A INFLUÊNCIA DA MATEMÁTICA NOS BORDADOS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A INFLUÊNCIA DA MATEMÁTICA NOS BORDADOS"

Transcrição

1 A INFLUÊNCIA DA MATEMÁTICA NOS BORDADOS Marli Alves Lobo 1 Resumo Nesse relato iremos abordar o trabalho sobre transformações geométricas encontradas no bordado ponto cruz elaborado em conjunto com alunas do 8º ano do ensino fundamental e apresentado na feira interdisciplinar da E. E. Dr. Antônio da Cunha Pereira do município de Peçanha-MG, escola essa que faz parte do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) 2, do qual somos bolsistas. A feira ocorreu no dia 28 de agosto de 2015 e tinha como objetivo mostrar a matemática de forma com que o discente contextualize o que está aprendendo. Os resultados foram positivos e tivemos um grande retorno das alunas que pesquisaram, executaram e apresentaram o trabalho, além da receptividade do público que frequentou a feira. A exposição foi muito elogiada não só pela beleza, mas pela forma que as discentes contextualizaram a geometria. Palavras-chave: Transformações geométricas; inovação; bordado ponto cruz. INTRODUÇÃO O trabalho foi realizado para cumprir uma das metas do projeto organizado por nós bolsistas do programa e pelo professor de matemática da escola e supervisor do PIBID. O projeto teve com o tema Há Matemática em Tudo e teve como um de seus objetivos trazer inovação para o ensino de Matemática e culminou com a apresentação na II Feira de Matemática da E. E. Dr. Antônio da Cunha Pereira do município de Peçanha-MG, 1 Autor PIBID - Programa Institucional de Iniciação à Docência foi criado pelo Ministério da Educação MEC e pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Capes para destinar bolsas de iniciação à docência a alunos de cursos licenciatura das instituições de ensino superior.

2 1 As feiras de Matemática podem trazer possibilidades de construção e de troca de saberes que são muito importantes para a formação dos discentes. Segundo Paulo Freire aprender é um processo que pode deflagrar no aprendiz uma curiosidade crescente, que pode torná-lo mais e mais criador FREIRE (1996, p. 13). Dessa forma, acreditamos estar contribuindo para aquisição de conhecimento e minimizando um dos grandes problemas enfrentado por professores que é a falta de interesse dos alunos para o aprendizado de Matemática. O tema abordado em nosso trabalho foi à influência da Matemática nos artesanato com o foco nas transformações geométrica do bordado ponto cruz. GEOMETRIA E O BORDADO O bordado era considerado símbolo de educação no período do Renascimento, e se espalhou como forma de aprendizado entra as mulheres pela Europa passando de mãe para filha. Ao decorrer do tempo o bordado perdeu seu valor educativo, passando a ter valor apenas decorativo sendo de fácil acesso a todos que queiram aprender essa técnica. Nos gráficos de ponto cruz podemos encontrar várias combinações geométricas como rotações, simetria, translações e outros aspectos geométricos, que podem ser usados para auxiliar no aprendizado do aluno. Além disso, ao iniciar o processo de produção do bordado o aluno utiliza a contagem. De acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais: A Geometria é um campo fértil para se trabalhar com situações-problema e é um tema pelo qual os alunos costumam se interessar naturalmente. O trabalho com noções geométricas contribui para a aprendizagem de números e medidas, pois estimula a criança a observar, perceber semelhanças e diferenças, identificar regularidades e vice-versa. (Brasil, 1997, p.39). O estudo dos conceitos geométricos proporciona aos alunos apreciar e identificar a sua presença no seu cotidiano seja nas construções, nos elementos da natureza ou em obras de arte, observando comprimentos, ângulos, polinômios e semelhanças nas figuras. 1

3 2 Assim, julgamos estar contribuindo com uma melhor compreensão dos alunos em relação aos conteúdos geométricos. Durante a preparação do trabalho pôde-se trabalhar gráficos com isometrias, ponto médio de um segmento e os ângulos. ARTESANATO E A CULTURA No Brasil há uma grande variedade de peças artesanais que carregam a nossa história e a identidade regional, além de expressão da nossa cultura, é responsável por gerar emprego e renda, sobretudo para as comunidades mais carentes. Dentre estes podemos destacar o artesanato indígena, em palha, em esculturas de madeira, tecelagem, ponto de cruz, renda de bilro e outros. O artesanato pode ser relacionado aos temas transversais descritos nos PCN, conforme ilustra a seguinte passagem: É necessário considerar outros modos de comunicação, como a linguagem do corpo e a linguagem das artes em geral, permitindo transversalizar, em particular, com Educação Física e Arte. A música, a dança, as artes em geral, vinculadas aos diferentes grupos étnicos e a composições regionais típicas, são manifestações culturais que a criança e o adolescente poderão conhecer e vivenciar. (Brasil, 1997, P.19) Nas pesquisas as alunas puderam conhecer um ramo da diversidade cultural do nosso país e valorizá-la. DESENVOLVIMENTO Para o desenvolvimento da prática foi selecionado o 8º ano do ensino fundamental em função dos temas curriculares trabalhados nessa etapa. Em especial, no que diz respeito ao macro campo da geometria, os temas relacionados a retas e ângulos, são muito importantes para compreensão das transformações geométricas. Para pesquisa, execução e apresentação do trabalho estiveram envolvidas oito alunas do referido ano. Durante o processo de pesquisa e execução foram investigadas as transformações geométricas e a história do bordado em geral. Para isso foram realizados três encontros: os dois primeiros com duração de 50min e o último com duas horas e meia. Os encontros iniciais se prestaram ao estudo dos conteúdos de transformações geométricas relacionando-os aos gráficos de ponto cruz através do uso de textos 2

4 3 explicativos e vídeos para reforçar a compreensão das alunas. Nesse momento foram ensinados a relação entre o bordado ponto cruz e a geometria. Foi possível mostrar no gráfico aos alunos como era feita a translação usando as figuras do bordado, outro aspecto observado e estudado foram os ângulos de rotação em um plano e a simetria a partir do eixo de simetria entre uma figura e outra, para isso foi necessário utilizarmos régua e compasso para demonstrar a transferência de pontos. FIGURA 1e 2 Nos gráficos encontramos simetria de reflexão e rotação. 1 2 Fonte: Arquivo Pessoal O último encontro foi feito um curso extra turno sobre a técnica do bordado ponto cruz, onde os alunos tiveram a oportunidade de trabalhar na prática o que foi apresentado no encontro anterior. Para realização das tarefas propostas utilizamos linha, étamine e agulha para construção de bordados. A apresentação dos resultados ocorreu durante II Feira de Matemática E. E. Dr. Antônio da Cunha Pereira do município de Peçanha-MG. Apresentado sob o título de A influência da Matemática nos bordados, o trabalho compôs uma exposição que incluía outras catorze atividades contextualizadas de Matemática. As próprias alunas do 8º ano envolvidas no trabalho apresentaram o desenvolvimento das atividades realizadas e os temas da matemática relacionados. FIGURA 3 As alunas aprendendo a técnica Figura 4- Exposição dos trabalhos 3

