UnileverPrev Sociedade de Previdência Privada

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UnileverPrev Sociedade de Previdência Privada"

Transcrição

1 Quadro Comparativo das Alterações Propostas no Regulamento do Programa de Assistência Médica para Aposentados UnileverPrev UnileverPrev Sociedade de Previdência Privada Quadro Comparativo das alterações propostas no Regulamento do Programa de Assistência Médica para Aposentados UnileverPrev Página 1

2 Capítulo 1 Do Objetivo 1.4 Ficam vedadas novas inscrições de participantes no Programa de Assistência Médica para Aposentados UnileverPrev, a partir da data de publicação, pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar PREVIC, da Portaria de autorização da alteração regulamentar aprovada pelo Conselho Deliberativo em reunião realizada em 28/08/2015, resultando no fechamento da massa de participantes e o plano passando a configurar-se como plano em extinção. Capítulo 2 Glossário 2.10 "Conta de Contribuição da Patrocinadora": significará a conta mantida pela Entidade, Capítulo 1 Do Objetivo 1.4 Foram vedadas novas inscrições de participantes no Programa de Assistência Médica para Aposentados UnileverPrev, a partir de 20/10/2015, data de publicação, pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar PREVIC, da Portaria nº 557, que autorizou a alteração regulamentar que resultou no fechamento da massa de participantes, a partir de quando o plano passou a configurar-se como plano em extinção. Capítulo 2 Glossário 2.10 "Conta de Contribuição da Patrocinadora": significará a conta mantida pela Entidade, Adaptação redacional para constar o número e a data de publicação da portaria de aprovação do referido processo de alteração do regulamento pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar PREVIC, o qual resultou no fechamento da massa de participantes. Item ajustado em função de alteração no desenho do plano, relativo ao benefício de invalidez, por haver duplicidade de cobertura, observado o disposto no item 3.6, já que os empregados de patrocinadora que se tornam inválidos continuam com cobertura no plano de assistência médica de sua empregadora, Quadro Comparativo das alterações propostas no Regulamento do Programa de Assistência Médica para Aposentados UnileverPrev Página 2

3 dividida em subcontas denominadas Titular, dividida em subcontas denominadas Titular, Cônjuge, Projeção de Invalidez/Morte Titular, Cônjuge, Projeção (trecho excluído) de Projeção de Invalidez/Morte Cônjuge e Morte Titular e Projeção de (trecho excluído) Projeção de Invalidez Filho, na qual serão alocados, segundo sua origem, os valores Morte Cônjuge, na qual serão alocados, segundo sua origem, os valores relativos às relativos às contribuições pagas pela contribuições pagas pela Patrocinadora em Patrocinadora em favor dos Participantes, incluindo o Retorno dos Investimentos. favor dos Participantes, incluindo o Retorno dos Investimentos. Patrocinadora deste Plano "Recuperação": significará o restabelecimento do Participante anteriormente inválido. Item excluído. Item excluído em função de alteração no desenho do plano relativo ao benefício de invalidez, por haver duplicidade de cobertura, observado o disposto no item 3.6, já que os empregados de patrocinadora que se tornam inválidos continuam com cobertura no plano de assistência médica de sua empregadora, Patrocinadora deste Plano "UCS": significará a Unidade de Contribuição de Saúde. Em 01/06/2007, 1 (uma) UCS equivalerá a R$ 17,60 (dezessete reais e sessenta centavos). Esse valor será reajustado anualmente, de acordo com o Índice de Reajuste. A UCS poderá, ainda, ser reajustada por outro índice, mediante parecer favorável do Atuário designado pela Entidade e 2.26 "UCS": significará a Unidade de Contribuição de Saúde. Em 01/06/2015, 1 (uma) UCS equivalerá a R$ 28,70 (dezessete reais e sessenta centavos). Esse valor será reajustado anualmente, de acordo com o Índice de Reajuste. A UCS poderá, ainda, ser reajustada por outro índice, mediante parecer favorável do Atuário designado pela Entidade e Alteração redacional do item para atualização do valor da UCS. Quadro Comparativo das alterações propostas no Regulamento do Programa de Assistência Médica para Aposentados UnileverPrev Página 3

4 aprovação das Patrocinadoras. aprovação das Patrocinadoras. Capítulo 3 Dos Participantes 3.3 Perderá definitivamente a condição de Participante aquele que tiver o Término do Vínculo Empregatício ou que venha a solicitar o seu desligamento do Programa, observado o disposto no item 5.5 deste Regulamento. 3.8 Cessará a participação do Beneficiário Cônjuge no Programa mantido pela Entidade em caso de: Capítulo 3 Dos Participantes 3.3 Perderá definitivamente a condição de Participante aquele que tiver o Término do Vínculo Empregatício, tiver a concessão de benefício de Invalidez pela Previdência Social ou que venha a solicitar o seu desligamento do Programa, observado o disposto no item 5.5 deste Regulamento. 3.8 Cessará a participação do Beneficiário Cônjuge no Programa mantido pela Entidade em caso de: Alteração redacional, tendo em vista a alteração no desenho do plano no que se refere ao benefício de invalidez, por haver de duplicidade de cobertura, observado o disposto no item 3.6, já que os empregados de patrocinadora que se tornam inválidos continuam com cobertura no plano de assistência médica de sua empregadora, Patrocinadora deste Plano. Alteração redacional, tendo em vista a alteração realizada no item 3.3. A alteração realizada encontra-se em consonância com o disposto no art. 17 e no art. 68, 1º da LC 109/2001. a) morte do Beneficiário Cônjuge; b) desligamento do Participante do Programa, antes que este tenha se tornado elegível a um Benefício; c) solicitação do Participante; a) morte do Beneficiário Cônjuge; b) desligamento do Participante do Programa, observado o disposto no item 3.3; c) solicitação do Participante; Quadro Comparativo das alterações propostas no Regulamento do Programa de Assistência Médica para Aposentados UnileverPrev Página 4

5 d) inadimplência, nos termos do disposto no item 4.5 deste Regulamento; e) casamento do Beneficiário Cônjuge após a morte do Participante; f) perda da qualidade de cônjuge ou Companheiro do Participante. Capítulo 4 Das Contribuições dos Participantes 4.1 DAS CONTRIBUIÇÕES ANTERIORES À CONCESSÃO DO BENEFÍCIO d) inadimplência, nos termos do disposto no item 4.5 deste Regulamento; e) casamento do Beneficiário Cônjuge após a morte do Participante; f) perda da qualidade de cônjuge ou Companheiro do Participante. Capítulo 4 Das Contribuições dos Participantes 4.1 DAS CONTRIBUIÇÕES ANTERIORES À CONCESSÃO DO BENEFÍCIO Ajuste redacional, tendo em vista a alteração no desenho do plano no que se refere ao benefício de invalidez, por haver de duplicidade de cobertura, já que os empregados de patrocinadora que se tornam inválidos continuam com cobertura no plano de assistência médica de sua empregadora, Patrocinadora deste Plano. As contribuições do Participante terão início no mês seguinte ao da sua opção ao Programa e a última contribuição será correspondente ao mês anterior ao Término de Vínculo Empregatício ou à concessão do Benefício, no caso de Invalidez ou falecimento, ressalvado o disposto no item 4.2. As contribuições do Participante terão início no mês seguinte ao da sua opção ao Programa e a última contribuição será correspondente ao mês anterior ao Término de Vínculo Empregatício, à concessão de benefício por Invalidez pela Previdência Social, ou à concessão do Benefício, no caso de falecimento, ressalvado o disposto no item 4.2. Quadro Comparativo das alterações propostas no Regulamento do Programa de Assistência Médica para Aposentados UnileverPrev Página 5

6 4.1.3 A contribuição do Participante, bem como aquela relativa ao Beneficiário Cônjuge, se houver, cessará no primeiro dos seguintes eventos: A contribuição do Participante, bem como aquela relativa ao Beneficiário Cônjuge, se houver, cessará no primeiro dos seguintes eventos: Inclusão a alínea c no item, tendo em vista a a alteração realizada no item 3.3. A alteração realizada encontra-se em consonância com o disposto no art. 17 e no art. 68, 1º da LC 109/2001. a) concessão do Benefício previsto no Capítulo 5; b) desistência do Participante na participação do Programa; c) solicitação de suspensão das contribuições pelo Participante; d) no mês em que o Participante completar 60 (sessenta) anos de idade; e) no mês anterior ao Término de Vínculo Empregatício. a) concessão do Benefício previsto no Capítulo 5; b) desistência do Participante na participação do Programa; c) desligamento do Participante do Programa, observado o disposto no item 3.3; d) solicitação de suspensão das contribuições pelo Participante; e) no mês em que o Participante completar 60 (sessenta) anos de idade; Caso o Participante efetive contribuições destinadas ao Beneficiário Cônjuge, a f) no mês anterior ao Término de Vínculo Empregatício; Caso o Participante efetive contribuições destinadas ao Beneficiário Cônjuge, a Alteração redacional para maior clareza da disposição regulamentar. Quadro Comparativo das alterações propostas no Regulamento do Programa de Assistência Médica para Aposentados UnileverPrev Página 6

