Nova II - Indaiatuba -SP - CEP 13334-390 (19) 3885-6700 www.portalpos.com. A pós-graduação é fundamental para manter-se bem colocado no mercado de trabalho e para aperfeiçoar competências profissionais. Além de enriquecer o currículo, este tipo de especialização ajuda a melhorar

Leia mais

Estrutura Curricular do Curso de Engenharia Civil

Estrutura Curricular do Curso de Engenharia Civil Estrutura Curricular do Curso de Engenharia Civil 1º Semestre 1. Cálculo Diferencial e Integral I 2. Desenho Básico 3. Física I 4. Laboratório de Física I 1º Básica 5. Química Geral 6. Introdução a Engenharia

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso: Gestão Ambiental campus Angra Missão O Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental da Universidade Estácio de Sá tem por missão a formação de Gestores Ambientais

Leia mais

INSPEÇÃO E MONITORAMENTO DE EDIFÍCIOS COM ESTRUTURA EM CONCRETO ARMADO

INSPEÇÃO E MONITORAMENTO DE EDIFÍCIOS COM ESTRUTURA EM CONCRETO ARMADO INFORMAÇÕES OBJECTIVOS Detalhar e analisar a inspeção de edifícios, avaliando os fatores que a influenciam e as ferramentas disponíveis. Dar a conhecer os diferentes tipos de ensaios experimentais em edifícios,

Leia mais

Missão. Objetivos Específicos

Missão. Objetivos Específicos CURSO: Engenharia Ambiental e Sanitária Missão O Curso de Engenharia Ambiental e Sanitária da Universidade Estácio de Sá tem por missão formar profissionais com sólida formação técnico científica nas áreas

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS DELIBERAÇÃO Nº 006/2013 CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS - ESCOLA DE ENGENHARIA ENGENHARIA CIVIL - 1º. SEMESTRE LETIVO DE 2013. 1º período

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS - ESCOLA DE ENGENHARIA ENGENHARIA CIVIL - 1º. SEMESTRE LETIVO DE 2013. 1º período 1º período EMC013 Desenho Projetivo para Engenharia A 6ª 09:25 11:55 1162 - BL 4 B 5ª 07:30 10:00 1162 - BL 4 C 5ª 10:15 12:45 1162 - BL 4 ENG011 Introdução à Engenharia Civil A 4ª 09:25 11:05 1165 - BL

Leia mais

Introdução. Objetivos do Curso

Introdução. Objetivos do Curso Introdução A nova dinâmica dos negócios, principalmente relacionada ao meio industrial, impele uma realidade de novos desafios para a indústria nacional. O posicionamento do Brasil como liderança global

Leia mais

NOVO E EXCLUSIVO MBA

NOVO E EXCLUSIVO MBA NOVO E EXCLUSIVO Inovação Otimização Projeto MBA Gestão Modelagem Por que a sua carreira pede uma Pós-graduação? Manutenção da competitividade profissional Mudanças de área Desenvolvimento Preparação para

Leia mais

Formação Profissional

Formação Profissional Formação Profissional PROFISSIONALIZANTE (nível médio) SENAI qualificação profissional 1. Formação Básica - CARPINTARIA E MARCENARIA 2. Formação Avançada - SISTEMA WOOD FRAME (construção e processo fabril)

Leia mais

HACH ENGENHARIA, CONSTRUÇÕES E CONSULTORIA AMBIENTAL CONSULTORIA AMBIENTAL

HACH ENGENHARIA, CONSTRUÇÕES E CONSULTORIA AMBIENTAL CONSULTORIA AMBIENTAL HACH ENGENHARIA, CONSTRUÇÕES E CONSULTORIA AMBIENTAL CONSULTORIA AMBIENTAL Quem somos: Somos HACH ENGENHARIA, CONSTRUÇÕES E CONSULTORIA AMBIENTAL Ltda. um grupo multidisciplinar de profissionais com conhecimentos

Leia mais

Listagem de UC por curso. Escola Superior de Tecnologia e Gestão

Listagem de UC por curso. Escola Superior de Tecnologia e Gestão Listagem de UC por curso Semestre * 2013-14 Escola Superior de Tecnologia e Gestão Administração Pública Direito Administrativo Contabilidade Financeira Introdução aos Estudos das Organizações Fundamentos

