BASF Sociedade de Previdência Complementar

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BASF Sociedade de Previdência Complementar"

Transcrição

1 BASF Sociedade de Previdência Complementar QUADRO COMPARATIVO DO REGULAMENTO DO PLANO DE APOSENTADORIA BASF CNPB: Julho de 2016

2 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 2 de 137 Conteúdo 1. DO OBJETO GLOSSÁRIO Da Elegibilidade ao Plano Da Mudança do Vínculo Empregatício Das Disposições Financeiras Das Contribuições Dos Benefícios Dos Institutos Legais Obrigatórios Da Data do Cálculo, da Forma e do Pagamento dos Benefícios Das Alterações e da Liquidação do Plano Das Disposições Gerais Das Disposições Transitórias relativas ao Plano de Aposentadoria BASF Das Disposições Transitórias relativas à Incorporação do Plano de Aposentadoria PREVI CIBA na Data da Primeira Alteração do Plano de Das Disposições relativas ao Plano de Aposentadoria PREVI CIBA Conteúdo 1. DO OBJETO GLOSSÁRIO Da Elegibilidade ao Plano Da Mudança do Vínculo Empregatício Das Disposições Financeiras Das Contribuições Dos Benefícios Dos Institutos Legais Obrigatórios Da Data do Cálculo, da Forma e do Pagamento dos Benefícios Da Alteração e da Liquidação do Plano, Redução ou Interrupção de Contribuições e Retirada de Patrocínio Das Disposições Gerais Das Disposições Transitórias relativas ao Plano de Aposentadoria BASF Das Disposições Transitórias relativas à Incorporação do Plano de Aposentadoria PREVI CIBA em 20/10/ Das Disposições relativas ao Plano de Aposentadoria PREVI CIBA

3 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 3 de DO OBJETO 1. DO OBJETO 1.1 Este documento, doravante designado Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF, estabelece os direitos e as obrigações das Patrocinadoras, dos Participantes, dos Beneficiários e da Entidade em relação ao Plano de Aposentadoria BASF, nos termos nele previstos e observado o disposto no item 1.3 subsequente. 1.2 Os dispositivos deste Regulamento são complementares aos do Estatuto da Entidade. 1.3 O Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF, aprovado pelo Conselho Deliberativo em 19/04/2010, incorpora e substitui em todos os seus termos, a partir da Data da Primeira Alteração do Plano de 2010, o Regulamento do Plano de Aposentadoria PREVI CIBA, (CNPB nº ), aprovado pela Portaria nº 2.700, originalmente administrado 1.1 Este documento, doravante designado Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF, estabelece os direitos e as obrigações das Patrocinadoras, dos Participantes, dos Beneficiários e da Entidade em relação ao Plano de Aposentadoria BASF, nos termos nele previstos e observado o disposto no item 1.2 deste Regulamento. Revogado 1.2 O Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF, aprovado pelo Conselho Deliberativo em 19/04/2010, incorpora e substitui em todos os seus termos, a partir de 21/10/2010, data da primeira alteração do Plano de 2010, o Regulamento do Plano de Aposentadoria PREVI CIBA, originalmente administrado pela PREVI CIBA Sociedade de Ajustes de remissão e redacional. Revogado em razão do entendimento da Previc, em processos similares, de que a menção a outros instrumentos institucionais não deve constar no regulamento. Exclusão dos dados do Plano de Aposentadoria PREVI CIBA que foi incorporado pelo Plano de Aposentadoria BASF.

4 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 4 de 137 pela PREVI CIBA Sociedade de Previdência Privada, aplicando-se, em consequência, aos Participantes Ativos, Vinculados, Autopatrocinados e Assistidos, bem como aos Beneficiários em gozo de benefício, que, na Data da Primeira Alteração do Plano de 2010, se encontravam em tal condição no Plano de Aposentadoria PREVI CIBA, serão observadas as disposições especiais e transitórias contidas nos Capítulos 14 e 15. Previdência Privada, aplicando-se, em consequência, aos Participantes Ativos, Vinculados, Autopatrocinados e Assistidos, bem como aos Beneficiários em gozo de benefício, que em 21/10/2010 se encontravam em tal condição no Plano de Aposentadoria PREVI CIBA, serão observadas as disposições especiais e transitórias contidas nos Capítulos 14 e 15.

5 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 5 de GLOSSÁRIO 2. GLOSSÁRIO 2.3 "Beneficiário": significará, em caso de falecimento de Participante, seu cônjuge ou Companheiro e seus filhos, incluindo o enteado, assim reconhecido pela Previdência Social, e o adotado legalmente, menores de 18 (dezoito) anos de idade, sendo estendido até o mês em que completar os 24 (vinte e quatro) anos de idade, se frequentando, curso reconhecido pelo Conselho Federal de Educação. Não haverá limite de idade para filho total e permanentemente inválido A habilitação de Beneficiário configurar-se-á no momento do falecimento do Participante Ativo ou Assistido, pelo cumprimento dos requisitos estabelecidos no item Uma vez habilitado como tal, o Beneficiário fará jus ao recebimento integral da parcela da Pensão por Morte a ele atribuível, até que complete as seguintes condições: 2.3 "Beneficiário": significará, em caso de falecimento de Participante, o marido ou a esposa, ou o Companheiro ou a Companheira, e seus filhos, incluindo o enteado, até o mês em que completar os 24 (vinte e quatro) anos de idade. Não haverá limite de idade para filho total e permanentemente inválido A habilitação de Beneficiário ocorrerá no momento do falecimento do Participante, este último observado o disposto nos itens e 10.2, e pelo cumprimento dos requisitos estabelecidos no item 2.3 deste Regulamento Uma vez habilitado como tal, o Beneficiário fará jus ao recebimento integral da parcela da Pensão por Morte a ele atribuível, até que complete as seguintes condições: Ajustado para prever que filho ou enteado será beneficiário até 24 anos de idade, independentemente de cursar ensino superior. Aprimoramento redacional e inclusão de remissões para observar o procedimento de inclusão de beneficiário de participante assistido. Aprimoramento redacional e inclusão do esgotamento do saldo de conta como forma de cessação do benefício.

6 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 6 de 137 a) no caso de parcela paga na forma de Renda Financeira, até o momento que completar a Maioridade, quando receberá, automaticamente, o saldo remanescente do respectivo quinhão na forma de pagamento único; b) no caso de parcela do benefício de Pensão por Morte paga na forma de Renda Vitalícia, esta ficará extinta no caso de falecimento do Beneficiário ou do atingimento do limite de idade previsto no item 2.3 ou da recuperação, no caso de filho inválido. 2.6 "Companheiro": significará a pessoa que mantenha união estável com o Participante, desde que essa condição seja reconhecida pela Previdência Social. 2.7 "Conta Coletiva": significará a conta mantida pela Entidade, constituída por duas sub-contas denominadas Conta Administrativa e Conta Geral. Na Conta Administrativa serão alocadas as contribuições destinadas ao custeio administrativo, sendo debitados os a) no caso de Renda Financeira, até o atingimento do limite de idade previsto no item 2.3, quando receberá, automaticamente, o saldo remanescente do respectivo quinhão na forma de pagamento único ou até o esgotamento do saldo, o que primeiro ocorrer; b) no caso de Renda Vitalícia, esta ficará extinta no caso de falecimento do Beneficiário ou do atingimento do limite de idade previsto no item 2.3 ou da recuperação, no caso de filho inválido. 2.6 "Companheiro(a)": significará a pessoa que mantenha união estável com o Participante, desde que essa condição seja reconhecida pela Entidade. 2.7 "Conta Geral": significará a conta mantida pela Entidade, constituída pelas Contribuições Coletivas e Gerais efetuadas por Patrocinadora, sendo debitados os valores pagos a título de Saldo de Conta Projetada. Ajuste redacional e previsão da análise da condição de companheiro(a) pela entidade. Desmembramento da conta coletiva e do fundo de reversão, cuja previsão já consta no item 6.7 do texto regulamentar proposto.

7 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 7 de 137 valores pagos a título de despesas administrativas. Na Conta Geral serão alocadas as Contribuições Coletivas, efetuadas por Patrocinadora e outros valores não alocados à Conta Total do Participante, sendo debitados os valores pagos a título de Saldo de Conta Projetada e outros não debitados à Conta Total do Participante. 2.8 "Conta de Participante": significará a parcela da Conta Total do Participante, nos registros da Entidade, onde serão creditadas as contribuições do Participante Ativo e Participante Autopatrocinado, incluindo o Retorno dos Investimentos "Data do Cálculo": conforme definido no item deste Regulamento. 2.8 "Conta de Participante": significará a parcela da Conta Total do Participante, nos registros da Entidade, onde serão creditadas as contribuições dos Participantes, incluindo o Retorno dos Investimentos "Data do Cálculo": conforme definido no item 10.1 deste Regulamento. Ajuste redacional. Ajuste de remissão "Data da Adaptação do Plano": significará a data 15/03/2006, que é a data de aprovação da alteração deste Regulamento, pela autoridade competente, em sua versão adaptada à Lei Complementar nº 109/01 e à Resolução CGPC nº 06/03. Revogado Revogado para aprimoramento do texto regulamentar com a inclusão da data da aprovação das alterações efetuadas anteriormente no Plano nos respectivos textos.

8 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 8 de Data da Primeira Alteração do Plano de 2010 : significará a data da publicação da aprovação, pela autoridade governamental competente, da alteração regulamentar que, dentre outras alterações, resultou na exclusão do Benefício Mínimo, na alteração das formas de pagamento dos benefícios, bem como na incorporação do Plano de Aposentadoria PREVI CIBA. Revogado Revogado para aprimoramento do texto regulamentar com a inclusão da data da aprovação das alterações efetuadas anteriormente no Plano nos respectivos textos "Data Efetiva do Plano": significará o dia 31 de dezembro de 1986, ou com respeito a uma nova Patrocinadora, a data efetiva subsequente em que ela assinar o convênio de adesão a este Plano "Entidade": significará a BASF Sociedade de Previdência Complementar "Fundo": significará o ativo do Plano administrado pela Entidade, que será investido, conforme previsto no Capítulo 7 deste Regulamento, de acordo com os critérios fixados pelo Conselho Deliberativo "Data Efetiva do Plano": significará o dia 31 de dezembro de 1986, ou com respeito a uma nova Patrocinadora, a data efetiva subsequente em que ela assinar o convênio de adesão a este Plano "Entidade": significará a BASF Sociedade de Previdência Complementar "Fundo": significará o ativo do Plano administrado pela Entidade, que será investido, conforme previsto no Capítulo 7 deste Regulamento, de acordo com os critérios fixados pelo Conselho Deliberativo, observada a legislação vigente. Renumerado. Renumerado. Aprimoramento redacional.