5 4 Fonte: Arquivo Pessoal DISCUSSÕES DOS RESULTADOS A preparação e execução do trabalho ocorreram conforme planejado alcançando o objetivo de provocar um maior interesse pela matéria através de atividades que conduzam o aluno a perceber como a matemática está presente em diversas atividades cotidianas, inclusive no artesanato. Foi possível perceber que o bordado tem forte relação com conteúdos da Geometria e que conceitos por muitas vezes de difícil compreensão puderam ser melhor assimilados com o uso de um recurso concreto em uma aplicação prática. CONCLUSÃO A matemática é vista como monótona e cansativa e é por essa razão que devemos trazer uma nova perspectiva de ensino. É preciso tirar proveito da criatividade dos alunos e os estimular cada vez mais à pesquisa, de maneira que eles se reconheçam como agentes ativos na busca do conhecimento. Diante disso e dos resultados obtidos em nosso trabalho, concluímos que é possível trazer inovação no ensino de Matemática fazendo uso de práticas que proporcionem um aprendizado significativo conectando conhecimentos acadêmicos a atividades cotidianas. REFERÊNCIAS 4

6 5 MORELATTI, Maria Raquel Miotto. SOUZA, Luís Henrique Gazeta de. Aprendizagem de conceitos geométricos pelo futuro professor das séries iniciais do Ensino Fundamental e as novas tecnologias. Disponível em: Acesso em: 22 de julho de BRASIL. Parâmetros curriculares nacionais : pluralidade cultural, orientação sexual / Secretaria de Educação Fundamental. Brasília : MEC/SEF, Disponível em: Acesso em: 09 de janeiro de BRASIL. Parâmetros curriculares nacionais: Matemática. Brasília: MEC/CNE, Disponível em: Acesso em: 09 de janeiro de FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, Disponível em: Acesso em: 09 de janeiro de

TRANSFORMAÇÕES GEOMÉTRICAS NOS BORDADOS EM PONTO CRUZ

TRANSFORMAÇÕES GEOMÉTRICAS NOS BORDADOS EM PONTO CRUZ TRANSFORMAÇÕES GEOMÉTRICAS NOS BORDADOS EM PONTO CRUZ Sabrine Costa Oliveira 1 IFES binecosta@gmail.com Sandra Aparecida Fraga da Silva 2 IFES sandrafraga7@gmail.com Resumo O presente trabalho é parte

Leia mais

O GEOGEBRA COMO FERRAMENTA DE SUPORTE NO PROCESSO DE ENSINO APRENDIZAGEM ENVOLVENDO CONCEITOS E CÁLCULOS DE ARÉA DE FIGURAS PLANAS

O GEOGEBRA COMO FERRAMENTA DE SUPORTE NO PROCESSO DE ENSINO APRENDIZAGEM ENVOLVENDO CONCEITOS E CÁLCULOS DE ARÉA DE FIGURAS PLANAS O GEOGEBRA COMO FERRAMENTA DE SUPORTE NO PROCESSO DE ENSINO APRENDIZAGEM ENVOLVENDO CONCEITOS E CÁLCULOS DE ARÉA DE FIGURAS PLANAS Marianne Ferreira Gomesl 1 ; Andriele de Melo Barbosa Oliveira 2 ; Nilcyneia

Leia mais

Thiago Jefferson de Araújo¹ Instituto Federal de Educação Ciência e tecnologia do Rio Grande do Norte

Thiago Jefferson de Araújo¹ Instituto Federal de Educação Ciência e tecnologia do Rio Grande do Norte O ENSINO DA MATEMÁTICA NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL: RECICLANDO NOVAS IDEIAS Jaine Galdino Faustino¹ Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte- Santa Cruz/RN (jfausstynny@gmail.com)

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE DOBRADURAS DE PAPEL NO ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA

UTILIZAÇÃO DE DOBRADURAS DE PAPEL NO ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA UTILIZAÇÃO DE DOBRADURAS DE PAPEL NO ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA Shirley Aparecida de Morais Escola 31 de março shiamo@seed.pr.gov.br Rita de Cássia Amaral Vieira rcamaral@hotmail.comr Samantha

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA Fórum Regional Sudeste de Pró-Reitores de Graduação (FORGRAD) Universidade Católica de Petrópolis, RJ 01/04/2016 1. 2. Precarização do Programa 3.

Leia mais

EXPERIÊNCIA TEATRAL NAS ATIVIDADES DO PIBID: A VIDA DE MALBA TAHAN E O HOMEM QUE CALCULAVA

EXPERIÊNCIA TEATRAL NAS ATIVIDADES DO PIBID: A VIDA DE MALBA TAHAN E O HOMEM QUE CALCULAVA ISSN 2316-7785 EXPERIÊNCIA TEATRAL NAS ATIVIDADES DO PIBID: A VIDA DE MALBA TAHAN E O HOMEM QUE CALCULAVA Eduardo Post edupost32@hotmail.com Tatiane Fontana Ribeiro URI Universidade Regional Integrada

Leia mais

Como um matemático embrulha presentes gastando pouco material?

Como um matemático embrulha presentes gastando pouco material? Como um matemático embrulha presentes gastando pouco material? Juliana Cordeiro da Cunha Universidade de Brasília Brasil julianapndeath@gmail.com Raquel Carneiro Dörr Universidade de Brasília Brasil raqueldoerr@gmail.com

Leia mais

PIBID - RECURSOS DE ATIVIDADES LÚDICAS PARA ENSINAR APRENDER HISTÓRIA

PIBID - RECURSOS DE ATIVIDADES LÚDICAS PARA ENSINAR APRENDER HISTÓRIA PIBID - RECURSOS DE ATIVIDADES LÚDICAS PARA ENSINAR APRENDER HISTÓRIA Paulo Célio Soares 1 Luciano Alves Pereira, Flaviane Rezende De Almeida, Daniele Ouverney Francisco 2 Resumo Este artigo tem como objetivo

Leia mais

PIBID UMA BREVE REFLEXÃO ENTRE TEORIA E PRÁTICA DOCENTE

PIBID UMA BREVE REFLEXÃO ENTRE TEORIA E PRÁTICA DOCENTE PIBID UMA BREVE REFLEXÃO ENTRE TEORIA E PRÁTICA DOCENTE Andrieli Petrouski Guardacheski Acadêmica do Curso de Pedagogia da Universidade Estadual do Centro- Oeste/Irati bolsista do PIBID CAPES Rejane Klein,

Leia mais

Relatório de participação no PIBID

Relatório de participação no PIBID Relatório de participação no PIBID Pedro Henrique Silva São João Del Rei Janeiro 2013 Introdução O PIBID (Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência), da CAPES, foi iniciado em 2008. É um

Leia mais

EXPLORANDO CONCEITOS GEOMÉTRICOS A PARTIR DA ANÁLISE E CONSTRUÇÃO DE MOSAICOS 1 ;

EXPLORANDO CONCEITOS GEOMÉTRICOS A PARTIR DA ANÁLISE E CONSTRUÇÃO DE MOSAICOS 1 ; EXPLORANDO CONCEITOS GEOMÉTRICOS A PARTIR DA ANÁLISE E CONSTRUÇÃO DE MOSAICOS 1 ; BATISTA, Nathália Cabral Rodrigues 2 ; SILVA, Kairusa Ribes 3 ; OLIVEIRA, Cristiano Peres 4 RESUMO: O presente trabalho

Leia mais

Texto produzido a partir de interações estabelecidas como bolsistas do PIBID/UNIJUÍ 2

Texto produzido a partir de interações estabelecidas como bolsistas do PIBID/UNIJUÍ 2 ÁLGEBRA E FUNÇÕES NO CURRÍCULO DOS ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA ANÁLISE A PARTIR DA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR E DE DOCUMENTOS OFICIAIS 1 Maira Simoni Brigo 2, Bruna Maroso De Oliveira 3,

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE A ABORDAGEM DA GEOMETRIA NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA ANÁLISE DE LIVRO DIDÁTICO