Leia mais

Universidade Lusófona

Universidade Lusófona Universidade Lusófona Licenciatura (1º Ciclo) em Ciências da Engenharia - Engenharia do Ambiente: Duração: 3 anos Grau: Licenciatura Director: Prof. Doutor José d'assunção Teixeira Trigo Objectivos: Formação

Leia mais

CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL ANO 2015

CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL ANO 2015 CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL ANO 2015 Anderson José Costa Sena (Mestre) Regime de Trabalho: Tempo Integral Qualificação Profissional: Engenharia Elétrica Doutorando

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO CET-FAESA

APRESENTAÇÃO DO CET-FAESA APRESENTAÇÃO DO CET-FAESA A FAESA, com atuação na área de ensino há mais de 40 anos, fundou em 2004 a Faculdade de Tecnologia FAESA, CET-FAESA, que há 10 anos oferece graduações Tecnológicas de forma pioneira

Leia mais

Fórum Regional da Bacia de Santos 1º WORKSHOP DE AVALIAÇÃO DE PROJETOS. 30 de Outubro de 2006. Santos 30 de Outubro de 2006.

Fórum Regional da Bacia de Santos 1º WORKSHOP DE AVALIAÇÃO DE PROJETOS. 30 de Outubro de 2006. Santos 30 de Outubro de 2006. Fórum Regional da Bacia de Santos 1º WORKSHOP DE AVALIAÇÃO DE PROJETOS Santos 30 de Outubro de 2006 30 de Outubro de 2006 Balanço das PPPs Balanço das PPPs Tipo de PPP Quantidade Para avaliação neste WS

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão Curso: Engenharia Civil SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Missão O Curso de Engenharia Civil da UNESA tem por missão formar Engenheiros Civis com sólida formação básica e profissional, alinhada com as diretrizes

Leia mais

Conteúdo Específico do curso de Gestão Ambiental

Conteúdo Específico do curso de Gestão Ambiental Conteúdo Específico do curso de Gestão Ambiental 1.CURSOS COM ÊNFASE EM : Gestão Ambiental de Empresas 2. CONCEPÇÃO DOS CURSOS: O Brasil possui a maior reserva ecológica do planeta sendo o número um em

Leia mais

ANEXO I QUADRO DAS ÁREAS DE ESTUDO. Lotação 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ

ANEXO I QUADRO DAS ÁREAS DE ESTUDO. Lotação 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ Código/Área de Estudo. Desenho Técnico, Desenho Assistido por Computador (CAD), Informática 02. Materiais para Construção Mecânica, Corrosão e Tribologia 03. Termodinâmica, Refrigeração, Transferência

Leia mais

Projetos de Engenharia Laudos Técnicos Consultorias Treinamentos Representações

Projetos de Engenharia Laudos Técnicos Consultorias Treinamentos Representações KARLA COLOCAR COMO PANO DE FUNDO, PLANTA DE ENGENHARIA, COMO NO SITE DA PROJETAR Projetos de Engenharia Laudos Técnicos Consultorias Treinamentos Representações Projetar - Projetos e Consultoria Ltda.

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Campinas PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO EM CONTABILIADE, AUDITORIA E CONTROLADORIA

Pontifícia Universidade Católica de Campinas PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO EM CONTABILIADE, AUDITORIA E CONTROLADORIA Pontifícia Universidade Católica de Campinas PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO EM CONTABILIADE, AUDITORIA E CONTROLADORIA 1 -SECRETARIA Horário de Atendimento: Segunda a Sexta das 13:00 às 17:00

Leia mais

Departamento de Energia e Tecnologias Limpas DENE

Departamento de Energia e Tecnologias Limpas DENE Energia e Tecnologias Limpas DENE A Finep A Finep é uma empresa pública vinculada ao MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação) criada em 24 de julho de 1967. Seu objetivo é atuar em toda a cadeia

Leia mais

Pós-graduação MBA em Administração e Marketing

Pós-graduação MBA em Administração e Marketing 1 Ascensão Acadêmica Pós-Graduação alavanca sucesso na carreira profissional Pesquisa coordenada pelo Centro de Políticas Sociais da Fundação Getúlio Vargas (FGV), em 2010, indica que as pessoas que não

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR

ESTRUTURA CURRICULAR ESTRUTURA CURRICULAR O currículo proposto busca atender além do perfil do formando, também competências e habilidades necessárias ao profissional para garantir uma boa formação tanto teórica quanto prática