9 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 9 de 137 Inexistente 2.24 "Grupo 1": significará os Participantes que tenham ingressado neste Plano até o dia anterior ao da aprovação pelo órgão público competente, das alterações efetuadas neste Regulamento, e que optem pela manutenção das regras vigentes na referida data, conforme dispõe o item deste Regulamento. Inexistente 2.25 "Grupo 2": significará os Participantes que tenham ingressado neste Plano até o dia anterior ao da aprovação pelo órgão público competente, das alterações efetuadas neste Regulamento, e que optem pelas novas regras, vigentes a partir da data da citada aprovação, conforme dispõe o item 13.14, e os Participantes que ingressarem neste Plano a partir da data da aprovação mencionada. Inclusão de grupo para tratar da garantia dos atuais participantes que optarem pela manutenção das regras atuais do plano. Inclusão de grupo para tratar da garantia dos atuais participantes que optarem pelas novas regras do plano e da aplicação das novas regras aos novos participantes "Incapacidade": significará a perda total da capacidade de um Participante desempenhar todas as suas atividades laborais, bem como qualquer trabalho remunerado. A Incapacidade deverá 2.26 "Incapacidade": significará a perda total da capacidade de um Participante desempenhar todas as suas atividades laborais, bem como qualquer trabalho remunerado. A Incapacidade deverá Renumerado.

10 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 10 de 137 ser atestada por um clínico reconhecido pela Entidade "Índice de Reajuste": significará a variação do INPC - Índice Nacional de Preços ao Consumidor, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE, ou, no caso de sua extinção, alteração ou inadequação outro índice equivalente ou similar que venha a ser definido pelo Conselho Deliberativo, observada a legislação vigente Maioridade : significará o atingimento de 18 (dezoito) anos de idade, ou 24 (vinte e quatro) anos de idade, se frequentando curso reconhecido pelo Conselho Federal de Educação. O conceito de Maioridade não será aplicável ao filho total e permanentemente inválido "Participante": conforme definido no Capítulo 3 deste Regulamento "Patrocinadora": significará toda pessoa jurídica que aderir a este Plano. ser atestada por um clínico reconhecido pela Entidade "Índice de Reajuste": significará a variação do INPC - Índice Nacional de Preços ao Consumidor, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE, ou, no caso de sua extinção, alteração ou inadequação outro índice equivalente ou similar que venha a ser definido pelo Conselho Deliberativo, observada a legislação vigente. Revogado 2.28 "Participante": conforme definido no Capítulo 3 deste Regulamento "Patrocinadora": significará toda pessoa jurídica que aderir a este Plano. Renumerado. Revogado eis que o filho ou enteado será beneficiário até 24 anos de idade, independentemente de cursar ensino superior. Renumerado. Renumerado.

11 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 11 de Perfis de Investimentos : significará as opções de investimentos que, conforme disposto neste Regulamento, poderão ser disponibilizadas pela Entidade aos Participantes do Plano Plano de Aposentadoria BASF ou "Plano de Aposentadoria" ou "Plano": significará o Plano de Aposentadoria BASF, conforme descrito no presente Regulamento, com as alterações que lhe forem introduzidas "Plano de Aposentadoria PREVI CIBA": significará o plano de benefícios inscrito no CNPB sob nº anteriormente administrado PREVI CIBA Sociedade de Previdência Privada Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF ou "Regulamento do Plano de Aposentadoria" ou "Regulamento do Plano" ou "Regulamento": significará este documento, que define as disposições do Plano de Aposentadoria BASF a ser 2.30 "Perfis de Investimentos": significará as opções de investimentos que, conforme disposto neste Regulamento, poderão ser disponibilizadas pela Entidade aos Participantes do Plano "Plano de Aposentadoria BASF" ou "Plano de Aposentadoria" ou "Plano": significará o Plano de Aposentadoria BASF, conforme descrito no presente Regulamento, com as alterações que lhe forem introduzidas "Plano de Aposentadoria PREVI CIBA": significará o plano de benefícios anteriormente administrado PREVI CIBA Sociedade de Previdência Privada, conforme Capítulo 15 deste Regulamento "Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF" ou "Regulamento do Plano de Aposentadoria" ou "Regulamento do Plano" ou "Regulamento": significará este documento, que define as disposições do Plano de Aposentadoria BASF a ser Renumerado. Renumerado. Exclusão dos dados do Plano de Aposentadoria PREVI CIBA que foi incorporado pelo Plano de Aposentadoria BASF e inclusão de remissão. Renumerado.

12 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 12 de 137 administrado pela Entidade, com as alterações que lhe forem introduzidas. administrado pela Entidade, com as alterações que lhe forem introduzidas. Inexistente 2.34 "Renda Composta": significará o benefício pago em renda mensal, parte em Renda Vitalícia e parte em Renda Financeira, aos Participantes e Beneficiários do Grupo 1, conforme as regras estabelecidas nos Capítulos 10 e 13 neste Regulamento. Inclusão de conceito para tornar o texto regulamentar mais claro "Renda Financeira": significará a parcela do benefício paga por uma das formas previstas no item deste Regulamento "Renda Vitalícia": significará a parcela do benefício paga na forma de renda vitalícia Atuarialmente Equivalente ao saldo de Conta de Patrocinadora, na Data do Cálculo "Renda Financeira": significará o benefício pago em renda mensal por prazo determinado ou correspondente a um percentual do saldo de conta aos Participantes e Beneficiários do Grupo 2, conforme as regras estabelecidas nos Capítulos 10 e 13 neste Regulamento "Renda Vitalícia": significará o benefício pago em renda mensal na forma de Renda Vitalícia Atuarialmente Equivalente aos Participantes e Beneficiários do Grupo 1, conforme as regras estabelecidas nos Capítulos 10 e 13 neste Regulamento. Aprimoramento redacional e inclusão de remissões. Alteração do desenho do Plano com garantia de concessão de renda vitalícia nas condições previstas no Regulamento e inclusão de remissões.

13 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 13 de "Retorno dos Investimentos": significará o retorno total do Fundo do Plano, ou aquele obtido pelo respectivo Perfil de Investimentos escolhida pelo Participante, caso aplicável, calculado mensalmente, incluindo quaisquer rendimentos auferidos através de juros, dividendos, aluguéis, ganhos e perdas de capital, realizados ou não, e quaisquer outros tipos de rendimentos, deduzidas quaisquer exigibilidades e custos decorrentes da administração do Fundo Salário Aplicável : significará o salário nominal pago por Patrocinadora a Participante, acrescido de prêmio de vendas e adicional de função. Para os casos de conselheiros e diretores de Patrocinadora significará, também, os honorários e pró-labores recebidos "Saldo de Conta Projetada": corresponderá a 150% (cento e cinquenta por cento) do valor da Contribuição Básica efetuada pelo Participante, ou da Contribuição Geral efetuada pela Patrocinadora, conforme o caso, no mês imediatamente anterior ao de sua morte ou Incapacidade, 2.37 "Retorno dos Investimentos": significará a taxa de retorno total do Fundo do Plano, ou aquele obtido pelo respectivo Perfil de Investimentos escolhido pelo Participante, caso aplicável, apurado mensalmente, incluindo quaisquer rendimentos auferidos através de juros, dividendos, aluguéis, ganhos e perdas de capital, realizados ou não, e quaisquer outros tipos de rendimentos, deduzidas quaisquer exigibilidades e custos decorrentes da administração do Fundo "Salário Aplicável": significará o salário nominal pago por Patrocinadora a Participante, acrescido de prêmio de vendas. Para os casos de conselheiros e diretores de Patrocinadora significará, também, os honorários e pró-labores recebidos "Saldo de Conta Projetada": corresponderá a 150% (cento e cinquenta por cento) do valor da Contribuição Básica efetuada pelo Participante, ou da Contribuição Geral efetuada pela Patrocinadora, conforme o caso, no mês imediatamente anterior ao de seu falecimento ou Aprimoramento redacional. Exclusão da rubrica adicional de função. Substituição de morte por falecimento para padronização do texto regulamentar e previsão de que a projeção somente será devida ao participante que optar pela manutenção das

14 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 14 de 137 vezes o número de meses de tempo de serviço projetado entre a data de sua morte ou incapacidade e a data em que completaria 55 (cinquenta e cinco) anos de idade "Término do Vínculo Empregatício": significará a perda da condição de Colaborador com todas as Patrocinadoras. Para fins de Término do Vínculo Empregatício, será considerada a data da rescisão do contrato de trabalho, não computado eventual período correspondente a aviso-prévio indenizado "Unidade Salarial BASF (USB)": a partir de 01 de novembro de 2008, o valor da USB é R$ 140,52 (cento e quarenta reais e cinquenta e dois centavos). Esse valor será reajustado anualmente, de acordo com o índice de reajuste salarial concedido em caráter geral pela Patrocinadora Principal, excepcionando-se as parcelas referentes à produtividade, ou com maior frequência, conforme determinado pelo Conselho Incapacidade, vezes o número de meses de tempo de serviço projetado entre a data de seu falecimento ou Incapacidade e a data em que completaria 55 (cinquenta e cinco) anos de idade. A projeção será devida exclusivamente aos Participantes do Grupo "Término do Vínculo Empregatício": significará a perda da condição de Colaborador com todas as Patrocinadoras. Para fins de Término do Vínculo Empregatício, será considerada a data da rescisão do contrato de trabalho, não computado eventual período correspondente a aviso-prévio indenizado "Unidade Salarial BASF (USB)": a partir de 01 de novembro de 2015, o valor da USB é R$ 190,51 (cento e noventa reais e cinquenta e um centavos). Esse valor será reajustado anualmente, de acordo com o índice de reajuste salarial concedido em caráter geral pela BASF S/A, excepcionando-se as parcelas referentes à produtividade, ou com maior frequência, conforme determinado pelo Conselho regras vigentes até a aprovação da PREVIC (grupo 1). Renumerado. Padronização do texto. Atualização do valor da USB para melhor informação e controle dos participantes.

15 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 15 de 137 Deliberativo, sendo que, se configurada essa hipótese, as antecipações concedidas deverão ser compensadas por ocasião do reajuste anual. O Conselho Deliberativo poderá determinar outro índice de reajuste, sujeito ao parecer favorável do Atuário, à aprovação das Patrocinadoras e da autoridade competente "Vinculação ao Plano": conforme definido no Capítulo 4 deste Regulamento. Deliberativo, sendo que, se configurada essa hipótese, as antecipações concedidas deverão ser compensadas por ocasião do reajuste anual. O Conselho Deliberativo poderá determinar outro índice de reajuste, sujeito ao parecer favorável do Atuário, à aprovação das Patrocinadoras e do órgão público competente "Vinculação ao Plano": conforme definido no Capítulo 4 deste Regulamento. Renumerado.

16 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 16 de Da Elegibilidade ao Plano 3. Da Elegibilidade ao Plano 3.2 Para tornar-se Participante Ativo, o Colaborador elegível deverá requerer sua inscrição e preencher os formulários exigidos pela Entidade, onde nomeará os seus Beneficiários Indicados e, se for o caso, autorizará os descontos que serão efetuados no seu Salário Aplicável e creditados à Entidade como sua contribuição para o Plano. 3.2 Para tornar-se Participante Ativo o Colaborador deverá requerer sua inscrição e preencher os formulários exigidos pela Entidade onde autorizará os descontos que serão efetuados no seu Salário Aplicável e creditados à Entidade como sua contribuição para o Plano. Exclusão para melhor compreensão do texto e tendo em vista a existência de formulário próprio. Inexistente Os Participantes que ingressarem neste Plano a partir da data da aprovação pelo órgão público competente das alterações efetuadas neste Regulamento serão automaticamente enquadrados no Grupo 2. Inexistente Os Participantes que ingressarem neste Plano até o dia anterior ao da aprovação pelo órgão público competente, das alterações efetuadas neste Regulamento, deverão efetuar a opção pelo Grupo 1 ou 2, nos termos do item deste Regulamento. Previsão do grupo dos participantes que ingressarem a partir da data da aprovação das alterações efetuadas pela PREVIC. Fundamento legal: art. 17 da LC 109/2001. Previsão da opção dos atuais participantes pelas regras vigente ou pelas novas regras. Fundamento legal: art. 17 da LC 109/2001.