REFLEXÕES SOBRE A ABORDAGEM DA GEOMETRIA NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA ANÁLISE DE LIVRO DIDÁTICO REFLEXÕES SOBRE A ABORDAGEM DA GEOMETRIA NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA ANÁLISE DE LIVRO DIDÁTICO Lincomberg Martins 1 Universidade Estadual da Paraíba netosume123@hotmail.com Aline Cordeiro

Leia mais

O PIBID DE QUÍMICA E PESQUISA NO COTIDIANO ESCOLAR: DIÁLOGO ENTRE UNIVERSIDADE, O PROFESSOR E A ESCOLA

O PIBID DE QUÍMICA E PESQUISA NO COTIDIANO ESCOLAR: DIÁLOGO ENTRE UNIVERSIDADE, O PROFESSOR E A ESCOLA 02994 O PIBID DE QUÍMICA E PESQUISA NO COTIDIANO ESCOLAR: DIÁLOGO ENTRE UNIVERSIDADE, O PROFESSOR E A ESCOLA Maria José Houly Almeida de Oliveira UNEAL Nos últimos anos observa-se um aumento na implementação

Leia mais

A PLATAFORMA RIVED COMO UMA ALTERNATIVA VIÁVEL PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA 1

A PLATAFORMA RIVED COMO UMA ALTERNATIVA VIÁVEL PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA 1 A PLATAFORMA RIVED COMO UMA ALTERNATIVA VIÁVEL PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA 1 Taiane Fontana Ribeiro 2, Charles Peixoto Mafalda 3, Eliane Miotto Kamphorst 4, Ana Paula Do Prado Donadel 5, Carmo Henrique

Leia mais

Do Espaço Geográfico ao Cinematográfico: Um estudo de caso no Ensino Médio Inovador (ProEMI)

Do Espaço Geográfico ao Cinematográfico: Um estudo de caso no Ensino Médio Inovador (ProEMI) Do Espaço Geográfico ao Cinematográfico: Um estudo de caso no Ensino Médio Inovador (ProEMI) Éricka Araújo Santos UEPB ericka21.araujo@hotmail.com Josandra Araújo Barreto de Melo (Orientadora) UEPB ajosandra@yahoo.com.br

Leia mais

Diego Aparecido Maronese Matemática. Íria Bonfim Gaviolli Matemática

Diego Aparecido Maronese Matemática. Íria Bonfim Gaviolli Matemática Edital Pibid n 11 /2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID Plano de Atividades (PIBID/UNESPAR) Tipo do produto: Plano de Aula 1 IDENTIFICAÇÃO SUBPROJETO MATEMÁTICA/FECEA:

Leia mais

A contribuição do PIBID na melhoria do ensino de Geografia Verônica Amparo Medeiros

A contribuição do PIBID na melhoria do ensino de Geografia Verônica Amparo Medeiros A contribuição do PIBID na melhoria do ensino de Geografia Verônica Amparo Medeiros Discente do Curso de Geografia da Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Ciências Integradas do Pontal, campus

Leia mais

PIBID NO CONTEXTO ESCOLAR: ATIVIDADE LÚDICA COMO EIXO ARTICULADOR NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO

PIBID NO CONTEXTO ESCOLAR: ATIVIDADE LÚDICA COMO EIXO ARTICULADOR NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO PIBID NO CONTEXTO ESCOLAR: ATIVIDADE LÚDICA COMO EIXO ARTICULADOR NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO Autores : Soraya Pereira CORDEIRO; Jaqueline Fernanda de OLIVEIRA; Maria Claudia Correia REIS Identificação

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DO TEOREMA DE PITÁGORAS A PARTIR DE MATERIAIS MANIPULÁVEIS. Palavras-chave: Investigação; teorema de Pitágoras; Materiais manipuláveis.

DEMONSTRAÇÃO DO TEOREMA DE PITÁGORAS A PARTIR DE MATERIAIS MANIPULÁVEIS. Palavras-chave: Investigação; teorema de Pitágoras; Materiais manipuláveis. DEMONSTRAÇÃO DO TEOREMA DE PITÁGORAS A PARTIR DE MATERIAIS MANIPULÁVEIS Anelize de Angelis Huss ne_huss@hotmail.com André Luiz Steigenberger andre_alst@hotmail.com Victor Hugo dos Santos Gois victor.gois28@hotmail.com

Leia mais

FICHA IV - ESPECÍFICA POR SUBPROJETO. Ensino-aprendizagem

FICHA IV - ESPECÍFICA POR SUBPROJETO. Ensino-aprendizagem FICHA IV - ESPECÍFICA POR SUBPROJETO Ensino-aprendizagem 1. Quais os materiais didáticos na área do(s) subprojeto(s) existentes na escola? Recursos didáticos, materiais diferenciados e/ou alternativos.

Leia mais

ESTUDO SOBRE TRIGOMETRIA POR MEIO DA UTILIZAÇÃO DE UM INCLINÔMETRO: UMA ATIVIDADE DO PIBID

ESTUDO SOBRE TRIGOMETRIA POR MEIO DA UTILIZAÇÃO DE UM INCLINÔMETRO: UMA ATIVIDADE DO PIBID ESTUDO SOBRE TRIGOMETRIA POR MEIO DA UTILIZAÇÃO DE UM INCLINÔMETRO: UMA ATIVIDADE DO PIBID Alexandre Alves Guimarães Júnior¹, Bruna Borges Monteiro Costa 2, Marici Anne Costa e Silva³, Emerson Luiz Gelamo

Leia mais

Projeto do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência 2

Projeto do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência 2 PROPOSTA DE ENSINO E APRENDIZAGEM PARA ALUNOS DO PRIMEIRO ANO DO ENSINO MÉDIO COM AUXÍLIO DO SOFTWARE GEOGEBRA 1 TEACHING AND LEARNING PROPOSAL FOR FIRST YEAR HIGH SCHOOL STUDENTS WITH THE HELP OF GEOGEBRA

Leia mais

O ESTUDO DA FUNÇÃO DO 1º GRAU ATRAVÉS DA ANÁLISE DA CONTA DE ENERGIA ELÉTRICA

O ESTUDO DA FUNÇÃO DO 1º GRAU ATRAVÉS DA ANÁLISE DA CONTA DE ENERGIA ELÉTRICA O ESTUDO DA FUNÇÃO DO 1º GRAU ATRAVÉS DA ANÁLISE DA CONTA DE ENERGIA ELÉTRICA Franciclaudio de Meireles Silveira; Jéssica de Fátima Pontes de Oliveira; Danielle Apolinário da Silva;Francinaldo de Meireles

Leia mais

ABORDAGEM LÚDICA NAS AULAS DE FÍSICA: UTILIZAÇÃO DE UM JOGO SOBRE ASTRONOMIA

ABORDAGEM LÚDICA NAS AULAS DE FÍSICA: UTILIZAÇÃO DE UM JOGO SOBRE ASTRONOMIA ABORDAGEM LÚDICA NAS AULAS DE FÍSICA: UTILIZAÇÃO DE UM JOGO SOBRE ASTRONOMIA Maria Paula de Morais Silva¹; Renally Gonçalves da Silva²; Alessandro Frederico da Silveira³ ¹Universidade Estadual da Paraíba,

Leia mais

V Jornada das Licenciaturas da USP/IX Semana da Licenciatura em Ciências Exatas - SeLic: A

V Jornada das Licenciaturas da USP/IX Semana da Licenciatura em Ciências Exatas - SeLic: A ATIVIDADES PRÁTICAS E RECURSOS DE INFORMÁTICA COMO APOIO AO ENSINO DE BIOLOGIA Stefania Rosalen; Nijima Novello Rumenos; Vânia Galindo Massabni Departamento de Economia, Administração e Sociologia - Escola

Leia mais

O DIÁLOGO ENTRE DOIS MUNDOS: O PIBID COMO MEDIADOR DO ESPAÇO ACADÊMCO E DAS INSTIUIÇÕES DE ENSINO BÁSICO

O DIÁLOGO ENTRE DOIS MUNDOS: O PIBID COMO MEDIADOR DO ESPAÇO ACADÊMCO E DAS INSTIUIÇÕES DE ENSINO BÁSICO 1 O DIÁLOGO ENTRE DOIS MUNDOS: O PIBID COMO MEDIADOR DO ESPAÇO ACADÊMCO E DAS INSTIUIÇÕES DE ENSINO BÁSICO YORIYAZ, Levi 1 PASQUALI, Bruno Tomazela 2 Eixo Temático: Políticas Públicas de Formação de Professores.

