Plano de Investimentos e Cronograma de Obras das Empresas Controladas do Grupo Eletrobrás Grupo Eletrobrás

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Plano de Investimentos e Cronograma de Obras das Empresas Controladas do Grupo Eletrobrás Grupo Eletrobrás"

Transcrição

1 Plano de Investimentos e Cronograma de Obras das Empresas Controladas do Grupo Eletrobrás 1 Grupo Eletrobrás FURNAS CHESF ELETRONORTE ELETROSUL ELETRONUCLEAR CGTEE LIGHTPAR ITAIPU 2

2 A competência e qualidade técnica da ELETROBRÁS é uma garantia de continuação do papel de destaque que ela tem no Setor Elétrico Brasileiro. Recentemente, foi promovido um leilão de linhas de transmissão pela ANEEL e os consórcios com participação de empresas do Grupo Eletrobrás venceram cerca de 70% do total licitado. O investimento total será de R$ 1,169 bilhão, o que vai gerar cerca de 2 mil empregos diretos. 3 Sistema Elétrico Brasileiro Transmissão Licitação em 2003 LT 230 kv COXIPÓ / CUIABÁ / RONDONÓPOLIS Porto Velho Rio Branco Abunã Sta. Elena Boa Vista Manaus Samuel Ariquemes Vilhena Empreendimentos de Transmissão S. da Mesa Licitação B.J. Lapa em 2003 LT 500 kv LONDRINA / ASSIS / ARARAQUARA LTs 500 kv S.SANTIAGO / IVAIPORÃ E CASCAVEL / IVAIPORÃ d Coaracy Nunes Santana Balbina Santarém S.Maria Altamira V. Conde Tucuruí Itaituba São Luiz Marabá Imperatriz Teresina Ji-Paraná Guajará P. Bueno Mirim Cuiabá Sinop Sorriso Manso Rondonópolis Corumbá Uruguaiana C.Grande Ivaiporã Itaipu Itá Sto.Angelo Garabi Livramento Colinas Gurupi Brasília Goiânia d Curitiba Blumenau C.Novos Porto Alegre Candiota LT 500 kv TERESINA / SOBRAL / FORTALEZA P. Dutra S.J.Piaui Miracema Sobradinho Irecê Montes Claros 2 V Palma Sapeaçu Funil Irapé T.Marias Belo Horizonte Vitória Campos Rio de Janeiro São Paulo Fortaleza Salvador LT 500 kv MACHADINHO / CAMPOS NOVOS Eletrobrás Açu Natal Recife Maceió Xingo Aracaju LT 500 kv LT CAMAÇARI / SAPEAÇU LT 345 kv LT M. CLAROS 2 / IRAPÉ 4

3 Valor Total dos Investimentos Econômicos em 2003 EMPRESA R$ ELETROBRÁS (holding) FURNAS ELETRONORTE CHESF ELETRONUCLEAR ELETROSUL CGTEE LIGHTPAR TOTAL Os valores são os aprovados pela Lei , de 14/01/ Detalhamento dos FURNAS R$ Infra-estrutura de apoio Qualidade ambiental Energia no Eixo Centro- Oeste Energia no Eixo Sudeste Integração elétrica Norte-Sul TOTAL

4 Detalhamento dos ELETRONORTE R$ Infra-estrutura de apoio Energia no Eixo Arco Norte Energia nos Eixos do Centro- Oeste Energia nos Eixos do Nordeste Energia no Eixo Madeira Amazonas Integração Elétrica Norte Sul TOTAL Detalhamento dos CHESF R$ Infra-estrutura de apoio Reassentamento de Itaparica Energia nos eixos do Nordeste Manutenção no sistema de geração de energia Projetos TOTAL

5 Detalhamento dos ELETRONUCLEAR R$ Infra-estrutura de apoio Manutenção do Complexo de Geração de energia nuclear de Angra - RJ Substituição do grupo de geradores de vapor da Usina Angra I Implantação da Usina Termonuclear de Angra III TOTAL Detalhamento dos ELETROSUL R$ Infra-estrutura de apoio Energia no Eixo Sul Manutenção do sistema de transmissão de energia elétrica Implantação do sistema de transmissão no Sul TOTAL

6 Detalhamento dos CGTEE R$ Infra-estrutura de apoio Energia no Eixo Sul Manutenção do sistema de energia elétrica Projetos TOTAL Brasil SISTEMA ELETROBRÁS Investimentos R$ Milhões x Incremento MW Geração Média Anual = R$1.999 (1998 a 2002) Média Anual = MW (1998 a 2002) Geração MW Investimento R$ Milhões 12

7 Brasil SISTEMA ELETROBRÁS Investimentos R$ Milhões x Incremento km de LTs Média Anual = R$1.985 (1998 a 2002) Média Anual LT= km (1998 a 2002) Inclui km Norte/Sul Transmissão km de LT Investimento R$ Milhões 13 SISTEMA ELETROBRÁS Principais Empreendimentos de Geração em construção Empreendimento SISTEMA ELETROBRÁS Potência (MW) Empresa Orçamento Global R$ Milhões UHE Tucuruí Eletronorte 2.720,7 UTE Santa Cruz 400 Furnas 443,4 UTE Camaçarí 360 Chesf 247,8 TOTAL ==> ,9 UHE Itaipu Itaipu 443,4 14

8 SISTEMA ELETROBRÁS Principais Empreendimentos de Geração em construção/concluído Empreendimento PARCERIA COM O SETOR PRIVADO Potência (MW) UHE Itiquira I e II 156 UHE Guaporé 120 Empresa Itiquira Energética Tangará Energia Orçamento Global R$ Milhões 352,0 137,4 AHE Santa Clara Fundão 240 Elejor 310,0 PCH Baruíto 18 Global Energia 58,8 UHE Porto Primavera CESP 332,3 TOTAL ==> ,5 15 SISTEMA ELETROBRÁS Principais Empreendimentos de Transmissão em Construção/Concluídos em 2003 Empreendimento Extensão (km) Empresa LT 500 kv Milagres/Quixadá 265 CHESF LT 500 kv Quixadá/Fortaleza II 140 CHESF LT 500 kv P. Dutra/Terezina II 208 CHESF LT 230 kv Recife II/Pau Ferro 38 CHESF LT 230 kv Banabuiú/Mossoró II 175 CHESF LT 500 kv Ibiúna/Bateias 332 FURNAS LT 500 kv Cachoeira Paulista/Adrianópolis 178 FURNAS LT 138 kv Central/Santana 110 ELETRONORTE LT 230 kv Coxipó/Jauru 365 ELETRONORTE LT 69 kv Rio Branco/Tangará 21 ELETRONORTE LT 230 kv P. Dutra/Peritoró 120 ELETRONORTE Total ===>

9 Proposta para PDG em 2004 EMPRESAS R$ ELETROBRÁS FURNAS ELETRONUCLEAR CHESF CGTEE ELETROSUL ELETRONORTE LIGHTPAR TOTAL Proposta para PDG em 2004 Grupo Eletrobrás e Empresas Federalizadas EMPRESAS R$ Total Grupo Eletrobrás MANAUS BOAVISTA CEPEL CERON ELETROACRE CEPISA CEAL CEAM Total Empresas Federalizadas TOTAL

