ROTEIRO OPERACIONAL INSS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ROTEIRO OPERACIONAL INSS"

Transcrição

1 1. PÚBLICO ALVO ROTEIRO OPERACIONAL INSS Titulares de pensões ou aposentadorias enquadradas dentro do Regime Geral da Previdência Social do INSS. 2. BENEFÍCIOS QUE NÃO PODERÃO SER AVERBADOS POR DETERMINAÇÃO DO INSS Benefícios concedidos de acordos internacionais para segurados residentes no exterior; Benefícios pagos a título de pensão alimentícia (quando no detalhamento de crédito sai a informação RECEBE PA); Benefícios ou auxílios assistenciais, inclusive aqueles decorrentes de leis especiais; Benefícios recebidos por meio de representante legal, inclusive tutelado, dependente ou curatelado; Casos onde no detalhamento de crédito aparece a informação CONVÊNIOS. 3. LIMITE DE CONSIGNAÇÕES POR BENEFÍCIO Deve ser respeitado o limite máximo de seis consignações por benefício, conforme Instrução Normativa TABELA DE ESPÉCIES (TIPOS) DE BENEFÍCIOS ELEGÍVEIS PARA CONSIGNAÇÃO COD DESCRIÇÃO 01 Pensão Por Morte De Trabalho Rural 02 Pensão Por Morte Acidentaria Trabalhador Rural 04 Aposentadoria Por Invalidez Trabalhador Rural 05 Aposentadoria Invalidez Acidentaria - Trabalhador Rural 06 Aposentadoria Invalidez - Empregador Rural 07 Aposentadoria Por Velhice Trabalhador Rural 08 Aposentadoria Por Idade - Empregador Rural 19 Pensão De Estudante (Lei 7.004/82) 20 Pensão Por Morte De Ex-Diplomata 21 Pensão Por Morte Previdenciária 22 Pensão Por Morte Estatutária 23 Pensão Por Morte De Ex-Combatente 24 Pensão Especial (Ato Institucional) 26 Pensão Por Morte Especial 27 Pensão Morte Servidor Público Federal 28 Pensão Por Morte Regime Geral 29 Pensão Por Morte Ex-Combatente Marítimo 32 Aposentadoria Invalidez Previdenciária 33 Aposentadoria Invalidez Aeronauta 34 Aposentadoria Invalidez Ex-Combatente Marítimo 1

2 37 Aposentadoria Extra-numerário (CAPIN) 38 Aposentadoria Extra-numerário - Funcionário Público 41 Aposentadoria Por Idade 42 Aposentadoria Por Tempo De Contribuição 43 Aposentadoria Por Tempo Serviço Ex-Combatente 44 Aposentadoria Especial De Aeronauta 45 Aposentadoria Tempo Serviço Jornalista 46 Aposentadoria Especial 49 Aposentadoria Ordinária 51 Aposentadoria Invalidez Extinto Plano Básico 52 Aposentadoria Idade Extinto Plano Básico 55 Pensão Por Morte (Extinto Plano Básico) 57 Aposentadoria Tempo De Serviço De Professor 58 Aposentadoria De Anistiados 59 Pensão Por Morte De Anistiados 72 Aposentadoria Tempo Serviço - Lei De Guerra 78 Aposentadoria Idade - Lei De Guerra 81 Aposentadoria Compulsória (Ex-Sasse) 82 Aposentadoria Tempo De Serviço (Ex-Sasse) 83 Aposentadoria Por Invalidez (Ex-Sasse) 84 Pensão Por Morte (Ex-Sasse) 92 Aposentadoria Invalidez Acidente Trabalho 93 Pensão Por Morte Acidente De Trabalho 5. TABELA DE ESPÉCIES (TIPOS) DE BENEFÍCIOS NÃO ELEGÍVEIS PARA CONSIGNAÇÃO ESP DESCRIÇÃO 09 Complemento Por Acidente de Trabalho Para Trabalhador Rural 10 Auxílio-doença Por Acidente de Trabalho do Trabalhador Rural 11 Renda Mensal Vitalícia Por Invalidez do Trab. Rural (Lei 6179/74) 12 Renda Mensal Vitalícia Por Idade do Trab. Rural (Lei 6179/74) 13 Auxílio-doença do Trabalhador Rural 15 Auxílio-reclusão do Trabalhador Rural 25 Auxílio-reclusão (LOPS) 30 Renda Mensal Vitalícia Por Invalidez (Lei 6179/74) 31 Auxílio-doença Previdenciário (LOPS) 35 Auxílio-doença do Ex-combatente 36 Auxílio Acidente 39 Auxilio Invalidez Estudante 40 Renda Mensal Vitalícia Por Idade (Lei 6179/74) 47 Abono de Permanência em Serviço 25% 48 Abono de Permanência em Serviço 20% 50 Auxílio-doença (Extinto Plano Básico) 53 Auxílio Reclusão (Extinto Plano Básico) 61 Auxílio Natalidade 62 Auxílio Funeral 2

3 63 Auxílio Funeral Para O Trabalhador Rural 64 Auxílio Funeral Para O Empregador Rural 65 Pecúlio Especial Servidor Autárquico 66 Pecúlio Especial Servidor Autárquico 67 Pecúlio Obrigatório (ex-ipase) 68 Pecúlio Especial de Aposentados 69 Pecúlio de Estudante 70 Restituição Contrib. P/Seg. S/Carência 71 Salário Família Previdenciário 73 Salário Família Estatutário 74 Complemento de Pensão A Conta da União 75 Complemento de Aposentadoria A Conta da União 76 Salário-família Estatutário da RFFSA (Lei 956/69) (EPU) 77 Salário família Estatutário Servidor SINPAS 79 Abono Servidor Aposentado Pela Autarquia Empr. (Lei 1756/52) 80 Salário Maternidade 85 Pensão Mensal Vitalícia do Seringueiro (Lei 7986/89) 86 Pensão Mensal Vitalícia do Dep. Do Seringueiro (Lei 7986/89) 87 Amparo Assistencial Ao Portador de Deficiência (LOAS) 88 Amparo Assistencial Ao Idoso (LOAS) 90 Simples Assist. Médica Por Acidente de Trabalho 91 Auxílio-doença Por Acidente de Trabalho 94 Auxílio-doença Por Acidente de Trabalho 95 Auxílio-suplementar Por Acidente de Trabalho 96 Pecúlio Por Invalidez Acidente de Trabalho 97 Pecúlio Por Morte Acidente de Trabalho 98 Abono Anual de Acidente de Trabalho 99 Afastamento Até 15 dias Por Acidente de Trabalho 6. USO DE MARGEM CONSIGNÁVEL Para sabermos se o segurado pode contratar o empréstimo consignado, o primeiro passo é tirar o detalhamento de crédito, disponível no link: O detalhamento é imprescindível para obter as informações sobre a espécie do benefício, a forma de recebimento (CONTA CORRENTE OU CARTÃO MAGNÉTICO), o valor do benefício e os descontos que possam existir. Segundo a Instrução Normativa 39, devem ser respeitados os seguintes limites de margem: 30% do rendimento bruto para clientes que não possuem cartão ou Reserva sobre Margem Consignável (RMC); 20% do rendimento bruto para clientes que possuem cartão ou Reserva sobre Margem Consignável (RMC). As rubricas abaixo devem ser consideradas para cálculo da margem consignável: 3