Leia mais

Interdisciplinaridade em Sala de Aula

Interdisciplinaridade em Sala de Aula Interdisciplinaridade em Sala de Aula INTERDISCIPLINARIDADE A interdisciplinaridade é conceito em construção, e precisa da contribuição de todos os atores educativos, para a construção de um elo entre

Leia mais

ISOMETRIAS - TRANSLAÇÃO, ROTAÇÃO E REFLEXÃO -

ISOMETRIAS - TRANSLAÇÃO, ROTAÇÃO E REFLEXÃO - ISOMETRIAS - TRANSLAÇÃO, ROTAÇÃO E REFLEXÃO - MATEMÁTICA 8º Ano Professora: Patrícia Isidoro Antes de Começar para recordar Posição relativa de duas retas no plano Retas Concorrentes Perpendiculares Oblíquas

Leia mais

MATEMÁTICA PLANEJAMENTO 4º BIMESTRE º B - 11 Anos

MATEMÁTICA PLANEJAMENTO 4º BIMESTRE º B - 11 Anos PREFEITURA MUNICIPAL DE IPATINGA ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO/ SEÇÃO DE ENSINO FORMAL Centro de Formação Pedagógica CENFOP MATEMÁTICA PLANEJAMENTO 4º

Leia mais

TRABALHANDO AS QUATRO OPERAÇÕES E A GEOMETRIA ATRAVÉS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

TRABALHANDO AS QUATRO OPERAÇÕES E A GEOMETRIA ATRAVÉS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES TRABALHANDO AS QUATRO OPERAÇÕES E A GEOMETRIA ATRAVÉS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Maria Jéssica Ximenes Sousa Discente do Curso de Matemática da Universidade Estadual Vale do Acaraú jessica.ximenes25@hotmail.com

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO ADRIANO SILVA CAROLINE PEREIRA DA SILVA FLÁVIA BARNER COUTO ISABELA JAPYASSU JULIANA RIGHI MARINA MARQUES Sequência didática abordando o conteúdo de Geometria

Leia mais

ABORDANDO DIFERENTES METODOLOGIAS DO ENSINO DE MATEMÁTICA ATRAVÉS DE ESTRATÉGIAS PEDAGÓGICAS VOLTADAS AO ENSINO FUNDAMENTAL.

ABORDANDO DIFERENTES METODOLOGIAS DO ENSINO DE MATEMÁTICA ATRAVÉS DE ESTRATÉGIAS PEDAGÓGICAS VOLTADAS AO ENSINO FUNDAMENTAL. ABORDANDO DIFERENTES METODOLOGIAS DO ENSINO DE MATEMÁTICA ATRAVÉS DE ESTRATÉGIAS PEDAGÓGICAS VOLTADAS AO ENSINO FUNDAMENTAL Fernanda Hart Garcia 1 -IFF Denis da Silva Garcia 2 -IFF Resumo GE: Pesquisa

Leia mais

Comentários e Exemplos sobre os Temas e seus Descritores da Matriz de Matemática de 4ª Série Fundamental

Comentários e Exemplos sobre os Temas e seus Descritores da Matriz de Matemática de 4ª Série Fundamental Comentários e Exemplos sobre os Temas e seus Descritores da Matriz de de 4ª Série Fundamental TEMA I ESPAÇO E FORMA A compreensão do espaço com suas dimensões e formas de constituição são elementos necessários

Leia mais

MATEMÁTICA 5º ANO UNIDADE 1. 1 NÚMEROS, PROBLEMAS E SOLUÇÕES Sistema de numeração Operações com números grandes

MATEMÁTICA 5º ANO UNIDADE 1. 1 NÚMEROS, PROBLEMAS E SOLUÇÕES Sistema de numeração Operações com números grandes MATEMÁTICA 5º ANO UNIDADE 1 CAPÍTULOS 1 NÚMEROS, PROBLEMAS E SOLUÇÕES Sistema de numeração Operações com números grandes 2 IMAGENS E FORMAS Ângulos Ponto, retas e planos Polígono Diferenciar o significado

Leia mais

O DESPERTAR DO ENSINO APRENDIZAGEM ATRAVÉS DA LITERATURA

O DESPERTAR DO ENSINO APRENDIZAGEM ATRAVÉS DA LITERATURA O DESPERTAR DO ENSINO APRENDIZAGEM ATRAVÉS DA LITERATURA Bolsista ID: SANGUANINI,Aline, GUZATTI, Jaqueline de Lúcia Supervisora: DALBETO, Angela Maria Coordenadora do Subprojeto Pedagogia: SAMPAIO,Raquel

Leia mais

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Diretoria de Formação de Professores para a Educação Básica DEB PIBID 2016/2017

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Diretoria de Formação de Professores para a Educação Básica DEB PIBID 2016/2017 Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Diretoria de Formação de Professores para a Educação Básica DEB PIBID 2016/2017 2016 OBJETIVO DO PIBID O Programa Institucional de Iniciação

Leia mais

EDITAL PIBID-FUNEC N SELEÇÃO DE ALUNOS BOLSISTAS PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID

EDITAL PIBID-FUNEC N SELEÇÃO DE ALUNOS BOLSISTAS PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID EDITAL PIBID-FUNEC N. 001-2017 SELEÇÃO DE ALUNOS BOLSISTAS PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID FUNEC Fundação Municipal de Educação e Cultura de Santa Fé do Sul através

Leia mais

A DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL COMO FOCO DE EXPERIÊNCIAS FORMATIVAS NA IMPLEMENTAÇÃO DO PIBID

A DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL COMO FOCO DE EXPERIÊNCIAS FORMATIVAS NA IMPLEMENTAÇÃO DO PIBID A DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL COMO FOCO DE EXPERIÊNCIAS FORMATIVAS NA IMPLEMENTAÇÃO DO PIBID Graziela Escandiel de Lima Professora Doutora - Departamento de Metodologia do Ensino/UFSM Coordenadora de

Leia mais

Projeto do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência 2

Projeto do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência 2 ENSINO DE APLICAÇÕES DO CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL: ÁREAS COMPREENDIDAS ENTRE CURVAS E AS CONTRIBUIÇÕES DOS SOFTWARES WXMAXIMA E MATLAB 1 TEACHING OF DIFFERENTIAL AND COMPREHENSIVE CALCULATIONS APPLICATIONS:

Leia mais

APRENDENDO GEOMETRIA ATRAVÉS DE ATIVIDADES LÚDICAS

APRENDENDO GEOMETRIA ATRAVÉS DE ATIVIDADES LÚDICAS 27 a 30 de agosto de 2014. APRENDENDO GEOMETRIA ATRAVÉS DE ATIVIDADES LÚDICAS CALABREZ, Mayara Caetano Instituto Federal do Espírito Santo - Cachoeiro mayaracalabrez@hotmail.com MOREIRA, Michelli Rodrigues

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL LUIZ VAZ DE CAMÕES

ESCOLA ESTADUAL LUIZ VAZ DE CAMÕES ESCOLA ESTADUAL LUIZ VAZ DE CAMÕES IPEZAL-DISTRITO DE ANGÉLICA-MS SETEMBRO/2016 ESCOLA ESTADUAL LUIZ VAZ DE CAMÕES FEIRA DE CIÊNCIAS E NOITE CULTURAL/2016 Projeto elaborado para se desenvolvido na E.E.