10 SISTEMA ELETROBRÁS PPA PRINCIPAIS EMPREENDIMENTOS DE TRANSMISSÃO 19 SISTEMA ELETROBRÁS PPA PRINCIPAIS EMPREENDIMENTOS DE GERAÇÃO 20

Programas de Investimentos nas Áreas de Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica das Empresas do Grupo ELETROBRÁS

Programas de Investimentos nas Áreas de Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica das Empresas do Grupo ELETROBRÁS ABINEE TEC SUL - 2006 Programas de Investimentos nas Áreas de Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica das Empresas do Grupo ELETROBRÁS Porto Alegre, Mar / 2006 2 Empresas de Geração e Transmissão

Leia mais

EXPANSÃO DA GERAÇÃO E TRANSMISSÃO

EXPANSÃO DA GERAÇÃO E TRANSMISSÃO EXPANSÃO DA GERAÇÃO E TRANSMISSÃO Celso Ferreira Diretor de Planejamento, Projetos e Construções Belo Horizonte, 29 de maio de 2006 1 Plano Decenal 2006-2015 Expansão da Geração Expansão da Transmissão

Leia mais

O PLANEJAMENTO NO SETOR ELÉTRICO:

O PLANEJAMENTO NO SETOR ELÉTRICO: Eletrobrás Sta. Elena Boa Vista Coaracy Nunes CICLO DE SEMINÁRIOS SOBRE Santana REESTRUTURAÇÃO Balbina Santarém Cametá DO SETOR S.Maria ELÉTRICO Altamira V.Conde Manaus Tucuruí São Luiz Itaituba Fortaleza

Leia mais

ABINEE TEC Painel - Financiamento e Perspectivas do Setor Elétrico. José Drumond Saraiva

ABINEE TEC Painel - Financiamento e Perspectivas do Setor Elétrico. José Drumond Saraiva ABINEE TEC 2005 Painel - Financiamento e Perspectivas do Setor Elétrico José Drumond Saraiva Diretor Financeiro e de Relações com Investidores ELETROBRÁS - Centrais Elétricas Brasileiras df@eletrobras.com

Leia mais

PLANEJAMENTO DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

PLANEJAMENTO DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA PLANEJAMENTO DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA POTENCIAL E DESAFIOS Setembro de 2011 PERFIL DA CHESF 8 Estados do NE 12 milhão de km² 500 milhões de habitantes Capacidade Instalada 10.618 10.618 MW MW - 1094% BR

Leia mais

INSERÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS PARA AUMENTO DA EFICIÊNCIA DE SISTEMAS DE TRANSMISSÃO

INSERÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS PARA AUMENTO DA EFICIÊNCIA DE SISTEMAS DE TRANSMISSÃO INSERÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS PARA AUMENTO DA EFICIÊNCIA DE SISTEMAS DE TRANSMISSÃO Carlos Gama carlos.gama@vatech-td.com.br CONTEÚDO Introducão e Motivação Novas Tecnologias Tipos, Conceitos e Preconceitos

Leia mais

ABINEE TEC SUL. Seminário e Mostra de Produtos Eletroeletrônicos. Valter Luiz Cardeal de Souza Eletrobrás Diretor de Engenharia.

ABINEE TEC SUL. Seminário e Mostra de Produtos Eletroeletrônicos. Valter Luiz Cardeal de Souza Eletrobrás Diretor de Engenharia. ABINEE TEC SUL Seminário e Mostra de Produtos Eletroeletrônicos Valter Luiz Cardeal de Souza Eletrobrás Diretor de Engenharia Porto Alegre, 18 e 19 de agosto de 2004 MATRIZ ENERGÉTICA Consumo de Energia

Leia mais

Paulo Cesar Vaz Esmeraldo EPE - STE

Paulo Cesar Vaz Esmeraldo EPE - STE Paulo Cesar Vaz Esmeraldo EPE - STE paulo.esmeraldo@epe.gov.br Projeção do Mercado Plano de Geração Estudos de Transmissão Grupos de Estudos de Transmissão Regionais (GETs) Estudos Internos (EPE) Estudos

Leia mais

Mapa das Oscs por região e estado

Mapa das Oscs por região e estado Mapa das Oscs por região e estado O #Mapa das Organizações da Sociedade Civil é uma plataforma georreferenciada que apresenta dados relativos às organizações da sociedade civil (OSC) no Brasil, a partir

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO EXERCÍCIO DE 2002

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO EXERCÍCIO DE 2002 RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO EXERCÍCIO DE 2002 Senhores Acionistas, Apresentamos o Relatório da Administração da ELETROBRÁS, relativo ao exercício findo em 31 de dezembro de 2002. Destacamos, a seguir, as

Leia mais

Planejamento Eletroenergético do Sistema Interligado Nacional e seus Desafios

Planejamento Eletroenergético do Sistema Interligado Nacional e seus Desafios Ministério de Minas e Energia Colóquio 2010 2020: Uma Década Promissora para o Brasil? Planejamento Eletroenergético do Sistema Interligado Nacional e seus Desafios José Carlos de Miranda Farias Diretor

Leia mais

Empreendimentos do Rio Madeira

Empreendimentos do Rio Madeira Empreendimentos do Rio Madeira Sistema de Transmissão Associado (Leilão ANEEL n 007/2008) Abordagem Conceitual AGENDA Introdução Aspectos Gerais Considerações sobre os Empreendimentos de Geração Considerações

Leia mais

II Seminário Energia e Meio Ambiente Perspectivas Legais

II Seminário Energia e Meio Ambiente Perspectivas Legais II Seminário Energia e Meio Ambiente Perspectivas Legais Manaus AM 13 de junho de 2006 O Grupo ELETROBRÁS Arranjo Institucional Política Ambiental AHE Belo Monte MISSÃO Criar, ofertar e implementar soluções

Leia mais

Divulgação de Resultados 4T06 e 2006

Divulgação de Resultados 4T06 e 2006 Divulgação de Resultados 4T06 e 2006 15 de Fevereiro de 2007 Peru Bolivia Argentina Cuiabá Guianas Uruguai Itaipú V. Conde Colinas Miracema Gurupi Tucuruí Imperatriz Curitiba B.J. Lapa São Luís Teresina

Leia mais

HVDC Transmission Systems FURNAS Experience. Trevor Dobbin Yuri Rosenblum de Souza

HVDC Transmission Systems FURNAS Experience. Trevor Dobbin Yuri Rosenblum de Souza HVDC Transmission Systems FURNAS Experience Trevor Dobbin Yuri Rosenblum de Souza Who are we? TRANSMISSION AND GENERATION SYSTEM OPERATION AND EXPANSION TRANSMISSION AND GENERATION SYSTEM OPERATION AND

Leia mais

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL EDITAL - 01/2012 NM. Quantitativo de Inscritos