7 Patrocinadora realizará contribuição mensal em valor equivalente a 100% (cem por cento) do valor da contribuição indicada no item antecedente. Patrocinadora realizará contribuição mensal em valor equivalente a 100% (cem por cento) do valor da contribuição efetivamente realizada pelo Participante Em caso de Invalidez do Participante antes da concessão de Benefício, a Patrocinadora efetuará contribuição, destinada ao custeio do Benefício dos Beneficiários Filhos, limitada ao número máximo de 3 (três) filhos. Referida contribuição será devida no mês da ocorrência do evento e terá valor equivalente a 6 (seis) UCS, multiplicado pelo número de meses faltantes para que os Beneficiários Filhos completem a idade de 21 (vinte e um) anos. Item excluído. Item excluído por inaplicabilidade, em função de alteração no desenho do plano no que se refere ao benefício de invalidez, por haver de duplicidade de cobertura, observado o disposto no item 3.6 vigente, já que os empregados de patrocinadora que se tornam inválidos continuam com cobertura no plano de assistência médica de sua empregadora, Patrocinadora deste Plano Em caso de morte ou Invalidez do Participante antes da concessão de Benefício, a Patrocinadora efetuará contribuição, destinada ao custeio do Benefício devido ao Participante e ao Beneficiário Cônjuge, se este for elegível, em valor correspondente à contribuição que seria efetuada pela Patrocinadora no mês da morte ou Incapacidade de Participante, conforme previsto no item 4.3.1, multiplicado Em caso de morte (texto excluído) do Participante antes da concessão de Benefício, a Patrocinadora efetuará contribuição, destinada ao custeio do Benefício devido ao Participante e ao Beneficiário Cônjuge, se este for elegível, em valor correspondente à contribuição que seria efetuada pela Patrocinadora no mês da morte (texto excluído) do Participante, conforme previsto Ajuste redacional, tendo em vista a alteração no desenho do plano no que se refere ao benefício de invalidez, por haver de duplicidade de cobertura, observado o disposto no item 3.6 vigente, já que os empregados de patrocinadora que se tornam inválidos continuam com cobertura no plano de assistência médica de sua empregadora, Patrocinadora deste Plano. Quadro Comparativo das alterações propostas no Regulamento do Programa de Assistência Médica para Aposentados UnileverPrev Página 7

8 pelo número de meses compreendido entre a data do evento e a data em que o Participante completaria 60 (sessenta) anos de idade. Capítulo 5 Dos Benefícios 5.1 O Benefício concedido pelo Programa, corresponde à possibilidade de o Participante escolher um plano de assistência médica, dentre as opções disponibilizadas pelo Programa, conforme previsto no Capítulo 6, e de utilizar, através da Entidade, recursos existentes na Conta Total do Participante para custeio, total ou parcial, dos custos decorrentes do plano de assistência médica escolhido. O Participante ou Beneficiário Cônjuge ou Beneficiários Filhos, conforme o caso, será elegível a exercer tal opção por ocasião da ocorrência de um dos seguintes eventos: a) a partir da data em que o Participante completar 55 (cinqüenta e cinco) anos de idade, desde que haja o Término do Vínculo Empregatício; no item 4.3.1, multiplicado pelo número de meses compreendido entre a data do evento e a data em que o Participante completaria 60 (sessenta) anos de idade. Capítulo 5 Dos Benefícios 5.1 O Benefício concedido pelo Programa excetuado aquele decorrente de invalidez, corresponde à possibilidade de o Participante escolher um plano de assistência médica, dentre as opções disponibilizadas pelo Programa, conforme previsto no Capítulo 6, e de utilizar, através da Entidade, recursos existentes na Conta Total do Participante para custeio, total ou parcial, dos custos decorrentes do plano de assistência médica escolhido. O Participante ou Beneficiário Cônjuge ou Beneficiários Filhos, conforme o caso, será elegível a exercer tal opção por ocasião da ocorrência de um dos seguintes eventos: a) a partir da data em que o Participante completar 55 (cinqüenta e cinco) anos de idade, desde que haja o Término do Ajuste redacional, tendo em vista a alteração no desenho do plano no que se refere ao benefício de invalidez, por haver de duplicidade de cobertura, observado o disposto no item 3.6 vigente, já que os empregados de patrocinadora que se tornam inválidos continuam com cobertura no plano de assistência médica de sua empregadora, Patrocinadora deste Plano. Quadro Comparativo das alterações propostas no Regulamento do Programa de Assistência Médica para Aposentados UnileverPrev Página 8

9 b) em caso de Invalidez, do Participante; c) em caso de morte do Participante. Vínculo Empregatício; (alínea excluída) b) em caso de morte do Participante. 5.3 DA CONCESSÃO DO BENEFÍCIO DECORRENTE DE INVALIDEZ O Benefício decorrente da Invalidez do Participante corresponderá ao pagamento de 100% (cem por cento) do saldo da Conta de Contribuição do Participante, acrescido do saldo da Conta de Contribuição da Patrocinadora, em parcela única, ficando extintas todas as obrigações da Entidade referentes a este Programa, em relação ao Participante e aos respectivos Beneficiário Cônjuge e Beneficiários Filhos. Item incluído tendo em vista a alteração no desenho do plano no que se refere ao benefício de invalidez, por haver de duplicidade de cobertura, observado o disposto no item 3.6 vigente, já que os empregados de patrocinadora que se tornam inválidos continuam com cobertura no plano de assistência médica de sua empregadora, Patrocinadora deste Plano O Benefício decorrente da Invalidez será Item excluído. Item excluído tendo em vista a alteração no desenho do plano no que se refere ao Quadro Comparativo das alterações propostas no Regulamento do Programa de Assistência Médica para Aposentados UnileverPrev Página 9

10 cancelado no caso de Recuperação. Nesta hipótese, eventual saldo existente na Conta de Contribuição de Patrocinadora, alocado nas subcontas Projeção de Invalidez/Morte Titular, Projeção de Invalidez/Morte Cônjuge e Projeção de Invalidez Filho, será revertido para a Conta Coletiva de Reversão, podendo ser utilizado pela Patrocinadora para quitação de contribuições futuras em favor dos Participantes remanescentes Qualquer Invalidez iniciada dentro de 60 (sessenta) dias após o término de uma Invalidez anterior, será considerada uma continuação dessa Incapacidade anterior. 5.4 DA CONCESSÃO DO BENEFÍCIO DECORRENTE DE MORTE Item excluído. 5.4 DA CONCESSÃO DO BENEFÍCIO DECORRENTE DE MORTE benefício de invalidez, por haver de duplicidade de cobertura, observado o disposto no item 3.6 vigente, já que os empregados de patrocinadora que se tornam inválidos continuam com cobertura no plano de assistência médica de sua empregadora, Patrocinadora deste Plano. Item excluído tendo em vista a alteração no desenho do plano no que se refere ao benefício de invalidez, por haver de duplicidade de cobertura, observado o disposto no item 3.6 vigente, já que os empregados de patrocinadora que se tornam inválidos continuam com cobertura no plano de assistência médica de sua empregadora, Patrocinadora deste Plano. Item excluído em função de alteração no desenho do plano, por haver duplicidade de cobertura, observado o disposto no item 3.6, já que os empregados de patrocinadora que se tornam inválidos continuam com cobertura no plano de assistência médica de sua empregadora, Patrocinadora deste Plano. Quadro Comparativo das alterações propostas no Regulamento do Programa de Assistência Médica para Aposentados UnileverPrev Página 10

11 Item excluído. O saldo existente na Conta de Contribuição de Patrocinadora, alocado na subconta Projeção de Invalidez Filho será destinado para o conjunto de Beneficiários Filhos existentes na data do evento e será por eles utilizado até que atinjam o limite etário indicado no item 2.3, momento em que serão excluídos do Programa. A partir do momento em que o número de Beneficiários Filhos se tornar inferior a 3 (três), o saldo existente na Conta de Contribuição de Patrocinadora, alocado na subconta Projeção de Invalidez Filho, excedente à parcela correspondente ao número de Beneficiários Filhos, será proporcionalmente revertido para a Conta Coletiva de Reversão, podendo ser utilizado pela Patrocinadora para quitação de contribuições futuras em favor dos Participantes remanescentes Na ausência de Beneficiários Filhos ou quando o último Beneficiário Filho atingir o limite etário indicado no item 2.3, os valores previstos no item , correspondentes à Conta de Contribuição do Participante, serão Na ausência de Beneficiários Filhos ou quando o último Beneficiário Filho atingir o limite etário indicado no item 2.3, os valores (texto excluído) correspondentes à Conta de Contribuição do Participante, serão destinados Ajuste de redação, em função de alteração no desenho do plano, por haver duplicidade de cobertura, observado o disposto no item 3.6, já que os empregados de patrocinadora que se tornam inválidos continuam com cobertura no plano de assistência médica de sua Quadro Comparativo das alterações propostas no Regulamento do Programa de Assistência Médica para Aposentados UnileverPrev Página 11