Leia mais

MÓDULOS INTERATIVOS DE QUÍMICA: O USO DA REALIDADE VIRTUAL E HOLOGRÁFICA NO ENSINO DA QUÍMICA ORGÂNICA EM VÁRIOS AMBIENTES EDUCACIONAIS.

MÓDULOS INTERATIVOS DE QUÍMICA: O USO DA REALIDADE VIRTUAL E HOLOGRÁFICA NO ENSINO DA QUÍMICA ORGÂNICA EM VÁRIOS AMBIENTES EDUCACIONAIS. MÓDULOS INTERATIVOS DE QUÍMICA: O USO DA REALIDADE VIRTUAL E HOLOGRÁFICA NO ENSINO DA QUÍMICA ORGÂNICA EM VÁRIOS AMBIENTES EDUCACIONAIS. Francisco Kiuber de Oliveira Santos 1, Regilany Paulo Colares, 2

Leia mais

IV SEMINÁRIO INSTITUCIONAL DO PIBID

IV SEMINÁRIO INSTITUCIONAL DO PIBID IV SEMINÁRIO INSTITUCIONAL DO PIBID UTILIZAÇÃO DO TANGRAM PARA TRABALHAR PROPRIEDADES DE FIGURAS GEOMETRICAS NAS SÉRIES INICAIS SANTOS, Luana Tayná Borba dos. 1 Instituto Federal Catarinense- Campus Camboriú.

Leia mais

ANEXO II. Edital Pibid n /2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID. DETALHAMENTO DO SUBPROJETO (Licenciatura)

ANEXO II. Edital Pibid n /2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID. DETALHAMENTO DO SUBPROJETO (Licenciatura) AEXO II Edital Pibid n /2012 CAPES PROGRAMA ISTITUCIOAL DE BOLSA DE IICIAÇÃO À DOCÊCIA - PIBID DETALHAMETO DO SUBPROJETO (Licenciatura) 1. ome da Instituição UF Universidade Federal de Roraima 2. Subprojeto

Leia mais

OBSERVAÇÃO DOS EFEITOS DO JOGO BATALHA NAVAL CIRCULAR NO ESTUDO DO CÍRCULO TRIGONOMÉTRICO

OBSERVAÇÃO DOS EFEITOS DO JOGO BATALHA NAVAL CIRCULAR NO ESTUDO DO CÍRCULO TRIGONOMÉTRICO OBSERVAÇÃO DOS EFEITOS DO JOGO BATALHA NAVAL CIRCULAR NO ESTUDO DO CÍRCULO TRIGONOMÉTRICO Sueli Farias de Souza Dantas Universidade Federal da Paraíba sueli12tribo@hotmail.com Sandro Onofre Cavalcante

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO EDITAL PIBID DIVERSIDADE - UFGD Nº. 01/2014 PROCESSO SELETIVO PARA BOLSISTAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PARA A DIVERSIDADE

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO EDITAL PIBID DIVERSIDADE - UFGD Nº. 01/2014 PROCESSO SELETIVO PARA BOLSISTAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PARA A DIVERSIDADE EDITAL - UFGD Nº. 01/2014 PROCESSO SELETIVO PARA BOLSISTAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PARA A DIVERSIDADE A Coordenação do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência para a Diversidade na UFGD,

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DO GEOPLANO NA CLASSIFICAÇÃO DAS FIGURAS PLANAS

A UTILIZAÇÃO DO GEOPLANO NA CLASSIFICAÇÃO DAS FIGURAS PLANAS A UTILIZAÇÃO DO GEOPLANO NA CLASSIFICAÇÃO DAS FIGURAS PLANAS SANTOS, Adriano Eusébio dos 1 ;GOMES, Malu Alexandre 2 ; RIBEIRO, Elizete Maria Possamai 3 (1) Acadêmico do Curso de Licenciatura de Matemática,

Leia mais

O TRANÇADO EM PAPEL COLORIDO COMO ESTRATÉGIA DE ENSINO-APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA E GEOMETRIA

O TRANÇADO EM PAPEL COLORIDO COMO ESTRATÉGIA DE ENSINO-APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA E GEOMETRIA O TRANÇADO EM PAPEL COLORIDO COMO ESTRATÉGIA DE ENSINO-APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA E GEOMETRIA Resumo Danilo Santos Sousa Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia dansantossousa@hotmail.com João Moreira

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB ANEXO II Edital Pibid n 011/2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE

Leia mais

O TRANSTORNO GLOBAL DO DESENVOLVIMENTO NA PERSPECTIVA DA INCLUSÃO ESCOLAR: ANALISE, REFLEXÃO E FORMAÇÃO EM FOCO.

O TRANSTORNO GLOBAL DO DESENVOLVIMENTO NA PERSPECTIVA DA INCLUSÃO ESCOLAR: ANALISE, REFLEXÃO E FORMAÇÃO EM FOCO. O TRANSTORNO GLOBAL DO DESENVOLVIMENTO NA PERSPECTIVA DA INCLUSÃO ESCOLAR: ANALISE, REFLEXÃO E FORMAÇÃO EM FOCO. João Diego da Silva Ferreira; Lúcia Monteiro Padilha; Genylton Odilon Rêgo da Rocha Universidade

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO. Licenciatura EM educação básica intercultural TÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO. Licenciatura EM educação básica intercultural TÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Licenciatura EM educação básica intercultural TÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO Artigo 1º - O Estágio Supervisionado de que trata este regulamento refere-se à formação de

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE Campus Santa Cruz Autor(a): Calígena Batista de Paiva Silva 1 Co-autor(a): Rita de Cássia Shirlyane Vasco Campêlo 2 Orientador(a):

Leia mais

LITERATURA DE CORDEL COMO RECURSO METODOLÓGICO PARA O TRABALHO NA SALA DE AULA.