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL EDITAL - 01/2012 NM. Quantitativo de Inscritos CARGO MACRO CIDADE INSCRITOS AC/RO AC - CRUZEIRO DO SUL 2027 AC/RO AC - RIO BRANCO 8587 AC/RO AC - SENA MADUREIRA AC/RO RO - JI-PARANÁ 4934 AC/RO RO - PORTO VELHO 5786 AC/RO RO - ROLIM DE MOURA AL AL -

Leia mais

Dados do Sistema Elétrico Brasileiro

Dados do Sistema Elétrico Brasileiro Dados do Sistema Elétrico Brasileiro Sistema Interligado de Transmissão Dimensão do Sistema (Sistema Integrado Nacional) Horizonte 2016 Tensão kv 4.000 4.000 km km 2014 230 52.449,8 345 10.303,2 440 6.728,2

Leia mais

Manual de Procedimentos da Operação

Manual de Procedimentos da Operação Manual de Procedimentos da Operação Módulo 10 Referência Técnica Código Revisão Item Vigência. MOTIVO DA REVISÃO: Alteração dos itens 3.2.1, 3.3.1 e anexo 10 em função da entrada em operação do Bipolo

Leia mais

DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA

DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA Analista Especialização: Administração de Serviços de Informática Brasília DF 3 176 58,67 Analista Especialização: Assuntos Jurídicos Belo Horizonte MG 3 211 70,33 Analista Especialização: Assuntos Jurídicos

Leia mais

POSIÇÃO ATUALIZADA ATÉ 25/06/2012 Classif Último Candidato Convocado procedimentos préadmissionais

POSIÇÃO ATUALIZADA ATÉ 25/06/2012 Classif Último Candidato Convocado procedimentos préadmissionais CONCURSO PÚBLICO 2010 TBN RJ e SP de de RJ Campos dos Goytacazes Técnico Bancário 106 2 105 2 RJ Centro Técnico Bancário 592 4 592 4 RJ Niteroi Técnico Bancário 130 3 130 3 RJ Nova Iguaçu Técnico Bancário

Leia mais

TOTAL DO ORGAO : R$ QUADRO SINTESE POR FUNCOES QUADRO SINTESE POR SUBFUNCOES TOTAL DA UNIDADE : R$

TOTAL DO ORGAO : R$ QUADRO SINTESE POR FUNCOES QUADRO SINTESE POR SUBFUNCOES TOTAL DA UNIDADE : R$ PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - 1,00 TOTAL DO ORGAO : 310.511.886 25 ENERGIA 3 1 0. 5 11. 8 8 6 752 ENERGIA ELÉTRICA 3 1 0. 5 11. 8 8 6 0276 GESTÃO DA POLÍTICA DE ENERGIA

Leia mais

A Estratégia de Consolidação da Eletrobrás em Holding Financeira

A Estratégia de Consolidação da Eletrobrás em Holding Financeira III Seminário Ibero Americano, Faculdade de Economia do Porto A Estratégia de Consolidação da Eletrobrás em Holding Financeira 11 e 12 de fevereiro de 2010 Objetivos Empresariais do Sistema Eletrobrás

Leia mais

PESQUISA DE EXPEDIENTE - NATAL E ANO NOVO

PESQUISA DE EXPEDIENTE - NATAL E ANO NOVO NORTE REGIÃO NORDESTE PESQUISA DE EXPEDIENTE - NATAL E ANO NOVO UF FRANQUIA CIDADE 24/12/2016 -SÁBADO 31/12/2016 - SÁBADO AL 562 MACEIÓ ATENDIMENTO NORMAL ATENDIMENTO NORMAL BA 636 BARREIRAS BA 605 VITÓRIA

Leia mais

Coluna1 Coluna2 Coluna3 Coluna4 UF ARQUI/DIOCESE REGIONAL VALOR UF ARQUI/DIOCESE REGIONAL VALOR

Coluna1 Coluna2 Coluna3 Coluna4 UF ARQUI/DIOCESE REGIONAL VALOR UF ARQUI/DIOCESE REGIONAL VALOR 2017 2016 Coluna1 Coluna2 Coluna3 Coluna4 UF ARQUI/DIOCESE REGIONAL VALOR UF ARQUI/DIOCESE REGIONAL VALOR AC Diocese de Rio Branco Noroeste R$ 569,00 AC Diocese de Rio Branco Noroeste R$ 369,40 AL Arquidiocese

Leia mais

RELATÓRIO DE ADMINISTRAÇÃO Exercício Social Findo em 31/12/2000

RELATÓRIO DE ADMINISTRAÇÃO Exercício Social Findo em 31/12/2000 RELATÓRIO DE ADMINISTRAÇÃO Exercício Social Findo em 31/12/2000 Senhores Acionistas, No ano de 2000, a ELETROBRÁS continuou dando importantes passos no sentido de prosseguir com a reestruturação do setor

Leia mais

1º Encontro de Fornecedores da Eletrosul. Novembro/2010 Diretoria de Gestão Administrativa e Financeira - DG

1º Encontro de Fornecedores da Eletrosul. Novembro/2010 Diretoria de Gestão Administrativa e Financeira - DG 1º Encontro de Fornecedores da Eletrosul Novembro/2010 Diretoria de Gestão Administrativa e Financeira - DG Eletronorte Ceron Eletroacre Amazonas Energia Distribuição Roraima Chesf Cepisa Ceal Sistema

Leia mais

JOSÉ CARLOS DE MIRANDA FARIAS Empresa de Pesquisa Energética EXPANSÃO DA OFERTA DE ENERGIA PLANEJAMENTO E LEILÕES

JOSÉ CARLOS DE MIRANDA FARIAS Empresa de Pesquisa Energética EXPANSÃO DA OFERTA DE ENERGIA PLANEJAMENTO E LEILÕES JOSÉ CARLOS DE MIRANDA FARIAS Empresa de Pesquisa Energética EXPANSÃO DA OFERTA DE ENERGIA PLANEJAMENTO E LEILÕES POR QUE PLANEJAR? Há necessidade de prever as possibilidades do amanhã para esboçar, com

Leia mais

Panorama Atual dos Negócios de G & T da Eletrobras

Panorama Atual dos Negócios de G & T da Eletrobras Retomada dos Investimentos em Infraestrutura ABDIB Panorama Atual dos Negócios de G & T da Eletrobras Wilson Ferreira Junior Presidente da Eletrobras 21 de Maio de 2019 ABDIB, Brasília SUMÁRIO A Eletrobras

Leia mais

ANEXO I. Vagas reservadas para candidatos com deficiência

ANEXO I. Vagas reservadas para candidatos com deficiência CARGO 1: ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREA ADMINISTRATIVA UF Cidade de Classificação Vagas para ampla concorrência ANEXO I Vagas reservadas para candidatos com deficiência Vagas reservadas para candidatos negros

Leia mais

Visão Geral do Setor Elétrico

Visão Geral do Setor Elétrico CURSO CTGÁS Formação de Operadores de Centrais Termelétricas Visão Geral do Setor Elétrico Petrobras e o negócio de energia GE-CORP/AR Assuntos Regulatórios dean@petrobras.com.br Natal, agosto de 2012