12 destinados ao Beneficiário Cônjuge, podendo, a critério do Beneficiário Cônjuge: a) ser mantidos no Programa, podendo ser transferido para a subconta Cônjuge e utilizadas para custear o seu Benefício; b) ser resgatados, devidamente atualizados pelo Retorno dos Investimentos, sob a forma de pagamento único. ao Beneficiário Cônjuge, podendo, a critério do Beneficiário Cônjuge: a) ser mantidos no Programa, podendo ser transferido para a subconta Cônjuge e utilizadas para custear o seu Benefício; b) ser resgatados, devidamente atualizados pelo Retorno dos Investimentos, sob a forma de pagamento único. empregadora, Patrocinadora deste Plano. Em qualquer hipótese, o saldo da subconta Cônjuge alocado na Conta de Contribuição da Patrocinadora será revertido para a Conta Coletiva de Reversão, podendo ser utilizada pela Patrocinadora para quitação de contribuições futuras em favor dos Participantes remanescentes. Não havendo quaisquer beneficiários, os referidos valores remanescentes na Conta de Contribuição do Participante serão pagos aos Beneficiários Designados, conforme indicado no item 2.4. Em qualquer hipótese, o saldo da subconta Cônjuge alocado na Conta de Contribuição da Patrocinadora será revertido para a Conta Coletiva de Reversão, podendo ser utilizada pela Patrocinadora para quitação de contribuições futuras em favor dos Participantes remanescentes. Não havendo quaisquer beneficiários, os referidos valores remanescentes na Conta de Contribuição do Participante serão pagos aos Beneficiários Designados, conforme indicado no item TÉRMINO DE VÍNCULO EMPREGATÍCIO 5.5 TÉRMINO DE VÍNCULO EMPREGATÍCIO Ajuste de redação, em função de alteração no desenho do plano, por haver duplicidade de cobertura, observado o disposto no item 3.6, já que os empregados de patrocinadora que se Quadro Comparativo das alterações propostas no Regulamento do Programa de Assistência Médica para Aposentados UnileverPrev Página 12

13 E DESISTÊNCIA DO PROGRAMA E DESISTÊNCIA DO PROGRAMA tornam inválidos continuam com cobertura no plano de assistência médica de sua empregadora, Patrocinadora deste Plano. O Participante que, antes de completar a idade de 50 (cinqüenta) anos de idade, perder sua condição de Empregado em virtude do Término do Vínculo Empregatício ou que tenha desistido de participar do Programa a qualquer tempo, inclusive durante a Inatividade, perderá o direito aos Benefícios constantes deste Capítulo e receberá de volta o saldo da Conta de Contribuição do Participante. Nesta hipótese, o Participante não terá direito ao saldo da Conta de Contribuição da Patrocinadora, que será revertido para a Conta Coletiva de Reversão, podendo ser utilizada pela Patrocinadora para quitação de contribuições futuras em favor dos Participantes remanescentes. O Participante que, antes de completar a idade de 50 (cinqüenta) anos de idade, perder sua condição de Empregado em virtude do Término do Vínculo Empregatício ou que tenha desistido de participar do Programa a qualquer tempo, (trecho excluído) perderá o direito aos Benefícios constantes deste Capítulo e receberá de volta o saldo da Conta de Contribuição do Participante. Nesta hipótese, o Participante não terá direito ao saldo da Conta de Contribuição da Patrocinadora, que será revertido para a Conta Coletiva de Reversão, podendo ser utilizada pela Patrocinadora para quitação de contribuições futuras em favor dos Participantes remanescentes A devolução das contribuições implicará automaticamente no término da participação no Programa do Participante, do Beneficiário Cônjuge e dos Beneficiários Filhos, se houver, ficando extintas todas as obrigações da A devolução das contribuições implicará automaticamente no término da participação no Programa do Participante, do Beneficiário Cônjuge e dos Beneficiários Filhos, se houver, ficando extintas todas as obrigações da Alteração redacional, tendo em vista que o plano encontra-se fechado para novas adesões de participantes. Quadro Comparativo das alterações propostas no Regulamento do Programa de Assistência Médica para Aposentados UnileverPrev Página 13

14 Entidade referentes a este Programa, em relação ao Participante e aos respectivos Beneficiário Cônjuge e Beneficiários Filhos. Fica vedado o retorno deste Participante ao Programa, a não ser em caso de ser novamente contratado por esta ou outra Patrocinadora, hipótese em que, para todos os efeitos, será tratado como novo Participante Caso, antes de completar as condições de elegibilidade ao Benefício oferecido pelo Programa, ocorra a morte do referido Participante, seu Beneficiário Cônjuge e os Beneficiários Filhos, se for o caso, farão jus, de imediato, ao Benefício, conforme previsto no item 5.1., a ser calculado com base no saldo da Conta Total Participante, não sendo devida a contribuição da Patrocinadora, prevista no item deste Regulamento. Entidade referentes a este Programa, em relação ao Participante e aos respectivos Beneficiário Cônjuge e Beneficiários Filhos. Fica vedado o retorno deste Participante ao Programa (texto excluído) Caso, antes de completar as condições de elegibilidade ao Benefício oferecido pelo Programa, ocorra a morte do referido Participante, seu Beneficiário Cônjuge e os Beneficiários Filhos, se for o caso, farão jus, de imediato, ao Benefício, conforme previsto no item 5.1., a ser calculado com base no saldo da Conta Total Participante, não sendo devida a contribuição da Patrocinadora, prevista no item deste Regulamento. Ajuste de remissão, em função de exclusão de itens antecedentes que geraram a renumeração dos itens regulamentares. Capítulo 11 Das Disposições Gerais Capítulo 11 Das Disposições Gerais Alteração redacional em função de alteração no desenho do plano, por haver duplicidade de cobertura, observado o disposto no item 3.6, já que os empregados de patrocinadora que se tornam inválidos continuam com cobertura no Quadro Comparativo das alterações propostas no Regulamento do Programa de Assistência Médica para Aposentados UnileverPrev Página 14

15 11.4 A Entidade poderá negar qualquer reivindicação de Benefício, declarar nulo ou reduzir qualquer Benefício, se for provado que a morte ou a Incapacidade do Participante foi resultado de ferimento auto-inflingido ou ato criminoso por ele praticado. Tal faculdade será também assegurada à Entidade em caso de comoção social, guerra, atentado, catástrofe ou nas hipóteses de caso fortuito ou de força maior que a atinja ou atinja a Patrocinadora e que venha a inviabilizar este Programa A Entidade poderá negar qualquer reivindicação de Benefício, declarar nulo ou reduzir qualquer Benefício, se for provado que a morte do Participante (texto excluído) foi resultado de ferimento auto-inflingido ou ato criminoso por ele praticado. Tal faculdade será também assegurada à Entidade em caso de comoção social, guerra, atentado, catástrofe ou nas hipóteses de caso fortuito ou de força maior que a atinja ou atinja a Patrocinadora e que venha a inviabilizar este Programa. Item inexistente. Capítulo 13 - Disposições Especiais aplicáveis aos Participantes na Data de Cisão Parcial do Programa 13.1 As disposições deste Capítulo são aplicáveis exclusivamente aos Participantes (Ativos e Vinculados) e Assistidos (incluídos os Beneficiários em gozo de benefício), que estejam regularmente inscritos neste Plano na Data de Cisão Parcial do Programa. plano de assistência médica de sua empregadora, Patrocinadora deste Plano. Item incluído para disciplinar os direitos acumulados dos participantes e os direitos adquiridos dos assistidos, tendo em vista a alteração do desenho de plano para incluir a opção de transferência da reserva matemática para o PPCU ou o resgate para os participantes. A alteração realizada encontrase em consonância com o disposto no art. 17 e no art. 68, 1º da LC 109/2001. Quadro Comparativo das alterações propostas no Regulamento do Programa de Assistência Médica para Aposentados UnileverPrev Página 15

16 Item inexistente Item inexistente Item inexistente Será considerada Data de Cisão Parcial do Programa, a data da publicação da Portaria de aprovação, pelo órgão governamental competente, das alterações regulamentares refletidas neste Capítulo, cabendo ao Conselho Deliberativo estabelecer o início da eficácia das disposições, que ocorrerá no prazo máximo de 3 (três) meses a contar do 1º (primeiro) dia útil do mês seguinte ao da data de publicação da referida Portaria. Entende-se como PPCU o Plano de Previdência Complementar UnileverPrev, inscrito no Cadastro Nacional de Planos de Benefícios (CNPB) sob o nº A partir da Data de Cisão Parcial do Programa, a Entidade facultará aos Participantes (Ativos e Vinculados) e Item incluído para disciplinar os direitos acumulados dos participantes e os direitos adquiridos dos assistidos, tendo em vista a alteração do desenho de plano para incluir a opção de transferência da reserva matemática para o PPCU ou o resgate para os participantes. A alteração realizada encontrase em consonância com o disposto no art. 17 e no art. 68, 1º da LC 109/2001. Item incluído para disciplinar os direitos acumulados dos participantes e os direitos adquiridos dos assistidos, tendo em vista a alteração do desenho de plano para incluir a opção de transferência da reserva matemática para o PPCU ou o resgate para os participantes. A alteração realizada encontrase em consonância com o disposto no art. 17 e no art. 68, 1º da LC 109/2001. Item incluído para disciplinar os direitos acumulados dos participantes e os direitos adquiridos dos assistidos, tendo em vista a alteração do desenho de plano para incluir a opção de transferência da reserva matemática Quadro Comparativo das alterações propostas no Regulamento do Programa de Assistência Médica para Aposentados UnileverPrev Página 16