4 101 Mens. Reajustada 102 Compl. Da M. R. 105 Salário Família 111 Grat. Ex-Combatente 113 Rffsa Não Trib 118 Compl. Acompanh 119 Outras Vantagens 120 Plansfer Rffsa 133 Dupla Atividade 135 Grat. Produt. Ect 145 Adic. Talidomida Já as rubricas abaixo devem ser desconsideradas para cálculo da margem consignável do segurado: CP Parc. Rev. Irsm CP Comp. Ver. Irsm * 13º. Salário 121 Compl. De Cpmf 122 Rev. De Pecúlio 123 Alteração Pa 124 Revisão Reaj. 125 Decisão Judicial 126 Informado Pss 127 Reativação 128 Cess. Desd/Pa 129 Inc. Acompanh. 130 Rff/Cbtu/Ect 131 Revisao Sub 132 Artigo 201/58 Se o segurado tiver algum dos descontos abaixo, eles devem ser subtraídos do rendimento bruto antes do cálculo da margem consignável: 201 I. R. Ret. Fonte 202 Deb. Pens. Alim. 203 Consignação 204 I. R. No Exterior 205 Débito Dif. I. R. 206 Desconto Inss * Cobap, Cut, Forca Sind E Outras Contribuições Sindicais * Decisão Judicial * Pagamento De Beneficios Alem Do Devido 7. FORMA DE PAGAMENTO DAS OPERAÇÕES Se o segurado recebe seus proventos do INSS através de CONTA CORRENTE (inclusive contas populares 023), é obrigatório que o empréstimo consignado seja creditado na mesma conta. No momento da averbação, essa informação é criticada 4

5 pelo sistema da DATAPREV e estando errada, a operação será negada. É possível identificar o tipo de recebimento do benefício a partir do campo Pagamento através de, constante no detalhamento de crédito: Se o segurado recebe seus proventos do INSS através de CARTÃO MAGNÉTICO, o empréstimo consignado poderá ser pago através de Ordem de Pagamento, Contra Recibo ou poderá ser creditado em alguma conta poupança ou corrente de titularidade do segurado. É possível identificar o tipo de recebimento do benefício a partir do campo Pagamento através de, constante no detalhamento de crédito: 5

6 8. TABELAS DE NEGATIVAS DE AVERBAÇÃO POR PARTE DA DATAPREV 01 Insuficiência De Fundos Débito Não Efetuado 02 Crédito Ou Débito Cancelado Pelo Pagador Credor 03 Débito Autorizado Pela Agência Efetuado BG Agência/Conta Impedida Legalmente BH Empresa Não Pagou Salário BI Falecimento Do Mutuário BJ Empresa Não Enviou Remessa Do Mutuário BK Empresa Não Enviou Remessa No Vencimento HN Tipo De Beneficio Não Permite Empréstimo HO Benefício Cessado Suspenso HP Beneficio Possui Representante Legal HQ Benefício É Do Tipo PA (Pensao Alimentícia) HR Quantidade De Contratos Permitida Excedida HS Beneficio Não Pertence Ao Banco Informado HT Inicio Do Desconto Informado Já Ultrapassado HU Numero Da Parcela Inválida HV Quantidade De Parcelas Inválidas HW Margem Consignável Excedida Para O Mutuário Dentro Do Prazo Do Contrato HX Empréstimo Já Cadastrado HY Empréstimo Inexistente 6

7 HZ Empréstimo Já Encerrado H2 Mutuário Sem Crédito Na Competência H3 Não Descontado Outros Motivos H4 Retorno De Crédito Não Pago H5 Cancelamento De Empréstimo Retroativo H6 Outros Motivos De Glosa H7 Margem Consignável Excedida Para O Mutuário Acima Do Prazo Do Contrato ZA Agência/Conta Do Favorecido Substituida IA Primeiro Nome Do Mutuário Difere Do Benefício AE Tipo Número De Inscrição Inválida AY Sigla Do Estado Do Favorecido Inválida AN Conta Corrente Inválida AM Agência Mantenedora Inválida OBSERVAÇÕES: Em negativas do tipo AM Agência Mantenedora Inválida, observar se o cliente recebe realmente como CARTÃO MAGNÉTICO. Se o recebimento é via CONTA CORRENTE, a agência informada na proposta está incorreta; Em negativas do tipo NA Conta Corrente Inválida, verificar se a conta informada na proposta é a mesma cadastrada no INSS para pagamento do benefício; Em negativas do tipo AY Sigla do Estado do Favorecido Inválida, atentar se a inclusão da proposta está sendo efetuada no mesmo estado (UF) onde o benefício do cliente está cadastrado. Por exemplo, se o segurado tem seu benefício cadastrado no estado da Paraíba, obrigatoriamente o estado de inclusão da proposta deve ser Paraíba; Em negativas do tipo AE Tipo/Número de Inscrição Inválida, existe divergência entre o CPF informado na proposta e o CPF cadastrado no cadastro do cliente junto ao INSS. Na maioria dos casos, o cadastro está com o CPF ou não tem CPF informado no Cadastro Geral do INSS. De qualquer forma, o CPF cadastrado no INSS é diferente do que está informado na proposta. Em negativas do tipo IA Nome do Mutuário Difere do Benefício, verificar se o PRIMEIRO nome do mutuário que está no detalhamento e no INSS, bate com aquele cadastrado na proposta. Para maiores esclarecimentos, entre em contato com a equipe da MG Crédito através de nossos s ou telefones: MARCOS FREDSON FERNANDES NERIJANE GUEDES FERNANDES GLEDESTONE FERNANDES SUPORTE COMERCIAL 01 SUPORTE COMERCIAL 02 SUPORTE COMERCIAL 03 SUPORTE COMERCIAL 04 TELEFONES FIXOS (84) / TELEFONES CELULARES (84) / / /

INSS - INSTITUTO NACIONAL SEGURIDADE SOCIAL

INSS - INSTITUTO NACIONAL SEGURIDADE SOCIAL ROTEIRO OPERACIONAL CDC SERVIDOR PÚBLICO INSS - INSTITUTO NACIONAL SEGURIDADE SOCIAL Entidade: 1581 Publicação: 01.07.2015 Próxima atualização: 01.07.2016 Classificação da Informação: 1. Orientação legal