17 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 17 de O Colaborador que já detinha tal condição na Data de Adaptação do Plano é Participante Ativo do Plano, a menos que tenha se manifestado contrariamente O Colaborador que optou por não participar deste Plano poderá, posteriormente, requerer sua inscrição neste Plano, passando a Vinculação ao Plano a ser calculado a partir da data de sua inscrição, perdendo, irreversivelmente, o tempo anterior a esta data de inscrição. 3.4 Serão Participantes Vinculados deste Plano os ex-colaboradores de Patrocinadora que optarem pelo Benefício Proporcional Diferido previsto neste Regulamento. 3.7 Serão Participantes Autopatrocinados os ex-colaboradores da Patrocinadora que optarem em permanecer vinculados a este Plano efetuando contribuições, conforme o previsto neste Regulamento. Revogado Revogado 3.4 Serão Participantes Vinculados deste Plano os ex-colaboradores de Patrocinadora que optarem ou tiverem presumida a opção pelo Benefício Proporcional Diferido previsto neste Regulamento. 3.7 Serão Participantes Autopatrocinados os ex-colaboradores da Patrocinadora que optarem pelo Autopatrocínio, permanecendo vinculados a este Plano efetuando contribuições, conforme o previsto neste Regulamento. Simplificação do texto. Revogado em razão de sua inaplicabilidade eis que o plano utiliza o conceito de tempo de vinculação. Inclusão da presunção pelo instituto do benefício proporcional diferido. Fundamento legal: art. 33 da Resolução CGPC nº 6/2003. Inclusão do instituto. Fundamento legal: art. 33 da Resolução CGPC nº 6/2003.

18 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 18 de O restabelecimento da qualidade de Participante do colaborador reintegrado à respectiva Patrocinadora, administrativamente ou em decorrência de sentença judicial, dar-se-á nas condições estabelecidas nesta Seção. 3.8 O restabelecimento da qualidade de Participante do Plano de Aposentadoria BASF em decorrência de sentença judicial proferida nos autos de processo movido contra a Entidade implicará automaticamente no pagamento das contribuições devidas e não pagas pela respectiva Patrocinadora e pelo Participante, conforme dispuser a decisão judicial. Ajustado para simplificar o texto regulamentar. Inexistente Havendo omissão da decisão quanto às contribuições devidas ao Plano de Aposentadoria BASF, a Entidade informará a Patrocinadora e ao Participante o valor das contribuições referente ao período decorrido desde o Término do Vínculo Empregatício até a data da reintegração, devidamente atualizado pelo índice de Reajuste. O valor informado deverá ser recolhido à Entidade no mês imediatamente subsequente ao da informação pela Entidade e registrado neste mês nas contas previstas nos itens 2.8 e 2.9 deste Regulamento. Previsão de procedimento para simplificação do texto regulamentar.

19 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 19 de Efetivado o restabelecimento da qualidade de Participante, serão assegurados a este todos os direitos e obrigações previstos neste Regulamento. Revogado Revogado para simplificar o texto regulamentar. Inexistente 3.9 As decisões judiciais proferidas contra a Patrocinadora somente surtirão efeito em relação ao Plano de Aposentadoria BASF se forem recolhidas à Entidade as contribuições apuradas conforme disposto no item 3.8 deste Regulamento. Simplificação do texto regulamentar. 3.9 Ocorrendo o restabelecimento da qualidade de Participante e sendo a Patrocinadora responsável pelo pagamento total da remuneração no período decorrido desde a data da demissão até a data da reintegração, o restabelecimento da qualidade de Participante dar-se-á mediante o pagamento das Contribuições devidas e não pagas durante esse período, quando for o caso, pelo Participante e pela Patrocinadora, no prazo de até 90 (noventa) dias a contar da data da reintegração, quando esta for administrativa ou judicial. Revogado Revogado para simplificar o texto regulamentar.

20 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 20 de As Contribuições de que trata o item 3.9 serão atualizadas monetariamente pelo Índice de Reajuste, desde a data em que seriam devidas até a data do efetivo pagamento à Entidade. Revogado Revogado para simplificar o texto regulamentar No caso de o Participante, por ocasião do seu desligamento, ter recebido, na forma de parcela única, benefício previsto neste Regulamento ou o Resgate de Contribuições ou ter portado ou transferido os recursos deste Plano para outro plano de benefícios de entidade de previdência complementar ou de companhia seguradora, este deverá devolvê-lo à Entidade, em parcela única, com a atualização e juros previstos no subitem considerando para este efeito o período decorrido desde a data do recebimento pelo Participante ou da transferência dos recursos portados até a data da efetiva devolução à Entidade No caso de o Participante, por ocasião do seu desligamento, ter recebido, na forma de parcela única, benefício previsto neste Regulamento ou o Resgate de contribuições ou ter portado ou transferido os recursos deste Plano para outro plano de benefícios de entidade de previdência complementar ou de companhia seguradora, será assegurado o direito de reingressar neste Plano, não sendo permitida a devolução desses recursos pelo Participante ao Plano. Revogada a possibilidade de devolução de valores à entidade tendo em vista a dificuldade administrativa de tal procedimento Na hipótese de ocorrer a reintegração de Participante, sem a obrigatoriedade de a Patrocinadora efetuar o pagamento da remuneração relativa ao período decorrido desde a data da demissão até a data da reintegração, o Revogado Revogado para simplificar o texto regulamentar.

21 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 21 de 137 restabelecimento da qualidade de Participante estará condicionado ao pagamento pelo Participante das Contribuições devidas e não pagas, no prazo de até 90 (noventa) dias a contar da data da reintegração, quando esta for administrativa ou judicial, devidamente atualizado na forma do subitem deste Regulamento No caso de o Participante, por ocasião do seu desligamento, ter recebido, na forma de parcela única, benefício previsto neste Regulamento ou o Resgate de Contribuições ou ter portado ou transferido os recursos deste Plano para outro plano de benefícios de entidade de previdência complementar ou de companhia seguradora, este deverá integralizá-lo à Entidade, em moeda corrente, por meio de parcela única, devidamente atualizado na forma do subitem deste Regulamento O restabelecimento da qualidade de Participante em decorrência de determinação judicial proferida nos autos de processo movido contra a Entidade implicará automaticamente no pagamento das Contribuições Revogado Revogado para simplificar o texto regulamentar. Revogado Revogado para simplificar o texto regulamentar.

22 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 22 de 137 devidas e não pagas pela respectiva Patrocinadora e pelo Participante O Participante que manteve a condição de autopatrocinado na forma do disposto neste Regulamento ou que optou ou teve presumida a opção pelo instituto do benefício proporcional diferido e que for reintegrado à Patrocinadora em decorrência de processo administrativo ou decisão judicial será enquadrado, no que couber, no disposto nos itens 3.9 e 3.10 deste Regulamento Se a reintegração deferida em liminar, prevista nesta Seção, não se tornar definitiva, em decorrência de sentença judicial já transitada em julgado, deverão ser adotadas as seguintes providências: Revogado Revogado para simplificar o texto regulamentar. Revogado Revogado para simplificar o texto regulamentar. I manutenção da qualidade de Participante em gozo de Benefício por este Plano para o reintegrado na forma do item 3.12, na hipótese de já estar recebendo benefício deste Plano em data anterior ao trânsito em julgado da sentença, bem como a manutenção da

23 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 23 de 137 Pensão por Morte se já concedida a seus Beneficiários; II manutenção da qualidade de Participante com retorno automático à condição de autopatrocinado no caso daquele mencionado no item 3.12, que já detinha essa situação antes da reintegração provisória, exceção feita ao disposto no inciso I deste item; III cancelamento da reintegração processada na forma dos itens 3.9, 3.10 e 3.11, com a devolução pela Entidade dos valores mencionados nos referidos itens a quem efetuou o pagamento indevidamente, atualizados monetariamente com base no Índice de Reajuste, no período decorrido desde a data do recebimento até a data do efetivo pagamento O ex-participante reintegrado, abrangido pelo disposto no inciso III do item 3.13, fica obrigado a devolver à Entidade, em parcela única, os valores eventualmente recebidos pelo mesmo, Revogado Revogado para simplificar o texto regulamentar.

24 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 24 de 137 no prazo de até 30 (trinta) dias a contar da data da ciência do fato, devidamente atualizados pelo Índice de Reajuste, no período decorrido desde a data do recebimento até a data do efetivo pagamento O Participante em gozo de qualquer benefício previsto neste Plano que for reintegrado à Patrocinadora estará sujeito, no que couber, ao disposto nesta Seção. Revogado Revogado para simplificar o texto regulamentar.

25 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 25 de Da Mudança do Vínculo Empregatício 5. Da Mudança do Vínculo Empregatício 5.2 De comum acordo entre o Participante e a Entidade, o Participante transferido de uma Patrocinadora para outra empresa do mesmo grupo econômico da Patrocinadora Principal, no Brasil ou no exterior, mas que não seja Patrocinadora do Plano, poderá optar entre: a) continuar inscrito no plano por meio do Autopatrocínio, contribuindo para o Plano na base do seu Salário Aplicável; b) optar pelo Benefício Proporcional Diferido, sendo que nesta hipótese estará exonerado da cobrança da contribuição para custeio administrativo do Plano, ou pela Portabilidade, se aplicável; c) cancelar sua participação no Plano, optando pelo Resgate. 5.2 De comum acordo entre o Participante e a Entidade, o Participante transferido de uma Patrocinadora para outra empresa do mesmo grupo econômico da BASF S/A, no Brasil ou no exterior, mas que não seja patrocinadora do Plano, poderá optar entre: a) continuar inscrito no Plano por meio do Autopatrocínio, contribuindo para o Plano com base no seu Salário Aplicável; b)... c) cancelar sua participação no Plano, optando pelo Resgate, cujo pagamento ocorrerá somente após o Término do Vínculo Empregatício. Exclusão da menção à patrocinadora principal em observância a manifestação da Previc em processos semelhantes de que não deve haver distinção entre as patrocinadoras e aprimoramento redacional para deixar claro que o pagamento do resgate somente ocorrerá após o término do vínculo empregatício. Fundamento legal: art. 1º, Resolução CGPC nº 12, de 27/5/2004.