17 Item inexistente Assistidos (incluídos os Beneficiários em gozo de benefício) deste Programa, as seguintes opções: a) desde que estejam inscritos como Participantes do PPCU, a opção de transferência da integralidade do saldo da Conta Total do Participante existente neste Programa, para a respectiva Conta de Contribuição do Participante no PPCU; b) a opção de resgate da integralidade do saldo da Conta Total do Participante existente neste Programa, a ser pago em parcela única pela Sociedade. Exclusivamente para os Participantes oriundos do Programa Anterior que venham exercer a opção prevista no item 13.2, será considerado como saldo da Conta Total do Participante existente neste Programa, o valor presente do benefício a que faz jus, que será alocado na respectiva Conta de Contribuição do Participante no PPCU. para o PPCU ou o resgate para os participantes. A alteração realizada encontrase em consonância com o disposto no art. 17 e no art. 68, 1º da LC 109/2001. Item incluído para disciplinar os direitos acumulados dos participantes e os direitos adquiridos dos assistidos, tendo em vista a alteração do desenho de plano para incluir a opção de transferência da reserva matemática para o PPCU ou o resgate para os participantes. A alteração realizada encontrase em consonância com o disposto no art. 17 e no art. 68, 1º da LC 109/2001. Quadro Comparativo das alterações propostas no Regulamento do Programa de Assistência Médica para Aposentados UnileverPrev Página 17

18 Item inexistente Item inexistente O Conselho Deliberativo poderá, lastreado em critérios uniformes e não discriminatórios, aplicáveis a todos os Participantes deste Programa, por solicitação das Patrocinadoras, destinar parcela da Conta Coletiva de Reversão do Programa aos Participantes que, no prazo de até 90 (noventa) dias a contar da Data de Cisão Parcial do Programa, venham a solicitar o cancelamento de sua inscrição neste Programa, ou que exerçam a opção prevista no item 13.2, alínea a. As opções indicadas no item 13.2, como a efetivação da transferência dos recursos para o PPCU ou o resgate, implicarão na liquidação dos direitos do Participante optante em relação a este Programa, com a sua consequente renúncia irrevogável e irretratável a todos os direitos e obrigações inerentes a este Programa de Assistência Médica para Aposentados UnileverPrev, resultando no cancelamento de sua inscrição no Programa. Item incluído para disciplinar os direitos acumulados dos participantes e os direitos adquiridos dos assistidos, tendo em vista a alteração do desenho de plano para incluir a opção de transferência da reserva matemática para o PPCU ou o resgate para os participantes. A alteração realizada encontrase em consonância com o disposto no art. 17 e no art. 68, 1º da LC 109/2001. Item incluído para disciplinar os direitos acumulados dos participantes e os direitos adquiridos dos assistidos, tendo em vista a alteração do desenho de plano para incluir a opção de transferência da reserva matemática para o PPCU ou o resgate para os participantes. A alteração realizada encontrase em consonância com o disposto no art. 17 e no art. 68, 1º da LC 109/2001. Quadro Comparativo das alterações propostas no Regulamento do Programa de Assistência Médica para Aposentados UnileverPrev Página 18

19 Item inexistente Na hipótese de opção pelo disposto no item 13.2, alínea a, o saldo da Conta Total do Participante existente neste Programa, uma vez transferido para o PPCU, será creditado naquele Plano, na respectiva Conta de Contribuição do Participante, integrando-se à poupança previdenciária do Participante e convertido em quotas do PPCU, sendo, a partir de então, atualizado pelo Retorno dos Investimentos e sujeitando-se, para todos os efeitos, a todas as regras do Regulamento do PPCU, inclusive no que se refere às formas de pagamento de benefício Situações omissas eventualmente verificadas por ocasião da implantação das regras adotadas a partir da Data de Cisão Parcial do Programa, incluindo, mas não se limitando, aos prazos e demais procedimentos para o exercício das opções previstas no item 13.2, serão disciplinadas pelo Conselho Deliberativo, observando-se critérios uniformes e não discriminatórios, visando o melhor equilíbrio entre os Item incluído para disciplinar os direitos acumulados dos participantes e os direitos adquiridos dos assistidos, tendo em vista a alteração do desenho de plano para incluir a opção de transferência da reserva matemática para o PPCU ou o resgate para os participantes. A alteração realizada encontrase em consonância com o disposto no art. 17 e no art. 68, 1º da LC 109/2001. Item incluído para indicar que o detalhamento da operacionalização das opções aos participantes será de competência do Conselho Deliberativo. A alteração realizada encontra-se em consonância com o disposto no art. 17 e no art. 68, 1º da LC 109/2001. Quadro Comparativo das alterações propostas no Regulamento do Programa de Assistência Médica para Aposentados UnileverPrev Página 19

20 interesses dos Participantes e da Patrocinadora. Quadro Comparativo das alterações propostas no Regulamento do Programa de Assistência Médica para Aposentados UnileverPrev Página 20

LEI MUNICIPAL Nº 2.242/2016 DE 15 DE JUNHO DE 2016

LEI MUNICIPAL Nº 2.242/2016 DE 15 DE JUNHO DE 2016 LEI MUNICIPAL Nº 2.242/2016 DE 15 DE JUNHO DE 2016 Altera a Lei Municipal n. 1.554, de 04 de julho de 2005 que Reestrutura o Regime Próprio de Previdência Social do Município de Barra do Bugres/MT e, dá

Leia mais

26 de dezembro de 2008. Regulamento do Plano II de Aposentadoria Fundação Banestes de Seguridade Social - BANESES

26 de dezembro de 2008. Regulamento do Plano II de Aposentadoria Fundação Banestes de Seguridade Social - BANESES 26 de dezembro de 2008 Regulamento do Plano II de Aposentadoria Fundação Banestes de Seguridade Social - Conteúdo B.1 Do Objeto...1 B.2 Das Definições...2 B.3 Dos Participantes do Plano II...10 B.4 Dos

Leia mais

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios - TVA

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios - TVA Demonstrativos Financeiros Relatório Anual 2014 Visão Prev Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios TVA Período: 2014 e 2013 dezembro R$ Mil Descrição 2014 2013 Variação (%) 1. Ativos 14.922

Leia mais

Texto Original Alteração Justificativa

Texto Original Alteração Justificativa Capítulo 1 Do Objeto 1.1. Este documento, doravante designado Regulamento do Plano DUPREV CD, estabelece os direitos e os deveres das Patrocinadoras, dos Participantes, dos Beneficiários, Beneficiários

Leia mais

Promoção Brasilprev no bb.com.br REGULAMENTO

Promoção Brasilprev no bb.com.br REGULAMENTO Promoção Brasilprev no bb.com.br REGULAMENTO 1. A PROMOÇÃO 1.1. A promoção Brasilprev no bb.com.br, adiante Promoção, é realizada pela Brasilprev Seguros e Previdência S/A, inscrita no CNPJ/MF sob o nº

Leia mais

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 3 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO 9- VALOR DE RESGATE 10- NÚMERO DE EMPREGADOS 11- FOLHA SALÁRIO DA PATROCINADORA

Leia mais

CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIOS

CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIOS CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIOS Esta cartilha traz informações e dicas, de forma simples e clara, para que você conheça as vantagens que o seu plano de previdência oferece. Leia com atenção e comece a

Leia mais

FAELCE - REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS - PLANO CD

FAELCE - REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS - PLANO CD FAELCE - REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS - PLANO CD 1 - OBJETIVO 1.1 Normatizar e disciplinar os critérios, normas e regras, a serem observados na concessão de empréstimos pessoais (mútuos financeiros)

Leia mais

LEI 8.849, DE 28 DE JANEIRO DE 1994

LEI 8.849, DE 28 DE JANEIRO DE 1994 LEI 8.849, DE 28 DE JANEIRO DE 1994 Altera a legislação do Imposto sobre a Renda e proventos de qualquer natureza, e dá outras providências. Faço saber que o presidente da República adotou a Medida Provisória

Leia mais

Senado Federal Subsecretaria de Informações DECRETO Nº 2.794, DE 1º DE OUTUBRO DE 1998

Senado Federal Subsecretaria de Informações DECRETO Nº 2.794, DE 1º DE OUTUBRO DE 1998 Senado Federal Subsecretaria de Informações DECRETO Nº 2.794, DE 1º DE OUTUBRO DE 1998 Institui a Política Nacional de Capacitação dos Servidores para a Administração Pública Federal direta, autárquica

Leia mais

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE

VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE VIDA GERADOR DE BENEFÍCIO LIVRE VGBL MODALIDADE DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS TÍTULO II DAS DEFINIÇÕES REGULAMENTO DE PLANO INDIVIDUAL ÍNDICE TÍTULO III DA CONTRATAÇÃO DO PLANO

Leia mais

FUNDAÇÃO TECHNOS. O presente para o seu futuro

FUNDAÇÃO TECHNOS. O presente para o seu futuro FUNDAÇÃO TECHNOS O presente para o seu futuro ASSUNTOS: - A Previdência no Brasil; - Organograma da Technos; - Vantagens para os funcionários; - Histórico de Rentabilidade; - Controle e Fiscalização; -

Leia mais

ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA FINANÇAS E TRABALHO, SOLIDARIEDADE E SEGURANÇA SOCIAL. 1112 Diário da República, 1.ª série N.º 64 1 de abril de 2016

ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA FINANÇAS E TRABALHO, SOLIDARIEDADE E SEGURANÇA SOCIAL. 1112 Diário da República, 1.ª série N.º 64 1 de abril de 2016 1112 Diário da República, 1.ª série N.º 64 1 de abril de 2016 ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA Lei n.º 8/2016 Procede à décima alteração ao Código do Trabalho, aprovado pela Lei n.º 7/2009, de 12 de fevereiro,

Leia mais

RESOLUGÃO CFP N 002/98 de 19 de abril de 1998. O CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

RESOLUGÃO CFP N 002/98 de 19 de abril de 1998. O CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA, no uso de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUGÃO CFP N 002/98 de 19 de abril de 1998 "Altera a Consolidação das Resoluções do Conselho Federal de Psicologia, aprovada pela Resolução CFP N 004/86, de 19 de outubro de 1986." O CONSELHO FEDERAL

Leia mais

Portaria n.º 1458/2009. de 31 de Dezembro

Portaria n.º 1458/2009. de 31 de Dezembro Portaria n.º 1458/2009 de 31 de Dezembro O Governo suspendeu, durante o ano de 2010, o mecanismo de actualização do indexante dos apoios sociais (IAS), das prestações sociais e da revalorização das remunerações

Leia mais

Manual do Aposentado e Pensionista EBC Prev. Plano de Benefícios da EBC Empresa Brasil de Comunicação

Manual do Aposentado e Pensionista EBC Prev. Plano de Benefícios da EBC Empresa Brasil de Comunicação Manual do Aposentado e Pensionista Prev Plano de Benefícios da Empresa Brasil de Comunicação SUMÁRIO Qual é o significado de Aposentado e Pensionista?...3 Quando é realizado o pagamento das parcelas do

Leia mais

Servidores ativos efetivos do quadro de pessoal da UFPB.