Leia mais

1. PÚBLICO ALVO 2. TABELA ESPÉCIES BENEFÍCIOS

1. PÚBLICO ALVO 2. TABELA ESPÉCIES BENEFÍCIOS 1. PÚBLICO ALVO Titulares de benefício de aposentadoria e pensão por morte, do Instituto Nacional do Seguro Social INSS, conforme legislação vigente. Os beneficiários ao crédito deverão estar enquadrados

Leia mais

INSTRUÇÃO OPERACIONAL CARTÃO DE CRÉDITO CONVÊNIO INSS. Data de atualização 20/08/2015

INSTRUÇÃO OPERACIONAL CARTÃO DE CRÉDITO CONVÊNIO INSS. Data de atualização 20/08/2015 INSTRUÇÃO OPERACIONAL CARTÃO DE CRÉDITO CONVÊNIO INSS Data de atualização 20/08/2015 PÚBLICO-ALVO ATENDIDOS: APOSENTADOS E PENSIONISTAS QUE RECEBEM BENEFÍCIO DAS ESPÉCIES MENCIONADAS ABAIXO: 001 PENSAO

Leia mais

Características Básicas do Produto Aposentados e Pensionistas que recebem benefício do INSS.

Características Básicas do Produto Aposentados e Pensionistas que recebem benefício do INSS. 1/8 Roteiro Operacional (Externo) CARTAO CONSIGNADO INTERMEDIUM INSS Público Alvo: Bandeira: Taxa: Limite Cartão: Margem: Qtde de Cartões: Tarifas de Fatura: Anuidade: Validade: Plano: Idade Mín. E Máx.

Leia mais

Procedimentos Operacionais do Convênio INSS INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL Código 331 Data de Atualização 19/11/2013

Procedimentos Operacionais do Convênio INSS INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL Código 331 Data de Atualização 19/11/2013 Procedimentos Operacionais do Convênio INSS INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL Código 331 Data de Atualização 19/11/2013 Abrangência do Convênio Poderão ser concedidos empréstimos a titulares de aposentadorias

Leia mais

INSTRUÇÃO OPERACIONAL - EMPRÉSTIMO CONVÊNIO INSS

INSTRUÇÃO OPERACIONAL - EMPRÉSTIMO CONVÊNIO INSS Atendidos: Aposentados e pensionistas que recebem benefício das espécies mencionadas abaixo: Público-alvo 1 PENSAO POR MORTE DE TRABALHADOR RURAL 28 PENSAO POR MORTE REGIME GERAL 54 PENSAO ESPECIAL VITALICIA

Leia mais

CARACTERÍSTICAS BÁSICAS DO PRODUTO Aposentados e Pensionistas que recebem benefício do INSS.

CARACTERÍSTICAS BÁSICAS DO PRODUTO Aposentados e Pensionistas que recebem benefício do INSS. 1/8 Roteiro Operacional (Externo) CARTAO CONSIGNADO INTERMEDIUM INSS Público Alvo: Bandeira: Taxa: CARACTERÍSTICAS BÁSICAS DO PRODUTO Aposentados e Pensionistas que recebem benefício do INSS. CABAL. Parcelado

Leia mais

PRAZO LIMITE PARA DIGITAÇÃO: 16:00 ARQUIVO DATAPREV: MESMO DIA (D+0)

PRAZO LIMITE PARA DIGITAÇÃO: 16:00 ARQUIVO DATAPREV: MESMO DIA (D+0) Áreas Envolvidas: Área Responsável Negócio Gerência Geral Comercial Fábio Yamaguro Roteiro Operacional Promotora Gerência Geral Comercial Ricardo Silva Empréstimo Cartão Débito C/C Gerência Geral Comercial

Leia mais

RO Roteiro Operacional INSS Área responsável: Gerência de Produtos Consignados

RO Roteiro Operacional INSS Área responsável: Gerência de Produtos Consignados INSS RO.01.01 Versão: 52 Exclusivo para Uso Externo RO Roteiro Operacional INSS Área responsável: Gerência de Produtos Consignados 1. PÚBLICO ALVO E REGRAS BÁSICAS 1.1. AUTORIZADOS A CONTRAIR EMPRÉSTIMO

Leia mais

RO Roteiro Operacional Cartão de Crédito Consignado INSS Área responsável: Gestão de Convênios

RO Roteiro Operacional Cartão de Crédito Consignado INSS Área responsável: Gestão de Convênios INSS ROC.01.01 Versão: 07 Exclusivo para Uso Externo RO Roteiro Operacional Cartão de Crédito Consignado INSS Área responsável: Gestão de Convênios 1. DADOS PARA PARAMETRIZAÇÃO 1.1. Número do Empregador:

Leia mais

1. MERCADO ATUAL E O INSS SANTANDER

1. MERCADO ATUAL E O INSS SANTANDER Cartilha INSS SUMÁRIO 1. Introdução e Mercado Atual 2. Fluxo geral 3. Conferencia e validações 4. Cálculo da margem 5. Cadastro de operação 6. Acompanhamento no Portal 1 1. MERCADO ATUAL E O INSS SANTANDER

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL EMPRÉSTIMO CONSIGNADO SETOR PÚBLICO INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSS

ROTEIRO OPERACIONAL EMPRÉSTIMO CONSIGNADO SETOR PÚBLICO INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSS E-MAILS DE CONTATO BANCO DAYCOVAL Negócio Roteiro Operacional Promotora PORTABILIDADE INSS atividadeinss@bancodaycoval.com.br Empréstimo Cartão Débito C/C REFINANCIAMENTO E MARGEM INSS refinanciamentoinss@bancodaycoval.com.br

Leia mais

POLÍTICA DE CRÉDITO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS DO INSS

POLÍTICA DE CRÉDITO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS DO INSS Emissor: Departamento Operacional Crédito Consignado Classificação: Pública Versão: 23 Data de Vigência: 06/07/2010 Código PC: OCC-13 POLÍTICA DE CRÉDITO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS

Leia mais

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS MANUAL DE CONTROLES INTERNOS Classificação da Informação: INTERNA Grupo: Título: Produtos Aposentados e Pensionistas INSS 1- Considerações Iniciais 1.1- Introdução 1.2- Formas de contratação ÍNDICE 2 Características

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS DO INSS

ROTEIRO OPERACIONAL PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS DO INSS Emissor: Departamento Operacional do Crédito Consignado Classificação: Pública Versão: 12 Vigência: 14.10.2014 Código RO: OCC 13 ROTEIRO OPERACIONAL PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS DO INSS

ROTEIRO OPERACIONAL PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS DO INSS Responsável: Departamento Operacional de Crédito Consignado Versão: 14 Vigência: 14.07.2015 Código RO: OCC-13 ROTEIRO OPERACIONAL PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS DO INSS SUMÁRIO

Leia mais

Assunto CRÉDITO CONSIGNADO. Versão 3. Nº Doc. 808. Título do procedimento INSS - INSTITUTO NACIONAL DO. Página 1/29 SUMÁRIO

Assunto CRÉDITO CONSIGNADO. Versão 3. Nº Doc. 808. Título do procedimento INSS - INSTITUTO NACIONAL DO. Página 1/29 SUMÁRIO 1/29 SUMÁRIO 1... MANUAL DO CONVÊNIO... 2 1.1. Apresentação... 2 1.2. Base Legal... 2 1.. Convênios e Política de crédito... 1..1....Valor da Parcela... 1..2....Imposto sobre Operações Financeiras - IOF...