26 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 26 de Das Disposições Financeiras 6. Das Disposições Financeiras 6.2 As despesas de administração do Plano serão custeadas na forma deste Regulamento e das disposições legais vigentes. 6.3 Os benefícios previstos neste Regulamento serão suportados pelo ativo do Plano. Os compromissos da Patrocinadora estarão, a qualquer tempo, limitados às contribuições já efetuadas e às devidas e não pagas, nos termos deste Regulamento, observada a legislação pertinente As contribuições mensais de Participante Ativo, devidas à Entidade por força deste Plano, serão efetuadas através de descontos regulares na folha de pagamento, de acordo com as normas fixadas pela Entidade. As Patrocinadoras repassarão essas contribuições à Entidade até o 10º (décimo) dia útil após o término do mês de competência, sendo lançados os respectivos créditos na Conta Total do 6.2 As despesas de administração deste Plano serão custeadas de acordo com o disposto neste Regulamento e com as fontes de custeio estabelecidas no Regulamento do Plano de Gestão Administrativa e previstas no plano de custeio anual. 6.3 Os benefícios previstos neste Regulamento serão suportados pelo patrimônio de cobertura do Plano. Os compromissos da Patrocinadora estarão, a qualquer tempo, limitados às contribuições já efetuadas e às devidas e não pagas, nos termos deste Regulamento, observada a legislação pertinente. 6.6 Ressalvada disposição em contrário prevista neste Regulamento, a não observância do prazo para recolhimento e repasse de contribuições previsto nos itens 7.5.3, , e , alínea c sujeitará a Patrocinadora inadimplente ou o Participante, quando for o caso, a aplicação dos seguintes Previsão de custeio das despesas administrativas do plano. Fundamento legal: Art. 4º, inciso VIII da Resolução CGPC nº 8, de19/2/2004. Adaptação de nomenclatura ao disposto na legislação vigente. Fundamento legal: Resolução CNPC nº 8/2011. Matéria transferida do Capítulo 7 para aprimoramento da estrutura. Aprimoramento redacional para deixar claro que os juros são aplicados sobre o valor atualizado e a multa

27 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 27 de 137 Participante no último dia do mês de competência. A não observância do prazo para repasse de contribuições previsto neste item sujeitará a Patrocinadora inadimplente às seguintes penalidades que integrarão a rentabilidade da quota: a) atualização de acordo com a variação da quota do Fundo no período; b) multa de 2% (dois por cento) sobre o valor devido e não pago; c) juros de 1% (um por cento) ao mês ou sua equivalência diária aplicável sobre o valor devido e não pago. ônus que integrarão a rentabilidade da quota: a) atualização de acordo com a variação da quota do Fundo no período; b) juros de 1% (um por cento) ao mês ou sua equivalência diária aplicável sobre o valor devido já atualizado e não pago; c) multa de 2% (dois por cento) sobre o valor devido e não pago. sobre o valor total devido. Inexistente O valor da penalidade imposta no item 6.6 não poderá exceder o valor da obrigação principal na forma da lei. Inclusão em observância ao disposto no art. 412 da Lei nº / A parcela do saldo da Conta Total do Participante que não for destinada ao pagamento de benefícios, na forma prevista por este Regulamento, em decorrência do Término do Vínculo Empregatício do Participante Ativo que 6.7 A parcela do saldo da Conta Total do Participante que não for destinada ao pagamento de benefícios e institutos, na forma prevista por este Regulamento, em decorrência do Término do Vínculo Empregatício do Inclusão dos institutos e substituição da conta coletiva por conta geral.

28 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 28 de 137 não tenha atingido as condições de elegibilidade a qualquer benefício do Plano e que tenha optado pela Portabilidade ou pelo Resgate de suas contribuições, conforme previsto neste Regulamento, será utilizada para a constituição de um Fundo de Reversão que poderá ser utilizado para compensação de contribuições futuras de Patrocinadora ou para cobertura da Conta Coletiva, ou outra destinação, observada a legislação vigente, desde que prevista no plano de custeio anual, baseado em parecer atuarial, devidamente aprovado pelo Conselho Deliberativo. Participante Ativo que não tenha atingido as condições de elegibilidade a qualquer benefício do Plano e que tenha optado pela Portabilidade ou pelo Resgate de suas contribuições, conforme previsto neste Regulamento, será utilizada para a constituição de um Fundo de Reversão que poderá ser utilizado para compensação de contribuições futuras de Patrocinadora ou para cobertura da Conta Geral, ou outra destinação, observada a legislação vigente, desde que prevista no plano de custeio anual, baseado em parecer atuarial, devidamente aprovado pelo Conselho Deliberativo.

29 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 29 de Das Contribuições 7. Das Contribuições Inexistente Periodicamente, e mediante deliberação do Conselho Deliberativo, baseado em critérios uniformes e aplicáveis a todos os Participantes Ativos do Plano, e amplamente divulgada aos Participantes Ativos, o limite de 35 (trinta e cinco) USB a que se refere o item poderá ser reduzido O Participante Ativo efetuando Contribuições Básicas poderá efetuar Contribuições Suplementares destinadas a cobertura de serviço passado, correspondente ao valor da Contribuição Básica multiplicada pelo tempo de serviço prestado a Patrocinadora, contado a partir de sua data de admissão em Patrocinadora até a data em que efetivamente começou a contribuir para o Plano, dividido pelo tempo de serviço contado a partir da data em que efetivamente começou a contribuir para o Plano, até Seção I Das disposições aplicáveis aos Participantes do Grupo 1 Revogado A Contribuição Suplementar do Participante Ativo e Autopatrocinado que estiver efetuando Contribuição Básica para o Plano é facultativa, mensal e destinada a cobertura de serviço passado. Aprimoramento estrutural. Revogado em razão de sua inaplicabilidade. Desmembramento do item para aprimoramento estrutural, sendo a parte final transferida para o item proposto.

30 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 30 de 137 a data em que completar 60 (sessenta) anos de idade O Participante Ativo efetuando Contribuições Básicas poderá efetuar Contribuições Suplementares destinadas a cobertura de serviço passado, correspondente ao valor da Contribuição Básica multiplicada pelo tempo de serviço prestado a Patrocinadora, contado a partir de sua data de admissão em Patrocinadora até a data em que efetivamente começou a contribuir para o Plano, dividido pelo tempo de serviço contado a partir da data em que efetivamente começou a contribuir para o Plano, até a data em que completar 60 (sessenta) anos de idade Não será permitido ao Participante Ativo efetuar Contribuições Básicas e Suplementares a partir do mês subsequente em que se tornar elegível ao benefício de Aposentadoria Normal, sendo-lhe, entretanto, permitida a realização de Contribuição Adicional O Participante Ativo poderá suspender suas contribuições ao Plano. Configurada esta hipótese o A Contribuição Suplementar corresponderá ao valor da Contribuição Básica multiplicada pelo tempo de serviço prestado a Patrocinadora, contado a partir de sua data de admissão em Patrocinadora até a data em que efetivamente começou a contribuir para o Plano, dividido pelo tempo de serviço contado a partir da data em que efetivamente começou a contribuir para o Plano, até a data em que completar 60 (sessenta) anos de idade. Revogado O Participante Ativo poderá suspender o desconto de suas contribuições ao Plano, podendo reiniciá-lo a qualquer Desmembramento do item para aprimoramento estrutural. Revogado. Não haverá limite de idade para os participantes recolherem contribuições ao plano. Aprimoramento redacional.

31 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 31 de 137 Participante poderá reiniciar suas contribuições a qualquer tempo, mediante solicitação à Entidade, mantendo-se na condição de Participante Ativo, com os direitos a esta inerentes No caso de morte ou Incapacidade de Participante Ativo com contribuições suspensas ao Plano, o Saldo de Conta Projetada será calculado exclusivamente sobre a Contribuição Geral No caso de morte ou Incapacidade de Participante Ativo com contribuições suspensas ao Plano, o Saldo de Conta Projetada será calculado exclusivamente sobre a Contribuição Geral A Patrocinadora efetuará Contribuição Normal equivalente a 50% (cinquenta tempo, mediante solicitação à Entidade. Neste caso, o Participante não perderá a sua condição perante o Plano No caso de falecimento ou Incapacidade de Participante Ativo com contribuições suspensas, o benefício de Incapacidade ou de Pensão por Morte, conforme o caso, previstos nos itens 8.2 e 8.4, será calculado exclusivamente com base no saldo da Conta Total do Participante existente na Data do Cálculo, observado o disposto no item deste Regulamento No caso de falecimento ou Incapacidade de Participante Ativo que suspender o desconto de suas contribuições ao Plano, o Saldo de Conta Projetada será calculado exclusivamente sobre a Contribuição Geral A Contribuição Normal de Patrocinadora corresponderá a 50% (cinquenta por cento) da Contribuição Aprimoramento redacional para esclarecer ao participante quais os benefícios serão devidos e sobre que saldos os referidos benefícios serão calculados. Aprimoramento redacional. Aprimoramento redacional.

32 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 32 de 137 por cento) da Contribuição Básica efetuada pelo Participante Ativo A Patrocinadora, a seu exclusivo critério, pautando-se em regras uniformes e não discriminatórias, poderá efetuar uma Contribuição Complementar, mensal, correspondente a um valor por ela estabelecido periodicamente, de até o máximo de 100% (cem por cento) das Contribuições Básicas efetuadas pelos Participantes Ativos A Patrocinadora efetuará Contribuição Geral de 0,5% (meio por cento) do Salário Aplicável do Participante Ativo não contribuinte, assim entendido aquele que não realiza contribuições ao Plano, incluindo a hipótese de suspensão prevista no item A Patrocinadora efetuará, ainda, contribuição para cobertura de despesas administrativas operacionais, bem como Contribuição Coletiva, de valor calculado Básica efetuada pelo Participante Ativo A Contribuição Complementar poderá ser efetuada pela Patrocinadora mensalmente, a seu exclusivo critério, pautando-se em regras uniformes e não discriminatórias, e corresponderá a um valor por ela estabelecido periodicamente de até o máximo de 100% (cem por cento) das Contribuições Básicas efetuadas pelos Participantes Ativos A Contribuição Geral de Patrocinadora será efetuada em relação ao Participante Ativo que não efetuar Contribuição Básica para o Plano em razão das regras estabelecidas no item e corresponderá a 0,5% (meio por cento) do Salário Aplicável do Participante Ativo, inclusive na hipótese de suspensão prevista no item deste Regulamento A Contribuição Coletiva de Patrocinadora, destinada à cobertura do Saldo de Conta Projetada, terá seu valor apurado Aprimoramento redacional. Substituição do conceito de não contribuinte e aprimoramento redacional. Desmembramento do item vigente para tratar separadamente as

33 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 33 de 137 Atuarialmente, para o financiamento do Saldo de Conta Projetada. atuarialmente e constará no plano de custeio. contribuições patrocinadora. de Inexistente Seção II Das disposições aplicáveis aos Participantes do Grupo 2 Aprimoramento estrutural. Inexistente 7.3 Contribuições dos Participantes Previsão das contribuições de participante na nova regra. Inexistente A Contribuição Básica de Participante Ativo ou Autopatrocinado corresponderá a: a) 0% (zero por cento) até 2% (dois por cento) para o Participante com Salário Aplicável até 23 (vinte e três) USB; Previsão da nova forma de apuração da contribuição básica. Fundamento legal: Art. 17 da LC nº 109/01. b) 0% (zero por cento) até 4% (quatro por cento) para o Participante com Salário Aplicável até 46 (quarenta e seis) USB; c) 0% (zero por cento) até 6% (seis por cento) para o Participante com Salário Aplicável até 69 (sessenta e nove) USB;

34 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 34 de 137 d) 0% (zero por cento) até 7% (sete por cento) para o Participante com Salário Aplicável até 92 (noventa e dois) USB; e e) 0% (zero por cento) até 8% (oito por cento) para o Participante com Salário Aplicável superior a 92 (noventa e dois) USB. Inexistente A aplicação do percentual da Contribuição Básica sobre o Salário Aplicável será automática pelo máximo previsto no item do Regulamento. A opção pela não aplicação automática do percentual máximo deverá ser efetuada pelo Participante, em formulário específico da Entidade, que deverá escolher o percentual da Contribuição Básica, obedecidos os limites previstos. Inexistente Os Participantes Ativo e Autopatrocinado poderão alterar o percentual de Contribuição Básica a qualquer momento, desde que obedecidos os limites previstos nas alíneas do item 7.3.1, vigorando a Previsão da presunção pela entidade do percentual de contribuição na hipótese de não haver opção do participante. Fundamento legal: Art. 17 da LC nº 109/01. Previsão da possibilidade de alteração de percentual da contribuição no momento da opção pelo autopatrocínio.