Servidores ativos efetivos do quadro de pessoal da UFPB. Página 1 de 5 AUXÍLIO TRANSPORTE DEFINIÇÃO Benefício concedido em pecúnia, destinado ao custeio parcial das despesas realizadas pelo servidor com transporte coletivo nos deslocamentos residência-trabalho

Leia mais

REGULAMENTO DO FUNDO MÚTUO DE PRIVATIZAÇÃO FGTS UNIBANCO C - PETROBRÁS CNPJ Nº 03.916.755/0001-29 DO FUNDO

REGULAMENTO DO FUNDO MÚTUO DE PRIVATIZAÇÃO FGTS UNIBANCO C - PETROBRÁS CNPJ Nº 03.916.755/0001-29 DO FUNDO REGULAMENTO DO FUNDO MÚTUO DE PRIVATIZAÇÃO FGTS UNIBANCO C - PETROBRÁS CNPJ Nº 03.916.755/0001-29 DO FUNDO Artigo 1º - O FUNDO MÚTUO DE PRIVATIZAÇÃO FGTS UNIBANCO C - PETROBRÁS, doravante designado, abreviadamente,

Leia mais

PREÇOS DOS SERVIÇOS DE ACREDITAÇÃO DE ORGANISMOS DE CERTIFICAÇÃO E DE INSPEÇÃO

PREÇOS DOS SERVIÇOS DE ACREDITAÇÃO DE ORGANISMOS DE CERTIFICAÇÃO E DE INSPEÇÃO PREÇOS DOS SERVIÇOS DE ACREDITAÇÃO DE ORGANISMOS DE CERTIFICAÇÃO E DE INSPEÇÃO NORMA Nº: NIE-CGCRE-140 APROVADA EM DEZ/2015 Nº 01/07 SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Campo de Aplicação 3 Responsabilidade 4 Histórico

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE RELACIONAMENTO REDE SCB REDE DOS SERVIÇOS DE CRÉDITO DO BRASIL LTDA. PROGRAMA "De Olho no Ponto"

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE RELACIONAMENTO REDE SCB REDE DOS SERVIÇOS DE CRÉDITO DO BRASIL LTDA. PROGRAMA De Olho no Ponto REGULAMENTO DO PROGRAMA DE RELACIONAMENTO REDE SCB REDE DOS SERVIÇOS DE CRÉDITO DO BRASIL LTDA. PROGRAMA "De Olho no Ponto" 1º. Registro nº. 1.372.079, de 21 de setembro de 2012 5º Oficial de Registro

Leia mais

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 732, DE 2011

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 732, DE 2011 SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 732, DE 2011 Altera o 2º do art. 4º da Lei nº 10.522, de 19 de julho de 2002, que dispõe sobre o cadastro informativo dos créditos não quitados de órgãos e entidades

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO DO RS. Resolução nº 314/2001*

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO DO RS. Resolução nº 314/2001* Resolução nº 314/2001* Consolida a regulamentação existente do PLANO DE ASSISTÊNCIA MÉDICA COMPLEMENTAR PAC, introduz novas classes de usuários e revoga as disposições em contrário. O Presidente do Instituto

Leia mais

TABELA DE SALÁRIO MÍNIMO REGIONAL (REVISADA A DE SC)

TABELA DE SALÁRIO MÍNIMO REGIONAL (REVISADA A DE SC) TABELA DE SALÁRIO MÍNIMO REGIONAL (REVISADA A DE SC) REAJUSTAMENTO, ATUALIZAÇÃO E REVISÃO DOS BENEFÍCIOS DA PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL FORMAS DE REAJUSTAMENTO/ACUMULAÇÃO DE BENEFÍCIO 1 - BENEFÍCIOS

Leia mais

REGULAMENTO DA OFERTA TIM CASA FIXO MUNDO (02/05/2016 a 31/07/2016)

REGULAMENTO DA OFERTA TIM CASA FIXO MUNDO (02/05/2016 a 31/07/2016) Empresa Participante: REGULAMENTO DA OFERTA TIM CASA FIXO MUNDO (02/05/2016 a 31/07/2016) INTELIG TELECOMUNICAÇÕES LTDA., com sede na Rua Fonseca Teles, nº 18, A30, bloco B, Térreo, São Cristóvão, na Cidade

Leia mais

Plano de saúde. aposentados e demitidos

Plano de saúde. aposentados e demitidos Plano de saúde aposentados e demitidos A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) foi criada em 2000 com a finalidade de regular o setor de planos privados de assistência à saúde. Essa cartilha tem

Leia mais

Aprovado pela Portaria nº 155 de 29/03/2011 DOU 31/03/2011

Aprovado pela Portaria nº 155 de 29/03/2011 DOU 31/03/2011 Aprovado pela Portaria nº 155 de 29/03/2011 DOU 31/03/2011 Artigo 18 Ao Participante que tiver completado 50 (cinqüenta) anos de idade após ter cumprido a carência de 120 (cento e vinte) meses de contribuições

Leia mais

CONTRATO DE CRÉDITO PESSOAL PRÉ-APROVADO

CONTRATO DE CRÉDITO PESSOAL PRÉ-APROVADO CONTRATO DE CRÉDITO PESSOAL PRÉ-APROVADO Por este instrumento e na melhor forma de direito, a COOPERATIVA, doravante designada simplesmente COOPERATIVA, neste ato devidamente representada na forma de seu

Leia mais

ABRILPREV SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA. Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Benefícios da Abrilprev

ABRILPREV SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA. Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Benefícios da Abrilprev ABRILPREV SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA CNPJ 73.000.838/0001-59 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Benefícios da Abrilprev CNPB 1993.0008-11 1 DE PARA Justificativa 1 - DO OBJETO 1 DO OBJETO

Leia mais

TERMO ADITIVO A CONTRATO DE PLANO DE SAÚDE PLANO COLETIVO EMPRESARIAL CONTRATADA CLASSIFICAÇÃO: COOPERATIVA MÉDICA REG. ANS N 34.

TERMO ADITIVO A CONTRATO DE PLANO DE SAÚDE PLANO COLETIVO EMPRESARIAL CONTRATADA CLASSIFICAÇÃO: COOPERATIVA MÉDICA REG. ANS N 34. TERMO ADITIVO A CONTRATO DE PLANO DE SAÚDE Cuiabá PLANO COLETIVO EMPRESARIAL CONTRATADA EMPRESA: UNIMED CUIABÁ COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO CLASSIFICAÇÃO: COOPERATIVA MÉDICA REG. ANS N 34.208-4 CGC:

Leia mais

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E DO COMÉRCIO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS. CIRCULAR N 016, de 4 de junho de 1973

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E DO COMÉRCIO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS. CIRCULAR N 016, de 4 de junho de 1973 MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E DO COMÉRCIO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR N 016, de 4 de junho de 1973 Altera dispositivos das Normas de Seguros Aeronáuticos Circular n 19/71, da SUSEP. O SUPERINTENDENTE

Leia mais

Cartilha do Plano PrevSIAS

Cartilha do Plano PrevSIAS Sociedade Ibgeana de Assistência e Seguridade Cartilha do Plano PrevSIAS Plano de Aposentadoria SIAS Instituidor Associação dos Funcionários da SIAS - AFUSI JULHO DE 2013 MENSAGEM DA SIAS Prezado(a) Sr(a).,

Leia mais

E-Financeira (IN RFB 1.571, de 02.07.15) 24.09.2015

E-Financeira (IN RFB 1.571, de 02.07.15) 24.09.2015 E-Financeira (IN RFB 1.571, de 02.07.15) 24.09.2015 e-financeira IN nº 1.571, de 02 de julho de 2015, dispõe sobre a prestação de informações relativas às operações financeiras de interesse da RFB pela

Leia mais

Plano Pós-Pago Alternativo de Serviço

Plano Pós-Pago Alternativo de Serviço 1 - Aplicação Plano Pós-Pago Alternativo de Serviço Plano Nº 030 - Plano Online 500MB Requerimento de Homologação Nº 8886 Este Plano Pós-Pago Alternativo de Serviço é aplicável pela autorizatária CLARO

Leia mais

REGULAMENTO. Promoção Nextel 3G Smart Blackberry 300P

REGULAMENTO. Promoção Nextel 3G Smart Blackberry 300P REGULAMENTO Promoção Nextel 3G Smart Blackberry 300P Esta promoção é comercializada pela NEXTEL TELECOMUNICAÇÕES Ltda., prestadora do Serviço Móvel Pessoal SMP, doravante denominada simplesmente NEXTEL,

Leia mais

Instruções para o cadastramento da Operação de Transporte e geração do Código Identificador da Operação de Transporte CIOT.