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS DO INSS

ROTEIRO OPERACIONAL PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS DO INSS Emissor: Departamento Operacional do Crédito Consignado Versão: 10 Vigência: 02.01.2014 Código RO: OCC- 13 ROTEIRO OPERACIONAL PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS DO INSS SUMÁRIO 1

Leia mais

GRANDES NÚMEROS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

GRANDES NÚMEROS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL uytyy APRESENTAÇÃO O Boletim Estatístico Regional da Previdência Social é uma publicação trimestral, a partir dessa edição, da Secretaria de Políticas de Previdência Social do Ministério da Previdência

Leia mais

RO Roteiro Operacional Cartão de Crédito Consignado INSS Área responsável: Gerência de Produtos Consignados

RO Roteiro Operacional Cartão de Crédito Consignado INSS Área responsável: Gerência de Produtos Consignados INSS ROC.01.01 Versão: 03 Exclusivo para Uso Externo RO Roteiro Operacional Cartão de Crédito Consignado INSS Área responsável: Gerência de Produtos Consignados 1. PÚBLICO ALVO 1.1. Autorizados a contrair

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS ROTEIRO OPERACIONAL

INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS ROTEIRO OPERACIONAL PUBLICO ALVO Aposentados e pensionistas que recebam pelo INSS. Empréstimos consignados para idosos aposentados, pensionistas, analfabetos ou semi-analfabetos, moradores das cidades mencionadas abaixo,

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL CARTÃO DE CRÉDITO CONSIGNADO INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL DF / INSS

ROTEIRO OPERACIONAL CARTÃO DE CRÉDITO CONSIGNADO INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL DF / INSS ROTEIRO OPERACIONAL CARTÃO DE CRÉDITO CONSIGNADO INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL DF / INSS Logo: 459 Cód. Entidade: 1581 Atualização:03.08.2015 Vigência: 03.08.2015 Classificação da Informação: INTERNA

Leia mais

Regras de Negócio INSS

Regras de Negócio INSS Regras de Negócio INSS Versão: 01082011 POLÍTICA DE CRÉDITO BRADESCO PROMOTORA 1. Público Alvo Aposentados e pensionistas que recebam pelo INSS. 2. Limites Limite de Limite de idade empréstimo 21 a 60

Leia mais

Plataforma CSG Santander

Plataforma CSG Santander Crédito Consignado Plataforma CSG Santander Porto Alegre, Maio 2012 Brasil Índice 2 I. Portal de Sistemas versus Sistema CSG II. Conhecendo o CSG Portal de Sistemas versus CSG Santander 3 Nova Plataforma

Leia mais

ATENÇÃO: Esta vedada a contratação de empréstimos por meio de representante legal com Procuração, Termo de Tutela e Curatela.

ATENÇÃO: Esta vedada a contratação de empréstimos por meio de representante legal com Procuração, Termo de Tutela e Curatela. BANCO CRUZEIRO DO SUL S/A CPP CRÉDITO PESSOAL PARCELADO ESTABELECIMENTO DOS CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DOS EMPRÉSTIMOS CONVÊNIO COM INSTITUTO NACIONAL DE SEGURIDADE SOCIAL INSS LOJA 0251 Atualização: 09/07/2012

Leia mais

Manual de Instrução. 30-09-04 - (MP) - Contratação de Operações de Crédito Consignado INSS

Manual de Instrução. 30-09-04 - (MP) - Contratação de Operações de Crédito Consignado INSS Módulo: Manual de Instrução 30 - Empréstimos PF Publicado em: 28/10/2013 Válido até: 31/12/9999 Capítulo: 30-09 - Crédito Consignado Título: 30-09-04 - (MP) - Contratação de Operações de Crédito Consignado

Leia mais

Roteiro Operacional - EXTERNO INSS - Instituto Nacional do Seguro Social Nº50.000

Roteiro Operacional - EXTERNO INSS - Instituto Nacional do Seguro Social Nº50.000 IDENTIFICAÇÃO INSS Área gestora do conteúdo: Superintendência de Crédito e Cobrança Consignado - Roteiro Operacional Data de publicação: 01/07/2014 REGISTRO DAS ALTERAÇÕES Versão Item Descrição resumida

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS ROTEIRO DE CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DOS EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS

INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS ROTEIRO DE CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DOS EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS PUBLICO ALVO Aposentados e pensionistas que recebam pelo INSS. Para os casos de analfabetos e deficientes visuais, é necessário de duas testemunhas, conforme regras abaixo: Uma das testemunhas tem que

Leia mais

Programa de Readaptação Funcional Hospital Sírio-Libanês

Programa de Readaptação Funcional Hospital Sírio-Libanês Programa de Readaptação Funcional Hospital Sírio-Libanês Maria Laura Barbirato Apparecido Enfermeira do Trabalho A Sociedade Beneficente de Senhoras Hospital Sírio-Libanês HSL IEP Escola de Enfermagem

Leia mais

ATENÇÃO: Esta vedada a contratação de empréstimos por meio de representante legal com Procuração, Termo de Tutela e Curatela.