Leia mais

Ações IFPE Área Metal Mecânica

Ações IFPE Área Metal Mecânica Ações IFPE Área Metal Mecânica PROF. ENIO CAMILO DE LIMA VICE REITOR E DIRETOR GERAL DO CAMPUIS IPOJUCA MODALIDADE DE CURSOS OFERECIDOS Ensino Técnico Integrado ao Ensino Médio Ensino Técnico Subsequente

Leia mais

ENGENHARIA CIVIL. COORDENADOR José Carlos Bohnenberger bohnen@ufv.br

ENGENHARIA CIVIL. COORDENADOR José Carlos Bohnenberger bohnen@ufv.br ENGENHARIA CIVIL COORDENADOR José Carlos Bohnenberger bohnen@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2009 187 Engenheiro Civil ATUAÇÃO Ao Engenheiro Civil compete o desempenho das atividades profissionais previstas

Leia mais

UFV Catálogo de Graduação 2011 197 ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br

UFV Catálogo de Graduação 2011 197 ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2011 197 ENGENHARIA AMBIENTAL COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br 198 Currículos dos Cursos do CCE UFV Engenheiro Ambiental ATUAÇÃO O curso de Engenharia Ambiental da UFV

Leia mais

Prof. Marcos Aurélio Vasconcelos de Freitas (mfreitas@ivig.coppe.ufrj.br) Instituto Virtual Internacional de Mudanças Globais IVIG/COPPE/UFRJ

Prof. Marcos Aurélio Vasconcelos de Freitas (mfreitas@ivig.coppe.ufrj.br) Instituto Virtual Internacional de Mudanças Globais IVIG/COPPE/UFRJ Formação e Capacitação de Recursos Humanos p/exploração de Recursos Energéticos e Geração de Energia Prof. Marcos Aurélio Vasconcelos de Freitas (mfreitas@ivig.coppe.ufrj.br) Instituto Virtual Internacional

Leia mais

BEM-VINDOS A UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE E AO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL DO LATEC

BEM-VINDOS A UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE E AO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL DO LATEC 1º Seminário do MBA BEM-VINDOS A UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE E AO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL DO LATEC 1º Seminário do MBA BEM-VINDOS AO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL DO LATEC Escola

Leia mais

CURSOS FORMAÇÃO CONTÍNUA. www.isep.ipp.pt

CURSOS FORMAÇÃO CONTÍNUA. www.isep.ipp.pt CURSOS FORMAÇÃO CONTÍNUA www.isep.ipp.pt CURSOS FORMAÇÃO CONTÍNUA ÍNDICE ENGENHARIA CIVIL 05 Regime Regulamentar dos Betões de Ligantes Hidráulicos, das Armaduras e da Execução de Estruturas de Betão Armado

Leia mais

Unidades curriculares disponíveis para Programa IPL60+ 1º Semestre 15-16. Escola Superior de Tecnologia e Gestão

Unidades curriculares disponíveis para Programa IPL60+ 1º Semestre 15-16. Escola Superior de Tecnologia e Gestão Unidades curriculares disponíveis para Programa IPL60+ 1º Semestre 15-16 Escola Superior de Tecnologia e Gestão Administração Pública Introdução à Administração Pública Noções Fundamentais de Direito Ciência

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO. Pesquisa e Pós-Graduação

PLANO DE DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO. Pesquisa e Pós-Graduação GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ - UESPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO - PROP PLANO DE DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO Pesquisa e Pós-Graduação A Universidade Estadual

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE TECNOLOGIA PDI 2015-2019. Agosto-2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE TECNOLOGIA PDI 2015-2019. Agosto-2014 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE TECNOLOGIA PDI 2015-2019 Agosto-2014 2 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO

Leia mais

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br PREZADO (A) SENHOR (A) Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso

Leia mais

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br PREZADO (A) SENHOR (A) Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso

Leia mais

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio CBA Comércio Internacional Comércio Internacional A intensidade das relações comerciais e produtivas das empresas no atual contexto econômico tem exigido das empresas um melhor entendimento da complexidade

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão. Objetivo Geral

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão. Objetivo Geral Curso: ENGENHARIA ELÉTRICA SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Missão O Curso de Engenharia Elétrica da Universidade Estácio de Sá tem por missão formar engenheiros com sólidos e atualizados conhecimentos científicos