Leia mais

Desafios da incorporação de novas tecnologias no planejamento, caso Brasil. Dourival de Souza Carvalho Junior. EPE Empresa de Pesquisa Energética

Desafios da incorporação de novas tecnologias no planejamento, caso Brasil. Dourival de Souza Carvalho Junior. EPE Empresa de Pesquisa Energética Desafios da incorporação de novas tecnologias no planejamento, caso Brasil Dourival de Souza Carvalho Junior EPE Empresa de Pesquisa Energética dourival.carvalho@epe.gov.br Desafios da incorporação de

Leia mais

XXIII SNPTEE. Sessão Técnica de Abertura SETOR ELÉTRICO BRASILEIRO: CRESCIMENTO - DESAFIOS

XXIII SNPTEE. Sessão Técnica de Abertura SETOR ELÉTRICO BRASILEIRO: CRESCIMENTO - DESAFIOS XXIII SNPTEE Sessão Técnica de Abertura SETOR ELÉTRICO BRASILEIRO: CRESCIMENTO - DESAFIOS Cenários/Desafios a curto e médio prazos para a operação do SIN Hermes J. Chipp Diretor Geral Foz do Iguaçu, 19/10/2015

Leia mais

ACRE. Cruzeiro do Sul TÉCNICO EM MANUTENÇÃO TÉCNICO EM MECÂNICA TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO RIO BRANCO TÉCNICO EM MANUTENÇÃO TÉCNICO EM MECÂNICA

ACRE. Cruzeiro do Sul TÉCNICO EM MANUTENÇÃO TÉCNICO EM MECÂNICA TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO RIO BRANCO TÉCNICO EM MANUTENÇÃO TÉCNICO EM MECÂNICA ACRE Cruzeiro do Sul RIO BRANCO ALAGOAS Maceió TÉCNICO EM SECRETARIADO AMAPÁ Macapá AMAZONAS Manaus TÉCNICO EM CONTABILIDADE TÉCNICO EM GESTÃO TÉCNICO EM INFORMÁTICA ENGENHARIA MECÂNICA ENGENHARIA MECATRÔNICA

Leia mais

Milhas necessárias para um bilhete prêmio em Classe Gol Premium (somente ida) Campina Grande João Pessoa Brasília Goiânia

Milhas necessárias para um bilhete prêmio em Classe Gol Premium (somente ida) Campina Grande João Pessoa Brasília Goiânia Origem Destino Milhas necessárias para um bilhete prêmio em Classe Econômica (somente ida) Milhas necessárias para um bilhete prêmio em Classe Gol Premium (somente ida) Campina Grande João Pessoa Brasília

Leia mais

Conheça neste capítulo o perfil das empresas que compõem o maior conglomerado empresarial de energia limpa da América Latina.

Conheça neste capítulo o perfil das empresas que compõem o maior conglomerado empresarial de energia limpa da América Latina. PERFIL Um grupo de empresas dedicadas à geração, transmissão e distribuição de energia limpa, com respeito ao meio ambiente e valorização daquilo que o Brasil tem de melhor: os brasileiros. Conheça neste

Leia mais

UF População N. médicos Hab./Médico Razão/med/1000 Escolas Escolas p/ Habitantes Nº Vagas 1Vaga/Habitantes

UF População N. médicos Hab./Médico Razão/med/1000 Escolas Escolas p/ Habitantes Nº Vagas 1Vaga/Habitantes UF População N. médicos Hab./Médico Razão/med/1000 Escolas Escolas p/ Habitantes Nº Vagas 1Vaga/Habitantes SÃO PAULO 44.663.672 112.671 396 2,52 41 1.089.358 3.740 11.942 São Paulo 11.821.873 54.291 218

Leia mais

Indicadores Econômicos e Fomento à Indústria

Indicadores Econômicos e Fomento à Indústria Edição 008 Setembro de 2018 Publicação do Sistema FIEMT elaborada pela área de Crescimento populacional de Mato Grosso em 2018 Pela estimativa populacional de 2018 divulgada pelo Instituto Brasileiro Geográfico

Leia mais

Energia Eólica. Prof. Carmen L. T. Borges. PEE COPPE/UFRJ DEE Poli/UFRJ

Energia Eólica. Prof. Carmen L. T. Borges. PEE COPPE/UFRJ DEE Poli/UFRJ Energia Eólica Prof. Carmen L. T. Borges PEE COPPE/UFRJ DEE Poli/UFRJ Resumo Sistema Elétrico Brasileiro Geração Eólica no Brasil Incertezas no Planejamento e Operação Complementaridade Energética Planejamento

Leia mais

Concurso Público 2012 TECNICO BANCARIO NOVO - NACIONAL ADMISSÃO CANDIDATOS POSIÇÃO ATUALIZADA ATÉ: 17/08/ :18:13

Concurso Público 2012 TECNICO BANCARIO NOVO - NACIONAL ADMISSÃO CANDIDATOS POSIÇÃO ATUALIZADA ATÉ: 17/08/ :18:13 Concurso Público 2012 TECNICO BANCARIO NOVO - NACIONAL ADMISSÃO CANDIDATOS POSIÇÃO ATUALIZADA ATÉ: 17/08/2012 10:18:13 Macropolo: AC/RO AC - CRUZEIRO DO SUL 131 4 1 2 1 4 72 AC - RIO BRANCO 495 6 1 3 1

Leia mais

Concurso Público 2012 TECNICO BANCARIO NOVO - NACIONAL ADMISSÃO CANDIDATOS POSIÇÃO ATUALIZADA ATÉ: 21/08/ :40:32

Concurso Público 2012 TECNICO BANCARIO NOVO - NACIONAL ADMISSÃO CANDIDATOS POSIÇÃO ATUALIZADA ATÉ: 21/08/ :40:32 Concurso Público 2012 TECNICO BANCARIO NOVO - NACIONAL ADMISSÃO CANDIDATOS POSIÇÃO ATUALIZADA ATÉ: 21/08/2012 08:40:32 Macropolo: AC/RO AC - CRUZEIRO DO SUL 131 4 1 2 1 4 72 AC - RIO BRANCO 495 6 1 3 1

Leia mais

REGIÃO SUL Habitantes Habitantes. PARANÁ Habitantes SANTA CATARINA RIO GRANDE DO SUL

REGIÃO SUL Habitantes Habitantes. PARANÁ Habitantes SANTA CATARINA RIO GRANDE DO SUL SUL SANTA CATARINA 283.616 935.935 Habitantes Florianópolis / Capital 49.1 Digital São José 49.1 Digital Palhoça 49.1 Digital Rancho Queimado 49.1 Digital Bombinhas 49.1 Digital Criciúma 15 UHF PARANÁ

Leia mais

SORTEADOS 2016 MÊS SORTEIO DATA Nº PRODUTO FILIAL VALOR SORTEIO SORTEIO 10/ SETEMBRO 03/ /08

SORTEADOS 2016 MÊS SORTEIO DATA Nº PRODUTO FILIAL VALOR SORTEIO SORTEIO 10/ SETEMBRO 03/ /08 MÊS SORTEIO DATA Nº SORTEIO SETEMBRO AGOSTO JULHO JUNHO MAIO 10/09 0093082 03/09 0028075 27/08 PRODUTO FILIAL VALOR SORTEIO Prestamista CDC Florianópolis R$ 500,00 Prestamista CDC Salvador R$ 4.000,00