ATENÇÃO: Esta vedada a contratação de empréstimos por meio de representante legal com Procuração, Termo de Tutela e Curatela. BANCO CRUZEIRO DO SUL S/A CPP CRÉDITO PESSOAL PARCELADO ESTABELECIMENTO DOS CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DOS EMPRÉSTIMOS CONVÊNIO COM INSTITUTO NACIONAL DE SEGURIDADE SOCIAL INSS LOJA 0251 Atualização: 25/01/2012

Leia mais

arrecadação da Previdência Social, o fluxo de caixa do INSS e, ainda, informações de indicadores econômicos e dados populacionais.

arrecadação da Previdência Social, o fluxo de caixa do INSS e, ainda, informações de indicadores econômicos e dados populacionais. uytyy APRESENTAÇÃO O Boletim Estatístico da Previdência Social BEPS é uma publicação mensal da Secretaria de Políticas de Previdência Social do Ministério da Previdência Social MPS, elaborado pela Coordenação-Geral

Leia mais

arrecadação da Previdência Social, o fluxo de caixa do INSS e, ainda, informações de indicadores econômicos e dados populacionais.

arrecadação da Previdência Social, o fluxo de caixa do INSS e, ainda, informações de indicadores econômicos e dados populacionais. uytyy APRESENTAÇÃO O Boletim Estatístico da Previdência Social BEPS é uma publicação mensal da Secretaria de Políticas de Previdência Social do Ministério da Previdência Social MPS, elaborado pela Coordenação-Geral

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS ROTEIRO DE CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DOS EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS

INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS ROTEIRO DE CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DOS EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS PUBLICO ALVO Aposentados e pensionistas que recebam pelo INSS. CÁLCULO DE MARGEM PORCENTAGEM DA MARGEM A SER UTILIZADA Operações novas: 99% da margem. Pág. 1 de 11 Refinanciamento: 95% da margem. QUANTIDADE

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS ROTEIRO OPERACIONAL

INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS ROTEIRO OPERACIONAL PUBLICO ALVO Aposentados e pensionistas que recebam pelo INSS. Para os casos de analfabetos e deficientes visuais, é necessário de duas testemunhas, conforme regras abaixo: Uma das testemunhas tem que

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL CARTÃO DE CRÉDITO CONSIGNADO SETOR PÚBLICO INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSS

ROTEIRO OPERACIONAL CARTÃO DE CRÉDITO CONSIGNADO SETOR PÚBLICO INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSS E-MAILS DE CONTATO BANCO DAYCOVAL Negócio Roteiro Operacional Promotora MESA DE ANALISE CARTÃO CONSIGNADO cartaoliberacao@bancodaycoval.com.br Empréstimo Cartão Débito C/C SUPORTE PROMOTORA suportepromotora@bancodaycoval.com.br

Leia mais

GRANDES NÚMEROS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

GRANDES NÚMEROS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL uytyy APRESENTAÇÃO O Boletim Estatístico da Previdência Social BEPS é uma publicação mensal da Secretaria de Políticas de Previdência Social do Ministério da Previdência Social MPS, elaborado pela Coordenação-Geral

Leia mais

PANORAMA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL

PANORAMA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL MPS Ministério da Previdência Social SPS Secretaria de Previdência Social PANORAMA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL Seminário Técnico - CPLP Timor Leste, 06 e 07 de fevereiro de 2008 ASPECTOS CONCEITUAIS

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL INSS

ROTEIRO OPERACIONAL INSS ROTEIRO OPERACIONAL INSS Data: 06/09/2012 ÍNDICE 1 - Nome do Órgão/Empresa 2 Número do Convênio 3 - Público Alvo 4 - Servidores Não Autorizados a Contrair Empréstimo 5 - Limite de Idade 6 Limite de Empréstimo

Leia mais

PASEP. Conceito. São participantes do PASEP todos os servidores em atividade, civis e militares, cadastrados no Programa.

PASEP. Conceito. São participantes do PASEP todos os servidores em atividade, civis e militares, cadastrados no Programa. PASEP Conceito O Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público PASEP é um programa criado pelo Governo Federal em 1970 para propiciar aos servidores públicos civis e militares a participação na

Leia mais

Soluções em Pagamentos BB PGTO DE GUIA GRU. Manual Técnico

Soluções em Pagamentos BB PGTO DE GUIA GRU. Manual Técnico Soluções em Pagamentos BB PGTO DE GUIA GRU Layout de Arquivo Remessa Manual Técnico Orientações Técnicas Versão Fevereiro/2014 Estrutura do Arquivo 2.1 - Composição do Arquivo O Arquivo de troca de informações

Leia mais

PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS PASEP - PROGRAMA DE FORMAÇÃO DO PATRIMÔNIO DO SERVIDOR PÚBLICO

PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS PASEP - PROGRAMA DE FORMAÇÃO DO PATRIMÔNIO DO SERVIDOR PÚBLICO PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS PASEP - PROGRAMA DE FORMAÇÃO DO PATRIMÔNIO DO SERVIDOR PÚBLICO 1 CONCEITO O Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público - PASEP foi criado pelo Governo Federal

Leia mais

Tem direito aos benefícios previdenciários os BENEFICIÁRIOS, ou seja, todos os segurados e seus dependentes.

Tem direito aos benefícios previdenciários os BENEFICIÁRIOS, ou seja, todos os segurados e seus dependentes. CARTILHA DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO O REGIME GERAL DA PREVIDENCIA SOCIAL É REGIDO PELAS LEIS 8.212 E 8.213/91 E TEM POR FINALIDADE ASSEGURAR À SEUS FILIADOS RECEBER BENEFÍCIOS QUE SUBSTITUAM SUA RENDA.

Leia mais

DIÁLOGOS SOCIAIS. Junho de 2015

DIÁLOGOS SOCIAIS. Junho de 2015 DIÁLOGOS SOCIAIS Resumo das regras das Leis nºs 13.135/2015 (MP nº 664/2014) e 13.134/2015 (MP nº 665/2014) relativas ao Ministério da Previdência Social Junho de 2015 Diálogos Sociais I. Benefícios Relacionados

Leia mais

www.adrianamenezes.com.br www.facebook.com/profadrianamenezes DICAS DE OUTUBRO / 2014

www.adrianamenezes.com.br www.facebook.com/profadrianamenezes DICAS DE OUTUBRO / 2014 DICAS DE OUTUBRO / 2014 DICA 01 É de dez anos o prazo de decadência de todo e qualquer direito ou ação do segurado ou beneficiário para a revisão do ato de concessão de benefício, a contar do dia primeiro

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS ROTEIRO DE CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DOS EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS

INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS ROTEIRO DE CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DOS EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS PUBLICO ALVO Aposentados e pensionistas que recebam pelo INSS. Empréstimos consignados para idosos aposentados, pensionistas, analfabetos ou semi-analfabetos, moradores das cidades mencionadas abaixo,

Leia mais

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira Esclarecimentos quanto aos benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social INSS, como também quanto ao montante das receitas previdenciárias. Núcleo Trabalho, Previdência e Assistência Social

Leia mais

1. Qual o limite de idade para o empréstimo pessoal? 2. Qual é o valor mínimo e máximo do empréstimo? 3. Como funciona o parcelamento?