Leia mais

Mestrado: Uso Sustentável de Recursos Naturais em Regiões Tropicais

Mestrado: Uso Sustentável de Recursos Naturais em Regiões Tropicais Mestrado: Uso Sustentável de Recursos Naturais em Regiões Tropicais Informações Gerais Nível do Curso: Mestrado Profissional (Pós-graduação stricto sensu) Área Básica: Meio Ambiente e Agrárias Área de

Leia mais

MANUAL DE DESCRIÇÃO E FUNÇÕES

MANUAL DE DESCRIÇÃO E FUNÇÕES MANUAL DE DESCRIÇÃO E FUNÇÕES TÍTULO DO CARGO: Diretor Comercial Garantir as melhores condições de rentabilidade para a empresa, na prospecção, desenvolvimento, contratação de obras e serviços. Superior

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR

ESTRUTURA CURRICULAR GESTÃO AMBIENTAL ESTRUTURA CURRICULAR Metodologia da Pesquisa Científica Gestão do Espaço Urbano Saúde e Ambiente Legislação Ambiental Gestão de Resíduos Sólidos e de Área Urbana Sistema Integrado de Gestão

Leia mais

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio CBA Comércio Internacional Comércio Internacional A intensidade das relações comerciais e produtivas das empresas no atual contexto econômico tem exigido das empresas um melhor entendimento da complexidade

Leia mais

ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br

ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br ENGENHARIA AMBIENTAL COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br 180 Currículos dos Cursos do CCE UFV Currículo do Curso de Engenharia Engenheiro ATUAÇÃO O curso de Engenharia da UFV habilita o futuro profissional

Leia mais

FACULDADE DO SUL DA BAHIA CALENDÁRIO DE PROVA FINAL CURSO: CIÊNCIAS CONTÁBEIS. Quarta-feira 17/12

FACULDADE DO SUL DA BAHIA CALENDÁRIO DE PROVA FINAL CURSO: CIÊNCIAS CONTÁBEIS. Quarta-feira 17/12 CURSO: CIÊNCIAS CONTÁBEIS 1ª aula **** Matemática Informática 2ª aula **** **** **** 1ª aula Contabilidade Comercial Psicologia Administração 2ª aula Introdução à Economia Introd. Direito Público e Privado

Leia mais

Desenvolve programa que incentiva as pessoas a trocarem os copos descartáveis por canecas individuais, estimulando o consumo responsável.

Desenvolve programa que incentiva as pessoas a trocarem os copos descartáveis por canecas individuais, estimulando o consumo responsável. 1. APRESENTAÇÃO O Instituto de Qualificação - IQ foi fundado em 2004 a partir da necessidade de oferecer qualificação profissional específica para engenheiros, arquitetos, agrônomos, geólogos, tecnólogos,

Leia mais

RESULTADO DEFINITIVO DA SELEÇÃO DE PROPOSTAS Após o julgamento dos recursos administrativos segue a lista final dos projetos.

RESULTADO DEFINITIVO DA SELEÇÃO DE PROPOSTAS Após o julgamento dos recursos administrativos segue a lista final dos projetos. RESULTADO DEFINITIVO DA SELEÇÃO DE PROPOSTAS Após o julgamento dos recursos administrativos segue a lista final dos projetos. CHAMADA PÚBLICA SENAT/TRANSPORTES Nº 001/2013 Em Ordem Alfabética A) PROPOSTAS

Leia mais

TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO

TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO Curso Técnico de Edificações Profª Engª Civil Alexandra Müller Barbosa EMENTA Estudos de procedimentos executivos: Estruturas portantes, Elementos vedantes, Coberturas, Impermeabilização,

Leia mais

PROGRAMA PETROBRAS DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS PFRH. Recursos Humanos Universidade Petrobras

PROGRAMA PETROBRAS DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS PFRH. Recursos Humanos Universidade Petrobras PROGRAMA PETROBRAS DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS PFRH Recursos Humanos Universidade Petrobras PROGRAMA PETROBRAS DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS - PFRH Objetivo Ampliar e fortalecer a formação de recursos

Leia mais

E-mail: Currículo lattes:

E-mail: Currículo lattes: CORPO DOCENTE DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO COM LINHAS ESPECÍFICAS EM AGRONEGÓCIOS E GESTÃO AMBIENTAL Adalberto Wolmer do Nascimento Silva (Especialista) Regime de Trabalho: Tempo Parcial Área de Conhecimento:

Leia mais

Denise Pereira Canedo

Denise Pereira Canedo Denise Pereira Canedo ''CURRICULUM VITAE'' Página 1 de 5 Denise Pereira Canedo Nascimento: 13/02/1972 Carteira de identidade: 836-803/SSP-MT Titulo eleitoral: 133135918/13 Cadastro de pessoa física: 545.264.931-04

Leia mais

CORPO DOCENTE DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

CORPO DOCENTE DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CORPO DOCENTE DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Alan Teixeira da Silva (Graduado) Regime de Trabalho: Horista Área de conhecimento: Engenharia Qualificação Profissional: Engenharia de Telecomunicações

Leia mais

Outubro / 2009. Instituto de Pesquisas da FEI

Outubro / 2009. Instituto de Pesquisas da FEI Outubro / 2009 Instituto de Pesquisas da FEI IDEALIZADOR DA FEI: Padre Saboia de Medeiros, SJ 1941 ESAN Escola Superior de Administração de Negócios 1945 FCA Fundação de Ciências Aplicadas 1946 FEI Faculdade

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL. Meta e Estratégias. Meta

EDUCAÇÃO AMBIENTAL. Meta e Estratégias. Meta EDUCAÇÃO AMBIENTAL Meta e Estratégias Meta Universalizar a educação socioambiental em todos os níveis e modalidades de ensino, como uma prática inter, multi e transdisciplinar, contínua e permanente nos

Leia mais

SENAI - Educação profissional

SENAI - Educação profissional www.cni.org.br http://www.portaldaindustria.com.br/senai/iniciativas/programas/unindustria/2013/11/1,29083/senai-educacao-profissional.html 21 de Novembro de 2013 SENAI - Educação profissional As possibilidades

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO COLEGIADO CES

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO COLEGIADO CES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Conselho Nacional de Educação / Câmara de Educação Superior ASSUNTO: Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Engenharia RELATOR(A):

Leia mais

INSTITUTO SENAI DE INOVAÇÃO EM TECNOLOGIAS MINERAIS

INSTITUTO SENAI DE INOVAÇÃO EM TECNOLOGIAS MINERAIS INSTITUTO SENAI DE INOVAÇÃO EM TECNOLOGIAS MINERAIS Slide 1 O que fazer para melhorar a competitividade da indústria? Mobilização Empresarial pela Inovação MEI Melhorar a infraestrutura Disseminar a cultura

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 010/2006

RESOLUÇÃO Nº 010/2006 Confere com o original RESOLUÇÃO Nº 010/2006 CRIA o Curso de Pós-Graduação Lato Sensu de Educação Ambiental, em nível de Especialização. O REITOR DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS e PRESIDENTE DO CONSELHO

Leia mais

ENGENHARIA DE ALIMENTOS. COORDENADOR Regina Célia Santos Mendonça rmendoc@ufv.br

ENGENHARIA DE ALIMENTOS. COORDENADOR Regina Célia Santos Mendonça rmendoc@ufv.br ENGENHARIA DE ALIMENTOS COORDENADOR Regina Célia Santos Mendonça rmendoc@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2009 201 Engenheiro de Alimentos ATUAÇÃO O Engenheiro de Alimentos tem como campo profissional

Leia mais

CBA. Gestão de Negócios PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Gestão de Negócios

CBA. Gestão de Negócios PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Gestão de Negócios CBA Gestão de Negócios Gestão de Negócios O curso desenvolve a capacidade de compreender, de forma ampla e sistêmica, a interação entre as diversas áreas funcionais de uma empresa, além dos aspectos externos

Leia mais

COORDENAÇÃO DE CURSO DE ENGENHARIA CIVIL - 1º PERÍODO 2015.1. Segunda-Feira Terça-Feira Quarta-Feira Quinta-Feira Sexta-Feira. 09901-5 A / B Física 1

COORDENAÇÃO DE CURSO DE ENGENHARIA CIVIL - 1º PERÍODO 2015.1. Segunda-Feira Terça-Feira Quarta-Feira Quinta-Feira Sexta-Feira. 09901-5 A / B Física 1 COORDENAÇÃO DE CURSO DE ENGENHARIA CIVIL - 1º PERÍODO 2015.1 08910-9 C / D Cálculo 1 06216-2 A / B Leitura e Produção de Textos para Civil 09901-5 A / B 1 08111-6 C / D Geometria Analítica 08910-9 C /