Leia mais

Empregados Chesf-Sul / Comissão Debate Acadêmico 1

Empregados Chesf-Sul / Comissão Debate Acadêmico 1 Setor Elétrico Brasileiro: Privatizou Encareceu Escureceu Foto: Gesildo Lopes Foto: Grupo WhatsApp Sinergia Sind BA Empregados Chesf-Sul / Comissão Debate Acadêmico 1 S e g m e ntos da indúst r i a d e

Leia mais

Concurso Público 2012 TECNICO BANCARIO NOVO - NACIONAL ADMISSÃO CANDIDATOS POSIÇÃO ATUALIZADA ATÉ: 01/10/ :20:33

Concurso Público 2012 TECNICO BANCARIO NOVO - NACIONAL ADMISSÃO CANDIDATOS POSIÇÃO ATUALIZADA ATÉ: 01/10/ :20:33 Concurso Público 2012 TECNICO BANCARIO NOVO - NACIONAL ADMISSÃO CANDIDATOS POSIÇÃO ATUALIZADA ATÉ: 01/10/2012 11:20:33 Macropolo: AC/RO AC - CRUZEIRO DO SUL 131 4 1 2 1 4 1 AC - RIO BRANCO 495 11 1 4 1

Leia mais

Concurso Público 2012 TECNICO BANCARIO NOVO - NACIONAL ADMISSÃO CANDIDATOS POSIÇÃO ATUALIZADA ATÉ: 21/09/ :59:29

Concurso Público 2012 TECNICO BANCARIO NOVO - NACIONAL ADMISSÃO CANDIDATOS POSIÇÃO ATUALIZADA ATÉ: 21/09/ :59:29 Concurso Público 2012 TECNICO BANCARIO NOVO - NACIONAL ADMISSÃO CANDIDATOS POSIÇÃO ATUALIZADA ATÉ: 21/09/2012 07:59:29 Macropolo: AC/RO AC - CRUZEIRO DO SUL 131 4 1 2 1 4 1 AC - RIO BRANCO 495 6 1 3 1

Leia mais

Os Investimentos Brasileiros no Setor de Energia

Os Investimentos Brasileiros no Setor de Energia Os Investimentos Brasileiros no Setor de Energia Mauricio Tolmasquim Presidente da Empresa de Pesquisa Energética Geração de Energia Elétrica Contratação por meio de Leilões Modalidades Leilões de Energia

Leia mais

EMPRESAS DE DISTRIBUIÇÃO DA ELETROBRÁS. Eletrobrás

EMPRESAS DE DISTRIBUIÇÃO DA ELETROBRÁS. Eletrobrás Eletrobrás Junho 2009 1 6 - IMPLANTAÇÃO DA NOVA ESTRUTURA GESTÃO FINANCEIRA OPERAÇÃO EXPANSÃO COMERCIAL REGULAÇÃO JURÍDICA Sistemática de Suporte Matricial SOCIETÁRIA RH COMPRAS AUDITORIA TI COMUNIC. SOCIAL

Leia mais

Transmissão em Corrente Contínua

Transmissão em Corrente Contínua Transmissão em Corrente Contínua em Ultra-Alta Tensão Panorama Atual e Perspectivas Futuras no Brasil Transmissão em Corrente Contínua em Ultra-Alta Tensão Transmissão em CCAT Panorama Atual e Perspectivas

Leia mais

A Eletrobrás s e o Meio Ambiente

A Eletrobrás s e o Meio Ambiente A Eletrobrás s e o Meio Ambiente CONSTITUIÇÃO, HISTÓRICO E POLÍTICA AMBIENTAL DO GRUPO ELETROBRÁS ABRIL 2007 Constituição da Eletrobrás Lei N 3.890-A, de 25 de abril de 1961 Objetivo da Eletrobrás: - realização

Leia mais

NOTA 2 CONCESSÕES E AUTORIZAÇÕES

NOTA 2 CONCESSÕES E AUTORIZAÇÕES NOTA 2 CONCESSÕES E AUTORIZAÇÕES FURNAS detém diversas concessões de serviço público de energia elétrica, cujos detalhamento, capacidade instalada e prazos de vencimento estão listados a seguir: 2.1 Geração

Leia mais

EXPANSÃO DA INTERLIGAÇÃO NORTE-NORDESTE ASSOCIADA ÀS USINAS DE TUCURUÍ II E DO MÉDIO TOCANTINS - METODOLOGIA DE SÍNTESE DE REDE UTILIZADA

EXPANSÃO DA INTERLIGAÇÃO NORTE-NORDESTE ASSOCIADA ÀS USINAS DE TUCURUÍ II E DO MÉDIO TOCANTINS - METODOLOGIA DE SÍNTESE DE REDE UTILIZADA SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL E PROUÇÃO E TRANSMISSÃO E ENERGIA ELÉTRICA GPL-11 19 a 24 Outubro de 2003 Uberlândia - Minas Gerais GRUPO VII GRUPO E ESTUO E PLANEJAMENTO E SISTEMAS ELÉTRICOS - GPL EXPANSÃO

Leia mais

Capítulo 12. Precipitações nas capitais

Capítulo 12. Precipitações nas capitais Capítulo 12 Precipitações nas capitais 12-1 Capítulo 12- Precipitações nas capitais 12.1 Introdução Vamos mostrar as precipitações médias mensais das capitais no Brasil no período de 1961 a 1990 fornecidas

Leia mais

MOBILIDADE URBANA. Mauricio Muniz Barretto de Carvalho Secretário do PAC

MOBILIDADE URBANA. Mauricio Muniz Barretto de Carvalho Secretário do PAC MOBILIDADE URBANA Mauricio Muniz Barretto de Carvalho Secretário do PAC O QUE O GOVERNO FEDERAL JÁ FEZ Sanção da Política Nacional de Mobilidade Urbana (Lei 12.587/2012) Desoneração das tarifas do transporte

Leia mais

Relatório da Administração 2001

Relatório da Administração 2001 Relatório da Administração 2001 RELATÓRIO DE ADMINISTRAÇÃO Exercício Social Findo em 31/12/2001 Senhores Acionistas, O ano de 2001, foi marcado por uma grave crise energética no país causada, principalmente,

Leia mais

XX SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA GRUPO DE ESTUDO DE PLANEJAMENTO DE SISTEMAS ELÉTRICOS - GPL

XX SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA GRUPO DE ESTUDO DE PLANEJAMENTO DE SISTEMAS ELÉTRICOS - GPL XX SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA Versão 1.0 22 a 25 Novembro de 2009 Recife - PE GRUPO VII GRUPO DE ESTUDO DE PLANEJAMENTO DE SISTEMAS ELÉTRICOS - GPL O PLANEJAMENTO

Leia mais

Apresentação para Analistas e Investidores Abril de 2018

Apresentação para Analistas e Investidores Abril de 2018 Apresentação para Analistas e Investidores Abril de 2018 Disclaimer Esta apresentação pode conter estimativas e projeções que não são declarações de fatos ocorridos no passado mas refletem crenças e expectativas

Leia mais

MATERIAL SUPLEMENTAR. Tabela 1. Total de mamógrafos existentes e em uso no SUS, de acordo com tipo, em Salvador, Bahia e Brasil no ano de 2015.