1. Qual o limite de idade para o empréstimo pessoal? 2. Qual é o valor mínimo e máximo do empréstimo? 3. Como funciona o parcelamento? 1. Qual o limite de idade para o empréstimo pessoal? De 18 anos a 90 anos, 11 meses e 29 dias. 2. Qual é o valor mínimo e máximo do empréstimo? Mínimo: R$ 200,00 Máximo: R$ 10.000,00 3. Como funciona o

Leia mais

19/02/2015. Auxílio Doença

19/02/2015. Auxílio Doença Lei 8213/91 (alterada pela MP 664) Auxílio Doença Art. 60. O auxílio-doença será devido ao segurado que ficar incapacitado para seu trabalho ou sua atividade habitual, desde que cumprido, quando for o

Leia mais

A Previdência Social oferece:

A Previdência Social oferece: POPULAÇÃO BRASILEIRA Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas sticas de 2010, a população brasileira era de 191 milhões de habitantes, sendo o 5º 5 País s mais populoso do mundo (china,

Leia mais

INFORMATIVO DO SERVIDOR

INFORMATIVO DO SERVIDOR INFORMATIVO DO SERVIDOR APOSENTADORIA ATENDIMENTO AUXÍLIO-CRECHE AUXÍLIO-FUNERAL AUXÍLIO-RECLUSÃO BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS CALENDÁRIO DE PAGAMENTO CONTRACHEQUE CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA DECLARAÇÃO

Leia mais

Curso de Extensão em Direito Previdenciário

Curso de Extensão em Direito Previdenciário Curso de Extensão em Direito Previdenciário 2º Encontro Teoria Básica dos Benefícios Previdenciários do RGPS Requisitos para a concessão de benefícios previdenciários 1) Requisitos Genéricos a) Adquirir

Leia mais

ACORDOS INTERNACIONAIS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL E ACORDO BRASIL- JAPÃO

ACORDOS INTERNACIONAIS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL E ACORDO BRASIL- JAPÃO ACORDOS INTERNACIONAIS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL E ACORDO BRASIL- JAPÃO SPPS Secretaria de Políticas de Previdência Social Fevereiro 2012 1 Principais objetivos ou finalidades dos acordos internacionais: Ampliar

Leia mais

DECRETO Nº 3130, DE 22 DE JULHO DE 2011.

DECRETO Nº 3130, DE 22 DE JULHO DE 2011. DECRETO Nº 3130, DE 22 DE JULHO DE 2011. Regulamenta o art. 54 da Lei Complementar nº 392, de 17/12/2008, Dispõe sobre o Regime Jurídico dos Servidores Públicos do Município de Uberaba e dá outras providências.

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA MUNICIPAL DE GOV. VALADARES Departamento de Benefícios

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA MUNICIPAL DE GOV. VALADARES Departamento de Benefícios DIREITOS PREVIDENCIÁRIOS DO SERVIDOR PÚBLICO O RPPS é estabelecido por lei elaborada em cada um dos Estados, dos Municípios e do Distrito Federal, e se destina exclusivamente aos servidores públicos titulares

Leia mais

Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas. C/C Itaú. Quando e como receberei o meu benefício?

Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas. C/C Itaú. Quando e como receberei o meu benefício? Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas. O Itaú quer estar presente em todos os momentos da sua vida. Por isso, criamos este material para ajudar você com

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO Valéria Porto Diretora do Departamento de Normas e Procedimentos Judiciais de Pessoal Brasília, 15 de março de 2012 Regras de Aposentadorias REGRA GERAL REGRA DO DIREITO ADQUIRIDO REGRAS DE TRANSIÇÃO Artigo

Leia mais

Medidas Provisórias nº 664 e nº 665

Medidas Provisórias nº 664 e nº 665 Medidas Provisórias nº 664 e nº 665 Perguntas e respostas Ministério da Previdência Social Auxílio-Doença Benefício pago ao segurado em caso de incapacitação temporária para o trabalho por doença ou acidente

Leia mais

1 A SEGURIDADE SOCIAL NO BRASIL

1 A SEGURIDADE SOCIAL NO BRASIL Sumário Coleção Sinopses para Concursos... 13 Nota do autor 4ª edição... 15 Nota do autor 3ª edição... 17 Nota do autor 2ª edição... 19 Nota do autor 1ª edição... 21 Guia de leitura da Coleção... 23 Capítulo

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL CONSIGNADO INSS

ROTEIRO OPERACIONAL CONSIGNADO INSS ROTEIRO OPERACIONAL CONSIGNADO INSS 1. PÚBLICO ALVO Titulares de benefício de aposentadoria e pensão por morte, do Instituto Nacional do Seguro Social INSS, conforme legislação vigente. Os beneficiários

Leia mais

DISTORÇÕES NA CONCESSÃO DA PENSÃO POR MORTE. Exemplos reais nos RPPS e no RGPS

DISTORÇÕES NA CONCESSÃO DA PENSÃO POR MORTE. Exemplos reais nos RPPS e no RGPS Os RPPS e as alterações nas regras de concessão do benefício de pensão por morte 1 DISTORÇÕES NA CONCESSÃO DA PENSÃO POR MORTE Exemplos reais nos RPPS e no RGPS 2 Caso 1 Homem nascido em 1920 que se aposentou

Leia mais

Produto INSS Público (estadual/municipal/federal) Empresa privada. CPF Sexo Masc. Fem. Data de nascimento Nº do benefício

Produto INSS Público (estadual/municipal/federal) Empresa privada. CPF Sexo Masc. Fem. Data de nascimento Nº do benefício Termo de Adesão/Autorização para Desconto em Folha Empréstimo Consignado e Cartão de Crédito Operação Produto Cód. Corresp./ Loja Nº ADE Espaço reservado ao Banco BMG Produto INSS Público (estadual/municipal/federal)

Leia mais

2 PRINCÍPIOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

2 PRINCÍPIOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL Sumário 2 PRINCÍPIOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL 1. Introdução... 163 2. Princípio da Contributividade... 164 3. Princípio da Obrigatoriedade da Filiação... 164 4. Princípio do Equilíbrio Financeiro e Atuarial...

Leia mais

Críticas e sugestões através do nosso e-mail: iprevi1@hotmail.com

Críticas e sugestões através do nosso e-mail: iprevi1@hotmail.com 1 CARTILHA DO SEGURADO 1. MENSAGEM DA DIRETORA PRESIDENTE Esta cartilha tem como objetivo dar orientação aos segurados do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Itatiaia IPREVI,

Leia mais

CONSIDERANDO a implantação do Sistema Digital de Consignações e a crescente demanda de averbações de consignações em folha de pagamento;

CONSIDERANDO a implantação do Sistema Digital de Consignações e a crescente demanda de averbações de consignações em folha de pagamento; DECRETO Nº 1843-R, DE 25 DE ABRIL DE 2007. Altera as disposições sobre consignação em folha de pagamento, nos termos do Art. 74 da Lei Complementar nº. 46 de 31 de Janeiro de 1994, e nos termos das Alíneas