35 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Página 35 de 137 partir do mês de competência subsequente ao da opção. Inexistente O Participante que não alterar o percentual terá mantido o percentual definido na última opção realizada. Previsão procedimento entidade. de da Inexistente O Participante Autopatrocinado poderá optar por alterar o percentual da Contribuição Básica na data da opção pelo instituto do autopatrocínio, sendo retroativa às contribuições devidas desde a referida data. Inexistente A opção pelo percentual a ser exercida pelo Participante Ativo ou Autopatrocinado é restrita unicamente a centésimos de percentual. Previsão do procedimento de definição de percentual da contribuição. Previsão do procedimento de definição de percentual da contribuição. Inexistente 7.4 Contribuições das Patrocinadoras Previsão da contribuição de patrocinadora na nova regra. Inexistente A Contribuição Normal de Patrocinadora corresponderá a 100% (cem por cento) da Previsão da nova forma de apuração da contribuição normal.

Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano de Aposentadoria MSD Prev

Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano de Aposentadoria MSD Prev Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano de Aposentadoria MSD Prev MSD Prev Sociedade de Previdência Privada CNPB:19.980.047-83 CNPJ:02.726.871/0001-12 Anexo I Ata de Reunião Extraordinária

Leia mais

REDAÇÃO ATUAL REDAÇÃO PROPOSTA IMPACTOS

REDAÇÃO ATUAL REDAÇÃO PROPOSTA IMPACTOS XIII XIV "Índice de Reajuste": significa o índice geral de aumentos salariais concedidos pela Patrocinadora 3M do Brasil Ltda., desconsiderados os aumentos reais. O Conselho Deliberativo poderá determinar

Leia mais

UBB PREV Previdência Complementar

UBB PREV Previdência Complementar UBB PREV Previdência Complementar 23 de março 2011 Quadro Comparativo das Alterações Propostas para o Regulamento do Plano de Previdência Unibanco (Futuro Inteligente Aprovadas na ata de Reunião Extraordinária

Leia mais

MSD Prev - Sociedade de Previdência Privada. Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria MSD Prev

MSD Prev - Sociedade de Previdência Privada. Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria MSD Prev MSD Prev - Sociedade de Previdência Privada Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria MSD Prev CNPB nº 1998.0047-83 16 de junho de 2014 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Aposentadoria

Leia mais

BASF Sociedade de Previdência Complementar. Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF

BASF Sociedade de Previdência Complementar. Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF BASF Sociedade de Previdência Complementar Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF CNPB Nº 1986.0008-18 Julho, 2016 Conteúdo 1. Do Objeto... 1 2. Glossário... 2 3. Da Elegibilidade ao Plano... 8 4.

Leia mais

UnileverPrev Sociedade de Previdência Privada

UnileverPrev Sociedade de Previdência Privada Quadro Comparativo das Alterações Propostas no Regulamento do Programa de Assistência Médica para Aposentados UnileverPrev UnileverPrev Sociedade de Previdência Privada Quadro Comparativo das alterações

Leia mais

ASSUNTO ANTES DAS ALTERAÇÕES APÓS AS ALTERAÇÕES Definições Serviço Contínuo

ASSUNTO ANTES DAS ALTERAÇÕES APÓS AS ALTERAÇÕES Definições Serviço Contínuo Alterações no Regulamento do Plano de A Apresentamos abaixo as alterações realizadas no Plano de A, aprovadas pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar PREVIC, por meio da Portaria nº

Leia mais

CARTILHA DO PLANO CELPREV

CARTILHA DO PLANO CELPREV CARTILHA DO PLANO CELPREV O QUE É O CELPREV? O CELPREV é um plano de contribuição definida, também conhecido como plano CD, que nada mais é do que uma poupança individual na qual serão investidos dois

Leia mais

2º Semestre de

2º Semestre de 1 2 2º Semestre de 2010 Informações sobre a nova estrutura do Plano de Benefícios PreviSenac 3 Introdução: Este folheto é destinado aos participantes do Plano de Benefícios PreviSenac que, até a data da

Leia mais

Página 1 do quadro comparativo das alterações efetuadas no Regulamento do Plano de Previdência Complementar UnileverPrev

Página 1 do quadro comparativo das alterações efetuadas no Regulamento do Plano de Previdência Complementar UnileverPrev Quadro Comparativo das Alterações do Regulamento do Plano de Previdência Complementar UnileverPrev (CNPB n 2002.0024-11), administrado pela UnileverPrev Sociedade de Previdência Privada. Página 1 do quadro

Leia mais

PLANO DE APOSENTADORIA SIAS PREVSIAS (CNPB n )

PLANO DE APOSENTADORIA SIAS PREVSIAS (CNPB n ) PLANO DE APOSENTADORIA SIAS PREVSIAS (CNPB n. 2013.0011-18) TEXTO ORIGINAL TEXTO PROPOSTO JUSTIFICATIVA Do Glossário XXVII Resgate : o instituto que prevê o recebimento do valor conforme previsto no Regulamento

Leia mais

CARTILHA DO PARTICIPANTE. O OABPREV/RS é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, criada para administrar planos de previdência.

CARTILHA DO PARTICIPANTE. O OABPREV/RS é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, criada para administrar planos de previdência. O que é o OABPREV/RS? CARTILHA DO PARTICIPANTE O OABPREV/RS é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, criada para administrar planos de previdência. Quem instituiu o OABPREV/RS? A Ordem dos Advogados

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO ESPECIAL Nº 2 DE APOSENTADORIA SUPLEMENTAR. Bandeprev - Bandepe Previdência Social

REGULAMENTO DO PLANO ESPECIAL Nº 2 DE APOSENTADORIA SUPLEMENTAR. Bandeprev - Bandepe Previdência Social REGULAMENTO DO PLANO ESPECIAL Nº 2 DE APOSENTADORIA SUPLEMENTAR Bandeprev - Bandepe Previdência Social Índice I. Da Finalidade...1 II. Das Definições... 2 III. Do INSTITUIDOR, Participantes e Beneficiários...

Leia mais

Plano Petros 2 - Premissas da sua estruturação

Plano Petros 2 - Premissas da sua estruturação Plano Petros 2 - Premissas da sua estruturação PLANO PETROS 2 PREMISSAS DA SUA ESTRUTURAÇÃO O PLANO PETROS-2 será estruturado na modalidade de Contribuição Variável, nos termos da legislação aplicável

Leia mais

FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT REGULAMENTO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS PLANO D

FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT REGULAMENTO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS PLANO D FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT REGULAMENTO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS PLANO D Regulamento do Plano D Aprovado pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar PREVIC/MPS, conforme

Leia mais

Texto Original Alteração Justificativa

Texto Original Alteração Justificativa Capítulo 1 Do Objeto 1.1. Este documento, doravante designado Regulamento do Plano DUPREV CD, estabelece os direitos e os deveres das Patrocinadoras, dos Participantes, dos Beneficiários, Beneficiários

Leia mais

Quadro Comparativo das Alterações Propostas. Contém somente os dispositivos alterados em relação ao Regulamento vigente

Quadro Comparativo das Alterações Propostas. Contém somente os dispositivos alterados em relação ao Regulamento vigente OABPrev/RJ FUNDO DE PENSÃO MULTIPATROCINADO DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL, SECCIONAL RIO DE JANEIRO Regulamento do Plano de Benefícios Previdenciários do Advogado RJPrev Quadro Comparativo das Alterações

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS JBT

REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS JBT ITAÚ FUNDO MULTIPATROCINADO QUADRO COMPARATIVO REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS JBT CNPB nº 2012.0014-83 03 de Outubro de 2014 (As redações alteradas e incluídas estão em negrito) 2 CAPÍTULO I DO OBJETO

Leia mais

Regulamento do Plano de Aposentadoria Sanofi-Aventis

Regulamento do Plano de Aposentadoria Sanofi-Aventis Regulamento do Plano de Aposentadoria Sanofi-Aventis 1 2 Regulamento do Plano de Aposentadoria Sanofi-Aventis Capítulo Página 1 Do Objeto 5 2 Glossário 5 3 Da Elegibilidade ao Plano 9 4 Do Tempo de Serviço

Leia mais

Regulamento Unificado do Plano de Aposentadoria da Patrocinadora Xerox Comércio e Indústria Ltda. São Rafael Sociedade de Previdência Privada

Regulamento Unificado do Plano de Aposentadoria da Patrocinadora Xerox Comércio e Indústria Ltda. São Rafael Sociedade de Previdência Privada Regulamento Unificado do Plano de Aposentadoria da Patrocinadora São Rafael Sociedade de Previdência Privada CNPB: 1987.0017-29 Conteúdo 1. Do Objeto...1 2. Glossário...2 3. Dos Participantes...11 4. Do

Leia mais

Novo Plano de Contribuição Definida -CD

Novo Plano de Contribuição Definida -CD Previ-Siemens Novo Plano de Contribuição Definida -CD Protection notice / Copyright notice Agenda A Importância de um plano de previdência Plano de Aposentadoria CD -Previ-Siemens Contribuições Procedimentos

Leia mais

Destinação do Superávit do Plano II Perguntas e Respostas

Destinação do Superávit do Plano II Perguntas e Respostas Destinação do Superávit do Plano II Perguntas e Respostas 1) Qual a origem da destinação do superávit? Resposta: A destinação do superávit se tornou possível, pois o Plano II registrou Reserva Especial

Leia mais

Regulamento do Plano de Aposentadoria

Regulamento do Plano de Aposentadoria Regulamento do Plano de Aposentadoria Previ-Ericsson Plano de Aposentadoria Previ-Ericsson CNPB: 1991.0021-65 Aprovado pela Portaria PREVIC nº 593, de 11/11/2014, publicada no DOU de 12/11/2014 2 Regulamento