Leia mais

Apresentação do Curso

Apresentação do Curso CURSO DE CAPACITAÇÃO DE TÉCNICOS E DE GESTORES PÚBLICOS PARA ESTUDO DE VIABILIDADE E PROJETO DE TRATAMENTO MECANICO-BIOLOGICO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS Contexto Desde a promulgação da Lei nº 11.445/2007

Leia mais

3º Relatório Técnico Semestral PLANO BÁSICO AMBIENTAL DA DRAGAGEM DE APROFUNDAMENTO DO PORTO DE SANTOS

3º Relatório Técnico Semestral PLANO BÁSICO AMBIENTAL DA DRAGAGEM DE APROFUNDAMENTO DO PORTO DE SANTOS PLANO BÁSICO AMBIENTAL DA DRAGAGEM DE APROFUNDAMENTO DO PORTO DE SANTOS 3º Relatório Técnico Semestral Programa de Monitoramento Ambiental da Área de Disposição Oceânica de Materiais Dragados da Região

Leia mais

Fórum Regional do Prominp

Fórum Regional do Prominp Fórum Regional do Prominp PE-04.Estruturação do Centro de Excelência em MANUTENÇÃO INDUSTRIAL Prof. Francisco Ilo Bezerra Cardozo, MSc Abril - 2006 PE-04:Centro de Excelência em Manutenção Industrial Centro

Leia mais

Curso: Pecege. Gestão de. Marketing. no Agronegócio

Curso: Pecege. Gestão de. Marketing. no Agronegócio Curso: Pecege Gestão de Marketing no Agronegócio Gestão de Marketing no Agronegócio Objetivo do Programa de Gestão de Marketing no Agronegócio O curso tem por objetivo capacitar gestores de empresas do

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR - 2012/1º semestre (Aprovada pela Resolução nº 01 CONSEPE, de 09/02/2012). 1º PERÍODO 2º PERÍODO

ESTRUTURA CURRICULAR - 2012/1º semestre (Aprovada pela Resolução nº 01 CONSEPE, de 09/02/2012). 1º PERÍODO 2º PERÍODO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI INSTITUTO DE CIÊNCIA, ENGENHARIA E TECNOLOGIA - TEÓFILO OTONI CURSO DE GRADUAÇÃO - ENGENHARIA CIVIL ESTRUTURA CURRICULAR

Leia mais

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO. COORDENADOR Luciano José Minette minetti@ufv.br

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO. COORDENADOR Luciano José Minette minetti@ufv.br ENGENHARIA DE PRODUÇÃO COORDENADOR Luciano José Minette minetti@ufv.br 210 Currículos dos Cursos do CCE UFV Engenheiro de Produção ATUAÇÃO O Curso de Engenharia de Produção da UFV visa preparar profissionais

Leia mais

Objetivo do Programa

Objetivo do Programa Objetivo do Programa O Programa Futuros Engenheiros visa favorecer o desenvolvimento de competências técnicas e habilidades comportamentais de universitários dos cursos de Engenharia para atuar na indústria.

Leia mais

Universidade Federal de São Paulo Campus São José dos Campos LISTA DE DISCIPLINAS DA GRADUAÇÃO

Universidade Federal de São Paulo Campus São José dos Campos LISTA DE DISCIPLINAS DA GRADUAÇÃO A B C Álgebra Linear Álgebra Linear Computacional Álgebra Linear II Algoritmos e Estrutura de Dados I Algoritmos e Estrutura de Dados II Algoritmos em Bioinformática Alteridade e Diversidade no Brasil

Leia mais

FIPECAFI e CFC renovam convênio de capacitação de profissionais de Contabilidade

FIPECAFI e CFC renovam convênio de capacitação de profissionais de Contabilidade FIPECAFI e CFC renovam convênio de capacitação de profissionais de Contabilidade A FIPECAFI (Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras) e o CFC (Conselho Federal de Contabilidade)

Leia mais

MBA. Controladoria PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Controladoria

MBA. Controladoria PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Controladoria MBA Controladoria Controladoria O MBA Controladoria une a tradição do Ibmec em pesquisas avançadas em Administração, Economia e Finanças com a Controladoria. Com este embasamento, propõe-se desenvolver