Instruções para o cadastramento da Operação de Transporte e geração do Código Identificador da Operação de Transporte CIOT. Instruções para o cadastramento da Operação de Transporte e geração do Código Identificador da Operação de Transporte CIOT. Versão: 16/03/12 As instruções abaixo aplicam-se a todas as Operações de Transportes

Leia mais

Certificado de Recebíveis Imobiliários CRI

Certificado de Recebíveis Imobiliários CRI Renda Fixa Certificado de Recebíveis Imobiliários CRI Certificado de Recebíveis Imobiliários - CRI O produto O Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI) é um título que gera um direito de crédito ao

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO /2015

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO /2015 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO /2015 Convenção Coletiva de Trabalho, que entre si ajustam a FEDERAÇÃO NACIONAL DOS EMPREGADOS EM POSTOS DE SERVIÇOS DE COMBUSTÍVEIS E DERIVADOS DE PETRÓLEO - FENEPOSPETRO,

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº. 119 DE 03 DE DEZEMBRO DE 2010.

LEI COMPLEMENTAR Nº. 119 DE 03 DE DEZEMBRO DE 2010. LEI COMPLEMENTAR Nº. 119 DE 03 DE DEZEMBRO DE 2010. Estabelece e regulamenta a atribuição de adicionais e a concessão de gratificações gerais aos servidores públicos da Administração Direta, Autárquica

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR

ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR DECRETO Nº 4.105, DE 29 DE JANEIRO DE 2009. ALTERA O REGULAMENTO DO ICMS, APROVADO PELO DECRETO Nº 35.245, DE 26 DE DEZEMBRO DE 1991, PARA IMPLEMENTAR DISPOSIÇÕES DOS PROTOCOLOS ICMS 107, DE 16 DE NOVEMBRO

Leia mais

MINIRREFORMA PREVIDENCIÁRIA

MINIRREFORMA PREVIDENCIÁRIA MINIRREFORMA PREVIDENCIÁRIA Olá Concurseiros! =) O artigo de hoje traz as principais mudanças operadas pela Medida Provisória n.º 664/2014, publicada em 30/12/2014, que trouxe, no apagar das luzes de 2014,

Leia mais

CARTA CIRCULAR Nº 3.721, DE 24 DE AGOSTO DE 2015

CARTA CIRCULAR Nº 3.721, DE 24 DE AGOSTO DE 2015 CARTA CIRCULAR Nº 3.721, DE 24 DE AGOSTO DE 2015 Altera o Documento 24 do Manual de Crédito Rural (MCR). O Chefe do Departamento de Regulação, Supervisão e Controle das Operações do Crédito Rural e do

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ADICIONAL PROASA

REGULAMENTO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ADICIONAL PROASA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ADICIONAL PROASA Regulamento Índice Capítulo I Do Programa de Assistência à Saúde Adicional Capítulo II Das Definições Preliminares Capítulo III Dos Beneficiários

Leia mais

SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE ASSISTENCIA ESTUDANTIL/2013 EDITAL N 005/2013

SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE ASSISTENCIA ESTUDANTIL/2013 EDITAL N 005/2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS SÃO JOÃO DOS PATOS DIRETORIA GERAL NÚCLEO DE ASSISTENCIA AO EDUCANDO SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE ASSISTENCIA

Leia mais

CAPÍTULO XI FINANÇAS

CAPÍTULO XI FINANÇAS CAPÍTULO XI FINANÇAS A. INVESTIMENTO DOS FUNDOS DA ASSOCIAÇÃO As decisões referentes aos investimentos da associação deverão tomar como base as declarações sobre normas de investimentos para o Fundo Geral

Leia mais

BB Crédito Imobiliário

BB Crédito Imobiliário Selecione a Linha de Crédito Aquisição PF PMCMV Aquisição PF PMCMV Convênios Aquisição PF FGTS Pró-Cotista Aquisição FGTS PF Aquisição PF FGTS Convênios Dados da Agência acolhedora / condutora da Operação

Leia mais

Federal e dispositivos da Emenda Constitucional nº 20, de 15 de dezembro de 1998, e dá outras providências.

Federal e dispositivos da Emenda Constitucional nº 20, de 15 de dezembro de 1998, e dá outras providências. 40862 Sexta-feira 12 DIÁRIO DO SENADO FEDERAL Dezembro de 2003 O SR. PRESIDENTE (José Sarney) Encerrada a votação: Votaram SIM 27 Srs. Senadores; e NÃO, 48. Não houve abstenção. Total: 75 votos. As emendas

Leia mais

Institui, na forma do art. 43 da Constituição Federal, a Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia SUDAM, estabelece a sua composição, natureza

Institui, na forma do art. 43 da Constituição Federal, a Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia SUDAM, estabelece a sua composição, natureza Institui, na forma do art. 43 da Constituição Federal, a Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia SUDAM, estabelece a sua composição, natureza jurídica, objetivos, área de competência e instrumentos

Leia mais

DECRETO Nº 2.655, DE 02 DE JULHO DE 1998

DECRETO Nº 2.655, DE 02 DE JULHO DE 1998 DECRETO Nº 2.655, DE 02 DE JULHO DE 1998 Regulamenta o Mercado Atacadista de Energia Elétrica, define as regras de organização do Operador Nacional do Sistema Elétrico, de que trata a Lei n o 9.648, de

Leia mais

GOVERNO DE ALAGOAS SECRETARIA DA FAZENDA

GOVERNO DE ALAGOAS SECRETARIA DA FAZENDA GOVERNO DE ALAGOAS SECRETARIA DA FAZENDA DECRETO Nº 43, de 23 de fevereiro de 2001 DOE 01.03.2001 Altera o Regulamento do ICMS, aprovado pelo Decreto nº 35.245, de 26 de dezembro de 1991, implementando

Leia mais

Normas Sistema Gestão da Informação

Normas Sistema Gestão da Informação Normas Sistema Gestão da Informação Visão Anotada INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1571, DE 02 DE JULHO DE 2015 (Publicado(a) no DOU de 03/07/2015, seção 1, pág. 32) Dispõe sobre a obrigatoriedade de prestação

Leia mais

SEMINÁRIO PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DOS SERVIDORES DA UNIÃO. Superior Tribunal de Justiça Junho de 2007

SEMINÁRIO PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DOS SERVIDORES DA UNIÃO. Superior Tribunal de Justiça Junho de 2007 SEMINÁRIO PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DOS SERVIDORES DA UNIÃO Superior Tribunal de Justiça Junho de 2007 Premissas na estruturação do regime complementar Criar um regime previdenciário orientado principalmente

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santa Barbara-BA. A Prefeitura Municipal de Santa Barbara, Estado Da Bahia Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR.

Prefeitura Municipal de Santa Barbara-BA. A Prefeitura Municipal de Santa Barbara, Estado Da Bahia Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR. ANO. 2015 DIÁRIO DO MUNICÍPIO DE SANTA BARBARA - BAHIA PODER EXECUTIVO A Prefeitura Municipal de Santa Barbara, Estado Da Bahia Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR. 1 RESOLUÇÃO SEDUC Nº

Leia mais

FORTBRASIL: UM MILHÃO DE PONTOS VANTAGENS PARA VOCÊ

FORTBRASIL: UM MILHÃO DE PONTOS VANTAGENS PARA VOCÊ REGULAMENTO 1. Das Empresas 1.1 Da empresa Promotora: FORTBRASIL Administradora de Cartões de Crédito S/A, pessoa jurídica de direito privado, inscrita sob CNPJ de número 02.732.968/0001-38, com sede na

Leia mais

MANUAL DE PESSOAL. Regulamentar a concessão, fixar critérios e estabelecer procedimentos a serem observados no fornecimento de Vale-Transporte.

MANUAL DE PESSOAL. Regulamentar a concessão, fixar critérios e estabelecer procedimentos a serem observados no fornecimento de Vale-Transporte. MÓD : 25 CAP : 1 EMI: 07.03.91 10 ª ROD VIG: 27.03.91 1 MÓDULO 25: VALE-TRANSPORTE CAPÍTULO 1: APRESENTAÇÃO 1. FINALIDADE Regulamentar a concessão, fixar critérios e estabelecer procedimentos a serem observados

Leia mais

Guia de Utilização para Beneficiários do Plano de Assistência e Saúde PAS, com cobertura adicional da CAMED

Guia de Utilização para Beneficiários do Plano de Assistência e Saúde PAS, com cobertura adicional da CAMED Guia de Utilização para Beneficiários do Plano de Assistência e Saúde PAS, com cobertura adicional da CAMED 1 Guia de Utilização para Beneficiários do Plano de Assistência e Saúde PAS, com cobertura adicional

Leia mais

Safra Títulos Públicos DI - Fundo de Investimento Financeiro (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2004

Safra Títulos Públicos DI - Fundo de Investimento Financeiro (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2004 Safra Títulos Públicos DI - Fundo de Investimento Financeiro Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2004 e de 2003 e parecer de auditores independentes Demonstração da composição e diversificação

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO MONITORIA 2010.2

EDITAL DE SELEÇÃO MONITORIA 2010.2 1 Laureate International Universities R EDITAL DE SELEÇÃO MONITORIA 2010.2 A FACULDADE DOS GUARARAPES, mantida pela Sociedade Capibaribe de Educação e Cultura - SOCEC, com sede em Jaboatão dos Guararapes

Leia mais

BARIGUI SECURITIZADORA S.A.