Leia mais

REGIUS SOCIEDADE CIVIL DE PREVIDÊNCIA PRIVADA

REGIUS SOCIEDADE CIVIL DE PREVIDÊNCIA PRIVADA 1/5 Plano de Benefícios CD-02 Cuidar do seu futuro é o nosso negócio! 2/5 1 Por que foi criado o Plano CD-02? O Plano CD-02 foi desenhado no modelo de Contribuição Definida, um plano totalmente individual,

Leia mais

Ford Previdência Privada. Regulamento do Plano de Aposentadoria

Ford Previdência Privada. Regulamento do Plano de Aposentadoria 05 de março de 2008 Ford Previdência Privada Regulamento do Plano de Aposentadoria Orlando de Oliveira Diretor Superintendente Conteúdo 1. Do Objeto...1 2. Das Definições...2 3. Do Tempo de Serviço e da

Leia mais

CAPÍTULO 7 Da Data do Cálculo e da Forma de Pagamento dos Benefícios

CAPÍTULO 7 Da Data do Cálculo e da Forma de Pagamento dos Benefícios ÍNDICE CAPÍTULO 1 Do Objeto CAPÍTULO 2 Das Definições CAPÍTULO 3 Da Inscrição no Plano CAPÍTULO 4 Das Contribuições e das Disposições Financeiras Seção I - Disposições Gerais Seção II - Contribuições dos

Leia mais

plano misto de benefício suplementar

plano misto de benefício suplementar plano misto de benefício suplementar CNPB 1995.0039-56 Edição: janeiro 2016 REGULAMENTO DO PLANO MISTO DE BENEFÍCIO SUPLEMENTAR (PLANO MILÊNIO) (Aprovado através da Portaria n.º 14, de 07-01-2016, publicada

Leia mais

Entenda mais sobre. Plano Copasa Saldado

Entenda mais sobre. Plano Copasa Saldado Entenda mais sobre O Plano Copasa Saldado Apresentação Senhor (a) Participante: Ao publicar este material, a Fundação Libertas tem por objeto facilitar o entendimento e a disseminação dos principais dispositivos

Leia mais

Sociedade Previdenciária DuPont do Brasil. Regulamento do Plano DUPREV CD CNPB:

Sociedade Previdenciária DuPont do Brasil. Regulamento do Plano DUPREV CD CNPB: Sociedade Previdenciária DuPont do Brasil Regulamento do Plano DUPREV CD CNPB: 2005.0009-65 Aprovado pela Portaria nº 185, publicada no D.O.U. de 27/03/2014. Índice Capítulo Página 1 Do Objeto 2 2 Das

Leia mais

Fundação Itaú Unibanco - Previdência Complementar Regulamento do Plano de Aposentadoria Itaucard Suplementar

Fundação Itaú Unibanco - Previdência Complementar Regulamento do Plano de Aposentadoria Itaucard Suplementar Fundação Itaú Unibanco - Previdência Complementar Regulamento do Plano de Aposentadoria Itaucard CNPB: 1985.0016-83 Fundação Itaú Unibanco - Previdência Complementar Conteúdo 1. Do Objeto... 1 2. Glossário...

Leia mais

ECONOMUS INSTITUTO DE SEGURIDADE SOCIAL

ECONOMUS INSTITUTO DE SEGURIDADE SOCIAL ECONOMUS INSTITUTO DE SEGURIDADE SOCIAL REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS PREVMAIS 1 Conteúdo 1. Do Glossário... 3 2. Do Objeto... 7 3. Da Elegibilidade ao PrevMais... 7 4. Dos Benefícios... 9 Seção I

Leia mais

Aprovação pela Portaria Previc nº 373, de 14/05/2010, no DOU de 17/05/2010.

Aprovação pela Portaria Previc nº 373, de 14/05/2010, no DOU de 17/05/2010. BUNGEPREV Fundo Múltiplo de Previdência Privada Regulamento do Plano de Benefícios Bunge Aprovação pela Portaria Previc nº 373, de 14/05/2010, no DOU de 17/05/2010. Conteúdo 1. Do Objeto... 1 2. Das Definições...

Leia mais

FUNDAÇÃO ITAÚ UNIBANCO PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR Regulamento do Plano de Aposentadoria Suplementar Redecard

FUNDAÇÃO ITAÚ UNIBANCO PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR Regulamento do Plano de Aposentadoria Suplementar Redecard FUNDAÇÃO ITAÚ UNIBANCO PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR Regulamento do Plano de Aposentadoria SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DIRETORIA DE ANÁLISE TÉCNICA PORTARIAS DE 27 DE ABRIL DE 2015

Leia mais

Plano BD Proposta de alteração regulamentar versão: agosto/2014 Texto atual Modificações Justificativa de alteração

Plano BD Proposta de alteração regulamentar versão: agosto/2014 Texto atual Modificações Justificativa de alteração Plano BD Proposta de alteração regulamentar versão: agosto/2014 Texto atual Modificações Justificativa de alteração Glossário Equivalência Atuarial: expressão utilizada para denotar a igualdade entre o

Leia mais

Gerdau Sociedade de Previdência Privada REGULAMENTO DO PLANO DE APOSENTADORIA SALDADO

Gerdau Sociedade de Previdência Privada REGULAMENTO DO PLANO DE APOSENTADORIA SALDADO Gerdau Sociedade de Previdência Privada REGULAMENTO DO PLANO DE APOSENTADORIA SALDADO ÍNDICE Capítulo Página I Da Introdução... 2 II Das Definições... 3 III Do Serviço Creditado e do Tempo de Vinculação

Leia mais

Regulamento do Plano II de Aposentadoria Fundação Banestes de Seguridade Social - BANESES. CNPB nº

Regulamento do Plano II de Aposentadoria Fundação Banestes de Seguridade Social - BANESES. CNPB nº Regulamento do Plano II de Aposentadoria Fundação Banestes de Seguridade Social - BANESES CNPB nº 1998.0012-29 Conteúdo B.1 Do Objeto...1 B.2 Das Definições...2 B.3 Dos Participantes do Plano II...10 B.4

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES PLANO DE BENEFÍCIOS FAF CNPB Nº

PERGUNTAS FREQUENTES PLANO DE BENEFÍCIOS FAF CNPB Nº 1 - Quem pode ingressar no Plano de Benefícios FAF? O Plano de Benefícios está fechado ao ingresso de novos Participantes desde 01.01.2003. 2 - Como são fixadas as contribuições mensais dos Participantes

Leia mais

Glossário de Termos Técnicos da Previdência Complementar

Glossário de Termos Técnicos da Previdência Complementar Glossário de Termos Técnicos da Previdência Complementar GLOSSÁRIO Este glossário tem como objetivo apresentar as expressões e termos utilizados no contexto da Previdência Complementar, em especial dos

Leia mais

26 de dezembro de 2008. Regulamento do Plano II de Aposentadoria Fundação Banestes de Seguridade Social - BANESES

26 de dezembro de 2008. Regulamento do Plano II de Aposentadoria Fundação Banestes de Seguridade Social - BANESES 26 de dezembro de 2008 Regulamento do Plano II de Aposentadoria Fundação Banestes de Seguridade Social - Conteúdo B.1 Do Objeto...1 B.2 Das Definições...2 B.3 Dos Participantes do Plano II...10 B.4 Dos

Leia mais

PLANO DE BENEFÍCIOS PORTOPREV COMPARATIVO PLANO DE BENEFÍCIOS PORTOPREV II

PLANO DE BENEFÍCIOS PORTOPREV COMPARATIVO PLANO DE BENEFÍCIOS PORTOPREV II PLANO DE BENEFÍCIOS PORTOPREV COMPARATIVO PLANO DE BENEFÍCIOS PORTOPREV II MIGRAR OU NÃO, EIS A QUESTÃO! Conheça as principais diferenças entre o Plano de Benefícios PORTOPREV (Plano I) e o Plano de Benefícios

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA GERDAU CNPB Nº

REGULAMENTO DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA GERDAU CNPB Nº REGULAMENTO DO PLANO DE CONTRBUÇÃO DEFNDA GERDAU CNPB Nº 1988.0004-83 Índice Capítulo Página Da ntrodução...2 Das Definições...3 Dos Destinatários do Plano...6 V Do Serviço Creditado e do Tempo de Vinculação

Leia mais

CONSELHO DE GESTÃO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR RESOLUÇÃO N.º 9, DE 27 DE JUNHO DE 2002

CONSELHO DE GESTÃO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR RESOLUÇÃO N.º 9, DE 27 DE JUNHO DE 2002 CONSELHO DE GESTÃO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR RESOLUÇÃO N.º 9, DE 27 DE JUNHO DE 2002 Dispõe sobre o instituto da portabilidade em planos de benefícios de entidades fechadas de previdência complementar

Leia mais

n.º 183 São Paulo, 13 de março de Central de Atendimento:

n.º 183 São Paulo, 13 de março de Central de Atendimento: INFORMATIVO INFORMATIVO n.º 183 São Paulo, 13 de março de 2014. www.cbsprev.com.br Central de Atendimento: 08000-268181 Proposta de alterações no Plano Misto de Benefício Suplementar - Plano Milênio A

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO ENERGIAS DO BRASIL

REGULAMENTO DO PLANO ENERGIAS DO BRASIL ENERPREV PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO GRUPO ENERGIAS DO BRASIL 2015 REGULAMENTO DO PLANO ENERGIAS DO BRASIL Aprovação: 13/10/2015 ÍNDICE CAPITULO 1 DO OBJETO... 2 CAPITULO 2 GLOSSÁRIO... 2 CAPITULO 3 DOS

Leia mais

SOCIEDADE CIVIL FGV DE PREVIDÊNCIA PRIVADA Regulamento do Plano FGV-PREVI

SOCIEDADE CIVIL FGV DE PREVIDÊNCIA PRIVADA Regulamento do Plano FGV-PREVI SOCIEDADE CIVIL FGV DE PREVIDÊNCIA PRIVADA Regulamento do Plano FGV-PREVI Aprovado pela Portaria nº 2198, de 10/04/08, publicada no DOU de 11/04/08 e pelo Ofício nº 996/SPC/DETEC/CGAT, de 10/04/08 CNPB:

Leia mais

Superintendência Nacional de Previdência Complementar - Previc - DRAA

Superintendência Nacional de Previdência Complementar - Previc - DRAA Página 1 de 10 FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 6 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO 20.050.020-38 - PLANO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR PAQUETÁPREV DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO

Leia mais

CARTILHA EXPLICATIVA DATUSPREV

CARTILHA EXPLICATIVA DATUSPREV CARTILHA EXPLICATIVA DATUSPREV DATUSPREV Sociedade de Previdência Complementar CIASC Plano CIASCPREV CNPJ 10.605.283/0001-59 CNPB 2009.0009-19 Órgão Regulamentador PREVIC Ministério da Previdência Social

Leia mais

MODELO DE REGULAMENTO DE PLANO NA MODALIDADE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA CD 02

MODELO DE REGULAMENTO DE PLANO NA MODALIDADE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA CD 02 MODELO DE REGULAMENTO DE PLANO NA MODALIDADE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA CD 02 2 MODELO DE REGULAMENTO DE PLANO NA MODALIDADE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA CD 02 Brasília - DF Dezembro/2015 3 Sumário GLOSSÁRIO... 5

Leia mais

Regulamento do Plano de Benefícios Promon MultiFlex 1

Regulamento do Plano de Benefícios Promon MultiFlex 1 Regulamento do Plano de Benefícios Promon MultiFlex 1 Índice Capítulo I Do Objetivo... 2 Capítulo II Das Definições... 2 Capítulo III Dos Integrantes do Promon MultiFlex... 6 Capítulo IV Da Inscrição...