Leia mais

EXAMES DA ÉPOCA DE RECURSO

EXAMES DA ÉPOCA DE RECURSO Engenharia Informática Último Dia para Álegebra Linear e Geometris Analítica Interacção com o Utilizador Engenharia de Software Arquitectura de Computadores Bases de Dados Introdução à Inteligência Artificial

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2014/2018

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2014/2018 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2014/2018 CURSO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL MADEIREIRA 1 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DA UNIDADE 2014/2018 APRESENTAÇÃO O Curso de Engenharia Industrial Madeireira da UFPR foi criado

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão de Projetos tem por fornecer conhecimento teórico instrumental que

Leia mais

http://www.portaldaindustria.com.br/senai/iniciativas/programas/unindustria/2015/07/1,29083/cursos-para-docentes-do-senai.html

http://www.portaldaindustria.com.br/senai/iniciativas/programas/unindustria/2015/07/1,29083/cursos-para-docentes-do-senai.html www.cni.org.br http://www.portaldaindustria.com.br/senai/iniciativas/programas/unindustria/2015/07/1,29083/cursos-para-docentes-do-senai.html Cursos para Docentes do SENAI É de interesse do SENAI que os

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DO NORTE DO BRASIL S.A. COMPETÊNCIAS ATRIBUIÇÕES ORGANIZACIONAIS DIRETORIA DE OPERAÇÃO

CENTRAIS ELÉTRICAS DO NORTE DO BRASIL S.A. COMPETÊNCIAS ATRIBUIÇÕES ORGANIZACIONAIS DIRETORIA DE OPERAÇÃO CENTRAIS ELÉTRICAS DO NORTE DO BRASIL S.A. COMPETÊNCIAS ATRIBUIÇÕES ORGANIZACIONAIS DIRETORIA DE OPERAÇÃO DIRETORIA DE OPERAÇÃO Cabe à Diretoria de Operação a gestão dos negócios geração, transmissão e

Leia mais

Institucional. na Esalq, o Pecege atua em duas frentes principais:

Institucional. na Esalq, o Pecege atua em duas frentes principais: Institucional A Esalq USP, reconhecida mundialmente como sinônimo de qualidade em ensino, pesquisa e produção científica, oferece conceituados MBAs a profissionais em todo o país. São programas de pós-graduação

Leia mais

CORPO DOCENTE DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

CORPO DOCENTE DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CORPO DOCENTE DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Alan Teixeira da Silva (Graduado) Regime de Trabalho: Horista Área de conhecimento: Engenharia Qualificação Profissional: Engenharia de Telecomunicações

Leia mais

AUDITORIA E PERÍCIA CONTÁBIL

AUDITORIA E PERÍCIA CONTÁBIL - AUDITORIA E PERÍCIA CONTÁBIL ESTRUTURA CURRICULAR Metodologia de Pesquisa Auditoria Independente Auditoria Fisco-Tributária Fundamentos de Perícia Contábil Perícia Cível e Trabalhista Perícia em Sistema

Leia mais

FACULDADE DO SUL DA BAHIA 1º SEMESTRE DE 2014. PROVA FINAL PERÍODO DE APLICAÇÃO 07/07 segunda-feira 09/07 quarta-feira 10/07 quinta-feira

FACULDADE DO SUL DA BAHIA 1º SEMESTRE DE 2014. PROVA FINAL PERÍODO DE APLICAÇÃO 07/07 segunda-feira 09/07 quarta-feira 10/07 quinta-feira FACULDADE DO SUL DA BAHIA SEMESTRE DE 2014 PROVA FINAL PERÍODO DE APLICAÇÃO segunda-feira quarta-feira quinta-feira Horário 1ª AULA 18:50 às 20:30 2ª AULA 20:50 às 22:30 OBS.: NÃO HÁ SEGUNDA CHAMADA DE

Leia mais

Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação

Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação Curso de Atualização Pedagógica Julho de 2010 Mediador: Adelardo Adelino Dantas de Medeiros (DCA/UFRN) Diretrizes Curriculares

Leia mais

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br Prezado(a) Sr.(a.) Agradecemos seu interesse em nossos programa de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso de Pós-MBA

Leia mais

Núcleo de Avaliação do Instituto de Ciência e Tecnologia de Alimentos

Núcleo de Avaliação do Instituto de Ciência e Tecnologia de Alimentos Núcleo de Avaliação do Instituto de Ciência e Tecnologia de Alimentos Coordenador: Jean Philippe Révillion Assessor Administrativo Cherllen Araújo Bolsista Dieison Vedoy Dados Institucionais Histórico

Leia mais

A escolha é sempre sua. O conhecimento é a nossa contribuição.