LITERATURA DE CORDEL COMO RECURSO METODOLÓGICO PARA O TRABALHO NA SALA DE AULA. LITERATURA DE CORDEL COMO RECURSO METODOLÓGICO PARA O TRABALHO NA SALA DE AULA. Autoras: BARRETO, Raisa Queiroga. rsqueiroga92@gmail.com OLIVEIRA, KhomarTander sde. Khomartanders13@hotmail.com SIRINO,

Leia mais

A Geometria Plana no 1º Ano do Ensino Médio: Utilização da Maquete da Quadra Poliesportiva da EEMLP de Nelson de Sena Categoria: Ensino Superior

A Geometria Plana no 1º Ano do Ensino Médio: Utilização da Maquete da Quadra Poliesportiva da EEMLP de Nelson de Sena Categoria: Ensino Superior Página 6 A Geometria Plana no 1º Ano do Ensino Médio: Utilização da Maquete da Quadra Poliesportiva da EEMLP de Nelson de Sena Categoria: Ensino Superior Francisca Edna Amanda Silva Rodrigues 1 Karla Davina

Leia mais

SOFTWARES EDUCATIVOS

SOFTWARES EDUCATIVOS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO NÚCLEO DE COMPUTAÇÃO ELETRÔNICA - NCE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO APLICADAS À EDUCAÇÃO - PGTIAE SOFTWARES EDUCATIVOS Anne Caroline de Oliveira

Leia mais

Edital PIBID-UNICRUZ nº 003/2013. Processo Seletivo de Bolsistas para o PIBID/UNICRUZ atendendo ao EDITAL da CAPES 11/2012

Edital PIBID-UNICRUZ nº 003/2013. Processo Seletivo de Bolsistas para o PIBID/UNICRUZ atendendo ao EDITAL da CAPES 11/2012 Edital PIBID-UNICRUZ nº 003/2013 Processo Seletivo de Bolsistas para o PIBID/UNICRUZ atendendo ao EDITAL da CAPES 11/2012 A Universidade de Cruz Alta, através da Vice-Reitoria de Graduação e da Coordenação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS SÃO GABRIEL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS SÃO GABRIEL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS SÃO GABRIEL PROJETO Teatro com enfoque biológico abordando os temas transversais Escola Municipal de Ensino Fundamental Presidente João Goulart Coordenadores Analía

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ INSTITUTO DE LINGUÍSTICA, LETRAS E ARTES FACULDADE DE ESTUDOS DA LINGUAGEM CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO REGULAMENTO DE

Leia mais

6 Descrição da Oficina: Construindo as Cônicas através do Origami

6 Descrição da Oficina: Construindo as Cônicas através do Origami 6 Descrição da Oficina: Construindo as Cônicas através do Origami A atividade detalhada neste capítulo foi realizada com graduandos do curso de Licenciatura em Matemática da Fundação Educacional Unificada

Leia mais

UTILIZANDO O SOFTWARE GEOGEBRA NO ENSINO DE CONTEÚDOS MATEMÁTICOS NA FORMAÇÃO INICIAL: POSIÇÕES RELATIVAS DAS RETAS

UTILIZANDO O SOFTWARE GEOGEBRA NO ENSINO DE CONTEÚDOS MATEMÁTICOS NA FORMAÇÃO INICIAL: POSIÇÕES RELATIVAS DAS RETAS UTILIZANDO O SOFTWARE GEOGEBRA NO ENSINO DE CONTEÚDOS MATEMÁTICOS NA FORMAÇÃO INICIAL: POSIÇÕES RELATIVAS DAS RETAS Delbileny Lima de Oliveira 1 1. Introdução O artigo apresenta uma abordagem sobre o uso

Leia mais

PROJETO: OPERAÇÕES COM NÚMEROS DECIMAIS

PROJETO: OPERAÇÕES COM NÚMEROS DECIMAIS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) ESCOLA MUNICIPAL HERMANN GMEINNER Bolsistas: Jacqueline Cristina de Medeiros Supervisora: Patrícia

Leia mais

O PROEXT A SERVIÇO DA EJA

O PROEXT A SERVIÇO DA EJA O PROEXT A SERVIÇO DA EJA Thamiriz Martins Teixeira, IF Sudeste de MG Campus Rio Pomba Paula Reis de Miranda, IF Sudeste de MG Campus Rio Pomba RESUMO O presente trabalho apresenta atividades desenvolvidas

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO PIBID NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES: EXPERIÊNCIAS NA ESCOLA ELOY PEREIRA EM MONTES CLAROS-MG

A IMPORTÂNCIA DO PIBID NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES: EXPERIÊNCIAS NA ESCOLA ELOY PEREIRA EM MONTES CLAROS-MG A IMPORTÂNCIA DO PIBID NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES: EXPERIÊNCIAS NA ESCOLA ELOY PEREIRA EM MONTES CLAROS-MG Natália Andrade Ruas Universidade Estadual de Montes Claros. carla1017@yahoo.com.br Stefani Martins

Leia mais

A RELEVÂNCIA DO LÚDICO NO ENSINO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL

A RELEVÂNCIA DO LÚDICO NO ENSINO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL A RELEVÂNCIA DO LÚDICO NO ENSINO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL Rita Maria Luz Freitas Soares (1) ; Luciana Rocha Paula (2) ; Ernandes Damasceno da Costa (2) ; João da Paixão

Leia mais

5. Objetivo geral (prever a contribuição da disciplina em termos de conhecimento, habilidades e atitudes para a formação do aluno)

5. Objetivo geral (prever a contribuição da disciplina em termos de conhecimento, habilidades e atitudes para a formação do aluno) ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM 1. Curso: Missão do Colégio: Promover o desenvolvimento do cidadão e, na sua ação educativa,

Leia mais

A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO HISTÓRICO A PARTIR DA AMPLIAÇÃO DAS FONTES HISTÓRICAS: Ensino Médio.

A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO HISTÓRICO A PARTIR DA AMPLIAÇÃO DAS FONTES HISTÓRICAS: Ensino Médio. A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO HISTÓRICO A PARTIR DA AMPLIAÇÃO DAS FONTES HISTÓRICAS: Ensino Médio. Daniely de Fátima Ribeiro, Geraldo Daniel Naves de Lima, Giselda Moreira Saavedra Lemos, *Graciele de Souza

Leia mais

Palavras-chave: Interdisciplinaridade; Geometria; Mosaico; Arte; História.

Palavras-chave: Interdisciplinaridade; Geometria; Mosaico; Arte; História. MOSAICOS: UMA PROPOSTA INTERDISCIPLINAR ENTRE A MATEMÁTICA, ARTE E HISTÓRIA Ana Luzia de Souza Silva Fundação Universidade Federal de Rondônia/UNIR luzia@unir.br Rebeca Carvalho de Araujo Fundação Universidade

Leia mais

c) valorizar o espaço da escola pública como campo de experiência para construção do conhecimento na formação de professores para a educação básica;

c) valorizar o espaço da escola pública como campo de experiência para construção do conhecimento na formação de professores para a educação básica; MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE PROGRAMAS E PROJETOS PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID EDITAL N.01/2017

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DO JOGO BINGO DOS ELEMENTOS QUÍMICOS COMO RECURSO DIDÁTICO NO ENSINO DE QUÍMICA

A UTILIZAÇÃO DO JOGO BINGO DOS ELEMENTOS QUÍMICOS COMO RECURSO DIDÁTICO NO ENSINO DE QUÍMICA A UTILIZAÇÃO DO JOGO BINGO DOS ELEMENTOS QUÍMICOS COMO RECURSO DIDÁTICO NO ENSINO DE QUÍMICA Givanildo Freire da Costa (1); Renato do Nascimento (1); Christiane Marques Rodrigues (2); Maria Betania Hermenegildo

Leia mais

Unidade 1 Sobre o Trabalho de conclusão de curso

Unidade 1 Sobre o Trabalho de conclusão de curso Unidade 1 Sobre o Trabalho de conclusão de curso O Trabalho de Conclusão de Curso TCC é um requisito obrigatório para a conclusão do curso, realizada no final do Curso de Licenciatura em Pedagogia da Universidade

Leia mais

O ENSINO DE MATEMÁTICA NAS SÉRIES INICIAIS: DESAFIOS E NECESSIDADES DOCENTES

O ENSINO DE MATEMÁTICA NAS SÉRIES INICIAIS: DESAFIOS E NECESSIDADES DOCENTES Sociedade Brasileira de na Contemporaneidade: desafios e possibilidades O ENSINO DE MATEMÁTICA NAS SÉRIES INICIAIS: DESAFIOS E NECESSIDADES DOCENTES Pamela dos Santos Bezerra IFSP Câmpus Caraguatatuba