Leia mais

FUNDAÇÃO ITAÚ UNIBANCO PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR Regulamento do Plano de Aposentadoria Redecard

FUNDAÇÃO ITAÚ UNIBANCO PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR Regulamento do Plano de Aposentadoria Redecard FUNDAÇÃO ITAÚ UNIBANCO PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR Regulamento do Plano de Aposentadoria SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DIRETORIA DE ANÁLISE TÉCNICA PORTARIAS DE 23 DE JANEIRO DE 2015

Leia mais

Page 1 of 10 FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 1 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO 9- VALOR DE RESGATE 10- NÚMERO DE EMPREGADOS 11- FOLHA SALÁRIO

Leia mais

Manual do Aposentado e Pensionista

Manual do Aposentado e Pensionista Manual do Aposentado e Pensionista 1 SUMÁRIO Qual é o significado de Aposentado e Pensionista?...3 Quando é realizado o pagamento do Benefício?...3 Quais as formas de recebimento dos Benefícios?...3 Quando

Leia mais

MODELO DE REGULAMENTO DE PLANO NA MODALIDADE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA CD 03

MODELO DE REGULAMENTO DE PLANO NA MODALIDADE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA CD 03 MODELO DE REGULAMENTO DE PLANO NA MODALIDADE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA CD 03 2 MODELO DE REGULAMENTO DE PLANO NA MODALIDADE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA CD 03 Brasília - DF Dezembro/2015 3 Sumário GLOSSÁRIO... 5

Leia mais

Plano de Benefícios 1 Plano de Benefícios PREVI Futuro Carteira de Pecúlios CAPEC

Plano de Benefícios 1 Plano de Benefícios PREVI Futuro Carteira de Pecúlios CAPEC Relatório PREVI 2013 Parecer Atuarial 2013 162 Plano de Benefícios 1 Plano de Benefícios PREVI Futuro Carteira de Pecúlios CAPEC 1 OBJETIVO 1.1 O presente Parecer Atuarial tem por objetivo informar sobre

Leia mais

PLANO C REGULAMENTO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT

PLANO C REGULAMENTO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT PLANO C REGULAMENTO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT PLANO C REGULAMENTO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT 2 REGULAMENTO - PLANO

Leia mais

Regulamento do Plano CD. Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil

Regulamento do Plano CD. Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil Regulamento do Plano CD Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil FUNDAÇÃO previdenciária IBM ÍNDICE REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS... 4 I DO OBJETO... 4 II DAS DEFINIÇÕES... 4 III

Leia mais

Superintendência Nacional de Previdência Complementar - Previc - DRAA

Superintendência Nacional de Previdência Complementar - Previc - DRAA Página 1 de 9 FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 1 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO 9- VALOR DE RESGATE 10- NÚMERO DE EMPREGADOS 11- FOLHA SALÁRIO

Leia mais

1.2 Quem pode votar? É obrigatório? Podem votar os Participantes da FUNCEF, inclusive aposentados e pensionistas. O voto não é obrigatório.

1.2 Quem pode votar? É obrigatório? Podem votar os Participantes da FUNCEF, inclusive aposentados e pensionistas. O voto não é obrigatório. 1 O PLEBISCITO 1.1 Para que serve este Plebiscito? Consultar a opinião dos Participantes sobre as alternativas de solução para os planos de benefícios da FUNCEF, com saldamento do REG/REPLAN e implementação

Leia mais

Regulamento. Plano de Benefícios Syngenta

Regulamento. Plano de Benefícios Syngenta Regulamento Plano de Benefícios Syngenta Maio/2016 ÍNDICE CAPÍTULO I DO OBJETO...3 CAPÍTULO II DAS DEFINIÇÕES...3 CAPÍTULO III DO SERVIÇO CREDITADO E DO TEMPO DE VINCULAÇÃO AO PLANO...6 CAPÍTULO IV DOS

Leia mais

Regulamento para Concessão de Empréstimo Pessoal EPES

Regulamento para Concessão de Empréstimo Pessoal EPES Regulamento para Concessão de Empréstimo Pessoal EPES Capítulo I Da Finalidade e Subordinação Artigo 1º - O Empréstimo Pessoal, doravante denominado EPES, tem por finalidade atender aos participantes ativos

Leia mais

CAPÍTULO II Do Objeto... 3

CAPÍTULO II Do Objeto... 3 SUMÁRIO CAPÍTULO I... 3 Do Objeto... 3 CAPÍTULO II... 3 Das Definições... 3 CAPITULO III... 5 Dos Participantes e Beneficiários... 5 SEÇÃO I Do Ingresso do Participante... 5 SEÇÃO II - Da Manutenção da

Leia mais

PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 568, DE 31 DE DEZEMBRO DE DOU DE 03/01/2011

PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 568, DE 31 DE DEZEMBRO DE DOU DE 03/01/2011 PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 568, DE 31 DE DEZEMBRO DE 2010 - DOU DE 03/01/2011 Dispõe sobre o reajuste dos benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social - INSS e dos demais valores

Leia mais

COMPARATIVO DO PLANO PETROS 2 COM O PLANO TRANSPETRO

COMPARATIVO DO PLANO PETROS 2 COM O PLANO TRANSPETRO COMPARATIVO DO PLANO PETROS 2 COM O PLANO TRANSPETRO PLANO PETROS 2 O Plano PETROS 2 é um plano de benefícios estruturado na modalidade Contribuição Variável, onde os benefícios programados são de contribuição

Leia mais

REGULAMENTO. PLANO DE BENEFÍCIO DEFINIDO PBD CNPB nº

REGULAMENTO. PLANO DE BENEFÍCIO DEFINIDO PBD CNPB nº REGULAMENTO PLANO DE BENEFÍCIO DEFINIDO PBD CNPB nº 1975.0002-18 ÍNDICE I Do Objeto 2 II Dos Membros da Previdência Usiminas 2 III Do Ingresso 3 IV Da Manutenção da Qualidade de Participante 3 V Do Reingresso

Leia mais

SANPREV Santander Associação de Previdência Regulamento PB II APROVADO PORT. N. º 120 DE 09/03/10 DA PREVIC

SANPREV Santander Associação de Previdência Regulamento PB II APROVADO PORT. N. º 120 DE 09/03/10 DA PREVIC SEÇÃO I - DO OBJETO ARTIGO 1º - O presente Regulamento tem por objeto instituir o PLANO DE BENEFÍCIOS II, da SANPREV - Santander Associação de Previdência, doravante denominada simplesmente ASSOCIAÇÃO,

Leia mais

Janeiro-Dezembro/2014

Janeiro-Dezembro/2014 IRRF - Décimo terceiro salário 2014 - Roteiro Aqui serão analisados os aspectos gerais relacionados à retenção do Imposto de Renda incidente no pagamento do décimo terceiro salário. Introdução Os rendimentos

Leia mais

REGIUS SOCIEDADE CIVIL DE PREVIDÊNCIA PRIVADA. Regulamento de Empréstimos Plano BD- 01

REGIUS SOCIEDADE CIVIL DE PREVIDÊNCIA PRIVADA. Regulamento de Empréstimos Plano BD- 01 1/6 TÍTULO: CLASSIFICAÇÃO: REFERENCIAL NORMATIVO: ASSUNTO: GESTOR: ELABORADOR: APROVAÇÃO: Documento Executivo Resolução CMN nº 3456/2007 PO-GEREL-002_Solicitação de Empréstimo Estabelece as regras para

Leia mais

Aceprev. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MANTIDOS. Aperam Inox América do Sul S.A. Acesita Previdência Privada

Aceprev. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MANTIDOS. Aperam Inox América do Sul S.A. Acesita Previdência Privada Aceprev Acesita Previdência Privada Aperam Inox América do Sul S.A. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MANTIDOS Aceprev Acesita Previdência Privada DIRETORIA EXECUTIVA Nélia Maria de Campos Pozzi -

Leia mais

ÍNDICE. 2. INTRODUÇÃO Apresentação A Previdência Complementar A Fundação CEEE...

ÍNDICE. 2. INTRODUÇÃO Apresentação A Previdência Complementar A Fundação CEEE... 1 ÍNDICE 2. INTRODUÇÃO... 05 Apresentação... 05 A Previdência Complementar... 05 A Fundação CEEE... 05 O CeeePrev... 05 3. INSCRIÇÃO... 07 Quem pode ser Participante do CeeePrev... 07 Inscrição no CeeePrev...

Leia mais

CONSELHO CURADOR DO FUNDO DE GARANTIA DO TEMPO DE SERVIÇO

CONSELHO CURADOR DO FUNDO DE GARANTIA DO TEMPO DE SERVIÇO CONSELHO CURADOR DO FUNDO DE GARANTIA DO TEMPO DE SERVIÇO RESOLUÇÃO Nº 392, DE 6 DE JUNHO DE 2002 Altera a Resolução n.º 289, de 30 de junho de 1998, e dá outras providências O PRESIDENTE DO CONSELHO CURADOR

Leia mais

DADOS DOS PLANOS DATAS PLANOS APROVAÇÃO INÍCIO ÚLTIMA ALTERAÇÃO VALOR DE RESGATE NÚMERO DE EMPREGADOS

DADOS DOS PLANOS DATAS PLANOS APROVAÇÃO INÍCIO ÚLTIMA ALTERAÇÃO VALOR DE RESGATE NÚMERO DE EMPREGADOS SIGLA: FUNCEF 1 CÓDIGO: 01523 RAZÃO SOCIAL: FUNCEF-FUNDAÇÃO DOS ECONOMIÁRIOS FEDERAIS NÚMERO DE PLANOS: 2 MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO DEMONSTRATIVO DOS RESULTADOS

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS E REGULAMENTO - MODELO FIXO

CONDIÇÕES GERAIS E REGULAMENTO - MODELO FIXO CONDIÇÕES GERAIS E REGULAMENTO - MODELO FIXO A REDECARD S/A ( REDE ), com sede na Av. Marcos Penteado de Ulhôa Rodrigues, nº 939, Loja 1 e 12º ao 14º andares, inscrita no CNPJ/MF sob nº 01.425.787/0001-04,

Leia mais

Regras Básicas do seu Plano de Benefícios

Regras Básicas do seu Plano de Benefícios Índice Apresentação Inscrição Cancelamento Contribuição Joia Salário-de-Participação Salário-Real-de-Benefício SRB Dos Benefícios Aposentadoria Por Tempo de Contribuição Aposentadoria Por Tempo de Contribuição

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR INSTRUÇÃO CONJUNTA Nº 1, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2014

SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR INSTRUÇÃO CONJUNTA Nº 1, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2014 SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR INSTRUÇÃO CONJUNTA Nº 1, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2014 Dispõe sobre as regras de portabilidade de recursos de planos de benefícios de Entidades Abertas