A escolha é sempre sua. O conhecimento é a nossa contribuição. A escolha é sempre sua. O conhecimento é a nossa contribuição. TURMA 3 Master in Business Administration Especialização Lato-Sensu GESTÃO ESTRATÉGICA DA PRODUÇÃO E QUALIDADE GESTÃO FARMACEUTICA EMPRESARIAL

Leia mais

- ATENÇÃO PESQUISADORES -

- ATENÇÃO PESQUISADORES - - ATENÇÃO PESQUISADORES - Informamos abaixo os últimos editais para fomento à pesquisa divulgados pela FAPESB e CNPQ, para conhecimento e possível envio de propostas de projetos: Órgão Responsável: FAPESP

Leia mais

ANEXO I CURSOS DE GRADUAÇÃO PRESENCIAL GRADUAÇÃO PRESENCIAL- FTC SALVADOR

ANEXO I CURSOS DE GRADUAÇÃO PRESENCIAL GRADUAÇÃO PRESENCIAL- FTC SALVADOR ANEXO I DE GRADUAÇÃO PRESENCIAL GRADUAÇÃO PRESENCIAL- FTC SALVADOR VALORES DOS Administração 8 semestres R$ 395,00 10% R$ 355,50 Biomedicina 8 semestres R$ 630,00 20% R$ 504,00 Ciências Aeronáuticas 6

Leia mais

2 Oferta de cursos técnicos e superiores por eixo tecnológico, por Campus. Taxa de ingresso nos cursos técnicos na forma de oferta, por Campus

2 Oferta de cursos técnicos e superiores por eixo tecnológico, por Campus. Taxa de ingresso nos cursos técnicos na forma de oferta, por Campus PERSPECTIVA OBJETIVO INDICADOR META RESULTADOS INSTITUCIONAIS 1 Nº de cursos técnicos e superiores, articulados com os arranjos produtivos locais por Campus; 2 Oferta de cursos técnicos e superiores por

Leia mais

SITUAÇÃO DOS RECURSOS HUMANOS DA ÁREA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NAS IFES

SITUAÇÃO DOS RECURSOS HUMANOS DA ÁREA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NAS IFES SITUAÇÃO DOS RECURSOS HUMANOS DA ÁREA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NAS IFES Introdução A questão dos recursos humanos na área de Tecnologia da Informação é assunto de preocupação permanente no Colégio de

Leia mais

Universidade de Aveiro

Universidade de Aveiro Universidade de Aveiro Licenciatura (1º Ciclo) em Engenharia do Ambiente: Duração: 3 anos Grau: Licenciatura Director de Curso: Prof.ª Doutora Ana Isabel Couto Miranda Objectivos: A Licenciatura em Engenharia

Leia mais

MBA CONTROLLER (Parceria ANEFAC)

MBA CONTROLLER (Parceria ANEFAC) MBA CONTROLLER (Parceria ANEFAC) Apresentação FIPECAFI A Faculdade FIPECAFI é mantida pela Fundação Instituto de Pesquisa Contábeis, Atuariais e Financeiras, criada em 1974. Seus projetos modificaram o

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO Setor de Ciências Agrárias e Ambientais Unidade Universitária de Irati CURRÍCULO PLENO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO Setor de Ciências Agrárias e Ambientais Unidade Universitária de Irati CURRÍCULO PLENO CURSO: ENGENHARIA AMBIENTAL (540/I Integral 02 e SEM_02) (Para alunos ingressos entre 2006 a 2008) CÓD. D. DEPTOS. DISCIPLINAS 1º 2º 3º 4º 1ª 2ª 3ª 4ª 5ª 6ª 7ª 8ª C/H 0872/I DEMAT/I Cálculo I 3 51 0873/I

Leia mais

Inovação Tecnológica e Transferência de Tecnologia SENAI-BA / CIMATEC

Inovação Tecnológica e Transferência de Tecnologia SENAI-BA / CIMATEC Núcleo de Inovação Tecnológica - NIT Inovação Tecnológica e Transferência de Tecnologia SENAI-BA / CIMATEC Profª. Maria do Carmo Oliveira Ribeiro, MSc. Coord. Núcleo de Inovação Tecnológica NIT SENAI-BA

Leia mais