MATERIAL SUPLEMENTAR. Tabela 1. Total de mamógrafos existentes e em uso no SUS, de acordo com tipo, em Salvador, Bahia e Brasil no ano de 2015. MATERIAL SUPLEMENTAR Tabela 1. Total de mamógrafos existentes e em uso no SUS, de acordo com tipo, em Salvador, Bahia e Brasil no ano de 2015. EQUIPAMENTOS DE DIAGNÓSTICO POR IMAGEM - Brasil Equipamento

Leia mais

Candidatos por Vaga Processo Seletivo Simplificado / 2008: IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - ANALISTA CENSITÁRIO

Candidatos por Vaga Processo Seletivo Simplificado / 2008: IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - ANALISTA CENSITÁRIO Candidatos por Vaga Processo Seletivo Simplificado / 2008: IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - ANALISTA CENSITÁRIO UF MUNICÍPIO CARGO AC RIO BRANCO Análise de Sistemas / Suporte à

Leia mais

Atendimento ao Estado do Pará

Atendimento ao Estado do Pará Ministério de Secretaria de Energia Elétrica Atendimento ao Estado do Pará Câmara dos Deputados - CINDRA Brasília, abril de 2015. 1 Ambiente Institucional 2 Universalização Modicidade Tarifária Segurança

Leia mais

SESSÃO TÉCNICA ESPECIAL DE TELECOMUNICAÇÕES EM SISTEMAS DE POTÊNCIA A EVOLUÇÃO DO SISTEMA ÓPTICO DA ELETRONORTE - PERSPECTIVAS PARA O FUTURO

SESSÃO TÉCNICA ESPECIAL DE TELECOMUNICAÇÕES EM SISTEMAS DE POTÊNCIA A EVOLUÇÃO DO SISTEMA ÓPTICO DA ELETRONORTE - PERSPECTIVAS PARA O FUTURO STL/013 21 a 26 de Outubro de 2001 Campinas - São Paulo - Brasil S T E I V SESSÃO TÉCNICA ESPECIAL DE TELECOMUNICAÇÕES EM SISTEMAS DE POTÊNCIA A EVOLUÇÃO DO SISTEMA ÓPTICO DA ELETRONORTE - PERSPECTIVAS

Leia mais

TIAGO THALES CORREA MACIEL Diretor de Benefícios-Substituto

TIAGO THALES CORREA MACIEL Diretor de Benefícios-Substituto INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL Memorando-Circular Conjunto nº 19 /DIRAT/DIRSAT/DIRBEN/INSS Em 22 de setembro de 2016. Aos Superintendentes-Regionais, Gerentes-Executivos, Gerentes de Agências da Previdência

Leia mais

3 O setor elétrico brasileiro 3.1 Breve histórico

3 O setor elétrico brasileiro 3.1 Breve histórico 3 O setor elétrico brasileiro 3.1 Breve histórico Em meados do século XIX, o processo de modernização do país impulsionou o setor urbano da economia. O crescimento das cidades levou a expansão da indústria

Leia mais

2.3 Interligações regionais

2.3 Interligações regionais Outras Fontes Renováveis de Energia As usinas à biomassa, as pequenas centrais hidrelétricas (PCH) e as usinas eólicas têm importância estratégica para o país pelos benefícios para o meio ambiente pois,

Leia mais

Pesquisa Nacional VIA TELEFONE (URA) - JULHO!

Pesquisa Nacional VIA TELEFONE (URA) - JULHO! Pesquisa Nacional VIA TELEFONE (URA) - JULHO! 2 0 1 7! A pesquisa METODOLOGIA! A PESQUISA:! PERIODO! Dias: 11 a 25 de julho.!! AMOSTRA PROBABILISTICA! Total de chamadas respondidas: 10.063! Total de 37

Leia mais

COBERTURA MARÇO/2018

COBERTURA MARÇO/2018 COBERTURA MARÇO/2018 A REDE BRASIL DE TELEvisão está disponível em: 26 CAPITAIS + DISTRITO FEDERAL + DE 500 CIDADES COBERTAS são paulo, com sinal digital aberto, no canal 10.1 nas operadoras: vivo tv-canal

Leia mais

OPORTUNIDADES E DESAFIOS DO SETOR ELÉTRICO

OPORTUNIDADES E DESAFIOS DO SETOR ELÉTRICO OPORTUNIDADES E DESAFIOS DO SETOR ELÉTRICO 01 de Abril de 2011 Mesa Redonda sobre Energia no Brasil: Energia e o Novo Governo Rio de Janeiro Empresa de Pesquisa Energética Uma Empresa do Ministério de

Leia mais

O uso da água para a geração de energia termelétrica nos empreendimentos das Empresas Eletrobras GTRH-EE. Fórum Mundial da Água Março 2018

O uso da água para a geração de energia termelétrica nos empreendimentos das Empresas Eletrobras GTRH-EE. Fórum Mundial da Água Março 2018 O uso da água para a geração de energia termelétrica nos empreendimentos das Empresas Eletrobras GTRH-EE Fórum Mundial da Água Março 2018 Apresentação Este trabalho foi elaborado pelo Grupo de Trabalho

Leia mais

Projetos Estruturantes

Projetos Estruturantes Projetos Estruturantes A visão dos Agentes de Mercado Roberto Castro Assessor da Vice Presidência de Gestão de Energia 21 de novembro de 26 Visão dos Agentes de Mercado Apreensão 2 Agenda Projetos Estruturantes

Leia mais

FURNAS é uma concessionária de serviço público, que atua nos segmentos de geração e transmissão de energia elétrica.