Leia mais

Adesão ao Plano de Benefícios HP

Adesão ao Plano de Benefícios HP Adesão ao Plano de Benefícios HP 1 Objetivo da HP Prev Proporcionar aos seus participantes a oportunidade de contribuir para a HP Prev e, juntamente com as contribuições da patrocinadora, formar uma renda

Leia mais

Regulamento PostalPrev

Regulamento PostalPrev Regulamento PostalPrev Índice CAPÍTULO I - Do Objeto CAPÍTU 5 CAPÍTU CAPÍTULO II - Das Definições 5 CAPÍTU CAPÍTULO III - Da Patrocinadora, do Participante, do Assistido B e dos Beneficiários Seção I -

Leia mais

ANEXO II - Tabela de Contribuição

ANEXO II - Tabela de Contribuição ANEXO II - Tabela de Contribuição 2 ANEXO III ao Plano Misto de Benefícios Previdenciários 001 da CELOS NORMAS PARA TRANSFERÊNCIA E ENQUADRAMENTO DE PARTICIPANTE DO PLANO TRANSITÓRIO DE BENEFÍCIOS PARA

Leia mais

ADEQUAÇÃO/ALTERAÇÃO DO REGULAMENTO DO PLANO MISTO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCÍARIOS Nº 001 FAELFLEX - CNPB nº TEXTO CONSOLIDADO

ADEQUAÇÃO/ALTERAÇÃO DO REGULAMENTO DO PLANO MISTO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCÍARIOS Nº 001 FAELFLEX - CNPB nº TEXTO CONSOLIDADO CAPÍTULO I DAS FINALIDADES Art. 1º - O presente Regulamento tem a finalidade de disciplinar o PLANO MISTO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS Nº 001, doravante designado simplesmente por PLANO ou FAELFLEX, da

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE PECÚLIOS

REGULAMENTO DO PLANO DE PECÚLIOS CAPESESP REGULAMENTO DO PLANO DE PECÚLIOS PROPOSTA DE ALTERAÇÃO APROVADA PELO CONSELHO DELIBERATIVO EM 11/10/2013 CAPÍTULO I OBJETIVO Art. 1 - O presente Regulamento tem por finalidade dispor sobre o PLANO

Leia mais

Regulamento. Beleza é viver o futuro que você sempre sonhou. Boticário Prev

Regulamento. Beleza é viver o futuro que você sempre sonhou. Boticário Prev Regulamento Beleza é viver o futuro que você sempre sonhou. Boticário Prev 1. DO OBJETO, DAS DEFINIÇÕES E DO TEMPO DE SERVIÇO... 4 SEçÃO I DO OBJETO...4 SEçÃO II DAS DEFINIÇÕES...4 SEçÃO III DO TEMPO DE

Leia mais

EDIÇÃO 220, SEÇÃO 1, PÁGINA 65 E 66, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2014 DIRETORIA COLEGIADA

EDIÇÃO 220, SEÇÃO 1, PÁGINA 65 E 66, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2014 DIRETORIA COLEGIADA EDIÇÃO 220, SEÇÃO 1, PÁGINA 65 E 66, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2014 DIRETORIA COLEGIADA INSTRUÇÃO Nº 17, DE 12 DE NOVEMBRO DE 2014 Estabelece as condições para o licenciamento automático na autorização para

Leia mais

CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIOS

CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIOS CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIOS Esta cartilha traz informações e dicas, de forma simples e clara, para que você conheça as vantagens que o seu plano de previdência oferece. Leia com atenção e comece a

Leia mais

02 O que eu preciso fazer

02 O que eu preciso fazer 01 Quais são os documentos que necessito apresentar para requerer minha aposentadoria no FusanPrev e atualizar minha situação no SaneSaúde? Cópia simples dos seguintes documentos: - Identidade e CPF do

Leia mais

PLANO DE APOSENTADORIA BASF

PLANO DE APOSENTADORIA BASF Formulário de inscrição para o Plano de Aposentadoria BASF 1. Dados do participante Nome do Participante: Matrícula: Data de admissão: Patrocinadora: Estado Civil: CPF: 2. Declaração do participante Na

Leia mais

FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT REGULAMENTO DE BENEFÍCIOS PLANO A/B

FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT REGULAMENTO DE BENEFÍCIOS PLANO A/B FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT REGULAMENTO DE BENEFÍCIOS PLANO A/B ÍNDICE CAPÍTULO I - CONDIÇÕES GERAIS... 4 CAPÍTULO II - CONDIÇÕES ESPECÍFICAS DO PLANO A... 18 CAPÍTULO III - CONDIÇÕES ESPECÍFICAS

Leia mais

Saldamento do REG/Replan. e Novo Plano

Saldamento do REG/Replan. e Novo Plano Saldamento do REG/Replan e Novo Plano 1 NOVOS CAMINHOS A FUNCEF apresenta duas novidades aos associados: o Saldamento do REG/Replan e o Novo Plano de Benefícios. Neste site, você tem a oportunidade de

Leia mais

OPERAÇÕES COM PARTICIPANTES EMPRÉSTIMO PLANOS I, II E III PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS

OPERAÇÕES COM PARTICIPANTES EMPRÉSTIMO PLANOS I, II E III PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS OPERAÇÕES COM PARTICIPANTES EMPRÉSTIMO PLANOS I, II E III PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS QUEM PODE SOLICITAR EMPRÉSTIMO PARTICIPANTES ATIVOS PARTICIPANTES ASSISTIDOS Manter vínculo empregatício remunerado

Leia mais

REGULAMENTO DO EMPRÉSTIMO PESSOAL CAPÍTULO I

REGULAMENTO DO EMPRÉSTIMO PESSOAL CAPÍTULO I REGULAMENTO DO EMPRÉSTIMO PESSOAL CAPÍTULO I DO OBJETO Art. 1º - O presente Regulamento disciplina a concessão de empréstimo pessoal aos Participantes do Plano de Benefícios Básico CNPB n.º 19.900.014-83,

Leia mais

PLANO A/B REGULAMENTO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT

PLANO A/B REGULAMENTO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT PLANO A/B REGULAMENTO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT PLANO A/B REGULAMENTO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT 2 REGULAMENTO - PLANO

Leia mais

PARECER. Trata-se de consulta formulada acerca da obrigatoriedade ou não dos Regimes Próprios de Previdência de contribuírem com o PASEP.

PARECER. Trata-se de consulta formulada acerca da obrigatoriedade ou não dos Regimes Próprios de Previdência de contribuírem com o PASEP. PARECER EMENTA: Contribuição PASEP. Regimes Próprios de Previdência. Trata-se de consulta formulada acerca da obrigatoriedade ou não dos Regimes Próprios de Previdência de contribuírem com o PASEP. As

Leia mais

REGULAMENTO PERFIL DE INVESTIMENTOS CARGILLPREV

REGULAMENTO PERFIL DE INVESTIMENTOS CARGILLPREV REGULAMENTO PERFIL DE INVESTIMENTOS CARGILLPREV 1) Do Objeto Este documento estabelece as normas gerais aplicáveis ao Programa de Perfil de Investimentos (Multiportfólio) da CargillPrev. O programa constitui-se

Leia mais

Dados do Plano. Resultado da Avaliação Atuarial. Data da Avaliação: 31/12/2009

Dados do Plano. Resultado da Avaliação Atuarial. Data da Avaliação: 31/12/2009 AVALIAÇÃO ATUARIAL Data da Avaliação: 31/12/2009 Dados do Plano Nome do Plano: Plano Único da CGTEE CNPB: 19.790.045-11 Patrocinadora: Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica - CGTEE Data Início:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

MINISTÉRIO DA FAZENDA MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL MINISTÉRIO DA FAZENDA MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL Instrução Normativa Conjunta SRF, SPC e Susep n o 524, de 11 de março de 2005. Regulamenta o prazo de acumulação de que trata o 3º do art. 1º da Lei

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO PRECE-CV

REGULAMENTO DO PLANO PRECE-CV REGULAMENTO DO PLANO PRECE-CV ÍNDICE CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO... 2 CAPÍTULO II DAS PARTES E DAS CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO NO PLANO PRECE-CV... 2 SEÇÃO I DAS PATROCINADORAS... 2 SEÇÃO II DOS PARTICIPANTES

Leia mais

ORIENTAÇÕES OPERACIONAIS RN 412/16 CANCELAMENTOS DE PLANOS DE SAÚDE

ORIENTAÇÕES OPERACIONAIS RN 412/16 CANCELAMENTOS DE PLANOS DE SAÚDE ORIENTAÇÕES OPERACIONAIS RN 412/16 CANCELAMENTOS DE PLANOS DE SAÚDE Foi publicada no Diário Oficial da União - DOU de 11/11/16 a RN 412/16 que dispõe sobre a solicitação de cancelamento do contrato do

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS 26/09/2006 ESTATUTO

REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS 26/09/2006 ESTATUTO REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS 26/09/2006 ESTATUTO DA FUNDAÇÃO SEN. JOSÉ ERMÍRIO DE MORAES 23/08/2006 Bem-vindo ao! Nesta publicação você tem o regulamento do plano de previdência VotorantimPrev, com

Leia mais

Página 1 de 9 FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 32 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO 19.820.015-18 - PLANO DE BENEFÍCIOS I - FNTTA 12- OBSERVAÇÕES: ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 8-

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos - THZMPX - Dedução INSS da base de imposto de renda sobre salários e férias do empregado quando ela tiver

Parecer Consultoria Tributária Segmentos - THZMPX - Dedução INSS da base de imposto de renda sobre salários e férias do empregado quando ela tiver - THZMPX - Dedução INSS da base de imposto de renda sobre 19/02/2016 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 6 3. Análise da Legislação... 7 4. Conclusão... 9

Leia mais

Benefícios Destinados aos Beneficiários Suplementação de Pensão Suplementação de Auxílio-Reclusão... 16

Benefícios Destinados aos Beneficiários Suplementação de Pensão Suplementação de Auxílio-Reclusão... 16 Índice Pág Apresentação... 02 Administradora do Plano... 03 Patrocinadores do Plano... 04 Características do Plano... 05 Participantes... 06 Beneficiários e Designados... 07 Vantagens... 08 Salário de

Leia mais

ÍNDICE CAPÍTULO I DA INTRODUÇÃO... 3 CAPÍTULO II DAS DEFINIÇÕES... 3 CAPÍTULO III DOS DESTINATÁRIOS DO PLANO... 5

ÍNDICE CAPÍTULO I DA INTRODUÇÃO... 3 CAPÍTULO II DAS DEFINIÇÕES... 3 CAPÍTULO III DOS DESTINATÁRIOS DO PLANO... 5 ÍNDICE CAPÍTULO I DA INTRODUÇÃO... 3 CAPÍTULO II DAS DEFINIÇÕES... 3 CAPÍTULO III DOS DESTINATÁRIOS DO PLANO... 5 CAPÍTULO IV DO TEMPO DE VINCULAÇÃO AO PLANO TVP... 8 CAPÍTULO V DAS CONTRIBUIÇÕES, DAS

Leia mais