Leia mais

A CONSTRUÇÃO DO PLUVIÔMETRO ARTESANAL PARA O ESTUDO DAS CHUVAS

A CONSTRUÇÃO DO PLUVIÔMETRO ARTESANAL PARA O ESTUDO DAS CHUVAS 257 A CONSTRUÇÃO DO PLUVIÔMETRO ARTESANAL PARA O ESTUDO DAS CHUVAS Zilda de Fátima Mariano Coordenadora de área Régia Estevam Alves Supervisora Elisa Regina da Cruz Taís Aparecida Oliveira Rosilene Carvalho

Leia mais

LABORATÓRIO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: A CONSTRUÇÃO DE UM ESPAÇO DE ENSINO E APRENDIZAGENS

LABORATÓRIO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: A CONSTRUÇÃO DE UM ESPAÇO DE ENSINO E APRENDIZAGENS LABORATÓRIO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: A CONSTRUÇÃO DE UM ESPAÇO DE ENSINO E APRENDIZAGENS Kaled Sulaiman Khidir Universidade Federal do Tocantins - UFT kaled@uft.edu.br Aldení Cardoso dos Santos Universidade

Leia mais

O USO DE KITS EXPERIMENTAIS COMO FORMA DE CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTOS

O USO DE KITS EXPERIMENTAIS COMO FORMA DE CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTOS O USO DE KITS EXPERIMENTAIS COMO FORMA DE CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTOS Catiane Mazocco Paniz 1 Maria Rosângela SilveiraRamos 2, Alcione Viero de Bastos 3, Fernanda da Costa da Silva 4, Lilian Darlete Brum

Leia mais

BRINCANDO COM ORIGAMI: CONSTRUINDO O CUBO

BRINCANDO COM ORIGAMI: CONSTRUINDO O CUBO (ISBN N. 978-85- 98092-14-0) Eixo temático: E4 Formação de Professores BRINCANDO COM ORIGAMI: CONSTRUINDO O CUBO Aline Alves DINIZ ICMC - USP (linediniz@grad.icmc.usp.br) Edna Maura ZUFFI ICMC - USP (edna@icmc.usp.br)

Leia mais

FEIRA DO CONHECIMENTO: RECURSO METODOLÓGICO QUE CONTRIBUI PARA A APRENDIZAGEM EM QUÍMICA

FEIRA DO CONHECIMENTO: RECURSO METODOLÓGICO QUE CONTRIBUI PARA A APRENDIZAGEM EM QUÍMICA Especificar a Área do trabalho (EAP, FP, MD, LC, EX, HFS, EFD, TIC, EA, CTS, CA, IPE) FEIRA DO CONHECIMENTO: RECURSO METODOLÓGICO QUE CONTRIBUI PARA A APRENDIZAGEM EM QUÍMICA Lais A. R. Souza 1 ; Flávia

Leia mais

A EXPERIÊNCIA DE DOIS PIBIDIANOS NO TRABALHO SOBRE GÊNERO E SEXUALIDADE DENTRO DA ESCOLA

A EXPERIÊNCIA DE DOIS PIBIDIANOS NO TRABALHO SOBRE GÊNERO E SEXUALIDADE DENTRO DA ESCOLA A EXPERIÊNCIA DE DOIS PIBIDIANOS NO TRABALHO SOBRE GÊNERO E SEXUALIDADE DENTRO DA ESCOLA Alessandra Monteiro Rosini¹, Marcos Martins da Costa², Iara Mora Longhini³ 1,2,3 Universidade Federal de Uberlândia

Leia mais

APRENDENDO E ENSINANDO NO ESTAGIO SUPERVISIONADO: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

APRENDENDO E ENSINANDO NO ESTAGIO SUPERVISIONADO: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA APRENDENDO E ENSINANDO NO ESTAGIO SUPERVISIONADO: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA Antonia Rayara Pereira Lemos;¹* Neidimar Lopes Matias de Paula¹ 1. Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Ceará-IFCE.

Leia mais

O GEOGEBRA NO ESTUDO DE PONTO, RETA E PLANO VOLTADO PARA O ENSINO FUNDAMENTAL

O GEOGEBRA NO ESTUDO DE PONTO, RETA E PLANO VOLTADO PARA O ENSINO FUNDAMENTAL O GEOGEBRA NO ESTUDO DE PONTO, RETA E PLANO VOLTADO PARA O ENSINO FUNDAMENTAL Francisco Cunha do Nascimento 1 1 Jose Maria Fontes de Castro 2 2 1. Introdução Este artigo trabalha uma prática realizada

Leia mais

TRANSFORMAÇÕES GEOMÉTRICAS

TRANSFORMAÇÕES GEOMÉTRICAS TRANSFORMAÇÕES GEOMÉTRICAS É essencial retomar a intenção de dar às transformações geométricas o seu papel importante no ensino da geometria, num tratamento que tenha por ponto de partida e desenvolva

Leia mais

CONSTRUÇÕES COM RÉGUA E COMPASSO NÚMEROS CONSTRUTÍVEIS. Público alvo: Público em geral. Pré-requisito: elementos da geometria plana.

CONSTRUÇÕES COM RÉGUA E COMPASSO NÚMEROS CONSTRUTÍVEIS. Público alvo: Público em geral. Pré-requisito: elementos da geometria plana. 1 CONSTRUÇÕES COM RÉGUA E COMPASSO NÚMEROS CONSTRUTÍVEIS Angélica Felix * angelicacqd@gmail.com Roberta Novais * roberta.novais@hotmail.com João Paulo dos Santos j.p.santos@mat.unb.br Universidade de Brasília

Leia mais

UMA AULA DE DESENHO GEOMÉTRICO COM O GEOGEBRA

UMA AULA DE DESENHO GEOMÉTRICO COM O GEOGEBRA UMA AULA DE DESENHO GEOMÉTRICO COM O GEOGEBRA Ana Paula Nunes Braz Figueiredo Universidade Federal de Pernambuco apnbf@yahoo.com.br Amanda Barbosa da Silva Universidade Federal de Pernambuco amanda_mat123@hotmail.com

Leia mais

Metas Curriculares Conteúdos Aulas Previstas. - Números primos; - Crivo de Eratóstenes;

Metas Curriculares Conteúdos Aulas Previstas. - Números primos; - Crivo de Eratóstenes; ANO LETIVO 2017/2018... 1º PERÍODO - (13 de setembro a 15 de dezembro) DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA /INFORMÁTICA DISCIPLINA: Matemática (6º Ano) METAS CURRICULARES/CONTEÚDOS Metas Curriculares Conteúdos

Leia mais

USO DE ATIVIDADES INVESTIGATIVAS NAS AULAS DE FÍSICA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA PARA O ESTUDO DA GRAVITAÇÃO

USO DE ATIVIDADES INVESTIGATIVAS NAS AULAS DE FÍSICA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA PARA O ESTUDO DA GRAVITAÇÃO USO DE ATIVIDADES INVESTIGATIVAS NAS AULAS DE FÍSICA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA PARA O ESTUDO DA GRAVITAÇÃO Maria Betania Guedes Cândido 1 ; Alessandro Frederico da Silveira 2 1 Escola Estadual de Ensino

Leia mais

EDITAL Nº 02/ Processo Seletivo de Bolsistas para o PIBID/UNIFRA -

EDITAL Nº 02/ Processo Seletivo de Bolsistas para o PIBID/UNIFRA - MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - CAPES CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 02/2011 - Processo Seletivo de Bolsistas para o PIBID/UNIFRA - O Centro Universitário Franciscano, por