FURNAS é uma concessionária de serviço público, que atua nos segmentos de geração e transmissão de energia elétrica. Perfil da Empresa FURNAS é uma concessionária de serviço público, que atua nos segmentos de geração e transmissão de energia elétrica. Na condição de subsidiária da Eletrobrás, foi-lhe conferida a missão

Leia mais

Apresentação dos Resultados do 2T17 da Azul 14 de agosto de 2017

Apresentação dos Resultados do 2T17 da Azul 14 de agosto de 2017 Apresentação dos Resultados do da Azul 14 de agosto de 2017 David Neeleman Presidente do Conselho John Rodgerson CEO 1 Disclaimer O conteúdo desta apresentação de resultados pode incluir expectativas sobre

Leia mais

FORMULÁRIO DE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS E OPÇÃO POR UNIDADE DE EXERCÍCIO

FORMULÁRIO DE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS E OPÇÃO POR UNIDADE DE EXERCÍCIO Página 1 de 7 CONCURSO PÚBLICO PARA ANALISTA-TRIBUTÁRIO DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL - EDITAL ESAF Nº 23/2012 FORMULÁRIO DE DISTRIBUIÇÃO DE E OPÇÃO POR 1. O objetivo deste formulário é permitir ao candidato

Leia mais

Perdas de Água: Desafios ao Avanço do Saneamento Básico e à Escassez Hídrica FIESP REDUÇÃO DE PERDAS NA REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA

Perdas de Água: Desafios ao Avanço do Saneamento Básico e à Escassez Hídrica FIESP REDUÇÃO DE PERDAS NA REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA Perdas de Água: Desafios ao Avanço do Saneamento Básico e à Escassez Hídrica FIESP REDUÇÃO DE PERDAS NA REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA Índices definidos para a análise de perdas de agua... Perdas de Faturamento

Leia mais

TV Câmara / TV Assembleia / TV Senado / TV Câmara Municipal

TV Câmara / TV Assembleia / TV Senado / TV Câmara Municipal TV Câmara / TV Assembleia / TV Senado / TV Câmara Municipal Acordo Câmara / Senado Capitais Em funcionamento: São Paulo, Brasília, Belo Horizonte, Fortaleza, Porto Alegre, Cuiabá, Goiânia, Florianópolis,

Leia mais

A CO-GERAÇÃO E O PROGRAMA PRIORITÁRIO DE TERMELETRICIDADE

A CO-GERAÇÃO E O PROGRAMA PRIORITÁRIO DE TERMELETRICIDADE GERAÇÃO DISTRIBUÍDA EXPOSIÇÃO E SEMINÁRIO INTERNACIONAIS A CO-GERAÇÃO E O PROGRAMA PRIORITÁRIO DE TERMELETRICIDADE Junho / 2002 GILSON FRANÇA 1 SUMÁRIO 1. LEGISLAÇÃO - LEIS - DECRETOS - PORTARIAS - RESOLUÇÕES

Leia mais

Origen Destino Millas necesarias para un billete bonificado de solo ida en clase Turista

Origen Destino Millas necesarias para un billete bonificado de solo ida en clase Turista Origen Destino Millas necesarias para un billete bonificado de solo ida en clase Turista Millas necesarias para un billete bonificado de solo ida en clase Premium de GOL Campina Grande, João Pessoa, 4.500

Leia mais

ANEXO II - Consolidação dos Votos de urna para a Diretoria Executiva Nacional e para Delegacias Sindicais

ANEXO II - Consolidação dos Votos de urna para a Diretoria Executiva Nacional e para Delegacias Sindicais -- / DIRETORIA EXECUTIVA NACIONAL ANALISTA MAIS, SINDIRECEITA PARA TODOS 1630 COMPROMISSO ATRFB 2447 BRANCO 92 NULO 63 Total de Votos.:::::::::::::: 4232 AC / DELEGACIA SINDICAL ACRE INTEGRAÇÃO 21 NULO

Leia mais

Workshop FIESP Transmissão de Energia Elétrica no Brasil. São Paulo, 29 de Setembro de 2016

Workshop FIESP Transmissão de Energia Elétrica no Brasil. São Paulo, 29 de Setembro de 2016 Workshop FIESP Transmissão de Energia Elétrica no Brasil São Paulo, 29 de Setembro de 2016 Aspectos institucionais e a expansão da transmissão Desafios conjunturais Desafios estruturais em São Paulo Aspectos

Leia mais

RESOLUÇÃO ANEEL N O 453, DE 30 DE DEZEMBRO DE 1998

RESOLUÇÃO ANEEL N O 453, DE 30 DE DEZEMBRO DE 1998 RESOLUÇÃO ANEEL N O 453, DE 30 DE DEZEMBRO DE 1998 Homologa os Montantes de Energia e Potência asseguradas das usinas hidrelétricas pertencentes às empresas das regiões Sudeste, Centro-Oeste, Norte e Nordeste.

Leia mais

ANEXO II VAGAS TOTAL SOCIAL DO MUNICÍPIO EXECUTIVA

ANEXO II VAGAS TOTAL SOCIAL DO MUNICÍPIO EXECUTIVA ANEXO II Edital Nº5, de de novembro de 206 Convocação para Escolha de vagas Analistas do Seguro Social (com formação em Serviço Social) SR UF GERÊNCIA VAGAS TOTAL 2 3 4 5 6 ARARAQUARA TAQUARITINGA AC BAURU

Leia mais

ESCALA BRASIL TRANSPARENTE. Secretaria de Transparência e Prevenção da Corrupção

ESCALA BRASIL TRANSPARENTE. Secretaria de Transparência e Prevenção da Corrupção ESCALA BRASIL TRANSPARENTE Secretaria de Transparência e Prevenção da Corrupção Avaliação de estados e municípios quanto à transparência passiva Período de avaliação: Entes públicos: EBT 1 Janeiro a Abril

Leia mais

José Queiroz de Miranda Neto Mestre em Geografia pelo Programa de pós graduação em Geografia da UFPA Prof. Assistente da UFPA

José Queiroz de Miranda Neto Mestre em Geografia pelo Programa de pós graduação em Geografia da UFPA Prof. Assistente da UFPA José Queiroz de Miranda Neto Mestre em Geografia pelo Programa de pós graduação em Geografia da UFPA Prof. Assistente da UFPA 1. Abordagem do tema Discutir sobre a geração de energia e as dinâmicas socioespaciais

Leia mais

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRÁS. EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO DAC Nº 29/2009

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRÁS. EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO DAC Nº 29/2009 1 MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRÁS. EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 29/2009 ANEXO I - ESPECIFICAÇÃO DO SERVIÇO 2 ESPECIFICAÇÃO DO SERVIÇO 1 OBJETO O objeto deste

Leia mais

Recursos Hídricos e a geração de energia nas hidrelétricas das Empresas Eletrobras GTRH-EE

Recursos Hídricos e a geração de energia nas hidrelétricas das Empresas Eletrobras GTRH-EE Recursos Hídricos e a geração de energia nas hidrelétricas das Empresas Eletrobras GTRH-EE Grupo de Trabalho de Recursos Hídricos e do Potencial Hidrelétrico das Empresas Eletrobras Apresentação Este trabalho

Leia mais

Organograma das Superintendências Regionais e Lotação das Respectivas Unidades

Organograma das Superintendências Regionais e Lotação das Respectivas Unidades Organograma das Superintendências Regionais e Lotação das Respectivas Unidades Fonte: Siape Abril/205 Organograma da SR I Sudeste I e Lotação das Respectivas Unidades Fonte: Siape Abril/205 SR I Distribuição

Leia mais

Melhores e Priores Ligações Rodoviárias. As dez piores ligações em 2000

Melhores e Priores Ligações Rodoviárias. As dez piores ligações em 2000 Melhores e Priores Ligações Rodoviárias As dez piores ligações em 2000 A ligação Açailândia (MA) - Miranda do Norte (MA), na BR 222, foi considerada a pior ligação dentre as pesquisadas. Cabe ressaltar

Leia mais

Energia para Novos Tempos O PAPEL DA ELETROBRAS NO CONTEXTO DO SETOR ELÉTRICO BRASILEIRO

Energia para Novos Tempos O PAPEL DA ELETROBRAS NO CONTEXTO DO SETOR ELÉTRICO BRASILEIRO Energia para Novos Tempos O PAPEL DA ELETROBRAS NO CONTEXTO DO SETOR ELÉTRICO BRASILEIRO MARÇO, 2011 Disclaimer Esta apresentação pode conter certas estimativas e projeções. Tais estimativas e projeções

Leia mais

32224 - Centrais Elétricas do Norte do Brasil S.A.