BARIGUI SECURITIZADORA S.A. AVISO AO MERCADO Oferta Pública de Distribuição dos Certificados de Recebíveis Imobiliários das Séries 60ª e 61ª da 1ª Emissão da Barigui Securitizadora S.A. A BARIGUI SECURITIZADORA S.A., inscrita no

Leia mais

AS MUDANÇAS NA LEGISLAÇÃO DA PREVIDÊNCIA OFICIAL E COMPLEMENTAR

AS MUDANÇAS NA LEGISLAÇÃO DA PREVIDÊNCIA OFICIAL E COMPLEMENTAR Apresentação - Paulo Cesar Chamadoiro Martin Correio eletrônico - pmartin@petros.com.br Conselheiro Deliberativo eleito da Petros Diretor da FUP Rio de Janeiro - RJ, 07.08.06 Roteiro da Apresentação Constituição

Leia mais

1º O parecer do (a) Assistente Social, que deverá estar de acordo com os critérios abaixo:

1º O parecer do (a) Assistente Social, que deverá estar de acordo com os critérios abaixo: Lei 3914/2016 DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO DE BENEFÍCIO EVENTUAL PARA INDIVÍDUOS E FAMÍLIAS EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE, TEMPORÁRIA NO MUNICÍPIO DE BALNEÁRIO CAMBORIÚ. Prefeito Municipal de Balneário Camboriú,

Leia mais

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB Credenciada pelo Decreto Estadual N 7.344, de 27.05.1998

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB Credenciada pelo Decreto Estadual N 7.344, de 27.05.1998 Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB Credenciada pelo Decreto Estadual N 7.344, de 27.05.1998 EDITAL Nº 035/2009 PROGRAMA DE ISENÇÃO DO PAGAMENTO DA TAXA DE INSCRIÇÃO PARA O PROCESSO SELETIVO

Leia mais

EDITAL Nº 124/2013 CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 008/2013

EDITAL Nº 124/2013 CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 008/2013 EDITAL Nº 124/2013 CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 008/2013 O MUNICÍPIO DE SERAFINA CORRÊA, RS, comunica aos interessados que está procedendo o CHAMAMENTO PÚBLICO, a contar de 21 de junho de 2013, no horário compreendido

Leia mais

PROPOSTAS PARA IMPLANTAÇÃO DO PISO SALARIAL DO MAGISTÉRIO E REESTRUTURAÇÃO DAS CARREIRAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA 17 DE ABRIL DE 2015

PROPOSTAS PARA IMPLANTAÇÃO DO PISO SALARIAL DO MAGISTÉRIO E REESTRUTURAÇÃO DAS CARREIRAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA 17 DE ABRIL DE 2015 PROPOSTAS PARA IMPLANTAÇÃO DO PISO SALARIAL DO MAGISTÉRIO E REESTRUTURAÇÃO DAS CARREIRAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA 17 DE ABRIL DE 2015 POLÍTICA REMUNERATÓRIA 1. PISO DO MAGISTÉRIO 1.1. Reajuste de 31,78% no vencimento

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO BANDA LARGA VIVO SPEEDY

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO BANDA LARGA VIVO SPEEDY REGULAMENTO DA PROMOÇÃO BANDA LARGA VIVO SPEEDY Esta Promoção é realizada pela AJATO TELECOMUNICAÇÃO LTDA., com sede na Capital do Estado de São Paulo, na Av. Mofarrej, nº 1270, Vila Leopoldina, inscrita

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 23.380. Dispõe sobre o Adicional de Qualificação no âmbito da Justiça Eleitoral.

RESOLUÇÃO Nº 23.380. Dispõe sobre o Adicional de Qualificação no âmbito da Justiça Eleitoral. Publicada no DJE/TSE nº 142, de 27/7/2012, p. 9/11 RESOLUÇÃO Nº 23.380 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 19.823 (29839-23.2007.6.00.0000) CLASSE 19 BRASÍLIA DF Relatora: Ministra Cármen Lúcia Interessado: Tribunal

Leia mais

Brazilian Depositary Receipt BDR Nível I Não Patrocinado

Brazilian Depositary Receipt BDR Nível I Não Patrocinado Renda Variável Brazilian Depositary Receipt BDR Nível I Não Patrocinado O produto Os Brazilian Depositary Receipts Nível I Não Patrocinados (BDR NP) são valores mobiliários, emitidos no Brasil por instituições

Leia mais

1º Termo Aditivo ao Edital de Licitação de Tomada de Preço nº 01/2015 do CRFa 3ª

1º Termo Aditivo ao Edital de Licitação de Tomada de Preço nº 01/2015 do CRFa 3ª 1º Termo Aditivo ao Edital de Licitação de Tomada de Preço nº 01/2015 do CRFa 3ª Fica aditado o Edital de Licitação na modalidade de Tomada de Preço n. 01/2015, do CRFa 3ª, para constar que: 1. O item

Leia mais

SALÁRIO DE CONTRIBUIÇÃO, SALÁRIO DE BENEFÍCIO E RENDA MENSAL INICIAL CONCEITOS Professor: Anderson Castelucio CONCEITOS DE SALÁRIO DE CONTRIBUIÇÃO Art. 214. Entende-se por salário-de-contribuição: I -

Leia mais

Contrato de Compra e Venda

Contrato de Compra e Venda Contrato de Compra e Venda A compra de qualquer produto na loja virtual Pegolia, de propriedade da NICLO S COMERCIAL LTDA, inscrita no CNPJ/MF sob o nº. 43.372.119/0004-40, com sede na Rua Jaceru, nº 63,

Leia mais

Anexo 2 - PROCEDIMENTOS DE VOTAÇÃO

Anexo 2 - PROCEDIMENTOS DE VOTAÇÃO Anexo 2 - PROCEDIMENTOS DE VOTAÇÃO Este conjunto de procedimentos compõe a Regulamentação do Processo de Eleição da OLT/RJ 2013-2015, devendo ser observado por todos os participantes do pleito. Cabe a

Leia mais

TERMO DE CONVÊNIO INSTITUCIONAL

TERMO DE CONVÊNIO INSTITUCIONAL TERMO DE CONVÊNIO INSTITUCIONAL Tendo em vista desenvolver esforços conjuntos nos domínios da cooperação e intercâmbio técnico e cultural, o CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DOS CAMPOS GERAIS CESCAGE, pessoa

Leia mais

1 Os contratos de que tratam o caput serão por prazo determinado, com duração de 12 (doze) meses, podendo ser renovado por prazo de igual período.

1 Os contratos de que tratam o caput serão por prazo determinado, com duração de 12 (doze) meses, podendo ser renovado por prazo de igual período. LEI COMPLEMENTAR Nº 250 DE 14 DE OUTUBRO DE 2014. REGULAMENTA A CONTRATAÇÃO DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE E DE PROGRAMAS PSF PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA E PACS PROGRAMA DOS AGENTES COMUNITÁRIOS DE

Leia mais

Portaria n.º 1323-B/2001

Portaria n.º 1323-B/2001 Portaria n.º 1323-B/2001 Actualiza as prestações de invalidez e de velhice, bem como as de sobrevivência, e as pensões de doença profissional dos regimes de segurança social. Revoga a Portaria n.º 1141-A/2000,

Leia mais

Em atendimento à Audiência Pública supra citada, vimos pela presente apresentar nossas considerações sobre a minuta disponibilizada.

Em atendimento à Audiência Pública supra citada, vimos pela presente apresentar nossas considerações sobre a minuta disponibilizada. Curitiba, 15 de janeiro de 2008 Sr. José Augusto da Silva Superintendente de Mediação Administrativa Setorial Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL SGAN - Quadra 603 - Módulo I 70830-030 Brasília

Leia mais

Dispõe sobre autorização de afastamento do País de servidores e empregados do Ministério da Fazenda e suas entidades vinculadas.

Dispõe sobre autorização de afastamento do País de servidores e empregados do Ministério da Fazenda e suas entidades vinculadas. PORTARIA MF Nº 160, DE 6 DE MAIO DE 2016 DOU de 09.05.2016 Dispõe sobre autorização de afastamento do País de servidores e empregados do Ministério da Fazenda e suas entidades vinculadas. O MINISTRO DE

Leia mais

http://www.cenofisco.com.br/links/documento/documentonews.aspx?id=24695227

http://www.cenofisco.com.br/links/documento/documentonews.aspx?id=24695227 Página 1 de 6 Cenofisco - Centro de Orientação Fiscal DECRETO Nº 27.552, DE 12 DE AGOSTO DE 2013 DOE-AL de 13/08/2013 (nº 148, pág. 4) Altera o regulamento do ICMS, aprovado pelo Decreto Estadual Nº 35.245,

Leia mais

Instrução Normativa RFB nº 1.127, de 7 de fevereiro de 2011

Instrução Normativa RFB nº 1.127, de 7 de fevereiro de 2011 Instrução Normativa RFB nº 1.127, de 7 de fevereiro de 2011 DOU de 8.2.2011 Dispõe sobre a apuração e tributação de rendimentos recebidos acumuladamente de que trata o art. 12-A da Lei nº 7.713, de 22

Leia mais

A República Federativa do Brasil

A República Federativa do Brasil AJUSTE COMPLEMENTAR AO ACORDO ENTRE A REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E A ORGANIZACÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O FUNCIONAMENTO NO BRASIL DO ESCRITÓRIO DA COMISSÃO ECONÔMICA PARA A AMÉRICA LATINA E O CARIBE,