Leia mais

Roteiro Operacional INSTITUTO NACIONAL DE SEGURANÇA SOCIAL

Roteiro Operacional INSTITUTO NACIONAL DE SEGURANÇA SOCIAL Roteiro Operacional INSTITUTO NACIONAL DE SEGURANÇA SOCIAL CONCEITO E CARACTERISTICAS Liberação de empréstimo para fins de crédito pessoal, destinado a aposentados e pensionistas do INSS, com pagamento

Leia mais

GUIA DO SEGURADO da Previdência Social

GUIA DO SEGURADO da Previdência Social CÂMARA DOS DEPUTADOS GUIA DO SEGURADO da Previdência Social Conheça os direitos do seu seguro social. ANTONIO BULHÕES Deputado Federal PRB/SP BRASÍLIA Abril/2009 GUIA DO SEGURADO da Previdência Social

Leia mais

CIRCULAR Nº 110 1. DA MODALIDADE E ENCARGOS FINANCEIROS DO EMPRÉSTIMO

CIRCULAR Nº 110 1. DA MODALIDADE E ENCARGOS FINANCEIROS DO EMPRÉSTIMO CIRCULAR Nº 110 Regulamenta a Concessão e Manutenção de Empréstimos a Participantes e Assistidos da Fundação Banestes de Seguridade Social BANESES. 1. DA MODALIDADE E ENCARGOS FINANCEIROS DO EMPRÉSTIMO

Leia mais

Resumo das regras nas medidas provisórias nº 664 e nº 665

Resumo das regras nas medidas provisórias nº 664 e nº 665 Resumo das regras nas medidas provisórias nº 664 e nº 665 Cenário Aumentou o emprego e a formalização: 15,5 milhões no setor privado de 2003 a 2013 Base de segurados da previdência aumentou em 30 milhões

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL EMPRÉSTIMO PESSOAL

ROTEIRO OPERACIONAL EMPRÉSTIMO PESSOAL ROTEIRO OPERACIONAL EMPRÉSTIMO PESSOAL 1 Sumário 1. EMPRÉSTIMO PESSOAL...3 1.1 EP Cheque...3 1.1.1 Características Gerais do EP Cheque...3 1.1.2 Política de Formalização do EP Cheque...3 1.2 EP Carnê...4

Leia mais

Roteiro Operacional Última atualização 30/03/2015

Roteiro Operacional Última atualização 30/03/2015 Roteiro Operacional Última atualização 30/03/2015 Produto disponibilizado pela Agiplan Financeira S.A- CFI para conceder crédito pessoal em débito em conta corrente denominado Agidébito. 1. Público Alvo.

Leia mais

ÍNDICE. Capítulo XI Subsistema Folha de Pagamentos

ÍNDICE. Capítulo XI Subsistema Folha de Pagamentos ÍNDICE Capítulo XI Subsistema Folha de Pagamentos COMO INCLUIR PENSÃO ALIMENTÍCIA...2 COMO CONSULTAR PENSÃO ALIMENTÍCIA...4 COMO INCLUIR PENSÃO ALIMENTÍCIA INFORMADA...4 COMO CONSULTAR PENSÃO ALIMENTÍCIA

Leia mais

ACOMPANHAMENTO > ACOMPANHAMENTO DE PROPOSTAS.

ACOMPANHAMENTO > ACOMPANHAMENTO DE PROPOSTAS. Prezado Agente; Este roteiro tem o objetivo de sanar as principais dúvidas sobre os procedimentos que devem ser adotados após a digitação do contrato e nas operações de RMC. Inicialmente, informamos que

Leia mais

O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DO MUNICÍPIO DE TAQUARITINGA

O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DO MUNICÍPIO DE TAQUARITINGA O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DO MUNICÍPIO DE TAQUARITINGA 1. INTRODUÇÃO A previdência social no Brasil pode ser divida em dois grandes segmentos, a saber: Regime Geral de Previdência Social (RGPS):

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS GABINETE DO PREFEITO PUBLICADO EM PLACAR Em 16_/_04_/_07 MARIA NEIDE FREIRE DA SILVA PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS DECRETO Nº 52, DE 16 DE ABRIL DE 2007. Regulamenta o art. 39 da Lei Complementar nº 008, de 16 de novembro

Leia mais

DIPR - CONHECENDO O NOVO DEMONSTRATIVO

DIPR - CONHECENDO O NOVO DEMONSTRATIVO DIPR - CONHECENDO O NOVO DEMONSTRATIVO O envio do DIPR será exigido a partir do 4º bimestre de 2013, cujo prazo se encerra em 30 de setembro. Esse novo demonstrativo será de suma importância, pois além

Leia mais

Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos - SIAPE ROTEIRO OPERACIONAL

Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos - SIAPE ROTEIRO OPERACIONAL PÚBLICO ALVO Servidores Ativos, Aposentados e Pensionistas. CÁLCULO DE MARGEM Acessar o site (www.intergrall.com.br). PORCENTUAL DA MARGEM A UTILIZADA 100% da margem. QUANTIDADE DE EMPRÉSTIMO POR SERVIDOR

Leia mais

Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas.

Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas. Aposentadoria do INSS. O Itaú explica para você como funciona e esclarece suas dúvidas. O Itaú quer estar presente em todos os momentos da sua vida. Por isso, criou este material para ajudar você com as

Leia mais

Wladimir Skaf De Carvalho

Wladimir Skaf De Carvalho Wladimir Skaf De Carvalho Bacharel em Direito. É especialista em Direito Previdenciário, Advogado atuante da Previdência Social Federal. O autor foi conselheiro da Comissão de Direitos Humanos da OAB-GO.

Leia mais

PEQUENAS COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE PREVIDÊNCIA (SOCIAL E PRIVADA) UNIVILLE Departamento de Economia

PEQUENAS COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE PREVIDÊNCIA (SOCIAL E PRIVADA) UNIVILLE Departamento de Economia 50 PEQUENAS COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE PREVIDÊNCIA (SOCIAL E PRIVADA) UNIVILLE Departamento de Economia Joinville SC, 2009 Elaboração: Prof. Airton Nagel Zanghelini 1 PREVIDÊNCIA: O QUE É ISSO?

Leia mais

Para cada valor depositado pelo participante a título de contribuição básica a Patrocinadora depositará valor idêntico.