32224 - Centrais Elétricas do Norte do Brasil S.A. Quadro Síntese - Função, Subfunção e Programa Total Órgão Total Unidade Função Total Subfunção Total Programa Total 25. Energia 1.078.430.996 752. Energia Elétrica 1.078.430.996 0291. Energia no Eixo Arco

Leia mais

TOTAL DO ORGAO : R$ 780.749.368 QUADRO SINTESE POR FUNCOES QUADRO SINTESE POR SUBFUNCOES

TOTAL DO ORGAO : R$ 780.749.368 QUADRO SINTESE POR FUNCOES QUADRO SINTESE POR SUBFUNCOES QUADRO SINTESE POR ORGAO 32000 MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA 780.749.368 6.0.0.0.00.00 RECURSOS DE CAPITAL - ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO 677.449.495 6.1.0.0.00.00 RECURSOS PRÓPRIOS 167.672.207 6.1.1.0.00.00

Leia mais

MOBILIDADE URBANA. Miriam Belchior Ministra de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão

MOBILIDADE URBANA. Miriam Belchior Ministra de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão MOBILIDADE URBANA Miriam Belchior Ministra de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão MOBILIDADE URBANA RECURSO DISPONÍVEL 143 bilhões ANTES DO PACTO R$ 93 bilhões 62% das obras concluídas ou em execução

Leia mais

Vilões da Inadimplência Agosto de 2017

Vilões da Inadimplência Agosto de 2017 Vilões da Inadimplência 2017 Agosto de 2017 OBJETIVOS DO ESTUDO Analisar o perfil das dívidas dos inadimplentes e investigar quais as principais vilãs da inadimplência. Vilões da Inadimplência VILÕES DA

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 166, DE 31 DE MAIO DE 2000

RESOLUÇÃO Nº 166, DE 31 DE MAIO DE 2000 RESOLUÇÃO Nº 166, DE 31 DE MAIO DE 2000 Atualiza a Composição da Rede Básica do sistema elétrico interligado, suas conexões e as respectivas empresas usuárias das instalações. O DIRETOR-GERAL DA AGÊNCIA

Leia mais

Projeto Básico do Sistema de Transmissão Associado às Usinas do Rio Madeira e a Aplicação dos Procedimentos de Rede do ONS

Projeto Básico do Sistema de Transmissão Associado às Usinas do Rio Madeira e a Aplicação dos Procedimentos de Rede do ONS Projeto Básico do Sistema de Transmissão Associado às Usinas do Rio Madeira e a Aplicação dos Procedimentos de Rede do ONS Dalton O. C. Brasil Delfim M. Zaroni Mauro P. Muniz ONS ONS ONS Brasil Brasil

Leia mais

Eletrobras Day. New York Stock Exchange

Eletrobras Day. New York Stock Exchange New York Stock Exchange 31 de Outubro de 2011 Informações Gerais Plano de Obras e Investimentos Melhorias Esta apresentação pode conter certas estimativas e projeções. Tais estimativas e projeções não

Leia mais

VICE-PRESIDÊNCIA COMERCIAL Dir. Nac. de Marketing 25/Abril/13

VICE-PRESIDÊNCIA COMERCIAL Dir. Nac. de Marketing 25/Abril/13 VICE-PRESIDÊNCIA COMERCIAL Dir. Nac. de Marketing 25/Abril/13 CIDADE ALERTA é apresentado por um dos maiores jornalistas investigativos e irreverentes do país: Marcelo Rezende De segunda a sexta-feira,

Leia mais

METODOLOGIA. Método de coleta: pesquisa realizada via web e pós-ponderada considerando sexo, idade, escolaridade, classe e região do país.

METODOLOGIA. Método de coleta: pesquisa realizada via web e pós-ponderada considerando sexo, idade, escolaridade, classe e região do país. EDUCAÇÃO FINANCEIRA METODOLOGIA Público alvo: residentes em todas as capitais brasileiras, com idade igual ou superior a 18 anos, ambos os sexos e todas as classes sociais. Método de coleta: pesquisa realizada

Leia mais

SOMOS QUEM bilhões. +1 bilhão 89% 51% A MAIOR administradora hoteleira multimarcas da América do Sul. anos de atuação no mercado brasileiro

SOMOS QUEM bilhões. +1 bilhão 89% 51% A MAIOR administradora hoteleira multimarcas da América do Sul. anos de atuação no mercado brasileiro Atlantica Hotels A MAIOR administradora hoteleira multimarcas da América do Sul 22 +6 bilhões anos de atuação no mercado brasileiro de ativos imobiliários sob gestão QUEM SOMOS +1 bilhão 89% 51% de reais

Leia mais

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA EXPANSÃO DA GERAÇÃO HIDRELÉTRICA NA REGIÃO AMAZÔNICA e INTEGRAÇÃO ENERGÉTICA NA AMÉRICA DO SUL Reunião Plenária da ABRAGE Brasília, 25 de março de 2010 AGENDA Energia no Brasil

Leia mais

Piores trechos por Unidade Federativa por número de acidentes

Piores trechos por Unidade Federativa por número de acidentes Piores trechos por Unidade Federativa por número de acidentes - 2015 Data: 18/05/2016 FILTROS: Veículos: Todos Valores: Absolutos Estado: Todos BR: Todas Piores trechos por Estado número de acidentes -

Leia mais

PLANEJAMENTO ELETROENERGÉTICO NO BRASIL SITUAÇÃO ATUAL E DESAFIOS

PLANEJAMENTO ELETROENERGÉTICO NO BRASIL SITUAÇÃO ATUAL E DESAFIOS PLANEJAMENTO ELETROENERGÉTICO NO BRASIL SITUAÇÃO ATUAL E DESAFIOS Fevereiro de 2012 ABSTRACT A apresentação mostra as características estruturais da matriz de energia elétrica brasileira, um perfil simplificado

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA ENERGIA EÓLICA NA OFERTA DE ENERGIA DO SISTEMA INTERLIGADO NACIONAL

A IMPORTÂNCIA DA ENERGIA EÓLICA NA OFERTA DE ENERGIA DO SISTEMA INTERLIGADO NACIONAL A IMPORTÂNCIA DA ENERGIA EÓLICA NA OFERTA DE ENERGIA DO SISTEMA INTERLIGADO NACIONAL São Paulo, 03 de junho de 2008 Sistema Elétrico Brasileiro e o Sistema ELETROBRÁS Linhas de Transmissão SIN Capacidade

Leia mais