Leia mais

2.1 Os alunos selecionados serão encaminhados para cursar o período letivo 2016.2.

2.1 Os alunos selecionados serão encaminhados para cursar o período letivo 2016.2. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE EDITAL 05-2016 SRI/UFRN EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS SANTANDER UNIVERSIDADES 2016. 1. O Programa de Bolsas IBERO-AMERICANAS

Leia mais

Regulamento Oferta Especial Exclusiva LIVE TIM

Regulamento Oferta Especial Exclusiva LIVE TIM Regulamento Oferta Especial Exclusiva LIVE TIM 1. INTRODUÇÃO 1.1 Esta Promoção é realizada pela TIM Celular S/A, com sede na Avenida Giovanni Gronchi, número 7.143, Cidade e Estado de São Paulo, CEP 05724-006,

Leia mais

CONSIDERANDO a transparência e segurança que resultará da implementação do novo modelo gerencial para a definição da política tarifária;

CONSIDERANDO a transparência e segurança que resultará da implementação do novo modelo gerencial para a definição da política tarifária; DECRETO Nº 5.636/2006 João Pessoa (PB) 10 de Maio de 2006 INSTITUI OS SISTEMAS DE BILHETAGEM ELETRÔNICA E GESTÃO EM TRANSPORTES NOS SERVIÇOS DE TRANSPORTE COLETIVO DE PASSAGEIROS POR ÔNIBUS DE JOÃO PESSOA,

Leia mais

CONVÊNIO ICMS 108, DE 28 DE SETEMBRO DE 2012

CONVÊNIO ICMS 108, DE 28 DE SETEMBRO DE 2012 CONVÊNIO ICMS 108, DE 28 DE SETEMBRO DE 2012 Autoriza o Estado de São Paulo a dispensar ou reduzir multas e demais acréscimos legais mediante parcelamento de débitos fiscais relacionados com o ICM e o

Leia mais

REGIUS SOCIEDADE CIVIL DE PREVIDÊNCIA PRIVADA. Regimento Interno do Comitê de Gestão de Riscos

REGIUS SOCIEDADE CIVIL DE PREVIDÊNCIA PRIVADA. Regimento Interno do Comitê de Gestão de Riscos 1/7 TÍTULO CLASSIFICAÇÃO REFERENCIAL NORMATIVO ASSUNTO ELABORADOR Regimento Interno do Comitê de Gestão de Risco Documentos Institucionais Resolução CGPC nº 13/2004 Estabelece a composição e atribuições

Leia mais

CONCURSO CULTURAL 12º ANIVERSÁRIO CONFRARIA DAS IDÉIAS

CONCURSO CULTURAL 12º ANIVERSÁRIO CONFRARIA DAS IDÉIAS CONCURSO CULTURAL 12º ANIVERSÁRIO CONFRARIA DAS IDÉIAS ONG CONFRARIA DAS IDÉIAS CNPJ/SP 11.036.140/0001-36 REGULAMENTO Este concurso possui caráter exclusivamente cultural, não havendo qualquer modalidade

Leia mais

INSTRUÇÃO CVM Nº 551, DE 25 DE SETEMBRO DE 2014

INSTRUÇÃO CVM Nº 551, DE 25 DE SETEMBRO DE 2014 Altera e acrescenta dispositivos à Instrução CVM nº 332, de 4 de abril de 2000, à Instrução CVM nº 400, de 29 de dezembro de 2003, e à Instrução CVM nº 476, de 16 de janeiro de 2009. O PRESIDENTE DA COMISSÃO

Leia mais

Centro de Estudos e Pesquisas 28 Organização Social em Saúde - RJ CNPJ nº 33.927.377/0001-40

Centro de Estudos e Pesquisas 28 Organização Social em Saúde - RJ CNPJ nº 33.927.377/0001-40 EDITAL PARA SELEÇÃO DE FORNECEDOR - AUDITORIA CONTÁBIL EXTERNA O Centro de Estudos e Pesquisas 28 (Organização Social em Saúde), entidade privada de utilidade pública, inscrito no, torna pública a realização,

Leia mais

LEI Nº 8.460, DE 17 DE SETEMBRO DE 1992. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte lei:

LEI Nº 8.460, DE 17 DE SETEMBRO DE 1992. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte lei: LEI Nº 8.460, DE 17 DE SETEMBRO DE 1992. Mensagem de veto Texto compilado Concede antecipação de reajuste de vencimentos e de soldos dos servidores civis e militares do Poder Executivo e dá outras providências.

Leia mais

RESOLUÇÃO CREDUNI 004/2015

RESOLUÇÃO CREDUNI 004/2015 RESOLUÇÃO CREDUNI 004/2015 Atualiza a Resolução CREDUNI 003/2015 de 8/09/2015 sobre critérios e taxas de juros de empréstimos e financiamentos de acordo com as condições oferecidas pelo cooperado modificando

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A.

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. I - OBJETIVO E ABRANGÊNCIA Artigo 1 o A presente Política de Negociação tem por objetivo estabelecer as regras

Leia mais

I - Apoio a projetos de pesquisa e bolsistas de produtividade em pesquisa do CNPq

I - Apoio a projetos de pesquisa e bolsistas de produtividade em pesquisa do CNPq FUNDO DE DESENVOLVIMENTO DA ENGENHARIA DE PRODUÇÃO FCAV-PRO APOIO A PROJETOS, PRODUÇÃO DE LIVROS DIDÁTICOS, EDIÇÃO DE LIVROS, REVISÕES E TRADUÇÕES DE ARTIGOS I - Apoio a projetos de pesquisa e bolsistas

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE PECÚLIO FACULTATIVO PPF CNPB 1990.0011-65 FUNDAÇÃO GEAPPREVIDÊNCIA

REGULAMENTO DO PLANO DE PECÚLIO FACULTATIVO PPF CNPB 1990.0011-65 FUNDAÇÃO GEAPPREVIDÊNCIA REGULAMENTO DO PLANO DE PECÚLIO FACULTATIVO PPF CNPB 1990.0011-65 FUNDAÇÃO GEAPPREVIDÊNCIA Aprovado pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar PREVIC, por meio da Portaria Nº 509, de 27

Leia mais

EduCarioca. Regulamento

EduCarioca. Regulamento EduCarioca Regulamento 1. DA CAMPANHA O Centro Universitário Carioca - UniCarioca, através da Campanha EduCarioca, que tem como finalidade a concessão de bolsas de estudo de 50% (cinquenta por cento) para

Leia mais

PROCESSO Nº 1.23.000.001039/2014-06

PROCESSO Nº 1.23.000.001039/2014-06 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 02/2015 PROCESSO Nº 1.23.000.001039/2014-06 VALIDADE: 12 MESES Aos 02 dias do mês de março de 2015, na, Sala de licitações, localizada na Rua Domingos Marreiros, nº 690 Bairro

Leia mais

HWPFCÑ Q"QUYCNFQ"ETW\" FKTGVQTKC"FG"TGEWTUQU"JWOCPQU"

HWPFCÑ QQUYCNFQETW\ FKTGVQTKCFGTGEWTUQUJWOCPQU HWPFCÑ Q"QUYCNFQ"ETW\" FKTGVQTKC"FG"TGEWTUQU"JWOCPQU" PQTOC"QRGTCEKQPCN"P "225" "FKTGJ."FG"4;"FG"LWNJQ"FG"42270" " Regulamenta a concessão do Auxílio Transporte aos servidores da Fundação Oswaldo Cruz.

Leia mais

MENSAGEM Nº 006/2014. ASSUNTO: Envia Projeto de Lei

MENSAGEM Nº 006/2014. ASSUNTO: Envia Projeto de Lei MENSAGEM Nº 006/2014 Prefeitura Municipal de Jacutinga ASSUNTO: Envia Projeto de Lei Estância Hidromineral Cep 37590-000 SERVIÇO: Gabinete do Prefeito Telefone (035)3443-1022 CNPJ 17.914.128/0001-63 Jacutinga/MG

Leia mais

PDG REALTY S.A. EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES Companhia Aberta. CNPJ/MF nº 02.950.811/0001-89 NIRE 33.300.285.199 AVISO AOS ACIONISTAS

PDG REALTY S.A. EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES Companhia Aberta. CNPJ/MF nº 02.950.811/0001-89 NIRE 33.300.285.199 AVISO AOS ACIONISTAS PDG REALTY S.A. EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES Companhia Aberta CNPJ/MF nº 02.950.811/0001-89 NIRE 33.300.285.199 AVISO AOS ACIONISTAS PDG Realty S.A. Empreendimentos e Participações ( Companhia ou PDG

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECOLÓGICA DA BAHIA COORDENAÇÃO TÉCNICA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECOLÓGICA DA BAHIA COORDENAÇÃO TÉCNICA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECOLÓGICA DA BAHIA COORDENAÇÃO TÉCNICA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA NORMAS COMPLEMENTARES PARA CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DO CEFET-BA Normas adicionais

Leia mais

Etapa 1. Etapa 2. Etapa 3. Etapa 4

Etapa 1. Etapa 2. Etapa 3. Etapa 4 São Paulo, 02 de janeiro de 2015 PREZADO (A) PARTICIPANTE DO PLANO III, Conforme já divulgado na Edição nº 10 Dezembro/2014 do nosso Jornal e no site, o Plano III da BRF Previdência passará por mudanças

Leia mais