Para cada valor depositado pelo participante a título de contribuição básica a Patrocinadora depositará valor idêntico. Apresentação Este é o MANUAL DO PARTICIPANTE da PRECE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR, material explicativo que descreve, em linguagem simples e precisa, as características gerais do Plano CD, com o objetivo

Leia mais

Orientações sobre Benefícios do INSS

Orientações sobre Benefícios do INSS Orientações sobre Benefícios do INSS A PREFEITURA DE GUARULHOS MANTÉM UM CONVÊNIO COM O INSS AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL DE GUARULHOS PARA REQUERIMENTO DOS SEGUINTES BENEFÍCIOS: AUXÍLIO DOENÇA PREVIDENCIÁRIO,

Leia mais

2 Evolução Legislativa da Previdência Social no Brasil, 4 Quadro esquemático, 8 Questões, 12

2 Evolução Legislativa da Previdência Social no Brasil, 4 Quadro esquemático, 8 Questões, 12 Nota, xi 1 Origens da Seguridade Social, 1 1.1 Poor Law, 1 1.2 Seguros privados, 2 1.3 Seguros sociais, 2 Quadro esquemático, 3 2 Evolução Legislativa da Previdência Social no Brasil, 4 Quadro esquemático,

Leia mais

SALÁRIO MÍNIMO NOVO VALOR A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2015 DECRETO Nº 8.381 - DOU de 30.12.2014

SALÁRIO MÍNIMO NOVO VALOR A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2015 DECRETO Nº 8.381 - DOU de 30.12.2014 Data do boletim informativo Volume 1, Edição 1 Di Informativo 01/2015 SALÁRIO MÍNIMO NOVO VALOR A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2015 DECRETO Nº 8.381 - DOU de 30.12.2014 Foi publicado no Diário Oficial da

Leia mais

Roteiro Operacional Última atualização 06/02/2015

Roteiro Operacional Última atualização 06/02/2015 Roteiro Operacional Última atualização 06/02/2015 1. Público alvo 1.1 Atendidos - Aposentados e pensionistas do INSS -Códigos Benefícios- 1.2 Não atendidos -Códigos Benefícios- RESUMO DE CÓDIGOS NÃO CONSIGNÁVEIS

Leia mais

1/7. Prof. Wilson Roberto

1/7. Prof. Wilson Roberto 1/7 5. Contrato individual de trabalho: Contribuição Sindical, INSS, Salário-família, IRRF trabalho assalariado, PIS/PASEP, e CAGED Contribuição Sindical A contribuição sindical está prevista nos artigos

Leia mais

Cartilha do Crédito Consignado

Cartilha do Crédito Consignado Cartilha do Crédito Consignado Guia Prático para o Aposentado e Pensionista do INSS apoio ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE BANCOS Caro aposentado ou pensionista Esta cartilha foi elaborada para o seu bem-estar.

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL EMPRÉSTIMO CONSIGNADO SETOR PÚBLICO AUTARQUIA HOSPITALAR MUNICIPAL SP

ROTEIRO OPERACIONAL EMPRÉSTIMO CONSIGNADO SETOR PÚBLICO AUTARQUIA HOSPITALAR MUNICIPAL SP E-MAILS DE CONTATO BANCO DAYCOVAL Negócio Roteiro Operacional Promotora MESA DE ANALISE PORTABILIDADE portabilidadeconsignado@bancodaycoval.com.br Empréstimo Cartão Débito C/C MESA DE ANALISE MARGEM margemconsignado@bancodaycoval.com.br

Leia mais

Carência para o recebimento do benefício pensão por morte?

Carência para o recebimento do benefício pensão por morte? 1 Carência para o recebimento do benefício pensão por morte? A MP 664 de dezembro de 2014 previu uma carência de 24 meses para a obtenção do benefício pensão por morte. Depois de muita discussão no Congresso

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Município de Caxias do Sul DECRETO Nº 15.051, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2010.

Estado do Rio Grande do Sul Município de Caxias do Sul DECRETO Nº 15.051, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2010. DECRETO Nº 15.051, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2010. Estabelece normas e procedimentos referentes às consignações em folha de pagamento dos servidores e empregados públicos e dos aposentados da Administração

Leia mais

CONHEÇA MELHOR SEU CONTRACHEQUE

CONHEÇA MELHOR SEU CONTRACHEQUE CONHEÇA MELHOR SEU CONTRACHEQUE DIPES/PROGP 2013 Para esclarecer dúvidas sobre seu pagamento, procure imediatamente sua unidade pagadora. COMPROVANTE DE RENDIMENTOS - FOLHA NORMAL FUND. UNIVERSIDADE DE

Leia mais

A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 62 da Constituição, adota a seguinte Medida Provisória, com força de

A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 62 da Constituição, adota a seguinte Medida Provisória, com força de MEDIDA PROVISÓRIA Nº 664 DE 30.12.2014 (DOU 30.12.2014 ED. EXTRA; REP. DOU DE 02.01.2015) Altera as Leis nº 8.213, de 24 de julho de 1991, nº 10.876, de 2 junho de 2004,nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990,

Leia mais

Saiba mais sobre seu plano

Saiba mais sobre seu plano Saiba mais sobre seu plano Plano Funbep II 1 Índice A proteção da previdência complementar... 03 As contribuições para o plano... 04 Em caso de desligamento... 06 Na hora da aposentadoria... 08 Cuide bem

Leia mais

SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA!

SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA! SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA! Prezado participante, 2 Brasil Foods Sociedade de Previdência Privada Cartilha Plano III Um dos grandes objetivos da política de recursos humanos de

Leia mais

CARTILHA DA PREVIDÊNCIA MUNICIPAL. TatuíPrev. Instituto de Previdência Própria de Tatuí

CARTILHA DA PREVIDÊNCIA MUNICIPAL. TatuíPrev. Instituto de Previdência Própria de Tatuí CARTILHA DA PREVIDÊNCIA MUNICIPAL TatuíPrev Instituto de Previdência Própria de Tatuí 2013 APRESENTAÇÃO A PREVIDÊNCIA SOCIAL é um direito do trabalhador e de sua família, garantido pela Constituição Federal,

Leia mais

PROVA DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO TCE-CE FCC 2015

PROVA DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO TCE-CE FCC 2015 PROVA DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO TCE-CE FCC 2015 Direito Previdenciário 67. (Auditor de Controle Externo/TCE-CE/FCC/2015): O princípio constitucional estipulando que a Seguridade Social deve contemplar

Leia mais

Capítulo III Informações Financeiras 93

Capítulo III Informações Financeiras 93 4.9 - MOVIMENTAÇÃO Informar a movimentação, com as datas de afastamento e retorno, no formato DD/MM/AAAA, bem como o código, conforme as situações discriminadas no quadro a seguir: Cód H I1 I2 I3 I4 J

Leia mais

Encontro com Representantes e Gestão de Pessoas. Agosto/2015

Encontro com Representantes e Gestão de Pessoas. Agosto/2015 Encontro com Representantes e Gestão de Pessoas Agosto/2015 O que administramos? A Prevdata é entidade de Previdência Complementar, que administra planos de benefícios previdenciários e plano de gestão

Leia mais

Classificação Por identificador de Calculo:

Classificação Por identificador de Calculo: Classificação Por identificador de Calculo: Aqui informamos alguns identificadores de cálculo, mas é importante salientar que a incidência da DIRF será de acordo com a incidência da verba para IR, qualquer

Leia mais