Leia mais

Instituto Federal Farroupilha, Lic. em Matemática, CAPES/PIBID, 2

Instituto Federal Farroupilha, Lic. em Matemática, CAPES/PIBID, 2 NÚMEROS PRIMOS E O CRIVO DE ERATÓSTENES André da Silva Alves 1 *Camila Dorneles da Rosa 2 Débora da Silva de Lara 3 Jéssica Marilda Gomes Mendes 4 Mariély Rodrigues Anger 5 Silviana Izabel Freire Severo

Leia mais

OFICINA GEOMETRILEGAL - SIMETRIA E MOSAICOS

OFICINA GEOMETRILEGAL - SIMETRIA E MOSAICOS OFICINA GEOMETRILEGAL - SIMETRIA E MOSAICOS Samantha Pinto da Silva Universidade Federal de Pelotas sam_psilva@yahoo.com.br Bruna de Farias Xavier Universidade Federal de Pelotas brunafarias_x@hotmail.com

Leia mais

PROJETO APRENDENDO E BRINCANDO COM CANTIGAS DE INFANTIS. Escola Municipal Alfabeto. Série: 2ª. Professor: Edilza Ferreira de Lima Correia

PROJETO APRENDENDO E BRINCANDO COM CANTIGAS DE INFANTIS. Escola Municipal Alfabeto. Série: 2ª. Professor: Edilza Ferreira de Lima Correia PROJETO APRENDENDO E BRINCANDO COM CANTIGAS DE INFANTIS Escola Municipal Alfabeto Série: 2ª Professor: Edilza Ferreira de Lima Correia Arcoverde PE Quando uma criança brinca, joga e finge, está criando

Leia mais

O PIBID E OS JOGOS LÚDICOS COMO METODOLOGIA ALTERNATIVA DO ENSINO-APRENDIZAGEM DA QUÍMICA NO NÍVEL MÉDIO: JOGO DAS TRÊS PISTAS

O PIBID E OS JOGOS LÚDICOS COMO METODOLOGIA ALTERNATIVA DO ENSINO-APRENDIZAGEM DA QUÍMICA NO NÍVEL MÉDIO: JOGO DAS TRÊS PISTAS O PIBID E OS JOGOS LÚDICOS COMO METODOLOGIA ALTERNATIVA DO ENSINO-APRENDIZAGEM DA QUÍMICA NO NÍVEL MÉDIO: JOGO DAS TRÊS PISTAS Aline dos Santos Silva (UFCG); Gerlândia Estevam do Nascimento (UFCG); Israel

Leia mais

O USO DO TEODOLITO COMO METODOLOGIA DE ENSINO- APRENDIZAGEM DE RAZÕES TRIGONOMÉTRICAS

O USO DO TEODOLITO COMO METODOLOGIA DE ENSINO- APRENDIZAGEM DE RAZÕES TRIGONOMÉTRICAS O USO DO TEODOLITO COMO METODOLOGIA DE ENSINO- APRENDIZAGEM DE RAZÕES TRIGONOMÉTRICAS Eunice Moreira dos Santos 1 Universidade Federal da Grande Dourados eunicejhoy@hotmail.com Alessandra Querino da Silva

Leia mais

UNIMONTES E PIBID TRILHANDO NOVOS HORIZONTES PARA A FORMAÇÃO INICIAL DOS DOCENTES EM GEOGRAFIA

UNIMONTES E PIBID TRILHANDO NOVOS HORIZONTES PARA A FORMAÇÃO INICIAL DOS DOCENTES EM GEOGRAFIA UNIMONTES E PIBID TRILHANDO NOVOS HORIZONTES PARA A FORMAÇÃO INICIAL DOS DOCENTES EM GEOGRAFIA TRINDADE, Jéssica Ingrid Silva Graduanda em Geografia - Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Leia mais

PROJETO: SOU LETRANDO.

PROJETO: SOU LETRANDO. PROJETO: SOU LETRANDO. Acadêmicos: Thainara Lobo e Ailton Ourique Escola Estadual de Ensino Fundamental Dr Mário Vieira Marques (CIEP) São Luiz Gonzaga, 2016 1.TEMA Projeto de Leitura: Sou Letrando. 2.PROBLEMA

Leia mais

Palavras-chave: Competências; habilidades; resolução de problemas.

Palavras-chave: Competências; habilidades; resolução de problemas. AVALIAÇÃO POR COMPETÊNCIA: TEORIA E PRÁTICA NO CONTEXTO DA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS Camilla da Rosa Leandro (Bolsista PUIC) 1 Diva Marília Flemming (Profa. Orientadora) 2 INTRODUÇÃO Na Educação é frequente,

Leia mais

Competência Objeto de aprendizagem Habilidade

Competência Objeto de aprendizagem Habilidade Matemática 2ª Rosemeire Meinicke /Gustavo Lopes 6º Ano E.F. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade COMPETÊNCIA 2 Foco: Os conjuntos numéricos Construir significados para os números naturais, inteiros,

Leia mais

Jogador: Eu te Desafio!

Jogador: Eu te Desafio! Jogador: Eu te Desafio! E.E. Suetônio Bittencourt Jr. Professor(es) Apresentador(es): Bruno Amorim Branquinho Marilene Rezende Duarte Realização: Foco do Projeto Desenvolver as habilidades matemáticas

Leia mais

CAMPUS DE BAGÉ CURSO DE LICENCIATURA EM LETRAS PIBID - LETRAS

CAMPUS DE BAGÉ CURSO DE LICENCIATURA EM LETRAS PIBID - LETRAS CAMPUS DE BAGÉ CURSO DE LICENCIATURA EM LETRAS PIBID - LETRAS TECNOLOGIA PROJETO DE ENSINO Acadêmico: Fernando Vargas Vieira Coordenação: Fabiana Giovani Supervisão: Josiane Hinz 2014 CONTEXTUALIZAÇÃO

Leia mais

O ENSINO E APRENDIZADO DE NÚMEROS DECIMAIS SIMULANDO UM MERCADO

O ENSINO E APRENDIZADO DE NÚMEROS DECIMAIS SIMULANDO UM MERCADO O ENSINO E APRENDIZADO DE NÚMEROS DECIMAIS SIMULANDO UM MERCADO Instituição de Ensino Bolsistas ID Supervisor Coordenador Colégio Estadual Padre Cláudio Morelli Amanda Ferreira Procek Eduarda de Almeida

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL E SUSTENTABILIDADE FRANCISCA EDJANÁRIA PEREIRA SIMONE COSMA GALDINO DE OLIVEIRA VANIA GOMES VIEIRA

EDUCAÇÃO AMBIENTAL E SUSTENTABILIDADE FRANCISCA EDJANÁRIA PEREIRA SIMONE COSMA GALDINO DE OLIVEIRA VANIA GOMES VIEIRA EDUCAÇÃO AMBIENTAL E SUSTENTABILIDADE FRANCISCA EDJANÁRIA PEREIRA SIMONE COSMA GALDINO DE OLIVEIRA VANIA GOMES VIEIRA RESUMO O presente trabalho é requisito do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação

Leia mais

2TEMA: ABORDAGEM DA GEOMETRIA NUM OLHAR INTERDISCIPLINAR

2TEMA: ABORDAGEM DA GEOMETRIA NUM OLHAR INTERDISCIPLINAR 1 SEQUÊNCIA DIDÁTICA 1.1 Identificação Secretaria do Estado de Educação Gerência Regional de Educação Escola Estadual de Educação Básica Protásio Joaquim da Cunha. Disciplina: Matemática Professores: Bolsistas

Leia mais